Ideias de Negócios para Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ideias de Negócios para 2014. Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares"

Transcrição

1

2 Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares Este material faz parte da Série Ideias de Negócios para 2014, que tem como objetivo explorar oportunidades para que os pequenos negócios apropriem-se dos investimentos programados para os megaeventos que ocorrerão no Brasil, bem como para o maior volume de movimentação econômica antes, durante e após esses eventos. Este material não substitui a elaboração de um Plano de Negócio. As informações contidas aqui fazem parte de pesquisas e entrevistas com especialistas e empreendedores, com o objetivo de oferecer uma visão estratégica da atividade de Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares. A decisão de investir em determinada atividade exige uma análise mais aprofundada de informações e alternativas com o intuito de diminuir riscos e incertezas. Quando são realizadas projeções, para aumentar a precisão da análise, são consideradas variáveis como tamanho de mercado, preços, custos de capital, custos operacionais, entre outras. Caso o empreendedor decida promover investimentos neste ou em qualquer ramo de atividade, sugere-se que ele elabore um Plano de Negócio e procure orientações na unidade do Sebrae mais próxima da sua região. Serão apresentados conceitos e informações relativas a processo produtivo, mercado, marketing e vendas, canais de comercialização, estrutura, localização, equipamentos, tecnologia, necessidade de pessoal, custos e capital de giro, fonte de recursos, planejamento financeiro, legislação, cursos, eventos e sites com informações de interesse do empreendedor. 1

3 1- Ficha técnica da atividade: Oportunidade Organização de espetáculos, shows e festas populares Produto Principal Produção cultural Setor Economia Criativa Função Programação cultural Área Produção cultural Atividade Organização de festas populares / organização de espetáculos e shows de música Atividades relacionadas Apresentação de grupos de manifestações folclóricas, apresentação de teatro popular, organização de eventos que mostrem a diversidade brasileira, manifestações de rua, apresentações circenses, festas coletivas populares, produção de festas, organização de shows, produção de espetáculos. Código CNAE Descrição CNAE 2.0 Artes cênicas, espetáculos e atividades complementares. 2

4 2- Sumário Executivo: Geral: A realização de espetáculos, shows e festas populares são atividades de produção de eventos que terão grande potencial de crescimento na Copa do Mundo da FIFA Eventos com qualidade na estrutura, com boas escolhas artísticas e uma divulgação eficiente, terão garantia de sucesso e de espaço no mercado. Tendências e oportunidades: ü Economia e segmento em expansão: A economia criativa terá destaque na Copa do Mundo da FIFA 2014 como fator que poderá contribuir para a imagem do Brasil perante os turistas. Estima-se que os jogos vão agregar R$ 183 bilhões ao PIB do Brasil até 2019, e a circulação de dinheiro na economia brasileira vai girar em torno de R$ 135,7 bilhões. ü Agenda alternativa: haverá demandas de entretenimento na agenda cultural alternativa das cidades-sede dos jogos que devem ser atendidas pelos empresários de pequenos negócios que atuam com festas populares. Clientes: ü Turista é o público-alvo: Os principais clientes dos pequenos negócios na área de produção cultural são os turistas vindos de todo o mundo para participar, não só dos jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014, mas também de todos os atrativos que o evento vai proporcionar. Produtos e serviços demandados: ü Foco na diversidade cultural brasileira: A manifestações culturais devem potencializar a imagem positiva e criativa dos destinos brasileiros, tornando-se, inclusive, eventos de grande atratividade. Sendo assim, tais eventos devem ganhar destaque especial, oriundos de uma demanda crescente e de uma gama de oportunidades para os produtores. 3

5 Concorrência: ü Novos concorrentes: 75% das empresas registradas nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA 2014 envolvidas com organização de apresentações de grupos e manifestações folclóricas são pequenos negócios. São produtoras de eventos ou dos próprios grupos artísticos que realizam as apresentações. Dica do Especialista: O empresário deve ficar atento ao optar por realizar eventos nesses períodos. Com o grande fluxo de turistas estrangeiros, é importante redobrar a segurança do evento, seja ele gratuito ou pago, para que a produção não seja surpreendida com problemas graves decorrentes de algum advento não planejado. Para mais detalhes, acessar o material completo (clique aqui). 4

6 3- Divulgação O papel da divulgação na organização de eventos é fundamental para o sucesso do trabalho. Isso porque de nada adianta que a atração seja imperdível se o público não tomar conhecimento do evento. Para fazer uma divulgação eficiente, é necessário primeiramente conhecer o público que se quer atingir. Faça uma avaliação da atração escolhida e veja quem teria interesse em prestigiá-la. Essa percepção vai dar o norte para saber como será a linha de divulgação do projeto. O ideal é que se inicie a divulgação no mínimo dois meses antes do evento, deixando as duas últimas semanas para intensificar a comunicação. Comece com a criação de um site, hot site ou blog e atue nas redes sociais. Atualmente, a internet é um grande aliado na divulgação. Caso o projeto tenha recursos, é possível contratar empresas, normalmente agências de comunicação, para desenvolver o site e produzir conteúdo para as redes sociais. No entanto, caso o projeto não tenha muitos recursos, é possível que a própria produção faça o trabalho de comunicação. Nestes casos, a maneira mais fácil é a construção de um blog e a divulgação pelo Facebook. Tenha em mente que é necessário trabalhar a linguagem do público-alvo e que o ideal é apresentar informações relevantes para ele. Divulgue fotos e vídeos dos grupos artísticos que farão parte do evento, envie informações sobre a história dos grupos e destaque a importância do evento para a cultura brasileira. Se a festa for paga, uma boa estratégia é realizar promoções pela internet sorteando entradas ou oferecendo descontos. Outra boa iniciativa é fazer parceria com sites de divulgação de eventos culturais. Além da web, outro importante aliado na hora da divulgação são as peças impressas. Opte por impressão de cartazes e panfletos. Os cartazes devem ser afixados em locais estratégicos, também observando o público-alvo. Em geral, utilizam-se os bares, lanchonetes e restaurantes, faculdades, escolas, casas de shows, clubes, hotéis, pontos turísticos, entre outros. Os panfletos devem ser distribuídos também em locais estratégicos. Na hora da impressão, cuidado para não errar na medida. Além de ter prejuízo financeiro, o empresário estará desperdiçando recursos materiais, e a 5 sustentabilidade deve ser um fator de atenção no momento da produção. Para a

7 panfletagem, é possível contratar empresa específica que realiza este trabalho. A mídia contribui consideravelmente com a divulgação de eventos. Por isso, é fundamental a realização de assessoria de imprensa. Existem empresas especializadas neste trabalho, que consiste em desenvolver release sobre o evento, produzir fotos ou vídeos e enviá-los a jornalistas dos mais variados veículos: jornais, revistas, TV e rádio. Além disso, o assessor de imprensa entra em contato, pessoalmente ou por telefone, com os jornalistas, para fortalecer o pedido de divulgação. Também assessora o jornalista na hora da apresentação, para subsidiar pautas pós-evento. Finalmente, se o evento tiver um valor razoável de recursos destinados à comunicação, é possível optar por mídias pagas, que podem ser os anúncios em jornais e revistas, outdoors, busdoors, mobiliários urbanos e divulgação pelo rádio e TV. Sobre os dois últimos, o rádio é uma mídia mais barata, mas a TV tem um alcance surpreendente. Então, avalie os preços e faça um plano de mídia normalmente elaborado por agências de publicidade, sempre atento aos horários que atingirão seu público-alvo. Para todas estas mídias, será necessário um profissional de comunicação para elaborar o anúncio, produzir a propaganda de rádio ou o VT para a TV. 6

8 4- Mercado: 5.1- Tendências e Oportunidades Segundo estudo realizado pela Value Partners Brasil, contratado pelo Ministério do Esporte, a Copa do Mundo da FIFA 2014 vai agregar R$ 183 bilhões ao PIB do país até 2019, e a circulação de dinheiro na economia brasileira vai girar em torno de R$ 135,7 bilhões. A economia criativa também terá destaque como fator que poderá contribuir para a imagem do Brasil perante os turistas. Festas típicas, manifestações culturais e artísticas que conferem identidade ao país poderão ter maior visibilidade não só durante os jogos, mas pelos quatro anos que os antecedem, desde que previamente aprovadas pela FIFA. Com isso, tudo o que caracteriza o Brasil ganha projeção junto com o Mundial. Outro ponto importante são as FIFA Fan Parks, espaços ao ar livre instalados nas 12 cidades-sede, destinados à diversão do público. As empresas interessadas devem acompanhar o site oficial FIFA para verificar possibilidades de participação. No entanto, mesmo que não desenvolvam trabalhos diretamente nas Fan Parks, haverá demandas de entretenimento na agenda cultural alternativa das cidades que devem ser buscadas pelos empresários de pequenos negócios que atuam com eventos Clientes Os principais clientes dos pequenos negócios na área de produção cultural são os turistas vindos de todo o mundo para participar, não só dos jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014, mas também de todos os atrativos que o evento vai proporcionar. Segundo estudo realizado pela Value Partners Brasil, contratado pelo Ministério do Esporte, o megaevento vai movimentar diretamente R$ 9,4 bilhões gerados por 3,7 milhões de turistas (sendo 3,9 milhões,internacionais, e 5,5 milhões, nacionais) entre junho e julho de O aumento do número de turistas equivale a aproximadamente dois terços da população da cidade do Rio de Janeiro. 7

9 Apresentar eventos culturais atenderá a uma expectativa dos turistas que visitarão as cidades-sede não somente para assistir aos jogos de futebol como também para conhecer a diversidade cultural que o país tem a oferecer. Além disso, uma boa oportunidade é trabalhar ações promocionais culturais para a divulgação de marcas de empresas brasileiras que querem se destacar no período dos megaeventos. Realizar shows, festas, eventos e pequenas ações que destacam essas empresas pode trazer um cliente potencial para angariar negócios neste período Produtos e Serviços Demandados Uma das características marcantes do Brasil no exterior é sua diversidade cultural. Diante disso, nada melhor para atrair o turista do que levar ao público eventos que mostrem um pouco das características culturais do país, por meio dos costumes do povo brasileiro. O turista, ao visitar o Brasil, quer conhecer a música, as crenças, as lendas, as danças e a literatura. A ideia é envolver o público no ambiente cultural do Brasil. Tais manifestações devem potencializar a imagem positiva e criativa dos destinos brasileiros, tornando-se, inclusive, eventos de grande atratividade. Sendo assim, a cultura deve ganhar destaque especial, oriunda de uma demanda crescente e de uma gama de oportunidades para os produtores de tais eventos. Os profissionais do setor devem estar atentos aos editais abertos pelo governo ou empresas apoiadoras de eventos que certamente impulsionarão a realização de projetos culturais nas cidades-sedes da Copa do Mundo da FIFA Outra demanda é a realização de ações promocionais culturais destacando marcas brasileiras. Certamente as grandes empresas buscarão projetos inovadores que consigam enaltecer suas marcas no evento mundial. 8

10 5.4- Concorrência Estudo realizado pelo Sebrae em parceria com a FGV verificou que 75% das empresas registradas nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA 2014 envolvidas com organização de espetáculos e shows de música (registradas sob o código CNAE ) são pequenos negócios. Tratam-se de produtoras de eventos ou dos próprios grupos artísticos que realizam as apresentações. Neste último caso, além de se apresentarem, os artistas também fomentam a comercialização e organização do evento. Vale ressaltar que projetos envolvendo cultura ganharão visibilidade nos megaeventos, uma vez que atrairão turistas interessados pela diversidade cultural brasileira e poderão conquistar apoio da iniciativa privada e pública. Assim, terão diferencial competitivo as empresas que estiverem formalizadas e aptas a receber apoio nas duas esferas. Outra concorrência são as grandes produtoras de eventos, que encontrarão nas festas populares uma oportunidade para fortalecer eventos planejados para os jogos, gerando identidade cultural. Nestes casos, uma estratégia aos empresários de pequenos negócios, principalmente os grupos artísticos, é oferecer seus serviços às grandes produtoras Fornecedores A cadeia de valor é o conjunto de atividades desempenhadas por uma organização desde as relações com os fornecedores, ciclo de produção e venda até a fase da distribuição final. Na atividade de organização de eventos os fornecedores estão relacionados com a produção dos grupos artísticos, organização e divulgação dos espetáculos e shows e estão, na maior parte das vezes, relacionados a fornecimento de serviços. Participam da cadeia de fornecedores empresas de confecção ou costureiras, para a preparação dos figurinos; empreendimentos especializados em arquitetura, cenografia e design, para produção de cenário. Na organização do espetáculo, estão as empresas de palco, sonorização e iluminação e as de montagem e locação de tendas, caso o 9 evento necessite de estrutura externa. Também há as locadoras de banheiros

11 químicos, caso o espaço não tenha esta estrutura, e as locadoras de geradores, muito importantes para a garantia da iluminação do evento. Para a divulgação, é necessária a contratação de uma agência de comunicação ou publicidade, que ficará responsável pela criação de peças gráficas, elaboração de anúncios, plano de mídia, bem como de mídias digitais. Também é importante a contratação de assessoria de imprensa, responsável pelo relacionamento com jornalistas e divulgação na mídia. Há empresas de panfletagem que realizam toda a distribuição de panfletos e cartazes do espetáculo. As gráficas realizam a impressão das peças produzidas. Para a organização de um bom evento, não se pode deixar de lado a segurança. Por isso, é importante ficar atento à regulamentação e contratação de uma empresa de segurança e brigadistas. O número de seguranças é mensurado de acordo com a quantidade de público estimado. Normalmente, é contratado um segurança para cada cem pessoas. Caso o evento seja grande, é necessária a contratação de UTI Móvel para ficar no local ou instalação de posto médico. Se for preciso alvará para realização do evento, é possível contratar serviço de despachante para conseguir toda a documentação requisitada para liberação. É importante destacar a contratação de empresa de alimentação para equipe, limpeza do local e profissionais ou empresas para registro do espetáculo (fotográfico e filmagem). A contratação de um seguro é importante para garantir segurança caso aconteça qualquer contratempo. 10

12 5- Canais de Comercialização Os eventos culturais podem ser gratuitos ou ter entrada mediante compra de ingressos. Nestes casos, a comercialização pode se dar de várias formas, dependendo da estratégia de marketing desenvolvida pela produção. É possível realizar a venda de ingressos pelo próprio site do evento ou por sites dedicados à comercialização de ingressos on-line. Também existe a possibilidade de fazer parcerias com estabelecimentos que têm como foco o público-alvo do espetáculo ou show e colocar os ingressos à venda nestes pontos, tais como bares, restaurantes ou até mesmo hotéis. Quando o evento acontece em casas de espetáculos ou teatros é comum a venda ser realizada no próprio local. Caso o projeto tenha produtos a serem vendidos, tais como CDs, DVDs, camisetas e brindes, é possível fazer a venda no próprio local de apresentação e divulgar a comercialização durante a festa. Tais produtos têm grande perspectiva de vendagem no período da Copa do Mundo da FIFA 2014, principalmente se trouxerem história ou características da cultura brasileira. Isso porque os turistas se interessam em adquirir registros culturais para presentear e compartilhar, com família e amigos, o que viveram durante a viagem. 11

13 6- Estrutura Na realização de eventos culturais, o ideal é que seja disponibilizada estrutura que atenda as expectativas de público em relação à quantidade. É possível realizar o evento em local fechado, com espaço locado para tal fim e que já disponibilize palco, estrutura de som e iluminação. No entanto, tais festas também podem ser realizadas em locais abertos, normalmente públicos. Nestes casos, não é necessário pagamento de locação, mas é importante ter autorização para realizar o evento no local. Para isso, deve-se procurar a prefeitura da cidade e obter informações sobre agendamento do espaço e documentos necessários para liberação. Quando o evento acontece em locais abertos, é preciso providenciar montagem de tendas, palco, locação de som e iluminação, montagem de espaço para camarim, banheiros químicos femininos e masculinos, fechamento e barricadas. Vale destacar que a Copa do Mundo da FIFA 2014 é um megaevento internacional e, com ele, virão projetos culturais de alta qualidade, principalmente os projetos culturais oficiais apresentados nas Fan Parks. Sendo assim, a qualidade da estrutura deve ser um prerrequisito no projeto, primando, sempre, por ideias diferenciadas e inovadoras. 12

14 7- Localização A localização de uma produtora não é fator determinante para o desenvolvimento do projeto. No entanto, é importante atentar para não optar por locais muitos distantes dos centros urbanos ou inacessíveis por meio de transportes públicos. Isso porque será necessária a contratação de produtores para realizar os eventos, e um local de difícil acesso prejudicaria a chegada da equipe ao local de trabalho. Além disso, é importante pensar em um espaço que seja seguro, uma vez que, em épocas de produção, a equipe trabalha até tarde da noite, não respeitando horários comerciais. Na escolha da sala, atente para o valor do aluguel e faça uma análise se a empresa tem capacidade de arcar com o custo. Na Copa do Mundo da FIFA 2014, em relação ao local de realização dos eventos, escolha espaços de referência da cidade, que são divulgados por meio de guias ou websites turísticos. Para espaços abertos, a sugestão é optar por locais próximos aos estádios de futebol ou a centros hoteleiros. Caso contrário, verifique se o local tem fácil acesso por transporte público, para facilitar a chegada dos turistas, e amplo estacionamento, para facilitar a chegada do público da cidade. 13

15 8- Equipamentos Os equipamentos necessários para pequenos negócios em produção cultural são computadores com conexão wireless, impressora, internet rápida e escâner. Também é indicada a aquisição de notebook ou tablet para reuniões. Devem ser adquiridos mais de um aparelho de telefone e linhas telefônicas ou radiofrequência, uma vez que, durante a produção, é necessário que muitas pessoas façam contatos ao mesmo tempo. O ideal é que se tenha também um servidor onde estão concentradas todas as informações, o que facilita a organização dos arquivos e ajuda a realizar backups periódicos. Nos espaços que não oferecem infraestrutura, é imprescindível a locação de grupos geradores, tanto para subsidiar a energia do evento, quanto para servir de backup. O mesmo acontece com equipamentos de sonorização e iluminação, bem como a utilização de telões e projetor, que devem ser locados sob demanda. Determinados eventos necessitam de cadeiras e mobiliário em geral. Procure sempre ter um kit produção para resolver imprevistos. Inclua cabos, adaptadores, iluminação básica, fitas adesivas, tesouras, fita zebrada e outros itens que julgar importantes. Esse kit deve estar sempre à mão. 14

16 9- Tecnologia Para facilitar a organização de trabalhos e documentos dos eventos, uma excelente aquisição são softwares de gestão. Existem no mercado softwares pagos e possibilidades gratuitas, que permitem compartilhamentos. A tecnologia em eventos musicais traz diferencial às apresentações. Por isso, é importante ficar atento sempre às novas tendências. A realização de transmissão ao vivo dos espetáculos pela internet traz um caráter inovador ao evento. Outros artifícios como a utilização de painéis de LED, a instalação de telas touch ou pisos interativos também são importantes diferenciais. Em grandes eventos, é possível realizar projeções mapeadas, criando ilusões visuais por meio de projeção de imagens sobre superfícies variadas. Outra tendência é a utilização de tecnologias sustentáveis em eventos. É o caso de bicicletas e pistas de dança que permitem que o próprio público gere energia para o evento que está acontecendo. Todas essas inovações podem ser obtidas por meio de empresas multimídias especializadas. Vale ressaltar que normalmente são tecnologias caras e que deve ser feito um orçamento detalhado antecipadamente para identificar se os custos se encaixam no orçamento do evento. 15

17 10- Pessoal Para a estrutura da empresa, o ideal é que se tenha um secretário e contratar uma pessoa responsável pelo financeiro, que vai verificar contas, pagamentos, emitir notas fiscais, produzir planilhas e realizar orçamentos. Estes colaboradores, que trabalharão de forma fixa no escritório, devem ser contratados sob o regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), ou seja, devem ter carteira assinada e possuir salário mensal, bem como todos os encargos advindos com a contratação, como 13º salário, FGTS, férias etc. Há também aquelas pessoas que vão trabalhar por projeto, ou seja, na organização de determinado evento. Nestes casos, é possível contratar produtores e assistentes de produção, por meio de contrato eventual. No entanto, é importante observar que devem ser pagos os encargos de Imposto de Renda e previdenciários referentes àqueles contratados. Outros serviços a serem realizados durante o evento podem ser terceirizados, desde que os serviços repassados não envolvam a atividade-fim da empresa contratante. No caso de produção de eventos é preciso contratar serviços de cenografia, palco, som, iluminação, serviços artísticos, de limpeza, segurança, de saúde, entre outros. 16

18 11- Custos Os custos são os valores gastos com a realização do serviço. O conhecimento dos custos é importante para que o empreendedor tenha subsídios para a tomada de decisão e para o conhecimento do lucro resultante das operações da empresa. A gestão dos custos é uma forma eficiente de obter produtividade e reduzir os riscos da atividade. Existem ainda gastos referentes à comercialização, geralmente custos variáveis, e administração das atividades empresariais, geralmente despesas fixas. Estes gastos são conhecidos como despesas, e sua gestão e controle são estratégicos para manter a lucratividade e competitividade do empreendimento. Na atividade de produção de eventos, além dos custos administrativos, merecem atenção especial os custos do próprio evento. Por esse motivo, é fundamental, antes da produção, realizar um orçamento detalhado, não esquecendo nenhum item. No momento da produção, um orçamento bem feito vai fazer a diferença entre gerar lucro ou prejuízo no final do projeto. Detalhe a estrutura necessária para o evento, que vai desde a locação de auditórios, espaços, salas, montagem de tendas, estandes, fechamentos, alambrados, piso etc. à contratação de estrutura de palco, sonorização, iluminação, telão e projetos. Também devem constar no orçamento a locação de mobiliários e outros equipamentos, tais como notebooks, TVs e móveis para estandes. Não se podem deixar de lado os serviços e pessoas contratadas, desde a própria equipe de produção aos serviços de recepcionistas, carregadores, traslado, alimentação de equipe e camarim, bem como a realização de coffee breaks e coquetéis. A parte de comunicação merece item à parte. Inclua as criações e impressões de peças gráficas, bem como todos os serviços de assessoria de imprensa, redes sociais e divulgação publicitária como anúncios e propagandas de TV e rádio. A sinalização deve ter um orçamento detalhado identificando a quantidade de banners, fundos de palco e placas de sinalização que estarão no evento. 17

19 Não se esqueça de incluir transporte e logística do evento e o conteúdo artístico a ser inserido no projeto. Contabilize seguro do evento, e os impostos pagos com a emissão de nota fiscal. É importante lembrar que a empresa de organização de eventos será viável se gerar lucro. 18

20 12- Capital de Giro O capital de giro são os recursos financeiros, próprios ou de terceiros, necessários para manter as atividades operacionais da empresa. A gestão do capital de giro é que vai determinar a capacidade de saldar os compromissos de curto prazo, como compras de matérias-primas, pagamento de fornecedores, processo produtivo, os estoques, as vendas, a concessão de crédito, o pagamento de salários, impostos e demais encargos. Alguns fatores contribuem para a redução da necessidade de capital de giro das empresas. Entre eles, podemos destacar aumentos dos prazos para pagamento de fornecedores e redução dos prazos de recebimentos de clientes. A necessidade de recursos para capital de giro pode ser satisfeita por recursos próprios ou de terceiros. As instituições financeiras oferecem uma extensa variedade de produtos financeiros com taxas e prazos diferenciados. É importante que o empreendedor tenha conhecimento dos custos destas operações para que esteja apto a negociar e obter melhores condições no financiamento. Para isso, é importante pesquisar junto às diversas instituições financeiras públicas e privadas, promovendo visitas constantes e consultas aos balcões de atendimento do Sebrae da região. Existe uma particularidade em empresas de produção de eventos em relação a capital de giro. Grande parte das empresas que oferecem patrocínio para eventos só realiza o pagamento acordado após prestação de contas, ou seja, após o evento e, algumas delas, ainda em prestações. Isso significa que é necessário ter um capital de giro considerável para realizar o evento, pois parte das empresas contratadas exigem pagamento à vista. Sendo assim, na hora da concepção do evento, é necessário planejar um projeto cujos custos a serem pagos imediatamente estejam de acordo com o capital que a empresa possa investir. De qualquer forma, negocie sempre com os fornecedores para realizar os pagamentos de acordo com as entradas dos valores patrocinados. 19

21 13- Fontes de Recursos A estabilidade econômica e o advento de uma moeda forte proporcionou o amadurecimento do mercado financeiro nacional. Este amadurecimento se mostra às empresas em forma de produtos financeiros que atendam suas demandas de curto e longo prazos. A cada dia surgem produtos que exigem do empresário maturidade na gestão do crédito. Para isso, faz-se necessária a realização de planejamento financeiro e o conhecimento da capacidade de pagamento da empresa. O mercado nacional possui uma extensa variedade de instituições financeiras privadas com grande portfólio de produtos. Serão descritos a seguir alguns produtos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Este critério é uma mera simplificação e se justifica pela abrangência nacional dos produtos desta instituição. Vale ressaltar que os bancos e agências de desenvolvimento regionais também apresentam produtos bastante competitivos e merecem uma análise mais aprofundada. Provido de recursos federais, os recursos geridos pelo BNDES destinam-se ao financiamento de investimentos de longo prazo e, de forma complementar, capital de giro ou custeio. A contratação e a liberação dos recursos são feitas mediante diversos bancos comerciais, bancos de investimento e bancos múltiplos. Em alguns casos, o acesso aos recursos pode ser feito diretamente junto ao BNDES (p.ex., operações acima de R$ 10 milhões). Dentre os principais programas de financiamento disponíveis à maioria dos empreendimentos, destacam-se: BNDES Finame: financiamento para produção e aquisição de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional; BNDES Automático: financiamento a projetos gerais de investimento (equipamentos, obras civis, capital de giro etc.); BNDES Exim: financiamentos a projetos do setor exportador, tanto na fase pré-embarque, como na fase pós-embarque. Cartão BNDES: crédito pré-aprovado de até R$ 1 milhão destinado às Micro, Pequenas e Médias Empresas para aquisição de produtos credenciados de diversos tipos. 20

22 Além de programas de financiamentos gerais, o BNDES oferece uma linha direcionada à Economia Criativa. O principal instrumento de apoio ao setor cultural disponibilizado pelo Banco chama-se Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura, e é estruturado em três subprogramas BNDES Procult Financiamento, BNDES Procult Renda Variável e BNDES Procult Não Reembolsável, para atender os cinco segmentos de patrimônio cultural, audiovisual, editorial e livrarias, fonográfico e espetáculos ao vivo. Para mais informações, consultar o site do BNDES (http://www.bndes.gov.br). Além disso, existem empresas que, periodicamente, lançam editais para financiar projetos culturais. É o caso do Banco do Brasil, Caixa Cultural, Centro Cultural do Banco do Nordeste, Correios, Eletrobras, Instituto Oi Futuro, Programa Petrobras Cultural, Rumos Itaú Cultural etc. A maioria dos projetos abre inscrições anuais no segundo semestre do ano anterior ao que será vigorado o patrocínio. Fique atento aos sites e datas. Outra modalidade utilizada para captação de recursos é o Crowdfunding, termo utilizado para iniciativas de financiamento colaborativas. A ideia é várias pessoas contribuírem para viabilizar um projeto. O idealizador pede uma quantia de dinheiro em uma plataforma on-line, divulga a sua ideia e recompensa quem o apoiou. Os donos da plataforma repassam a verba aos responsáveis pelo projeto, ficando com uma comissão, que, em geral, é de 5% (Sebrae site Economia Criativa). 21

Ideias de Negócios para 2014. Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares

Ideias de Negócios para 2014. Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares Organização de Espetáculos, Shows e Festas Populares Este material faz parte da Série Ideias de Negócios para 2014, que tem como objetivo explorar oportunidades para que os pequenos negócios apropriem-se

Leia mais

Formas de Comprovação de Contrapartidas

Formas de Comprovação de Contrapartidas Formas de Comprovação de Contrapartidas A entidade patrocinada deverá comprovar o cumprimento das contrapartidas estabelecidas no contrato de patrocínio nas formas definidas abaixo: Contrapartidas de Imagem

Leia mais

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo.

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo. ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO CULTURAIS A Fundação Cultural do Estado da Bahia tem como missão fomentar o desenvolvimento das Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, Circo, Audiovisual, Culturas

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL A Brookfield Incorporações é hoje uma das maiores incorporadoras do país. Resultado da integração de três reconhecidas empresas do mercado imobiliário Brascan Residential,

Leia mais

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS A MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA, é empresa de entretenimento recentemente fundada para execução de shows e concertos ao vivo

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Responsabilidade Social Guia para Boas Práticas O destino certo para seu imposto Leis de Incentivo Fiscal As Leis de Incentivo Fiscal são fruto da renúncia fiscal das autoridades públicas federais, estaduais

Leia mais

II FESTIVAL DE PUBLICIDADE FACULDADES PONTA GROSSA

II FESTIVAL DE PUBLICIDADE FACULDADES PONTA GROSSA REGULAMENTO II FESTIVAL DE PUBLICIDADE FACULDADES PONTA GROSSA 1 PARTICIPANTES O II Festival de Publicidade Faculdades Ponta Grossa será realizado no dia 12 de agosto no Teatro Ópera auditório B, das 18h40

Leia mais

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS

manual liga elo7 2.0 ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS ORIENTAÇÕES E RECOMENDAÇÕES PARA PLANEJAMENTO DE EVENTOS Olá Elosetter, Então você está com vontade de organizar um evento? O Elo7 incentiva as ações que fortaleçam e integram a comunidade artesanal e

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

7. Viabilidade Financeira de um Negócio

7. Viabilidade Financeira de um Negócio 7. Viabilidade Financeira de um Negócio Conteúdo 1. Viabilidade de um Negócios 2. Viabilidade Financeira de um Negócio: Pesquisa Inicial 3. Plano de Viabilidade Financeira de um Negócio Bibliografia Obrigatória

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

GPME Prof. Marcelo Cruz

GPME Prof. Marcelo Cruz GPME Prof. Marcelo Cruz Política de Crédito e Empréstimos Objetivos Compreender os tópicos básicos da administração financeira. Compreender a relação da contabilidade com as decisões financeiras. Compreender

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República

O que o Brasil já ganhou com a Copa. Secretaria-Geral da Presidência da República O que o Brasil já ganhou com a Copa COPA DO MUNDO NO BRASIL um momento histórico e de oportunidades A Copa do Mundo é um momento histórico para o Brasil, que vai sediar, em conjunto com as Olimpíadas em

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

08 a 11 de outubro de 2014

08 a 11 de outubro de 2014 EMPREENDER NA MÚSICA COMO TRANSFORMAR UMA BANDA NUMA MICRO EMPRESA 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Sumário Ecossistema da música A música no Brasil Gestão da carreira musical O ecossistema

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

Questionário de entrevista com o Franqueador

Questionário de entrevista com o Franqueador Questionário de entrevista com o Franqueador O objetivo deste questionário é ajudar o empreendedor a elucidar questões sobre o Franqueador, seus planos de crescimento e as diretrizes para uma parceria

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso!

Fornecedores. Apresentação. www.grupoquantica.com. Nosso desafio é o seu sucesso! Fornecedores www.grupoquantica.com Apresentação 2010 A idéia Fundado e idealizado por Cleber Ferreira, Consultor de Marketing e Vendas, autor do livro Desperte o Vendedor Interior com Técnicas de Vendas

Leia mais

08 a 11 de outubro de 2014. 08 a 11 de outubro de 2014

08 a 11 de outubro de 2014. 08 a 11 de outubro de 2014 Como Organizar Eventos 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 PLANEJAMENTO O que é? Para que serve? PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA EVENTOS É um dos primeiros grandes passos para a produção

Leia mais

EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES

EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES A Feira do Empreendedor é promovida pelo Sebrae desde 1992 em todos os estados do país. É considerado o maior evento presencial de

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

MANUAL DO PATROCINADOR

MANUAL DO PATROCINADOR MANUAL DO PATROCINADOR Neste manual você irá encontrar informações sobre os serviços que o trevo criativo oferece aos patrocinadores, além de informações sobre o funcionamento e benefícios das leis de

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS OS INCENTIVOS FISCAIS Incentivos fiscais são instrumentos utilizados pelo governo para estimular atividades específicas, por prazo determinado (projetos). Existem

Leia mais

A contrapartida social deverá ser apresentada no item 5 do formulário, sendo um ítem de valoração e não de eliminação

A contrapartida social deverá ser apresentada no item 5 do formulário, sendo um ítem de valoração e não de eliminação Informações Edital de Cultura Itens 2.1.1 até 2.1.8 - A classificação será por segmento/modalidade; - É obrigatória a apresentação do valor do projeto. Item 4.4 - A contrapartida social deverá ser apresentada

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

O BNDES mais perto de você. abril de 2009

O BNDES mais perto de você. abril de 2009 O BNDES mais perto de você abril de 2009 Quem somos Fundado em 20 de junho de 1952; Empresa pública de propriedade integral da União Federal; Principal fonte de crédito de longo prazo; Apoio ao mercado

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

Linha BNDES Exim Automático

Linha BNDES Exim Automático Linha BNDES Exim Automático Ajudando sua empresa a exportar mais através da rede de bancos credenciados do BNDES no exterior Como incrementar as exportações da minha empresa oferecendo mais prazo de pagamento

Leia mais

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado.

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado. Briefing Prestação de Serviços de Comunicação e Marketing para o Instituto Nacional do Plástico Programa de Incentivo à Exportação Think Plastic Brazil Introdução Este briefing propõe e organiza as ações

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS 1. Objeto: 1.1.1. Contratação de empresa para prestação, sob demanda, de serviços de planejamento, organização, coordenação, execução, fiscalização e avaliação de eventos com a viabilização de infra-estrutura

Leia mais

Administrando o Fluxo de Caixa

Administrando o Fluxo de Caixa Administrando o Fluxo de Caixa O contexto econômico do momento interfere no cotidiano das empresas, independente do seu tamanho mercadológico e, principalmente nas questões que afetam diretamente o Fluxo

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013 SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓOGICO DA PARAÍBA 01/2013 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS A Diretora Geral da Fundação Parque Tecnológico

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa

Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014. O que o Brasil já ganhou com a Copa Diálogos Governo -Sociedade Civil COPA 2014 O que o Brasil já ganhou com a Copa 2 O que o Brasil já ganhou com a Copa Investimentos A Copa do Mundo é um grande investimento para todos brasileiros Os únicos

Leia mais

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO -

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - A estrutura a seguir foi desenvolvida com base no escopo da disciplina de Planejamento Estratégico de Comunicação,

Leia mais

SELEÇÃO DE PROJETOS. Feiras de Economia Solidária no Brasil. Brasília/DF, Maio de 2009 SENAES/MTE - UBEE/IMS N. 01/2009

SELEÇÃO DE PROJETOS. Feiras de Economia Solidária no Brasil. Brasília/DF, Maio de 2009 SENAES/MTE - UBEE/IMS N. 01/2009 SELEÇÃO DE PROJETOS Feiras de Economia Solidária no Brasil Brasília/DF, Maio de 2009 SELEÇÃO DE PROJETOS FEIRAS INTERNACIONAIS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA - UBEE/IMS N. 01/2009 1. APRESENTAÇÃO A União Brasileira

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/GO: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio

Leia mais

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009

CAFÉ COM CRÉDITO. Santo André - SP. 06 de outubro de 2009 CAFÉ COM CRÉDITO Santo André - SP 06 de outubro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Bens de

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

RADIOGRAFIA DAS AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE E PROMOÇÃO COM 10 OU MAIS PESSOAS OCUPADAS

RADIOGRAFIA DAS AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE E PROMOÇÃO COM 10 OU MAIS PESSOAS OCUPADAS RADIOGRAFIA DAS AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE E PROMOÇÃO COM 10 OU MAIS PESSOAS OCUPADAS ABAP / IBGE 2009 FONTE: PSPP Pesquisa de Serviços de Publicidade e Promoção 1 ÍNDICE METODOLOGIA 5 NOTAS TÉCNICAS 6 OBJETIVO

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

MODELO PLANO DE NEGÓCIO

MODELO PLANO DE NEGÓCIO MODELO PLANO DE NEGÓCIO Resumo dos Tópicos 1 EMPREENDEDOR... 3 1.1. O EMPREENDIMENTO... 3 1.2. OS EMPREENDEDORES... 3 2 GESTÃO... 4 2.1. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO... 4 2.3. PLANO DE OPERAÇÕES... 4 2.4. NECESSIDADE

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 ANEXO II Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/MS: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio ao CAU/MS, confira os itens

Leia mais

O Projeto O projeto consiste em um espetáculo de Teatro, cênico/ musical com foco nas questões de sustentabilidade e meio ambiente destinado ao público infantil entre 06 e 12 anos. O projeto teatral proporcionará,

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Permite o apoio financeiro a projetos culturais credenciados pela Secretaria de Cultura de São Paulo, alcançando todo o estado. Segundo a Secretaria, o Proac visa a: Apoiar

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios

UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios É evidente a importância de um bom plano de negócios para o empreendedor, mas ainda existem algumas questões a serem respondidas, por exemplo: Como desenvolver

Leia mais

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós!

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós! COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? O Corpo Cidadão utiliza diversos mecanismos de incentivo fiscal, fontes de financiamento, parcerias, doações, programas de voluntariado e cria ações de marketing

Leia mais

Atuação & Serviços. Planejamento

Atuação & Serviços. Planejamento A Agência Em nosso dia-a-dia nos expressamos de diversas formas. O "OH!", utilizamos para expressar uma surpresa positiva, algo que nos impressiona e que supera todas as nossas expectativas. Para que seus

Leia mais

5 º FESTIVAL FICA FESTIVAL DE INVERNO DEINVERNO CANTAREIRA

5 º FESTIVAL FICA FESTIVAL DE INVERNO DEINVERNO CANTAREIRA FESTIVAL FICA DA DEINVERNO CANTAREIRA FESTIVAL DE INVERNO O MAIOR FESTIVAL ECOLÓGICO DO MUNDO! 2013 5ª Edição FICA FESTIVAL REALIZADO NA SERRA CANTAREIRA, PONTO DE GRANDE INTERESSE POLÍTICO E GEOLÓGICO

Leia mais

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado TERCEIRO SETOR Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado Modalidade de apoio e financiamento por parte do Estado ESPÉCIE Auxílios Contribuições Subvenções PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Carga horária e duração. O curso tem carga horária de 360 horas/aula. Duração: aproximadamente 24 meses Horário: terças e quintas 7h às 9h30

Carga horária e duração. O curso tem carga horária de 360 horas/aula. Duração: aproximadamente 24 meses Horário: terças e quintas 7h às 9h30 Pós-Graduação em Gestão do Entretenimento Público-alvo Indicado para profissionais que atuam com entretenimento e cultura tanto em produtoras de cinema, de eventos e de conteúdo, centros culturais, consultorias

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas. Proposta de Participação Restaurante Local

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas. Proposta de Participação Restaurante Local 4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas Proposta de Participação Restaurante Local 4º FESTIVAL GASTRONÔMICO DO BAIXO SÃO FRANCISCO 28 a 30 de Outubro de 2011 UMA FESTA DE SABORES

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais

Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais Veja aqui como podemos ajudar você a expandir seus negócios internacionais Quem somos? 12 anos de parceria A BM&A é uma associação sem fins lucrativos, com sede em São Paulo, que foi fundada em Julho de

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO O CEET - Centro Estadual de Educação Técnica Vasco Coutinho é uma Instituição de Ensino criada e mantida pelo Governo do Estado do Espírito Santo e transferido através da lei n 9.971/12, para Secretaria

Leia mais

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade Bem-Vindos! APRESENTAÇÃO Ana Afonso organizadora profissional em São Paulo atua desde 2006 realizando serviços de organização de espaços, gestão de residências, treinamento de funcionários domésticos,

Leia mais

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. -0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para promoção, organização e participação da ANAC em eventos internos e externos. A DIRETORIA DA AGÊNCIA

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015

SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015 SELEÇÃO PÚBLICA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE CAMPINA GRANDE ITCG/FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DA PARAÍBA ECONOMIA CRIATIVA - 01/2015 PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS 1. APRESENTAÇÃO A Fundação

Leia mais

MENU DE MÍDIAS PROCESSOS SELETIVOS

MENU DE MÍDIAS PROCESSOS SELETIVOS MENU DE MÍDIAS PROCESSOS SELETIVOS Este documento tem o objetivo de apresentar algumas possibilidades de divulgação dos processos seletivos para ingresso de alunos no Instituto Federal do Espírito Santo.

Leia mais

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas As MPE s como eixo central de cadeias produtivas Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Madrid Outubro 2012 MPEs Importância, Desafios e Contribuições

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa.

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Economizar é a prioridade e sabemos que é possível ter até 40% de economia se a empresa nunca teve nenhum tipo de controle

Leia mais

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio.

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio. F R A N Q U I A Benefícios do Modelo Uma das marcas mais fortes e reconhecidas do país. A marca faz parte de um conglomerado que se consolida como um dos maiores do país (Alpargatas - Grupo Camargo Corrêa).

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural

Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural Orientações para o Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural 1. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento Ambiental Rural no bioma Amazônia... 2 2. Apoio do Fundo Amazônia ao Cadastramento

Leia mais

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Data de publicação: 10/07/2007 Última atualização: 10/07/2007 APRESENTAÇÃO Os patrocínios exercem um importante papel na estratégia de comunicação e

Leia mais

9 Plano de Marketing 9.1 Estratégias de Produto

9 Plano de Marketing 9.1 Estratégias de Produto 1 Sumário Executivo (O que é o plano de negócios) 2 Agradecimentos 3 Dedicatória 4 Sumário ( tópicos e suas respectivas páginas) 5 Administrativo - Introdução (O que foi feito no módulo administrativo)

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura BNDES Procult

Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura BNDES Procult Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura BNDES Procult IMPORTANTE O programa BNDES PSI reduziu as taxas de juros no apoio a bens de capital, inovação e exportação. Verifique se o seu

Leia mais

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014

Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Code-P0 Síntese do planejamento e os impactos para o país com a Copa do Mundo 2014 Encontro Nacional - Abracen Eventos Esportivos e os Impactos para o país São Paulo, 7 de março de 2012 Code-P1 O Brasil

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais