Princípios do teste de software

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Princípios do teste de software"

Transcrição

1 Teste de Software

2 Princípios do teste de software Conforme a Lei de Pareto, 80% dos erros podem ser localizados em 20% do projeto, geralmente nos módulos principais do sistema; A atividade de teste não prova a ausência de erros, apenas a existência dos mesmos; Bons casos de teste são aqueles que encontram falhas no sistema até então não descobertas; Bons casos de teste são projetados levando em conta os requisitos do projeto;

3 Princípios do teste de software Um critério que pode ser utilizado para determinação do esforço a ser gasto na atividade de teste de software é verificar qual o grau de severidade das conseqüências advindas do seu mau funcionamento; A probabilidade de encontrar um erro numa determinada parte do sistema é proporcional ao número de erros já encontrados nesta parte;

4 Princípios do teste de software A maior parte dos autores concorda que os programas devem, preferencialmente, ser testados por pessoas não envolvidas no processo de desenvolvimento, por uma equipe independente. Pode haver também a interação dos desenvolvedores com a equipe independente, justificando as decisões tomadas durante o projeto. Esta abordagem ajuda na revisão do projeto.

5 Objetivos do teste no início de cada fase verificar se esta etapa do projeto reflete exatamente os requisitos e definições da fase imediatamente anterior, para com isso garantir que o produto encomendado e o gerado pela atividade de desenvolvimento do software sejam os mesmos, através dos diferentes níveis de refinamento do projeto; verificar se não existem erros de lógica no projeto e código, no fluxo de dados, no entendimento de requisitos, de codificação, tipográficos ou de interface em todas as fases do projeto;

6 Objetivos do teste identificar e interferir na presença do erro, iniciandose a depuração, sendo que quanto antes for descoberta a falha, menos custoso será para adequála; ter em mente que, uma vez que errar é humano e atividade de desenvolvimento de software é um exercício bastante complexo, os erros existem e devem ser descobertos. Portanto, o sucesso em um teste consiste em descobrir os erros e corrigí-los.

7 TESTE CAIXA PRETA Este tipo de teste examina alguns aspectos de um sistema sem se preocupar muito com a estrutura lógica interna do software. Estes testes são realizados nas interfaces do software, são utilizados para demonstrar que as funções do software são operacionais; que a entrada é adequadamente aceita e a saída é corretamente produzida; que a integridade das informações externas é mantida. O teste caixa preta tende a ser aplicado durante a últimas etapas da atividades de teste, uma vez que este tipo de teste desconsidera a estrutura de controle, a atenção se concentra do domínio da informação.

8 TESTE CAIXA BRANCA Utiliza a estrutura de controle do projeto procedimental para derivar casos de teste, assim usando métodos de teste de caixa branca, pode-se derivar os seguintes casos de teste: Garantia de que todos os caminhos independentes dentro de um módulo tenham sido exercitadas pelo menos uma vez; Exercício todas as decisões lógicas para valores falsos ou verdadeiros; Execução tem todos os laços em suas fronteiras e dentro de seus limites operacionais; e Exercício as estruturas de dados internas para garantir a sua validade

9 Testes estáticos ou testes humanos: não são feitos através da execução real do programa, mas sim através da execução conceitual do mesmo. Métodos classificados como estáticos são os de walkthrough, inspeções e peer rating. São utilizados principalmente para validar as primeiras etapas do projeto como: de elicitação de requisitos, projeto preliminar e projeto detalhado, podendo ser usados para validar o código também.

10 Testes dinâmicos: Requerem que o programa seja executado, e por isso seguem o modelo tradicional de teste de programa, no qual o programa é executado com alguns casos de teste e os resultados da execução são examinados para verificar se o programa operou de acordo com o esperado. São usados principalmente na validação do código em módulos e na integração geral do sistema.

11 Testes funcionais:uma vez que testes exaustivos não são viáveis, características do domínio de entrada são examinadas para que se tente descobrir formas de derivar um conjunto de dados de teste representativo que consiga exercitar completamente a estrutura do sistema. Os dados de teste precisam ser derivados de uma análise dos requisitos funcionais e incluir elementos representativos de todas as variáveis do domínio. Este conjunto deve incluir tanto dados de entrada válidos quanto inválidos. Geralmente, os dados no conjunto de dados de teste podem ser classificados em três classes: de fronteira, não de fronteira e especiais.

12 Testes estruturais: Diferentemente dos testes funcionais, que se preocupam com a função que o programa desempenha sem se preocupar com a maneira como a função foi implementada, o teste estrutural enfoca a implementação e a estrutura da função. Embora geralmente usado durante a fase de codificação, testes estruturais podem ser usados em todas as fase do ciclo de vida do software nas quais o software é representado formalmente. A intenção do teste estrutural é encontrar dados de teste que terão cobertura suficiente de todas as estruturas presentes na representação formal.

13 Testes de unidade: Concentra-se no esforço de verificação da menor unidade de projeto de software: o módulo. Através do uso da descrição do projeto detalhado como guia, caminhos de controle importantes são testados para descobrir erros dentro das fronteiras do módulo. Este teste baseia-se sempre na caixa branca, e esse passo pode ser realizado em paralelo para múltiplos módulos. Nos testes de unidade são verificados: a interface com o módulo, a estrutura de dados local, as condições de limite, todos os caminhos independentes através da estrutura de controle e todos os caminhos de tratamento de erros. Um caminho independente é qualquer caminho através do programa que introduza um novo conjunto de instruções de processamento ou uma condição nova

14 Testes de integração: O objetivo é, a partir dos módulos testados no nível de unidade, construir a estrutura do programa que foi determinada pelo projeto de forma sistemática, testando também a interface dos módulos. A integração pode ser incremental ou não-incremental. A integração não-incremental, executada através da abordagem do big-bang combinando-se antecipadamente todos os módulos, não costuma ser eficaz, dada a amplitude de um teste do programa como um todo. Torna-se difícil isolar um erro e, quando esses são corrigidos, novos erros são gerados na estrutura do programa. Já a integração incremental é mais eficiente, podendo seguir a abordagem top-down ou a bottom-up. Discussões sobre as vantagens e desvantagens relativas do teste de integração top-down versus bottom-up podemservistasem[2].

15 Testes de validação: O teste de validação pode ser considerado bem sucedido quando o software funciona da maneira esperada pelo cliente. Ou seja, verifica-se se o produto certo foi construído, seguindo a especificação de requisitos do software. A validação do software, na fase de testes, é realizada por meio de uma série de testes de caixa preta que demonstram a conformidade com os requisitos. Testes alfa e beta: São os testes de aceitação, feitos pelo usuário, que Testes alfa e beta: São os testes de aceitação, feitos pelo usuário, que dificilmente opera o sistema da forma prevista, e visam descobrir erros cumulativos que poderiam deteriorar o sistema no decorrer do tempo. O teste alfa é executado por um cliente nas instalações do desenvolvedor, sendo acompanhado pelo desenvolvedor, que registra os problemas encontrados no uso. O ambiente é controlado. Já o teste beta é realizado em uma ou mais instalações do cliente pelo usuário final do software. Geralmente o desenvolvedor não está presente. Assim, o teste beta é uma aplicação real do software, sem que haja controle por parte do desenvolvedor. Os problemas são registrados pelo usuário e repassados regularmente ao desenvolvedor, que corrige o software antes de lançar o produto para venda.

16 Teste de segurança: O teste de segurança tenta verificar se todos os mecanismos de proteção embutidos em um sistema o protegerão de acessos indevidos. Todas as formas de ataque devem ser simuladas. A finalidade é dificultar o acesso indevido de forma que seja mais interessante e barato obter a informação de forma correta e legal. Testes de estresse: O teste de estresse é feito para confrontar o sistema com situações anormais. O teste de estresse executa o sistema de forma que exige recursos em quantidade, freqüência ou volume anormais. Teste de desempenho: O teste de desempenho é idealizado para testar o desempenho do software quando executado dentro do contexto de um sistema integrado. Algumas vezes os testes de desempenho são combinados com os de estresse e podem ser executados durante todo o processo de desenvolvimento.

17 Teste de caminho básico: possibilita que o projetista do caso de teste derive uma medida da complexidade lógica de uma projeto procedimental e use essa medida como guia para definir uma conjunto básicos de caminhos de execução, ou seja estabelecer um limite máximo do número de testes que deve ser projetado e executado. Há a garantia de executar pelo menos uma vez cada instrução do programa durante o teste.

18 Teste de comparação: quando é dada mais de uma solução de software para um problema, então é comparada as duas soluções; pode ser testado a consistência dos produtos. Teste de caminho básico: possibilita que o projetista do caso de teste derive uma medida da complexidade lógica de uma projeto procedimental e use essa medida como guia para definir uma conjunto básicos de caminhos de execução, ou seja estabelecer um limite máximo do número de testes que deve ser projetado e executado. Há a garantia de executar pelo menos uma vez cada instrução do programa durante o teste.

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 14 Revisão http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 14-07/05/2006 1 Processo de Software Qual é a diferença entre uma atividade de arcabouço e uma atividade guarda chuva?

Leia mais

Juciara Nepomuceno de Souza Rafael Garcia Miani. Teste de Software

Juciara Nepomuceno de Souza Rafael Garcia Miani. Teste de Software Juciara Nepomuceno de Souza Rafael Garcia Miani Teste de Software Técnicas de Teste de Software Testabilidade Operabilidade; Observabilidade; Controlabilidade; Decomponibilidade; Simplicidade; Estabilidade;

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 8 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 8-17/05/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software (Caps. 13 e 14 do

Leia mais

Testes de Software. Testes de Software. Teste de Validação. Teste de Defeito. Modelo de Entrada e Saída. Modelo de Entrada e Saída

Testes de Software. Testes de Software. Teste de Validação. Teste de Defeito. Modelo de Entrada e Saída. Modelo de Entrada e Saída DCC / ICEx / UFMG Testes de Software Testes de Software Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Teste de software buscam por erros ou anomalias em requisitos funcionais e não funcionais Classificação

Leia mais

c. Técnica de Estrutura de Controle Teste do Caminho Básico

c. Técnica de Estrutura de Controle Teste do Caminho Básico 1) Defina: a. Fluxo de controle A análise de fluxo de controle é a técnica estática em que o fluxo de controle através de um programa é analisado, quer com um gráfico, quer com uma ferramenta de fluxo

Leia mais

Testes de Software. Testes de Software. Teste de Validação. Teste de Defeito. Modelo de Entrada e Saída. Modelo de Entrada e Saída

Testes de Software. Testes de Software. Teste de Validação. Teste de Defeito. Modelo de Entrada e Saída. Modelo de Entrada e Saída DCC / ICEx / UFMG Testes de Software Testes de Software Teste de software buscam por erros ou anomalias em requisitos funcionais e não funcionais Classificação de testes pelo objetivo Teste de Validação:

Leia mais

MDC Metodologia de Desenvolvimento Compartilhado Roteiro da Disciplina de Teste

MDC Metodologia de Desenvolvimento Compartilhado Roteiro da Disciplina de Teste MDC Metodologia de Desenvolvimento Compartilhado Roteiro da Disciplina de Teste Agosto - 2005 SUMARIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 APLICAÇÃO...3 3 ESTRUTURA DO ROTEIRO...3 4 DESCRIÇÃO DO ROTEIRO...4 4.1 PLANEJAR

Leia mais

Construção e Implantação de Software II - Unidade 3- Estratégias Para Testes de Software. Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior

Construção e Implantação de Software II - Unidade 3- Estratégias Para Testes de Software. Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior Construção e Implantação de Software II - Unidade 3- Estratégias Para Testes de Software Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior 1 1-Estratégia Global 1.1-Visão Global de Estratégias Para Teste A estratégia

Leia mais

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW Ciclo de Vida Aula 2 Revisão 1 Processo de Desenvolvimento de Software 1 O Processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades, parcialmente ordenadas, com a finalidade de obter um produto

Leia mais

Testar os programas para estabelecer a presença de defeitos no sistema. Teste de Software. Teste de defeitos. Objetivos. Tópicos

Testar os programas para estabelecer a presença de defeitos no sistema. Teste de Software. Teste de defeitos. Objetivos. Tópicos Teste de defeitos Teste de Software Testar os programas para estabelecer a presença de defeitos no sistema Ian Sommerville 2000 Software Engineering, 6th edition. Chapter 20 Slide 1 Ian Sommerville 2000

Leia mais

Práticas de. Engenharia de Software. Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.

Práticas de. Engenharia de Software. Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu. "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Práticas de Engenharia de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

natureza do projeto e da aplicação métodos e ferramentas a serem usados controles e produtos que precisam ser entregues

natureza do projeto e da aplicação métodos e ferramentas a serem usados controles e produtos que precisam ser entregues Modelo De Desenvolvimento De Software É uma representação abstrata do processo de desenvolvimento que define como as etapas relativas ao desenvolvimento de software serão conduzidas e interrelacionadas

Leia mais

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Fundamentos em Teste de Software Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Objetivos do treinamento 1. Expor os fundamentos de Teste de Software; 2. Conceituar os Níveis de Teste; 3. Detalhar sobre

Leia mais

Modelagem e Simulação

Modelagem e Simulação AULA 8 Modelagem e Simulação Modelagem Processo de construção de um modelo; Capacitar o pesquisador para prever o efeito de mudanças no sistema; Deve ser próximo da realidade; Não deve ser complexo. Tipos

Leia mais

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06 Levantamento, Análise e Gestão Requisitos Aula 06 Agenda Técnicas de Levantamento de Requisitos: Entrevista Workshop, Brainstorming, Storyboarding e Roleplaying Prototipação JAD Joint Application Design

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 02810 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 2. Processo de Software 3. Gerência de

Leia mais

Teste de software. Definição

Teste de software. Definição Definição O teste é destinado a mostrar que um programa faz o que é proposto a fazer e para descobrir os defeitos do programa antes do uso. Quando se testa o software, o programa é executado usando dados

Leia mais

Teste de Software Parte 1. Prof. Jonas Potros

Teste de Software Parte 1. Prof. Jonas Potros Teste de Software Parte 1 Prof. Jonas Potros Cronograma Verificação e Validação Teste de Software: Definição e Conceitos Técnicas de Teste Fases de Teste Processo de Teste Automatização do Processo de

Leia mais

Testes de Software Fases. Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins

Testes de Software Fases. Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins Testes de Software Fases Baseado em notas de aula da profa. Eliane Martins Tópicos Testes de Unidades Testes de Integração Testes de Aceitação e de Sistemas Testes de Regressão Testes de Unidades Visam

Leia mais

RAFAEL SILVA BARRETO ESTUDO E PROPOSTA DE UM PROCESSO DE TESTE PARA UMA COOPERATIVA DE SOFTWARE LIVRE

RAFAEL SILVA BARRETO ESTUDO E PROPOSTA DE UM PROCESSO DE TESTE PARA UMA COOPERATIVA DE SOFTWARE LIVRE RAFAEL SILVA BARRETO ESTUDO E PROPOSTA DE UM PROCESSO DE TESTE PARA UMA COOPERATIVA DE SOFTWARE LIVRE Monografia de graduação apresentada ao Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal

Leia mais

Estratégias de Teste de Software. Fabrício de Sousa

Estratégias de Teste de Software. Fabrício de Sousa Estratégias de Teste de Software Fabrício de Sousa O que é Teste? Processo de executar um programa com a intenção de descobrir um erro Um teste bem-sucedido é aquele que revela um erro ainda não descoberto.

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 10 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 10-24/05/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software (Caps. 13 e 14

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Testes de Software Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Introdução Teste é um conjunto de atividades que pode ser planejado antecipadamente

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Módulo 1 Introdução à Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda : uma visão geral Maxwell Anderson 2 O que é software? não é somente o programa, mas todos os dados de documentação e configuração

Leia mais

Sumário. Objectivos Técnicas Casos Notáveis Exemplo Conclusões. Testes de Software 2

Sumário. Objectivos Técnicas Casos Notáveis Exemplo Conclusões. Testes de Software 2 Testes de Software Sumário Objectivos Técnicas Casos Notáveis Exemplo Conclusões Testes de Software 2 Objectivos Verificação o programa está de acordo com a especificação (construímos bem o produto?) Validação

Leia mais

Teste de Software I Conceitos e Estratégias

Teste de Software I Conceitos e Estratégias Tema da Aula Teste de I Conceitos e Estratégias Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Conceitos Teste e Garantia de Qualidade Importância do Teste, segundo Deutsch: O desenvolvimento de

Leia mais

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães 1 1 SWQuality Consultoria e Sistemas analiddy@swquality.com.br Resumo. Este trabalho visa

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Conceitos e Metodologias para Desenvolvimento de Software Cascata, Prototipação, Espiral e RUP Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 28 Revisão para a Prova 2 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 28-28/07/2006 1 Matéria para a Prova 2 Gestão de projetos de software Conceitos (Cap. 21) Métricas (Cap.

Leia mais

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia.

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia. 1 Introdução aos Sistemas de Informação 2002 Aula 4 - Desenvolvimento de software e seus paradigmas Paradigmas de Desenvolvimento de Software Pode-se considerar 3 tipos de paradigmas que norteiam a atividade

Leia mais

a) Teste das funções do sistema com outros sistemas b) Teste de componentes que em conjunto compõem a função do sistema

a) Teste das funções do sistema com outros sistemas b) Teste de componentes que em conjunto compõem a função do sistema Simulado CTFL- BSTQB Tempo de duração: 60 minutos 1. Considerando as seguintes afirmações: I. 100% de cobertura de sentença (comando) garante 100% de cobertura de desvio II. 100% de cobertura de desvio

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0)

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL DEPARTAMENTO NACIONAL DE OBRAS CONTRA AS SECAS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0) 1 Sumário 1Introdução... 5 1.1 Objetivo...

Leia mais

White-box test: Também conhecido como teste estrutural, tem por objetivo validar os dados derivados das funções do sistema.

White-box test: Também conhecido como teste estrutural, tem por objetivo validar os dados derivados das funções do sistema. 22. Planejamento, Especificação e Execução dos Testes A implantação de um sistema de boa qualidade, dentro de um prazo específico, pode ser seriamente prejudicada caso uma etapa extremamente importante

Leia mais

METODOLOGIAS DE PROGRAMAÇÃO

METODOLOGIAS DE PROGRAMAÇÃO METODOLOGIAS DE PROGRAMAÇÃO 1. GENERALIDADES Todo programa a ser elaborado deve ser considerado como um produto a ser desenvolvido. Para tal, uma série de etapas devem ser cumpridas até a obtenção do programa

Leia mais

MODELOS DE PROCESSO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

MODELOS DE PROCESSO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com MODELOS DE PROCESSO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivo Apresentar os modelos de processos de desenvolvimento de software Permitir uma melhor compreensão do processo de desenvolvimento

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software CENTRO UNIVERSITÁRIO NOVE DE JULHO Profº. Edson T. França edson.franca@uninove.br Software Sistemas Conjunto de elementos, entre os quais haja alguma relação Disposição das partes ou dos elementos de um

Leia mais

Auditoria Energética

Auditoria Energética Auditoria Energética Função das Auditorias Energéticas Como estamos? Quanta energia está sendo utilizada? Onde a energia está sendo utilizada? Quando a energia está sendo utilizada? Como e em qual equipamentos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Teste de Software Engenharia de Software 2o. Semestre de 2005 Slide

Leia mais

Tópicos abordados. Testes de Software (Capítulo 8 Sommerville) 2/2/2015. Testes de desenvolvimento. Desenvolvimento dirigido a testes

Tópicos abordados. Testes de Software (Capítulo 8 Sommerville) 2/2/2015. Testes de desenvolvimento. Desenvolvimento dirigido a testes Testes de Software (Capítulo 8 Sommerville) slide 569 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Tópicos abordados Testes de desenvolvimento Desenvolvimento dirigido a testes Testes de release

Leia mais

3 Qualidade de Software

3 Qualidade de Software 3 Qualidade de Software Este capítulo tem como objetivo esclarecer conceitos relacionados à qualidade de software; conceitos estes muito importantes para o entendimento do presente trabalho, cujo objetivo

Leia mais

Definição: O escopo de um projeto descreve todos os seus produtos, os serviços necessários para realizá-los e resultados finais esperados. Descreve também o que é preciso fazer para que alcance seus objetivos

Leia mais

Qualidade de Software. Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br

Qualidade de Software. Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br Qualidade de Software Profa. Cátia dos Reis Machado catia@ifc-camboriu.edu.br Verificação x validação Verificação prova que o produto vai ao encontro dos requerimentos especificados no desenvolvimento

Leia mais

Técnicas de Teste de Software

Técnicas de Teste de Software Técnicas de Teste de Software Luis Renato dos Santos FAES - UFPR 2011 Luis Renato dos Santos (FAES - UFPR) Técnicas de Teste de Software 2011 1 / 23 Sumário Introdução Fundamentos de Teste de Software

Leia mais

Separação de Interesses Programação Estruturada e Programação Orientada a Objetos Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código

Separação de Interesses Programação Estruturada e Programação Orientada a Objetos Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código Análise e Projeto Orientados a Aspectos Alcides Pamplona alcides.pamplona@gmail.com Tópicos Separação de Interesses Programação Estruturada e Entrelaçamento de Código Espalhamento de Código 1 Separação

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Tolerantes a Falhas

Desenvolvimento de Sistemas Tolerantes a Falhas Confiança de software Desenvolvimento de Sistemas Tolerantes a Falhas Em geral, os usuários de um sistema de software esperam ele seja confiável Para aplicações não-críticas, podem estar dispostos a aceitar

Leia mais

Capítulo 2. Processos de Software. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. slide 1

Capítulo 2. Processos de Software. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. slide 1 Capítulo 2 Processos de Software slide 1 Tópicos apresentados Modelos de processo de software. Atividades de processo. Lidando com mudanças. Rational Unified Process (RUP). Um exemplo de um processo de

Leia mais

3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software

3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software 3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software A tarefa de planejar os ciclos de construção do software pode partir de diretrizes básicas. Estas diretrizes visam orientar que os ciclos de

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A qualidade de software é responsabilidade de todos os participantes envolvidos no desenvolvimento de software.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT Disciplina: Modelagem a Programação Orientada a Objetos

Leia mais

DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho.

DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho. - DSI DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho. Preocupação: Problema técnicos Mudança na natureza e conteúdo do trabalho

Leia mais

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP Conceitos RUP RUP, abreviação de Rational Unified Process (ou Processo Unificado da Rational), é um processo de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation(a qual foi incorporada pela

Leia mais

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Introdução Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software Os modelos de processos de desenvolvimento de software surgiram pela necessidade de dar resposta às

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - MÓDULO 4 - TESTE DE SOFTWARE 1. INTRODUÇÃO O teste do software é a investigação do software a fim de fornecer informações sobre sua qualidade em relação ao contexto em que ele deve operar. Isso inclui

Leia mais

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Teste de Software

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Teste de Software Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE Teste de Software Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Introdução Teste é um conjunto de atividades que pode ser planejado antecipadamente

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

Técnicas de Teste de Software

Técnicas de Teste de Software Técnicas de Teste de Software Fabrício Sousa fabricio@uesb.br Projeto de Caso de Teste Conjunto de técnicas para criação de casos de testes Série de casos de testes que tem grande probabilidade de encontrar

Leia mais

PROJETO (OU DESIGN) DO SOFTWARE Diagrama de Estrutura

PROJETO (OU DESIGN) DO SOFTWARE Diagrama de Estrutura PROJETO (OU DESIGN) DO SOFTWARE Diagrama de Estrutura Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 PROJETO (OU DESIGN) DO SOFTWARE Na fase de projeto (ou design)

Leia mais

PROFESSOR: CRISTIANO MARIOTTI

PROFESSOR: CRISTIANO MARIOTTI PROFESSOR: CRISTIANO MARIOTTI Conjunto de atividades, parcialmente ordenadas, com a finalidade de obter um produto de software; Considerado um dos principais mecanismos para se obter software de qualidade

Leia mais

Teste de Software: Um Breve Estudo do Importante Processo no Desenvolvimento de Softwares

Teste de Software: Um Breve Estudo do Importante Processo no Desenvolvimento de Softwares Teste de Software: Um Breve Estudo do Importante Processo no Desenvolvimento de Softwares André Assis Lôbo de Oliveira Francisco Guerra Fernandes Júnior Faculdades Alves Faria, 74445190, Brasil andrelobin@hotmail.com,

Leia mais

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Disciplina: Engenharia de Software Tópico: Modelos de Ciclo de Vida Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br Ciclo de Vida A Engenharia de

Leia mais

Tipos de teste de software

Tipos de teste de software Tipos de teste de software Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Adilson Hira ayhira@lsi.usp.br Laboratório de Sistemas Integráveis Departamento de Sistemas Eletrônicos Escola Politécnica da USP Sumário

Leia mais

SIMPROS 2007 02/01/2008. VIII Simpósio Internacional de Melhoria de Processo de Software. Análise da Correlação entre Métricas de Tamanho, Apoio:

SIMPROS 2007 02/01/2008. VIII Simpósio Internacional de Melhoria de Processo de Software. Análise da Correlação entre Métricas de Tamanho, Apoio: Análise da Correlação entre Métricas de Tamanho, Complexidade de Código, Complexidade Funcional e Defeitos de Software Waldo Luis de Lucca wllucca@gmail.com Carolina Fontana carolinacacal@gmail.com Novembro

Leia mais

Introdução ao Processo Unificado (PU)

Introdução ao Processo Unificado (PU) Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Sistemas de Informação - CPCX Introdução ao Processo Unificado (PU) Prof. Fernando Maia da Mota Slides gentilmente cedidos por Profa. Dra. Maria Istela Cagnin

Leia mais

1/26/2009. Baseadas em http://www.voelter.de/services/mdsdtutorial.html. Experiência pessoal/profissional/acadêmica

1/26/2009. Baseadas em http://www.voelter.de/services/mdsdtutorial.html. Experiência pessoal/profissional/acadêmica Baseadas em http://www.voelter.de/services/mdsdtutorial.html Experiência pessoal/profissional/acadêmica 1 Metamodelo UML Meu Metamodelo Meu processo de negócios Meu processo de negócios Stereotypes Perfis

Leia mais

Projeto de Arquitetura

Projeto de Arquitetura Projeto de Arquitetura Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 11 Slide 1 Objetivos Apresentar projeto de arquitetura e discutir sua importância Explicar as decisões de projeto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA POLÍTICA CURSO DE GESTÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA POLÍTICA CURSO DE GESTÃO PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA POLÍTICA CURSO DE GESTÃO PÚBLICA 1 Professor: Ernesto Friedrich de Lima Amaral Disciplina: Metodologia

Leia mais

REVISÃO ENGENHARIA DO SOFTWARE. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

REVISÃO ENGENHARIA DO SOFTWARE. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com REVISÃO ENGENHARIA DO SOFTWARE Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Software Sequencia de Instruções a serem seguidas ou executadas Dados e rotinas desenvolvidos por computadores Programas

Leia mais

Técnicas de Caixa Preta de Teste de Software

Técnicas de Caixa Preta de Teste de Software Técnicas de Caixa Preta de Teste de Software Na maioria de projetos de teste, o tempo para a realização dos mesmos sempre é curto e os números de testes a serem realizados nas aplicações são inúmeros.

Leia mais

Figura 5 - Workflow para a Fase de Projeto

Figura 5 - Workflow para a Fase de Projeto 5. Fase de Projeto A Fase de Projeto caracteriza-se por transformar as informações modeladas durante a Fase de Análise em estruturas arquiteturais de projeto com o objetivo de viabilizar a implementação

Leia mais

Fundamentos de Teste de Software

Fundamentos de Teste de Software Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas Fundamentos de Teste de Software Módulo 2- Teste Estático e Teste Dinâmico Aula 6 Teste Dinâmico: Técnicas de Especificação SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 TÉCNICAS BASEADAS

Leia mais

Análise de Sistemas. Visão Geral: Orientação a Objetos. Prof. José Honorato Ferreira Nunes honorato.nunes@bonfim.ifbaiano.edu.br

Análise de Sistemas. Visão Geral: Orientação a Objetos. Prof. José Honorato Ferreira Nunes honorato.nunes@bonfim.ifbaiano.edu.br Análise de Sistemas Visão Geral: Orientação a Objetos Prof. José Honorato Ferreira Nunes Prof. José Honorato Ferreira Nunes honorato.nunes@bonfim.ifbaiano.edu.br Resumo: VISÃO GERAL: Modelagem de sistemas

Leia mais

Teste de Software Estrutural ou Caixa Branca. Disciplina de Engenharia de Software prof. Andrey Ricardo Pimentel andreyrp@hotmail.

Teste de Software Estrutural ou Caixa Branca. Disciplina de Engenharia de Software prof. Andrey Ricardo Pimentel andreyrp@hotmail. Teste de Software Estrutural ou Caixa Branca Disciplina de Engenharia de Software prof. Andrey Ricardo Pimentel andreyrp@hotmail.com Contexto da Aula Introdução a ES Qualidade Métricas de Software Planejamento

Leia mais

Introdução aos Sistemas de Informação 1/2005 Aula 3 -Técnicas de Levantamento de Requisitos (material elaborado pelas Profas. Rosângela e Junia)

Introdução aos Sistemas de Informação 1/2005 Aula 3 -Técnicas de Levantamento de Requisitos (material elaborado pelas Profas. Rosângela e Junia) 1 2 Introdução aos Sistemas de Informação 1/2005 Aula 3 -Técnicas de Levantamento de Requisitos (material elaborado pelas Profas. Rosângela e Junia) Em todo desenvolvimento de software, um aspecto fundamental

Leia mais

Projeto de Sistemas I

Projeto de Sistemas I Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Projeto de Sistemas I Professora: Kelly de Paula Cunha E-mail:kellypcsoares@ifsp.edu.br Requisitos: base para todo projeto, definindo o

Leia mais

Características do Software

Características do Software Questionamentos Por que tanta demora para entregar? Por que os prazos se atrasam? Por que os custos são altos? Por que não achar todos os erros antes de entregar? Por que dificuldade em medir o progresso

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Modelagem de Sistema UML Unified Modeling Language (Linguagem de Modelagem Unificada)

Leia mais

Introdução sobre o Tempo Real

Introdução sobre o Tempo Real Capítulo 1 Introdução sobre o Tempo Real Esse capítulo visa esclarecer o entendimento de tempo real dos autores, definir conceitualmente os Sistemas de Tempo Real e apresentar os problemas e desafios que

Leia mais

Introdução a Engenharia de Software

Introdução a Engenharia de Software Introdução a Engenharia de Software Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1 Histórico 1968: Crise do Software Nasce a Engenharia de Software 1970s:

Leia mais

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server André Luiz Silva de Moraes chameandre@gmail.com Faculdade Senac http://www.senacrs.com.br Feira das Oportunidades 04 de Maio de 2011 1 / 11 1 Conceitos Básicos Definições

Leia mais

ERGONOMIA. Prof. Ruy Alexandre Generoso

ERGONOMIA. Prof. Ruy Alexandre Generoso ERGONOMIA Prof. Ruy Alexandre Generoso Ergonomia de Software - Definição É a ciência que estuda o conforto, a utilização, a organização e a documentação do software. Tem como objetivo facilitar e otimizar

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software Workshop de Engenharia de Software

Processo de Desenvolvimento de Software Workshop de Engenharia de Software UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Processo de Desenvolvimento de Software Engenharia de Software Auxiliar

Leia mais

Gerenciamento de Requisitos

Gerenciamento de Requisitos Gerenciamento de Requisitos Jaelson Castro 2013 1 Gerenciamento de requisitos Relaciona-se ao processo de gerenciar a mudança dos requisitos de um sistema As principais preocupações do gerenciamento de

Leia mais

AMOSTRAGEM ESTATÍSTICA EM AUDITORIA PARTE ll

AMOSTRAGEM ESTATÍSTICA EM AUDITORIA PARTE ll AMOSTRAGEM ESTATÍSTICA EM AUDITORIA PARTE ll! Os parâmetros para decisão do auditor.! Tipos de planos de amostragem estatística em auditoria. Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DO ESTADO DE MATO GROSSO INSTRUÇÃO NORMATIVA STI Nº 01/2011 Versão: 01 Publicação: DJE nº de / /2011 Unidade Responsável: Coordenadoria de Tecnologia da Informação - CTI I FINALIDADE Instituir a Metodologia

Leia mais

Objetivos. Processos de Software. Tópicos abordados. O processo de software. Modelos genéricos de modelos de processo de software.

Objetivos. Processos de Software. Tópicos abordados. O processo de software. Modelos genéricos de modelos de processo de software. Processos de Software Objetivos Apresentar os modelos de processo de software Conjunto coerente de atividades para especificar, projetar, implementar e testar s de software Descrever os diferentes modelos

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software. Erika E Freire Miranda

Processo de Desenvolvimento de Software. Erika E Freire Miranda Processo de Desenvolvimento de Software Erika E Freire Miranda Agenda Conceitos Modelo Cascata Modelo Evolucionário Modelo Incremental Modelo Espiral Conceitos Um processo de desenvolvimento é constituído

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Estudo de Viabilidade PGE: Plastic Gestor Empresarial Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Recife, janeiro de 2013 Sumário 1. Motivação... 1 2. Introdução: O Problema Indentificado... 2

Leia mais

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 12 REPROJETO DA ORGANIZAÇÃO COM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 12.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS De que forma o desenvolvimento de um novo sistema poderia mudar a maneira de uma organização trabalhar?

Leia mais

Engenharia de Software I 2015.2 Para que eu Preciso Saber Engenharia de Software?

Engenharia de Software I 2015.2 Para que eu Preciso Saber Engenharia de Software? Engenharia de Software I 2015.2 Para que eu Preciso Saber Engenharia de Software? Ricardo Argenton Ramos ricargentonramos@gmail.com Conteúdo Importância em ter métodos/modelos para seguir na construção

Leia mais

Processo de análise estruturada - Abordagem clássica

Processo de análise estruturada - Abordagem clássica Processo de análise estruturada - Abordagem clássica Desenvolver modelo físico actual Modelo físico actual Modelos a desenvolver tendo em conta a abordagem clássica Desenvolver modelo lógico actual Modelo

Leia mais

Professor: Curso: Disciplina:

Professor: Curso: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Aula 1 Turma: Esp. Marcos Morais de Sousa Sistemas de informação Engenharia de Software I Dinâmica da disciplina, plano de curso e avaliação 03º semestre Prof. Esp. Marcos

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - MÓDULO 2 - ANÁLISE DE REQUISITOS DE SOFTWARE APLICATIVO 1. INTRODUÇÃO Entender os requisitos de um problema está entre as tarefas mais difíceis na construção de um software. Na maioria das vezes o cliente

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Engenharia de Software. Prof.: Julio Cesar da Silva. juliocesar@tecnocracia.eti.br. Http://e-academy.com.br

Faculdade Pitágoras. Engenharia de Software. Prof.: Julio Cesar da Silva. juliocesar@tecnocracia.eti.br. Http://e-academy.com.br Faculdade Pitágoras Engenharia de Software Prof.: Julio Cesar da Silva juliocesar@tecnocracia.eti.br Http://e-academy.com.br Conceitos Iniciais Informática: Ciência que visa o tratamento da Informação.

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Atividades da Engenharia de Software ATIVIDADES DE APOIO. Atividades da Engenharia de Software. Atividades da Engenharia de Software

Atividades da Engenharia de Software ATIVIDADES DE APOIO. Atividades da Engenharia de Software. Atividades da Engenharia de Software Módulo 1 SCE186-ENGENHARIA DE SOFTWARE Profª Rosely Sanches rsanches@icmc.usp.br CONSTRUÇÃO Planejamento do Codificação Teste MANUTENÇÃO Modificação 2003 2 Planejamento do Gerenciamento CONSTRUÇÃO de Codificação

Leia mais

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE LEVANTAMENTO DE REQUISITOS SEGUNDO O MÉTODO VOLERE RESUMO Fazer um bom levantamento e especificação de requisitos é algo primordial para quem trabalha com desenvolvimento de sistemas. Esse levantamento

Leia mais