Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil"

Transcrição

1 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil 2006 Rio de Janeiro 2008

2 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Av. Franklin Roosevelt, Centro Rio de Janeiro, RJ - Brasil ISBN IBGE Capa Helga Szpiz e Eduardo Sidney - Coordenação de Marketing/Centro de Documentação e Disseminação de Informações - CDDI Aspectos complementares de educação, afazeres domésticos e trabalho infantil : 2006 / IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento. - Rio de Janeiro : IBGE, p. Acima do título: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Acompanha um CD-ROM, em bolso. Inclui bibliografia e glossário. ISBN Educação Aspectos econômicos - Brasil. 2. Educação - Brasil - Estatística. 3. Estatística educacional. 4. Trabalho infantil - Brasil. 5. Menores - Emprego - Brasil. 6. Programas de sustentação de renda - Brasil. 7. Brasil - Política social. 8. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. I. IBGE. Coordenação de Trabalho e Rendimento. Gerência de Biblioteca e Acervos Especiais CDU (81) RJ/IBGE/ DEM Impresso no Brasil / Printed in Brazil

3 Sumário Apresentação Introdução Plano de amostragem Processo de seleção da amostra Cadastro de unidades domiciliares Processo de expansão da amostra Precisão das estimativas Estimativas dos erros de amostrais Comentários Tabelas de resultados 1. Aspectos complementares de educação Pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Taxa de freqüência à escola ou creche das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e sexo, segundo os grupos de idade

4 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 4 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Percentual de pessoas que não freqüentavam escola ou creche na população de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e sexo, segundo os grupos de idade Pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Taxa de freqüência à escola ou creche das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que não freqüentavam escola ou creche na população de 0 a 17 anos de idade, or Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo freqüência à escola ou creche e os grupos de idade Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita

5 Sumário Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche da rede pública, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche da rede pública, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que freqüentavam escola ou creche da rede pública na população de 0 a 17 anos de idade que freqüentava escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche da rede particular, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche da rede particular, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que freqüentavam escola ou creche da rede particular na população de 0 a 17 anos de idade que freqüentava escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino e a rede de ensino que freqüentavam

6 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 6 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o tempo habitual de permanência diária na escola ou creche Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino e a rede de ensino que freqüentavam Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade, que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o tempo habitual de permanência diária na escola ou creche Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, total e que não compareceram à escola ou creche pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam Percentual de pessoas que não compareceram à escola ou creche, pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, na população de 0 a 17 anos de idade que freqüentava escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o número de dias que não compareceram à escola ou creche no período de referência de 60 dias Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o número de dias que não compareceram à escola ou creche no período de referência de 60 dias Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino que freqüentavam e o principal motivo de não terem comparecido à escola ou creche pelo menos um dia no período de referência de 60 dias

7 Sumário Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino que freqüentavam e o principal motivo de não terem comparecido a escola ou creche pelo menos um dia no período de referência de 60 dias Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e o principal motivo de não terem comparecido à escola ou creche pelo menos um dia no período de referência de 60 dias Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e o principal motivo de não terem comparecido à escola ou creche pelo menos um dia no período de referência de 60 dias Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e a oferta gratuita de merenda escolar ou outra refeição pela escola ou creche Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade, que freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e a oferta gratuita de merenda escolar ou outra refeição pela escola ou creche Pessoas de 0 a 17 anos de idade, que freqüentavam escola ou creche que oferecia gratuitamente merenda escolar ou outra refeição, por Grandes Regiões, segundo a rede de ensino e o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o consumo de merenda escolar ou outra refeição oferecida gratuitamente pela escola ou creche Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade, que freqüentavam escola ou creche que oferecia gratuitamente merenda escolar ou outra refeição, por Grandes Regiões e rede de ensino que freqüentavam, segundo o tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam e o consumo de merenda escolar ou outra refeição oferecida gratuitamente pela escola ou creche

8 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 8 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e o principal motivo de não freqüentarem escola ou creche Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e o principal motivo de não freqüentarem escola ou creche Pessoas de 1 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, mas já freqüentaram anteriormente, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a freqüência à escola ou creche em Distribuição das pessoas de 1 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, mas já freqüentaram anteriormente, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a freqüência à escola ou creche em Pessoas de 7 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola, mas freqüentaram em 2005, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a aprovação na última série freqüentada em Distribuição das pessoas de 7 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola, mas freqüentaram em 2005, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a aprovação na última série freqüentada em Pessoas de 0 a 17 anos de idade, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Taxa de freqüência à escola ou creche das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que não freqüentavam escola ou creche na população de 0 a 17 anos de idade, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação

9 Sumário Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Taxa de freqüência à escola ou creche das pessoas de 0 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que não freqüentavam escola ou creche na população de 0 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar, segundo as Unidades da Federação Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 0 a 17 anos de idade, total e de 4 a 17 anos de idade, por freqüência à escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, total e de 4 a 17 anos de idade, por rede de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, total e de 4 a 17 anos de idade, por rede de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação

10 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 10 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 4 a 17 anos de idade que freqüentavam escola da rede pública, por tipo de educação infantil ou nível de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que freqüentavam escola da rede pública na população de 4 a 17 anos de idade que freqüentava escola, por tipo de educação infantil ou de ensino que freqüentavam, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por rede de ensino que freqüentavam e tempo habitual de permanência diária na escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por rede de ensino que freqüentavam e tempo habitual de permanência diária na escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por comparecimento à escola ou creche no período de referência de 60 dias, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por comparecimento à escola ou creche no período de referência de 60 dias, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por número de dias que não compareceram à escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por número de dias que não compareceram à escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por principal motivo de não terem comparecido à escola ou creche, segundo as Unidades da Federação

11 Sumário Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, mas não compareceram pelo menos um dia no período de referência de 60 dias, por principal motivo de não terem comparecido à escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por rede de ensino que freqüentavam e oferta gratuita de merenda escolar ou outra refeição pela escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche, por rede de ensino que freqüentavam e oferta gratuita de merenda escolar ou outra refeição pela escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche que oferecia gratuitamente merenda escolar ou outra refeição, por consumo de merenda escolar ou outra refeição oferecida gratuitamente pela escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que freqüentavam escola ou creche que oferecia gratuitamente merenda escolar ou outra refeição, por consumo de merenda escolar ou outra refeição oferecida gratuitamente pela escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por principal motivo de não freqüentarem escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 0 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, por principal motivo de não freqüentarem escola ou creche, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 1 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, mas já freqüentaram anteriormente, total e de 7 a 17 anos de idade, por freqüência à escola ou creche em 2005, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 1 a 17 anos de idade que não freqüentavam escola ou creche, mas já freqüentaram anteriormente, total e de 7 a 17 anos de idade, por freqüência à escola ou creche em 2005, segundo as Unidades da Federação

12 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 12 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Afazeres domésticos Pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 anos ou mais de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 anos ou mais de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões,segundo a freqüência à escola e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo a freqüência à escola e os grupos de idade Taxa de escolarização das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo os grupos de idade Percentual de pessoas que não freqüentavam escola na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo os grupos de idade Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a freqüência à escola e os grupos de idade Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a freqüência à escola e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos

13 Sumário Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e os grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e os grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos Número médio de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos das pessoas de 5 anos ou mais de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita

14 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 14 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo o exercício de afazeres domésticos na semana de referência e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares

15 Sumário Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares

16 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 16 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por sexo e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por sexo e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por grupos de idade e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por grupos de idade e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por exercício de afazeres domésticos na semana de referência e freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por exercício de afazeres domésticos na semana de referência e freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que não exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, por grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos, na semana de referência, por grupos de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos, segundo as Unidades da Federação

17 Sumário Número médio de horas habitualmente dedicadas por semana a afazeres domésticos das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por sexo e grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que exerciam os afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não exerciam afazeres domésticos na semana de referência, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Percentual de pessoas que não exerciam os afazeres domésticos, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por classes de rendimento mensal domiciliar per capita, segundo as Unidades da Federação Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por grupos de idade e exercício de afazeres domésticos na semana de referência, segundo as Unidades da Federação

18 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 18 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Trabalho infantil Pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Nível da ocupação, na semana de referência, das pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo a freqüência à escola e os grupos de idade Taxa de escolarização das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade Percentual de pessoas que não freqüentavam escola na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade Pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e a atividade do trabalho principal Distribuição das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e a atividade do trabalho principal Pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e a posição na ocupação no trabalho principal Distribuição das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e a posição na ocupação no trabalho principal Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade, a atividade e a condição de remuneração no trabalho principal Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões e grupos de idade, segundo a atividade e a condição de remuneração no trabalho principal

19 Sumário Pessoas de 14 a 17 anos de idade, empregadas ou trabalhadoras domésticas no trabalho principal da semana de referência, total e de 16 ou 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e a categoria do emprego no trabalho principal Distribuição das pessoas de 14 a 17 anos de idade, empregadas ou trabalhadoras domésticas no trabalho principal da semana de referência, total e de 16 ou 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo o sexo e a categoria do emprego no trabalho principal Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e os grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e os grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos Número médio de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Número médio de horas habitualmente trabalhadas por semana no trabalho principal das pessoas de 10 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo a atividade do trabalho principal e os grupos de idade Número médio de horas habitualmente trabalhadas por semana no trabalho principal das pessoas de 10 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, or Grandes Regiões, segundo a condição de remuneração no trabalho principal e os grupos de idade

20 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 20 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensal de todos os trabalhos Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo e as classes de rendimento mensalde todos os trabalhos Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensalde todos os trabalhos Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal de todos os trabalhos Rendimento médio mensal de todos os trabalhos das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, com rendimento de trabalho, por Grandes Regiões, segundo o sexo e os grupos de idade Pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade, o sexo e exercício de afazeres domésticos na semana de referência Distribuição das pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade, o sexo e exercício de afazeres domésticos na semana de referência Pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade e o exercício de afazeres domésticos na semana de referência Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de idade e o exercício de afazeres domésticos na semana de referência Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita

21 Sumário Percentual de pessoas ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não eram ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, que não eram ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Percentual de pessoas que não eram ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de idade e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita Rendimento médio mensal domiciliar per capita das pessoas de 5 anos ou mais de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência e os grupos de idade Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, com remuneração no trabalho principal, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a entrega do rendimento do trabalho principal aos pais ou responsáveis Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, com remuneração no trabalho principal, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e a entrega do rendimento do trabalho principal aos pais ou responsáveis Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e o motivo para trabalhar Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e o motivo para trabalhar Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e o recebimento de treinamento ou orientação para evitar machucados ou doenças no trabalho principal

22 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 22 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade e o recebimento de treinamento ou orientação para evitar machucados ou doenças no trabalho principal Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade, a atividade do trabalho principal e a ocorrência de machucado ou doença, no período de referência de 365 dias, devido ao trabalho principal Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por Grandes Regiões, segundo o sexo, os grupos de idade, a atividade do trabalho principal e a ocorrência de machucado ou doença, no período de referência de 365 dias, devido ao trabalho principal Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, que tiveram algum machucado ou doença, no período de referência de 365 dias, devido ao trabalho principal, por Grandes Regiões, segundo a ocorrência de afastamento de pelo menos um dia do trabalho por causa do último machucado ou doença Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, que tiveram algum machucado ou doença, no período de referência de 365 dias, devido ao trabalho principal, por Grandes Regiões, segundo a ocorrência de procura de atendimento de saúde por causa do último machucado ou doença Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, que tiveram algum machucado ou doença, no período de referência de 365 dias, devido ao trabalho principal, por Grandes Regiões, segundo o número de ocorrências de machucado ou doença Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares

23 Sumário Percentual de pessoas que não eram ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo os grupos de anos de estudo das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões e situação de ocupação na semana de referência, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Percentual de pessoas que não eram ocupadas, na semana de referência, na população de 5 a 17 anos de idade, por Grandes Regiões, segundo a situação de ocupação na semana de referência, a posição na ocupação e a categoria do emprego no trabalho principal das pessoas de referência das unidades domiciliares Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por sexo e situação de ocupação na semana de referência, segundo as Unidades da Federação

24 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 24 Aspectos Complementares de Educação, Afazeres Domésticos e Trabalho Infantil Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por sexo e situação de ocupação na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por grupos de idade e situação de ocupação na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por grupos de idade e situação de ocupação na semana de referência, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, por situação de ocupação na semana de referência e freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, por situação de ocupação na semana de referência e freqüência à escola, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por atividade e condição de remuneração no trabalho principal, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por atividade e condição de remuneração no trabalho principal, segundo as Unidades da Federação Pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos, segundo as Unidades da Federação Distribuição das pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, por grupos de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos, segundo as Unidades da Federação Número médio de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por grupos de idade, segundo as Unidades da Federação Número médio de horas habitualmente trabalhadas por semana em todos os trabalhos das pessoas de 5 anos ou mais de idade, ocupadas na semana de referência, por sexo e grupos de idade, segundo as Unidades da Federação

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes

Leia mais

Acesso a Transferências de Renda de Programas Sociais

Acesso a Transferências de Renda de Programas Sociais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística PESQUISA NACIONAL POR Amostra de domicílios T RABALHO I NFANTIL 2 0 0 1 IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento,

Leia mais

Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal

Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes

Leia mais

Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal

Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto eiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Acesso

Leia mais

{dybanners}1,1,,meioweb Links Patrocinados{/dybanners} Fonte: IBGE

{dybanners}1,1,,meioweb Links Patrocinados{/dybanners} Fonte: IBGE {dybanners}1,1,,meioweb Links Patrocinados{/dybanners} Fonte: IBGE A taxa de desocupação ficou praticamente estável, pois suas variações em relação a março (9,0%) de 2009 e também a abril de 2008 (8,5%)

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento

Censo Demográfico 2010. Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento Censo Demográfico 2010 Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2012 As presentes publicações dão continuidade à divulgação dos resultados do Censo Demográfico 2010

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Atlas de saneamento Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Guido Mantega INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese 2014 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese Dieese Subseção Força Sindical 19/09/2014 PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - PNAD 2013 Síntese dos Indicadores POPULAÇÃO A Pesquisa

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santos, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 281,35 km² IDHM 2010 0,840 Faixa do IDHM Muito Alto (IDHM entre 0,8 e 1) (Censo 2010) 419400 hab. Densidade

Leia mais

Trabalho Infantil no Brasil

Trabalho Infantil no Brasil Trabalho Infantil no Brasil ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1) Evolução do trabalho Infantil de 1992 a 2011. 2) Fatores que contribuíram para a queda. 3) Causas e as consequências do trabalho infantil. 4) Análise

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Areado, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 282,6 km² IDHM 2010 0,727 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 13731 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Botelhos, MG 29/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 335,24 km² IDHM 2010 0,702 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14920 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alto Boa Vista, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 2248,35 km² IDHM 2010 0,651 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5247 hab. Densidade

Leia mais

DIFERENCIAIS SOCIODEMOGRÁFICOS ENTRE OS IDOSOS NO BRASIL

DIFERENCIAIS SOCIODEMOGRÁFICOS ENTRE OS IDOSOS NO BRASIL Seminário sobre Educação Superior e Envelhecimento Populacional no Brasil MEC - SESU/CAPES DIFERENCIAIS SOCIODEMOGRÁFICOS ENTRE OS IDOSOS NO BRASIL Maria Isabel Parahyba Coordenação de População e Indicadores

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sorriso, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9382,37 km² IDHM 2010 0,744 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 66521 hab. Densidade

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Assunto: O perfil da Extrema Pobreza no Brasil com base nos dados preliminares do universo do Censo 2010. 1. INTRODUÇÃO O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência

Censo Demográfico 2010. Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência Censo Demográfico 2010 Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência Rio de Janeiro, 29 de junho de 2012 A presente publicação dá continuidade à divulgação dos resultados do Censo

Leia mais

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal Diretoria de Pesquisas Departamento Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal Data 06/04/16 Histórico INVESTIGAÇÃO DO TEMA TIC 2001... 2005 2008 2009 2011 2012

Leia mais

Acesso à internet e posse de telefone. óvel elular para so essoal

Acesso à internet e posse de telefone. óvel elular para so essoal p a esquisa n mostra de acional por d omicílios Acesso à internet e posse de telefone M C óvel elular para so essoal 2005 u p Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento,

Leia mais

2014 2015 2016 2017 TOTAL

2014 2015 2016 2017 TOTAL PROGRAMA: 0020-Apoio Administrativo OBJETIVO: Garantir o funcionamento das atividades de apoio administrativo de todos os órgãos da Administração Municipal Taxa de participação das ações de apoio sobre

Leia mais

POBREZA, SEGURANÇA ALIMENTAR E SAÚDE NO BRASIL

POBREZA, SEGURANÇA ALIMENTAR E SAÚDE NO BRASIL POBREZA, SEGURANÇA ALIMENTAR E SAÚDE NO BRASIL Escrito por: Angela Kageyama Rodolfo Hoffmann Consultora: FECAMP Contrato: 206066 ÌNDICE Insegurança alimentar, educação e na PNAD de 2004... 3. Dados gerais

Leia mais

Seminário. Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social

Seminário. Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social Seminário Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social MDS 27 de novembro de 2015 Renda cresce para todas as faixas. Renda dos 10% mais pobres cresce quase 3x mais do que os 10% mais

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes

Leia mais

3 O Panorama Social Brasileiro

3 O Panorama Social Brasileiro 3 O Panorama Social Brasileiro 3.1 A Estrutura Social Brasileira O Brasil é um país caracterizado por uma distribuição desigual de renda. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios

Leia mais

Censo Demográfico de 2010. Primeiros resultados. População e Domicílios recenseados

Censo Demográfico de 2010. Primeiros resultados. População e Domicílios recenseados Censo Demográfico de 2010 Primeiros resultados População e Domicílios recenseados Data 29/11/2010 Censo Demográfico de 2010 Todos os domicílios residenciais particulares foram recenseados. A coleta dos

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2016. PME Retrospectiva 2003-2015 13 anos Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento 1 (IBGE / DPE / COREN) 1 Rio de Janeiro,

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Infantil

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Infantil Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Infantil Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

MATRIZ DOS INDICADORES

MATRIZ DOS INDICADORES MATRIZ DOS INDICADORES 1. DEMOGRAFIA Indicador: População infantojuvenil, de 0 a 19 anos, por sexo e cor/raça, residente nos setores urbano e rural. Definição: apresenta o número total de crianças e adolescentes,

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Resultados gerais da amostra

Censo Demográfico 2010. Resultados gerais da amostra Censo Demográfico 2010 Resultados gerais da amostra Rio de Janeiro, 27 de abril de 2012 População e distribuição relativa População e distribuição relativa (%) para o Brasil e as Grandes Regiões 2000/2010

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

Um Panorama da Saúde no Brasil

Um Panorama da Saúde no Brasil Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

O Programa Bolsa Família: 12 anos de inclusão e cidadania no Brasil Desenho, Instrumentos, Evolução Institucional e Impactos

O Programa Bolsa Família: 12 anos de inclusão e cidadania no Brasil Desenho, Instrumentos, Evolução Institucional e Impactos O Programa Bolsa Família: 12 anos de inclusão e cidadania no Brasil Desenho, Instrumentos, Evolução Institucional e Impactos Brasília, 10 de maio de 2016 O que é? A quem se destina? Qual sua dimensão?

Leia mais

IX. Descrição da biblioteca quanto ao acervo de livros e periódicos, relacionados à área dos cursos, política de atualização e informatização, área

IX. Descrição da biblioteca quanto ao acervo de livros e periódicos, relacionados à área dos cursos, política de atualização e informatização, área IX. Descrição da biblioteca quanto ao acervo de livros e periódicos, relacionados à área dos cursos, política de atualização e informatização, área física disponível, formas de acesso e utilização BIBLIOTECA

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DA BIBLIOTECA

RELATÓRIO MENSAL DA BIBLIOTECA 1 RELATÓRIO MENSAL DA BIBLIOTECA Prezada Secretária, Com o objetivo de informar as atividades, os serviços ofertados e fluxo de usuários na Biblioteca, segue abaixo relato sucinto dos dados referentes

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho

Leia mais

Nome da Empresa: Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE)

Nome da Empresa: Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) Nome da Empresa: Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) PROJETO: PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BRA/IICA/03/005 PARTICIPAÇÃO SOCIAL NÚMERO DO CONTRATO: 206009 TEMA:

Leia mais

PNAD 2011. Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal

PNAD 2011. Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal PNAD 2011 Acesso à Internet e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal Rio de Janeiro, 16/05/2013 1 Características Em 2011 foram visitados 146 mil domicílios e entrevistadas 359 mil pessoas. 2

Leia mais

ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS FONTE DATA REGIÃO

ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS FONTE DATA REGIÃO TERRITÓRIO E GOVERNADOR Desmembrado de Estado de São Paulo Data de Instalação 19/12/1853 Data de Comemoração (Aniversário) 19 de Dezembro Governador(a) (TRE-PR) Carlos Alberto Richa ELEITORES E ZONAS ELEITORAIS

Leia mais

EDITAL N.01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID)

EDITAL N.01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PROGRAMAS E PROJETOS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL N.01/2014

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO CHOÇA ESTADO DA BAHIA LEI Nº 278, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014. Altera e insere dispositivos na Lei Municipal nº 016, de 20 de janeiro de 2004, a qual dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Servidores do Magistério

Leia mais

Um país menos desigual: pobreza extrema cai a 2,8% da população Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) foram divulgados pelo IBGE

Um país menos desigual: pobreza extrema cai a 2,8% da população Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) foram divulgados pelo IBGE Um país menos desigual: pobreza extrema cai a 2,8% da população Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) foram divulgados pelo IBGE Brasília, 7 A pobreza extrema no país caiu a 2,8%

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva Ministro da Saúde José Gomes Temporão Secretaria-Executiva Márcia Bassit Secretaria de

Leia mais

Área Geográfica 8.514.876,599 km 2 56.439,838 Km 2 População (2007) 183.987.291 habitantes 3.641.395 habitantes Densidade demográfica

Área Geográfica 8.514.876,599 km 2 56.439,838 Km 2 População (2007) 183.987.291 habitantes 3.641.395 habitantes Densidade demográfica 1- DADOS GERAIS DO ESTADO DO ESTADO DA PARAÍBA Brasil Paraíba Área Geográfica 8.514.876,599 km 2 56.439,838 Km 2 População (2007) 183.987.291 habitantes 3.641.395 habitantes Densidade demográfica 21,61

Leia mais

Uma avaliação da pertinência de um programa de Bolsa Qualificação para o combate à pobreza

Uma avaliação da pertinência de um programa de Bolsa Qualificação para o combate à pobreza Uma avaliação da pertinência de um programa de Bolsa Qualificação para o combate à pobreza Ricardo Paes de Barros (SAE) Mirela de Carvalho (SEE-RJ) Samuel Franco (IETS) Andrezza Rosalém (IETS) Rio de Janeiro,

Leia mais

Política Nacional de Educação Infantil

Política Nacional de Educação Infantil Política Nacional de Educação Infantil (arquivo da Creche Carochinha) Junho/2012 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil é dever do Estado e direito de todos, sem

Leia mais

Geração de Renda: Alternativa para Disciplina de Mercado. Mônica Jucá

Geração de Renda: Alternativa para Disciplina de Mercado. Mônica Jucá Geração de Renda: Alternativa para Disciplina de Mercado Mônica Jucá Objetivos - Contribuir para Desenvolvimento Sustentável das Comunidades - Colaborar com a melhoria nos níveis de Educação Profissionalizante

Leia mais

Movimento Escolar. Ensino Médio Alunos Reprovados

Movimento Escolar. Ensino Médio Alunos Reprovados RENDIMENTO Rendimento e Ensino Médio Alunos Reprovados 5.1.31- Número de Alunos Reprovados no Ensino Médio, por Localização e Dependência Administrativa, segundo a Região Geográfica e a Unidade da Federação

Leia mais

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Leia mais

Dimensão social. Habitação

Dimensão social. Habitação Dimensão social Habitação Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 235 39 Adequação de moradia Este indicador expressa as condições de moradia através da proporção de domicílios com condições

Leia mais

Sistema de Gestão Estratégica

Sistema de Gestão Estratégica Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria de Desenvolvimento Territorial Sistema de Gestão Estratégica Índice de Desenvolvimento Sustentável Brasília, março de 2011 Índice de Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

Região Centro Oeste DISTRITO FEDERAL Total

Região Centro Oeste DISTRITO FEDERAL Total Dimensão Demografia Cidadania Saúde Região Centro Oeste DISTRITO FEDERAL Diferença CADÊ Posição Nacional Estadual 2010 para 2011 Nacional 45.886.531-711.009 - - 19º População Infanto Juvenil por Faixa

Leia mais

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Fundação Euclides da Cunha FEC/Data UFF Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS

AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS AUDIÊNCIA PÚBLICA: O ENVELHECIMENTO E A QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS BRASÍLIA, Julho de 2014 1 Proteção Social entre os Idosos (pessoas com 60 anos ou mais de idade) - Brasil 2 Cobertura Social entre os

Leia mais

LEVANTAMENTO SOBRE CRIANÇAS EM SITUAÇÕES DE RISCO NO BRASIL

LEVANTAMENTO SOBRE CRIANÇAS EM SITUAÇÕES DE RISCO NO BRASIL ESTUDO LEVANTAMENTO SOBRE CRIANÇAS EM SITUAÇÕES DE RISCO NO BRASIL Renata Baars Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO JULHO/2009 Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 002/2010 TÍTULO I ESTABELECE NORMAS PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA ALUNO BOLSISTA 2010, OFERECIDAS PELO IFRR PARA O. O Reitor Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015

PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015 PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015 A Prefeitura de Franca, mediante gestão da Secretaria Municipal de Educação, em consonância

Leia mais

Sumário PNAD/SIMPOC 2001 Pontos importantes

Sumário PNAD/SIMPOC 2001 Pontos importantes Sumário PNAD/SIMPOC 2001 Pontos importantes Sistema de pesquisas domiciliares existe no Brasil desde 1967, com a criação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD; Trata-se de um sistema de pesquisas

Leia mais

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros 1 of 5 11/26/2010 2:57 PM Comunicação Social 26 de novembro de 2010 PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009 Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros O número de domicílios

Leia mais

Lacunas tema ticas, diferenças conceituais e demandas

Lacunas tema ticas, diferenças conceituais e demandas Lacunas tema ticas, diferenças conceituais e demandas Após cada instituição produtora ter apontado as lacunas de informação em suas bases de dados, foi feito um segundo esforço para identificação de lacunas,

Leia mais

NOSSO BAIRRO/SANTA CÂNDIDA

NOSSO BAIRRO/SANTA CÂNDIDA N População 32.808 W S E Domicílios 11.343 Regional Boa Vista DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO IPPUC - SETOR DE DOCUMENTAÇÃO Ângela M. Silvia K üster Cherobim CRB/ 9ªr - 601 I59 Instituto

Leia mais

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 288,39 Urbana 309,57 Rural 167,10

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 288,39 Urbana 309,57 Rural 167,10 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Jacundá DEMOGRAFIA População Total 51.360 População por Gênero Masculino 25.769 Participação % 50,17 Feminino 25.591

Leia mais

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Ministério das Comunicações Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD Suplementar 2013 Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular

Leia mais

Indicadores técnicos e de percepção

Indicadores técnicos e de percepção Indicadores técnicos e de percepção Observatório Cidadão Nossa São Paulo Banco virtual que disponibiliza um conjunto de indicadores sociais, ambientais, econômicos, políticos e culturais sobre a cidade

Leia mais

EDUCAÇÃO Total de Escolas no Município Ensino Fundamental Ensino Médio Número de Matrículas Educação Infantil Creche 237

EDUCAÇÃO Total de Escolas no Município Ensino Fundamental Ensino Médio Número de Matrículas Educação Infantil Creche 237 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Água Azul do Norte DEMOGRAFIA População Total 25.057 População por Gênero Masculino 13.618 Participação % 54,35 Feminino

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471.

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Ananindeua DEMOGRAFIA População Total 471.980 População por Gênero Masculino 226.635 Participação % 48,02 Feminino 245.345

Leia mais

Brasil Economia e Educação. Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação

Brasil Economia e Educação. Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Brasil Economia e Educação Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Gini e PIB Per Capita 380 Gini e Pib Per Capita (1960 - base =100) 120 PIB Per Capita 330 280 230 180 1995 111,42 108,07 1992

Leia mais

CLASSE: 100 ENSINO SUPERIOR

CLASSE: 100 ENSINO SUPERIOR CLASSE: 100 ENSINO SUPERIOR PRAZOS DE GUARDA INTERME - 110 NORMATIZAÇÃO. REGULAMENTAÇÃO Enquanto vigora - 120 CURSOS DE GRADUAÇÃO (INCLUSIVE NA MODALIDADE A DISTÂNCIA) 121 CONCEPÇÃO, ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO

Leia mais

1. Altera a quantidade para cadastro reserva, ficando com a seguinte redação:

1. Altera a quantidade para cadastro reserva, ficando com a seguinte redação: ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE SÃO FÉLIX DO XINGU PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX DO XINGU CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2015/PMSFX Retificação Edital nº 001/2015/PMSFX O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO FÉLIX

Leia mais

pesquisa de esporte Ministério do Esporte Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

pesquisa de esporte Ministério do Esporte Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão pesquisa de esporte 2003 Ministério do Esporte Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo

Leia mais

Aula 3 Introdução à Avaliação de Impacto

Aula 3 Introdução à Avaliação de Impacto Aula 3 Introdução à Avaliação de Impacto Avaliação de Impacto Identifica se o projeto social afetou um ou mais indicadores de impacto Plano de Aula Conceito de Mensuração e Causalidade; Conceito de Contrafactual

Leia mais

FUNDAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO PRÉ-VESTIBULAR SOCIAL INTENSIVO 2014

Leia mais

PRINCIPAIS CONCEITOS. A pesquisa segue as recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

PRINCIPAIS CONCEITOS. A pesquisa segue as recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT). NOTAS METODOLÓGICAS A malha setorial utilizada para a pesquisa é a do Censo de 2000. Portanto, a delimitação da Região Metropolitana de Curitiba utilizada nesta pesquisa compreende os municípios de: Adrianópolis,

Leia mais

Perfil Municipal - Florianópolis (SC)

Perfil Municipal - Florianópolis (SC) Caracterização do Território Área: 436,5 km² Densidade Demográfica: 760,1 hab/km² Altitude da Sede: 3 m Ano de Instalação: 1.726 Distância à Capital: 0,0 km Microrregião: Florianópolis Mesorregião: Grande

Leia mais

Experiência de São Paulo

Experiência de São Paulo Experiência de São Paulo Rede Nossa São Paulo Brasilia, 29 de maio de 2013 Rede Nossa São Paulo Missão Construção de uma força política, social e econômica para comprometer a sociedade e sucessivos governos

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

Acesso à Internet e à Televisão e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal

Acesso à Internet e à Televisão e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo Silva Ministro da Saúde José Gomes Temporão Secretaria-Executiva Márcia Bassit Secretaria de

Leia mais

ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0

ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0 ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0 SUMÁRIO 1. O QUE É O CENSO?... 3 2. QUANDO OCORRE?... 3 3. COMO É COLETADO COM AS ESCOLAS QUE UTILIZAM O SIGEAM ONLINE?. 4 4. O QUE É NECESSÁRIO SER FEITO ATÉ

Leia mais

Quadro da desigualdade em São Paulo

Quadro da desigualdade em São Paulo Quadro da desigualdade em São Paulo CULTURA Acervo de livros infanto-juvenis das bibliotecas municipais per capita Número de livros infanto-juvenis disponíveis em acervos de bibliotecas e pontos de leitura

Leia mais

Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda

Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda Fortalecimento do Cadastro Único como porta de entrada para Programas Sociais para a população de baixa renda Mesa: Cadastro Único, Bolsa Família e Brasil sem Miséria. Cadastro Único É um mapa representativo

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT

FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT TÍTULO I DAS FINALIDADES Art.1º. O presente documento tem por finalidade estabelecer normas e rotinas para o funcionamento

Leia mais

EDITAL Nº 001, 10 de abril de 2013.

EDITAL Nº 001, 10 de abril de 2013. EDITAL Nº 001, 10 de abril de 2013. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES DOCENTES I E PROFESSORES DOCENTES II QUE IRÃO DESENVOLVER ATIVIDADES JUNTO A REDE DE ENSINO DESTA DO MUNICÍPIO

Leia mais

NFSP (% PIB) ' 8. indexador: dezembro (%) 9. produto potencial (% a.a.) 15. idade (%) 24. anual (%) 24

NFSP (% PIB) ' 8. indexador: dezembro (%) 9. produto potencial (% a.a.) 15. idade (%) 24. anual (%) 24 Sumário de tabelas TABELA 1.1 Taxas de crescimento - médias por período (% a.a.) 5 TABELA 1.2 Indicadores sociais 6 TABELA 1.3 Brasil - Dívida externa - fim de período (US$ bilhões) 7 TABELA 1.4 Necessidades

Leia mais

Nº 07 / 13 TEMA: As Crianças em Goiás

Nº 07 / 13 TEMA: As Crianças em Goiás TEMA: As Crianças em Goiás O dia das crianças foi instituído em 1924 pelo então presidente Arthur Bernardes, mas a data passou várias anos desprezada e apenas ganhou notoriedade na década de 1960. Infelizmente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ BIBLIOTECA DO CAMPUS DE SOBRAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ BIBLIOTECA DO CAMPUS DE SOBRAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ BIBLIOTECA DO CAMPUS DE SOBRAL CATEGORIAS DE USUÁRIOS Alunos dos cursos de graduação (alunos de qualquer área, inclusive de outros campi e aluno especial) Alunos dos cursos

Leia mais

Perfil Municipal - Natal (RN)

Perfil Municipal - Natal (RN) Caracterização do Território Área: 169,9 km² Densidade Demográfica: 4.175,5 hab/km² Altitude da Sede: 30 m Ano de Instalação: 1.599 Distância à Capital: 0,0 km Microrregião: Natal Mesorregião: Leste Potiguar

Leia mais

Trabalho infantil e adolescente_. Impactos econômicos e os desafios para a inserção de jovens no mercado de trabalho no Cone Sul

Trabalho infantil e adolescente_. Impactos econômicos e os desafios para a inserção de jovens no mercado de trabalho no Cone Sul Trabalho infantil e adolescente_ Impactos econômicos e os desafios para a inserção de jovens no mercado de trabalho no Cone Sul A Convenção n o 182 da OIT de 1973 determina como idade mínima para iniciar

Leia mais

Regimento Interno. - Adotar padrões ou critérios de organização e administração da biblioteca da Fundação Educacional "Dr. Raul Bauab" Jahu.

Regimento Interno. - Adotar padrões ou critérios de organização e administração da biblioteca da Fundação Educacional Dr. Raul Bauab Jahu. Regimento Interno Título I: Dos objetivos e competências Art. 1º: A Biblioteca, órgão da Fundação Educacional "Dr. Raul Bauab" - Jahu, tem por finalidade oferecer apoio informativo aos usuários, proporcionando

Leia mais

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht Page 1 of 7 Comunicação Social 17 de setembro de 2010 Síntese de Indicadores Sociais 2010 SIS 2010: Mulheres mais escolarizadas são mães mais tarde e têm menos filhos Embora abaixo do nível de reposição

Leia mais

O Trabalho Infantil no Brasil

O Trabalho Infantil no Brasil Versão 2 Junho de 2004 O Trabalho Infantil no Brasil Simon Schwartzman Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade Felipe Farah Schwartzman Grupo de Conjuntura, Instituto de Economia, Universidade Federal

Leia mais

Motivos da Evasão Escolar

Motivos da Evasão Escolar 1 Motivos da Evasão Escolar APÊNDICE 1. Ranking de Motivos da Evasão Escolar... 61 1.1 Faixa Etária: anos... 61 a. Unidades da Federação... 61 b. Macro-Regiões... 62 c. Regiões Metropolitanas... 62 1.2

Leia mais

Avenida Loja Maçônica Renovadora 68, no. 100 - CEP 14785-002 - Barretos/SP. Regulamento. Capítulo I. Disposições preliminares

Avenida Loja Maçônica Renovadora 68, no. 100 - CEP 14785-002 - Barretos/SP. Regulamento. Capítulo I. Disposições preliminares Regulamento Capítulo I Disposições preliminares Art. 1º. Este regulamento disciplina o funcionamento da Biblioteca Dr. Ranulpho Prata da Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr. Paulo Prata (FACISB).

Leia mais

Perfil Municipal - Queimada Nova (PI)

Perfil Municipal - Queimada Nova (PI) Caracterização do Território Área: 1.438,4 km² Densidade Demográfica: 5,8 hab/km² Altitude da Sede: 410 m Ano de Instalação: 1.993 Distância à Capital: 416,7 km Microrregião: Alto Médio Canindé Mesorregião:

Leia mais

Ind010210 - Taxa de trabalho infantil, por ano, segundo região e faixa de renda domiciliar per capita

Ind010210 - Taxa de trabalho infantil, por ano, segundo região e faixa de renda domiciliar per capita Ind010210 Taxa de trabalho infantil, por ano, segundo região e faixa de renda domiciliar per capita Indicador Taxa de trabalho infantil (10 a 14 anos) Descrição Proporção da população residente de 10 a

Leia mais