Télécommande multifonctions non polarisée de sécurité pour blocs autonomes d éclairage de sécurité

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Télécommande multifonctions non polarisée de sécurité pour blocs autonomes d éclairage de sécurité 039 00"

Transcrição

1 Télécommande multifonctions non polarisée de sécurité pour blocs autonomes d éclairage de sécurité R Caractéristiques techniques Alimentation... : 230 VA 50 Hz 15 ma Capacité des bornes. : 2 X 1,5 mm 2 Fixation.... : sur rail oméga Encombrement... : 4 modules (70 mm) Tension de sortie télécommande... : TBTS Batterie... : 9 V technologie Ni-Cd ou Ni-MH Capacité de télécommande... : 300 blocs maxi. Principe de fonctionnement Cette télécommande multifonctions de sécurité permet : - de commander d un seul point la mise au repos (ou le retour en fonctionnement de secours) de l ensemble des blocs autonomes d éclairage de sécurité d un établissement après mise hors tension de l éclairage normal, - de commander en une seule manœuvre, à distance, la coupure de l éclairage normal et la mise au repos des blocs (par interrupteur à clé Mosaic réf , non fourni), - de commander la mise au repos automatique des blocs après coupure volontaire de l éclairage, - de commander la mise au repos par zone d une installation comportant plusieurs zones d exploitation, - de réaliser un test de continuité de la ligne de télécommande sans allumer les blocs, - de vérifier l allumage des blocs sans coupure de l éclairage normal, - de télécommander des installations supérieures à 300 blocs par le rajout d une seconde télécommande identique en cascade. Pour les ERP comportant des locaux à sommeil : - de commander la mise au repos automatique de la fonction BAES d évacuation du bloc [BAES + BAEH] réf en cas d interruption de l alimentation générale, - de commander l allumage de la fonction BAES d évacuation du bloc [BAES + BAEH] réf en cas d alarme générale, en l absence d alimentation générale, - de signaler localement, par LED rouge, le déclenchement et l état de l alarme incendie. LE00834AA

2 Description Alimentation générale 230 VA Détection de l alimentation de l éclairage normal Signalisation télécommande (LED verte) Commande d extinction d alarme Signalisation de l état d alarme incendie (LED rouge) Commande d allumage Contact NF de commande du contacteur d éclairage Commande à distance / Report de télécommande Entrée pour extension de télécommande Entrée contact NF de déclanchement d alarme incendie Sortie télécommande 2

3 Utilisation Mise au repos des blocs, secteur absent (Règlement de sécurité des E.R.P. article EC14) 1) Arrêt d exploitation de l établissement : mise hors tension de l éclairage normal. - Un appui sur la touche met les blocs au repos (évite de décharger les accumulateurs après interruption volontaire de l éclairage normal). - Un appui sur la touche remet les blocs en fonctionnement. Ces deux commandes sont confirmées par le clignotement de la LED verte. 2) Reprise d exploitation de l établissement : remise sous tension de l éclairage normal - Les blocs se remettent automatiquement à l état de veille. Test de continuité de la ligne de télécommande - Secteur présent, un appui sur la touche lance un test de continuité de la ligne de télécommande. - La vérification de la bonne continuité de la ligne de télécommande est confirmée par le clignotement alterné des LEDs verte et jaune sur chaque bloc. - Le test de continuité peut être interrompu par un appui sur la touche puis sur la touche (Dans le cas contraire, le test de continuité s interrompt automatiquement au bout d une durée minimum d une heure). Vérification de l allumage des blocs A tout moment, la télécommande permet d allumer tous les blocs autonomes d éclairage de sécurité pour vérifier leur bon fonctionnement, sans interrompre l éclairage de l établissement. - Un appui sur la touche met les blocs en fonctionnement de secours. - Un appui sur la touche remet les blocs en veille (fin de la vérification). Modification de l heure de test de l ensemble des blocs Dans certains cas, pour des raisons d exploitation (cinémas, salles de spectacles ), il est possible de choisir une heure de test particulière pour l ensemble des blocs de l installation. A la nouvelle heure de test choisie, appuyer simultanément sur les deux touches et (confirmé par le clignotement rapide de la LED verte). Nota : Le jour des tests sera fixé aléatoirement pour chacun des blocs, afin de garantir qu un minimum de blocs se testent en même temps. 3

4 Fonctionnement avec des [BAES + BAEH] et des BAES Legrand dans les ERP comportant des locaux à sommeil (réglementation française) L N Disjoncteur général díéclairage Tableau d alarme incendie Disjoncteurs d éclairage Réf (*) Disjoncteur télécommande Contact UGA [BAES + BAEH] réf [BAES + BAEH] étanche réf BAES Evacuation BAES Ambiance/ Antipanique Interrupteurs d éclairage normal (*) L alimentation de la télécommande doit être prise en amont des dispositifs de protection des circuits d éclairage normal. Elle ne doit pas être issue d une source d alimentation auxiliaire de type secourue. IMPORTANT : En cas de déclenchement de l alarme incendie, la télécommande mémorise l état d alarme pendant une heure pour éviter la mise en repos accidentelle de la fonction BAES des blocs [BAES + BAEH] en cas de nouvelle coupure d alimentation générale. La LED rouge signale l état d alarme incendie. En cas de réarmement anticipé (<1 heure) de l alarme incendie (essais, fausse alarme, déclenchement intempestif), désactiver l état d alarme de la télécommande en appuyant sur la touche 4

5 Coupure de l éclairage et mise au repos des blocs à distance avec interrupteur à clé (Mosaic réf non fourni) ou par automatisme L N Réf Disjoncteur télécommande Disjoncteur général d éclairage Contacteur éclairage OPTION OPTION Commande à distance Interrupteur à clé Mosaic réf ou Céliane réf (non fourni) Disjoncteurs d éclairage Interrupteurs à clé (en cascade) Mosaic réf ou Céliane réf (non fourni) OPTION 3 Contact sec inverseur programmateur ou automate Interrupteurs d éclairage normal BAES Evacuation BAES Ambiance/ Anti-panique 5

6 Mise au repos automatique des blocs après de coupure volontaire de l éclairage L N Disjoncteur général d éclairage Contacteur éclairage Disjoncteur télécommande Programmateur horaire ou automate Disjoncteurs d éclairage Réf Important : L alimentation de la télécommande doit être absolument prise sur l alimentation générale des circuits d éclairage afin d éviter tout risque de mise au repos automatique des blocs, en cas de coupure d alimentation de ces circuits d éclairage. Interrupteurs d éclairage normal BAES Evacuation BAES Ambiance/ Anti-panique 6

7 Extension d installation au-delà de 300 blocs autonomes d éclairage de sécurité L N Disjoncteur télécommande Disjoncteur télécommande Réf Réf blocs maximum 300 blocs maximum 7

8 Mise au repos par zone d une installation comportant plusieurs zones d exploitation BAES Evacuation Réf Commande locale de mise au repos ÉTAGE 3 Commande à distance 1 4 éventuelle par interrupteur à clé Mosaic 3 2 réf ou Céliane réf (non fourni) Réf Commande locale de mise au repos ÉTAGE 2 Commande à distance 1 4 éventuelle par interrupteur à clé Mosaic 3 2 réf ou Céliane réf (non fourni) Locaux communs : couloirs, cage d escalier,... Réf Commande locale de mise au repos ÉTAGE 1 Commande à distance 1 4 éventuelle par interrupteur à clé Mosaic 3 2 réf ou Céliane réf (non fourni) Commande générale de mise au repos de toute l installation réf Locaux communs : entrée d établissement,... 8

9 Accessoires Report de télécommande à l aide de la référence B. A. E. S A L L U M A G E E X T I N C T I O N 2 m max. Maintenance Attention : Toute intervention doit être effectuée HORS TENSION l e g r a n d Certains modèles d accumulateurs qui équipent cette télécommande contiennent du cadmium ( batterie Ni-Cd ) pouvant être dangereux pour l environnement. Les distributeurs partenaires LEGRAND reprennent ces accumulateurs usagés. 9

10

11 Telemando multifunciones de seguridad no polarizado para emergencias R Características técnicas Alimentación.... : 230 VA 50 Hz 15 ma Capacidad de las bornas : 2 X 1,5 mm 2 Fijación... : en raíl omega Dimensiones.... : 4 módulos (70 mm) Tensión de salida telemando... : MBTS Batería... : 9 V tecnología Ni-Cd o Ni-MH Capacidad de telemando.... : 300 emergencias máx. Principio de funcionamiento Este telemando multifunciones de seguridad permite : - controlar desde un solo punto la puesta en reposo (o el retorno a funcionamiento de emergencia) del conjunto de las emergencias de un establecimiento después de quitar tensión al alumbrado normal. - controlar en una sola maniobra, a distancia, el corte del alumbrado normal y la puesta en reposo de las emergencias (por interruptor con llave Mosaic ref , no suministrado), - realizar un test de continuidad de la línea de telemando sin encender las emergias autotest, - verificar el encendido de las emergencias sin corte del alumbrado normal, - controlar a distancia instalaciones superiores a 300 emergencias autotest mediante el añadido de un segundo telemando idéntico en cascada.

12 Descripción Alimentación general 230 VA Señalización de telemando (LED verde) Mando de extinción Mando de encendido Configuración para la sustitución del antiguo telemando Entrada para extensión de telemando Salida telemando 12

13 Utilización Puesta en reposo de las emergencias, sin tensión de red 1) En horario de cierre del establecimiento : puesta fuera de tensión del alumbrado normal. - Una pulsación de la tecla pone las emergencias en reposo (evita descargar los acumuladores después de la interrupción voluntaria del alumbrado normal). - Una pulsación de la tecla pone las emergencias en funcionamiento. Estos dos mandos se confirman por el parpadeo del LED verde. 2) Reanudación de la actividad del establecimiento : puesta en tensión nuevamente del alumbrado normal - Las emergencias vuelven automáticamente a estado de vigilancia. Test de continuidad de la línea del telemando en referencias autotest - Con tensión de red, una pulsación de la tecla lanza un test de continuidad de la línea de telemando. - La verificación de la buena continuidad de la línea de telemando se confirma por el parpadeo de los LEDs verde y amarillo en cada emergencia. - El test de continuidad se puede interrumpir mediante una pulsación de la tecla y luego de la tecla (en caso contrario, el test de continuidad se interrumpe automáticamente al cabo de una duración mínima de una hora). Verificación del encendido de las emergencias autotest En todo momento, el telemando permite encender todas las emergencias para verificar su buen funcionamiento, sin interrumpir el alumbrado del establecimiento. - Una pulsación de la tecla pone las emergencias en funcionamiento de emergencia. - Una pulsación de la tecla pone las emergencias en estado de vigilancia (fin de la verificación). Modificación de la hora de test del conjunto de las emergencias autotest En algunos casos, por razones de explotación (cines, salas de espectáculos, etc ) es posible elegir una hora de test particular para el conjunto de las emergencias de la instalación. En la nueva hora de test seleccionada, pulsar simultáneamente las dos teclas y (confirmado por el parpadeo rápido del LED verde). Nota : El día de los tests se fijará aleatoriamente para cada una de las emergencias, con el fin de garantizar que un mínimo de emergencias se prueben al mismo tiempo. 13

14 Cableado 230 VA Réf Magnetotérmico general de alumbrado Magnetotérmico telemando Magnetotérmico alumbrado L31 G5 Interruptor de alumbrado normal 14

15 Extensión de instalación por encima de 300 emergencias L N Magnetotérmico telemando Magnetotérmico telemando Ref Ref emergencias máximo 300 emergencias máximo 15

16 Mantenimiento Atención : Toda intervención debe efectuarse FUERA DE TENSIÓN l e g r a n d Ciertos modelos de baterías que lleva este telemando contienen cadmio (baterías de Ni-Cd) y pueden ser peligrosos para el medio ambiente. Los distribuidores Legrand recogerán esas baterías usadas. 16

17 Telecomando multifunções de segurança não polarizado para blocos autónomos de iluminação de segurança R Características técnicas Alimentação... : 230 VA 50 Hz 15 ma Capacidade dos terminais : 2 X 1,5 mm 2 Fixação.... : em calha ómega Dimensões... : 4 módulos (70 mm) Tensão de saída telecomando... : MBTS Batterie... : 9 V tecnologia Ni-Cd ou Ni-MH Capacidade de telecomando.... : 300 blocos máximo Princípio de funcionamento Este telecomando multifunções de segurança permite : - comandar de um único ponto a colocação em repouso (ou o recomeço do funcionamento de emergência) de todos os blocos autónomos de iluminação de segurança de um estabelecimento, depois de desligar a alimentação da iluminação normal, - comandar com uma única manobra, a distância, o corte da iluminação normal e a colocação em repouso dos blocos (por um interruptor com chave Mosaic ref , não fornecido), - comandar a colocação em repouso automática dos blocos no caso de corte da iluminação pelo relógio ou automatismo, - comandar a colocação em repouso por zona de uma instalação que comporta várias zonas de exploração, - realizar um teste de continuidade da linha de telecomando sem acender os blocos, - verificar o acender dos blocos sem corte da iluminação normal, - telecomandar instalações superiores a 300 blocos acrescentando um segundo telecomando idêntico em cascata.

18 Descrição Alimentação geral 230 VA Detecção da alimentação da iluminação normal Sinalização telecomando (LED verde) Comando de apagar ou parar o estado de alarme Sinalização do estado de alarme incêndio (LED vermelho) commando de acender Contacto NF de comando do contactor de iluminação Comando à distância / Transferência de telecomando Entrada para extensão de telecomando Entrada contacto NF de disparo de alarme incêndio Saída telecomando 18

19 Utilização Colocação em repouso dos blocos, ausência de alimentação rede 1) Interrupção da exploração do estabelecimento : desligar a iluminação normal - Uma pressão no botão coloca os blocos em repouso (evitar descarregar os acumuladores depois da interrupção voluntária da iluminação normal). - Uma pressão no botão coloca de novo os blocos em funcionamento.. Estes dois comando são confirmados pelo piscar de LED verde. 2) Recomeço da exploração do estabelecimento : ligar a tensão da iluminação normal - Os blocos entram automaticamente em estado de standby. Teste de continuidade da linha telecomando - Com energia da rede, uma no pressão no botão inicia um teste de continuidade da linha de telecomando. - A verificação da boa continuidade da linha de telecomando é confirmada pelo piscar dos LEDs verde e amarelo em cada bloco. - O teste de continuidade pode ser interrompido premindo o botão e depois o botão (Caso contrário, o teste de continuidade interrompe-se automaticamente após um período mínimo de uma hora). Verificação do acender dos blocos Em qualquer momento, o telecomando permite acender todos os blocos autónomos de iluminação de segurança para verificar o bom funcionamento, sem interromper a iluminação do estabelecimento. - Uma pressão no botão põe em funcionamento os blocos de emergência. - Uma pressão no botão coloca os blocos em standby (fim da verificação). Modificação da hora de teste de todos os blocos Em certos casos, por motivos de exploração (cinemas, salas de espectáculos ), é possível escolher uma hora de teste particular para todos os blocos da instalação. Na nova hora de teste decidida, premir simultaneamente os dois botõ e confirmado pelo piscar rápido do LED verde). Nota : O dia dos testes será fixado aleatoriamente para cada um dos blocos, de modo a garantir que um número mínimo de blocos seia testado ao mesmo tempo. 19

20 Cableado 230 VA Réf Disjuntor geral de iluminação Disjuntor telecomando Disjuntor iluminação L31 G5 Interruptor de iluminação normal 20

21 Corte da iluminação e colocação em repouso dos blocos à distância por meio de interruptor com chave (Mosaic ref não fornecido) ou por automatismo L N Ref Disjuntor telecomando Disjuntor geral de iluminação Contactor iluminação OPÇÃO OPÇÃO Comando à distância Interruptor com chave Mosaic ref ou Céliane ref (não fornecido) Disjuntor iluminação Interruptor com chave (em cascata) Mosaic ref ou Céliane ref (não fornecido) OPÇÃO 3 Contacto seco inversor programador ou automatismo Interruptor de iluminação normal BAIES Evacuação BAIES Ambiente/ Antipânico 21

22 Colocação em repouso automática dos blocos no caso de corte da iluminação por programador horário ou automatismo L N Disjuntor geral de iluminação Contactor iluminação Disjuntor telecomando Programador horário ou automatismo Ref Disjuntor iluminação Importante : O telecomando deve alimentado a montate do contactor, de modo a evitar qualquer risco de colocação em repouso automática dos blocos, em caso de corte da alimentação desses circuitos de iluminação. Interruptor de iluminação normal BAIES Evacuação BAEIS Ambiente/ Antipânico 22

23 Extensão de instalação além de 300 blocos autónomos de iluminação de segurança L N Disjuntor telecomando Disjuntor telecomando Ref Ref blocos máximo 300 blocos máximo 23

24 Colocação em repouso por zona de uma instalação que comporta vírias zonas de exploração BAIES Evacuação Ref Comando local de colocação em repouso ANDAR 3 Comando à distância 1 4 eventual por interruptor com chave Mosaic ref ou 3 2 Céliane ref (não fornecido) Ref Comando local de colocação em repouso ANDAR 2 Comando à distância 1 4 eventual por interruptor com chave Mosaic ref ou 3 2 Céliane ref (não fornecido) Locais comuns : corredores, caixa de escado, etc. Ref Comando local de colocação em repouso ANDAR 1 Comando à distância eventual por interruptor 1 4 com chave Mosaic ref ou 3 2 Céliane ref (não fornecido) Comando geral de colocação em repouso de toda a instalação ref Locais comuns : entrada de estabele-cimento, etc 24

25 Acessórios Transferência de telecomando por meio da referência B. A. E. S A L L U M A G E E X T I N C T I O N 2 m max. Manutenção Atenção : Todas as intervenções devem ser efectuadas SEM TENSÃO l e g r a n d Certos modelos de acumuladores que equipam este telecomando contêm cádmio (bateria Ni-Cd) e podem ser perigosos para o ambiente. Os distribuidores parceiros LEGRAND retomam esses acumuladores usados. 25

26

27

28

Télécommande standard non polarisée 0 039 01

Télécommande standard non polarisée 0 039 01 01 Télécommande standard non polarisée R Caractéristiques techniques Alimentation...:230 V± 50/60 Hz 10 ma Capacité des bornes : 2 X 1,5 mm 2 Fixation...:surrailoméga Encombrement.... : 4 modules (70 mm)

Leia mais

Telecomando multifunções de segurança não polarizado para blocos autónomos de iluminação de segurança

Telecomando multifunções de segurança não polarizado para blocos autónomos de iluminação de segurança Telecomando multifunções de segurança não polarizado para blocos autónomos de de segurança R 039 00 Características técnicas Alimentação... : 230 VA 50 Hz 15 ma Capacidade dos terminais : 2 X 1,5 mm 2

Leia mais

Língua Estrangeira: FRANCÊS L alarme intelligente Finis les hurlements intempestifs, elle reconnaît les cambrioleurs Les alarmes, c est bien pratique Sauf quand ça se met à hurler à tout bout de champ

Leia mais

ILUMINAÇÃO DE SEGURANÇA

ILUMINAÇÃO DE SEGURANÇA ILUMINAÇÃO DE CIRCULAÇÃO OU DE EVACUAÇÃO Tem como objectivo permitir a evacuação das pessoas em segurança, garantindo ao longo dos caminhos de evacuação condições de visão e de evacuação adequadas e possibilitar

Leia mais

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Características Quatro zonas com capacidade de teste/isolamento. Dois circuitos de alarme com possibilidade de isolamento. Fonte de alimentação

Leia mais

RECHARGEABLE PORTABLE SOUND SYSTEM WITH USB-MP3 & VHF MIC

RECHARGEABLE PORTABLE SOUND SYSTEM WITH USB-MP3 & VHF MIC RECHARGEABLE PORTABLE SOUND SYSTEM WITH USB-MP3 & VHF MIC SYSTEME DE SONORISATION PORTABLE RECHARGEABLE AVEC LECTEUR USB-MP3 & MICRO VHF SISTEMA DE SOM PORTÁTIL RECARREGÁVEL COM USB-MP3 & MICROFONE VHF

Leia mais

Radio / CD. Honolulu CD50. Installation instructions Notice de montage Instrucciones de instalación Instruções de de montagem

Radio / CD. Honolulu CD50. Installation instructions Notice de montage Instrucciones de instalación Instruções de de montagem Radio / D Honolulu D50 Installation instructions Notice de montage Instrucciones de instalación Instruções de de montagem Installation instructions Notice de montage Instrucciones de instalación Instruções

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Central de Iluminação de Emergência 12 V(cc), 20 A, com Capacidade de 240 W. Código AFB240 A central de iluminação de emergência é alimentada pela rede elétrica predial (110 ou 220 volts) e também possui

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FAP2 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 2 zonas de detecção,

Leia mais

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável Manual Utilização Central Detecção Incêndio JUNIOR-NET CSA v.4 Sistema Analógico Endereçável Modelo com aprovação das normas EN54PT2 e PT4 1999 GFE 1/5 Legenda da Central: 1 33 32 2 3 31 30 4 10 5 29 28

Leia mais

puertas enrollables de persiana rideaux métalliques portões de persiana

puertas enrollables de persiana rideaux métalliques portões de persiana 04 puertas enrollables de persiana portões de persiana Pág. 42 Pág. 43 40 puertas enrollables de persiana portões de persiana 04 Pág. 44 Pág. 15-17 41 04 puertas enrollables de persiana portões de persiana

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FP4 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 4 zonas de detecção,

Leia mais

2 Zonas com capacidade de teste e inibição. 2 Circuitos de sirenes com capacidade de inibição. Fonte de alimentação de 24V/400mA com bateria de

2 Zonas com capacidade de teste e inibição. 2 Circuitos de sirenes com capacidade de inibição. Fonte de alimentação de 24V/400mA com bateria de Central de Detecção de Incêndio de 2 Zonas Características 2 Zonas com capacidade de teste e inibição. 2 Circuitos de sirenes com capacidade de inibição. Fonte de alimentação de 24V/400mA com bateria de

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança CHANDER FIRE DO BRASIL equipamentos de segurança www.chanderfiredobrasil.com.br SISTEMA ENDEREÇÁVEL CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS Especificações Técnicas: - Alimentação primária: 110V ou 220V AC

Leia mais

PORTUGUÊS_PT. 2- Considerações prévias à programação GENERALIDADES

PORTUGUÊS_PT. 2- Considerações prévias à programação GENERALIDADES MPRC Mando programador para radiadores serie C Programmer-control for C range radiators Commande de programmation pour radiateurs de la serie C Controlo programador para radiadores série C Manual de instalación.

Leia mais

Declaração de conformidade regulamentar

Declaração de conformidade regulamentar Declaração de conformidade regulamentar Declaração de conformidade com as diretivas e normas da UE Modelo N905 e Modelo N905B Modelo N905C A declaração de conformidade pode ser consultada em www.kobo.com/userguides

Leia mais

idav RENAULT VERSÃO PORTUGUÊS

idav RENAULT VERSÃO PORTUGUÊS Manual de atualização do rádio Media NAV ULC Duster, 26/04/203 Page of 0 VERSÃO PORTUGUÊS O software do rádio está em constante evolução. E, como é de se esperar, as versões mais recentes corrigem alguns

Leia mais

TA ISA V1.0 Alarme Instalações Sanitárias Acessíveis

TA ISA V1.0 Alarme Instalações Sanitárias Acessíveis Descrição Geral TA ISA V1.0 Alarme Instalações Sanitárias Acessíveis O TA ISA foi concebido para cumprir a legislação em vigor nomeadamente o DL. 163/2006 no seu art. 2.9.15 abaixo transcrito. Possui no

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Central de Detecção e Alarme Contra Incêndio V260 Imagem Central V260 36 Laços Manual de Instalação Leia atentamente o manual antes do manuseio do equipamento ÍNDICE 1 COMANDOS E SINALIZAÇÕES DA CENTRAL

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D MANUAL DO USUÁRIO STK 728U, STK 738U e STK 748 Apostila elaborada pelo Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D Proibida a reprodução não autorizada 2014 1 OPERANDO O SISTEMA COMO USUÁRIO Teclado

Leia mais

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 1 Sistema DaisaTest Índice 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 3.1 Instalação e guia para a cablagem 3.2 Luminárias de emergência

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

MarkWare Facility Identification Software

MarkWare Facility Identification Software English TABLE OF CONTENTS Arrows...3 Exit...4 Fasteners...5 Fire safety...6 First aid & rescue...7 Hazmat diamond...8 Hazmat HSID...9 Hazmat transport...10 Hazmat triangle...11 Hazmat-WHMIS-SIMDUT...12

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG

MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG MANUAL DE INSTALAÇÃO QTA-GMG 1º verificar o nível de água do radiador, e ligue os cabos da bateria. 2º verificar o nível do óleo do motor 3º Ligação da rede ao painel.. Dentro do painel, na parte superior

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final)

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) 1 - INTRODUÇÃO: CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) Trata-se de uma sistema de alarme de incêndio para utilização onde há somente acionadores manuais e sirenes convencionais, não

Leia mais

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014

PAAES/UFU 2ª Etapa Subprograma 2011-2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PAAES 2ª ETAPA SUBPROGRAMA 2011/2014 24 de fevereiro de 2013

Leia mais

Eunice CRUZ Gestora de produto de Segurança e Sistemas de Gestão de Edifícios

Eunice CRUZ Gestora de produto de Segurança e Sistemas de Gestão de Edifícios Eunice CRUZ Gestora de produto de Segurança e Sistemas de Gestão de Edifícios Introdução à Solução de Gestão de Iluminação Legrand MUNDO MAIS VERDE... MUNDO MAIS VERDE... MUNDO MAIS VERDE... As práticas

Leia mais

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo.

As questões de 01 a 05, cujas respostas deverão ser redigidas EM PORTUGUÊS, referem -se ao texto abaixo. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL

FAIRTRADE LABELLING ORGANIZATIONS INTERNATIONAL A: Tous les acteurs de la filière du Commerce Equitable certifiés pour la mangue, la banane, la pulpe d araza / Produtores e Comerciantes certificados da manga, da banana e da polpa de araza de CJ Tous

Leia mais

KBR - A Solução Definitiva. KBR Eletrônica Ltda.

KBR - A Solução Definitiva. KBR Eletrônica Ltda. KBR Eletrônica Ltda. KBR - A Solução Definitiva Iluminação de emergência Alarme de incêndio Luminária fluorescente para acendimento em tensão contínua (VCC) Inversor para lâmpada fluorescente Reator eletrônico

Leia mais

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária

Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Bienvenue au Cours Préparatoire Bemvindos à Primária Ce qui ne change pas O que não se altera entre o pré-escolar e o 1º ano no LFIP L organisation administrative/a organização administrativa -Les contacts

Leia mais

Sistemas Terciários. Hotéis, Soluções Globais Soluções KNX adaptadas a cada área do hotel. Nuno Carvalho

Sistemas Terciários. Hotéis, Soluções Globais Soluções KNX adaptadas a cada área do hotel. Nuno Carvalho Sistemas Terciários Hotéis, Soluções Globais Soluções KNX adaptadas a cada área do hotel Nuno Carvalho Introduction Desafios dos edifícios Conforto Segurança Comunicação Eficiência energética Evolutivos

Leia mais

Informações Técnicas Informaciones Técnicas

Informações Técnicas Informaciones Técnicas Informações Técnicas Informaciones Técnicas KT-180-1 BR Controle de alimentação do Óleo INT265 Modelos: 4VCS-6.2(Y).. 4NCS-20.2(Y) a partir do número de série 166811090 4 C-3.2(Y).. 4CC-9.2(Y) com tampa

Leia mais

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012

Annales zéro baccalauréat 2013. Bac L - LV2. Ressources pour la classe de terminale. Portugais. Novembre 2012 éduscol Annales zéro baccalauréat 2013 Ressources pour la classe de terminale Bac L - LV2 Portugais Ces documents peuvent être utilisés et modifiés librement dans le cadre des activités d'enseignement

Leia mais

EDIFÍCIO MARAVILHA JUNHO/2009

EDIFÍCIO MARAVILHA JUNHO/2009 INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS GERAIS JUNHO/2009 POSTO DE SECCIONAMENTO E TRANSFORMAÇÃO CENTRAL GERADORA DE EMERGÊNCIA SISTEMAS DE ALIMENTAÇÃO ININTERRUPTA COMPENSAÇÃO DO FACTOR DE POTÊNCIA QUADROS ELÉCTRICOS

Leia mais

ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM

ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM Art. 701869 ALARME SANSET 101 ALARME SandSET 101 (Dispositivo de alarme de níveis de lamas e de gorduras) ESQUEMA DE MONTAGEM Versão 02_Set.08 1 Art. 701869 SandSET 101 Dispositivo de alarme ACO Passavant,

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança Actuador regulador universal 1 canal, 50-210 W com entrada binária N.º art. 3210 UP Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí

Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí Start Here Comece aqui Mise en route Empezar aquí 1 Install the software (required for full functionality). Instale o software (necessário para funcionalidade total). Installez le logiciel (requis pour

Leia mais

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA UTP MINI MANUAL DO USUÁRIO Quadro de Distribuição Completo 1 DISJUNTOR 2 FONTE PRIMÁRIA VT200 3 BATERIAS (4) 4 PD 02 MINI 5 PD 03 MINI QUADRO COMPLETO: Equipado por, uma Fonte Primária nobreak

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201 CENTRAL DE ALARME COM FIO AW201 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de 1 setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado; Tempo de

Leia mais

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência.

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE ALARME Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO 1. OPERAÇÕES BÁSICAS DO ALARME

Leia mais

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento Labkotec Oy Myllyhaantie 6 FI-33960 PIRKKALA FINLAND Tel: + 358 29 006 260 Fax: + 358 29 006 1260 19.1.2015 Internet: www.labkotec.fi 1/12 GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante

Leia mais

Beem Light. Manual de Operações

Beem Light. Manual de Operações Beem Light Manual de Operações Características Lâmpada de Sinalização Interna Suporte de 16 Sensores Wireless 1.000.000 de Códigos RF para alta segurança Comunicação e Controlo por Telemóvel Envio de alarme

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

Expansion Digital Unit - EDU Unidad de Expansión Digital - EDU Unidade de Expansão Digital - EDU

Expansion Digital Unit - EDU Unidad de Expansión Digital - EDU Unidade de Expansão Digital - EDU Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Expansion Digital Unit - EDU Unidad de Expansión Digital - EDU Unidade de Expansão Digital - EDU SRW 01-EDU Installation, Configuration and

Leia mais

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES

EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES Encontros Acadêmicos de São Paulo 23/09/2005 EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS E DUPLOS DIPLOMAS EQUIVALENCES DE CRÉDITS ET DOUBLE DIPLÔMES EQUIVALÊNCIAS DE CRÉDITOS Aproveitamento de estudos realizados em outra

Leia mais

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO

REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO REDE CABEADA CFTV MANUAL DO USUÁRIO Sumário Página 4: Quadro completo Disjuntores Transformador isolador Protetor elétrico Fonte primária VT CFTV Funcionalidades Baterias Página 6: Ponto de distribuição

Leia mais

MANUAL REDE CABEADA UTP

MANUAL REDE CABEADA UTP MANUAL REDE CABEADA UTP volt.ind.br 1-QUADRO COMPLETO 2-DISJUNTOR 3-PROTETOR ELÉTRICO 4-FONTE PRIMÁRIA VT 800 5-BATERIAS 6-PD (PONTO DE DISTRIBUIÇÃO) volt.ind.br Pág. 1 1-QUADRO COMPLETO: Equipado por

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança CHANDER FIRE DO BRASIL Equipamentos de Segurança SISTEMA ENDEREÇÁVEL: Central Endereçável Especificações Técnicas: - CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS - Alimentação primária: 110V ou 220V AC - 60Hz

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO MODELO DFOL

MANUAL DO PRODUTO MANUAL DO PRODUTO MODELO DFOL DETECTOR DE FUMAÇA ÓTICO LINEAR MODELO DFOL PARA MÉDIOS E GRANDES SISTEMAS IDEAL PARA GALPÕES ALCANCE DE 20 A 100 METROS ÁREA DE COBERTURA MÁXIMA 14x100M² ECONOMIA NA INSTALAÇÃO EM GRANDES ÁREAS ONDE SE

Leia mais

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E

PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E FRANCÊS 12.ºANO NÍVEL DE CONTINUAÇÃO PROVA DE EXPRESSÃO ORAL E Esta prova desenvolve-se em três partes e tem uma duração aproximada de 20 minutos para cada grupo de dois alunos. Domínios de referência

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Mini Sirene Eletrônica Audiovisual Um Toque Iluminação a LED - Para Pequenas e Médias Áreas - Código: AFMSF A sirene audiovisual de alarme código AFMSF é um equipamento que deve ser instalado no teto ou

Leia mais

FORIXTM MODERNA E VERSÁTIL O ESSENCIAL PARA A INSTALAÇÃO SALIENTE

FORIXTM MODERNA E VERSÁTIL O ESSENCIAL PARA A INSTALAÇÃO SALIENTE FORIXTM MODERNA E VERSÁTIL O ESSENCIAL PARA A INSTALAÇÃO SALIENTE ESPECIALISTA MUNDIAL EM INFRAESTRUTURAS ELÉTRICAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO PARA EDIFÍCIOS FORIX MODERNA O ESSENCIAL PARA Adapta-se a

Leia mais

Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64

Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64 Sumário Páginas Instalação da sua máquina de lavar louça...59-64 Colocação a nível regulação dos pés...59 Protecção anti-embaciamento...59 Revestimento da porta...60 Equilibragem da porta...60 Fixação

Leia mais

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França

Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Bienvenue à l'ecole en France Bemvindo à escola em França Ses objectifs / OBJECTIVOS Éduquer pour vivre ensemble -> Educar para viver juntos Portugais Português Instruire pour comprendre aujourd hui, construire

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL Módulos para automação Características gerais - Processamento independente - Possui alerta sonoro e luminoso de falta de conexão - Não precisa ser configurado (Plug and

Leia mais

TEW-T1. Detector Wi-Fi 2.4 GHz Guia do Usuário. Version 05.23.06

TEW-T1. Detector Wi-Fi 2.4 GHz Guia do Usuário. Version 05.23.06 TEW-T1 Detector Wi-Fi 2.4 GHz Guia do Usuário Version 05.23.06 Copyright 200 6. All Rights Reserved. TRENDware International, Inc. Índice Português... 1. Preparar para Instalação... 2. Detalhes do Produto...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES SS CONTROLADOR DE ENERGIA REATIVA Computer-14d -xx - 144a MANUAL DE INSTRUÇÕES ( M 981 601 / 98C ) REGULADOR DE ENERGIA REATIVA COMPUTER- 14 d 2 1.- REGULADORES DE ENERGIA REATIVA COMPUTER-14d-144a Os

Leia mais

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321 PLUS

CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS-321 PLUS CENTRAL DE ALARME SEM FIO AS PLUS CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de zona mista, ou seja, aceita tanto sensores com fio como sensores sem fio. Tempo de sirene: 5 minutos com rearme automático.

Leia mais

CONNEXIONS SIMPLES CONEXÃO FÁCIL

CONNEXIONS SIMPLES CONEXÃO FÁCIL P guide du Des moteurs, des rupteurs, des lumières et des sons manual do KIT ELECTRONIQUE KIT ELETRÔNICO Motores, interruptores, luces, e som p. 2 p. 32 88 EXPÉRIE NC CES EXPERI E RIÊ NCIAS CONNEXIONS

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt SISTEMA AUTOMAÇÃO DE AUTOMAÇÃO SEGURANÇA SOM MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... EQUIPAMENTOS... Princípio de funcionamento... 5 RAMAÇÃO... 6 ESCOLHA DO COMANDO PARA BOTÕES... 6 ASSOCIAÇÃO

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

Software de aplicação Tebis

Software de aplicação Tebis 5 Software de aplicação Tebis TL304C V 1 x 4 entradas TL310A V 1 x 10 entradas TL302B V 1 x 2 entradas TL304B V 1 x 4 entradas Referência do produto TXA304 TXA310 TXB302 TXB304 Descrição Módulo 4 entradas

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters

Manual de instruções para carregadores de acumuladores. utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Manual de instruções para carregadores de acumuladores CCC 405 e CCC 410 24V/5A 24V/10A utilizados para carregar acumuladores de cadeiras de rodas e scooters Certified to EN60601-1 3 rd ed. Em conformidade

Leia mais

A formação do engenheiro para as próximas décadas

A formação do engenheiro para as próximas décadas Seminário Inovação Pedagógica na Formação do Engenheiro Universidade de São Paulo Maio de 2003 A formação do engenheiro para as próximas décadas Henrique Lindenberg Neto Escola Politécnica da Universidade

Leia mais

ori Portaria á su R al Time e U o dlauna M

ori Portaria á su R al Time e U o dlauna M M a nua ld o Usu á roi Portaria Re al Time Sumário Introdução... Especificações... 3 3 Ilustrações Portaria RT sem descarga de coletor... Portaria RT com descarga de coletor... Portaria RT TCP/IP... Portaria

Leia mais

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147

O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 VISTOS PARA MENORES O formulário de longa duração e o agendamento no seguinte endereço: http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/spip.php?rubrique147 Taxa do visto ( não reembolsável) : Paga em Reais (espece),

Leia mais

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments

X-MET8000. Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments QUALIDADE Confie, mas verifique: garanta a qualidade do produto com o último analisador de XRF portátil da Oxford Instruments Identificação rápida e confiável de ligas e composições elementares para: Controle

Leia mais

FRANCÊS INSTRUÇÕES 1 - ESTA PROVA CONTÉM 1 (UM) TEXTO SEGUIDO DE QUESTÕES DE COMPREENSÃO 2 - ESCOLHA E ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA, SEMPRE DE ACORDO COM O TEXTO EXISTE-T-IL DES RECETTES POUR ÊTRE HEUREUX?

Leia mais

Manual. Controle de motores via Bluetooth. William Trevine

Manual. Controle de motores via Bluetooth. William Trevine A Manual Controle de motores via Bluetooth 1 William Trevine Sumário 1 Introdução... 4 2 Características... 5 3 Instalação... 6 3.1 Alimentação... 7 3.2 Motores... 8 3.3 Liga e desliga... 9 3.4 Saídas

Leia mais

ELEMENTOS DE CONEXÃO ELEMENTOS DE CONEXIÓN

ELEMENTOS DE CONEXÃO ELEMENTOS DE CONEXIÓN ELEMETOS DE COEXÃO ELEMETOS DE COEXIÓ ÍDICE DA SEÇÃO ÍDICE DE LA SECCIÓ ELEMETOS FLAGEADOS UIDADES TERMIALES Flange de conexão 39 Unidad terminal Dimensões do flange de conexão 40 Dimensiones de la unidad

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR CENTRAL DE DETECÇÃO DE FUGAS DE GÁS E ÁGUAS ERAG V1.1

MANUAL DO UTILIZADOR CENTRAL DE DETECÇÃO DE FUGAS DE GÁS E ÁGUAS ERAG V1.1 MANUAL DO UTILIZADOR CENTRAL DE DETECÇÃO DE FUGAS DE GÁS E ÁGUAS ERAG V1.1 CONVENÇÕES: As funções serão referenciadas entre -, teclas entre -, sensores entre -, indicadores visuais entre - e sinais sonoros

Leia mais

CIRCUITO DE POTÊNCIA. Chaves com comando a distância

CIRCUITO DE POTÊNCIA. Chaves com comando a distância ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral DISPOSITIVOS DE COMANDO Índice 1 Objetivo... 1 2... 1 2.1 Generalidades......

Leia mais

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA Avenida Tiradentes, 501 - Torre 2 5 Andar - Sala 502 Jardim Shangrilá A - 86070-565 Londrina - PR Sumário 1. Introdução...4 1.1 Características...4

Leia mais

CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO. O agendamento do seu pedido de visto é feito através do site: http://saopaulo.ambafrance-br.

CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO. O agendamento do seu pedido de visto é feito através do site: http://saopaulo.ambafrance-br. CONSULADO GERAL DA FRANCA EM SAO PAULO (atualizado em : 29/08/2014) PEDIDO DE VISTO DE LONGA DURACAO (superior a 3 meses) MENORES ESCOLARIZADOS E DESACOMPAHADOS VIAGEMS ORGANIZADAS POR INTITUCOES OU AGENCIAS

Leia mais

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO Sistemas de iluminação, tomadas interiores, extracção de fumos, ar condicionado, centrais de intrusão e incêndio Regras de execução Elaboração: GTRPT Homologação:

Leia mais

Security Kit. Security Kit. Security Kit. Security Kit. See Reverse Side For Security Installation Instructions 8811-000008

Security Kit. Security Kit. Security Kit. Security Kit. See Reverse Side For Security Installation Instructions 8811-000008 Security Kit Security Kit See Reverse Side For 8811-000008 See Reverse Side For 8811-000008 Security Kit Security Kit See Reverse Side For 8811-000008 See Reverse Side For 8811-000008 1. Using security

Leia mais

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006

PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 ESCOLA PROVA GLOBAL DE 9º ANO DE ESCOLARIDADE FRANCÊS 3 2005-2006 I Lisez attentivement le texte ci-dessous et les questions pour avoir une vision globale de ce qu'on vous demande. Une eau pas très écolo!

Leia mais

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO AUTOMAÇÃO SEGURANÇA SOM SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... 4 EQUIPAMENTOS... 4 CONTROLOS E INDICAÇÕES... 5 CONFIGURAÇÃO ATRAVÉS DO OTC-CLIMA... 6 1. Ajuste de data

Leia mais

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1

Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS. Motor de correr. Página 1 Ler este manual antes da instalação OHMLINE 2009 DOMUS Motor de correr Página 1 Na instalação e utilização deve ter muita Atenção 1) Cuidado! Para sua segurança, é importante seguir todas as indicações

Leia mais

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PREVENTIVO CONTRA INCÊNDIO Responsabilidade e Compromisso com o Meio Ambiente 2 110766_MEMPCI_REFORMA_SALA_MOTORISTAS_R00 MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

TOMADAS E INTERRUPTORES

TOMADAS E INTERRUPTORES BORNES COM CONEXÃO AUTOMÁTICA 6110 11 6110 21 6120 11 6120 16 Interruptores Interruptores simples 20 6110 10 1 módulo borne automático 1 20 6110 00 1 módulo 1 10 6110 20 1 módulo com luz (1) 1 10 6120

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO ALÍVIO DE PRESSÃO INTERNA CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

Emb. Ref. 20 6110 10 1 módulo borne automático 1. 20 6110 00 1 módulo 1. 10 6110 20 1 módulo com luz (1) 1. 10 6120 10 2 módulos borne automático 2

Emb. Ref. 20 6110 10 1 módulo borne automático 1. 20 6110 00 1 módulo 1. 10 6110 20 1 módulo com luz (1) 1. 10 6120 10 2 módulos borne automático 2 6110 10 6120 10 6110 21 6120 16 Emb. Ref. 10 A - 250 V9 módulos 20 6110 10 1 módulo borne automático 1 20 6110 00 1 módulo 1 10 6110 20 1 módulo com luz (1) 1 10 6120 10 2 módulos borne automático 2 10

Leia mais

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado

Mateus Geraldo Xavier. Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral. Dissertação de Mestrado Mateus Geraldo Xavier Contribuição do Ensino Religioso no processo de educação da fé: um estudo teológico-pastoral Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Teologia do Departamento de Teologia

Leia mais

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença.

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença. Vasos de Pressão Vasos de Presión Criando soluções que fazem a diferença. 3 Utilização Utilización Os vasos de pressão Mebrafe respeitam rigorosamente as normas de projeto e fabricação estabelecidas em

Leia mais

SOLE. Mando extraíble con pantalla táctil Touch screen Comando a distancia com ecrã Touch screen

SOLE. Mando extraíble con pantalla táctil Touch screen Comando a distancia com ecrã Touch screen SOLE Mando extraíble con pantalla táctil Touch screen Comando a distancia com ecrã Touch screen Mando a distancia de larga duración con regulación de temperatura Comando a distancia de longa duração com

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES PRD 3L MANUAL DE INSTRUÇÕES LOCALIZAÇÃO DOS COMANDOS Antena telescópica Ligar/Desligar Botões de Memórias Indicador led de alarme Display (visor) Selector de banda e botão do relógio Botão de iluminação

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO

DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES ARA A INSTALAÇÃO 2 DCD Este produto foi testado em Gi.Bi.Di. verificando a correspondência perfeita das características ao normas vigentes.

Leia mais

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR.

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR. LUTRON Módulo de de Controlo do Motor Controlador de Motor CA 4 saídas Módulo de de Controlo do Motor O módulo de alimentação de controlo do motor consiste numa interface que disponibiliza a integração

Leia mais

Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes

Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes Conformidade regulatória e Informações de segurança importantes Você encontra a Certificação regulatória/marcas de aprovação para o seu dispositivo em Configurações > Sobre o dispositivo > Garantia e questões

Leia mais

Discador Celular D-Cell

Discador Celular D-Cell Discador Celular D-Cell Guia rápido de programação O discador celular D-Cell fornece um sistema seguro de comunicação entre o seu equipamento de alarme e você. Utiliza a infraestrutura de telefonia móvel

Leia mais

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho [ PROTEÇÃO E COMANDO ] Produtos e sistemas DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho 1 VANTAGENS Permite a montagem frontal de acessórios elétricos por encaixe simples Fácil conexão

Leia mais

Comando e Sinalização 3SB6. Catálogo resumido. www.siemens.com.br/botoes

Comando e Sinalização 3SB6. Catálogo resumido. www.siemens.com.br/botoes Comando e Sinalização 3SB6 Catálogo resumido www.siemens.com.br/botoes Dez 2012 SIRIUS dispositivos de comando e sinalização O crescente aumento da complexidade de máquinas e processos, promovem riscos

Leia mais