DESCRIÇÃO TÉCNICA DE SOFTWARE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRIÇÃO TÉCNICA DE SOFTWARE"

Transcrição

1 DESCRIÇÃO TÉCNICA DE SOFTWARE Soluções Fotogramétricas da Alezi Teodolini Referências: Documentação técnica oficial da Trimble Geospatial, Trimble s Inpho software e DATEM Systems International. Traduzido e Adaptado por Wimerson S. Bazan, Engenheiro Cartógrafo. Setembro de 2011 Av. Paulo VI, n 1952 CEP Sumaré São Paulo/SP Fone: * fax: Alezi Teodolini Fotogrametria e Serviços

2 Apresentação da Empresa Com mais de 35 anos de mercado a Alezi Teodolini é uma empresa líder no fornecimento de produtos e soluções para Topografia, Mapeamento e Fotogrametria, trazendo em seu portfólio tecnológico as marcas Trimble Geospatial, Trimble s Inpho software e DATEM Systems International. Softwares de Fotogrametria O sistema fotogramétrico INPHO (Trimble s Inpho software) fornece uma solução completa para todas as etapas de um projeto de Fotogrametria Digital, consistindo de ferramentas para georreferenciamento de blocos de imagens, geração de modelos digitais de terreno e superfície (MDT e MDS), edição de MDT e MDS, ortorretificação, mosaicagem e restituição fotogramétrica em ambiente 3D. Seus módulos podem ser adquiridos na forma de uma solução completa e consistente, ou ainda através de soluções modulares que podem ser facilmente incorporadas e adaptadas a qualquer fluxo de produção fotogramétrica, levando em conta o melhor custo beneficio. Devido à sua característica modular, pode ser customizado para atender às diversas demandas por produções de informação geoespacial. Todos os módulos são acompanhados do núcleo ApplicationsMaster do INPHO, que permite gerenciar, definir modelos de sensor, pré-processar imagens, além de acessar o DTM Toollkit. Os módulos do INPHO são classificados de acordo com os workflows GEORREFRENCIAMENTO, GEOCAPTURA, GEOMODELAGEM e GEOIMAGEAMENTO, conforme segue:

3 GEORREFERENCIAMENTO Compreende os módulos MATCH-AT e inblock, os quais abrangem todas as funcionalidades e recursos de ultima geração aplicados às tarefas de calibração de câmaras, ajustamento e aerotriangulação automática de blocos de imagens de qualquer tamanho, sobreposição ou geometria. GEOMODELAGEM Compreende os módulos DTMaster e SCOP++, constituindo um ferramental completo para modelagem de terreno e superfície, incluindo filtragem, visualização, edição e análise de nuvens de pontos MDS/DTM ilimitadas, geradas a partir de varredura laser por meio das técnicas de correlação de imagens (matching) GEOCAPTURA Compreende o módulo MATCH-T DSM, além do software Summit Evolution da DATEM Systems International. O MATCH-T DSM permite gerar nuvens de pontos densas e modelos de superfície a partir de blocos de fotografias aéreas fotográficas ou imagens de satélite. Já o Summit Evolution, destaca-se pela sua flexibilidade, precisão e alta produtividade alcançados nos processos de estereorestituição, diretamente sobre as plataformas AutoCAD, ArcGIS ou MicroStation. GEOIMAGEM Compreende os módulos OrthoMaster e OrthoVista que constituem ferramentas completas para geração de ortofotos e mosaicos de imagens aéreas digitais, ou de satélite, com rigorosos recursos para geração de true ortofotos, balanceamento de cores e detecção automática de linha de corte. Descrição dos módulos MATCH-AT O modulo MATCH-AT combina a mais alta tecnologia para a execução de aerotriangulação digital de maneira automática e precisa, sendo todos os passos completamente automatizados para que se alcance alta produtividade operacional. O fluxo de trabalho é fácil e intuitivo, o que permite executar com praticidade as tarefas de medição de GCPs (pontos de apoio), medição e transferência de Tie-Points, além do ajustamento dos blocos pelo processo de Bundle Adjustment. Todo processo é assistido por ferramentas de visualização gráfica que auxiliam na análise e controle de qualidade da aerotriangulação.

4 O MATCH-AT está disponível em duas diferentes versões, MATCH-AT (para câmaras de quadro) e MATCH-AT Pushbroom (para sensores de varredura linear). O módulo de triangulação pushbroom referencia diretamente os dados brutos de sensores de imageamento e unidades de navegação. Compreende um suporte rigoroso aos dados de sistema inercial GPS e IMU, incluindo calibração de boresight, além de correções shift e drift. O sistema integra um modulo de visualização estereoscópica multi-window para verificação e medida de pontos de controle e tie-points adicionais. Com a estratégia avançada de manipulação sub-block, caracteriza-se por atender a maioria dos projetos fotogramétricos que demandam por blocos com mais de 20 mil imagens 1. Apresenta ainda flexibilidade de interação podendo ser integrado a workflows de outros sistemas fotogramétricos inblock O inblock é parte do sistema de módulos do INPHO, distribuído juntamente com o núcleo ApplicationsMaster, sendo conhecido pelo seu avançado mecanismo de ajustamento, impressivamente flexível e altamente configurável com completo suporte para dados GPS e IMU, considerando além disso a opções para correções shift e drift, auto-calibração com parâmetros adicionais e detecção de erro grosseiro. Com a disponibilidade de Informações estatísticas completas, incluindo componentes de variância, precisão, medidas de confiabilidade interna e externa, entre outras, uma a análise completa e eficiente dos resultados é alcançada para o bloco. A existência de excelentes ferramentas para visualização gráfica facilita o trabalho de monitoramento dos resultados do ajustamento, que contam com opções de visualizações tradicionais (vetores, elipses, etc.), além de novos mecanismos (como por exemplo, sinalizações (Traffic Lights) que além de agilizar, simplificam a tarefa de inspeção dos dados. O módulo inblock é adequado para o ajustamento de blocos aéreos de qualquer tamanho, forma ou sobreposição, atendendo desde os mais simples até os mais complexos projetos de Fotogrametria. A flexibilidade de parametrização do ajustamento faz do inblock a ferramenta ideal para calibração de câmaras aéreas digitais. 1 O pacote educacional está restrito a 250 imagens de câmaras de quadro e 12 pushbroom além de não possuir o recurso de processamento em lote

5 MATCH-T DSM O módulo MATCH tem sido sinônimo de extração de MDT (Modelo Digital de Terreno) com alta precisão a partir de um poderoso processo de aquisição de modelos de superfície, mesmo em áreas urbanas e de florestas, com nuvens de pontos altamente densas, alcançáveis até então somente pelo uso da tecnologia LIDAR. A melhor precisão e confiabilidade são alcançadas pela aplicação do avançado processo de matching multi-imagem, além da filtragem dos dados. Todas as áreas de sobreposição entre as imagens são consideradas no processo, potencializando a abundância e confiabilidade das medidas. No modo MDS (Modelo Digital de Superfície), mesmo as ruas estreitas em áreas urbanas podem ser detectadas a partir de sobreposições mínimas de 60%. Os modelos de superfície gerados pelo MATCH-T DSM apresentam aspectos similares aos de um modelo LIDAR, sendo adequados às mais diversas aplicações, entre elas, a modelagem urbana. Além disso, o MATCH-T DSM apresenta recursos para remoção dos objetos non-ground, o que permite gerar MDTs a partir de métodos robustos de filtragem. A capacidade de produção tem sido expandida a partir da tecnologia de ultima geração, denominada multi-threading. A maior vantagem deste mecanismo é permitir que os computadores com múltiplos núcleos de processamento possam aproveitar todo o seu potencial, operando de forma mais rápida. Desta forma, o MATCH-T DSM tem sido designado ao atendimento da maioria das demandas de projetos fotogramétricos que fazem uso de blocos com mais de 20 mil imagens 2. Summit Evolution O software Summit Evolution da DATEM compreende uma estação de estereorrestituição digital com interface gráfica bastante amigável, permitindo a coleta de feições 3D diretamente no AutoCAD, ArcGIS ou MicroStation, fazendo parte do completo sistema fotogramétrico da INPHO. Uma gama de funcionalidades é oferecida através do DATEM Capture e Stereo Capture for ArcGIS para a coleta eficiente de feições, sendo estas funcionalidades partes integrantes do Summit Evolution. Os dados vetoriais coletados, ou importados de quaisquer sistemas GIS ou CAD, podem ser sobrepostos diretamente sobre as imagens, fornecendo uma excelente solução para as atividades de mapeamento, detecção de mudanças e atualização de dados GIS. 2 O pacote educacional está restrito a 250 imagens de câmaras de quadro e 12 pushbroom além de não possuir o recurso de processamento em lote

6 Um melhor desempenho no mapeamento pode ser alcançado com a edição automática dos dados coletados, o que inclui, entre várias outras funções, rotinas para generalização dos dados, checagem e edição automática de linha. É importante mencionar que o Summit Evolution não é restrito ao imageamento aéreo, mas também oferece recursos de coleta para imagens de fotogrametria a curta distância (close-range), satélite, radar interferométrico (IFSAR) e ortorretificadas. O Summit Evolution trabalha em um ambiente baseado em projeto, utilizando blocos de fotografias triangulados, gerados pelo módulo MATCH-AT, ou ainda por outros pacotes de softwares. Seu alto desempenho permite ao usuário navegar suavemente ao longo de um projeto inteiro e de qualquer tamanho, com carregamento automático dos estereomodelos ao longo das áreas percorridas no bloco. DTMaster O modulo DTMaster é parte do sistema fotogramétrico INPHO e fornece uma tecnologia atual para edição de MDT com agilidade e precisão, sendo oferecido como um editor de MDT monoscópico (DTMaster), ou como uma estação fotogramétrica para edição de MDT (DTMaster Stereo), contemplando ainda uma poderosa e eficiente ferramenta para controle de qualidade dos dados MDT/LIDAR em ambientes monoscópico e estéreo. Trata-se de uma tecnologia otimizada para que os processos de verificação, edição e classificação de projetos MDT sejam feitos com eficiência. Mais de 50 milhões 3 de pontos podem ser facilmente manipulados, o que permite a sobreposição dos dados MDT sobre grandes quantidades de ortofotos ou completos blocos de fotografias formando estereomodelos. Oferece também suporte ao controle de qualidade dos MDTs, com o uso de ferramentas altamente eficientes para visualização e checagem dos dados. O DTMaster tem sido designado ao atendimento da maioria das demandas de projetos fotogramétricos que fazem uso de blocos com mais de 20 mil imagens 4 e pode ser adquirido individualmente, ou como parte de uma solução completa para geração de MDT por Fotogrametria ou LIDAR. O pacote DTM Box combina o DTMaster Stereo com o módulo MATCH-T DSM, constituindo a solução do INPHO aplicada às tarefas de geração de MDT a partir de imagens aéreas ou se satélite. 3 Para o pacote educacional, algumas restrições poderão ser encontradas 4 O pacote educacional está restrito a 250 imagens de câmaras de quadro e 12 pushbroom além de não possuir o recurso de processamento em lote

7 Quanto ao BuildingGenerator do INPHO, trata-se de uma ferramenta opcional que pode ser utilizada para modelagem de edificações urbanas, além da extração vetorial destas feições, a partir de nuvens de pontos. SCOP++ O módulo SCOP++ foi projetado para manipular de maneira eficiente projetos de MDT de qualquer tamanho a partir de dados gerados por LIDAR, Fotogrametria dentre outras fontes. Proporciona uma incomparável qualidade na interpolação de MDTs, contando ainda com processos de filtragem, gerenciamento, aplicação e visualização. Comprovadamente, SCOP++ atende a maioria das demandas dos projetos de modelagem de terreno. Todos os módulos do SCOP++ foram desenvolvidos para processar centenas de milhões de pontos MDT. Com o seu sistema de banco de dados integrado, SCOP++ é a ferramenta ideal para projetos de grandes MDTs, que fazem cobertura de extensões territoriais em nível nacional. Trabalha com uma eficiente estrutura de dados híbridos e flexíveis métodos de interpolação avançada. Isso garante uma rigorosa consideração das breaklines, além de um processo qualificado de filtragem dos dados. O módulo SCOP++ apresenta uma estrutura orientada a tarefas, facilmente adaptável às necessidades dos clientes. Dentro desta estrutura, a aquisição do SCOP++ Kernel é obrigatória e as demais extensões opcionais. SCOP++ Kernel - permite gerar: Interpolações de MDTs com ou sem filtragem; curvas de nível com precisão cartográfica; perfilamento básico; visualizações Z-coding (hipsometria), Hill-shading (relevo sombreado) e de sobreposição de imagens sobre MDT, dentre outras funcionalidades; SCOP++ LIDAR - destaca-se pelos processos de filtragem para classificação de dados LIDAR, interpolação e eliminação de erros grosseiros; SCOP++ Visualizer - trata basicamente das visualizações perspectivas dos gráficos raster gerados pelo SCOP++ Kernel, ou modelos wire-frame, além de vistas panorâmicas; SCOP++ Analyzer - permite operações algébricas entre DTMs, cálculo de volumes, perfilamentosm geração de modelos e mapas de declividade, além da mosaicagem com feathering MDTs que se sobrepõem; SCOP++ Analyzer Sistema concebido para armazenar, gerenciar e arquivar MDTs que abrangem grandes extensões territoriais, permitindo selecionar e exportar, juntar, reamostrar e extrair partes de um MDT, dentre outras funcionalidades. Uma completa e ponderosa solução para filtragem, classificação, controle de qualidade e edição de dados LIDAR é oferecida com o pacote LIDAR Box, que inclui o SCOP++ Kernel, SCOP++ LIDAR e DTMaster. Esta solução é adequada para o processamento avançado de dados MDT além do processo robusto de filtragem

8 OrthoMaster O OrthoMaster é um software profissional da INPHO conhecido pela ortorretificação rigorosa de imagens digitais, oferecendo alto grau de automação e otimização que permitem alto desempenho na produção de ortofotos. Permite a geração de ortofotos de alta qualidade, com escala constante, utilizando como fontes de dados, imagens aéreas digitais, dados de orientação exterior e modelos digitais de terreno (MDT). É um software versátil que ser utilizado tanto com imagens individuais quanto com blocos completos de imagens. Além do rigoroso processo de retificação diferencial, realizado de forma totalmente automática, a retificação pode ser realizada com base em um plano caso o MDT seja indisponível. Apresenta integrado ao seu sistema o módulo gridding que possibilita a geração de MDTs sob demanda, a partir de um de pontos XYZ distribuídos arbitrariamente e breaklines. Em combinação com OrthoVista, é capaz de gerar true ortofotos e true ortomosaicos de modo que todos os objetos antrópicos (edifícios, pontes, etc.) são apresentados em suas verdadeiras posições, sem os deslocamentos devido ao relevo. Isto é possível graças ao cruzamento dos dados acerca dos obetos 3D da cena com o MDT básico, utilizando algoritmos avançados para a geração de true ortofotos. Adicionalmente, os true ortomosaicos com balanceamento de cor fornecem aos usuários um produto com maior qualidade radiométrica e geométrica. As true ortofotos são tipos de dados ideais para sistemas GIS, CAD e de mapeamento, além de ser uma excelente fonte de informações georreferenciados para uma variedade ampla de aplicações. O OrthoMaster também faz uso da tecnologia de ultima geração denominada multi-threading, permitindo que os computadores com múltiplos núcleos de processamento aproveitem todo o seu potencial, operando de forma mais rápida. Este módulo tem sido designado ao atendimento da maioria das demandas de projetos fotogramétricos que fazem uso de blocos com mais de 20 mil imagens 5. 5 O pacote educacional está restrito a 250 imagens de câmaras de quadro e 12 pushbroom além de não possuir o recurso de processamento em lote

9 OrthoVista OrthoVista é a mais poderosa ferramenta para geração profissional de mosaicos utilizada ao redor do mundo. Faz uso de técnicas avançadas de processamento de imagem para ajustar e combinar, automaticamente, ortofotos de qualquer fonte, em um mosaico único, homogêneo e balanceado. OrthoVista melhora a qualidade, eficiência e rentabilidade na produção de mosaicos de ortofotos digitais, fazendo parte do sistema fotogramétrico da INPHO. O OrthoVista compensa automaticamente uma gama de variações nas cores e intensidade das imagens, provenientes do processo de imageamento, calculando ajustes radiométricos para compensação dos efeitos visuais, tais como hot spots, efeitos de vinhete e variações de cores. Além disso, realiza um balanceamento de cores global denominado blockwide, ajustando imagens adjacentes para que combinem tanto na cor quanto no brilho. Deste modo, múltiplas ortofotos são utilizadas na geração de um único, homogêneo, balanceado, além de geometricamente perfeito, ortomosaico. Este software é projetado atender às demandas dos mais exigentes projetos fotogramétricos com tamanhos de bloco de mais de 20 mil imagens 6. Os módulos OthoMaster e OrthoVista constituem o pacote Ortho Box que oferece uma solução única e de alto desempenho para geração de mosaicos de ortofotos. Contatos Para fazer uma cotação ou obter maiores informações sobre as soluções de Fotogrametria da Alezi Teodolini contate a nossa equipe: Fernanda Pereira Consultora de Vendas Wimerson Sanches Bazan Engº Cartógrafo/Consultor Técnico Estamos à vossa disposição! 6 O pacote educacional está restrito a 250 ortofotos

VANT NAURU 500. Aspectos técnicos da aeronave, voo e processamento de dados

VANT NAURU 500. Aspectos técnicos da aeronave, voo e processamento de dados VANT NAURU 500 Aspectos técnicos da aeronave, voo e processamento de dados Objetivos da apresentação Fornecer informações básicas sobre o sistema NAURU 500, as possibilidades de aplicações e alternativas

Leia mais

EXPERIÊNCIAS EM FOTOGRAMETRIA COM VANT Terça-feira, 1 de Abril de 2014 08:48

EXPERIÊNCIAS EM FOTOGRAMETRIA COM VANT Terça-feira, 1 de Abril de 2014 08:48 EXPERIÊNCIAS EM FOTOGRAMETRIA COM VANT Terça-feira, 1 de Abril de 2014 08:48 1 comentário Eng. Manoel Silva Neto Departamento de Fotogrametria Mapeamento com VANT é amplamente aceito como um novo método

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão 01 Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão Rodrigo G. Trevisan¹; José P. Molin² ¹ Eng. Agrônomo, Mestrando em Engenharia de Sistemas Agrícolas (ESALQ-USP); ² Prof. Dr. Associado

Leia mais

MODERNAS TECNOLOGIAS PARA COLETA DE INFORMAÇÕES ESPACIAIS. Antonio Maria Garcia Tommaselli 1

MODERNAS TECNOLOGIAS PARA COLETA DE INFORMAÇÕES ESPACIAIS. Antonio Maria Garcia Tommaselli 1 MODERNAS TECNOLOGIAS PARA COLETA DE INFORMAÇÕES ESPACIAIS Antonio Maria Garcia Tommaselli 1 Abstract: The aim of this paper is to present the current status of the sensors for spatial data acquisition

Leia mais

VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40

VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40 VANTAGENS NO USO DAS IMAGENS DA CÂMARA ADS40 O constante desenvolvimento de sistemas aerotransportados para captação de imagens finalmente trouxe ao mercado os modernos sensores para captação de imagens

Leia mais

IV Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação Recife - PE, 06-09 de Maio de 2012 p. 001-009

IV Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação Recife - PE, 06-09 de Maio de 2012 p. 001-009 p. 001-009 GERAÇÃO DE BASE CARTOGRÁFICA DIGITAL A PARTIR DE PRODUTOS FOTOGRAMÉTRICOS PARA A GERAÇÃO DE ORTOFOTOCARTA, CARTA TOPOGRÁFICA E BANCO DE DADOS GEOGRÁFICOS O CASO DO PROJETO DE MAPEAMENTO DO ESTADO

Leia mais

VANT e fotogrammetria

VANT e fotogrammetria VANT e fotogrammetria Um piscar sobre a tecnologia Emanuele Traversari UFPE - 5 de Julho 2013 1 O que é um VANT O VANT é uma sigla para Veículo Aéreo Não Tripulado: é uma aeronave genérica, criada para

Leia mais

Processamento de Imagens de Sensores Orbitais e Aerotransportados. Michael Steinmayer SulSoft

Processamento de Imagens de Sensores Orbitais e Aerotransportados. Michael Steinmayer SulSoft Processamento de Imagens de Sensores Orbitais e Aerotransportados Michael Steinmayer SulSoft SulSoft Serv. De Proc. De Dados Ltda. Fundada em 1993. Sede em Porto Alegre. Foco em processamento digital de

Leia mais

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Eng. Ignacio de las Peñas CADIC - DMAPAS Dados básicos das empresas que formam o consórcio

Leia mais

GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS

GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS - Produtos Cartográficos - Geoprocessamento - Sistemas de Informações Geográficas (GIS) - Serviços de Mapas - Demo de um GIS aplicado na PMSP CARTOGRAFIA (conceitos)

Leia mais

ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS E GEOPROCESSAMENTO EM RODOVIAS

ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS E GEOPROCESSAMENTO EM RODOVIAS ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS E GEOPROCESSAMENTO EM RODOVIAS Furquim, Maysa P.O. de; Sallem F., Silas ESTEIO Engenharia e Aerolevantamentos S.A. Rua Dr. Reynaldo Machado, 1.151 - Bairro Prado Velho 80215-242

Leia mais

CONTROLE DE QUALIDADE e VALIDAÇÃO DE PRODUTO CARTOGRÁFICO

CONTROLE DE QUALIDADE e VALIDAÇÃO DE PRODUTO CARTOGRÁFICO CONTROLE DE QUALIDADE e VALIDAÇÃO DE PRODUTO CARTOGRÁFICO Editar dados em vários formatos e armazenar estas informações em diferentes sistemas é provavelmente uma das atividades mais comuns para os profissionais

Leia mais

SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE

SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE Prof. Luciene Delazari Grupo de Pesquisa em Cartografia e SIG da UFPR SIG Aplicado ao Meio Ambiente - 2011 GA020- SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE Prof. Luciene S. Delazari -

Leia mais

Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO

Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO Panorama do Sistema de Automação Topográfica - POSIÇÃO MundoGEO#Connect LatinAmerica 2013 18 a 20 de Junho São Paulo Brasil Apresentado por: Danilo Sidnei dos Santos Gerente e Desenvolvedor do Posição

Leia mais

Dados para mapeamento

Dados para mapeamento Dados para mapeamento Existem dois aspectos com relação aos dados: 1. Aquisição dos dados para gerar os mapas 2. Uso do mapa como fonte de dados Os métodos de aquisição de dados para o mapeamento divergem,

Leia mais

SIG - Sistemas de Informação Geográfica

SIG - Sistemas de Informação Geográfica SIG - Sistemas de Informação Geográfica Gestão da Informação Para gestão das informações relativas ao desenvolvimento e implantação dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica

Leia mais

Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas

Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas Introdução Com a atual popularização dos sistemas CAD, ficou muito fácil para usuários de cartografia carregarem um arquivo vetorial, oriundo de

Leia mais

Topografia de Alto Desempenho

Topografia de Alto Desempenho Topografia de Alto Desempenho Estações de Alta Tecnologia Eng. Rodrigo Eger Gerente de Produtos Santiago & Cintra www.santiagoecintra.com.br Introdução A Topografia Hoje... Cada vez mais necessitamos:

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO "Departamento de Licitações"

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CANOINHAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Departamento de Licitações PROCESSO N.º 02/2009 TOMADA DE PREÇOS N.º 0/2009 ANEXO IV CRONOGRAMA FÍSICO PRAZO DE EXECUÇÃO (MESES) ITEM DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS E SERVIÇOS o MÊS 2 o MÊS 3 o MÊS 4 o MÊS 5 o MÊS 6 o MÊS 7 o MÊS 8 o MÊS

Leia mais

Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul Aplicações CBERS na Universidade Federal do Rio Grande do Sul Pesquisas CBERS - UFRGS 2001: Início do projeto Participantes: - PPG-SR / CEPSRM - Instituto de Geociências Geodésia Geografia Geologia - Faculdade

Leia mais

Bases de Dados Geoespaciais: Conceitos e Tendências. Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com

Bases de Dados Geoespaciais: Conceitos e Tendências. Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com Sumário Dados e informações Base de dados Normatização dos Dados Banco de dados único Interoperabilidade de dados Tendências DADOS E INFORMAÇÕES Dados são observações

Leia mais

PRODUÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE MAPAS. Sensores aéreos e orbitais

PRODUÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE MAPAS. Sensores aéreos e orbitais PRODUÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE MAPAS Sensores aéreos e orbitais Pilares do Mapeamento 1. Resolução espacial e radiométrica 2. Cobertura multispectral 3. Geometria consistente 4. Automação e resposta rápida

Leia mais

MODELAGEM DIGITAL DE SUPERFÍCIES

MODELAGEM DIGITAL DE SUPERFÍCIES MODELAGEM DIGITAL DE SUPERFÍCIES Prof. Luciene Delazari Grupo de Pesquisa em Cartografia e SIG da UFPR SIG 2012 Introdução Os modelo digitais de superficie (Digital Surface Model - DSM) são fundamentais

Leia mais

INTRODUÇÃO AO USO DO ENVI EM SENSORIAMENTO REMOTO/SIG

INTRODUÇÃO AO USO DO ENVI EM SENSORIAMENTO REMOTO/SIG CURSOS PRESENCIAIS INTRODUÇÃO AO USO DO ENVI EM SENSORIAMENTO REMOTO/SIG Aplicações Básicas em Sensoriamento Remoto com a Utilização do Software ENVI PROPOSTA DO CURSO ENVI 100: O curso proposto visa a

Leia mais

SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO!

SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO! SOLUÇÕES NDT SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO! CONFORMIDADE COM OS CÓDIGO S Os operadores da tubulação e as empresas que prestam serviços de testes não destrutivos

Leia mais

F e r n a n d o P r i o s t e L a n d P r o M a d a l e n a F e r n a n d e s L a n d c o b a J o s é R e n a t o M a c h a d o S e r p e n

F e r n a n d o P r i o s t e L a n d P r o M a d a l e n a F e r n a n d e s L a n d c o b a J o s é R e n a t o M a c h a d o S e r p e n L E VA N TA M E N TO S P L A N I A LT I M É T R I C O S P O R L A S E R S C A N PA R A P R O J E TO S E X E C U T I V O S E C A DA S T R O D E R O D O V I A S F e r n a n d o P r i o s t e L a n d P r

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS NO SISTEMA DE GERÊNCIAMENTO DE REDES DA DISTRIBUIÇÃO CEMIG PROJETO GEMINI

UTILIZAÇÃO DE ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS NO SISTEMA DE GERÊNCIAMENTO DE REDES DA DISTRIBUIÇÃO CEMIG PROJETO GEMINI EDITE DO SOCORRO SILVA UTILIZAÇÃO DE ORTOFOTOCARTAS DIGITAIS NO SISTEMA DE GERÊNCIAMENTO DE REDES DA DISTRIBUIÇÃO CEMIG PROJETO GEMINI Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Geoprocessamento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br]

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] Introdução ao Geoprocessamento Conceitos básicos Componentes de um SIG Exemplos de aplicações Conceitos Geoprocessamento

Leia mais

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias SP I PR I DF Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk na ENG Revit 2011 - o software para projetos de edificações para agora

Leia mais

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências.

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências. TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS Tecnologia Geoprocessamento Sistemas de Informações Geográficas Sensoriamento Remoto Geociências Geofísica www.hexgis.com PIONEIRISMO E INOVAÇÃO Idealizada a partir

Leia mais

MICMAC: UMA ALTERNATIVA OPEN SOURCE PARA FOTOGRAMETRIA COM RPAS

MICMAC: UMA ALTERNATIVA OPEN SOURCE PARA FOTOGRAMETRIA COM RPAS Apenas Comunicação Oral Apenas Poster Comunicação Oral ou Poster X (Assinalar com X a opção de submissão desejada) MICMAC: UMA ALTERNATIVA OPEN SOURCE PARA FOTOGRAMETRIA COM RPAS Óscar Moutinho; Ana Rodrigues;

Leia mais

Nuvens de pontos e modelos tridimensionais a partir de fotografias

Nuvens de pontos e modelos tridimensionais a partir de fotografias Nuvens de pontos e modelos tridimensionais a partir de fotografias José Alberto Gonçalves, jagoncal@fc.up.pt Colaboração de: Nelson Pires, Sérgio Madeira Workshop em Fotogrametria e Varrimento por Laser

Leia mais

Consiste num sistema de recolha de dados de imagem e LIDAR (Light Detection and Ranging) montado num veículo

Consiste num sistema de recolha de dados de imagem e LIDAR (Light Detection and Ranging) montado num veículo O que é um Sistema de Mobile Mapping? Consiste num sistema de recolha de dados de imagem e LIDAR (Light Detection and Ranging) montado num veículo O que faz um Sistema de Mobile Mapping? Captura exata

Leia mais

Modelo Digital de Terreno - V 6.5

Modelo Digital de Terreno - V 6.5 TCP MDT Modelo Digital de Terreno - V 6.5 Versão Standard Introdução A Versão Estandar é apropriada para a realização de todo tipo de projetos de levantamentos topográficos, perfis de terreno, cálculo

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (I)

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (I) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS DISCIPLINA: LEB450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II PROF. DR. CARLOS ALBERTO VETTORAZZI

Leia mais

Técnicas de Cartografia Digital

Técnicas de Cartografia Digital Técnicas de Cartografia Digital Maria Cecília Bonato Brandalize 2011 Aula 8 1. Vetoriais 2. Matriciais 3. Vantagens e Desvantagens 1. Vetoriais 2. Matriciais 3. Vantagens e Desvantagens Como são representados

Leia mais

CURSOS POR VIDEOCONFERÊNCIA

CURSOS POR VIDEOCONFERÊNCIA CURSOS POR VIDEOCONFERÊNCIA MODÚLOS BÁSICOS Introdução ao Sensoriamento Remoto com uso do ENVI - 12 horas Introdução ao Sensoriamento Remoto Bases físicas do Sensoriamento Remoto Sistemas de sensores.

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc.

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. SUMÁRIO Apresentação da ementa Introdução Conceitos Básicos de Geoinformação Arquitetura de SIGs Referências Bibliográficas APRESENTAÇÃO

Leia mais

7.5 Planialtimetria 7.5.1 Topologia Tem por objetivo o estudo das formas da superfície terrestre e das leis que regem o seu modelado.

7.5 Planialtimetria 7.5.1 Topologia Tem por objetivo o estudo das formas da superfície terrestre e das leis que regem o seu modelado. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA UNIDADE DE FLORIANÓPOLIS DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE CONSTRUÇÃO CIVIL CURSO TÉCNICO DE GEOMENSURA MÓDULO II UNIDADE CURRICULAR TOPOGRAFIA III 7.5

Leia mais

SOFTWARES PARA GESTÃO DE FAZENDAS DE ALGODÃO NO BRASIL

SOFTWARES PARA GESTÃO DE FAZENDAS DE ALGODÃO NO BRASIL SOFTWARES PARA GESTÃO DE FAZENDAS DE ALGODÃO NO BRASIL Ziany Neiva Embrapa Algodão 10º Congresso Brasileiro do Algodão 03 de setembro de 2015. Foz do Iguaçu, PR, Brasil. ANÁLISE DE SOFTWARES PARA GESTÃO

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA Jugurta Lisboa Filho Departamento de Informática Universidade Federal de Viçosa (MG) jugurta@dpi.ufv.br Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Tópicos

Leia mais

Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon

Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon Introdução A Ergon Sistemas de Visão Industrial, parceira das empresas Industrial Vision Systems e Neurocheck, juntas formam importantes fornecedores

Leia mais

Introdução ao SIG. Objetivos Específicos 18/11/2010. Competência: Apresentar: Utilidade de um SIG

Introdução ao SIG. Objetivos Específicos 18/11/2010. Competência: Apresentar: Utilidade de um SIG MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE - ICMBio DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA - DIPLAN COORDENAÇÃO GERAL DE GESTÃO DE PESSOAS -

Leia mais

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk na ENG AutoCAD 2010 - o software AutoCAD para arquitetos. Criação, coordenação e colaboração

Leia mais

COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK TERMO DE REFERÊNCIA

COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK TERMO DE REFERÊNCIA COMUNICADO Nº 001/2010 ESTIMATIVA DE DEMANDA PARA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE TREINAMENTO DE SOFTWARES AUTODESK ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA Aquisição de CURSOS DE SOFTWARE AUTODESK,

Leia mais

APLICAÇÕES DO LASER SCANNER EM TOPOGRAFIA E GEOMÁTICA

APLICAÇÕES DO LASER SCANNER EM TOPOGRAFIA E GEOMÁTICA APLICAÇÕES DO LASER SCANNER EM TOPOGRAFIA E GEOMÁTICA Adriano Scheuer Gerente de Contas FARO Laser Scanner 08/05/2014. AGENDA 1. Introdução sobre a FARO 2. Apresentação básica sobre a tecnologia de Scanner

Leia mais

SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO AO CADASTRO URBANO

SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO AO CADASTRO URBANO SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO AO CADASTRO URBANO 04/04/2013 Leonardo Scharth Loureiro Silva Sumário 1 Fundamentos básicos de Sensoriamento Remoto 2 Levantamento aerofotogramétrico para fins de cadastro

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA LIDAR EM PROJETOS DE ENGENHARIA DE INFRAESTRUTURA VIÁRIA

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA LIDAR EM PROJETOS DE ENGENHARIA DE INFRAESTRUTURA VIÁRIA XI CONGRESSO NACIONAL Y VIII LATINOAMERICANO DE AGRIMENSURA UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA LIDAR EM PROJETOS DE ENGENHARIA DE INFRAESTRUTURA VIÁRIA Eng. Cart. Bruno da Cunha Bastos (1) Eng. Cart. MSc. Leonardo

Leia mais

MAPAS URBANOS INTELIGENTES CAPÍTULO 04 RESULTADOS E ANÁLISES

MAPAS URBANOS INTELIGENTES CAPÍTULO 04 RESULTADOS E ANÁLISES CAPÍTULO 04 RESULTADOS E ANÁLISES Neste capítulo serão abordados os resultados e as análises decorrentes da aplicação do método proposto no desenvolvimento deste trabalho. a) Integração dos Dados Raster/Vector

Leia mais

CAPÍTULO I 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CAPÍTULO I 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 20 CAPÍTULO I 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS A Fotogrametria é uma sub-área das Ciências Geodésicas e abrange grande parte de todo o processo de compilação de mapas. Atualmente, a Fotogrametria

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Geomática Aplicada à Engenharia Civil. 1 Fotogrametria

Geomática Aplicada à Engenharia Civil. 1 Fotogrametria Geomática Aplicada à Engenharia Civil 1 Fotogrametria Conceitos 2 Segundo Wolf (1983), a Fotogrametria pode ser definida como sendo a arte, a ciência e a tecnologia de se obter informações confiáveis de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável Prof. Pablo Santos 4 a Aula SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA - SIG Introdução Definições Necessárias

Leia mais

FOTOGRAMETRIA DIGITAL. Rogério Mercandelle Santana Universidade Federal de Viçosa Departamento de Solos

FOTOGRAMETRIA DIGITAL. Rogério Mercandelle Santana Universidade Federal de Viçosa Departamento de Solos FOTOGRAMETRIA DIGITAL Rogério Mercandelle Santana Universidade Federal de Viçosa Departamento de Solos O que é Fotogrametria? A Fotogrametria é, segundo a American Society for Photogrammetry and Remote

Leia mais

Essential para vida. Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total

Essential para vida. Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total Essential para vida Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total A excelência em mamografia digital de campo total (FFDM) é um processo de busca contínua para o aprimoramento da tecnologia

Leia mais

Visão computacional no reconhecimento de formas e objetos

Visão computacional no reconhecimento de formas e objetos Visão computacional no reconhecimento de formas e objetos Paula Rayane Mota Costa Pereira*, Josemar Rodrigues de Souza**, Resumo * Bolsista de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC,

Leia mais

RÁPIDO medição do desempenho da máquina. EXATO detecção e relatório de erros em centros de rotação

RÁPIDO medição do desempenho da máquina. EXATO detecção e relatório de erros em centros de rotação AxiSet Check-Up AxiSet Check-Up RÁPIDO medição do desempenho da máquina EXATO detecção e relatório de erros em centros de rotação OTIMIZADO preparação da máquina e aumento da capabilidade AUTOMATIZADO

Leia mais

Geral : Geração de Modelo Digital de Terreno (MDT) da bacia do ribeirão Taquarussu no município de Palmas /TO.

Geral : Geração de Modelo Digital de Terreno (MDT) da bacia do ribeirão Taquarussu no município de Palmas /TO. TERMO DE REFERENCIA SERVIÇO DE GERAÇÃO DO MODELO DIGITAL DE TERRENO (MDT) DA BACIA DO RIBEIRÃO TAQUARUSSU NO MUNICÍPIO DE PALMAS/TO A. BACKGROUND A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização sem fins

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Fotogrametria (definição clássica):

Fotogrametria (definição clássica): Fotogrametria (definição clássica): Pode ser definida como a Ciência, Arte e Tecnologia de se obterem Medidas dignas de confiança por meios de Fotografias É derivada de três palavras de origem grega que

Leia mais

USO DO GIS COMO FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO E INTEGRIDADE DOS DUTOS DA TRANSPETRO. Ulisses Dias Amado

USO DO GIS COMO FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO E INTEGRIDADE DOS DUTOS DA TRANSPETRO. Ulisses Dias Amado USO DO GIS COMO FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO E INTEGRIDADE DOS DUTOS DA TRANSPETRO Ulisses Dias Amado Resumo A PETROBRAS tem 50 anos de história dispersa, referente à aproximadamente 9200 km de dutos de

Leia mais

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO. Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO. Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> MERCADO DE CÂMBIO Uma oferta do serviço Bloomberg Professional MOMENTO PERFEITO A PLATAFORMA DE CÂMBIO SEM IGUAL Os mercados de câmbio estão em

Leia mais

Tecnologias Digitais de Geoprocessamento

Tecnologias Digitais de Geoprocessamento Gilberto Pessanha Ribeiro Engenheiro Cartógrafo - UERJ Mestre em Ciências Geodésicas - UFPR Doutor em Geografia UFF Especialista em Geologia do Quaternário Museu Nacional/UFRJ gilberto@eng.uerj.br gilberto@globalgeo.com.br

Leia mais

Novas tecnologias GNSS para a coleta de dados GIS. 12 de Dezembro

Novas tecnologias GNSS para a coleta de dados GIS. 12 de Dezembro Novas tecnologias GNSS para a coleta de dados GIS 12 de Dezembro Introdução Definição Um GIS (ou SIG) é um sistema de gerenciamento de banco de dados de recursos espacialmente distribuídos com atributos

Leia mais

CEP - DA. Controle Estatístico do Processo

CEP - DA. Controle Estatístico do Processo CEP - DA Controle Estatístico do Processo Principais Funcionalidades Automatiza as rotinas do Controle Estatístico do Processo A solução para CEP da Directa Automação, composta de software e hardware,

Leia mais

3ª DIVISÃO DE LEVANTAMENTO PROJETO DE MAPEAMENTO DO ESTADO DA BAHIA

3ª DIVISÃO DE LEVANTAMENTO PROJETO DE MAPEAMENTO DO ESTADO DA BAHIA 3ª DIVISÃO DE LEVANTAMENTO DO ESTADO DA BAHIA 1º Ten QEM João Alberto Batista de Carvalho 1º Ten QEM Raphael Luiz França Greco ESTADO DA BAHIA População: 15.044.137 Área(km²): 564.733,177 Número de Municípios:

Leia mais

MNT: Modelagem Numérica de Terreno

MNT: Modelagem Numérica de Terreno MNT: Modelagem Numérica de Terreno I. 1ntrodução MODELO : Representação da realidade sob a forma material (representação tangível) ou sob a forma simbólica (representação abstrata). MODELO DO TERRENO:

Leia mais

O SITE CICLOVIAS DE CURITIBA, DO PLANEJAMENTO A EXECUÇÃO.

O SITE CICLOVIAS DE CURITIBA, DO PLANEJAMENTO A EXECUÇÃO. O SITE CICLOVIAS DE CURITIBA, DO PLANEJAMENTO A EXECUÇÃO. INTRODUÇÃO Criar um site sobre as ciclovias da cidade de Curitiba. A idéia surgiu no ano de 2010 a partir de uma conversa entre alguns colaboradores

Leia mais

Drone de mapeamento profissional

Drone de mapeamento profissional Drone de mapeamento profissional 4 razões para escolher o ebee 01. Mais mapas e maior precisão O ebee cobre até 12 km 2 (4,6 mi 2 ) em um único voo, enquanto que, voos sobre áreas menores e com baixa

Leia mais

FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC

FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC Tecnologias SIG Sistemas de Informação Geográfica Centro de Operações e Técnicas

Leia mais

Desmistificando o Ikonos Thierry Toutin, Dr.-Ing. (CCRS) e Philip Cheng, PhD (PCI Geomatics)

Desmistificando o Ikonos Thierry Toutin, Dr.-Ing. (CCRS) e Philip Cheng, PhD (PCI Geomatics) Preprint/Prétirage Desmistificando o Ikonos Thierry Toutin, Dr.-Ing. (CCRS) e Philip Cheng, PhD (PCI Geomatics) O IKONOS, satélite de mais alta resolução comercialmente disponível hoje, foi lançado ao

Leia mais

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo Com um novo conceito enraizado na inovação, a Droneng busca integrar a multidisciplinaridade no

Leia mais

O SENSORIAMENTO REMOTO E SUAS TÉCNICAS DE ANÁLISE: UMA COMPARAÇÃO ENTRE NOVAS E VELHAS TECNOLOGIAS, UM ESTUDO DE CASO SOBRE A TECNOLOGIA LIDAR.

O SENSORIAMENTO REMOTO E SUAS TÉCNICAS DE ANÁLISE: UMA COMPARAÇÃO ENTRE NOVAS E VELHAS TECNOLOGIAS, UM ESTUDO DE CASO SOBRE A TECNOLOGIA LIDAR. O SENSORIAMENTO REMOTO E SUAS TÉCNICAS DE ANÁLISE: UMA COMPARAÇÃO ENTRE NOVAS E VELHAS TECNOLOGIAS, UM ESTUDO DE CASO SOBRE A TECNOLOGIA LIDAR. (O mapeamento de território através das arvores). Diogo Caio

Leia mais

Processamento Digital de Imagens

Processamento Digital de Imagens Cartografia Digital A AMS Kepler possui equipe de engenheiros cartógrafos e especialistas em Tecnologia da Informação que conferem à empresa um perfil único em Cartografia Digital. Com expertise em Sensoriamento

Leia mais

Aula 3 - Registro de Imagem

Aula 3 - Registro de Imagem 1. Registro de Imagens Aula 3 - Registro de Imagem Registro é uma transformação geométrica que relaciona as coordenadas da imagem (linha e coluna) com as coordenadas geográficas (latitude e longitude)

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Drone de mapeamento de nível topográfico

Drone de mapeamento de nível topográfico Drone de mapeamento de nível topográfico 3 motivos para escolher o ebee RTK 01. Precisão do nível topográfico Precisão absoluta do ortomosaico/modelo de elevação digital é de até 3 cm (1,2 polegadas)

Leia mais

tools CelTools Descrição do Software

tools CelTools Descrição do Software tools CelTools Descrição do Software Índice Introdução... 3 Características... 4 Funcionalidades... 5 Base de Dados Relacional... 6-7 Manipulação de Arquivos de Medidas de RF... 8-9 - 10 Máquina de Calibração...

Leia mais

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS DO SISTEMA LASER

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS DO SISTEMA LASER INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS DO SISTEMA LASER Leonardo Ercolin Filho Engefoto Engenharia e Aerolevantamentos S.A. Consultoria de Pesquisas e Tecnologias leonardoercolin@engefoto.com.br Fone: +55 41 3071 4252

Leia mais

Cobertura Fotogramétrica com uma Câmara Digital

Cobertura Fotogramétrica com uma Câmara Digital Cobertura Fotogramétrica com uma Câmara Digital Instituto Geográfico Português Direcção-Geral dos Recursos Florestais Paulo Patrício Inventário Florestal Nacional A Direcção-Geral dos Recursos Florestais

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS FERRAMENTAS ELETRÔNICAS NO APRIMORAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS FERRAMENTAS ELETRÔNICAS NO APRIMORAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

OBTENÇÃO DE ORTOFOTOS COM FOTOGRAFIAS DE PEQUENO FORMATO UTILIZANDO DADOS DO LASER SCANNER COM MODELO DE TERRENO

OBTENÇÃO DE ORTOFOTOS COM FOTOGRAFIAS DE PEQUENO FORMATO UTILIZANDO DADOS DO LASER SCANNER COM MODELO DE TERRENO II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 27 ISSN 1981-6251, p. 957-961 OBTENÇÃO DE ORTOFOTOS COM FOTOGRAFIAS DE PEQUENO FORMATO UTILIZANDO DADOS DO LASER SCANNER

Leia mais

: Transforme seu plantio em um fundo de investimento ativo. The single source for Forest Resource Management

: Transforme seu plantio em um fundo de investimento ativo. The single source for Forest Resource Management : Transforme seu plantio em um fundo de investimento ativo The single source for Forest Resource Management 2 Tecnologia laser aerotransportada LiDAR LiDAR é um sistema ativo de sensoriamento remoto, originalmente

Leia mais

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO GEOPROCESSAMENTO. Introdução ao Geoprocessamento. Conceitos básicos 18/06/2015. Conceitos básicos

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO GEOPROCESSAMENTO. Introdução ao Geoprocessamento. Conceitos básicos 18/06/2015. Conceitos básicos GEOPROCESSAMENTO INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Prof. Esp. André Aparecido da Silva Introdução ao Geoprocessamento Conceitos básicos Conceitos básicos Componentes de um SIG Entrada de Dados em Geoprocessamento

Leia mais

Sistema de Informações Geográficas

Sistema de Informações Geográficas UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE Pós Graduação Ecologia e Manejo de Recursos Naturais Sistema de Informações Geográficas Prof. Fabiano Luiz Neris Criciúma, Março de 2011. A IMPORTÂNCIA DO ONDE "Tudo

Leia mais

Software LabX UV/VIS. Software de PC LabX UV/VIS. Dinamize Seu Fluxo de Trabalho UV/VIS

Software LabX UV/VIS. Software de PC LabX UV/VIS. Dinamize Seu Fluxo de Trabalho UV/VIS Software LabX UV/VIS Software de PC LabX UV/VIS Software LabX UV/VIS Dinamize Seu Fluxo de Trabalho UV/VIS Otimização do Fluxo de Trabalho Dinamize Seu Fluxo de Trabalho UV/VIS Simplifique, Torne Eficiente

Leia mais

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP Apresentação UNESP Julho de 2012 MEDRAL Geotecnologias Nossa História A Medral nasceu em 25 de abril de 1961, em Dracena (SP), oferecendo soluções de engenharia para o setor energético Aos poucos, a empresa

Leia mais

Apresentação Inspetor de Solda MIPS Sistemas Ltda.

Apresentação Inspetor de Solda MIPS Sistemas Ltda. Apresentação Inspetor de Solda MIPS Sistemas Ltda. Rua Ricardo Landmann, 385 Joinville SC - Brasil O Controle Digital da Geometria dos Cordões de Solda é a mais moderna e eficaz maneira de avaliar a qualidade

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas a manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 QUANTIFICAÇÃO BASEADA EM MODELAGEM BIM: VALIDAÇÃO E FOMENTO DE PRÁTICA PROJETUAL A PARTIR DA MODELAGEM DA CASA BAETA. Diogo Humberto Muniz¹;Rodrigo Luiz Minot Gutierrezr 2 1, 2 Universidade de Uberaba

Leia mais

Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais

Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais Jorge Pereira Santos 1ª versão - 2013 Processamento Digital Geotecnologias e Software Livre www.processamentodigital.com.br

Leia mais

O que fazemos. Provemos tecnologia e suportamos o sucesso dos nossos clientes

O que fazemos. Provemos tecnologia e suportamos o sucesso dos nossos clientes O que fazemos Provemos tecnologia e suportamos o sucesso dos nossos clientes O ArcGIS evoluiu radicalmente Web GIS Se transformou numa Plataforma, bem desenvolvida, documentada e com alto nível de suporte

Leia mais

Modelagem de informações de. construçãocapítulo1: Capítulo. Objetivo do capítulo

Modelagem de informações de. construçãocapítulo1: Capítulo. Objetivo do capítulo construçãocapítulo1: Capítulo 1 Modelagem de informações de A modelagem de informações de construção (BIM) é um fluxo de trabalho integrado baseado em informações coordenadas e confiáveis sobre um empreendimento,

Leia mais

O SOFTWARE SPP Eucalyptus

O SOFTWARE SPP Eucalyptus Rua Raul Soares, 133/201 - Centro - Lavras MG CEP 37200-000 Fone/Fax: 35 3821 6590 O SOFTWARE SPP Eucalyptus 1/7/2008 Inventar GMB Consultoria Ltda Ivonise Silva Andrade INTRODUÇÃO Um dos grandes problemas

Leia mais

Interfaces Homem-Máquina

Interfaces Homem-Máquina Interfaces Homem-Máquina www.altus.com.br Muito mais que IHMs Insuperável: gráficos vetoriais em hardware de alto desempenho Interativa: comunicação com diversos dispositivos de automação Intuitiva: biblioteca

Leia mais

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo Com um novo conceito enraizado na inovação, a Droneng busca integrar a multidisciplinaridade no

Leia mais

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power s Totally Integrated Power Ferramentas SIMARIS Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Answers for infrastructure and cities. Planejamento de distribuição de energia mais

Leia mais

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Helio Larri Vist Geógrafo Mestre em Sensoriamento Remoto Ayr Müller Gonçalves Educador Físico e Graduando em Segurança da Informação Rai Nunes dos Santos

Leia mais