CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS"

Transcrição

1 CHECK LIST MICROPROCESSO HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS DISA: DATA: UNIDADE: RECURSOS HUMANOS ÍTEM AVALIAÇÃO FORMA DE VERIFICAÇÃO EM CONFORMI DADE NÃO CONFORMI DADE OBSERVAÇÃO 1) A unidade possui colaborador de serviços gerais. 2) O colaborador participou de capacitação na admissão. 3) O colaborador participou de capacitação no último ano. 4) O colaborador segue as regras de biossegurança (NR32). 5) O colaborador conhece o fluxo para encaminhamen to de acidentes biológicos. 6) O colaborador esta com o esquema de vacinas atualizado. 7) O colaborador possui uniforme e o mantem limpo. 8) O colaborador realiza higienização das mãos após procedimentos. a gerente e checar lista de colaboradores. o checar certificado. o checar certificado. Observar uso de sapatos fechados, esmaltes claros, unhas curtas, anel, pulseira, relógio e EPI (avental, botas, máscara e luvas). Verificar se o fluxo esta afixado em local visível. Verificar cartão de vacinas. Observar condições do uniforme na entrevista. o colaborador.

2 INSUMOS E EQUIPAMENTOS 1) Água, sabonete líquido, papel toalha, dispensadores de sabão e porta papel toalha. 2) Solução detergente, solução desinfetante, álcool 70%. 3) Sacos de lixo preto e branco leitoso. DML, áreas de assistência e apoio. 4) Papel higiênico. DML e sanitários. 5) EPIs. Listagem: Avental de pano e impermeável; - Máscara; - Óculos de proteção; - Botas; - Luvas de borracha verde e amarela. OBS: 6) Lixeiras. DML, áreas de assistência e apoio. 7) Carrinho de limpeza. 8) Vassouras. 9) Baldes de duas cores. 10) Panos macios (mobiliário) e panos de chão (pisos). 11) Esfregão. 12) Mops. 13) Rodos de chão e de mão.

3 14) Escada de cinco degraus. 15) Esponja macia e abrasiva 16) Escova de cerdas. 17) Carrinho de transporte de lixo. 18) Container interno para armazenar o lixo. 19) Caixa de material perfuro cortante. 20) Pias ou lavatórios. 21) Depósito de lixo externo (abrigo externo). PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS PADRÃO 1) Existe de classificação das áreas de risco. 2) Existe descrição de tipos de limpeza. 3) Existe rotina de frequência da limpeza de superfícies. 4) Existe normatização dos cuidados de higiene do colaborador. 5) Existe para a correta higienização das mãos. 6) Existe para o uso correto dos EPIs. 7) Existe superfícies.

4 8) Existe para desinfecção locais com secreções. 9) Existe para descontaminação de superfícies contaminadas. 10) Existe pisos, portas e janelas. 11) Existe tetos e paredes. 12) Existe mobiliários, bancadas e equipamentos. 13) Existe sanitários. 14) Existe ar condicionado. 15) Existe para a limpeza de bebedouro e pias. 16) Existe para os procedimentos espanação, varrição e lavagem. 17) Existe para técnica de varredura úmida.

5 18) Existe para a coleta e transporte de lixo interno. 19) Existe para limpeza e organização dos produtos e materiais do 20) Existe cronograma de desinsetização periódica da Solicitar comprovante ou certificação da Zoonose ou empresa responsável. Responsável pela entrevista: Colaborador da unidade: SEMSA/MANAUS.

CHECK LIST MICROPROCESSO ESTERILIZAÇÃO DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS

CHECK LIST MICROPROCESSO ESTERILIZAÇÃO DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS CHECK LIST MICROPROCESSO ESTERILIZAÇÃO DAS UNIDADES DA APS SEMSA/MANAUS DISA: DATA: UNIDADE: RECURSOS HUMANOS ÍTEM AVALIAÇÃO FORMA DE VERIFICAÇÃO EM CONFORMI DADE NÃO CONFORMI DADE OBSERVAÇÃO 1) A unidade

Leia mais

MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA

MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA MANUAL DE HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA Classificação das Áreas: Critica Semicrítica Não critica Tipos de Limpeza: Limpeza concorrente Limpeza terminal Métodos e Equipamentos de Limpeza de superfície: Limpeza

Leia mais

Manual de Normas, Rotinas e Procedimentos Sumário COMISSÃO DE CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR

Manual de Normas, Rotinas e Procedimentos Sumário COMISSÃO DE CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR PROGRAMA PREVENÇÃO E CONTROLE DE Sumário COMISSÃO DE CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR ORGANIZAÇÃO DA CCIH Estrutura Atividades FUNCIONAMENTO Coleta de Dados Análise dos Dados Divulgação dos Dados Recursos

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE, PROCESSAMENTO E PREPARO DE SUPERFÍCIE DOS EQUIPAMENTOS E CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO ANA LUÍZA 21289 LUCAS - 23122 ARTTENALPY 21500 MARCELINA - 25723 CLECIANE - 25456 NAYARA - 21402

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR

ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR ORIENTAÇÃO PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA HOSPITALAR I- Introdução: A higiene e a ordem são elementos que concorrem decisivamente para a sensação de bem-estar, segurança e conforto dos profissionais, pacientes

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE CONSULTÓRIO. Igor Bettarello Ravi Araújo Leandro Alex Douglas

HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE CONSULTÓRIO. Igor Bettarello Ravi Araújo Leandro Alex Douglas HIGIENIZAÇÃO DO AMBIENTE CONSULTÓRIO Igor Bettarello Ravi Araújo Leandro Alex Douglas Brasília, 29/05/2013 Regras Básicas Deverão usar E.P.I Nunca efetuar varredura a seco para não provocar a presença

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO CRECHES, BERÇÁRIOS E SIMILARES.

ROTEIRO DE INSPEÇÃO CRECHES, BERÇÁRIOS E SIMILARES. SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

Áreas semicríticas: Áreas não críticas: Áreas críticas: CENTRAL DE MATERIAL LIMPEZA, DESINFECÇÃO e ESTERILIZAÇÃO

Áreas semicríticas: Áreas não críticas: Áreas críticas: CENTRAL DE MATERIAL LIMPEZA, DESINFECÇÃO e ESTERILIZAÇÃO CENTRAL DE MATERIAL LIMPEZA, DESINFECÇÃO e ESTERILIZAÇÃO COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE - COVISA GERÊNCIA DO CENTRO DE CONTROLE E PREVENÇÃO DE DOENÇAS - CCD NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO

Leia mais

ANEXO VII - PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS - LOCAL: SÃO MATEUS. Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo - Higienização

ANEXO VII - PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS - LOCAL: SÃO MATEUS. Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo - Higienização ANEXO VII PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇAÕ DE PREÇOS LOCAL: SÃO MATEUS Quantitativo Estimado Mensal de Materiais de Consumo Higienização Especificação Papel higiênico, folha dupla, alta absorção Papel toalha

Leia mais

ROTEIRO PARA ESTABELECIMENTOS DE ENDOSCOPIA GÁSTRICA

ROTEIRO PARA ESTABELECIMENTOS DE ENDOSCOPIA GÁSTRICA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE COORDENADORIA GERAL DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE EQUIPE DE VIGILANCIA DE SERVIÇOS E PRODUTOS DE INTERESSE À SAÚDE Módulo I - Informações Gerais

Leia mais

ROTEIRO PARA SALÕES DE BELEZAS, INSTITUTO DE BELEZA, ESTETICA, BARBEARIAS E SIMILARES.

ROTEIRO PARA SALÕES DE BELEZAS, INSTITUTO DE BELEZA, ESTETICA, BARBEARIAS E SIMILARES. SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

LIMPEZA MANUAL MOLHADA

LIMPEZA MANUAL MOLHADA GLOSSÁRIO LIMPEZA MANUAL ÚMIDA - Realizada com a utilização de rodos, mops ou esfregões, panos ou esponjas umedecidas em solução detergente, com enxágue posterior com pano umedecido em água limpa. No caso

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES DATA: 10/11/2013. HORÁRIO: das 08 às 12 horas LEIA AS INSTRUÇÕES E AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA ABRIR O CADERNO DE QUESTÕES

CADERNO DE QUESTÕES DATA: 10/11/2013. HORÁRIO: das 08 às 12 horas LEIA AS INSTRUÇÕES E AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA ABRIR O CADERNO DE QUESTÕES Realização: PREFEITURA MUNICIPAL DE PARNAÍBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTE, TRÂNSITO E ARTICULAÇÃO COM AS FORÇAS DE SEGURANÇA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO PÚBLICO EDITAL 02/2013 CARGO: ZELADOR DATA:

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs)

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL O que são? Para que usá-los? - Proteção do contato com agentes infecciosos e substâncias

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA

TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA 1. OBJETO 1.1. Prestação de Serviços de Conservação e limpeza, higienização, desinfecção e limpeza de reservatórios de água e controle de pragas em geral, com

Leia mais

Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves. Centro de Treinamento ELFEN

Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves. Centro de Treinamento ELFEN Higienização de Abatedouros e Frigoríficos de Aves Centro de Treinamento ELFEN ÍNDICE 1) SEGURANÇA 2) PRODUTOS PARA O PROCESSO DE HIGIENIZAÇÃO EM ABATEDOUROS 3) EQUIPAMENTOS 4) 5) DEMAIS PRODUTOS PARA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria Militar da Casa Civil ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria Militar da Casa Civil ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA JUSTIFICATIVA Justifica-se a contratação de empresa especializada na prestação de serviço de manutenção, limpeza, higienização, desinsetização, descupinização e desratização

Leia mais

MANUAL DE BIOSSEGURANÇA DA CLÍNICA ESCOLA DEPUTADO SEBASTIÃO HELVÉCIO

MANUAL DE BIOSSEGURANÇA DA CLÍNICA ESCOLA DEPUTADO SEBASTIÃO HELVÉCIO MANUAL DE BIOSSEGURANÇA DA CLÍNICA ESCOLA DEPUTADO SEBASTIÃO HELVÉCIO ALÉM PARAÍBA 2009 JUSTIFICATIVA Esta Instituição zela pela biossegurança e visa o preparo técnico e científico de profissionais aptos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM AMBULATÓRIO ESTABELECIMENTO: DATA DA INSPEÇÃO:

Leia mais

ROTEIRO PARA CLASSIFICAÇÃO DE AÇOUGUES 2015 IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO

ROTEIRO PARA CLASSIFICAÇÃO DE AÇOUGUES 2015 IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO ROTERO PARA CLASSFCAÇÃO DE AÇOUGUES 2015 DETFCAÇÃO DO ESTABELECMETO Razão Social: ome Fantasia: Endereço Completo (Rua, º, Bairro): CPJ: Licença de Localização: nscrição Municipal: Alvará Sanitário: Proprietário(s)

Leia mais

ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO

ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ANEXO I METODOLOGIA DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO 1.1. Tarefa: Limpeza de MÓVEIS E EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA - limpar com pano úmido e remover pó e manchas das mesas, armários,

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS

BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS SÉRIE: SEGURANÇA ALIMENTAR e NUTRICIONAL Autora: Faustina Maria de Oliveira - Economista Doméstica DETEC Revisão: Dóris Florêncio Ferreira Alvarenga Pedagoga Departamento

Leia mais

INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS

INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS INFORMAÇOES TÉCNICA DOS SERVIÇOS 3 - LIMPEZA E MANUTENÇÃO Informamos abaixo a forma correta de como proceder à limpeza profunda. Os equipamentos utilizados estão dimensionados de acordo com o tamanho do

Leia mais

Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza

Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza Univale Universidade Vale do Rio Doce DEC Departamento de Campo/Biossegurança Curso de Enfermagem Manual de Procedimento Operacional Padrão do Serviço de Limpeza Elaborado por: Enf Arilza Patrício Enf

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO BIOSSEGURANÇA EM VEÍCULOS DE REMOÇÃO DO CENTRO MÉDICO UNIMED (CMU)

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO BIOSSEGURANÇA EM VEÍCULOS DE REMOÇÃO DO CENTRO MÉDICO UNIMED (CMU) Objetivo: Promover a limpeza e a desinfecção dos veículos de remoção, potencializando a segurança ofertada aos nossos clientes, e diminuindo a probabilidade de exposição a riscos biológicos. PROCESSO 1.

Leia mais

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA ABORDAGEM TÉCNICA E PRÁTICA

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA ABORDAGEM TÉCNICA E PRÁTICA FERNANDA MARIA DE BRITO CUNHA FLÁVIO AUGUSTO BERNARDES DA SILVA MARCO ANTONIO CORREA ALFREDO RENATA DE CAMPOS RICCI MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA O SERVIÇO DE LIMPEZA ABORDAGEM TÉCNICA E PRÁTICA UNIVERSIDADE

Leia mais

PAC 09. Higiene, Hábitos higiênicos e Saúde dos Colaboradores

PAC 09. Higiene, Hábitos higiênicos e Saúde dos Colaboradores Página 1 de 11 Higiene, Hábitos higiênicos e Saúde dos Colaboradores Página 2 de 11 1. Objetivo----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------03

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE MATERIAIS DESCARTÁVEIS LINHA PROFISSIONAL

DISTRIBUIDORA DE MATERIAIS DESCARTÁVEIS LINHA PROFISSIONAL SIMAMED DISTRIBUIDORA DE MATERIAIS DESCARTÁVEIS LINHA PROFISSIONAL LUVA DE LÁTEX CERTIFICADA COM PÓ Desenvolvida para o uso em higiene e cuidados pessoais, aplicação de tinturas capilares, manuseio e trato

Leia mais

ROTEIRO COMÉRCIO VAREJISTA - LANCHONETE E SIMILARES Portaria SMS-G N 1210/06

ROTEIRO COMÉRCIO VAREJISTA - LANCHONETE E SIMILARES Portaria SMS-G N 1210/06 SECRETARIA MUICIPAL SAUDE Coordenação de Vigilância em Saúde Gerência de Produtos e Serviços de Interesse da Saúde Subgerência de Alimentos ROTEIRO COMÉRCIO VAREJISTA - LACHOETE E SIMILARES Portaria SMS-G

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM LAVANDERIA ESTABELECIMENTO: DATA DA INSPEÇÃO:

Leia mais

Data de Vigência: Página 1 de 8. 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores.

Data de Vigência: Página 1 de 8. 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores. Data de Vigência: Página 1 de 8 1- Objetivo: Prevenir doenças e livrar o ambiente de pragas, insetos e roedores. 2- Aplicação: 3- Procedimentos: Este procedimento aplica-se a cozinha e refeitório. 3.1-

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE

ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE ÁREA 1 - HIGIENE E ANTISSEPSIA PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Número: POP 001 ORIENTAÇÕES BÀSICAS DE HIGIENE PESSOAL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE EXECUTANTE: Todos os profissionais da equipe de saúde. ÁREA:

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRONIZADO P O P P O P DEFINIÇÃO É uma descrição detalhada de todas as operações necessárias para a realização de uma atividade. É um roteiro padronizado para realizar uma atividade.

Leia mais

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio

Case de Treinamento de Empregada em Domicílio 1 Case de Treinamento de Empregada em Domicílio Treinamento de mensalista 2 Cenário: O empregador tem uma mensalista de muita confiança e amorosa, a empregada toma conta do bebê de 9 meses até início da

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS DE FONOAUDIOLOGIA

ROTEIRO DE INSPEÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS DE FONOAUDIOLOGIA ROTEIRO DE INSPEÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS DE FONOAUDIOLOGIA 1 CONDIÇÕES DE ESTRUTURA FÍSICA R 1.1 Sala de recepção/espera (área aprox. 1.20m² por pessoa) em condições para que os pacientes aguardem sentados

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO - COMÉRCIO VAREJISTA PADARIA E SIMILARES

ROTEIRO DE INSPEÇÃO - COMÉRCIO VAREJISTA PADARIA E SIMILARES PREFETURA DE SÃO PAULO SECRETARA MUCPAL DA SAÚDE COORDEAÇÃO DE VGLÂCA EM SAÚDE GERÊCA DE PRODUTOS E SERVÇOS DE TERESSE DA SAÚDE SUBGERÊCA DE ALMETOS ROTERO DE SPEÇÃO - COMÉRCO VAREJSTA PADARA E SMLARES

Leia mais

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 027 PROCESSO n 1356/09 DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 14/09/2009 até 17:00h Condições Gerais para Apresentação de Proposta Comercial para Compras com Recursos Fundacionais

Leia mais

Importância da Higiene

Importância da Higiene Importância da Higiene Anexo 1 1 Semana Pedagógica 1º semestre - 2016 Anexo I Importância da Higiene Você sabe o que é higiene? Higiene é o conjunto de medidas que tomamos para eliminar a sujeira, que

Leia mais

Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Título do Procedimento: Limpeza concorrente e terminal da CME

Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Título do Procedimento: Limpeza concorrente e terminal da CME Divisão de Enfermagem CME Página 1 de 6 Freqüência em que é realizado: Diário/semanal/quinzenal/mensal Profissional que realiza: Auxiliar ou Técnico de Enfermagem e servidor da empresa terceirizada de

Leia mais

Limpeza e Desinfecção

Limpeza e Desinfecção Limpeza e Desinfecção Instrutora: Enf. Dr. Thaís S Guerra Stacciarini Conteúdo Limpeza e desinfecção LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE UNIDADE LIMPEZA E DESINFECÇÃO DO POSTO DE ENFERMAGEM CONCORRENTE TERMINAL LIMPEZA

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. São atitudes corretas de atendimento ao público, EXCETO: A) Ser cortês. B) Tratar bem o cliente. C) Favorecer um ambiente agradável. D) Não dar a mínima importância ao problema

Leia mais

Proguaru. Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA LIMPEZA DE PRÓPRIOS PÚBLICOS

Proguaru. Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA LIMPEZA DE PRÓPRIOS PÚBLICOS Proguaru Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA Índice Assunto Página Conceito de Limpeza...5 1. Produtos mais utilizados...5 2. Acondicionamento dos produtos...7 3.

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Gerência-Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde Unidade de Tecnologia da Organização de Serviços de Saúde

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Gerência-Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde Unidade de Tecnologia da Organização de Serviços de Saúde I ESTRUTURA SIM NÃO NA Área física de acordo com a RDC n 50/02 Localização em área de circulação restrita AREA ADMINISTRATIVA Área exclusiva para a recepção de pacientes Barreira física entre circulação

Leia mais

POP S- Procedimentos Operacionais Padronizados

POP S- Procedimentos Operacionais Padronizados POP S- Procedimentos Operacionais Padronizados ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO, PLANEJAMENTO E FINANÇAS GERÊNCIA DE MERENDA ESCOLAR NÚCLEO

Leia mais

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 06, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 06, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 06, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. O DIRETOR DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA, DA SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE, DA SECRETARIA

Leia mais

UNIMAR UNIVERSIDADE DE MARÍLIA CURSO DE ODONTOLOGIA REGULAMENTO DA CLÍNICA ODONTOLÓGICA UNIMAR 2011. Profª. Dr.ª Beatriz Flávia de M.

UNIMAR UNIVERSIDADE DE MARÍLIA CURSO DE ODONTOLOGIA REGULAMENTO DA CLÍNICA ODONTOLÓGICA UNIMAR 2011. Profª. Dr.ª Beatriz Flávia de M. UNIMAR UNIVERSIDADE DE MARÍLIA CURSO DE ODONTOLOGIA REGULAMENTO DA CLÍNICA ODONTOLÓGICA UNIMAR 2011 Profª. Dr.ª Beatriz Flávia de M. Trazzi Objetivos: As normas descritas abaixo, deverão ser acatadas pelos

Leia mais

LOTE II. TERMO DE REFERÊNCIA Descrição Geral dos Serviços de Limpeza e Conservação

LOTE II. TERMO DE REFERÊNCIA Descrição Geral dos Serviços de Limpeza e Conservação 1. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS Os serviços de limpeza e conservação deverão ser realizados, conforme as seguintes especificações: ÁREAS INTERNAS 1.1. DIARIAMENTE, uma vez quando não explicitado. 1.1.1. Remover,

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Objeto: Contratação de empresa para prestação de serviços de vigia, portaria e limpeza, para atendimento junto ao Complexo, conforme quantidades e descrições contidas neste

Leia mais

ROTEIRO DE AUTO-INSPEÇÃO E INSPEÇÃO Embelezamento e Esteticismo

ROTEIRO DE AUTO-INSPEÇÃO E INSPEÇÃO Embelezamento e Esteticismo SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE DE ZOONOZES VIGILÂNCIA E FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA ROTEIRO DE AUTO-INSPEÇÃO E INSPEÇÃO Embelezamento e Esteticismo 1 IDENTIFICAÇÃO 1.1 1.2 Razão

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ RJ AGÊNCIA MUNICIPAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA DE RESÍDUOS

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ RJ AGÊNCIA MUNICIPAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA DE RESÍDUOS ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ RJ AGÊNCIA MUNICIPAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA DE RESÍDUOS MODELO BÁSICO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS

Leia mais

A segurança de se sentir bem.

A segurança de se sentir bem. Catálogo de Cores Wetroom A segurança de se sentir bem. Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Eclipse Aquasafe (cor 036), Aquarelle Wall HFS (cor 025) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM CLUBES E PISCINAS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM CLUBES E PISCINAS SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

INSTITUIÇÃO: DATA: RESPONSÁVEL PELA INSPEÇÃO: NOME DO RESP. PELO SERVIÇO;

INSTITUIÇÃO: DATA: RESPONSÁVEL PELA INSPEÇÃO: NOME DO RESP. PELO SERVIÇO; INSTITUIÇÃO: DATA: RESPONSÁVEL PELA INSPEÇÃO: NOME DO RESP. PELO SERVIÇO; Tipo do Serviço: ( ) Próprio ( )terceirizado Nome; Possui Licença sanitária? ( ) SIM ( ) NÃO N /ANO: Há um encarregado do setor

Leia mais

Higienização do Ambiente Hospitalar

Higienização do Ambiente Hospitalar Higienização do Ambiente Hospitalar Enfª Mirella Carneiro Schiavon Agosto/2015 O serviço de limpeza tem por finalidade preparar o ambiente de saúde para suas atividades, mantê-lo em ordem e conservar equipamentos

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS. Aplique revestimento liso e impermeável em piso, paredes e teto;

ORIENTAÇÕES GERAIS. Aplique revestimento liso e impermeável em piso, paredes e teto; PREFEITURA MUNICIPAL DE MACEIÓ SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE MACEIÓ DIRETORIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE COORDENAÇÃO GERAL DE VIGILÄNCIA SANITÁRIA INSPETORIA DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL ORIENTAÇÕES GERAIS

Leia mais

Concurso de Auxiliar de Serviços Gerais - Prefeitura de Alvorada do Sul - 2014 A ( ) 18 B ( ) 28 C ( ) 38 D ( ) 40 A ( ) B ( ) C ( ) D ( )

Concurso de Auxiliar de Serviços Gerais - Prefeitura de Alvorada do Sul - 2014 A ( ) 18 B ( ) 28 C ( ) 38 D ( ) 40 A ( ) B ( ) C ( ) D ( ) PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Qual das seguintes palavras é masculina? A ( ) Flor B ( ) Mar C ( ) Amora D ( ) Folha 02 QUESTÃO Entre as palavras abaixo, qual está escrita de maneira incorreta? A ( )

Leia mais

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico

DESENGORDURANTE INDUSTRIAL GSF-200 Manual Técnico Greensun Ind. e Com. de Prod. de Limp. Ltda. CNPJ: 39.708.888/0001-57 - Ins. Est: 85.419.269 Rua da Fonte 1028, Nova Cidade - Rio das Ostras - Rio de Janeiro / Brasil Telefax: (22) 2760-0518 - Químico

Leia mais

PORTARIA Nº 500 DE 2010

PORTARIA Nº 500 DE 2010 PORTARIA Nº 500 DE 2010 Regulamento técnico para Processamento de artigos por método físico em estabelecimentos sujeitos à Vigilância Sanitária no RS A SECRETÁRIA DA SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL, no uso

Leia mais

Manual de OBRAS. UM guia para O SUCESSO

Manual de OBRAS. UM guia para O SUCESSO Manual de OBRAS UM guia para O SUCESSO DA INSTALAÇÃO do durafloor EM OBRAS índice ESPECIFICAÇÃO LOCAL DA INSTALAÇÃO PLANEJAMENTO ANTES DA INSTALAÇÃO RECEBIMENTO E CHECAGEM DE MATERIAL INSTALAÇÃO ENTREGA

Leia mais

MATERIAL DE LIMPEZA ITEM ESPECIFICAÇÃO UNID QTDE

MATERIAL DE LIMPEZA ITEM ESPECIFICAÇÃO UNID QTDE RERRATIFICAÇÃO AO EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 01/2015 Processo no. 01/2015 SISTEMA REGISTRO DE PREÇOS OBJETO: Tem por objeto o presente Edital de PREGÃO ELETRÔNICO, SISTEMA REGISTRO DE PREÇOS,

Leia mais

DECRETO Nº. 9.229 DE 13 DE OUTUBRO DE 2010.

DECRETO Nº. 9.229 DE 13 DE OUTUBRO DE 2010. DECRETO Nº. 9.229 DE 13 DE OUTUBRO DE 2010. Aprova Norma Técnica Especial que regulamenta o funcionamento dos serviços de estética e embelezamento sem responsabilidade médica no Município do Natal. A PREFEITA

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO ATO CONVOCATÓRIO 012/2012 Compra de Materiais de Consumo/Alimentação MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 21/06/2012

Leia mais

LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIES EM SERVIÇOS DE SAÚDE

LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIES EM SERVIÇOS DE SAÚDE Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto-SP Secretaria Municipal da Saúde Comissão de Controle de Infecção (CCI-SMS) LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIES EM SERVIÇOS DE SAÚDE 1ª Edição 2006 SUMÁRIO Pág.

Leia mais

SCIH. POP de Limpeza Hospitalar

SCIH. POP de Limpeza Hospitalar UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER SERVIÇO DE CONTROLE INFECÇAO HOSPITALAR SCIH POP de Limpeza Hospitalar Introdução O Serviço de Limpeza e Desinfecção de Superfícies

Leia mais

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD. Edital Internacional nº 27681/2015

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD. Edital Internacional nº 27681/2015 Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD Edital Internacional nº 27681/2015 Brasília/DF, 26 de fevereiro de 2015. Prezados, ASSUNTO: ERRATA II Favor considerar as seguintes informações para

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM COZINHAS MILITARES E SERVIÇO DE APROVISIONAMENTO

LISTA DE VERIFICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM COZINHAS MILITARES E SERVIÇO DE APROVISIONAMENTO ANEXO II LISTA DE VERIFICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM COZINHAS MILITARES E SERVIÇO DE APROVISIONAMENTO A - IDENTIFICAÇÃO DA OM 1-NOME 2- TELEFONE: 3- ENDEREÇO : 4- E- MAIL: 5- BAIRRO : 6- CIDADE

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO NR 01 RISCOS FÍSICOS QUÍMICOS BIOLÓGICOS ERGONOMICOS ACIDENTES. Micro Organismo Patogênicos Doenças Infectocontagiosas

ORDEM DE SERVIÇO NR 01 RISCOS FÍSICOS QUÍMICOS BIOLÓGICOS ERGONOMICOS ACIDENTES. Micro Organismo Patogênicos Doenças Infectocontagiosas Ordem de Serviço Logo da empresa ORDEM DE SERVIÇO NR 01 N de Registro xxx/xx Data de Atualização xx/ xx/ xxxx Função: Técnico em Radiologia Área de Aplicação: Toda área hospitalar RISCOS FÍSICOS QUÍMICOS

Leia mais

Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber!

Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber! 1 Gripe H1N1, o que a Escola precisa saber! O que é a gripe H1N1? A gripe H1N1, também conhecida como gripe A, é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito,

Leia mais

Constitui objeto da presente Pregão a aquisição de materiais de limpeza.

Constitui objeto da presente Pregão a aquisição de materiais de limpeza. ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 06/2015 CREMEB 1 - DO OBJETO Constitui objeto da presente Pregão a aquisição de materiais de limpeza. 2 JUSTIFICATIVA Os materiais objeto deste

Leia mais

RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS

RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI ÁRIDO SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E CONTRATOS EMITIDO EM 04/03/2015 10:04 RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS Grupo de Material: 3022 Somente Materiais

Leia mais

RESOLUÇÃO SESA nº 204/2009

RESOLUÇÃO SESA nº 204/2009 RESOLUÇÃO SESA nº 204/2009 Dispõe sobre as condições para instalação e funcionamento dos Estabelecimentos de Podologia. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE DO PARANÁ, no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5. Manual de Limpeza

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5. Manual de Limpeza Comissão de Controle de Infecção Hospitalar 16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5 Manual de Limpeza 1. INTRODUÇÃO 2. NOÇÔES BÀSICAS DE HIGIENE E DEFINIÇÕES DE NECESSIDADES 3. DEFINIÇÕES E CONCEITOS

Leia mais

RESOLUÇÃO SMS Nº 2801 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO SMS Nº 2801 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO SMS Nº 2801 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015 Dispõe Sobre o Licenciamento Sanitário a que estão sujeitos os estabelecimentos de embelezamento e de esteticismo e os congêneres de interesse à saúde; estabelece

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5 NOME DO PRODUTO: DESINFETANTE CLORADO HP Página de 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: DESINFETANTE CLORADO HP Principais Usos: Desinfetante Hospitalar para Superfícies Fixas

Leia mais

Mudança. manual de montagem. Estante Divisória. ferramenta chave philips. tempo 1 hora e 30 minutos. tempo 1 hora. montagem 2 pessoas

Mudança. manual de montagem. Estante Divisória. ferramenta chave philips. tempo 1 hora e 30 minutos. tempo 1 hora. montagem 2 pessoas manual de montagem montagem 2 pessoas ferramenta martelo de borracha Mudança Estante Divisória ferramenta chave philips tempo 1 hora e 30 minutos ferramenta parafusadeira tempo 1 hora DICAS DE CONSER VAÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES

NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES NORMAS PARA VEÍCULOS DE TRANSPORTE DE PACIENTES C A ÇA D O R - S C DOCUMENTAÇÃO ALVARÁ SANITÁRIO 1. Requerimento DVS 2. CNPJ (jurídica) cópia atualizada 3. Documento do Veiculo 4. Taxa de Emissão de Alvará

Leia mais

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS

ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM HOTEIS E MOTEIS SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERENCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL E SAÚDE DO TRABALHADOR COORDERNAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO DE AMBIENTES E SAÚDE DO TRABALHADOR Av. Anhanguera, nº 5.195 Setor Coimbra

Leia mais

Procedimentos Operacionais NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR

Procedimentos Operacionais NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Versão: 1 Pg: 1/9 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Mônica Regina Viera Coordenadora 05/09/2009 DE ACORDO Ivo Fernandes Sobreiro Gerente da Qualidade 08/09/2009 APROVADO POR Dr. Renato de Lacerda

Leia mais

LIMPEZA. Água / sabão /escova Solução multi - uso Soluções desencrostrantes Detergentes enzimáticos

LIMPEZA. Água / sabão /escova Solução multi - uso Soluções desencrostrantes Detergentes enzimáticos DESINFECÇÃO É o processo de eliminação de formas vegetativas, existentes em superfícies inanimadas, mediante a aplicação de agentes químicos e/ou físicos. LIMPEZA Antes do procedimento de Desinfecção deve-se

Leia mais

Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA

Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA Anexo II - TERMO DE REFERÊNCIA CONSERVAÇÃO E LIMPEZA 1. OBJETO 1.1. Prestação de Serviços de Conservação e limpeza, higiene e desinfecção e Jardinagem com fornecimento de materiais e equipamentos, para

Leia mais

ROTEIRO PARA INSPEÇÃO E AUTO-INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS DE ODONTOLOGIA 1 -INTRODUÇÃO:

ROTEIRO PARA INSPEÇÃO E AUTO-INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS DE ODONTOLOGIA 1 -INTRODUÇÃO: ROTEIRO PARA INSPEÇÃO E AUTO-INSPEÇÃO EM ESTABELECIMENTOS DE ODONTOLOGIA 1 -INTRODUÇÃO: A vigilância Sanitária com suas atribuições definidas pela Carta Magna, pela Lei 8080/90 (Dispõe sobre as condições

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ PASTA DESENGRAXANTE GEL

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE FISPQ N PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ PASTA DESENGRAXANTE GEL GARANTIA DE QUALIDADE Página 1/6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Sinônimo: Nome da empresa: GITANES PRODUTOS AUTOMOTIVOS LTDA Endereço: Rua Dos Diamantes, 72- Prosperidade São

Leia mais

MANUAL INFORMATIVO PARA ORDENHA MECÂNICA BPA 34 3818-1300 34 9684-3150. bpa@cemil.com.br REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MANUAL INFORMATIVO PARA ORDENHA MECÂNICA BPA 34 3818-1300 34 9684-3150. bpa@cemil.com.br REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ilustra BPA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Normativa nº 51 18/09/2002. Regulamentos Técnicos de Produção, Identidade e Qualidade do Leite tipo A, do Leite tipo B, do Leite tipo C, do Leite Pasteurizado e do

Leia mais

Especificação dos materiais e produtos de limpeza

Especificação dos materiais e produtos de limpeza Item Especificação dos materiais e produtos de limpeza Apres. Qtd/ mensal 03 06 07 ÁGUA SANITÁRIA, uso doméstico, a base de hipoclorito de sódio. Embalagem plástica de litro, com dados de identificação

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA)

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) Ao Excelentíssimo Senhor, Prefeito Municipal de Três de Maio Apresentamos abaixo nossa proposta para aquisição de materiais de limpeza para uso nas

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na contratação de empresa(s) para prestação de serviços de vigia, vigilante, limpeza e recepção/orientação

Leia mais

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº Processo Licitação Nº Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)

Leia mais

ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE

ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE 119 LAUDO TÉCNICO PREVISTO NO DECRETO Nº 6.795 DE 16 DE MARÇO DE 2009 LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTÁDIO 1.1. Nome

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção Unidade Básica de Saúde PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CACIQUE DOBLE.

MEMORIAL DESCRITIVO. Construção Unidade Básica de Saúde PROPRIETÁRIO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CACIQUE DOBLE. MEMORIAL DESCRITIVO Construção Unidade Básica de Saúde TIPO DE CONSTRUÇÃO: Prédio em Alvenaria UBS Unidade Básica de Saúde da Sede do município. LOCAL: Rua Édimo Luiz Tonial na cidade de Cacique Doble

Leia mais

MANUAL DE BOAS PRATICAS DE FABRICAÇÃO DA COZINHA PEDAGOGICA DO CENTRO DE GASTRONOMIA

MANUAL DE BOAS PRATICAS DE FABRICAÇÃO DA COZINHA PEDAGOGICA DO CENTRO DE GASTRONOMIA MANUAL DE BOAS PRATICAS DE FABRICAÇÃO DA COZINHA PEDAGOGICA DO CENTRO DE GASTRONOMIA JOINVILLE Junho 2009 1. INTRODUÇÃO Este manual descreve as operações realizadas nas cozinha pedagogica do centro de

Leia mais

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS LEVANTAMENTO obras sureg 24 PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS % Adicional Noturno 2,% % DSR Domingos e Feriados: 5 1 HORTOMERCADO HUMAITÁ Quant. Hora Valor % Carga

Leia mais

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009

Vírus (H1N1)v. Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 ESCOLA SECUNDÁRIA D. MARIA II PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA A PANDEMIA DA GRIPE A Vírus (H1N1)v Medidas de Prevenção e Controlo Informação para Assistentes Operacionais 14 de Setembro 2009 Formas de Transmissão

Leia mais

02/06/2014 CURSO DE HIGIENE HOSPITALAR PANORAMA DO MERCADO DE SAÚDE RIO DE JANEIRO 30/05/2014. Hospital Adventista Silvestre

02/06/2014 CURSO DE HIGIENE HOSPITALAR PANORAMA DO MERCADO DE SAÚDE RIO DE JANEIRO 30/05/2014. Hospital Adventista Silvestre CURSO DE RIO DE JANEIRO 30/05/2014 Hospital Adventista Silvestre PANORAMA DO MERCADO DE SAÚDE Inteligência na gestão dos serviços de apoio é valorizada; Apagão da mão de obra; A higienização deixa de ser

Leia mais

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS LEVANTAMENTO obras sureg 2004 PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS % Adicional Noturno 20,00% % DSR Domingos e Feriados: 5 1 HORTOMERCADO HUMAITÁ Quant. Hora Valor

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 O Hospital realiza uma combinação complexa de atividades especializadas, onde o serviço de Higienização e Limpeza ocupam um lugar de grande importância. Ao se entrar em um

Leia mais

Formulário de Pedidos

Formulário de Pedidos CUIDADOS COM A CASA [ 01/05 ] 8363 ÁGUA SANITÁRIA PROEZA 1000ML 8503 AMACIANTE DE ROUPAS PROEZA 2LT EMOÇÃO 85011 AMACIANTE DE ROUPAS PROEZA 2LT BEM ESTAR 8504 AMACIANTE DE ROUPAS PROEZA 2LT NENÉM 85021

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2014 CARGO E UNIDADES: Auxiliar de Serviços Gerais (Macaíba) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 2 (duas) horas.

Leia mais

Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos. Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus

Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos. Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus Limpeza Terminal e Concorrente de Isolamentos Enfª Francyne Lopes Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Hospital Mãe de Deus O Controle de Infecção e a Limpeza Ambiental Histórico Guerra da Criméia

Leia mais

NR 35 TRABALHO EM ALTURA

NR 35 TRABALHO EM ALTURA Márcio F Batista Bombeiro e Tecnólogo de Segurança NR 35 TRABALHO EM ALTURA Objetivos Estabelecer os procedimentos necessários para a realização de trabalhos em altura, visando garantir segurança e integridade

Leia mais