Contrato no Setor de Prestação de Serviços de Limpeza. Guia do trabalhador

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Contrato no Setor de Prestação de Serviços de Limpeza. Guia do trabalhador. 13 14 41 www.longservice.nsw.gov.au"

Transcrição

1 Contrato no Setor de Prestação de Serviços de Limpeza Guia do trabalhador

2 LICENÇA-PRÊMIO POR LONGO TEMPO DE SERVIÇO NO SETOR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA Em New South Wales (NSW), a maioria dos trabalhadores que está empregada continuamente por 10 anos com o mesmo empregador obtém o direito a 2 meses de licença-prêmio remunerada. Para os trabalhadores do setor de prestação de serviços de limpeza, é incomum trabalhar para o mesmo empregador durante 10 anos. Para ajudar os trabalhadores de limpeza a receberem um certificado de longo tempo de serviço, a Long Service Corporation reconhece os serviços prestados ao setor de prestação de serviços de limpeza em vez de apenas para um empregador. Como um trabalhador registrado na Long Service Corporation, você se torna qualificado à licença-prêmio remunerada quando registrar 10 anos de serviço no setor. Não importa para quantos empregadores você tenha trabalhado. É importante lembrar que o programa de longo tempo de serviço é diferente da aposentadoria. O dinheiro coletado no pagamento de contribuições feitas pelos empregadores é reunido em um fundo que paga os direitos das licenças prêmio. O dinheiro de impostos pagos pelo seu empregador não é depositado diretamente em uma conta em seu nome. Os profissionais de limpeza não estão cobertos pelo programa se forem: empregados por pessoas que não pertencem ao setor de prestação de serviços de limpeza; dedicados somente ou principalmente à supervisão dos profissionais de limpeza; um sócio em uma sociedade para a qual trabalha; um diretor na empresa para a qual trabalha; empregado sob contrato de prestação de serviços por autoridade de governo nacional, estadual ou local; ou empregado por remuneração ou salário pelo proprietário do local que limpa. Este guia foi atualizado em novembro de Ele não substitui a Lei de 2010 do Setor de Prestação de Serviços de Limpeza (Portable Long Service Leave Scheme) e regulamentos. Para mais informações sobre qualquer tópico incluído no guia ou para verificar quaisquer mudanças introduzidas após novembro de 2011, entre em contato com a Long Service Corporation.

3 QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO PROGRAMA Os trabalhadores de New South Wales terão direito a licença-prêmio remunerada por longo tempo de serviço após completarem 3650 dias de serviço reconhecido (10 anos) para um ou mais empregadores do setor de prestação de serviços de limpeza. Isso significa que os trabalhadores irão receber 8,67 semanas (2 meses) de licença-prêmio por longo tempo de serviço após 10 anos de serviço. O montante a ser pago será baseado na remuneração média semanal regular do trabalhador. Não é necessário que os serviços sejam contínuos. Você pode se afastar do setor por até 4 anos que isso não irá afetar seus direitos.

4 QUEM É UM TRABALHADOR? O programa cobre trabalhadores do setor de prestação de serviços de limpeza. Um trabalhador é alguém: empregado sob contrato de trabalho por um empregador para realizar trabalhos de limpeza; ou um trabalhador autônomo que executa trabalhos de limpeza; empregado em tempo integral, meio expediente ou esporádico; que executa trabalhos de limpeza na maior parte de seu tempo e também supervisiona outros trabalhadores. O QUE VOCÊ PRECISA FAZER? Manter atualizados seus dados de contato. Enviamos informações importantes sobre seu registro para o seu endereço. Se não puder ser encontrado, você pode perder alguns de seus direitos ou ter seu registro cancelado. Se mudar de endereço, informe imediatamente. Você pode telefonar para nossa Helpline no número ou pode nos escrever ou enviar um para Verifique seu Extrato Anual Todos os anos, iremos disponibilizar em nosso site um extrato anual que mostra o número de dias registrados no ano fiscal anterior e o total de salários mínimos, conforme relatado pelo(s) seu(s) empregador(es) para aquele ano. O extrato também mostra o total de dias registrados desde a sua filiação conosco. Os extratos dos prestadores de serviço irão exibir o montante de contribuições pagas pelo prestador de serviço, relativas ao ano fiscal anterior. Você pode solicitar uma cópia em papel de seu extrato entrando em contato com nossa Helpline.

5 Você precisa verificar seu Extrato Anual e se tiver alguma dúvida sobre as datas, número de salários mínimos ou falta de registro de serviços, você deve avisar a Long Service Corporation. Onde houver serviços faltando em seu registro e se o seu empregador tiver entrado em falência, a Corporation poderá creditar esses serviços em seus registros por cada dia trabalhado. Você precisará telefonar para nossa Helpline e falar com um funcionário do Atendimento ao Cliente. Ele irá lhe aconselhar sobre o que você precisará fazer para atualizar seu registro. SEU NÚMERO DE REGISTRO Quando seu empregador nos notificar que você começou a trabalhar ou você nos notificar que é um prestador de serviços autônomo que executa trabalhos de limpeza, nós iremos lhe enviar uma carta incluindo seu número de registro. Se você começar a trabalhar com um novo empregador no setor de prestação de serviços de limpeza, você deve informá-lo seu número na Long Service Corporation. Se você for um prestador de serviços, você precisará de seu número de registro para preencher formulários. Sempre que entrar em contato conosco, você precisará nos dizer seu número de registro. Você deve ter apenas um número de registro. Se tiver mais de um número, por favor, informe à Long Service Corporation.

6 DIREITOS DE TRABALHO ANTERIORES A 1º DE JULHO DE 2011 A Lei de 2010 do Setor de Prestação de Serviços de Limpeza (Portable Long Service Leave Scheme) é válida desde 1º de julho de 2011, o que significa que você não pode registrar nenhum serviço sob o programa anterior a essa data. Se estava trabalhando para seu empregador atual antes do programa ser implantado em 1º de julho de 2011, foram feitas provisões para assegurar que o programa não retire nenhum direito que você já tenha acumulado sob a Lei de 1955 de Licença Prêmio por Longo Tempo de Serviço (Long Service Leave Act de NSW) - a Lei Por exemplo, um prestador de serviço de limpeza que tenha 9 anos de serviço com um único empregador e continua empregado na mesma firma por 12 meses após o início do programa, irá solicitar ao seu empregador a licença-prêmio segundo a Lei Em termos práticos, o empregador irá pagar ao empregado o montante total em um primeiro momento e solicitar o reembolso à Corporação dos períodos de serviço após 1º de julho de QUANDO COMEÇA SEU REGISTRO Seu registro de longo tempo de serviço irá começar na data que recebermos seu pedido de registro de sua parte ou de seu empregador. Se você executou serviços de limpeza antes da sua data de registro, uma data anterior pode ser definida se você explicar o que impediu, ou causou o atraso, do pedido de registro.

7 Após considerar as circunstâncias que você informou, a Long Service Corporation irá determinar sua data de registro. Somente em circunstâncias especiais sua data de registro será definida como mais de 2 anos antes de sua data inicial de registro e essa data nunca poderá ser anterior à 1º de julho de Um bônus em crédito de 365 dias (1 ano) de serviço será dado a todos os trabalhadores que estão empregados no setor de prestação de serviços de limpeza desde 1º de julho de 2011 e que estejam registrados no programa até 31 de dezembro de Esses trabalhadores serão reconhecidos como Trabalhadores Fundadores e esse bônus irá contar como tempo de serviço reconhecido para o direito de licença por longo tempo de serviço neste programa.

8 COMO SEU TRABALHO É REGISTRADO Trabalhador por remuneração ou salário O trabalho é creditado em seu registro quando seu empregador apresenta sua declaração trimestral. Na Declaração, seu empregador deve nos informar o total de salários mínimos que pagou a você por trabalhos de limpeza naquele período e, se aplicável, sua data de contratação ou dispensa. A Declaração deve ser preenchida até 14 dias após o encerramento do período da Declaração. Período de declaração Prazo de apresentação das Declarações 1º de janeiro a 31 de março 14 de abril 1º de abril a 30 de junho 14 de julho 1º de julho a 30 de setembro 14 de outubro 1º de outubro a 31 de dezembro 14 de janeiro PRESTADORES DE SERVIÇO AUTÔNOMOS Se você é um prestador de serviços autônomo executando serviços de limpeza, você pode optar por se registrar no programa como trabalhador. A associação é voluntária, mas você deve ter conhecimento de que se você se registrar como prestador de serviços autônomo você deverá apresentar uma Declaração todos os trimestres e pagar uma contribuição sobre os salários mínimos recebidos. Se não apresentar a Declaração, podem incorrer juros de mora e uma multa. Os pagamentos de licençaprêmio para prestadores de serviço autônomos incluem os montantes pagos em contribuições à Long Service Corporation mais pelo menos 75% dos juros arrecadados pela Corporation sobre essas contribuições.

9 PARA TIRAR A LICENÇA Você pode solicitar a licença remunerada: quando tiver 10 anos completos de serviço registrado a cada 5 anos completos de serviço registrado após os primeiros 10 anos se você tirou licença-prêmio por longo tempo de serviço sob a Lei 1955 de NSW e registrou 5 anos completos de serviço neste programa O crédito de 365 dias de serviço de bônus para Trabalhadores Fundadores irá contar neste programa como serviço reconhecido para direito à licença por longo tempo de serviço. PARA OBTER UM PAGAMENTO Você pode solicitar um pagamento se tiver 5 anos de serviço reconhecido e: tiver parado de trabalhar no setor, ou no caso de sua morte, seu representante pode solicitar o pagamento. O crédito de 365 dias de serviço de bônus para Trabalhadores Fundadores irá contar neste programa como serviço reconhecido para direito à licença por longo tempo de serviço. Se trabalhar para o mesmo empregador por tempo suficiente, você pode ter direito ao benefício de uma licença-prêmio de seu empregador. Você não terá direito a receber ambos os benefícios de seu empregador e os de nossa parte. Verifique conosco antes de solicitar qualquer benefício de licençaprêmio por longo tempo de serviço. Cancelamento de seu registro Será necessário cancelar seu registro se você: não registrar qualquer serviço durante 4 anos seguidos; tiver recebido um benefício ao deixar o setor; tiver pedido o cancelamento de seu registro; ou não tinha direito de se registrar

10 Se seu registro vai ser cancelado porque você não tinha direito de se registrar ou se não registrou qualquer serviço durante pelo menos 4 anos seguidos, você tem o direito de apelar da decisão. Sua apelação será decidida pelo Comitê Independente de Licença-Prêmio por Longo Tempo de Serviço do Setor de Prestação de Serviços de Limpeza. Se o seu registro for cancelado, você pode solicitar um novo registro se começar a trabalhar no setor novamente. RESTABELECER UM REGISTRO Se o seu registro for cancelado porque você não registrou nenhum serviço por 4 anos consecutivos, você pode solicitar o restabelecimento de seu registro. Restabelecer seu registro significa que todos os serviços previamente registrados irão contar para quaisquer direitos futuros que você tenha que reclamar. Você pode solicitar o restabelecimento de seu registro até 6 anos após a data do cancelamento. Você precisará fornecer as justificativas adequadas para que a Long Service Corporation possa considerar o restabelecimento de seu registro.

11 O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ NÃO ESTÁ TRABALHANDO? Se não for possível trabalhar no setor, você ainda poderá registrar serviço se estiver: acidentado ou doente; desempregado, mas em um curso de treinamento reconhecido pela Long Service Corporation como importante para o setor de prestação de serviços de limpeza para ajudá-lo a encontrar emprego no setor; envolvido em tarefas mais leves (não sendo trabalho de limpeza) como parte de um programa de recuperação de acidente ou doença; ou trabalhando em trabalho de limpeza voluntário devido a uma emergência declarada. Se algum dos itens acima se aplica a você, telefone para nossa Helpline e fale com um funcionário do Atendimento ao Cliente. Ele irá lhe aconselhar sobre o que você precisará fazer para atualizar seu registro. TRABALHO EM OUTRO ESTADO OU TERRITÓRIO Nós apenas acrescentamos dias ao seu registro enquanto estiver trabalhando em NSW. Se você trabalhar em outro estado ou território, você precisará entrar em contato com o órgão de longo tempo de serviço naquele estado ou território. Queensland telefone (07) ou Aust. Capital Territory telefone (02) Para conservar seu registro de NSW se estiver trabalhando em Queensland ou ACT, você deverá encaminhar uma cópia do seu último extrato emitido por um dos programas interestaduais de que seja membro. Isso deve ser feito todos os anos para garantir que você não perca os serviços registrados no seu registro de New South Wales.

12 Telefone h30 às 17h00, segunda a sexta-feira Escritório Level 1, Watt Street, Gosford Level 1, 12 Railway Street, Lidcombe 8h30 às 17h00, segunda a sexta-feira Correspondência Locked Bag 3000 Central Coast MC NSW 2252 Internet Se precisar de ajuda ou informações em um idioma diferente de inglês, um serviço de intérprete por telefone está disponível. Informações por escrito em diversos idiomas estão disponíveis em nosso site e em nossos escritórios.

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

Termos e Condições Gerais de Vendas

Termos e Condições Gerais de Vendas Termos e Condições Gerais de Vendas 1º Escopo da aplicação (1) As condições a seguir são aplicáveis a todos os fornecimentos e serviços (por exemplo, instalações, projetos) da BrasALPLA. Estas condições

Leia mais

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Em vigor a partir de 01/04/2016 RINA Via Corsica 12 16128 Genova - Itália tel. +39 010 53851 fax +39 010 5351000 website : www.rina.org Normas

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/16 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Desemprego Parcial (6002 v4.11) PROPRIEDADE

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE DESEMPREGO PARCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio de Desemprego Parcial (6002 v4.02_2)

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/12 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático -Subsídio para Assistência a Filho

Leia mais

DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL. Termos e Condições de Venda

DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL. Termos e Condições de Venda DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL Termos e Condições de Venda A Globalcode Treinamentos, organizadora do Devoxx4Kids São Paulo Brasil, regula a realização de inscrição e pagamento online, para as edições

Leia mais

Dúvidas Frequentes. Central de Atendimento ao Fornecedor

Dúvidas Frequentes. Central de Atendimento ao Fornecedor Dúvidas Frequentes Central de Atendimento ao Fornecedor Fornecedor de Material 1- Sou um fornecedor Raízen devidamente Homologado e preciso entregar o material solicitado em uma de suas unidades, como

Leia mais

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Módulo 9 Ressarcimento de Danos Elétricos Revisão Motivo da Revisão Primeira

Leia mais

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial.

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial. PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O SABESPREV MAIS. 1. A Sabesprev está em dificuldades financeiras? Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos

Leia mais

TERMOS DE SERVIÇOS DE ACOMPANHAMENTO

TERMOS DE SERVIÇOS DE ACOMPANHAMENTO TERMOS DE SERVIÇOS DE ACOMPANHAMENTO Estes Termos de Serviços de Acompanhamento (i) regem os Serviços de Acompanhamento executados pela Parte Contratante UL para o Cliente, algumas vezes também referido

Leia mais

ÍNDICE. BEM-VINDO AO PLANO CROprev 02 FALANDO A NOSSA LÍNGUA 03 CONHECENDO O PLANO 05 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 09 FORMAS DE CONTATO 11

ÍNDICE. BEM-VINDO AO PLANO CROprev 02 FALANDO A NOSSA LÍNGUA 03 CONHECENDO O PLANO 05 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 09 FORMAS DE CONTATO 11 ÍNDICE BEM-VINDO AO PLANO CROprev 02 FALANDO A NOSSA LÍNGUA 03 CONHECENDO O PLANO 05 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 09 FORMAS DE CONTATO 11 Versão: agosto 2008 BEM-VINDO AO PLANO CROprev O Plano de Previdência

Leia mais

Última alteração: 9 de outubro de 2015. Política de observância dos direitos autorais

Última alteração: 9 de outubro de 2015. Política de observância dos direitos autorais Última alteração: 9 de outubro de 2015 Política de observância dos direitos autorais Esta é a política de observância de direitos autorais (doravante a "Observância aos direitos autorais") para o Site/Aplicativo

Leia mais

Rede INFO: abordagens eficazes aos princípios fundamentais

Rede INFO: abordagens eficazes aos princípios fundamentais Rede INFO: abordagens eficazes aos princípios fundamentais Setembro de 2014 A International Network of Financial Services Ombudsman Schemes (Rede INFO) é a associação mundial de mediadores de serviços

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas CONTA COM A GENTE PARCELE SUA DÍVIDA COM DESCONTOS NOS JUROS E MULTA Perguntas e Respostas P: O que é o Programa de Recuperação de Crédito do DMAE? R: É a oportunidade dos usuários que possuem dívidas

Leia mais

Escopo do Copilot Optimize - Elaboração de Relatórios

Escopo do Copilot Optimize - Elaboração de Relatórios Descrição do serviço Copilot Optimize - Elaboração de Relatórios CAA-1013 Visão geral do serviço Esta Descrição do serviço ( Descrição do serviço ) é firmada por você, o cliente, ( você ou Cliente ) e

Leia mais

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. Intermediários Financeiros O QUE SÃO INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS? Intermediários financeiros são as empresas prestadoras dos serviços que permitem aos investidores actuar

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

Caro Participante, Boa leitura!

Caro Participante, Boa leitura! CARTILHA PLANO BD Caro Participante, Levar informações sobre o universo da educação previdenciária e mantê-lo informado sobre as diversas ações desenvolvidas pela Fundação Celpe de Seguridade Social Celpos

Leia mais

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição

II. Celebração do contrato, as partes contratantes, limitações contratuais de responsabilidade e prescrição Termos e condições gerais I. Âmbito de aplicação 1. Os seguintes termos e condições aplicam-se a qualquer uso de aluguer de quartos de hotel para alojamento, bem como todos os outros serviços e entregas

Leia mais

Guia de Cliente Seguro de Saúde

Guia de Cliente Seguro de Saúde 1 2 Índice O que está coberto pelo meu Seguro de Saúde? Qual o valor máximo pago pelo Segurador por ano por cada cobertura? O que tenho de pagar quando utilizar o Seguro de Saúde? Tabela de Franquias e

Leia mais

Realização. Conselho Brasileiro de Manejo Florestal FSC Brasil. www.fsc.org.br

Realização. Conselho Brasileiro de Manejo Florestal FSC Brasil. www.fsc.org.br C e rtificação gr u p o em Realização Apoio Conselho Brasileiro de Manejo Florestal FSC Brasil www.fsc.org.br 28 01 C er t ifi ca çã o emgrupo em Realização Apoio Conselho Brasileiro de Manejo Florestal

Leia mais

1.3. A adesão ao Programa de Relacionamento implica na aceitação total das condições e normas descritas no presente Regulamento.

1.3. A adesão ao Programa de Relacionamento implica na aceitação total das condições e normas descritas no presente Regulamento. REGULAMENTO OI MAIS Condições Gerais 1.1.A Telemar Norte Leste ( Telemar ) inscrita no CNPJ/MF sob o nº 33.000.118/0001-79, com sede na Rua General Polidoro, nº 99, Botafogo, na Cidade e Estado do Rio

Leia mais

THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC. Termos e Condições de Venda

THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC. Termos e Condições de Venda THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC Termos e Condições de Venda A Globalcode Treinamentos, organizadora e mentora do TDC, regula a realização de inscrição e pagamento online, para as edições dos eventos The

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO PARA ASSISTÊNCIA A FILHO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático -Subsídio para Assistência a Filho

Leia mais

Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013

Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013 Normas do Sistema de Suspensão Rápida Uniforme (URS) em vigor a partir de 28 de junho de 2013 Estas Normas estão em vigor para todos os processos de URS. Os procedimentos de URS devem ser regidos por estas

Leia mais

GUIA PRÁTICO DISPENSA DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL RELATIVAMENTE AOS PRODUTORES DE LEITE DE VACA CRU

GUIA PRÁTICO DISPENSA DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL RELATIVAMENTE AOS PRODUTORES DE LEITE DE VACA CRU GUIA PRÁTICO DISPENSA DO PAGAMENTO DE CONTRIBUIÇÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL RELATIVAMENTE AOS PRODUTORES DE LEITE DE VACA CRU INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático 2036 Dispensa

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Roteiro para Cadastramento no Módulo PC Online do SiGPC Data de atualização: 10/2/2012

Roteiro para Cadastramento no Módulo PC Online do SiGPC Data de atualização: 10/2/2012 Roteiro para Cadastramento no Módulo PC Online do SiGPC Data de atualização: 10/2/2012 Para começar, tenha em mãos o seguinte: A mensagem eletrônica ou ofício que você recebeu do FNDE contendo Usuário

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLETIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLETIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLETIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Inscrição e Alteração de Dados Pessoa Coletiva (2001 v5.02) PROPRIEDADE

Leia mais

IRPF IR2012. Chegou a hora de declarar o. Especial

IRPF IR2012. Chegou a hora de declarar o. Especial Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência - Março de 2012 Especial IRPF 2012 Chegou a hora de declarar o IR2012 >> Fique por dentro >> Onde informar

Leia mais

TEXTO ATUALIZADO. Artigo 1.º Objeto

TEXTO ATUALIZADO. Artigo 1.º Objeto Diploma: Portaria n.º 204-B/2013, de 18 de junho Sumário: Cria a medida Estágios Emprego Alterações: Portaria n.º 375/2013, de 27 de dezembro, altera o artigo 3.º e as alíneas a), b) e c) do n.º 1 do artigo

Leia mais

Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais EMPRESARIAL

Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais EMPRESARIAL Venda exclusiva para pessoa jurídica. Condições Gerais O IDEAL CAP Empresarial é um título de capitalização de pagamento mensal que ajuda você a guardar dinheiro para tirar os projetos do papel. Além disso,

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 2.1 12/11/2015 Alterações em relação à versão anterior Alterado: itens 23, 25, 30, 31, 34, 35, 37, 46, 47 e 48 Incluído: itens 14, 40, 41 e

Leia mais

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento

3 Direito de revogação do utilizador final no que diz respeito a contratos de venda à distância - Política de cancelamento I. Termos e Condições Gerais de Venda da MAGIX Software GmbH Estado: junho 2014 1 Âmbito de aplicação 1. Todas as entregas, serviços e ofertas da MAGIX Software GmbH (de ora avante denominada MAGIX ) são

Leia mais

Como registrar sua marca

Como registrar sua marca Como registrar sua marca Neste ebook iremos abordar um passo a passo do registro de marcas no Brasil, apresentando respostas para as dúvidas mais frequentes dos empreendedores. Você conhece qual a autoridade

Leia mais

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo

ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo www.consultacpfonline.com.br ebook Grátis - Limpe seu nome passo a passo 2 1 - Cheque sem fundo O que é? O cheque é um título de crédito e também uma ordem de pagamento à vista. É considerado um título

Leia mais

VIPMAIS. CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Mais Versão Out./12

VIPMAIS. CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente VIP Mais Versão Out./12 VIPMAIS 2 VIP MAIS MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A que protege a sua família, caso algum

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

MANUAL DO CICLO 2014/2015

MANUAL DO CICLO 2014/2015 MANUAL DO CICLO 2014/2015 O QUE É O PIC? Programa de Iniciação Científica da Universidade Positivo Um dos objetivos da Universidade hoje é formar indivíduos capazes de buscar conhecimento e de saber utilizá-lo.

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A OLIVEIRA FRANCO SOCIEDADE CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, em atenção ao quanto disposto na Instrução CVM n. 505, de 27/09/2011, define por este documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

Responsabilidade Civil para Órgãos de Administração e Fiscalização

Responsabilidade Civil para Órgãos de Administração e Fiscalização Este contrato de seguro garante a responsabilidade civil imputável aos membros dos órgãos de administração e fiscalização de sociedades comerciais, de acordo com o legalmente exigível no Código das Sociedades

Leia mais

*Entende-se por colaboradores do Staff Assistentes, Analistas, Supervisores de Staff e Especialistas.

*Entende-se por colaboradores do Staff Assistentes, Analistas, Supervisores de Staff e Especialistas. 1. Objetivo 1.1. A campanha será patrocinada pela Telefônica Vivo e tem por objetivo incentivar e reconhecer seus colaboradores alocados a nível Brasil no Atendimento ao Cliente. 2. Período de vigência

Leia mais

CERTIFICADO DO SEGURO PROTEÇÃO DÁ SORTE

CERTIFICADO DO SEGURO PROTEÇÃO DÁ SORTE CERTIFICADO DO SEGURO PROTEÇÃO DÁ SORTE Proposta nº: Nome: CPF: Data de Nascimento: Cartão nº: Apólice nº: 136 Endereço: nº: Complemento: Bairro: Cidade: UF: CEP: Telefone: Está coberto pelo Seguro Proteção

Leia mais

Eletrobras. índice. Elet~~clear

Eletrobras. índice. Elet~~clear ~ i.\ Elet~~clear VIGI:NCIA ORIGINAL 25/09/2008 NORMATIV A DATA DE EMISSÃO 3 OSET.2010 DISTRIBUiÇÃO A AuxíLIO ÓCULOS/LENTES DE CONTATO índice 1 FINALIDADE.. 2 2 ABRANGÊNCIA...2 3 DIRETRIZES, 2 3.1 CRITÉRIOS

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

IR 2010: Perguntas e respostas. 1. A planilha que a ANAJUSTRA forneceu possui valores divergentes ao que recebi do banco. Por quê?

IR 2010: Perguntas e respostas. 1. A planilha que a ANAJUSTRA forneceu possui valores divergentes ao que recebi do banco. Por quê? IR 2010: Perguntas e respostas 1. A planilha que a ANAJUSTRA forneceu possui valores divergentes ao que recebi do banco. Por quê? Resposta: A planilha fornecida pela ANAJUSTRA poderá ter divergências entre

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLECTIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLECTIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO E ALTERAÇÃO DE DADOS PESSOA COLECTIVA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Inscrição e Alteração de Dados Pessoa Colectiva (2001 v5.1) PROPRIEDADE

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo REGULAMENTO DO CENTRO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO NO BRASIL SÃO PAULO Artigo 1º O Centro de Arbitragem 1.1. O Centro de Mediação e Arbitragem da Câmara Portuguesa de Comércio

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO 2012-2013

REGULAMENTO INTERNO 2012-2013 REGULAMENTO INTERNO 2012-2013 2 1. Admissão e lotação 1.1. O colégio admite crianças com idades entre os 4 meses e os 6 anos. 1.2. A lotação da creche (dos 4 meses aos 3 anos) é de 56 crianças distribuídas

Leia mais

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE Este documento é uma tradução do crioulo haitiano e alguns termos foram adaptados para facilitar sua relevância para um público mais

Leia mais

Procedimentos de Troca e Devolução

Procedimentos de Troca e Devolução Procedimentos de Troca e Devolução A Casa Modelo garante a troca e devolução dos produtos em um prazo de reclamação de 7 (sete) dias úteis, a partir do recebimento. Para facilitar este processo, alguns

Leia mais

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde

Manual de Orientação para Contratação de Planos de Saúde Direito de migrar para plano individual ou familiar aproveitando carência do plano coletivo empresarial Os beneficiários dos planos coletivos empresariais que tiverem o benefício de plano de saúde extinto,

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco

SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento de Utilização do seu Cartão de Crédito Bradesco A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito

Leia mais

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO DECLARAÇÃO DE REMUNERAÇÕES ON-LINE INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático de Declaração de Remunerações On-Line (2026 V4.10) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

INTRODUÇÃO. Assim, a Marítima disponibiliza nesse comunicado algumas dicas para agilizar os processos de análise de risco de proposta. DICAS!

INTRODUÇÃO. Assim, a Marítima disponibiliza nesse comunicado algumas dicas para agilizar os processos de análise de risco de proposta. DICAS! INTRODUÇÃO Prezado corretor, Tendo como princípio o bom atendimento e a prestação de serviço com qualidade, a Marítima Seguros frequentemente revisa seus processos, desenvolve e aperfeiçoa os diversos

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário o estabelecimento de critérios para concessão de bolsas de estudo, resolve:

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. PREÂMBULO. A Faculdade Cenecista de Osório, no uso de suas atribuições decorrentes da Resolução nº. 1 de junho

Leia mais

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

INFORMAÇÃO IMPORTANTE INFORMAÇÃO IMPORTANTE CONTRIBUIÇÕES JANEIRO/1989 A DEZEMBRO/1995. INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1.343/2013 Entre o período de janeiro de 1989 a dezembro de 1995, as contribuições efetuadas pelos participantes

Leia mais

Apresentação. O Protesto de Títulos

Apresentação. O Protesto de Títulos Apresentação O Protesto de Títulos A Corregedoria da Justiça apresenta aos cidadãos do Distrito Federal a série Conversando Sobre Cartórios, onde as dúvidas mais freqüentes são respondidas em linguagem

Leia mais

Sistema Serviço de Valet

Sistema Serviço de Valet Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Página 1 Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Versão 1.0.0 Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Página 2 Índice 1. Informações gerais... 3 2. Passo-a-passo...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE PLANO PM 60/60

Leia mais

Informações gerais de nossos programas

Informações gerais de nossos programas Informações gerais de nossos programas Informações gerais de nossos programas Esta publicação fornece informações gerais sobre as características mais importantes dos programas de Seguro Social, Supplemental

Leia mais

Portuguese DIREITOS DOS TRABALHADORES. Proteger os trabalhadores através de licenças. t: +44 (0)845 602 5020 www.gla.defra.gov.uk

Portuguese DIREITOS DOS TRABALHADORES. Proteger os trabalhadores através de licenças. t: +44 (0)845 602 5020 www.gla.defra.gov.uk Portuguese DIREITOS DOS TRABALHADORES Proteger os trabalhadores através de licenças t: +44 (0)845 602 5020 www.gla.defra.gov.uk Como o podemos ajudar A GLA é uma organização criada para proteger os trabalhadores

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

5.5 5.5 NORMAS DE FREQUÊNCIA ESCOLAR

5.5 5.5 NORMAS DE FREQUÊNCIA ESCOLAR 5.5 5.5 FREQUÊNCIA ESCOLAR NORMAS DE FREQUÊNCIA ESCOLAR TODOS OS ESTUDANTES EM IDADE ESCOLAR OBRIGATÓRIA DEVEM FREQUENTAR A ESCOLA DURANTE TODOS OS DIAS DO ANO LETIVO DE 180 DIAS, OU O EQUIVALENTE EM NÚMERO

Leia mais

1.3 Para se tornar participante do Cartão Fidelidade Limão Doce, o cliente só precisa solicitar o seu cartão a um dos atendentes da loja.

1.3 Para se tornar participante do Cartão Fidelidade Limão Doce, o cliente só precisa solicitar o seu cartão a um dos atendentes da loja. 1. Adesão ao Cartão Fidelidade 1.1 A adesão dos clientes (exclusivamente pessoas físicas, residentes e domiciliadas em território nacional, com idade superior a 18 (dezoito) anos que possuam CPF) ao CARTÃO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19 REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA Pág.1/19 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS 3 1. Localização 3 2. Âmbito 3 3. Política e Estratégia de Actuação 3 4. Inscrições

Leia mais

GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA

GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA Infomail GUIA DO CONSUMIDOR DE ÁGUA Índice Prestação do serviço de abastecimento de água Está sujeita a regras especiais? É obrigatória? O que é necessário? Como se processa a ligação à rede pública? Quem

Leia mais

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF ELETRA - FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA www.eletra.org.br - versão: 05/2015 12.08.2015 - pág.: 1 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) ( ) ATIVO ( ) APOSENTADO

Leia mais

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Início Portal Coordenador... 2 2.1. Novos Pedidos... 2 2.2. Pendências... 3 2.3. Menu... 4 2.4. Sair... 4 3. Saldo de Projetos... 5 4. Extrato

Leia mais

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO PREÇOS DOS SERVIÇOS DE ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO E DE INSPEÇÃO NORMA Nº: NIE-CGCRE-0 APROVADA EM MAR/20 Nº 01/09 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade 4 Histórico das

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA IMS/CAT/UFBA. Título I. Das Disposições Gerais. Capítulo I

REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA IMS/CAT/UFBA. Título I. Das Disposições Gerais. Capítulo I 1 REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA IMS/CAT/UFBA Título I Das Disposições Gerais Capítulo I Dos Objetivos e da Estruturação Geral do Serviço de Psicologia Art. 1º - O Serviço de Psicologia é parte

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO DE ASSISTÊNCIA A FILHOS COM DEFICIÊNCIA OU DOENÇA CRÓNICA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático

Leia mais

Nota introdutória. Glossário

Nota introdutória. Glossário Nota introdutória Este documento propõe-se ser uma ferramenta com instruções e informação, que permitam aos beneficiários, conhecer os encargos que foram apurados para a declaração de IRS, no seguimento

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais... 3. 2 - Ensino Básico... 4. 3 - Ensino Secundário... 4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais...

ÍNDICE. 1 - Disposições Gerais... 3. 2 - Ensino Básico... 4. 3 - Ensino Secundário... 4. 4 - Alunos com Necessidades Educativas Especiais... MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA NORMAS DE PROCEDIMENTO DE CANDIDATURA AO SUBSÍDIO DE TRANSPORTE ÍNDICE 1 - Disposições Gerais... 3 2 - Ensino Básico... 4 3 - Ensino Secundário... 4 4 - Alunos com Necessidades

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Pres. Juscelino Kubitschek,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR COPEVE EDITAL DO PROGRAMA DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO AO VESTIBULAR (PITV) UFMG 2014 A Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 001, de 07 de dezembro de 2001.

RESOLUÇÃO N.º 001, de 07 de dezembro de 2001. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA RESOLUÇÃO N.º 001, de 07 de dezembro de 2001. Dispõe sobre o atendimento pelo estabelecimento particular de ensino

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS ORGANIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS O presente programa/ catálogo é o documento informativo no qual se inserem as presentes condições gerais, dele fazendo parte integrante e que constituem, na ausência de documento autónomo

Leia mais

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO/ALTERAÇÃO MEMBROS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO/ALTERAÇÃO MEMBROS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO INSCRIÇÃO/ALTERAÇÃO MEMBROS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÈCNICA TÍTULO Guia Prático - Inscrição/Alteração Membros dos Órgãos Estatutários (MOE) (1008 V5.13)

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE OS PROCEDIMENTOS DO LIVRO DIGITAL

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE OS PROCEDIMENTOS DO LIVRO DIGITAL Livro Digital DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE OS PROCEDIMENTOS DO LIVRO DIGITAL 1- Quando e onde emitir o DAE para pagamento do preço público devido para autenticação do livro digital? Após a transmissão do arquivo

Leia mais

Ourocap Milênio. Processo SUSEP nº 10.004340/00-18 CONDIÇÕES GERAIS

Ourocap Milênio. Processo SUSEP nº 10.004340/00-18 CONDIÇÕES GERAIS Ourocap Milênio Processo SUSEP nº 10.004340/00-18 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO E APADRINHAMENTO DE ENTIDADE FILANTRÓPICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO E APADRINHAMENTO DE ENTIDADE FILANTRÓPICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CONDIÇÕES GERAIS DO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO E APADRINHAMENTO DE ENTIDADE FILANTRÓPICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Documento registrado no Cartório do 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos de Belo Horizonte,

Leia mais

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 1º semestre de 2016,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE: Aqui designado apenas como a empresa que fez o cadastro pelo sistema de vendas online no site www.netflexfidelidade.com.br CONTRATADA: Openhaus Soluções Tecnológicas

Leia mais

Questões Frequentes sobre a Taxa Turística de Dormida do Município de Lisboa

Questões Frequentes sobre a Taxa Turística de Dormida do Município de Lisboa Questões Frequentes sobre a Taxa Turística de Dormida do Município de Lisboa Nota: o elenco de perguntas e respostas que se segue visa apenas enquadrar algumas das questões colocadas pelos nossos associados

Leia mais

Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010

Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010 Instruções de Preenchimento para Inscrição ao ENEM 2010 Para realizar a inscrição ao ENEM 2010, o participante deve ter em mãos seus documentos pessoais: CPF e RG. Além disso, a informação correta do CEP

Leia mais

Saiba tudo sobre o Cartão Tricard

Saiba tudo sobre o Cartão Tricard Saiba tudo sobre o Cartão Tricard 03 Conhecendo o Cartão Tricard Vantagens para meu cliente, vantagens para minha loja Como funciona o Cartão Tricard Kit de boas vindas do Cartão Tricard 07 15 24 25 Faça

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 24170-3 (FL. 1/4) SF 06/11 Via única CONDIÇÕES GERAIS CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Estas são as condições gerais do Empréstimo Pessoal, solicitado e contratado por você. Leia atentamente estas condições

Leia mais

REGULAMENTO DA CÂMARA DE REGISTRO, COMPENSAÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE OPERAÇÕES DE CÂMBIO DA BM&FBOVESPA. Março 2014. Página 1

REGULAMENTO DA CÂMARA DE REGISTRO, COMPENSAÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE OPERAÇÕES DE CÂMBIO DA BM&FBOVESPA. Março 2014. Página 1 REGULAMENTO DA CÂMARA DE REGISTRO, COMPENSAÇÃO E LIQUIDAÇÃO DE OPERAÇÕES DE CÂMBIO DA BM&FBOVESPA Março 2014 Página 1 ÍNDICE CAPÍTULO I DAS DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES DA CÂMARA... 6 CAPÍTULO

Leia mais

Segurança e saúde no trabalho

Segurança e saúde no trabalho Segurança e saúde no trabalho A empresa tem a responsabilidade legal de assegurar que os trabalhadores prestam trabalho em condições que respeitem a sua segurança e a sua saúde. A empresa está obrigada

Leia mais

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis De acordo com o art.º 2º dos estatutos deste clube, o Tennis Club da Figueira da Foz tem uma que se rege pelo presente regulamento. 1. A funciona nas instalações do clube, sito na Avenida 25 de Abril,

Leia mais

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PROJETO DE RESOLUÇÃO 03-00023/2011 da Mesa Diretora Institui no âmbito da Câmara Municipal de São Paulo Sistema de Consignação Facultativa em Folha de Pagamento na modalidade

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA J.P. MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. A J.P. Morgan Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários S.A. (a Corretora ), em atenção ao disposto no art.

Leia mais

ABC DA PORTARIA CAT 153/2011

ABC DA PORTARIA CAT 153/2011 ABC DA PORTARIA CAT 153/2011 1. O que é o Sistema e-credrural? - É um sistema informatizado instituído por meio da Portaria CAT 153/2011, disponibilizado no endereço eletrônico www.fazenda.sp.gov.br, para

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO DA CASA PLANO PM 30/30 - MODALIDADE:

Leia mais