Pablo Picasso, MOMA, NY

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pablo Picasso, 1907. MOMA, NY"

Transcrição

1 Pablo Picasso, MOMA, NY

2 Georges Braque, Homenagem à Bach, 1912

3 FrankLoyd Wright, Robie House, Chicago.

4 Frank kloyd dwi Wright, Fallingwater house, Pensilvânia. i

5

6

7 O art nouveau (arte nova) foi um movimento que surgiu na Europa, entre 1890 e Essencialmente decorativo, voltado ao design e à arquitetura, influenciou também o universo das artes plásticas. O art noveau preocupava-se com a originalidade da forma, tinha relação direta com a Revolução Industrial e com a exploração de novos materiais, como o ferro e o vidro, e os avanços tecnológicos na área gráfica, como a técnica da litografia colorida. Pintores mais estreitamente relacionados com o estilo, Toulouse-Lautrec, Pierre Bonnard e Gustav Klimt, por exemplo, criaram cartazes e objetos de decoração.

8

9 MARCEL DUCHAMP Nu descendant un escalier nº 2, FUTURISMO

10 E Mcknight Kauffer FUTURISMO

11 Marius de Zayas (1909) FUTURISMO

12 MARCEL DUCHAMP Roda de bicicleta, 1913 ready made, madeira e metal altura 126 cm Nova York, Sidney Janis Gallery

13 1931

14 Max ERNST "Men Shall Know Nothing of This" 'LesHommes nen n'en sauront rien' (1923) Oil on canvas 803 x 638 mm frame: 970 x 806 x 62 mm The TATE Collection, London (UK)

15 O Chateau dos Pireneus René Magritte

16 KAZIMIR MALEVITCH SUPREMATISMO

17 O Quadrado negro sobre fundo branco, pintado entre 1913 e 1915, constituiu uma ruptura radical com a arte existente na época. É composto por dois quadrados, um dentro do outro, com os lados paralelos aos da tela. A obra marcou o início do movimento suprematista.

18 El Lissitzky - Construtivismo

19

20 El Lissitzky é considerado um dos principais nomes da arte gráfica exposta no Construtivismo Russo. Acreditava que era necessário propor novos modos de utilização para tipografia, não modificando apenas o desenho das letras, mas seu comportamento visual impresso e o vínculo com a Revolução Russa. O Construtivismo é um movimento de arte abstrata que se manifesta pouco antes da Revolução Russa de Os Construtivistas pretendiam fazer da arte, uma investigação autônoma e cientifica, indagando das propriedades abstratas da superfície pictórica, da construção, da linha e da cor.

21 Alexey Brodovich

22

23

24

25

26 Imigrante russo, trabalhou em Paris e nos Estados Unidos. Alexey Brodovich foi um dos primeiros diretores de arte da história das revistas: Harper s Baazar. Desenvolveu layouts que uniam as formas da fotografia ao desenho da página. Começou a desenvolver o conceito de produção de fotografia. Trabalhou com Richard Avedon.

27

28 O termo art déco, de origem francesa (abreviação de arts décoratifs), refere-se a um estilo decorativo que se afirma nas artes plásticas, artes aplicadas (design, mobiliário, decoração etc.) e arquitetura no entreguerras europeu. O marco em que o "estilo anos 20" passa a ser pensado e nomeado é a Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas, realizada em Paris em O art déco liga-se na origem ao art noveau. Predominam as linhas retas ou circulares estilizadas, as formas geométricas e o design abstrato. Entre os motivos os mais explorados estão os animais e as formas femininas.

29

30 Movimento que buscava explorar o uso das formas nas artes gráficas. A revista De Stijl foi uma publicação iniciada em 1917por Theo van Doesburg Neoplasticismo. Movimento de vanguarda que defendia uma total limpeza da pintura, buscando os elementos básicos da forma e da cor. Piet Mondrian: síntese das cores e das linhas geométricas. Van Doesburg e Mondrian acreditavam que a arte devia reconciliar as grandes polaridades da vida - Natureza e intelecto.

31 Piet Mondrian

32 Theo van Doesburg

33 Rose Garden e Heroic Roses, Paul Klee

34 Wassily Kandinsky ( ) Wassily Kandinsky ( ) Transverse Line, 1923

35 László Moholy-Nagy The Large Railway Picture Funkturm (radio tower) Berlin, 1926

36

37 Catálogo de produtos da Bauhaus, desenhado por Herbert Bayer.

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX História da Arte Profª Natalia Pieroni IDADE CONTEMPORÂNEA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens do homem até 40000 a. C IDADE ANTIGA 40000

Leia mais

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA Em seu sentido literal, vanguarda (vem do francês Avant Garde, guarda avante ) faz referência ao batalhão militar que precede as tropas em ataque durante

Leia mais

Vanguardas Históricas I

Vanguardas Históricas I Vanguardas Históricas I As transformações do início do século XX e as vanguardas históricas Os avanços da ciência realizados a partir do século XIX mudaram a percepção da realidade e conduziram, no campo

Leia mais

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS CONTEXTO HISTÓRICO As vanguardas européias foram manifestações artístico-literárias surgidas na Europa,

Leia mais

Infinitas são as coisas que consideramos boas, um amor correspondido, uma honesta riqueza, um quitute refinado. Umberto Eco em A História da Beleza

Infinitas são as coisas que consideramos boas, um amor correspondido, uma honesta riqueza, um quitute refinado. Umberto Eco em A História da Beleza Belo junto com gracioso, bonito ou sublime, maravilhoso, soberbo _ é um adjetivo que usamos frequentemente para indicar algo que nos agrada. Nesse sentido, aquilo que é belo é bom e, de fato em diversas

Leia mais

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL ARTES 9 ANO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GABRIELA DACIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia - Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

Art Nouveau/ Secessão de Viena

Art Nouveau/ Secessão de Viena 1760 Revolução Francesa 1789 Revolução Industrial 1819 Rainha Vitória 1840 1901 1874 Arts and Crafts 1880 1890 Primeira Guerra Mundial 1914 1918 1924 Art Déco Impressionismo 1925 Art Nouveau/ Secessão

Leia mais

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através de formas irreconhecíveis. O formato tradicional (paisagens

Leia mais

minimalismo na arte e na publicidade

minimalismo na arte e na publicidade Minimalismo é o nome que se dá a um conjunto de movimentos artísticos na arte do século XX. Três são os principais: Construtivismo Vanguarda russa Modernismo. Ideologia fundamental: A geometria e as cores

Leia mais

Principais características:

Principais características: Cubismo Definição Movimento artístico cuja origem remonta à Paris e a 1907, ano do célebre quadro de Pablo Picasso, Les Demoiselles d'avignon. Considerado um divisor de águas na história da arte ocidental,

Leia mais

Peter Behrens REVISTA DIGITAL UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN

Peter Behrens REVISTA DIGITAL UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN REVISTA DIGITAL Peter Behrens UM HOMEM QUE MUDOU A HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN Conheça a história de Peter Behrens e a sua importância na criação do conceito design 1 2 Trabalho feito pelos alunos de

Leia mais

VANGUARDAS EUROPÉIAS

VANGUARDAS EUROPÉIAS VANGUARDAS EUROPÉIAS CONTEXTO HISTÓRICO AVANÇO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO SUPERVALORIZAÇÃO DO PROGRESSO E O ENALTECIMENTO DA MÁQUINA O Ford Model T foi apresentado no dia 1 de outubro de 1908. Ele tinha O

Leia mais

Ensino em Dessau. Walter Gropius, Bauhaus de Dessau

Ensino em Dessau. Walter Gropius, Bauhaus de Dessau 1. Preliminar 2. Instrução em artesanato e Instrução em problemas da Forma 3. Instrução em arquitetura 4. Pesquisa individual no departamento de pesquisa da Bauhuas Ensino em Weimar Ensino em Dessau Maior

Leia mais

Design Gráfico Moderno: uma breve conceituação.

Design Gráfico Moderno: uma breve conceituação. Fellipe Alves Gomes Design Gráfico Moderno: uma breve conceituação. São Paulo - SP julho/2012 1 Fellipe Alves Gomes Design Gráfico Moderno: uma breve conceituação. Trabalho apresentado ao Prof. Dr. Marcos

Leia mais

Dadaísmo 1916-1925. Impacto causado pelo Dadaísmo justifica-se plenamente pela atmosfera de confusão e desafio à lógica por ele desencadeado

Dadaísmo 1916-1925. Impacto causado pelo Dadaísmo justifica-se plenamente pela atmosfera de confusão e desafio à lógica por ele desencadeado "Eu redijo um manifesto e não quero nada, eu digo portanto certas coisas e sou por princípios contra manifestos (...). Eu redijo este manifesto para mostrar que é possível fazer as ações opostas simultaneamente,

Leia mais

Principais movimentos artísticos do século XX

Principais movimentos artísticos do século XX Principais movimentos artísticos do século XX EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO ABSTRACIONISMO SURREALISMO FUTURISMO 2ª parte abstracionismo 1910 ABSTRACIONISMO - 1910 A arte abstrata tende a suprimir toda

Leia mais

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Formado em 1916 em Zurique por jovens franceses e alemães que, se tivessem permanecido em seus respectivos países, teriam sido convocados para o serviço militar,

Leia mais

Fauvismo. Cubismo. Arte Conceptual, a Street Art e muitas outras.

Fauvismo. Cubismo. Arte Conceptual, a Street Art e muitas outras. A arte nasceu na Pré-História, quando o Homem primitivo decidiu fazer uns desenhos com sangue de animais, nas cavernas onde vivia, sendo denominada por Arte Rupestre. Por fim, chegamos á arte da actualidade,

Leia mais

Concurso Arte na Capa 2011

Concurso Arte na Capa 2011 Concurso Arte na Capa 2011 Roteiro de participação O Concurso Arte na Capa 2011 terá como atividade principal o exercício de releitura dos grandes movimentos artísticos, tendo como tema paisagens naturais

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor (a): Rosilene Ardengui 8º Ano Conceito de Arte A arte

Leia mais

Construtivismo Russo 1

Construtivismo Russo 1 Construtivismo Russo 1 Camila de OLIVEIRA 2 Marcelo CRISTOFOLINI 3 Diogo da Rosa Schimitz SILVA 4 Pagú CORRÊA 5 Adriane Rodrigues DAMACENO 6 Deivi Eduardo OLIARI 7 Jorge Eduardo MANFRINI 8 Felipe Colvara

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

DISCIPLINA DE ARTE CONTEÚDOS:

DISCIPLINA DE ARTE CONTEÚDOS: DISCIPLINA DE ARTE OBJETIVOS: 6 ano Construir, expressar-se e comunicar-se em artes plásticas e visuais, articulando percepção, memória, imaginação, sensibilidade e reflexão. Desenvolver relação de autoconfiança

Leia mais

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes REVISÃO PARA PROVA Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O SURREALISMO foi o movimento artístico moderno da representação do irracional

Leia mais

Objetivos. Curso: Filosofia 6/9/2012. A dissolução do objeto de arte. Profº João Epifânio Regis Lima. Theodor W. Adorno

Objetivos. Curso: Filosofia 6/9/2012. A dissolução do objeto de arte. Profº João Epifânio Regis Lima. Theodor W. Adorno Curso: Filosofia Profº João Epifânio Regis Lima A dissolução do objeto de arte Objetivos Explorar o processo de dissolução do objeto de arte enquanto busca dos elementos que o definem como pertencente

Leia mais

A concisa história de um projeto pedagógico para o design

A concisa história de um projeto pedagógico para o design A concisa história de um projeto pedagógico para o design Na Europa formaram dois eixos artísticos de diferentes orientações e que marcaram atuação nas primeiras décadas do século 20. Grupos, pelo choque

Leia mais

Minimalismo Principais Artistas. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Minimalismo Principais Artistas. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Minimalismo Principais Artistas Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Definição Minimalismo se refere a uma tendência das artes visuais que ocorreu no fim dos anos 1950 e início dos

Leia mais

Habilidades Específicas. Artes Visuais

Habilidades Específicas. Artes Visuais Habilidades Específicas Artes Visuais 1. INTRODUÇÃO O curso de Artes Visuais tem como objetivo o desenvolvimento do conhecimento sensível por meio da percepção e da sensibilização estética. Ele não se

Leia mais

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada?

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada? Estudo dirigido para o segundo ano do ensino médio, Artes Milton Gomes Coelho A arte do Impressionismo 01. Liste fatos que modificaram o ritmo das cidades no século XIX. Resposta: pág. 223 02. Relacione,

Leia mais

Quem Foi Pablo Picasso?

Quem Foi Pablo Picasso? FICHA Nº3 Pablo PICASSO Quem Foi Pablo Picasso? Você está para conhecer como surgiram os desenhos, pinturas e esculturas de Picasso. Quem foi esse homem? Picasso era um homem baixinho, gordo e muito inteligente.

Leia mais

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Compreendendo as Artes Visuais como área de conhecimento, que busca a formação de um sujeito atuante nos diferentes contextos da sociedade, pretendemos

Leia mais

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas TURMA 601 Aula 07 Formas Geométricas As figuras geométricas sempre chamaram a atenção dos artistas plásticos. As composições com figuras geométricas é um trabalho de buscar o equilíbrio entre as formas.

Leia mais

HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO. Curriculo e Avaliação

HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO. Curriculo e Avaliação HISTÓRIA DAS ARTES 12º ANO Curriculo e Avaliação Bloco 1 - A arte, do Impressionismo ao Expressionismo Abstracto - Módulo 1 A Arte Impressionista e Pós-Impressionista. - Módulo 2 Arte, indústria, arquitectura

Leia mais

ARTE MODERNA DO REALISMO AO CONTEMPORÂNEO

ARTE MODERNA DO REALISMO AO CONTEMPORÂNEO ARTE MODERNA DO REALISMO AO CONTEMPORÂNEO Realismo Entre 1850 e 1900 surge nas artes européias, sobretudo na pintura francesa, uma nova tendência estética chamada realismo. O homem convenceu-se que precisava

Leia mais

22/04/2015. Publicidade Gráfica. Tipografia. Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos?

22/04/2015. Publicidade Gráfica. Tipografia. Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos? Publicidade Gráfica Tipografia Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos? 1 Capa de Livro Capa de Revista 2 Cartaz Pôster de Filme 3 Grafitte 4 A tipografia do grego typos = forma

Leia mais

Contexto do Dadaísmo

Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá O movimento Dadá ou Dadaísmo foi uma vanguarda moderna iniciada em Zurique, em 1916, no chamado Cabaret Voltaire, por um grupo de escritores e artistas

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual

Leia mais

Bauhaus. EDIFÍCIO DA BAUHAUS Sacadas com cantiléveres do alojamento estudantil, edifício da Bauhaus, Dessau, 1925-26, Walter Gropius.

Bauhaus. EDIFÍCIO DA BAUHAUS Sacadas com cantiléveres do alojamento estudantil, edifício da Bauhaus, Dessau, 1925-26, Walter Gropius. EDIFÍCIO DA BAUHAUS Sacadas com cantiléveres do alojamento estudantil, edifício da Bauhaus, Dessau, 1925-26, Walter Gropius. OFICINA Oficina de marcenaria na Bauhaus de Weimar, 1923. GROPIUS E MOHOLY-NAGY

Leia mais

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola: Básica de Custóias (sede) Ano: 9º ano Turma:

Leia mais

DESENHO DE PRODUTO. José Veríssimo de Sousa. Esta produção visa registrar minhas impressões sobre o conteúdo assimilado na matéria Desenho de Produto.

DESENHO DE PRODUTO. José Veríssimo de Sousa. Esta produção visa registrar minhas impressões sobre o conteúdo assimilado na matéria Desenho de Produto. Portfólio DESENHO DE PRODUTO José Veríssimo de Sousa Esta produção visa registrar minhas impressões sobre o conteúdo assimilado na matéria Desenho de Produto. 18/02/2008 e 25/02/2008. Design Em português

Leia mais

ESTUDOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA I

ESTUDOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA I Programa Curricular ESTUDOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA I Docente Responsável Prof. Assistente convidada Cristina Pratas Cruzeiro Ano Lectivo 2013-2014 Ciclo de Estudos Período Lectivo Licenciatura 1º Semestre

Leia mais

Aptidão. Artes Visuais

Aptidão. Artes Visuais Aptidão Artes Visuais 1. INTRODUÇÃO O curso de Artes Visuais/Habilitação em Artes Plásticas tem como objetivo o desenvolvimento do conhecimento sensível por meio da percepção e da sensibilização estética.

Leia mais

6) - D A D A I S M O VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO

6) - D A D A I S M O VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO 6) - D A D A I S M O 1916 VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO DADAISMO Dadaísmo Movimento de contestação artística que recusa todos os modelos plásticos e a própria ideia de arte. Nascido na Suiça,

Leia mais

Cubismo. A origem do cubismo

Cubismo. A origem do cubismo Cubismo Definitivamente, no século XX todas as coisas mudaram mais rapidamente do que qualquer época da história da humanidade. Essas mudanças também são sentidas e refletidas na arte. A quantidade de

Leia mais

DESIGN GRÁFICO E ARTE PUBLICITÁRIA

DESIGN GRÁFICO E ARTE PUBLICITÁRIA DESIGN GRÁFICO E ARTE PUBLICITÁRIA PÔSTER - FINAL DO SÉCULO XIX O pôster fala sobre as tendências estéticas de uma geração. Jules Cherét - desenvolveu sistema de litografia em 3 a 4 cores. PÔSTER - FINAL

Leia mais

UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI BRESSON PROJECT DESIGN E MOBILIDADE: HENRI CARTIER-BRESSON

UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI BRESSON PROJECT DESIGN E MOBILIDADE: HENRI CARTIER-BRESSON UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI BRESSON PROJECT DESIGN E MOBILIDADE: HENRI CARTIER-BRESSON São Paulo 2009 BRESSON PROJECT DESIGN E MOBILIDADE: HENRI CARTIER-BRESSON Trabalho apresentado como exigência parcial

Leia mais

Animação. Animação História da Animação (Instrumentos óticos) Algumas técnicas Stop Motion

Animação. Animação História da Animação (Instrumentos óticos) Algumas técnicas Stop Motion Animação Animação História da Animação (Instrumentos óticos) Algumas técnicas Stop Motion O que é animar? Significa alma, sopro de vida Animar é : Dar vida Ação Movimento A história da animação vai desde

Leia mais

Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART

Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART SÃO PAULO 2011 OPTICAL ART Movimento da arte abstrata que se desenvolveu na década de 1960. A OP ART (abreviatura de óptical

Leia mais

Período Industrial Mecânico Bauhaus

Período Industrial Mecânico Bauhaus Período Industrial Mecânico Bauhaus BAUHAUS Theo Van Doesburg, Wassily Kandinsky, Johannes Itten, Lyonel Feininger, Laslo Moholy-Nagy, Joseph Albers, Max Bill. BAUHAUS A Bauhaus foi uma escola de arte

Leia mais

NOVAS MANIFESTAÇÕES DO DESIGN GRÁFICO PÓS-MODERNO

NOVAS MANIFESTAÇÕES DO DESIGN GRÁFICO PÓS-MODERNO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UniCEUB FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS FASA CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA DISCIPLINA: MONOGRAFIA PROFESSOR ORIENTADOR: LUCIANO

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918 Prof. Dr. Vanessa Bortulucce A proposta desta comunicação é realizar uma reflexão acerca dos elementos que constituem a estética

Leia mais

ABSTRACIONISMO. Wassily Kandinski, é indicado como o iniciador desse movimento, com a obra: Batalha, de 1910.

ABSTRACIONISMO. Wassily Kandinski, é indicado como o iniciador desse movimento, com a obra: Batalha, de 1910. ABSTRACIONISMO A arte abstrata tende a suprimir toda a relação entre a realidade e o quadro, entre as linhas e os planos, as cores e a significação que esses elementos podem sugerir ao espírito. Quando

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: Cristiana de Souza DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º ANO TURMA: A e B ALUNO (A): Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO RELAÇÃO DOCONTEÚDO

Leia mais

ANEXO III NORMAS COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE BELAS ARTES, ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA E ESCOLA DE MÚSICA ESCOLA DE BELAS ARTES

ANEXO III NORMAS COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE BELAS ARTES, ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA E ESCOLA DE MÚSICA ESCOLA DE BELAS ARTES ANEXO III NORMAS COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE BELAS ARTES, ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA E ESCOLA DE MÚSICA ESCOLA DE BELAS ARTES Normas Complementares, relativas aos temas e as especificações das Provas

Leia mais

Semana de Arte Moderna

Semana de Arte Moderna Semana de Arte Moderna 8º Ano 4º Bimestre 2015 Professor Juventino Introdução Ano foi marcado de 1922 por grandes mudanças na política e na cultura. Transformações no mundo. 1º centenário da independência.

Leia mais

3/8/2012. Arte, Criatividade e Recreação Profa. Ma. Adriana Rodrigues da Silva. Ementa

3/8/2012. Arte, Criatividade e Recreação Profa. Ma. Adriana Rodrigues da Silva. Ementa Arte, Criatividade e Recreação Profa. Ma. Adriana Rodrigues da Silva 1 Temas em Estudo Tema 1: Tema 2: Pintura - Experiência Lúdica com as Cores 2 Ementa Tendências curriculares no ensino da arte e do

Leia mais

Curso: Estudos Diversificados 1 História da Arte Visual - Turma: 04 Professora: Dária Aluno: Wagner Kimura n USP: 6891465

Curso: Estudos Diversificados 1 História da Arte Visual - Turma: 04 Professora: Dária Aluno: Wagner Kimura n USP: 6891465 Curso: Estudos Diversificados 1 História da Arte Visual - Turma: 04 Professora: Dária Aluno: Wagner Kimura n USP: 6891465 Uma análise pessoal sobre obras abstracionistas Obras em observadas: Obra 1 Namorados

Leia mais

Matemática e Arte: Uma relação tão delicada.

Matemática e Arte: Uma relação tão delicada. FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO Matemática e Arte: Uma relação tão delicada. Dezembro de 2006 Por: Mariana Luzia Fernandes de Almeida Orientador: Márcio Rolo 1 Agradecimentos.

Leia mais

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de História da Cultura e das Artes 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 724/1.ª Fase 15 Páginas Duração da Prova:

Leia mais

As cores são ações e paixões da luz.

As cores são ações e paixões da luz. As cores são ações e paixões da luz. Goethe Robert Delunay, Drama políltico, óleo e colagem sobre cartão, 88,7 x 67,3, 1914 Cada olhar envolve uma observação, cada observação uma reflexão, cada reflexão

Leia mais

ISBN 978-1-78042-575-7. Todos os direitos de adaptação e de reprodução reservados para todos os países.

ISBN 978-1-78042-575-7. Todos os direitos de adaptação e de reprodução reservados para todos os países. MONDRIAN Confidential Concepts, Worldwide, USA Sirrocco London (edição portuguesa) Mondrian Estate / Artists Rights Society, New York, USA / Beeldrecht, Amsterdam ISBN 978-1-78042-575-7 Todos os direitos

Leia mais

VANGUARDAS EUROPEIAS

VANGUARDAS EUROPEIAS VANGUARDAS EUROPEIAS Impressionismo (1870-1890) Briga com a Academia; Cotidiano comum; Impressão: o que o olho vê, luz natural, jogo de sombras com cores complementares, ausência de contornos. Claude Monet,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 04035356 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE ETAPA 3 Período

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes Aluno (a): 5º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Prezado(a)

Leia mais

onde termina uma forma?

onde termina uma forma? onde termina uma forma? Qual o formato da forma? Marcello Nitsche, Bolha amarela, 1967-1968. Náilon, exaustor industrial e chapa galvanizada. 10 25 25 m aprox. É fácil pensarmos na forma de uma cadeira,

Leia mais

trata de um problema com a cor. Se você examinar cuidadosamente as 24 peças, verá que as quatro reconstruídas têm outro tipo de madeira.

trata de um problema com a cor. Se você examinar cuidadosamente as 24 peças, verá que as quatro reconstruídas têm outro tipo de madeira. js Isso aconteceu quando comecei a sentir necessidade de introduzir o espaço real. O Muro blanco, de 1952-53, por exemplo [17], que ainda é uma construção serial, pode ser associado a Rotación, de 1952.

Leia mais

MODERNISMO. Propostas e Movimentos

MODERNISMO. Propostas e Movimentos MODERNISMO Propostas e Movimentos Modernismo Passagem de um regime representativo da arte para um regime estético da arte Jacques Rancière EXPRESSIONISMO Proposta: - expressar os sentimentos e visões de

Leia mais

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE ARTE RUPESTRE Arte rupestre é o nome da mais antiga representação artística da história do homem. Os mais antigos indícios dessa arte são

Leia mais

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO Trabalho apresentado ao módulo Realismo (1960) ou Novo Realismo, como requisito parcial para obtenção do título de especialista do curso de História

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015 Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes - Cód.145464 ESCOLA EB 2.3 PROFESSOR JOSÉ BUÍSEL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA

Leia mais

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil Português 3º ano Wilton Vanguardas na Europa e no Brasil Roberson de Oliveira 1 Vanguardas na Europa e no Brasil No dia 20 de dezembro de 1917, o jornal O Estado de S. Paulo publicou o artigo Paranoia

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Sumário Apresentação...03 Elementos Estrurais...04 Logomarca...05 Cores Padronizadas...06 Monocromia...07 Fundos Coloridos...08 Usos Incorretos...09 Modelo de Ofício...10 Envelopes...11

Leia mais

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de História da Cultura e das Artes 11.º/ 12.º anos de Escolaridade Prova 724/1.ª Fase 8 Páginas Duração da Prova:

Leia mais

PAISAGISMO MODERNO NA EUROPA E EUA

PAISAGISMO MODERNO NA EUROPA E EUA PAISAGISMO MODERNO NA EUROPA E EUA Euler Sandeville Jr. (FAU/USP; PROCAM/USP) Aion Poéticas da Paisagem e Ações Socioambientais fevereiro 2009 1 APRESENTAÇÃO OBJETIVOS O curso apresenta aspectos introdutórios

Leia mais

Henri Matisse - Madame Matisse 1905 Óleo sobre tela (40,5 x 32,5 cm) Statens Museum for Kunst, Copenhague

Henri Matisse - Madame Matisse 1905 Óleo sobre tela (40,5 x 32,5 cm) Statens Museum for Kunst, Copenhague VANGUARDAS OS ISMOS FAUVISMO O nome do movimento dá-se em virtude do ocorrido durante um exposição que realizou-se em 1905 em Paris, que incluía uma sala cheia de quadros resplandecentes de cores puras

Leia mais

AUH 321 Contribuições para a análise da forma Da síntese das artes à arte ambiental. 2º semestre de 2015.

AUH 321 Contribuições para a análise da forma Da síntese das artes à arte ambiental. 2º semestre de 2015. FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO AUH 321 Contribuições para a análise da forma Da síntese das artes à arte

Leia mais

CONSTRUTIVISMO SANDRA MIKA MAGNA PATRÍCIA ALAN MOURA JACKSON HELBERT

CONSTRUTIVISMO SANDRA MIKA MAGNA PATRÍCIA ALAN MOURA JACKSON HELBERT CONSTRUTIVISMO SANDRA MIKA ALAN MOURA MAGNA PATRÍCIA JACKSON HELBERT Linha construtiva A ideia sobre o construtivismo, com a linha construtiva idealizada pelo suíço Jean Piaget, o seu método procura instigar

Leia mais

MOVIMENTOS DE VANGUARDA IMPORTANTES:

MOVIMENTOS DE VANGUARDA IMPORTANTES: ARTES PROFESSORA: NATÁLIA Fauvismo: MOVIMENTOS DE VANGUARDA IMPORTANTES: Fauvismo é o nome dado à tendência estética na pintura que buscou explorar ao máximo a expressividade das cores na representação

Leia mais

Prova Prática de Artes Visuais

Prova Prática de Artes Visuais Prova Prática de Artes Visuais 1. Leia e execute as tarefas indicadas nos itens A, B e C. A. A estrutura oculta de um quadrado. Observe a figura abaixo: A localização do círculo preto poderia ser descrita

Leia mais

Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte

Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte Diagramas e Camadas Representação e Linguagem em Arquitetura ARQ1342 Tópicos Especiais em Arquitetura XXVII Prof. Gabriel Duarte AULA 04 Imagem Digital / Pós-Produção Cores & Contrastes Tutorial B (parte

Leia mais

Papel. Série: Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...180g/m²

Papel. Série: Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...180g/m² Papel Gurgel X-TR MOD Nº V02 - Ago.2006 - Papel Modelismo - 1/25 Série: Veículos do Brasil Modelo Grátis Formato... A4 Dificuldade... 03 Papel...180g/m² 2006 Modelo de Papel: Gurgel X.TR Série: Veículos

Leia mais

3 Arte moderna e ilustração

3 Arte moderna e ilustração 3 Arte moderna e ilustração Eu digo o que penso apressou-se Alice a dizer. Ou pelo menos... pelo menos penso o que digo... é a mesma coisa, não é? 79 3.1. Imagem funcional e o impacto do japonismo na ilustração

Leia mais

SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS

SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE SISTEMA DE MONGE ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS ESTUDO DAS SOMBRAS CENOTÁFIO DE NEWTON -louis boulée Maria do Céu Simões Tereno - 2011 Jean-Jacques Lequeu (1757-1826), Plan Géométral d'un Temple Consacré à l'egalité; Pour le Jardin du Philosophe P***, 1794. Pavillon de

Leia mais

MUSEU REVIEW _N E W S L E T T E R # 2 MUSEU REVIEW 1ªS ACÇÕES

MUSEU REVIEW _N E W S L E T T E R # 2 MUSEU REVIEW 1ªS ACÇÕES MUSEU REVIEW _N E W S L E T T E R # 2 O Museu Review é um museu portátil ligado ao cinema, criado no âmbito da cadeira de Design de Comunicação I, Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Utilizaremos esta

Leia mais

Para muitos autores como Richard Hollis (2000), quando ocorre a transição

Para muitos autores como Richard Hollis (2000), quando ocorre a transição Para muitos autores como Richard Hollis (2000), quando ocorre a transição da composição gráfica por partes separadas e isoladas para a criação única do artista de texto e ilustração, houve então o início

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II 1 Habilidades: Revisar os Conteúdos da Unidade II para realizar avaliação II. 2 Revisão 1 Barroco: expressão, do português homônimo, tem o sentido pérola imperfeita,

Leia mais

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na

Leia mais

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE

ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: 8º D V. DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: PROFESSOR (A): HISTÓRIA DA ARTE TEXTO COMPLEMENTAR - 1 2º trimestre TATIANE Fonte: http://www.musee-orsay.fr/fr/collections/catalogue-des-oeuvres/resultatcollection.html?no_cache=1&zoom=1&tx_damzoom_pi1%5bzoom%5d=0&tx_da mzoom_pi1%5bxmlid%5d=001089&tx_damzoom_pi1%5bback%5d=fr%2fcollec

Leia mais

Anjos e carrascos CONCEITOS A EXPLORAR. M atemática COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. H istória. Identidade social e diversidade. Ideologia.

Anjos e carrascos CONCEITOS A EXPLORAR. M atemática COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. H istória. Identidade social e diversidade. Ideologia. CONCEITOS A EXPLORAR H istória Identidade social e diversidade Ideologia. Permanências e mudanças históricas. Relações políticas, sociais e de poder. Religião e religiosidade. Semelhanças e diferenças

Leia mais

EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar

EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar Acho que criatividade não é uma qualidade exclusiva dos artistas. Viver é um exercício de criatividade. Por Marialba

Leia mais

ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA.

ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA. ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA. Érica CARDOSO (1); Kamila Cristina de SOUZA (2); Thaíssa Fernandes Santana MACENA

Leia mais

Características e Elementos dos Pôsteres Artísticos do Final do Século XIX

Características e Elementos dos Pôsteres Artísticos do Final do Século XIX Características e Elementos dos Pôsteres Artísticos do Final do Século XIX Characteristics and Elements of Artistic Posters of the End of the Century XIX Resumo Rafael Hoffmann Maurilio 1 Faculdade SATC,

Leia mais

II ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2006

II ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2006 FERRAMENTA INTERDISCIPLINAR DE REPRESENTAÇÕES BI E TRIDIMENSIONAIS: THEO VAN DOESBURG E ANDREA PALLADIO Glaucia Augusto Fonseca 1 Resumo Este artigo apresenta um conjunto de idéias sobre como pensar a

Leia mais

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas

Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas PÓS-IMPRESSIONISMO Em 1822, Manet foi feito Cavaleiro da Legião de Honra pelo governo francês. Naquela época, o impressionismo estava obtendo uma grande aceitação, mas deixara de ser um movimento pioneiro.

Leia mais

A MATEMÁTICA DA ARTE

A MATEMÁTICA DA ARTE A MATEMÁTICA DA ARTE Adriana Luche Athaide da Silva Universidade Federal de Pelotas adrianaluche@hotmail.com Resumo A oficina A Matemática da Arte foi um projeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação

Leia mais

A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO. Korina Costa

A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO. Korina Costa Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 155 A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO Korina Costa Arquiteta e Urbanista, Especialista em Docência do Ensino

Leia mais

Versão 1. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 1. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Português Versão 1 Teste Intermédio Português Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 27.02.2012 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Na folha de respostas,

Leia mais

INSIDE 38 REVISTA DECOR

INSIDE 38 REVISTA DECOR INSIDE 38 REVISTA DECOR DORRINGTON ATCHESON ARCHITECTS Brincando decasinha Blocos coloridos fazem de morada na Nova Zelândia um divertido recanto de fim de semana REVISTA DECOR 39 INSIDE 40 REVISTA DECOR

Leia mais

Prova 3 Arte ... GABARITO 2 NOME DO CANDIDATO:

Prova 3 Arte ... GABARITO 2 NOME DO CANDIDATO: Prova 3 QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA 1. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam da etiqueta

Leia mais

O MODERNISMO - ARQUITECTURA

O MODERNISMO - ARQUITECTURA O MODERNISMO - ARQUITECTURA ARTE VS TÉCNICA TRADIÇÃO VS MODERNIDADE ACADEMISMO VS FUNCIONALISMO FORMA VS FUNÇÃO BELO VS ÚTIL PAPEL DO ARQUITECTO NA SOCIEDADE O MODERNISMO - ARQUITECTURA ESCOLAS DE BELAS-ARTES

Leia mais