DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça"

Transcrição

1 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO CPL SRP PREÂMBULO A PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através do(a) Pregoeiro(a), conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1418/2012, de 15/08/ 2012, atendendo a solicitação constante na Comunicação Interna n.º 226/2012, datada de 26/11/2012, oriunda do(a) Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação (CMTI), e tendo em vista a necessidade de aquisição, por meio do sistema de registro de preços, do objeto deste edital conforme disposto no item 1. DO OBJETO, considerando a autorização do Exmo. Sr. Secretário Geral do Ministério Público, conforme despacho exarado em 27/11/2012, e ratificada pelo Exmo. Sr. Procurador Geral de Justiça, em 27/11/2012, torna público aos interessados que se acha aberta a Licitação referente ao PROCESSO LICITATÓRIO n.º 074/ , modalidade 2012, do tipo Menor Preço por item, no sistema de registro de preços, conforme as disposições a seguir. Fazem parte deste instrumento convocatório os seguintes Anexos: I. Termo de Referência; II. Dados Cadastrais; III. Credenciamento; IV. Declaração de Atendimento aos Requisitos de Habilitação; V. Declaração de que não Emprega Menor de Idade; VI. Modelo de Proposta de Preços; VII. Minuta da Ata de Registro de Preços; VIII. Minuta do Contrato; A licitação será regida na forma da Lei Federal n.º /2002, de 17 de julho de 2002, pela Lei Complementar n 123 de 14 de dezembro de 2006, pela Resolução RES-PGJ n.º 006/2006, de 10 de outubro de 2006, publicada no Diário Oficial do Estado de , pela Lei Estadual n.º /2006, de 17 de março de 2006, além de, subsidiariamente, pela Lei Federal n.º 8.666/1993, de 21 de junho de 1993, e suas alterações posteriores. A sessão pública de processamento do Pregão acontecerá no dia 14/12/2012,, às 14:00 horas no Auditório da, situado à Rua do Sol, número 143, 5º Andar, Edifício IPSEP, Santo Antônio, nesta cidade, e será conduzida pelo Pregoeiro(a), com auxílio da Equipe de Apoio, conforme Resolução e Portarias acima citadas. Na hipótese de não haver expediente na referida data, será, oportunamente, informada uma nova data. As empresas interessadas poderão obter o Edital completo pela internet no endereço ou, mediante a entrega de um PENDRIVE, diretamente na sala da, na sala da Comissão Permanente de Licitação/SRP da PGJ, onde serão prestados todos os esclarecimentos caso solicitados pelos interessados, estando disponível para atendimento nos dias úteis, das 14h às 18h, na Rua do Sol, EDITAL Pág. 1 de 70

2 n.º 143, 5º andar, Edifício IPSEP, sala da Comissão Permanente de Licitação/SRP, Bairro de Santo Antônio, Cidade do Recife/PE - telefones (81) e fax (81) DO OBJETO 1.1. Registro de Preços visando a aquisição de computadores, notebooks, monitores e cabos display port para a, conforme quantitativos e especificações constantes do Anexo I Termo de Referência, que passa a fazer parte deste Edital. 2. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 2.1. Os recursos financeiros para fazer face às despesas decorrentes da presente licitação correrão à conta da seguinte disponibilidade financeira: Atividade: Operação e manutenção das Atividades de Informática da PGJ; Elemento de Despesa: Equipamentos e material permanente; Material de Consumo; Fonte: Recusos do Tesouro; 3. DA PARTICIPAÇÃO NA LICITAÇÃO 3.1. Poderão participar da presente licitação, pessoas jurídicas, do ramo pertinente ao objeto desta licitação; 3.2. Pessoas que comprovem possuir os documentos de habilitação requeridos no item 7.3 deste Edital É vedada, na presente licitação, a participação de: a) Empresas reunidas em consórcios, qualquer que seja sua forma de constituição; b) Empresas suspensas de contratar com a ; c) Empresas excluídas do CADFOR; d) Empresas cujos dirigentes, sócios ou gerentes tenham qualquer vínculo empregatício com a, respeitando o disposto no inciso III, do artigo 9º, da Lei Federal n.º 8.666/93, e Pessoas Jurídicas das quais participem Membros, Servidores, Servidores à disposição desta, bem como as pessoas jurídicas das quais participe ou dirigente de órgão ou entidade contratante ou responsável pela licitação; e) Empresas que estejam declaradas inidôneas para licitar ou contratar com a Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade. 4. DO CREDENCIAMENTO 4.1. Para o credenciamento deverão ser apresentados os seguintes documentos: EDITAL Pág. 2 de 70

3 a) Tratando-se de representante legal, o Estatuto Social, Contrato Social ou outro instrumento de registro comercial, registrado na Junta Comercial, ou, tratando-se de sociedades civis, o ato constitutivo registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, no qual estejam expressos seus poderes para exercer direitos e assumir obrigações em decorrência de tal investidura; b) Tratando-se de procurador, o instrumento de procuração pública ou particular com firma reconhecida, do qual constem poderes específicos para firmar declaração de pleno atendimento aos requisitos da habilitação, formular lances, negociar preço, interpor recursos e desistir de sua interposição e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame; acompanhado do correspondente documento, dentre os indicados na alínea a, que comprovem os poderes do mandante para a outorga; 4.2. O representante legal e/ou procurador deverá identificar-se exibindo documento oficial de identificação que contenha foto; 4.3. Será admitido apenas 01 (um) representante para cada empresa credenciada; 4.4. As empresas interessadas em participar do certame que não apresentarem nenhum dos documentos referidos no subitem 4.1 e alíneas, não poderão ofertar lances, manifestar intenção de interposição de recurso ou praticar demais atos pertinentes ao certame. Será considerada como única oferta a constante na Proposta de Preços (Envelope n.º 01); 4.5. A condição de Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte, para efeito do tratamento diferenciado previsto na Lei Complementar n.º 123/2006, deverá ser comprovada mediante apresentação, além dos documentos citados nos subitens 4.1 e 4.2, e dos mencionados nos subitens a 7.3.4, da seguinte documentação: Empresas optantes pelo Sistema Simples de Tributação, regido pela Lei n.º 9.317/96: a. Declaração de Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte; b. Comprovante de opção pelo Simples obtido através do site da Secretaria da Receita Federal, m; c. Declaração, firmada pelo representante legal da empresa, de não haver nenhum dos impedimentos previstos no 4º do artigo 3º da Lei Complementar n.º 123/06; Empresas não optantes pelo Sistema Simples de Tributação, regido pela Lei n.º 9.317/96: a. Declaração de Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte; EDITAL Pág. 3 de 70

4 b. Declaração, firmada pelo representante legal da empresa, de não haver nenhum dos impedimentos previstos nos incisos do 4º do artigo 3º da Lei Complementar n.º 123/ DA FORMA DE APRESENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO, DA PROPOSTA DE PREÇOS E DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO 5.1. O licitante deverá apresentar declaração de pleno atendimento aos requisitos de habilitação, podendo utilizar como modelo o estabelecido no ANEXO IV deste Edital (Declaração de Atendimento aos Requisitos de Habilitação); 5.2. A referida declaração deverá ser apresentada fora dos envelopes de Proposta de Preços e de Documentos de Habilitação. O licitante credenciado de acordo com o item 4 poderá elaborar a referida declaração no início da sessão; 5.3. Os envelopes, respectivamente, contendo a PROPOSTA DE PREÇOS e os DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO serão recebidos no endereço, data e horário mencionados no preâmbulo deste Edital, em sessão pública de processamento do Pregão Presencial, após o credenciamento dos interessados que se apresentarem para participar do certame; 5.4. As propostas de preços e os documentos de habilitação deverão ser apresentados em 02 (dois) envelopes fechados e indevassáveis, contendo em sua parte externa os seguintes dizeres: ENVELOPE N.º 01 PROPOSTA DE PREÇOS PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROCESSO LICITATÓRIO N.º 074/2012 Registro de Preços para aquisição, de computadores, notebooks, monitores e cabos display port, para a. [Razão social da empresa licitante] [Endereço, telefone e fax da empresa licitante] ENVELOPE N.º 02 DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA PROCESSO LICITATÓRIO N.º 074/2012 Registro de Preços para aquisição, de computadores, notebooks, monitores e cabos display port, para a. [Razão social da empresa licitante] [Endereço, telefone e fax da empresa licitante] 6. DA APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA DE PREÇOS 6.1. A proposta de preços deverá ser apresentada em uma via, com folhas numeradas e rubricadas, de forma clara, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, datada e assinada pelo representante legal e/ou procurador do licitante; te; EDITAL Pág. 4 de 70

5 6.2. A proposta de preço deverá conter as seguintes indicações: a) Razão Social e CNPJ, endereço, número telefone e fax; b) Número do Processo Licitatório e do Pregão Presencial; c) Descrição do objeto da presente licitação, conforme item 1 (Do Objeto deste Edital); d) Descrição dos itens ofertados, que deverá atender ao disposto no Anexo I - Termo de Referência, deste Edital; e) Prazo de garantia mínima do objeto conforme disposto no Anexo I - Termo de Referência, deste Edital; f) Preço unitário e total de cada item, em real, expresso em algarismo arábico e por extenso. Prevalecerá nos casos de divergência entre o preço total do item e o preço unitário, o valor ofertado como preço unitário, bem como nas divergências entre o valor em algarismo e o valor por extenso, o valor ofertado por extenso; g) Os preços são fixos e irreajustáveis; h) Conter declaração, assinada pelo representante legal ou procurador do licitante, de que estão inclusos nos preços ofertados todas as despesas diretas e indiretas, inclusive os tributos, taxas, conforme discriminado no Anexo I - Termo de Referência, encargos sociais, trabalhistas e previdenciários, frete, seguro, etiquetagem, mão de obra, e quaisquer outros serviços de despesas, que incidam sobre a execução do objeto. Não será permitido, portanto, que tais encargos sejam discriminados em separado; i) Conter prazo de validade da proposta não inferior a 60 (sessenta) dias corridos, contados da data de entrega dos envelopes de proposta de preços e documentação. Caso o referido prazo não esteja expressamente indicado na proposta, o mesmo será considerado como aceito para efeito de julgamento; j) Conter o nome, estado civil, profissão, número do CPF (MF) e do documento de Identidade (RG), domicílio e cargo na empresa, da pessoa que ficará encarregada da assinatura do Contrato, e documento legal de habilitação para tanto. Caso as informações de que trata esta alínea não constem da proposta, poderão ser encaminhadas posteriormente; k) A apresentação da proposta implicará na plena aceitação, por parte do licitante, das condições estabelecidas neste Edital e nos seus Anexos; l) Para cada licitante só será admitida uma única proposta de preços, sob pena de desclassificação Caso os prazos de que tratam as condições anteriores não estejam expressamente indicados na proposta, os mesmos serão considerados como aceitos para efeito de julgamento; 6.4. Se, por motivo de força maior, a adjudicação não puder ocorrer dentro do período de validade da proposta, ou seja, no mínimo 60 (sessenta) dias, e caso persista o interesse da PGJ, este poderá solicitar prorrogação geral da validade acima referida, por igual prazo, no mínimo; 6.5. Em nenhuma hipótese poderá ser alterado o conteúdo da proposta apresentada, seja com relação a preço, pagamento, prazo ou qualquer condição que importe a modificação dos termos originais, ressalvadas apenas EDITAL Pág. 5 de 70

6 aquelas destinadas a sanar evidentes erros materiais, alterações essas que serão avaliadas pela autoridade competente da PGJ; 6.6. A falta de data e/ou rubrica da proposta poderá ser suprida pelo representante legal presente à reunião de abertura dos envelopes Proposta de Preços com poderes para esse fim; 6.7. A falta do CNPJ e/ou endereço completo poderá também ser preenchida pelos dados constantes dos documentos apresentados dentro do envelope Documentos de Habilitação. 7. DA FORMA DE APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO (ENVELOPE n.º 02) 7.1. Os documentos exigidos nos subitens a seguir poderão ser apresentados em cópias reprográficas autenticadas por Tabelião de Notas ou por publicações em órgão da Imprensa Oficial. As cópias reprográficas dos documentos também podem ser autenticadas pela Comissão Permanente de Licitação, a partir do original, preferencialmente, até às 18h, do dia útil anterior à data marcada para sessão pública de recebimento e abertura dos envelopes contendo as propostas e a documentação. As cópias reprográficas ficarão retidas no processo. Só serão aceitas cópias legíveis. Não serão aceitas cópias em papel FAX; Todas as folhas dos documentos constantes dos envelopes deverão ser rubricadas da primeira à última folha, preferencialmente numeradas, na ordem solicitada, de modo a refletir o seu número exato; 7.2. Os documentos emitidos via internet por órgãos ou entidades públicas e suas cópias reprográficas dispensam a necessidade de autenticações e, em caso de deficiência nas informações constantes no documento apresentado, os mesmos poderão ser obtidos via internet durante a sessão. A Administração não se responsabilizará pela eventual indisponibilidade dos meios eletrônicos de informações, no momento da verificação da habilitação. Ocorrendo essa indisponibilidade e não sendo apresentados os documentos alcançados pela verificação, o licitante será inabilitado; 7.3. Para habilitação serão exigidos, exclusivamente, os seguintes documentos: a) Declaração do licitante de não possuir em seu quadro de funcionários, empregados menores de dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e menores de dezesseis anos em qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos (cumprimento do disposto no art. 7º, XXXIII, da Constituição Federal de 1988, conforme art. 27, V, da Lei n.º 8.666/93); A documentação relativa à habilitação jurídica consiste em: a. Registro Comercial, no caso de empresa individual; em se tratando de sociedades empresariais Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor (entende-se como em vigor a apresentação do EDITAL Pág. 6 de 70

7 documento em sua primeira versão, com todas as suas alterações posteriores, caso tenha havido, ou sua versão consolidada), devidamente registrado, onde se possa identificar o administrador, e no caso de sociedade por ações, acompanhado dos documentos de eleição de seus administradores; A documentação relativa à regularidade fiscal e trabalhista consiste em: a. Comprovante de inscrição e situação cadastral no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ; b. Certificados que comprovem a regularidade fiscal perante a Fazenda Federal (inclusive Certidão Negativa de Dívida Ativa da União, unificada ou não); Fazenda Estadual do domicílio ou sede do licitante; Fazenda Municipal do domicílio ou sede do licitante, todas dentro do prazo de validade; c. Prova de regularidade relativa à Seguridade Social - INSS (Certidão Negativa de Débito CND) e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS (Certificado de Regularidade do FGTS - CRF); d. Prova de inexistência de débitos inadimplentes perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa (Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas CNDT). e. O licitante poderá deixar de apresentar os documentos de habilitação que já constem do CADFOR de Pernambuco, apresentando substitutivamente o Certificado de Registro de Fornecedores - CRF, na validade, assegurado aos demais licitantes o direito de acesso aos dados nele constantes A documentação relativa à qualificação técnica consiste em: a. Apresentação de atestado(s) de capacidade técnica, emitido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, em nome da empresa que comprove o fornecimento satisfatório de objeto compatível com o desta licitação; b. O atestado de que trata o subitem anterior deverá conter nome, assinatura legível e cargo na empresa, da pessoa responsável pelo seu fornecimento; A documentação relativa à qualificação econômico-financeira consiste em: a. Certidão Negativa de Falência, Recuperação Judicial ou Extrajudicial, expedida dentro de um prazo máximo de 90 (noventa) dias anteriores à sessão pública de processamento deste Pregão, pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica, ou dentro do prazo de validade constante no documento; b. Na sociedade criada no exercício em curso, deverá ser apresentado por Balanço de Abertura, devidamente registrado na Junta Comercial da sede ou domicílio do licitante. EDITAL Pág. 7 de 70

8 c. Comprovação de Capital Social mínimo correspondente a 10% (dez por cento) do valor estimado da contratação; d. Balanço Patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício social, exigíveis e apresentados na forma da lei, que comprovem a boa situação financeira da empresa, vedada a sua substituição por balancetes ou balanços provisórios, podendo ser atualizados por índices oficiais, quando encerrado há mais de três meses da data fixada para recebimento dos envelopes; e. Os balanços e demonstrações devem conter os registros no órgão competente e estar devidamente assinados pelo administrador da empresa e pelo profissional habilitado junto ao Conselho Regional de Contabilidade CRC, e vir acompanhados dos termos de abertura e de encerramento; f. A boa situação da empresa será comprovada através dos Índices de Liquidez Geral(LG), Liquidez Corrente(LC), maiores ou iguais a 1,0 (um) e Endividamento, menor ou igual a 1,0 (um) extraídos do Balanço Patrimonial, que poderão vir calculados pela licitante, mediante aplicação das seguintes fórmulas: AC + RLP Liquidez Geral = (maior ou igual) 1,0 PC + ELP AC Liquidez Corrente = (maior ou igual) 1,0 PC PET Endividamento = (menor ou igual) 1,0 AT Onde: AC = Ativo Circulante; AT = Ativo Total; RLP = Ativo Realizável a Longo Prazo; PC = Passivo Circulante; ELP = Passivo Exigível a Longo Prazo; PET = Passivo Exigível Total 7.4. Os documentos referenciados no subitem a não precisarão constar do envelope Documentos de Habilitação, se tiverem sido apresentados para o credenciamento deste Pregão; 7.5. As microempresas e as empresas de pequeno porte, por ocasião da participação neste certame, deverão apresentar toda a documentação exigida, conforme item 7.3, para fins de comprovação de regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição, na forma do art. 43 da Lei Complementar n. 123/2006; EDITAL Pág. 8 de 70

9 Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado, às MICROEMPRESAS OU EMPRESAS DE PEQUENO PORTE, o prazo de 02 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado o vencedor, prorrogáveis por igual período, a critério da Administração Pública, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa, cuja comprovação será exigida somente para efeito da assinatura do contrato ou instrumentos que o substitua; A não-regularização da documentação, no prazo previsto no subitem 7.5.1, bem como no 2º do Art. 43, da LC n.º 123/2006, implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no art. 81 da Lei n.º 8.666/93, sendo facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para a assinatura do Contrato, ou revogar a licitação; 7.6. Sob pena de inabilitação, todos os documentos deverão estar em nome do proponente, preferencialmente, com número do CNPJ e com o endereço respectivo, observado ainda o que segue: a) Se a proponente for a matriz, todos os documentos deverão estar em nome da matriz; b) Se a proponente for a filial, todos os documentos deverão estar em nome da filial, exceto aqueles documentos que, pela própria natureza, comprovadamente, forem emitidos somente em nome da matriz; Obs.: 1) Não serão aceitos protocolos de entrega ou solicitação de documento em substituição aos documentos requeridos neste Edital; 2) O(s) Atestado(s) de Capacidade Técnica poderá(ão) estar emitido(s) em nome e com CNPJ da matriz e/ou da (s) filial(ais) do licitante Caso a empresa licitante deixe de apresentar alguma certidão expedida por órgão da Administração Fiscal e Tributária solicitada neste edital, antes de realizar o julgamento da documentação poderá a Pregoeira, com a finalidade de suprir a omissão, proceder a consulta através da Internet para verificação de sua regularidade, observado o disposto na legislação pertinente (Lei nº /02). 8. DO PROCEDIMENTO E DO JULGAMENTO 8.1. No horário e local indicados no preâmbulo deste Edital, será aberta a sessão de processamento deste Pregão Presencial, iniciando-se com o credenciamento dos interessados em participar do certame; 8.2. Após o credenciamento, não mais serão admitidos novos licitantes; 8.3. Declarada aberta a sessão pela Pregoeira, os licitantes entregarão em envelopes separados, a Proposta de Preços (ENVELOPE N.º 01) e os Documentos de Habilitação (ENVELOPE N.º 02); EDITAL Pág. 9 de 70

10 8.4. Serão abertos os envelopes contendo as PROPOSTAS DE PREÇOS, sendo feita a sua conferência e posterior rubrica pela Pregoeira, Equipe de Apoio e representantes legais das empresas, que estiverem presentes à sessão; 8.5. Após a análise das propostas, com auxílio da Equipe de Apoio, a Pregoeira, com base nos artigos 44, parágrafos 2º e 3º, e 48 incisos I e II da Lei Federal n.º 8.666/93, desclassificará as propostas que: a) Não atendam às exigências contidas neste ato convocatório; b) Cujo objeto não atenda às especificações, prazos e condições fixados neste Edital e seus anexos; c) Não contenham descrição detalhada do que estiver sendo proposto através do manual do fabricante impresso, ou retirado, da página da internet do respectivo fabricante; d) Não contenham a marca e o modelo do equipamento ofertado; e) Apresentem preços simbólicos, irrisórios ou de valor zero, ou, ainda excessivamente ou manifestadamente inexequíveis, sendo facultado à Administração o direito de, em caso de dúvidas, exigir do licitante a comprovação de exequibilidade dos preços propostos, como condição de aceitação da proposta; f) Não contenham preço unitário e global em real; g) Apresentem preço baseado exclusivamente em proposta dos demais licitantes No tocante aos preços, as propostas serão verificadas quanto à exatidão das operações aritméticas que conduziram ao valor total do(s) item(ns) orçado, procedendo-se às correções no caso de eventuais erros, tomando-se como corretos os preços unitários. As correções efetuadas serão consideradas para apuração do valor da proposta; 8.7. Para o julgamento e classificação das propostas será adotado o critério de menor preço por cada item. As propostas classificadas serão selecionadas para a etapa de lances, com observância dos seguintes critérios: a) Seleção das propostas com menor preço e das demais com preços até 10% (dez por cento) superiores àquele; b) Não havendo pelo menos 03 (três) preços na condição definida na alínea anterior, serão selecionadas as propostas que apresentarem os menores preços, até o máximo de 03 (três). No caso de empate nos preços, serão admitidas todas as propostas empatadas, independentemente do número de licitantes; c) No caso de empate entre duas ou mais propostas, será efetuado sorteio para definição da sequencia de lances, com a participação de todas as licitantes Os lances ofertados deverão ser formulados em valores distintos e decrescentes, inferiores à proposta de menor preço por item observada a redução mínima entre os lances a ser definida durante a sessão pela Pregoeira; EDITAL Pág. 10 de 70

11 8.9. A etapa de lances será considerada encerrada quando todos os participantes dessa etapa declinarem da formulação de lances; Encerrada a etapa de lances, serão classificadas as propostas das Empresas licitantes que efetuaram lances; A Pregoeira poderá negociar com o autor da oferta de menor valor com vistas à redução do preço; Caso a Pregoeira julgue conveniente, a seu critério exclusivo, poderá suspender a reunião em qualquer fase a fim de que tenha melhores condições de analisar as propostas ou documentos apresentados, encaminhando-os às áreas envolvidas para manifestação, ou para promover diligências destinadas a esclarecer ou complementar a instrução do processo, desde que não implique na inclusão de documento ou informação que deveria constar inicialmente, devendo proceder ao registro em ata, da suspensão dos trabalhos e a continuidade dos mesmos; Considerada aceitável a oferta de menor preço por item, será aberto o envelope contendo os documentos de habilitação de seu autor; A verificação da habilitação poderá ser certificada pela Pregoeira, devendo ser anexados aos autos os documentos passíveis de obtenção por meio eletrônico, salvo impossibilidade devidamente justificada; Se o licitante desatender às exigências para a habilitação, a Pregoeira examinará a oferta subsequente de menor preço, negociará com o seu autor, decidirá sobre a sua aceitabilidade e, em caso positivo, verificará as condições de habilitação e assim sucessivamente, até a apuração de uma oferta aceitável cujo autor atenda aos requisitos de habilitação, caso em que será declarado vencedor do certame; Todas as propostas e os documentos de habilitação serão rubricados, obrigatoriamente, pela Pregoeira, Equipe de Apoio e pelos representantes legais das empresas licitantes presentes à sessão deste Pregão; Ultrapassada a fase de análise das Propostas de Preços e abertos os envelopes contendo a Documentação de Habilitação, não caberá desclassificar os licitantes por motivo relacionado com a proposta, salvo em razão de fatos supervenientes ou só conhecidos após o julgamento; Após o encerramento de quaisquer das sessões, será lavrada ata de reunião, para assentamento de fatos relevantes que ocorreram, que deverá ser assinada pela Pregoeira, Equipe de Apoio e pelos representantes legais e/ou procuradores dos licitantes presentes; Toda e qualquer declaração feita pelos representantes legais e/ou procuradores dos licitantes deverá constar em ata. Não terá validade qualquer reclamação posterior sobre assuntos relacionados com a sessão respectiva que não tiverem registro na referida ata; EDITAL Pág. 11 de 70

12 8.20. Constatado o atendimento aos requisitos de habilitação previstos neste Edital, o licitante será habilitado e declarado vencedor do item ofertado; Se todas as propostas forem desclassificadas ou todos os licitantes inabilitados, a Pregoeira solicitará à autoridade superior que fixe o prazo de até 08 (oito) dias úteis, nos termos do Art. 48, 3º, da Lei n.º 8.666/93, para apresentação de outras propostas ou nova documentação, escoimadas das causas da desclassificação ou inabilitação. 9. DA PARTICIPAÇÃO DE MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 9.1. Nos termos dos artigos da Lei Complementar n.º 123/06, após a classificação final dos preços propostos, como critério de desempate, será dada preferência à contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte, desde que o menor preço ofertado não seja de uma microempresa ou empresa de pequeno porte; 9.2. Entende-se por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 5% (cinco por cento) superior ao menor preço; 9.3. Para efeito do disposto no art. 44 da LC n.º 123/2006, ocorrendo o empate, proceder-se-á da seguinte forma: A microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora do certame, devendo tal proposta ser registrada, situação em que será adjudicado em seu favor o objeto licitado; Não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, na forma do inciso I do caput do Art. 45, da LC n.º 123/2006, serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese do 2º do art. 44 da LC n.º 123/2006, na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito; No caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontrem no intervalo estabelecido no 2º do Art. 44 da LC n.º 123/2006, será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá usar do direito de preferência; O direito de preferência das microempresas e empresas de pequeno porte será instaurado após o encerramento da etapa de lances e antes da fase de negociação; Na hipótese da não-contratação nos termos previstos no caput do Art. 44 da LC n.º 123/2006, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame; EDITAL Pág. 12 de 70

13 O disposto no Art. 44 da LC n.º 123/2006, somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte. 10. DO RECURSO, DA ADJUDICAÇÃO E DA HOMOLOGAÇÃO No final da sessão e após ter sido declarado o vencedor, o licitante que tiver a pretensão de recorrer deverá manifestar imediata e motivadamente a sua intenção de recorrer, abrindo-se então o prazo de 03 (três) dias consecutivos para apresentação das razões do recurso, ficando os demais desde logo intimados para apresentar contra razões em igual número de dias, que começarão a correr no término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurado vista imediata dos autos; A ausência de manifestação imediata e motivada do licitante importará: a) decadência do direito de recurso; b) adjudicação do objeto do certame pela Pregoeira ao licitante vencedor; e c) encaminhamento do processo à autoridade competente para a homologação; Interposto o recurso, a Pregoeira poderá reconsiderar a sua decisão ou encaminhá-lo devidamente informado à autoridade competente; Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos praticados, a autoridade competente adjudicará o objeto do certame ao licitante vencedor e homologará o procedimento; O recurso terá efeito suspensivo e o seu acolhimento importará na invalidação dos atos insuscetíveis de aproveitamento; Os recursos deverão ser entregues no prazo legal, no Protocolo-Geral da, localizado na Rua do Imperador D. Pedro II, 473, térreo do Edifício Promotor de Justiça Roberto Lyra, Santo Antônio, Recife/PE, de segunda à sexta-feira, das 08h às 18h; Os recursos interpostos fora dos prazos não serão conhecidos. 11. DA FORMALIZAÇÃO, VIGÊNCIA E ALTERAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇO Após homologado o resultado da licitação, a, convocará o primeiro classificado e, se for o caso, os demais classificados que aceitarem fornecer pelo preço do primeiro, obedecida à ordem de classificação e aos quantitativos propostos, para assinatura da Ata de Registro de Preços dentro do prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da comunicação através de telefonema, FAX ou correio eletrônico, sob pena de decair o direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas neste Edital e no art. 81 da Lei nº 8.666/93; EDITAL Pág. 13 de 70

14 11.2. O prazo de convocação poderá ser prorrogado uma única vez, por igual período, quando solicitado pela licitante vencedora durante o seu transcurso, desde que ocorra motivo justificado e aceito pela Administração da PGJ; Após publicada na Imprensa Oficial a Ata de Registro de Preço terá efeito de compromisso de fornecimento, conforme o artigo 11 do Decreto Estadual nº /2009; A Ata de Registro de Preços poderá sofrer alterações, obedecidas às disposições contidas no artigo 65, da Lei nº 8.666/93; A celebração da Ata de Registro de Preços não obriga o PGJ a firmar as contratações que dela poderão advir, ficando o FORNECEDOR obrigado a aceitar supressões de até 100% (cem por cento) dos itens registrados; O preço registrado poderá ser revisto em decorrência de eventual redução daqueles praticados no mercado, ou de fato que eleve o custo dos bens registrados, cabendo a (Órgão Gerenciador) promover as necessárias negociações junto aos fornecedores, desde que configuradas e cabalmente demonstradas quaisquer das hipóteses do artigo 65, inciso II, alínea d e 5º da Lei nº 8.666/93; Quando o preço inicialmente registrado, por motivo superveniente, tornar-se superior ao preço praticado no mercado, a Procuradoria Geral de Justiça (Órgão Gerenciador) deverá: a. convocar o fornecedor visando à negociação para redução de preços e sua adequação ao praticado pelo mercado; b. frustrada a negociação, liberar o fornecedor do compromisso assumido, sem aplicação da penalidade, desde que a comunicação ocorra antes da emissão da Ordem de Fornecimento; c. convocar os demais fornecedores visando igual oportunidade de negociação Quando o preço inicialmente registrado, por motivo superveniente, tornar-se inferior aos preços praticados no mercado e o fornecedor, mediante comunicação escrita, devidamente comprovado, não puder cumprir o compromisso assumido, a Procuradoria Geral (Órgão Gerenciador) poderá: a. negociar com o fornecedor; b. frustrada a negociação, liberar o fornecedor do compromisso assumido, sem aplicação da penalidade, desde que a comunicação ocorra antes da emissão da Ordem de Fornecimento; EDITAL Pág. 14 de 70

15 c. convocar os demais fornecedores visando igual oportunidade de negociação; Conforme critérios de conveniência e oportunidade, na hipótese de o objeto ou preço registrado se mostrar desvantajoso a PGJ, bem como não havendo êxito nas negociações realizadas com quaisquer dos fornecedores, prevista nesta cláusula, a (Órgão Gerenciador) deverá proceder à revogação parcial ou total dos itens da Ata de Registro de Preços; A existência de preços registrados não obriga a Administração a firmar as contratações que deles poderão advir, sendo facultada a realização de licitação específica para a aquisição pretendida, assegurando-se ao beneficiário do registro preferência de fornecimento em igualdade de condições; A vigência da Ata de Registro de Preços será de 12 (doze) meses, a contar da data de assinatura; Na assinatura da ata de registro de preços será exigida a comprovação das condições de habilitação consignadas neste edital, bem como durante a execução contratual, as quais deverão ser mantidas pelo licitante durante a vigência da ata e do Contrato. 12. DA FISCALIZAÇÃO E GERENCIAMENTO DA CONTRATAÇÃO O gerenciamento e a fiscalização da contratação decorrente deste edital caberão ao gestor de contrato, Coordenador Ministerial de Tecnologia da Informação da PGJ/PE, o (a) Sr.(a) Eugênio José Batista Antunes, o qual determinará o que for necessário para regularização de faltas ou defeitos, nos termos do art. 67 da Lei Federal nº 8.666/93 e, na sua falta ou impedimento, pelo seu substituto legal; As decisões que ultrapassarem a competência do fiscal da PGJ/PE deverão ser solicitadas formalmente pelo Fornecedor à autoridade administrativa imediatamente superior ao fiscal, através dele, em tempo hábil para a adoção de medidas convenientes; O Fornecedor deverá aceitar, antecipadamente, todos os métodos de inspeção, verificação e controle a serem adotados pela fiscalização, obrigando-se a fornecer-lhe todos os dados, elementos, explicações, esclarecimentos, soluções e comunicações de que esta necessitar e que forem julgados necessários ao desenvolvimento de suas atividades; A existência e a atuação da fiscalização em nada restringem a responsabilidade única, integral e exclusiva do Fornecedor, no que concerne ao objeto da respectiva contratação, às implicações próximas e remotas perante a PGJ ou perante terceiros, do mesmo modo que a ocorrência de irregularidade decorrentes da execução contratual não implicarão em corresponsabilidade do PGJ/PE ou de seus pressupostos, devendo, ainda, o Fornecedor, sem prejuízo das penalidades previstas, proceder ao EDITAL Pág. 15 de 70

16 ressarcimento imediato a PGJ/PE dos prejuízos apurados e imputados à falhas em suas atividades. 13. DO CANCELAMENTO DO REGISTRO DE PREÇOS O fornecedor registrado poderá ter o seu registro de preços cancelado na Ata, por intermédio de processo administrativo específico, assegurado o contraditório e a ampla defesa: A pedido quando: a. comprovar estar impossibilitado de cumprir as exigências da Ata, por ocorrência de casos fortuitos ou de força maior; b. o seu preço registrado se tornar, comprovadamente, inexequível em função da elevação dos preços de mercado, dos insumos que compõem o custo das prestações/aquisições, e se a comunicação ocorrer antes do pedido de fornecimento Por iniciativa da, quando o fornecedor registrado: a. não aceitar reduzir o preço registrado, na hipótese deste se tornar superior àqueles praticados no mercado; b. perder qualquer condição de habilitação ou qualificação técnica exigida no processo licitatório; c. por razões de interesse público, devidamente motivado e justificado; d. não cumprir as obrigações decorrentes da Ata de Registro de Preços; e. não comparecer ou se recusar a retirar, no prazo estabelecido, as solicitações decorrentes da Ata de Registro de Preços; f. caracterizada qualquer hipótese de inexecução total ou parcial das condições estabelecidas na Ata de Registro de Preços ou nas solicitações dela decorrentes; Em qualquer das hipóteses acima, concluído o processo, a Procuradoria Geral de Justiça fará o devido apostilamento na Ata de Registro de Preços e informará aos Proponentes a nova ordem de registro. 14. DO CONTRATO O licitante vencedor da presente licitação deverá assinar Contrato com a, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da data de notificação (telefônica, fax, escrita ou ), onde estarão inclusas todas as condições, obrigações e responsabilidades constantes deste Edital e seus Anexos, imprescindíveis à fiel execução do objeto da licitação, e na forma descrita na Lei n.º 8.666/93, sob pena de ser aplicada a penalidade prevista no art. 7º da Lei n.º , bem ainda a convocação do 2º (segundo) colocado no certame; O Contrato deverá ser assinado por quem de direito, dentro do prazo supramencionado, na Assessoria Jurídica Ministerial, sito a Rua do Sol, 143, Edifício IPSEP, 4º andar, Santo Antônio, Recife/PE, podendo ser retirado de tal EDITAL Pág. 16 de 70

17 órgão por procurador habilitado para que o representante da empresa possa assiná-lo. 15. DO PRAZO E DO LOCAL DO FORNECIMENTO O objeto deverá ser entregue no local estabelecido pelo Anexo I Termo de Referência; O prazo de entrega dos materiais deverá ser de acordo com o descrito no Anexo I Termo de Referência. 16. DAS CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DO OBJETO O objeto desta licitação será recebido conforme as condições estabelecidas no Anexo I Termo de Referência; Deverão ser fornecidos os materiais especificados, de primeira qualidade, observando-se, rigorosamente, as características especificadas no edital e seus Anexos. 17. DAS CONDIÇÕES DE PAGAMENTO Os pagamentos devidos serão efetuados conforme a entrega, ou seja, de acordo com a solicitação; A CONTRATADA deverá apresentar a Nota Fiscal Eletrônica, conforme exigido no inciso I da cláusula 2ª do Protocolo ICMS nº 42/2009, quando do fornecimento ou da prestação de serviço; O pagamento somente será efetivado depois de verificada a regularidade fiscal e trabalhista da empresa, ficando a contratada ciente de que as certidões apresentadas no ato da contratação deverão ter seu prazo de validade renovada a cada vencimento; O pagamento será efetuado no prazo estabelecido pelo Anexo I Termo de Referência; Os bens entregues deverão ser rigorosamente aqueles descritos no Anexo I Termo de Referência do presente edital, sendo que, na hipótese de entrega de produto diverso, o pagamento ficará suspenso até a respectiva regularização; Não será concedido reajuste ou correção monetária do valor da proposta, admitindo-se revisão na forma disciplinada nos subitens e , em consonância com a legislação pertinente; Fica assegurado o restabelecimento do equilíbrio econômico-financeiro inicial do contrato, na ocorrência de fato superveniente que implique inviabilidade de sua execução, desde que configuradas e cabalmente demonstradas quaisquer das hipóteses do artigo 65, inciso II, alínea d, e 5º da Lei Federal nº 8.666/93; EDITAL Pág. 17 de 70

18 17.8. Nenhum pagamento será efetuado ao licitante vencedor, enquanto pendente de liquidação qualquer obrigação que lhe for imposta, em virtude de penalidade ou inadimplência contratual, sem que isso gere direito a acréscimos de qualquer natureza; Os pagamentos estarão condicionados a aceitação e aprovação pelo(a) Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação (CMTI), mediante atesto das notas fiscais, em duas vias, referentes ao fornecimento do objeto deste edital, que as encaminhará à Coordenadoria Ministerial de Finanças e Contabilidade, para as providências pertinentes ao efetivo pagamento. 18. DAS PENALIDADES E DO SEU CUMPRIMENTO O(s) licitante(s) que descumprir(em) quaisquer das cláusulas ou condições do presente Edital, ficará(ão) sujeito(s) às penalidades previstas em lei, bem como nos termos do art. 14 da Resolução RES-PGJ n.º 006/06, de 11/10/2006, sem prejuízo das responsabilidades civil e criminal, ressalvados os casos devidamente justificados e comprovados, a critério da Administração, serão aplicadas as seguintes cominações, cumulativas ou não: advertência, multa, suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com a do Estado de Pernambuco, por prazo de até 05 (cinco) anos e declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública, assegurado o contraditório e a ampla defesa; Multa, nos seguintes termos: Ocorrência Não assinar a Ata de Registro de Preços. Não receber a nota de empenho. Deixar de entregar documentação exigida no Edital. Ensejar o retardamento da execução do objeto. Não mantiver a proposta. Comportar-se de modo inidôneo. Fizer declaração falsa. Apresentar documentação falsa. Cometer fraude fiscal. Penalidades que poderão ser aplicadas Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento), aplicada EDITAL Pág. 18 de 70

19 Inexecução total ou parcial do objeto, caracterizada em 10 (dez) dias após o vencimento do prazo estipulado. Pelo atraso na entrega do objeto. Pela demora em substituir o objeto rejeitado ou corrigir falhas no serviço prestado, a contar do segundo dia da data da notificação da rejeição. Pela recusa da Contratada em substituir o objeto rejeitado ou em corrigir as falhas no serviço prestado, entendendo-se como recusa a substituição do bem ou a prestação do serviço não efetivada nos 05 (cinco) dias que se seguirem à data da rejeição. Atraso na execução do objeto, considerando os prazos fixados neste Edital, onde não se comine outra penalidade. Deixar de executar qualquer obrigação pactuada ou prevista em lei, no Edital do Pregão Presencial nº 019/2012, onde não se comine outra penalidade. sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento), aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), por dia de atraso, aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 2% (dois por cento), por dia de atraso, aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 10% (dez por cento) aplicada sobre o valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento) até o limite de 10% (dez por cento), por dia de atraso, aplicada valor total da contratação. Multa de 1% (um por cento), aplicada sobre o valor total da contratação Ficará impedido de licitar e contratar com a e poderá ser descredenciado no CADFOR - Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado de Pernambuco, pelo prazo de até 5 (cinco) anos, sem prejuízo das multas nas cominações legais, o licitante ou contratado que vier a causar prejuízo ao interesse público em razão das condutas abaixo transcritas: não celebrar o contrato e/ou não entregar o objeto; deixar de entregar documentação exigida para o certame; apresentar documentação falsa exigida para o certame; ensejar o retardamento da execução do seu objeto; não mantiver a proposta, injustificadamente; falhar ou fraudar na execução do contrato e/ou na entrega do objeto; comportar-se de modo inidôneo; cometer fraude fiscal Nenhuma sanção será aplicada sem o devido processo administrativo, que prevê defesa prévia do interessado e recurso nos prazos definidos em lei, sendo-lhe franqueada vistas ao processo Para efeito de cálculo da multa, quando o objeto não for adjudicado, será considerado o valor total estimado pela Administração para contratação. EDITAL Pág. 19 de 70

20 18.5. Caso a licitante não possa cumprir os prazos estipulados para a prestação, total ou parcial, dos serviços, deverá apresentar justificativa por escrito, devidamente comprovada, nos casos de ocorrência de fato superveniente, excepcional ou imprevisível, estranho à vontade das partes, que altere fundamentalmente as condições do contratado; e de impedimento de sua execução por fato ou ato de terceiro reconhecido pela Administração em documento contemporâneo a sua ocorrência A solicitação de prorrogação, contendo o novo prazo de execução dos serviços, deverá ser encaminhada à, até o vencimento do prazo de prestação inicialmente estipulado, ficando a critério do Contratante a sua aceitação Vencido o prazo proposto, sem prestação do serviço, total ou parcialmente, o Contratante oficiará à Contratada comunicando-lhe a data-limite para a regularização de sua prestação. A partir dessa data considerar-se-á inadimplência, sendo-lhe aplicadas as sanções cabíveis As multas devidas previstas no subitem e/ou prejuízos causados ao Contratante pela Contratada serão deduzidos dos valores a serem pagos ou se não tiver valores a receber do Contratante, terá o prazo de 05 (cinco) dias úteis, após a notificação oficial, para o seu recolhimento diretamente à conta corrente da e apresentado o comprovante à Divisão Ministerial de Monitoramento e Análise de Contratos e Convênios da PGJ, ou serão cobrados judicialmente. 19. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Caso o adjudicatário não compareça para assinatura da ata de registro de preços, no prazo de até 05 (cinco) dias úteis da publicação do aviso de homologação e convocação, ou, quando convocado dentro do prazo de validade de sua proposta não apresentar situação regular, de que trata o item 7.3, deste Edital, a PGJ poderá convocar, para substituir a empresa vencedora, os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para fazê-lo em igual prazo e nas condições de suas propostas, podendo ser negociada a obtenção de melhor preço, verificando-se a aceitabilidade da proposta e o cumprimento das exigências habilitatórias, ou revogará o Processo Licitatório, observado o interesse público; As normas disciplinadoras desta licitação serão interpretadas em favor da ampliação da disputa, respeitada a igualdade de oportunidade entre os licitantes e desde que não comprometam o interesse público, a finalidade e a segurança da contratação; O licitante vencedor deverá adequar sua proposta ao seu lance ou negociação, no prazo máximo de 03 (três) dias úteis, contados, da data da realização do Pregão. A não apresentação ensejará aplicação das penalidades legalmente prevista, bem como na sua desclassificação; EDITAL Pág. 20 de 70

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP Procuradoria-Geral de Justiça EDITAL DO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 040/2011 PREGÃO PRESENCIAL N.º 015/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP PROCESSO LICITATÓRIO N.º 013/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 600/2011, de 18.03.2011, do Excelentíssimo

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N. PREÂMBULO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 071/2009 PREGÃO PRESENCIALN. º 035/2009 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1483/2009, de 30 de novembro

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 041/2008 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1684/2007, de 20 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 043/2011 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011 de 18 de março de 2011, modificada pela POR-PGJ nº 1382/2011

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 001/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 001/2015 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de sua Pregoeira, conforme designação portaria POR-PGJ N.º 1.385/2.014 de 04 de setembro de 2014,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N. PROCESSO LICITATÓRIO N.º 5/2010 PREÂMBULO PREGÃO PRESENCIAL N.º 4/2010 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Presidente da CPL, conforme designação da Portaria POR- PGJ n.º 197/2010, de 09 de fevereiro

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 062/2012 PREGÃO PRESENCIAL N.º 058/2012 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 1667/2012 de 01 de setembro de 2012,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP EDITAL DO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 034/2011 PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme designação da Portaria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 011/2008 PREÂMBULO A do Estado de Pernambuco, por meio de sua Pregoeira Substituta, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1684/2007, de 20 de dezembro de 2007, publicada

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP EDITAL DO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 038/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1.436/2011, de 30.08.2011,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N. PROCESSO LICITATÓRIO N.º 009/2011 PREÂMBULO A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011, de 18 de março de 2011, publicada no Diário Oficial

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP EDITAL DE REGISTRO DE PREÇO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 018/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 600/2011,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP EDITAL DO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 051/2011 PREGÃO PRESENCIAL N.º 021/2011 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua Pregoeira, conforme designação da Portaria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N. PREÂMBULO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 062/2009 PREGÃO PRESENCIALN. º 029/2009 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1056/2008, de 17 de outubro

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 005/2015 EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE

EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 005/2015 EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2015 EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de sua Pregoeira, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 128/2.015

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CABROBÓ MUNICÍPIO DE CABROBÓ PROCESSO LICITATÓRIO Nº 047/2013 PREGÃO (PRESENCIAL) Nº 033/ 2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CABROBÓ MUNICÍPIO DE CABROBÓ PROCESSO LICITATÓRIO Nº 047/2013 PREGÃO (PRESENCIAL) Nº 033/ 2013 MUNICÍPIO DE CABROBÓ PROCESSO LICITATÓRIO Nº 047/2013 PREGÃO (PRESENCIAL) Nº 033/ 2013 O Município de Cabrobó, Estado de Pernambuco, e o Pregoeiro, designado pela Portaria nº 017/2013, declaram que se

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP EDITAL DE REGISTRO DE PREÇO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 003/2011(EM REPETIÇÃO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 002/2011(EM REPETIÇÃO) PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio da sua

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N. PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1056/2008, de 17 de outubro de 2008, publicada no DOE, na edição

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA GERAL DE LICITAÇÃO ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA GERAL DE LICITAÇÃO ATENÇÃO ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Pregão Presencial, deverão confirmar a participação por e-mail ou fax para a Coordenadoria Geral de Licitação Tel/fax: (24) 3339-9071, e-mail: cgl@vr.rj.gov.br.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 056/2008 PREÂMBULO A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 930/2008, de 15.09.2008, publicada

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

Procuradoria Geral de Justiça

Procuradoria Geral de Justiça CPL SRP PREÂMBULO A PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através do(a) Pregoeiro(a), conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 1.418/2012, de 15/08/2012, atendendo a solicitação constante

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTI COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTI COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PREÂMBULO A ÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por meio de seu Pregoeiro, designado pela Portaria POR-PGJ nº 596/2011, de 18.03.2011, do Exmº Sr. Procurador-Geral de Justiça, de 18 de março de 2011, publicada

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 041/2007 PREGÃO PRESENCIALN. º 006/2007 PREÂMBULO A do Estado de Pernambuco, através de seu Pregoeiro, conforme designação das Portarias POR-PGJ n.º 726/2007, de 16.05.2007, e

Leia mais

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET Pregão Presencial nº 02/2013 Processo nº 05/2013 RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET Razão Social: CNPJ: Endereço: Cidade: Telefone: e-mail: Pessoa para contato: Estado: Fax: Recebemos, através

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

PREGÃO (PRESENCIAL) n 009/2012 Processo Administrativo Municipal n 027/2012 ANEXO I

PREGÃO (PRESENCIAL) n 009/2012 Processo Administrativo Municipal n 027/2012 ANEXO I PREGÃO (PRESENCIAL) n 009/2012 Processo Administrativo Municipal n 027/2012 ANEXO I RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET (enviar pelo e-mail pmareias.@uol.com.br) OBJETO: Contratação de empresa especializada

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20...

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... Ao...do dia do mês de... do ano de 20..., na PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA PGR,

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 067/2012 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 1.667/2012 de 01 de setembro de 2012 e atendendo a solicitação constante

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº10/2009 2 ÍNDICE 1 OBJETO...3 2 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO...3 3 FORMA DE APRESENTAÇÃO DAS

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 17 de Outubro

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011 de 18 de março de 2011, modificada pela POR-PGJ nº 1382/2011 de 27 de agosto de 2011, atendendo

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93 e demais

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013.

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013. EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013. PREÂMBULO Processo de licitação nº.: 395/2013. Interessado: Fundo Social de Solidariedade do Município de Araras. Recursos orçamentários e financeiros: Consignados

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 007/2012 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011 de 18 de março de 2011, modificada pela POR-PGJ nº 1382/2011

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE MUNICÍPIO DE NOVA VENÉCIA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE MUNICÍPIO DE NOVA VENÉCIA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL N.º 009/2012 PROCESSO N.º 005258, de 21/03/2012 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, - ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL PARQUE TECNOLÓGICO DE SOROCABA

EMPRESA MUNICIPAL PARQUE TECNOLÓGICO DE SOROCABA PROCESSO Nº 0022/2014 PREGÃO PRESENCIAL N 003/2014 DESTINADO À AQUISIÇÃO DE SERVIDORES CLUSTER P/ LABORATÓRIO DE SIMULAÇÃO VIRTUAL DE ALTA PERFORMANCE PARA O PARQUE TECNOLOGICO DE SOROCABA. 01. PREÂMBULO.

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA,

MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, CONTRATO ADM Nº 084/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LINK DEDICADO DE INTERNET QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA, ESTADO DE GOIÁS E TELECOMUNICAÇÕES ALARCÃO E FERNANDES LTDA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL/SRP Fls. EDITAL DO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 012/ 2016 PREÂMBULO A PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO - PGJ, através do(a) Pregoeiro(a), conforme designação da Portaria POR-PGJ n.º 771/2016,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 034/2012 PREÂMBULO A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011 de 18 de março de 2011, modificada pela POR-PGJ

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL N.º 034/2012 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 1.667/2012 de 01 de setembro de 2012 e atendendo a solicitação constante

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 041/2011 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 596/2011 de 18 de março de 2011, modificada pela POR-PGJ nº 1382/2011

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE SINAL DE INTERNET COM VELOCIDADE MÍNIMA DE 05 MB DESTINADO ÀS ATIVIDADES DA EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES CONVITE Nº 20150001 OBJETO:

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1 EDITAL DE PREGÃO (PRESENCIAL) n 08/2007 PROCESSO n A-07/055 DATA DA REALIZAÇÃO: 13/04/2007 HORÁRIO: 9 horas LOCAL: Rua Pio XI, 1500 - Alto da Lapa A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2012 Processo LIC 2012/000125 Processo LIC 2012/000125 PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, órgão de fiscalização do exercício profissional, regido pelo Decreto-Lei nº 9.295/1946, alterado pela

Leia mais

EDITAL PARA REGISTRO DE PREÇOS MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2014 PROCESSO N.º 009595, DE 18/12/2013

EDITAL PARA REGISTRO DE PREÇOS MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2014 PROCESSO N.º 009595, DE 18/12/2013 PREÂMBULO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE EDITAL PARA REGISTRO DE PREÇOS MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL N.º 004/2014 PROCESSO N.º 009595, DE 18/12/2013 O -, por intermédio FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, inscrito no

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE TANGARÁ DA SERRA Secretaria Municipal de Administração Departamento de Licitações RECIBO DE RETIRADA

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE TANGARÁ DA SERRA Secretaria Municipal de Administração Departamento de Licitações RECIBO DE RETIRADA 1 RECIBO DE RETIRADA Razão social: Endereço: Telefone: Fax: CNPJ: Inscrição Estadual: Contato (nome): Referência: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PERFURAÇÃO E INSTALAÇÃO DE POÇO ARTESIANO NA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 055/2012 PREGÃO PRESENCIAL N.º 052/2012 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de seu Pregoeiro, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 1667/2012 de 01 de setembro de 2012,

Leia mais

CONVITE n.º 6010004-01/2012

CONVITE n.º 6010004-01/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE n.º 6010004-01/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES PROCESSO Nº 162/2014 PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 061/2014 PREÂMBULO

SUPERINTENDÊNCIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES PROCESSO Nº 162/2014 PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 061/2014 PREÂMBULO PREÂMBULO A PREFEITURA MUNICIPAL DO PAULISTA, por intermédio do seu pregoeiro designado pela portaria nº 055/2014, do dia 21 de janeiro de 2014, e equipe de apoio, torna público para ciência dos interessados,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 014/2014 PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2014 A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de sua Pregoeira, conforme designação da Portaria POR-PGJ nº 1.531/2013 de 01 de outubro de 2013,

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 01/2011

CARTA CONVITE Nº 01/2011 CARTA CONVITE Nº 01/2011 O CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 10ª REGIÃO CREFITO-10, Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitação, designada pela Portaria

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

RETIFICAÇÃO DE EDITAL

RETIFICAÇÃO DE EDITAL RETIFICAÇÃO DE EDITAL Fica retificado o Edital de Pregão Presencial 32/2014, serviços de coleta, transporte, tratamento térmico e destino final do lixo hospitalar (resíduos oriundos dos serviços de Saúde)

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 010/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO EDITAL PROCESSO LICITATÓRIO N.º 010/2015 PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO PGJ/CPL EDITAL PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2015 EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE A DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através de sua Pregoeira, conforme

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 04/07 MODALIDADE: CONVITE FORMA DE EXECUÇÃO: INDIRETA ENTREGA DO ENVELOPE ATÉ AS 17:00 HORAS DO DIA: 13/03/2007 DATA DA ABERTURA: 14/03/2007 OBJETO DA LICITAÇÃO: Plantio e fornecimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

EDITAL Nº 1-02/2014 (REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA FUTURA) PROCESSO DE LICITAÇÃO Nº 02/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2014

EDITAL Nº 1-02/2014 (REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA FUTURA) PROCESSO DE LICITAÇÃO Nº 02/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2014 EDITAL Nº 1-02/2014 (REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA FUTURA) PROCESSO DE LICITAÇÃO Nº 02/2014 PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2014 PREÂMBULO A PREFEITURA MUNICIPAL DE FERNANDO PRESTES, através de seu DEPARTAMENTO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 Edital para contratação de empresa especializada e/ou Agência de Turismo ou viagens para execução de serviços de reserva, emissão, marcação,

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2014

CONVITE Nº. 001/2014 CONVITE Nº. 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014, da

Leia mais