PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14"

Transcrição

1 PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA (inserir logo) SET/14

2 Índice 1 INTRODUÇÃO-Sumário Executivo Identificação da Empresa Histórico da empresa Definição do modelo de negócio Constituição legal da empresa Localização geográfica da empresa Visão da empresa Missão da empresa Valores da empresa Identificação dos Sócios Breve curriículo dos sócios Atribuição dos sócios 07 2 OBJETIVOS E METAS Objetivos especificos Metas 08 3 ANÁLISE SETORIAL Caracterização do setor no mundo globalizado Situação atual e tendências do setor nacional Limitações e barreiras do setor Oportunidades e desafios 09 4 PRODUTOS/SERVIÇOS Descrição do produto: pontos fortes e fracos Ciclo de vida do produto Tecnologia utilizada Estagio atual do produto Situação da propriedade intelectual marcas e patentes Alianças estratégicas necessárias Residuos produzidos e destino Fluxograma de processos Fluxograma do processo de venda Fluxograma do processo de produção Descriçao processo de produção, máquinas e materiais Espaço físico e instalações necessárias 14 5 RECURSOS HUMANOS Pessoal Chave Organograma funcional 15

3 6 ANÁLISE DE MERCADO Mercado Consumidor Características do cliente Potencial / Tamanho do mercado consumidor Distribuiçao geográfica Perspectiva de atendimento e tendência de crescimento Mercado Concorrente Características do concorrente Potencial / Tamanho do mercado concorrente Distribuição geográfica Lucratividade do Setor Vantagens competitivas da empresa Mercado Fornecedor Características do fornecedor Potencial / Tamanho do mercado fornecedor Distribuição geográfica Riscos, problemas e ações de prevenção 18 7 MARKETING Plano / Mix de Marketing Produto e serviço Púlico alvo Política e composição de preços Ponto de venda / canal de distribuição Promoção de venda Estratégia de Comercializaçao Metas da campanha Plano de ação Recursos/custos Cronograma de execução 20 8 PLANEJAMENTO ECONÔMICO E FINANCEIRO Investimentos fixo e de giro 8.2 Receitas e investimentos 8.3 Custo da matéria-prima/ficha técnica 8.4 Salários e encargos 8.5 Despesa fixa 8.6 Custo e preço de venda 8.7 Ponto de equilíbrio 8.8 Fluxo de caixa 8.9 Indicadores de desempenho 9 ANEXOS

4 1-INTRODUÇÃO SUMÁRIO EXECUTIVO *descrever qual o objetivo do plano de negocio, se é um plano operacional onde se comprova a viabilidade da empresa ou se é um plano investidor onde se comprova o retorno do investimento segundo os parâmetros do investidor. É a principal etapa do PN, pois é através dele que o leitor (agente avaliador ou investidor) decidirá se continua ou não a ler, portanto deve ser escrito com muita atenção, deve conter uma síntese das principais informações que compõem seu Plano de Negócio. A empresa é.., o projeto é..., o objetivo é... fundada em DATA, e hoje encontra-se localizada O sócio é NOME, que exerce as funções de comercialização, produção e administração, cumulativamente. Sua especialidade é produzir Os clientes são Através dos sócios, a empresa desenvolveu o Plano de Negócio Operacional, para comprovar a viabilidade da empresa, efetuar estratégias de crescimento e atualizar cadastro junto a instituições financeiras. Como comprovam no conteúdo deste plano, a empresa apresenta viabilidade econômicofinanceira, com: Investimento total do período: R$ Lucratividade media do período: XX% ao ano. Desta forma, a empresa se consolidara no mercado, através de crescimento sustentável com reinvestimento do lucro, conforme resultados apresentados neste plano que compreende o período de 2015 ate IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA HISTORICO DA EMPRESA *descrever sua história, EM ORDEM CRONOLOGICA, dizer como teve a idéia de iniciar seu empreendimento, como foi sua trajetória até o momento. EX: Em 2010, os empreendedores iniciaram pesquisa de xxx; Em 2011, os empreendedores formalizaram a abertura da empresa; Em 2012, a empresa teve seu projeto Fapesp aprovado, com o valor x; Em 2013, a empresa instalou-se no projeto incubadora de empresas...

5 1.1.2 DEFINIÇÃO DO MODELO DE NEGOCIO **Modelo de negócio é a forma pela qual uma empresa cria valor para todos os seus principais públicos de interesse. EX: inovação, padronização e personalização e justifique a opção. 1) INOVAÇAO, negócio voltado ao desenvolvimento de novos produtos e novas tecnologias; 2) PADRONIZAÇAO, negócio voltado à produção em grande escala, seguindo padrões, normatizações e redução de custos; 3) PERSONALIZAÇAO, negócio voltado ao atendimento exclusivo ao cliente, com maior custo e podendo vender menor quantidade para obter resultado. Ex: Nosso modelo de negocio é personalização, porque desenvolvemos moveis e utilidades de aço personalizados, para decoração de ambientes residenciais e escritórios empresariais CONSTITUIÇÃO LEGAL *descrever o cadastro atual do negocio. Razão Social: Nome Fantasia: CNPJ: Inscrição Estadual: Inscrição Municipal: Data de fundação: Endereço: Telefone: (XX) Fax: ( XX ) Celular: (xx) Home-page: http: LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DA EMPRESA *descrever a localização da empresa, principais rodovias, formas de acesso e inserir mapa.

6 1.1.5 VISÃO DA EMPRESA *descrever a definição da direção em que a empresa pretende seguir e o que deseja ser. *Visão é O FOCO, é a declaração da direção em que a empresa pretende seguir, um quadro do que a empresa deseja ser e como quer ser reconhecida. É a personalidade e caráter da empresa. Deve refletir as aspirações da empresa e suas crenças. Alguns exemplos de visão: -Mudar o mundo através da tecnologia. (Apple Computer, Inc.) -Nosso negocio é preservar e melhorar a vida humana. (Merck, Inc.) -Ser a melhor empresa de seguros nos serviços que prestamos aos nossos clientes. (The Alistate Corporation) MISSÃO DA EMPRESA *descrever a definição da razão de ser do negocio que está envolvido, a tarefa com objetivo de cumprir a visão da empresa. *Missão é a TAREFA para cumprir a VISAO; é a definição do que a empresa deve fazer para cumprir a Visão. Ao definir a missão, devemos considerar algumas etapas: a) identidade: QUEM SOMOS? b) produtos e serviços: O QUE FAZEMOS? c) Clientes: PARA QUEM VENDEMOS? d) Mercado de atuação: ONDE ATUAREMOS? e) necessidades sociais: TEMOS COMPROMISSOS? f) definição do propósito: PARA QUE EXISTIMOS? Exemplo de missão: Proporcionar ao maior número de pessoas uma experiência memorável e excelência em produtos e serviços, sendo referência em gestão do negócio de chocolate. (Cacau Show) VALORES DA EMPRESA *descrever quais os princípios da empresa, características da personalidade dos sócios que foram ou serão incorporadas à personalidade da empresa. Exemplos de valores: (CACAU SHOW) Ética, Respeito e Honestidade Compromisso com o crescimento e resultados Incentivo e reconhecimento ao desenvolvimento individual Prática da Inovação Cuidado consigo mesmo, com o outro e com os detahes

7 1.2-IDENTIFICAÇÃO DOS SÓCIOS BREVE CURRÍCULO DOS SÓCIOS *descrever os mini-currículos, demonstrando a experiência de cada sócio no empreendimento em que estão envolvidos. Ex: Nome: Idade: Endereço: Telefone: Formação acadêmica: Experiência profissional: ATRIBUIÇÕES DOS SÓCIOS *descrever as atribuições e funções a cada sócio. NOME ATRIBUIÇÃO PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA Planejamento e Desenvolvimento 50% Diretor Administrativo e Comercial 50%

8 2-OBJETIVOS E METAS 2.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS *descrever seus objetivos a curto, médio e longo prazo, bem como os valores necessários para os investimentos. ANO DESCRICÁO VALOR METAS *descrever as metas que devem ser cumpridas para atingir os objetivos. METAS VENDAS INVESTIMENTOS POSTOS DE NOVOS NOVOS ANO ANO ANO TRABALHO MERCADOS PRODUTOS 2015 valor valor quantidade nome nome

9 3-ANALISE SETORIAL 3.1 CARACTERIZAÇÃO DO SETOR NO MUNDO (GLOBALIZAÇÃO) *descrever o cenário do seu setor, como está sua situação no mundo; qual a tendência do setor no mercado internacional, se em crescimento, estagnado ou retraindo e por quê. ANEXAR PESQUISA E CITAR FONTE 3.2 SITUAÇÃO ATUAL E TENDÊNCIAS DO SETOR NACIONAL *descrever o cenário do seu setor no país, como está sua situação nacional; qual a tendência do setor no mercado nacional, se em crescimento, estagnado ou retraindo e por quê. ANEXAR PESQUISA E CITAR FONTE Situação atual: Tendências do setor nacional: 3.3 LIMITAÇÕES E BARREIRAS DO SETOR *descrever as dificuldades e/ou impedimentos para atuar no seu setor. Limitações (dificuldades): Barreiras (impedimentos): 3.4 OPORTUNIDADES E DESAFIOS *descrever as oportunidades identificadas em seu setor, os desafios a enfrentar para aproveitar as oportunidades identificadas. Oportunidades (necessidade do mercado que está sendo suprida) Identifique a necessidade do mercado e o que você irá oferecer para suprir! Desafios (ameaças devem ser superadas)

10 4-PRODUTOS/SERVIÇOS (PONTOS FORTES E FRACOS) 4.1 DESCRIÇÃO DO PRODUTO/SERVIÇO *descrever o produto e identificar seus pontos fortes e fracos em relação aos concorrentes. PONTO FORTE DO PRODUTO PONTO FRACO DO PRODUTO 4.2 CICLO DE VIDA DO PRODUTO/SERVIÇO: *descrever em quanto tempo a empresa deve relançar o produto, durabilidade do material, prazo de validade, novas tecnologias, obsolescência do produto, estratégia de recolocação do produto em outra fatia de mercado, etc... Ex: O ciclo de vida do produto ocorre a cada 6 meses, devido à alteração dos modelos que acompanham a tendência de decoração. 4.3 TECNOLOGIA UTILIZADA *descrever a tecnologia envolvida no desenvolvimento do produto ou no processo de produção. Ex: As maquinas utilizadas no processo de produção dos produtos são de tecnologia tradicional, como por exemplo ESTÁGIO ATUAL DO PRODUTO/SERVIÇO *descrever se o produto esta em desenvolvimento ou se já esta em plena produção e comercialização. Ex: Os produtos se encontram prontos e já são comercializados, porém estamos desenvolvendo novos modelos. 4.5 SITUAÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL MARCAS E PATENTES *descrever se a empresa já patenteou seus produtos, se já registrou sua marca; informar números dos registros ou protocolos. Ex: A empresa ainda não tem registro de marcas e patentes. 4.6 ALIANÇAS ESTRATÉGICAS NECESSÁRIAS *descrever se a empresa tem parcerias estratégicas para compra, produção ou venda de seus produtos. PRODUÇÃO: ex: terceirização do processo de corte e montagem. VENDA: ex: as vendas são feitas por representantes comerciais. 4.7 RESÍDUO PRODUZIDO E DESTINO *descrever quais os resíduos produzidos e o destino. RESÍDUO: ex: sucata e vidro DESTINO: ex: venda para reciclagem.

11 4.8 FLUXOGRAMA DOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO E VENDA PROCESSO DE VENDA *descrever cada etapa que a empresa percorre para realizar uma venda. Início VISITAR CLIENTE PREENCHER CADASTRO DO CLIENTE 1 COMPRA CONSULTAR CADASTRO não APROVADO RECEBER A VISTA sim não SEPARAR MATERIAL DO ESTOQUE OU SOLICITAR PRODUÇÃO sim RECEBIDO? COMUNICAR REPRESENTANTE E ARQUIVAR PEDIDO PROCEDIMENTOS DE FABRICAÇÃO CONFORME MANUAL DE PRODUÇÃO Fim Fim

12 4.8.2 PROCESSO DE PRODUÇÃO *descrever cada etapa da produção, testes, até a entrega ao cliente. Início COMPRAR MATÉRIA-PRIMA RECEBER E ARMAZENAR MATÉRIA-PRIMA SEPARAR A MATÉRIA-PRIMA DE ACORDO COM ETAPAS TORNEAR FRESAR ERODIR não MONTAR E ACABAR APROVADO AJUSTAR ENTREGAR sim ENTREGAR Fim Fim

13 4.8.3 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO, MÁQUINAS EQUIPAMENTOS E MATÉRIAS-PRIMAS UTILIZADAS: *detalhar o processo de produção, maquinas e materiais necessários. 1-ETAPAS DO PROCESSO DE PRODUÇAO 2-MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 3-MATERIAS-PRIMAS E INSUMOS

14 4.9 ESPAÇO FÍSICO E INSTALAÇÕES NECESSÁRIAS *inserir lay-out da empresa, com legenda e área utilizada; a disposição das máquinas e equipamentos na empresa, de forma a representar seu funcionamento. FAZER O DESENHO DA FABRICA INSERIR LEGENDA

15 5-RECURSOS HUMANOS 5.1 PESSOAL CHAVE *descrever pessoas importantes no desenvolvimento, produção e administração do negócio. Desenvolvimento: Cargo Função Produção: Cargo Função Administração: Cargo Função 5.2 ORGANOGRAMA FUNCIONAL *descrever a distribuição das funções que são desempenhadas na empresa. DIRETOR ADMINISTRATIVO ENCARREGADO DE PRODUÇÃO ENCARREGADO DE ESTOQUE E DE COMPRAS ENCARREGADO FINANCEIRO ENCARREGADO VENDAS AUXILIAR PRODUÇAO AUXILIAR VENDAS

16 6-ANALISE DE MERCADO 6.1 MERCADO CONSUMIDOR *descrever seu mercado comprador, onde ele está, qual seu tamanho, seu potencial de compra, etc CARACTERÍSTICAS DOS CLIENTES / QUEM SÃO? Ex: Nossos clientes são empresas que comercializam móveis em geral e artigos de decoração. CLIENTES CNPJ CIDADE PORTE Informar cliente já existente Ou que pode vir a ser POTENCIAL/TAMANHO DO MERCADO CONSUMIDOR *descrever pesquisa e tamanho do mercado Ex: Estimamos que há mais de XXX.000 clientes em potencial no território nacional DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA *descrever onde está localizado seu mercado Ex: Os Clientes da empresa estão localizados desta forma: 100% no território nacional PERSPECTIVA DE ATENDIMENTO E TENDENCIA DE CRESCIMENTO *descrever sua capacidade de atendimento e numero de clientes Ex: Atender aproximadamente de XX, nos próximos x anos. METAS Ticket médio por cliente/mês 200,00 Valor médio vendas/mês Número de clientes/mês ,00 50

17 6.2 MERCADO CONCORRENTE *nesta etapa descrever seu mercado concorrente, onde ele está, qual seu tamanho, etc CARACTERÍSTICAS DOS CONCORRENTES/QUEM SÃO Ex: Nossos concorrentes são empresas que produzem e/ou importam móveis em geral e artigos de decoração. CONCORRENTE CNPJ CIDADE PORTE Informar concorrente já existente Ou que pode vir a ser POTENCIAL/TAMANHO DO MERCADO CONCORRENTE *descrever pesquisa e tamanho do mercado Ex: Estimamos que há mais de X indústrias concorrentes diretos no Estado de São Paulo DISTRIBUIÇÃO GEOGRAFICA *descrever onde está localizado seu mercado Ex: Os Concorrentes da empresa estão localizados desta forma: 100% no território nacional LUCRATIVIDADE DO SETOR *pesquisar o % de lucro que o setor vem apresentando Ex: O setor tem apresentado X% de lucratividade médio/ano. Obs: tem que pesquisar muito, não pode ficar sem essa informação VANTAGENS COMPETITIVAS DA EMPRESA (sob o ponto de vista dos clientes: é um conjunto de características que permitem a uma empresa diferenciar-se dos concorrentes, por entregar mais valor aos seus clientes; é a razão pela qual seus clientes escolhem a oferta de sua empresa, é geralmente um diferencial difícil de copiar, e por isso, duradouro)

18 6.3 MERCADO FORNECEDOR *descrever seu mercado fornecedor, onde ele esta, qual seu tamanho e seu potencial no mercado, etc CARACTERÍSTICAS DOS FORNECEDORES/QUEM SÃO Ex: Nossos fornecedores são revendas, distribuidores, indústrias de... FORNECEDOR MATÉRIA-PRIMA CNPJ CIDADE PORTE Informar concorrente já existente Ou que pode vir a ser POTENCIAL/TAMANHO DO MERCADO FORNECEDOR *descrever pesquisa e tamanho do mercado Estimamos que há mais de X fornecedores diretos no Estado de São Paulo DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA *descrever onde está localizado seu mercado Os Fornecedores da empresa estão localizados desta forma: 100% no estado de São Paulo RISCOS, PROBLEMAS e AÇÕES DE PREVENÇÃO: *descrever possíveis problemas com fornecedores e o que fazer para se prevenir, para não comprometer sua produção. RISCOS E PROBLEMAS COM FORNECEDOR: ex: falta matéria-prima. AÇÕES DE PREVENÇAO: para amenizar e prevenir a falta de matéria-prima teremos que manter estoque mínimo do produto xxx.

19 7- MARKETING Essa ferramenta comunica sua empresa, seu produto ao Mercado; interliga o que sua empresa produz à necessidade do cliente. *nesta etapa descrever quais são seus planos de marketing, de divulgação da sua empresa, do seu produto, para que o cliente saiba da sua existência. 7.1 PLANO / MIX DE MARKETING PRODUTO E SERVIÇO *descrever nome comercial seus produtos e serviços PÚBLICO-ALVO *descrever para qual público e classe social seu produto e serviço é destinado POLÍTICA E COMPOSIÇÃO DE PREÇOS *descrever o preço que o consumidor está disposto a pagar por seu produto/serviço. Ex Os preços de Venda da empresa estão baseados em preço de mercado, com determinação dos preços por margem de contribuição, sendo inicialmente x% abaixo dos preços praticados pelos concorrentes PONTO DE VENDA / CANAL DE DISTRIBUIÇÃO *descrever qual sua forma de venda Ex: Contratamos representantes comerciais para realizarem as vendas, que são realizadas através de visitas técnicas aos clientes, como canal de distribuição, por isso não precisamos de ponto de venda PROMOÇÃO DE VENDA *descrever o que fazer para vender mais; Ex: Através da consultoria de marketing estamos desenvolvendo e criando material promocional para a empresa. Participaremos de feiras e eventos regionais, mídias locais, revistas especializadas, e folder para mala direta.

20 PREENCHER APÓS PLANILHA FINANCEIRA 7.2 ESTRATÉGIA DE COMERCIALIZAÇÃO *nesta etapa descrever sua estratégia, sua campanha de promoção de venda de um determinado período METAS DA CAMPANHA *o que e onde se pretende chegar com a campanha: aumento do faturamento, divulgação, abertura de x novos clientes, etc. METAS ticket médio por cliente/mês Valor médio vendas/mês Numero de clientes/mês META DE VENDAS/ANO PLANO DE AÇÃO O que fazer? *quais serão as ações: panfletagem, jornal, outdoor, radio, TV, internet, visitas diretas, feiras, etc RECURSOS/CUSTOS *quanto está orçado para fazer essa campanha, quais materiais, quais pessoas, equipes, etc. Ex: Para a realização das ações, será necessário disponibilizar verba de x% do faturamento anual, que resulta em R$ xx,00 divididos em 05 anos CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO *em quanto tempo será feita a campanha, datas para o plano de aço, qual o prazo limite para se obter os resultados sem alterar o orçamento. ANO PLANO DE AÇAO CRONOGRAMA VALORES 2015 O que fazer? Quando fazer? Quando custa? TOTAL EM 05 ANOS 0,00

21 8-PLANEJAMENTO ECONÔMICO E FINANCEIRO DEMONSTRATIVO DO RESULTADO TOTAL DAS VENDAS (-) CONSUMO M-PRIMA (=) LUCRO BRUTO (-) DESPESAS VENDA (-) IMPOSTOS (-) COMISSAO (-) FRETE DE VENDA (-) MARKETING (=) MARGEM CONTRIBUIÇAO (-) SALARIOS/ENCARGOS (-) DESPESA FIXA TOTAL (=) LUCRO LIQUIDO LUCRATIVIDADE: Indica qual é o ganho que a empresa gera sobre o trabalho que ela realiza. Em relação a cada R$100,00 vendidos, quanto a empresa lucra. Formula: somatória do lucro líquido do ano dividido pela somatória da meta de vendas do ano x 100% LUCRATIVIDADE: X % AO ANO RENTABILIDADE: Mostra quanto a empresa tem de retorno sobre cada R$100,00 investidos. Formula: somatória do lucro líquido do ano dividido pela somatória do investimento até o ano em análise x 100. RENTABILIDADE: X% AO ANO PRAZO DE RETORNO DO INVESTIMENTO: Mostra o tempo necessário para que o empreendedor recupere tudo o que investiu no seu negócio. Formula: somatória da meta de investimento até o ano de análise dividido pela somatória do lucro líquido de período em análise. PRAZO DE RETORNO: X anos PONTO DE EQUILIBRIO: Mostra o momento em que as projeções de receita e despesas se igualam, onde o lucro é ZERO. Conhecer o PE permite a empresa diminuir os riscos de trabalhar no prejuízo. Formula: Despesa fixa + Salários e encargos do ano dividido pela margem de contribuição em percentual do mesmo período. PE mensal em valor ($) = R$X para o ano Os demais indicadores de 2016 a 2019 estão demonstrados no plano financeiro.

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO 1 Informações sobre o responsável pela proposta. Nome : Identidade: Órgão Emissor: CPF: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Telefone: FAX: E-mail Formação Profissional: Atribuições

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I

Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I Seqüência das partes Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Folha de rosto (obrigatório) ERRATA (opcional) TERMO DE AROVAÇÃO (obrigatório) Dedicatória(s) (opcional)

Leia mais

Roteiro do Plano de Negócio

Roteiro do Plano de Negócio Roteiro do Plano de Negócio 1. Componentes do Plano de Negócios a) Resumo Executivo b) A organização Visão estratégica/modelo de negócio c) Análise de mercado d) Planejamento de marketing - produto ou

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz COMPETÊNCIAS A SEREM DESENVOLVIDAS CONHECER A ELABORAÇÃO, CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES UM PLANO DE NEGÓCIOS.

Leia mais

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Caracterização do Empreendimento Trata o presente de análise de viabilidade de mercado e de viabilidade

Leia mais

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve 6 PLANO DE NEGÓCIOS (PN): UMA VISÃO GERAL. O QUE É E PARA QUE SERVE Objetivo específico - Ao concluir este módulo, você vai ser capaz de

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA PLANO DE NEGÓCIOS CÓDIGO: DATA: 1) INTRODUÇÃO O plano de negócio é um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido,

Leia mais

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 PizzarIFSC - Pizzaria IFSC Pizzaria IFSC Elaborado por: Edson Watanabe Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo

Leia mais

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira.

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Silvanda de Jesus Aleixo Ferreira 0201002501 Belém-PA

Leia mais

Etapas para a preparação de um plano de negócios

Etapas para a preparação de um plano de negócios 1 Centro Ensino Superior do Amapá Curso de Administração Disciplina: EMPREENDEDORISMO Turma: 5 ADN Professor: NAZARÉ DA SILVA DIAS FERRÃO Aluno: O PLANO DE NEGÓCIO A necessidade de um plano de negócio

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS Maio/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 6 Plano de Negócios Empreendedorismo de Negócios com Informática - Plano de Negócios 1 Conteúdo Sumário Executivo Apresentação da Empresa Plano de Marketing

Leia mais

Pessoa para Contato: João Barbosa. Rua Ceará, 1254. Belo Horizonte MG.

Pessoa para Contato: João Barbosa. Rua Ceará, 1254. Belo Horizonte MG. PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA DO RAMO DE SERVIÇOS ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome da Empresa: Brilhante Serviços de Limpeza Razão Social: Barbosa e Rodrigues ME Sócios: João Barbosa e Jerônimo

Leia mais

FTAD -Formação técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Empreendedorismo Prof. Carolina Lindbergh Competências a serem Trabalhadas CONHECER O SUMÁRIO EXECUTIVO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, dezembro

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Sejam bem-vindos. Como Elaborar um Plano de Negócios. Educação Sebrae. Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1

Sejam bem-vindos. Como Elaborar um Plano de Negócios. Educação Sebrae. Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1 Sejam bem-vindos Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1 Curso 5 dias 1º 2º 3º 4º 5º Curso 10 dias OBJETIVOS 1º Apresentação do curso, empreendedorismo e CCE's 2º Cenário macroeconômico,

Leia mais

LICENCIAMENTO: ALTO RETORNO COM BAIXO RISCO PARA QUEM QUER ABRIR UM NOVO NEGÓCIO

LICENCIAMENTO: ALTO RETORNO COM BAIXO RISCO PARA QUEM QUER ABRIR UM NOVO NEGÓCIO ebook LICENCIAMENTO: ALTO RETORNO COM BAIXO RISCO PARA QUEM QUER ABRIR UM NOVO NEGÓCIO IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO E QUALIDADE COM RAPIDEZ E BAIXO CUSTO. TAMBÉM PARA A PEQUENA EMPRESA. PROCESSO

Leia mais

"BUSSINES PLAN"- PLANO DE NEGÓCIOS

BUSSINES PLAN- PLANO DE NEGÓCIOS "BUSSINES PLAN"- PLANO DE! Os componentes do Business Plan.! Quem precisa fazer um Business Plan! Colocando o Business Plan em ação Autores: Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO O estudo de viabilidade econômica para o setor de empreendimento imobiliário representa uma consultoria completa. Com ele será possível obter

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO Caro empreendedor, para que você possa elaborar com facilidade seu plano de negócio, utilize o manual da Etapa 2 seguindo as orientações passo a passo que estão contidas

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR PDP

MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR PDP MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DEPARTAMENTO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR

Leia mais

Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo 20

Leia mais

Plano de Negócios Faculdade Castro Alves Cursos de Administração.

Plano de Negócios Faculdade Castro Alves Cursos de Administração. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PLANO DE NEGÓCIIOS Prroff.. Carrllos Mellllo Saal lvvaaddoorr JJANEI IRO/ /22000066 Introdução Preparar um Plano de Negócios é uma das coisas mais úteis que um empresário

Leia mais

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para a seleção de projetos que contribuam para o

Leia mais

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do da AJES A - APRESENTAÇÃO 1. A empresa 1.1. Aspectos Gerais 1.1.1. História da empresa (da fundação a atualidade) 1.1.2. Visão, Missão e

Leia mais

Uma nova visão de custos para empresas de fabricação sob encomenda/projetos

Uma nova visão de custos para empresas de fabricação sob encomenda/projetos Uma nova visão de custos para empresas de fabricação sob encomenda/projetos Apresentação Valdecir de Oliveira Pereira Diretorde Desenvolvimento valdecir@grvsoftware.com.br www.grvsoftware.com.br GRV Software

Leia mais

Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem

Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem Henrique Montserrat Fernandez Muitas pessoas, antes de abrir a empresa, já têm uma idéia do que ela produzirá. Mas será que é isso que os clientes

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

Conceito de Plano de Negócios

Conceito de Plano de Negócios Conceito de Plano de Negócios O Plano de Negócio é um documento escrito e organizado que permite ao empreendedor analisar a viabilidade do seu projeto. 4 Conceito de Plano de Negócios Descreve o modelo

Leia mais

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - CAMPUS DE PARNAÍBA CURSO: Técnico em Informática DISCIPLINA: Empreendedorismo PROFESSORA: CAROLINE PINTO GUEDES FERREIRA ELEMENTOS DO PLANO

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução O que são

Leia mais

Formação do Preço de Venda

Formação do Preço de Venda CURSO DE ADM - 5º PERÍODO - FASF Objetivo Refletir sobre a importância de se conhecer e identificar a FORMAÇÃO DE PREÇO, como fator determinante para a sobrevivência da exploração da atividade da empresa.

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Introdução Independentemente do nível de experiência da proponente na elaboração de projetos, o Instituto Cooperforte empresta apoio, orientação e subsídios às Instituições

Leia mais

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura.

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura. Table of Contents Sobre o material Geo Studio Apresentação Mercado de Rastreadores Mercado de Rastreadores Equipamentos Estrutura Estrutrua Localização Pessoal Mercadoria Produtividade da Empresa Automação

Leia mais

COOPERATIVISMO - ORGANIZAÇÃO SOCIAL COMO BASE DO DESNVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR Osvaldir Dalbello e Diane Franz EPAGRI, Paraná.

COOPERATIVISMO - ORGANIZAÇÃO SOCIAL COMO BASE DO DESNVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR Osvaldir Dalbello e Diane Franz EPAGRI, Paraná. COOPERATIVISMO - ORGANIZAÇÃO SOCIAL COMO BASE DO DESNVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR Osvaldir Dalbello e Diane Franz EPAGRI, Paraná. 1.Introdução A cooperação sempre existiu na história

Leia mais

Unidade III MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade III MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade III MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Compras, abastecimento e distribuição de mercadorias Os varejistas: Precisam garantir o abastecimento de acordo com as decisões relacionadas

Leia mais

17/10/2011. Construindo Planos de Negócios. Capítulo 1: Aspectos gerais do plano de negócios

17/10/2011. Construindo Planos de Negócios. Capítulo 1: Aspectos gerais do plano de negócios do plano Construindo Planos de Negócios 2011.2 Tipos Empresa de prestação de serviços Empresa de venda a varejo Empresa de vendas por atacado Distribuidora Empresa Industrial Empresa Mista do plano do

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

7. Viabilidade Financeira de um Negócio

7. Viabilidade Financeira de um Negócio 7. Viabilidade Financeira de um Negócio Conteúdo 1. Viabilidade de um Negócios 2. Viabilidade Financeira de um Negócio: Pesquisa Inicial 3. Plano de Viabilidade Financeira de um Negócio Bibliografia Obrigatória

Leia mais

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome da Empresa: Sapatos e Bolsas BACANAS. Razão Social: Sócios: Endereço: Fone/Fax: Pessoa para Contato: CEP: ETAPA 2 DESCRIÇÃO GERAL DO NEGÓCIO O que a empresa

Leia mais

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques Seguindo a estrutura proposta em Dornelas (2005), apresentada a seguir, podemos montar um plano de negócios de forma eficaz. É importante frisar

Leia mais

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. A CompuStream, empresa especializada em desenvolvimento de negócios, atua em projetos de investimento em empresas brasileiras que tenham um alto

Leia mais

Plano de Negócio - Agronegócio Atividade Individual em aula 3,0 pontos

Plano de Negócio - Agronegócio Atividade Individual em aula 3,0 pontos FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO SUL FUNDASUL FACULDADE CAMAQÜENSE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRATIVAS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTABILIDADE DE AGRONEGÓCIOS Professor Paulo Nunes 1

Leia mais

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

EMENTA CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICO-ALVO: Os Cursos Técnicos são destinados a todos que estão cursando o 2º ano ou já completaram o Ensino Médio e que desejam aprender uma profissão, entrar no mercado de trabalho ou buscar uma melhor

Leia mais

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE Sumário: 1. Apresentação 2. Finalidade do Prêmio 3. A quem se destina 4. Requisitos de elegibilidade para inscrição 5. Critérios de Avaliação 6.

Leia mais

FACÇÃO TECIDO PLANO. 1 - Introdução. 2- Mercado

FACÇÃO TECIDO PLANO. 1 - Introdução. 2- Mercado FACÇÃO TECIDO PLANO 1 - Introdução Nesta apresentação o empreendedor encontra indicações dos conhecimentos que aumentam e melhoram suas chances de sucesso, desde a identificação da oportunidade, riscos

Leia mais

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios?

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios? Plano de Negócios Por que escrever um Plano de Negócios? A tarefa de escrever um plano de negócios não é uma tarefa fácil. Isso se você nunca escreveu um e não tem a menor idéia de como começar. O objetivo

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

Universidade São Marcos

Universidade São Marcos FUNDAMENTOS DE FINANÇAS AS FLEX UNIDADE 4 - Aula 2 GESTÃO DE CUSTOS Margem de Contribuição e Ponto de Equilíbrio CENÁRIO ATUAL O Mercado cada vez mais competitivo. Preocupação dos empresários com seus

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Janeiro 2011

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Janeiro 2011 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Janeiro 2011 A CONTRATAÇÃO DE EQUIPE DE VENDAS IN HOUSE Eco, MBA Real Estate, Mestre em Eng. Civil, Alfredo Eduardo Abibi Filho No mercado

Leia mais

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

Marketing Básico Capítulo II. O Composto de Marketing Os 4 P s

Marketing Básico Capítulo II. O Composto de Marketing Os 4 P s Marketing Básico Capítulo II O Composto de Marketing Os 4 P s O Produto Podemos definir produto como sendo o ator principal da relação de troca, onde o mesmo deve resultar como amplamente satisfatório

Leia mais

Procuramos empreendedores com as seguintes características:

Procuramos empreendedores com as seguintes características: SOBRE A ALPARGATAS Quem nunca usou um Bamba? Ou uma calça US Top, um tênis Rainha, uma sandália Havaianas, ou jogou com uma bola Topper? A Alpargatas e suas marcas estiveram e estarão sempre presentes

Leia mais

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA EDITAL 04/2009 IDÉIA FLUXO CONTÍNUO INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO Novembro de 2009. PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

Os 4 P s. P de PRODUTO

Os 4 P s. P de PRODUTO Os 4 P s P de PRODUTO O que é um Produto? Produto é algo que possa ser oferecido a um mercado para aquisição, uso ou consumo e que possa satisfazer a um desejo ou necessidade. Os produtos vão além de bens

Leia mais

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio.

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Roteiro para apresentação do Plano de Negócio Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Abaixo encontra-se a estrutura recomendada no Empreenda! O Plano de Negócio deverá

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Workshop Descrição de cargos Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Agenda 1 2 3 Nossa metodologia O Projeto Workshop de Descrição de Cargos 2011 Hay Group. All rights reserved 1 01 Nossa metodologia

Leia mais

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Edição 2014 TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Disponibilizamos esse material com o objetivo de guiar os finalistas do Prêmio Santander Empreendedorismo 2014 na apresentação

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 734, DE 17 DE MARÇO DE 2015

DELIBERAÇÃO CVM Nº 734, DE 17 DE MARÇO DE 2015 DELIBERAÇÃO CVM Nº 734, DE 17 DE MARÇO DE 2015 Delega competência à Superintendência de Registro de Valores Mobiliários para conceder dispensas em ofertas públicas de distribuição de contratos de investimento

Leia mais

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. OBJETIVO DO MANUAL... 3 2. QUEM É CONSIDERADO INTEGRADOR?... 3 3. QUAIS PROCESSOS SERÃO ALTERADOS?... 4 3.1» COMISSÃO... 4 3.2» NOVO CHECKLIST ON-LINE...

Leia mais

MANUAL DO EXPOSITOR ESTANDE COLETIVO DO RIO GRANDE DO SUL SÃO PAULO PRÊT À PORTER 2015 11 A 14 DE JANEIRO DE 2015

MANUAL DO EXPOSITOR ESTANDE COLETIVO DO RIO GRANDE DO SUL SÃO PAULO PRÊT À PORTER 2015 11 A 14 DE JANEIRO DE 2015 MANUAL DO EXPOSITOR ESTANDE COLETIVO DO RIO GRANDE DO SUL SÃO PAULO PRÊT À PORTER 2015 11 A 14 DE JANEIRO DE 2015 1. OBJETIVO GERAL O objetivo do projeto é fortalecer e incentivar o crescimento das micro

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE

ESTUDO DE VIABILIDADE ESTUDO DE VIABILIDADE REDE LOCAL / ARRANJO PRODUTIVO LOCAL / CADEIA PRODUTIVA NOME: SIGLA: ESTADO: 1º Parte - Viabilidade Econômica e Ambiental Esta é a dimensão mais importante do estudo de viabilidade

Leia mais

QUALIDADE DA INFORMAÇÃO Sem Precisar Trocar o Sistema da Sua Empresa

QUALIDADE DA INFORMAÇÃO Sem Precisar Trocar o Sistema da Sua Empresa PERFIL Nome: SILVIO LUIZ DO PRADO Contato: (062) 8201-2226 - Goiânia GO E-mail: silvio.controller@terra.com.br Skype: silvio.prado1 Profissão: Contador CRC-GO 60645 Formação: Bacharel em Ciências Contábeis

Leia mais

MAC 5856 - Desenvolvimento de Software Livre Começando uma Startup de Sw

MAC 5856 - Desenvolvimento de Software Livre Começando uma Startup de Sw MAC 5856 - Desenvolvimento de Software Livre Começando uma Startup de Sw Vladimir Moreira Infomobile Roteiro Motivação de começar uma Startup Startup O que é um Startup Peças fundamentais Empreendedor

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Graduação em Administração Educação Presencial 2011 1 Trabalho de Conclusão de Curso - TCC O curso de Administração visa formar profissionais capacitados tanto para

Leia mais

A Multimex é mais do que uma Empresa de Comércio Exterior, é um portal de negócios internacionais.

A Multimex é mais do que uma Empresa de Comércio Exterior, é um portal de negócios internacionais. A Multimex é mais do que uma Empresa de Comércio Exterior, é um portal de negócios internacionais. Entre outras vantagens, oferece importantes benefícios fiscais que visam diminuir o custo de seus clientes.

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1 ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1 Jéssica Schreiber Boniati 2, Eusélia Pavéglio Vieira 3. 1 Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período ANEXO IV (apenas para os aprovados e após a entrada na incubação) QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações

Leia mais

Plataforma da Informação. Finanças

Plataforma da Informação. Finanças Plataforma da Informação Finanças O que é gestão financeira? A área financeira trata dos assuntos relacionados à administração das finanças das organizações. As finanças correspondem ao conjunto de recursos

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO ANEXO IV QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações Básicas A empresa Nome/ Razão Social da Empresa:

Leia mais

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável.

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. INOVAR PARA CRESCER O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. Além disso, damos todo suporte

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO Modalidade Associada Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS RAIAR

Leia mais

Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial. UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu

Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial. UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu Impacto da BOA Gestão Financeira sobre o Resultado Empresarial UMA VISÃO PANORÂMICA 2014 Prof. José Carlos Abreu O Cenário - Pesquisa do SEBRAE - Pesquisas das grandes CONSULTORIAS nos USA e em diversos

Leia mais

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENai SESi de inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES 3 1)

Leia mais

Entre R$ 10,5 milhões e R$ 60 milhões de faturamento bruto em 2009 Média.

Entre R$ 10,5 milhões e R$ 60 milhões de faturamento bruto em 2009 Média. Instruções o Marcação das respostas: repare que no final de cada pergunta há uma orientação para Marcar mais de 1 resposta OU Marcar apenas 1 resposta. Por favor, siga claramente a forma de marcação indicada

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis 8 Nível: Médio Reporte: Coordenador Sumário Executar atividades administrativas de apoio às diversas áreas da empresa. Atividades Arquivar documentos Arquivar documentos, classificando-os em pastas específicas,

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Plano de Negocio Sistemas Security

Plano de Negocio Sistemas Security Plano de Negocio Sistemas Security GOIÂNIA,05/12/2015 A Empresa A Sistema Security nasceu da idéia de Alunos do Senac quando cursavam o último período do curso de segurança da Informaçao. Área de Atuação

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA "FRALDAS DESCARTAVEIS" Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA

PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA FRALDAS DESCARTAVEIS Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA PLANO DE NEGÓCIOS FRALDAS QUARESMA "FRALDAS DESCARTAVEIS" Empreendedor(a): FLÁVIO QUARESMA DE LIMA SILVA Fevereiro/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br

Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br Qual é o seu Negócio? Hoje em dia existe um excesso de: empresas similares, empregando pessoas similares, que tiveram educações similares, exercendo funções

Leia mais

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos Sumário Sistemas de Informação para Processos Produtivos 1. Gerência de 2. Agentes principais e seus papéis 3. Ciclo de vida do gerenciamento de projetos M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com Módulo 6

Leia mais

Visão: A evolução e o fortalecimento de nossos clientes, através de sua presença no ambiente virtual.

Visão: A evolução e o fortalecimento de nossos clientes, através de sua presença no ambiente virtual. princípios Missão: Fornecer soluções digitais de baixo investimento à todos que buscam seu lugar no universo digital, cumprindo com a excelência de nossos serviços antes, durante e depois da execução do

Leia mais

Palestra Avaliação do Preço de Venda e Ponto de Equilíbrio. 1o Café com os festeiros de São Paulo WAGNER VIANA PEREIRA

Palestra Avaliação do Preço de Venda e Ponto de Equilíbrio. 1o Café com os festeiros de São Paulo WAGNER VIANA PEREIRA Palestra Avaliação do Preço de Venda e Ponto de Equilíbrio WAGNER VIANA PEREIRA Apresentação Wagner Viana Pereira Consultor financeiro do Sebrae-SP; Professor titular das Faculdades Oswaldo Cruz; Graduado

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO FEVEREIRO DE 2011 Telefones: (66) 3422 2461 / 6710 1 1. Apresentação da Incubadora de Empresas I-deia A Incubadora I-deia

Leia mais

SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA

SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA PROJETO As lojas Havaianas foram idealizadas para oferecer aos consumidores uma experiência completa com a marca. O modelo de franquia foi adotado porque acreditamos que

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS Introdução Defina o tipo de empresa Capítulo 1 Registre a sua marca e o seu domínio Capítulo 2 Prepare-se para os impostos Capítulo 3 O direito do e-consumidor

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIO

ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIO ANEXO I ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NEGÓCIO Os itens do roteiro deverão ser redigidos seguindo as normas de formatação abaixo descritas, em folhas separadas com seus respectivos títulos e numeradas:

Leia mais