PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE GOIÁS. Boletim Informativo CEJUR nº 4/ Especial Goiás Clipping PGE Biblioteca...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE GOIÁS. Boletim Informativo CEJUR nº 4/2011. 1.Especial Goiás...1. 2. Clipping PGE...3. 3 Biblioteca..."

Transcrição

1 Goiânia, 28 de janeiro de ÍNDICE 1.Especial Goiás Clipping PGE Biblioteca Legislação Fazenda pública em juízo Servidores & Negócios públicos Congressos e Seminários de Direito Público ESPECIAL GOIÁS Mãos à obra Os que me conhecem, sabem: não sou de ficar parado. Mas estou obrigado a começar esta administração em ritmo ainda mais veloz. Temos de correr para dar soluções já, ao menos paliativas, para o problema local das enchentes, que prejudicam nossa malha viária. Nossas estradas estavam mal e deterioraram-se ainda mais com as chuvas. Encontro-me também cercado de problemas de ordem financeira e administrativa. Vencida a eleição e montada uma equipe de transição, o mais pessimista de nós não podia imaginar o tamanho do rombo e os demais estragos que teríamos de assumir. Até a última hora o governo nomeou à vontade e gastou dinheiro público de forma no mínimo leviana. Das contas que não fecham no aspecto formal ou ético, a pior delas foi ter preferido pagar empreiteiras em vez de quitar a folha de pagamentos do funcionalismo público.

2 Mas não vou ficar lamentando pelos cantos nem me esquivar de problemas. Vou à luta para enfrentá-los, um a um. Fé e otimismo sempre me moveram. E já avisei à minha equipe que não há tempo a perder. Temos muitos compromissos a cumprir. É preciso arrumar a casa, colocar as finanças em ordem, buscar novas formas de recursos. Na recente cerimônia de posse das novas diretorias de duas das mais importantes entidades goianas, o Sindifisco e a Affego, tive ocasião de reafirmar o pacto que mantenho com o funcionalismo público de Goiás desde Nunca vi, e continuo não vendo, o funcionalismo como um problema, mas como parte inequívoca da solução. Coloco-me, e ao funcionalismo, na missão de construir a cada dia um Estado melhor, mais justo, mais dinâmico e eficiente na prestação de seus serviços, mais centrado no desenvolvimento econômico, com geração de empregos e distribuição de renda. Sei que aflige a muitos a quebra da tradição que criamos, de pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado e o 13º salário no mês de aniversário do servidor. Custou-nos muito esforço implantar este calendário. Em 1999 tivemos de, praticamente, pagar duas folhas no mesmo mês para dar este passo. Uma vez alcançado esse patamar, cumprimos ao longo de dois mandatos o compromisso. Infelizmente meu antecessor deu passos atrás e, tristeza maior, preteriu a maioria do funcionalismo para pagar empreiteiras. Paciência. Já acionei as esferas possíveis para que tudo fique claro e transparente. Reafirmo todos os meus compromissos com o funcionalismo. Vou continuar valorizando e qualificando meus colegas funcionários públicos para a prestação de serviços cada vez melhores. E garanto que estou empenhado, dia e noite, como missão primeira, em repetir o que foi feito no passado: quitar duas folhas de pagamento dos servidores no mesmo mês. Há duas frentes de luta em que preciso muito de ajuda. Uma é a de um esforço extra para o aumento da arrecadação. Para este ano, prevemos uma injeção de até R$ 10 bilhões em investimentos privados no Estado. E ao crescimento da economia deve seguir o trabalho de, sem escorchar ou fazer terrorismo fiscal, recolher os tributos devidos de

3 forma justa e tranquila. Por outro lado, vemos iniciativas em nível federal para uma nova reforma tributária na qual, mais uma vez, o tema principal é a retirada da autonomia dos Estados em relação ao ICMS. Não se fala no que deveria ser o fulcro de uma verdadeira reforma: a redução da penosa carga tributária que recai sobre a produção. E a redistribuição da receita, com a União abrindo mão de renda em prol do caixa de Estados e municípios. Com o esforço de todos, vamos reerguer Goiás e colocá-lo em um novo patamar, bem mais alto. Marconi Perillo é governador de Goiás (Fonte: Opinião, O popular 25/01/2011) 2. Clipping PGE Gratificação da SEFAZ A PGE apresentou parecer favorável ao reconhecimento da inconstitucionalidade de três artigos da Lei /2010, que extinguiu o PPR pago a servidores da Sefaz, mas permitiu a permanência do pagamento no valor individualizado da Gratificação de Participação e Resultado. Ele será anexado à Adin proposta pelo MP que tramita na Corte Especial do TJ-GO, cuja relatoria é de Floriano Gomes. (Fonte: Direito e Justiça, O popular, ) PGE é contrária à lei estadual A PGE apresentou parecer favorável ao reconhecimento da inconstitucionalidade de três artigos da Lei /2010, que extinguiu o PPR pago a servidores da Sefaz, mas instituíram para substituí-lo, verbas nomeadas como Ajuste Remuneratório (AR) e Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI), que garantiram um exagerado aumento remuneratório a parte dos trabalhadores da pasta. O entendimento do procurador-geral do Estado, Ronald Bicca, foi juntado na quarta-feira à ação direta de

4 inconstitucionalidade proposta pelo MP no TJ-GO contra a legislação de autoria do exgoverno estadual. Ele é o mesmo já manifestado pela própria PGE quando ela foi consultada pelo Estado a respeito da edição da nova lei. Com o parecer o Desor. Floriano Gomes, relator da ADI, deve dar sua decisão sobre o caso. (Fonte: Direito e Justiça, O popular, ) Relotações e nomeações na PGE Por ato do Procurador Geral do Estado de Goiás, Dr. Ronald Bicca, (Portaria nº20/2011) o Procurador do Estado Oberdan Humberton Rodrigues do Valle foi lotado na Procuradoria Administrativa. Por meio da Portaria nº22/2011 o Procurador do Estado Lucas Bevilacqua foi nomeado Procurador-chefe do Estado de Goiás na Capital Federal e o Procurador do Estado Cleuler Barbosa das Neves (Portaria nº21/2011) foi nomeado Procurador-chefe do Centro de Estudos Jurídicos (CEJUR). 3. BIBLIOTECA O acervo da Biblioteca Ivan Rodrigues passa a contar com duas outras obras jurídicas: 1) Seleção de Acórdãos do Conselho Administrativo Tributário (CAT) do Estado de Goiás, volume nº26 e 2) Seleção de Acórdãos do CAT volume nº27. Além dos exemplares disponíveis na disponibilizados exemplares à PTRIB. Biblioteca Ivan Rodrigues foram

5 O objetivo da publicação é disponibilizar julgados administrativos, dos exercícios de 2008 e 2009, que auxiliem os Procuradores do Estado de Goiás, com atuação em matéria tributária, na defesa da higidez do Processso Administativo Tributário e afinada compreensão da sistemática de incidência dos impostos estaduais (ICMS, ITCM-D e IPVA). O CAT é órgão judicante do Processo Administrativo Tributário estadual, de representação paritária, vinculado administrativamente ao Gabinete do Secretaria

6 da Fazenda do Estado de Goiás, nos termos da Lei nº16.469, de 19 de janeiro de O CAT, em segunda instância de julgamento, é composto de 21 Conselheiros, sendo 11 representantes do Fisco e 10 representantes dos contribuintes, nomeados pelo Chefe do Poder Executivo para mandato de 04 anos, dentre brasileiros maiores de 25 anos, de ilibada reputação e de notórios conhecimentos jurídicos e fiscais, preferenciamente portadores de diplima de curso superior. Em alguns Estados, a exemplo do Estado do Paraná, na classe dos representantes do Fisco há cadeiras de titularidade de Procuradores do Estado o que contribui para um controle de excelência das decisões proferida pelo órgão conforme atestado pela Dra.Jozélia Nogueira, ex-procuradora Geral do Estado do Paraná. Atendimento às Regionais As Regionais de Goiás, Itumbiara, Rio Verde, Anápolis, Formosa, Luziânia e Catalão, dada predominância de sua atuação em matéria tributária, também passam a contar cada uma delas com um exemplar da Seleção de Acórdãos do CAT volume nº27. Revista Governet A Governet Editora disponibilizou para a PGE/GO acesso gratuito, até 24/02/2011, aos Boletins jurídicos (1) Licitações e Contratos, (2) Orçamentos e Finanças, (3) Legislativo, (4) Convênios e parcerias e (5) Recursos Humanos, que podem ser acessados no sítio eletrônico da revista com os seguintes dados: LOGIN: go10048 SENHA: governet

7 Os boletins veiculados no mês de dezembro, cujas edições também passam a integrar o acervo da Biblioteca, trazem os seguintes artigos doutrinários: (1) Licitações e Contratos -A MP 495/2010 e as contratações públicas Benedicto de Tolosa Filho -O princípio da vedação ao enriquecimento sem causa nos contratos administrativos em julgados do Superior Tribunal de Justiça (Resp SP) Arthur Porto Carvalho -Do pagamento por indenização na contratação sem licitação Franklin Ramos de Carvalho -A exigência de amostras nos editais licitatórios Renata Lopes de Castro Bonavolontá -A (in)gerência da assessoria jurídica na escolha do objeto da licitação. Responsabilidade do parecerista Marinês Restelatto Dotti (2) Orçamentos e Finanças -O controle primário da gestão pública Marcus Vinicius de Azevedo Braga -O FUNDEB e os mínimos constitucionais da educação Flávio Correa de Toledo Júnior -A inconstitucionalidade da nova lei do mandado de segurança em matéria tributária Demes Britto (3) Legislativo -Ética e Administração Pública Wremyr Scliar -A natureza jurídica do exame da prestação de contas - Frederico Franco Alvim -Inconstitucionalidade de projetos de lei autorizativos - Márcio Silva Fernandes -Legitimidade passiva no Mandado de Segurança. Atualização. Alterações introduzidas pela Lei de 07/08/ Marcelo Roque Anderson Maciel Ávila

8 (4) Convênios e parcerias -Prorrogação de contrato de gestão e a Lei de licitações - Gustavo Justino de Oliveira -O novo regime dos consórcios públicos e o federalismo compartilhado: um desafio para o controle externo brasileiro - Dirceu Rodolfo de Melo Júnior (5) Recursos Humanos -Terceirização e responsabilidade patrimonial da Administração Pública - Rodolfo Pamplona Filho -Recurso Disciplinar Militar: questões polêmicas - Jocleber Rocha Vasconcelos -Reposição ao erário - Marcelo Roque Anderson Maciel Ávila -A proteção do meio ambiente do trabalho no serviço público - Fábio Goulart Villela Revista Jurídica da Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais A Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais enviou à PGE/GO sua revista jurídica Direito Público, v.7, n.1/2, Jan-dez, 2010, onde constam os seguintes artigos doutrinários: -A legitimidade das sanções políticas na perspectiva do dever fundamental de pagar tributos Adriano Antônio Gomes Dutra -A globalização e a relativização da soberania estatal Bruno Matias Lopes -A comparticipação e o policentrismo na construção das decisões judiciais no Estado Democrático de Direito: uma análise da obra Processo Jurisdicional Democrático Elder Gomes Dutra e Nilza Aparecida Ramos Nogueira -Natureza Jurídica da Companhia Fábio Murilo Nazar -As modificações introduzidas pela Lei n /2006 no Código de Processo Civil e suas repercussões na execução fiscal Geraldo Júnio de Sá Ferreira

9 -Estado laico, liberdade de expressão e democracia Guilherme Bessa Neto -Os contratos coativos na nova modelagem civil-constitucional: exemplo das contas de água e de luz Humberto Gomes Macedo -O processo na História: entre interesse público e interesse privado Joana Faria Salomé -Tutela antecipada e duplo grau de jurisdição no Estado de Direito Transnacional Leonardo Oliveira Soares -Breves reflexões sobre a Lei de Improbidade Administrativa à luz dos direitos fundamentais Luísa Cristina Pinto e Netto -A possibilidade de aplicação do princípio da insignficância pela autoridade policial no caso de prisão em flagrante delito no chamado furto de bagatela Luiz Marcelo Cabral Tavares -Transações administativo-tributárias com o ICMS Onofre Alves Batista Júnior -Princípios e funções dos contratos no direito contemporâneo Sávio de Aguiar Soares Revista Brasileira de Estudos Políticos O Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais também enviou os exemplares 99-B e 100 da Revista, onde constam os seguintes artigos doutrinários: (99-B) Julho / Dezembro de Intermediação de receituário magistral e oficinal após o advento da Lei Federal /2009 Luiz Henrique Antunes Alochio -Autonomia privada e internação não consentida Taisa Maria Macena de Lima e Maria de fátima Freire de Sá -Agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias: tentativa ainda não finalizada de solução de seus problemas pela Emenda Constitucional 63 Francisco de Salles Almeida Mafra Filho -O nascituro e o direito à saúde Silma Mendes Berti -Introdução à ontologia heideggeriana e ao meio ambiente: abertura do ser para o inifinito da existência com o outro Maria Helena Damasceno e Silva Megale

10 (100) Janeiro / Junho de Os partidos políticos em Minas Gerais Orlando M. Carvalho -Participação popular no poder local: o papel do cidadão no aprimoramento das decisões do Executivo e do Legislativo municipal Adriano Sant'Ana Pedra -Crise da democracia representativa: infidelidade partidária e seu reconhecimento judicial Alexandre Bahia e Dierle Nunes -Democracia representativa: problemas e reflexões Fernando J. Armando Ribeiro -Direitos Políticos José Jairo Gomes -Teto remuneratório dos vereadores: efeitos das Emendas Constitucionais 41 e 47 Luiz Henrique Antunes Alochio -Abuso de poder no processo eleitoral Marcelo de Oliveira Milagres -O induzimento como forma de violência e injustiça no processo juspolítico: a premência da educação, janela de esperança para a lucidez Maria Helena Damasceno e Silva Megale Editora Forum Também já estão disponíveis os exemplares n 31 da Revista Brasileira de Direito Público (out/dez 2010), n 48 da Revista Fórum de Direito Tributário (nov/dez 2010) e n 42 da Revista de Direito Administrativo e Constitucional, onde constam os seguintes artigos doutrinários: (31) RBDP -Conselhos Nacionais de Justiça e do Ministério Público: complexidades e hesitações José dos Santos Carvalho Filho -A Advocacia Pública e o Estado Democrático de Direito Gustavo Binenbojm -Termos de Ajustamento de Gestão (TAG): do sonho à realidade Luciano Ferraz -Os acordos substitutivos do procedimento sancionatório e da sanção Floriano de Azevedo Marques Neto, Tatiana Matiello Cymbalista

11 -Direito e desenvolvimento: das origens às suas repercussões no universo jurídico contemporâneo Leonardo Fernandes dos Anjos, Nevita Maria Pessoa de Aquino Franca -Panorama atual da responsabilidade do Estado em matéria de serviços públicos na jurisprudência do STF Marcos Chucralla Moherdaui Blasi -Procedimentalização da Administração Pública e o princípio do devido procedimento equitativo Eurico Bitencourt Neto -O postulado da imparcialidade e a independência do magistrado no civil law Ana Paula Oliveira Ávila -Intervenção social heterônoma da União Federal em serviços públicos estaduais e municipais. Instituição de gratuidades no transporte público de passageiros Flávio de Aráujo Willeman -Judicialização das eleições: os eleitores de toga Marcos César Minuci de Sousa -A importância do processo administrativo no Estado Democrático de Direito Eugênia Giovanna Simões Inácio Cavalcanti (48)RFDT -Simulação e negócio juridico indireto Tercio Sampaio -A concorrência fiscal prejudicial Maria Eduarda Azevedo -Inclusão de dependente homafetivo na declaração do imposto de renda Rodrigo Pirajá Wienskoski -Da ilegal utilização da ação regressiva previdenciária como nova fonte de custeio Alessandro Mendes Cardoso e Raphael Silva Rodrigues -A CSLL das receitas de exportação Luís Carlos Martins Alves Jr. -Alguns parâmetros para a densificação das cláusulas pétreas tributárias e financeiras Gustavo da Gama Vital de Oliveira -Aspectos dogmáticos da DCTF e prescrição do crédito tributário mal declarado como suspenso James Siqueira e Leonardo de Menezes Curty -O tributo como dever social compartilhado e como instrumento de distribuição de bens e direitos: um ensaio sobre a justiça fiscal Tiago da Silva Fonseca -Adicional de RAT. Fato gerador Kiyoshi Harada (42) A&C -O regime constitucional dos municípios José Afonso da Silva

12 -Limites à regulação, conforme o Poder Judiciário João Batista Gomes Moreira -Controle jurisdicional de políticas públicas Alexandre Santos de Aragão -Abertura dialógica no controle abstrato de constitucionalidade: um olhar ainda preceitual Vanice Lírio do Valle e Cecília de Almeida Silva -Improbidade administrativa e inversão do ônus da prova Ricardo Marcondes Martins -Gestão pública e a realidade latino-americana Daniel Wunder Hachem -A modulação ou limitação temporal dos efeitos da declaração de inconstitucionalidade Luciano Elias Reis -O controle do Poder Legislativo como direito-dever de participação do cidadão- Júlio Herman Faria -Notas acerca dos serviços públicos de energia elétrica no Brasil uma análise a partir da ótica do STF Luiz Eigon Richter e Neiva Cristina Araújo 4. LEGISLAÇÃO LEGISLAÇÃO ESTADUAL Altera as Leis nºs , de 27 de dezembro de 1996, e , de 28 de dezembro de 2000, que tratam de matéria tributária. LEI Nº17.256, DE 24 DE JANEIRO DE LEI Nº17.252, DE 19 DE JANEIRO DE Institui o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Estadual RECUPERAR. DECRETO Nº7.207, DE 26 DE JANEIRO DE Revoga o Decreto n de 29 de dezembro de 2010, que regulamenta o art. 5, inciso XIV, da Constituição do Estado de Goiás. DECRETO Nº7.206, DE 19 DE JANEIRO DE Gabinete Civil da Governadoria Delega competência ao Secretário-Chefe do para a prática dos atos que especifica.

13 5. FAZENDA PÚBLICA EM JUÍZO 5.1 MATÉRIAS DE REPERCUSSÃO GERAL Reconhecida repercussão geral de processo em que estado é responsabilizado por crime de detento O Plenário Virtual do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a existência de repercussão geral no Recurso Extraordinário (RE) , em que se discute a responsabilidade de estado no caso, o de Mato Grosso por crime de latrocínio cometido por detento que cumpria pena em regime semiaberto. Sob relatoria do ministro Marco Aurélio, o RE foi interposto pelo governo mato-grossense contra decisão do Tribunal de Justiça daquele estado (TJ-MT), que responsabilizou a administração estadual pela morte decorrente do latrocínio cometido por detento sob sua custódia e condenou o governo estadual a indenizar a família do falecido pelos danos morais e materiais sofridos, bem como ao pagamento de pensão. Ao se pronunciar pela repercussão geral da matéria, o relator, ministro Marco Aurélio, disse que a controvérsia dirimida pelo Tribunal de Justiça do estado de Mato Grosso extravasa, em muito, os limites subjetivos do processo com o qual se defrontou, podendo repetir-se em vários outros processos. Está-se diante da definição do alcance do artigo 37 da Carta Federal quanto aos fatos, incontroversos, envolvidos na espécie, observou o ministro. No Brasil, a responsabilidade do Estado ainda não mereceu atenção maior. Cumpre ao Supremo defini-la, considerado o direito constitucional posto. (Fonte: STF) 5.2 TRIBUNAIS SUPERIORES Cresce a cotação de Luiz Fux para vaga no Supremo O ministro do Superior Tribunal de Justiça, Luiz Fux, é o nome mais cotado para ocupar a vaga deixada por Eros Grau no Supremo Tribunal Federal. A presidente Dilma Rousseff

14 deve indicar o nome de Fux até o início de fevereiro, quando o Congresso Nacional reiniciará os trabalhos parlamentares. O principal padrinho da candidatura de Fux é o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, que trabalha intensamente em favor do ministro do STJ desde que Luiz Inácio Lula da Silva era presidente. O lobby prosseguiu este ano e a presidente Dilma, segundo apurou o Valor, não vê problemas em sancionar a indicação. Antes cogitado para a vaga do STF, o ministro Luís Inácio Adams permanecerá como advogado-geral da União. A presidente teria decidido mantê-lo no cargo por estar satisfeita com seu trabalho de defesa do governo federal junto ao Poder Judiciário. Antes de comandar a AGU, Adams foi procurador-geral da Fazenda Nacional. A decisão de manter Adams na AGU não significa, no entanto, que ele não possa vir a ser indicado, futuramente, para outra vaga do Supremo. O ex-presidente Lula fez isso, por exemplo, ao designar José Antonio Dias Toffoli, bem como Fernando Henrique Cardoso, que indicou Gilmar Mendes. ( ) Fonte: Valor Econômico SERVIDORES E NEGÓCIOS PÚBLICOS OAB vai ao STF para suspender pensão de ex-governadores O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ajuizará na próxima semana Ações Diretas de Inconstitucionalidade para contestar as leis de três Estados que concedem aposentadorias vitalícias a ex-governadores e dos quais a OAB já possui os dados completos acerca dos privilégios concedidos: Sergipe, Paraná e Amazonas. O anúncio foi feito hoje (24) pelo presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, no Palácio do Planalto, em entrevista após deixar o gabinete do vice-presidente da República, Michel Temer. A expectativa da OAB é que o Supremo Tribunal Federal (STF), ao julgar o primeiro caso, edite uma súmula vinculante estendendo a validade da decisão para os todos os Estados. "Esses são privilégios espúrios que agridem a sociedade brasileira",

15 afirmou Ophir Cavalcante. Na avaliação de Ophir, essas aposentadorias vitalícias - obtidas, em alguns casos, depois de apenas poucos meses de mandato - ferem principalmente os princípios constitucionais da moralidade e da isonomia. Conforme explicou o presidente da OAB, será ajuizada no Supremo uma Adin para contestar cada legislação estadual. O número de ações - além das três previstas para a semana que vem - pode aumentar, uma vez que as Seccionais da OAB, a pedido da Presidência da entidade, ainda estão concluindo levantamentos acerca das aposentadorias e seus atuais beneficiários. Os Estados brasileiros despendem, hoje, cerca de R$ 30,5 milhões anuais com aposentadorias e pensões para 127 ex-governadores ou suas viúvas, apesar de a Constituição Federal de 1988 ter eliminado a previsão de pagamento dessas super pensões. No ano de 2007, o Conselho Federal da OAB já obteve, também por meio de Adin ajuizada junto ao STF, a cassação da aposentadoria vitalícia destinada a Zeca do PT, ex-governador de Mato Grosso do Sul. Marconi revoga ato de segurança de Alcides O governador Marconi Perillo assinou ontem decreto revogando ato do ex-governador Alcides Rodrigues, que estabeleceu equipe de dez policiais civis e militares para cuidar de sua segurança. O decreto é de 29 de dezembro de 2010 e fundamentado na Constituição Estadual. Os policiais destacados para o acompanhamento de Alcides retornarão ao órgão de lotação. (Fonte: O Popular, ) Prazo prescricional do processo administrativo disciplinar reinicia-se após 140 dias da abertura do PAD O prazo prescricional suspenso com a abertura do processo administrativo disciplinar voltará a contar após 140 dias da abertura do processo. Isso porque esse é o prazo máximo para encerramento desse tipo de processo, segundo entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF). Baseada nessa

16 jurisprudência, a Terceira Seção concedeu mandado de segurança ao ex-procurador-geral do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) José Bonifácio Borges de Andrada e determinou o arquivamento do processo administrativo instaurado contra ele. (Fonte: STJ) 7. CONGRESSOS, SEMINÁRIOS E PALESTRAS - DIREITO PÚBLICO Congresso Goiano de Direito Administrativo (IDAG)- Prof. Dr. José Maurício Conti (USP) confirma participação Autor de importantes obras no direito financeiro e tributário (Orçamento público, Federalismo Fiscal, Princípio da Capacidade Contributiva e Autonomia financeira do Poder Judiciário) o Professor de Direito Financeiro da Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) confirmou participação no XII Congresso Goiano de Direito Administrativo que se realizará no mês de Junho em Goiânia. 3º Congresso Sul-americano de Direito do Estado será aberto pelo Min. Eros Grau (USP) A cidade de Bento Gonçalves (RS) será a sede, no período de 27 de junho a 1º de julho de 2011, do 15º Congresso Brasileiro de Advocacia Pública, que este ano ocorrerá simultaneamente com o 3º Congresso Sul Americano de Direito de Estado. A palestra de abertura será feita pelo Professor Eros Roberto Grau, da Faculdade de Direito da USP, Ministro do Supremo Tribunal Federal. O CEJUR, que já participa da organização do evento na comissão de teses, trabalha pela parceria com o IBAP- Instituto Brasileiro de Advocacia Pública a fim de proporcionar o maior número de inscrições de Procuradores do Estado de Goiás. Lembramos que já se encontra aberta a Convocatória de teses. (www.ibap.org).

17 Aspectos da Desaposentação e Segurança Jurídica serão abordados na ESA Desaposentação, Aspectos Jurídicos, Econômicos e Sociais é o tema da exposição que a Escola Superior de Advocacia de Goiás vai promover no dia 3 de fevereiro, no auditório da sede da instituição, em Goiânia. O evento começa às 19 horas e a entrada é franca. Para abordar o assunto, a ESA-GO convidou a mestre em Direito Previdenciário pela PUC-SP Adriane Bramante Ladenthin. A palestrante é advogada militante na área Previdenciária e coordenadora e professora de cursos de pós-graduação. No dia 04 de fevereiro, às 19h, a ESA vai trazer também o palestrante José Levi Mello Amaral Júnior para tratar sobre o tema Modulação no tempo da decisão de inconstitucionalidade, segurança jurídica e discricionariedade judicial. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no endereço eletrônico Os participantes receberão certificados emitidos pela escola. Mais informações pelo telefone (62) Informativo CEJUR, ANO VI, Nº 4/ ELABORAÇÃO: Lucas Bevilacqua - Procurador-Chefe do CEJUR Patrícia Teles de Carvalho- Estagiária em Direito

A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS

A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS Informe Jurídico - nº I - 2014 A indevida contribuição de 10% sobre o FGTS De acordo com o artigo 1º da Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, em caso de demissão de empregado sem justa causa,

Leia mais

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso A respeito da idade de ingresso das crianças, no ensino fundamental de 9 anos de duração, ocorreram acaloradas discussões na esfera educacional

Leia mais

SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...15

SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...15 SUMÁRIO NOTA DOS COORDENADORES DA COLEÇÃO...15 DIREITO ADMINISTRATIVO...17 Fernando Ferreira Baltar Neto e Ronny Charles Lopes de Torres 1. Direito Administrativo e o Regime Jurídico-Administrativo...17

Leia mais

I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007

I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007 I CONGRESSO NACIONAL DE DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2007 8:00 Entrega de credenciais 8:30 Sessão Solene de Abertura 9:00 Conferência: Terceirização trabalhista e subordinação

Leia mais

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Banca: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/RJ Edital SMA Nº 84/2010 (data da publicação: 27/09/2010) Carga horária (aulas presenciais): 126 horas

Leia mais

- A PBPREV é autarquia previdenciária estadual

- A PBPREV é autarquia previdenciária estadual AC no 200.2010.039908-4/001 1 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL No 200.2 010.039908-4/001

Leia mais

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição SUMÁRIO Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição Apresentação - Marco Antonio Araujo Junior Sobre os autores 1.1 Introdução princípios e poderes 1.2 Ato administrativo 1.3 Organização da Administração

Leia mais

IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014

IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014 IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014 Data 27, 28 e 29 de MARÇO INVESTIMENTO: ATÉ O DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2014: ASSOCIADOS IAPE: R$ 150,00

Leia mais

Destaque do mês de Maio

Destaque do mês de Maio Destaque do mês de Maio - Nº 22 www.cnf.org.br STJ: transporte interno de mercadorias entre o estabelecimento produtor e o porto ou aeroporto alfandegado, ainda que posteriormente exportadas, não configura

Leia mais

20/03/2014 PLENÁRIO : MIN. MARCO AURÉLIO

20/03/2014 PLENÁRIO : MIN. MARCO AURÉLIO Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/03/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 784.682 MINAS GERAIS RELATOR : MIN. MARCO AURÉLIO RECTE.(S)

Leia mais

DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07

DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07 DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07 Durante audiência pública realizada na Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (27), associações e sindicatos

Leia mais

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais.

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais. TRE-MT ANALIS. JUD. ADM CESPE 9. Assinale a opção correta com relação aos órgãos da justiça eleitoral. a) A justiça eleitoral é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), pelo TRE, na capital de

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 5, ANO III MAIO DE 2011 1 ESTADO NÃO PODE RECUSAR CRÉDITOS DE ICMS DECORRENTES DE INCENTIVOS FISCAIS Fiscos Estaduais não podem autuar

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

O FIM DA ISENÇÃO: O PAGAMENTO DA COFINS PELOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA Danielle Becker 1

O FIM DA ISENÇÃO: O PAGAMENTO DA COFINS PELOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA Danielle Becker 1 O FIM DA ISENÇÃO: O PAGAMENTO DA COFINS PELOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA Danielle Becker 1 RESUMO O artigo refere-se á análise da decisão proferida, no mês de setembro de 2008, pelo Supremo Tribunal Federal

Leia mais

PERSPECTIVAS DE REFORMA DA JUSTIÇA CONSTITUCIONAL EM PORTUGAL E NO BRASIL

PERSPECTIVAS DE REFORMA DA JUSTIÇA CONSTITUCIONAL EM PORTUGAL E NO BRASIL 8 e 9 de Abril de 2010 Lisboa CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE DIREITO CONSTITUCIONAL PERSPECTIVAS DE REFORMA DA JUSTIÇA CONSTITUCIONAL EM PORTUGAL E NO BRASIL Local Auditório da Faculdade de Direito da Universidade

Leia mais

IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014

IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014 IX CONGRESSO NACIONAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E V CONGRESSO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO IAPE 2014 Data 27, 28 e 29 de MARÇO INVESTIMENTO: ATÉ O DIA 20 DE MARÇO DE 2014: ASSOCIADOS IAPE: R$ 150,00 (Parcelado

Leia mais

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento.

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. Limitações na ação de consignação em pagamento Kiyoshi Harada* Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. 1 Conceito O que significa consignação em pagamento?

Leia mais

PROGRAMAÇÃO. Humberto Guimarães Souto Presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados - CDU

PROGRAMAÇÃO. Humberto Guimarães Souto Presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados - CDU PROGRAMAÇÃO Dia 07/12 (terça-feira) 19 h Mesa de abertura: Ellade Imparato Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico -IBDU José Geraldo de Souza Júnior Reitor da Universidade de Brasília

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Abril / 2014

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Abril / 2014 EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA Abril / 2014 Reflexão Inicial Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. (Paulo Freire) Mundo em Crise 30 mil crianças morrem

Leia mais

Lei 18.469 de 30/05/2015

Lei 18.469 de 30/05/2015 Lei 18.469 de 30/05/2015 Publicado no Diário Oficial nº. 9442 de 30 de Abril de 2015 Súmula: Reestruturação do Plano de Custeio e Financiamento do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Paraná

Leia mais

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA

stf.empauta.com 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' NACIONAL ENTREVISTA 'Sessão secreta não é compatível com a Carta' Lewandowski critica voto secreto no Congresso Para ministro do Supremo, "esse modo de pensar é incompatível com a Constituição" 'Sessão secreta não é compatível

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/1 DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL II PROFESSOR: SERGIO ROBERTO LEAL DOS SANTOS TURMA: 4º

Leia mais

Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF

Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF Temas com repercussão geral reconhecida, pendentes de análise do mérito no STF Número e descrição do tema no STF Paradigma Relator 246 - Responsabilidade subsidiária da Administração Pública por encargos

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO INÍCIO EM 07/07/2012 COORDENADORES DO CURSO: MARCELO DA FONSECA GUERREIRO - Juiz Federal e Mestre em Direito. Foi Juiz Titular do 7º. Juizado Previdenciário/RJ.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA DECISÃO MONOCRÁTICA. DECISÃO MONOCRÁTICA. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GAB. DES. ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA REMESSA OFICIAL N. 200.2010.034-761-21001. ORIGEM : 2.a Vara da Fazenda Pública da Comarca da

Leia mais

Identificação e recuperação de créditos

Identificação e recuperação de créditos www.pwc.com Identificação e recuperação de créditos Outubro/ 2014 Conteúdo Descrição Pág. Posicionamentos nos Tribunais Superiores quanto à não incidência de contribuição previdenciária sobre determinados

Leia mais

E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE???

E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE??? E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE??? Esta é uma antiga discussão que, até a presente data, perdura em hostes trabalhistas. Existe o ius postulandi na Justiça do Trabalho? A Carta

Leia mais

Tributação das cooperativas

Tributação das cooperativas Tributação das cooperativas à luz da jurisprudência do CARF Conselho Administrativo de Recursos Fiscais Geraldo Valentim Neto Marcelo Magalhães Peixoto (coordenadores) Tributação das cooperativas à luz

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PÚBLICO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PÚBLICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PÚBLICO I - DADOS GERAIS 1- NOME DO CURSO Especialização em Direito Público 2- NÍVEL Pós-graduação - lato sensu 3- VAGAS Mínimo de 45 e máximo de 50 alunos 4-

Leia mais

I. Apresentação Geral... 3

I. Apresentação Geral... 3 Programa de Pós- Graduação Lato Sensu Especialização em Direito Constitucional Entrada: 2011 1º Semestre Índice I. Apresentação Geral... 3 II. Especialização em Direito Constitucional... 4 1. Plano de

Leia mais

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015.

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015. Certifico que, Ademir dos Santos Ferreira, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Certifico que, Almir Junio Gomes Mendonça, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Engenheiro

Leia mais

Proposição: Projeto de Lei e Diretrizes Orçamentárias. a) O Excelentíssimo Relator da Lei de Diretrizes

Proposição: Projeto de Lei e Diretrizes Orçamentárias. a) O Excelentíssimo Relator da Lei de Diretrizes NOTA TÉCNICA CONJUNTA Associação Nacional dos Procuradores da República Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Associação Nacional

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº de 2007 (Da Deputada Luiza Erundina)

PROJETO DE LEI Nº de 2007 (Da Deputada Luiza Erundina) PROJETO DE LEI Nº de 2007 (Da Deputada Luiza Erundina) Cria isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas beneficiárias de ações de cunho previdenciário e assistencial. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa:

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO

PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Pauta da 15ª Sessão Ordinária de Julgamento - 2008 1 PODER JUDICIÁRIO Justiça Federal Juizados Especiais Federais TURMA RECURSAL Seção Judiciária da Paraíba PAUTA DE JULGAMENTO Determino a inclusão do(s)

Leia mais

Governo do Estado do Piauí Secretaria da Fazenda Unidade de Gestão Financeira e Contábil do Estado Gerência de Controle Contábil

Governo do Estado do Piauí Secretaria da Fazenda Unidade de Gestão Financeira e Contábil do Estado Gerência de Controle Contábil R I S C O S F I S C A I S (Artigo 4º, 3º da Lei Complementar nº 101/2000) A Lei Complementar n.º 101 de 2002 Lei de Responsabilidade Fiscal, estabelece que a Lei de Diretrizes Orçamentárias conterá o Anexo

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Da Sra. Flávia Morais) Altera o art. 20 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993 Lei Orgânica da Assistência Social, e o art. 34 da Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003

Leia mais

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF O Estado de S.Paulo Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF Nardes, do TCU, é citado na Zelotes O Estado de S. Paulo - 10/09/2015 Investigadores analisam informações sobre suposto envolvimento

Leia mais

Cem edições para informar e formar cidadãos!

Cem edições para informar e formar cidadãos! ParaTod Mandato do Deputado Tadeu Veneri-PT nº 100 Dezembro 2014 s Acesse: www.tadeuveneri.com.br facebook.com/tadeuveneri Edição Especial Número 100 Cem edições para informar e formar cidadãos! Do primeiro

Leia mais

IPTU E ITBI CONSEQUÊNCIA NORMATIVA CRITÉRIO QUANTITATIVO: ASPECTOS POLÊMICOS RELEVANTES. Cintia Estefania Fernandes

IPTU E ITBI CONSEQUÊNCIA NORMATIVA CRITÉRIO QUANTITATIVO: ASPECTOS POLÊMICOS RELEVANTES. Cintia Estefania Fernandes IPTU E ITBI CONSEQUÊNCIA NORMATIVA CRITÉRIO QUANTITATIVO: ASPECTOS POLÊMICOS RELEVANTES Cintia Estefania Fernandes IPTU E ITBI CONSEQUÊNCIA NORMATIVA CRITÉRIO QUANTITATIVO BASE DE CÁLCULO IPTU E ITBI BASE

Leia mais

AÇÕES DE MELHORIA NA COBRANÇA DO IPTU E DO ITBI

AÇÕES DE MELHORIA NA COBRANÇA DO IPTU E DO ITBI AÇÕES DE MELHORIA NA COBRANÇA DO IPTU E DO ITBI SEGUNDO SEMINÁRIO DE GESTÃO E ARRECADAÇÃO MUNICIPAL AMM - 2014 PROFESSOR FRANCISCO RAMOS MANGIERI PALESTRANTE DA EMPRESA TRIBUTO MUNICIPAL WWW.TRIBUTOMUNICIPAL.COM.BR

Leia mais

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social 1.4.7.3. Contribuições do art.195 CF Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social (previdência, saúde e assistência social), espécies de contribuições sociais, como

Leia mais

SEMINÁRIO PREPARATÓRIO À NOVA GESTÃO MUNICIPAL

SEMINÁRIO PREPARATÓRIO À NOVA GESTÃO MUNICIPAL SEMINÁRIO PREPARATÓRIO À NOVA GESTÃO MUNICIPAL A prestação de contas no exercício de 2012 Paulo Sérgio Castelo Branco Carvalho Neves Ednize Oliveira Auditores Fiscais de Controle Externo Teresina, 04 de

Leia mais

o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública

o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública o mpf/sp e a unifesp notas para a audiência pública unifesp, 23.04.2009 tópicos conhecendo o mpf unifesp e administração pública atuação do mpf/sp na unifesp tutela de direitos coletivos defesa do patrimônio

Leia mais

Local Conference Call Bovespa Comunicado ao Mercado 28 de março de 2012

Local Conference Call Bovespa Comunicado ao Mercado 28 de março de 2012 Local Conference Call Bovespa Comunicado ao Mercado 28 de março de 2012. Operadora: Boa tarde e bem-vindos a áudio conferência de Comunicado ao Mercado da BM&FBovespa. Neste momento todos os participantes

Leia mais

ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO. Liberdade de profissão

ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO. Liberdade de profissão ESCOLA DE FORMAÇÃO 2007 ESTUDO DIRIGIDO Liberdade de profissão Preparado por Carolina Cutrupi Ferreira (Escola de Formação, 2007) MATERIAL DE LEITURA PRÉVIA: 1) Opinião Consultiva n. 5/85 da Corte Interamericana

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 128ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 21/07/2015 A 128ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 12 a 16 de julho de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº Dispõe sobre a criação do Conselho de Ética Pública e estabelece medidas de transparência e controle de atos de agentes políticos, dirigentes, empregados e servidores públicos.

Leia mais

Justiça suspende licitação do lixo na cidade de São Paulo

Justiça suspende licitação do lixo na cidade de São Paulo A Vega Ambiental recebeu ontem a segunda decisão desfavorável da Justiça em uma semana. Na quarta-feira, o Tribunal de Justiça manteve condenação em primeira instância por improbidade administrativa, obrigando

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Funcionário Preso

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Funcionário Preso Funcionário Preso 15/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Informação Sefip... 5 4. Conclusão... 6 5. Referências...

Leia mais

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual 20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual Paulista da CONSOCIAL Prioridades Texto Diretriz Eixo Pontos 1 2 Regulamentação e padronização de normas técnicas para a elaboração dos Planos de Governo apresentados

Leia mais

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM

Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no REDOM Email enviado em 09/09/2015 pedindo a presidente Dilma Rousseff pedindo mudanças no De: Mario Avelino [mailto:marioavelino@domesticalegal.org.br] Enviada em: quarta-feira, 9 de setembro de 2015 23:50 Para:

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 19/2014 ANO XI (07 de julho de 2014)

BOLETIM INFORMATIVO Nº 19/2014 ANO XI (07 de julho de 2014) BOLETIM INFORMATIVO Nº 19/2014 ANO XI (07 de julho de 2014) 01. PIS E COFINS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE 23/06/2014 - Operadora de planos de saúde não deve contribuição sobre faturamento total dos planos

Leia mais

MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS

MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS MONTEIRO E MONTEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS RECUPERAÇÃO TRIBUTÁRIA REUNIÃO CMI - RJ Expositor: Samuel Soares Nossa Estrutura Recuperação Tributária Novos Benefícios Fiscais Aplicáveis ao Segmento da Construção

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13 Até Maradona coraria. Teve a mão de Deus, disse o ministro Gilmar Mendes na quarta 16 ao defender seu longo pedido de vista, de um ano e cinco meses, no julgamento do Supremo Tribunal Federal que analisa

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 05, ANO V MAIO DE 2013 1 IMPORTADORES ESTÃO DESOBRIGADOS DE INFORMAR VALOR DE COMPRA NAS NOTAS Obrigação, vigente desde o começo do ano,

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE DIREITO TRIBUTÁRIO MÓDULO II

CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE DIREITO TRIBUTÁRIO MÓDULO II CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE DIREITO TRIBUTÁRIO MÓDULO II 2012. 2 o SEMESTRE Curso de atualização promovido pelo INSTITUTO BRASILEIRO DE DIREITO TRIBUTÁRIO, aos sábados, das 8:45 às 12 horas, no auditório XI

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL,

FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Especialização: Direito Penal Ênfase: Segurança Pública PÓS-GRADUAÇÃO 2012 A FACULDADE DE DIREITO DE CONSELHEIRO LAFAIETE FDCL, Instituição de Ensino Superior, aprovada pelo Decreto Estadual n. 73.815,

Leia mais

Terceiro Setor. entre a Liberdade e o Controle

Terceiro Setor. entre a Liberdade e o Controle Terceiro Setor entre a Liberdade e o Controle Ronny Charles Lopes de Torres Advogado da União. Palestrante. Professor. Mestre em Direito Econômico. Pós-graduado em Direito tributário. Pós-graduado em

Leia mais

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação Programação Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação 1ª PALESTRA DO DIA: 19h As perspectivas mercadológicas na era da Tecnologia da Informação para Utilização de Software nas Empresas

Leia mais

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes IDP Veduca 40h Sobre o curso O curso visa o estudo do novo perfil da Jurisdição Constitucional no Brasil. Dois novos institutos foram inseridos

Leia mais

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO Certificamos para os devidos que ESTEVÃO JÚNIOR participou da atividade de extensão de Simulado da OAB, promovida pelas Faculdades Kennedy de Minas Gerais, no dia 07 de outubro de 2015, com carga horária

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Direito tributário

Maratona Fiscal ISS Direito tributário Maratona Fiscal ISS Direito tributário 1. São tributos de competência municipal: (A) imposto sobre a transmissão causa mortis de bens imóveis, imposto sobre a prestação de serviço de comunicação e imposto

Leia mais

Discussões previdenciárias relevantes nos Tribunais Superiores. Evolução da jurisprudência sobre o tema

Discussões previdenciárias relevantes nos Tribunais Superiores. Evolução da jurisprudência sobre o tema Discussões previdenciárias relevantes nos Tribunais Superiores. Evolução da jurisprudência sobre o tema Teses Judiciais Previdenciárias Alíquota diferenciada de Seguro contra Acidente de Trabalho SAT com

Leia mais

Processo Seletivo Público Apex-Brasil ASII-07. Comunicado 04 Resultado Final 1ª Etapa - Análise Curricular 15/05/2014

Processo Seletivo Público Apex-Brasil ASII-07. Comunicado 04 Resultado Final 1ª Etapa - Análise Curricular 15/05/2014 Processo Seletivo Público Apex-Brasil ASII-07 Comunicado 04 Resultado Final 1ª Etapa - Análise Curricular 15/05/2014 INFORMAÇÕES IMPORTANTES: 1ª ETAPA: de caráter eliminatório e classificatório A análise

Leia mais

CONHEÇA A VERDADE SOBRE A EC 50

CONHEÇA A VERDADE SOBRE A EC 50 CONHEÇA A VERDADE SOBRE A Porque os interesses de Goiás e do povo goiano estão acima de interesses pessoais e corporativistas. O que é a /2014? É uma Emenda Constitucional, que disciplina a representação

Leia mais

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de constitucionalidade Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: há diversas modalidades de controle de constitucionalidade previstas no direito brasileiro.

Leia mais

Associação dos Assistentes Jurídicos do Estado do Rio de Janeiro AASSIJUR Fundada em 13 de maio de 1963 RIO DE JANEIRO - ASSISTENTES JURÍDICOS

Associação dos Assistentes Jurídicos do Estado do Rio de Janeiro AASSIJUR Fundada em 13 de maio de 1963 RIO DE JANEIRO - ASSISTENTES JURÍDICOS RIO DE JANEIRO - ASSISTENTES JURÍDICOS Para incluir no site da ABRAP A Associação dos Assistentes Jurídicos do Estado do Rio de Janeiro -, com sede própria localizada na Travessa do Ouvidor n 8, 3 andar,

Leia mais

Impactos do julgamento do RExt 635.688/RS. Julgamento Cesta Básica e o estorno proporcional de ICMS Demonstrações Financeiras e demais repercussões

Impactos do julgamento do RExt 635.688/RS. Julgamento Cesta Básica e o estorno proporcional de ICMS Demonstrações Financeiras e demais repercussões www.pwc.com Impactos do julgamento do RExt 635.688/RS. Julgamento Cesta Básica e o estorno proporcional de ICMS Demonstrações Financeiras e demais repercussões 19 de fevereiro de 2015 (DC0) Informação

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC)

CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) CONSELHO MUNICIPAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE NITERÓI (COMCITEC) COMCITEC Gestão Plenárias Conferência Eventos Legislação QUEM SOMOS? O COMCITEC é um órgão autônomo que atua em estreita articulação com

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 SENADO FEDERAL Gabinete do Senador JOSÉ SERRA PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 Altera a Lei nº 11.314, de 3 de julho de 2006, que dispõe sobre o prazo referente ao apoio à transferência definitiva

Leia mais

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL Faculdade do Vale do Ipojuca - FAVIP Bacharelado em Direito Autorizado pela Portaria nº 4.018 de 23.12.2003 publicada no D.O.U. no dia 24.12.2003 Curso reconhecido pela Portaria Normativa do MEC nº 40,

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 O Presidente da Fundação de Apoio à Universidade Federal de São João del-rei FAUF e o Prefeito Municipal de Ibirité, Antonio Pinheiro Júnior, faz saber

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL EJERS ATIVIDADES JÁ REALIZADAS PELA ESCOLA 17.09.2010 - Exposição do Ministro Ricardo Lewandowski - Sobre as Eleições 2010. Realizado no Plenário do TRE-RS.

Leia mais

CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h

CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h 1 CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h Aula Data Disciplina Professor C/H 1 08 -nov-08 Aula Inaugural Profs. Gilmar Mendes Arruda Alvim Sérgio

Leia mais

IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010

IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010 IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM À LUZ DO CONVÊNIO ICMS Nº 36, DE 26 DE MARÇO DE 2010 Rinaldo Maciel de Freitas * Nas operações de comércio exterior, é preciso entender a existência de duas modalidades de

Leia mais

ASSUNTO: ESTADO DE DESTINO NÃO PODE COBRAR ICMS NAS COMPRAS VIA INTERNET

ASSUNTO: ESTADO DE DESTINO NÃO PODE COBRAR ICMS NAS COMPRAS VIA INTERNET ASSUNTO: ESTADO DE DESTINO NÃO PODE COBRAR ICMS NAS COMPRAS VIA INTERNET 1- INTRODUÇÃO 1. Em 2011, foi firmado entre 17 (dezessete) estados, mais o Distrito Federal, via CONFAZ (Conselho Nacional de Política

Leia mais

WANDER GARCIA TERESA MELO BRUNA VIEIRA PRÁTICA ADMINISTRATIVA E CONSTITUCIONAL. 4 a EDIÇÃO COLEÇÃO. Coordenador da Coleção

WANDER GARCIA TERESA MELO BRUNA VIEIRA PRÁTICA ADMINISTRATIVA E CONSTITUCIONAL. 4 a EDIÇÃO COLEÇÃO. Coordenador da Coleção WANDER GARCIA TERESA MELO BRUNA VIEIRA PRÁTICA ADMINISTRATIVA E CONSTITUCIONAL 4 a EDIÇÃO COLEÇÃO Coordenador da Coleção SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...13 1. Provimento 144/11: o Novo Exame de Ordem...13

Leia mais

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro

Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro Seminário Nacional sobre Direito e Saúde 22 e 24 de novembro 22 de novembro 8h às 9h Credenciamento e coffee break 9h às 9h40 Sessão de abertura Pronunciamento dos Ministros da Saúde e da Advocacia Geral

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DE AUDITOR E DE PROCURADOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO NO TRIBUNAL DE

Leia mais

Gestão pública empreendedora e ciclo do Governo Federal

Gestão pública empreendedora e ciclo do Governo Federal Gestão pública empreendedora e ciclo do Governo Federal Gestão pública empreendedora Gustavo Justino de Oliveira* Consoante documento 1 elaborado pela Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento,

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 14 DE NOVEMBRO DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários A intenção é evitar que condenados usem essas contas para

Leia mais

Diretoria Geral Ouvidoria RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA OUVIDORIA MÊS DE OUTUBRO DE 2015

Diretoria Geral Ouvidoria RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA OUVIDORIA MÊS DE OUTUBRO DE 2015 Diretoria Geral Ouvidoria RELATÓRIO DE ATIVIDADES DA OUVIDORIA MÊS DE OUTUBRO DE 1 A Ouvidoria do DNPM, órgão de assistência direta e imediata ao Diretor-Geral, foi criada por meio do Decreto nº 7.9, de

Leia mais

Sumário NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 15 NOTA PRÉVIA... 19 PREFÁCIO... 21 APRESENTAÇÃO... 23

Sumário NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 15 NOTA PRÉVIA... 19 PREFÁCIO... 21 APRESENTAÇÃO... 23 Sumário NOTA À TERCEIRA EDIÇÃO... 15 NOTA PRÉVIA... 19 PREFÁCIO... 21 APRESENTAÇÃO... 23 CAPÍTULO I... 25 1. Novos riscos, novos danos... 25 2. O Estado como responsável por danos indenizáveis... 26 3.

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

O NOVO CPC E OS PRECEDENTES EM MATÉRIA TRIBUTÁRIA

O NOVO CPC E OS PRECEDENTES EM MATÉRIA TRIBUTÁRIA O NOVO CPC E OS PRECEDENTES EM MATÉRIA TRIBUTÁRIA Fernando Facury Scaff Professor de Direito Financeiro da USP. Doutor e Livre Docente pela mesma Universidade. Sócio de Silveira, Athias, Soriano de Melo,

Leia mais

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás TCE/GO Auditor de Controle Externo Área Controle Externo ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Língua Portuguesa Ortografia oficial... 01 Acentuação

Leia mais

RELEVÂNCIA DA QUESTÃO FEDERAL - PEC 209/2012. Luis Felipe Salomão Ministro do Superior Tribunal de Justiça

RELEVÂNCIA DA QUESTÃO FEDERAL - PEC 209/2012. Luis Felipe Salomão Ministro do Superior Tribunal de Justiça RELEVÂNCIA DA QUESTÃO FEDERAL - PEC 209/2012 Luis Felipe Salomão Ministro do Superior Tribunal de Justiça 1 1) CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROBLEMA - A partir da Constituição de 1988, quando se redemocratizou

Leia mais

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Assunto: Situação previdenciária dos servidores públicos estaduais efetivados pela Lei Complementar Estadual nº100, de 2007, à vista da decisão proferida

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

Crimes praticados por militares estaduais contra civis Procedimentos a serem adotados, CPP ou CPPM?

Crimes praticados por militares estaduais contra civis Procedimentos a serem adotados, CPP ou CPPM? Crimes praticados por militares estaduais contra civis Procedimentos a serem adotados, CPP ou CPPM? A Justiça Militar Estadual por força de expressa vedação contida no art. 125, 4º, da CF/88, não tem competência

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 18/11/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 804.674 SÃO PAULO RELATOR : MIN. ROBERTO BARROSO AGTE.(S) :MUNICÍPIO DE SANTOS PROC.(A/S)(ES)

Leia mais

Direito Previdenciário e Seguridade Social. Prof. Dante Alighiere Pereira da Silva CARGA HORÁRIA

Direito Previdenciário e Seguridade Social. Prof. Dante Alighiere Pereira da Silva CARGA HORÁRIA CURSO DISCIPLINA DOCENTE PERÍODO CARGA HORÁRIA EMENTA OBJETIVOS DIREITO Direito Previdenciário e Seguridade Social Prof. Dante Alighiere Pereira da Silva 9 P 80 h Introdução ao Estudo do Direito Previdenciário.

Leia mais

AÇÃO JUDICIAL DE NATUREZA COLETIVA

AÇÃO JUDICIAL DE NATUREZA COLETIVA AÇÃO JUDICIAL DE NATUREZA COLETIVA Elaborado em 11.2007. Kiyoshi Harada Jurista, professor e especialista em Direito Financeiro e Tributário pela USP. O objetivo deste artigo é o de analisar, em rápidas

Leia mais

Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais

Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais Módulo Europeu sobre Direitos Fundamentais Coordenadores: Professores Doutores Fausto de Quadros, Luís Pereira Coutinho e Lourenço Vilhena de Freitas Duração: Início no dia 17 de Maio Dias de leccionação:

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34)

Responsável (CPF): Nelson Monteiro da Rocha (549.133.147-34) Tribunal de Contas da União Data DOU: 19/07/2004 Colegiado: Segunda Câmara Número da Ata: 25/2004 Texto do Documento: RELAÇÃO Nº 58/2004 - Segunda Câmara - TCU Gabinete do Ministro Benjamin Zymler Relação

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE E LEGISLAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL ADRIANO CRISTIAN CARNEIRO

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE E LEGISLAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL ADRIANO CRISTIAN CARNEIRO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE E LEGISLAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL ADRIANO CRISTIAN CARNEIRO Fortalecimento do SUS Constituição Federal de 1988, artigos 196 a 200; Lei Federal nº. 8.080, de 19/09/1990 Lei

Leia mais