1: Graduando do curso de medicina da FMU São Paulo, SP. Autor do trabalho.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1: Graduando do curso de medicina da FMU São Paulo, SP. Autor do trabalho."

Transcrição

1 Autores: Thiago de Moraes Cavalcante 1, Carlos Augusto Donini 2 1: Graduando do curso de medicina da FMU São Paulo, SP. Autor do trabalho. 2: Mestre em saúde pública pela FSP/USP e Doutor em saúde pública veterinária pela FCAVJ/UNESP, orientador. endereço: Rua Valentina Piva, 172, apto 53, CEP , Penha, São Paulo SP. Telefone: (11) Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), Avenida Santo Amaro, 1239, Vila Nova Conceição, São Paulo - SP AVALIAÇÃO DO CONHECIEMNTO E CONDUTA RELACIONADAS AO TERMO ZOONOSE, DO PONTO DE VISTA PROFISSIONAL E LEIGO Evaluation of the knowledge and conduct related to zoonosis, profissional and layman view Evaluación de onocimientos y actuácion relacionados con la zoonosis, según los profesionales y la Resumo O presente trabalho foi realizado por meio de pesquisas feitas com cinqüenta médicos veterinários e cento e nove proprietários de cães em diversas regiões da cidade de São Paulo, buscando descobrir o quê os proprietários sabem sobre doenças zoonóticas, onde foram informados e também analisar como os veterinários agem para controlar e diagnosticar as doenças e orientar seus clientes a respeito dessas doenças de caráter zoonótico. Palavras chave: Proprietários, informação,veterinários, doenças, zoonoses 1

2 Resumen El presente trabajo realizado a través de encuestas con cincuenta veterinarios y ciento once dueños del perros en diferentes zonas de la ciudad de Sao Paulo, intendando descubrir lo que los dueños tenem por sabido de las enfermedades zoonóticas, en donde recibe la información y también analizamos lo que los veterinarios están haciendo para controlar, diagnosticar y orientar a sus clientes a respecto de las enfermedades zoonóticas. Palabra clave: Dueños, información, veterinarios, enfermedades, zoonosis Abstract Present paper made through surveys with fifty veterinarians and one hundred and nine dogs owner from different zones of Sao Paulo city, to find out what those owners know about zoonotic diseases, where they learn the information from and also analise what the veterinarians are doing to control, diagnoses and guide their custumers about zoonotic diseases. Key words: Owners, information, veterinarians, diseases, zoonosis Introdução Zoonose palavra de origem grega Zôon/nósos, formada dos elementos comparativos zoo (que exprime a idéia de animal) + noso (expressa a idéia de doença) 1. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas Para Agricultura e Alimentação (FAO) após 1958 determinou que todas as doenças e infecções transmitidas naturalmente entre animais vertebrados e o homem seriam consideradas zoonoses 2. 2

3 Podendo ser antropozoonoses, que passam dos animais aos homens, zooantroponoses, passam dos homens aos animais 3. Em 1973, no Município de São Paulo, foi criado o Centro de Controle de Zoonoses um departamento público ligado diretamente à saúde pública, responsável pelo controle de possíveis focos de risco de zoonoses, e o controle de animais urbanos. Em 2006 o secretário da saúde liberou a atualização das doenças de notificação compulsória no estado de São Paulo, delas 25 (61%) de caráter zoonótico, 10 (24,4 %) transmitida por vetores e 10 (24,4 %) de origem alimentar 4. A percepção sobre o tema de Zoonoses, suas distorções e o conhecimento sobre os fatores a elas relacionados, determina a possibilidade de um aumento freqüente de ocorrência e de transmissão, pela falta de práticas de medidas preventivas efetivas. A relação entre o meio ambiente, as espécies animais e os seres humanos, determina a tendência favorável ou desfavorável da ocorrência de zoonoses e suas graves conseqüências. Objetivos O objetivo desse estudo foi de investigar a qualidade da informação relacionada ao tema de zoonoses que esta sendo veiculada entre profissionais e clientes, proprietários de animais e público em geral, analisando os principais fatores e valores que interferem sobre o conhecimento. 3

4 Metodologia O estudo foi efetivado pela aplicação de entrevistas e questionários objetivos, aplicados à profissionais médicos veterinários, proprietários de animais pet, principalmente de cães e gatos em espaços públicos. As questões foram formuladas com enfoque objetivo sobre práticas e procedimentos relacionados ao tema de zoonoses Segue o modelo de questionário aplicado a médicos veterinários em atividade nos consultórios de atendimento a animais pet em diversas regiões do Município de São Paulo. Quadro 1 Formulário de perguntas para veterinários 1.Localização da clínica? N ( ) S ( ) L ( ) O ( ) C ( ) 2.Realiza exame coproparasitológico na rotina? Sim ( ) Não ( ) 3.Realizado na própria clínica? Sim ( ) Não ( ) 4.Quais os resultados mais freqüentes? 5.Realiza exames sorológicos? Sim ( ) Não ( ) 6.Com kit no estabelecimento? Sim ( ) Não ( ) 7.Realiza orientação sobre prevenção de zoonoses? Sim ( ) Não ( ) 8.Já identificou alguma zoonose em proprietário? Sim ( ) Não ( ) 9.Qual(s)? Numa segunda etapa do estudo, foram investigadas as opiniões de proprietários sobre o conhecimento relacionado a zoonoses. Segue abaixo o formulário que foi usado para entrevistar os proprietários de cães e gatos em vias e espaços públicos e particulares de São Paulo: 4

5 Quadro 2 Formulário de perguntas feitas para os proprietários 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? Sim ( ) Não ( ) 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim ( ) Não ( ) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? Sim ( ) Não ( ) 6.Quais? As perguntas para os veterinários foram realizadas através de telefonemas, via e pessoalmente. Os telefones foram adquiridos através de sites de busca na internet, listas telefônicas e por contato pessoal. As clínicas foram escolhidas de maneira a distribuir o foco de pesquisa, abrangendo varias regiões de São Paulo. Para os proprietários as perguntas foram feitas pessoalmente em diferentes regiões da cidade de São Paulo, no Parque do Ibirapuera, na zona Sul de São Paulo, Parque do Carmo, zona Leste, Hospital veterinário universitário, zona Sul e durante o evento 4ª Cãominhada realizado ao lado do parque Trianon-masp na Praça Alexandre de Gusmão, no centro de São Paulo. Os locais foram escolhidos de forma que várias regiões de São Paulo, participassem da pesquisa, garantindo assim maior abrangência da coleta de dados. Os dados dos entrevistados não foram coletados a fim de não comprometer a privacidade e manter o anonimato, para não deixá-los expostos mediante suas repostas. 5

6 Resultados Os resultados apresentados são decorrentes da somatória das respostas e a porcentagem das mesmas sobre o número de clínicas, 50. Na tabela 1 é possível ver todas as respostas, exceto para as perguntas de número 4 e 9 onde os resultados podem ser vistos no Gráfico 1 e 2, respectivamente. Perguntas para os Veterinários: Tabela 1 Respostas dos veterinários N=50 1.Localização da clínica? N (16%) S (42%) L (22%) O (16%) C (4%) 2.Realiza exame coproparasitológico na rotina? Sim (72%) Não (28%) 3.Realizado na própria clínica? Sim (46%) Não (54%) 4.Quais os resultados mais freqüentes? Giárdia 72% e Ancilostoma 46%. 5.Realiza exames sorológicos? Sim (80%) Não (20%) 6.Com kit no estabelecimento? Sim (16%) Não (84%) 7.Realiza orientação sobre prevenção de zoonoses? 8.Já identificou alguma zoonose em proprietário? Sim (96%) Não (4%) Sim (70%) Não (30%) 9.Qual(s)? Escabiose 42%, Giárdia 22% e Dermatofitose 40%. 6

7 Gráfico 1 Resultados mais freqüentes dos exames coproparasitológicos Gráfico 2 Respostas relacionadas a zoonoses em proprietários As perguntas aos proprietários foram realizadas em diferentes regiões da cidade de São Paulo, visando avaliar se há ou não diferença na informação disseminada para a população de 7

8 acordo com sua moradia ou local de lazer, por isso serão apresentadas separadamente para no final ser apresentado um formulário total. Perguntas para os proprietários: Tabela 2 Praça Alexandre Gusmão, Centro 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? Sim (73,6%) Não (26,6%) Praça Alexandre Gusmão N=30 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim (6%) Não (94%) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? 6.Quais? Veterinário 23,3%, Mídia e internet 23,3%, Escola 16,6% e Médicos 6,6%. Carrapato, pulga e giárdia, todos resolvidos pelo veterinário. Sim (66,3%) Não (33,3%) Hemograma 40% e Coproparasitológico 10%*. 7.Possui veterinário fixo? Sim (90%) Não (10%) *Os demais exames como radiografia, ultrassonografia foram omitidos devido sua falta de importância para essa pesquisa 8

9 Tabela 3- Hospital veterinário universitário, zona Sul Hospital veterinário universitário N=30 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? Sim (33,3%) Não (66,6%) Veterinário 13,3%, Mídia e internet 6,6%, Profissionalmente 3,3%. 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim (10%) Não (90%) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? 6.Quais? Carrapato e pulga, todos resolvidos pelo veterinário. Sim (93,3%) Não (6,6%) Hemograma 76,6% e Coproparasitológico 3,3%*. 7.Possui veterinário fixo? Sim (83,6%) Não (16,6%) *Os demais exames como radiografia, ultrassonografia foram omitidos devido sua falta de importância para essa pesquisa Tabela 4 Parque do Carmo, zona Leste 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? Sim (24%) Não (76%) Parque do Carmo N=25 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim (0%) Não (100%) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? Veterinário 16%, Mídia e internet 4%, Escola 4%. Não houve. Sim (48%) Não (52%) 6.Quais? Hemograma 28%*. 7.Possui veterinário fixo? Sim (92%) Não (8%) *Os demais exames como radiografia, ultrassonografia foram omitidos devido sua falta de importância para essa pesquisa 9

10 Tabela 5 Parque do Ibirapuera, zona Sul 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? Sim (50%) Não (50%) Parque do Ibirapuera N=24 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? Veterinário 12,5%, Mídia e internet 12,5%, Leu sobre 12,5%, Profissionalmente 16,6%. 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim (8,3%) Não (91,6%) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? 6.Quais? Carrapato, resolvido pelo veterinário. Sim (79,1%) Não (20,8%) Hemograma 45,8% Coproparasitológico 16,6%*. 7.Possui veterinário fixo? Sim (83,2%) Não (16,6%) *Os demais exames como radiografia, ultrassonografia foram omitidos devido sua falta de importância para essa pesquisa Tabela 6- Resultados finais 1.Você sabe ou que é ou já ouviu falar sobre zoonose? Sim (45,87%) Não (54,12%) Resultados Finais N=109 2.Quem lhe informou sobre? Onde obteve a informação? Veterinário 16,51%, Mídia e internet 11,0%, Leu sobre 2,75%, Profissionalmente 4,58%, Médicos 1,83% e Escolas 5,50%. 3.Já teve problema com alguma zoonose? Sim (7,3%) Não (92,6%) 4.Quem o identificou e como foi resolvido? 5.Seus animais já realizaram exames laboratoriais? 6.Quais? Carrapato, pulga e giárdia, todos resolvidos pelo veterinário. Sim (72,4%) Não (7,5%) Hemograma 48,62% Coproparasitológico 7,3%*. 7.Possui veterinário fixo? Sim (87,15%) Não (12,84%) *Os demais exames como radiografia, ultrassonografia foram omitidos devido sua falta de importância para essa pesquisa 10

11 Através do levantamento desses dados foi possível demonstrar que de 50 clínicas da cidade de São Paulo, embora o número não seja representativo da cidade como um todo pois apenas 50 veterinários de 6383 cadastrados no site do CRMV 5 foram usados na pesquisa, pode-se concluir que 36 (72%) dos veterinários disseram que realizam o exame coproparasitológico na rotina da clínica, visando assim melhor controle e prevenção de possíveis doenças parasitárias gastrointestinais, porém ao conversar com os proprietários apenas 8 (7,3%) disseram já ter realizado esse exame em seus animais. Os demais que não realizam na rotina clínica alegaram realizar o exame somente quando o paciente apresenta sinais de distúrbios gastrointestinais. Podemos observar no Gráfico 1, os resultados dos exames coproparasitólogicos. Em relação à pergunta de número 6 e 7, que tratam de exames sorológicos, que são capazes de auxiliar ou até mesmo necessários para o fechamento de diagnósticos, sendo que 40 (80%) das clínicas o realizam, informação que pode ser confirmada pelos proprietários pois 53 (48,62%) dos mesmos citaram que já realizaram hemogramas em seus animais. A pergunta de número 7 teve 48 (96%) das respostas como sim, afirmando que está sendo realizado um processo de educação e orientação a respeito de doenças zoonóticas, porém ao conversar com os proprietários 50 (45,87%) souberam o significado da palavra zoonose, e desses 50 apenas 18 (36%) disseram que obtiveram a informação com o veterinário, outro dado importante coletado foi saber se o animal tinha um veterinário fixo, pois isso facilita o trabalho de conscientização dos proprietários dando ao veterinário mais liberdade e tempo para conversar com seus clientes, 95 (87,15%) dos proprietários alegaram que tem o hábito de levar seus animais sempre no mesmo veterinário. As perguntas de número 8 e 9 demonstram de maneira qualitativa a porcentagem de casos de zoonoses que os veterinários já tiveram experiência de acompanhar os casos nos proprietários de 11

12 seus pacientes, demonstrada no Gráfico 2. Sendo que 35 (70%) dos veterinários já identificaram algum tipo de zoonose em proprietários. A zoonose mais comum foi a sarna sarcóptica, ou escabiose, causada pelo ácaro Sarcoptes scabie 6, 21 (42%) dos veterinários comentaram já terem visto proprietários com sarna, 20 (40%) com dermatofitoses, que são causadas por fungos, sendo as espécies mais importantes o Microsporum canis e o Trichophyton mentagrophytes 7, a giardise causada pelo protozoário Giardia intestinalis 7 foi citada por 11 (22%) veterinários. Do outro lado ao conversar com os proprietários a incidência relatos de zoonoses foi muito mais baixa apenas 8 (7,3%) pessoas já tiveram algum problema com alguma zoonose. Sendo que uma foi giárdia, sete com pulgas e carrapatos. Porém, uma das pessoas não disse ter tido problema com zoonoses, mas estava segurando um cão no colo que tinha acabado de ser diagnosticado com sarna sarcóptica e a mesma já apresentava sinais de scabiose. Indicando que o número reduzido de casos pode ser por falta de conhecimento das pessoas a respeito desse assunto, impedindo que elas possam identificar tais problemas. Embora o número de casos seja muito baixo, houveram relatos de zoonoses graves que foram citadas pelos veterinários como a Brucelose, Leptospirose, e Dirofilariose pulmonar, todas apresentaram pouca importância numérica na pesquisa, mas devido a sua gravidade é importante comentar que elas apresentam riscos graves para os proprietários. Através desses números podemos perceber que quase metade dos proprietários (45,87%) sabem o que eu é zoonose, dos que sabiam o que significava zoonoses, 18 (36%) souberam por parte de seus veterinários, 12 (24%) através da mídia ou internet e os demais 3 (6%) leram sobre o assunto, 5 (10%) conheceram através de suas profissões (Biomédico e Médicos),6 (12%) aprenderam na escola, 2 (4%) através de seus médicos. 12

13 Dos 109 proprietários, 59 (54,12%) não sabiam o que era zoonose. Porém desses 59, 42 (71,18%) disseram saber o quê era zoonose, pois eles tinham ouvido falar sobre o Centro de Controle de Zoonoses, ou seja houve uma confusão devido ao nome da palavra presente no nome do departamento. A maioria dos proprietários ainda apresentou uma visão em comum do Centro de Controle de Zoonoses, um local onde se cometem crimes contra o bem-estar animal e promovem crueldade animal. CONCLUSSÃO Esses resultados indicam que os proprietários não têm conhecimento sobre doenças zoonóticas, impossibilitando a valorização dos serviços prestados pelos profissionais atuantes no Centro de Controle de Zoonoses. A visão errônea, a da famosa carroçinha, está enraizada na memória das pessoas impedindo que a verdade função dos Centros de Controle de Zoonoses seja reconhecida, esse fato é em parte culpa dos veterinários que não estão conseguindo demonstrar de maneira eficiente a importância dos serviços prestados pelos mesmos na área de saúde publica e dos veículos de informação relacionados a esses locais. É dever do médico veterinário zelar pela saúde humana, animal e ambiental, pois a saúde é somente atingida quando esses fatores estão em equilíbrio. Em 1985 Schwabe em seu livro disse que 4/5 dos agentes infecciosos que acometem o homem, são compartilhados com outros vertebrados, realçando que uma das áreas mais promissoras para medicina veterinária seria o estudo sobre esses agentes, seu controle e diagnostico, visando assim manter a saúde pública 3. A falta de atenção com tais doenças levam as pessoas a negligenciarem as manobras de prevenção e controle como visto em um trabalho realizado na cidade de São Paulo acerca de busca de parasitas intestinais, o autor sugere que a falta de tratamento e a alta prevalência desses parasitas se dá pela negligência nos tratamentos por parte dos proprietários, pois os mesmos não sabem 13

14 alguns desses parasitas podem acometer os humanos, causando problemas de saúde nos membros da família 8. Referências 1. Michaelis Moderno Dicionário Da Língua Portuguesa, disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portuguesportugues&palavra=zoonose>, último acesso em 11 de novembro de GOLCALVES, C. A.; CALIL, E. M. B.; KOTAIT, I.; PORTUGAL, M. A. S. C.; LAUAR, N. M.; CALIL, R. M.; GIORGI, W. Zoonoses. Manual cati. Número 35, SCHWABE, C. W.; Veterinary medicine and human health. Third edition. London: Williams& Wilikins baltmore, p Secretária da Saúde, disponível em: <http://www.saude.sp.gov.br/resources/profissional/servicos/lista_est_doen_not_comp.pdf>, último acesso em 10 de novembro de Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo, disponível em: <http://www.crmvsp.org.br/site/medicos_veterinarios.php?a21_nome=&a21_cidade=s%e3o+paulo &KT_Insert2>=Buscar, último acesso em 10 de novembro de ACHA, P. N.; SZYFRES, B. Zoonosis y enfermedades transmisibibles comunes al hoombre y a los animales. Tercera edicion, Volumen III, Parasitosis, Organización Panamericana de la salud: EUA, p , , ,

15 7. ACHA, P. N.; SZYFRES, B. Zoonosis y enfermedades transmisibibles comunes al hoombre y a los animales. Tercera edicion, volumen I. Bacteriosis y Micosis, Organización Panamericana de la salud: EUA, p KATAGIRI, S.; OLIVEIRA-SEQUEIRA, T. C. G. Prevalence of dog intestinal parasites and risk perception of zoonotic infection by dog owners in São Paulo state, Brazil. Zoonoses Public Health, v. 55, p ,

16 This document was created with Win2PDF available at The unregistered version of Win2PDF is for evaluation or non-commercial use only. This page will not be added after purchasing Win2PDF.

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO FATEC-SP CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO Prof. Me. Francisco Tadeu Degasperi Janeiro de 2005 Agradeço a colaboração do Tecnólogo Alexandre Cândido de Paulo Foi Auxiliar de Docente do LTV da Fatec-SP Atualmente

Leia mais

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA Seção I: Receitas decorrentes da venda de mercadorias por elas industrializadas não sujeitas a substituição tributária, exceto as receitas decorrentes

Leia mais

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva.

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva. MANUAL DE PROCEDIMENTOS Formulários on-line SISTEMAS INTEGRADOS MANUAL DE PROCEDI MENTOS PADRÃO Formulários on-line Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 CENSO DOS ANIMAIS DA REGIÃO DO PORTO GRANDE, ARAQUARI - SC ERIANE DE LIMA CAMINOTTO 1, MARLISE POMPEU CLAUS 1, ALINE BRODA COIROLO 2, DESIREE BICALHO 2. 1 Docentes do Instituto Federal Catarinense Campus

Leia mais

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório Um Escritório de Advocacia, atualmente, tem que estar preparado para atender as mais diversas situações do mundo moderno. Para tanto, focalizamos como nossos preceitos, que os serviços oferecidos sejam:

Leia mais

A EMPREGABILIDADE DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS E SUAS IMPLICAÇÕES NA CIDADE DE LINS

A EMPREGABILIDADE DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS E SUAS IMPLICAÇÕES NA CIDADE DE LINS A EMPREGABILIDADE DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS E SUAS IMPLICAÇÕES NA CIDADE DE LINS Jéssica Pavan Milani, Unisalesiano, jessicamilani@hotmail.com Maria Tereza Ferreira Rossler, Unisalesiano,

Leia mais

Atividade de Guarda Responsável (Filhotes abandonados) (Projeto Mini-hospital Veterinário UFPR)

Atividade de Guarda Responsável (Filhotes abandonados) (Projeto Mini-hospital Veterinário UFPR) Atividade de Guarda Responsável (Filhotes abandonados) (Projeto Mini-hospital Veterinário UFPR) Alícia Souza Lopes 1, Evelyn Cristine da Silva 1, Flávia Pacheco da Silva 1, Simone Tostes de Oliveira Stedile

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº / QUE ENTRE SI CELEBRAM CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG, MANTENEDOR DA FACULDADE GUANAMBI FG, POR MEIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO DA FACULDADE

Leia mais

MÓDULO 16 Programa 5S da Qualidade

MÓDULO 16 Programa 5S da Qualidade MÓDULO 16 Programa 5S da Qualidade Desenvolvido no Japão, pós Segunda Guerra Mundial, o Programa 5S (conhecido também como Housekeeping) era um método utilizado pelos pais para ensinar a seus filhos os

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE CUSTOS Prof. Dr. Constantino de Gaspari Gonçalves Exemplo de Aplicação do ABC

ADMINISTRAÇÃO DE CUSTOS Prof. Dr. Constantino de Gaspari Gonçalves Exemplo de Aplicação do ABC Exemplo de Aplicação do ABC A indústria de Confecções Pano Bom Ltda produz três tipos de produtos: Camisas, Calças, Blusas. O quadro abaixo apresenta as quantidades produzidas e seus respectivos preços.

Leia mais

Mix público-privado. ABRES, RJ, dezembro de 2009

Mix público-privado. ABRES, RJ, dezembro de 2009 Mix público-privado ABRES, RJ, dezembro de 2009 Pressupostos Constituição do campo da Economia da Saúde Aperfeiçoamento do conhecimento sobre a realidade material por uma concepção científica do mundo

Leia mais

As produções e interações ficarão registradas no Moodle.

As produções e interações ficarão registradas no Moodle. Disciplina: Carga Horária: 60horas Modalidade: a distância Regime: semestral Professor: Luís Felipe Schilling Esta disciplina tem por objetivo oportunizar a prática de planejamento, modelagem, implementação

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL ATIVIDADES EM DESENVOLVIMENTO ENSINO ORIENTAÇÃO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL ATIVIDADES EM DESENVOLVIMENTO ENSINO ORIENTAÇÃO Amilton Giácomo Tomasi DECF 2007/2 EFETIVO Mestre 40 Estatutário Contabilidade Gerencial ADM/Empresarial (vespertino) 2º 4 ESTÁGIO 02 ADM/Empresarial 7º e 8º 02 Secretário de Comunicação Portaria Reitoria

Leia mais

SOB MEDIDA TEVAH WEB

SOB MEDIDA TEVAH WEB SOB MEDIDA TEVAH WEB Caro usuário, você está tendo acesso a um guia do Sob Medida TEVAH versão WEB. A seguir você poderá verificar as formas de utilização adequadas, para um resultado positivo deste processo.

Leia mais

Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet. Código da autorizada: Login: master Senha:

Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet. Código da autorizada: Login: master Senha: Nosso novo Sistema de Garantia está em funcionamento no endereço abaixo, favor acessar o site e cadastrar as Ordens de Serviços para que possamos encaminhar os seus pedidos de Garantia. Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet

Leia mais

Módulo 18 Avaliando desempenho

Módulo 18 Avaliando desempenho Módulo 18 Avaliando desempenho Raimar Richers definiu marketing como sendo entender e atender os clientes. Esta é uma definição sucinta e feliz que podemos usar para definir avaliação de desempenho como

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS

PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS Leandro,D.; Huinca,S.C.M e Krueger, C.P. LABORATÓRIO DE GEODÉSIA ESPACIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS Autoras: Doutoranda Diuliana Leandro, MSc. Doutoranda

Leia mais

CONHEÇA O GOOGLE APPS

CONHEÇA O GOOGLE APPS CONHEÇA O GOOGLE APPS O QUE É GOOGLE APPS? É um serviço do Google baseada na internet (web), que utiliza o seu domínio de internet (Ex: empresa.com) em diversas aplicações tais como: Google mail Google

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 AGRAVOS POR MORDEDURAS DE CÃES EM CAMPUS UNIVERSITÁRIO, CURITIBA-PR INJURIES BY BITING DOGS IN UNIVERSITY CAMPUS, CURITIBA CITY, BRAZIL MAYSA PELLIZZARO 1, GRAZIELA RIBEIRO DA CUNHA 2, ANA CAROLINA YAMAKAWA

Leia mais

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2)

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) José Carlos Cavalcanti Professor de Economia da UFPE, ex-secretário executivo de Tecnologia, Inovação e Ensino Superior de Pernambuco (http://jccavalcanti.wordpress.com)

Leia mais

A experiência de um Laboratório Regional de Prótese Dentária administrado sob o contrato de gestão celebrado entre a Casa de Saúde Santa Marcelina e a Prefeitura do Município de São Paulo Adoracion de

Leia mais

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial;

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial; MARKETING ESPORTIVO E CULTURAL EAD MÓDULO XIX - RESUMO A evolução do ser humano no decorrer da história está associada diretamente ao conceito de cultura, que engloba os costumes e as experiências repassadas

Leia mais

INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA

INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA TÍTULO: ANÁLISE DE RASPADOS CUTÂNEOS PARA DIAGNÓSTICO DE DERMATOFITOSES EM ANIMAIS ATENDIDOS PELO HOSPITAL VETERINÁRIO (UFRPE) AUTORES: R. F. C. VIEIRA; L. B. G. SILVA; M. L. FIGUEIREDO; R. A. MOTA; A.

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO 1322 PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO Janyelle Silva Mendes¹;Juliana Alves Leite Leal² 1. Graduanda do Curso de Enfermagem,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA 2 ÍNDICE 1. Acessando o Sistema...03 2. Cadastrando da Unidade Gestora...05 2.1. Adicionando Curso ao Projeto...07 2.2. Montando a Infra-Estrutura do

Leia mais

METODOLOGIA DE PROJETO

METODOLOGIA DE PROJETO METODOLOGIA DE PROJETO DE INTERIORES AULA 13: ELEMENTOS CONSTRUTIVOS. 1ª PARTE Disciplina do Curso Superior em Design de Interiores da UNAES/Anhanguera Educacional Arq. Urb. Octavio F. Loureiro Data: 8

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia.

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Percepção de alunos da 6ª série do ensino fundamental sobre posse responsável de animais de estimação e risco zoonótico no Município de Alegre-ES

Leia mais

Estudo Exploratório. I. Introdução. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Pesquisa de Mercado. Paula Rebouças

Estudo Exploratório. I. Introdução. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Pesquisa de Mercado. Paula Rebouças Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Pesquisa de Mercado Paula Rebouças Estudo Exploratório I. Introdução A Dislexia é uma síndrome caracterizada por problemas na leitura: ao ler a pessoa

Leia mais

UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DO RELATÓRIO GERENCIAL ESTATÍSTICO DO SBU

UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DO RELATÓRIO GERENCIAL ESTATÍSTICO DO SBU UNICAMP SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNICAMP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DOS DADOS DO RELATÓRIO GERENCIAL ESTATÍSTICO DO SBU MANUAL 2007 Manual editado pela Assessoria de Planejamento da Biblioteca

Leia mais

CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo

CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo A busca por espaços de lazer e entretenimento para a população de Jataí, cidade de médio porte em franca expansão urbana, localizada no Sudoeste goiano,

Leia mais

INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA ENCONTRO 2/7. PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com

INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA ENCONTRO 2/7. PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com ENCONTRO 2/7 PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com 1 Network Network HUB USB WiFi 2 Roteador Backbone Switch WiFi IP Protocolos TCP/IP HTTP FTP SMTP POP3 IP IPV4 a.b.c.d 0 a 255 3 IP REDES ESPECIAIS

Leia mais

A experiência da Engenharia Clínica no Brasil

A experiência da Engenharia Clínica no Brasil Página 1 de 5 Sobre a Revista Ed 24 - fev 04 Home Medical Infocenter Med Atual Edição Atual Serviços Global Home Brasil Home Busca Mapa do Site Fale Conosco Edição Atual Edição Atual Matéria de Capa Artigo

Leia mais

Financiamento da Seguridade Social

Financiamento da Seguridade Social Financiamento da Seguridade Social Prof. Eduardo Tanaka Receitas das contribuições sociais dos Empregadores Domésticos Prof. Eduardo Tanaka 1 2 Receitas do Empregador Doméstico (Decreto 3.048/99) Art.

Leia mais

Controle de um sistema de ventilação em um quadro de comando e controle

Controle de um sistema de ventilação em um quadro de comando e controle UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ENGENHARIA ELÉTRICA INSTRUMENTAÇÂO ELETRÔNICA Controle de um sistema de ventilação em um quadro de comando e controle

Leia mais

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua.

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua. Balanced Score Card A Tecnologia da Informação é considerada fundamental para os vários setores, tanto no nível operacional como estratégico. Muitas das razões para Tecnologia da Informação fazer parte

Leia mais

Mateus. Título aqui 1 COMPORTAMENTO, MANEJO E BEM- ESTAR DE OVINOS E CAPRINOS MÁQUINAS ANIMAIS TIRAR O MÁXIMO DE CADA ANIMAL

Mateus. Título aqui 1 COMPORTAMENTO, MANEJO E BEM- ESTAR DE OVINOS E CAPRINOS MÁQUINAS ANIMAIS TIRAR O MÁXIMO DE CADA ANIMAL COMPORTAMENTO, MANEJO E BEM- ESTAR DE OVINOS E CAPRINOS MÁQUINAS ANIMAIS Mateus J.R. Paranhos da Costa Departamento de Zootecnia - FCAV/UNESP, Jaboticabal-SP mpcosta@fcav.unesp.br Grupo de Estudos e Pesquisas

Leia mais

O diagnóstico do programa de capacitação e desenvolvimento contínuo para encarregados da produção

O diagnóstico do programa de capacitação e desenvolvimento contínuo para encarregados da produção O diagnóstico do programa de capacitação e desenvolvimento contínuo para encarregados da produção Luana Guerreiro Pereira (UNESP), luanague@fc.unesp.br Edwardo Goulart Junior (UNESP), edward@fc.unesp.br

Leia mais

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO ATENÇÃO Mantenha cabelo, dedos, roupa, animais de estimação e crianças longe

Leia mais

3º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente

3º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente Pegada Ecológica dos Diferentes Grupos Sociais que compõem a Comunidade Acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande FURG Anaí Fontoura Lessa 1, Thaís Antolini Veçozzi 2 1 Curso de Tecnologia em Gestão

Leia mais

A tabela-verdade...de, É muito fácil...cil, É só lembrar...ar, Do VoVo FeFe, E se Você Foi, se Você Foi, Então Foi. Propriedades da condicional

A tabela-verdade...de, É muito fácil...cil, É só lembrar...ar, Do VoVo FeFe, E se Você Foi, se Você Foi, Então Foi. Propriedades da condicional PROF TABELAS-VERDADE e V F F F V F F F F VoVo FeFe ou V F V F V V F F F Propriedades da condicional Recíprocas(amor,cupido,flecha) flechinha vai, flechinha vem Inversas(inverte VF, FV, ne ga ) nega tudo

Leia mais

ORIGEM DA POPULAÇÃO CANINA DE BOTUCATU/SP COMO PARAMETRO DE RISCO DE INTRODUÇÃO DA LEISHMANIOSE VISCERAL RESUMO

ORIGEM DA POPULAÇÃO CANINA DE BOTUCATU/SP COMO PARAMETRO DE RISCO DE INTRODUÇÃO DA LEISHMANIOSE VISCERAL RESUMO 348 ORIGEM DA POPULAÇÃO CANINA DE BOTUCATU/SP COMO PARAMETRO DE RISCO DE INTRODUÇÃO DA LEISHMANIOSE VISCERAL RESUMO Jonas Lotufo Brant 1 Veruska Maia da Costa 1 Carlos Roberto Padovani 2 Hélio Langoni

Leia mais

O que é Intraempreendedorismo?

O que é Intraempreendedorismo? O que é Intraempreendedorismo? INOVAÇÃO Intraempreendedorismo é aplicado às organizações. o empreendedorismo VISIONÁRIO Assim como o empreendedorismo, envolve: Reconhecimento de oportunidades Design e

Leia mais

PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO

PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO PROGRAMA: GRAVIDEZ SAUDÁVEL, PARTO HUMANIZADO BOM PROGRESSO- RS 2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM PROGRESSO Administração: Armindo Heinle CNPJ. 94726353/0001-17 End. Av. Castelo Branco, n 658 Centro CEP:

Leia mais

OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA

OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA Suzana Marssaro do Santos - suzanamarsaro@hotmail.com Priscila Moessa Bezerra - p-moessabezerra@hotmail.com Célia Regina de Carvalho

Leia mais

Módulo 17 Estratégias mercadológicas

Módulo 17 Estratégias mercadológicas Módulo 17 Estratégias mercadológicas Todas as empresas para terem sucesso no mercado a longo prazo precisam de uma estratégia. Segundo Peter Druker, as estratégias são os planos de vôos das empresas. Analisando

Leia mais

Graduada de Ciência Sociais; Rua General Jardim, 522 CEP 01223-010 Vila Buarque São Paulo/SP; (11) 3123-7800 www.fespsp.org.br 4

Graduada de Ciência Sociais; Rua General Jardim, 522 CEP 01223-010 Vila Buarque São Paulo/SP; (11) 3123-7800 www.fespsp.org.br 4 TÍTULO: Ensaio acadêmico de aplicação do método PES - Planejamento Estratégico Situacional, na estratégia de formulação de uma de política de segurança viária AUTORES: Danielle Penha 1 ; Marinalva da Silva

Leia mais

CRDA - Centro de Referência em Distúrbios de Aprendizagem Módulo: Distúrbios de Aprendizagem Tema: Dislexia

CRDA - Centro de Referência em Distúrbios de Aprendizagem Módulo: Distúrbios de Aprendizagem Tema: Dislexia CRDA - Centro de Referência em Distúrbios de Aprendizagem Módulo: Distúrbios de Aprendizagem Tema: Dislexia WORLD SOCIETY OF NEUROLOGY Professor Jobair Ubiratan Distúrbio caracterizado por dificuldade

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS - faz as coisas antes de solicitado ou antes de ser forçado pelas circunstâncias; - age para expandir o negócio em novas áreas, produtos ou serviços; - aproveita

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTIMATIVA DA POPULAÇÃO CANINA E FELINA NOS ANOS 2010 E 2013 E PERCEPÇÃO DAS PESSOAS QUANTO A GUARDA RESPONSÁVEL NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - BAIRRO GUATUPÊ LUCAS GALDIOLI 1, RAFAELA FURIOSO

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Plano de Trabalho Gestão 2012 2015 Diretor Candidato ao cargo de Diretor-Geral do Campus Uberaba do IFTM Professor Rodrigo Afonso

Leia mais

PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL

PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL PROMOVENDO ATIVIDADES RELACIONADAS À HIGIENE PESSOAL NO ENSINO FUNDAMENTAL Renata Fonseca Bezerra¹, Eliete Alves de Sousa¹, Paloma Rodrigues Cunha¹, Larissa Costa Pereira¹, Francisco Cleiton da Rocha²

Leia mais

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal Universidade Federal do Rio Grande do Sul Serviço o de Psiquiatria da Infância e da Adolescência Hospital de Clínicas de Porto Alegre 2005 Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal Universidade Federal do Rio Grande do Sul Serviço o de Psiquiatria

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia.

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Mossoró/RN no período de a 8. PUBVET, Londrina, V., N., Ed. 8, Art.,. PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Análise dos casos de leishmaniose visceral humana residentes em Mossoró/RN

Leia mais

Seção Técnica de Ensino 2/8

Seção Técnica de Ensino 2/8 Escolha a única respost a certa, conform e o enunciado da quest ão, assinalandoa corretamente no CARTÃO- RESPOSTA. 01. O número natural mais próximo de ( A ) 2 ( B ) 3 ( C ) 4 ( D ) 5 ( E ) 6 3 4 7 3 5

Leia mais

A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva

A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva A inclusão das Línguas Estrangeiras Modernas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) Por Ana Paula Seixas Vial e Jonathan Zotti da Silva Pela primeira vez, o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD)

Leia mais

Plano da Intervenção

Plano da Intervenção INTERVENÇÃO Uma tarde com animais Pedro Goulart, Bruna Barcelos, Rutilene Carmo, Marcelo de Souza, Bibiana Ferrer, Gladis Ferrer, Gabriela Menezes e Stefânia Guedes Plano da Intervenção CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares O objetivo deste documento é capacitar o analista a instalar e configurar o Portal

Leia mais

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA Luciane de Oliveira Machado 1 INTRODUÇÃO Este artigo apresenta o projeto de educação para o

Leia mais

CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME. Aprovação: Olavo R. Tomasini

CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME. Aprovação: Olavo R. Tomasini Aprovação: Olavo R. Tomasini CONTROLE DE PRODUTO NÃO Código: PR 19 Revisão: 03 Página: 1 de 7 Data: 10/10/09 Arquivo: PR 19_03.doc Rubrica: 1 OBJETIVO Estabelecer a sistemática adotada para a identificação,

Leia mais

COORDENAÇÃO ACADÊMICA NÚCLEO DE GESTÃO DE ATIVIDADES DE PESQUISA COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Projeto de Pesquisa Registrado Informações Gerais

COORDENAÇÃO ACADÊMICA NÚCLEO DE GESTÃO DE ATIVIDADES DE PESQUISA COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Projeto de Pesquisa Registrado Informações Gerais COORDENAÇÃO ACADÊMICA Projeto de Pesquisa Registrado Informações Gerais 1. Coordenador (a): ANA KARINA DA SILVA CAVALCANTE (KARINA@UFRB.EDU.BR) Vice- Coordenador (a): 2. Título do projeto: Ocorrência de

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO O presidente da Federação Nacional das Auto e Motoescolas

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 FREQUÊNCIA DE HEMOPARASITOSES EM CÃES NA REGIÃO SUL FLUMINENSE RJ PEDRO HENRIQUE EVANGELISTA GUEDES 1, ANA PAULA MARTINEZ DE ABREU 2, THIAGO LUIZ PEREIRA MARQUES 2, PATRÍCIA DA COSTA 1 1 Alunos de curso

Leia mais

Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados.

Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados. Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados. 02 São todas as receitas provenientes da atividade operacional da empresa, incluindo as vendas

Leia mais

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO Elidiane dos Santos CIRILO¹, Emilly Maria de Lima OLIVEIRA¹, Fábio José Targino

Leia mais

INDICAÇÕES BIOEASY. Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária

INDICAÇÕES BIOEASY. Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária INDICAÇÕES BIOEASY Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária 1- ANIGEN RAPID CPV AG TEST BIOEASY PARVOVIROSE Vendas de Filhotes:

Leia mais

INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV).

INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV). INCLUSÃO SOCIAL E A POLÍTICA PÚBLICA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS (SCFV). Maria Mabel Nunes de Morais; Raiany Augusto Carvalho; Samara Pereira de Sousa; Édja Larissa Simão de Lacerda; Maria

Leia mais

Pesquisa inédita avalia conhecimento da população sobre a tuberculose

Pesquisa inédita avalia conhecimento da população sobre a tuberculose Pesquisa inédita avalia conhecimento da população sobre a tuberculose Uma pesquisa quantitativa de opinião pública realizada pelo Núcleo de Pesquisas da Universidade Federal Fluminense (DataUFF) demonstra

Leia mais

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011. Edital de Convocação

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011. Edital de Convocação RESIDÊNCIA EM CIRURGIA GERAL SANTA CASA DE LONDRINA 2011 Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Geral / 2011 Edital de Convocação A Irmandade Santa Casa de Londrina faz saber que realizará

Leia mais

DERMATOFITOSE POR MICROSPORUM GYPSEUM EM FELINO: RELATO DE CASO FELINE DERMATOPHYTOSIS BY MICROSPORUM GYPSEUM: CASE REPORT

DERMATOFITOSE POR MICROSPORUM GYPSEUM EM FELINO: RELATO DE CASO FELINE DERMATOPHYTOSIS BY MICROSPORUM GYPSEUM: CASE REPORT DERMATOFITOSE POR MICROSPORUM GYPSEUM EM FELINO: RELATO DE CASO FELINE DERMATOPHYTOSIS BY MICROSPORUM GYPSEUM: CASE REPORT BALDINI, M.C. 1 ; MOREIRA, K.C. 2 ; FERRARIAS, T.M. 3 ; ROSSI, F.Z. 4 ; BENTUBO,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO

TERMO DE COMPROMISSO TERMO DE COMPROMISSO O CENTRO DE ESTUDOS OCTÁVIO DIAS DE OLIVEIRA FACULDADE UNIÃO DE GOYAZES FIRMA O PRESENTE TERMO DE COMPROMISSO COM A AGÊNCIA GOIANA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS PÚBLICOS AGANP. O Centro

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTRUTURAÇÃO DE UM BANCO DE DENTES CANINOS NO DEPARTAMENTO DE ANATOMIA DA UFPR PRODUCTION OF A CANINE TEETH BANK AT THE ANATOMY DEPARTMENT OF UFPR DORIE FERNANDA DE MORAES ZATTONI¹, MARIA FERNANDA TORRES¹,

Leia mais

TITULO: INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA-RS/BR

TITULO: INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA-RS/BR TITULO: INSERÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE SANTA MARIA-RS/BR EJE: Extensión, docencia e investigación. AUTORES: Adilio Lopes da Silva;

Leia mais

AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO NO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE BANANEIRAS-PB

AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO NO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE BANANEIRAS-PB UFPB-PRAC XIV Encontro de Extensão AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO NO PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE BANANEIRAS-PB ATAÍDE, Celene dos Santos²; SANTOS, Juliana Marques Lima¹; MELO, Luana

Leia mais

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 ANÁLISE COMPARATIVA DOS USOS DO SOLO UTILIZANDO IMAGENS ORBITAIS COM DIFERENTES RESOLUÇÕES ESPACIAIS. JUSSARA D'AMBROSIO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO FRANÇOIS XAVIER BAGNOUD DO BRASIL. APRESENTANDO O PROJETO Seus direitos: um sonho real Objetivos

ASSOCIAÇÃO FRANÇOIS XAVIER BAGNOUD DO BRASIL. APRESENTANDO O PROJETO Seus direitos: um sonho real Objetivos Sumário ASSOCIAÇÃO FRANÇOIS XAVIER BAGNOUD DO BRASIL APRESENTANDO O PROJETO Seus direitos: um sonho real Objetivos UM POUCO DE DIREITO / NOSSAS CONQUISTAS Direitos Humanos Algumas dúvidas MISSÃO: Oferecer

Leia mais

MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE

MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE 1. Procedimentos de utilização pela empresa cliente... 01 2. Funcionalidades do WebSigom... 02 2.1. Cadastro... 03 2.2. Inserir um novo usuário... 03 2.3. Consultar os dados de

Leia mais

Correntes de Participação e Critérios da Aliança Global Wycliffe [Versão de 9 de maio de 2015]

Correntes de Participação e Critérios da Aliança Global Wycliffe [Versão de 9 de maio de 2015] Correntes de Participação e Critérios da Aliança Global Wycliffe [Versão de 9 de maio de 2015] Introdução As Organizações da Aliança Global Wycliffe desejam expressar a unidade e a diversidade do Corpo

Leia mais

O USO DA INFORMÁTICA NA REDE BÁSICA E HOSPITALAR DA CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO (S.P.)

O USO DA INFORMÁTICA NA REDE BÁSICA E HOSPITALAR DA CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO (S.P.) O USO DA INFORMÁTICA NA REDE BÁSICA E HOSPITALAR DA CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO (S.P.) Cristina Maria Galvão * Namie Okino Sawada * GALVÃO, C. M.; SAWADA, N. O. O uso da informática na rede básica e hospitalar

Leia mais

A SELEÇÃO SERÁ REGIDA PELAS SEGUINTES INSTRUÇÕES ESPECIAIS:

A SELEÇÃO SERÁ REGIDA PELAS SEGUINTES INSTRUÇÕES ESPECIAIS: COMUNICADO O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia da Coordenadoria de Serviços de Saúde, torna pública a abertura de inscrições para seleção de candidatos ao Programa de Aprimoramento Profissional

Leia mais

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Fundação Euclides da Cunha FEC/Data UFF Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério

Leia mais

A VISÃO DE MEIO AMBIENTE DE ALUNOS DO SEGUNDO CICLO DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANÁLISE DE DESENHOS

A VISÃO DE MEIO AMBIENTE DE ALUNOS DO SEGUNDO CICLO DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANÁLISE DE DESENHOS A VISÃO DE MEIO AMBIENTE DE ALUNOS DO SEGUNDO CICLO DO ENSINO FUNDAMENTAL: ANÁLISE DE DESENHOS Maria Carolina de Carvalho Luciana M. Lunardi Campos (orientadora) Departamento de Educação IBB -UNESP Rubião

Leia mais

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano IX Número 17 Julho de 2011 Periódicos Semestral

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano IX Número 17 Julho de 2011 Periódicos Semestral REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353 Ano IX Número 17 Julho de 2011 Periódicos Semestral AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO E ACEITAÇÃO DA CASTRAÇÃO E LEI DE POSSE RESPONSÁVEL

Leia mais

A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO:

A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO: EDITAL N.º 010/2015 Processo seletivo para ingresso ao quadro de estagiários da Defensoria Pública do Estado do Paraná em Piraquara - PR A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO:

Leia mais

Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB

Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB Versão 1.0 Considerações preliminares Estaremos iniciando a fase de homologação (teste) nos Postos Fiscais Porto XV de novembro

Leia mais

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica.

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Lista para a Terceira U.L. Trabalho e Energia 1) Um corpo de massa 4 kg encontra-se a uma altura de 16 m do solo. Admitindo o solo como nível de referência e supondo g = 10 m/s 2, calcular sua energia

Leia mais

Acesso Público a Informação de Saúde

Acesso Público a Informação de Saúde Acesso Público a Informação de Saúde Compartilhamento de experiências e possibilidades de associações O que queremos dizer com experiências? Examinemos um Estudo de Caso de Maláui (Malawi) Uma ONG organizou

Leia mais

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição)

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição) Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional na saúde suplementar do Brasil por Denise Alves Baptista APRESENTAÇÃO Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional

Leia mais

LEPTOSPIROSE. Deise Galan. Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde

LEPTOSPIROSE. Deise Galan. Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde LEPTOSPIROSE Deise Galan Consultora - Departamento de Doenças Transmissíveis e Análise de Saúde Organização Pan-Americana da Saúde Falso Apenas os ratos transmitem a leptospirose Os ratos são os principais

Leia mais

RESUMO. Autora: Juliana da Cruz Guilherme Coautor: Prof. Dr. Saulo Cesar Paulino e Silva COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

RESUMO. Autora: Juliana da Cruz Guilherme Coautor: Prof. Dr. Saulo Cesar Paulino e Silva COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA 1 A IMPORTÂNCIA DO CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O PLANEJAMENTO DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS PARA ALUNOS COM SÍNDROME DE DOWN EM CENÁRIOS DE DIVERSIDADE 1 Autora: Juliana da Cruz Guilherme Coautor:

Leia mais

Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história.

Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história. SISTEMA DE QUALIDADE EAD MÓDULO XIX - RESUMO Para entendermos melhor a evolução da qualidade, precisamos rememorar alguns pontos na história. Posteriormente, ocorreu a Revolução Industrial, em que a subsistência

Leia mais

O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS EM PROJETOS DE ENSINO DE CIÊNCIAS 04/2005 188-TC-F2

O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS EM PROJETOS DE ENSINO DE CIÊNCIAS 04/2005 188-TC-F2 1 O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS EM PROJETOS DE ENSINO DE CIÊNCIAS 04/2005 188-TC-F2 Fernanda Franzolin Laboratório de Ensino de Ciências e Tecnologia - Escola do Futuro - Universidade de São Paulo fernanda@futuro.usp.br

Leia mais

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09%

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09% Balanço 2010 - CRECISP Aluguel/Venda residencial Imóveis usados Cidade de São Paulo Aluguel residencial aumenta até 146,43% Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de

Leia mais

WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta.

WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta. WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta. Michelle Mattar Pereira de Oliveira * Bianca Luiza Silva ** INTRODUÇÃO Primeiramente é necessário

Leia mais

INTERNAÇÕES POR CONDIÇÕES SENSÍVEIS A ATENÇÃO PRIMÁRIA EM DOIS SERVIÇOS DE SAÚDE PÚBLICA DE MARINGÁ-PR

INTERNAÇÕES POR CONDIÇÕES SENSÍVEIS A ATENÇÃO PRIMÁRIA EM DOIS SERVIÇOS DE SAÚDE PÚBLICA DE MARINGÁ-PR INTERNAÇÕES POR CONDIÇÕES SENSÍVEIS A ATENÇÃO PRIMÁRIA EM DOIS SERVIÇOS DE SAÚDE PÚBLICA DE MARINGÁ-PR Vitor Key Assada 1 ; Kristoffer Andreas Wendel Ribas 2 ; Willian Augusto de Melo 3 RESUMO: Condições

Leia mais

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS Objetivos, Metodologia e Amostra Objetivo: Conhecer a percepção e principais hábitos do brasileiro em relação à compra de medicamentos. Técnica de coleta:

Leia mais

Aspectos Éticos e Jurídicos Relacionados à Segurança da Informação e Comunicações SIC. por Siomara Pantarotto. siomara@planalto.gov.

Aspectos Éticos e Jurídicos Relacionados à Segurança da Informação e Comunicações SIC. por Siomara Pantarotto. siomara@planalto.gov. Aspectos Éticos e Jurídicos Relacionados à Segurança da Informação e Comunicações SIC por Siomara Pantarotto siomara@planalto.gov.br Identificar e refletir acerca dos aspectos jurídicos e éticos relacionados

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink

Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Perguntas mais frequentes (FAQ) da Staples EthicsLink Introdução O objectivo deste documento é informar os colaboradores da Staples sobre a linha de apoio de ética e conformidade da empresa, conhecida

Leia mais