Natura 21 de outubro de 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Natura 21 de outubro de 2015"

Transcrição

1 Natura 21 de outubro de T15: vendas no Brasil seguem ainda mais pressionadas Os resultados da Natura no 3T15 foram mistos. No Brasil, as vendas continuaram a apresentar deterioração em um ritmo ainda mais acelerado que anteriormente (-9.6% A/A), impactas principalmente pelo cenário macro econômico desfavorável e pelo aumento da carga tributária. As vendas nas operações internacionais, por outro lado, aceleraram ainda mais no período (+78.5% A/A), garantindo uma performance positiva de 6.9% A/A da receita líquida consolidada. A rentabilidade da companhia foi afetada em todos os âmbitos, impactada principalmente pela operação nacional, na qual os custos foram pressionados por uma inflação mais elevada, pela maior carga tributária e pela desvalorização do real, combinados com o menor volume de produtos vendidos. A margem líquida sofreu ainda impacto adicional de custos não recorrentes relacionados ao pagamento residual de aquisição da Aesop e de efeitos não caixa de marcação à mercado de instrumentos de hedge. O nível de endividamento da companhia manteve-se estável no período, mas a dívida bruta seguiu em trajetória de expansão. Como ponto positivo do resultado do 3T15, destacamos a forte geração de fluxo de caixa livre, que totalizou R$ 319 mi no 3T15 (R$ 649 mi nos 9M15). Top line. A receita líquida recuou 9.6% A/A no Brasil, impactada principalmente pelo cenário macroeconômico difícil do país, que vem prejudicando o consumo. Apesar do aumento de 2,6% no número médio de consultoras no trimestre (atingindo 1,34 mi), a produtividade das mesmas caiu 7.6% A/A, culminando em uma queda de 5.6% A/A no volume de itens vendidos (para 101,5 mil). Nas operações internacionais, por outro lado, a receita líquida expandiu impressionantes 75.8% A/A, beneficiada não só pela taxa de câmbio favorável, mas também por (i) um incremento de 19.7% na base de consultoras Latam (chegando a 488 mil) e (ii) um aumento de 22.7% no volume de produtos vendidos (28,1 mil). Excluindo o efeito cambial favorável, o crescimento das vendas no exterior teria sido de 30,8% A/A. A companhia tem investido em importantes iniciativas focadas em acelerar as vendas no Brasil, o que inclui não só o lançamento de novos produtos e altos investimentos em marketing, mas também (i) projeto piloto para iniciar as vendas de alguns produtos da Natura em redes de farmácias; (ii) política de crédito customizada para suas consultoras e (iii) oferta de leitores de cartões de crédito e débito para suas consultoras para ampliar os meios de pagamento para o consumidor final. Operating Margins. A margem bruta deteriorou 1,8 p.p. no período. Enquanto as operações internacionais registraram uma expansão de 2,8 p.p. na margem bruta (sendo 0.6 p.p. da Latam e 2.2 p.p. da Aesop), na operação nacional houve uma diluição de 2,7 p.p., devido à um aumento tanto da carga tributária quanto da inflação, combinadas com a desvalorização do real e a desaceleração das vendas. As despesas operacionais aumentaram em um ritmo superior à inflação, impactadas por uma menor base de diluição de custos, dada a contração do nível de atividade da companhia. Assim, a margem EBITDA deteriorou ainda mais que a margem bruta, cerca de 2.9 p.p. A margem líquida recuou 4,9 p.p., impactada adicionalmente pela (i) maior dívida bruta; (ii) maior nível de taxa de juros; (iii) efeito não caixa de ajustes de marcação à mercado de instrumentos derivativos e (iv) provisão de despesas não recorrentes relacionadas ao pagamento residual pela aquisição da Aesop. Excluindo estes dois últimos efeitos, o lucro líquido da companhia teria diminuído 22,8% A/A ao invés de 38,6% A/A. Income Statement (BRL million) 3Q14 3Q15 YoY 9M14 9M15 YoY Net Revenues 1,867 1, % 5,226 5, % Brazil Net Revenues 1,507 1, % 4,254 1, % Latam Net Revenues % 808 1, % Aesop Net Revenues % % Gross Profit 1,317 1, % 3,629 3, % Gross Margin (%) 70.9% 69.0% -1.8 p.p. 69.4% 69.4% 0.0 p.p. EBITDA % 1,063 1, % EBITDA Margin (%) 22.9% 20.0% -2.9 p.p. 20.3% 18.7% -1.6 p.p. Net Income % % Net Margin (%) 11.5% 6.6% -4.9 p.p. 9.7% 6.6% -3.1 p.p. Net Debt/EBITDA 1.2x 1.1x -0.1 p.p. 1.2x 1.1x -0.1 p.p. NATU3 Varejo e Bens de Consumo Maria Paula Cantusio, CNPI Senior Analyst Market Perform Last Price 10/20/2015 (BRL) Target Price 12/2016 (BRL) Upside 14.9% Market Cap (BRL million) 9,944 1 Month Change 17.7% LTM Change -32.9% YTD Change -23.7% 52w Low (BRL) w High (BRL) Valuation BRL Million Firm Value 2016E 14,050 Net Debt 2016E (2,609) Equity Value 2016E 11,441 # Shares Outstanding 431 WACC 16.8% Growth in Perpetuity (g) 6.0% Multiples 2015E 2016E 2017E EV/EBITDA P/E EPS (BRL) 1,28 1,50 1, NATU3 ICON11 IBOV Source: Bloomberg and BB Investimentos Source: Natura and BB Investimentos 1 / 5

2 Natura Resultado 3T15 e Revisão de Preço Cash Flow and Indebtedness. O fluxo de caixa livre foi positivo em R$ 649 mi nos 9M15, enquanto no mesmo período do ano passado havia sido negativo em R$ 33 mi. As melhorias em capital de giro somadas à redução do Capex são os principais fatores que têm contribuído para uma geração de caixa mais robusta. Quanto ao endividamento, embora o índice Dívida Líquida/EBITDA tenha se mantido praticamente estável em 1,1x, a dívida bruta da companhia aumentou de R$ 3,13 bi no 3T14 para R$ 5,13 bi no 3T15. De acordo com o management, a empresa optou por debêntures no início do ano, temendo um novo aumento das taxas de juros e os recursos deverão ser utilizados para rolagem de dívidas que vencerão nos próximos meses. Revisão de Preço Permanecemos pessimistas em relação à performance da Natura no mercado interno, que ainda é responsável por mais de 70% das suas vendas e mais de 80% do seu resultado operacional. Em nossa opinião, os esforços que estão sendo feitos pela gestão da companhia visando melhorias de eficiência e produtividade estão no caminho certo, bem como as iniciativas focadas em acelerar as vendas no Brasil, mas o ambiente macroeconômico desfavorável, que impactou fortemente o consumo, não tem apresentado sinais de reversão no curto prazo. Além disso, reforçamos que o canal de venda direta, que constitui a base estratégica da Natura, vem apresentando trajetória descendente ao longo dos últimos anos. Aos poucos, a companhia tem começado a explorar canais alternativos de vendas, como lojas de varejo, o que vemos como indispensável para a sustentabilidade de seu crescimento no futuro, mas trata-se de uma estratégia que só trará resultados efetivos no longo prazo, assim como o Rede Natura. Nossas projeções para a Natura para os próximos anos ainda refletem um cenário desafiador para a empresa: (i) vendas fracas no Brasil; (ii) bom desempenho no mercado internacional; (iii) margem bruta praticamente estável (aumento de IPI deverá ser compensado por reajustes de preços e pela taxa de câmbio favorável à exportação); (iv) margem EBITDA pressionada por custos fixos e investimentos em marketing mais altos, assim como por custos relacionadas às atividades pré-operacionais e (v) margem líquida pressionada por despesas financeiras maiores, refletindo o maior nível de endividamento da cia. Assim, mantivemos nossa recomendação para NATU3 como Market Perform e revisamos nosso preço alvo para R$ para 2016 (anterior era R$ 21,50 para 2015). A avaliação da companhia foi baseada em um método de fluxo de caixa descontado de dez anos. Consideramos uma taxa de crescimento na perpetuidade de 6% e um WACC de 16,8%. Key Indicators (BRL million) E 2016 E 2017E 2018 E Previous Current % Change Previous Current % Change Gross Revenues 9,950 10,664 10, % 11,619 11, % 12,883 14,617 Growth 5.3% 7.2% 7.9% 0.7 p.p. 9.0% 8.2% -0.8 p.p. 10.9% 13.5% Brazil Gross Revenues 8,182 8,313 7, % 8,671 8, % 8,726 9,617 Latam Gross Revenues 1,767 2,349 2, % 2,947 2, % 3,627 4,389 Aesop Gross Revenues Net Revenues 7,408 7,940 7, % 8,651 8, % 9,592 10,919 Gross Profit 5,158 5,518 5, % 6,013 6, % 6,705 7,654 EBIT 1,365 1,484 1, % 1,660 1, % 1,717 2,009 EBITDA 1,554 1,642 1, % 1,840 1, % 1,966 2,290 Net Income % % 813 1,032 Gross Margin (%) 69.6% 69.5% 69.5% 0.0 p.p. 69.5% 69.7% 0.2 p.p. 69.9% 70.1% EBITDA Margin (%) 21.0% 20.7% 19.3% -1.4 p.p. 21.3% 20.0% -1.3 p.p. 20.5% 21.0% Net Margin (%) 9.9% 9.0% 6.9% -2.1 p.p. 10.0% 7.5% -2.5 p.p. 8.5% 9.4% Leverage Indicators E 2016E 2017E 2018E Short-term Debt/Total Debt (%) 36.8% 32.0% 32.0% 32.0% 32.0% Debt/(Debt+Equity) (%) 77.6% 81.1% 81.1% 80.9% 80.5% Total Leverage (%) 84.0% 86.0% 86.0% 86.0% 86.0% Gross Debt (BRL million) 3,981 5,176 5,434 5,706 5,991 Net Debt (BRL million) 2,285 2,498 2,609 2,724 2,872 Net Debt/EBITDA (BRL million) Income Statement (BRL million) E 2016E 2017E 2018E Net Revenues 7,408 7,992 8,645 9,592 10,919 Cost of Sales 2,250 2,437 2,620 2,887 3,265 Gross Debt 5,158 5,554 6,026 6,705 7,654 Operating Expenses 3,794 4,204 4,522 4,988 5,645 EBIT 1,365 1,351 1,504 1,717 2,009 Net Financial Result (268) (525) (538) (508) (476) EBITDA 1,554 1,545 1,726 1,966 2,290 Profit before Taxes 1, ,209 1,533 Net Income ,032 2 / 5

3 Natura Resultado 3T15 e Revisão de Preço Balance Sheet (BRL million) E 2016E 2017E 2018E Assets 7,200 8,604 9,091 9,673 10,375 Current Assets 4,239 5,477 5,845 6,322 6,906 Cash and Cash Equivalents 1,696 2,678 2,825 2,982 3,119 Inventories 890 1,016 1,091 1,203 1,360 Non-current Assets Property, Plant and Equipment 2,281 2,413 2,497 2,565 2,643 Liabilities 7,200 8,604 9,091 9,673 10,375 Current liabilities 3,119 3,442 3,666 3,959 4,339 Non-current Liabilities 2,932 3,958 4,156 4,364 4,582 Equity 1,149 1,204 1,269 1,350 1,453 Cash Flow (BRL million) E 2016E 2017E 2018E EBIT 1,365 1,351 1,504 1,717 2,009 (-) Income Tax and Social Contribution (437) (432) (481) (549) (643) NOPAT ,023 1,168 1,366 (+) D&A (190) (194) (221) (249) (281) (-) Capex (583) (386) (372) (386) (439) (-) Working Capital (321) (123) (79) (115) (157) (=)FCFF ,052 Multiples 2015E 2016E 2017E 2018E ROE 60.9% 43.6% 48.0% 55.9% EV / EBITDA EPS P / E Dividend Yield 4.4% 5.1% 6.4% 8.1% P / BV Enterprise Value (BRL million) 14,050 Valuation Assumptions PV of FCFF 7,422 WACC 16.8% PV of Terminal Value 6,628 Beta 0.91 Net Debt (2,609) Risk Free Rate 5.0% Equity Value 11,441 Market Premium 4.6% Shares Outstanding 431 Country Risk 3.9% Fair Value of Common Shares Perpetuity Growth 6.0% Análise de Sensibilidade Target-Price % 16.3% 16.8% 17.3% 17.8% 5.0% % % % % EV/EBITDA % 16.3% 16.8% 17.3% 17.8% 5.0% % % % % / 5

4 Disclaimer Informações Relevantes Este relatório foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes, em princípio, fidedignas e de boa-fé. Entretanto, o BB-BI não declara nem garante, expressa ou tacitamente, que essas informações sejam imparciais, precisas, completas ou corretas. Todas as recomendações e estimativas apresentadas derivam do julgamento de nossos analistas e podem ser alternadas a qualquer momento sem aviso prévio, em função de mudanças que possam afetar as projeções da empresa. Este material tem por finalidade apenas informar e servir com instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento. Não é, e não deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. É vedada a reprodução, distribuição ou publicação deste material, integral ou parcialmente, para qualquer finalidade. Nos termos do art. 18 da ICVM 483, o BB - Banco de Investimento S.A declara que: 1 - A instituição pode ser remunerada por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); o Conglomerado Banco do Brasil S.A pode ser remunerado por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório, ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s). 2 - A instituição pode possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), mas poderá adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da empresa(s) no mercado; o Conglomerado Banco do Brasil S.A pode possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderá adquirir, alienar e intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado. Informações Relevantes Analistas O(s) analista(s) de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido(s) na elaboração deste relatório ( Analistas de investimento ), declara(m) que: 1 - As recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação ao BB-Banco de Investimento S.A e demais empresas do Grupo. 2 Sua remuneração é integralmente vinculada às políticas salariais do Banco do Brasil S.A. e não recebem remuneração adicional por serviços prestados para o emissor objeto do relatório de análise ou pessoas a ele ligadas. Maria Paula Cantusio Analistas Itens O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, detêm, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise. 4 Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, possuem, direta ou indiretamente, qualquer interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório. 5 O(s) analista(s) de investimento tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise. 6 - As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança. RATING RATING é uma opinião sobre os fundamentos econômico-financeiros e diversos riscos a que uma empresa, instituição financeira ou captação de recursos de terceiros, possa estar sujeita dentro de um contexto específico, que pode ser modificada conforme estes riscos se alterem. O investidor não deve considerar em hipótese alguma o RATING como recomendação de Investimento. 4 / 5

5 Disclaimer Administração Diretor Sandro Kohler Marcondes Equipe de Pesquisa Gerente - Nataniel Cezimbra Gerente-Executivo Carlos Omine BB Securiti Vinicius Bal Renda Variável Managing Dir Demanda Oferta Deputy Mana Renata Kre Head of M&A Rubens Ca Richard Du Analista-Chefe: Mário Bernardes Junior Analista-Chefe: Victor Penna Selma da S Bancos e Serviços Financeiros Agribusiness Director of S Mário Bernardes Junior Márcio de Carvalho Montes Boris Skulc Head of Sale Carlos Daltozo Nick Demop Alimentos & Bebidas Institutional S Rafael Reis Luciana de Carvalho Annabela G Melton Plum Consumo Infraestrutura e Concessões Trading Maria Paula Cantusio Renato Hallgren Bruno Fanta Gianpaolo R Imobiliário Materiais Básicos Paul Holling Daniel Cobucci Victor Penna Gabriela Cortez Indústrias e Transportes Banco do B Mário Bernardes Junior Petróleo e Gás Kamila dos Santos Oliveira Wesley Bernabé Managing Dir Saúde e Educação Utilities Institutional S Mário Bernardes Junior Wesley Bernabé Charles Lan Institutional S Mariana Ruza Paulon Viviane da Cruz Silva Cassandra DCM Renda Fixa e Estratégia de Mercado Syndicate Analista-Chefe: Wesley Bernabé Kristen Tred Renda Fixa, Moedas e Commodities Estratégia de Mercado Sales Renato Odo Hamilton Moreira Alves Michelle Ma Myung Jin B José Roberto dos Anjos Fabio Cardoso BB Securiti Managing Dir Equipe de Vendas Atacado: Varejo: Marcelo So Gerente Antonio Emilio Ruiz Gerente - Márcio Carvalho José Director, Hea Bianca Onuki Nakazato Mário D'Amico José Carlos Bruno Finotello Rodrigo Ataíde Roxo Institutional S Denise Rédua de Oliveira Paco Zayco Edger Euber Rodrigues Elisangela Pires Chaves Henrique Reis Marcela Andressa Pereira Viviane Ferro Candelária BB-Banco de Investimento S.A. BB-BI Rua Senador Dantas, º andar Rio de Janeiro RJ - Brasil Tel. (21) Fax (21) / 5

Restoque 22 de março de 2016

Restoque 22 de março de 2016 Restoque 22 de março de 2016 Resultado 4T15: novamente abaixo do esperado; atualizando nossas estimativas Em nossa visão, os resultados do 4T15 da Restoque vieram negativos, com o top line e a rentabilidade

Leia mais

Raia Drogasil 19 de fevereiro de 2016

Raia Drogasil 19 de fevereiro de 2016 Raia Drogasil 19 de fevereiro de 2016 Resultado 4T15: resultado sólido, perspectivas para o futuro seguem positivas A Raia Drogasil reportou um resultado sólido, reafirmando a resiliência do seu negócio

Leia mais

BRF 3 de Novembro de 2015

BRF 3 de Novembro de 2015 3 de Novembro de 2015 Resultado 3T15 e revisão de preço: resultados internacionais compensaram fraco desempenho no mercado doméstico A BRF divulgou resultados mistos no 3T15. O cenário desafiador no Brasil

Leia mais

Siderurgia e Mineração

Siderurgia e Mineração Relatório Setorial - Dez 2014 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Mais um mês de queda em um ano ruim para os papéis Nome Ticker Cotação (R$) Dez-14 Variação (%) Mês 2014 LTM Market Cap (R$ mi) EV

Leia mais

Siderurgia e Mineração

Siderurgia e Mineração Relatório Setorial - Jan 2015 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Começando o ano com o pé esquerdo Nome Ticker Cotação (R$) Jan-15 Variação (%) Mês 2015 LTM Market Cap (R$ mi) EV (R$ mi) Dívida

Leia mais

Petrobras. Flash de Mercado e Revisão de Preço. Política de preços. Petróleo e Gás

Petrobras. Flash de Mercado e Revisão de Preço. Política de preços. Petróleo e Gás Flash de Mercado e Revisão de Preço Política de preços A nova política de preços de diesel e gasolina da Petrobras, conforme divulgado em fato relevante hoje após o fechamento do mercado, tem como objetivos:

Leia mais

Lojas Americanas e B2W

Lojas Americanas e B2W Resultado 3T14 e Revisão de Preço Lame acelera programa de expansão: 800 lojas em 5 anos Os resultados do 3T14 da Lojas Americanas mostraram uma performance positiva de vendas (+13,2%), mesmo frente a

Leia mais

GOL. Revisão de Preço. Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management. Quais os riscos? Transportes Aviação

GOL. Revisão de Preço. Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management. Quais os riscos? Transportes Aviação GOL Revisão de Preço Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management Revisamos nosso modelo de avaliação e projeções para a companhia aérea GOL. O novo preço-potencial para

Leia mais

Lojas Renner. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Trimestre de recuperação de margens. Comércio Varejista

Lojas Renner. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Trimestre de recuperação de margens. Comércio Varejista Resultado 1T14 e Revisão de Preço Trimestre de recuperação de margens O 1T14 foi de performance positiva para a Lojas Renner, tanto na venda de mercadorias, quanto nos serviços financeiros. A receita líquida

Leia mais

Ânima Educação. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Integração com USJT impulsiona margens. Small Caps Educação

Ânima Educação. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Integração com USJT impulsiona margens. Small Caps Educação Resultado 3T14 e Revisão de Preço Integração com USJT impulsiona margens O resultado líquido reportado pela Anima veio positivo em R$ 49,9 milhões, um aumento de 67,4% com relação ao mesmo período do ano

Leia mais

campanhas de marketing focadas na Copa do 1T13 A/A T/T

campanhas de marketing focadas na Copa do 1T13 A/A T/T Magazine Luiza Crescimento surpreendente de vendas O desempenho do primeiro trimestre do ano foi de desempenho surpreendente para o Magazine Luiza, superando não só a média do seu mercado de atuação, como

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado

Renda Fixa. Análise de Mercado Renda Fixa renda-fixa-brasil, risco-brasil, fra-cambial, juros-brasileiros, paridade-descoberta-das-taxas-de-juros, us-treasuries, análise-do-dólar, análise-do-di-futuro, bond-soberano-brasileiro, siautukowatari

Leia mais

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Fev 2014. Resultados positivos não sustentaram preços das ações. Variação no mês (%)

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Fev 2014. Resultados positivos não sustentaram preços das ações. Variação no mês (%) Relatório Setorial - Fev 2014 Resultados positivos não sustentaram preços das ações Maria Paula Cantusio, CNPI paulacantusio@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$) Fev-14 Raia Drogasil RADL3 16,53 Pão de Açúcar

Leia mais

Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016

Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016 Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016 Resultado 4T15: atualizando nossas estimativas e preço alvo O resultado do 4T15 da Hypermarcas trouxe todas as recentes alterações advindas da venda dos seus negócios

Leia mais

Infraestrutura de Transportes

Infraestrutura de Transportes Relatório Setorial - Out 2014 Volatilidade, novo ciclo de alta dos juros e nível da atividade ditarão o cenário para o setor na bolsa Renato Hallgren, CNPI renatoh@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$) Out-14

Leia mais

Magazine Luiza 02 de março de 2016

Magazine Luiza 02 de março de 2016 Magazine Luiza 02 de março de 2016 Resultado 4T15: ganhos adicionais de market share em um mercado adverso Em nossa opinião, os resultados do Magazine Luiza no 4T15 foram positivos, ficando ligeiramente

Leia mais

Lojas Americanas e B2W 17 de março de 2016

Lojas Americanas e B2W 17 de março de 2016 Lojas Americanas e B2W 17 de março de 2016 Resultado 4T15: LAME neutra, B2W abaixo do esperado; atualizando nossas estimativas Em nossa visão, os resultados da B2W vieram fracos no 4T15, especialmente

Leia mais

JSL 22 de abril de 2013

JSL 22 de abril de 2013 , CNPI Market Perform Código da ação JSLG3 Preço de mercado em 19/04/2013 R$ 15,53 Target-price para 31/12/2013 R$ 17,00 Potencial de valorização 9,5% Setor Logística e Transportes Min (52 sem) R$ 8,03

Leia mais

Marcopolo 4 de Maio de 2016

Marcopolo 4 de Maio de 2016 Marcopolo 4 de Maio de 2016 Resultado 1T16: Estrada acidentada e pára-brisa embaçado. O ano de 2016 não tem nada agradável a Marcopolo. A empresa registrou um fraco resultado do primeiro trimestre, com

Leia mais

Natura 26 de julho de 2012

Natura 26 de julho de 2012 Priscila Tambelli, CNPI priscilatambelli@bb.com.br thiago.gramari@bb.com.br Resultado 2T12 Natura 26 de julho de 2012 Outperform Ticker NATU3 Preço de mercado em 25/07/12 R$ 49,20 Preço para 31/12/13 R$

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

M. Dias Branco 31 de outubro de 2017

M. Dias Branco 31 de outubro de 2017 31 de outubro de 2017 Resultado 3T17: volumes e market share em uma tendência positiva M Dias Branco apresentou resultados positivos, registrando bom desempenho operacional em todos os segmentos. Como

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA

TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA Recomendação Preço atual BRL 15,95 Preço alvo BRL 17,49 UPSIDE 9,7% HOLD 21 19 Preço

Leia mais

Lojas Americanas e B2W Digital 26 de junho de 2013

Lojas Americanas e B2W Digital 26 de junho de 2013 Thiago Gramari, CNPI thiago.gramari@bb.com.br Revisão de Preço Lojas Americanas e B2W Digital 26 de junho de 2013 Market perform Ticker LAME4 Preço de mercado em 25/06/2013 R$ 14,88 Preço para 31/12/13

Leia mais

Direcional 09 de agosto de 2016

Direcional 09 de agosto de 2016 09 de agosto de 2016 Construção Civil Resultado 2T16 e atualização de preços: resultado neutro, destaque para a forte geração de FCF Direcional reportou um resultado neutro no 2T16. Por um lado, as vendas

Leia mais

Relatório Analítico 19 de abril de 2012

Relatório Analítico 19 de abril de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa AM BV4 Segmento de Atuação Principal Alimentos Categoria segundo a Liquidez 1 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 80,99 Valor Econômico por Ação (R$) 81,05 Potencial

Leia mais

Fertilizantes Heringer 15 de março de 2017

Fertilizantes Heringer 15 de março de 2017 15 de março de 2017 Resultado 2016 e atualização de preço: Positivo. Melhores margens e variação cambial impulsionam resultado A Heringer registrou lucro líquido de R$ 43,2 milhões em 2016 contra perda

Leia mais

NUTRIPLANT ON (NUTR3M)

NUTRIPLANT ON (NUTR3M) NUTRIPLANT ON (NUTR3M) Cotação: R$ 1,79 (18/06/2014) Preço-Alvo (12m): R$ 2,10 Potencial de Valorização: 18% 4º. Relatório de Análise de Resultados (1T14) Recomendação: COMPRA P/L 14: 8,0 Min-Máx 52s:

Leia mais

Gerdau 16 de março de 2016

Gerdau 16 de março de 2016 16 de março de 2016 Resultado 4T15 e Revisão de Preço: produção menor, margens reduzidas, mas geração de caixa positiva Após adiar os resultados do 4T15 em duas semanas, a Gerdau apresentou números fracos,

Leia mais

Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017

Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017 Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017 Resultado 4T16: vendas fracas, compensadas pelo forte resultado do segmento financeiro Os resultados do 4T16 da Lojas Renner vieram mistos, na nossa visão, com um suave

Leia mais

M. Dias Branco 08 de Agosto de 2017

M. Dias Branco 08 de Agosto de 2017 08 de Agosto de 2017 Resultado 2T17: não tão bom quanto o esperado, mas ainda positivo M Dias Branco apresentou resultados positivos no 2T17. Como resultado do aumento de volume (+ 2,5% a/a) e reajustes

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

Suzano 03 de agosto de 2017

Suzano 03 de agosto de 2017 03 de agosto de 2017 Resultado 2T17 e Revisão de Preço: redução de custos e alta performance Alavancado por preços mais altos da celulose, assim como os demais players do mercado, a Suzano também foi capaz

Leia mais

Equity Research. Relatório de Análise. Saindo da mesmice, Small Caps no radar dos investidores

Equity Research. Relatório de Análise. Saindo da mesmice, Small Caps no radar dos investidores 16 de dezembro de 2013 Saindo da mesmice, Small Caps no radar dos investidores A BM&FBovespa firmou um convênio com a Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC),

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Fibria 31 de maio de 2016

Fibria 31 de maio de 2016 31 de maio de 2016 Flash de Mercado: atualização do Projeto Horizonte II e Revisão de Preço Nesta data, a Fibria fez um call com analistas de investimentos com o intuito de atualizar as informações sobre

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Aviso Os comentários apresentados a seguir sobre o desempenho operacional e financeiro do Grupo Pão de Açúcar (GPA) referem-se aos seguintes números: (i) consolidados

Leia mais

Ambev 27 de Julho de 2017

Ambev 27 de Julho de 2017 27 de Julho de 2017 Resultado 2T17: margem ainda pressionada, mas com perspectiva de melhora Ambev reporto resultados mistos no 2T17. Os volumes foram impactados pelo ambiente macroeconômico desfavorável

Leia mais

SLC Agrícola. Revisão de Preço. Equilíbrio e visão de longo prazo. Agronegócios Agricultura

SLC Agrícola. Revisão de Preço. Equilíbrio e visão de longo prazo. Agronegócios Agricultura Revisão de Preço Equilíbrio e visão de longo prazo Revisamos nossas projeções e atribuímos rating Outperform à companhia, com preço alvo de R$ 23,60 para dezembro de 2014, o que representa upside de 31,1%

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior.

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior. 24 DE JULHO DE 2014 Relatório Setorial Construtoras CONSTRUTORAS BRASILEIRAS PRÉVIA DOS RESULTADOS DO 2T14: RESULTADOS HETEROGÊNEOS Fabiola Gama Renan Manda Conclusão: Como esperávamos, o campeonato mundial

Leia mais

Petrobras. Petrobras 2T13: Os lucros devem cair. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 7 de agosto de 2013

Petrobras. Petrobras 2T13: Os lucros devem cair. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 7 de agosto de 2013 2T13: Os lucros devem cair Estamos divulgando nossas projeções para os resultados da no 2T13 e também fazendo ajustes em nosso Preço Justo para as ações. Acreditamos que a terá um trimestre com crescimento

Leia mais

Klabin 29 de abril de 2016

Klabin 29 de abril de 2016 29 de abril de 2016 Resultado 1T16 e revisão de preço: exportações impulsionam resultados; vendas resilientes no MI. O resultado apresentado pela Klabin no 1T16 trouxe diversos aspectos positivos no que

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Julho. Carteira Sugerida de Junho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Julho. Carteira Sugerida de Junho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Ouro Fino 23 de janeiro de 2017

Ouro Fino 23 de janeiro de 2017 23 de janeiro de 2017 Atualização de Preço: Desafios pela frente, juntamente com novas estratégias No início de dezembro, a companhia realizou o Ourofino Day em suas instalações na cidade de Cravinhos,

Leia mais

Análise Setorial. Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3)

Análise Setorial. Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3) Análise Setorial Sabesp // Minerva // Suzano //CPFL // CESP SABESP (SBSP3) A Sabesp divulgou ontem (09/05/2013, após o encerramento do mercado, seus números referentes ao primeiro trimestre de 2013. O

Leia mais

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva 13 Fev 2015 17h00 Fitch Ratings - Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

A/A A/A 21,1% 8.088, ,8 14,5% 18,1% 2.263, ,0 12,6% -0,7 p.p. 28,0% 28,4% -0,4 p.p. 56,1% 411,6 298,8 37,8%

A/A A/A 21,1% 8.088, ,8 14,5% 18,1% 2.263, ,0 12,6% -0,7 p.p. 28,0% 28,4% -0,4 p.p. 56,1% 411,6 298,8 37,8% Perspectivas positivas para a varejista O ano de 2013 foi bastante desafiador para o Magazine Luiza. Após um primeiro semestre fraco, marcado por um cenário macroeconômico instável e pelo atraso na maturação

Leia mais

Revisão Copel (CPLE6) Preço Teórico R$ 35,00 (COMPRA) 28.01.2009

Revisão Copel (CPLE6) Preço Teórico R$ 35,00 (COMPRA) 28.01.2009 Revisão Copel (CPLE6) Preço Teórico R$ 35,00 (COMPRA) 28.01.2009 Empresa Código Recomendação Fechamento* Preço-Teórico* Upside Risco Lote Copel PNB CPLE6 Compra 21,85 35,00 60,2% Elevado 1 EV/EBITDA (atual)

Leia mais

2. O que representa e como é calculado o valor de uma empresa na Teoria Financeira? Exemplifique.

2. O que representa e como é calculado o valor de uma empresa na Teoria Financeira? Exemplifique. Prova Parcial Malvessi Questão 1 (15%) 1. A teoria moderna de administração financeira consagra 3 decisões estratégicas básicas para a tomada de decisão do administrador financeiro. Conceitue-as claramente.

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

Fibria. Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados. Papel e Celulose

Fibria. Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados. Papel e Celulose Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados 27 de abril de 2016 O resultado divulgado pela Fibria no 1T16 trouxe números fracos, advindos de queda acentuada em ambos: preço

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Ouro Fino Saúde Animal

Ouro Fino Saúde Animal Início de Cobertura Saúde animal com desenvolvimento local Iniciamos a cobertura da Ourofino (OFSA) com recomendação Outperform e preçoalvo de R$ 5,00 para dezembro de 015, o que representa um upside de

Leia mais

SLC Agrícola 4 de abril de 2017

SLC Agrícola 4 de abril de 2017 4 de abril de 2017 Resultado 2016 e atualização de preço: Negativo. Problemas climáticos frustram expectativas A SLC encerrou 2016 com lucro líquido de R$ 15 milhões, mostrando recuperação ante aos resultados

Leia mais

Embraer 31 de outubro de 2016

Embraer 31 de outubro de 2016 Embraer 31 de outubro de 2016 Resultado 3T16: Superados alguns dos mais árduos obstáculos. Recomendação sobe para Outperform O resultado do 3T16 da Embraer foi positivo. Por um lado, o excesso de despesas

Leia mais

Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados

Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados São Paulo, 12 de março de 2013 Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados Notícias OGX (OGXP3) ::: Atualização Muito Decepcionante Sobre a Produtividade

Leia mais

Usiminas 28 de julho de 2017

Usiminas 28 de julho de 2017 28 de julho de 2017 Resultado 2T17 e Revisão de Preço: resultados favoráveis com forte geração de caixa A Usiminas apresentou resultados positivos para o 2T17 - confirmando nossa visão otimista na tese

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Suzano 27 de abril de 2016

Suzano 27 de abril de 2016 Suzano 27 de abril de 2016 Resultado 1T16 e revisão de preço: alavancagem menor e EBITDA forte; venda de papéis se recuperando A Suzano apresentou um resultado forte para o 1T16. O segmento de celulose

Leia mais

Banco ABC Brasil Relações com Investidores Transcrição da Teleconferência de Resultados do 1T13 03 de maio de 2013

Banco ABC Brasil Relações com Investidores Transcrição da Teleconferência de Resultados do 1T13 03 de maio de 2013 Banco ABC Brasil Relações com Investidores Transcrição da Teleconferência de Resultados do 1T13 03 de maio de 2013 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2013 Bom dia a todos e obrigado por participarem

Leia mais

ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES

ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES! A análise do desempenho histórico! Análise setorial! Análise de múltiplos! Elaboração de projeções de resultados! Determinação

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Ambev 26 de Outubro, 2017

Ambev 26 de Outubro, 2017 26 de Outubro, 2017 Resultado 3T17: resultados positivos impulsionados por aumentos de preços Ambev reportou resultado positivo no 3T17. Com exceção do Canadá, todas as outras unidades apresentaram resultados

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

Alupar 10 de novembro de 2017

Alupar 10 de novembro de 2017 10 de novembro de 2017 Resultado 3T17: bons resultados na geração e melhor resultado financeiro fazem a diferença; atualização de preço para 2018 Alupar divulgou ontem (09) números positivos para o resultado

Leia mais

Odontoprev. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Reestruturação interna já apresenta resultados. Small Caps Saúde

Odontoprev. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Reestruturação interna já apresenta resultados. Small Caps Saúde Resultado 3T14 e Revisão de Preço Reestruturação interna já apresenta resultados A Odontoprev apresentou resultado neutro para o 3T14. Houve leve incremento no número total de beneficiários (+2,5% A/A),

Leia mais

CRESCIMENTO DAS MARGENS E RESULTADOS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 Em relação ao primeiro semestre de 2014:

CRESCIMENTO DAS MARGENS E RESULTADOS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 Em relação ao primeiro semestre de 2014: PARIS, 28 de julho de 2015 O Conselho de Administração da Teleperformance, líder mundial em multichannel customer experience, examinou recentemente os relatórios financeiros consolidados para o semestre

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

MRV. Início de Cobertura. Crescimento com experiência. Imobiliário Incorporação

MRV. Início de Cobertura. Crescimento com experiência. Imobiliário Incorporação Início de Cobertura Crescimento com experiência Iniciamos a cobertura da MRV com recomendação Market Perform e preço-alvo de R$ 8,50 para dezembro de 2015, o que representa um upside potencial de 16,4%

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Resultados Financeiros e Operacionais 30 de junho de 2015 1 Disclaimer As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre

Leia mais

M Dias Branco. Revisão de Preço

M Dias Branco. Revisão de Preço M Dias Branco Revisão de Preço Pronta para aquisições: Forte geração de fluxo de caixa para a empresa, sustentação de margens em níveis atrativos, baixa alavancagem financeira e intenso crescimento do

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

Fundamentos do Rating. Fatores de Evolução do Rating. www.fitchratings.com.br 13 de Outubro de 2009

Fundamentos do Rating. Fatores de Evolução do Rating. www.fitchratings.com.br 13 de Outubro de 2009 Brasil Relatório Sintético Ratings Ratings Atuais Moeda Estrangeira IDR de Longo Prazo - IDR de Curto Prazo - Moeda Local IDR de Longo Prazo - IDR de Curto Prazo - Nacional Longo Prazo Curto Prazo Individual

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T15

Divulgação de Resultados 3T15 São Paulo - SP, 4 de Novembro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Apresentação Corporativa. Junho 2012

Apresentação Corporativa. Junho 2012 Apresentação Corporativa Junho 2012 Seção I Visão Geral do Negócio Positivo Informática: Uma História de Sucesso e Crescimento Tecnologia para as escolas no Brasil Forte posicionamento no Governo: preço,

Leia mais

Raia Drogasil 28 de outubro de 2016

Raia Drogasil 28 de outubro de 2016 Raia Drogasil 28 de outubro de 2016 Resultado 3T16 e Revisão de Preço: outro forte resultado; apresentando preço-alvo para 2017 A Raia Drogasil apresentou um notável resultado trimestral mais uma vez,

Leia mais

18 de novembro de 2014

18 de novembro de 2014 Reunião Pública sobre o 3T14 e estratégia de crescimento A registrou no 3T14 um lucro líquido de R$ 2,7 milhões, 82% abaixo do lucro do 3T13, sensibilizado pelo crescimento de 17% da receita líquida, pela

Leia mais

GOL. Resultado 4T13. Voando a toda velocidade e superando expectativas. Transportes Aviação

GOL. Resultado 4T13. Voando a toda velocidade e superando expectativas. Transportes Aviação GOL Resultado 4T13 Voando a toda velocidade e superando expectativas O resultado da GOL no 4T13 foi muito bom, considerando os expressivos números apresentados no período, como: (a) crescimento de 5,1

Leia mais

Taesa 9 de novembro de 2017

Taesa 9 de novembro de 2017 9 de novembro de 2017 Resultado 3T17 e atualização de preço: queda da RAP de concessões pressiona margem EBITDA regulatória, mas geração de caixa continua forte A Taesa divulgou ontem (08) seu resultado

Leia mais

Raia Drogasil 27 de outubro de 2017

Raia Drogasil 27 de outubro de 2017 Raia Drogasil 27 de outubro de 2017 Resultado 3T17: sólido mais uma vez; atualizando nossas estimativas O resultado do 3T17 da Raia Drogasil veio com números sólidos novamente e bem em linha com as nossas

Leia mais

AMBEV DIVULGA RESULTADO DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2011

AMBEV DIVULGA RESULTADO DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2011 Pág. 1 AMBEV DIVULGA RESULTADO DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2011 São Paulo, Companhia de Bebidas das Américas Ambev [BOVESPA: AMBV4, AMBV3; e NYSE: ABV, ABVc], anuncia hoje os seus resultados do primeiro trimestre

Leia mais

Lojas Renner 25 de outubro de 2017

Lojas Renner 25 de outubro de 2017 Lojas Renner 25 de outubro de 2017 Resultado 3T17: mais forte que o esperado; aumentando nossas estimativas O resultado do 3T17 da Lojas Renner veio positivo, ultrapassando nossas estimativas do top line

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado. CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros

Renda Fixa. Análise de Mercado. CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros 1112111 21 Renda Fixa CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros Especialmente nas últimas três semanas, o mercado vem observando a retomada do CDS brasileiro de 5 anos, cuja cotação rompeu

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

GOL 7 de novembro de 2016

GOL 7 de novembro de 2016 GOL 7 de novembro de 2016 Resultado 3T16: Forte resultado operacional, com menores custos; Melhorias no guidance, pós revisão O resultado do 3T16 da GOL foi positivo em nossa avaliação. A empresa registrou

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em mar/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,06 trilhões em mar/15, após alta de 1,2% no mês

Leia mais

Variação (%) Mês 2014 LTM

Variação (%) Mês 2014 LTM Agronegócios Relatório Setorial - Jun 2014 Preço das commodities caem pelo segundo mês consecutivo Nataniel Cezimbra, CNPI nataniel.cezimbra@bb.com.br Luciana de Carvalho, CNPI luciana_cvl@bb.com.br Márcio

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

GOL 16 de agosto de 2016

GOL 16 de agosto de 2016 GOL 16 de agosto de 2016 Resultado 2T16 e Revisão de Preço: Efeito cambial leva a mais um trimestre de lucro líquido. Elevando a recomendação para Outperform A GOL Linhas Aéreas apresentou mais uma vez

Leia mais

A/A 9M13 9M12 A/A 12,9% ,5% 10,5% ,4% -1,2 p.p. 56,8% 57,9% -1,1 p.p. 4,3% 446,4 422,2 5,7%

A/A 9M13 9M12 A/A 12,9% ,5% 10,5% ,4% -1,2 p.p. 56,8% 57,9% -1,1 p.p. 4,3% 446,4 422,2 5,7% Resultado 3T13 e Revisão de Preço Vendas surpreendem no períodoo A Renner finalizou o 3T13 com um crescimento de 12,9% em sua receita líquida consolidada. A operação de varejo foi impulsionada pela assertividade

Leia mais

Resultados 2T11. 12 de agosto de 2011. Português 12h (BR) / 11h (US ET) Acesso: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F Replay: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F

Resultados 2T11. 12 de agosto de 2011. Português 12h (BR) / 11h (US ET) Acesso: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F Replay: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F Resultados 2T11 12 de agosto de 2011 Português 12h (BR) / 11h (US ET) Acesso: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F Replay: +55 (11) 2188-0155 Código: T4F Inglês 11h (BR) / 10h (US ET) Acesso: +1 (877) 317-6776

Leia mais