- Manual de Operação e Lista de Peças Modelo Pumer PP-307

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "- Manual de Operação e Lista de Peças - 2.0. Modelo Pumer PP-307"

Transcrição

1 - Manual de Operação e Lista de Peças Modelo Pumer PP-307 1

2 TERMOS DE GARANTIA A PUMER EQUIPAMENTOS LTDA ME da garantia para as máquinas de poliuretano por ela fabricadas e vendidas, de acordo com as seguintes condições: A garantia aplica-se ao comprador original, descrito na Nota Fiscal de Venda A garantia cobre defeitos de material e mão-de-obra O período coberto pela garantia é de um (01) ano depois da data da Nota Fiscal de Venda O julgamento quanto a defeitos no equipamento relativos a material e mão-de-obra cabe exclusivamente à PUMER EQUIPAMENTOS LTDA - ME e, caso esse julgamento confirme que ha, de fato, defeitos de material ou mão-de-obra, o equipamento será reparado ou substituído sem custos para o cliente. A garantia não cobre defeitos resultantes de: Instalação, uso ou manutenção executados em desacordo com as boas práticas e nossas instruções; Alterações não autorizadas previamente, por escrito, pela PUMER EQUIPAMENTOS LTDA-ME; Acidentes; Desgaste normal; Estão excluídos também da garantia os defeitos decorrentes de: Danos causados por acidentes naturais, tais como: terremotos, inundações, descargas elétricas ou outros acontecimentos semelhantes; Danos causados por atos maliciosos tais como: furtos, badernas, greve, guerras, atentados etc.; Danos causados por transportes de qualquer natureza; A PUMER EQUIPAMENTOS LTDA - ME não aceita ser responsabilizada por serviços ou reparos feitos nos equipamentos por qualquer pessoa contratada pela empresa compradora, a menos que ela tenha autorizado, por escrito, tais procedimentos, previamente. A garantia dos componentes dos equipamentos não fabricados diretamente pela PUMER EQUIPAMENTOS LTDA - ME, restringe-se as garantias oferecidas pelos fabricantes dos componentes. Em nenhuma circunstância a PUMER EQUIPAMENTOS LTDA ME poderá ser considerada responsável ou responder por: As despesas com acidentes com pessoas ou danos a propriedades, resultantes de falhas no desenho ou uso das máquinas de poliuretano; As perdas por lucro cessante; Os danos acidentais ou conseqüências 2

3 Índice. 1. MANUAL DE OPERAÇÃO PP ADVERTÊNCIAS MONTAGEM DO EQUIPAMENTO LIMPEZA DOS TANQUES DE DEPÓSITO TELAS DE FILTRAGEM ABASTECIMENTO DO TANQUE DE SOLVENTE CONEXÃO DA ALIMENTAÇÃO DE AR DA MÁQUINA ABASTECIMENTO DOS COMPONENTES LIBERAÇÃO DO AR CONTIDO NO SISTEMA INÍCIO DOS TRABALHOS DIÁRIOS FINALIZAÇÃO DOS TRABALHOS DIÁRIOS VERIFICAÇÃO DO NÍVEL DE ISO E DE POLIOL NOS TANQUES VERIFICAÇÃO DO NÍVEL DE SOLVENTE RETRO-LAVAGEM DO CABEÇOTE MISTURADOR LISTA DE PEÇAS CONJUNTO PUMER PP DOSADORA PP VÁLVULA CARRETEL 5 VIAS VD VÁLVULA PILOTO ATUADOR PNEUMÁTICO CONJUNTO DA BOMBA DE MDI CONJUNTO DA BOMBA DE POLIOL CONJUNTO DA HASTE H BLOCO BASE CABEÇOTE MP CABO DO CABEÇOTE MP CONJUNTO DO BLOCO MP CONJUNTO DO TANQUE DE SOLVENTE CONJUNTO DA VÁLVULA DIRECIONAL 40MM REGISTROS E CONEXÕES PUMER 12,5 MM REGISTROS E CONEXÕES PUMER 14 MM REGISTROS E CONEXÕES PUMER 15,5 MM MANGUEIRAS E ACESSÓRIOS FLUXOGRAMA DE MANUTENÇÃO

4 1. Manual de Operação PP A máquina PUMER PP-307, descrita neste manual, foi projetada para dosar e injetar os sistemas de dois componentes utilizados na geração de espumas rígidas de poliuretano. De modo bastante simplificado, pode-se estabelecer que as espumas rígidas de poliuretano são sistemas químicos formados por duas partes, sendo uma delas constituída por um isocianato, MDI, e a outra por um poliol ou uma resina. Cada uma das partes se combina de modo a formar uma mistura de catalisadores, surfactantes, agentes de expansão e, em alguns casos, retardante à chama, cujas uniões resultam em uma rápida polimerização, produzindo um material celular. Para se iniciar a reação do processo de polimerização, o isocianato (MDI) e o poliol, devem ser misturados em uma relação específica de quantidades de um em relação ao outro. A velocidade da reação e a densidade da espuma podem variar, grandemente, dependendo do tipo do poliol. O processo envolve uma série de reações complexas, mas controladas, visando a geração, a expansão e a estabilização da estrutura celular dos poliuretanos, de modo a se produzir uma espuma de densidade, porosidade e resistência pré-determinadas. A máquina PUMER PP-307, desde que alimentada por matérias primas de boa qualidade (limpas, livres de sólidos ou gomas resinosas), permite a obtenção de espumas rígidas de poliuretano com excelentes características, uma vez que, através dessa máquina, são garantidas as condições ótimas para que as reações químicas do processo ocorram com o máximo de eficiência. Entre essas condições destacam-se as dosagens precisas dos componentes, que são succionados e enchem as câmaras de volume constante das bombas de pistão existentes na máquina, e a mistura completa dos componentes, através de uma pistola de injeção. 4

5 1.1. Advertências... A Máquina Injetora de Poliuretano Modelo PUMER PP 307 descrita neste manual, deve ser operada e/ou reparada exclusivamente por indivíduos treinados e familiarizados com as instruções de uso do equipamento. Todos os dados, indicações e informações contidos neste manual são considerados como precisos e confiáveis. Contudo, não expressam quaisquer assunções de garantia ou responsabilidade, expressas ou implícitas. Ao utilizar o equipamento PUMER PP307, deve-se levar em conta que em função das operações e/ou requisitos específicos, nem todas as medidas de segurança estão indicadas neste manual, já que essas podem variar de acordo com o fim estabelecido para o equipamento. Cabe, portanto, aos utilizadores desenvolver suas regras de segurança e seguir as aqui indicadas, de modo que danos pessoais, ao equipamento e à propriedade sejam evitados. Caso alterações tecnológicas relacionadas ao produto venham a ocorrer, é possível que se encontre alguma diferença entre o seu equipamento e a documentação disponível. Se isto acontecer com a sua Máquina Injetora de Poliuretano PUMER PP 307 e o presente manual, favor contactar a PUMER. ATENÇÃO: O POLIOL e o ISO não devem nunca entrar em contato para que não haja reação indesejada dos componentes. Mantenha os respectivos tanques fechados durante o abastecimento para evitar qualquer respingo de material. Após a utilização inicial, o equipamento deve ser reutilizado a cada 7 dias no máximo, ou seja, pelo menos uma vez por semana, para renovação do Poliol e Isocianato contidos na máquina e nas mangueiras. Este procedimento é necessário porque o Isocianato (ISO) reage com a umidade contida no ar formando cristais que não se diluem mais, mesmo com a utilização de solventes. A garantia do equipamento não cobre danos causados pela formação de cristais. 5

6 1.2. Montagem do Equipamento... Antes de utilizar a Máquina Injetora de Poliuretano Pumer PP-307, algumas ações e medidas de segurança devem ser tomadas durante o processo de montagem, a seguir: Você deve ter em mãos: O kit de ferramentas, dois a três panos suaves para limpeza dos recipientes, luvas e óculos de proteção. São necessárias duas pessoas para a montagem do equipamento Limpeza dos tanques de depósito... Limpe possíveis resíduos de lubrificantes de prova que possam estar contidos nos depósitos dos produtos. ATENÇÃO: Use somente pano suave. Não use estopa. A estopa libera fiapos que podem causar entupimento do equipamento Telas de filtragem... Coloque cada uma das telas de filtro nos tanques de depósito, de MDI e Poliol, com a alça virada para cima Abastecimento do tanque de solvente... Abra o tanque de solvente e verifique se há algum resíduo ou impureza. Em caso positivo, limpe com um pano seco. Abasteça o tanque com solvente até 70 % de sua capacidade total. Feche o tanque de solvente. Verifique se a válvula de segurança e de alívio do tanque está fechada. 6

7 Conexão da alimentação de ar da máquina... Para fazer a conexão da linha de ar ou compressor com a máquina, encaixe o mangote de interconexão da linha de ar usando um adaptador de ½ polegada gás para ¼ gás se for necessário. Encaixe a outra extremidade na máquina através do engate rápido Abastecimento dos componentes... Mantenha o depósito de POLIOL fechado, abasteça o tanque de ISO. Com o depósito de ISO fechado, abasteça o tanque de POLIOL. ATENÇÃO: O POLIOL e o ISO nunca devem entrar em contato para que não haja reação indesejada dos componentes. Mantenha os respectivos tanques fechados durante o abastecimento do outro material para evitar respingos de produto. 7

8 Liberação do ar contido no sistema... Para iniciar o uso do equipamento, deve ser promovida a sangria de todo o ar que possa estar contido no sistema da máquina e nas mangueiras. Para a realização da sangria, é necessário ter em mãos dois recipientes vazios, kit de ferramentas, panos limpos e o auxílio de uma segunda pessoa para manter as mangueiras no lugar. ATENÇÃO: UTILIZE LUVAS E ÓCULOS DE PROTEÇÃO DURANTE A OPERAÇÃO DO EQUIPAMENTO. Desconecte o cabeçote misturador das mangueiras de POLIOL e ISO utilizando as ferramentas adequadas. Posicione as extremidades das mangueiras nos dois recipientes vazios (baldes, latas, etc.). Abra os registros de alimentação da máquina, POLIOL e ISO. Gire a válvula reguladora de pressão lentamente para iniciar o processo. Os produtos devem sair pelas mangueiras e o ar é liberado do sistema. Os volumes de ambos materiais POLIOL e ISO expulsos na sangria devem ser descartados no final do procedimento, porque podem estar contaminados com o óleo usado para provas e o armazenamento do equipamento. UMA VEZ EXECUTADOS ESTES PROCEDIMENTOS, A MÁQUINA ESTÁ PRONTA PARA O INÍCIO DOS TRABALHOS DIARIOS. Depois da utilização inicial, o equipamento deve ser reutilizado a cada 7 dias no máximo, ou seja, pelo menos 1 vez por semana, para a renovação do Poliol e Isocianato contidos na máquina e nas mangueiras. Este procedimento é necessário porque o ISO reage com a umidade contida no ar formando cristais que não se dissolvem mais, incluindo a utilização de solventes. A garantia do equipamento não cobre danos causados pela formação de cristais. 8

9 1.3. Início dos trabalhos diários... Verifique diariamente se foi criada uma fina camada cristalizada de ISOCIANATO na superfície do depósito de produto. No caso de que haja, remova esta película usando luvas e um coletor manual. Verifique se os depósitos de POLIOL, ISO e Solvente contém o material necessário e suficiente para realizar o trabalho. Retire possíveis cristais do tanque de Isocianato. Verifique se todos os registros do cabeçote misturador estão fechados. Regule sua válvula reguladora de pressão até alcançar a pressão de 6kgf/cm² ou 85psi. Abra o registro de ar da pistola (azul), e mantenha o registro de solvente (preto) fechado. Abra os registros de ISO (vermelho) e POLIOL (amarelo) mantendo o gatilho desapertado. Para injetar, aperte gatilho da injetora para trás. Os produtos sairão pelo bico injetor. Quando quiser interromper o fluxo, desaperte o gatilho. No término de cada injeção faça uma limpeza imediata do cabeçote misturador: mantenha o gatilho desapertado da injetora e abra o registro de solvente por 1 segundo com o fluxo de ar aberto. Os materiais usados para injeção reagem em um prazo de 10 a 15 segundos depois da mistura. Desta forma, toda vez que for utilizado o cabeçote misturador para fazer uma injeção, deve ser feito em seguida a limpeza da câmara de mistura para que o material não reaja em seu interior. NUNCA DEIXE DE LIMPAR A CÂMARA DE MISTURA EM UM INTERVALO SUPERIOR A 10 SEGUNDOS. Os materiais depois da reação não se dissolvem mais, com nenhum tipo de solvente. Após a injeção completa do material, feche todos os registros do cabeçote. Executados os dois últimos passos descritos acima, a máquina pode permanecer sem uso ou em stand by por algumas horas nesta configuração, porém não está finalizada. Para encerrar a utilização diária do equipamento, siga as instruções descritas no item 0. 9

10 1.4. Finalização dos trabalhos diários... Para finalizar as atividades diárias, siga as instruções abaixo: Para limpeza do cabeçote mantenha a alavanca injetora fechada e abra o registro de solvente por 1 segundo com o fluxo de ar ainda aberto. Execute este procedimento por três vezes. Feche o registro de ISO e de POLIOL, o registro de ar e de solvente. Retire a mangueira de alimentação de ar. Verifique se há isocianato suficiente para manter 70% do tanque correspondente cheio (tanque vermelho). Se não há, complete com produto ISOCIANATO até que o nível adequado seja alcançado Verificação do nível de ISO e de POLIOL nos tanques... Para realizar a verificação dos níveis de ISO e Poliol nos tanques é necessário realizar o procedimento descrito abaixo: Abra os tanques e verifique o nível dos produtos. Remova os cristais que possam se formar na superfície do tanque de ISO. Utilize luvas de proteção e uma peneira para retirar as partículas menores. Se o nível dos produtos estiver muito baixo, complete os tanques com produto. ATENÇÃO: Depois de um período de seis meses ou de acordo com a avaliação do aplicador, faça uma limpeza completa no tanque, desmontando e raspando o material solidificado nas bordas Verificação do nível de solvente... Para realizar a verificação do nível de Solvente no tanque é necessário realizar o procedimento descrito abaixo: Desconecte a linha de ar, se estiver conectada, retirando a mangueira de engate rápido. Despressurize o tanque através da válvula de alívio de pressão. Abra o tanque e verifique o nível de solvente. Complete se for necessário, siga as instruções do item

11 Feche o tanque e pressurize a máquina novamente ligando a mangueira de ar na máquina Retro-lavagem do cabeçote misturador... A Retro-lavagem deve ser realizada sempre no último dia da semana de utilização a máquina. ATENÇÃO: Para realizar este procedimento é obrigatório o uso de luvas e óculos de proteção. Cuidado com os olhos. Mantenha as mangueiras de ISO, e Poliol, desconectadas do cabeçote misturador. Aperte o gatilho para trás. Abra o registro de ar. Abra o registro de solvente. Tampe com a mão o bico do cabeçote para fazer com que a mistura Ar/ Solvente saia nas conexões de ISO e Poliol. Se não houver saída de solvente em um dos orifícios do cabeçote, este deve ser desmontado e limpo. Desaperte o gatilho Feche o registro de solvente 11

12 2. ista de Peças Conjunto Pumer PP

13 C - Conj. Pumer PP307 Pos. Qt. Desenho Descrição D Prisioneiro do Registro Arruela de Pressão M Porca Sex. M Parafuso Sex. M 8 X C Conj. Mang. Ar Secundário C Conj. Mang. Solvente Secundário C Conj. Mang. De Alimentação 3 M C Tanque Solvente 15 L C Conj. Tanques PP C Conjunto Sílica Gel C Conj. Bomba Dosadora PP307 H C Conj. Mang. Injeção PP307 x 10 M C Cabeçote MP

14 2.2. Dosadora PP A seguir são apresentados os conjuntos da injetora PUMER PP307. Este material será bastante útil para a realização da manutenção da máquina. 14

15 C - Conj. Bomba Dosadora PP-307 Pos.Qt. Desenho Descrição D Flange PP D Yoke H D TE 12.5 mm D Adpatador de ar linha D Haste do Reversor C Conj. Bloco Base PP C Conj. Atuador Pneumático PP C Conj. Bomba MDI 307 H C Conj. Bomba Poliol 307 H C Conjunto da Válvula Carretel 5 Vias VD C Registro 12.5 mm Ar - Solvente D Yoke da Micro Válvula D Atuador do Pino Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Porca Sex. Parlock M Porca Sex. Parlock M 18 X 1,5 20A Anel Raspador D B C0M O'Ring Ø int 9,25 - W 1,78 20C C0M O Ring Ø int W D COM O Ring Ø int 6,07 - W 1,78 O Kit de Manutenção: K Peças: 20A, 20B, 20C, 20D 15

16 Válvula Carretel 5 Vias VD 14...

17 C - Válvula Carretel 5VD 14 Pos. Qt. Desenho Descrição D Corpo Válvula Carretel 5VD D Carretel da Válvula 5VD D Embolo da Válvula 5VD D Calço da Válvula 5VD C Conjunto Válvula Piloto Arruela de Pressão M Parafuso Allen Cab.Cilindrica M5 X D Bujão de Escape 1/4 BSP Prensado Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X 8 10A VTM O'Ring Ø int W B C0M O Ring Ø int W C C0M O'Ring Ø int 3,68 - W D C O Ring Ø int 10,82 - W 1,78 Kit de manutenção número: K Peças: 10A, 10B, 10C, 10D 17

18 Válvula Piloto...

19 C - Válvula Piloto Pos.Qt. Desenho Descrição D Bloco da Válvula Piloto D Pino da Válvula Piloto D Embolo da Válvula Piloto D Tampão da Válvula Piloto D Pistão da Válvula Piloto D Acionador da Válvula Piloto Esfera 1/8" 8A C0M O'Ring Ø int 3,68 - W B Mola do Pino Válvula Piloto 8C C0M O'Ring Ø int. 3,63 - W 2,62 8D Mola da Válvula Piloto Ø Médio 8E C0M O'Ring Ø int 9,25 - W 1,78 8F Gaxeta Ar Kit de manutenção número: K Peças: 8A, 8B, 8C, 8D, 8E, 8F 19

20 Atuador Pneumático...

21 C - Conj. Atuador Pneumático PP-307 Pos. Q t. Desenho Descrição D Base Atuador PP 307 H D Tampa do Atuador PP 307 H D Haste do Atuador Pneumático D Camisa Atuador Pneumático 2 Pol D Pistão do Atuador Pneumático 2 Pol 6 A COM O'Ring Ø int 58,42 - W 0,51 6 B COM O Ring Ø int 53,34 - W 5,33 6 C C0M O Ring Ø int.12,37 - W 2.62 Kit de manutenção número: K Peças: 6A, 6B, 6C 21

22 Conjunto da bomba de MDI...

23 C - Conj. Bomba MDI 307 H22 Pos. Qt. Desenho Descrição D Camisa H D Porta Gaxeta MDI H D Bucha H 22 polipropileno D Bloco de Saída MDI 307 H D Tubo de Latão 90G para DOP M Manômetro 2 Pol. 1/4 NPT Parafuso Allen Sem Cab. M 8 X Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X 8 10A COM O-Ring Ø int 34,59 - W 2,62 10B Gaxeta Molythane C COM O Ring Ø int 37,77 - W 2,62 10D COM O Ring Ø int 21,89 - W 2,62 10E Anel Raspador D F COM O Ring Ø int 6,07 - W 1,78 Kit de manutenção número: K Peças: 10A, 10B, 10C, 10D, 10E, 10F 23

24 Conjunto da bomba de Poliol...

25 C - Conj. Bomba Poliol 307 H22 Pos. Qt. Desenho Descrição D Porta Gaxeta Poliol H D Bloco de Saída Poliol 307 H D Camisa H D Bucha H 22 polipropileno M Manômetro 2 Pol. 1/4 NPT Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X Parafuso Allen Sem Cab. M 8 X Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X 8 10A COM O-Ring Ø int 34,59 - W 2,62 10B Gaxeta Molythane C COM O Ring Ø int 37,77 - W 2,62 10D COM O Ring Ø int 21,89 - W 2,62 10E Anel Raspador D F COM O Ring Ø int 6,07 - W 1,78 Kit de manutenção número: K Peças: 10A, 10B, 10C, 10D, 10E, 10F 25

26 Conjunto da Haste H22...

27 C - Conjunto Haste 22mm Pos. Qt. Desenho Descrição D Haste 22mm D Arruela da Mola H D Gaxeta Superior H D Gaxeta Inferior H D Válvula da Haste 22 6 A Mola Haste H22 recolhida 6 B Gaxeta Intermediária H 22 6 C Mola da Esfera Haste e 6 D Esfera 7/16 " Kit de manutenção número: K Peças: 6A, 6B, 6C, 6D 27

28 Bloco Base...

29 C - Conj. Bloco Base PP307 Pos. Qt. Desenho Descrição D Base PP307 H D Válvula de retenção D Prisioneiro PP D Bloco Distribuidor de ar e solvente Parafuso Allen Cab. Cilíndrica Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X Esfera inox 3/4" 8 A COM O Ring Ø int 15,54 - W B COM O Ring Ø int 20,30 - W C C0M O Ring Ø int W 1.78 Kit de manutenção número: K Peças: 8A, 8B, 8C 29

30 Cabeçote MP

31 C - Cabeçote MP 310 Pos. Qt. Desenho Descrição C Conj. Cabo Cabeçote MP C Conj. Agulhas 3.2 mm Porca Sex. Parlock M C Conj. Bloco MP Parafuso Allen Cab.Cilindrica M6 X C Registro 12.5 mm Ar - Solvente C Registro 14 mm MDI C Registro 15.5 mm Poliol 9A O- Ring Ø int 7,59 W 2,62 9B O Ring Ø int 9,19 W 2,62 9C O Ring Ø int 10,77 W 2,62 31

32 Cabo do Cabeçote MP310...

33 C - Conj. Cabo Cabeçote MP 310 Pos. Qt. Desenho Descrição D Bloco Cabo MP D Cabo Oblongo D Eixo Acionamento das Agulhas D Bucha D Gatilho D Calço do Gatilho Mola Retorno MP Arruela Lisa M Parafuso Allen Cab. Cilindrica M Porca Sex. Parlock M Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X D Bucha de Polipropileno 33

34 Conjunto do bloco MP300...

35 C Conj. Bloco MP 300 Pos. Qt. Desenho Descrição D Bloco Misturador MP D Prensa Gaxeta D Bujão M D Bico Ejetor D Allen s/ cab. M8 Torneado 8.5mm D Allen s/ cab. M8 Torneado 10mm Parafuso Allen Sem Cab. M 5 X Paraf. Allen S. Cab. P. Cônica M6 9 A D Difusor de Ar 9 B T Espassador Teflon 3,2mm 9 C D Carretel MP300 9 D VTM O Ring Ø int 10,82 - W 1,78 9 E Mola do Bloco Misturador Ar 9 F Esfera 3/16 " 9 G Mola do Bloco Misturador Solvente Kit de manutenção número: K Peças: 9A, 9B, 9C, 9D, 9E, 9F, 9G 35

36 Conjunto do Tanque de Solvente...

37 C Conj. Tanque Solvente 15L Pos. Qt. Desenho Descrição D Porca Conexão tanque solvente D Conexão Tanque solvente D Arruela de Polipropileno 14 x D Mangueira pescador solvente D Tampão Tanque solvente D Suporte Inferior M Tanque de Solvente M Tampa do Tanque Porca Sex. M14 X D Válvula de Segurança C Conj. Válvula Direcional 40 mm M Engate Rápido Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X 8 14A VTM O Ring Ø int 104,14 - W 5,33 14B VTM O Ring Ø int 15,54 - W 2.62 Kit de manutenção número: K Peças: 14A, 14B 37

38 Conjunto da Válvula direcional 40mm...

39 C Conj. Válvula direcional 40 mm Pos. Qt. Desenho Descrição D Bloco Distribuidor Ar D Sede da Válvula D Corpo da Válvula Direcional D Embolo da Válvula Piloto Parafuso Allen Sem Cab. M 6 X 8 6 A VTM O Ring Ø int W 2,62 6 B VTM O'Ring Ø int.12,42 - W 1,78 6 C VTM O'Ring Ø int. 3,63 - W 2,62 6 D Mola da Válvula Piloto Ø Médio Kit de manutenção número: K Peças: 6A, 6B, 6C, 6D 39

40 2.5. Registros e conexões Pumer 12,5 mm C - Registro Borboleta 12.5 mm ar/solvente Utilizado nas linhas de condução de ar e de solvente das mangueiras e cabeçotes de injeção e spray produzidos pela PUMER Equipamentos D - Adaptador de Conexão Pumer 12.5mm x mang.1/4" Utilizado nas linhas de condução de ar e de solvente para junção de mangueiras de 1/4" às injetoras e aos cabeçotes de injeção e spray produzidos pela PUMER D - Capa prensável de Conexão Pumer 12.5mm x mang.1/4" Utilizado para prensar mangueiras de 1/4" à Conexão Pumer 12.5mm D - Adaptador padrão Pumer 12.5mm F x 1/4 NPTF M Utilizado nas linhas de condução de ar e de solvente para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4 NPTF D - Adaptador padrão Pumer 12,5mm M x 1/4 NPTF M Utilizado nas linhas de condução de ar e de solvente para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4 NPTF D - Adaptador padrão Pumer 12,5mm M x 1/4 NPTF F Utilizado nas linhas de condução de ar e de solvente para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4 NPTF Parafuso allen sem cabeça ponta cônica M 6 x 8 Utilizado como trava entre as diversas conexões Pumer VIT - Anel O - ring ø int.7,59 - W 2,62 Utilizado como elemento de vedação entre as conexões Pumer 12,5mm 40

41 2.6. Registros e conexões Pumer 14 mm C - Registro Borboleta 14 mm MDI Utilizado nas linhas de condução de MDI nas mangueiras e cabeçotes de injeção e spray D - Adaptador de Conexão Pumer 14 mm x mang.3/8" baixa pressão Utilizado nas linhas de condução de MDI para junção de mangueiras de 3/8" às injetoras e D - Capa prensável de Conexão Pumer 14 mm x mang. 3/8" baixa pressão Utilizado para prensar mangueiras de 3/8" baixa pressão à Conexão Pumer 14 mm D - Adaptador padrão Pumer 14 mm F x 1/4" NPTF M Utilizado nas linhas de condução de MDI para Adaptador padrão Pumer 14 mm M x 1/4" NPTF F Utilizado nas linhas de condução de MDI para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4 NPTF D - Adaptador padrão Pumer 14 mm M x mang. 3/8" alta pressão Utilizado nas linhas de condução de MDI para junção de mangueiras de 3/8" às imjetoras e aos cabeçotes de injeção e spray em alta pressão produzidos pela PUMER Equipamentos D - Capa prensável de Conexões Pumer 14 e 15.5 mm x mang. 3/8" alta pressão Utilizado para prensar mangueiras de 3/8" alta pressão às Conexões Pumer 14 e 15.5mm vit - Parafuso allen sem cabeça ponta cônica M6x8 Utilizado como trava entre as diversas conexões Pumer Anel O - ring ø int. 9,19 - W 2,62 Utilizado como elemento de vedação entre as conexões Pumer 14 mm 41

42 2.7. Registros e conexões Pumer 15,5 mm C - Registro Borboleta 15,5 mm Poliol Utilizado nas linhas de condução de poliol nas mangueiras e cabeçotes de injeção e spray produzidos pela PUMER Equipamentos D D - Adaptador de Conexão Pumer 15,5 mm x mang.3/8" baixa pressão Utilizado nas linhas de condução de poliol para junção de mangueiras de 3/8" às injetoras e aos cabeçotes de injeção em baixa pressão produzidos pela Pumer Equipamentos Capa prensável de Conexão Pumer 15,5 mm x mang. 3/8" baixa pressão Utilizado para prensar mangueiras de 3/8" baixa pressão à Conexão Pumer 15,5 mm D - Adaptador padrão Pumer 15,5 mm F x 3/8" NPTF M Utilizado nas linhas de condução de polioli para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4" NPTF D - Adaptador padrão Pumer 15,5 mm M x 1/4" NPTF F Utilizado nas linhas de condução de poliol para diversas adaptações do padrão Pumer à rosca 1/4" NPTF Adaptador padrão Pumer 15,5 mm M x mang. 3/8" alta pressão Utilizado nas linhas de condução de poliol para junção de mangueiras de 3/8" aos cabeçotes de injeção e spray em alta pressão produzidos pela PUMER Equipamentos Capa prensável de Conexões Pumer 14 e 15.5 mm x mang. 3/8" alta pressão Utilizado para prensar mangueiras de 3/8" alta pressão às Conexões Pumer 14 e 15.5mm Parafuso allen sem cabeça ponta cônica M6 x Utilizado como trava entre as diversas conexões Pumer VIT - Anel O - ring ø int W 2,62 Utilizado como elemento de vedação entre as conexões Pumer 15,5 mm 42

43 2.8. Mangueiras e acessórios... A seguir são apresentadas as mangueiras que são utilizadas nas máquinas PP 307 e PP 312. Nome Código Descrição Mangueira 4elementos 5 m C Mangueira de ligação Mangueira 4elementos 10 m C entre bomba dosadora e Mangueira 4elementos 20 m C cabeçote de injeção 43

44 Conjunto da Sílica Gel...

45 C - Conjunto da Sílica Gel Pos. Qt. Desenho Descrição D Suporte do Secador de Ar Sílica Gel M Tampa Metal 63mm D Pescador do Secador de Ar M Pote de Vidro 347 ml D Adaptador 12.5 x 1/4 NPT M Rebite 1/ VTM O'Ring Ø int. 5,59 - W 2,62 45

46 3. Fluxograma de manutenção... A seguir é apresentado o fluxograma de manutenção das injetoras PP 307 e PP 312. Essa ferramenta será utilizada quando o aplicador perceber algum comportamento não comum do equipamento durante utilização da máquina. ATENÇÃO: Quando a espuma não apresentar comportamento esperado, não expandindo adequadamente ou não havendo a eficiência de retenção térmica desejada, misture manualmente uma pequena porção de MDI e Poliol para obtenção de uma espuma teste. Veja se essa mistura está razoável. Muitas vezes a matéria prima utilizada está com problemas enquanto os aplicadores e gerentes costumam, primeiramente, atribuir os problemas às injetoras de poliuretano. Antes de tudo, certifique-se que a matéria prima utilizada não esteja com problemas. 46

47 Pumer Equipamentos ME Av. industrial, 367 Distrito Industrial CEP Ibirité MG Tel.:

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS Manual do Operador COMPONENTES e ACESSÓRIOS Tampa do tanque de produtos químicos Bocal Lança Tanque de produtos químicos Vela de ignição Acionador de

Leia mais

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO TM-IC TM-Z TM-IT TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO Prezado Cliente, Você acaba de adquirir o Transpalete Hidráulico Manual (Linha TM)PALETRANS, um equipamento

Leia mais

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES COMPRESSOR DE AR ÍNDICE 1. PREPARAÇÃO 2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA 3. PRECAUÇÕES 4. DESCRIÇÃO BREVE 5. VISÃO GERAL E COMPONENTES PRINCIPAIS 6. PRINCIPAIS PARÂMETROS TÉCNICOS 7. VISÃO

Leia mais

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R Manual de Instruções MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R RECURSOS ESPECIAIS Indicador de nível baixo de bateria Exibe 61 gases de refrigeração Exibe temperatura correspondente do ponto de saturação,

Leia mais

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750

Patio Heater. Aquecedor de Ambiente Externo. Premium PH-2750 Patio Heater Aquecedor de Ambiente Externo Premium PH-2750 Rua João Álvares Soares, 1530 Campo Belo, São Paulo SP, Cep 04609-004, Brasil. Telefax: (011) 5044-1683 Site: www.generalheater.com.br / E-mail:

Leia mais

Rua Francisco Siqueira, 95 Inhaúma Rio de Janeiro RJ Tel.: ( 21 ) 2159-8600 / Fax.: ( 21 ) 2159-8610

Rua Francisco Siqueira, 95 Inhaúma Rio de Janeiro RJ Tel.: ( 21 ) 2159-8600 / Fax.: ( 21 ) 2159-8610 Bomba BIM 55 (Cód. 505500000), especialmente desenvolvida para bombeamento de nata de cimento de alta pressão. Para facilitar a sua mobilidade ela também foi desenvolvida em 2(dois) módulos, ou seja, Bomba

Leia mais

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento.

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2 Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. Aviso Importante Certifique-se de verificar o nível de óleo como é descrito a seguir: 1. Nível

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE CATRACA 1/2" MXT-0511 07 01 05 1100 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

9.356-019.0 09/02 Ind. c

9.356-019.0 09/02 Ind. c 9.356-019.0 09/02 Ind. c 1. Esquema da máquina 13 2. Elementos de comando 1 - Mangueira de alta pressão 2 - Pistola 3 - Tubeira 4 - Bicos 5 - Trava de Segurança 6 - Gatilho 7 - Saída de alta pressão 8

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE DE IMPACTO 3/4" SGT-0543 07 01 05 4300 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

Lavadora de Pressão LPRESS LP 2

Lavadora de Pressão LPRESS LP 2 0/ 746-09-05 776804 REV. Lavadora de Pressão LPRESS LP Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha da Lavadora de Pressão LPRESS LP. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, leia atentamente

Leia mais

Seção 12 Conjunto do motor

Seção 12 Conjunto do motor Seção 12 Conjunto do motor Página CONJUNTO DO MOTOR... 164 Instalação do virabrequim... 164 Instale o pistão e a biela... 164 Instalação do eixo de cames... 164 Instalação da bomba de óleo... 165 Instalação

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

InTrac 787 Manual de Instruções

InTrac 787 Manual de Instruções 1 Manual de Instruções 2 Índice: 1. Introdução... 5 2. Observações importantes... 6 2.1 Verificando a entrega... 6 2.2 Instruções operacionais... 6 2.3 Uso normal... 7 2.4 Instruções de segurança... 7

Leia mais

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES 11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES ELIMINAÇÃO DE PROBLEMAS ASPIRADOR NÃO LIGA Verificar se a

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

Conexão da mangueira de tinta. Manômetro. Chave seletora de dreno na posição pintar. Mangueira de sucção e dreno. Tubo de sucção

Conexão da mangueira de tinta. Manômetro. Chave seletora de dreno na posição pintar. Mangueira de sucção e dreno. Tubo de sucção Manual de funcionamento e limpeza da DP-6840 Equipamento para pintura sem ar para látex, tintas a óleo, esmalte sintético, ou qualquer outra tinta com viscosidade semelhante Acionamento do equipamento

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES.

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. ÍNDICE 1. Aplicações...3 2. Instalações hidráulicas...4

Leia mais

Manual Do Usuário BVM - 8000. Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda

Manual Do Usuário BVM - 8000. Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Modelo Controle BVM-8000 Nº Manual Do Usuário A Planatc Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação pelo período

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.03 29112011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções contidas neste manual antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA

MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA MANUAL DE INSTRUÇÕES (UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO) MODELO: AMX-102 UT-1 PARABÉNS!!!! VOCÊ ACABOU DE ADQUIRIR UMA DAS MELHORES VÁLVULAS MISTURADORA E DIRECIONADORA DE ÁGUA.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE COSTURA

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE COSTURA MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE COSTURA Modelo: GF1000 (Bivolt) Leia atentamente este Manual, antes de usar sua Máquina de Costura. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SAC: (11) 5660.2600

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.10.02.03.02.001

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.10.02.03.02.001 CATÁLOGO DE PEÇAS SÃO FRANCISCO QUEBRA LOMBO COM TANQUE APLICAÇÃO HERBICIDA.0.0.0.0.00 Av. Marginal Francisco Vieira Caleiro, 700 - Distr. Industrial Caixa Postal - CEP 7-00 - Sertãozinho - SP ÍNDICE BARRA

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 10 Verificação e Ajuste da Folga Axial dos Compressores Parafuso 11/02 Tipos de compressores: OS.53 / OS.70 / OS.74 HS.53 / HS.64 / HS.74 HSKC 64 / HSKC 74 Sumário Página 1 Introdução

Leia mais

Lista Completa de Peças

Lista Completa de Peças Lista Completa de Peças Carta ao Proprietário Parabéns pela escolha!!! Você adquiriu um dos Equipamentos Paletrans para movimentação de carga, desenvolvido com tecnologia mundial, de fácil manutenção e

Leia mais

Ao elevar uma moto abra aos poucos a válvula para que a plataforma de elevação suba lentamente diminuindo assim a possibilidade de acidentes Ao elevar ou abaixar a rampa procure se posicionar sempre ao

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO EMPILHADEIRA RETRÁTIL MAIO / 2008 (revisado em 11/2009) ÍNDICE INTRODUÇÃO... CHASSI E COMPONENTES 1... ESTEIRA PORTA MANGUEIRAS... SUPORTE DA BATERIA... LIGAÇÃO DO FREIO...

Leia mais

Misturador Pneumático 20Lts

Misturador Pneumático 20Lts Manual do usuário Misturador Pneumático 0Lts Data: 08/0 Rev.:00 Índice Índice MONTAGEM...... Pág. INSTALAÇÃO... Mangueiras ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 4 à 5 FUNCIONAMENTO... 6 à 7. Colocação da lata de

Leia mais

VARREDEIRA ZE072. Manual de serviço

VARREDEIRA ZE072. Manual de serviço VARREDEIRA ZE072 Manual de serviço A varredeira ZE072 foi desenvolvida para trabalhos na construção civil, de manutenção em estradas, ou locais que necessitem o mesmo sistema de remoção de resíduos. Qualquer

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.00 03082011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA Antes da utilização, é muito importante que você leia atentamente o manual de instruções, estas informações ajudam a prevenir acidentes e utilizar

Leia mais

Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 -

Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 - Manual Capítulo 1 de montagem : Kit modelo KUT-00028 Toyota 3.0 diesel - 1 - Ferramentas necessárias 3 Desmontagem do Veíulo 3 Preparação para montagem 4 Montagem do Kit no motor 5 Preparação para o funcionamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO RELAÇÃO DE COMPONENTES

APRESENTAÇÃO RELAÇÃO DE COMPONENTES Manual de Instalação Linha Máximo Fotos ilustrativas. Ventiladores de Teto Nesta marca você pode confiar APRESENTAÇÃO Os ventiladores de teto da LINHA MÁXIMO são desenvolvidos para oferecer ao usuário

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Lavadora 7600 com carrinho. Lavadora 7600 estacionária CLEANING SYSTEM 03/2006-808519 - 0444-MP

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Lavadora 7600 com carrinho. Lavadora 7600 estacionária CLEANING SYSTEM 03/2006-808519 - 0444-MP MANUAL DE INSTRUÇÕES Lavadora 7600 com carrinho Lavadora 7600 estacionária MÁQUINAS AGRÍCOLAS JACTO S.A. - JACTO CLEANING Av. Perimetral, 901 - Distrito Industrial 17580-000 - Pompéia - SP - Brasil Tel.:

Leia mais

MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO

MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO MÁQUINAS AGRÍCOLAS PROF. ELISEU FIGUEIREDO NETO COLHEITA NA AUSTRALIA Hoje nós temos que preocupar não só em aprimorar as MÁQUINAS, mas também os OPERADORES que com elas trabalham. PARTES CONSTITUINTES

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

Manual de Instruções. Parabéns você acaba de adquirir um produto de excelente qualidade. Serra Fita de Bancada Lâmina - 1,74m.

Manual de Instruções. Parabéns você acaba de adquirir um produto de excelente qualidade. Serra Fita de Bancada Lâmina - 1,74m. Manual de Instruções Serra Fita de Bancada Lâmina - 1,74m Modelos BM 24NR BM 25NR TERMO DE GARANTIA TODOS OS PRODUTOS BERMAR TÊM A GARANTIA TOTAL DURANTE 6 MESES DATA DA VENDA / / NOTA FISCAL Nº APARELHO

Leia mais

LÍDER. 80m. Atenção: Leia as instruções antes de usar o aparelho.

LÍDER. 80m. Atenção: Leia as instruções antes de usar o aparelho. LÍDER Atenção: Leia as instruções antes de usar o aparelho. Fresnomaq Indústria de Máquinas S/A Tel.: (41) 2102 0300 - Fax: (41) 2102 0334 Rua Francisco Dal Negro, 3400, São José dos Pinhais, PR, Brasil

Leia mais

SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T. Manual do Operador

SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T. Manual do Operador SOPRADOR ASPIRADOR GASOLINA 2T Manual do Operador 360422 Agradecemos por optar por um produto de jardinagem Matsuyama. O Soprador Aspirador Matsuyama é desenhado e construído para proporcionar performance

Leia mais

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES

BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOURO COMPACTO COMPRESSOR MASTERFRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES Prezado Cliente, A Masterfrio cumprimenta-o pela escolha feita ao comprar nosso bebedouro. Tudo foi feito para que este aparelho preste bons

Leia mais

Introdução: Tabela: Medidas de segurança

Introdução: Tabela: Medidas de segurança Introdução: As Biseladoras Internas Merax podem ser utilizadas para biselar e /ou facear paredes de tubos de diâmetro interno de 16 mm à 610 mm em diferentes espessuras (conforme tabela abaixo). Tabela:

Leia mais

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes.

O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. 1 APLICAÇÃO: O Moto Vibrador a Gasolina é utilizado para acionar os vibradores de imersão pendular de concreto e bombas de mangotes. ESPECIFICAÇÃO: Motor Gasolina: MODELO Potência Rotação Peso MGK-5.5

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO AGA-TEC Indústria, Comércio e Manutenção Ltda. R: Danilo Valbuza, 703 - Laranjeiras 07700-000 Caieiras / SP - Brasil Tels /Fax: (11) 4441 8353 / 8309 / 8247 / 8502 E-mail: agatecvendas@terra.com.br MANUAL

Leia mais

Instruções de Operação. Instruções importantes e avisos de advertência estão retratados na máquina por meio de símbolos:

Instruções de Operação. Instruções importantes e avisos de advertência estão retratados na máquina por meio de símbolos: 1 Instruções de Operação Instruções importantes e avisos de advertência estão retratados na máquina por meio de símbolos: Antes de começar a trabalhar, leia o manual de instruções da máquina. Trabalhe

Leia mais

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056

BOMBA DE VACUO MANUAL KA-056 Certificado de Garantia. Modelo Controle Kitest Equipamentos Automotivos KA-056 Nº Manual do Usuário A Kitest Equipamentos Automotivos garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação

Leia mais

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão Pulverizadores costais manuais Prof.: Brandão PULVERIZADORES COSTAIS Operação Manutenção Regulagem da pulverização PJH O QUE É UM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL? - Os pulverizadores Costais Manuais são equipamentos

Leia mais

Unidade Hidráulica de Pré-Crimpagem com Múltiplas Cabeças (MHSU) Instruções de Instalação e Operação

Unidade Hidráulica de Pré-Crimpagem com Múltiplas Cabeças (MHSU) Instruções de Instalação e Operação www.swagelok.com Unidade Hidráulica de Pré-Crimpagem com Múltiplas Cabeças (MHSU) Instruções de Instalação e Operação MHSU para tubos de até 1"/25 mm com base MHSU para tubos maiores do que 1"/25 mm com

Leia mais

Manual de Operação setembro / 2010

Manual de Operação setembro / 2010 Hid atec Manual de Operação setembro / 2010 Anotações Assistência Técnica 02 Anotações Assistência Técnica Índice PARTIDA 1. Material necessário 2. Descrição das atividades 3. Ações no caso de anormalidade

Leia mais

Equipamento de pintura AIRLESS ASSISTIDO M12. Equipamento de pintura AIRLESS M40

Equipamento de pintura AIRLESS ASSISTIDO M12. Equipamento de pintura AIRLESS M40 Equipamento de pintura AIRLESS ASSISTIDO M12 Equipamento ideal para indústria moveleira, metalmecânica, implementos agrícolas e rodoviários, entre outras, por sua grande velocidade de aplicação e excelente

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR ASPIRADOR DE PÓ CONSUL FACILITE

MANUAL DO CONSUMIDOR ASPIRADOR DE PÓ CONSUL FACILITE MANUAL DO CONSUMIDOR ASPIRADOR DE PÓ CONSUL FACILITE 1. Segurança do Usuário Segurança INFORMAÇÕES IMPORTANTES A sua segurança e a de terceiros é muito importante. Este manual e o seu produto têm muitas

Leia mais

099-100-R02 MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1/6 1 - CARACTERÍSTICAS GERAIS

099-100-R02 MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1/6 1 - CARACTERÍSTICAS GERAIS MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1 - CARACTERÍSTICAS GERAIS - Se o acumulador precisa ser desmontado por qualquer razão, o procedimento seguinte deve ser seguido na sequência

Leia mais

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR ESPECIALISTA EM INSUFLÁVEIS BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR Para os modelos: 110 220v Leia atentamente e guarde para referência futura! 1 INSTRUÇÕES Agradecemos-lhe a compra da nossa bomba-filtro. Pensamos

Leia mais

Galoneira Industrial série ZJ-W562

Galoneira Industrial série ZJ-W562 Galoneira Industrial série ZJ-W562 Instruções de Segurança IMPORTANTE Antes de utilizar sua máquina, leia atentamente todas as instruções desse manual. Ao utilizar a máquina, todos os procedimentos de

Leia mais

REGULAGEM DAS VÁLVULAS DA CENTRAL HIDRÁULICA

REGULAGEM DAS VÁLVULAS DA CENTRAL HIDRÁULICA REGULAGEM DAS VÁLVULAS DA CENTRAL HIDRÁULICA 3 2 1 4 5 DESCRIÇÃO REGULAGEM 1 VÁLVULA DE FLUXO CONTROLA A VELOCIDADE DE DESCIDA AO ABRIR AUMENTA A VELOCIDADE (ANTI-HORÁRIO) AO FECHAR DIMINUI A VELOCIDADE

Leia mais

Manual de Instruções e Operação Moinhos USI-180

Manual de Instruções e Operação Moinhos USI-180 USIFER A Solução em Moagem Indústria Metalúrgica Ltda. Rua Vêneto, n 969 Bairro Nova Vicenza CEP 95180-000 Farroupilha RS Fones: (54) 3222 5194 Vendas (54) 3261 7356 Fábrica e-mail: usifermoinhos@usifermoinhos.com.br

Leia mais

2.0 FAÇA A CONFERÊNCIA DA CAPA DE PROTEÇÃO NO ATO DO RECEBIMENTO

2.0 FAÇA A CONFERÊNCIA DA CAPA DE PROTEÇÃO NO ATO DO RECEBIMENTO 1.0 INTRODUÇÃO Você adquiriu uma capa de proteção para piscina, confeccionada em Laminado de PVC reforçado com tramas de Poliéster. A Sodramar não fabrica o laminado, compramos e o transformamos em Capa

Leia mais

Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br

Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br Rebitador de Rosca DR7-0312 Manual de Operações www.ldr2.com.br 1. DADOS TÉCNICOS Modelo Medida de bicos para rebite de rosca Força de tração Velocidade Pressão de trabalho Peso líquido DR7-0312 M3 M4

Leia mais

TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA

TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA Manual Sobre Segurança e Utilização de equipamentos Hidráulicos de Alta Pressão. Página 1 de 24 DE TORVEL PARA VOCÊ... EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções DESL. INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha do Liquidificador Philco. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, ler atentamente as instruções a seguir. Recomenda-se não jogar fora

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201

MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201 MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201 Obrigado por adquirir a Pipoqueira Cadence POP201, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções,

Leia mais

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA Manual de Instruções METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Fone: +55 (0 )47 255 2000 - Fax: +55 (0 )47 255 2020 Rua: Anita Garibaldi, nº 262 - Bairro: São Luiz - CP: 52 CEP: 88351-410 - Brusque - Santa Catarina -

Leia mais

TR 400 ATENÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia.

TR 400 ATENÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia. ATENÇÃO A Turbo Roda se utilizada fora das condições citadas nas tabelas técnicas, perderá a garantia. A TURBO RODA BETTA é um equipamento patenteado, PATENTE n MU 736-4 qualquer violação contra os direitos

Leia mais

Leia atentamente antes de usar

Leia atentamente antes de usar Leia atentamente antes de usar MANUAL DE INSTRUÇÕES www.btcmail.com.br PURIFICADOR DE ÁGUA Obrigado por adquirir produtos POLAR. O PURIFICADOR DE ÁGUA POLAR reúne design, qualidade, praticidade e garantia

Leia mais

Manual do Proprietário

Manual do Proprietário IMPORTANTE! Manual do Proprietário Leia o Manual do Proprietário. Índice Apresentação 3 Introdução 3 Instruções Gerais 3 Segurança 4 Armazenamento 4 Partida 4 Durante o Trabalho 4 Manutenção 5 Vestuário

Leia mais

CARVE MOTOR. 50cc V.05

CARVE MOTOR. 50cc V.05 CARVE MOTOR 50cc V.05 Leia atentamente as instruções deste manual. O usuário deve seguir rigorosamente todos os procedimentos descritos, bem como estar ciente dos riscos inerentes à prática de esportes

Leia mais

CK 101. Manual de Instruções

CK 101. Manual de Instruções CK 101 Manual de Instruções Apresentação Nome: Vaporizador CK 101 Fornecedor: Endereço: CK Indústria e Comércio de Aparelhos Eletromedicinais Ltda. Rua Apinagés 1577 - São Paulo - SP CEP: 01258-001 Telefone:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO

MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO MANUAL DE INSTRUÇÃO COIFAS DE PAREDE VIDRO RETO VIDRO CURVO MODELOS: BLT BOX BLT VD 60 BLT VD 90 INTRODUÇÃO Parabéns Ao escolher a linha Built de produtos, você optou por um produto de qualidade. As coifas

Leia mais

Condições de Instalação e Uso

Condições de Instalação e Uso [M06 11102011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança. Condições de Instalação

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Additional Manual do Information Produto be certain. 100-238-343 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada Informação

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções (Linha Exclusive Thermomatic) Exclusive III Obrigado por escolher a série dos desumidificadores Exclusive da Thermomatic. Para garantir o uso correto das operações, por favor, leia

Leia mais

Manual do Proprietário

Manual do Proprietário IMPORTANTE! Leia o Manual do Proprietário. Manual do Proprietário Índice Apresentação 3 Introdução 3 Instruções Gerais de Segurança 3 Segurança Elétrica 3 Segurança Pessoal 4 Área de Trabalho 4 Especificações

Leia mais

Apresentação. A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no

Apresentação. A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no Apresentação A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no mercado, sempre atuando no segmento de acessórios para tubulação, tais como: Curvas, Tês, Flanges, Reduções, Válvulas,

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO

CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS MANUAL DE INSTALAÇÃO CASA DE MÁQUINAS Item essencial para qualquer tipo de piscina. É nela que ficam acondicionados o Sistema Filtrante (Filtro e Bomba) registros, válvulas, fios e acionadores.

Leia mais

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 07/11 719-09-05 775788 REV.2 Vapor Tapete Clean 719-09-05 2 Parabéns

Leia mais

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 16 02 11 www.lorenzetti.com.br Lorenzetti S.A. Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas Av. Presidente Wilson, 30 - CEP 03107-901 Mooca - São Paulo - SP - Fabricado no

Leia mais

CM 9000. evolux. Peças e Partes

CM 9000. evolux. Peças e Partes CM 9000 evolux Peças e Partes IITEM ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA 1,0 ESTRUTURA E PARTES E EXTERNAS 1.1 GABINETE 2/3 1.2 TAMPA 4/5 1.3 SUPORTE E MONITOR 6/7 1.4 MECANISMO DA PORTA 8/9 2,0 TANQUE DA REFRIGERAÇÃO

Leia mais

Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido

Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido Instruções Lista de Peças ALTA PRESSÃO Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido Para a redução da compensação de líquido e para a filtragem de materiais de acabamento. Instruções de segurança

Leia mais

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt Mini Ferro de Viagem Sm-110 Bivolt ÍNDICE NOTAS: Parabéns por ter adquirido o seu Mini Ferro de Viagem. Características do produto Dicas de Segurança Informações do aparelho Usando o aparelho Cuidados

Leia mais

KIT 6 em 1. (Aparadores de Pêlos) Modelo: RD1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES

KIT 6 em 1. (Aparadores de Pêlos) Modelo: RD1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES KIT 6 em 1 (Aparadores de Pêlos) Modelo: RD1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente este Manual, antes de usar seu KIT 6 EM 1. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. WWW.LIZZ.COM.BR SAC: (11)

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO KIT HIDRÁULICO T-POWER SOPRANO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO KIT HIDRÁULICO T-POWER SOPRANO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO KIT HIDRÁULICO T-POWER SOPRANO COMPONENTES DO KIT HIDRÁULICO ITENS DO KIT HIDRÁULICO SEMIRREBOQUE ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD 045.0000.23 Bomba

Leia mais

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA 1 1 - DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO Os Alimentadores Individuais básicos trabalham por meio de vácuo.

Leia mais

Equipamento para Textura, Grafiato, Gesso de cura lenta e Massa Corrida Modelo : N1

Equipamento para Textura, Grafiato, Gesso de cura lenta e Massa Corrida Modelo : N1 Equipamento para Textura, Grafiato, Gesso de cura lenta e Massa Corrida Modelo : N1 1. Motor da bomba 2. Reservatório com 25 L. para matérias 3. Painel de comando 4. Compressor 5. Bomba de parafuso ( Rabo

Leia mais

Manual do Usuário. Parabéns,

Manual do Usuário. Parabéns, Manual do Usuário Parabéns, Você acaba de adquirir mais um produto com qualidade Intech Machine, empresa preocupada em oferecer sempre qualidade e segurança aos seus usuários. Leia atentamente todas as

Leia mais

Índice. Características

Índice. Características Índice 1 2 4 5 12 14 Características 1 Cuidados para manuseio e operação Leia estes cuidados atentamente e use somente conforme destinado ou instruído. Instruções de segurança têm como objetivo evitar

Leia mais

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

Parabéns, ATENçãO! Não use o aparelho sem ler o manual de instruções.

Parabéns, ATENçãO! Não use o aparelho sem ler o manual de instruções. Parabéns, Você acaba de adquirir mais um produto com qualidade Intech Machine, empresa preocupada em oferecer sempre qualidade e segurança aos seus usuários. Leia atentamente todas as instruções contidas

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS

MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS linha GUINDASTES RODOVIÁRIOS MK 00 T MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS www.motocana.com MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS MK00T abril/0 ÍNDICE INTRODUÇÃO... CERTIFICADO DE GARANTIA... DADOS TÉCNICOS

Leia mais

Plataforma elevadora PE-1000

Plataforma elevadora PE-1000 Plataforma elevadora PE-1000 MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO PLATAFORMA ELEVADORA APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

Procedimento de Verificação

Procedimento de Verificação Procedimento de Verificação 1. Verificação da pressão de trabalho. Para o bom funcionamento dos canhões, a pressão de trabalho deverá ser no mínimo de 5,5bar e no máximo 7,5 bar. Manómetro Válvula de Segurança

Leia mais

Manual de instalação, operação e manutenção

Manual de instalação, operação e manutenção Manual de instalação, operação e manutenção para a válvula esférica assentada em metal RSVP aprimorada da MOGAS Como INSTALAR A VÁLVULA CORRETAMENTE ALÍVIO DE TENSÃO DAS SOLDAS CONFORME ASME B31.1 FAÇA

Leia mais

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Bomba à vácuo POWER PUMP1

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Bomba à vácuo POWER PUMP1 TM Rev.01-04/2013 M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Bomba à vácuo POWER PUMP1 Rua Major Carlos Del Prete, 1901 - Bairro Cerâmica CEP 09530-001 - São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone/Fax: (11) 4224-30

Leia mais

Manual Descritivo para Construção do ASBC

Manual Descritivo para Construção do ASBC Manual descritivo para construção do ASBC 1 Felipe Marques Santos Manual Descritivo para Construção do ASBC (Aquecedor Solar de Baixo Custo) Coordenador: Prof. Dr. Rogério Gomes de Oliveira 2 Manual descritivo

Leia mais

Abastecimento do líquido de arrefecimento

Abastecimento do líquido de arrefecimento Condições para abastecer líquido de arrefecimento Condições para abastecer líquido de arrefecimento Trabalho no sistema de arrefecimento do veículo ADVERTÊNCIA! Use equipamento de proteção ao trabalhar

Leia mais

Relê. Suporte A. Suporte B. Suporte C do Farol de Neblina Esquerdo. Suporte C do Farol de Neblina Direito. 23 Abraçadeiras de Fixação

Relê. Suporte A. Suporte B. Suporte C do Farol de Neblina Esquerdo. Suporte C do Farol de Neblina Direito. 23 Abraçadeiras de Fixação MANUAL DE INSTALAÇÃO Acessório FAROL DE NEBLINA Modelo Aplicável HONDA FIT 2007 No. da publicação Data de emissão fev/06 Moldura Farol de Neblina Esquerdo Relê Moldura Farol de Neblina Direito Suporte

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções contidas neste manual antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança. Condições de

Leia mais

Procedimentos de montagem e instalação

Procedimentos de montagem e instalação Procedimentos de montagem e instalação de elementos filtrantes Pall grau P (farmacêutico) 1. Introdução Os procedimentos abaixo devem ser seguidos para a instalação dos elementos filtrantes Pall grau P

Leia mais