Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "www.aliancaprevestibular.com"

Transcrição

1 Professor Juliana Villa-Verde Disciplina Bio I Lista nº Assuntos Texto I Intodução à Citologia CITOLOGIA É o ramo da biologia que estuda a célula, unidade básica dos seres vivos. Hans e Zacarias Jensen (1590) Invenção do microscópio óptico. Antonie van Leeuwenhoek ( ) É considerado o pai da microbiologia. Com um microscópio feito por ele mesmo observou e descreveu diversos microrganismos Robert Hooke ( ) Descobre num pedaço de cortiça, uma estrutura a qual deu o nome célula. (1665). Robert Brown (1831) Descobriu o núcleo da célula. Schleiden ( ) e Schwann ( ) Formularam a Teoria Celular que afirma que todos os seres vivos são formados por células. ( ). Rudolf Virchow ( ) Emite a idéia de que toda célula origina-se de outra pré-existente (1858) Walther Flemming ( ) Descreve detalhadamente o processo de reprodução celular. COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR Os constituintes químicos das células são divididos em 2 grupos: Inorgânicos e orgânicos. Fig. 1 Componentes Inorgânicos da célula Representados pela água e sais mineirais. ÁGUA Substância encontrada em maior quantidade nos seres vivos. Representa cerca de 75% nos vegetais e aproximadamente 67% nos animais. Essa quantidade varia ao longo da vida dos animais, de acordo com a idade e tipo de tecido considerado. Sendo assim, um recémnascido apresenta um maior teor de água do que uma pessoa idosa. Da mesma forma, o tecido nervoso, que apresenta alta atividade metabólica, possui um teor de água maior do que um tecido de baixa atividade, como o ósseo. Biologicamente, a água é muito importante, devido às suas propriedades físicoquímicas, que são muitas. As principais são: 1) Coesão: Forte atração entre as moléculas de água que ficam unidas por pontes de hidrogênio. 2) Adesão: Relacionada à polaridade da molécula de água. Atração entre as moléculas de água e outras moléculas polares.. Ex.: A água não molha superfícies enceradas, pois sendo polar não adere à essas moléculas apolares. 3) Tensão superficial: A coesão entre as moléculas de água possibilita o surgimento deste fenômenos que depende tanto da natureza dos compostos quanto da temperatura do meio. No caso da água, a forte coesão entre as moléculas forma uma película resistente que permite que alguns insetos pousem sem afundar. 4) Capilaridade: resulta das interações entre as forças de coesão e adesão, que vencem a força da gravidade e deslizam através de capilares elevando o nível da água na coluna. Quando as primeiras sobem atraídas pela superfície do capilar (por meio de ligações entre as moléculas de água e do capilar) puxam as outras, pois estão firmemente unidas por coesão. Dessa forma acontece com o transporte da seiva pelo xilema, da raiz às folhas. 5) Poder de dissolução: Todas as reações químicas e transporte de substâncias

2 através da membrana plasmática acontecem em meio líquido. Substâncias que se dissolvem facilmente na água são chamadas hidrófilas (hidro= água, philus= amigo, afinidade pela água). Já as não solúveis em água, como óleos e gorduras, são hidrofóbicas (phobos=medo). 6) Poder de reação: A participação da água na reação pode ocorrer de 2 maneiras principais: Síntese por desidratação: Moléculas unem-se e ocorre perda de água. Quebra em presença de água (Hidrólise; lise= rompimento, ruptura): Em meio líquido as ligações se rompem. Separação de moléculas em meio líquido. SAIS MINERAIS Podem ser encontrados sob duas formas: Não- solúveis (imobilizados), como constituinte estrutural de partes do corpo como ossos, carapaças, casca de ovo. Ou solúveis, nesse caso dissociados em íons. Ex.: Potássio, enxofre, cloro, sódio, cobre, iodo, magnésio etc. Componentes Orgânicos das células CARBOIDRATOS (glicídios, açúcares, hidratos de carbono) - Apresentam C, H e O em sua composição. - Em alguns há também N ou S. - Têm basicamente função energética, mas pode ter também função plástica. (Celulose, quitina) - Também participam da composição dos ácidos nucléicos, que comandam todas as atividades celulares. Dividem-se em três grandes grupos: 1) Monossacarídeos- Fórmula geral: (CH 2 O) n, sendo que n varia de 3 a 7. São moléculas simples, pequenas e que raramente dividem-se por hidrólise. Os monossacarídeos podem ser divididos em 5 categorias conforme o número de carbonos por molécula: Triose (3 carbonos: C 3 H 6 O 3 ), Tetrose (4 C; C 4 H 8 O 4 ), Pentose, com 5 carbonos, Hexoses com 6 e Heptoses com 7 carbonos. As mais importantes são as pentoses e hexoses: Pentoses Hexoses 3 Ribose 1 Glicose Frutose Desoxirribose 2 Galactose Tabela 1. 1,2 Carboidratos que vão formar, respectivamente, o RNA e o DNA; 3 Principais fontes de energia. 2) Dissacarídeos- Dois monossacarídeos unidos. Nessa união (síntese por desidratação) há perda de uma molécula de água. - Solúveis em água, mas não são imediatamente aproveitados. Para isso precisam ser quebrados por hidrólise. Os principais são: 1) Sacarose- (glicose+frutose); 2) Lactose- (glicose+galactose); 3) Maltose- (glicose+glicose). 3) Polissacarídeos- Fórm. Geral:(C 6 H 10 O 5 ) n Sua fórmula geral não é válida para todos, já que também podem apresentar N ou S. - Insolúveis em água e podem ser desdobrados em açúcares simples por hidrólise. - Vantagem: Componentes estruturais / armazenadores de energia. Exemplos: Polissacarídeos estruturais: Celulose, quitina etc.; Polissacarídeos energéticos: Amido, glicogênio. LIPÍDIOS Insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos como o éter, álcool, clorofórmio etc. Servem como material de reserva de energia, também atuam como hormônios. Os principais são: -Glicerídeos (glicerol, um álcool+moléculas de ácidos graxos): óleos de soja, milho algodão, girassol e oliva e gorduras armazenada sob a pele de animais servindo como reserva energética e isolante térmico; - Cerídeos: Mais abundantes entre os vegetais, impermeabilizando superfícies de flores, folhas, sendo produzidos ainda pelas abelhas e aves etc. - Esteróides (ácidos graxos+alcoóis policíclicos denominados esteróis). Nos animais o alcool mais comum é o colesterol, que participa da

3 constituição das membranas celulares. Esteróis de grande importância são o progesterona e o testosterona, hormônios feminino e masculino, respectivamente. - Fosfolipídios: Lipídio complexo, que apresenta além de C, H e O, átomos de P em sua composição. São encontrados em vegetais e constituem as membranas celulares de animais. PROTEÍNAS (ou polipeptídeos) Macromoléculas formadas pela união de dezenas ou centenas de moléculas menores denominadas aminoácidos. Apesar da grande diversidade de proteínas, existem apenas 20 tipos de aminoácidos. Aminoácidos (ou monopeptídeos) Todos eles têm em comum em suas moléculas um grupamento amina (NH 2 ) e um grupamento carboxila ou ácido (COOH). Fig.2 R é o radical variável de aminoácido para aminoácido. Os aminoácidos podem ser naturais ou essenciais. Essa classificação, no entanto, varia conforme a espécie considerada. Naturais são os aminoácidos que o organismo consegue produzir. Os essenciais o organismo não consegue produzir ou sua produção é insuficiente, necessitando ser ingeridos em uma dieta alimentar. - Os vegetais produzem os 20 tipos de aminoácidos existentes, logo para ele todos são naturais! Na espécie humana: Tabela 2 A carne e o leite são exemplos de alimentos que contêm proteínas, em cujas moléculas estão presentes todos os aminoácidos essenciais para a espécie humana. Os aminoácidos estão unidos por ligações peptídicas, caracterizadas pela reação entre o grupamento amina de um aminoácido com o carboxila de outro, havendo liberação de uma molécula de água. As proteínas podem ser classificadas em: Simples- Formadas apenas por aminoácidos. (Ex.: queratina, fibrinogênio, insulina). Proteínas conjugadas- Formadas por proteínas simples associadas a radicais nãoprotéicos, chamados grupos prostéticos. (Ex.: hemoglobina) Quanto à sua estrutura, temos: Estrutura primária: Seqüência linear de aminoácidos, é a mais simples e mais importante, pois dele deriva todo o arranjo espacial da molécula, sendo específico para cada tipo de proteína e determinado geneticamente. Secundária: É dada pelo arranjo espacial de aminoácidos próximos entre si na sequência primária da proteína. Ocorre graças à possibilidade de rotação das ligações entre os carbonos alfa dos aminoácidos e os seus grupos amina e carboxilo. O arranjo secundário de uma cadeia polipeptídica pode ocorrer de forma regular; isso acontece quando os ângulos das ligações entre carbonos alfa e seus ligantes são iguais e se repetem ao longo de um segmento da molécula. Terciária: Enquanto a estrutura secundária é determinada pela atração estrutural de curta distância, a terciária é caracterizada pelas interações de longa distância entre aminoácidos, denominadas interações hidrofóbicas, pelas interações eletrostáticas, pontes de hidrogênio e de sulfeto. Todas têm seqüências de aminoácidos diferentes, refletindo estruturas e funções diferentes. Efetua interações locais entre os aminoácidos que ficam próximos uns dos outros. Quaternária: Algumas proteínas podem

4 ter duas ou mais cadeias polipeptídicas. Essa transformação das proteínas em estruturas tridimensionais é a estrutura quaternária, que são guiadas e estabilizadas pelas mesmas interações da terciária. A junção de cadeias polipeptídicas pode produzir diferentes funções para os compostos. Um dos exemplos mais conhecidos é a hemoglobina, sendo formada por 4 cadeias polipeptídicas. As bases nitrogenadas podem ser: Púricas (formada por dois anéis) ou pirimídicas (Formadas por um único anel). As proteínas assumem diversas funções importantes no organismo, dentre elas a função estrutural, de defesa (ex.: anticorpos), hormonal, enzimática etc. As enzimas são proteínas que atuam como catalizadores biológicos, participando das reações químicas que ocorrem nos seres vivos, dimuindo a energia de ativação e aumentando a velocidade das reações químicas sem participar, no entanto, do produto final destas reações. Elas são específicas em relação a um substrato, desencadeando sempre o mesmo tipo de reação. (Teoria chave-fechadura). Alguns fatores como ph, temperatura e concentração do substrato interferem na atividade enzimática, como será estudado com mais detalhes posteriormente. Fig.3 Nucleotídeos ligados covalentemente por ligações fosfodiéster. ÁCIDOS NUCLÉICOS (ou polinucleotídeos) DNA (Ácido Desoxirribonucléico) RNA (Ácido Ribonucléico) È um composto que contem elevada massa molecular, formados por vários nucleotídeos ligados por ligações fosfodiéster (OH ligado ao terceiro carbono da pentose de um nucleotídeo, e o fosfato do nucleotídeo seguinte ligado ao carbono 5 da pentose do mesmo). Veja a figura 3. Nucleotídeo: Subunidades do DNA e do RNA. Formados por: - Uma molécula de ácido fosfórico (grupo fosfato); - Uma molécula de açúcar (pentose: ribose ou desoxirribose); - Uma base nitrogenada (varia de nucleotídeo para nucleotídeo). Fig. 4- Diferença entre bases púricas e pirimídicas. Bases púricas DNA Adenina (A) Guanina (G) B. Pirimídicas Citosina (C) Timina (T) Tabela 3 RNA Adenina (A) Guanina (G) Citosina (C) Uracila (U) É importante lembrar ao vestibulando que as bases nitrogenadas ligam-se umas às outras através de pontes de hidrogênio. Entre Adenina e Timina temos a presença de uma dupla ligação e entre Citosina e Guanina, uma tripla. Nucleotídeos também podem atuar como carregadores de energia química. Ex.: ATP. Seu P terminal é adicionado usando energia da oxidação dos alimentos e estas ligações entre fósforos possuem alta energia, podendo ser

5 quebradas por hidrólise para liberá-las para serem utilizadas pela célula.

A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva

A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva Principais elementos químicos dos seres vivos Quando se analisa a matéria-viva que constitui os seres vivos, encontram-se principalmente os seguintes

Leia mais

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos Moléculas orgânicas - Carboidratos São formados por C, H, O. São Conhecidos como: Hidratos de Carbono Glucídios Glicídios Açúcares Sacarídeos Funções: Energética (glicose); Glicogênio : reserva energética

Leia mais

1. Substâncias Inorgânicas: Água e Sais Minerais. 2. Substâncias Orgânicas: Lipídeos, Carboidratos, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucléicos.

1. Substâncias Inorgânicas: Água e Sais Minerais. 2. Substâncias Orgânicas: Lipídeos, Carboidratos, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucléicos. A QUÍMICA DA CÉLULA: C 1. Substâncias Inorgânicas: Água e Sais Minerais. 2. Substâncias Orgânicas: Lipídeos, Carboidratos, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucléicos. Água(H2O): Substância polar; Substância

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSTOS INORGÂNICOS Não apresentam Carbono em sua estrutura DOIS TIPOS: Água e Sais Minerais ÁGUA:

Leia mais

Aula 7 Ácidos nucléicos

Aula 7 Ácidos nucléicos Aula 7 Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos DNA (ácido desoxirribonucléico) e o RNA (ácido ribonucléico) são substâncias essenciais para os seres vivos, pois mantêm a informação genética que controla a

Leia mais

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA?

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS: CARBONO, HIDROGÊNIO, OXIGÊNIO E NITROGÊNIO FORMAM CADEIAS LONGAS E COMPLEXAS

Leia mais

Atividade de Biologia 1 série

Atividade de Biologia 1 série Atividade de Biologia 1 série Nome: 1. (Fuvest 2013) Louis Pasteur realizou experimentos pioneiros em Microbiologia. Para tornar estéril um meio de cultura, o qual poderia estar contaminado com agentes

Leia mais

BIOQUÍMICA 1º TRIMESTRE 1º ANO BIO I

BIOQUÍMICA 1º TRIMESTRE 1º ANO BIO I BIOQUÍMICA 1º TRIMESTRE 1º ANO BIO I INTRODUÇÃO A vida se organiza de maneira hierárquica, onde os elementos mais simples se agrupam para formar outros mais complexos. Assim, existem níveis de organização

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

CARBOIDRATOS. INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal

CARBOIDRATOS. INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal CARBOIDRATOS *Os animais não são capazes de sintetizar carboidratos a partir de substratos simples não energéticos, precisando obtê-los

Leia mais

Pr P o r f o a f. a A l A essan a d n r d a r a B ar a o r n o e n www.profbio.com.br

Pr P o r f o a f. a A l A essan a d n r d a r a B ar a o r n o e n www.profbio.com.br Profa. Alessandra Barone www.profbio.com.br Caracterização dos carboidratos Fonte de energia Parte integrante de nucleotídeos energéticos Arcabouço de células, tecidos vegetais e paredes bacterianas Reconhecimento

Leia mais

REVISÃO EMESCAM. Continuação. BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE

REVISÃO EMESCAM. Continuação. BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE REVISÃO EMESCAM Continuação BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE BIOLOGIA Prof. Flávio 1. Composição química complexa: AULA 1 CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Os principais elementos constituintes

Leia mais

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data:

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: 1- A célula é uma importante estrutura do mundo vivo. Todos os seres vivos começam por existir sob a forma de célula. Alguns

Leia mais

Bioquímica Celular. LIVRO CITOLOGIA Capítulo 02 Itens 1 a 3 págs. 19 a 30. 3ª Série Profª Priscila F Binatto Fev/2013

Bioquímica Celular. LIVRO CITOLOGIA Capítulo 02 Itens 1 a 3 págs. 19 a 30. 3ª Série Profª Priscila F Binatto Fev/2013 Bioquímica Celular LIVRO CITOLOGIA Capítulo 02 Itens 1 a 3 págs. 19 a 30 3ª Série Profª Priscila F Binatto Fev/2013 Constituintes Bioquímicos da Célula Água e Minerais Carboidratos Lipídios Proteínas Ácidos

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLÉICOS: são substâncias formadoras de genes, constituídas por um grande

Leia mais

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos Introdução CARBOIDRATOS Outras denominações: - Hidratos de carbono - Glicídios, glícides ou glucídios - Açúcares. Ocorrência e funções gerais: São amplamente distribuídos nas plantas e nos animais, onde

Leia mais

Aula: 16 Temática: Estrutura dos aminoácidos e proteínas parte I. Iremos iniciar o estudo da estrutura dos aminoácidos e proteínas.

Aula: 16 Temática: Estrutura dos aminoácidos e proteínas parte I. Iremos iniciar o estudo da estrutura dos aminoácidos e proteínas. Aula: 16 Temática: Estrutura dos aminoácidos e proteínas parte I Acompanhe! Iremos iniciar o estudo da estrutura dos aminoácidos e proteínas. Introdução: A proteína é o composto orgânico mais abundante

Leia mais

Bioquímica: Componentes orgânicos e inorgânicos necessários à vida. Leandro Pereira Canuto

Bioquímica: Componentes orgânicos e inorgânicos necessários à vida. Leandro Pereira Canuto Bioquímica: orgânicos e inorgânicos necessários à vida Leandro Pereira Canuto Toda matéria viva: C H O N P S inorgânicos orgânicos Água Sais Minerais inorgânicos orgânicos Carboidratos Proteínas Lipídios

Leia mais

CURSO U.V.V. / EMESCAM. BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE

CURSO U.V.V. / EMESCAM. BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE CURSO U.V.V. / EMESCAM BIOLOGIA - parte 01 EDUCANDO PARA SEMPRE 2014 - APOSTILA - TURMA EMESCAM /U.V.V. BIOLOGIA Prof. Flávio AULA 1 CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS 1. Composição química complexa: Os

Leia mais

R C COOH. H H H O O desidratação O R1 C C + R2 C C R1 C C H + H 2 O OH OH intramolecular O NH 2 N NH 2 N C C H H OH H R2

R C COOH. H H H O O desidratação O R1 C C + R2 C C R1 C C H + H 2 O OH OH intramolecular O NH 2 N NH 2 N C C H H OH H R2 1. Comentário: A ausência de alimentos de origem animal na dieta implica na ausência de proteínas integrais, as quais possuem todos os aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que não podem ser produzidos

Leia mais

BIOQUÍMICA - composição química das células

BIOQUÍMICA - composição química das células BIOQUÍMICA - composição química das células I) Substâncias inorgânicas: água e sais minerais II) Substâncias orgânicas: carboidratos, lipídios, proteínas, ácidos nucléicos,... Substâncias mais presentes

Leia mais

Professor Fernando Stuchi M ETABOLISMO DE C ONSTRUÇÃO

Professor Fernando Stuchi M ETABOLISMO DE C ONSTRUÇÃO M ETABOLISMO DE C ONSTRUÇÃO P ROTEÍNAS P ROPRIEDADE BÁSICA São grandes moléculas (macromoléculas) constituídas por aminoácidos, através de ligações peptídicas. É o composto orgânico mais abundante no corpo

Leia mais

Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares.

Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares. LIPÍDEOS Os lipídeos se encontram distribuídos em todos os tecidos, principalmente nas membranas celulares. Por convenção (Congresso Internacional de Bioquímica em 1922) ésteres de ácidos graxos, ou seja,

Leia mais

BIOLOGIA AULA 03. c) diabetes tipo II. d) hipertensão arterial.

BIOLOGIA AULA 03. c) diabetes tipo II. d) hipertensão arterial. BIOLOGIA Prof. Hélder Telles AULA 03 1. (Fgv 2015) O pâncreas é uma glândula anfícrina, ou seja, com dupla função, desempenhando um papel junto ao sistema digestório na produção de enzimas, tais como amilases

Leia mais

BASES MACROMOLECULARES DA CONSTITUIÇÃO CELULAR

BASES MACROMOLECULARES DA CONSTITUIÇÃO CELULAR BASES MACROMOLECULARES DA CONSTITUIÇÃO CELULAR As moléculas que constituem as células são formadas pelos mesmos átomos encontrados nos seres inanimados. Todavia, na origem e evolução das células, alguns

Leia mais

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas Citologia Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas Água Sais minerais Substâncias orgânicas Carboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos .

Leia mais

Resoluções de Atividades

Resoluções de Atividades Resoluções de Atividades Sumário Aula 1 Seres vivos e seus níveis de organização...1 Aula 2 Constituintes inorgânicos da célula Água...2 Aula 3 Constituintes inorgânicos da célula Sais minerais... 3 Aula

Leia mais

03. Resposta (D) Provas resolvidas da UFRGS 2006. Biologia

03. Resposta (D) Provas resolvidas da UFRGS 2006. Biologia Provas resolvidas da UFRGS 2006 Biologia 01. Resposta (C) A Teoria da evolução molecular (proposta inicialmente por Thomas Huxley e depois retomada por Oparin) admite que o surgimento da vida resulta da

Leia mais

Biologia Professor Vianna 1ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 1ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 1ª série / 1º trimestre Módulo 3 ÁCIDOS NUCLEICOS E CITOLOGIA 1 Os itens abaixo referem-se à estrutura, composição e função dos ácidos nucleicos. Estrutura: I) Dupla hélice; II)

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA 2 o BIMESTRE 2012

PROVA DE BIOLOGIA 2 o BIMESTRE 2012 PROVA DE BIOLOGIA 2 o BIMESTRE 2012 PROFª. VERA NOME N o 1 a SÉRIE A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É

Leia mais

Bioenergética. Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti

Bioenergética. Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti Bioenergética Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti Natal/RN Fevereiro de 2011 Substratos para o exercício O corpo utiliza nutrientes carboidratos, gorduras e proteínas consumidos diariamente para

Leia mais

BASES NITROGENADAS DO RNA

BASES NITROGENADAS DO RNA BIO 1E aula 01 01.01. A determinação de como deve ser uma proteína é dada pelos genes contidos no DNA. Cada gene é formado por uma sequência de códons, que são sequências de três bases nitrogenadas que

Leia mais

Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia celular e molecular Cursos: Ciências Biológicas, Enfermagem, Nutrição e TO.

Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia celular e molecular Cursos: Ciências Biológicas, Enfermagem, Nutrição e TO. Profa. Dra. Juliana Garcia de Oliveira Disciplina: Biologia celular e molecular Cursos: Ciências Biológicas, Enfermagem, Nutrição e TO. Bases Macromoleculares das Células Composição química das células

Leia mais

Substâncias. Orgânicas. Inorgânicas. - Formadas por átomos de carbono e hidrogênio. - Água e sais minerais

Substâncias. Orgânicas. Inorgânicas. - Formadas por átomos de carbono e hidrogênio. - Água e sais minerais Substâncias Orgânicas - Formadas por átomos de carbono e hidrogênio Inorgânicas - Água e sais minerais - Carboidratos, lipídios, proteínas, ácidos nucleicos e vitaminas QUÍMICA CELULAR Água Funções: Solvente

Leia mais

CARBOIDRATOS Classificação: De acordo com o número de moléculas em sua constituição temos: I- MONOSSACARÍDEOS ( CH 2 O) n n= varia de 3 a 7 Frutose Ga

CARBOIDRATOS Classificação: De acordo com o número de moléculas em sua constituição temos: I- MONOSSACARÍDEOS ( CH 2 O) n n= varia de 3 a 7 Frutose Ga CARBOIDRATOS Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na natureza. Para muitos carboidratos, a fórmula geral é: [C(H2O)]n, daí o nome "carboidrato", ou "hidratos de carbono" -São moléculas que

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA 33) Assinale a alternativa correta, na qual todas as substâncias são compostas e líquidas à temperatura ambiente. A O 3, O 2 ; CH 3 CH 2 OH B H 2 ; CO 2 ; CH 3 OH C H 2 O; NH 3 ; CO D H 2 O; CH 3 CH 2

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Ciclos Biogeoquímicos Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Ciclos Biogeoquímicos Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Ciclos Biogeoquímicos Prof. Enrico Blota Biologia Ecologia Ciclos biogeoquímicos Ciclo da água Proporção de água doce e água salgada no planeta A água encontrada na atmosfera

Leia mais

Biologia Celular e Molecular:

Biologia Celular e Molecular: Disciplina: Biologia Celular e Molecular: Estrutura e Fisiologia da Célula COMPONENTES QUÍMICOS DA CÉLULA Componentes Orgânicos da Célula carboidratos, lipídios, proteínas, vitaminas e ácidos nucleicos

Leia mais

TÍTULO: SCREENING PARA GLICOGÊNIO MUSCULAR EM AMOSTRA DE CARNES EM ARMAZENAMENTO FRIGORÍFICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: SCREENING PARA GLICOGÊNIO MUSCULAR EM AMOSTRA DE CARNES EM ARMAZENAMENTO FRIGORÍFICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: SCREENING PARA GLICOGÊNIO MUSCULAR EM AMOSTRA DE CARNES EM ARMAZENAMENTO FRIGORÍFICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ANHEMBI

Leia mais

Glicídios - Carboidratos. Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana

Glicídios - Carboidratos. Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana Glicídios - Carboidratos Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana GLICÍDIS São formados, basicamente, por carbono, hidrogênio e oxigênio. Sinônimos: Carboidratos, Açúcares, ses, idratos

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE

Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE Universidade Federal de Goiás Escola de Veterinária Depto. De Produção Animal Pós-Graduação em Ciência Animal Metabolismo de Lipídios PEDRO LEONARDO DE PAULA REZENDE Zootecnista Especialista em Produção

Leia mais

Os Lipídios. Ué! Que turma é essa que tá chegando aí gente! Ah! É a turma dos lipídios.

Os Lipídios. Ué! Que turma é essa que tá chegando aí gente! Ah! É a turma dos lipídios. 1 Os Lipídios Ué! Que turma é essa que tá chegando aí gente! Ah! É a turma dos lipídios. Chegou a turma dos lipídios que são conhecidos como simples e compostos. Também tem os esteróides e também vão surgir

Leia mais

Biologia e Geologia 10º ano. Natércia Charruadas 2011

Biologia e Geologia 10º ano. Natércia Charruadas 2011 Biologia e Geologia 10º ano Natércia Charruadas 2011 Todos os seres vivos, logo todas as células, são constituídos por moléculas orgânicas de grandes dimensões macromoléculas. Estas são formadas por um

Leia mais

CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE QUÍMICA

CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE QUÍMICA Aulão: 16/05/2015 Conteúdo: Bioquímica Celular Básica Profº Davi Vergara Profº Roberto Fonseca Os avanços da Química, nos séculos XIX e XX, foram fundamentais para o desenvolvimento atual da Biologia.

Leia mais

A natureza química do material genético Miescher nucleínas. ácidos nucleicos. ácido desoxirribonucleico ácido ribonucleico Avery MacLeod McCarty

A natureza química do material genético Miescher nucleínas. ácidos nucleicos. ácido desoxirribonucleico ácido ribonucleico Avery MacLeod McCarty UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO Departamento de Ciências Exatas e da Natureza Disciplina: Biologia Professora: Lauren Valentim A natureza química do material genético A natureza

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais;

Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais; Lipídios Os lipídios são substâncias com estrutura variada sendo muito abundantes em animais e vegetais; Eles compartilham a característica de apresentarem baixa solubilidade em água sendo solúveis em

Leia mais

BIOLOGIA - AULA 04: NOÇÕES DE QUÍMICA CELULAR; MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTES.

BIOLOGIA - AULA 04: NOÇÕES DE QUÍMICA CELULAR; MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTES. BIOLOGIA - AULA 04: NOÇÕES DE QUÍMICA CELULAR; MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTES. I. NOÇÕES DE QUÍMICA CELULAR 1. A composição química da célula Certas substâncias são essenciais para a manutenção da vida

Leia mais

Principais funções dos sais minerais:

Principais funções dos sais minerais: A Química da Vida Água Água mineral é a água que tem origem em fontes naturais ou artificiais e que possui componentes químicos adicionados, como sais, compostos de enxofre e gases que já vêm dissolvidas

Leia mais

Bioquímica Lipídeos. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1

Bioquímica Lipídeos. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 Bioquímica Lipídeos Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (FEI-SP) Identifique a afirmação correta. a) Nos óleos predominam ácidos saturados e nas gorduras,

Leia mais

UNIDADE II UNIDADE III

UNIDADE II UNIDADE III MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 P R O G R A M A D E E N S I N O

Leia mais

Biomoléculas: H2O, Sais Minerais, Carboidratos, Lipídios, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucleicos

Biomoléculas: H2O, Sais Minerais, Carboidratos, Lipídios, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucleicos Biomoléculas: H2O, Sais Minerais, Carboidratos, Lipídios, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucleicos Diferenças entre Procarioto x Eucarioto Procarioto Eucarioto 2 Organelas Membranosas; 5 Histonas; 6 Cromossomos;

Leia mais

Importante reserva energética; são as gorduras.

Importante reserva energética; são as gorduras. Importante reserva energética; são as gorduras. 1g de lipídio libera 9kcal contra 4kcal por 1g de carboidrato. Podem ser armazenados de forma mais concentrada que os carboidratos. O excesso do consumo

Leia mais

INTERVENÇÃO. AULA PRÁTICA: jogo das biomoléculas. Autor: Maria Teresa Iturres, Alexia Rodrigues Menezes.

INTERVENÇÃO. AULA PRÁTICA: jogo das biomoléculas. Autor: Maria Teresa Iturres, Alexia Rodrigues Menezes. INTERVENÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO AULA PRÁTICA: jogo das biomoléculas Autor: Maria Teresa Iturres, Alexia Rodrigues Menezes. As biomoléculas, como o próprio nome já diz, são as moléculas da vida, que possuem

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 8 Ano Prof.ª: Nize C.Pavinato - Disciplina: Ciências Aluno(a):

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 8 Ano Prof.ª: Nize C.Pavinato - Disciplina: Ciências Aluno(a): COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 8 Ano Prof.ª: Nize C.Pavinato - Disciplina: Ciências Aluno(a): Trabalho de Recuperação Data: / /15 1. O sistema endócrino é formado por glândulas endócrinas e de secreção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Dr. Francisco Nogueira de Lima Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

Introdução à Bioquímica 1. EaD UFMS BIOQUÍMICA. Joaquim Corsino LICENCIATURABIOLOGIA

Introdução à Bioquímica 1. EaD UFMS BIOQUÍMICA. Joaquim Corsino LICENCIATURABIOLOGIA LICENCIATURABIOLOGIA Introdução à Bioquímica 1 BIOQUÍMICA Joaquim Corsino Campo Grande, MS - 2009 PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva MINISTRO DA EDUCAÇÃO Fernando Haddad SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Carboidrato. Curso: Farmácia 3º período Prof. Helder Braz Maia

Carboidrato. Curso: Farmácia 3º período Prof. Helder Braz Maia Carboidrato Curso: Farmácia 3º período Prof. Helder Braz Maia Introdução O que são os carboidratos? Conhecidos como hidratos de carbono, sacarídeos ou açúcares; São as biomoléculas mais abundantes na natureza.

Leia mais

9º ANO Ensino Fundamental

9º ANO Ensino Fundamental E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Estudante: Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek G uar á / Valp ar a íso Exercícios Rec. Semestral 2º Bimestre B I O L O G I A 9º ANO Ensino Fundamental

Leia mais

A Química da Vida. Gabriela Eckel

A Química da Vida. Gabriela Eckel A Química da Vida Gabriela Eckel Água A água é um composto químico formado por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio. Sua fórmula química é H2O. Porém, um conjunto de outras substâncias como, por

Leia mais

Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano

Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano Teste de avaliação Nome ----------------------------------------------------------------------- Numero -------------------------------

Leia mais

O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria. Jane Gonçalves Menegaldo

O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria. Jane Gonçalves Menegaldo O papel dos óleos e gorduras na saúde e na indústria Jane Gonçalves Menegaldo Jane G. Menegaldo Presidente Biênio 11/12 Agenda da palestra Conceitos sobre óleos, gorduras e lipídeos Papel dos óleos e gorduras

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS II

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS II UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ ÁREA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FISIOTERAPIA CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS II Respiração Celular 1º estágio: GLICÓLISE 2º estágio: CK Ciclo de Krebs 3º estágio:

Leia mais

Água, Sais e Carboidratos

Água, Sais e Carboidratos Água, Sais e Carboidratos A Bioquímica estuda as reações químicas dos organismos vivos e tem revelado inúmeras substancias presentes nas células e em outras que ela participa. A bioquímica estuda as moléculas

Leia mais

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação SÍNTESES NUCLEARES O DNA éo suporte da informação genética Parte 1 Replicação Estrutura do DNA Replicação do DNA Nucleótidos A informação genética das células é armazenada sob a forma de 2 moléculas similares:

Leia mais

Cap. 3: Componentes orgânicos celulares As moléculas energéticas. Equipe de Biologia

Cap. 3: Componentes orgânicos celulares As moléculas energéticas. Equipe de Biologia Cap. 3: Componentes orgânicos celulares As moléculas energéticas Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias orgânicas Carboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos

Leia mais

Nutrientes. E suas funções no organismo humano

Nutrientes. E suas funções no organismo humano Nutrientes E suas funções no organismo humano O corpo humano necessita de uma série de substâncias básicas indispensáveis para a formação de tecidos, para obtenção de energia, para a realização de atividades

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Na tabela 1 mostramos alguns ácidos carboxílico que se encontram em alimentos.

Na tabela 1 mostramos alguns ácidos carboxílico que se encontram em alimentos. 1 Ácidos Graxos 1-Introdução s alimentos que comemos dividem-se em três grupos: s carbohidratos, as proteínas e lipídios. mais conhecido desses últimos são as gorduras. Na nossa sociedade atual, entre

Leia mais

Sintomas de Deficiência. Escorbuto (hemorragias. articulares); gengivite; Anemia (diminuição. vermelhos no sangue).

Sintomas de Deficiência. Escorbuto (hemorragias. articulares); gengivite; Anemia (diminuição. vermelhos no sangue). Biologia 4 Módulo 1 1. A vitamina K (filoquinona) atua na coagulação sanguínea e previne hemorragias. Encontrada em vegetais verdes, tomate e castanha. 2. O iodo é um dos componentes dos hormônios da tireoide

Leia mais

S I S T E M A A D I G E S T Ó R I O P r o f º Fe r n a n d o B e l a n - B I O L O G I A M A I S

S I S T E M A A D I G E S T Ó R I O P r o f º Fe r n a n d o B e l a n - B I O L O G I A M A I S SISTEMA DIGESTÓRIO Profº Fe r n a n d o Belan - BIOLOGIA MAIS DIGESTÃO INTRACELULAR DIGESTÃO INTRACELULAR DIGESTÃO EXTRACELULAR DIGESTÓRIO INCOMPLETO Cnidários Platelmintos DIGESTÓRIO COMPLETO Nematelmintos

Leia mais

A função da água e sais minerais dentro da célula

A função da água e sais minerais dentro da célula A QUÍMICA DA VIDA A função da água e sais minerais dentro da célula Eles tem a ver com o metabolismo das mitocôndrias na qual a principal função seria de não parar a que sustenta, vejamos isso entre água

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO MÉDIO Conteúdos da 1ª Série 1º/2º Bimestre 2015 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Roberta/Marco Data: / /2015 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Biologia Resultado

Leia mais

CONTROLE E INTEGRAÇÂO

CONTROLE E INTEGRAÇÂO CONTROLE E INTEGRAÇÂO A homeostase é atingida através de uma série de mecanismos reguladores que envolve todos os órgãos do corpo. Dois sistemas, entretanto, são destinados exclusivamente para a regulação

Leia mais

Sais minerais. Capítulo 5

Sais minerais. Capítulo 5 Sais minerais Os sais minerais são elementos químicos presentes na natureza, embora nós não sejamos capazes de sintetizá-los ou produzi-los em nosso corpo. Portanto, precisamos ingeri-los para que o corpo

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Araçatuba. Curso Superior de Tecnologia em Bioenergia Sucroalcooleira

Faculdade de Tecnologia de Araçatuba. Curso Superior de Tecnologia em Bioenergia Sucroalcooleira Faculdade de Tecnologia de Araçatuba Curso Superior de Tecnologia em Bioenergia Sucroalcooleira 1 ÁCIDOS NUCLÉICOS Estrutura e funções 2 Ácidos nucléicos são polímeros de nucleotídeos adenina citosina

Leia mais

Fisiologia do Sistema Endócrino-I

Fisiologia do Sistema Endócrino-I Curso Preparatório para Residência em Enfermagem-2012 Fisiologia do Sistema Endócrino-I Prof. Fernando Ramos Gonçalves -Msc Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam

Leia mais

CITOQUÍMICA ou MOLECULAR

CITOQUÍMICA ou MOLECULAR CITOQUÍMICA ou BIOLOGIA MOLECULAR Composição química da célula Os principais elementos encontrados nas células são: carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), fósforo (P) e enxofre (S)=

Leia mais

CH 2 H H. β-galactose α-frutose β-ribose (gomas das plantas, parte pegajosa) (açúcar das frutas) (parte do RNA, ácído ribonucléico) H 4.

CH 2 H H. β-galactose α-frutose β-ribose (gomas das plantas, parte pegajosa) (açúcar das frutas) (parte do RNA, ácído ribonucléico) H 4. bs: A α-glicose e a β-glicose deferem entre si apenas pela posição do grupo do C abaixo ou acima do plano do anel respectivamente. Exemplos de Monossacarídeos: C C C C β-galactose α-frutose β-ribose (gomas

Leia mais

(2) converter as moléculas dos nutrientes em unidades fundamentais precursoras das macromoléculas celulares;

(2) converter as moléculas dos nutrientes em unidades fundamentais precursoras das macromoléculas celulares; INTRODUÇÃO AO METABOLISMO Metabolismo é o conjunto das reações químicas que ocorrem num organismo vivo com o fim de promover a satisfação de necessidades estruturais e energéticas. O metabolismo tem quatro

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS Questão 1 O exame de um epitélio e do tecido nervoso de um mesmo animal revelou que suas células apresentam diferentes características. Isso ocorre porque a) as moléculas de

Leia mais

ESTUDO DOS CARBOIDRATOS

ESTUDO DOS CARBOIDRATOS UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Graduação em Nutrição Disciplina: Bioquímica Humana ESTUDO DOS CARBOIDRATOS Docente: Nut. Aline Ozana de Souza CARBOIDRATOS Funções Classificação

Leia mais

Membranas Biológicas e Transporte

Membranas Biológicas e Transporte Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Disciplina de Introdução a Bioquímica Membranas Biológicas e Transporte 1. Introdução 2. Os Constituintes

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA O mundo microscópico A quase 400 anos... No início, o instrumento era considerado um brinquedo, que possibilitava a observação de pequenos objetos. Zacharias Jansen e um microscópio

Leia mais

AULÃO BIOS SOLIDÁRIO. Profª. Mary Ann Saraiva

AULÃO BIOS SOLIDÁRIO. Profª. Mary Ann Saraiva AULÃO BIOS SOLIDÁRIO Profª. Mary Ann Saraiva ENERGIA NOS SERES VIVOS TIPOS DE CARBOIDRATOS MONOSSACARÍDEOS CnH2nOn Pentoses: ribose (RNA) desoxirribose (DNA) Hexoses: glicose frutose galactose DISSACARÍDEOS

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS Prof. Raimundo Jr MSc Carboidratos Características gerais: São os compostos mais abundantes Possuem diferentes

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores

Leia mais

Proteínas. As proteínas são o centro da acção em todos os processos biológicos. Voet & Voet Biochemistry

Proteínas. As proteínas são o centro da acção em todos os processos biológicos. Voet & Voet Biochemistry Proteínas As proteínas são o centro da acção em todos os processos biológicos. Voet & Voet Biochemistry As proteínas são os compostos orgânicos mais abundantes dos organismos vivos (~50% do peso sêco)

Leia mais

28/03/2016. Substâncias inorgânicas Substâncias orgânicas. Substâncias inorgânicas : água e sais minerais;

28/03/2016. Substâncias inorgânicas Substâncias orgânicas. Substâncias inorgânicas : água e sais minerais; Substâncias inorgânicas : água e sais minerais; Substâncias inorgânicas Substâncias orgânicas Substâncias orgânicas: lipídios, carboidratos, proteínas, vitaminas e ácidos nucleicos ( DNA e RNA); Propriedades

Leia mais

Biomoléculas. * Este esquema não está a incluir as Vitaminas que são classificadas no grupo de moléculas orgânicas. Biomoléculas

Biomoléculas. * Este esquema não está a incluir as Vitaminas que são classificadas no grupo de moléculas orgânicas. Biomoléculas Biomoléculas Biomoléculas Inorgânicas Orgânicas Água Sais Minerais Glícidos Lípidos Prótidos Ácidos Nucléicos * Este esquema não está a incluir as Vitaminas que são classificadas no grupo de moléculas

Leia mais

Célula Importância. Lentes objetivas Marcelo Francisco Pompelli Tela do computador. Estômato aberto e a câmara substomática.

Célula Importância. Lentes objetivas Marcelo Francisco Pompelli Tela do computador. Estômato aberto e a câmara substomática. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE BOTÂNICA DISCIPLINA DE ECOFISIOLOGIA Célula Importância Microscopia óptica e eletrônica Todos os organismos são formados

Leia mais

CITOLOGIA CITOLOGIA. A história da Citologia TEORIA CELULAR 30/03/2016

CITOLOGIA CITOLOGIA. A história da Citologia TEORIA CELULAR 30/03/2016 CITOLOGIA CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula) + Logos (estudo) As células são as unidades funcionais e estruturais básicas

Leia mais

Bioquímica Celular (parte II) Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos Nucléicos

Bioquímica Celular (parte II) Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos Nucléicos Bioquímica Celular (parte II) Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos Nucléicos Lipídios Possuem função energética e estrutural. 2ª fonte de energia do organismo. Apresentam maior quantidade de energia que

Leia mais

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. sgrillo.ita@ftc.br

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. sgrillo.ita@ftc.br Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo sgrillo.ita@ftc.br A glicólise é provavelmente a via bioquímica mais bem compreendida. Desempenha uma função central no metabolismo energético, fornecendo uma porção

Leia mais

95% de água, 3% de substâncias orgânicas e 2% de sais minerais. uma secreção serosa outra secreção mucosa

95% de água, 3% de substâncias orgânicas e 2% de sais minerais. uma secreção serosa outra secreção mucosa SISTEMA DIGESTÓRIO SALIVA A saliva é um líquido claro, viscoso, alcalino (ph entre 6 e 7), que contém em sua composição: 95% de água, 3% de substâncias orgânicas e 2% de sais minerais. Além disso, também

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia ENEM Citologia 1. (Enem 2014) Segundo a teoria evolutiva mais aceita hoje, as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de ATP em células eucariotas, assim como os cloroplastos, teriam

Leia mais