Ferreira Gullar. 1ª Edição São Paulo SP Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferreira Gullar. 1ª Edição. 2011 São Paulo SP Brasil"

Transcrição

1

2 Ferreira Gullar 1ª Edição 2011 São Paulo SP Brasil 2 3

3 Homenagem 2 /An Homage 2 / Flavio Cohn 6/7 Sumário Texto / Text / Ferreira Gullar 8/9 Indíce de artistas / obras e biografias Index of Artists / Works and Biographies

4 Homenagem 2 Flávio Cohn Quem criou o quadrado? Será que o quadrado surgiu na história da humanidade como resultado da intenção do homem de organizar e suplantar a força orgânica da natureza? Na história a arte, Malevitch, Mondrian e Albers, foram os grandes propulsores do quadrado como expressão artística pura e essencial. Na natureza não encontramos o quadrado, na sua forma pura, mas esta forma que é universal e atemporal está presente em todas as civilizações, desde as antigas até a contemporânea e faz parte de quase tudo em nossas vidas. Escolhi então o quadrado, como tema para organizar esta exposição com obras de artistas que criaram a partir de, e, com a forma do quadrado. Cada artista, dentre estes aqui selecionados, busca transformar o quadrado em uma forma única, própria e individual. Essa tarefa é, por si só, tão árdua quanto a própria criação do quadrado, porém é exatamente essa dificuldade que traz sentido ao desafio de ser artista e à missão de criar e de tentar superar-se e ao que já foi criado antes. Poderemos observar e acompanhar nesta exposição obras que expressam essa busca individual e coletiva, cujos destacados artistas nos apresentam e propõem, uma homenagem ao quadrado. An Homage 2 Flávio Cohn Who created the square? Could it be that the square arose in the history of humankind as a result of man s intention to organize and supplant the organic power of nature? In the history of art, Malevitch, Mondrian and Albers were key proponents of the square as a pure and essential artistic expression. We do not find the square in nature, in its pure form, but this universal and timeless form is present in all the civilizations, from ancient times up to our days, and is part of all our lives. I therefore chose the square as the theme for organizing this exhibition with works by artists who create based on, and with, the form of the square. Each of the artists selected here seeks to transform the square into a unique and individual form. This task in itself is as arduous as the very creation of the square, but it is precisely this difficulty that imparts meaning to the challenge of being an artist, and to the mission of creating and striving to surpass oneself and what has been created previously. In this exhibition we can observe and accompany works that express this individual and collective search, whose outstanding artists present and propose to us an homage to the square. 6 7

5 Ferreira Gullar O quadrado surge na pintura moderna, como elemento temático, em conseqüência do abandono, pelos artistas, da linguagem figurativa. Esse abandono, de fato, não se deu como um simples salto para transpor a fronteira entre a figuração e a abstração. Na verdade, ainda que abrupta, a mudança cumpriu algumas etapas, que começaram com Cézanne e culminaram com o Cubismo de Picasso e Braque. Embora nenhum deles tenha adotado a linguagem abstrata, abriram o caminho para ela ao geometrizarem as formas naturais, cubificando-as, para usar a expressão de Matisse, que deu origem ao nome daquele movimento artístico. O salto qualitativo foi dado por Mondrian que, ao conhecer as experiências cubistas, iniciou uma espécie de desmaterialização da linguagem figurativa até chegar às construções geométricas puras, que definiu como Neoplasticismo. Em seus quadros daquela época, nos quais preponderam os ritmos estruturais da vertical e da horizontal, o quadrado e o retângulo são as únicas formas que constituem sua pintura. Por outro lado, o russo Malévitch, partindo do Cubismo e do Futurismo, também caminhou para a linguagem abstrata, sem no entanto ater-se a construções preponderantemente ortogonais; pelo contrário, explorou o dinamismo de formas que se contrapõem e se justapõem nas composições que inventava. Mas há um momento em que a sua busca formal parece necessitar de algo essencial: é quando pinta uma tela intitulada Quadrado negro sobre fundo branco. Este é, ao que tudo indica, o momento crítico de sua experiência pictórica, que o levará a trocar as composições sobre o suporte bidimensional da tela, pelas construções suprematistas, no espaço tridimensional. A opção dos artistas pela linguagem abstrata, ao mesmo tempo que os liberta da referência ao mundo real e lhes oferece ampla liberdade para compor seus quadros, põe em questão a validade de uma tal linguagem: trata-se de algo necessário ou de composições arbitrárias meramente decorativas? Esses e outros questionamentos terão possivelmente conduzido alguns pintores a buscar um fator essencial para a expressão geométrica. O quadrado parece ter se tornado, para alguns deles, esse elemento irredutível, talvez porque sua forma regular e absolutamente simétrica o torne, ao mesmo tempo, essencial e neutro. Tal vez tenha sido essa a razão por que também, mais tarde, Josef Albers o escolheu como tema de uma célebre série intitulada Homenagem ao quadrado. Essa minha observação talvez não seja tão despropositada, como poderá parece, se se leva em conta que, naquela série, o fundamental não é a forma (o quadrado) mas a cor. Arrisco imaginar que, por ter na exploração da cor o propósito daquela série de telas, o quadrado tenha sido usado como a forma possível que a cor assume, uma vez que ela, por si, não tem forma. Enfim, o que pretendo dizer é que, mais uma vez, afirma-se, na linguagem abstrata da pintura, a essencialidade do quadrado: por desejar mostrar a cor como fenômeno ótico-pictórico, sem ênfase que lhe alterasse a verdade, Albers se vale do quadrado que, por ser apenas regularidade e equilíbrio, é o suporte ideal para a cor que quer apenas ser cor. Ferreira Gullar The square arose in modern painting as a thematic element, in consequence of the artists abandonment of the figurative language. This abandonment did not take place in a single leap across the border between figuration and abstraction. Actually, even though abrupt, the change involved several steps, which began with Cézanne and culminated with the cubism of Picasso and Braque. Although none of them adopted the abstract language, they opened the way to it by geometricizing the natural forms, cubifying them, to borrow an expression from Matisse, who coined the name for that artistic movement. The qualitative leap was taken by Mondrian, who, taking the cubist experiments further, began a sort of dematerialization of the figurative language to arrive at pure geometric constructions, which he defined as neoplasticism. In his works from that time, in which the vertical or horizontal structural rhythms predominate, the square and the rectangle are the only forms that constitute his painting. On the other hand, the Russian artist Malevich began at cubism and futurism to take another path into the abstract, without resorting to preponderantly orthogonal constructions; on the contrary, he explored the dynamism of forms that are counterposed and juxtaposed in the compositions he invented. But there is a moment at which his formal search seems to require something essential: this is when he painted a canvas entitled Black Square on White. By all indications, this was the critical moment of his pictorial experiment, which brought him to substitute the compositions on the two-dimensional support of the canvas by suprematist constructions, in three-dimensional space. While their use of the abstract language freed the artists from references to the real world and offered them a great deal of freedom in composing their paintings, it brought the validity of such a language into question: were these works necessary, or were they merely arbitrary, decorative compositions? These and other questions are what perhaps led some painters to search for an essential factor for geometric expression. For some of them, it seems that the square became this irreducible element, perhaps because its regular and absolutely symmetrical form makes it simultaneously essential and neutral. This may have been the reason why, at a later date, Josef Albers chose it as the theme of a celebrated series entitled Homage to the Square. This observation of mine is perhaps not so far afield as it may appear, if one considers that, in that series, the fundamental thing is not the form (the square) but rather the color. I dare to imagine that insofar as that series of works was aimed at the exploration of color, the square was used as a possible form for the color to assume, since in and of itself it is formless. In short, what I mean to say is that, once again, the essentiality of the square was affirmed in the abstract language of painting: for wishing to show color as an optico-pictorial phenomenon, and without any emphasis that would alter its truth, Albers resorted to the square which, for being nothing more than regularity and balance, is the ideal support for the color that wants only to be color. 8 9

6 bios/info obra artistas/artists obras/works bios/works info Indíce de artistas / Obras /Biografias/ Informações das obras Index of Artists / Works/ Biographies/ Works Info Josef Albers 12/13 83 Max Bill 14/15 90 Franz Weissmann 16/17 78 Lothar Charoux 18/19 86 Hércules Barsotti 20/21 80 Amilcar de Castro 22/23 72 Hermelindo Fiaminghi 24/25 81 León Ferrari 26/27 85 Lygia Clark 28/29 88 Carlos Cruz-Diez 30/31 74 Jesus Rafael-Soto 32/33 82 Geraldo de Barros 34/35 79 Luiz Sacilotto 36/37 87 Almir Mavignier 38/39 70 Dionísio Del Santo 40/41 76 Ferreira Gullar 42/51 77 Amelia Toledo 52/53 71 Willys de Castro 54/55 91 Alexandre Wollner 56/57 69 César Parternosto 58/59 75 Ascânio MMM 60/61 73 Adolfo Estrada 62/63 68 Mapacarana 64/65 89 Laura Miranda 66/

7 JOSEF ALBERS Bottrop, Alemanha, New Haven, Connecticut, EUA, 1976 Bottrop, Germany, 1888 New Haven, Connecticut, USA, 1976 Study for Homage to the Square: Respected, 1964 Homage to the Square: Terrestrial I,

8 MAX BILL Winterthur, Suíça, Berlim, Alemanha, 1994 Winterthur, Swiss, Berlin, Germany, 1994 s.t / untitled,

9 FRANZ WEISSMANN Knittefeld, Áustria, Rio de Janeiro, RJ, 2005 Knittefeld, Austria, Rio de Janeiro, RJ, Brazil, 2005 Nozinho, s.d. / undated s.t. / untitled,

10 LOTHAR CHAROUX Viena, Áustria, São Paulo, SP, 1987 Vienna, Austria, Sao Paulo, SP, Brazil, 1987 Composição, 1958 s.t. / untitled, déc

11 HÉRCULES BARSOTTI São Paulo, SP, São Paulo, SP, 2010 São Paulo, SP, Brazil, São Paulo, SP, Brazil, 2010 Composição na diagonal,

12 AMILCAR DE CASTRO Paraisópolis, MG, Belo Horizonte, MG, 2002 Paraisópolis, MG, Brazil, Belo Horizonte, MG, Brazil, 2002 s.t. / untitled, s.d. / undated 22 23

13 HERMELINDO FIAMINGHI São Paulo, SP, São Paulo, SP, 2004 São Paulo, SP, Brazil, São Paulo, SP, Brazil, 2004 Retícula Corluz 2,

14 LEÓN FERRARI Buenos Aires, Argentina, 1920 Buenos Aires, Argentina, 1920 s.t. / untitled, s.d. / undated 26 27

15 LYGIA CLARK Belo Horizonte, MG, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1988 Espaço modulado - versão única nº 85, 1958/ 58 Espaço modulado - nº 6, 1958/

16 CARLOS CRUZ-DIEZ Caracas, Venezuela, 1923 Caracas, Venezuela, 1923 Physichromie nº 1545,

17 JESÚS RAFAEL SOTO Ciudad Bolívar, Venezuela, Paris, França, 2005 Ciudad Bolívar, Venezuela, Paris, France, 2005 Color a la derecha,

18 GERALDO DE BARROS Xavantes, SP, São Paulo, SP, 1998 Xavantes, SP, Brazil, São Paulo, SP, Brazil, 1998 Composição em branco, 1983 Composição em branco com quadrado preto,

19 LUIZ SACILOTTO Santo André, SP, São Paulo, SP, 2003 Santo André, SP, Brazil, São Paulo, SP, Brazil, 2003 nº 962, s.d. / undated nº 0389,

20 ALMIR MAVIGNIER Rio de Janeiro, RJ, 1925 Rio de Janeiro, RJ, Brazil, 1925 Amarelo,

21 DIONÍSIO DEL SANTO Colatina, ES, Vitória, ES, 1999 Colatina, ES, Brazil, Vitória, ES, Brazil, 1999 s.t. / untitled, 1982 nº 3014, 1/1,

22 FERREIRA GULLAR São Luís, MA, 1930 São Luís, MA, Brazil, Poemas Espaciais 1. Ara 2. Noite 3. Onde 4. Quando 5. Não 6. Lembra 7. Pássaros 8. Era 9. Maravilha

23 AMELIA TOLEDO São Paulo, SP, 1926 São Paulo, SP, Brazil, 1926 s.t. / untitled III,

24 WILLYS DE CASTRO Uberlândia, MG, São Paulo, SP, 1988 Uberlandia, MG, Brazil, São Paulo, SP, Brazil, 1988 Variar as cores,

25 ALEXANDRE WOLLNER São Paulo, SP, 1928 São Paulo, SP, Brazil, 1928 Constelação a1, 2010 Constelação a2,

26 CÉSAR PARTERNOSTO La Plata, Argentina, 1931 La Plata, Argentina, 1931 Acorde Mínimo: Rojo/Negro, 2010 s.t./ untitled, s.d / undated 58 59

27 ASCÂNIO MMM Fão, Portugal, 1941 Fão, Portugal, 1941 Caixa 1, 1968 Quadrados 19, Tir. 1/5,

28 ADOLFO ESTRADA Buenos Aires, Argentina, 1942 Buenos Aires, Argentina, 1942 s.t. / untitled, 2011 s.t. / untitled,

29 MACAPARANA Macaparana, PE, 1952 Macaparana, PE, Brazil, 1952 Composição livre para Glenn Gould, set-out / sept-oct, 2009 Mapa 2, fevereiro/ february,

30 LAURA MIRANDA Curitiba, PR, 1958 Curitiba, PR, Brasil, 1958 A céu aberto IV, 2009 Lençol de chumbo perfurado,

31 Adolfo Estrada Buenos Aires, Argentina, 1942 s.t./ untitled, 2011 óleo/ madeira - oil/ wood 84 x 95 x 9 cm Estudou no ateliê de pintura de Ignácio Colombres. Em 1962 se muda para Madrid e segue seu curso em La Real Academia de Belas Artes de San Fernando. Desde 1975 vive e trabalha em Sant Martí Vell, Gerona, Espanha. Exposições individuais Dan Galeria, São Paulo Sala Robayera, Miengo, Cantabria Galeria Joanna Kunstmann, Palma de Mallorca Galeria de Rijk, Haia Galeria Jorge Mara, Buenos Aires Galeria Pedro Peña, Málaga Galeria La Nave, Valencia Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Marborough, Madrid Galeria Alejandro Sales (Blackspace), Barcelona Michael Dunev Art Projects, Gerona Galeria Alfredo Vinãs,Málaga Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Sabine Puget, Paris Galeria Alejandro Sales (Blackspace), Barcelona Galeria Jacob, Paris Galeria Ruth Benzacar, B;uenos Aires Galeria Fernando Santos, Oporto Hachmeister Galeria, Münster Galeria Jorge Mara, Madrid Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Itália, Alicante Galeria Alejandro Sales, Barcelon Galeria Cadaqués, Cadaqués, Gerona Art House, Buenos Aires Galeria L Ollave, Lyon Olivier Dowling Gallery, Dublin Galeria Guereta, Barcelona Galeria L Ollave, Lyon Galeria Cadaqués, Cadaqués,Gerona Jordan Gallery,Londres Galeria Paperolls, Angoulême Galeria Cadaqués, Cadaqués,Gerona Galeria Aele, Madrid Galeria Vandrés, Madrid Galeria Bonino, Buenos Aires Continuum, Córdoba Ateneo de Madrid, Madrid Galeria Pizarro, Buenos Aires. p.62 p.56 s.t./ untitled, 2011 óleo/ madeira - oil/ wood 80 x 90 x 4 cm p.63 p.57 Alexandre Wollner São Paulo, SP, Brasil, 1928 Constelação A1, 2010 plottergrafia 50 x 50 cm Constelação A1, 2010 plottergrafia 50 x 50 cm Alexandre Wollner, designer gráfico. Inicia seus estudos no curso de design visual do Instituto de Arte Contemporânea - IAC, criado no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - Masp, em 1950, onde estuda com Lina Bo Bardi ( ), Poty ( ) e Sambonet ( ). Colabora com Pietro Maria Bardi ( ) na montagem da exposição retrospectiva de Max Bill ( ), no Masp, em Interessado no movimento concretista, vincula-se, em 1953, ao Grupo Ruptura, e apresenta suas obras construtivas na 2ª Bienal Internacional de São Paulo. Ainda em 1953 é selecionado por Max Bill para estudar na Hochschule für Gestaltung [Escola Superior da Forma] em Ulm, Alemanha, onde permanece entre 1954 e Ao retornar ao Brasil, inaugura, com Geraldo de Barros ( ), entre outros, o Form-Inform, o primeiro escritório de design do país. Em 1963, participa da estruturação e criação da Escola Superior de Desenho Industrial - ESDI, no Rio de Janeiro, a primeira instituição de design de nível superior no país. Na década de 1960, abre o próprio escritório de programação visual, onde desenvolve logotipos para grandes empresas. Expõe seus projetos no Masp e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, em 1980, e faz a opção por uma mostra que enfatize o processo de criação, execução e implementação de um programa de identidade visual. Em 1999, o Centro de Comunicação e Artes do Senac, em São Paulo, promove a sua segunda exposição individual. Em 2003, Wollner comemora seus 50 anos de design, com o livro Design Visual 50 Anos, e com a exposição de suas fotografias no Centro Universitário Maria Antônia, em São Paulo. Adolfo Estrada Buenos Aires, Argentina, 1942 He studied painting in the studio of Ignacio Colombres. In 1962 he moved to Madrid and continued his studies at La Real Academia de Bellas Artes de San Fernando. Since 1975 lives and works in Sant Marti Vell, Barcelona, Spain. Solo Exhibitions: Dan Galeria, São Paulo Sala Robayera, Miengo, Cantabria Galeria Joanna Kunstmann, Palma de Mallorca Galeria de Rijk, Haia Galeria Jorge Mara, Buenos Aires Galeria Pedro Peña, Málaga Galeria La Nave, Valencia Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Marborough, Madrid Galeria Alejandro Sales (Blackspace), Barcelona Michael Dunev Art Projects, Gerona Galeria Alfredo Vinãs,Málaga Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Sabine Puget, Paris Galeria Alejandro Sales (Blackspace), Barcelona Galeria Jacob, Paris Galeria Ruth Benzacar, Buenos Aires Galeria Fernando Santos, Oporto Hachmeister Galeria, Münster Galeria Jorge Mara, Madrid Galeria Alejandro Sales, Barcelona Galeria Itália, Alicante Galeria Alejandro Sales, Barcelon Galeria Cadaqués, Cadaqués, Gerona Art House, Buenos Aires Galeria L Ollave, Lyon Olivier Dowling Gallery, Dublin Galeria Guereta, Barcelona Galeria L Ollave, Lyon Galeria Cadaqués, Cadaqués,Gerona Jordan Gallery,Londres Galeria Paperolls, Angoulême Galeria Cadaqués, Cadaqués,Gerona Galeria Aele,Madrid Galeria Vandrés, Madrid Galeria Bonino, Buenos Aires Continuum, Córdoba Ateneo de Madrid, Madrid Galeria Pizarro, Buenos Aires Alexandre Wollner São Paulo, SP, Brazil, 1928 Alexandre Wollner, graphic designer. Began his studies with the visual design course at the Institute of Contemporary Design (IAC), created at the São Paulo Assis Chateaubriand Museum of Art (Masp), in 1950, where he studied with Lina Bo Bardi ( ), Poty ( ) and Sambonet ( ). Collaborated with Pietro Maria Bardi ( ) in staging the retrospective exhibition of Max Bill ( ), at the Masp, in Interested in the Concretist movement, in 1953, he joined the Grupo Ruptura [Rupture Group], presenting his constructivist works at the 2nd São Paulo International Bienal. Also in 1953, he was chosen by Max Bill to study at the Hochschule für Gestaltung [Superior School of Form] in Ulm, Germany, where he remained from 1954 to Upon returning to Brazil, together with Geraldo de Barros ( ) and others he inaugurated Form-Inform, the first design consultancy in the country. In 1963, he took part in the structuring and creation of the Escola Superior de Desenho Industrial (ESDI) [Superior School of Industrial Design], in Rio de Janeiro, the first higher level design institution in the country. During the 1960s, he opened his own visual programming office, where he developed logotypes for major companies. He exhibited his projects at the Masp and at the Museum of Modern Art of Rio de Janeiro (MAM/ RJ) in 1980, opting for a show that emphasised the process of creation, execution and implementation of visual identity programme. In 1999, the Centre of Communication and Arts of Senac, in São Paulo, held his second individual exhibition. In 2003, Wollner celebrated 50 years of design with his book Design Visual 50 Anos, and an exhibition of his photographs at the Maria Antônia University Centre, in São Paulo

32 Almir Mavignier Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 1925 Amarelo óleo/ tela - oil/ canvas 100 x 100 cm Almir Mavignier Rio de Janeiro, RJ, Brazil, 1925 Almir da Silva Mavignier, pintor, artista gráfico. Inicia seus estudos com Arpad Szenes ( ), Axl Leskoschek ( ) e Henrique Boese ( ) em 1945, no Rio de Janeiro. Entre 1946 e 1951, funda o Ateliê de Pintura e Modelagem da Seção de Terapêutica Ocupacional do Hospital Psiquiátrico do Engenho de Dentro (atual Museu de Imagens do Inconsciente) com a psiquiatra Nise da Silveira ( ). Acompanha os trabalhos desenvolvidos pelos internos Emygdio de Barros ( ), Raphael ( ) e Carlos Pertuis ( ), entre outros. Em 1949, participa do primeiro grupo de arte abstrata do Rio de Janeiro, com Ivan Serpa ( ), Abraham Palatnik (1928) e Mário Pedrosa. Organiza com Léon Dégand e Lourival Gomes Machado a exposição 9 Artistas do Engenho de Dentro, no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP, em 1950, quando também realiza sua primeira individual, no Instituto dos Arquitetos do Brasil do Rio de Janeiro - IAB/RJ. No ano seguinte, viaja para Paris, onde frequenta a Académie de La Grande Chaumière. Na Alemanha, entre 1953 e 1958, estuda com Max Bense e Josef Albers ( ) na Hochschule für Gestaltung [Escola Superior da Forma] em Ulm, e mantém contato com Max Bill ( ). Participa do Grupo Zero, entre 1958 e 1964, com Heinz Mack (1931), Otto Piene (1928), Yves Klein ( ), Jean Tinguely ( ). Organiza a exposição Novas Tendências, primeira mostra internacional de op art na Iugoslávia, em Em 2008, realiza a exposição Momentos de Luz, na DAN Galeria, em São Paulo, Brasil. p.39 p.53 Almir da Silva Mavignier is a painter and graphic artist. He began his studies with Arpad Szenes ( ), Axl Leskoschek ( ) and Henrique Boese ( ) in Rio de Janeiro, in Between 1946 and 1951, he founded the Painting and Modeling Workshop of the Occupational Therapy Section of the Engenho de Dentro Psychiatric Hospital (currently the Museu de Imagens do Inconsciente), with psychiatrist Nise da Silveira ( ). He accompanied the works developed by the patients, Emygdio de Barros ( ), Raphael ( ) and Carlos Pertuis ( ), among others. In 1949, he took part in the first abstract art group in Rio de Janeiro, with Ivan Serpa ( ), Abraham Palatnik (1928 ) and Mário Pedrosa. Together with Léon Dégand and Lourival Gomes Machado, he organized the exhibition 9 Artistas do Engenho de Dentro at the Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP) in 1950, also holding his first individual exhibition at the Institute of Brazilian Architects of Rio de Janeiro (IAB/RJ) in the same year. In 1951, he traveled to Paris, where he attended the Académie de La Grande Chaumière. In Germany, between 1953 and 1958, he studied with Max Bense and Josef Albers ( ) at the Hochschule für Gestaltung in Ulm, maintaining contact with Max Bill ( ). He took part in the Zero Group, between 1958 and 1964, with Heinz Mack (1931 ), Otto Piene (1928 ), Yves Klein ( ) and Jean Tinguely ( ), and organized the exhibition New Tendencies, the first international show of op art in Yugoslavia, in In 2008 he held the exhibition Momentos de Luz at DAN Galeria, in São Paulo, Brazil. Amelia Toledo São Paulo, SP, Brasil, 1926 s.t./ untitled III, 2010 óleo/ juta - oil/ jute 130 x 130 cm Amelia Toledo São Paulo, SP, Brazil, 1926 Amelia Amorim Toledo, escultora, pintora, desenhista, designer. Frequenta o ateliê de Anita Malfatti ( ), em São Paulo, no fim dos anos Entre 1943 e 1947, estuda com Yoshiya Takaoka ( ) e, em 1948, com Waldemar da Costa ( ). Nesse mesmo ano, trabalha com desenho de projetos no escritório do arquiteto Vilanova Artigas ( ). Em 1958, frequenta a London County Council Central School of Arts and Crafts, em Londres. De volta ao Brasil, em 1960, estuda gravura em metal com João Luís Oliveira Chaves (1924), no Estúdio/ Gravura. Obtém, em 1964, o título de mestre pela Universidade de Brasília - UnB. Desde a metade dos anos 1960, leciona na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie e na Faculdade Armando Álvares Penteado - Faap, em São Paulo, e na Escola de Desenho Industrial - Esdi, no Rio de Janeiro. A artista dedica-se também à pintura a óleo e aquarela e ao design de jóias. Realiza obras para espaços públicos, como o projeto cromático, 1996/1998, para a estação Arcoverde do metrô do Rio de Janeiro. Em 1999, é realizada exposição retrospectiva de sua obra na Galeria do Sesi, em São Paulo, e, em 2004, é publicado o livro Amelia Toledo: As Naturezas do Artifício, de Agnaldo Farias. Amelia Amorim Toledo, sculptress, painter, draughtswoman, designer. Attended the studio of Anita Malfatti ( ), in São Paulo, at the end of the 1930s. Between 1943 and 1947, studied with Yoshiya Takaoka ( ) and in 1948, with Waldemar da Costa ( ). In the same year, she worked on project design in the practice of the architect Vilanova Artigas ( ). In 1958, she attended the London County Council Central School of Arts and Crafts, in London. On returning to Brazil in 1960, she studied metal engraving with João Luís Oliveira Chaves (1924), at the Estúdio/Gravura [Engraving/Studio]. In 1964, she received a master's degree from the University of Brasília (UnB). From the mid-1960s onwards, she lectured at the Faculty of Architecture and Urban Planning of Mackenzie University and at the Armando Álvares Penteado Foundation (Faap), in São Paulo, as well as at the School of Industrial Design (Esdi) in Rio de Janeiro. The artist also devoted herself to oil painting and jewellery design. She executes works for public spaces, such as the chromatic project (1996/1998) for the Arcoverde underground station in Rio de Janeiro. In 1999, a retrospective of her work was held at the Sesi Gallery in São Paulo, with the book Amelia Toledo: The Natures of Artifice, by Agnaldo Farias, published in

33 Amilcar de Castro Paraisópolis, MG, Brasil, Belo Horizonte, MG, Brasil, 2002 s.t./ untitled - s.d./ undated escultura em aço corten - corten steel 250 x 250 x 144 cm Amilcar de Castro Paraisópolis, MG, Brazil, Belo Horizonte, MG, Brazil, 2002 Amilcar Augusto Pereira de Castro, escultor, gravador, desenhista, diagramador, cenógrafo, professor. Muda-se para Belo Horizonte em 1935, e estuda na Faculdade de Direito da UFMG, de 1941 a A partir de 1944, frequenta curso livre de desenho e pintura com Guignard ( ), na Escola de Belas Artes de Belo Horizonte, e estuda escultura figurativa com Franz Weissmann ( ). No fim da década de 1940, assume alguns cargos públicos, que logo abandona, assim como a carreira de advogado. Paralelamente, em seus trabalhos, dá-se a passagem do desenho para a tridimensionalidade. Em 1952, muda-se para o Rio de Janeiro e trabalha como diagramador em diversos periódicos, destacando-se a reforma gráfica que realizou no Jornal do Brasil. Depois de entrar em contato com a obra do suíço Max Bill ( ), realiza sua primeira escultura construtiva, exposta na Bienal Internacional de São Paulo, em Participa de exposições do grupo concretista, no Rio de Janeiro e em São Paulo, em 1956, e assina o Manifesto Neoconcreto em No ano seguinte, participa em Zurique da Mostra Internacional de Arte Concreta, organizada por Max Bill. Em 1968, vai para os Estados Unidos, conjugando bolsa de estudo da Guggenheim Memorial Foundation com o prêmio de viagem ao exterior obtido na edição de 1967 do Salão Nacional de Arte Moderna (SNAM). De volta ao Brasil, em 1971, fixa residência em Belo Horizonte. Torna-se professor de composição e escultura da Escola Guignard, até Leciona na Faculdade de Belas Artes da UFMG, entre as décadas de 1970 e Em 1990, passa a dedicar-se exclusivamente à atividade artística. Ascânio MMM Fão, Portugal, 1941 p.23 p.60 Ascânio MMM Fão, Portugal, 1941 Caixa I, 1968 escultura em madeira pintada - painted wood sculpture 47 x 47 x 47 cm Quadrados 19-1/5, escultura em madeira - wood sculpture 123 x 123 cm Escultor e pintor. Ascânio Maria Martins Monteiro. Português de nascimento, desde 1959 reside no Rio de Janeiro, Brasil. Cursa a Escola Nacional de Belas Artes - ENBA, de 1963 a 1965 e a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, de 1965 a Opta pela linguagem abstrata construtiva desde seus primeiros trabalhos tridimensionais, na primeira metade da década de No início, utiliza ripas de madeira, articuladas em torno de um eixo, criando formas sinuosas e harmônicas, depois as formas retas tomam lugar, utilizando cores, explorando a tensão entre matéria e forma. Em outros trabalhos com perfis de alumínio, formando um jogo de cheios e vazios. Cria as Caixas lúdicas (final dos anos 1960), as Caixas e os Múltiplos (década de 1970) e as Piramidais (final da década de 1980). Desde 1969, com a exposição individual na Galeria Celina, Rio de Janeiro, até a exposição em 2005, na Dan Galeria, em São Paulo, Ascânio completa 24 exposições individuais e 73 coletivas entre 1966 e 2003, no Brasil, Portugal e Inglaterra. A painter and sculptor, Ascânio Maria Martins Monteiro was born in Portugal but has lived in Rio de Janeiro since He studied at the National School of Fine Arts (ENBA) between 1963 and 1965 and at the Federal University of Rio de Janeiro's Faculty of Architecture and Urban Planning from 1965 to He has adopted the language of abstract constructivism since his first three-dimensional works in the first half of the 1960s. To begin with, he used strips of wood arranged around an axle, creating sinuous forms and harmonics; subsequently he opted for a more linear approach and the use of color, exploring the tension between form and substance. In other works he experimented with aluminum shapes, producing a vivid dynamic between volume and space. He has produced several series, including the Caixas lúdicas (end of the 60s), the Caixas and Múltiplos (the 70s) and the Piramidais (end of the 80s). He has held 24 solo exhibitions between his first, at the Galeria Celina, in Rio, in 1969 and his latest, at the Dan Galeria in São Paulo in He also took part in 73 collective shows between 1966 and 2003 in Brazil, Portugal and the UK. Amilcar Augusto Pereira de Castro, sculptor, engraver, draughtsman, lay out designer, scenographer, lecturer. Moved to Belo Horizonte in 1935, studying at the Law Faculty of the UFMG between 1941 and From 1944 onwards, he attended the open course in drawing and painting with Guignard ( ), at the School of Fine Arts of Belo Horizonte, studying figurative sculpture with Franz Weissmann ( ). At the end of the 1940s, he took up a series of political appointments that he soon abandoned, together with his career as a lawyer. In parallel, his work made the transition from drawing to three-dimensionality. In 1952, he moved to Rio de Janeiro, working as a lay out designer for various publications, most notably redesigning the daily, Jornal do Brasil. After coming into contact with the work of the Swiss artist, Max Bill ( ), he made his first Constructivist sculpture, which was exhibited at the Bienal Internacional de São Paulo [São Paulo International Bienal], in He also took part in the exhibitions of the Constructivist group, in Rio de Janeiro and São Paulo, in 1956, signing the Neoconcretist Manifesto in In the following year, he took part in the International Exhibition of Concrete Art in Zurich, organised by Max Bill. In 1968, he went to the United States, with the aid of both a Guggenheim Memorial Foundation scholarship and the foreign travel prize that he had won at the 1967 National Salon of Modern Art. Upon returning to Brazil in 1971, he settled in Belo Horizonte, becoming a lecturer in composition and sculpture at the Escola Guignard, where he worked until In the 1970s and 80s, he lectured at the Faculty of Fine Arts of the Federal 72 University of Minas Gerais (UFMG), retiring from teaching in 1990 to dedicate himself 73 exclusively to his art. p.61

Hermelindo Fiaminghi. Born in São Paulo, Brazil 1920. Died in São Paulo, Brazil, 2004. Solo Exhibitions. 2009 Dan Galeria, São Paulo, Brazil

Hermelindo Fiaminghi. Born in São Paulo, Brazil 1920. Died in São Paulo, Brazil, 2004. Solo Exhibitions. 2009 Dan Galeria, São Paulo, Brazil Hermelindo Fiaminghi Born in São Paulo, 1920 Died in São Paulo,, 2004 Solo Exhibitions 2009 Dan Galeria, São Paulo, 2001 Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), São Paulo, 1998 Galeria Nara Roesler,

Leia mais

exposições individuais / solo exhibitions 2015 Horizonte Deserto Tecido Cimento, Galeria Nara Roesler São Paulo, Brazil

exposições individuais / solo exhibitions 2015 Horizonte Deserto Tecido Cimento, Galeria Nara Roesler São Paulo, Brazil fabio miguez n.b. 1962-- sao paulo, brazil vive e trabalha em / lives and works in são paulo exposições individuais / solo exhibitions 2015 Horizonte Deserto Tecido Cimento, Galeria Nara Roesler São Paulo,

Leia mais

Conclusão do Curso de Bacharel em Direito - Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais - Belo Horizonte-MG, Brasil

Conclusão do Curso de Bacharel em Direito - Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais - Belo Horizonte-MG, Brasil Nasceu em Paraisópolis-MG, - 1920 Faleceu em Belo Horizonte-MG, - 2002 Formação 1945 Conclusão do Curso de Bacharel em Direito - Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais - Belo Horizonte-MG,

Leia mais

RODRIGO ANDRADE. 1962, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo

RODRIGO ANDRADE. 1962, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo RODRIGO ANDRADE 1962, São Paulo, Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS / SELECTED SOLO EXHIBITIONS 2014 Pinturas de onda, mato e ruína, Galeria

Leia mais

Rubem Ludolf. Born in Maceió, Brazil, 1932. Died in Rio de Janeiro, Brazil, 2010. Selected Solo Exhibitions

Rubem Ludolf. Born in Maceió, Brazil, 1932. Died in Rio de Janeiro, Brazil, 2010. Selected Solo Exhibitions Rubem Ludolf Born in Maceió,, 1932 Died in Rio de Janeiro,, 2010 Selected Solo Exhibitions 2005 Galeria Berenice Arvani, São Paulo, 2003 Estúdio Guanabara, Rio de Janeiro, Centro Universitário Maria Antonia,

Leia mais

MICHAEL BIBERSTEIN / RUI SANCHES. AQUI e ALÉM. 24. Fevereiro 2011. 10. Abril 2011

MICHAEL BIBERSTEIN / RUI SANCHES. AQUI e ALÉM. 24. Fevereiro 2011. 10. Abril 2011 MICHAEL BIBERSTEIN / RUI SANCHES AQUI e ALÉM 24. Fevereiro 2011 10. Abril 2011 3 5 P E Este catálogo foi publicado por ocasião da exposição Aqui e Além de Michael Biberstein e Rui Sanches, que teve lugar

Leia mais

Almandrade. (Antônio Luiz M. Andrade)

Almandrade. (Antônio Luiz M. Andrade) (Antônio Luiz M. Andrade) Artista plástico, arquiteto, mestre em desenho urbano, poeta e professor de teoria da arte das oficinas de arte do Museu de Arte Moderna da Bahia e Palacete das Artes. Participou

Leia mais

Eustaquio Neves Minas Gerais, Brazil

Eustaquio Neves Minas Gerais, Brazil Eustaquio Neves Minas Gerais, Brazil Neves is a photographer and video artist who graduated in chemistry in 1980. Since 1989, he has been researching different techniques for manipulating negatives and

Leia mais

ELIZABETH JOBIM. Oi Futuro. Rio de Janeiro, Brasil

ELIZABETH JOBIM. Oi Futuro. Rio de Janeiro, Brasil ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL TF +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS.COM ELIZABETH JOBIM Exposições individuais 2015 Bloco B 2013 Blocos Oi Futuro. Rio

Leia mais

Exposições Individuais / Solo Exhibitions

Exposições Individuais / Solo Exhibitions Fabiano Gonper Exposições Individuais / Solo Exhibitions 1997 Fabiano Gonper Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba / João Pessoa PB 1998 Desenho-Objeto Centro Cultural São Francisco / João Pessoa

Leia mais

1989 Contemporary Art Gallery 110, Concerto Concrete, Rio de Janeiro, Brazil

1989 Contemporary Art Gallery 110, Concerto Concrete, Rio de Janeiro, Brazil Paulo Roberto Leal Born in, 1946 Died in, 1991 Solo Exhibitions 1989 Contemporary Art Gallery 110, Concerto Concrete, Galeria São Paulo, São 1976 Gallery Oscar Seraphico, Brasilia, Brazil 1975 Art Gallery

Leia mais

karin lambrecht n./b. 1957 -- porto alegre, brazil vive e trabalha em/lives and works in porto alegre

karin lambrecht n./b. 1957 -- porto alegre, brazil vive e trabalha em/lives and works in porto alegre karin lambrecht n./b. 1957 -- porto alegre, brazil vive e trabalha em/lives and works in porto alegre exposições individuais / solo exhibitions 2015 Pintura e desenho, Galeria do Instituto Ling, Porto

Leia mais

Instalação para viagem - Série Espaços. Madeira, espelhos, lentes, aço inox, acrílico, refletores. 8x16x26cm 2008/2011

Instalação para viagem - Série Espaços. Madeira, espelhos, lentes, aço inox, acrílico, refletores. 8x16x26cm 2008/2011 Claudio Álvarez CLAUDIO ÁLVAREZ nasceu em Rosário-Argentina. Vive e trabalha em Curitiba, Paraná, Brasil desde 1977. Expõe desde 1981. Realizou mais de 13 exposições individuais e participou de várias

Leia mais

exposições individuais / solo exhibitions 2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, Brazil

exposições individuais / solo exhibitions 2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, Brazil artur lescher n. b. 1962 -- sao paulo, brazil vive e trabalha em / lives and works in sao paulo, brazil exposições individuais / solo exhibitions 2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, Brazil

Leia mais

1970 - Rio de Janeiro RJ - Eduardo Sued: pintura e colagem, na Prisma Galeria de Arte

1970 - Rio de Janeiro RJ - Eduardo Sued: pintura e colagem, na Prisma Galeria de Arte Eduardo Sued Exposições individuais 1968 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Bonino 1970 - Rio de Janeiro RJ - Eduardo Sued: pintura e colagem, na Prisma Galeria de Arte 1974 - Rio de Janeiro

Leia mais

Prêmio Aquisição [Purchase Award], 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea. São Paulo-SP, Brasil

Prêmio Aquisição [Purchase Award], 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea. São Paulo-SP, Brasil Nasceu em São Paulo-SP, - 1960 Vive e trabalha em São Paulo-SP, Exposições Individuais 1984 Prêmio Aquisição [Purchase Award], 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea. São Paulo-SP, 1987 Perspectivas Recentes

Leia mais

DUDI MAIA ROSA. 1946, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo

DUDI MAIA ROSA. 1946, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo DUDI MAIA ROSA 1946, São Paulo, Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS / SELECTED SOLO EXHIBITIONS 2009 Plásticos, Galeria Millan, São Paulo, SP,

Leia mais

exposições individuais / solo exhibitions Artur Lescher: Inside-Out, Piero Atchugarry Gallery, Punta Del Este, Uruguay

exposições individuais / solo exhibitions Artur Lescher: Inside-Out, Piero Atchugarry Gallery, Punta Del Este, Uruguay artur lescher n./b. 1962 -- sao paulo, brazil vive e trabalha em/lives and works in sao paulo, brazil exposições individuais / solo exhibitions 2016 Artur Lescher: Inside-Out, Piero Atchugarry Gallery,

Leia mais

Marcus André. Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil. Exposições Coletivas

Marcus André. Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil. Exposições Coletivas Marcus André Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2009 Museu de Arte Contemporânea de Paraná 63 o. Salão Paranaense de Arte. Curitiba PR 2008 Durex Arte Contemporânea

Leia mais

BA in sculpture from the Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

BA in sculpture from the Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro. JARBAS LOPES Born in Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, 1964 Lives and works in Rio de Janeiro, Brazil Education BA in sculpture from the Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Solo Exhibitions

Leia mais

IOLE DE FREITAS Born in Belo Horizonte, Brazil, 1945 lives and works in Rio de Janeiro, Brazil

IOLE DE FREITAS Born in Belo Horizonte, Brazil, 1945 lives and works in Rio de Janeiro, Brazil IOLE DE FREITAS Born in Belo Horizonte,, 1945 lives and works in Rio de Janeiro, SOLO EXHIBITIONS 2015 O peso de cada um. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014 Sou minha própria

Leia mais

RUBENS MANO. 1960, São Paulo, SP, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo

RUBENS MANO. 1960, São Paulo, SP, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo RUBENS MANO 1960, São Paulo, SP, Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS / SELECTED SOLO EXHIBITIONS 2012 Corte e retenção, Casa da Imagem, São Paulo,

Leia mais

2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, Brasil

2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, Brasil arthur lescher 1962 nasceu em são paulo vive e trabalha em são paulo exposições individuais 2015 Afluentes, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, 2014 La nostalgia del ingeniero, Corredor Cultural Roma

Leia mais

Curriculum Vitae. João Atanásio Maranhão, 1948

Curriculum Vitae. João Atanásio Maranhão, 1948 Curriculum Vitae João Atanásio Maranhão, 1948 Estudou pintura nos anos 80 na Escola de Artes Visuais do Rio de Janeiro e gravura na PUC-RIO. De 1985 a 1987, residiu na Espanha onde freqüentou a Faculdade

Leia mais

BOM VÔO / GOOD FLIGHT - RUI CALÇADA BASTOS

BOM VÔO / GOOD FLIGHT - RUI CALÇADA BASTOS BOM VÔO / GOOD FLIGHT - RUI CALÇADA BASTOS A cidade é o campo de possibilidades que o artista indaga e observa sob um olhar aparentemente romântico, mas que não despreza o detalhe mais (in) significante,

Leia mais

Lothar Charoux. Born in Vienna, Austria, 1912. Died in São Paulo, Brazil, 1987. Selected Solo Exhibitions

Lothar Charoux. Born in Vienna, Austria, 1912. Died in São Paulo, Brazil, 1987. Selected Solo Exhibitions Lothar Charoux Born in Vienna, Austria, 1912 Died in São Paulo,, 1987 Selected Solo Exhibitions 2010 Caixa Cultural São Paulo, Entre vida e obra, São Paulo, 2005 Dan Galeria, A poética da linha, São Paulo,

Leia mais

LENORA DE BARROS. Born 1953 São Paulo, Brazil Lives and works in São Paulo, Brazil. Solo Exhibitions

LENORA DE BARROS. Born 1953 São Paulo, Brazil Lives and works in São Paulo, Brazil. Solo Exhibitions LENORA DE BARROS Born 1953 São Paulo, Brazil Lives and works in São Paulo, Brazil Solo Exhibitions 2014 Umas e Outras (Some and Others), curated by Glória Ferreira, PIVÔ, São Paulo-SP, Brazil 2013 Umas

Leia mais

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br Carlos Terrana Brasileiro, 57 anos. SCRLN 716 Bloco C ent. 15 kit 201 Asa Norte CEP 70770-533 DF (61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br FORMAÇÃO 2012 Pós Graduação em Artes Visuais SENAC (cursando). 2009

Leia mais

2009 Athos Bulcão - Compositor de Espaços, Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, Brasília DF, Brasil

2009 Athos Bulcão - Compositor de Espaços, Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, Brasília DF, Brasil athos bulcão 1918-2008 nasceu no rio de janeiro exposições individuais 2015 Galeria Nara Roesler, São Paulo, 2009 Athos Bulcão - Compositor de Espaços, Museu Nacional do Conjunto Cultural da República,

Leia mais

Minimalismo Principais Artistas. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Minimalismo Principais Artistas. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Minimalismo Principais Artistas Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Definição Minimalismo se refere a uma tendência das artes visuais que ocorreu no fim dos anos 1950 e início dos

Leia mais

Sobre o Studio GGA. About Studio GGA

Sobre o Studio GGA. About Studio GGA Sobre o Studio GGA About Studio GGA Em 2009, o arquiteto Gianpaolo Granato funda o Studio GGA em São Paulo. Após 7 anos trabalhando para importantes escritórios de arquitetura na Europa, com projetos desenvolvidos

Leia mais

Urban space. Urban Space. Leonardo Ramadinha. www.ramadinha.com.br

Urban space. Urban Space. Leonardo Ramadinha. www.ramadinha.com.br Urban space Urban Space Leonardo Ramadinha www.ramadinha.com.br Vista #1 Sight #1 Fachada #1 Facade #1 Fachada #2 Facade #2 Fachada #3 Facade #3 Favela #1 Slum #1 Duas Janelas Two windows Favela #2 Slum

Leia mais

Wanda Pimentel 1943 Rio de Janeiro. Exposições Individuais

Wanda Pimentel 1943 Rio de Janeiro. Exposições Individuais Wanda Pimentel 1943 Rio de Janeiro. Exposições Individuais 2009 Anita Schwartz Galeria de Arte Rio de Janeiro/RJ 2004 MAM- Rio de Janeiro/RJ Galeria Manoel Macedo/Galeria de Arte Belo-Horizonte/MG 1999

Leia mais

quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto.

quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto. quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto. Com um percurso muito parecido, ambas fizeram sua descoberta da Art Jewellery na Europa. Renata Porto no Ar.Co em Lisboa, e Mirla Fernandes

Leia mais

1980 MASP Museu de Arte de São Paulo / São Paulo. 1981 Galeria Paulo Figueiredo / São Paulo. 1983 Galeria Metronom / Barcelona

1980 MASP Museu de Arte de São Paulo / São Paulo. 1981 Galeria Paulo Figueiredo / São Paulo. 1983 Galeria Metronom / Barcelona A L E X F L E M M I N G Nasceu em São Paulo em 1954. Mora em Berlim. PRINCIPAIS EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 1980 MASP Museu de Arte de São Paulo 1981 Galeria Paulo Figueiredo 1983 Galeria Metronom / Barcelona

Leia mais

Solo Exhibitions. 2012 Inabsência, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brazil Galeria Del Paseo, Punta del Este, Uruguay

Solo Exhibitions. 2012 Inabsência, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brazil Galeria Del Paseo, Punta del Este, Uruguay The São Paulo-born Artur Lescher stands out in the contemporary Brazilian art scene with his three-dimensional work. His pieces transcend their sculptural character, crossbreeding the boundaries of installations

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

2014 O Guardião das coisas inúteis, MAMAM, Recife, Brasil. 2012 Chronos, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil

2014 O Guardião das coisas inúteis, MAMAM, Recife, Brasil. 2012 Chronos, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil marcelo silveira 1962 nasceu em gravatá vive e trabalha em recife exposições individuais O Guardião das coisas inúteis, MAMAM, Recife, Brasil 2012 Chronos, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil 2008

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

exposições individuais / solo exhibitions 2014 Sonnabend Gallery, New York, USA Precaução de Contato, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brazil

exposições individuais / solo exhibitions 2014 Sonnabend Gallery, New York, USA Precaução de Contato, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brazil carlito carvalhosa n./b. 1961-- sao paulo, brazil vive e trabalha no/lives and works in rio de janeiro exposições individuais / solo exhibitions 2014 Sonnabend Gallery, New York, USA Precaução de Contato,

Leia mais

DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS

DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS VERMELHO DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS CONTATO / CONTACT INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR / INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR END / ADDRESS TEL / PHONE WEB RUA MINAS GERAIS. 350. CEP:01224-010. HIGIENÓPOLIS.

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design

A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design Marcelo Vianna Lacerda de Almeida A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Design

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016

Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Prova de Seleção Mestrado LINGUA INGLESA 15/02/2016 Instruções aos candidatos: (1) Preencher somente o número de inscrição em todas as folhas. (2) Usar caneta preta ou azul. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Leia mais

DECO FILIGREE COUTURE BLOSSOM

DECO FILIGREE COUTURE BLOSSOM Eleuterio no Salão JCK Luxury em Las Vegas ELEUTERIO IN THE LUXURY JCK LAS VEGAS SHOW 2015 foi o ano que assinalou o início da presença da marca Eleuterio na feira de joalharia JCK, em Las Vegas. Durante

Leia mais

Pelo Caminho. Through the way. Leonardo Ramadinha. www.ramadinha.com.br

Pelo Caminho. Through the way. Leonardo Ramadinha. www.ramadinha.com.br Pelo Caminho Through the way Leonardo Ramadinha www.ramadinha.com.br De todas as coisas que odiei pelo caminho uma delas fui eu mesmo Of all the things I hated in my way, I was one of them De todas as

Leia mais

Inglês 17 Past Perfect

Inglês 17 Past Perfect Inglês 17 Past Perfect O Past Perfect é um tempo verbal utilizado quando temos duas ações que ocorreram no passado, porém uma delas ocorreu antes da outra. When you called, she had just received the bad

Leia mais

2014 Sonnabend Gallery, Nova York, EUA Precaução de Contato, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brazil

2014 Sonnabend Gallery, Nova York, EUA Precaução de Contato, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brazil carlito carvalhosa 1961 nasceu em são paulo vive e trabalha no rio de janeiro exposições individuais 2014 Sonnabend Gallery, Nova York, EUA Precaução de Contato, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brazil

Leia mais

universidade estadual de campinas

universidade estadual de campinas UNICAMP universidade estadual de campinas GALERIA DE ARTE» UNICAMP GALERIA DE ARTE < UNICAMP ODILLA MESTRINER AQUARELAS E DESENHOS SETEMBRO/85 APRESENTAÇÃO A primeira característica impressionante na personalidade

Leia mais

ELIZABETH JOBIM. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Brasil Celma Albuquerque Galeria de Arte.

ELIZABETH JOBIM. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Brasil Celma Albuquerque Galeria de Arte. ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL TF +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS.COM ELIZABETH JOBIM Exposições individuais 2013 Blocos Celma Albuquerque Galeria de

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Os principais modelos Modelo europeu tradicional: diferenciação no secundário entre vertentes acadêmicas e técnico-profissionais

Leia mais

NEWSLETTER 20 Outubro, 2012 / October 20, 2012 (pages 1 > 10) Exposições na Galeria / Gallery shows. Exposição actual / Current show

NEWSLETTER 20 Outubro, 2012 / October 20, 2012 (pages 1 > 10) Exposições na Galeria / Gallery shows. Exposição actual / Current show GALERIA PEDRO OLIVEIRA CALÇADA DE MONCHIQUE, 3 TEL +351 222 007 131 gpo@galeriapedrooliveira.com 4050-393 PORTO PORTUGAL FAX +351 222 002 334 www.galeriapedrooliveira.com NEWSLETTER 20 Outubro, 2012 /

Leia mais

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 1 1 Proposta elaborada com base na obra de Hélio Oiticica, pintor, escultor, performático e artista multimídia que em suas diversas propostas incluiu o Parangolé para

Leia mais

COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO

COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO Artista paulistano inaugura Re-subtrações - Paulo Climachauska, no Oi Futuro no Flamengo dia 14 de janeiro e Fluxo de

Leia mais

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Helena McDonnell e Magda Gabriel Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Cambridge Institute Página 1 Especialistas em Consultoria

Leia mais

HENRIQUE OLIVEIRA. 1973, Ourinhos, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo

HENRIQUE OLIVEIRA. 1973, Ourinhos, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo HENRIQUE OLIVEIRA 1973, Ourinhos, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS / SELECTED SOLO EXHIBITIONS 2014 Museu de Arte Contemporânea

Leia mais

Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa Lisbon, Portugal. Retratos e outras Situações Encenadas

Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa Lisbon, Portugal. Retratos e outras Situações Encenadas Eurico Lino do Vale Porto, Portugal 1966 Exposições individuais Solo exhibitions 2013 Levantamento do Palácio da Rosa Carlos Carvalho Arte Contemporânea. Lisboa Lisbon, Portugal Retratos Incógnitos Museu

Leia mais

Colorida Art Gallery was founded in 2007. The gallery is located by the Castle of São Jorge in the highest hill of the historic centre of Lisbon, in a

Colorida Art Gallery was founded in 2007. The gallery is located by the Castle of São Jorge in the highest hill of the historic centre of Lisbon, in a ALExAndER lee Colorida Art Gallery was founded in 2007. The gallery is located by the Castle of São Jorge in the highest hill of the historic centre of Lisbon, in a building more than 150 years old.

Leia mais

Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2

Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Entre a Figuração e a Abstração MÓDULO 2 Introdução A mostra A PERSISTÊNCIA DA MEMÓRIA¹ apresenta a trajetória das obras que compõem o acervo de arte do Museu de

Leia mais

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira Profa. Ms. Eliene Silva Disponível em: http://www.mauc.ufc.br/expo/1967/index1.htm http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9205/antoniobandeira Biografia

Leia mais

2014 Futebol no Campo Ampliado, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brazil

2014 Futebol no Campo Ampliado, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brazil eduardo coimbra 1955 born in rio de janeiro lives and works in rio de janeiro solo exhibitions 2015 Fatos Arquitetônicos, Galeria Nara Roesler, Rio de Uma Escultura na Sala, curadoria de Glória Ferreira,

Leia mais

Ricardo Pereira Artista Plástico. Nascido em Recife, PE, em 1961. Graduação: Bacharelado em Pintura Escola de Belas Artes - (EBA) UFRJ - 1989

Ricardo Pereira Artista Plástico. Nascido em Recife, PE, em 1961. Graduação: Bacharelado em Pintura Escola de Belas Artes - (EBA) UFRJ - 1989 CURRÍCULO Ricardo Pereira Artista Plástico Nascido em Recife, PE, em 1961. FORMAÇÃO: CURSOS: Graduação: Bacharelado em Pintura Escola de Belas Artes - (EBA) UFRJ - 1989 Oficina de Xilogravura EBA/UFRJ

Leia mais

62 Christina Oiticica

62 Christina Oiticica Christina Oiticica A arte de Christina Oiticica Todo artista que trabalha na natureza não é um land artist e não se interessa, necessariamente, pela paisagem (G. Tiberghein). Depois da Land Art, vários

Leia mais

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes REVISÃO PARA PROVA Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O SURREALISMO foi o movimento artístico moderno da representação do irracional

Leia mais

2001 Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil Fundação Castro Maia, Rio de Janeiro, Brazil

2001 Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil Fundação Castro Maia, Rio de Janeiro, Brazil DANIEL FEINGOLD Rio de Janeiro, Brazil, 1954 vive e trabalha no Rio de Janeiro SOLO EXHIBITIONS 2014 Daniel Feingold. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brazil 2013 Acaso contorlado. Museu de Arte Moderna

Leia mais

QUASE AQUI DANIEL SENISE VERMELHO INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR / INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR

QUASE AQUI DANIEL SENISE VERMELHO INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR / INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR VERMELHO QUASE AQUI DANIEL SENISE CONTATO / CONTACT INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR / INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR END / ADDRESS TEL / PHONE WEB RUA MINAS GERAIS. 350. CEP:01224-010. HIGIENÓPOLIS. SÃO PAULO.

Leia mais

Olaria Projetos de Arte e Educação

Olaria Projetos de Arte e Educação Olaria Projetos de Arte e Educação Lia Marchi Lia Marchi é cineasta, pesquisadora, professora e produtora. Iniciou suas atividades artísticas com o teatro em 1990 e, logo depois, com a música e o universo

Leia mais

Exposições póstumas (seleção) LURIXS: Arte Contemporânea. Rio de Janeiro, Brazil. 2013 Hélio Oiticica: Das große Labyrinth

Exposições póstumas (seleção) LURIXS: Arte Contemporânea. Rio de Janeiro, Brazil. 2013 Hélio Oiticica: Das große Labyrinth ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL TF +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS.COM HÉLIO OITICICA Exposições póstumas (seleção) 2014 Seleção Nacional LURIXS: Arte

Leia mais

Colégio de Aplicação UFRGS. Name: Group:

Colégio de Aplicação UFRGS. Name: Group: Present Perfect: FOOD for THOUGHT Colégio de Aplicação UFRGS Name: Group: Present Perfect Simple Os Perfect Tenses são formados com o presente simples do verbo to have (have / has), que, neste caso, funciona

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Escultura TSHOKWE. Sculpture. Escultura TSHOKWE Sculture - Narie Louise Bastin - Edição CEAUP & DCTP (Faculdade de Letras -UP) Pág.

Escultura TSHOKWE. Sculpture. Escultura TSHOKWE Sculture - Narie Louise Bastin - Edição CEAUP & DCTP (Faculdade de Letras -UP) Pág. Escultura TSHOKWE Sculpture Escultura TSHOKWE Sculture - Narie Louise Bastin - Edição CEAUP & DCTP (Faculdade de Letras -UP) Pág. 1 Exposição organizada pelos Departamento de Ciências e Técnicas do Património

Leia mais

CURRICULUM VITAE. 2009/ XV Unifor Plástica de desenho Fortaleza CE

CURRICULUM VITAE. 2009/ XV Unifor Plástica de desenho Fortaleza CE CURRICULUM VITAE Rua Valdery Uchoa, 1108 Jardim América Cep: 60.416.094 Fortaleza, Ceará. Fone: 85 9622.0036 / mairaortins@gmail.com www.mairaortins.wordpress.com Born in Recife (PE) Brazil in 1980. Degree

Leia mais

sp-arte, 2015 stand/booth J14

sp-arte, 2015 stand/booth J14 G A L E R I A M A R C E L O G U A R N I E R I Alameda Lorena, 1966 São Paulo - SP - Brasil / CEP 01424 006 +55 11 3063 5410 11 3083 4873 contato@galeriamarceloguarnieri.com.br www.galeriamarceloguarnieri.com.br

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA 34033408 ARTE BRASILEIRA II CRÉDITOS ETAPA 3 Período CH ANO 2009

Leia mais

FERNANDO VILELA FERNANDO VILELA

FERNANDO VILELA FERNANDO VILELA FERNANDO VILELA FERNANDO VILELA Fernando Vilela (São Paulo, 1973) Artista, autor e ilustrador de livros, Fernando vive e trabalha em São Paulo. Utiliza diversas linguagens, como gravura, desenho, colagem,

Leia mais

FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION.

FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION. 1 FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION. FREAK SHOWS - CONTEMPORARY EVENTS CARRIED OUT BY ADEPTS OF BODY MODIFICATION Beatriz Ferreira Pires 1 RESUMO: O primeiro

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Palácio Itamaraty, subsolo 131 Itamaraty Palace, underground floor

Palácio Itamaraty, subsolo 131 Itamaraty Palace, underground floor Palácio Itamaraty, subsolo 131 Itamaraty Palace, underground floor 132 Ministério das Relações Exteriores Ministry of External Relations Sérgio de Camargo Rio de Janeiro, RJ, 1930 1990 Escultor Frederico

Leia mais

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/ Motivos para a prática do handebol no município de Rebouças, PR 1 Motivos para la práctica del balonmano en el municipio de Rebouzas, PR Reasons for the practice of handball in the city of Rebouças, PR

Leia mais

Duistt Duistt Collection Duistt Collection Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt

Duistt Duistt Collection Duistt Collection Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Created in Oporto in 2014, Duistt is a furniture brand specialized in upholstery. Like the city, the company breaths history and modernity. It blends ancient knowledge and techniques with modern

Leia mais

Exercícios de desenho utilizando diferentes estratégias de construção de imagens, como transportes, ampliações e colagens.

Exercícios de desenho utilizando diferentes estratégias de construção de imagens, como transportes, ampliações e colagens. Edital SEDAC nº 11/2013 Desenvolvimento da Economia da Cultura FAC - Sociedade Civil Programa de Oficinas do Atelier Subterrânea: do desenho à arquitetura Flávio Gonçalves Oficina: Desenho como Estratégia

Leia mais

MANOEL VEIGA. Lives and works in São Paulo. Education

MANOEL VEIGA. Lives and works in São Paulo. Education MANOEL VEIGA Lives and works in São Paulo Education Graduates as an Electronic Engineer from the Federal University of Pernambuco (1989), having been a grantee at the Physics Department for three years.

Leia mais

JSL_d. JOSÉ LOUREIRO drawings

JSL_d. JOSÉ LOUREIRO drawings JSL_d JOSÉ LOUREIRO drawings Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled,

Leia mais

LEILÃO DE ARTE DIAS 23 E 24 DE MARÇO

LEILÃO DE ARTE DIAS 23 E 24 DE MARÇO LEILÃO DE ARTE DIAS 23 E 24 DE MARÇO LEILÃO DE ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA REÚNE 264 OBRAS DE MAIS DE 140 ARTISTAS BRASILEIROS E ESTRANGEIROS No primeiro de seus quatro tradicionais leilões anuais, o

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

Curriculum Vitae José Luís Neto

Curriculum Vitae José Luís Neto Curriculum Vitae José Luís Neto nasceu em Satão em 1966. Vive e trabalha em Lisboa. Born in Satão, 1966. lives and works in Lisbon. EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS / SOLO SHOWS 2007 High Speed Press Plate, Circulo

Leia mais

2002 University Center Maria Antonia, The Concrete Art Paulista: Waldemar Cordeiro and Photography. São Paulo, Brazil

2002 University Center Maria Antonia, The Concrete Art Paulista: Waldemar Cordeiro and Photography. São Paulo, Brazil Waldemar Cordeiro Born in Rome, Italy, 1925 Died in São Paulo,, 1973 Selected Solo Exhibitions 2002 University Center Maria Antonia, The Concrete Art Paulista: Waldemar Cordeiro and Photography. São Paulo,

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as Exercícios extras Assunto do dia Na aula de hoje, você deverá arregaçar as mangas e entrar de cabeça nos exercícios extras, que têm como tema tudo que vimos nas aulas do Segundo Grau. Atenção: 3, 2, 1...

Leia mais

2012 Dickinson Gallery, Ivan Serpa: Pioneering Abstraction in Brazil, New York, NY

2012 Dickinson Gallery, Ivan Serpa: Pioneering Abstraction in Brazil, New York, NY Ivan Serpa Born in Rio de Janeiro,, 1923 Died in Rio de Janeiro,, 1973 Solo Exhibitions 2012 Dickinson Gallery, Ivan Serpa: Pioneering Abstraction in, New York, NY 1993 Centro Cultural Banco do Brasil,

Leia mais