Museu Rodin Bahia Salvador BA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Museu Rodin Bahia Salvador BA - 2002"

Transcrição

1 255 Figura 293 Museu Rodin Bahia. Foto: Nelson Kon Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Museu Rodin Bahia Salvador BA

2

3 3.3. Museu Rodin Bahia, Salvador BA, 2002 Figura 294 Maquete eletrônica da do Museu Rodin Bahia. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. A implantação do Museu Rodin Bahia 256 através da readequação de um palacete residencial do início do século XX e a criação de um bloco novo que se articula a ele como espaço físico e museográfico faz parte da consolidação de exercícios projetuais que vem sendo realizados pelo escritório Brasil Arquitetura em torno do tema a intervenção em edifícios e sítios históricos. O que preservar, o que demolir e o que construir são questões que revelam uma postura mais amadurecida do projeto para o Museu Rodin em relação aos projetos anteriores, como os projetos do Teatro Polytheama e do Conjunto KKKK. 256 Com a mudança da administração estadual, as negociações entre Brasil e França para a vinda das obras do Rodin para a Bahia foram paralisadas. O museu foi inaugurado e é utilizado para exposições temporárias. Adotou se então o nome Palacete das Artes Rodin Bahia.

4 258 O acordo cultural O Museu Rodin na França nasceu por iniciativa do próprio escultor Auguste Rodin ( ), quando passou a viver no Hotel Biron, em Aos 76 anos, doou suas obras ao Estado em troca de que ali fosse instalado o seu museu. Rodin faleceu no ano seguinte, em 1917 e, dois anos depois era inaugurado o Museu Rodin Paris no Hotel Biron, França. O prédio, localizado na Rue de Varenne, 77, foi construído entre 1728 e 1730, por Jean Aubert. Lá se hospedaram artistas como Jean Cocteau, Henri Matisse e Isadora Duncan. A construção, um típico palacete do século XVIII, tem em seu entorno um exuberante jardim nos moldes franceses. A proposta do Museu Rodin Bahia tem também como objetivo a instalação do museu do escultor francês em um antigo palacete residencial do início do século XX, de estilo eclético, envolto por jardim. Mesmo com propostas de implantação tão semelhantes, como a adaptação de edifícios para fins museológicos, ao olharmos para o Museu Rodin em solo brasileiro, nota se algumas diferenças. As características do local, da arquitetura e do uso do Museu Rodin Bahia estabelecem um novo enfoque talvez até pela proposta dos arquitetos em colocar em um mesmo local duas edificações de idades, arquiteturas e funções diferentes, que convivem e permitem um espaço diferenciado. O acordo entre os países França e Brasil para a instalação de um Museu Rodin fora da França, surgiu do sucesso das exposições do escultor francês no Brasil, ocorridas entre 1995 e De abril a maio de 1995 as peças estiveram expostas no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro; de junho a julho do mesmo ano, foram exibidas em São Paulo, na Pinacoteca do Estado. Seis anos mais tarde, passaram pelo Museu de Arte da Figura 295 Planta do Museu Rodin Paris. Fonte: <www.musee rodin.fr> Figura 296 Vista do Museu Rodin Paris. Fonte: <www.theflews.com>

5 259 Bahia, em Salvador. Exposições também foram realizadas em Brasília (1996), Recife (2000) e Fortaleza (2000). O artista plástico baiano Emanoel Araújo, então diretor da Pinacoteca de São Paulo por ocasião da exposição de Rodin, e Jacques Vilain, diretor do Museu Rodin de Paris, tiveram a idéia da parceria e a vinda de uma filial do museu para o Brasil, quando Vilain conheceu Salvador. A idéia foi apresentada ao governador da Bahia César Borges e ao Secretário de Cultura Paulo Gaudenzi pelo próprio Emanoel, através de carta enviada em 12 de outubro de 2001: foi tal seu fascínio pela terra (Salvador), que de lá mesmo ele alterou este itinerário junto ao Ministério da Cultura da França e as autoridades da Direção de Museus da França. Esta exposição celebra assim, a primeira exposição internacional de grande porte feita em Salvador, no Museu de Arte da Bahia, com a generosa contribuição da Odebrecht e da Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia. Ali mesmo, de repelada, Jacques Vilain aventou essa possibilidade de um Museu Rodin na terra. Essa idéia ficou adormecida, em maturação, até esse momento em que a grande exposição Rodin, a Porta do Inferno, vem para São Paulo para substituir aquela que fora para Salvador. Ao longo da visitação à Pinacoteca, do Ministro da Cultura da França e de toda a comitiva da Direção de Museus da França, da Associação Francesa de Ação Artística, marcada pelo entusiasmo daquelas pessoas que conhecem muitíssimo bem as obras do Museu Rodin de Paris, viram que na Pinacoteca essas obras ganhavam nova espacialidade, uma renovada expressão.

6 260 A Bahia marcou tanto para Jacques Vilain, que ele foi diretamente de Paris para Salvador e, para cá, chamou Antoinette Le Normand Romain, conservadora geral de esculturas do Museu Rodin, e o diretor da Fundição Coubertin de Paris, para ver a Bahia. Todos voltaram ravis e maravilhados com a cidade de Salvador. E assim foi possível uma outra investida no sentido de retomar esse projeto do Museu Rodin na Bahia, o primeiro da América do Sul e o único a ter acervo inteiramente cedido pelo Museu Rodin de Paris 257. O Museu Rodin Bahia é o primeiro do mundo fora da França. É uma parceira inédita entre os dois países, onde a França cede os direitos de uso do nome do Museu Rodin, sem o pagamento de royalties. Não é um negócio do mundo da arte, mas sim um acordo de cooperação cultural que prevê por parte da França a cessão 62 peças em gesso, em regime de comodato 258, por três anos, podendo ser renovado, o todo ou em partes, a cada três anos a contar da data de inauguração. A implantação de uma filial do Museu Rodin no Brasil se inscreve na tendência atual dos museus em lançar filiais em outros países, através da comercialização da marca, mas com a diferença de que o Rodin seria uma expansão cultural, mais do que comercial, uma primeira experiência da matriz parisiense em outros países. Segundo Emanoel Araújo, 257 ARAÙJO, Emanoel. Museu Rodin da Bahia, uma possibilidade, uma sinopse (carta ao governador do Estado da Bahia, datada de 12 de outubro de 2001) In: GOVERNO do Estado da Bahia; Secretaria da Cultura e Turismo; Empresa de Turismo da Bahia S.A. Bahiatursa; Sociedade Cultural Auguste Rodin. Museu Rodin Bahia: estratégia de ação e desenvolvimento. Série Obras Institucionais, 2003, p Comodato é o empréstimo unilateral e gratuito, através do qual alguém entrega a outrem coisa infugível, para ser utilizada temporariamente e depois restituída. O contrato é unilateral porque só o comodatário assume obrigações em relação ao comodante, beneficiando se da vantagem concreta sem exigir nada em troca; o comodante apenas cede o uso, mas não perde o seu direito de propriedade. MONTEIRO, s/d, apud MARMITT, Arnaldo. Comodato. Rio de Janeiro, Aide Editora, 1998, 209p.

7 261 O Museu Rodin Paris já estava pensando seguindo os passos do Guggenheim em expandir para a Filadélfia, Califórnia e Nova Iorque. O Museu Rodin na Bahia seria uma perna na América Latina. O Jacques Vilain conheceu a Bahia e ficou fascinado. Assim se armou a questão do Museu Rodin 259. A expansão das instituições artísticas tornou se uma prática da atualidade, não só como proliferação do espaço cultural, mas como reflexo da cultura empresarial, em especial na Inglaterra do período neoliberal de Margareth Tatcher: é preciso examinar a nova face dos museus multinacionais que vêm surgindo nos Estados Unidos e a obsessão expansionista que tomou os museus e galerias de arte da Grã Bretanha nos últimos anos. Ambos são sinais dos tempos, e cada um reflete, à sua maneira, o legado da cultura empresarial que marcou de forma tão indelével os anos Além disso, cada um representa à sua maneira a atual obsessão do establisment artístico de largar na frente, ser legal, atual, grande acima de tudo, globalmente grande 260. O Guggenheim de Bilbao e de Berlim são os pioneiros nas franquias de museus. O precedente foi aberto pelo Whitney Museum, que na década de 1980 criou quatro filiais 261. A multinacional Guggenheim foi criada pelo então diretor Thomas Krens e a primeira filial foi aberta para que o capital arrecadado fosse utilizado na reforma do Guggenheim projetado por Frank Lloyd Wright. 259 Depoimento de Emanoel Araújo em entrevista à autora, dia 26 de março de WU, Chin tao. Privatização da cultura: a intervenção corporativa na arte desde os anos trad. Pailo Cezar Castanheira. São Paulo, Boitempo, 2006, p Idem, ibidem, p

8 262 O caso da implantação do Guggenheim em Bilbao também fazia parte de um plano de estratégias (aumentar a sustentabilidade urbana; fortalecer a economia urbana e empresarial; melhorar a saúde e bem estar dos cidadãos; melhorar o transporte público; criar relações ambientais, sociais e políticas entre municípios contíguos) 262 de reconversão e inovação da malha urbana onde se insere. Outros exemplos como o Museu de Belas Artes de Boston, que abriu sua primeira filial em Nagoya, Japão, em 1999; a expansão da Tate Britain e da Tate Modern em 2000 também fazem parte desse processo de ampliação e comercialização de espaços culturais. O Museu Rodin Bahia, dessa forma, coloca o Brasil no cenário cultural mundial ao receber um museu internacional, o primeiro do país. Por parte da França, seria então uma espécie de pontapé inicial da uma instituição Rodin dentro dessa prática de expansão, mas a princípio, com uma visão mais cultural e de parceira entre países: trata se de uma verdadeira injeção de ânimo na cultura baiana, principalmente na área de preservação da nossa memória. O Rodin, sem dúvida, vai construir novos parâmetros, interagindo não só com os demais museus, mas puxando, como uma locomotiva, de um modo geral, as artes na Bahia. Em todo o mundo há um crescente investimento em equipamentos culturais e de lazer teatros, museus, parques projetados como suportes aos processos da manifestação criativa, mas também como instrumentos indutores da economia, da geração de emprego e renda. Através da combinação da restauração do patrimônio arquitetônico com soluções de vanguarda, a ordem é fortalecer a área cultural, atrair visitantes e novos investimentos. Em Bilbao, na Espanha, o Museu Guggenheim atrai um milhão de visitantes por ano. O Rio de Janeiro está investindo algo em 262 Catálogo Bilbao 2010: La estratégia. Bilbao Metropoli 30, OPOLI, s/d.

9 263 torno de maio bilhão de reais para instalar uma filial do famoso museu novaiorquino. Em Manchester, na Inglaterra, foram investidos US$ 150 milhões na construção dos novos Museu Imperial da Guerra e Museu das Cidades [...] O museu Rodin Bahia será mais que a afirmação dos históricos laços da Europa França Brasil. Será um centro de difusão das esculturas francesa e brasileira 263. Em janeiro de 2002 foi elaborado o documento Diretrizes Programáticas para a Implantação do Museu Rodin Bahia, seguindo premissas já estipuladas por Emanoel Araújo na carta enviada ao governador, baseado nas seguintes contrapartidas: a) a França: empresta ao Estado da Bahia, em regime de comodato renovável a cada três anos, em parte ou no todo cerca de 62 (sessenta e duas) peças originais, em gesso, do artista Auguste Rodin as quais integram o patrimônio público francês; b) Estado da Bahia assegura a infra estrutura básica e toa uma logística de viabilização do projeto de implantação do museu, concedendo para isso permissão de uso do Palacete Comendador Bernardo Martins Catharino para sede do Museu, serviços profissionais especializados, além do estabelecimento de convênio de manutenção com uma entidade gestora 264. O acordo também previa a aquisição de esculturas originais em bronze, de Auguste Rodin, para compor o parque das esculturas no jardim do palacete. 263 GAUDENZI, Paulo Renato Dantas. Rodin na Bahia. In: GOVERNO do Estado da Bahia; Secretaria da Cultura e Turismo; Empresa de Turismo da Bahia S.A. Bahiatursa; Sociedade Cultural Auguste Rodin, op. cit., p Estratégia de Implantação In: GOVERNO do Estado da Bahia; Secretaria da Cultura e Turismo; Empresa de Turismo da Bahia S.A. Bahiatursa; Sociedade Cultural Auguste Rodin, op. cit., p. 30.

10 264 Em fevereiro de 2002 houve uma primeira reunião com Emanoel Araújo, o secretário a da Cultura, Eulâmpia Reiber 265, os integrantes da Expomus 266 e Marcelo Ferraz. Foi o próprio Emanoel Araújo que apresentou o escritório Brasil Arquitetura aos gestores 267. Alguns percalços ocorreram no meio do caminho o principal deles, a saída de Emanoel Araújo do processo de implantação do museu, devido a incidente ocorrido às vésperas da primeira viagem à França (entre 06 e 15 de fevereiro de 2002). A primeira Missão Técnica Museu Rodin Bahia, como era chamada a viagem à França, chegou a Paris com as diretrizes de estabelecimento da parceria e com a notícia da saída de Emanoel. Em um primeiro momento, Jacques Vilain, ao saber da não participação de Emanoel, cogitou a não efetivação da parceria; mas, em cumprimento aos objetivos da viagem, as reuniões foram realizadas. A equipe brasileira acabou voltando para Bahia com um pré acordo que deveria ser maturado e desenvolvido 268. Com o aval da Diréction Nationale des Musées de France, o convênio foi firmado em 24 de maio de 2002, entre o Ministério da Cultura e da Comunicação da França e o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria da Cultura e Turismo. Além das 62 peças em gesso, fez parte do acordo, a compra de cinco peças em bronze, que já estão hoje, nos jardins do Museu Rodin Bahia. Para gerenciar a operação foi criada a Associação Cultural Auguste Rodin Rodin Bahia, sem fins lucrativos, tendo como diretora executiva Eulâmpia Reiber 265 Eulâmpia Reiber, jornalista, na época, assessora especial do secretário Paulo Gaudenzi; posteriormente se tornaria diretora executiva da entidade gestora do Museu Rodin no Brasil a Sociedade Cultural Auguste Rodin 266 EXPOMUS Exposições, Museus e Projetos Culturais é uma organização que elabora projetos de instalações museológicas e museográficas indicada por Emanoel Araújo, sob a direção de Maria Ignez Mantovani Franco (coordenadora técnica do projeto de implantação do Museu Rodin Bahia). Passou a atuar como contratada para a implantação do Museu Rodin Bahia, a partir de junho de O Emanuel chegou da Europa e me chamou na Bahia. Era dia 2 de fevereiro, dia de Iemanjá, ele me apresentou ao secretário: Olha, convidei o Marcelo, ele trabalhou com a Lina. Depoimento do arquiteto Marcelo Ferraz em entrevista à autora, dia 07 de fevereiro de Ver depoimento de Eulâmpia Reiber em entrevista à autora, dia 12 de junho de 2008.

11 265 ( Esse acordo bilateral é pautado em intercâmbio e relações eminentemente culturais, não sendo previsto pagamento pelo direito de uso da marca Rodin, apesar de ser uma das mais prestigiadas no âmbito museológico em todo o mundo 269 ) e foi escolhida como curadora do Museu Rodin Bahia, a brasileira Lílian Tone, curadora do Museum of Modern Art de Nova York (Moma): o desafio mais significativo do Museu Rodin Bahia levando em conta seu contexto geográfico, cultural e social consiste em conceber e desenvolver um projeto educacional sólido, calcado na vitalidade e complexidade necessárias para que a instituição mantenha relevância contemporânea, ao mesmo tempo em que possa cultivar as tradições da arte moderna 270. Quando a proposta chegou aos arquitetos, a escolha do Palacete para a implantação do Museu Rodin Bahia já fazia parte das aspirações das partes envolvidas. Quanto ao programa, esse sim, foi sendo construído juntamente com os arquitetos. O diretor Jacques Vilain e seu assistente vinham freqüentemente ao Brasil e os arquitetos também realizaram algumas viagens a Paris para a discussão e desenvolvimento do projeto. Sabia se que o palacete deveria ser adaptado para a implantação do museu, que nos jardins ficariam as esculturas em bronze adquiridas pelo governo baiano e que seria necessário a construção de uma edícula para reserva técnica. Na ocasião da inauguração da edificação, uma publicação comemorativa que conta a história do palacete, do restauro e da implantação do museu explica a escolha do local da seguinte forma: 269 REIBER, Eulâmpia. Apresentação In: GOVERNO do Estado da Bahia; Secretaria da Cultura e Turismo; Empresa de Turismo da Bahia S.A. Bahiatursa; Sociedade Cultural Auguste Rodin, op. cit., p TONE, Lílian. Museu Rodin Bahia, diretivas curatoriais In: GOVERNO do Estado da Bahia; Secretaria da Cultura e Turismo; Empresa de Turismo da Bahia S.A. Bahiatursa; Sociedade Cultural Auguste Rodin, op. cit., p. 67.

12 266 A edificação considerada mais adequada para abrigar o Museu Rodin Bahia foi o palacete ou Villa Catharino, uma magnífica residência particular dos amanheceres do século XX (1912). O prédio foi escolhido por um conjunto de características favoráveis, sendo uma delas o fato de guardar uma relativa semelhança com o Hôtel Biron, local onde está instalado o Museu Rodin Paris 271. Segundo a diretora executiva da Sociedade Cultural Auguste Rodin, nem se aventou a possibilidade de ver outras edificações depois que Jacques Vilain conheceu o palacete 272. Histórico O palacete Bernardo Martins Catharino foi adquirido pelo governo da Bahia em 1983 a fim de evitar a sua possível demolição pela especulação imobiliária. A edificação é considerada um dos últimos exemplares da arquitetura eclética baiana, sendo o primeiro edifício no estilo tombado pelo Ipac, órgão de preservação do patrimônio do Estado, na década de Localiza se no Bairro da Graça, que juntamente com Campo Grande, corredor da Vitória, Canela e Barra, eram os melhores endereços para se morar nos primórdios da República. Figura 297 Bernardo Martins Catharino. Fonte: JORDAN, 2006, p. 57. Nas primeiras décadas do século XX, a Bahia assistiu a substituição da aristocracia açucareira pela nascente burguesia ligada ao comércio, à produção do cacau e exploração de diamantes. No período em que foi construído o palacete, fazia parte das propostas do governador José Joaquim Seabra a ampliação do porto, a abertura de avenidas, a introdução de novos padrões de arquitetura. Muitos artistas, imigrantes italianos, foram 271 JORDAN, Kátia Fraga (org.). De Villa Catharino a Museu Rodin Bahia : um palacete baiano e sua história. Salvador, Solisluna Design e Editora, 2006, p Ver depoimento de Eulâmpia Reiber em entrevista à autora, dia 12 de junho de Figura 298 Bernardo Martins Catharino e sua família. Fonte: JORDAN, 2006, p. 26.

13 267 trazidos de São Paulo e do Rio de Janeiro Pasquale de Chirico, Julio Conti, Baptista Rossi. O governo criou a Companhia Melhoramentos para cuidar do embelezamento e transformação da cidade. O bairro da Graça era um dos locais mais sofisticados da época, constituídos por grandes lotes e ruas arborizadas era lá onde habitavam as melhores famílias. O palacete foi construído pelo Comendador Bernardo Martins Catharino ( ), imigrante português da região de Santo André de Poiares, que veio para o Brasil, ainda jovem, no ano de Em 1892 tornou se sócio da firma Morais e Cia e, mais tarde, diretor da Companhia União Fabril. Incorpora a à Companhia Progresso Indústria, criando a Companhia Progresso União Fabril, o maior parque industrial fabril da região. Casado com Úrsula da Costa Catharino, teve 10 filhos. Residiu no palacete até o ano de sua morte, em Características arquitetônicas do prédio histórico A construção datada de 1912, tem autoria do italiano Baptista Rossi, arquiteto que projetou outras 32 edificações entre 1911 e 1933 na cidade de Salvador, entre elas a Residência da Rua Canela, 8, hoje Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA); a Residência dos Irmãos Guinle na Ladeira da Barra; a nova sede do Bank of London e South América, na Rua Miguel Calmon, 24, hoje uma casa de bingo. Figura 299 Palacete Bernardo Martins Catharino na década de Fonte: JORDAN, 2006, p. 66. Figura 300 Recepção em um dos salões do palacete. Fonte: JORDAN, 2006, p. 46. Segundo Paulo Ormindo, Bernardo Catharino encomendou cinco projetos diferentes, sendo dois deles de autoria desconhecida e os outros três do arquiteto Rossi Baptista. Nos dois anteprojetos não firmados, as soluções são mais conservadoras e convencionais. O palacete, em ambas alternativas desse profissional, está construído sobre podium e tem apenas dois pavimentos. No térreo ficavam

14 268 o setor social, o salão de bilhar com seu acesso independente, e em anexo posterior os serviços e cômodos ligados à dona da casa, como o salão de costura. No segundo pavimento estavam os quartos de tamanhos muito variados. Na versão mais pródiga, o palacete, precedido de uma grande escadaria, media 24,65 metros de largura por 36,95 metros de comprimento, ocupando grande parte do terreno em detrimento do jardim. Devido ao desperdício entre o piso inferior e o superior, este último possuía grandes terraços, para recobrir o andar térreo. Nos dois anteprojetos a composição é inteiramente axial, com escadas de acesso e interna central e salões e quartos dispostos simetricamente. Não fazemos idéia de quem teria sido o autor, mas sabemos que não era profissional local, pois as plantas são explícitas: a ser construído no Estado da Bahia 273. O projeto escolhido obedece aos padrões do ecletismo, edificado afastado da rua, com arquitetura imponente, rica em detalhes e elementos decorativos platibandas, balaústres, medalhões, rosetas, colunas e capitéis, espelho d água, pináculos. Varandas, guarda corpos balaustrados, escadas, balcões, saliências criam a composição de volumes da fachada. É composto de quatro pavimentos: porão (biblioteca, sala de bilhar, gabinete, adega, lavanderia, garagem e apartamento para criados); pavimento nobre (vestíbulo, salão de visitas, salão de jantar, sala de música, sala de almoço, sala de costura, gabinete, capela, aposento do mordomo, copa e cozinha); pavimento superior (dez quartos, saleta, terraço e varandas); sótão. A planta é organizada ao longo de um corredor central que distribui os ambientes com certa liberdade formal, sem ser simétrica. Figura 301 Vista aérea do palacete, pouco antes da intervenção. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. 273 ORMINDO, Paulo In JORDAN, Kátia Fraga (org.), op. cit., p

15 269 Figuras 302, 303 e 304 Interiores do palacete. Fotos: Nelson Kon Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura. Figuras 305 Plantas do palacete antes da intervenção: térreo, 1º pavimento e 2º pavimento. Fonte: acervo do escritório Brasil Arquitetura.

16 270 O palacete foi construído em alvenaria de tijolos estruturais; as três paredes longitudinais são os eixos estruturais onde se apóiam vigas de piso e forro. As paredes transversais são apenas divisórias. Em alguns ambientes, o sistema estrutural de piso é feito por vigamento metálico, o que nos mostra que a construção dessa edificação utilizou materiais e técnicas inovadoras para época. O casarão possui alguns equipamentos importados como o elevador, louças sanitárias, vidros, cristais, mármores, ladrilhos e ferragens. A ornamentação das paredes e dos forros dos cômodos ficou a cargo do artista Oreste Sercelli 274. O acesso ao pavimento nobre se dá por escada lateral onde se atinge um espaço avarandado, a entrada social da residência. Desse hall social externo pode se adentrar a sala de estar e a sala de jantar, os ambientes mais nobres da casa, tendo paredes e forros delicadamente ornamentados com pinturas de motivos florais e campestres. O ar imponente do ambiente interno é complementado pelo piso em madeira, com desenhos diferenciados para cada ambiente; e, portas altas com bandeira, compostas por duas folhas inteiriças de madeira e duas folhas com caixilho formado por madeira e vidros jateados com desenhos estilo art noveau. Como os ambientes comunicam se entre si, o passeio por esse pavimento pode nos trazer surpresas arquitetônicas encantadoras, ao mudar de um ambiente para outro. Detalhes de piso, tabeiras, entalhes, relevos das sancas, o elevador antigo, a escada com guarda corpo em madeira torneada, nos remetem ao modo de viver do início do século XX. A sala de música, um dos espaços mais interessantes da casa, com uma das paredes semicirculares uma espécie de bay window e a pequena capela com o vitral representando a Virgem Maria e forro lembrando um céu estrelado, são exemplos disso. Figuras 306 Detalhe da sanca da antiga Sala de Música. Foto: Patricia Viceconti Nahas. 274 JORDAN, Kátia Fraga (org.), op. cit

17 271 época. Os quartos enfileirados, contíguos uns aos outros, distribuem se de cada lado do corredor central. A leste, os quartos possuem varanda corrida, interligando os externamente, exatamente em cima do espaço avarandado do pavimento inferior. A varanda é protegida por cobertura em vidro, apoiada em estrutura de ferro fundido, com mãos francesas trabalhadas. Do outro lado, estão mais alguns quartos, o dormitório do casal e a sala de costura da matriarca. Esse pavimento possui uma ornamentação mais sóbria, desenhos geométricos diferenciados no piso de cada cômodo e forros menos rebuscados, mas distintos para cada ambiente. Quanto ao sótão, não há referência de que fosse utilizado pela família. Sabe se que na cobertura havia um mirante de onde era possível se ter a vista do mar 275. Todo telhado foi executado em telhas cerâmicas tipo francesa apoiada sobre estrutura de madeira. A cobertura de divide em duas partes a primeira metade, voltada para a frente do lote, do tipo cobertura em mansarda, é composta por quatro planos inclinados (82º) que apóiam o piso do que seria o mirante; a segunda metade, voltada para os fundos do lote, é formada por seis águas do tipo convencional. Nesse segundo telhado, onde a cumeeira encontra o plano inclinado da mansarda, há um lanternim com cobertura de vidro que possibilitava a iluminação zenital do corredor central. Figura 307 Projeto original para as fachadas do palacete. Fonte: JORDAN, 2006, p. 70. Os desenhos originais 276 das fachadas e as fotos da época mostram que as mansardas possuíam óculos e o piso sobre elas, uma espécie de guarda corpo de ferro trabalhado que nos indica que, provavelmente, o mirante se localizasse nessa porção do telhado. 275 JORDAN, Kátia Fraga (org.), op. cit. 276 Idem, ibidem, p. 70.

18 272 Sobre o telhado estão dispostos dois torreões um sobre o elevador antigo, executado em alvenaria com cobertura em quatro águas de telhas cerâmicas sobre estrutura de madeira; e outro, no frontão curvo da fachada principal, revestido com chapa de cobre e com grade metálica no coroamento. Ao longo dos anos, o terreno pertencente ao palacete foi sendo desmembrado e vendido para a incorporação imobiliária (a área inicial do terreno era de ,00 m 2 ; hoje o terreno tem, aproximadamente, 4.800,00 m 2 ). Na década de 1980, através de operação imobiliária, uma construtora comprou os fundos do terreno, com vista para o mar e construiu um edifício residencial multifamiliar. Para acessar o edifício foi necessária a abertura de uma via de acesso ao prédio, passando ao lado do palacete. Numa parceria com a prefeitura que permitiu tal operação, a construtora restaurou o palacete que a partir de então passou a ser utilizado como órgão público. Ao se tornar Sede do Conselho de Educação e de Cultura do Estado, o palacete sofreu algumas intervenções internas para a criação de salas administrativas, com a construção de paredes divisórias. O espaço avarandado dos fundos foi fechado com paredes laterais semelhantes às existentes e coberto com uma leve cobertura metálica e de vidro, ampliando o espaço interno. A intervenção No momento da primeira reunião para definição das diretrizes básicas, anterior à viagem para Paris, já estava decidido que o museu seria implantado no Palacete Bernardo Martins Catharino. Segundo Eulâmpia Reiber: Figuras 308 e 309 Espaços internos do palacete na época em que eram utilizados como sede do Conselho de Educação e de Cultura do Estado. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

19 273 Jacques foi lá, fez uma visita, gostou muito do Palacete. Já estava decidido que o palacete seria cedido pelo governo. Era um imóvel do governo, nessa época, utilizado como Sede do Conselho de Educação e de Cultura [...]. Ele visitou e gostou. Emanoel Araújo já gostava daquele prédio, como imóvel eclético, do início do século XX, que possuía algumas divisões possível de Figuras 310 e 311 Palacete Bernardo Catharino após a intervenção. Fotos: Patricia Viceconti Nahas. Figura 312 Palacete Bernardo Catharino após a intervenção. Foto: Nelson Kon Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

20 274 serem aproveitadas para o projeto museográfico. Foi amor à primeira vista. Quando eu entrei no processo o martelo já estava batido 277. A sugestão para uso do palacete já constava da carta de Emanoel Araújo ao governador (12 de outubro de 2001): Parece me que a Mansão Bernardo Catharino, no bairro da Graça, seria o espaço nobre que poderíamos oferecer para o Museu Rodin: não só por sua arquitetura eclética, pelos seus grandes volumes, e também pelos jardins que possibilitariam sua utilização em eventos, exposições, a criculação de grande público e também por criar uma identidade entre o Hotel Biron (sede do Museu de Paris) e a Mansão Catharino. Além disso, na utilização de um palácio já existente, com história, e creio, em bom estado de conservação, torna sua instalação perfeitamente viável do ponto de vista dos recursos a serem destinados 278. De acordo com o arquiteto Francisco Fanucci, O programa inicial era, primeiro, adequar os espaços do palacete às questões técnicas para receber as obras do Rodin e às condições museográficas que se desejava para expor essas peças. O palacete era uma antiga residência, portanto precisava passar por uma série de adaptações, de reformas, de restauro também. Houve um restauro no palácio nos anos 1970, mas de muito má qualidade e que já estava completamente deteriorado. Esse era o programa inicial, além do espaço, como eu te disse, que deveria ser dedicado à reserva técnica e às exposições temporárias. Esse segundo espaço, esse espaço novo, que deveria ser acrescentado, com o desenvolvimento do projeto foi crescendo 277 Depoimento de Eulâmpia Reiber em entrevista à autora, dia 12 de junho de ARAÚJO, Emanoel, op. cit. p. 49. Figura 313 Implantação após intervenção. Fonte: Acervo do escritório Brasil Arquitetura.

Estação Guanabara 2001

Estação Guanabara 2001 Anexo 1.30 Estação Guanabara 2001 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Mário Siqueira, Campinas SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: desconhecida. Data da Construção: 1915. Área do Terreno:

Leia mais

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986

Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 Anexo 1.12 Teatro e Bar no Morro da Urca 1986 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rio de Janeiro RJ, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: 1912. Data da Construção: 1913. Área do Terreno: não foram

Leia mais

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre a atualização do artigo 1º, da Lei da Lei Complementar nº 241 de 24 de Fevereiro de 2015, onde trata da Tabela nº 05, Anexo II - Planta Genérica

Leia mais

Parque do Engenho Central e Mirante 2002

Parque do Engenho Central e Mirante 2002 Anexo 1.34 Parque do Engenho Central e Mirante 2002 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Maurice Allain, 454, Vila Rezende, Piracicaba SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: final da década

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Tipologia Construtiva. Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE URUGUAIANA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Tipologia Construtiva Prefeitura Municipal de Uruguaiana (RS), Maio de 2015. TIPOLOGIA CONSTRUTIVA 1 SUB HABITAÇÃO 1.1- Sub-habitação Compostos

Leia mais

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL 57 5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL O conjunto arquitetônico da residência de Antônio de Rezende Costa, que hoje abriga a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães foi pelos autores do presente

Leia mais

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS

ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E URBANÍSTICAS 01. Município: Uberlândia 02. Distrito: Sede 03. Designação: Estabelecimento de Uso Misto Comércio e Residência 04. Endereço: Rua Coronel Antônio Alves, nº 9.151

Leia mais

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 Anexo 1.50 Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: acesso pela rodovia SP 122 Ribeirão Pires Paranapiacaba, Santo André SP, Brasil. Autoria: a vila foi construída pela

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida)

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) TAMANHO E DEPENDÊNCIAS DO IMÓVEL Definido com o Corretor de Imóveis da negociação em conjunto com nosso Escritório de Arquitetura parceiro: FRAN Arquitetura

Leia mais

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A

FUNCIONAL TOPOGRAFIA SOLAR/ PRIMEIRA METADE DO TERRENO E O INFERIOR LOCADO MAIS A FUNCIONAL IMPLANTAÇÃO IDENTIFICAR COMO SE DÁ A OCUPAÇÃO DA PARCELA DO LOTE, A DISPOSIÇÃO DO(S) ACESSO(S) AO LOTE; COMO SE ORGANIZA O AGENCIAMENTO, UMA LEITURA DA RUA PARA O LOTE ACESSO SOCIAL ACESSO ÍNTIMO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA PREFEITO MUNICIPAL: ODELMO LEÃO SECRETÁRIA DE CULTURA: MÔNICA DEBS DINIZ

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA PREFEITO MUNICIPAL: ODELMO LEÃO SECRETÁRIA DE CULTURA: MÔNICA DEBS DINIZ Página 42 de 108 BENS IMÓVEIS IPAC Nº 3 / 2013 MUNICÍPIO: Uberlândia. DISTRITO: Sede. DESIGNAÇÃO: Residência. ENDEREÇO: Rua Vigário Dantas, 495 Bairro Fundinho Uberlândia MG. USO ATUAL: A casa se encontra

Leia mais

Legendas. Térreo. 16 17 Ocupando um terreno de esquina, a construção evidencia a volumetria e o balanço. Superior

Legendas. Térreo. 16 17 Ocupando um terreno de esquina, a construção evidencia a volumetria e o balanço. Superior Detalhes Balanços arrojados Moderna, a fachada tem importante função estética, mas também é uma grande aliada para minimizar a incidência de raios solares e garantir mais privacidade do projeto Arquiteto:

Leia mais

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE 1 Estrutura Acabamento externo SUMÁRIO DO PROJETO TORRE 5: 100% executado 95% executado - Revestimento fachada; - 100% concluído - Aplicação de textura; - 95% concluído -

Leia mais

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 1 - Descrição Geral 1.1 - Descrição Geral do Empreendimento Condomínio Residencial

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA Reforma da Câmara dos Vereadores de Jataí GO DADOS DA OBRA OBRA: Câmara Municipal de Jataí LOCAL: Praça da Bandeira S/N SERVIÇOS: Projeto de reforma NÚMERO DE PAVIMENTOS:

Leia mais

I. P. R. inovação e pesquisa para o restauro

I. P. R. inovação e pesquisa para o restauro I. P. R. inovação e pesquisa para o restauro MUSEU DA IMIGRAÇÃO Santa Bárbara d Oeste - SP Proposta de Intervenção Emergencial I. P. R. inovação e pesquisa para o restauro 2 16 MUSEU DA IMIGRAÇÃO Santa

Leia mais

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE

RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE RESIDENCIAL MIRANTE DO PARQUE 1 Estrutura Acabamento externo: TORRE 5 100% executado 98% executado - Revestimento fachada; 100% concluído - Aplicação de textura; 100% concluído - Execução do telhado; 100%

Leia mais

Elaboração De Projeto De Design e Interiores

Elaboração De Projeto De Design e Interiores Elaboração De Projeto De Design e Interiores São Paulo, 01/01/2010 KASA CONCEITO Nome: Schaelle Caetano Campos ABD: 9103 - Designer de Interiores Tel: 11 2979 3780 7746 4246 E-mail: schaelle@kasaconceito.com.br

Leia mais

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V

Imprensa Oficial da Estância de Atibaia Sábado, 7 de setembro de 2013 - nº 1524 - Ano XVII - Caderno C - Volume V de V Prefeitura da Estância de Atibaia 201 Comércio - Precário Definição: Edificações inacabadas, deficiências aparentes, construídas com tijolos ou blocos. Coberta de telha ou laje pré moldada sem acabamento,

Leia mais

ESTUDO PARA INTERVENCAO EM MONUMENTOS E SITIOS HISTORICOS: O Caso do Mercado de Farinha de Caruaru-PE

ESTUDO PARA INTERVENCAO EM MONUMENTOS E SITIOS HISTORICOS: O Caso do Mercado de Farinha de Caruaru-PE ESTUDO PARA INTERVENCAO EM MONUMENTOS E SITIOS HISTORICOS: O Caso do Mercado de Farinha de Caruaru-PE TENORIO, LUCIENE A. (1); CARVALHO, AMANDA B. (2); ZHAYRA, ADELAIDE C. (3) 1. LVF Empreendimentos LTDA.

Leia mais

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS:

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: Á PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO EM ANEXO. VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: - 12 EDIFICIOS COM 10

Leia mais

Hotel das Paineiras - Varanda. Hotel das Paineiras

Hotel das Paineiras - Varanda. Hotel das Paineiras Hotel das Paineiras - Varanda Hotel das Paineiras Em janeiro de 1882, o Imperador D. Pedro II Unidos. Nesse dia, o imperador Pedro II e da Estrada de Ferro do Corcovado. O prédio concedeu aos engenheiros

Leia mais

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação.

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação. MEMORIAL DESCRITIVO Proprietário (a): PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES; Obra: Projeto Arquitetônico de Reforma do Centro Administrativo; Cadastro Matrícula: Local: Rua 29 de Abril, nº 165

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO O

MEMORIAL DESCRITIVO O MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais e padronizar os projetos e execuções da obra localizada na Rua Jorge Marcelino Coelho, s/n, Bairro

Leia mais

EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA

EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO EQUIPE PROJETOS CONSTRUÇÕES LTDA INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome: Endereço: Porto Oceânico Rua "C", Lote 13, Quadra 28, Lot. Cidade Balneária de Itaipu, Itaipu,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL BARCELONA. Rua Catalunha, 213 - Bairro Santa Terezinha,Belo Horizonte -MG

MEMORIAL DESCRITIVO DO EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL BARCELONA. Rua Catalunha, 213 - Bairro Santa Terezinha,Belo Horizonte -MG CNPJ:08.546.792/0001-06 Rua Casablanca 122 sala 20 Santa Terezinha-BH.-MG MEMORIAL DESCRITIVO DO EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL BARCELONA Rua Catalunha, 213 - Bairro Santa Terezinha,Belo Horizonte -MG RESIDENCIAL

Leia mais

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX.

1. EDIFÍCIO HISTÓRICO. Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX. Anexo 1.6 Casa do Benin 1987 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Largo do Pelourinho, Salvador BA, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: século XIX. Data da Construção: século XIX. Área do Terreno:

Leia mais

Orçamento Projeto de Arquitetura

Orçamento Projeto de Arquitetura São Paulo, 19 de Outubro de 2012 Orçamento Projeto de Arquitetura Cliente Empreendimento De Alphaville Urbanismo S.A. Av. Nações Unidas, 8501, 9º Andar São Paulo, SP Alphaville Bauru Arq. Márton Gyuricza

Leia mais

Estrutura Arquitetônica. 3- Designação: ESCOLA MUNICIPAL AMÂNCIO BERNARDES

Estrutura Arquitetônica. 3- Designação: ESCOLA MUNICIPAL AMÂNCIO BERNARDES INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DO MONTE Praça Getúlio Vargas, nº 18, Centro Tel.: (37) 3281-1131 CEP: 35560-000 Estação Cultura: Praça Benedito Valadares,

Leia mais

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS MEMORIAL DESCRITIVO: APRESENTAÇÃO DO EMPREENDIMENTO: LOCALIZAÇÃO: Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS DESCRIÇÃO: Edifício

Leia mais

Residencial Recanto do Horizonte

Residencial Recanto do Horizonte MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Recanto do Horizonte FUNDAÇÃO E ESTRUTURA As Fundações serão executadas de acordo com o projeto estrutural, elaborado de acordo com as normas técnicas pertinentes e baseadas

Leia mais

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município

RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município RELATÓRIO DE VISTORIA DE REFORMA Programa de Ação Cooperativa - Estado Município EE JARDIM XXXXX XXXXXXXXXXX - XXXXXXX MUNICÍPIO CÓDIGO 00.00.000 OBJETO DO CONVÊNIO: Xxxxxxx DATA: 00.00.2008 Profissional

Leia mais

Intervenção em Bens Culturais. Centro de Ensino Superior do Amapá (CEAP) Prof.: Msc. Dinah Tutyia

Intervenção em Bens Culturais. Centro de Ensino Superior do Amapá (CEAP) Prof.: Msc. Dinah Tutyia Intervenção em Bens Culturais Edificados Centro de Ensino Superior do Amapá (CEAP) Prof.: Msc. Dinah Tutyia O QUE É UM PROJETO DE INTERVENÇÃO NO PATRIMÔNIO EDIFICADO? Compreende-se por Projeto de Intervenção

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02 RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE Julho 2011 Revisão 02 2 INTRODUÇÃO Os Centros de Saúde incluídos nesta categoria são unidades que foram construídas recentemente e que

Leia mais

LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências.

LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências. LEI Nº 1822, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Revoga o Anexo I, e altera os Anexos II e III da Lei Municipal n 1.215/2009, e dá outras providências. O Sr. Adriano Xavier Pivetta, Prefeito de Nova Mutum, Estado

Leia mais

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO

ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO ANEXO 1 TABELA DO TIPO, PADRÃO E VALOR UNITÁRIO DE METRO QUADRADO DE CONSTRUÇÃO TIPO 10 - EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS TÉRREAS E ASSOBRADADAS, COM OU SEM SUBSOLO 10.1 - Padrão Rústico Arquitetura: Construídas

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO INSTITUTO UNI-FAMEMA / OSCIP Marília/SP ÍNDICE 1. PRELIMINARES. 2. DEMOLIÇÕES E RETIRADAS.

Leia mais

IPHAE. II Caracterização da área de entorno do bem tombado : características urbanas.

IPHAE. II Caracterização da área de entorno do bem tombado : características urbanas. IPHAE SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO DO ESTADO Av. Borges de Medeiros, 1501, 21º andar- Porto Alegre-RS - Cep:90110-150 Fone/Fax: (051)3225.3176 e-mail: iphae@via-rs.net

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

Memorial Descritivo de Cliente

Memorial Descritivo de Cliente 1. DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO O empreendimento Residencial Peres será construído em um terreno situado na Av. Comendador Pedro Facchini, Centro, Lindóia. Será composto por 26 casas residenciais, sendo

Leia mais

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº.

situação e ambiência códice AII - F01 - PF denominação Fazenda Todos os Santos localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. Parceria: denominação Fazenda Todos os Santos códice AII - F01 - PF localização Estrada Sacra Família do Tíngua, nº. 300 Graminha município Engenheiro Paulo de Frontin época de construção século XIX estado

Leia mais

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012

DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 DESENHO ARQUITETÔNICO CEPREVI 2012 OBJETIVO: Tornar o aluno apto a interpretação do desenho técnico e das simbologias utilizadas em projetos de segurança contra incêndio e pânico; Identificar e compreender

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS 1. LOCALIZAÇÃO: O empreendimento localiza-se à Rua Aragão Bozano,131 Lotes 2, Quadra 57, Praia Grande, Torres/RS.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL

ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU. VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL ANEXO I PARTE A ANTEPROJETO DE LEI ITABUNA IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO IPTU VALOR DO m² PARA CÁLCULO DO VALOR PREDIAL TABELA DOS TIPOS E PADRÕES DE CONSTRUÇÃO TIPO 1 - RESIDENCIAL - PADRÃO "E"

Leia mais

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade

Vila do IAPI - Patrimônio Cultural da Cidade Item Diretriz Tipologia 1. Reformas e Ampliações 1.1. Cosntruções Originais 1.1.1. Não será permitida a demolição da edificação original para construção de uma nova edificação ou para qualquer outro fim.

Leia mais

Edifício Varadero Residencial

Edifício Varadero Residencial Edifício Varadero Residencial MEMORIAL DESCRITIVO PADRÃO 1. Infra-Estrutura: 2. Supra-Estrutura: 3. Alvenarias: Movimentação de Terra: Será realizada a limpeza do terreno, removendo todo o obstáculo que

Leia mais

ANEXO II - LAUDO DE VISTORIA. Vistoria realizada em: / / Responsável Técnico: IMOVEL: 1. Endereço:

ANEXO II - LAUDO DE VISTORIA. Vistoria realizada em: / / Responsável Técnico: IMOVEL: 1. Endereço: ANEXO II - LAUDO DE VISTORIA Vistoria realizada em: / / Responsável Técnico: CARACTERIZAÇÃO DO BEM IMOVEL: 1. Endereço: 2. Proteção legal: Tombamento Municipal Tombamento Estadual Tombamento Federal Preservado

Leia mais

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE DOCUMENTO COMPLEMENTAR 05 PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DE BELO HORIZONTE RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTROS DE SAÚDE ÍNDICE A. INTRODUÇÃO...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA. Av. Ana Costa nº 24 SANTOS

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA. Av. Ana Costa nº 24 SANTOS MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL PHOENIX ANA COSTA Av. Ana Costa nº 24 SANTOS 1. Fundações Serão do tipo profunda, de acordo com o projeto de fundações. 2. Estrutura Será em concreto armado, de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ OS OFÍCIOS DO RESTAURO

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ OS OFÍCIOS DO RESTAURO UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ OS OFÍCIOS DO RESTAURO O UNIVERSO DA RESTAURAÇÃO NO RIO DE JANEIRO O estado do Rio de Janeiro apresenta um enorme acervo de imóveis de valor cultural, histórico, artístico, arquitetônico

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA.

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. Dados da Obra: Endereço da obra: Rua Amazonas, nº512, Centro. Parte

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho Memorial Descritivo Prédio: Residencial 25 de Julho 1. Descrição do prédio. O prédio a ser construído compõe-se de 16 pavimentos mais casa de máquinas, constituído de 46 (quarenta e seis) unidades autônomas

Leia mais

com 45 mil De roupa nova Antes antes e depois

com 45 mil De roupa nova Antes antes e depois antes e depois Texto: M.N.Nunes Fotos: divulgação (antes)/jomar Bragança (depois) De roupa nova com 45 mil A ardósia deu lugar ao porcelanato e ao mármore, as esquadrias de ferro desapareceram e o vidro

Leia mais

22 BANCADAS. Estilosas. Apê de solteiro. Green Home. Madeira certificada. Entre, a casa é sua! Água cristalina

22 BANCADAS. Estilosas. Apê de solteiro. Green Home. Madeira certificada. Entre, a casa é sua! Água cristalina OBRA MAIS BARATA: APOSTE NA ALVENARIA ESTRUTURAL E ECONOMIZE ATÉ 30% NA CONSTRUÇÃO Estilosas 22 BANCADAS QUE FAZEM TODA A DIFERENÇA NOS BANHEIROS Apê de solteiro 3 PROJETOS QUE MOSTRAM O MODO COMO OS DONOS

Leia mais

APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA DO ANTIGO HOTEL SETE DE SETEMBRO

APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA DO ANTIGO HOTEL SETE DE SETEMBRO Revista Brasileira de Arqueometria, Restauração e Conservação. Vol.1, No.4, pp. 210-214 Copyright 2007 AERPA Editora APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA

Leia mais

AS TEORIAS DE CAMILLO BOITO E SUA LIGAÇÃO COM A INTERVENÇÃO PARA O MUSEU RODIN DE MARCELO FERRAZ E FRANCISCO FANUCCI¹

AS TEORIAS DE CAMILLO BOITO E SUA LIGAÇÃO COM A INTERVENÇÃO PARA O MUSEU RODIN DE MARCELO FERRAZ E FRANCISCO FANUCCI¹ AS TEORIAS DE CAMILLO BOITO E SUA LIGAÇÃO COM A INTERVENÇÃO PARA O MUSEU RODIN DE MARCELO FERRAZ E FRANCISCO FANUCCI¹ POZZOBON, Bruna²; BRAMBATTI, Gabriela²; QUERUZ, Francisco³. 1 Artigo para a disciplina

Leia mais

Projeto Arquitetônico: AUTOR: Arq. Lilian Camargo Ferreira de Godoy CREA GO 1352/D

Projeto Arquitetônico: AUTOR: Arq. Lilian Camargo Ferreira de Godoy CREA GO 1352/D MEMORIAL DESCRITIVO INFORMAÇÕES GERAIS Nome do empreendimento: Residencial Jardim das Tulipas Incorporação: SC Parque Oeste Industrial Residence SPE LTDA. Realização e Construção: SERCA CONSTRUTORA LTDA.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Ministério Público do Trabalho Procuradoria Regional da 23 ª Região Anteprojeto do novo Edifício-Sede Cuiabá MT Memorial Descritivo Terreno localizado no CPA (Centro Político-Administrativo) da cidade

Leia mais

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA ANEXO II Memorial Descritivo 1. DESCRIÇÃO GERAL DO EMPREENDIMENTO. O Empreendimento, comercializado sob Condomínio Residencial Viva Bem, é composto por 04 (quatro) blocos,

Leia mais

Reformas. aula 10. www.casa.com.br/cursodedecoracao2012. Por Tania Eustáquio

Reformas. aula 10. www.casa.com.br/cursodedecoracao2012. Por Tania Eustáquio www.casa.com.br/cursodedecoracao2012 aula 10 Por Tania Eustáquio Reformas Para mostrar como é possível fazer interferências na arquitetura de um imóvel sem dor de cabeça com obras, prazos e orçamento,

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL RETROFIT DO EDIFÍCIO SUL AMÉRICA Autor(es): Fernando Pinheiro Monte Filho e Alessandra Nascimento de Lima O retrofit do edifício Galeria Sul América encontra-se em uma sequência temporal de modificação

Leia mais

ESTUDO DE CASO SOBRE A APLICAÇÃO DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO EM PRESIDENTE PRUDENTE

ESTUDO DE CASO SOBRE A APLICAÇÃO DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO EM PRESIDENTE PRUDENTE Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 221 ESTUDO DE CASO SOBRE A APLICAÇÃO DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO EM PRESIDENTE

Leia mais

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL

RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL RELATÓRIO DE INSPEÇÃO PREDIAL Agosto/2011 CONDOMÍNIO VISION Engº Claudio Eduardo Alves da Silva CREA nº: 0682580395 F o n e / F a x : ( 1 1 ) 2 6 5 1-5918 R. C e l. B e n to J o s é d e C a r v a lh o,

Leia mais

Foto de Gabriel Lordêllo, parte da exposição realizada no estande de vendas do Mirador Camburi. Visite e conheça outras imagens encantadoras.

Foto de Gabriel Lordêllo, parte da exposição realizada no estande de vendas do Mirador Camburi. Visite e conheça outras imagens encantadoras. SINGULAR exclusivo supremo único Morar Construtora LANÇA NOVO PROJETO INSPIRADO PELA NATUREZA E ASSINADO POR GRANDES NOMES. Reconhecida pela credibilidade e entrega no prazo, a Morar Construtora tornou-se

Leia mais

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda, das unidades do Prédio Residencial denominado Splendido 1 DADOS INICIAIS: 1.1 ENDEREÇO:

Leia mais

MASP. -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes

MASP. -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes LINA BO BARDI Achillina Bo nasce em Roma a 5 de dezembro de 1914 Iniciado sua vida profissional, muda-se

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ. 1 DADOS INICIAIS 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ. 1.2 PRÉDIO MULTIFAMILIAR COMPOSTO DE 1.2.1 TÉRREO / BLOCOS 01/02 (01) Portaria, (53) cinqüenta

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO CASTANHAL (PA) MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. ABRIL/2014 REFORMA

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O. Edifício Millennium lote 05 quarteirão 113-A bairro Sion

M E M O R I A L D E S C R I T I V O. Edifício Millennium lote 05 quarteirão 113-A bairro Sion M E M O R I A L D E S C R I T I V O Edifício Millennium lote 05 quarteirão 113-A bairro Sion 1) INFORMAÇÕES GERAIS 1.1- DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO Finalidade: Residencial Padrão de Acabamento: Luxo Número

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS RODRIGUES & AGUINAGA PROJETOS LTDA. Av. Francisco Talaia de Moura, 545 CEP: 91170-090 - Porto Alegre/RS. CNPJ: 09.077.763/0001-05 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS 1 1.

Leia mais

EDIFÍCIO MALIBU CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO

EDIFÍCIO MALIBU CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO CONSTRUTORA CONSTRUTORA E INCORPORADORA HALIAS PROJETO ARQUITETÔNICO Camila Veiga de Souza Crea 79.243/D ENDEREÇO DO EMPREENDIMENTO Rua Visconde de Taunay 912 Bairro Santa Mônica Belo Horizonte ÁREA DO

Leia mais

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS 1960 01 GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS HISTÓRIA 02 O edifício Metrópole e Centro Metropolitano de Compras, projetado pelos arquitetos Salvador Candia e Gian Carlo Gasperini, é um importante

Leia mais

Rev.2015. Portfólio DEAAZ Engenharia

Rev.2015. Portfólio DEAAZ Engenharia Rev.2015 Portfólio DEAAZ Engenharia DEAAZ Engenharia 2014/2015 Reforma: Avenida Nossa Senhora do Sabará, 960 Torre América Ap. 14 - Santo Amaro. Demolição do Lavabo; Impermeabilização dos banhos e lavanderia;

Leia mais

Ilustrações Digitais: Artistas Associados :: 12 pavimentos tipo :: 06 Apartamentos por Pavimento. :: Unidade 02: Sala, 02 quartos (sendo 01 suíte), varanda, circulação, banheiro social, W.C., cozinha e

Leia mais

Fugindo do tradicional

Fugindo do tradicional construção Fugindo do tradicional Distante do padrão das casas colonial-americanas que predominam no condomínio, o projeto ganhou linhas diferenciadas e muita iluminação natural, com janelas amplas por

Leia mais

Memoria descritivo do Residencial Liguria

Memoria descritivo do Residencial Liguria ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS MEMORIAL DESCRITIVO DA CONSTRUÇÃO FUNDAÇÕES As fundações serão do tipo diretas, com utilização de sapatas, calculadas conforme solicitações de carga. ESTRUTURA O prédio terá estrutura

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE

ADEQUAÇÃO DAS EDIFICAÇÕES E DO MOBILIÁRIO URBANO À PESSOA DEFICIENTE Esta norma aplica-se atodas as edificações de uso público e/ou mobiliário urbano, tanto em condições temporárias como em condições permanentes. É sempre necessário consultar o REGULAMENTO DO CÓDIGO NACIONAL

Leia mais

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno

3.3 O Largo do Carmo e seu entorno 3.3 O Largo do Carmo e seu entorno O Largo do Carmo, como ainda é conhecido o espaço público na frente das igrejas da Ordem Primeira e Terceira do Carmo, e ao lado do Teatro Vasques. Seu entorno conserva

Leia mais

D E C R E T A: Art. 1 - Ficam estabelecidas os procedimentos e valores relativos ao PROGRAMA HABITAR MAMBORÊ de que trata a Lei Municipal 58/2013.

D E C R E T A: Art. 1 - Ficam estabelecidas os procedimentos e valores relativos ao PROGRAMA HABITAR MAMBORÊ de que trata a Lei Municipal 58/2013. DECRETO MUNICIPAL Nº. 05/2014 SUMULA: Regulamenta a doação de material de construção e o fornecimento de mão-de-obra a famílias carentes de natureza habitacional na forma do PROGRAMA HABITAR MAMBORÊ disposto

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA.

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Nome do Empreendimento: Villa Aribiri Residencial Clube Endereço : RUA PASTOR JOÃO PEDRO DA SILVA, ARIBIRÍ VILA VELHA - ES CEP 29.119-021 Realização : GRUPO WIG PIANA DE MARTIN CONSTRUTORA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural;

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural; MEMORIAL DESCRITIVO A seguir sucintamente descreveremos os materiais de acabamento de cada dependência de uso privativo e de uso comum do Edifício Comercial a ser construído na Rua Dr. Valle, 553, bairro

Leia mais

SUBSTITUTIVO Nº AO PROJETO DE LEI Nº 720, DE 2009

SUBSTITUTIVO Nº AO PROJETO DE LEI Nº 720, DE 2009 SUBSTITUTIVO Nº AO PROJETO DE LEI Nº 720, DE 2009 Atualiza os valores unitários de metro quadrado de construção e de terreno previstos na Lei 10.235, de 16 de dezembro de 1986; institui novos padrões de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL LIKE. Rua Ceará 28 Pompéia SANTOS. UNIDADE n. XXX (XXXXXXXXXX)

MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL LIKE. Rua Ceará 28 Pompéia SANTOS. UNIDADE n. XXX (XXXXXXXXXX) MEMORIAL DESCRITIVO DE VENDAS RESIDENCIAL LIKE Rua Ceará 28 Pompéia SANTOS UNIDADE n. XXX (XXXXXXXXXX) 1. Fundações Serão do tipo profunda, de acordo com o projeto de fundações. 2. Estrutura Será em concreto

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE

MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL TORRES DO VALLE 1- IDENTIFICAÇÃO Empreendimento: Condomínio Residencial Torres do Valle Local: Rua Helvino de Moraes, 1385 Vila São José Taubaté- SP Proprietário:

Leia mais

Apartamento Janelas Verdes 74

Apartamento Janelas Verdes 74 JANELAS VERDES 74 Apartamento Janelas Verdes 74 Maio 2015 localização área bruta tipologia Rua das Janelas Verdes, 74-1ºD - Lisboa Portugal 38.70567,-9.16014 150 m 2 + 20 m 2 [pátio + varandas] T3 Bairro

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

Condomínio Villa Oberoi

Condomínio Villa Oberoi 1. CASA TIPO A Com área construída de 251m², exceto passeios externos, possui dois pavimentos, contendo no pavimento térreo terraços, jardim interno, sala de estar, espaço para refeições, cozinha, área

Leia mais

BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO

BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO BASE ZW INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA. MEMORIAL DESCRITIVO SALAS COMERCIAIS E ESTACIONAMENTOS 1 ÍNDICE 1. OBJETIVO...03 1.1. O EMPREENDIMENTO...03 1.2. PROJETOS E ÁREAS...03 1.3. - LOCAÇÃO DA OBRA...04

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Despacho Estado de Minas Gerais Secretaria Municipal de Administração

Prefeitura Municipal de Bom Despacho Estado de Minas Gerais Secretaria Municipal de Administração 1. INTRODUÇÃO: Prefeitura Municipal de Bom Despacho Anexo V Laudo de Vistoria Predial Terminal Rodoviário de Passageiros de Bom Despacho O presente Laudo Técnico de Vistoria Predial foi solicitado pela

Leia mais

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA MEMORIAL DESCRITIVO OBS.: OS ITENS COM * SERÃO ENTREGUES PELO COMPRADOR QUANDO O IMÓVEL FOR VENDIDO NA OPÇÃO DE VENDA SEM ACABAMENTO...1 1 O IMÓVEL...3 2 ESPECIFICAÇÕES GERAIS...3

Leia mais

DESENHOS UTILIZADOS NA REPRESENTAÇÃO DOS PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÕES

DESENHOS UTILIZADOS NA REPRESENTAÇÃO DOS PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÕES DESENHOS UTILIZADOS NA REPRESENTAÇÃO DOS PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE EDIFICAÇÕES Na representação dos projetos de edificações são utilizados os seguintes desenhos: _ Planta de situação _ Planta de localização

Leia mais

2.2 FRANK LLOYD WRIGHT: ORIGENS DO DESIGN NA HOTELARIA? No ano de 1915, o arquiteto norte-americano Frank Lloyd Wright foi

2.2 FRANK LLOYD WRIGHT: ORIGENS DO DESIGN NA HOTELARIA? No ano de 1915, o arquiteto norte-americano Frank Lloyd Wright foi 30 2.2 FRANK LLOYD WRIGHT: ORIGENS DO DESIGN NA HOTELARIA? No ano de 1915, o arquiteto norte-americano Frank Lloyd Wright foi convidado para projetar o Hotel Imperial em Tóquio, no Japão. A obra deveria

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ. MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda das unidades do Prédio Residencial denominado ARBORETTO. 1- DADOS INICIAIS: 1.1 - ENDEREÇO:

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO SIMPLIFICADO. ESTADO: Rio Verde USO PREDOMINANTE INFRA ESTRUTURA URBANA SERVIÇOS PÚBLICOS COMUNITÁRIOS

LAUDO DE AVALIAÇÃO SIMPLIFICADO. ESTADO: Rio Verde USO PREDOMINANTE INFRA ESTRUTURA URBANA SERVIÇOS PÚBLICOS COMUNITÁRIOS 1 - SOLICITANTE: CPF: Beatriz Carlos Fernandes 038.777.631-11 2- IDENTIFICAÇÃO DO BEM OBJETO DE AVALIAÇÃO ENDEREÇO: Nº. COMPL. BAIRRO: Rua Jacaranda Qd. 11 lt 237 Res. Gameleira CIDADE: ESTADO: Rio Verde

Leia mais

CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO

CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO CRONOGRAMA FISICO-FINANCEIRO/MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Construção Institucional Sede Administrativa Proprietário: FENACLUBES Federação Nacional dos Clubes Esportivos Endereço da Obra: Rua Açaí 540 Jardim

Leia mais