As 12 Vitimas do Medo.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As 12 Vitimas do Medo."

Transcrição

1 As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por sua mãe... Nunca ficava sozinho, seu pai pouco presente também tentava se manter sempre ao lado da família, porém se mantinha muito ocupado cuidando do sítio. Em 1985 Dionizia fazia janta, enquanto Willyan brincava na sala. Quando de repente é surpreendida por uma onça faminta que havia invadido o sítio, a onça feroz atacou direto no pescoço. Willyan 1

2 com apenas 5 anos de idade testemunhou a morte de sua própria mãe. Quando avistou aquela onça saciando sua fome com partes do corpo de sua mãe Willyan ficou agachado com muito medo que onça o encontra-se, agarrou um punhal de seu pai sobre a mesa e segurou com muita força com as duas mãos... Quando de repente seu pai chega chamando por Dionizia, Willyan levanta as pressas, no mesmo momento em que a onça avança em seu pai... O medo tomou conta de seu pai... O medo tomou conta de todo seu corpo, era apenas uma criança de 5 anos, mas o medo lhe deu tanta força que ele acertou a onça direto na jugular e conseguiu espantar a onça que estava devorando seu pai. 2

3 Infelizmente seu pai e sua mãe faleceram e Willyan foi levado para um orfanato na região central da Grande São Paulo. Um mês depois os novos moradores do sitio, onde morava Willyan e sua família, encontraram a onça morta na beira do riacho que passara atrás do sítio. 1ª vitima do medo uma onça Willyan se tornou Willy, apelido dado por seus amigos do orfanato onde Willyan passou, seus últimos 5 anos. Quando completou 10 anos foi adotado por um casal que não queria ter filhos, pois não tinham paciência com criança pequena, queriam um filho já na faixa etária entre 6 a 10 anos e de todos eles optaram por Willy. 3

4 Willy estava muito contente por poder ter uma família novamente. E achou que seria feliz! O casal se mostrava sempre amável com Willy, quando a assistente social ia visitar a casa deles para verificar se Willy (Willyan) estava se adaptando. Porem quando a assistente ia embora o terror começava. Willy já lavou a louça? já limpou o banheiro? Esse menino não presta pra nada, os dois discutiam sempre e Willy era pivô das brigas, (quem escolheu esse inútil foi você), o marido falava para sua esposa. Willy até aqueles tempos falava pouco, pois tinha muitos traumas pelo ocorrido com seus pais. 4

5 A vida de Willy com aquele casal era cada dia pior, ele já não estava mais agüentando. Certo dia a mulher que o adotou havia brigado com seu marido e bebido muito, ela descobriu que ele tinha outra mulher... Ela estava embriagada e ao deitar em sua cama gritou para Willy subir até seu quarto... Ele sempre muito calado entrou devagar, ela pediu que ele aproxima-se, e foi tirando a roupa do Willy, ele ficou confuso, saiu correndo sem dizer nada, foi para seu quarto, a mulher embriagada foi até seu quarto abriu a porta com força e gritou dizendo: - agora eu sou sua mãe, e você vai fazer o que mando, ele assustado ficou parado de pé na beira de sua cama, ela começou a acariciá-lo aos 5

6 poucos, quando ela ia fazer sexo oral no Willy à raiva tomou conta dele e começou a gritar enlouquecidamente: - Para, para eu vou te matar. -Para, eu vou te matar. A mulher titubeou na hora, mas não conseguia manter a razão com toda aquela embriagues, pegou uma ripa de madeira e mandou Willy ficar quieto, se não ele ia apanhar. O Willy se, escondeu dentro do banheiro e apagou a luz. A mulher embriagada tropeçando em tudo que via pela frente, gritava: -Aparece muleque, aparece. Eu sou sua mãe, aparece se não eu vou te dar uma surra Que nunca vai esquecer... 6

7 Willy começou a ficar com medo e cada vez a mulher se aproximava do banheiro gritando e o ameaçando, Willy ficara com mais medo ainda. No desespero ele apanhava a navalha de barbear que tinha dentro do banheiro e segurou com força. Quando de repente fica tudo em silêncio... Willy com muito medo tenta escutar os passos da mulher, mas nada então ele começa abrir a porta do banheiro lentamente, bem devagar. Eis que então a mulher da um pulo em sua frente gritando: -Te achei, te achei... O medo de Willy foi tanto que no impulso saio golpeando a mulher com a navalha que estava em sua mão... Ele a golpeava gritando: 7

8 -Para, para se não vou te matar. Eu vou te matar, Para... Sua respiração ofegante, ia se controlando aos poucos, a cada golpe o medo ia passando... Quando estava assassinando a mulher que o adotou, o marido dela chega em casa e de cara avista Willy em cima de sua esposa com o rosto todo esquartejado por sua própria navalha... Willy se levanta com as mãos ensangüentadas e sai correndo pelas ruas. 2ª vitima 1990, sua mãe adotiva... Willy fugiu, pois estava sendo procurado pela polícia, conseguiu pegar carona na estrada com um caminhão até a cidade 8

9 mais próxima... Willy desceu do caminhão na cidade de Guarulhos. Willy estava dormindo na praça no centro da cidade...uma certa noite chovia muito, quando ele foi acordado por um outro garoto que viu que ele não tinha nada para se proteger do frio lhe ofereceu um cobertor e lhe chamou para um abrigo onde os garotos de rua se protegiam da chuva. Willy em silêncio levantou-se, e sem dizer nada acompanhou o garoto. Chegando neste abrigo que ficava localizado próximo a praça, um velho galpão abandonado, Willy se deparou com um monte de garotos cheirando cola, usando pedra, ele não sabia nada sobre drogas! 9

10 Quando os garotos viram os dois chegando, logo foram se aproximando, questionando porque Vinicios tinha levado um estranho para o abrigo. (Vinicios foi o garoto que tirou Willy da chuva)... Vini como era chamado pelos garotos de rua que ali estavam, foi logo apresentando Willy como seu primo que tinha fugido de casa, pois apanhava do pai... Willy olhou desconfiado sem entender nada, apenas confirmou a história de Vini. Logo Willy foi aceito por todos, Marcinho um dos lideres dos garotos foi logo oferecendo cola para willy usar... Willy se negou, o garoto insistiu argumentando que servia para acabar com a sensação de frio. Willy relutou mais acabou provando. 10

11 Como seu organismo nunca havia provado de nenhuma substância tóxica, após a segunda baforada Willy já estava alucinado, agitado e totalmente integrado aos garotos. Willy se drogou a noite toda que nem percebeu a que horas tinha adormecido. Willy foi acordado no dia seguindo com o Vini dizendo aos gritos: -Acorda, Acorda, Vamos correr. Eram os guardas municipais, que tentavam retirar os garotos do galpão, durante a manhã os galpões sempre esvaziava, mas a noite era tomado novamente pelos garotos, Sempre da mesma forma. Willy começou a viver nas ruas junto com aqueles garotos e passou a cometer 11

12 pequenos delitos na região para se alimentar e para comprar drogas, pois também havia se viciado... Willy se dava bem com todos os garotos, mas sempre era visto com Vini, pois os dois confiavam um no outro, como se conhecessem há anos. Vini tinha uma admiração absurda por Willy e era o único que sabia da história da vida dele, Willy achou em Vini a parceria perfeita. Começava nesta amizade as maiores aventuras e descobertas da idade Willy ainda morando nas ruas localizadas em Guarulhos, willy havia se tornado um adolescente bonito com boa lábia e bem comunicativo. Começou a chamar a atenção das meninas que conviviam com garotos... Mas sempre que elas se 12

13 aproximavam dele o seu inseparável amigo Vini o afastava delas, sempre com um pretexto qualquer, ele conseguia manter Willy longe das meninas. Certo dia Willy perguntou pra ele porque ele não ficava com as meninas, questionou a distância que ele insistia em manter delas. Ele respondeu apenas que as mulheres só servem pra acabar com a vida dos homens, mas logo desconversou e ofereceu uma lata com cola pra Willy baforar os dois ficaram sentados a noite inteira cheirando cola... Vini antes de adormecer perguntou a Willy, se ele se lembrava que no dia seguinte era seu aniversário. 13

14 Willy meio sonolento respondeu que sim e disse a ele que lhe faria uma surpresa e adormeceu. No dia seguinte Vini acordou e não avistou Willy, saiu perguntando e ninguém tinha visto Willy. O dia passou e Vini muito triste, pois seu companheiro nem se quer tinha lembrado de seu aniversário. Já era noite, estava muito frio e Vini decidiu ir para o abrigo dormir, quando ele chegou viu o galpão todo enfeitado e todos os garotos cantando parabéns pra ele e Willy com os braços abertos gritava: -Surpresa! -Feliz aniversário. Vini ficou super emocionado e curtiu a festa, questionou com Willy onde ele 14

15 havia conseguido dinheiro para preparar aquela festança... Willy desconversou e disse a ele que ainda tinha mais uma surpresa... Vini emotivo e muito feliz, apenas agradeceu ao amigo. Willy deixou Vini curtir bastante a festa que ele tinha organizado com os roubos que ele havia cometido naquele dia... Já era 3 horas da manhã quando Willy tirou Vini da festa dizendo que precisava conversar com ele a sós, e o levou para uma casa abandonada. Vini sem saber do que se tratava apenas o acompanhou... Antes de chegar Willy pediu que Vini fechasse os olhos... Quando ele abriu os olhos se deparou com 2 lindas meninas despidas sobre um colchão, com duas garrafas de 15

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, se não tivesse amor, Seria como o metal que soa ou como o sino que tine e

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, se não tivesse amor, Seria como o metal que soa ou como o sino que tine e Márcia Cristina Braga Má Companhia Agradecimentos Á Deus por me presentear com o dom maravilhoso de escrever À minha mãe que sempre me incentivou com suas palavras de carinho A todas as pessoas que me

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope A Vida Passada a Limpo Ayleen P. Kalliope 2011 Este livro é dedicado ao meu querido filho, Pedro Paulo, que ao nascer me trouxe a possibilidade de parar de lecionar Inglês e Português, em escolas públicas

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Maximiliano Barrientos HOTÉIS. Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON

Maximiliano Barrientos HOTÉIS. Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON Maximiliano Barrientos HOTÉIS Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON hoteis.p65 3 Um Chrysler Imperial na noite e nos entardeceres mais alaranjados. A poeira atapetava os vidros devemos recordá-lo dessa

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa?

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? A Quebra do Círculo Cristovam Buarque - Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? - Foi mais, e vou contar tudo. Mas não me arrependo.

Leia mais

1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados.

1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados. 1. Substitui as palavras assinaladas pelos sinónimos (ao lado) que consideres mais adequados. É bonita a história que acabaste de contar. Vou dar este livro ao Daniel, no dia do seu aniversário. Ele adora

Leia mais

STEREOTYPE Homem_Conhecia.p65 7 5/6/2006, 16:50

STEREOTYPE Homem_Conhecia.p65 7 5/6/2006, 16:50 STEREOTYPE Homem_Conhecia.p65 7 Homem_Conhecia.p65 8 SIM Atriz. Encostou seu Uno Mille e pediu para o namorado esperar com o motor ligado. Ia só trocar de roupa. 20h25. Daria tempo. Descer a rua Cardeal

Leia mais

Relato de parto: Nascimento do Thomas

Relato de parto: Nascimento do Thomas Relato de parto: Nascimento do Thomas Dia 15 de dezembro de 2008, eu já estava com 40 semanas de gestação, e ansiosa para ter meu bebê nos braços, acordei as 7h com uma cólica fraca, dormi e não senti

Leia mais

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS!

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS! CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: Colocar as perguntas na caixa Introdução Rodada: Quem te explicou a sexualidade e como? Palestra Jorge Palestra Judite Respostas Conversa Tarefa INTRODUÇÃO

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NA FALÉSIA COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura orientada por capítulos Interpretação do texto/funcionamento da Língua Fichas de trabalho para

Leia mais

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille Água Tu és um milagre que Deus criou, e o povo todo glorificou. Obra divina do criador Recurso

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Pág. 1. Painel Descrição Diálogo

Pág. 1. Painel Descrição Diálogo Mico Leão Dourado Pág. 1 1.1 (PG) Visão geral da árvore onde Chico mora, com os barracos nos galhos, a pequena comunidade na base, com o campinho onde as crianças jogam futebol. Todos estão assistindo

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks.

Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks. 1 Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks. A Virtualbooks gostaria de receber suas críticas e sugestões sobre suas edições. Sua opinião é muito importante para

Leia mais

Bernard. Gesinas. A sua vida Manga. GESINAS Publishing

Bernard. Gesinas. A sua vida Manga. GESINAS Publishing Bernard Gesinas A sua vida Manga GESINAS Publishing Bernard Gesinas A sua vida Manga Novela Copyright by GESINAS 1 Gorom-Gorom "Vamos, por favor, eu vou mostrar Gorom- Gorom", gritou o menino a um casal

Leia mais

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44)

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Autora: Tell Aragão Colaboração: Marise Lins Personagens Menina Zé Bonitinho +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha

E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha E ra bonita a tartaruguinha. Forte, pernas roliças, tinha um verde que saía da metade do casco e se espalhava manso até a beirada. Viviam dizendo que ela era lerda, preguiçosa até. É preciso reconhecer

Leia mais

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Coleção: Encantando a Gramática. Autora: Pâmela Pschichholz* palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes. Coleção: Encantando a Gramática Autora: Pâmela Pschichholz* Um lugar diferente Em um vilarejo chamado classes Gramaticais moram todas as palavras que existem no mundo. Lá, várias famílias vivem felizes.

Leia mais

Capítulo 1. A Família dos Mumins.indd 13 01/10/15 14:17

Capítulo 1. A Família dos Mumins.indd 13 01/10/15 14:17 Capítulo 1 No qual o Mumintroll, o Farisco e o Sniff encontram o Chapéu do Papão; como aparecem inesperadamente cinco pe quenas nuvens e como o Hemulo arranja um novo passatempo. Numa manhã de primavera

Leia mais

Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer.

Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer. Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer. ISBN 978-85-7694-162-0 Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. VENDA PROIBIDA 9 788576 941620 Professor BÓRIS em ZECA, O DONO

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br O TEMPLO DOS ORIXÁS Quando, na experiência anterior, eu tive a oportunidade de assistir a um culto religioso, fiquei vários dias pensando a que ponto nossa inconsciência modificou o mundo espiritual. Conhecendo

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

Existe uma terapia específica para problemas sexuais?

Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Maria de Melo Azevedo Eu acho que a terapia sexual para casos bem específicos até que pode funcionar. Ou, pelo menos, quebra o galho, como se diz.

Leia mais

1 de outubro de 2012

1 de outubro de 2012 I Aproximou-se da mulher e enquanto punha as mãos abertas no cabelo dela, dizia: Sempre me esqueço de trazer uma lente para ver como são as plantas que tem no verde destes olhos; mas já sei que a cor da

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

O PROFETA ELISEU Lição 64. 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo.

O PROFETA ELISEU Lição 64. 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo. O PROFETA ELISEU Lição 64 1 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 2, 4, 5 (Base bíblica para a

Leia mais

A ovelhinha que veio para o jantar

A ovelhinha que veio para o jantar A ovelhinha que veio para o jantar Oh não! OUTRA VEZ sopa de legumes! queixou-se o lobo, que já era velhinho. Quem me dera ter uma ovelhinha aqui à mesa. Fazia já um belo ensopado de borrego! Eis senão

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

Índice Geral. Índice de Autores

Índice Geral. Índice de Autores Victor Fernandes 1 Índice Geral A perua-galinha 3 A vida de um porco chamado Ricky 4 Um burro chamado Burro 5 O atrevido 6 O Burro que abandonou a família por causa de uma rã 7 A burra Alfazema 8 Índice

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes.

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. I Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. Três vezes. A última foi no dia da execução. Eu não

Leia mais

Em um campo inabitado, cheio de flores, em

Em um campo inabitado, cheio de flores, em Para onde foi o meu dinheiro? A fábula das abelhas. Em um campo inabitado, cheio de flores, em uma terra distante, havia uma colméia diferente das demais. Tudo nessa colméia era muito bem organizado, limpo

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

O LOBO E OS SETE CABRITINHOS. Irmãos Grimm

O LOBO E OS SETE CABRITINHOS. Irmãos Grimm O LOBO E OS SETE CABRITINHOS Irmãos Grimm Era uma vez uma velha cabra que tinha sete cabritinhos, e os amava como as mães amam os filhos. Certo dia, ela teve de ir à floresta em busca de alimento e recomendou

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES 1ºC - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Depressão na Gravidez

Depressão na Gravidez De Depressão na Gravidez Um relato de uma mulher com Depressão na Gravidez O E-mail enviado por Gabriela, uma mulher que teve depressão durante a Gravidez e as respostas de apoio e ajudar à essa mulher.

Leia mais

M Q A U L UI A H N Recife, 2014

M Q A U L UI A H N Recife, 2014 M LUQ U NHA A I M LUQ U NHA A I Recife, 2014 Apresentação Encontramos, na literatura, um apoio que tem nos permitido falar de meio ambiente de forma lúdica. Unindo, quase sempre, a escrita à oralidade

Leia mais

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES EMPREGO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES ASPECTOS TEÓRICOS. POR QUE /POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ a) POR QUE: Equivale a POR QUAL MOTIVO ou a pelo qual e variações; vem também depois de EIS e DAÍ. b) POR QUÊ: Equivale

Leia mais

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA

SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Radicais Kids - Sábado 13/12 Ministério Boa Semente Igreja em células SERIE: APRENDENDO COM OS BICHINHOS A FORMIGUINHA Lição: Xô Preguiça!! Base bíblica: Provérbios 6:6-11 Preguiçoso, aprenda uma lição

Leia mais

consegue pagar até receber o seu primeiro salário. Quando arruma suas coisas no quarto, alguém bate na porta. É Fred com uma faca.

consegue pagar até receber o seu primeiro salário. Quando arruma suas coisas no quarto, alguém bate na porta. É Fred com uma faca. TÍTULO INDEFINIDO Curitiba, 2013. Elly, garota de 16 anos, é infeliz com sua vida. É do tipo viajona, vive mais na sua cabeça do que na realidade que a cerca. Mora com seus pais, Arthur e Alice. Alice

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson

Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson GUTA E SUAS AMIGUINHAS Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson 01 02 Copyright 2014 by Jerson Kelman Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson GUTA E SUAS AMIGUINHAS 1ª Edição Rio de Janeiro Jerson

Leia mais

LITERATURA COM CRIATIVIDADE....Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29.

LITERATURA COM CRIATIVIDADE....Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29. 1. APRESENTAÇÃO PESSOAL LITERATURA COM CRIATIVIDADE...Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29.5 2. OBJETIVO Transformar vidas ensinando

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima A Boneca da Imaginação Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima Capa e pesquisa de imagens Amanda P. F. Lima A Boneca

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

Duda começava a escovar os dentes quando ouviu

Duda começava a escovar os dentes quando ouviu 1 Duda começava a escovar os dentes quando ouviu tocar a campainha da porta social. Àquela hora, ninguém batia em seu apartamento, nenhum dos garotos do condomínio. Nem o pai nem a mãe recebiam visitas

Leia mais

CURSO CASAMENTO FELIZ COMUNICANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: O QUE É COMUNICAÇÃO? PALESTRA DE JORGE - LADO TEOLÓGICO O PODER DA PALAVRA CRIAÇÃO

CURSO CASAMENTO FELIZ COMUNICANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: O QUE É COMUNICAÇÃO? PALESTRA DE JORGE - LADO TEOLÓGICO O PODER DA PALAVRA CRIAÇÃO CURSO CASAMENTO FELIZ COMUNICANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: Contar as experiências com as surpresas Modelo de comunicação Palestra Jorge Palestra Judite Conversa Tarefa O QUE É COMUNICAÇÃO? Uma mensagem somente

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

1º Plano de Aula. 1- Citação: Guardar raiva é o mesmo que, beber veneno e querer que o outro morra. 2- Meditação: Meditação da Compaixão

1º Plano de Aula. 1- Citação: Guardar raiva é o mesmo que, beber veneno e querer que o outro morra. 2- Meditação: Meditação da Compaixão 1º Plano de Aula 1- Citação: Guardar raiva é o mesmo que, beber veneno e querer que o outro morra. 2- Meditação: Meditação da Compaixão 3- História Perdoar Sempre 4- Música Uma Luz Dentro de mim. Vol:

Leia mais

Harmonizando a família

Harmonizando a família Harmonizando a família Narrador: Em um dia, como tantos outros, como e em vários lares a, mãe está em casa cuidando dos afazeres doméstic os, tranqüilamente. Porém c omo vem ac ontec endo há muito tempo,

Leia mais

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai.

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai. Conto de Natal Já um ano havia passado desde o último Natal. Timóteo estava em pulgas para que chegasse o deste ano. Menino com cara doce, uma tenra idade de 10 aninhos, pobre, usava roupas ou melhor,

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 18 de junho de 2008 Meu nome é João Almeida Gonçalves, nasci em Macaé em12 de novembro de 1960. INGRESSO NA PETROBRAS Ingressei na Petrobras, antes de trabalhar na Petrobras.

Leia mais

EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO DOCENTE: OBSERVAÇÕES ACERCA DO COTIDIANO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO INFANTIL

EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO DOCENTE: OBSERVAÇÕES ACERCA DO COTIDIANO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO INFANTIL EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO DOCENTE: OBSERVAÇÕES ACERCA DO COTIDIANO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO INFANTIL Acacia Silva Alcantara Graduanda/UEPB Danielly Muniz de Lima Graduanda/UEPB Glória Mª Leitão de Souza

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

Dilemas de Adolescente

Dilemas de Adolescente Dilemas de Adolescente Quando pensamos que a vida está parada, ai temos uma grande surpresa. Meu nome é Ellen Ster, tenho 14 anos, loura, olhos castanhos, cabelos ondulados. Minha vida é composta de amigos,

Leia mais

AF_Livro_Casamento 10/27/06 4:17 PM Page 1

AF_Livro_Casamento 10/27/06 4:17 PM Page 1 AF_Livro_Casamento 10/27/06 4:17 PM Page 1 AF_Livro_Casamento 10/27/06 4:17 PM Page 2 2006 ALBA NOSCHESE COORDENAÇÃO EDITORIAL: MÁRCIA DUARTE EDIÇÃO: MAIÁ MENDONÇA PROJETO GRÁFICO E DIREÇÃO DE ARTE: CLAUDIO

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho.

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho. 1 AMAR... dir: Carlos Gregório CASA DE LAURA... - Você não vai dizer nada? - O que você quer que eu diga? - Qualquer coisa. - Olha,... Não foi tão importante pra mim... - Não... foi!!? - É... É isso mesmo.

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

Um havia um menino diferente dos outros meninos: tinha o olho direito preto, o esquerdo azul e a cabeça pelada. Os vizinhos mangavam dele e gritavam: Ó pelado! Tanto gritaram que ele se acostumou, achou

Leia mais

Lidando com o Cão Dominante

Lidando com o Cão Dominante Lidando com o Cão Dominante De Eugênio Gomes, 2006. Baseado no texto Dealing With the Dominant Dog, de Ed Frawley. Introdução Muitas pessoas, incluindo treinadores experientes, entendem mal a dominância

Leia mais

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4. E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4. E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4 E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com EPISÓDIO 03 Anteriormente: Célia bofeteia Álvaro e chora, mas fica para ajudá-lo, Leandro defende Laila de Caio, Marques encontra a mãe com

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

A PINTORA Era madrugada, fumaça e pincéis estampavam a paisagem interna de um loft. Lá fora uma grande lua pintava as ruas semi-iluminadas com um fantasmagórico prateado. Uma mão delicada retocava a gravata

Leia mais

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16 Super é o meu primeiro livro escrito inteiramente em São Paulo, minha nova cidade. A ela e às fantásticas pessoas que nela vivem, o meu enorme obrigado. E esse livro, como toda ficção, tem muito de realidade.

Leia mais

REGRAS PARA NÃO SE TORNAR UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA URBANA

REGRAS PARA NÃO SE TORNAR UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA URBANA SEGURANÇA PESSOAL EM ÁREAS DE ALTO RISCO REGRAS PARA NÃO SE TORNAR UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA URBANA (Adaptação) BANCO DO BRASIL DILOG/ PRINCIPAIS AMEAÇAS Seqüestro relâmpago Com duração de 1 a 24 horas,

Leia mais

BANCO DO BRASIL GEREL Belo Horizonte (MG) NUSEG - Núcleo de Segurança SEGURANÇA PESSOAL EM ÁREAS DE ALTO RISCO

BANCO DO BRASIL GEREL Belo Horizonte (MG) NUSEG - Núcleo de Segurança SEGURANÇA PESSOAL EM ÁREAS DE ALTO RISCO SEGURANÇA PESSOAL EM ÁREAS DE ALTO RISCO REGRAS PARA NÃO SE TORNAR UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA URBANA (Adaptação) DILOG/ PRINCIPAIS AMEAÇAS Seqüestro relâmpago Com duração de 1 a 24 horas, geralmente para

Leia mais

Indice Moleiros e Carvoeiros...Pág 1 O salvador Ensina...Pág 2 Curiosidades Pág 3 Conselhos úteis sobre segurança...pág 3 Jogo..

Indice Moleiros e Carvoeiros...Pág 1 O salvador Ensina...Pág 2 Curiosidades Pág 3 Conselhos úteis sobre segurança...pág 3 Jogo.. EDITORIAL Olá amiguinhos! sou...o Salvador! Já todos me conhecem! O Natal já passou, espero que tenham recebido muitas prendas! Acabaram as nossas férias, as aulas já começaram e agora temos muito que

Leia mais

Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas

Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas Capítulo 1 Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas que ninguém mais podia saber. Uma delas era que o homem sentado ao seu lado no carro ia morrer. Também havia muitas coisas

Leia mais