Pesquisa Nacional de Franquias

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pesquisa Nacional de Franquias"

Transcrição

1 Pesquisa Nacional de Franquias Perfil e comportamento dos clientes em praças de alimentação São Paulo, maio de 2011 Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 1

2 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 2

3 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 3

4 Contexto GRANDE EXPANSÃO DA PRODUÇÃO DE BENS E SERVIÇOS NO BRASIL Variaçãodo PIB (embilhõesde R$) +7,5% FONTE: IBGE Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 4

5 Contexto A ASCENSÃO DA CLASSE MÉDIA ELEVA O PODER DE COMPRA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA Evolução da proporção das classes sociais no Brasil 7.4% 10.6% 15.5% + 109% 37.7% 50.5% 56.5% + 50% 54.9% 38.8% 28.0% -49% Classes D/E Classe C Classes A/B *Projeções do BACEN para 2014 FONTE: BACEN Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 5

6 Contexto COM A QUEDA NA MORTALIDADE DAS EMPRESAS, O MERCADO NACIONAL ESTÁ SE TORNANDO MAIS COMPETITIVO Taxa de mortalidade das empresas 46% 44% 42% 37% 38% 2000/ / / / /09 FONTE: SEBRAE Queda de 20% (8p.p) na mortalidade Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 6

7 Contexto NO MERCADO DE FRANQUIAS NACIONAL, O SURGIMENTO DE NOVAS REDES É MUITO SUPERIOR À EXPANSÃO DA QUANTIDADE DE LOJAS DE REDE EXISTENTES... Franquias (Geral) Faturamento (2001 x 2010) 204% Quantidade de lojas 69% Quantidade de redes 209% GAP 140 pp FONTE: ABF Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 7

8 Contexto... JÁ NO SETOR DE ALIMENTAÇÃO, AS REDES ESTÃO SE EXPANDINDO EM RITMO MAIS ACELERADO, TANTO EM QUANTIDADE DE LOJAS QUANTO EM FATURAMENTO Franquias (Geral) Franquias (Alimentação) Faturamento (2001 x 2010) 204% 359% Quantidade de lojas 69% 201% Quantidade de redes 209% 277% FONTE: ABF Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 8

9 Contexto JUSTIFICATIVA DA PESQUISA Dada consolidação das redes de franchising e da elevação da competição no setor das franquias de alimentação, dentro de um contexto de crescimento econômico e do poder de compra, a ToolBoxTMdecidiu fazer um levantamento nacional do perfil e o comportamento dos clientes (fregueses) dos restaurantes em praças de alimentação ambientes comumente dominados por redes de franquia. Esta pesquisa objetiva apontar (1) quais os elementos mais valorizados pelos clientes de praças de alimentação e seus perfis;(2) qual o impacto da experiência em um restaurante em toda a rede; e (3) onde o cliente faz sua escolha de restaurante antes de chegar ao local ou já na praça de alimentação? Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 9

10 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 10

11 Ficha técnica & metodologia Objetivos Metodologia e Técnica Levantar (1) os elementos mais valorizados pelos clientes de praças de alimentação e seus perfis; (2) o impacto da experiência em um restaurante em toda a rede; e (3) onde o cliente faz sua escolha de restaurante antes de chegar ao local ou já na praça de alimentação? Questionário quantitativo com público nas proximidades de praças de alimentação da amostra Alvo Redes de restaurantes em praças de alimentação Amostra 150 respondentes nas cinco regiões brasileiras, representados nas cidades de São Paulo; Ribeirão Preto; Rio de Janeiro; Porto Alegre; Salvador; Goiânia;Recife; Belém Praça(s) Shoppings Eldorado; SP Market (São Paulo); Ribeirão Shopping, Santa Úrsula Shopping (Ribeirão Preto); Nove (Rio de Janeiro); Iguatemi (Porto Alegre, Salvador); Buriti (Goiânia); Tacaruna (Recife); Pátio (Belém). Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 11

12 Ficha técnica & metodologia CARACTERÍSTICAS DO LEVANTAMENTO o Pesquisa quantitativa não-probabilística o Amostra total de 150 clientes o Oito cidades em cinco regiões do Brasil o Sudeste (São Paulo; Ribeirão Preto; Rio de Janeiro) o Norte (Belém) o Nordeste (Salvador; Recife) o Centro-Oeste (Goiânia) o Sul (Porto Alegre) Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 12

13 Ficha técnica & metodologia DO TOTAL DE 150 RESPONDENTES NAS CINCO REGIÕES... o... 51% eram homens e 49% mulheres (segundo o IBGE, a proporção de homens e mulheres no Brasil é de 49% para 51% respectivamente*) o anos é a idade mediana da amostra (a mesma que a idade mediana do brasileiro*) o... Metade afirmou ter renda familiar de até R$ e 1/3 superior a R$ o... 62% afirmou receber algum benefício refeição o... 74,5% afirmou freqüentar regularmente praças de alimentação * FONTE: IBGE Censo 2010 Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 13

14 Ficha técnica & metodologia INFORMAÇÃO RELEVANTE oavaliou-se, entre outros itens, as atitudes dos clientes em face de falhas graves de limpeza; mau atendimento e problemas com a qualidade ou aspecto da comida. Ressalta-se que a primeira (falha grave de limpeza) se refere a ocorrências que podem ser de limpeza do prato, do ambiente, da cozinha, do atendente ou quaisquer outros fatores que o cliente associe à falha grave de limpeza do restaurante; oademais, a base de alguns resultados varia, dado que nem todos entrevistados informaram sua renda familiar mensal. Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 14

15 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 15

16 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Praça de alimentação ideal Perfil Atitudes Prioridades & Preferências Escolha do restaurante Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 16

17 ATRIBUTOS AVALIADOS Limpeza Opções de restaurantes Disponibilidade de mesas Barulho Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 17

18 VARIEDADE DE RESTAURANTES E LIMPEZA SÃO OS ITENS MAIS IMPORTANTES NAS PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO Atributos de uma praça de alimentação indicados como preferidos 1% 11% Pouco barulho 23% Disponibilidade de mesas Opções de restaurantes 65% Limpeza 100% = 135 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 18

19 A DISPONIBILIDADE DE MESAS TAMBÉM SE MOSTRA BASTANTE RELEVANTE Ranking das notas dos atributos mais importantes em praças de alimentação Limpeza 3.6 Opções de restaurantes 2.6 Disponibilidade de mesas 2.3 Barulho 1.4 Com base em amostra de 100% = 135 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 19

20 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Praça de alimentação ideal Perfil Atitudes Prioridades & Preferências Escolha do restaurante Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 20

21 QUAL O PERFIL DO PÚBLICO ESTUDADO? De acordo com variáveis: o Comportamentais o Demográficas 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 21

22 QUASE METADE DO PÚBLICO ESTUDADO GASTA EM MÉDIA MAIS DE R$ 15,00 POR REFEIÇÃO Distribuição de gastos médios nas praças de alimentação 11% 38% 24% 27% Até R$ 10 Até R$ 15 Até R$ 20 Mais de R$ % = 112 respondentes *Dos que afirmaram ir regularmente praças de alimentação Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 22

23 HOMENS ESTÃO MAIS DISPOSTOS A GASTAR ACIMA DE R$ 20 EM UMA REFEIÇÃO QUE MULHERES Distribuição de gastos médios Mulheres* Distribuição de gastos médios Homens* 6% 26% Até R$ 10 15% 22% Até R$ 15 42% 26% Até R$ 20 R$ 20 Mais de R$ 20 36% 27% 100% = 53 respondentes *Dos que afirmaram ir regularmente em praças de alimentação 100% = 59 respondentes *Dos que afirmaram ir regularmente em praças de alimentação Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 23

24 A MAIOR PARTE DOS QUE AFIRMARAM FREQUENTEAR PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO AFIRMOU IR MAIS DE QUATRO VEZES NA SEMANA Frequência em praças de alimentação de acordo com a renda 47% 49% 31% 29% 22% 22% De 1 a 2 vezes por semana 3 vezes por semana Quatro ou mais vezes por semana Acima de R$ 5 mil Até R$ 5 mil 100% = 101 respondentes *Dos que afirmaram ir regularmente praças de alimentação Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 24

25 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Praça de alimentação ideal Perfil Atitudes Prioridades & Preferências Escolha do restaurante Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 25

26 QUAL A ATITUDE DOS CLIENTES EM FACE ÀS SEGUINTES SITUAÇÕES EM RESTAURANTES DE PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO? ofalha grave de limpeza o Mau atendimento o Problemas com a qualidade/aspecto da comida Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 26

27 PROBLEMAS DE LIMPEZA IMPACTAM NEGATIVAMENTE NA IMAGEM DA REDE FRANQUEADA PARA 40% DOS CLIENTES... Impacto do problema de limpeza na atitude do cliente 1% 40% 59% Impactam na frequencia no restaurante Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 27

28 ... SENDO 40%, 26% NÃO FREQUENTARIA NENHUMA OUTRA FRANQUIA DA REDE. OUTROS 14% DEIXARIA DE FREQUENTAR POR ALGUM TEMPO Impacto do problema de limpeza na atitude do cliente 1% Nunca mais voltaria ao local 14% 18% 41% Nunca mais frequentaria nenhum restaurante da rede Evitaria por, algum tempo, o restaurante e a rede Evitaria o restaurante por algum tempo 26% Voltaria a frequentar o local normalmente 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 28

29 CLIENTES COM MAIOR RENDA FAMILIAR MENSAL ASSOCIAM MAIS OS PROBLEMAS DE LIMPEZA DA FRANQUIA A TODA A REDE Impacto do problema de limpeza na atitude dos clientes de acordo com a renda 1% 0% 0% 38% 42% 47% 61% 58% 53% Até R$ Entre R$ e R$ Acima de R$ Impactam na frequencia no restaurante Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 150 respondentes * Voltaria a freqüentar o local normalmente ou voltaria mas pediria outro prato Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 29

30 JÁ OS CASOS DE MAU ATENDIMENTO IMPACTAM NEGATIVAMENTE NA FREQUENCIA DA REDE PARA 23% DOS CLIENTES Impacto do mau atendimento na atitude do cliente 4% 23% 73% Impactam na frequencia no restaurante Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 30

31 44% DOS CLIENTES DEIXARIAM DE IR AO RESTAURANTE CASO FOSSEM MAL-ATENDIDOS NO LOCAL Impacto do mau atendimento na atitude do cliente 44% 29% Evitaria o restaurante por algum tempo Nunca mais frequentaria nenhum restaurante da rede Evitaria por, algum tempo, o restaurante e a rede 4% 15% Voltaria a frequentar o local normalmente Nunca mais voltaria ao local 8% 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 31

32 MAU ATENDIMENTO CAUSA MAIOR IMPACTO NAS REDES DE FRANQUIA ENTRE AS CLASSES DE MAIOR RENDA Impacto de mau atendimento na atitude dos clientes de acordo com a renda 2% 25% 8% 11% 19% 26% 73% 73% 63% Até R$ Entre R$ e R$ Acima de R$ Impactam na frequencia no restaurante Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 138 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 32

33 42% ASSOCIAM PROBLEMAS COM A QUALIDADE DA COMIDA EM UM RESTAURANTE À TODA A REDE DE FRANQUIAS... Impacto de problemas com a qualidade da comida na atitude do cliente 8% Impactam na frequencia no restaurante 42% 50% Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 33

34 ... SENDO QUE 29% JAMAIS RETORNARIAM A QUAISQUER RESTAURANTES DA REDE, E 13% DEIXARIA DE IR COM ALGUM TEMPO Impacto de problemas com a qualidade da comida na atitude do cliente 7% Nunca mais voltaria ao local 13% 11% 40% Nunca mais frequentaria nenhum restaurante da rede Evitaria por, algum tempo, o restaurante e a rede Evitaria o restaurante por algum tempo 29% Voltaria a frequentar o local normalmente / voltaria e pediria outro prato 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 34

35 O IMPACTO DE FALTA DE QUALIDADE DA COMIDA NA FREQUENCIA DO CLIENTE EM TODA A REDE É SIGNIFICATIVO EM TODAS AS FAIXAS DE RENDA Comportamento do cliente em caso de falta de qualidade da comida de acordo com a renda 11% 8% 8% 53% 38% 46% 37% 54% 46% Até R$ Entre R$ e R$ Acima de R$ Impactam na frequencia no restaurante Impactam na frequencia em toda a rede da franquia Não impactam na frequencia. 100% = 138 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 35

36 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Praça de alimentação ideal Perfil Atitudes Prioridades & Preferências Escolha do restaurante Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 36

37 QUAIS AS PRIORIDADES DOS CLIENTES NA ESCOLHA DE UM RESTAURANTE EM PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO? QUAIS AS PREFERÊNCIAS DOS CLIENTES QUANTO AOS GASTOS, RESTAURANTES E AS REFEIÇÕES QUE COMPRAM? 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 37

38 70% DOS ENTREVISTADOS APONTARAM QUE LIMPEZA É O ATRIBUTO MAIS IMPORTANTE DE UM RESTAURANTE EM PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO Atributos favoritos dos clientes acerca de um restaurante Outros 3% 7% 8% Atendimento no tempo certo 12% Preço justo Bom atendimento 70% Limpeza 100% = 146 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 38

39 BOM ATENDIMENTO, PREÇO JUSTO E ATENDIMENTO NO TEMPO CERTO SÃO OS OUTROS ATRIBUTOS PRIORIZADOS Ranking das notas das prioridades dos clientes Limpeza 6.5 Bom atendimento 5.3 Preço justo 4.8 Atendimento no tempo certo 4.6 Pagar pelo anunciado 3.2 Distanciamento adequado do atendente Com base em amostra de 100% = 146 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 39

40 84% DOS CLIENTES NÃO TOLERAM MAIS QUE 10 MINUTOS DE ESPERA NA FILA Tolerância de espera na fila 1% 15% 31% Até 5 minutos Até 10 minutos Até 15 minutos Mais de 15 minutos 53% 100% = 146 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 40

41 HOMENS SE MOSTRAM MENOS TOLERANTES AOS PRIMEIROS 5 MIN DE FILA. ADEMAIS, APENAS 15% DO TOTAL TOLERA MAIS QUE 10 MINUTOS Tolerância de espera na fila, por sexo 66% 53% 39% 41% 31% 18% 21% 11% 15% 1% 1% 1% Homens Mulheres Geral Mais de 15 minutos Até 15 minutos Até 10 minutos Até 5 minutos 100% = 146 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 41

42 HOMENS E MULHERES APRESENTAM DIFERENÇAS RELEVANTES DE PREFERÊNCIAS EM PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO Homens, em relação às mulheres... o Preferem que a sobremesa esteja incluída no preço da refeição o São mais indiferentes à carne vermelha durante a semana e a comida saudável o Preferem pratos mais cheios Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 42

43 HOMENS E MULHERES APRESENTAM DIFERENÇAS RELEVANTES DE PREFERÊNCIAS EM PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO Mulheres, em relação aos homens... o Comem refeições mais saudáveis durante a semana o Evitam carne vermelha durante a semana o Preferem locais com bebida incluída Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 43

44 HOMENS PREFEREM MAIS PRATOS BEM SERVIDOS. MULHERES PREFEREM REFEIÇÕES COM BEBIDAS INCLUÍDAS, COMIDAS LEVES NO COMEÇO DA SEMANA Perfil do cliente de acordo com o sexo em todas as regiões (notas de 1 a 5, sendo 1 mínima relevância e 5 máxima relevância) Gasto mais quando recebo o benefíciorefeição Gosto de comer pratos bem servidos (cheios) 4.0 Prefiro lugares onde a bebida é incluída Tenho preferência por comida saudável Procuro evitar carne vermelha durante a semana Prefiro lugares onde a sobremesa é incluída Procuro ter refeições mais leves no começo da semana Como refeições mais calóricas depois do meio da semana Mulheres Homens 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 44

45 Agenda Contexto Ficha Técnica & Metodologia Resultados Praça de alimentação ideal Perfil Atitudes Prioridades & Preferências Escolha do restaurante Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 45

46 AFINAL, ONDE OS CLIENTES FAZEM A ESCOLHA DE ONDE IRÃO ALMOÇAR? o Escolhem previamente? o Escolhem no local? o...ou escolhem previamente, mas mudam de idéia no local? 100% = 150 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 46

47 A ESCOLHA DO RESTAURANTE ONDE ALMOÇAR É FEITA, EM 74% DAS VEZES, NA PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO Momento da escolha do restaurante de praça de alimentação 26% Haviam deixado para escolher no local 14% 60% Afirmaram ter escolhido antes, mas mudaram de opção no local Almoçaram no local onde, de fato planejaram ou afirmaram que iriam almoçar em um local prédeterminado 100% = 98 respondentes Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 47

48 EM MAIS DE DOIS TERÇOS DAS VEZES, A ESCOLHA DO RESTAURANTE DE PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO É FEITA NO LOCAL Entrevistados que haviam almoçado ou iriam almoçar em praça de alimentação Onde foi feita a escolha do restaurante dentre os que afirmaram já ter almoçado 35% 44% 21% 29% 21% 50% 100% = 98 respondentes Haviam acabado de almoçar em praça de alimentação Estavam prestes a almoçar em praça de alimentação Não haviam almoçado, tampouco iriam almoçar em praça de alimentação 100% = 66 respondentes Almoçou onde havia planejado Deixou para escolher no local Mudou de escolha no local Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 48

49 Agenda Ficha Técnica e contexto Metodologia Resultados Principais Achados Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 49

50 Principais achados FIGURAM ENTRE OS PRINCIPAIS ACHADOS o Em relação às praças de alimentação e aos restaurantes, limpeza é visto como o atributo mais importante o Em praças de alimentação, variedade de restaurantes é o segundo atributo mais citado o Em restaurantes, o segundo atributo mais citado é o atendimento. Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 50

51 Principais achados FIGURAM ENTRE OS PRINCIPAIS ACHADOS o Quase metade dos respondentes que frequentam praças de alimentação gastam mais de R$ 15 por refeição o Problemas de um restaurante específico quanto a qualidade da comida, limpeza e mau atendimento fazem com que clientes deixem de ir em quaisquer lojas da rede de franquias em 42%; 40% e 23% dos casos, respectivamente. Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 51

52 Principais achados FIGURAM ENTRE OS PRINCIPAIS ACHADOS o Tempo de espera na fila superior a 5 minutos pode comprometer a satisfação de quase 1/3 dos clientes. Superiores a 10 minutos comprometem 84% o Mulheres, em relação aos homens, valorizam comida mais leve no começo da semana e preferem bebidas incluídas no preço da refeição. Homens valorizam mais sobremesas incluídas. Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 52

53 Principais achados FIGURAM ENTRE OS PRINCIPAIS ACHADOS o Em quase 3/4 das vezes, a escolha do restaurante em praça de alimentação é feita no local, sendo que, dentre os que escolhem um restaurante antes de chegar à praça de alimentação, 42% mudam de opção no local. Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação 53

54 w w w. t o o l b o x t m. c o m. b r Luiz Antonio Sedeh Diretor de Desenvolvimento Bruno Failache Ribeiro Análise e Novos Negócios Pesquisa nacional Perfil e Comportamento de Clientes de Praças de Alimentação

HABILIDADE FINANCEIRA DOS BRASILEIROS. Fevereiro de 2016

HABILIDADE FINANCEIRA DOS BRASILEIROS. Fevereiro de 2016 HABILIDADE FINANCEIRA DOS BRASILEIROS Fevereiro de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Compreender o grau de conhecimento e a habilidade dos brasileiros em lidar com o dinheiro e suas finanças. METODOLOGIA Público

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013

Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013 Relatório sobre a Pesquisa Intenção de Compra para o Dia dos Pais 2013 IFEPD/AL Maceió, 06/08/2012 Sumário 1 INTRODUÇÃO ---------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Sondagem Festas Juninas 2015

Sondagem Festas Juninas 2015 Sondagem Festas Juninas 0 de Maio de 0 0 Copyright Boa Vista Serviços Índice o Objetivo, metodologia e amostra... 0 o Perfil dos respondentes... 0 o Comemoração das Festas Juninas... 09 o Do que os consumidores

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte Abril/15 A mostra o desempenho dos negócios do comércio no mês de Março/2015 e identifica a percepção dos empresários para o mês de Abril/2015. O mês de março mostrou mais uma queda no faturamento dos

Leia mais

Sumário. 1 A pirâmide social brasileira: 3 As aspirações e os desejos. 4 Um povo cada vez mais otimista...26. 5 As diferenças regionais:

Sumário. 1 A pirâmide social brasileira: 3 As aspirações e os desejos. 4 Um povo cada vez mais otimista...26. 5 As diferenças regionais: Sumário 1 A pirâmide social brasileira: uma mudança à vista?...4 Renda familiar e renda disponível: as classes DE chegam ao ponto de equilíbrio...10 3 As aspirações e os desejos de consumo do brasileiro...18

Leia mais

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos USO DO CARTÃO DE CRÉDITO Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos Mais da metade dos brasileiros (53%) faz uso do cartão

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ Mossoró, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando

Leia mais

SINDIGÁS ESTUDO ESTRATÉGICO

SINDIGÁS ESTUDO ESTRATÉGICO SINDIGÁS ESTUDO ESTRATÉGICO ENAGÁS, Setembro, 2014 COPERNICUS Quem somos 2 COPERNICUS NOSSA FAMÍLIA CORPORATIVA DENTSU AEGIS NETWORK Inovando a forma como as marcas são criadas 3 COPERNICUS O QUE FAZEMOS?

Leia mais

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009

Mercado de meios de pagamento eletrônico. ANO II Outubro/2009 Mercado de meios de pagamento eletrônico ANO II Outubro/2009 Objetivo Estudar a utilização dos meios eletrônicos de pagamento e os níveis de satisfação dos consumidores e estabelecimentos comerciais, em

Leia mais

O brasileiro e sua relação com o dinheiro III. Módulo 1 - População

O brasileiro e sua relação com o dinheiro III. Módulo 1 - População O brasileiro e sua relação com o dinheiro III Módulo - 200 Metodologia 2 Técnica Pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal e domiciliar, nas capitais brasileiras e em cidades do interior e região metropolitana

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Maio de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear atitudes e comportamentos das pessoas que não possuem conta corrente em banco com relação

Leia mais

Um pouco sobre o Observatório do Turismo FTH UFF

Um pouco sobre o Observatório do Turismo FTH UFF Um pouco sobre o Observatório do Turismo FTH UFF O Observatório do Turismo da Universidade Federal Fluminense é um grupo de pesquisa ligado à Faculdade de Turismo e Hotelaria (FTH) Criado em 2010, é coordenado

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY Novembro 2015 INTRODUÇÃO O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) desenvolveram uma sondagem para as datas comemorativas com o objetivo

Leia mais

Capítulo 3. Fichas de Qualificação de Indicadores

Capítulo 3. Fichas de Qualificação de Indicadores Capítulo 3 Fichas de Qualificação de Indicadores A Demográficos População total A.1................................... 58 Razão de sexos A.2................................... 60 Taxa de crescimento da

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Objetivo: aumentar a clientela. Oportunidade de mercado: focar nos cabelos loiros.

Objetivo: aumentar a clientela. Oportunidade de mercado: focar nos cabelos loiros. Início: A gaúcha Flávia Machado é especialista em tingir cabelos de loiro. Depois de se mudar para Campinas, abriu um pequeno salão em casa, com ajuda do marido, Fábio Mariuzzo. Objetivo: aumentar a clientela.

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014 A área de Estudos Econômicos do Sistema Fecomércio MG realizou esta pesquisa com o objetivo de traçar um quadro sobre o possível comportamento do consumidor no Natal 2014. Trata-se de um instrumento capaz

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI ISSN 27-702 Ano 5 Número 24 Agosto de 205 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Crise econômica I - Mercado de trabalho 24 Crise econômica muda relação de brasileiros com o mercado de trabalho

Leia mais

Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados

Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados Por Maria Teresa Somma Com o intuito de entender os motivos que levam franqueados a transferir o seu negócio, foi realizada uma pesquisa exploratória

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas Metodologia Técnicaeformadecoleta: Quantitativa: survey telefônico, com amostra 2.322 entrevistas, realizadas entre os dias 17 de junho e 07 de julho de 2009, pelo Instituto Vox

Leia mais

Estudo FRANQUIAS CALENDÁRIO 2016 PLANEJAMENTO DE MERCADO (MÍDIAS DIGITAIS) EPTV

Estudo FRANQUIAS CALENDÁRIO 2016 PLANEJAMENTO DE MERCADO (MÍDIAS DIGITAIS) EPTV Estudo FRANQUIAS CALENDÁRIO 2016 PLANEJAMENTO DE MERCADO (MÍDIAS DIGITAIS) EPTV Empreendedores no Brasil: Setor de franquias cresceu 8,3% em 2015 e passou de 3 mil marcas Faturamento das empresas do setor

Leia mais

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS

A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS A INFORMALIDADE NA COMPRA DE MEDICAMENTOS PRESCRITOS Objetivos, Metodologia e Amostra Objetivo: Conhecer a percepção e principais hábitos do brasileiro em relação à compra de medicamentos. Técnica de coleta:

Leia mais

Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010. Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010

Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010. Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010 Pesquisa de Avaliação da Feira do Empreendedor 2010 Visitantes e Expositores SEBRAE/SE SETEMBRO/2010 Sumário Introdução 3 Objetivos Estratégicos 4 Metodologia 5 Resultados Estratégicos 9 Resultados Reação

Leia mais

cultura em nova iguaçu

cultura em nova iguaçu cultura em nova iguaçu metodologia campo: 11 de abril a 30 de maio de 2014 margem de erro 6pp 299 pessoas com mais de 12 anos foram entrevistadas em Nova Iguaçu entrevistados foram abordados em pontos

Leia mais

Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015

Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015 Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015 3 de junho de 2015 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: a sondagem ter por objetivo identificar os hábitos de compras

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Assunto: O perfil da Extrema Pobreza no Brasil com base nos dados preliminares do universo do Censo 2010. 1. INTRODUÇÃO O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

por que essa rede assusta os varejistas Confira no tablet mais informações sobre a Rede Dia% agosto 2015 SM.com.br 39

por que essa rede assusta os varejistas Confira no tablet mais informações sobre a Rede Dia% agosto 2015 SM.com.br 39 p e r a T e x t o a l e s s a n d r a m o r i t a a l e s s a n d r a. m o r i t a @ s m. c o m. b r divulgaçãoo v t Lojas localizadas perto da casa do consumidor e que praticam preços difíceis de copiar.

Leia mais

Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos

Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos Sessão 4: Avaliação na perspectiva de diferentes tipos de organizações do setor sem fins lucrativos Avaliação Econômica como instrumento para o aprimoramento da gestão das ações sociais 26/09/2013 Fundação

Leia mais

Dimensão social. Habitação

Dimensão social. Habitação Dimensão social Habitação Indicadores de desenvolvimento sustentável - Brasil 2004 235 39 Adequação de moradia Este indicador expressa as condições de moradia através da proporção de domicílios com condições

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 1. INTRODUÇÃO 84% dos consumidores que não possuem conta corrente fazem compras parceladas O fato de não possuir conta em banco

Leia mais

Projeto de Pesquisa Aplicada para Box 756 1

Projeto de Pesquisa Aplicada para Box 756 1 Projeto de Pesquisa Aplicada para Box 756 1 Aldolino Rafael RODRIGUES 2 Dgeisi Aparecida FRANZEN 3 Joice Joseli MALCZEWSKI 4 Steffani Gomes PERES 5 Eduardo José FRANÇA 6 Felipe Colvara TEIXEIRA 7 Centro

Leia mais

www.significa.com.br 5ª Pesquisa Anual "Atitude de marca nas maiores empresas do Brasil Realização Significa. Todos os direitos reservados.

www.significa.com.br 5ª Pesquisa Anual Atitude de marca nas maiores empresas do Brasil Realização Significa. Todos os direitos reservados. www.significa.com.br 5A. PESQUISA ANUAL ATITUDE DE MARCA NAS MAIORES EMPRESAS DO BRASIL 2008 O que é atitude de marca AGIR ANTES DE FALAR TODA INTERAÇÃO DE UMA MARCA COM SEUS PÚBLICOS POR MEIO DE CAUSAS

Leia mais

Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil

Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil CONFIDENCIAL Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil Setembro de 2010 Este documento é para uso exclusivo do cliente. Nenhuma de suas partes pode ser veiculada, transcrita ou reproduzida para distribuição

Leia mais

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra.

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra. Radar Jovem 2015 Tema: Já sabemos que o jovem é um dos consumidores que mais possui poder aquisitivo do país*. O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender agora. Nesse estudo iremos

Leia mais

Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015

Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015 Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015 Agosto de 2015 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice o Objetivo, metodologia e amostra... 03 o Sumário... 04 o Perfil dos respondentes... 05 o Pretensão

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para mapear os hábitos de consumo e compras para época

Leia mais

Muito mais que comida japonesa.

Muito mais que comida japonesa. Muito mais que comida japonesa. O sucesso do seu negócio pode ter a marca do Tmaki de verdade Empreendedor venha compartilhar da nossa paixão pela culinária oriental. Torne-se um franqueado Tmaki e garanta

Leia mais

CARÊNCIA DE PROFISSIONAIS

CARÊNCIA DE PROFISSIONAIS CARÊNCIA DE PROFISSIONAIS 2013 Caracterização da amostra Título do Slide Pesquisa realizada com 167 empresas. A soma do faturamento dessas empresas respondentes é de mais de 23% do PIB A soma do número

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

Karolina Melzzi Nelson Bruno Duarte da Silva Priscila Trindade Rhuan Carlos Willrich. PROJETO DE PESQUISA Participação feminina no consumo de cerveja

Karolina Melzzi Nelson Bruno Duarte da Silva Priscila Trindade Rhuan Carlos Willrich. PROJETO DE PESQUISA Participação feminina no consumo de cerveja Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CECIESA Curso de Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda Karolina Melzzi Nelson Bruno Duarte da Silva

Leia mais

Fabiana Castro fabiana.castro@gsmd.com.br

Fabiana Castro fabiana.castro@gsmd.com.br Fabiana Castro fabiana.castro@gsmd.com.br Cenário Food Service No Brasil, transformações socioeconômicas impactam na alimentação fora do lar Fonte: IBGE (Brasil), Bureau of Labour Statistics (EUA) e estimativas

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução 14 1 Descrição do Problema 1.1.Introdução Desde a década de 90, a Internet tem-se mostrado importante instrumento na vida cotidiana do consumidor, não somente para ampliar a pesquisa de informações sobre

Leia mais

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice Objetivo, metodologia e amostra... 03 Perfil dos Respondentes... 04 Principais constatações sobre os hábitos de consumo

Leia mais

Fevereiro - 2015. Divulgado em 16 de março de 2015.

Fevereiro - 2015. Divulgado em 16 de março de 2015. Fevereiro - 2015 Divulgado em 16 de março de 2015. I C V A F E V E R E I R O D E 2 0 1 5 COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA O desempenho das vendas do comércio

Leia mais

http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_impressao.ph...

http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_impressao.ph... Page 1 of 6 Comunicação Social 29 de novembro de 2010 Resultados do Censo 2010 Censo 2010: população do Brasil é de 190.732.694 pessoas Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante

Leia mais

Faces da Classe Média. Fevereiro de 2014

Faces da Classe Média. Fevereiro de 2014 Faces da Classe Média Fevereiro de 2014 Nos últimos anos o Brasil passou por uma das mais profundas mudanças de sua história 2 Pirâmide Losango AB AB Alta C DE Crescimento da Classe Média C DE Média Baixa

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência

Censo Demográfico 2010. Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência Censo Demográfico 2010 Características Gerais da População, Religião e Pessoas com Deficiência Rio de Janeiro, 29 de junho de 2012 A presente publicação dá continuidade à divulgação dos resultados do Censo

Leia mais

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Planejamento e Orçamento 3º trimestre/2015 Julho de 2015 Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

AVALIAÇÃO DO GOVERNO Indicadores CNI Pesquisa CNI-Ibope AVALIAÇÃO DO GOVERNO Popularidade cresce no segundo semestre Mas presidente Dilma encerra primeiro mandato com popularidade menor que no seu início A popularidade da

Leia mais

Pense globalmente, atue localmente Think globally, act locally. Carlos Alberto dos Santos Diretor Técnico - Sebrae Nacional

Pense globalmente, atue localmente Think globally, act locally. Carlos Alberto dos Santos Diretor Técnico - Sebrae Nacional Pense globalmente, atue localmente Think globally, act locally Carlos Alberto dos Santos Diretor Técnico - Sebrae Nacional 1 O Financiamento dos Pequenos Negócios no Brasil 2 O Financiamento dos Pequenos

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL 1 Natal, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Local e quando compra... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5

Leia mais

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas.

Características Em 2013, foram visitados 149 mil domicílios e entrevistadas 363 mil pessoas. Rio de Janeiro, 18/09/2014 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho e rendimento Trabalho infantil Fecundidade Características

Leia mais

Professor Esp. Geonir Paulo Schnorr Licenciado em Matemática Esp. em Banco de Dados

Professor Esp. Geonir Paulo Schnorr Licenciado em Matemática Esp. em Banco de Dados Professor Esp. Geonir Paulo Schnorr Licenciado em Matemática Esp. em Banco de Dados Dato bruto Análise Informação Se a informação é a base do Marketing, a pesquisa é seu braço direito. O papel da pesquisa

Leia mais

Será uma carta entregue em mãos após uma marcha que terá início em São Paulo logo após a eleição e terminará no Palácio do Planalto em Brasília.

Será uma carta entregue em mãos após uma marcha que terá início em São Paulo logo após a eleição e terminará no Palácio do Planalto em Brasília. Pesquisa de Opinião CONTEXTO Carta de um Brasileiro é um movimento de mobilização social com objetivo de entregar à Presidente da República eleita em outubro de 2010 os principais desejos e necessidades

Leia mais

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Março 2015 1. PANORAMA DO CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Eletroeletrônicos, livros e calçados foram os itens mais comprados em 2014. Índice de satisfação do consumidor virtual brasileiro

Leia mais

PMO PESQUISA DE MERCADO E OPINIÃO Análise histórica e prospectiva do mercado Goiânia Dezembro 2014 ESTUDO NATAL Ano 12 nº. 15 RELATÓRIO ESPECIFICO

PMO PESQUISA DE MERCADO E OPINIÃO Análise histórica e prospectiva do mercado Goiânia Dezembro 2014 ESTUDO NATAL Ano 12 nº. 15 RELATÓRIO ESPECIFICO PMO PESQUISA DE MERCADO E OPINIÃO Análise histórica e prospectiva do mercado Goiânia Dezembro 2014 ESTUDO NATAL Ano 12 nº. 15 RELATÓRIO ESPECIFICO ANUAL NATAL NATAL Pretende Comprar no Natal Pretensão

Leia mais

O POTENCIAL DE MERCADO PARA O CHOCOLATE. Abril/ 2014

O POTENCIAL DE MERCADO PARA O CHOCOLATE. Abril/ 2014 O POTENCIAL DE MERCADO PARA O CHOCOLATE Abril/ 2014 Brasil Dados do Mercado de Chocolates -3º maior mercado de chocolates do mundo (Fonte: Caobisco) Geração de empregos - 33 mil empregos diretos anuais

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento

Censo Demográfico 2010. Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento Censo Demográfico 2010 Trabalho e Rendimento Educação e Deslocamento Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2012 As presentes publicações dão continuidade à divulgação dos resultados do Censo Demográfico 2010

Leia mais

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros Janeiro 2015 1. INTRODUÇÃO Quatro em cada dez consumidores consideram-se desorganizados financeiramente, mas sete em cada dez

Leia mais

Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15

Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15 Meios de pagamento aceitos pelas micro e pequenas empresas brasileiras Agosto/15 Conceder desconto no pagamento à vista é estratégia adotada por grande parte dos empresários. Cartões ganham cada vez mais

Leia mais

3 Método 3.1. Entrevistas iniciais

3 Método 3.1. Entrevistas iniciais 3 Método 3.1. Entrevistas iniciais Os primeiros passos para elaboração do questionário foram entrevistas semiestruturadas feitas pelo telefone com o objetivo de descobrir o tempo máximo de lembrança das

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2016. PME Retrospectiva 2003-2015 13 anos Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento 1 (IBGE / DPE / COREN) 1 Rio de Janeiro,

Leia mais

Análise do Comério Varejista Janeiro-2016

Análise do Comério Varejista Janeiro-2016 Análise do Comério Varejista Janeiro-2016 A Análise do Comércio Varejista é uma avaliação bimestral que visa mostrar o desempenho dos negócios do comércio no mês de Dezembro/2015 e identifica a percepção

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Perfil do Consumidor para Grande Florianópolis DPLAN - Núcleo de Pesquisas PESQUISA INTENÇÕES DE COMPRAS

Leia mais

Em plena expansão no País, a indústria de Shopping Centers do Brasil fechou o ano de 2012 com um faturamento de R$ 119,5 bilhões, antes os R$ 108,0

Em plena expansão no País, a indústria de Shopping Centers do Brasil fechou o ano de 2012 com um faturamento de R$ 119,5 bilhões, antes os R$ 108,0 Em plena expansão no País, a indústria de Shopping Centers do Brasil fechou o ano de 2012 com um faturamento de R$ 119,5 bilhões, antes os R$ 108,0 bilhões de 2011, um aumento de 10,6% no período, segundo

Leia mais

Mariana Balboni. www.cgi.br

Mariana Balboni. www.cgi.br Indicadores TIC no Brasil: Iniciativas do CGI.br Mariana Balboni Segundo Taller sobre la Medición de la Sociedad de e la Información América Latina y el Caribe O que é o Comitê Gestor da Internet no Brasil?

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VISÃO DAS BRASILEIRAS SOBRE A IMAGEM DA MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Fevereiro 2016 A MULHER NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O que mais incomoda no discurso/posição que a mulher

Leia mais

Etapas para a preparação de um plano de negócios

Etapas para a preparação de um plano de negócios 1 Centro Ensino Superior do Amapá Curso de Administração Disciplina: EMPREENDEDORISMO Turma: 5 ADN Professor: NAZARÉ DA SILVA DIAS FERRÃO Aluno: O PLANO DE NEGÓCIO A necessidade de um plano de negócio

Leia mais

PAINEL 16,0% 12,0% 8,0% 2,5% 1,9% 4,0% 1,4% 0,8% 0,8% 0,0% 5,0% 3,8% 2,8% 3,0% 2,1% 1,0% 1,0% -1,0%

PAINEL 16,0% 12,0% 8,0% 2,5% 1,9% 4,0% 1,4% 0,8% 0,8% 0,0% 5,0% 3,8% 2,8% 3,0% 2,1% 1,0% 1,0% -1,0% Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 58 1 a 15 de setembro de 2010 PIB TRIMESTRAL Segundo os dados

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese 2014 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - Síntese Dieese Subseção Força Sindical 19/09/2014 PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - PNAD 2013 Síntese dos Indicadores POPULAÇÃO A Pesquisa

Leia mais

COMO SIMULAR PROJEÇOES FINANCEIRAS ATRAVÉS DO METODO DE MONTE CARLO

COMO SIMULAR PROJEÇOES FINANCEIRAS ATRAVÉS DO METODO DE MONTE CARLO COMO SIMULAR PROJEÇOES FINANCEIRAS ATRAVÉS! O que é o método de simulação de Monte Carlo?! Como utilizar números aleatórios para testar uma simulação financeira?! Como gerar números aleatórios pelo Excel?!

Leia mais

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Planejamento e Orçamento 3º trimestre/2014 Julho de 2014 Educação Empreendedora Consultoria Gestão Inovação Resultados 0800 570 0800 / www.sebrae-rs.com.br

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte Março/15 A mostra o desempenho dos negócios do comércio no mês de Fevereiro/2015 e identifica a percepção dos empresários para o mês de Março/2015. Neste mês, 20,8% dos empresários conseguiram aumentar

Leia mais

Sumário Executivo. Levantamento do perfil dos usuários dos Restaurantes Populares

Sumário Executivo. Levantamento do perfil dos usuários dos Restaurantes Populares Sumário Executivo Levantamento do perfil dos usuários dos Restaurantes Populares Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Brasília, maio de 2005

Leia mais

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli O contexto do debate A idéia da construção de indicadores de resultados para projetos vem ganhado força entre

Leia mais

Sumário Executivo. Pesquisa de Opinião: Conhecimento e Avaliação dos Programas Sociais do MDS

Sumário Executivo. Pesquisa de Opinião: Conhecimento e Avaliação dos Programas Sociais do MDS Sumário Executivo Pesquisa de Opinião: Conhecimento e Avaliação dos Programas Sociais do MDS Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Brasília,

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor

Análise de Endividamento do Consumidor Belo Horizonte - 2015 A Análise Mensal do Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes porque englobam dados

Leia mais

estão em evidência hoje?

estão em evidência hoje? estão em evidência hoje? delas. Muito antes de entender quem eram e como pensavam as mulheres, percebemos que era fundamental identificar as diferenças comportamentais entre homens e mulheres. Afinal,

Leia mais

2 Referencial prático

2 Referencial prático 2 Referencial prático Este capítulo é composto de quatro seções, com o objetivo de apresentar o histórico e situar o atual ambiente competitivo de telecomunicações no Brasil, com destaque para ações voltadas

Leia mais

www.tonellifranquias.com.br Sistema de Franquias

www.tonellifranquias.com.br Sistema de Franquias www.tonellifranquias.com.br Sistema de Franquias Histórico da Empresa: ASPREMUTO éoresultadodeumahistóriaquecomeçounosidosdosanos90emsãopaulo. Nesta época o Empresário Rodrigo Gazire, já visualizava a

Leia mais

BLACK FRIDAY BRASIL 2015 PROPOSTA DE MONITORAMENTO E INTENÇÃO DE COMPRA NO AMBIENTE DIGITAL

BLACK FRIDAY BRASIL 2015 PROPOSTA DE MONITORAMENTO E INTENÇÃO DE COMPRA NO AMBIENTE DIGITAL BLACK FRIDAY BRASIL 2015 PROPOSTA DE MONITORAMENTO E INTENÇÃO DE COMPRA NO AMBIENTE DIGITAL DIRECIONADA A ESTRATÉGIAS DE ANUNCIANTES, AGÊNCIAS E PLATAFORMAS DIGITAIS AGENDA CENÁRIO DIGITAL BLACK FRIDAY:

Leia mais

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para:

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para: PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013 Preparado com exclusividade para: Pesquisa Refeição Assert Preço Médio 2013 Introdução Objetivo Metodologia/Amostra Contexto Inflacionário Cenário Os preços das

Leia mais

Estratégias operacionais para serviços de alimentação

Estratégias operacionais para serviços de alimentação Estratégias operacionais para serviços de alimentação 5.1. Dimensionamento da capacidade. 5.2. Decisão sobre localização. 5.3. Decisão sobre os processos operacionais. 5.4. Definição dos fornecedores.

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº58 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Índice de Vendas acumula queda de -1,02% até outubro Vendas do setor

Leia mais

CURSO ONLINE: A DEMANDA E A OFERTA

CURSO ONLINE: A DEMANDA E A OFERTA CURSO ONLINE: A DEMANDA E A OFERTA 2 Adam Smith (filósofo e economista) A base histórica da Demanda e a Oferta é iniciada através do pensamento da Escola Clássica (liberalismo econômico). Seu principal

Leia mais

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA RESPONDENTES 1065 executivos (as) PERÍODO De 02 a 17 (Novembro de 2009) CEOs Diretores UNs Diretores Funcionais QUESTIONÁRIO

Leia mais

SONDAGEM DO CONSUMIDOR INTENÇÃO DE VIAGEM

SONDAGEM DO CONSUMIDOR INTENÇÃO DE VIAGEM SONDAGEM DO CONSUMIDOR INTENÇÃO DE VIAGEM MINISTÉRIO DO TURISMO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS SUMÁRIO EXECUTIVO PESQUISA REALIZADA /2013, EM GRANDES CIDADES BRASILEIRAS, REFERENTE À PERSPECTIVA DE INTENÇÃO DE

Leia mais

Relatório de Pesquisa. Março 2013

Relatório de Pesquisa. Março 2013 Relatório de Pesquisa SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Março 2013 SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Pesquisa realizada pela CNDL e SPC Brasil. Foram ouvidos em todo o país 615 varejistas.

Leia mais

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s

Meto t d o o d l o og o i g a II. Segm g e m nt n a t ção o do d o me m rcado III. C racte t rização o do d s o ent n r t evi v sta t do d s Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Segmentação do mercado Caracterização dos entrevistados Percepções sobre o turismo no Brasil V. Hábitos e comportamentos sobre turismo VI. VII. VIII. Prioridade de investimento

Leia mais

Relatório de Pesquisa 2012. Perfil Sócio econômico do Turista de Eventos Apoiados / Captados pelo RCVB

Relatório de Pesquisa 2012. Perfil Sócio econômico do Turista de Eventos Apoiados / Captados pelo RCVB Relatório de Pesquisa 2012 Perfil Sócio econômico do Turista de Eventos Apoiados / Captados pelo RCVB PERFIL DO TURISTA GÊNERO E FAIXA ETÁRIA Gênero Neste ano, ao contrário do registrado no ano Mulher

Leia mais

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Águas no Brasil: A visão dos brasileiros O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água Dezembro, 2006 METODOLOGIA OBJETIVO Levantar informações para

Leia mais

O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento

O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento O Novo Mercado Brasileiro de Cartões de Pagamento Câmara dos Deputados Comissão de Finanças e Tributação Subcomissão Especial dos Cartões de Crédito 24.jun.2010 Juan Ferrés ABECS Estrutura da Apresentação

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades

Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades 1 São Paulo, 16 de fevereiro de 2016 NOTA à IMPRENSA Custo da Cesta Básica aumenta em todas as cidades A partir de janeiro de 2016, o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Leia mais

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros 1 of 5 11/26/2010 2:57 PM Comunicação Social 26 de novembro de 2010 PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009 Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros O número de domicílios

Leia mais

Advocacia Corporativa

Advocacia Corporativa Advocacia Corporativa Analisando as preferências dos clientes Erik Cavalcante Direitos Autorais: LEGISLAÇÃO Todos os direitos são reservados. Nenhuma parte deste livro digital pode ser reproduzida, copiada

Leia mais

Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios

Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios Oportunidades para o Jovem Administrador em Novos Negócios As MPEs As micro e pequenas empresas contribuem de forma significativa para o desenvolvimento econômico de um País. No Brasil, elas representam

Leia mais