Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito"

Transcrição

1 Curso Técnico Subsequente em Segurança do Trabalho Segurança do Trabalho CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Integridade Física e Patrimonial Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Gestão Empresarial 18 Não há. Introdução a Legislação Trabalhista 22 Não há. Projeto Integrador Prevenção e Combate a Incêndios 30 Não há. Suporte Básico para Projetos de Instalações 55 Não há. Segurança e Higiene do Trabalho 69 Não há. Tecnologia de Comunicação e Informação 56 Não há. Tecnologia de Processos Produtivos 96 Não há. Tecnologia e Prevenção no Combate a Sinistros 54 Não há. Módulo 2 Desenvolvimento da Prevenção na Atividade Ocupacional Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Análise e Interpretação de Projetos Físicos 42 Conclusão do módulo I Ergonomia 40 Conclusão do módulo I Estatística 40 Conclusão do módulo I Projeto Integrador Análise de Risco Ocupacional 30 Conclusão do módulo I Suporte Básico a Vida nas Empresas 40 Conclusão do módulo I Segurança do Trabalho 66 Conclusão do módulo I Higiene do Trabalho 100 Conclusão do módulo I Técnica de Comunicação e Interação Humana 42 Conclusão do módulo I

2 Módulo 3 Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Comportamento Organizacional 50 Conclusão do módulo II Epidemiologia 40 Conclusão do módulo II Segurança do trabalho: Saúde e Segurança 30 Conclusão do módulo II do Trabalho em Áreas Específicas Ergonomia 40 Conclusão do módulo II Estatística 50 Conclusão do módulo II Gestão Ambiental 30 Conclusão do módulo II Gestão Empreendedora 30 Conclusão do módulo II Legislação Aplicada 50 Conclusão do módulo II Medicina do Trabalho 70 Conclusão do módulo II Prevenção e Controle de Perdas 50 Conclusão do módulo II Projeto Integrador: Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho 30 Conclusão do módulo II Módulo 4 Estágio Obrigatório Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Estágio Obrigatório 400 Conclusão do módulo II

3 O que você vai aprender no Módulo I: Unidade Curricular Gestão Empresarial: - A empresa como uma organização: noções básicas; - Cultura organizacional: definição, formação, elementos e impacto na performance organizacional; - Clima organizacional: definição, importância do estudo do clima organizacional, pesquisas de clima organizacional, fatores que influenciam; - Gestão da Qualidade Total (QVT): definições, princípios básicos, ferramentas, vantagens, dificuldade que levam a falhas dos programas; - Qualidade de vida no trabalho: definição, programas de QVT, vantagens dos programas de QVT; - Liderança: definições, habilidades e competências do lider, estilos de liderança; - O profissional de nova era: processos de seleção: requisitos indispensáveis, o perfil do profissional empreendedor. Unidade Curricular Introdução a Legislação Trabalhista: - Origem e necessidade da normalização; - Características da independência das normas das fontes geradas desta; - Fator coativo da norma como forma eficácia; - Estrutura semântica da norma; - Interação e independência da norma; - Abrangência e domínio da norma; - Discurso jurídico. Unidade Curricular Projeto Integrador Prevenção e Combate a Incêndios - Inspeção e analise das falhas existentes nos principais sistemas contra incêndio de uma edificação; - Elaboração de Mapas de Riscos; - Identificação de condições inseguras nos postos de trabalho; - Abordar temas que permeiam o diálogo entre a unidades curriculares do Módulo I. Unidade Curricular Suporte Básico para Projetos de Instalações: - Introdução ao Desenho Técnico: Definições de Desenho técnico; - Apresentação das principais normas utilizadas no aprendizado do desenho técnico: NBR Desenho Técnico; NBR Folha de Desenho: leiaute e dimensões; NBR Desenho Técnico: dobramento de cópia; NBR Apresentação da folha para desenho técnico; NBR 8402 Execução de caracter para escrita em desenho técnico; NBR 8403 Aplicação de linhas em desenho: tipos e larguras das linhas; NBR Princípios gerais de representação em desenho técnico; NBR 8196 Desenho Técnico: emprego de escalas; NBR Cotagem em desenho técnico; - Classificação dos Desenhos Técnicos quanto ao aspecto geométrico; quanto ao grau de detalhamento; quanto a técnica de execução; - Noções de uso de Instrumentos utilizados no Desenho Técnico; - Noções de caligrafia técnica (letras e algarismos); - Confecção de margens, legendas e dobramento da folha de desenho; - Noções sobre ângulos e uso de escalas numéricas;

4 - Perspectiva isomérica; - Vistas ortogonais; - Elaboração de um projeto arquitetônico completo. Unidade Curricular Segurança e Higiene do Trabalho - Conceitos e Objetivos da Segurança e Higiene do Trabalho; - Noções de Higiene do Trabalho: riscos ambientais: Físicos, Químicos e Biológicos - Mapa de Riscos; - O Acidente do Trabalho: Conceitos Legal e Prevencionista; - Causas: Longínquas, Medianas, Imediatas; - Custos: Segurado ou Direto; Não Segurado ou Indireto; Estimado. - Investigação e Análise: Fatores Essenciais, Medidas de Avaliação de Frequência e Gravidade; - Cadastro de Acidentes: Norma Brasileira; - Proteção a Integridade Física e a Saúde do trabalhador: Conceitos, Tipos e Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego e Associadas; - Proteção Individual: Norma Regulamentadora associada NR 06; - Proteção Coletiva - Ferramentas manuais e portáteis Unidade Curricular Tecnologia de Comunicação e Informação Esta unidade é composta por três disciplinas: Noções de Informática, Técnicas de Redação, Construção de Projetos. Noções de Informática - Ambiente Windows; - Noções de utilização das ferramentas de edição de texto (LibreOffice Writer); - Noções de utilização das ferramentas de apresentação (LibreOffice Impress); - Ambiente Internet; - Redes Sociais como ferramenta de trabalho. Técnicas de Redação - Gêneros textuais: Narração; Descrição; Dissertação; - Tipos textuais: Técnico/Científico; Literário. Construção de Projetos - Organização de um primeiro projeto: Produção textual; Apresentações oral e escrita; - Produção do texto científico:elaboração de Projetos (manual de normas técnicas); Normas da ABNT para citações e referências; Elaboração de um Pré-projeto; Elaboração de Relatório de Estágio e Trabalho Acadêmico; - Princípios da Oratória: Conceitos; Técnicas; Apresentações em Seminários; Unidade Curricular Tecnologia dos Processos Produtivos Esta unidade é composta por quatro disciplinas: Física, Química, Eletricidade e Mecânica. Física Aplicada - Onda sonora: O que é som? Como é medido o som? Relação entre a intensidade e pressão sonora; propriedades físicas do som; tipos de frequências; fenômenos físicos associados ao som; meios de propagação do som; capacidade de absorção em materiais diferentes; efeitos físicos do som nos seres vivos;

5 - temperaturas extremas: Diferença entre calor e temperatura; Processos de transferência de calor; Efeitos físicos: dilatação dos corpos; - Radiações Eletromagnéticas: Espectro; Radiação não ionizante: luz visível; ultravioleta; infravermelha; Radiação Ionizante: descoberta dos raios X; o uso e os perigos da radiação ionizante; formas de medir as radiações ionizantes. Química Aplicada - Revisão da Química Inorgânica e Orgânica; - Combustíveis; - Corrosão; - Rotulagem de produtos químicos. Eletricidade - Grandezas elétricas: corrente elétrica, tensão elétrica, resistência elétrica, potência elétrica, energia elétrica, campo magnético: conceito; valores padronizados; unidades; medição; aplicações práticas e recomendações de segurança - Fenômenos elétricos e eletromagnéticos; transformação de energia elétrica, choque elétrico, indução eletromagnética. - Equipamentos elétricos: resistores elétricos, lampadas, instrumentos de medição, transformadores, motores elétricos, capacitores. Mecânica - Noções de Metrologia: conceituação; histórico; caracterização da medição; tipos de medição; classificação dos instrumentos de medição; erros, conceituação e caracterização; - Tecnologia dos Materiais: noções de tratamentos térmicos; noções de metalografia; ensaios mecânicos; - Máquinas Operatrizes: Definição e caracterização de máquinas; classificação quanto ao tipo de usinagem; operacionalidade de uma máquina de usinagem; aspectos de segurança com máquinas operatrizes; - Noções de Manutenção Mecânica: conceituação e caracterização; classificação dos tipos de manutenção; aspectos de segurança da equipe de manutenção. Unidade Curricular Tecnologia e Prevenção no Combate a Sinistros - História do Fogo: aspectos fundamentais; - Apresentação do triângulo e tetraedro do fogo; - Principais causas de incêndios; - Características físicas e químicas dos fogo; - Formas de transmissão do calor; - Métodos de extinção do Fogo: isolamento, resfriamento, abafamento, quebra da reação em cadeia; - Legislação: Normas de Segurança contra Incêndios em Santa Catarina; - Classificação dos incêndios; - Agentes extintores; - Equipamentos Extintores: Manutenção dos aparelhos extintores: primeiro nível, segundo nível e terceiro nível; uso dos extintores. - Carga de Incêndio: cálculo da carga de incêndio. - Principais Sistemas de Prevenção contra Incêndios; - Sistema Preventivo por Extintores: Conceitos; Capacidade Extintora; Caminhamento, Sinalização e localização dos extintores; Fixação e Proteção dos extintores; Quantidade mínima de extintores;

6 - Sistema Hidráulico Preventivo: Número de hidrantes; Canalização; mangueiras; esguichos; sinalização. - Sistema de Gás Combustível Canalizado: Características da central; sinalização; proteção por extintores. - Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas: Conceitos; tipos; condições gerais de instalação. - Sistema de Saídas de Emergência: Padrões de sinalização; instalação. - Sistema de Iluminação de Emergência: Tipos de iluminação; tipos de alimentação; instalação e manutenção.

7 O que você vai aprender no Módulo II: Análise e Interpretação de Projetos Físicos - Projeto hidráulico: conceitos; normalização; características e elaboração de um projeto hidráulico; - Projeto sanitário: conceitos, normalização; características e elaboração de um Projeto sanitário - Projeto Elétrico: conceitos, normalização; características e elaboração de um Projeto elétrico; Ergonomia I Histórico da Ergonomia: conceito, sistema homem-máquina e meio ambiente; Antropometria: antropometria estática; taylorismo e ergonomia; Aspectos específicos de Projetos de Instrumentos: instrumentos quantitativos; instrumentos qualitativos; instrumentos de checagem (check); manejos e controles; Ergonomia Outros Aspectos: a contribuição da Ergonomia na Segurança do Trabalho; Trabalho em turnos e trabalho noturno; alcoolismo e tabagismo; stress e trabalho; fadiga; absenteísmo; LER/DORT; NR-17: uma crítica e uma avaliação. Projeto Integrador Análise de Risco Ocupacional - Aplicar princípios e normas de higiene e saúde pessoal e ambiental; - Operar equipamentos próprios de campo de atuação, zelando pela sua manutenção; - Identificar e analisar riscos inerentes as processos do trabalho; - Aplicar princípios ergonômicos na realização do trabalho; - Abordar temas que permeiam o diálogo entre a unidades curriculares do Módulo II. Suporte Básico a Vida nas Empresas - Introdução aos primeiros socorros: conceito; histórico; papel da empresa; - Noções gerais de higiene, assepsia e normas de biossegurança: importância da lavagem das mãos e colocação de luvas de procedimentos; - Verificação de sinais vitais: avaliação primária e secundária; - Parada cardiorrespiratória: manobras de reanimação; - Ferimentos; hemorragias; estado de choque; primeiros socorros em queimaduras; - Insolação, intermação e desidratação; - Protocolo de atendimento nas empresas; - Choque elétrico; - Lesões por animais peçonhentos; - Atendimento ao politraumatizado: abordagem; imobilizações; - Emergências clínicas: conclusões, desmaios, hipertensão, dispneia; - Emergências em afogamentos; - Transporte de vítimas. Segurança do Trabalho - Pressões Hiperbáricas: definições e aplicação das tabelas de pressurização e despressurização, Norma Regulamentadora 15 Anexo 6; - Sinalização de segurança: Conceitos básicos sobre cores, características fisiológicas da visão do trabalhador, tipos de informação visual no ambiente de trabalho, Norma Regulamentadora 26: - Noções de Ventilação Industrial: Conceitos básicos de ventilação, características dos contaminantes no ambiente de trabalho, tipos de ventilação e aplicações práticas para

8 elidir contaminantes. - Riscos em eletricidade: Definição de choque elétrico e seus efeitos sobre o corpo humano, Dispositivos de proteção elétrica e Procedimentos de segurança em eletricidade, EPI e EPC específicos para a atividade de eletricista, Norma Regulamentadora 10; - Segurança na soldagem: Princípios da soldagem e corte a quente, processos atuais de soldagem e corte de materiais metálicos, equipamentos de proteção do soldador e aspectos de segurança dos gases e fontes utilizados. Higiene do Trabalho - Sobrecarga térmica: sensação e efeitos: instrumentação e medição para cálculo do IBUTG; contribuição dos fatores que influenciam no IBUTG e formas de arrefecimento; - Ruído: identificação e efeitos: instrumentação e medição de ruídos, cálculos para verificar condições de insalubridade, cálculos para correção da insalubridade, dimensionamento de EPI para ruído; - Produtos químicos: avaliação qualitativa e quantitativa, neutralização ou minimização dos riscos químicos (Equipamento de Proteção Individual - EPI ou Equipamento de Proteção Coletiva - EPC); - Avaliação do nível de iluminamento; equipamentos e análises; efeitos da iluminação. Técnica de Comunicação e Interação Humana - A organização do texto: articulação entre os sentidos; coesão e coerência; elementos textuais - A produção do texto científico: trabalhos prévios de pesquisa; leitura trabalhada como método; ficha Bibliográfica; estrutura do resumo, resenha, relatório e artigo científico; - A norma culta como instrumento de produção textual: dificuldades da língua portuguesa; - Princípios da Oratória: conceitos, treinamento Estatística - Considerações Iniciais: estatística descritiva; técnicas de amostragem. - Método Estatístico: dados absolutos e dados relativos. - Tabelas: séries estatísticas; representação gráfica; tipos de gráficos estatísticos. - Distribuição de Freqüência; tabela de distribuição de freqüências; tipos de freqüências; distribuição de freqüência em classes; - Medidas de Tendência Central: separatrizes; medidas de dispersão ou de variabilidade; coeficiente de variação. - Curva de Freqüência: formas das curvas de freqüência; curtose; curva normal; - Análise Combinatória; - Espaço Amostral e Eventos: definição de probabilidade; - Probabilidade Condicional e Independente: teoremas da probabilidade; - Variáveis Aleatórias Discretas; - Variáveis Aleatórias Contínuas; - Distribuição Amostrais; - Estimação de Parâmetros; - Intervalos de confiança; - Correlação; Coeficiente de correlação linear de Pearson; - Regressão Linear simples.

9 O que você vai aprender no Módulo III: Comportamento Organizacional - O significado do Trabalho; - Tecnologia e Satisfação no Trabalho; - Influência do Indivíduo no Grupo; - Comunicação; - Relações Humanas no Grupo; - Liderança; - Ciência do Comportamento; - Personalidade; - Bases do Comportamento Humano; - Ajustamento no Trabalho; - Motivação e Níveis Motivacionais; - Seleção Profissional Epidemiologia - Introdução à Epidemiologia - História Natural de Doenças - Medidas de frequência de doença - Indicadores de Saúde - Incidência de doenças relacionadas ao Trabalho - O processo epidêmico - Saúde ambiental e saúde do trabalhador. - Aspectos epidemiológicos de doenças transmissíveis e doenças e agravos não transmissíveis. Segurança do trabalho: Saúde e Segurança do Trabalho em Áreas Específicas - Caldeiras e Vasos sob Pressão: Definição de vosos pressurizados e aspectos técnicos, caracterização da caldeira e tipos existentes, dispositivos de proteção de caldeira e procedimentos de segurança em caldeiras; - Arranjo Físico: Definição de Layout, princípios de elaboração, tipos clássicos existentes, aspectos de segurança na disposição de equipamentos e áreas de movimentação, transporte e armazenagem de materiais; - Segurança do Trabalho em áreas específicas: direcionamento, dos conhecimentos adquiridos ao longo do curso, para áreas específicas de atividade laboral: - Segurança na Indútria da Construção, NR 18; - Segurança com Explosivos, NR 19; - Segurança na Mineração, NR 22; - Segurança no Trabalho Portuário e Aquaviário, NR 29, NR 30; - Segurança no Trabalho na Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura, NR 31; - Segurança na Indústria Madeireira; - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, NR 9. Ergonomia II - O homem e o ambiente; - As cores nos ambientes de trabalho: um tratamento ergonômico;

10 - Bem-estar físico: uma contribuição ergonômica; - Conforto térmico, acústico e lumínico no ambiente de trabalho; - Análise Ergonômica do Trabalho. Gestão Ambiental - Sistema de Gestão Ambiental; - Problemas ambientais; - Poluição. Gestão Empreendedora - Empreendedorismo e empreendedor pensadores - Perfil empreendedor; - Características do empreendedor; - A empresa inteligente; - Valores do empreendedor; - Plano de negócios; - Pesquisa de mercado. Legislação Aplicada - Responsabilidade legal do exercício da atividade; - Avaliação e ponderação dos comportamentos dos envolvidos - Relatórios de casos práticos (laudos). Medicina do Trabalho - Anatomofisopatologia das Doenças Ocupacionais: conceitos, anatomia, fisiologia, patologia, histórico de doenças ocupacionais, homeostasia, introdução as doenças ocupacionais e do trabalho; - Caracterização: principais agentes causadores de doenças; - Patologias Ocupacionais: do sistema tegumentar: dermatoses ocupacionais, radiodermites; do sistema auditivo: perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR); do sistema ocular: diminuição da acuidade visual; do sistema músculo esquelético (DORT, LER); - Efeitos do calor no local de trabalho; - Sistema Circulatório: leucemia e as doenças infecciosas ocupacionais - Sistema respiratório: pneumoconioses, asma ocupacional, outras; - Interpretação da NR-7 PCMSO - Toxicologia Ocupacional: conceitos; a intoxicação como fenômenos biológicos: fatores toxicocinéticos; - Os mecanismos utilizados pelos agentes tóxicos para passagem através de membranas; vias de introdução do agente tóxico; - Os sítios de armazenamento; as barreiras hematoencefálica e placentárias; a biotransformação do agente tóxico; - Excreção do agente tóxico; fatores relacionados com substância química (agente tóxico); - Avaliação toxicológica; toxicidade aguda e crônica; efeitos carcinogênicos; efeitos mutagênicos; - Gases, compostos voláteis, metais, inseticidas, herbicidas, fungicidas, socorros de urgência nas principais intoxicações por agentes químicos. - Processo de reabilitação profissional: considerações iniciais; aspectos legais; recuperação reeducação; readaptação e recolocação; - Organização do SESMT: Anotações e registros.

11 Prevenção e Controle de Perdas - Histórico da Prevenção e Controle de Perdas; - Programa (ou plano) de Prevenção de Perdas: Características, fases de preparação, implantação e acompanhamento; - Plano de Ação: práticas administrativas (integração, treinamento, investigação de acidentes, inspeção de segurança, permissão de trabalho para serviços perigosos, campanhas de segurança, análise de risco operacional, reuniões de segurança, ausentismo, acidente fora do trabalho, estudo de perdas de produção e de materiais, desperdícios); - Práticas técnicas: análise estatística de acidentes, análise preliminar de riscos, técnica de incidentes críticos, análise de árvore de causas, confiabilidade de sistema. Projeto Integrador: Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho - Abordar temas que permeiam o diálogo entre a unidades curriculares dos Módulos I, II e III e elaborar um projeto propondo melhorias das condições ambientais e ergonômicas nos postos de trabalho com foco na otimização do processo produtivo. Estágio Obrigatório - O intuito do estágio curricular obrigatório é propiciar ao aluno a experimentação dos conteúdos teóricos e práticos desenvolvidos pelas unidades curriculares do Curso Técnico em Segurança do Trabalho, por meio de atividades previamente programadas e avaliadas pelo Campus Florianópolis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC), quanto pela Instituição/Empresa conveniada e concordante com o período de estágio.

Curso Técnico Subsequente em Segurança do Trabalho

Curso Técnico Subsequente em Segurança do Trabalho Curso Técnico Subsequente em Segurança do Trabalho Segurança do Trabalho CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Integridade Física e Patrimonial - Carga horária total: 400h Unidade Curricular

Leia mais

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental.

Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. Tecnólogo em Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Biologia Aplicada à Saúde e Segurança no Trabalho Organismos Vivos; Agentes Biológicos; Funções Vitais, Microbiologia Ambiental. DISCIPLINA: Informática Aplicada

Leia mais

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE

ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE ACIDENTES DE TRABALHO PREVINA-SE NÚMEROS ALARMANTES São 160 milhões de trabalhadores no mundo. Não essa não é uma estatística sobre um mega evento comemorativo ou o número de vagas disponíveis no Mercado

Leia mais

CARTILHA DE INSTRUÇÕES TREINAMENTO

CARTILHA DE INSTRUÇÕES TREINAMENTO CARTILHA DE INSTRUÇÕES TREINAMENTO Trabalho a quente Prevenção e Combate a Incêndios Movimentação de Cargas CARTILHA DE INSTRUÇÕES TREINAMENTO TRABALHO A QUENTE 03 TRABALHO A QUENTE O que é trabalho a

Leia mais

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho

V FORUM - NR 32. São Paulo 09.06.2010. Noeli Martins. auditora fiscal do trabalho médica do trabalho V FORUM - NR 32 São Paulo 09.06.2010 Noeli Martins auditora fiscal do trabalho médica do trabalho PORTARIA MTE 3214/78-33 Normas Regulamentadoras NR 01 Disposições Gerais NR 02 Inspeção Prévia NR 03 Embargo

Leia mais

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa.

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. NR 01 - Disposições Gerais Descrever alguns tópicos do que cabe ao empregador. Verificar

Leia mais

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente

Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente Curso Técnico em Segurança do Trabalho Subsequente PERFIL PROFISSIONAL Profissional capaz de orientar e intervir na realidade do processo produtivo, promovendo mudanças em relação às aplicações tecnológicas

Leia mais

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho;

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho; Curso: Técnico de Segurança do Trabalho Curso Reconhecido pelo MEC: PORTARIA N 959/2007 Apresentação: O curso de Técnico de Segurança do Trabalho da Conhecer Escola Técnica é reconhecido pela excelência

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS P ARA A ELABORAÇÃO DE MAPA DE RISCOS. Dilaine RS Schneider SESMT/UNICAMP. Maurício Gervanutti SESMT/UNICAMP

INSTRUÇÕES BÁSICAS P ARA A ELABORAÇÃO DE MAPA DE RISCOS. Dilaine RS Schneider SESMT/UNICAMP. Maurício Gervanutti SESMT/UNICAMP INSTRUÇÕES BÁSICAS P ARA A ELABORAÇÃO DE MAPA DE RISCOS Dilaine RS Schneider SESMT/UNICAMP Maurício Gervanutti SESMT/UNICAMP 2014 1. INTRODUÇÃO Com o decorrer do tempo e os avanços tecnológicos tornando

Leia mais

Atualização do Curso Técnico em Segurança no Trabalho, eixo Tecnológico Ambiente, Saúde e Segurança na forma integrada ao Ensino Médio

Atualização do Curso Técnico em Segurança no Trabalho, eixo Tecnológico Ambiente, Saúde e Segurança na forma integrada ao Ensino Médio ESTADO DE SANTA CATARINA Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Educação Básica e Profissional Gerência de Ensino Médio Atualização do Curso Técnico em Segurança no Trabalho, eixo Tecnológico Ambiente,

Leia mais

CURSO SUPERVISOR EM ESPAÇO CONFINADO

CURSO SUPERVISOR EM ESPAÇO CONFINADO FUNCIONAMENTO DO CURSO O curso terá duração de 40 horas/aula, composto pelos seguintes módulos: MÓDULO h/a Entendimento da NR-33 4 Análise de Riscos 4 Permissões de Trabalho e Bloqueio de Energias 4 Proteção

Leia mais

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20 capítulo 1 O trabalho e a segurança do trabalho 1 Da pré-história à industrialização 2 O trabalho na era industrial 4 Primeira Guerra Mundial 5 Segunda Guerra Mundial 6 Transição da era industrial para

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE S AMBIENTAIS Importância PPRA O PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores;

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 7

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 7 FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Saúde Ocupacional AULA 7 Competências a serem trabalhadas em HO Analisar as condições de saúde e organização do ambiente de trabalho, avaliando-as

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. 18 a Turma

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. 18 a Turma CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO 18 a Turma 1. PÚBLICO O Curso será aberto a pessoas que comprovem graduação em Engenharia e/ou Arquitetura por Instituições de Ensino Superior

Leia mais

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES CIPA COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES C1 OBJETIVOS DA CIPA Prevenção de Doenças e Acidentes de Trabalho, mediante o controle dos Riscos presentes: no ambiente nas condições e na organização do

Leia mais

ENGENHARIA DE SEGURANÇA

ENGENHARIA DE SEGURANÇA ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA DE SEGURANÇA P R O F ª K A R E N W R O B E L S T R A

Leia mais

LAUDO 015/2013 - SMS LAUDO FISIOTERAPEUTA EM UNIDADES DE SAÚDE LAUDO PERICIAL DE INSALUBRIDADE E/OU PERICULOSIDADE N.º 015/2013 1

LAUDO 015/2013 - SMS LAUDO FISIOTERAPEUTA EM UNIDADES DE SAÚDE LAUDO PERICIAL DE INSALUBRIDADE E/OU PERICULOSIDADE N.º 015/2013 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE - SMS GERÊNCIA DE SAÚDE DO SERVIDOR MUNICIPAL - GSSM EQUIPE DE PERÍCIA TÉCNICA - EPT LAUDO 015/2013 - SMS LAUDO FISIOTERAPEUTA EM UNIDADES

Leia mais

O curso de Pós-graduação em Engenharia Biomédica e Engenharia Clínica tem 368 horas de atividades presenciais, organizadas em quatro módulos.

O curso de Pós-graduação em Engenharia Biomédica e Engenharia Clínica tem 368 horas de atividades presenciais, organizadas em quatro módulos. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA E ENGENHARIA CLÍNICA 1. ORGANIZAÇÃO E MÓDULOS O curso de Pós-graduação em Engenharia Biomédica e Engenharia Clínica tem 368 horas de atividades presenciais, organizadas

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Operador de Empilhadeira CBO: 7822-20 Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso:

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE

Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE Aprovado no CONGRAD: 24.08.10 Vigência: ingressos a partir 2011/1 CÓD. 622 - CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I - NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Matemática 10021

Leia mais

SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de

SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Constituição de 1934 direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1937 - direito do trabalhador de higiene e segurança Constituição de 1967 - direito do

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no mundo e no Brasil.

Leia mais

Saúde é um dos direitos fundamentais do ser humano. Muito mais do que a ausência de doenças, ela pode ser definida como qualidade de vida.

Saúde é um dos direitos fundamentais do ser humano. Muito mais do que a ausência de doenças, ela pode ser definida como qualidade de vida. AULA 1 INTRODUÇÃO E O que é SAÚDE? Saúde é o que toda a pessoa tem quando está com todo o organismo saudável e se sentindo completamente bem em relação a doenças ou a qualquer indisposição física. Saúde

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA Competência Geral Instalar, manter e projetar sistemas elétricos prediais, industriais e de potência, cumprindo legislações vigentes, parâmetros de eficiência energética, normas

Leia mais

Palestras. Manuseio de Cargas - Levantamento Correto de Peso - Posicionamento - Orientações posturais no ambiente de trabalho.

Palestras. Manuseio de Cargas - Levantamento Correto de Peso - Posicionamento - Orientações posturais no ambiente de trabalho. Palestras Comitê de Ergonomia Dicas de Ergonomia e Bem-Estar - Saúde Ocupacional áreas de atuação - Ergonomia (definição) - Comitê de ergonomia (definição) - Criação do comitê - Missões - Intervenção ergonômica

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti Diretor de Educação e Tecnologia SERVIÇO NACIONAL

Leia mais

Curso de Especialização em ENGENHARIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO

Curso de Especialização em ENGENHARIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO Curso de Especialização em ENGENHARIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO ÁREA DO CONHECIMENTO: Engenharia. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho.

Leia mais

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas HIGIENE E SAÚDE DO TRABALHO Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 27 PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 QUESTÃO 41 Conforme o Artigo 193, da Lei 6.514, são consideradas atividades ou operações perigosas, na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho, aquelas

Leia mais

Ementa: As Organizações; As pessoas; As pessoas e as organizações; Sistema de Administração de Recursos Humanos.

Ementa: As Organizações; As pessoas; As pessoas e as organizações; Sistema de Administração de Recursos Humanos. ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Gestão da Qualidade Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Administração da Produção I Introdução e conceitos; Métodos de

Leia mais

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO

LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO LAUDO TÉCNICO ESPECÍFICO Conforme NR-10 ACME S.A Ind. Com. 1 de 9 IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Identificação do Responsável pela Execução do Serviço. Nome: Empresa: Registro: Local de Execução do Serviço.

Leia mais

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em HOTELARIA MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 360h. Módulo/Semestre 2 Carga horária total: 360h

Curso Superior de Tecnologia em HOTELARIA MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 360h. Módulo/Semestre 2 Carga horária total: 360h Curso Superior de Tecnologia em HOTELARIA CÂMPUS Florianópolis-Continente MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 360h Fundamentos do Turismo e da Hospitalidade 72 Linguagem e Comunicação

Leia mais

MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO Laudo Ergonômico Laudo de Periculosidade/Insalubridade Laudo

Leia mais

PLANO DE ENSINO CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA- ANO LETIVO: 2003 - SÉRIE: 3º DISCIPLINA: ANUAL - HORAS/AULA SEMANAIS: 2 HORAS - C. HORÁRIA: 68 H.

PLANO DE ENSINO CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA- ANO LETIVO: 2003 - SÉRIE: 3º DISCIPLINA: ANUAL - HORAS/AULA SEMANAIS: 2 HORAS - C. HORÁRIA: 68 H. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ESTRUTURAS E CONSTRUÇÃO CIVIL DIVISÃO DE APOIO

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CICLO BÁSICO 1º BIMESTRE INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 40 horas Fundamentos da Engenharia e Suas Grandes Áreas; Inovação e Desenvolvimento de Produto; O Modo

Leia mais

PLANO DE CURSO Aprendizagem Industrial

PLANO DE CURSO Aprendizagem Industrial 1 - NOME DO CURSO em Telemarketing 2 ÁREA DO CURSO Gestão 3 TITULARIDADE PROFISSIONAL Operador de telemarketing 4 PERFIL PROFISSIONAL 4.a Perfil Profissional de Conclusão: Atender usuários, oferecer serviços

Leia mais

Escola SENAI Gaspar Ricardo Junior CURSOS DO SENAI EM ITAPETININGA

Escola SENAI Gaspar Ricardo Junior CURSOS DO SENAI EM ITAPETININGA Apoio:, Prefeitura O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, entidade pública de direito privado, surgiu da necessidade da criação de uma Instituição capaz de preparar a mão de obra requerida

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO UNESP-2014 DANIELLE VARGAS E-mail:danielle@franca.unesp.br COSTSA Grupo de Segurança e Sustentabilidade Ambiental -7 (sete) TST -1 engenheiro de Segurança -1 engenheiro eletricista

Leia mais

Filmes. Filmes. Gestão de RH. Medicina e segurança no trabalho. Prof. Rafael Marcus Chiuzi

Filmes. Filmes. Gestão de RH. Medicina e segurança no trabalho. Prof. Rafael Marcus Chiuzi Gestão de RH Prof. Rafael Marcus Chiuzi Medicina e segurança no trabalho Filmes Vídeo humorístico sobre segurança no trabalho. Duração: 3 20 Filmes Sequência de vídeos de acidente de trabalho. Duração:

Leia mais

Cursos. Indústria. 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS. Disciplinas. 200h. de energia para soldagem 1 / 59

Cursos. Indústria. 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS. Disciplinas. 200h. de energia para soldagem 1 / 59 Indústria 1- Soldagem com Eletrodo Revestido 3G e 6G e SMS Disciplinas Horária Matemática aplicada 200h Eletrotécnica básica Fontes de energia para soldagem 1 / 59 Tecnologia da solda elétrica Atividades

Leia mais

CONCEITO DIVISÃO LABORAIS RISCOS CARACTERÍSTICA COR TIPOLOGIA DE RISCOS 16/03/2012. Riscos Operacionais. Riscos Ambientais

CONCEITO DIVISÃO LABORAIS RISCOS CARACTERÍSTICA COR TIPOLOGIA DE RISCOS 16/03/2012. Riscos Operacionais. Riscos Ambientais RISCOS LABORAIS São agentes presentes nos ambientes de trabalho, decorrentes de precárias condições que, se não forem detectados e eliminados a tempo, provocam os Acidentes de Trabalho e as Doenças Ocupacionais.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO 1) História da Terapia Ocupacional (30 hs) EMENTA: Marcos históricos que antecederam o surgimento formal da profissão de

Leia mais

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais.

2. Executar serviços de montagem, remoção e instalação de máquinas, equipamentos, instrumentos, tubulações e acessórios industriais. I. 1 INSTALAÇÕES DE SISTEMAS INDUSTRIAIS I 1. Analisar formas de geração de energia, seus elementos de produção e transformação. 2. Analisar condições de infra-estrutura e de alimentação de sistemas elétricos.

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO (Currículo de início em 2015) ANATOMIA HUMANA C/H 102 3248 Estudo da estrutura e função dos órgãos em seus respectivos sistemas no corpo

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral)

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Curso Técnico Segurança do Trabalho Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade

Leia mais

N o s s o Objetivo. V isão

N o s s o Objetivo. V isão INTRODUÇÃO Po r tfólio O custo global para os empregadores, decorrentes de acidentes do trabalho com ferimentos pessoais, doenças relacionadas ao trabalho e impactos ao meio ambiente absorve grande parte

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: : 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

Adaptação do trabalho ao trabalhador!

Adaptação do trabalho ao trabalhador! Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e seu trabalho, equipamento e ambiente e, particularmente, a aplicação dos conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHAELADO (Currículo de início em 2015) ANATOMIA HUMANA C/H 102 Estudo da estrutura e função dos órgãos em seus respectivos sistemas no corpo humano,

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA NÍVEL SUPERIOR

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA ADMINISTRATIVA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA NÍVEL SUPERIOR ANEXO II DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N. o 006/PROAD/SGP/2009 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA NÍVEL SUPERIOR Cargos: Administrador Técnico em Assuntos Educacionais Língua Portuguesa (para os

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho AULA 7

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho AULA 7 FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho AULA 7 COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Compreender a importância do PCMSO como instrumento

Leia mais

Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR

Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Automação e Proteção. WWW.AMBIENTALQVT.COM.BR AMBIENTAL@AMBIENTALQVT.COM.BR GESTÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. AUTOMAÇÃO E PROTEÇÃO. A Ambiental Qualidade

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA. Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais

MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA. Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais 1ª edição 2006 2ª edição, autor 2006 3ª edição 2011 4ª edição 2013 5ª edição janeiro, 2014 6ª edição outubro, 2014

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO

SEGURANÇA DO TRABALHO GESTÃO DE PESSOAS EM UAN / UPR SEGURANÇA DO TRABALHO Profª Celeste Viana TREINAMENTO FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Portaria 3.214/78, NR nº9, subítem 9.5.2: Os empregadores deverão informar aos trabalhadores, de

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL. Indústria da Panificação

SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL. Indústria da Panificação SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL Indústria da Panificação PROGRAMAÇÃO: Palestra Segurança Geral - SESI - Segurança do Trabalho; - Riscos Ambientais e Acidentes do Trabalho; - PPRA/PCMSO; - Normas regulamentadoras;

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Conjunto de medidas educacionais, técnicas, médicas e psicológicas adotadas com o objetivo de prevenir acidentes. As causas de um acidente: a) condição insegura: Tal condição

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 9 semestres. Prof. Dr. André Luís da Silva Leite 41719386

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 9 semestres. Prof. Dr. André Luís da Silva Leite 41719386 Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Curso reconhecido pelo Decreto Federal 75590, de 10/04/1975, publicado no Diário Oficial da União de 11/04/1975 Parecer nº 445/75 - Conselho Federal de

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

HIGIENE OCUPACIONAL 10/03/2011 CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL HISTÓRIA DA HIGIENE OCUPACIONAL

HIGIENE OCUPACIONAL 10/03/2011 CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL HISTÓRIA DA HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL CONHECENDO A HIGIENE OCUPACIONAL A Higiene do Trabalho é uma das ciências que atuam no campo da Saúde Ocupacional. Aplica os princípios e recursos da Engenharia, da Medicina,

Leia mais

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Montador de Andaimes CBO 7155-45 COD-SGE 014.059 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Construção Civil CARGA HORÁRIA 180 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014. CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS. SESI - Amazonas

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014. CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS. SESI - Amazonas COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014 CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS SESI - Amazonas O Departamento de Gestão de Pessoas do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC DR. FRANCISCO NOGUEIRA DE LIMA Código: 059 Município: CASA BRANCA - SP Eixo Tecnológico: SAÚDE, AMBIENTE E SEGURANÇA Habilitação Profissional: TÉCNICO

Leia mais

CURSO BÁSICO DE SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE

CURSO BÁSICO DE SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE FUNCIONAMENTO DO CURSO O curso terá duração de 40 horas/aula, composto pelos seguintes módulos: MÓDULO h/a Entendimento da NR-10 4 Análise de Riscos 4 Prevenção Combate a Incêndio e Atmosfera Explosiva

Leia mais

Carga Horária Total: 80 horas

Carga Horária Total: 80 horas COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E PRODUÇÃO DE TEXTOS Norma linguística padrão: padrões de comunicação e níveis de linguagem. Comunicação organizacional como estratégica essencial no âmbito empresarial. Instrumentos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares Matriz 842 - Engenharia Mecânica Industrial (2002/1) Curso EM - Engenharia Mecânica Industrial Nível Periodicidade Regime Situação Superior Período Não-seriado Matriz em Vigor Per. Letivo Inicial 2002/1

Leia mais

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade:

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Ementas Disciplina: Metodologia da Pesquisa Cientifica Ementa: Conhecimento, Ciência, Pesquisa e tipos de pesquisa, Métodos e técnicas para a elaboração e apresentação de trabalho científico. Competência:

Leia mais

Aula 17 Projetos de Melhorias

Aula 17 Projetos de Melhorias Projetos de Melhorias de Equipamentos e Instalações: A competitividade crescente dos últimos anos do desenvolvimento industrial foi marcada pela grande evolução dos processos produtivos das indústrias.

Leia mais

Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios na forma integrada ao Ensino Médio

Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios na forma integrada ao Ensino Médio ESTADO DE SANTA CATARINA Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Educação Básica e Profissional Gerência de Ensino Médio Atualização do Curso Técnico em Contabilidade, eixo tecnológico Gestão e Negócios

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com NBR-14725-4 DENINSOFT T100

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com NBR-14725-4 DENINSOFT T100 1. IDENTIFICAÇÃO Página 1/5 Nome comercial: Nome da empresa: INDÚSTRIA QUIMICA ZEQUINI EIRELI Endereço : Via de Acesso João de Góes, n 1000 Cep 06422-150 Fazenda Itaquiti/Belval - Barueri - SP Telefone

Leia mais

Curso Técnico em Eletromecânica

Curso Técnico em Eletromecânica Curso Técnico em Eletromecânica Edição 2011-1 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS DE ARARANGUÁ

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENFERMAGEM (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENFERMAGEM (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ENFERMAGEM (Currículo iniciado em 2010) ANATOMIA HUMANA CH 102 (2372) Estudo morfológico dos órgãos e sistemas que constituem o organismo humano, com ênfase para os

Leia mais

Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo tecnológico Informação e Comunicação na forma integrada ao Ensino Médio

Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo tecnológico Informação e Comunicação na forma integrada ao Ensino Médio ESTADO DE SANTA CATARINA Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Educação Básica e Profissional Gerência de Ensino Médio Atualização do Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, eixo

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 28/03/2014 10:03

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 28/03/2014 10:03 8/3/1 1:3 Centro de Ciências Tecnológicas Curso: 13 Design (Noturno) Currículo: 8/ 1 ARQ.11.1- Representação Tridimensional I Oficinas e seus recursos. Apresentação dos materiais e ferramentas das oficinas

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 2 Prof.º Cleverson Luis

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 2 Prof.º Cleverson Luis FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 2 Prof.º Cleverson Luis Competências a serem trabalhadas nesta aula Conhecer e detalhar a legislação específica

Leia mais

Segurança Brigada de incêndio. Brigada de incêndio florestal. CIPA. Combate a incêndios Noções básicas. Consignação de equipamentos. Direção defensiva. Metodologia de análise de risco. Metodologia de investigação

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas 5/8/15 16:57 Centro de Ciências Tecnológicas Curso: 19 Engenharia Mecânica (Noturno) Currículo: 15/ 1 EDU.5.-5 Universidade, Ciência e Pesquisa Ementa: A função da Universidade como instituição de produção

Leia mais

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO

PLANO DE CURSO RESUMIDO III. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DOS EGRESSOS DO CURSO PLANO DE CURSO RESUMIDO CURSO Mecânico de Motocicletas CBO 9144-15 COD-SGE 013.529 MODALIDADE Qualificação Profissional Área Tecnológica Automotiva CARGA HORÁRIA 320 horas ITINERÁRIO Regional I. OBJETIVO

Leia mais

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos

APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos Administrativas APIR- Aspectos / Perigos e Impactos / Riscos RG-083 Rev. 1 20/09/2012 CONTRATO / FRENTE DE TRABALHO: GESTÃO ATNAS ESCOPO: APOIO TÉCNICO / ADMINISTRATIVO E TRANSPORTE DE PESSOAS ALTERAÇÃO

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA. Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais

MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA. Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais MANUAL PRÁTICO DE HIGIENE OCUPACIONAL E PPRA Avaliação e Controle dos Riscos Ambientais 1ª edição 2006 2ª edição, autor 2006 3ª edição 2011 4ª edição 2013 5ª edição janeiro, 2014 6ª edição outubro, 2014

Leia mais

DESCRIÇÃO DE DISCIPLINA

DESCRIÇÃO DE DISCIPLINA Introdução à Engenharia de Segurança do Trabalho 30 h Aspectos históricos, econômicos, políticos e sociais. O papel e as responsabilidades do Engenheiro de Segurança do Trabalho. Acidentes no trabalho.

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde - SES/GO SESMT

Secretaria de Estado da Saúde - SES/GO SESMT Secretaria de Estado da Saúde - SES/GO SESMT Juliana A. Nepomuceno Eng. de Seg. do Trabalho Cood. SESMT/SES SESMT O que é? Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho EQUIPES

Leia mais

ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO ENGENHARIA CIVIL

ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO ENGENHARIA CIVIL ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO ENGENHARIA CIVIL Adaptado do Trabalho de Emanuel J. C. Castilho Engenharia Civil Noturno Professora: Engª M.Sc. Ana Lúcia de Oliveira Daré ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO

Leia mais

Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período.

Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período. Tabela 1 Matriz Curricular disciplinas do 1º ao 4º período. Período MEC001 Introdução à Engenharia Mecânica 2 30 30 MEC002 Cálculo I 6 90 90 MEC003 Geometria Analítica 1º MEC004 Química Geral e Experimental

Leia mais

Riscos Ambientais. Projeto dos Requisitos das Instalações. -Segurança. -Conforto. - Requisitos legais

Riscos Ambientais. Projeto dos Requisitos das Instalações. -Segurança. -Conforto. - Requisitos legais Projeto dos Requisitos das Instalações Riscos Ambientais -Segurança -Conforto - Requisitos legais ILUMINAÇÃO 1.Nível de Iluminamento adequado[lux=lúmen/m2] ABNT: NBR5413, NB 57 e TB 23 2.Contrastes 3.Ofuscamento

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2012)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2012) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2012) ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO I 1992 C/H 102 Aspectos histórico/evolutivos; Administração da produção e seus aspectos gerenciais

Leia mais

3 Administração de Materiais

3 Administração de Materiais 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

GUIA RÁPIDO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI A Universidade Anhembi Morumbi foi criada em 1970 com o intuito de oferecer o primeiro curso superior de Turismo. Na década de 80, amplia sua oferta de cursos em diferentes

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Transcrito pela Nutri Safety * O SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o disposto nos artigos 155

Leia mais

Produção de Moda. Curso Técnico Concomitante em

Produção de Moda. Curso Técnico Concomitante em Curso Técnico Concomitante em Produção de Moda CÂMPUS ARARANGUÁ MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito LABORATÓRIO DE CRIATIVIDADE STYLING 80

Leia mais

PPRA Mitos e Verdades Como Elaborar. Prof. Ricardo Henrique de L Silva

PPRA Mitos e Verdades Como Elaborar. Prof. Ricardo Henrique de L Silva Classificação Conceito de Higiene dos riscos Industrial ambientais PPRA Mitos e Verdades Como Elaborar Prof. Ricardo Henrique de L Silva ricardo.henrique@caruaru.ifpe.edu.br O QUE O PPRA? PARA QUE SERVE

Leia mais

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE 1. TURNO: Noturno MODALIDADE: Saneamento ÁREA: Meio Ambiente e Tecnologia da Saúde GRAU ACADÊMICO: Tecnólogo em Meio Ambiente PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 3 anos Máximo =

Leia mais

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Documento Base [informe a unidade/complexo] Anexo 1 do PGS-3209-46-63 Data - 07/10/2013 Análise Global: - [informe o número e data da análise] p. 1/27 Sumário

Leia mais

ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE CONFORTO E SEGURANÇA DOS AMBIENTES DE TRABALHO EM UMA FÁBRICA DE RAÇÃO

ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE CONFORTO E SEGURANÇA DOS AMBIENTES DE TRABALHO EM UMA FÁBRICA DE RAÇÃO ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE CONFORTO E SEGURANÇA DOS AMBIENTES DE TRABALHO EM UMA FÁBRICA DE RAÇÃO Samantha Pereira Ferraz Graduanda de Engenharia Ambiental da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia,

Leia mais

Reyder Knupfer Goecking Engenheiro Eletricista Mestre em Processos Industriais -IPT Membro do CB 3 e CB32 - ABNT

Reyder Knupfer Goecking Engenheiro Eletricista Mestre em Processos Industriais -IPT Membro do CB 3 e CB32 - ABNT Um Enfoque Frente a Tecnologias e Utilização de EPI s - NR10 d f G k Reyder Knupfer Goecking Engenheiro Eletricista Mestre em Processos Industriais -IPT Membro do CB 3 e CB32 - ABNT NR 10 Risco de Arco

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais