ANGLO VESTIBULARES CONHECIMENTOS GERAIS IIC INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANGLO VESTIBULARES CONHECIMENTOS GERAIS IIC INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO"

Transcrição

1 NGLO VESTIBULRES NOME NÚMERO CONHECIMENTOS GERIS IIC INSTRUÇÕES PR RELIZÇÃO D PROV LEI COM MUIT TENÇÃO 1. Esta prova contém 90 questões, cada uma com 5 alternativas das quais somente uma é correta. ssinale, no cartão de respostas, a alternativa que você julgar correta. 2. Será anulada a questão em que for assinalada mais de uma alternativa ou que estiver totalmente em branco. ssinale apenas uma alternativa para cada questão. 3. ssinale a resposta preenchendo totalmente, a caneta (azul ou preta), o respectivo alvéolo, com o cuidado de não ultrapassar o espaço do mesmo. Não assinale as respostas com um X pois esta sinalização não será considerada. Não use lápis ou caneta vermelha, em hipótese alguma, para assinalar as respostas. EXEMPLO DE PREENCHIMENTO 33 B C E 60 B C D E 34 B C D E 61 B C E 35 B C E 62 C D E 36 B C D 63 B C D E 37 B D E 64 B D E 38 B C E 65 B C D 4. o receber o cartão de respostas, preencha cuidadosamente o verso com os dados solicitados. 5. Não rasure nem amasse a folha de respostas. Não escreva nada no cartão de respostas fora do campo reservado. 6. duração da prova é de 5 horas não havendo tempo suplementar para marcar as respostas. 7. É terminantemente proibido retirar-se do local da prova antes de decorridas uma hora e trinta minutos após o início, qualquer que seja o motivo.

2 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC QUESTÕES POLÔNI ESLOVÁQUI HUNGRI CROÁCI ROMÊNI UCRÂNI 1. (ESPM-adaptada) questão energética é um dos maiores problemas estratégicos da atualidade. União Européia, pobre em recursos energéticos, está refém da Federação Russa. Observe a região cartografada, que em parte se relaciona a esse problema geopolítico: Transporte BÓSNI- SÉRVI por navios HERZEGOVIN Bucarest cisternas IUGOSLÁVI MONTENEGRO Sófia BULGÁRI Bourges Skopple Mar driático Estreito Tirana MCEDÔNI de Bósforo Istambul ITÁLI lexandropolis LBÂNI Izmit ulona nkara Estreito GRÉCI Mar de Dardanelos Egeu Mar Jônico tenas Kiev Kromontchoug Chisinau Izmit Dradgroltrovsk Khorion Odessa Criméia Kharkov Lisichansk Donustsk Mar de zow Sasman Mersin Kirkagac Cuyhan TURQUI Rostov RÚSSI OSSÉTI DO SUL CHETCHÊNI BKNZIE Tbilisi GEÓRGI Baku Mar Negro RMÊNI ZERBIDJÃO Erewan Yumurtala Volgograd Krasnador Novoroesiat Erzirum Midyat Komsomolsk Stavrapol Volga strakhan Grozity Neshchenan Tsbriz klaw Makhaschkala Dunga Mar Cáspio IRÃ CSQUISTÃO Tenguiz Karazhanbas Lago ral UZBEQUISTÃO TURCOMENISTÃO Turksnonbashi Teera km Mar Mediterrâneo CHIPRE Banyas Tripoli Homs LÍBNO SÍRI Bap Kirkuk Bagdad IRQUE Bassora budan Isfahan refinarias principais campos petrolíferos principais oleodutos existentes oleodutos existentes, atualmente em construção projetos de oleodutos propostos por: Rússia Turquia Irã (adaptado de Le Monde Diplomatique, 1998) Baseado nas informações atuais sobre a questão pode-se afirmar que o mapa mostra a: ) zona caspiana, onde ocorrem disputas pelo controle da rota dos oleodutos, que têm envolvido a União Européia, Rússia e Estados Unidos. B) zona do Oriente Médio, que tem no Golfo Pérsico um foco de tensão envolvendo o Irã e o Iraque. C) região dos novos países incorporados pela União Européia apenas em função dos interesses energéticos. D) Traceca, uma rede viária norte-sul na Ásia Central patrocinada pela China. E) região do Curdistão, área reivindicada pelos curdos junto à rmênia. 2. O texto a seguir refere-se à venida Central (atual venida Rio Branco), que foi inaugurada em 1905 no Rio de Janeiro e cuja construção expulsou para os morros o povaréu prosaico e mal-indumentado (segundo termos de Olavo Bilac). (...) Os poucos que tinham muito e mandaram construir a avenida viviam nos elegantes bairros do Flamengo, Botafogo e Laranjeiras. Vários já desfrutavam, em suas belas residências, os primeiros banheiros e chuveiros instalados na cidade maravilhosa. Mas os muitos que tinham pouco ainda viviam em uma cidade malsã. Excluídos de cena pelo autêntico bota-abaixo que a própria construção da avenida incrementara, o povo se viu forçado a subir os morros em busca de moradia. Tais morros miravam o porto um porto ultrapassado e ineficiente. Nos cortiços erguidos à sombra deles, ratos, cujas pulgas transmitiam a peste bubônica, corriam aos bandos. Nos charcos, proliferava o edes aegypti, mosquito transmissor da febre amarela. E os navios que aportavam no cais não transportavam apenas os novos bens de consu- 3 mo e braços para o café : traziam também imigrantes contaminados pela varíola O Rio continuava uma cidade febril no sentido literal da expressão. (Extraído de Passado a limpo História da higiene pessoal do Brasil, de Eduardo Bueno. São Paulo: Editora Gabarito, 2007, p.49.) Considere as seguintes afirmações: I. Como a febre é um dos sintomas das três doenças mencionadas, o enunciador precisou esclarecer que a expressão cidade febril foi empregada no sentido literal. II. ssim como cidade maravilhosa se opõe a cidade malsã, há oposição entre os poucos que tinham muito e os muitos que tinham pouco. III. idéia de que foram destruídas moradias populares para a construção da avenida vem traduzida no texto pela expressão bota-abaixo. Pode-se apontar como correta(s): ) apenas I. D) apenas I e II. B) apenas II. E) apenas II e III. C) apenas III.

3 NGLO VESTIBULRES 3. Observe esta descrição feita por Giovanni Bocaccio no seu livro Decamerão: pareciam, no começo, tanto em homens como nas mulheres, ou na virilha ou nas axilas, algumas inchações. lgumas destas cresciam como maçãs, outras como um ovo; cresciam umas mais, outras menos; chamava-as o povo de bubões. Em seguida o aspecto da doença começou a alterar-se; começou a colocar manchas de cor negra ou lívidas nos enfermos. Tais manchas estavam nos braços, nas coxas e em outros lugares do corpo. Em algumas pessoas as manchas apareciam grandes e esparsas; em outras eram pequenas e abundantes. E, do mesmo modo como, a princípio, o bubão era indício inevitável de morte, também as manchas passaram a ser mortais Trata-se: ) da gripe espanhola, que no final da Primeira Guerra se propagou da Europa para o resto do mundo. B) da Peste Negra, que teve início na Ásia Central e espalhou-se por via terrestre e marítima em todas as direções, chegando na Europa no século XIV. C) da Peste Negra, assolou a Europa no final da Idade Moderna, acelerando o processo revolucionário francês de D) das características da cólera na Europa no século XIX em decorrência da precária condição sanitária das cidades industrializadas. E) da endêmica Peste Negra ou Bubônica, que assolou toda a Europa e mérica no século XIV. (UFBC/2009) Texto para as questões 4 e 5 Etanol, o falso vilão Críticos dos biocombustíveis afirmam que o uso de terras férteis para produzir o etanol reduz a área destinada às culturas tradicionais de grãos, como arroz e trigo. No caso do Brasil, essa alegação é frágil, visto que apenas uma parcela muito pequena da área agricultável (terras aráveis) é utilizada para produzir o combustível a partir da cana-de-açúcar. lém disso, os canaviais vêm avançando principalmente sobre áreas degradadas de pastagens, e não concorrem com a produção de alimentos. 4. figura representa a participação da área plantada com cana-de-açúcar para a produção de etanol no total de terras aráveis do Brasil. Sabe-se que a soma da área de terras aráveis não plantadas com a área total plantada (sombreada na figura) é igual a 360 milhões de hectares, e que 1/20 da área plantada mais 1/100 da área arável não plantada são 6,48 milhões de hectares. Área total do Brasil 850 milhões de hectares terras aráveis não plantadas área plantada área de plantação de cana para o etanol 5% do total de terras plantadas (Veja, ) 4 Nessas condições, pode-se concluir que a área plantada com cana-de-açúcar para produção de etanol é igual a ) 2,8 milhões de hectares. B) 3,6 milhões de hectares. C) 5,2 milhões de hectares. D) 6,4 milhões de hectares. E) 7,2 milhões de hectares. 5. Sabe-se que a razão entre o número de litros de etanol obtidos em um hectare plantado com milho e o número de litros de etanol obtidos em um hectare plantado com cana, considerando as mesmas condições de solo, clima e insolação, é de 2 para 5, nessa ordem. Então, para se obterem quantidades iguais de etanol de cana e de milho, a área plantada com ) cana deverá ser 40% menor que a área plantada com milho. B) milho será o triplo da área plantada com cana. C) milho deverá ser 150% maior que a área plantada com cana. D) milho deverá ser 250% maior que a área plantada com cana. E) milho deverá ser o quíntuplo da área plantada com cana. 6. (FUVEST/2009-modificada) Existe hoje um grande debate em torno do uso dos chamados biocombustíveis, como o álcool de cana-de-açúcar e o biodiesel produzido a partir de óleos sintetizados por plantas como soja e mamona. Com relação aos biocombustíveis mencionados, pode-se afirmar que a sua produção depende, primariamente, da execução de: ) fermentação alcoólica pelas células dos vegetais citados. B) fotossíntese pelas células de fungos associados às raízes dos vegetais citados. C) fermentação alcoólica pelas células de bactérias associadas às plantas citadas. D) fotossíntese pelas células clorofiladas dos vegetais citados. E) fotossíntese pelas células de bactérias associadas aos vegetais citados. 7. Terra executa fundamentalmente dois movimentos combinados: o de rotação em torno de um eixo próprio e o de translação em torno do Sol. O eixo de rotação apresenta uma inclinação de 23,5º em relação ao plano da órbita da Terra em torno do Sol. Considere as afirmações: I. existência do dia e da noite é devido ao movimento de rotação. II. inclinação do eixo de rotação da Terra não influencia nas durações do dia e da noite ao longo do ano. III. Entre outros fatores, as estações do ano em um hemisfério estão associadas à existência da inclinação do eixo de rotação da Terra. São corretas as afirmações: ) I e II. B) I e III. C) II e III. D) I, II e III. E) somente a II.

4 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 8. Vinícius de Moraes, além de poeta, era também cronista. Um de seus textos, cujo título é Química Orgânica, foi publicado em Para viver um grande amor, livro de Nele, lê-se a seguinte passagem: Mas, do que pouca gente sabe é que há duas categorias antagônicas de mulheres cujo conhecimento é da maior utilidade, de vez que pode ser determinante na relação desses dois sexos que eu, num dia feliz, chamei de inimigos inseparáveis. São as mulheres ácidas e as mulheres básicas ( ). Sobre o texto, é incorreto afirmar-se que: ) O autor trabalha com lugares comuns e clichês, elaborando no texto conceitos que são do conhecimento de todos. B) Ácidos são substâncias que, geralmente, têm sabor azedo. C) O texto consegue um efeito de estranhamento, ao estabelecer relações inesperadas entre distintos campos da experiência humana. D) s bases têm a capacidade de reagir com ácidos. E) O caráter expositivo e dissertativo do texto permite a presença do tom bem humorado e leve, típico da crônica. 11. Levando em conta o título do poema, é correto afirmar que os dois últimos versos discutem o tema: ) da alienação política das famílias tradicionais. B) do respeito que as beatas tinham pelo Natal. C) da importância das festividades de fim de ano. D) da falta de preocupação dos jovens com as festas religiosas. E) da submissão da juventude brasileira à cultura pagã. 12. (FEI) ssinale a alternativa em que os termos ressaltados estão corretamente analisados: I. Muitos índios foram mortos pelos garimpeiros. II. Foram mortos muitos índios. III. Mataram muitos índios. ) objeto indireto objeto direto objeto direto B) objeto direto agente da passiva sujeito paciente C) agente da passiva objeto direto sujeito paciente D) objeto indireto sujeito paciente objeto direto E) agente da passiva sujeito paciente objeto direto 9. Na reação de 2,8 litros de um gás X com 7,0 litros de um gás Y são produzidos 5,6 litros de um gás V e 2,8 litros de um gás W, todos na mesma pressão e na mesma temperatura. Essa reação é representada por ax + by cv + dw, em que os coeficientes a, b, c e d são todos números inteiros positivos. Podemos concluir que, nessas condições, o menor valor de b é: ) 5 B) 4 C) 3 D) 2 E) 1 Instrução para as questões 10 e 11 O poema abaixo, intitulado O que fizeram do Natal, foi reproduzido de lguma poesia, de Carlos Drummond de ndrade. Leia-o para responder às questões 41 e 42: Natal. O sino longe toca fino. Não tem neves, não tem gelos. Natal. Já nasceu o deus menino. s beatas foram ver, encontraram o coitadinho (Natal) mais o boi mais burrinho e lá em cima a estrelinha alumiando. Natal. s beatas ajoelharam e adoraram o deus nuzinho mas as filhas das beatas e os namorados das filhas, mas as filhas das beatas foram dançar black-bottom nos clubes sem presépio. 10. Na primeira estrofe, há várias expressões que refletem uma maneira carinhosa e delicada de se referir ao Natal. Na segunda estrofe, há uma palavra que interrompe essas referências carinhosas e delicadas. Trata-se de: ) deus nuzinho B) mas C) namorados das filhas D) dançar E) clubes sem presépio 5 Texto para as questões de 13 a 15 Capítulo 1 João Romão foi, dos treze aos vinte e cinco anos, empregado de um vendeiro (1) que enriqueceu entre as quatro paredes de uma suja e obscura taverna nos refolhos do bairro do Botafogo; e tanto economizou do pouco (2) que ganhara nessa dúzia de anos, que, ao retirar-se o patrão para a terra, lhe deixou, em pagamento de ordenados vencidos, nem só a venda com o (3) que estava dentro, como ainda um conto e quinhentos em dinheiro. Proprietário e estabelecido por sua conta, o rapaz atirou-se à labutação ainda com mais ardor, possuindo-se de tal delírio de enriquecer, (4) que afrontava resignado as mais duras privações. Dormia sobre o balcão da própria venda, em cima de uma esteira, fazendo travesseiro de um saco de estopa cheio de palha. comida arranjava-lhe, mediante quatrocentos réis por dia, uma quitandeira sua vizinha, a Bertoleza, crioula trintona, escrava de um velho cego residente em Juiz de Fora e amigada com um português (5) que tinha uma carroça de mão e fazia fretes na cidade. 13. Das cinco afirmações abaixo sobre o texto, indique a única que de fato está de acordo com ele. ) economia feita por João Romão ao longo dos anos permitiu-lhe comprar a venda em que trabalhava. B) economia feita na dúzia de anos mencionada no texto permitiu ao patrão de João Romão voltar enriquecido para sua terra. C) dívida do patrão com João Romão era superior ao valor da venda. D) O modo como João Romão dorme revela as dificuldades financeiras pelas quais ele passou para poder comprar a venda. E) O único luxo a que João Romão se permitia na época em que adquiriu seu negócio era com sua alimentação, pois pagava para comer bem. 14. s alternativas a seguir trazem trechos do texto que contêm termos preposicionados. Indique aquela cujo termo preposicionado possui classificação sintática diferente da dos outros. ) as quatro paredes de uma suja e obscura taverna B) em pagamento de ordenados vencidos C) o balcão da própria venda D) travesseiro de um saco de estopa cheio de palha E) escrava de um velho cego

5 NGLO VESTIBULRES 15. Sobre as cinco frases destacadas do texto, são feitas abaixo cinco afirmações. ssinale a alternativa que traz a afirmação correta sobre elas. ) Os pronomes relativos das orações 1 e 2 exercem ambos a função de sujeito. B) Na oração número 3, o antecedente do pronome relativo é o pronome o, equivalente a aquilo. C) oração número 4 é a única das orações adjetivas destacadas que é explicativa. D) Todas as orações possuem a mesma classificação sintática. E) Das cinco orações, apenas três são adjetivas. 16. Observe esta publicidade, cujo texto reproduzimos a seguir, em fonte maior: ssinale a opção em que aparece um comentário inadequado em relação às orações adjetivas destacadas acima: ) No trecho do jornal, a ausência de vírgula faria supor que existisse algum outro Francenildo Costa. B) No fragmento II, pode-se notar que o autor não faz uso de pontuação, o que é certamente uma licença poética. No entanto, é razoável supor que a adjetiva destacada, apesar da ausência de vírgula, seja explicativa. C) No segundo fragmento, se o autor fizesse uso da pontuação, é de supor que faria uso da vírgula para explicitar que a oração adjetiva é explicativa. D) No fragmento da Folha de S.Paulo, como a queda de Palocci tornou Francenildo conhecido por todos, o uso da vírgula não seria aconselhável. E) No texto de Chico Buarque, é possível depreender que o conhecimento que o poeta tem da nata da malandragem é muito antigo. Seis dicas para evitar uma coleção de pingüins 1. Cuide com atenção de todos os preparativos para o seu casamento. 2. Distribua muitos e muitos convites. 3. Dê festa, senão ninguém vai. 4. ssegure-se de espalhar a todos que ainda não tem geladeira. 5. Faça sua lista de presentes na Camicado. 6. Pronto! Você já não corre mais riscos. Sobre essa propaganda, assinale a alternativa incorreta: ) escolha da palavra evitar indica que o enunciador considera uma coleção de pingüins um valor negativo. B) palavra coleção adquire no contexto um sentido negativo. C) figura do pingüim não traduz a idéia de presentes de casamento repetidos e inúteis. D) Para evitar ganhar presentes inúteis e repetidos, não basta fazer a lista de presentes na loja Camicado. E) idéia do clássico pingüim de geladeira é uma figura que representa presentes de casamento pouco criativos e pouco práticos. 17. Conforme ensinam os gramáticos Celso Cunha e Lindley Cintra, as orações adjetivas restritivas restringem, limitam, precisam a significação do substantivo (ou pronome) antecedente. s explicativas, por sua vez, acrescentam ao antecedente uma qualidade acessória, isto é, esclarecem melhor a sua significação. Estas últimas, as explicativas, separam-se do antecedente por uma pausa, indicada na escrita por vírgula. Tendo isso em mente, leia com atenção os fragmentos seguintes: I. O ministro da Fazenda, ntonio Palocci Filho, não resistiu ao escândalo da violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa, que o acusou de freqüentar a chamada casa do lobby, em Brasília. (Folha de S.Paulo. Escândalo derruba Palocci; Mantega assume Fazenda, 28/03/2006) II. Eu fui fazer um samba em homenagem À nata da malandragem Que conheço de outros carnavais Eu fui à Lapa e perdi a viagem Que aquela tal malandragem Não existe mais (BURQUE, Chico. Homenagem ao Malandro. Disponível em 6 Texto para a questão 18 Per ribeira do rio vi remar o navio, e sabor ei da ribeira. Per ribeira do alto vi remar o barco, e sabor ei da ribeira. (Joam Zorro) 18. ssinale a alternativa que identifique o tipo de composição trovadoresca a que o fragmento se ajusta e justifique corretamente tal classificação. ) Cantiga de amor; eu lírico masculino. B) Cantiga de escárnio; ironia subentendida. C) Cantiga de amigo; construção paralelística com refrão. D) Cantiga de amigo; poesia palaciana com refrão. E) Cantiga de amor; expressão da coita. 19. (FUVEST) Indique a afirmação correta sobre o uto da Barca do Inferno, de Gil Vicente: ) É intrincada a estruturação de suas cenas, que surpreendem o público com o inesperado de cada situação. B) O moralismo vicentino localiza os vícios não nas instituições, mas nos indivíduos que as fazem viciosas. C) É complexa a crítica aos costumes da época, já que o autor é o primeiro a relativizar a distinção entre o Bem e o Mal. D) ênfase desta sátira recai sobre as personagens populares, as mais ridicularizadas e as mais severamente punidas. E) sátira é aqui demolidora e indiscriminada, não fazendo referência a qualquer exemplo de valor positivo. 20. Com relação ao Barroco brasileiro, assinale a alternativa incorreta ) Os Sermões de padre ntônio Vieira, elaborados numa linguagem conceptista, refletiram as preocupações do autor com problemas brasileiros da época, por exemplo a escravidão. B) Os conflitos éticos vividos pelo homem do Barroco corresponderam, na forma literária, ao uso exagerado de paradoxos e inversões sintáticas. C) poesia barroca foi a confirmação, no plano estético, dos preceitos renascentistas de harmonia e equilíbrio, vigentes na Europa no século XVI, que chegaram ao Brasil no século XVII, adaptados, então, à realidade nacional. D) Um dos temas principais do Barroco é a efemeridade da vida, questão que foi tratada do dilema de viver o momento presente e, ao mesmo tempo, preocupar-se com a vida eterna. E) escultura barroca teve como extraordinário representante no Brasil o nome de ntônio Francisco Lisboa, o leijadinho, que, no século XVIII, elaborou uma arte de tema religioso com traços nacionais e populares, numa mescla representativa do Barroco.

6 21. ponte a alternativa cujo conteúdo não se aplica ao rcadismo. ) Desenvolvimento do gênero épico, registrando o início da corrente indianista na poesia brasileira. B) Presença da mitologia grega na poesia de alguns poetas desse período. C) Propagação do gênero lírico em que os poetas assumem a postura de pastores e transformam a realidade num quadro idealizado. D) Circulação de manuscritos anônimos de teor satírico e conteúdo político. E) Penetração da tendência mística e religiosa, vinculada à expressão de ter ou não fé. Texto para as questões de 22 e 23 Vidinha era uma rapariga que tinha tanto de bonita como de movediça e leve; um soprozinho, por brando que fosse, a fazia voar, outro de igual natureza a fazia revoar, e voava e revoava na direção de quantos sopros por ela passassem; isto quer dizer, em linguagem chã e despida dos trejeitos da retórica, que ela era uma formidável namoradeira, como hoje se diz, para não dizer lambeta, como se dizia naquele tempo. Portanto não foram de modo algum mal recebidas as primeiras finezas do Leonardo, que desta vez se tornou muito mais desembaraçado, quer porque já o negócio com Luisinha o tivesse desasnado, quer porque agora fosse a paixão mais forte, embora esta última hipótese vá de encontro à opinião dos ultra-românticos, que põem todos os bofes pela boca pelo tal primeiro amor: no exemplo que nos dá o Leonardo, aprendam o quanto ele tem de duradouro. (Manuel ntônio de lmeida, Memórias de um sargento de milícias.) 22. Com base no excerto acima, assinale a afirmação correta a respeito das Memórias de um sargento de milícias. ) Romance sisudo, despido de humor e graça. B) s Memórias são narradas pelo próprio protagonista. C) Romance de costumes, na linha dos romances românticos da sua época. D) ntecipa traços do Realismo, mesmo não sendo um romance de costumes. E) maneira de descrever Vidinha não corresponde à estética do Romantismo. 23. ssinale a alternativa correta a respeito do fragmento anterior. ) Incorpora termos da linguagem popular da época. B) Nele, usa-se exclusivamente o vocabulário formal da aristocracia do Rio de Janeiro. C) O discurso é direto, quase jornalístico, predominante no Romantismo. D) O discurso é típico do Realismo, ainda que o vocabulário pomposo seja do Romantismo. E) O vocabulário é característico do Romantismo. 24. (PUC/2008) respeito de Capitu, personagem do romance Dom Casmurro, de Machado de ssis, é correto afirmar que ) é a figura central da trama narrativa porque se envolve em uma situação de adultério que leva à destruição de seu casamento com Bentinho. B) tem um papel secundário e insignificante na ordem do enredo, já que todas as ações da narrativa convergem para um desfecho do qual ela não participa. C) é caracterizada pelo agregado José Dias como cigana oblíqua e dissimulada e sobre ela incide ainda a metáfora de olhos de ressaca, que lhe é atribuída por Bentinho. D) deixa transparecer uma relação clandestina com Escobar, explicitada nas lágrimas dela no momento da encomendação e partida do corpo do nadador da manhã. E) recaem sobre ela incriminações de ordem moral que a fazem merecedora das desconfianças dos amigos e do fim trágico a que chegou. 7 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 25. Sobre Mário de ndrade e a Semana de rte Moderna de 1922, afirma-se: I. Semana desencadeou na cultura brasileira um período que Mário denominou orgia intelectual, favorecida pelas mãos da burguesia culta do Rio de Janeiro e de São Paulo, da qual ele era um representante. II. pesar de estar em contato com as novas tendências das artes, Mário manteve-se fiel àqueles que os modernistas chamaram de conservadores, em geral os parnasianos, dos quais sua obra recebe influência decisiva. III. o contrário de Oswald, que era irreverente em relação à dominação cultural européia, Mário não tinha um projeto literário em que houvesse preocupação significativa com a cultura nacional. Está correto apenas o que se afirma em ) I. B) II. C) III. D) I e II. E) II e III. (FMJ/2009) Texto para as questões 26 a 29 1 Most people believe they know what actually causes IDS. For a decade, scientists, government officials, journalists, TV shows, and others have told them that IDS is caused by a retrovirus called HIV. This virus supposedly infects and kills the 5 T-cells of the immune system, leading to a fatal immune deficiency after an asymptomatic period that averages 10 years. Most people do not know because there has been a visual media blackout on the subject about a scientific controversy over the cause of IDS. Leading biochemical scientists 10 for years that there is no proof that HIV causes IDS. The warnings were met first with silence, then with ridicule and disdain. For example, some scientists compared the doubters to people who think that bad air causes malaria. (What Causes ids?, Charles. Thomas et al. daptado) 26. De acordo com o texto, o retrovírus HIV: ) é o verdadeiro responsável pela expansão da IDS nos últimos dez anos. B) origina-se nas células T de nosso sistema imunológico. C) ainda é, para a maioria das pessoas, a verdadeira causa da IDS. D) leva dez anos para se instalar em nosso sistema imunológico. E) cria uma deficiência imunológica que, em média de dez anos, mata o infectado. 27. forma verbal que preenche corretamente a lacuna (linha 10) no texto é: ) has warned B) warn C) have been warning D) had warn E) will warned 28. O texto afirma que famosos bioquímicos: ) contestam, há anos, o fato de a IDS ser provocada pelo retrovírus HIV. B) comparam o processo de infecção da IDS com o da malária. C) foram ridicularizados por não concordarem que a IDS, como a malária, se propaga pelo ar. D) tiveram suas opiniões sobre o retrovírus HIV divulgadas pela mídia nos últimos dez anos. E) silenciam, assim como a mídia, com relação à verdadeira causa da IDS.

7 NGLO VESTIBULRES 29. No trecho and others have told them that IDS (linha 3), a palavra them refere-se a: ) scientists. B) others. C) a decade. D) causes. E) most people. Rascunho: (MCK/2009-adaptado) Cartoon para a questão In the story above, Garfield ) is practicing kitty door smashing. B) wonders what to do after killing the mailman on the sidewalk. C) is testing his running skills around the house. D) believes Match 2 is considered federal offense. E) is afraid of being caught by the mailman. 31. Os íons Pb 2+ e Pb 4+, provenientes de um mesmo isótopo de chumbo, diferem quanto ao número de: ) somente prótons. B) prótons e nêutrons somente. C) somente elétrons. D) elétrons e nêutrons somente. E) somente nêutrons. 32. (UFP-P) lguns elementos apresentam, no estado fundamental e em seu nível mais energético, a configuração np x. Dos elementos abaixo, o que apresenta maior valor de x é: Dados: 13 l, 35 Br, 15 P, 34 Se e 14 Si ) l. B) Br. C) P. D) Se. E) Si. 33. (FTEC/2007) Eugenol, o componente ativo do óleo do cravo-da-índia, tem massa molar 164g/mol e fórmula empírica C 5 H 6 O. Dados: massas molares (g/mol): H 1 C 12 O 16 porcentagem em massa de carbono no eugenol é, aproximadamente, ) 10,0% B) 36,5% C) 60,0% D) 73,0% E) 86,0% 8

8 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 34. (UFES) trimetilamina e a propilamina possuem exatamente a mesma massa molecular e, no entanto, pontos de ebulição (PE) diferentes. Rascunho: CH 3 N CH 3 CH 3 trimetilamina, PE = 2,9ºC CH 3 CH 2 CH 2 NH 2 propilamina, PE = 49ºC diferença no ponto de ebulição deve-se: ) a diferença na fórmula molecular desses compostos. B) ao fato da molécula de propilamina ser iônica enquanto a trimetilamina ser covalente. C) ao fato de que ambas possuem ligações dipolo induzido. D) a formação de pontes de hidrogênio por parte das moléculas de propilamina. E) as quantidades de átomos nesses compostos serem exatamente iguais. 35. (FUVEST) O isótopo radioativo Cu-64 sofre decaimento β, conforme representado: Cu Zn β partir de amostra de 20,0mg de Cu-64, observa-se que, após 39 horas, formaram-se 17,5mg de Zn-64. Sendo assim, o tempo necessário para que metade da massa inicial de Cu-64 sofra decaimento β é cerca de Observação: Cu 64 = número de massa 29 = número atômico ) 6 horas. B) 13 horas. C) 19 horas. D) 26 horas. E) 52 horas. 36. (UNIFESP) contaminação de águas e solos por metais pesados tem recebido grande atenção dos ambientalistas, devido a toxicidade desses metais ao meio aquático, às plantas, aos animais e à vida humana. Dentre os metais pesados há o chumbo, que é um elemento relativamente abundante na crosta terrestre, tendo uma concentração ao redor de 20ppm (parte por milhão). Uma amostra de 100g da crosta terrestre contém um valor médio, em mg de chumbo, igual a ) 20. B) 10. C) 5. D) 2. E) (PUC) Sabe-se que o período de meia-vida para o isótopo 18 do flúor ( 18 9F) vale 110 minutos. Determinou-se que o número de desintegrações por minuto (dpm) de uma certa amostra desse isótopo, no início da contagem do tempo, era igual a Pode-se afirmar que o tempo necessário para que a contagem caia a 625dpm, para essa mesma amostra, é igual a: ) 550 minutos. B) 3520 minutos. C) 3410 minutos. D) 1, minutos. E) 213,125 minutos. 9

9 NGLO VESTIBULRES 38. força dos ácidos e bases é avaliada experimentalmente através da condutividade elétrica de suas soluções aquosas. Existe uma regra prática que permite avaliar a força de um ácido oxigenado com fórmula geral H x E 1 O y. H x E 1 O y : y x = 3 ácido muito forte y x = 2 ácido forte y x = 1 ácido fraco y x = 0 ácido muito fraco Exemplos: H 3 BO 3 ácido bórico H 3 B 1 O 3 y x = 3 3 = 0 ácido muito fraco H 2 SO 3 ácido sulfuroso H 2 S 1 O 3 y x = 3 2 = 1 ácido fraco H 2 S 1 O 4 y x = 4 2 = 2 ácido forte H 1 Br 1 O 4 y x = 4 1 = 3 ácido muito forte Rascunho: Utilizando a regra mencionada, em qual das alternativas os ácidos HClO, HClO 2,HClO 3 ehclo 4 estão em ordem decrescente de suas forças? ) HClO HClO 2 HClO 3 HClO 4. B) HClO 4 HClO 3 HClO 2 HClO. C) HClO 4 HClO 2 HClO HClO 3. D) HClO 3 HClO HClO 4 HClO 2. E) HClO 2 HClO HClO 3 HClO (UFJF) Considere o diagrama de entalpia para a reação de decomposição do H 2 O 2. Energia B H 2 O 2 (aq) Z H 2 O(l) + 0,5 O 2 (g) Caminho da reação Sobre esse gráfico, assinale a alternativa incorreta: ) reação de decomposição do H 2 O 2 é exotérmica. B) curva apresenta maior energia de ativação que a curva B. C) presença de um catalisador afeta o H da reação. D) curva B representa a reação com a presença de um catalisador. E) letra Z representa o H da reação de decomposição do H 2 O (PUCCMP) Uma mistura equimolar de nitrogênio (N 2 ) e oxigênio (O 2 ) aquecida a 2000ºC reage numa extensão de 1% (em mol) para formar óxido nítrico de acordo com a equação: N 2 (g) + O 2 (g) 2NO(g) Nessa temperatura, o valor da constante desse equilíbrio é, aproximadamente, ) B) C) 4 D) E)

10 41. (GV) Durante a época Moderna, o sistema de plantation: ) propagou-se pela Europa Ocidental e caracterizou-se pela pequena exploração agrícola, pelo trabalho assalariado e pela produção em pequena escala de gêneros alimentícios. B) disseminou-se pelo continente africano e caracterizava- -se pela prática do escambo entre os conquistadores europeus e as tribos nativas. C) instalou-se no continente americano e tinha como características o latifúndio, a escravidão e a produção em larga escala de matérias-primas e gêneros tropicais. D) foi uma particularidade da mérica de colonização ibérica e caracterizava-se pela grande propriedade agrícola, escravidão e produção de manufaturados. E) foi uma especificidade da mérica anglo-saxã e tinha como características a pequena propriedade, o trabalho familiar e o desenvolvimento do mercado interno colonial. 42. (MCK/2009) Os bandeirantes foram romantizados ( ) e postos como símbolo dos paulistas e do progresso, associação enobrecedora. simbologia bandeirante servia para construir a imagem da trajetória paulista como um único e decidido percurso rumo ao progresso, encobrindo conflitos e diferenças. (bud, K. Maria. In: Matos, M. I. S. de São Paulo e doniram Barbosa) inda que essa imagem idealizada do bandeirante tenha sido uma construção ideológica, sua importância, no período colonial brasileiro, decorre ) de sua iniciativa em atender à demanda de mão-de-obra escrava do Brasil Holandês, durante o governo de Maurício de Nassau. B) de sua extrema habilidade para lidar com o nativo hostil, garantindo sua colaboração espontânea na busca pelo ouro. C) de sua colaboração no processo de expansão territorial brasileira, à medida que ultrapassou o Tratado de Tordesilhas e fundou povoados, garantindo, futuramente, o direito de Portugal sobre essas terras. D) de sua atuação decisiva na Insurreição Pernambucana, que resultou na expulsão dos holandeses do nordeste, em 1654, considerada como o primeiro movimento de cunho emancipacionista da colônia. E) da colaboração dos mesmos na formação das Missões Jesuíticas, cujo objetivo era a proteção e catequização de índios tupis, obstáculo à ocupação do território colonial. 43. (UNESP) Guerra do Paraguai ou Guerra da Tríplice liança? Não só os nomes variam. té hoje essa guerra, que causou um forte impacto nas relações entre as partes diretamente envolvidas rgentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, é ensinada de modo diferente aos jovens desses países. (Ronaldo Fraga, Nossa História, novembro de 2004.) Para o Brasil, entre as decorrências desse conflito, pode-se apontar ) um grande endividamento externo com a Inglaterra e o fortalecimento do Exército. B) a conquista de amplos territórios e a decadência da produção agro-exportadora. C) o enfraquecimento do Exército e um aumento substancial da produção industrial. D) uma forte crise diplomática com a Inglaterra e a extinção do tráfico negreiro. E) o recrudescimento da escravidão e a conciliação entre conservadores e liberais. 11 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 44. (MCK) O povo assistiu aquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava. Muitos acreditavam sinceramente estar vendo uma parada. ristides Lobo O texto refere-se à Proclamação da República, em 15 de novembro de Podemos, então, concluir que: ) o movimento contou com sólido apoio popular, luta armada e resistência violenta dos monarquistas. B) a proclamação vitoriosa resultou da conjugação de parte do exército, fazendeiros do oeste paulista e classes médias urbanas. C) a Guerra do Paraguai não teve relação com o crescimento das idéias republicanas e positivistas, fundamentais para o advento da república. D) o Terceiro Reinado era visto de forma positiva e otimista pela população, já que a Princesa Isabel tinha uma liderança expressiva, apesar dos valores patriarcais da época. E) as críticas à centralização monárquica e o surgimento de novos segmentos sociais não tiveram influência no sucesso do movimento republicano. 45. (UNIFESP) Sobre o processo de industrialização no Brasil, no século passado, é correto afirmar que ) sofreu, na década passada, um salto de qualidade, perdendo seu caráter dependente e tecnologicamente atrasado. B) consolidou-se somente quando o Estado, depois de 1930, tomou a iniciativa de assegurar sua implementação. C) conheceu sua fase de maior crescimento a partir do momento em que o país aderiu à globalização e ao neoliberalismo. D) passou por suas duas maiores fases de estagnação durante as duas guerras mundiais. E) vivenciou durante o milagre econômico dos anos várias greves operárias generalizadas. 46. (MCK) Considere as afirmações abaixo. I. partir do séc. VIII a.c., os gregos iniciaram uma expansão colonizadora pelo Mediterrâneo, fundando inúmeras colônias, sobretudo no sul da Itália e na Sicília. II. sociedade espartana, por volta do séc. VI a.c., era formada por três camadas bem distintas: os esparcíatas, os periecos e os hilotas, sendo estes últimos a classe dos servos, reduzidos aos trabalhos no campo. III. O chamado Século de Péricles foi marcado pela prosperidade econômica e pelo esplendor cultural da pólis ateniense. respeito da civilização grega antiga, assinale ) se apenas I é verdadeira. B) se apenas I e II são verdadeiras. C) se apenas III é verdadeira. D) se nenhuma é verdadeira. E) se todas são verdadeiras. 47. (MCK/2006) Europa medieval caracterizou-se por um tipo de formação social conhecido como feudalismo, sistema que vigorou fundamentalmente entre os séculos IX e XIV. ssinale a alternativa que apresenta algumas de suas características. ) Igualdade social e jurídica, e forte centralização política dos reinos. B) Predomínio das relações escravistas de produção e descentralização política. C) Intensa atividade comercial urbana e economia de subsistência. D) Sujeição dos camponeses aos nobres e hierarquização da sociedade em ordens. E) mpla monetarização da economia e trabalho servil.

11 NGLO VESTIBULRES 48. (IBMEC/2008) Nós chamamos de predestinação à decisão eterna de Deus pela qual determinou o que queria fazer com cada homem. Pois ele os cria todos em condições semelhantes, mas ordena uns à vida eterna e outros à eterna danação. ssim, conforme o fim para o qual o homem foi criado, dizemos que ele está predestinado para a morte ou para a vida. (CLVINO, J. L Institution de la religion chrétienne. Paris: Les Belles Lettres, 1938, p ). Segundo o texto anterior, e o fato de muitos teóricos considerarem o calvinismo a religião do capitalismo, é correto afirmar que: ) o trabalho passou a ser visto como uma vocação divina e o sucesso decorrente dele um sinal da predestinação, da graça divina. B) bastava os homens trilharem o caminho do bem, amarem seu semelhante, realizando obras em nome de Deus, e eles estariam salvos. C) o arrependimento e a fé levavam o homem à vida eterna, enquanto o enriquecimento desmedido levava o homem à eterna danação. D) o sinal da predestinação só era obtido perto da morte quando Deus os revelava por meio da Extrema-Unção. E) a confissão de seus pecados, a penitência e o perdão do padre, aliados à força de vontade em trabalhar eram os caminhos para a salvação. 49. (UNESP) Com o crescimento colonial, o sentimento e a experiência da auto-suficiência foram-se avolumando e as divergências com as autoridades ( ) eclodiram ( ) evoluindo para verdadeiros movimentos de rebelião colonial. luta ( ) representa um marco fundamental no processo de formação da sociedade capitalista burguesa, assentada nos princípios liberais e individualistas do Iluminismo. (E. Nadai, J. Neves, História Geral Moderna e Contemporânea.) O fragmento refere-se à ) Revolução Russa. B) Guerra do Vietnã. C) independência dos Estados Unidos. D) Revolução Chinesa. E) unificação da Itália. 50. (MCK/2006) Cada trabalhador tem para vender uma grande quantidade do seu próprio trabalho, além daquela que ele mesmo necessita; e pelo fato de todos os outros trabalhadores estarem na mesma situação, pode ele trocar grande parte de seus próprios bens por uma grande quantidade, ou o que é a mesma coisa pelo preço de grande quantidade de bens desses outros. Fornece-lhes em abundância aquilo de que carecem, e estes por sua vez, com a mesma abundância, lhe fornecem aquilo de que necessita; assim é que em todas as camadas da sociedade se difunde uma abundância geral de bens. (1776) Vocês se horrorizam com o fato de que queremos abolir a propriedade privada. No entanto, a propriedade privada foi abolida para nove décimos dos integrantes de sua sociedade; ela existe para vocês exatamente porque para nove décimos ela não existe. (1848) Os trechos anteriores pertencem a duas obras clássicas do pensamento político e econômico moderno. Em suas páginas, definiram-se modos distintos de se encarar o mundo capitalista. Seus autores são, respectivamente, ) Jean-Jacques Rousseau e Voltaire. B) Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes. C) Jean Bodin e David Ricardo. D) dam Smith e Karl Marx. E) John Keynes e F. Engels Para que haja especiação, duas ocorrências importantes devem ser seqüencialmente observadas. Estes fatos estão corretamente relacionados na alternativa: ) isolamento geográfico e recombinação gênica B) mutações e recombinação gênica C) isolamento reprodutivo e mutações D) isolamento reprodutivo e isolamento geográfico E) isolamento geográfico e isolamento reprodutivo 52. (PUC-SP-modificado) O esquema abaixo se refere a processos químicos realizados pelos seres vivos: Organismo Em relação à análise desse esquema, assinale a alternativa correta: ) O organismo realiza fotossíntese e respiração. B) O organismo B pode ser um vegetal. C) O organismo não possui clorofila, o B sim. D) O organismo B é anaeróbico. E) O organismo deve ser heterótrofo. 53. (FUVEST) Uma pessoa tem alergia a moluscos. Em um restaurante onde são servidos frutos do mar, ela pode comer, sem problemas, pratos que contenham: ) lula e camarão B) polvo e caranguejo C) mexilhão e lagosta D) lula e polvo E) camarão e lagosta 54. Os Platelmintos caracterizam-se por apresentarem o corpo I ; sua simetria é II. Podem ser de vida livre, como a planária, ou parasitas, como as III. ssinale a alternativa que apresenta o correto preenchimento das lacunas I, II e III, nessa ordem: ) cilíndrico; bilateral; hidras. B) achatado dorso-ventralmente; bilateral; tênias. C) cilíndrico; radial; tênias. D) achatado dorso-ventralmente; bilateral; medusas. E) achatado dorso-ventralmente; radial; tênias. 55. (UNIFL) pesar de não explicar de forma correta o fenômeno da evolução biológica, a grande contribuição do lamarckismo para a teoria evolucionista foi o desenvolvimento do conceito de que: ) as características adquiridas são transmitidas aos descendentes. B) o uso de algumas partes do corpo faz com que estas se desenvolvam. C) a adaptação dos seres ao ambiente é devida às modificações graduais. D) os organismos simples surgem por geração espontânea. E) as espécies desaparecem porque se transformam em outras mais perfeitas. 56. (UEL) Considere as seguintes medidas profiláticas: O 2 CO 2 I. colocação de telas em portas e janelas II. ingestão de frutas e verduras bem lavadas III. ingestão de água não contaminada IV. eliminação do barbeiro transmissor V. erradicação do mosquito transmissor VI. saneamento básico Organismo B

12 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC Podem diminuir a incidência da disenteria amebiana causada pela Entamoeba histolytica, somente ) I, II e III B) I, IV e V C) II, III e VI D) II, IV e V E) IV, V e VI 57. (FTEC) Dentre as parasitoses que atingem cerca de 85% da população brasileira, algumas caracterizam-se por apresentarem como principais medidas profiláticas: I. ndar sempre calçado; II. Ingerir carne sempre bem cozida; III. Beber água filtrada ou fervida e lavar bem as frutas e verduras; IV. Não nadar em águas estagnadas onde houver caramujos contaminados. ssinale a alternativa em que a parasitose esteja corretamente relacionada com a medida profilática indicada nos parênteses. ) ncilostomose (I), teníase (II), ascaridíase (III), esquistossomose (IV). B) Teníase (I), ascaridíase (II), ancilostomose (III), esquistossomose (IV). C) ncilostomose (I), teníase (II), esquistossomose (III), ascaridíase (IV). D) Esquistossomose (I), teníase (II), ascaridíase (III), ancilostomose (IV). E) scaridíase (I), teníase (II), ancilostomose (III), esquistossomose (IV). 58. (FUVEST/2007) O código genético é o conjunto de todas as trincas possíveis de bases nitrogenadas (códons). seqüência de códons do RN mensageiro determina a seqüência de aminoácidos da proteína. É correto afirmar que o código genético ) varia entre os tecidos do corpo de um indivíduo. B) é o mesmo em todas as células de um indivíduo, mas varia de indivíduo para indivíduo. C) é o mesmo nos indivíduos de uma mesma espécie, mas varia de espécie para espécie. D) permite distinguir procariotos de eucariotos. E) é praticamente o mesmo em todas as formas de vida. 59. (PUC/2007) Na genealogia abaixo, as pessoas indicadas pelos números 1, 2, 4, 5 e 7 apresentam uma anomalia condicionada por gene autossômico dominante. Já as pessoas indicadas pelos números 3 e 6 têm fenótipo normal D) não há possibilidade de a pessoa indicada pelo número 5 ser heterozigótica. E) o casal indicado pelos números 6 e 7 não poderá ter descendentes com fenótipo normal. 60. (FUVEST/2008) Indique a alternativa que lista somente doenças que têm artrópodes como transmissores ou hospedeiros intermediários do agente causador: ) amarelão, doença de Chagas, esquistossomose e teníase. B) dengue, esquistossomose, febre amarela e malária. C) amarelão, doença de Chagas, filariose e malária. D) dengue, febre amarela, filariose e malária. E) dengue, febre amarela, filariose e teníase. 61. (FTEC-adaptada) Leia o texto relacionado à cartografia: escala de um mapa é a relação constante que existe entre as distâncias lineares medidas sobre o mapa e as distâncias lineares correspondentes, medidas sobre o terreno. Fonte: Fernad Joly, ssinale a alternativa que apresenta informações corretas sobre escala cartográfica: ) 1: (1cm = 20km). B) 1: (1cm = 50km). C) 1: (1cm = 120km). D) 1: (1cm = 5500km). E) 1: (1cm = 7km). 62. Observe a tabela que mostra alguns dos países menos povoados da Europa, continente conhecido por ser o de maior povoamento do mundo, com uma média de 74hab./km 2 : PÍSES EUROPEUS DESPOVODOS (nº de hab./km 2 ) Suécia 20,1 Finlândia 15,3 Noruega 14,4 Fonte: CI. The World Factbook Sobre as causas do baixo povoamento desses países podemos afirmar que: ) localizam-se em áreas de clima mediterrâneo, muito quente no verão e com invernos curtos. B) são essencialmente rurais e por isso têm um baixo número de habitantes por quilômetro quadrado. C) apresentam climas muito frios, que dificultam a ocupação e não atraem povoamento. D) estão afastados das áreas mais desenvolvidas, por isso não apresentam cidades e indústrias. E) têm população absoluta pequena, o que explica o vazio demográfico. 5 6 = mulher = homem pós a análise da genealogia, pode-se concluir que: ) apenas as pessoas indicadas pelos números 1 e 2 são heterozigóticas. B) a pessoa indicada pelo número 4 é homozigótica. C) a pessoa indicada pelo número 3 transmitiu o gene recessivo para seu descendente indicado pelo número (UFCE) tualmente não existem vulcões ativos no Brasil, embora tenham existido em épocas geológicas passadas. ssinale a alternativa que indica corretamente a maior área territorial onde se encontram evidências de vulcanismo no Brasil. ) Domínio das Caatingas com relevos aplainados e solos rasos e pedregosos. B) Região do Pantanal e sua intensa rede de drenagem com solos arenosos. C) Zona da Mata e seus ambientes litorâneos onde se registram constantes tremores de terra. D) Planalto Meridional, com derrames basálticos e presença de solos denominados terra roxa. E) Domínio do Cerrado com relevos aplainados e solos arenosos denominados massapé.

13 NGLO VESTIBULRES 64. produção mineral é uma das mais importantes fontes geradoras de renda e trabalho na mazônia, responsável não só pela atividade de exploração das jazidas, mas também pela implantação de um complexo industrial metalúrgico na sua principal área produtora, a Serra dos Carajás, no Pará. Qual das alternativas apresenta itens relacionados com a infraestrutura de transporte e energia para essa região? ) Estrada de Ferro Carajás; Usina Hidrelétrica de Tucuruí; Porto de Ponta da Madeira. B) Estrada de Ferro Carajás; Usina Hidrelétrica de Itaipu; Porto de Itaqui. C) Estrada de Ferro do mapá; Usina Hidrelétrica de Itaipu; Porto de Itaqui. D) Estrada de Ferro do mapá; Usina Hidrelétrica de Tucuruí; Porto de Ponta da Madeira. E) Estrada de Ferro Carajás; Usina Hidrelétrica de Tucuruí; Porto de Santana. C) s grandes áreas produtoras de minério de manganês no seu território estão situadas nos Estados de Roraima e de Tocantins, localizados, respectivamente, nas regiões Norte e Centro Oeste. D) maior parte do minério que é explorado em Carajás, no Estado do Pará, é escoada pela Estrada de Ferro Carajás, até o porto Ponta da Madeira, localizado no Rio mazonas. E) maior parte da produção de minério de ferro do Quadrilátero Central (MG) é escoada pela Estrada de Ferro Vale do Rio Doce, até o Porto de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo e daí de navios, para países como os Estados Unidos e a lemanha. 67. (UFPI) Considere as figuras abaixo: a b 65. Observe o gráfico abaixo e responda a questão a seguir: 6000 milhares Número de Estabelecimentos grícolas no Brasil Fonte: IBGE. Com base nos dados apresentados e mais o que você sabe sobre o assunto, pode-se dizer que: ) O número de estabelecimentos agrícolas no Brasil diminuiu de forma ininterrupta no período destacado. B) O número de estabelecimentos agrícolas no Brasil aumentou de forma ininterrupta no período destacado. C) Houve uma diminuição expressiva do número de proprietários no país em 1996, em relação ao ano de 1985, como resultado da implementação de uma expressiva reforma agrária no Brasil, nesse período. D) O número de estabelecimentos em 1985 era maior do que em 1996, o que mostra que, nesse período, houve uma elevação do nível de concentração das terras no Brasil. E) Houve um aumento expressivo de número de proprietários de terra no Brasil de 1980 a 1996, o que demonstra que as desigualdades sociais no campo diminuíram no período. 66. Sobre a produção mineral no Brasil, pode-se dizer que: ) O minério de maior valor relativo na pauta de exportação é a bauxita, isto é, o minério de alumínio, que é produzido, sobretudo, na região junto a Poços de Caldas, no Estado de Minas Gerais. B) principal área de ocorrência e produção de minério de ferro em seu território, é o Maciço de Urucum, no Mato Grosso do Sul, o que viabiliza que ele seja exportado em larga escala para os países que integram o Mercosul. 14 Fonte: IBGE: OLIVEIR, Centro de Curso de Cartografia Moderna, 1988 s figuras a e b representam, respectivamente: ) Os trópicos de Capricórnio e de Câncer. B) Os trópicos de Câncer e de Capricórnio. C) Os meridianos e os paralelos. D) linha do Equador e os trópicos. E) Os trópicos e a linha do Equador. 68. (CEFET-PR-adaptada) Dentro da Nova Ordem Internacional o Neoliberalismo, um conjunto de idéias políticas e econômicas que defende a mínima intervenção do Estado na economia, tornou-se a ideologia dominante. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. Com base nesse entendimento, analise as afirmações abaixo: I. Nas últimas décadas, as trocas comerciais têm sido acompanhadas de um gigantesco crescimento nos movimentos internacionais de capitais, feitos com o objetivo de buscar um maior equilíbrio social internacional, transferindo renda aos países pobres. II. Um dos primeiros governos ocidental a inspirar-se em tais princípios foi o de Margareth Thatcher na Inglaterra, a partir de Ela enfrentou os sindicatos, fez aprovar leis que lhes limitassem a atividade, privatizou empresas estatais, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e sobre as empresas. III. No final dos anos de 1990, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em Seattle, em 1999, e em Gênova, em 2000, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo. IV. O Fórum Social Mundial foi uma proposta de contraposição ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, e originalmente realizado no mesmo período de tempo, anualmente. Estão corretas apenas as proposições: ) I, II e III. D) I e IV. B) I, III e IV. E) I e II. C) II, III e IV.

14 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 69. s atividades agrícolas do Japão são fortemente influenciadas por suas condições naturais. D) El Beida tem invernos mais frios pela chegada das massas de ar provenientes da Europa. E) Fez e El Beida têm o mesmo clima, já que estão na mesma latitude e altitude. Figura 1 Figura 2 Sabendo que 71% do país é ocupado por planalto e montanhas e observando as figuras que ilustram a adoção de técnicas distintas de aproveitamento de encostas para a produção agrícola, assinale a afirmativa correta: ) Na área representada pela figura I, o plantio preserva os padrões de fertilidade do solo, ao respeitar o alinhamento e o distanciamento preciso entre as plantas. B) Na área representada pela figura I, ocorre o terraceamento, técnica milenar japonesa para aproveitamento de encostas. C) Na área representada pela figura II, o cultivo paralelo mantém as diferenças de altitude entre os alinhamentos, acentuando o processo erosivo. D) Na área representada pela figura II, o plantio procurou respeitar as curvas de nível do terreno, reduzindo a ação destrutiva das águas pluviais e amenizando os processos erosivos. E) Nas áreas das figuras I e II, os processos erosivos apresentarão a mesma intensidade, pois em ambas houve a preocupação de preservar a vegetação nos pontos mais elevados do terreno. 70. Observe no mapa abaixo a posição geográfica de duas cidades da África Setentrional: Fez 34ºN Mar Mediterrâneo El Beida 33ºN 71. (UFV) Cada uma das figuras a seguir ilustra a trajetória (linha pontilhada) de um projétil (círculo preto), lançado da superfície da Terra. Desprezando a resistência do ar, em qual das figuras estão mostrados corretamente o vetor velocidade (v ) do projétil e o vetor força (F ) que age sobre o projétil? ) V = 0 B) C) D) E) F F F V V F V V F 72. (FUVEST) Uma escada rolante de 6m de altura e 8m de base, transporta uma pessoa da base até o topo da escada num intervalo de tempo de 20s. velocidade média desta pessoa, em m/s, é: ) 0,3 B) 0,5 C) 0,7 D) 0,8 E) 1,0 Equador OCENO TLÂNTICO Meridiano de Greenwich 0º OCENO ÍNDICO 73. (PUC) Considere que as massas de e B sejam, respectivamente, iguais a 80kg e 20kg. Observe que as cidades de Fez (Marrocos) e El Beida (Líbia) localizam-se quase na mesma latitude. Com base no mapa aponte a alternativa que analise o clima dessas cidades, de forma comparativa e correta: ) Fez tem clima mais frio que El Beida. B) Fez tem clima mais seco, já que está mais afastada do mar. C) El Beida tem clima mais úmido, por influência da maritimidade. 15 Sendo as polias e os fios ideais, desprezando os atritos e adotando g = 10m/s 2, o módulo da força que traciona o fio é: ) 160N B) 200N C) 400N D) 600N E) 800N B

15 NGLO VESTIBULRES 74. (UNIFESP) Na figura está representado um lustre pendurado no teto de uma sala. C) P B Nessa situação, considere as seguintes forças: C T T B I. O peso do lustre, exercido pela Terra, aplicado no centro de gravidade do lustre. II. tração que sustenta o lustre, aplicada no ponto em que o lustre se prende ao fio. III. tração exercida pelo fio no teto da sala, aplicada no ponto em que o fio se prende ao teto. IV. força que o teto exerce no fio, aplicada no ponto em que o fio se prende ao teto. Dessas forças, quais configuram um par ação-reação, de acordo com a Terceira Lei de Newton? ) I e II. B) II e III. C) III e IV. D) I e III. E) II e IV. D) E) P P C B V T C T V 75. (UEL) Um operário ergue, do chão até uma prateleira a 2,0m de altura, uma saca de soja de massa 60kg, gastando 2,5s na operação. potência média despendida pelo operário, em watts, é, no mínimo, Dado: g = 10m/s 2 B ) 2, B) 2, C) 3, D) 4, E) 6, C T T B V 76. Uma certa amostra de gás sofre duas transformações. Inicialmente, partindo do estado, sofre uma compressão isobárica, atingindo o estado B, e depois sofre um aumento de volume isotermicamente, atingindo o estado C. O gráfico que melhor representa essa transformação é: ) P 77. (FUVEST 2008) Um sistema de duas lentes, sendo uma convergente e outra divergente, ambas com distâncias focais iguais a 8cm, é montado para projetar círculos luminosos sobre um anteparo. O diâmetro desses círculos pode ser alterado, variando-se a posição das lentes. Lente convergente Lente nteparo divergente B C 4cm 8cm 8cm T T B V B) P B Em uma dessas montagens, um feixe de luz, inicialmente de raios paralelos e 4cm de diâmetro, incide sobre a lente convergente, separada da divergente por 8cm, atingindo finalmente o anteparo, 8cm adiante da divergente. Nessa montagem específica, o círculo luminoso formado no anteparo é melhor representado por C ) Pequeno círculo T B T B) 2cm V 16

16 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC C) 4cm D) temperatura (ºC) 327 D) 6cm tempo (s) E) 8cm E) 327 temperatura (ºC) 78. (PUC/2006) Um bloco de chumbo de massa 1,0kg, inicialmente a 227ºC, é colocado em contato com uma fonte térmica de potência constante. O gráfico mostra como varia a quantidade de calor absorvida pelo bloco em função do tempo. O bloco de chumbo é aquecido até que ocorra sua fusão completa. O gráfico da temperatura em função do tempo, que descreve o processo sofrido pelo chumbo é Considere para o chumbo: calor latente de fusão: 6,0cal/g temperatura de fusão: 327ºC calor específico no estado sólido c = 0,03cal/gºC ) temperatura (ºC) Q (cal) tempo (s) tempo (s) 79. propaganda de um fabricante de motores qualifica o seu produto da seguinte maneira: Robusto e durável, com até 240W de potência, equipa mini aspiradores e jateadores de ar. Também utilizado em secadores de cabelo profissional e massageadores. Se esse motor equipar um massageador a ser usado em uma ddp de 120V, será percorrido por uma corrente igual a: ) 5 B) 4 C) 3 D) 2 E) Observe o circuito elétrico a seguir: R 1 R 2 C tempo (s) R 3 B) temperatura (ºC) E 327 C) temperatura (ºC) tempo (s) tempo (s) 17 Quando a chave C é fechada, pode-se afirmar: ) a intensidade da corrente elétrica formada em R 2 aumenta e a intensidade da corrente elétrica formada em R 3 diminui; B) a intensidade da corrente elétrica formada em R 2 diminui e a intensidade da corrente elétrica formada no gerador permanece inalterada; C) a intensidade da corrente elétrica formada em R 2 permanece inalterada e a intensidade da corrente elétrica formada em R 3 aumenta; D) a intensidade da corrente elétrica formada em R 3 permanece inalterada e a intensidade da corrente elétrica formada no gerador diminui; E) a intensidade da corrente elétrica formada em R 3 permanece inalterada e a intensidade da corrente elétrica formada no gerador aumenta.

17 NGLO VESTIBULRES 81. Um número mais o seu triplo e menos a sua quarta parte é igual a 45. Esse número é ) menor que 10 B) maior que 20 C) divisível por 3 D) divisível por 5 E) ímpar Rascunho: a Se a = e b = 5, a expressão E = b + a 2 b 2 5 a 2 + ab é igual a ) 0,5 B) 0 C) 25 D) 1 E) Quantos números inteiros satisfazem a inequação x 2 9? ) 1 B) 3 C) 7 D) 9 E) soma dos termos da progressão geométrica infinita (0,3; 0,03; 0,003; ) é ) 1 B) 3 1 C) 3 1 D) 9 E) Considerando log2 = 0,3 então, log 5 é igual a ) 0,12 B) 0,24 C) 0,27 D) 0,35 E) 0,7 86. Considere dois ângulos agudos cujas medidas a e b, em graus, são tais que a + b = 90º e 4sena 10senb = 0. Nessas condições, é correto concluir que ) tga = 1 e tgb = 1. 1 B) tga = 4 e tgb =. 4 1 C) tga = e tgb = D) tga = e tgb = E) tga = e tgb =

18 PROV DE CONHECIMENTOS GERIS IIC 87. Na figura, as retas r e s são paralelas. medida α do ângulo assinalado é ) 40º B) 45º C) 60º D) 70º E) 75º 88. Uma escada B está apoiada em uma parede e forma 45º com o plano do chão, como mostra a figura. O ponto dista 2 2 metros do chão. parede 2x + 10º x + 80º α r s 89. Dadas as retas r: 5x 12y = 42, s: 5x + 16y = 56 e t: 5x + 20y = m, o valor de m para que as três retas sejam concorrentes num mesmo ponto é ) 14. B) 28. C) 36. D) 48. E) Num sistema cartesiano ortogonal, considerados os pontos e a reta exibidos na figura abaixo, o valor de t para o qual a área do polígono OBC é igual a quatro vezes a área do polígono DEB é: y B E y = 2x escada C 45º chão B Se a escada formar 30º com o plano do chão, a distância da nova posição do ponto até o chão será ) 1,5m B) 2m C) 3 2m D) 2 3m E) 6m ) B) 1 5. C) 10. D) E) O D 1 t x 19

Prof. Janderson Barros

Prof. Janderson Barros TEMA 1 Prof. Janderson Barros Aspectos Gerais da Oceania. Definição de Oceania Continente insular composto por um conjunto de ilhas; Conhecida como Novíssimo Mundo devido sua descoberta nas décadas finais

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

Questão 25 Questão 26

Questão 25 Questão 26 Questão 25 Questão 26 O gráfico representa o uso de mão-de-obra de crianças e adolescentes no Brasil em 1998. Os gráficos IeIIrepresentam a taxa de desemprego e os índices migratórios na Irlanda, na década

Leia mais

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

Geografia - Clima e formações vegetais

Geografia - Clima e formações vegetais Geografia - Clima e formações vegetais O MEIO NATURAL Clima e formações vegetais 1. Estado do tempo e clima O que é a atmosfera? A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra e permite a manutenção

Leia mais

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo.

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo. CNHECIMENTS GERAIS 01 Analise a veracidade (V) ou falsidade (F) das proposições abaixo, quanto aos efeitos negativos da utilização de combustíveis fósseis sobre o ambiente. ( ) A combustão de gasolina

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 9 GEOGRAFIA Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou à Unidade 1 do Livro do Aluno. Avaliação Geografia NOME: TURMA: escola: PROfessOR: DATA:

Leia mais

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.)

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.) 25 c No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. (Agroconsult, Ministério da Agricultura

Leia mais

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 6º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da recuperação. Superficie da Terra. Litosfera, solo e relevo 1- Analise a imagem. www.trabanca.com-acesso:

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China.

GEOGRAFIA. O texto refere-se ao(à) (A) Índia. (B) Japão. (C) Coréia do Sul. (D) Cingapura. (E) China. GEOGRAFIA 16ª QUESTÃO Com a criação de zonas econômicas especiais, nos últimos anos, este país asiático em transição econômica, do socialismo para o capitalismo, tem adotado uma política de abertura da

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas.

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I APRENDER A APRENDER APRENDER A APRENDER CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. Aula 10.2 Conteúdo: Guianas. 2 Habilidades: Observar as limitações das Guianas e suas ligações com o Brasil. 3 Colômbia 4 Maior população da América Andina. Possui duas saídas marítimas: Para o Atlântico

Leia mais

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

População e Povoamento

População e Povoamento Prof. Sandra Custódio L/O/G/O População e Povoamento 8.º ano de escolaridade Resumo 1 Distribuição da população 2 Fatores naturais 3 Fatores humanos 4 Focos populacionais / Vazios humanos Distribuição

Leia mais

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representada por g. Quando necessário adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer CAUSAS: Acirramento da concorrência comercial entre as potências coloniais; Crise das lavouras de cana; Estagnação da economia portuguesa na segunda metade do século XVII; Necessidade de encontrar metais

Leia mais

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSORES: Marina Monteiro e Fábio Luiz DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: Nº: A PROVA FINAL NÃO SERÁ LIMITADA

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais. sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de

A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais. sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de A U A U L L A A Terra gira... Nesta aula vamos aprender um pouco mais sobre o movimento que a Terra realiza em torno do seu eixo: o movimento de rotação. É esse movimento que dá origem à sucessão dos dias

Leia mais

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006 PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Observe os

Leia mais

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA)

ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) ACESSO FÍSICA LISTA 1 (LEIS DE OHM E CORRENTE ELÉTRICA) 1. (Fuvest) O plutônio ( Pu) é usado para a produção direta de energia elétrica em veículos espaciais. Isso é realizado em um gerador que possui

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

Resolução Resolução OBJETIVO 2004

Resolução Resolução OBJETIVO 2004 1 Nas bactérias, a cadeia respiratória encontra-se associada à membrana plasmática e os ácidos nucléicos estão associados ao citoplasma. a) É assim também em um protista, em um animal e em um vegetal?

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 A poluição atmosférica é um dos problemas mais sérios nas grandes metrópoles, pois é provocada por fontes estacionárias (indústrias e usinas termelétricas) e móveis (caminhões, ônibus

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 02/04/2011 Nota: Professora: Ivana Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo

Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo A UA UL LA MÓDULO 7 Crescimento urbano e industrial dos anos 20 ao Estado Novo Nesta aula O café foi o principal produto de exportação durante a República Velha. Os cafeicultores detinham o controle da

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século.

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século. GEOGRAFIA INSTRUÇÃO: Responder às questões 16 e 17 com base no mapa abaixo. NORTE ESCALA 0 2.448 4.896 km 16) Nas áreas destacadas no mapa, estão A) os maiores pólos econômicos do mundo. B) os membros

Leia mais

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como:

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: 1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão

Leia mais

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E Questão 45 alternativa D Entre os recursos naturais importantes para o fortalecimento da economia canadense no século XX temos a taiga (o Canadá encontra-se entre os maiores produtores de madeira, papel

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças 1) (UNIGRANRIO) Um veículo de massa 1200kg se desloca sobre uma superfície plana e horizontal. Em um determinado instante passa a ser acelerado uniformemente, sofrendo uma variação de velocidade representada

Leia mais

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa C. alternativa D. alternativa C

Questão 46. Questão 48. Questão 47. alternativa C. alternativa D. alternativa C Questão 46 função da velocidade em relação ao tempo de um ponto material em trajetória retilínea, no SI, é v = 5,0 2,0t. Por meio dela pode-se afirmar que, no instante t = 4,0 s, a velocidade desse ponto

Leia mais

Exercícios: Potência

Exercícios: Potência Exercícios: Potência Cursinho da ETEC Prof. Fernando Buglia 1. (Fuvest) A energia que um atleta gasta pode ser determinada pelo volume de oxigênio por ele consumido na respiração. Abaixo está apresentado

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Sólidos, líquidos e gases

Sólidos, líquidos e gases Mudanças de fase Sólidos, líquidos e gases Estado sólido Neste estado, os átomos da substâncias se encontram muito próximos uns dos outros e ligados por forças eletromagnéticas relativamente grandes. Eles

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais.

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais. Questões: 01. Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiram características novas nas áreas partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade

Leia mais

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico.

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. 11 GEOGRAFIA No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. a) Cite o nome de três destas cidades e identifique o estado brasileiro onde

Leia mais

CONTEÚDO DA PU II UNIDADE 6º ANO

CONTEÚDO DA PU II UNIDADE 6º ANO 6º ANO - Interpretação textual; - Substantivo Adjetivo (flexão: grau) - Numeral (classificação e uso) - Artigo (classificação e uso). - Unidade 3 geometria (páginas 86 a 114). - Unidade 4 divisores e múltiplos

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

Lista de Exercícios Professor Mário http://www.professormario.com.br mario@meson.pro.br

Lista de Exercícios Professor Mário http://www.professormario.com.br mario@meson.pro.br 1. (Unicamp 93) Um aluno simplesmente sentado numa sala de aula dissipa uma quantidade de energia equivalente à de uma lâmpada de 100W. O valor energético da gordura é de 9,0kcal/g. Para simplificar, adote

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

Fig.: Esquema de montagem do experimento.

Fig.: Esquema de montagem do experimento. Título do Experimento: Tratamento de água por Evaporação 5 Conceitos: Mudanças de fases Materiais: Pote de plástico de 500 ml ou 1L; Filme PVC; Pote pequeno de vidro; Atilho (Borracha de dinheiro); Água

Leia mais

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol 1. (Uel 2014) A gasolina é uma mistura de vários compostos. Sua qualidade é medida em octanas, que definem sua capacidade de ser comprimida com o ar, sem detonar, apenas em contato com uma faísca elétrica

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013/2 DIREITO

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013/2 DIREITO QUESTÃO 0 HISTÓRIA Leia atentamente o fragmento de texto abaixo: Atenas caminhava para a guerra civil, à medida que os pobres começavam a organizar-se e a exigir o perdão das dívidas e a redistribuição

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 46 CARTOGRAFIA: UMA FORMA DE REPRESENTAÇÃO DO PODER

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 46 CARTOGRAFIA: UMA FORMA DE REPRESENTAÇÃO DO PODER GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 46 CARTOGRAFIA: UMA FORMA DE REPRESENTAÇÃO DO PODER Analisadas as figuras acima, é CORRETO afirmar que: a) ambas as projeções são cilíndricas, sendo que a de Mercator é

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Considerando a interdependência das várias áreas de conhecimento dentro da Física, julgue os itens a seguir. 61 A temperatura de um cubo de gelo a 0 ºC, ao ser colocado em um

Leia mais

Aula 1. Atividades. V. A cartografia é a arte que tem o interesse de explicar a origem do planeta Terra. Estão corretas: e) II, IV e V.

Aula 1. Atividades. V. A cartografia é a arte que tem o interesse de explicar a origem do planeta Terra. Estão corretas: e) II, IV e V. Aula 1 1. Atividades A palavra cartografia é relativamente nova, sendo utilizada pela primeira vez em 8 de dezembro de 1839. Seu uso aconteceu na carta escrita em Paris, enviada pelo português Visconde

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

Solidificação: é o processo em que uma substância passa do estado líquido para o estado sólido.

Solidificação: é o processo em que uma substância passa do estado líquido para o estado sólido. EXERCÍCIOS PREPARATÓRIOS 1. (G1) Explique o significado das palavras a seguir. Observe o modelo. Solidificação: é o processo em que uma substância passa do estado líquido para o estado sólido. Vaporização:

Leia mais

Geografia. Questão 01. Questão 02. Leia com atenção:

Geografia. Questão 01. Questão 02. Leia com atenção: Questão 01 Leia com atenção: I - Abrange uma superfície considerável do território brasileiro em sua parte central. II - É fortemente influenciado pelo quadro climático marcado por temperaturas médias

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a figura

Leia mais

Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015. Geografia

Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015. Geografia Geografia/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 8ºgeo303r PROJETOS-SÍNTESE PARA RECUPERAÇÃO FINAL 2015 Geografia 3º TRIMESTRE EUROPA: Aspectos econômicos, Bloco econômico, Aspectos físicos e População

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Itens do capítulo 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5. A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5.1 O consumo

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984)

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) 1 - Um corpo humano está a 69 0 numa escala X. Nessa mesma escala o ponto do gelo corresponde a 50 graus e o ponto a vapor 100 0. Este corpo:

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO 1 CONTEXTO HISTÓRICO Crescimento econômico da Inglaterra no século XVIII: industrialização processo de colonização ficou fora. Ingleses se instalaram

Leia mais

A distribuição da população mundial

A distribuição da população mundial A distribuição da população mundial Trabalho que pode ser visualizado na página da Internet: www.geografiafixe.com.sapo.pt Professor: José Maia Distribuição da população Quais são as principais razões

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda:

REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI. Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: REVISÃO DA AULA 1 RÚSSIA E CEI Baseado nas páginas 60 e 61 do Livro Geografia em Mapas e na aula, responda: 1. Quantas repúblicas formaram a CEI.: ( X ) 12 (sem os países bálticos) ( ) 12 (com os países

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

ENSINO MÉDIO - 2015 MATÉRIAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 1ª série Língua Portuguesa Profa. Rosana. Pronomes e Verbo (tudo sobre).

ENSINO MÉDIO - 2015 MATÉRIAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 1ª série Língua Portuguesa Profa. Rosana. Pronomes e Verbo (tudo sobre). REDE SAGRADO - COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA UBÁ - ANO 2015 Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Pré-Vestibular, Curso Técnico em Meio Ambiente Praça São Januário, 276 CEP:36500-000

Leia mais

01. Frederico Ratzel enunciou o princípio, segundo o qual o geógrafo, ao estudar um dos fatores geográficos ou uma área, deveria, inicialmente, procurar localizá-la e estabelecer os seus limites, usando

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito nas melhores faculdades FUVEST 2 a Fase 10/janeiro/2011 conhecimentos gerais 01. a) Quantos são os números inteiros positivos de quatro algarismos, escolhidos sem repetição, entre 1, 3,

Leia mais

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA

Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA 2015 Ensino Médio ------Conteúdo e Datas 2ª PARCIAL /3ª Etapa Disciplina Data Série Conteúdo 25/09 1º A Lançamento horizontal 29/09 1 B Lançamento oblíquo Leis de Newton ÓPTICA Física 29/09 2º ano Fundamentos

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos ATIVIDADES ONLINE 9º 3 1) Leia atentamente. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos Deng Xiaoping, pai da reforma econômica da China, decidiu no começo dos anos 80 testar as regras

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT)

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O capitalismo teve origem na Europa, entre os séculos XIII e XIV, com o renascimento urbano e comercial e o surgimento de uma nova classe social:

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 48. Questão 49. alternativa C. alternativa A. alternativa B

Questão 46. Questão 47. Questão 48. Questão 49. alternativa C. alternativa A. alternativa B Questão 46 Um ferreiro golpeia, com a marreta, uma lâmina de ferro, em ritmo uniforme, a cada 0,9 s. Um observador afastado desse ferreiro vê, com um binóculo, a marreta atingir o ferro e ouve o som das

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2011

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2011 PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2011 PROF. FERNANDO NOME N o 9 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL Questão 1 a) (VALOR: 0,2 pts) Quais os planetas do Sistema Solar que têm sistema de anéis? R: Saturno, Júpiter,

Leia mais

Revolução Industrial e Socialismo. A Revolução Industrial.

Revolução Industrial e Socialismo. A Revolução Industrial. Aula 11 Revolução Industrial e Socialismo Nesta aula, iremos tratar da Revolução Industrial e de suas conseqüências para o mundo contemporâneo. Entre as conseqüências, destaque para o desenvolvimento de

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO INDIVIDUAL DE ESTUDO PARA ATENDIMENTO DA PROGRESSÃO PARCIAL 1º SEMESTRE -2013 RESOLUÇÃO SEE Nº 2

ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO INDIVIDUAL DE ESTUDO PARA ATENDIMENTO DA PROGRESSÃO PARCIAL 1º SEMESTRE -2013 RESOLUÇÃO SEE Nº 2 ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA PLANO INDIVIDUAL DE ESTUDO PARA ATENDIMENTO DA PROGRESSÃO PARCIAL 1º SEMESTRE -2013 RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 ANO 2013 PROFESSOR (a) Jaqueline

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12

LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12 LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12 Questão 01) Quando uma pessoa se aproxima de um espelho plano ao longo da direção perpendicular a este e com uma velocidade de módulo 1 m/s, é correto afirmar que

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa.

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. GEOGRAFIA 31 a Observe o mapa. Assinale a alternativa que identifica, corretamente, as paisagens 1 e 2 destacadas no mapa. a) b) c) d) e) I Desértica: baixa umidade do ar; grande amplitude térmica; vegetação

Leia mais