CARGO: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARGO: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II"

Transcrição

1 CARGO: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES 1. Somente quando for autorizado, abra o caderno de prova, verifique se este contém 50 questões e se há alguma falha na impressão, em caso de erros, comunique o fiscal de prova. 2. Cada questão apresenta 05 alternativas de resposta, das quais apenas uma é a CORRETA. Preencha no cartão de respostas a letra correspondente à alternativa assinalada na prova. 3. A duração da prova será de 03 (TRÊS) horas, já incluído o tempo de marcação do cartão de respostas e redação. 4. Somente será permitido retirar-se da sala após 01 hora do início do tempo destinado para realização da prova. 5. Após o término da prova, entregue o cartão de resposta preenchido ao fiscal de prova. 6. Somente será permitido levar o caderno de prova, após 01hora e 30 minutos do início do tempo destinado para realização da prova. 7. O gabarito estará disponível no site conforme cronograma divulgado. 1

2 CONHECIMENTOS BÁSICOS - LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I INSTANTES Se eu pudesse novamente viver a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais, seria mais tolo do que tenho sido. Na verdade, bem pouca coisa levaria a sério. Seria menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. 1) Ao chegar aos 85 anos, o autor do texto faz uma avaliação de sua vida. Ao fazer um balanço, ele a) lamenta não ter vivido. b) seria mais perfeccionista c) seria menos detalhista d) cuidaria menos dos problemas reais e criaria mais problemas imaginários. e) voltaria a viver novamente com mais tranquilidade e segurança. Iria a mais lugares onde nunca fui, tomaria mais sorvetes e menos lentilha, teria mais problemas reais e menos problemas imaginários. 2) Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono. Sobre o trecho infere-se que ele Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata e profundamente cada minuto de sua vida; claro que tive momentos de alegria. Mas se eu pudesse voltar a viver trataria somente de ter bons momentos. Porque se não sabem, disso é feita a vida, só de momentos; não percam o agora. Eu era um daqueles que nunca ia a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um paraquedas e, se voltasse a viver, viajaria mais leve. Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono. Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças, se tivesse outra vez uma vida pela frente. Mas, já viram, tenho 85 anos e estou morrendo. Escritor argentino Jorge Luis Borges a) expressa uma hipótese ou condição para que ocorra o fato expresso na oração. b) retrata uma finalidade relativa ao fato expresso no texto. c) sinaliza o momento, a época, o tempo de ocorrência vivido pelo autor. d) estabelece uma ideia de conformidade de tempos já vividos. e) faz uma analogia dos momentos vividos 3) O último parágrafo rompe com o mundo hipotético e traz o autor de volta ao plano da realidade concreta. O mesmo é introduzido pela conjunção mas, que apresenta o valor semântico de oposição. A que ideia o autor se opõe? a) Se eu pudesse voltar a viver trataria somente de ter bons momentos [..] b) Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios [..] c) Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço [..] d) Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e [..] e) Se eu pudesse novamente viver cometeria mais erros. 2

3 4) Entre os iténs que se seguem, indique o que traduz melhor o papel das orações adverbias condicionais para construção do texto lido: a) Elas introduzem a condição necessária para que o autor faça uma retrospectiva crítica de sua vida. b) Elas introduzem um plano hipotético a partir do qual o autor imagina como poderá viver melhor. c) Elas introduzem a condição necessária para que o outro adentre o mundo hipotético em torno do qual o texto é construído. d) Elas introduzem a condição necessária para que o autor possa dar conselhos a outras pessoas. e) Elas introduzem um plano hipotético a partir do qual o autor pressupõe viver mais e melhor. a) Na frase: Festas, passeios, viagens, nada agrada o João, meu amigo. O aposto pode ser empregado para: a) enumerar ou recapitular ou ser representado por pronomes. b) marcar uma distribuição de ações. c) marcar uma individualização ou especificação preposicionada. d) explicar, resumir ou identificar. e) todas alternativas estão erradas. b) Leia as frases a seguir e indique aquela em que a concordância verbal não está de acordo com a variedade padrão. a) Uma porção de presos fugiu da penitenciária estadual ontem. b) Esses quinze por cento de comissão me satisfazem. c) Muitos de nós teremos coragem de lhe contar a verdade. d) Nenhum de nós teremos a coragem de lhe contar a verdade e) Cerca de dez aviões se aproximam do aeroporto do Galeão neste momento. 07) Indique o item em que a sílaba tônica das palavras estejam na mesma posição das relacionadas (dedo - árabe álbum) a) álcool rubrica tulipa b) látex- pudico avaro c) celtibero pêndulo quilômetro d) Ibero álabi aziago e) manhã refém umbú 8) Leia - À noite o silêncio negro e denso era ainda mais profundo do que durante o dia.. a) O termo destacado remete-se a noite escura. b) Silêncio negro pode ser considerado uma metáfora. c) A frase emprega sentidos contrários de noite e dia, sinônimos perfeitos. d) Era pode ser substituído por estava sem alterar o sentido da frase. e) Palavras antônimas remetem ao sentido contrário, logo dia e noite e denso e profundo são palavras antônimas. 9) Dos grupos de palavras abaixo, indique aquele cujas palavras obedecem à mesma regra de acentuação. a) lá café retrós amem b) haverá dendê cipó amém c) casa pele ano pajens d) cajá você avô item e) cupuaçú mamão melão 10) Um texto geralmente é organizado de forma a separar as ideias em blocos. Essa organização é regida pela relação que se quer estabelecer entre as ideias contidas nesses parágrafos. Os itens abaixo são exemplos de tipos de parágrafos, exceto: a) Parágrafo Argumentativo: estrutura-se em torno de uma ideia-tese, expressando o ponto de vista do produtor do texto sempre baseado em argumentos, a partir de uma progressão lógica de ideias, tentando persuadir o interlocutor e ganhar sua adesão. b) Parágrafo Narrativo: Estrutura-se em torno de um fato e de uma ação, que configuram um episódio. Apresenta uma progressão temporal e sequencial de toda ação presentando informações circunstanciais. c) Parágrafo Descritivo: Apresenta o estado de um ser, de um objeto, num determinada perspectiva. Predomínio de frases nominais. d) Parágrafo Explicativo: Tem como objetivo apresentar informações a respeito de alguma coisa, da forma mais objetiva possível. Não se trata de defender uma posição, mas de dar a conhecer dados, e conceitos tidos como verdadeiros. e) Paragrafo Ilustrativo: Tem como principal objetivo descrever fatos, fotos a respeito das matérias a serem publicadas. Evidenciamos em vários artigos de jornais e revistas onde predominam acontecimentos sequenciais e temporais. 3

4 CONHECIMENTOS BÁSICOS - MATEMÁTICA 11) Um Jardineiro construiu quatro canteiros de flores na forma de triângulos retângulos congruentes num certo jardim. Sabendo que a diferença entre as medidas dos ângulos internos agudos de cada triângulo retângulo é de 30º, calcule a medida desses ângulos. a) 30º e 60º b) 60º e 45º c) 58º e 54º d) 70º e 25º e) 35º e 35º 15) Numa cidade de habitantes, são flamenguistas, são vascaínos e flamenguistas ao mesmo tempo, e o número de habitantes que não flamenguistas e nem vascaínos é Então o número de vascaínos é: a b c d e ) Paulo, Silvio e Miguel elaboraram juntos uma prova de 40 questões, tendo recebido por ela um total de R$ 2.200,00. Os três primeiros fizeram o mesmo número de questões e Miguel fez o dobro do que fez cada um dos outros. Se o dinheiro deve ser repartido proporcionalmente ao trabalho de cada um, Daniel deverá receber uma quantia, em reais, igual a: a) 800,00; b) 820,00; c) 850,00; d) 880,00; e) 890,00. 13) A soma do número sucessor de 101, antecessor de 36, antecessor de 48, o sucessor de 10, e antecessor de 58 correspondem a: 16) Um vendedor de sucos naturais arrecadou, em certo mês, uma média diária de R$ 180,00, vendendo cada copo por um determinado preço. No mês seguinte aumentou o preço em R$ 0,50 e vendeu uma média de 18 unidades a menos por dia, mas a arrecadação média diária foi a mesma. Assinale a alternativa correta de acordo com as instruções abaixo: 1. Assim os indique o preço do copo de suco no 1º mês. 2. O número de copos por dia vendidos no primeiro mês. 3 O número de copos de sucos por dia vendidos no segundo mês. a) R$ 3,50 ; 98 e 65 b) R$ 2,50 ; 90 e 70 c) R$ 1,50 ; 92 e 72 d) R$ 2,00 ; 90 e 72 e) R$ 1,80 ; 86 e 70 a) 252 b) 253 c) 254 d) 256 e) ) Em um restaurante, a diferença de uma refeição e uma sobremesa é de R$ 9,50. Sabendo-se que 08 pessoas almoçaram nesse restaurante e apenas duas pessoas não pediram sobremesa e que a despesa total foi de R$ 111,00, pode-se afirmar que a refeição e a sobremesa custaram, respectivamente: 14) José Carlos e Marlene são os pais de Valéria. A família deseja viajar nas férias de júlio. José Carlos conseguiu tirar suas férias na fábrica do dia 02 ao dia 28. Marlene obteve licença no escritório de 05 até 30. As férias de valéria na escola vão de 01 até 25. Durante quantos dias a família poderá viajar sem faltar com suas obrigações. a) R$ 14,00 e R$ 3,50 b) R$ 15,00 e R$ 3,00 c) R$ 12,50 e R$ 2,00 d) R$ 13,50 e R$ 2,00 e) R$ 12,00 e R$ 2,50 a) 27 dias b) 21 dias c) 30 dias d) 15 dias e) 26 dias 4

5 18) Numa sacola estão 03kg de cebola,750 gramas de batata, 400 gramas de tomate, 250 gramas de cogumelos e 500 gramas de queijo ralado. Qual a alternativa correta do peso total de alimentos: a) 1,9 kg b) 3,85 kg c) 4,75 kg d) 4,90 kg e) 3,75 kg 19) Marcelo estava participando de uma maratona. O percurso total da prova é de 42,195 Km. Sabendo-se que ainda faltam 16,4 Km para ele completar a prova, qual a distância já percorrida por Júnior? a) 25,920 Km b) 25,795 Km c) 23,795 Km d) 40,555 Km e) Km 20) O consumo de determinadas frutas é benéfico à saúde. Um exemplo é a pêra, cujo consumo auxilia na circulação do sangue, no controle da pressão arterial e facilita a digestão. Cada 100g dessa fruta equivale a 56 calorias. Uma pessoa que ingere 450g dessa fruta, fornece ao organismo: a) 156 calorias b) 252 calorias c) 468 calorias d) 504 calorias e) 500 calorias 5

6 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO GERAL 21) As políticas de manutenção de Recursos Humanos abrangem os seguintes aspectos: a) Administração de salários, plano de benefícios sociais, higiene e segurança do trabalho e relações trabalhistas. b) Análise e descrição de cargos, plano de carreiras, avaliação de desempenho. c) Pesquisa de Mercado, recrutamento, seleção e integração. d) Treinamento, desenvolvimento de recursos humanos e desenvolvimento organizacional. e) Avaliação de desempenho e feed back 24) A administração de recursos humanos é definida como a função organizacional destinada a prover, treinar, desenvolver, motivar e manter os recursos humanos. Com relação a esse assunto, julgue os itens abaixo: I o enriquecimento vertical de cargo possibilita motivar empregados que apresentem altos padrões de desempenho profissional nos cargos que ocupam. II o estilo de liderança mais adequado em uma unidade onde os empregados têm baixo nível de maturidade é a delegação, por atribuir maiores níveis de responsabilidade aos empregados. III a administração de recursos humanos tem como finalidade alcançar o equilíbrio entre os objetivos da organização e as necessidades dos empregados e manter baixos índices de rotatividade. 22) Na avaliação de desempenho humano nas organizações, concentrar-se na determinação dos grandes pontos fortes e fracos de quem está sendo avaliado, apontando comportamentos extremos e sem analisar especificamente traços de personalidade, refere-se ao método: a) comparativo b) de escalas gráficas c) de incidentes críticos d) escolha forçada e) 360 grau IV Recrutamento é o conjunto de atividades responsável pela comparação entre requisitos exigidos por um cargo e as características dos candidatos a esse cargo. Estão certos apenas os itens: a) I e II b) I e III c) II e IV d) III e IV 23) Na administração de pessoal realiza-se várias atividades regidas pela CLT(Consolidação das Leis do Trabalho), com base na Lei e na Extinção de Contrato de Trabalho é correto afirmar: (a) por prazo determinado, o empregado não tem direito ao levantamento dos depósitos do FGTS e) Nenhuma das respostas (b) por mútuo acordo, o empregado tem direito ao levantamento dos depósitos do FGTS (c) por demissão do empregado, perde ele o direito ao 13º salário (d) com despedida por justa causa, o empregado tem direito a férias vencidas e o saldo de salários (e) por culpa recíproca, o empregado perde o direito aos depósitos do FGTS 6

7 25) Sobre a administração de material é incorreto afirmar: a) O investimento de capital concentra-se em equipamentos e estoques de mercadoria. b) Material estocado representa um capital parado c) Aumentando o uso, diminui a necessidade de capital para estoque. d) Planejamento e Estoque reflete a organização, estrutura e controle. e) O estoque de material reduz o desperdício de tempo com reposição de mercadorias. 26) Numa econômia em deflação, quando se utiliza o método UEPS (último a entrar, primeiro a sair), para avaliação de estoques, a têndencia a ser verificada é a de: a) Diminuir o lucro bruto b) Diminuir o imposto de renda a pagar c) Manter inalterado o lucro bruto d) Aumentar o custo de mercadorias vendidas e) Aumentar o imposto de renda a pagar. 27) avalie os iténs a seguir e assinale a opção que melhor define a expressão sobre gestão de materiais: a) È função da administração de materiais fazer o controle de estoque tentando manter um equílibrio, dentro de um processo produtivo, sem alterar a meta final da empresa. b) È função do almoxarifado fazer o controle de estoque tentando manter um equílibrio, dentro de um processo produtivo, sem alterar a meta final da empresa. c) O Objetivo do controle de estoque dentro da empresa é procurar diminuir o nível ideal de mercadorias, aumentando a eficiência dos setores internos. d) No processo de produção-vendas é necessário que a empresa opere com o mínimo de matérias-prima e produtos acabados. 28) Julgue os iténs abaixo e marque a alternativa correta: I. Ergonomia - contribui para a saúde do trabalhador e conseqüentemente para desenvolver a qualidade de vida. II. A Ginástica Laboral (GL) é um programa que está sendo cada vez mais adotado pelas empresas no combate do stress e melhoramento da saúde física dos trabalhadores. III. Garantir a saúde dos colaboradores na organização são os programas de higiene e segurança no trabalho, que constitui a garantia de um local apropriado para o desempenho das funções IV. Programa de preparação para aposentadoria, são instrumentos que leva seus colaboradores a terem uma melhor qualidade de vida na maturidade/pós-careira V. O exercício físico regular reduz a obesidade, reprimindo a estimulação simpática (adrenalina) e ressalta a estimulação parassimpática, tornando a pessoa mais calma. a) Todos os iténs estão corretos b) I,II, IV e V estão certos c) I a III estão corretos d) IV e V estão incorretos e) IV está incorreto 29) Com relação a desenvolvimento de projetos podemos conceituar que são serviços temporários e únicos. Assim podemos afirmar que as afirmativas abaixo estão corretas, exceto:. a) Desenvolver um novo produto ou serviço b) Implementar uma mudança organizacional a nível de estrutura, de pessoas ou de estilo gerencial c) Desenvolver ou adquirir um sistema de informação novo ou modificado d) Viabilizar a construção de um prédio ou instalações e) Implementar um novo processo ou procedimento organizacional e) É função do administrador reportar-se sempre a diretoria quando o equilíbrio de estoque esteja comprometido. 7

8 30) Podemos conceituar processo como qualquer atividade ou conjuntos interdependentes de atividades que toma um input, adiciona valor a ele e fornece um output a um cliente específico. Logo, são objetivos da gestão por processos: a) Simplificar processos, condensando ou eliminando atividades que não acrescentam valor, e adotar um enfoque pontual dos negócios da organização. b) Determinar metas de longo prazo e adotar cursos de ação e alocação de recursos necessários à consecução dessas metas, e estabelecer um plano mestre que especifique como a organização alcançará suas metas. c) Organizar as atividades em função das tarefas e não das saídas de um processo, como acontece em organizações tradicionais, e reduzir níveis hierárquicos para facilitar a implementação de uma estrutura matricial. d) Identificar os responsáveis ou líderes dos processos, para eliminar a necessidade de pontos de controle, e adotar um enfoque sistêmico dos processos. e) Elevar sensivelmente a produtividade, com eficiência e eficácia, e aumentar o valor do produto ou serviço na percepção do cliente. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS LEIA ÉTICA 32) Dentre as ramificações dos conceitos de ética, vamos dar ênfase a ética profissional sendo então um meio de orientação para os profissionais com fim de estabelecer conceitos éticos nas atitudes relacionadas às suas atividades de trabalho, com base nesta afirmativa marque a alternativa que não está de acordo como conceito: a) Ética profissional é a aplicação da ética geral no campo das atividades profissionais: a pessoa tem que estar imbuída de certos princípios ou valores próprios do ser humano para vivê-los nas suas atividades de trabalho. b) O valor profissional deve acompanhar-se de um valor ético para que exista uma integral imagem de qualidade. c) Saber o verdadeiro significado da ética profissional é um dever de todo funcionário, chefe ou encarregado. d) Um profissional ético é honesto, sincero, franco, transparente. [...]. e) Um profissional ético pode não sugerir alternativas quanto a forma habitual de atuar na empresa ou quando o ramo de negócios forem contrária a moral ou aos bons costumes. 31) Ética vem do grego ethos, que significa analogamente modo de ser ou caráter enquanto forma de vida também adquirida ou conquistada pelo homem.(vasquez, 1999, p.24). O modo de ser e agir do homem na sociedade, ou seja, o comportamento moral dos indivíduos vem a ser objeto do estudo da ética. Com base no conceito acima podemos afirmar: 33) As discussões acerca da ética nas atividades públicas iniciaram-se na Grécia antiga e continuam até os dias atuais, gerando legislações que procuram traduzir a moral e os princípios desejados socialmente. A respeito da ética é incorreto afirmar: a) Na Idade Média, a ética estava dissociada da retórica, pois a palavra não possui o poder de solucionar questões éticas. a) Podemos, portanto, confundir Ética com Moral. b) Moral vem a ser conjunto de regras de comportamentos e códigos de conduta que coletivamente adotamos c) Moral está intimamente ligada às atitudes cotidianas de todos aqueles que atuam na sociedade. d) A moral não é ciência, mas objeto da ciência; e, neste sentido é por ela estudada e investigada. Vasquez e) A finalidade do estudo da ética seria definir, de acordo com as características de tempo e espaço de cada época, as formas de agir corretamente em sociedade. b) Com a separação entre o religioso e o político, resultante das discussões acerca da ética, ao longo do tempo novas perspectivas filosóficas surgiram. Segundo elas, o indivíduo está livre para agir conforme sua consciência determina, o que revela uma concepção utilitarista centrada no homem. c) Os valores dizem respeito a princípios que merecem ser buscados e algumas condutas podem ferir os valores éticos. d) A evolução ética surge quando o cidadão atinge o status de ter direitos sociais, no qual lhe é garantido um padrão de vida mais decente. e) Todas as afirmartivas estão corretas.. 8

9 34) A ética no ambiente de trabalho proporciona ao profissional um exercício diário e prazeroso de honestidade, comprometimento, confiabilidade, entre tantos outros, que o conduzem tanto na tomada de decisões como no processo de adotá-las. Ao final, a recompensa é ser reconhecido, não só pelo seu trabalho, mas também por sua postura ética, de valores e conduta exemplar. Com base no trecho acima julgue os iténs a seguir e marque a alternativa abaixo: I. O profissional deve seguir tanto os padrões éticos da sociedade quanto as normas e regimentos internos das organizações. II. III. IV. conduta ética no trabalho, seguindo padrões e valores, tanto da sociedade, quanto da própria organização são essenciais para o alcance da excelência profissional Ser bom profissional, ter conhecimentos técnicos, dons, talentos, habilidades e capacidades bem desenvolvidas, cabe a qualquer pessoa que deseja ter uma carreira de sucesso. Ter bom relacionamento com os colegas, facilidade no trabalho em equipe, boa comunicação, flexibilidade entre outras características, são aspectos altamente valorizados nas organizações. V. As organizações seguem os padrões éticos sociais, porém criam suas próprias regras para o bom andamento dos processos de trabalho, e alcance de metas e objetivos. 35) Toda produção humana consiste em criar condições para que o homem seja feliz. Todas as religiões, as filosofias de todos os tempos, as conquistas tecnológicas, as teorias científicas e toda a arte são criações humanas que procuram apresentar condições para a conquista da felicidade. (Aristóteles, Ética a Nicômico). Neste sentido, podemos afirmar que: a) Os valores não são determinados pelas questões do cotidiano, tais como:as religiões, as conquistas tecnológicas e a ciência. b) A moral e a ética são temporais e desenvolvem valores que permeiam as relações coletivas. c) A ética está relacionada a normas de comportamentos que são estabelecidas para a vida em sociedade. d) Os valores são influenciados pelo tempo, em decorrência das mudanças que ocorrem na sociedade. e) A moral analisa as razões dos comportamentos e realiza juízo de valor,no sentido de estabelecer o certo e o errado CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RELACIONAMENTO INTERPESSOAL 36) Visando manter um bom relacionamento no ambiente de trabalho, algumas ações devem ser evitadas. Marque abaixo a opção cuja ação não contribui para um bom relacionamento entre colegas. a) Todas afirmações estão corretas b) O item II e V estão incorretos c) O tém V está incorretos d) O itém I e V estão corretos e) Todas afirmações estão incorretas. a) Fazer comentários inconvenientes e constrangedores visando garantir um clima descontraído. b) Utilizar palavras de cortesia como obrigado, por favor e com licença. c) Respeitar a diversidade. d) Não interromper as pessoas quando estiverem falando. e) Valorizar um serviço bem feito. 37) O desempenho funcional de uma pessoa que trabalha em um em uma organização depende de diversos fatores. Alguns desses fatores são: I. aptidão. II. motivação. III. aumento salarial anual. IV. desenvolvimento. V. controle contínuo. Estão corretos os itens a) I, II e IV, apenas. b) III, IV e V, apenas. c) I, II, III, IV e V. d) I e II, apenas. e) I, II, III, apenas 9

10 38) As relações interpessoais dependem de um processo de interação e integração ao ambiente de trabalho, considerando fatores como: comunicação, cooperação, respeito e amizade. Tais fatores influenciam diretamente no volume de produtividade e rendimento de qualquer profissional. Sobre o relacionamento interpessoal é correto afirmar: a) Trata-se de aperfeiçoamento de técnicas de comunicação, evitando assim sentimento de antipatia e rejeição, o que leva a uma queda de produtividade. b) Liderança e participação eficaz em grupo independem da competência interpessoal do líder ou dos seus membros. c) Profissionais competentes individualmente podem render muito abaixo da sua capacidade devido a influências dos colegas de trabalho. d) Trabalhos em equipe são melhor gerenciados, por conta disto há aumento de produtividade. e) Trata-se de autoconhecimento, saber lidar e controlar as próprias emoções, automotivação e capacidade de saber lidar com o emocional do outro. 40) O Senar é administrado pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e tem, como órgãos de direção, de execução e de fiscalização: I Conselho Deliberativo, II Secretaria Executiva e III Conselho Fiscal. Com base na duração do mandato do Conselho Deliberativo é correto afirmar: a) duração de 03 anos b) duração de 04 anos c) duração de 02 anos d) duração de 01 ano e) Todas estão erradas. 41) De acordo com o Decreto Nº 566, de 10 de junho de 1992, relatamos as competências do Presidente do Conselho Deliberativo, exceto: a) I - representar o Senar em juízo ou fora dele; b) II - assinar convênios, contratos, ajustes e outros instrumentos jurídicos; CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS LEGISLAÇÃO SENAR 39) Analise as afirmações abaixo relativas à missão do SENAR: I A missão do SENAR é, exclusivamente, desenvolver ações de formação profissional rural; II As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR são voltadas às pessoas do meio rural; III - As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR visam contribuir com a profissionalização, integração na sociedade, melhoria da qualidade de vida e pleno exercício da cidadania das pessoas ligadas ao meio rural. c) III - assinar, corrigir, substabelecer contratos e procedimentos, em conjunto com o Secretário Executivo, os cheques e os documentos de abertura e movimentação de contas bancárias, ou com servidor especialmente designado, na forma do disposto no regimento interno; d) IV - escolher e nomear o Secretário Executivo e estabelecer a sua remuneração; e) V - dar posse aos membros do Conselho Deliberativo e do Conselho Fiscal; a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Estão corretas apenas as afirmações II e III; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Todas as afirmações estão corretas; e) Todas as afirmações estão incorretas; 10

11 42) Compete ao Conselho Deliberativo exercer a direção superior e a normatização das atividades do Senar, notadamente no que se refere ao planejamento, estabelecimento de diretrizes, organização, coordenação, controle e avaliação e, especialmente: I - definir a política de atuação da entidade e estabelecer as normas operacionais que regerão suas atividades, bem como as diretrizes gerais a serem adotadas pelas entidades integrantes do sistema; II - aprovar o Regimento Interno do Senar, no qual deverão constar o detalhamento deste regulamento, a estrutura organizacional e as funções dos órgãos que a compõem; III - aprovar os planos anuais e plurianuais de trabalho e os respectivos orçamentos; IV - aprovar o balanço geral, as demais demonstrações financeiras, o parecer do Conselho Fiscal e o relatório anual das atividades e encaminhá-los ao Tribunal de Contas da União; 44) Analise as afirmações abaixo relativas à missão do SENAR/AR I A missão do SENAR é, exclusivamente, desenvolver ações de formação profissional rural; II As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR são voltadas às pessoas do meio rural; III - As ações e atividades desenvolvidas pelo SENAR visam contribuir com a profissionalização integração na sociedade, melhoria da qualidade de vida e pleno exercício da cidadania das pessoas ligadas ao meio rural. a) Estão corretas apenas as afirmações I e II; b) Estão corretas apenas as afirmações II e III; c) Estão corretas apenas as afirmações I e III; d) Todas as afirmações estão corretas; e) Todas as afirmações estão incorretas; V - aprovar o plano de cargos, salários e benefícios, o quadro de pessoal e a tabela de remuneração correspondente; VI - autorizar a aquisição, alienação, cessão ou gravame de bens imóveis; 45) Em relação aos princípios da Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS), é correto afirmar que: VII - aprovar o regulamento de licitações para aquisição ou venda de bens e serviços; VIII - autorizar a assinatura de convênios, contratos e ajustes ou outros instrumentos jurídicos; Estão corretos os iténs a) todas as respostas estão corretas. b) Apenas os iténs I ; III ; IV e VIII c)somente os iténs II e IV d) Somente os iténs III e IV e) Nenhuma das respostas 43) Em relação Decreto n. 566, de 10 de junho de 1992, que Aprova o Regulamento do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR a) A Promoção Social tem identidade e características próprias, objetivos profissionalizantes e conteúdos ocupacionais centrados no processo de trabalho; b) Apenas a Formação Profissional Rural resulta em ganhos para o trabalhador; c) A Formação Profissional Rural visa a manutenção da produtividade no trabalho; d) A Formação Profissional Rural está centrada na produção; e) A Formação Profissional Rural está associada à informação e à orientação profissionais a) O SENAR é administrado pela Confederação Nacional da Agricultura direção, de execução e de fiscalização o Conselho Deliberativo, a Secretaria Executiva e o Conselho Fiscal. b) O Conselho Deliberativo terá o mandato de três anos, vedada a coincidência com o mandato da Diretoria da Confederação Nacional da Agricultura; c) O Presidente do Conselho Deliberativo poderá constituir procuradores ou delegar os poderes que lhe forem atribuídos, de acordo com o estabelecido no Regimento Interno; d) O regime jurídico do pessoal do SENAR será o da Consolidação das Leis do Trabalho e respectiva legislação complementar. e) A Secretaria Executiva, organizada segundo o disposto no Regimento Interno, será o órgão execução da administração do SENAR. 11

12 46) O SENAR é composto por uma administração Central, em Brasília, e por 27 Administrações Regionais, com sede em cada estado e no Distrito Federal. Assinale a alternativa que não corresponde a Administração central: a) A Administração Central assegura suporte administrativo, metodológico e jurídico; b) Responsável pela interface com os órgãos federais, regionais e do DF. c) Assegura instituições nacionais e internacionais ligadas à educação e ao trabalho, irradiando experiências exitosas para as Administrações Regionais; d) Oferecem ao público do SENAR em todo o país ações de formação profissional rural (FPR) e atividades de promoção social (PS), a partir das quais são desenvolvidas competências profissionais; e) Contribui para o avanço socioeconômico dos cidadãos do campo. 47. Constituem rendas do Senar - contribuição mensal compulsória, a ser recolhida à Previdência Social, de 2,5% (dois e meio por cento) sobre o montante da remuneração paga a todos os empregados pelas pessoas jurídicas de direito privado, ou a elas equiparadas, que exerçam atividades: a) agroindustrias, agropecuárias, extrativistas vegetais e animais, cooperativistas rurais, sindicatos patronais rurais, doações e legados entre outros; b) agroindustrias, agropecuárias, extrativistas vegetais e animais, cooperativistas rurais, sindicatos dos trabalhadores rurais, doações e legados; c) Empresas de educação rural, agropecuárias, extrativistas vegetais e animais, cooperativistas rurais, sindicais patronais rurais, doações e legados; d) agroindustrias, agropecuárias, extrativistas vegetais e animais, cooperativistas rurais, sindicatos patronais rurais, exceto doações e legados; e) agroindustrias, agropecuárias, extrativistas vegetais e animais, cooperativistas rurais, sindicatos dos trabalhadores rurais e doações estatais. 48) Compete ao Conselho Fiscal: I - acompanhar e fiscalizar a execução financeira e orçamentária; II - examinar e emitir pareceres sobre as propostas de orçamentos anuais e plurianuais, o balanço geral e demais demonstrações financeiras; III - elaborar seu regimento interno e submete-lo à homologação do Conselho Deliberativo. Julgue os iténs e marque a alternativa correta: a) Todos iténs estão corretos b) O item III está incorreto c) Os iténs II e III estão incorretos d) Todos estão incorretos e) Somente a I está correta 49) Autorizar a aquisição, alienação, cessão ou gravame de bens imóveis; aprovar o regulamento de licitações para aquisição ou venda de bens e serviços e autorizar a assinatura de convênios, contratos e ajustes ou outros instrumentos jurídicos; São competências especificas do(a): a) Do Presidente do Senar b) Do Conselho Deliberativo; c) Da Secretaria Executiva; d) Do Conselho Fiscal. e) Do CNA 50) Encaminhar ao Conselho Deliberativo as propostas dos orçamentos anuais e plurianuais, o balanço geral, demais demonstrações financeiras, o parecer do Conselho Fiscal e o relatório anual de atividades são competências específicas do (a) a) Do Presidente do Senar b) Do Conselho Deliberativo; c) Da Secretaria Executiva; d) Do Conselho Fiscal. e) Do CNA 12

13 Leia, cuidadosamente, o texto a seguir. Em seguida, desenvolva um texto a cerca do tema sugerido. Relacionamento com o meio ambiente Uma das questões que deve ser indagada entre nós, diz respeito a forma de como nos relacionamos com o meio ambiente cuja reposta se parece fácil, certamente, não é, pois depende de como as pessoas utilizam os recursos naturais, como se verem inseridas no próprio meio ambiente e como ocorre a interação entre os seres humanos. Inicialmente, devemos lembrar que a concepção judaico-cristã que o homem foi feito a imagem e semelhança de Deus vem servindo como mola propulsora ao longo do tempo para diversas ações e atitudes humanas ao longo do tempo, no tocante ao relacionamento com o meio ambiente como na relação entre os seres humanos. Ao falarmos de homem, devemos deixar nítido, que estamos falando do homem ocidental, ser masculino, da raça branca, que durante séculos realizou a exploração de outros seres humanos, como os negros africanos, utilizados como escravos e que eram considerados como pagãos por não professarem o cristianismo. Este mesmo homem ocidental, durante séculos, subjugou a mulher a seu domínio, tratando-a como ser inferior e que não possuía direitos e só deveres, onde o principal, era servir ao marido. Com esta concepção, observou-se, durante séculos, a exploração da natureza, onde o homem não se via como incluído no meio ambiente e, só buscava aumentar seus ganhos e propriedade, destruindo os recursos naturais, muitas vezes de forma insana. Chegando aos dias atuais, resta perguntar o que mudou nestas práticas humanas. Verificamos que as concepções de superioridade de uma raça em relação a outra e as ideias machistas ainda existem entre nós, apesar de todos esforços e luta organizada em sentido contrário. O homem vem mantendo uma relação distorcida com o meio ambiente, que pode ser comprovado com os problemas decorrentes das mudanças climáticas, ocasionados pela destruição de florestas, matas, poluição dos cursos de água, entre outras ações humanas prejudiciais aos recursos naturais. Dentro da sociedade que vivemos, onde o ter é mais importante do que o ser, o homem, de modo geral, busca sempre estar ganhando e tirar proveito em tudo, sem respeitar a harmonia entre as pessoas e com o próprio meio ambiente. A mudança deste estado, passa pela transformação da sociedade em que vivemos, onde devemos nos livrar das amarras do capitalismo e construir outro tipo de sociedade mais justa e fraterna, que conhecemos como socialismo. Compreendemos que com esta nova de sociedade, os seres humanos poderão mudar sua forma de relacionamento entre si, assim como, mudarão sua relação com o meio ambiente, utilizando os recursos naturais de forma sustentável. Bem como a construção do socialismo não é algo de imediato, observamos que precisamos agir na atual situação, revendo práticas individuais e realizando ações coletivas na busca da preservação do meio ambiente contra a exploração capitalista. TEMA: O relacionamento do homem atual com o meio ambiente Exponha suas ideias de forma clara, coerente e em conformidade com a norma culta de língua, sem se remeter a nenhuma expressão dos textos motivadores. A dissertação deve ter a extensão mínima de 20 linhas e máxima de 30, considerando-se letra de tamanho regular. A redação será considerada inválida (grau zero) nos seguintes casos: - modalidade diferente da dissertativa; - insuficiência vocabular, excesso de oralidade e/ou graves erros gramaticais; - texto em branco ou com menos de 13 (treze) ou mais de 30 (trinta) linhas implicará em grau zero. - constituída de frases soltas, sem o emprego adequado de elementos coesivos; - fuga ao tema proposto; - texto ilegível; - em forma de poema ou em outra forma que não em prosa; - linguagem incompreensível ou vulgar; e - texto com qualquer marca que possa identificar o candidato. 13

14 14

15 Identificação: RG: CPF 15

16 Nome Data Curso/Cargo Identidade Assinatura 16

Formulário de Avaliação de Desempenho

Formulário de Avaliação de Desempenho Formulário de Avaliação de Desempenho Objetivos da Avaliação de Desempenho: A avaliação de desempenho será um processo anual e sistemático que, enquanto processo de aferição individual do mérito do funcionário

Leia mais

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens a seguir.

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens a seguir. 1. A administração de recursos humanos, historicamente conhecida como administração de pessoal, lida com sistemas formais para administrar pessoas dentro da organização. A administração de recursos humanos

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL COD: NOR 312 APROVAÇÃO: Resolução DIREX Nº 009/2012 de 30/01/2012 NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO 1/17 ÍNDICE

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013.

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. REESTRUTURA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO, O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FAZENDA VILANOVA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PEDRO ANTONIO DORNELLES, PREFEITO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO Índice 1. Enquadramento... 3 2. Definição... 3 3. Princípios... 4 4. Objetivos... 4 5. Direitos... 4 6. Deveres... 5 7. Inscrição... 7 8. Candidatura...

Leia mais

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública.

PROVA DE LEGISLAÇÃO Apenas as alternativas II e III são garantias contratuais admitidas para contratos com a Administração Pública. PROVA DE LEGISLAÇÃO 1 São admitidas como garantias contratuais para as contratações de obras, serviços e compras efetuados pela Administração Pública: I Hipoteca de imóveis. II Seguro-garantia. III Fiança

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler 2 Introdução A política corporativa de RH da Schindler define as estratégias relacionadas às ações para com seus colaboradores; baseia-se na Missão e nos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO Últimas alterações aprovadas pelo Conselho Deliberativo, no dia 21 de março de 2013.

REGIMENTO INTERNO Últimas alterações aprovadas pelo Conselho Deliberativo, no dia 21 de março de 2013. Serviço Nacional de Aprendizagem Rural REGIMENTO INTERNO Últimas alterações aprovadas pelo Conselho Deliberativo, no dia 21 de março de 2013. INDICE GERAL Capítulo I...3 Capítulo II...4 Capítulo III...5

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Questões sobre o tópico Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Olá Pessoal, hoje veremos outro

Leia mais

Quais são os objetivos dessa Política?

Quais são os objetivos dessa Política? A Conab possui uma Política de Gestão de Desempenho que define procedimentos e regulamenta a prática de avaliação de desempenho dos seus empregados, baseada num Sistema de Gestão de Competências. Esse

Leia mais

GESTÃO POR PROCESSOS

GESTÃO POR PROCESSOS GESTÃO POR PROCESSOS O que é um Processo: Uma série de ações que produz um resultado que agrega valor ao produto ou serviço. Gestão de Processos: Conjunto de ações sistemáticas, baseadas em fatos e dados

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O estágio

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

FACULDADE ESTÁCIO DE SANTO ANDRÉ SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: CST em Gestão em Recursos Humanos MISSÃO DO CURSO A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da ESTÁCIO EUROPAN consiste em formar

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES AVALIAÇÃO DE COLABORADORES RESUMO A preocupação com o desempenho dos colaboradores é um dos fatores que faz parte do dia-a-dia da nossa empresas. A avaliação de desempenho está se tornando parte atuante

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando:

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando: Resolução Nº. 024/2010/CONSEPE/ Regulamento de Estágio Supervisionado O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, credenciada pela Portaria MEC

Leia mais

Capacitando Profissionais

Capacitando Profissionais Capacitando Profissionais 2014 Setup Treinamentos & Soluções em TI www.setuptreinamentos.com APRE SENTA ÇÃ O A atual realidade do mercado de trabalho, que cada dia intensifica a busca por mão-de-obra qualificada,

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I. DOS OBJETIVOS Artigo 1º O Centro de Referência em Informação Ambiental com sede e foro na cidade de Campinas na Avenida Romeu Tortima 388, Cidade Universitária, é uma sociedade

Leia mais

LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05.

LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05. CONHECIMENTOS BÁSICOS 2 NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 10, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05. DE

Leia mais

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr.

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr. Construindo o Conteúdo da Liderança José Renato S. Santiago Jr. Gestão Estratégica de RH Módulo 1: Alinhando Gestão de Pessoas com a Estratégia da Empresa Módulo 2: Compreendendo e Dinamizando a Cultura

Leia mais

Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book

Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book Manual de instruções para o desenvolvimento do Caderno de Evidências Book O Caderno de Evidências (Book) acompanhará o questionário da empresa na pesquisa. É importante lembrar que o envio desse material,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE MUITOS DOS PROBLEMAS MAIS CRÍTICOS NÃO ESTÃO NO MUNDO DAS COISAS, MAS NO MUNDO DAS PESSOAS. DESENVOLVIMENTO: APTIDÕES TÉCNICAS >>> HABILIDADES SOCIAIS CIÊNCIAS BEM SUCEDIDAS X CIÊNCIAS MAL SUCEDIDAS. -

Leia mais

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão Esse artigo tem como objetivo apresentar estratégias para assegurar uma equipe eficiente em cargos de liderança, mantendo um ciclo virtuoso

Leia mais

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO.

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO. LEI Nº 1.827/2009. EMENTA: Institui a política de apoio e incentivo ao desenvolvimento do Cooperativismo no âmbito do município de Santa Cruz do Capibaribe/PE e dá outras providências. A MESA DIRETORA

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

A FUNÇÃO CONTROLE. Orientação do controle

A FUNÇÃO CONTROLE. Orientação do controle A FUNÇÃO CONTROLE O controle é a ultima função da administração a ser analisadas e diz respeito aos esforços exercidos para gerar e usar informações relativas a execução das atividades nas organizações

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 39-CEPE/UNICENTRO, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013. Aprova o Curso de Especialização em MBA em Cooperativismo e Desenvolvimento de Agronegócios, modalidade regular, a ser ministrado no Campus Santa

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

PROCESSO Nº 23062.000509/12-59

PROCESSO Nº 23062.000509/12-59 Destaques da Proposta de Programa de Capacitação dos Servidores Técnico- Administrativos em Educação aprovados durante a 435ª Reunião do Conselho Diretor PROCESSO Nº 23062.000509/12-59 ALTERAÇÕES GERAIS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO E INTEGRAÇÃO DAS INICIATIVAS EDUCACIONAIS DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO E INTEGRAÇÃO DAS INICIATIVAS EDUCACIONAIS DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO E INTEGRAÇÃO DAS INICIATIVAS EDUCACIONAIS DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL Projeto BRA 06/024 - PREMEF 1 I. INTRODUÇÃO A missão do Tesouro Nacional é

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a Importância da Imagem Pessoal na Profissão Profa Elaine C. S. Ovalle Todo ser humano tem necessidade de se destacar naquilo que realiza. O maior responsável pelo desenvolvimento pessoal é o próprio indivíduo.

Leia mais

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas.

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas. INTRODUÇÃO Você, provavelmente, já sabe que colaboradores felizes produzem mais. Mas o que sua empresa tem feito com esse conhecimento? Existem estratégias que de fato busquem o bem-estar dos funcionários

Leia mais

Brasileira (UNILAB).

Brasileira (UNILAB). RESOLUÇÃO N 029/2013, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2013. Aprova o Regimento da Unidade de Auditoria Interna da Brasileira (UNILAB). Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro- O VICE-REITOR, PRO

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

LEI Nº 2.278/07, DE 24 DE AGOSTO DE 2007.

LEI Nº 2.278/07, DE 24 DE AGOSTO DE 2007. LEI Nº 2.278/07, DE 24 DE AGOSTO DE 2007. Dispõe sobre a criação do Instituto Escola de Governo e Gestão Pública de Ananindeua, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE ANANINDEUA estatui, e eu

Leia mais

Unidade III GESTÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS HUMANOS. Profa. Ani Torres

Unidade III GESTÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS HUMANOS. Profa. Ani Torres Unidade III GESTÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS HUMANOS Profa. Ani Torres Desenvolvendo pessoas O desenvolvimento e a manutenção de pessoas estão relacionados com a evolução das equipes de trabalho e com a

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 Entendendo as mordidas do leão como funciona o cálculo do imposto de renda Profa. Raquel Lehrer Todos

Leia mais

GABARITO OFICIAL(preliminar)

GABARITO OFICIAL(preliminar) QUESTÃO RESPOSTA COMENTÁRIO E(OU) REMISSÃO LEGAL 051 A 052 A 053 A RECURSO Recrutar faz parte do processo de AGREGAR OU SUPRIR PESSOAS e é o ato de atrair candidatos para uma vaga (provisão). Treinar faz

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Programa de Remuneração Variável 2015

Programa de Remuneração Variável 2015 Programa de Remuneração Variável 2015 APRESENTAÇÃO A Remuneração Variável é parte representativa nas práticas de gestão de pessoas. O modelo tradicional de pagamento através de salário fixo, tornou-se

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

Princípios de Ética no Grupo DB

Princípios de Ética no Grupo DB Princípios de Ética no Grupo DB Código de conduta Objetivo do código de conduta Estipulamos com valor vinculativo os nossos padrões e as expectativas relativas aos nossos negócios diários. Para todos os

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua.

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua. 1 Objetivos Estimular a participação cidadã dos profissionais das empresas do Grupo Camargo Corrêa em ações de voluntariado empresarial por meio do do Instituto Camargo Corrêa; Contribuir com o desenvolvimento

Leia mais

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente

Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Unidade I Direito, cidadania e movimentos sociais Unidade II Consumo e meio ambiente Aula Expositiva pelo IP.TV Dinâmica Local Interativa Interatividade via IP.TV e Chat público e privado Email e rede

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - IFCH DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO ECONÔMICO DEPE CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL - CTAE

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 71 A Gestão Social no Brasil 13 de Fevereiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Farmácia Universitária

Farmácia Universitária Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Faculdade de Ciências Farmacêuticas Farmácia Universitária Regimento Interno Título I Da Farmácia Universitária Art. 1o A Farmácia Universitária da UNIFAL-MG,

Leia mais

Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos Humanos e das Comunicações

Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos Humanos e das Comunicações ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos

Leia mais

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GUIA PARA A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Caro Participante: Preparamos para você um guia contendo conceitos básicos sobre investimentos, feito para ajudá-lo a escolher

Leia mais

Relações Humanas e Marketing Pessoal

Relações Humanas e Marketing Pessoal Relações Humanas e Marketing Pessoal Realização: Projeto Ser Tão Paraibano Parceiros: Elaboração: Deusilandia Soares Professor-Orientador: Vorster Queiroga Alves PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS Em qualquer

Leia mais

ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964.

ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964. ACORDO BÁSICO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA Assinado no Rio de Janeiro, a 29 de dezembro de 1964. Aprovado pelo Decreto Legislativo nº 11, de 1966. Entrada em vigor (art. 6º, 1º) a 2 de maio de 1966. Promulgado

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA)

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) A administração participativa é uma filosofia ou política de administração de pessoas, que valoriza sua capacidade de tomar decisões e resolver problemas,

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho Organização Social de Cultura 1 Finalidade: Disponibilizar princípios básicos de gestão de pessoal que devem

Leia mais

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta.

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta. Segurança do Trabalho É o conjunto de medidas que versam sobre condições específicas de instalações do estabelecimento e de suas máquinas visando à garantia do trabalhador contra riscos ambientais e de

Leia mais

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7. Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.5, 7.5.1, 7.5.2, 7.6, 7.6.1, 7.6.2 Exercícios 7 Competência

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

ESTÁGIO PROBATÓRIO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS

ESTÁGIO PROBATÓRIO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL NÚCLEO DE AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO FUNCIONAL ESTÁGIO PROBATÓRIO DE SERVIDORES

Leia mais

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP

Fatores e Indicadores de Desempenho ADP Fatores e Indicadores de Desempenho ADP RESPONSABILIDADE / COMPROMETIMENTO COM A INSTITUIÇÃO - Assumir o compromisso na realização das atribuições - Atuar com disposição para mudanças - Buscar qualidade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

GESPÚBLICA Rede Nacional de Consultores. Apresentação SERVIÇO PÚBLICO RELEVANTE

GESPÚBLICA Rede Nacional de Consultores. Apresentação SERVIÇO PÚBLICO RELEVANTE GESPÚBLICA Rede Nacional de Consultores Apresentação A Rede de Nacional de Consultores "ad hoc" do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública se constitui elemento de suma importância

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982

REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982 REGIMENTO INTERNO Aprovado dia 02 de julho de 1982 Artigo 1º. - A FUNDAÇÃO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA - FUNEP, além das disposições constantes de seu Estatuto

Leia mais

MANTENEDOR E CONTADOR

MANTENEDOR E CONTADOR MANTENEDOR E CONTADOR No ano de 2000, Darci de Paula, Contador formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em Ciências Contábeis e Pós graduado em MBA IFRS(Normas Internacionais de Contabilidade),

Leia mais

Implementação de estratégias

Implementação de estratégias Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3 Etapa 4 Etapa 5 Disciplina Gestão Estratégica e Serviços 7º Período Administração 2013/2 Implementação de estratégias Agenda: Implementação de Estratégias Visão Corporativa sobre

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO MANUAL DO AVALIADOR Avaliar é fazer análise e ter a oportunidade de rever, aperfeiçoar, fazer de forma diferente, sempre em busca de eficácia e resultados. Gartner & Sánchez As

Leia mais

SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR

SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR Consiste na forma como as diferentes Pessoas Jurídicas atuam no desenvolvimento de atividades econômicas e sociais no âmbito da sociedade. De acordo com o

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL

SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL SAÚDE E SEGURANÇA QUALIDADE DE VIDA CIPA 5 S SUSTENTABILIDADE SMS RESPONSABILIDA DE SOCIAL Para REFLEXÃO Exemplo de aspectos ambientais significativos Descarga de efluentes líquidos Disposição de

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.593, DE 18 DE JANEIRO DE 2012. Mensagem de veto Institui o Plano Plurianual da União para o período de 2012 a 2015. A PRESIDENTA

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO Cooperativismo Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO GESTÃO: Samuel José dos Santos Diretor Presidente Marco Antonio da C.Guimarães - Diretor Operacional João Gonçalves dos Santos Diretor

Leia mais

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda.

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda. Código de Ética SPL Consultoria e Informática Ltda. Introdução Segundo o dicionário Aurélio ética é o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana suscetível de qualificação do ponto

Leia mais

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br.

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br. Marketing Ambiental Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. O que temos visto e ouvido falar das empresas ou associado a elas? Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br 2 3 Sílvia

Leia mais

6 Considerações Finais

6 Considerações Finais 6 Considerações Finais Este capítulo apresenta as conclusões deste estudo, as recomendações gerenciais e as recomendações para futuras pesquisas, buscadas a partir da análise dos casos das empresas A e

Leia mais

Legislação Tributária ARRECADAÇÃO. Início dos Efeitos 10057/2014 14-02-2014 14-02-2014 1 14/02/2014 14/02/2014

Legislação Tributária ARRECADAÇÃO. Início dos Efeitos 10057/2014 14-02-2014 14-02-2014 1 14/02/2014 14/02/2014 Legislação Tributária ARRECADAÇÃO Ato: Lei Número/Complemento Assinatura Publicação Pág. D.O. Início da Vigência Início dos Efeitos 10057/2014 14-02-2014 14-02-2014 1 14/02/2014 14/02/2014 Ementa: Cria

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Modelo de Plano de Ação

Modelo de Plano de Ação Modelo de Plano de Ação Para a implementação da Estratégia Multimodal da OMS para a Melhoria da Higiene das Mãos Introdução O Modelo de Plano de Ação é proposto para ajudar os representantes de estabelecimentos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais Lei nº 2677 BENEDITO PEREIRA DOS SANTOS, Prefeito do Município de Itajubá, Estado de Minas Gerais, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCERIA:

REALIZAÇÃO: PARCERIA: REALIZAÇÃO: PARCERIA: A partir de agora você descobrirá a importância do planejamento financeiro pessoal e familiar, aprenderá a lidar melhor com o seu dinheiro, controlar suas despesas e tomar decisões

Leia mais

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (Lei Nº 11.788 / 2008) Regulamenta as atividades do Estágio Curricular da FAMEC e estabelece normas

Leia mais

O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS

O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS Luís Filipe Vellozo de Sá e Eduardo Rios Auditores de Controle Externo TCEES Vitória, 21 de fevereiro de 2013 1 Planejamento Estratégico

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria;

2.1.3.1 Atender aos requisitos de qualificação básica para membro da Diretoria; POLÍTICA DE ELEIÇÕES DO PMI RIO I ABRANGÊNCIA Esta política se aplica ao processo de Eleições bianual promovido pelo PMI RIO em acordo com o Estatuto do chapter. II - REQUISITOS PARA O CREDENCIAMENTO:

Leia mais