Soluções de Questões de Matemática CEFET/RJ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Soluções de Questões de Matemática CEFET/RJ"

Transcrição

1 Soluções de Questões de Matemática CEFET/RJ de outubro 00 Esta apostila contém soluções comentadas das questões de matemática de provas de seleção para o Ensino Médio no Centro Federal de Educação Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ CEFET/RJ Ensino Médio

2 Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Prova 00 Questão Manuela dividiu um segmento de reta em cinco partes iguais e depois marcou as frações e nas extremidades, conforme a figura abaixo. Em qual dos pontos Manuela deverá assinalar a fração 5? A B C D a) A b) B c) C d) D Como o segmento está dividido em 5 partes iguais, teremos que: 6 Portanto cada segmento vale 0. Como queremos chegar a 5 : x 0 5 Onde x é o número de segmentos usados, daí: 0 + x x 0 + x 6 x São usados dois segmentos, ou seja, Manuela deve marcar no ponto B. Opção B Enunciado comum às questões e. Passados setenta anos da morte do compositor Noel Rosa, 0 músicas de sua discografia, acabam de cair em domínio público. Depois de um colossal trabalho de pesquisa e restauração sonora, um professor paulistano de biologia reuniu toda a obra do Poeta da Vila em uma caixa com 4 CDs,

3 assim distribuídos: 4 CDs com 4 músicas, CDs com 5 músicas, CDs com 6 músicas, CDs com 7 músicas, CD com 0 músicas e CD com 5 músicas. Considere esse total de 0 músicas, onde não há músicas que estejam em mais de um CD. Questão Qual é, aproximadamente, a média de músicas por CD? a) 6,4 b) 7,8 c) 8,6 d) 9, Como queremos a média de músicas m por CD basta fazer: Total de Músicas m Total de CD's Então: 0 m m 6, 4 4 Opção A Questão Quantas músicas mais, no mínimo, deverão cair em domínio público até que o percentual de músicas da obra de Noel Rosa nessa situação, ultrapasse 70% de sua obra? a) 4 b) 8 c) 4 d) 45 Queremos saber quantas músicas no mínimo, somadas às 0 já em domínio público, perfazem um total maior do que 70% das 0 músicas, ou seja: x > x > 7 Logo x 4. Questão 4 x > 4 Qual, dentre as opções abaixo, equivale a +? a) + b), 5 + c) + d) + Opção C Solução : Um radical duplo pode ser transformado em um radical simples por meio da expressão: Então: Portanto: A + C A C A ± B ± Onde C A B C 9 8 C

4 Solução : Todas as opções contém o radical, portanto a resposta será do tipo x +. Elevando + ao quadrado: Desenvolvendo: + ( x + ) + x + x + Separando esta equação em parte irracional e parte racional teremos: + x + + x Igualando as partes irracionais de ambos os lados: x x O que soluciona nossa equação. Questão 5 Opção C João, Pedro e Carlos são atletas. João tem 6 anos e joga vôlei, Pedro tem 7 anos e joga basquete e Carlos tem 5 anos e joga futebol. Considere que uma pessoa alta tem mais de,80 m de altura e que somente uma das afirmativas abaixo é verdadeira. Exatamente um dos rapazes é alto. Exatamente dois dos rapazes mencionados são altos. Exatamente três dos rapazes mencionados são altos. 4 Pelo menos dois dos rapazes mencionados são altos. A soma dos números dos itens cujas afirmações são falsas é: a) b) c) 8 d) 9 Se as afirmativas ou forem verdadeiras, a 4 automaticamente também o será, logo e são falsas. E, caso a 4 fosse verdadeira, não teríamos a soma das falsas como resposta (soma 6). Assim a afirmativa correta é e a soma das falsas vale 9. Opção D Questão 6 O elevador panorâmico do Cantagalo pode transportar adultos ou 0 crianças. Qual o maior número de crianças que poderia ser transportadas com 9 adultos? a) b) 4 c) 5 d) 6 Fazendo uma regra de três simples teremos: adultos 0 crianças adultos x crianças x 60 x 5 crianças Opção C 4

5 Questão 7 Curso Mentor Na figura abaixo, O é o centro de uma circunferência que tangencia a semi-reta BA no ponto A e tangencia o segmento BE no ponto C. Sabendo ainda que BA é paralela a reta OF, que o segmento EF é perpendicular a OF e que o menor arco da circunferência com extremidades em A e B mede 60, podemos afirmar que o ângulo FÊD mede: E O C D F A B a) 0 b) 0 c) 50 d) 60 Traçando os segmentos AO, OB e OC temos a seguinte figura: E O C D F A B Como AB//OD e OAB ˆ 90, pois é ponto de tangência, ABDO é um trapézio retângulo, ou seja, AOD ˆ 90. A e C são pontos de tangência, logo, AB BC e OB é bissetriz do ângulo AOC. ˆ DO enunciado sabe-se que AC 60, então AOB ˆ BOC ˆ COD ˆ 0. O triângulo COD é retângulo em C, portanto ODC ˆ EDF ˆ 60. Sabemos, do enunciado, que EF é perpendicular a OD, logo DEF ˆ 0. Opção B Questão 8 Se ABCD é um quadrilátero tal queab BCD ˆ 45, podemos afirmar que: AD, BÂD 60, ABC ˆ 50 e a) CD AB b) CD BC c) CD < AD d) CD BD < 0 5

6 Fazendo a figura do enunciado: A 60 B C D Como AB AD e BAD ˆ 60, temos que o triângulo ABD é equilátero. Assim ABD ˆ 60 e DBC ˆ 90. Fazendo AB x : AB AD BD BC x Sabemos que BCD é retângulo, então: Questão 9 DC x + x DC x Opção B Abaixo temos um triângulo retângulo ABC e uma figura F composta por quatro triângulos congruentes a ABC. Considerando que BC 8 cm e AC 4AB, qual é o a perímetro da figura F? C A F B a) 6,0 cm b) 6,4 cm c) 8,0 cm d) 8,4 cm De acordo com a figura F, os lados são: BC, AC AB Do enunciado temos que AC 4AB. Podemos então calcular os lados do triângulo ABC, usando o teorema de Pitágoras: 6

7 8 AC + AC 4 Daí: 6AC + 9AC AC AC cm 5 5 Calculando AB: 4 AB AC AB AB cm O perímetro p da figura F será então: p 4BC + 4 AC AB Substituindo os valores anteriores: 4 p p p + 6, 4 p 8, 4 cm Opção D Questão 0 A figura abaixo consta de um hexágono formado por 4 triângulos equiláteros de lado. A área sombreada é formada por três triângulos equiláteros de tamanhos distintos entre si. Se S é a área sombreada e B é a área não sombreada do hexágono, o valor de B S é: a) 4 b) 5 4 c) 9 d) Vamos dar uma ampliada na figura para podermos nomear alguns pontos: 7

8 E N J M K I O F G H ) O triângulo NOF é equilátero de lado vide enunciado logo sua área será: S NOF SNOF 4 4 ) Vamos calcular a área do triângulo EMF. A altura JM vale: JM + JM A base EF vale: EF EF Logo a área do triângulo EMF será: S EMF SEMF 4 Observação: Uma análise mais cuidadosa mostra que EMF é equilátero, basta olhar os ângulos internos. ) Falta apenas calcular agora a área do triângulo IFH. Calculando IF: Calculando IH: Calculando FH: A área do triângulo IFH é: 4) Calculando a área S teremos: 5 IF IJ + JF IF + IF IH IK + HK IH + IH FH FG + FH FH + 4 FH 7 S SFH 7 4 S SNOF + SEMF + SIFH 7 S ( + + 7) S S 4 4 5) A área B é a diferença entre a área do hexágono maior e a área sombreada S: 8

9 Calculando B S : B 4 B B 4 B S S 4 Opção D. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base, o numeral mais simples de é: a) 0 b) 0 c) 00 d) 00 e) Para passar um número qualquer da base 0 para a base dividimos o mesmo por sucessivamente até encontrar quociente igual a : 5 0 Lendo da direita para a esquerda começando pelo último quociente e indo até o primeiro resto obtemos o número na base : 0 0 Opção B. Questão O setor público registra déficit de R$,09 bilhões em 994. Se x é igual ao número de zeros dessa quantia, desprezados os zeros dos centavos, então o número x escrito no sistema binário é: a) 0 b) 00 c) 0 d) 0 e) A quantia bilhões pode ser representada por uma potência de 0: 9 bilhão Assim: 9, 09 bilhões, Como são 7 zeros, precisamos passar para a base : 70 Observação: Cuidado com essa questão, pois há uma armadilha ; é preciso contar o zero entre o e o 9 ( ). Opção E 9

10 . Questão Curso Mentor A tabela abaixo está escrita no sistema binário. Determine o único elemento que satisfaça a sequência a) 0000 b) 000 c) 000 d) 00 e) 000 O melhor caminho para esta questão talvez seja colocar cada número da tabela no sistema de base 0 e verificar mais claramente qual a regra de formação dela: Opção A 4. Questão Sistema Decimal de Numeração No número ( ), qual o valor relativo do algarismo que ocupa a segunda ordem quando escrito no sistema decimal? Para passar o número para a base 0 usamos o seguinte procedimento: Portanto: Separando em ordens: Resposta: 0 5. Questão Escrevendo-se o algarismo 5 à direita de um certo número, ele fica aumentado de 48 unidades. Que número é esse? De acordo com o enunciado temos: O que nos dá: Solucionando esta equação teremos: a5 a a a 0

11 Tirando a prova real: Curso Mentor 0a a a 4 a a Resposta: 7 Operações Fundamentais 6. Questão Um dado elevador pode transportar, com segurança, no máximo, uma tonelada. Supondo-se que esse elevador esteja transportando três pessoas com 67 kg cada, seis pessoas com 75 kg cada e três pessoas com 8 kg cada, qual o número máximo de pessoas com 56 kg cada que ainda poderiam ser transportadas sem risco de sobrecarga? Solução : Somando o peso das pessoas já no elevador: O peso total já é de 897 kg. Colocando mais um passageiro de 56 kg: Caso seja colocado mais um passageiro de 56 kg: O que ultrapassa uma tonelada. Portanto só é possível colocar mais um passageiro além dos que já estão no elevador. Solução : O problema pode ser solucionado usando inequações: n 56 < n 56 < n < n < 56 n <,8 Como n deve ser natural seu valor é. Resposta: 7. Questão Números Primos Determine três números naturais consecutivos cujo produto é 504. Vamos fatorar 504:

12 Note que as combinações destes fatores separadas em três grupos nos darão os números possíveis. Apesar disso, nossa pesquisa será mais restrita, pois os números devem ser consecutivos e começando por isso não será possível, pois os próximos números seriam e 4, o que é impossível. Veja:? Com não é possível 5, passemos para 6. Há um fator para 7, mas não há fatores suficientes para fazer 8. Confira: 6 7 O próximo teste é 7, 8 e 9. Que é nossa resposta. Para que fique ainda mais claro, abaixo, listamos as possibilidades de combinações: 8. Questão Parcelas da fatoração Números 7, e 6 7, 4 e 6 7, e 7, 7 e 6 7, 4, e 6 7 4, 6 e 7 4, 7 e 8 7, 8 e 7 7, 8 e 9 7, 7 e 4 O número de divisores do número 40 é: a) 8 b) 6 c) 4 d) e) 0 Resposta: 7,8 e 9 Seja N um número qualquer cuja fatoração encontra-se abaixo: a b c N x y z... O número de divisores positivos D de qualquer número N pode ser dado pela expressão: D ( a + ) ( b + ) ( c + )... Fatorando 40: O total de divisores positivos será: D + + D 8 Opção A 9. Questão A soma dos dois maiores fatores primos de 0 é:

13 a) 9 b) 8 c) 0 d) 5 e) 7 Fatorando 0: Daí: S + 5 S 8 Opção B 0. Questão Se N 0, qual o número de divisores positivos de N que são também múltiplos de 5? Vamos fatorar N: Reescrevendo esta fatoração: N 5 N 5 N 5 5 Note que excluindo a parcela com resultado 5 temos: D D 6 Esses 6 divisores serão obrigatoriamente múltiplos de 5, pois estão multiplicados por 5. Resposta: 6 5 Ângulos. Questão Na figura, AB é paralelo a CD. O valor do ângulo BEC ˆ é: B 40 x E D A a) 5 b) 40 c) 50 d) 55 e) 75 5 Traçando uma paralela auxiliar a AB e CD passando por E: C

14 B 40 a b E D A Usando as propriedades de duas paralelas cortadas por uma transversal, vemos que a 40 e b 5 então: x a + b x 75 Opção E 5 C. Questão Triângulos Considere o quadrilátero da figura abaixo e calcule a medida do ângulo x em função das medidas de a, b e c. a b R c Primeiro, traçamos o prolongamento de um dos lados até interceptar o outro lado: a b R x c Note que x é ângulo externo do triângulo maior, logo: x a + b Pelo mesmo motivo: R x + c Substituindo uma equação na outra: R a + b + c x R a + b + c 4

15 . Questão Curso Mentor No triângulo ABC, AB AC e  80. Os pontos D, E e F estão sobre os lados BC, AC e AB respectivamente. Se CE CD e BF BD, então o ângulo EDF ˆ é igual a: A F E C B D a) 0 b) 40 c) 50 d) 60 e) 70 Como AB AC temos que ˆB Cˆ 50. Do enunciado temos CE CD, logo CED ˆ CDE ˆ 65. Também do enunciado, temos BF BD, então BFD ˆ BDF ˆ 65. Olhando a figura percebemos que: CDE ˆ + BDF ˆ + EDF ˆ 80 Logo: EDF ˆ EDF ˆ 50 Opção C 4. Questão Em qual dos polígonos convexos a soma dos ângulos internos mais a soma dos ângulos externos é de 080? a) Pentágono b) Hexágono c) Heptágono d) Octógono e) Eneágono A soma dos ângulos internos de um polígono convexo é dada pela expressão: S 80 n i A soma dos ângulos externos é dada por: Se 60 Do enunciado: S + S 080 i e 80 n n n n 6 80 O polígono tem 6 lados, logo é o hexágono. Opção B 5

16 5. Questão Os polígonos ABCDEFGH, GHL e AHIJ são regulares. Calcule o ângulo LAI ˆ. E D F G L C B H A I J Como GHL é equilátero temos GHL ˆ 60. Calculando o ângulo interno do octógono: a 80 n 80 6 i a i n 8 ai 5 Calculando então o ângulo LHA ˆ : LHA ˆ 5 60 LHA ˆ 75 Observando o triângulo AHL, temos: AH HL Portanto: ˆ ˆ 05 HAL ALH O triângulo IHA é retângulo em H e isósceles (IH AH ), o que nos dá: IAH ˆ 45 Da figura: LAI ˆ IAH ˆ + HAL ˆ ˆ 05 ˆ 95 LAI 45 + LAI LAI ˆ 97, 5 ou LAI ˆ 97 0' 6. Questão Círculo Num círculo tomam-se, no mesmo sentido de percurso, os arcos AB 0, BC 60 e CD. Sabendo-se que o ângulo BAD ˆ 65, determine a soma dos ângulos Ê e ˆF formados respectivamente, pelos prolongamentos das cordas AB e DC e das cordas BC e AD. 6

17 Façamos primeiro a figura do enunciado: A 65 0 D C 60 B F E Como BAD ˆ 65 o arco BD vale 0, portanto o arco CD vale 70. A partir disso: AB + BC + CD + DA 60 AB AB AB 0 Para calcular os ângulos em E e F devemos lembrar do que segue abaixo: D A F B Seja o triângulo ACF. O ângulo em A é metade do arco CD: CD Â Olhando agora para o ângulo externo em C teremos: ˆ AB ACB Usando o ângulo externo em C do triângulo ACF: ˆF + Aˆ ACB ˆ Então: CD AB AB CD Fˆ + Fˆ AB CD ˆF Usando este resultado no problema: ˆ ˆ F + E + C Fˆ + Eˆ 50 7

18 7. Questão Sendo AB Curso Mentor x e CD y, o valor de x + y é: A x B 00 D 40 y C a) 90 b) 0 c) 40 d) 50 e) 60 O arco AD vale: AD ACD ˆ AD 80 AD é subentendido pelo ângulo ABD ˆ : ˆ AD ABD ABD ˆ 40 Sendo E a interseção das cordas, a soma dos ângulos do triângulo ABE: Aˆ + Bˆ + Eˆ 80 Aˆ Somando todos os arcos: Â 60 AB + BC + CD + DA 60 x y x + y 60 Opção E 8. Questão Na figura, AB é o diâmetro da circunferência de centro O; OX e OY são respectivamente bissetrizes de AOC ˆ e BOD. ˆ Desta forma XOY ˆ mede: A O B X 8 Y C D a) 76 b) 96 c) 09 d) 8 e) 8 Do enunciado temos que: ˆ XOC Podemos então escrever a soma: AOC ˆ e ˆ YOD BOD ˆ 8 AC + CD + DB 80

19 Somando 8 : Curso Mentor XOC ˆ + YOD ˆ XOC ˆ + YOD ˆ 7 XOY ˆ 09 Opção C 9. Questão Considere a figura abaixo: Linhas Proporcionais O M P N R Se MOP ˆ NOR ˆ, OM cm, OP cm e ON 4 cm, determine a medida de OR. Traçando o segmento RN vemos que os ângulos subentendem o mesmo arco ON: O ˆ OMP e ˆ ORN são congruentes, pois 4 M P N R Como os triângulos OMP e ORN têm dois ângulos iguais, eles são semelhantes (pelo caso AAA). Podemos então escrever: OP OM ON OR OR 6 4 OR O segmento OR vale, então, 6 cm. 9

20 0. Questão Considerando as afirmações: i. a + b a + b ii. 0 iii iv. a + b a + b v. 5 < 6 Curso Mentor Radicais e Racionalização vi. 4 a b b a Transcrever para o caderno de respostas a opção correta: a) Todas são falsas. b) Apenas uma é verdadeira. c) Apenas duas são verdadeiras. d) Apenas três são verdadeiras. e) Existem exatamente quatro verdadeiras. Vamos analisar cada afirmação: Falsa, pois Falsa, a divisão de um número não nulo por zero é impossível. Falsa, a divisão de zero por zero é indeterminada. Falsa, basta um contra-exemplo Falsa, quanto mais próximo de zero, maior é o número negativo. Falsa, desenvolvendo a expressão temos: 4 a b a b ab Opção A. Questão Calcule o valor da expressão 4 0, , Calculando o valor: 0,5 4 ( 0,5) ( 8)

21 Questão Qual o valor da expressão: 0, , + 5?, Desenvolvendo a expressão obtemos: + 0, , , 6. Questão Calcule o valor da expressão 0, 005 0, O melhor para este problema é escrever cada termo como uma potência de, ou 5: ( 5) ( 5) ( )

22 Finalmente podemos escrever: 5 Calcule Questão 0,5 0 0, , Reescrevendo a expressão teremos: Prosseguindo ( 6 ) Questão é: O valor da expressão a) b) 4 c) 8 d) e) 4 Colocando as duas parcelas do produto com a mesma base teremos:

23 Opção A 6. Questão O valor numérico da expressão 5 x y + x y x y + x y y x, para x 0,... e y é: a) 0 b) 0,... c) 0, d) 5 9 e) Antes de substituir os valores de x e y, vamos tentar arrumar a expressão: x y x + y + x y x y + x y ( x y) Colocando x y em evidência: x + y + 5 x y x y ( ) x + y Substituindo os valores de x e y: ( x + y) , + + Opção E 7. Questão Racionalizando-se o denominador da fração, encontramos um fator racionalizante do tipo a + b +. Determine o valor da soma a + b +. O denominador da fração é uma parcela da fatoração da diferença de dois cubos e sabemos que: a b a b a + ab + b Usando a relação anterior: ( ) Aplicando a propriedade distributiva no denominador: ( ) Observando o processo anterior, temos que a soma pedida dá 7 como resultado, pois a 4 e b.

24 8. Questão O número d + é um número natural. Qual é esse número? Solução : Elevando toda a expressão ao quadrado teremos: Calculando o quadrado da soma: Desenvolvendo: d + d ( ) d d 6 + d 6 d d 6 d 4 d ± Como d é natural, temos que d. Solução : Podemos usar o desenvolvimento de um radical duplo: A + C A C A ± B ± Aplicando ao enunciado: Onde C A B ) C 8 C ) 8 + C 8 C 8 Como d é a diferença entre ) e ) temos: d + ( ) d + d 9. Questão Resolver em {,} Equações do º Grau R : x + x x 4. Fazendo o MMC de ambos os lados: x ( x + ) x 4 x + x x 4 4

25 4 x 5 x + x x 4 Como o denominador não pode ser nulo teremos: 4 x 5 x x 0 x ± S, { } 0. Questão Resolver a equação abaixo sendo U R : x x + x 4x Trocando o sinal do denominador da segunda fração: x + 0 x + x 4x Calculando o MMC: ( x ) ( x + ) x + 0 x + x 4x Aplicando a propriedade distributiva e lembrando que é possível simplificar os denominadores, pois estes não podem ser nulos: 6x 4x x 0 x 8 0 x 8 S 8 { }. Questão Resolver a equação abaixo: para x ±. x x x 4 x + x x + 0 Trocando o sinal do denominador da segunda equação: x x x 4 0 x + x x Fazendo o MMC: x ( x ) x ( x + ) x 4 0 x + x x Desenvolvendo: x x x x x + 4 ( x + ) ( x ) + x x

26 Como x ± temos:. Questão Curso Mentor x x x 4 ( ) ± 5 x ( ) 5 x x x S { 4} Resolver a equação algébrica abaixo, sabendo que x ± e x ± 4 : x 8x + 6 x 5x x 6 x + 8 x + x. Desenvolvendo a expressão: x 8x + 6 x 6 x + 8 Colocando alguns termos em evidência: Daí: 9 + x 5x + 4 x + x ( x 4) ( ) ( + ) ( x + 4) x 4 x x x 4 x + x x + x 4 x x 4 x x 4 x + 4 x + 4 x x + x + 0 ( x ) ( x ) ( x + ) Mais uma vez fazendo o MMC e simplificando os denominadores: x + + x 0 x + + x 0 5x 0 x S { }. Questão Sobre o conjunto-verdade da equação reais, podemos afirmar que: a) é infinito b) é vazio c) é unitário d) contém números negativos e) contém dízimas periódicas x + y x + y xy x y, no universo dos números Desenvolvendo a expressão: 6

27 x + xy + y x + y x y x y Teremos: x + xy + y x + y 0 x y x y 0 xy Logo não existe par xy real que satisfaça a expressão acima. Opção B 4. Questão A equação cujas raízes são a e a é: a) 9x + ax a 0 b) 9x ax a 0 c) 9x ax + a 0 d) 9x ax a 0 Como temos as duas raízes podemos calcular a soma (S) e o produto (P): a a a S S a a a P P 9 Podemos então escrever uma equação como abaixo: a a x x 0 9 Multiplicando toda a expressão por 9: 9x ax a 0 Opção A 5. Questão A equação T m p. 0x + mx + p 0 tem raízes e Toda equação do º grau pode ser escrita como: a x x x x 0 Onde x e x são as raízes da equação. Então: a x x + 0 x x a x x a x Determine o valor numérico de

28 ax a ax Comparando com a equação original, vemos que a 0, portanto: 5x 5 0x 0 Concluímos então que: 5 m p E 5 5 m p 0 6. Questão Determine a soma das raízes reais da equação 8 x + x a) 0 b) c) + d) 6 + e) Não existem raízes reais A soma das raízes de uma equação existe mesmo que as raízes não sejam reais, pois a parcela que contém é cancelada. Primeiro então precisamos verificar se as raízes são reais: ( + ) ( ) Como, 7 temos que > 0. A soma das raízes será, portanto: Racionalizando: 7. Questão + S S + Sobre a equação x 4x 0, marque a afirmativa correta: a) O produto das raízes é. b) A soma das raízes é. c) A raiz positiva é um número entre 4 e 5. d) As duas raízes são positivas. e) A equação não tem raízes reais. Vamos analisar cada uma das afirmativas: a) Falsa. O produto das raízes é dado por: c P P a b) Falsa. A soma das raízes é dada por: Opção C

29 b 4 S S 4 a c) Verdadeira. Vamos calcular as raízes: ( 4) x x + 5 ( 4) ± 0 x 4 5 x x 5 Como 5, 4 temos que x 4,4 e x 0,4. d) Falsa. O produto das raízes é negativo, logo as duas raízes tem sinais opostos. e) Falsa. Temos que 0. Opção C 8. Questão Qual a diferença das raízes da equação mx + m p x p 0, * m R +? A diferença entre as raízes de uma equação pode ser encontrada da seguinte forma: Daí: Então: b + b b + + b + D a a a a a 9. Questão D D ( m p) 4 m ( p) m + + m m mp p 4mp ( + ) m + mp + p m p D D m m D m + p A soma dos inversos das raízes da equação p, p e p, é igual a. Determine o valor de p. m p x + p + x p 0, onde A soma dos inversos das raízes: Então: x + x + x x x x 9

30 ( p ) + p Solucionando esta equação: 40. Questão A equação da expressão O que queremos é: Desenvolvendo: Sabemos que: Curso Mentor p + p p + p p p p p p + p p x 75x + 0 tem suas raízes representadas por a e b. Determine o valor + a b. + a b a + b + a b a b a + b a + ab + b a + b a + b ab Usando este resultado na expressão anterior: a + b a b Como a e b são as raízes temos: a + b ab a b 75 a + b ab a b 0

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ 1. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base, o numeral mais simples de

Leia mais

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base 2, o numeral mais simples de

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

Soluções das Questões de Matemática do Processo Seletivo de Admissão ao Colégio Naval PSACN

Soluções das Questões de Matemática do Processo Seletivo de Admissão ao Colégio Naval PSACN Soluções das Questões de Matemática do Processo Seletivo de Admissão ao Colégio Naval PSACN Questão Concurso 00 Seja ABC um triângulo com lados AB 5, AC e BC 8. Seja P um ponto sobre o lado AC, tal que

Leia mais

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 TEOREMA DE TALES. Na figura abaixo as retas r, s e t são (A) 0 (B) 6 (C) 00 (D) 80 (E) 0. Três retas paralelas são cortadas por duas Se AB = cm; BC = 6 cm e XY = 0 cm a medida, em cm, de XZ é: (A) 0 (B)

Leia mais

a soma dois números anteriores da primeira coluna está na segunda coluna: (3m +1) + (3n +1) = 3(m + n) + 2.

a soma dois números anteriores da primeira coluna está na segunda coluna: (3m +1) + (3n +1) = 3(m + n) + 2. OBMEP 01 Nível 3 1 QUESTÃO 1 ALTERNATIVA A Basta verificar que após oito giros sucessivos o quadrado menor retorna à sua posição inicial. Como 01 = 8 1+ 4, após o 01º giro o quadrado cinza terá dado 1

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é:

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é: MATEMÁTICA Prof. Adilson ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS 1. Calcule o valor de x e y observando as figuras abaixo: a) b) 2. Calcule a medida de x nas seguintes figuras: 3. A medida do complemento: a)

Leia mais

Aula 5 Quadriláteros Notáveis

Aula 5 Quadriláteros Notáveis Aula 5 Quadriláteros Notáveis Paralelogramo Definição: É o quadrilátero convexo que possui os lados opostos paralelos. A figura mostra um paralelogramo ABCD. Teorema 1: Se ABCD é um paralelogramo, então:

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 201 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 16 Em um paralelogramo, as medidas de dois ângulos

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 *

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Objetivas 01 1 Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/ B) /3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Considere três números, a, b e c. A média aritmética entre a e b é 17 e a média aritmética entre a, b

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. FUVEST VESTIBULAR 00 FASE II PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. Q 0. Para a fabricação de bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto A, pagando R$9, 00, e unidades do produto B, pagando R$8,00. Sabendo-se

Leia mais

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA D

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA D OBMEP 015 Nível 3 1 QUESTÃO 1 Como,5 = 5 x 0,5, o tempo que o frango deve ficar no forno é 5 x 1 = 60 minutos. Logo, Paula deve colocar o frango no forno às 19 h, mas 15 minutos antes deve acender o forno.

Leia mais

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Apresentação dos Conteúdos e Objetivos para o 3º Teste de Avaliação de

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C Questão TIPO DE PROVA: A Se a circunferência de um círculo tiver o seu comprimento aumentado de 00%, a área do círculo ficará aumentada de: a) 00% d) 00% b) 400% e) 00% c) 50% Aumentando o comprimento

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab.

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab. MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito Questão 01 [ 2,00 pts ] Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso

Leia mais

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C.

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. 1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 01. (UESC-Adaptada) (x + )!(x + )! O valor de x N, que

Leia mais

Geometria Plana Noções Primitivas

Geometria Plana Noções Primitivas Geometria Plana Noções Primitivas Questão 1 (CESGRANRIO-85) Numa carpintaria, empilham-se 50 tábuas, umas de 2 cm e outras de 5 cm de espessura. A altura da pilha é de 154 cm. A diferença entre o número

Leia mais

1 B 1 Dado z = ( 1 + 3 i), então z n é igual a

1 B 1 Dado z = ( 1 + 3 i), então z n é igual a MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números naturais : conjunto dos números inteiros : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária:

Leia mais

FUVEST 2008 1 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia.

FUVEST 2008 1 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. FUVEST 008 a Fase Matemática Professora Maria Antônia Gouveia..0. Sabendo que os anos bissextos são os múltiplos de 4 e que o primeiro dia de 007 foi segunda-feira, o próximo ano a começar também em uma

Leia mais

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar GAAL - 201/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar SOLUÇÕES Exercício 1: Determinar os três vértices de um triângulo sabendo que os pontos médios de seus lados são M = (5, 0, 2), N = (, 1, ) e P = (4,

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 010 1 a Fase Profa Maria Antônia Gouveia QUESTÃO 01 Sobre números reais, é correto afirmar: (01) Se m é um número inteiro divisível por e n é um número inteiro divisível

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas MODULO 1 - AULA 1 Aula 1 Áreas de Superfícies Planas Superfície de um polígono é a reunião do polígono com o seu interior. A figura mostra uma superfície retangular. Área de uma superfície é um número

Leia mais

Resolução do Exame de acesso ao PROFMAT

Resolução do Exame de acesso ao PROFMAT Grupo PET-Matemática UFCG Resolução do Exame de acesso ao PROFMAT 2012 wwwdmeufcgedubr/pet/ Grupo PET Matemática - UFCG: Alan, André, Arthur, Felipe, Geovany, Juarez, Juliérika, Matheus, Michell, Paulo,

Leia mais

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br A Matemática no Vestibular do ITA Material Complementar: Prova 01 c 01, Sergio Lima Netto sergioln@smtufrjbr 11 Vestibular 01 Questão 01: Das afirmações: I Se x, y R Q, com y x, então x + y R Q; II Se

Leia mais

Prof. Dra. Vera Clotilde Garcia, Acad. Fabiana Fattore Serres, Acad. Juliana Zys Magro e Acad. Taís Aline Bruno de Azevedo.

Prof. Dra. Vera Clotilde Garcia, Acad. Fabiana Fattore Serres, Acad. Juliana Zys Magro e Acad. Taís Aline Bruno de Azevedo. 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA SECRETARIA DE ENSINO À DISTÂNCIA O NÚMERO DE OURO Prof. Dra. Vera Clotilde Garcia, Acad. Fabiana Fattore Serres, Acad. Juliana Zys Magro

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

Aplicações de Combinatória e Geometria na Teoria dos Números

Aplicações de Combinatória e Geometria na Teoria dos Números Aplicações de Combinatória e Geometria na Teoria dos Números Nesse artigo vamos discutir algumas abordagens diferentes na Teoria dos Números, no sentido de envolverem também outras grandes áreas, como

Leia mais

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares.

NOTAÇÕES. +... + a n. , sendo n inteiro não negativo k =1. Observação: Os sistemas de coordenadas considerados são cartesianos retangulares. MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i: unidade imaginária, i = z: módulo do número z Re(z): parte real do número z Im(z): parte imaginária do número z det

Leia mais

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B 1 GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA 1. Considere um quadrilátero RSTU, satisfazendo RS = ST = TU = UR, como o exemplo ilustrado abaixo. Considerando esses dados, podemos afirmar que: 0-0) SU é

Leia mais

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números complexos : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números inteiros = {0,,, 3,...} * = {,, 3,...} Ø: conjunto vazio A\B =

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010 PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-0 DA MACKENZIE Profa. Maria Antônia Gouveia. / / 00 QUESTÃO N o 9 Dadas as funções reais definidas por f(x) x x e g(x) x x, considere I, II, III e IV abaixo. I) Ambas

Leia mais

PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães

PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães Nível Iniciante Propriedade 1 Num triângulo retângulo ABC, a mediana BM relativa à hipotenusa mede

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia

PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ECONOMIA RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 0 - FGV CURSO DE ECONOMIA Profa. Maria Antônia C. Gouveia QUESTÃO 0 Laura caminha pelo menos km por dia. Rita também caminha todos os dias, e a soma das distâncias diárias

Leia mais

Uma Introdução às Construções Geométricas

Uma Introdução às Construções Geométricas page 1 Uma Introdução às Construções Geométricas Eduardo Wagner page 2 Texto já revisado pela nova ortografia. page 3 Eισαγωγή στ ις Γεωµετ ρική κατ ασκευές Eduardo Wagner page 4 page i Apresentação Oι

Leia mais

Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ

Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ 1º Exame de Qualificação 011 Questão 6 Vestibular 011 Observe a representação do trecho de um circuito elétrico entre

Leia mais

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B 1 QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B A diferença entre o que há na primeira balança e o que há a balança do meio é exatamente o que há na última balança; logo, na última balança deve aparecer a marcação 64 41 = 23

Leia mais

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura.

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura. NOME: ANO: º Nº: POFESSO(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Áreas: Quadrado: EVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência A, onde representa o lado etângulo: A b h, onde b representa a

Leia mais

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 010 Prova de Matemática Vestibular ª Fase Resolução das Questões Discursivas São apresentadas abaixo possíveis

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

Módulo 1 Abrindo o Wingeom

Módulo 1 Abrindo o Wingeom Módulo 1 Abrindo o Wingeom Para abrir o Wingeom, dê dois clique no ícone. Abrirá a janela: No menu, na barra de ferramentas, clique no item. Isto criará a janela gráfica sem nome1.wg2: Barra de Ferramentas

Leia mais

. Para que essa soma seja 100, devemos ter 56 + 2x donde 2x = 44 e então x = 22, como antes.

. Para que essa soma seja 100, devemos ter 56 + 2x donde 2x = 44 e então x = 22, como antes. OBMEP 008 Nível 3 1 QUESTÃO 1 Carlos começou a trabalhar com 41-15=6 anos. Se y representa o número total de anos que ele trabalhará até se aposentar, então sua idade ao se aposentar será 6+y, e portanto

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS APRENDIZAGEM RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS APRENDIZAGEM RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA 0) O tanque de combustível do carro de João tem capacidade de 40 litros. Sabemos que o consumo do carro é de litro para cada 0 quilômetros rodados, se João dirigir a uma

Leia mais

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03. Teste Intermédio Matemática Versão 1 Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.2014 9.º Ano de Escolaridade Indica de forma legível a versão do teste. O teste é constituído por dois

Leia mais

EXAME NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO 2013-2 GABARITO. Questão 1.

EXAME NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO 2013-2 GABARITO. Questão 1. EXAME NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO 0 - Questão. GABARITO Considere um triângulo equilátero de lado e seja A sua área. Ao ligar os pontos médios de cada lado, obtemos um segundo triângulo equilátero de área

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

Aula 4 Ângulos em uma Circunferência

Aula 4 Ângulos em uma Circunferência MODULO 1 - AULA 4 Aula 4 Ângulos em uma Circunferência Circunferência Definição: Circunferência é o conjunto de todos os pontos de um plano cuja distância a um ponto fixo desse plano é uma constante positiva.

Leia mais

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Resolução por Maria Antônia Conceição Gouveia da Prova de Matemática _ Vestibular 5 da Ufba _ 1ª fase QUESTÕES de 1 a 8 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros

Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros CURSO MENTOR Soluções Comentadas Matemática Processo Seletivo de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros Versão 8.5 05/05/011 Este material contém soluções comentadas das questões de matemática das

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Q ) Um apostador ganhou um premio de R$ 1.000.000,00 na loteria e decidiu investir parte do valor

Leia mais

(A) (B) (C) (D) (E) RESPOSTA: (A)

(A) (B) (C) (D) (E) RESPOSTA: (A) 1. Assinale, dentre as regiões a seguir, pintadas de cinza, aquela que é formada pelos pontos do quadrado cuja distância a qualquer um dos vértices não é maior do que o comprimento do lado do quadrado.

Leia mais

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo.

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. 1. Círculos e cilindros 1.1. Planificação da superfície de um cilindro Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. A planificação

Leia mais

Pré-Seleção OBM Nível 3

Pré-Seleção OBM Nível 3 Aluno (a) Pré-Seleção OBM Nível 3 Questão 1. Hoje é sábado. Que dia da semana será daqui a 99 dias? a) segunda-feira b) sábado c) domingo d) sexta-feira e) quinta feira Uma semana tem 7 dias. Assim, se

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Distribuição das 1.048 Questões do I T A 94 (8,97%) 104 (9,92%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais 23 (2, 101 (9,64%) Geo. Espacial Geo. Analítica Funções Conjuntos 31 (2,96%)

Leia mais

Prova Final 2012 1.ª chamada

Prova Final 2012 1.ª chamada Prova Final 01 1.ª chamada 1. Num acampamento de verão, estão jovens de três nacionalidades: jovens portugueses, espanhóis e italianos. Nenhum dos jovens tem dupla nacionalidade. Metade dos jovens do acampamento

Leia mais

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro.

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro. Catarina Ribeiro 1 Vamos Recordar: Circunferência de centro C e raio r é o lugar geométrico de todos os pontos do plano que estão à mesma distância r de um ponto fixo C. Círculo de centro C e raio r é

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO

EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO EDUARDO PAES PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CLAUDIA COSTIN SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGINA HELENA DINIZ BOMENY SUBSECRETARIA DE ENSINO MARIA DE NAZARETH MACHADO DE BARROS VASCONCELLOS COORDENADORIA

Leia mais

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos Estudo de Polígonos Enchendo a piscina A piscina de um clube de minha cidade, vista de cima, tem formato retangular. O comprimento dela é de 18 m. o fundo é uma rampa reta. Vista lateralmente, ela tem

Leia mais

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS 01. Na figura, ABCD é um quadrado e ADE é um triângulo retângulo em E. Se P é o centro do quadrado, prove que a semirreta EP é a bissetriz do ângulo AED. Resolução.

Leia mais

O B. Podemos decompor a pirâmide ABCDE em quatro tetraedros congruentes ao tetraedro BCEO. ABCDE tem volume igual a V = a2.oe

O B. Podemos decompor a pirâmide ABCDE em quatro tetraedros congruentes ao tetraedro BCEO. ABCDE tem volume igual a V = a2.oe GABARITO - QUALIFICAÇÃO - Setembro de 0 Questão. (pontuação: ) No octaedro regular duas faces opostas são paralelas. Em um octaedro regular de aresta a, calcule a distância entre duas faces opostas. Obs:

Leia mais

Gabarito - Matemática - Grupos I/J

Gabarito - Matemática - Grupos I/J 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Para a estréia de um espetáculo foram emitidos 1800 ingressos, dos quais 60% foram vendidos até a véspera do dia de sua realização por um preço unitário de R$

Leia mais

Geometria Euclidiana Plana Parte I

Geometria Euclidiana Plana Parte I CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA 2015.1 Geometria Euclidiana Plana Parte I Joyce Danielle de Araújo - Engenharia de Produção Lucas Araújo dos Santos - Engenharia de Produção O que veremos

Leia mais

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema Matemática 01. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6 cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da face contendo C e D, e F é o pé da perpendicular a BD traçada a

Leia mais

Áreas e Aplicações em Geometria

Áreas e Aplicações em Geometria 1. Introdução Áreas e Aplicações em Geometria Davi Lopes Olimpíada Brasileira de Matemática 18ª Semana Olímpica São José do Rio Preto, SP Nesse breve material, veremos uma rápida revisão sobre áreas das

Leia mais

QUESTÃO 16 (UNICAMP) Três planos de telefonia celular são apresentados na tabela abaixo:

QUESTÃO 16 (UNICAMP) Três planos de telefonia celular são apresentados na tabela abaixo: Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA A 1 ạ SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 2015 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 16 (UNICAMP) Três planos de telefonia celular

Leia mais

Questão 2. Questão 1. Questão 3. Resposta. Resposta

Questão 2. Questão 1. Questão 3. Resposta. Resposta Instruções: Indique claramente as respostas dos itens de cada questão, fornecendo as unidades, caso existam. Apresente de forma clara e ordenada os passos utilizados na resolução das questões. Expressões

Leia mais

XXXI Olimpíada de Matemática da Unicamp Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica Universidade Estadual de Campinas

XXXI Olimpíada de Matemática da Unicamp Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica Universidade Estadual de Campinas Gabarito da Prova da Primeira Fase Nível Alfa 1 Questão 1 0 pontos Na Tabela 1 temos a progressão mensal para o Imposto de Renda Pessoa Física 014 01. Tabela 1: Imposto de Renda Pessoa Física 014 01. Base

Leia mais

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA EDITAL 2015 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Testes de Português e Matemática - Material: o candidato deverá trazer: lápis apontados, apontador, borracha e o Compreensão e interpretação de textos; exploração

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P- tipo D-8 Matemática (P-) Ensino Fundamental 8º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 8 o

Leia mais

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A AULA - ÁREAS Área de um Triângulo - A área de um triângulo pode ser calculada a partir de dois lados consecutivos e o ângulo entre eles. h sen a h a sen b h a b sen A - A área de um triângulo eqüilátero

Leia mais

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD)

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínios de conteúdos: Números e Operações (NO) Geometria e Medida (GM) Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Álgebra (ALG) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínio NO7 9 GM7 33 Números racionais

Leia mais

Exercícios de Matemática Retas e Planos

Exercícios de Matemática Retas e Planos Exercícios de Matemática Retas e Planos 3. (Unesp) Considere o cubo da figura adiante. Das alternativas a seguir, aquela correspondente a pares de vértices que determinam três retas, duas a duas reversas,

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 3.º CICLO do Ensino BÁSICO Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/1.ª Chamada 8 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância:

Leia mais

Matemática. Disciplina: CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. Varginha Minas Gerais

Matemática. Disciplina: CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. Varginha Minas Gerais CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Curso Pró-Técnico Disciplina: Matemática Texto Experimental 1 a Edição Antonio José Bento Bottion e Paulo Henrique Cruz Pereira Varginha Minas Gerais

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA.

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 00 ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. QUESTÃO.01.Carlos, Luis e Sílvio tinham, juntos, 100 mil reais para investir por um ano. Carlos

Leia mais

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA MATEMÁTICA 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) CALCULANDO COM NÚMEROS NATURAIS 1. Idéias associadas à adição 2. Idéias associadas à subtração 3. Idéias associadas à multiplicação 4. Idéias associadas à divisão

Leia mais

Nome: Turma: Unidade: 1º SIMULADO - 9º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 07 de Maio - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE

Nome: Turma: Unidade: 1º SIMULADO - 9º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 07 de Maio - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE Nome: 015 Turma: Unidade: 1º SIMULADO - 9º ANO LÓGICA, CONTEÚDO. 45 Questões Dia: 07 de Maio - quinta-feira EDUCANDO PARA SEMPRE Nome: Turma: Unidade: 3 5 1. A expressão 10 a) 5. 11 b) 5. c) 5 d) 30 5

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Matemática 5 Ano Letivo 2012/2013 FICHA FORMATIVA: SÓLIDOS GEOMÉTRICOS E FIGURAS NO PLANO

Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Matemática 5 Ano Letivo 2012/2013 FICHA FORMATIVA: SÓLIDOS GEOMÉTRICOS E FIGURAS NO PLANO 151865 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CINFÃES Escola E.B. 2,3 General Serpa Pinto Cinfães Matemática 5 FICHA FORMATIVA: SÓLIDOS GEOMÉTRICOS E FIGURAS NO PLANO 1. A figura ao lado representa o polígono da

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2009 Ensino Fundamental e Ensino Médio Nome do (a) Aluno (a): nº Atividade de: Desenho Geométrico Nível: E.Médio Classe: 2-3 Professor (a): 3º Trimestre Data:

Leia mais

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12 EXAME DE ACESSO PROFMAT - 015 - SOLUÇÕES 1. Se x é um número real tal que x + 1 x = 3, então x + 1 é igual a: x (A) 6 (D) 9 Resposta: B) (B) 7 (E) 1 (C) 8 Elevando ambos os membros da equação x + 1 = 3

Leia mais

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível 1 Segunda Fase Parte A CRITÉRIO DE CORREÇÃO: PARTE A Na parte A serão atribuídos 5 pontos para cada resposta correta e a pontuação

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

O coeficiente angular

O coeficiente angular A UA UL LA O coeficiente angular Introdução O coeficiente angular de uma reta já apareceu na Aula 30. Agora, com os conhecimentos obtidos nas Aulas 40 e 45, vamos explorar mais esse conceito e descobrir

Leia mais

Se o ABC é isóscele de base AC, determine x.

Se o ABC é isóscele de base AC, determine x. LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA PROFESSOR MOABI QUESTÃO I Nas figuras abaixo, o CBA é congruente ao CDE. Determine o valor de x e y. QUESTÃO II Num triângulo, o maior lado mede 26 cm,

Leia mais

LISTA de RECUPERAÇÃO MATEMÁTICA

LISTA de RECUPERAÇÃO MATEMÁTICA LISTA de RECUPERAÇÃO Professor: ARGENTINO Recuperação: O ANO DATA: 0 / 06 / 015 MATEMÁTICA 1. A figura representa duas raias de uma pista de atletismo plana. Fábio (F) e André (A) vão apostar uma corrida

Leia mais

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra GEOMETRIA PLANA: SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2 1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra a figura. A rodovia AC tem 40km, a rodovia AB tem 50km, os ângulos

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

Álgebra Linear. Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru. 19 de fevereiro de 2013

Álgebra Linear. Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru. 19 de fevereiro de 2013 Álgebra Linear Mauri C. Nascimento Departamento de Matemática UNESP/Bauru 19 de fevereiro de 2013 Sumário 1 Matrizes e Determinantes 3 1.1 Matrizes............................................ 3 1.2 Determinante

Leia mais

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 (OBMEP RJ) Num triângulo retângulo, definimos o cosseno de seus ângulos agudos O triângulo retângulo da figura

Leia mais