OFERTA FORMATIVA. "O segredo do sucesso não é. (Michael Hammer)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFERTA FORMATIVA. "O segredo do sucesso não é. (Michael Hammer)"

Transcrição

1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional OFERTA FORMATIVA 2015 "O segredo do sucesso não é prever o futuro. É preparar-se para um futuro que não pode ser previsto." (Michael Hammer) Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico:

2 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional Índice Nota introdutória 4 Inscrição e seleção 6 Pág. Área de Formação Pág. Ação DESENVOLVIMENTO PESSOAL Comunicação e comportamento organizacional 7 Comunicação interpessoal e assertividade 7 Ética e deontologia profissionais 8 Formação inicial em coaching para chefias 8 Formação inicial em desenvolvimento pessoal e coaching 9 Relacionamento interpessoal 9 LÍNGUAS E LITERATURAS ESTRANGEIRAS Língua estrangeira - iniciação/inglês 10 Língua estrangeira - continuação/inglês 10 Inglês conversação 11 Curso de Inglês básico (Regime de b-learning) 11 Curso de Inglês avançado (Regime de b-learning) 11 LÍNGUA E LITERATURA MATERNA Técnicas de escrita profissional na administração pública 12 Técnicas de redação online: internet, intranet, mail, newslettter 12 BIBLIOTECONOMIA, ARQUIVO E DOCUMENTAÇÃO Arquivo organização e manutenção - avançado 13 Gestão informatizada de documentos - Formato de arquivos 13 Implementação e gestão de serviços de informação: procedimentos e estratégias em bibliotecas 13 SECRETARIADO E TRABALHO ADMINISTRATIVO Atendimento - técnicas de comunicação 14 Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -2-

3 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional CONTABILIDADE E FISCALIDADE Aquisição de bens e serviços - Código dos contratos públicos 15 Contabilidade pública - POCP 15 Lei dos compromissos e dos pagamentos em atraso 16 Orçamentação dos serviços públicos 16 GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO Definição de objetivos estratégicos e monitorização (SIADAPRA) 17 Saber elaborar planos e relatórios de atividades 17 QUALIDADE Análise da satisfação dos clientes 18 Auditorias ao sistema de gestão da qualidade 18 Gestão da qualidade segundo a Norma ISO 9001 (versão 2015) 18 Gestão de processos e implementação de indicadores 19 DIREITO CCP - saber elaborar convites e cadernos de encargos 20 Código dos contratos públicos: a execução dos contratos 20 Lei geral do trabalho em funções públicas 20 Lei geral do trabalho em funções públicas (para juristas) 21 Novo código do procedimento administrativo 21 Novo código do procedimento administrativo (para juristas) 22 INFORMÁTICA NA ÓTICA DO UTILIZADOR Ficheiros de bases de dados ACCESS 24 Folha de cálculo - funcionalidades avançadas (EXCEL) 24 Gestão integrada de informação (WORD, EXCEL, POWERPOINT, NUVEM) 24 SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO Ambiente, segurança, higiene e saúde no trabalho - conceitos básicos 25 Curso básico de primeiros socorros 25 Segurança e saúde no trabalho: Normativos legais aplicados à atividade administrativa 26 SESSÕES DE TRABALHO Avaliação de propostas à luz do código dos contratos públicos (CCP) 27 Férias, faltas e licenças 27 Licenciamento zero - atualização 27 Saber comunicar com pessoas difíceis no atendimento 28 Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -3-

4 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional Nota Introdutória O, enquanto serviço público responsável e mediador da promoção da valorização atualizada dos recursos humanos das carreiras comuns da Administração Pública Regional, tem vindo a desenvolver uma atividade que se pretende como contributo às necessidades transversais e específicas dos seus trabalhadores. Mantendo a linha dos anos anteriores, o CEFAPA continua com um Programa Formativo que, não sendo especificamente dirigido para aqueles que possuam escolaridade e qualificação mais baixa, permite a alguns dos seus participantes fazerem uso desses módulos de conhecimento UFCD s e, através da Rede Valorizar, integrá-los num processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências. Em 2015 pretende-se continuar a investir em ações que promovam a melhoria do desempenho dos trabalhadores e, paralelamente, contribuam e sejam motores da necessidade de melhoria contínua e de (re) encontro com a responsabilidade individual de cada um e de todos no seu processo de autoformação. Nesse sentido, incluem-se nesta oferta formativa anual ações decorrentes de alterações legislativas em áreas fundamentais da atuação da Administração Pública e mantêm-se algumas ações em formato de Unidade de Formação de Curta (UFCD), cujos conteúdos consideramos complementares para um bom exercício profissional. As Sessões de Trabalho, com a duração ajustada para 14 horas/2 dias de trabalho, com indicação de algumas áreas novas e podendo estender-se a outras áreas que surjam como pertinentes, Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -4-

5 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional continuam presentes no Programa de 2015 como componentes formativas privilegiadas da formação. Na escolha das ações foi tido em consideração as necessidades expressas pelos serviços da administração pública regional. É de referir que a execução do plano de formação continua a contar com a colaboração das escolas profissionais da Região, aproveitando, assim, a sua larga experiência na área. Por fim, é de aludir que a oferta formativa não se esgota no Plano Regular de Formação. Paralelamente, pretende-se potenciar o desenvolvimento de ações de formação à medida, através dos Cursos Especiais de Intervenção CEI, em resposta às propostas concretas e fundamentadas dos serviços, tendo em vista as vantagens de um plano de formação integrado e desenvolvido no local de trabalho, com a eventual partilha dos meios e encargos correspondentes. Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -5-

6 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional Inscrição e Seleção Inscrição Podem inscrever-se nas ações de formação funcionárias/os, agentes e contratadas/os da Administração Pública Regional e e de outros Organismos Públicos protocolados. As inscrições efetuam-se mediante o envio, pelo serviço da/o candidata/o, do Boletim de Inscrição dirigido ao por correio eletrónico (documento digitalizado), por fax ou por correio e devem dar entrada até 30 dias antes da data do início da ação de formação. Endereço eletrónico: (Indicar no Assunto: Inscrição) Fax: Endereço: Rua de São João, n.º Seleção No processo de seleção serão ponderados vários fatores, nomeadamente, as/os destinatárias/os definidos para a ação de formação, as funções desempenhadas pela/o candidata/o, as ações frequentadas por esta/e e a prioridade atribuída pelo respetivo serviço. Caso deste processo resulte um número excessivo de candidatas/os, será ainda feita uma distribuição equitativa de vagas pelos diferentes departamentos. Critérios de seleção: Para além das/os destinatárias/os definidos para a ação de formação e dos requisitos definidos (escolaridade mínima de acesso e conhecimentos prévios) atribui-se a seguinte ponderação: - Prioridade atribuída pelo respetivo serviço (45%) - Funções desempenhadas (35%) - Menor número de ações frequentadas na área por esta/e (20%) Convocação e Confirmação A convocação dos candidatos será feita por escrito, em ofício dirigido aos respetivos serviços, não sendo feita qualquer comunicação às/aos não selecionadas/os. As/Os candidatas/os convocadas/os deverão confirmar a sua presença para o CEFAPA até à data prevista no ofício, sem o que a respetiva inscrição deixará de ser considerada sendo a/o candidata/o substituída/o por outra/o, em condições de participar. Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -6-

7 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional UFCD, o que é? É uma Unidade de Formação de Curta, ou seja, são formações modulares capitalizáveis, definidas no Catalogo Nacional de Qualificações (CNQ) e que permitem a obtenção de uma ou mais qualificação presente no CNQ. Estas unidades poderão fazer parte de percursos formativos diferenciados, flexíveis e com duração variada e a frequência com sucesso poderá permitir aceder a um processo de RVCC. Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -7-

8 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional Ações de Formação Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -8-

9 ÁREA DESENVOLVIMENTO PESSOAL COMUNICAÇÃO E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Ação nº1/2015 Desenvolver as competências pessoais no contexto relacional, com recurso ao desenvolvimento da assertividade e da inteligência emocional. Identificar a importância da motivação no desempenho profissional. Aplicar as competências pessoais mais eficazes para a prevenção e resolução de conflitos interpessoais Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 12 A 15 DE OUTUBRO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE Ação nº2/2015 Identificar e distinguir os elementos básicos do processo comunicacional Identificar fatores determinantes para a eficácia no processo de comunicação Identificar e desenvolver estilos de comportamento assertivo UFCD n.º º ano de escolaridade PICO 04 A 07 DE MAIO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -9-

10 ÁREA DESENVOLVIMENTO PESSOAL ÉTICA E DEONTOLOGIA PROFISSIONAIS Ações nºs 3 e 4/2015 Reconhecer as exigências ética associadas à sua atividade profissional. Identificar os fatores deontológicos associados à sua atividade profissional. Reconhecer as suas próprias competências e funções. Reconhecer as exigências éticas e deontológicas em relação aos seus colegas de trabalho, à própria organização e ao público externo UFCD n.º º ano de escolaridade 1ª Edição 2ª Edição 15 A 18 DE JUNHO 26 A 29 DE OUTUBRO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h FORMAÇÃO INICIAL EM COACHING PARA CHEFIAS Ações nºs 5 e 6/2015 Compreender o conceito de coaching e a sua utilidade nas suas vidas pessoais e profissionais; Conhecer e utilizar ferramentas de coaching no desenvolvimento pessoal; Dominar técnicas de comunicação eficaz; Realizar de forma natural auto-coaching; Compreender os seus padrões de comportamento e como lidar com os mesmos; Agir de forma criativa na obtenção de soluções para ultrapassar obstáculos com que se irá deparar. Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos 1ª Edição 2ª Edição 13 A 17 DE ABRIL 06 A 10 DE JULHO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -10-

11 ÁREA DESENVOLVIMENTO PESSOAL FORMAÇÃO INICIAL EM desenvolvimento pessoal e COACHING Ações nºs 7, 8 e 9 Realizarem autoanálises regulares à sua vida como base para o desenvolvimento de estratégias de melhoria pessoal; Responsabilizarem-se pelas ações que empreendem nas suas vidas profissionais e pessoais assumindo uma atitude vencedora e positiva; Reconhecer em si, de forma rápida e natural, comportamentos egóicos e proceder de imediato a correções; Identificar os seus Valores pessoais e tomar decisões que estejam alinhadas com os mesmos; Realizar auto-coaching, analisando a sua realidade atual, formulando objetivos positivos, buscando soluções criativas e entrando em ação de forma decidida e eficaz 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição HORTA 20 A 24 DE ABRIL 11 A 15 DE MAIO 19 A 23 DE OUTUBRO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Ação nº10/2015 Reconhecer e descrever a importância das relações interpessoais para o desempenho da atividade. Aplicar técnicas de comunicação escrita e oral no âmbito do desenvolvimento da atividade. UFCD n.º º ano de escolaridade 09 A 12 DE NOVEMBRO 25 HORAS HORÁRIO 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -11-

12 ÁREA LÍNGUAS E LITERATURAS ESTRANGEIRAS LÍNGUA ESTRANGEIRA INICIAÇÃO/INGLÊS Ação nº11/2015 A elencagem de competências do conteúdo programático tem como referência a ocorrência da Língua em contexto de realização, não se referindo a aspetos específicos do funcionamento da Língua. Trata-se de um nível de iniciação, pelo que se destina a adultos que não tenham quaisquer noções estruturadas de uma língua estrangeira. UFCD n.º CLC_LEI 9.º ano de escolaridade 15 A 24 DE JUNHO 50 HORAS 1º a 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 5º a 8º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h LÍNGUA ESTRANGEIRA CONTINUAÇÃO/INGLÊS Ação nº12/2015 A elencagem de competências do conteúdo programático tem como referência a ocorrência da Língua em contexto de realização, não se referindo a aspetos específicos do funcionamento da Língua. Trata-se de um nível de continuação, pelo que se destina a adultos que tenham noções estruturadas de uma língua estrangeira. UFCD n.º CLC_LEC 9.º ano de escolaridade 27 MAIO A 05 DE JUNHO 50 HORAS 1º a 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 5º a 8º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -12-

13 ÁREA LÍNGUAS E LITERATURAS ESTRANGEIRAS INGLÊS CONVERSAÇÃO Ações nºs 13 e 14/2015 Aprofundar a compreensão oral Desenvolver a fluência e a correção da expressão Desenvolver a autonomia da aprendizagem 1ª Edição 2ª Edição 18 A 22 DE MAIO 01 A 05 DE JUNHO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h CURSOS DE INGLÊS BÁSICO B-LEARNING Ações nºs 15 e 17/2015 No final do curso os formandos deverão ser capazes de escrever, falar e perceber a língua inglesa, usando estruturas gramaticais e vocabulário simples e comum em situações profissionais quotidianas CURSOS DE INGLÊS AVANÇADO B-LEARNING Ações nºs 16 e 18/2015 Metodologia Pré requisitos Locais No final do curso os formandos deverão ser capazes de usar a língua inglesa para comunicar adequadamente em contexto profissional específico, apropriar-se de informação veiculada nesta língua, dominar as regras de conversação e de escrita, as estruturas gramaticais e utilizar da melhor forma o vocabulário Trabalhadores da administração pública que no seu desempenho profissional necessitem de conhecimentos de língua inglesa Os participantes serão colocados nos cursos, nível básico ou avançado, de acordo com o seu grau de conhecimentos aferido através de um pré-teste avaliativo. A transmissão dos conteúdos programáticos será feita presencialmente e à distância, pela Internet em plataforma Moodle com a disponibilização de documentação em vários formatos: diapositivos, textos, exercícios, trabalhos individuais, ou outros. Pretende-se com este regime misto de formação proporcionar aos formandos um estudo mais independente e com horário mais flexível na componente à distância, bem como, a oportunidade de consolidação dos conhecimentos adquiridos, troca de experiências e prática de conversação, na componente presencial. PC com acesso à internet e conhecimentos de informática na ótica do utilizador + Meses de ABRIL, MAIO, JUNHO, SETEMBRO, OUTUBRO E NOVEMBRO 40 HORAS (20 sessões semanais presenciais) + 60HORAS (30 sessões práticas à distância) 18:00h 20:00h (Pós-laboral) Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -13-

14 ÁREA LÍNGUA E LITERATURA MATERNA TÉCNICAS DE ESCRITA PROFISSIONAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Ação nº 19/2015 Suscitar o interesse e a atenção em relação aos aspetos linguísticos da comunicação pública. Sensibilizar em relação à importância de escrever de modo claro e simples. Estimular o empenho pessoal, melhorar e inovar as modalidades de comunicação interna e externa da Administração Pública. 05 A 08 DE MAIO 28 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h TÉCNICAS DE REDAÇÃO ONLINE: INTERNET, INTRANET, MAIL, NEWSLETTER Ações nºs 20 e 21/2015 Conhecer as regras de redação para um ambiente multimédia e alinhadas com os princípios do Português claro Redigir conteúdos adaptados ao ambiente multimédia duma forma eficaz Dinamizar as publicações online da organização 1ª Edição 2ª Edição 21 A 24 DE ABRIL 12 A 15 DE OUTUBRO 28 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -14-

15 ÁREA BIBLIOTECONOMIA, ARQUIVO E DOCUMENTAÇÃO ARQUIVO ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO AVANÇADO Ação nº 22/2015 Dotar os formandos de conhecimentos de natureza administrativa e arquivística que lhes permitam desenvolver ações de organização e gestão documental e da informação, orientadas para a modernização administrativa e a gestão da qualidade, nas diversas organizações. 16 A 19 DE JUNHO 28 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h GESTÃO INFORMATIZADA DE DOCUMENTOS Formato de arquivos Ação nº 23/2015 Utilizar ferramentas eletrónicas na gestão documental (Bases de dados Excel, PDF e digitalização) UFCD n.º º ano de escolaridade 02 A 11 DE NOVEMBRO 50 HORAS 1º a 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 5º a 8º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO: PROCEDIMENTOS E ESTRATÉGIAS EM BIBLIOTECAS Ação nº 24/2015 Implementar e gerir serviços de informação Gerir eficazmente uma biblioteca nas suas diversas vertentes (recursos físicos, humanos e técnicos) e deter as ferramentas adequadas para responder aos desafios colocados às bibliotecas na era da Sociedade da Informação e do Conhecimento 06 A 08 DE JULHO 21 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -15-

16 ÁREA SECRETARIADO E TRABALHO ADMINISTRATIVO ATENDIMENTO TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO Ações nºs 25 e 26 /2015 Aplicar técnicas de comunicação eficaz em situação de acolhimento de público interno e externo, em contexto presencial, telefónico e assíncrono UFCD n.º º ano de escolaridade 1ª Edição 2ª Edição 14 A 17 DE ABRIL 12 A 15 DE MAIO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -16-

17 ÁREA CONTABILIDADE E FISCALIDADE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS - CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS Ação nº 27/2015 Dotar os participantes de conhecimentos jurídicos sobre a contratação pública, sobretudo numa vertente prática, que os habilite a conduzir toda a atividade administrativa na formação dos contratos, incluindo a redação das peças procedimentais, e a resolver os problemas práticos mais comuns Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos 20 A 24 DE ABRIL 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h CONTABILIDADE PÚBLICA - POCP Ação nº 28/2015 Identificar os objetivos da contabilidade pública no contexto da harmonização contabilística Estabelecer as principais diferenças entre o POCP e os outros Planos Setoriais da Contabilidade Pública Implementar um sistema de contabilidade orçamental, patrimonial e analítica, atendendo aos princípios, conceitos, regras e procedimentos relacionados com a contabilidade pública Identificar os princípios fundamentais de registo e atualização da valoração dos bens móveis, imóveis e viaturas do Estado Utilizar as principais aplicações informáticas de apoio à Contabilidade Pública UFCD n.º º ano de escolaridade 18 A 21 DE MAIO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -17-

18 ÁREA CONTABILIDADE E FISCALIDADE LEI DOS COMPROMISSOS E DOS PAGAMENTOS EM ATRASO Ação nº29/2015 Delimitar e caraterizar as implicações decorrentes da aplicação da Lei dos Compromissos e pagamentos em atraso, e seu Decreto regulamentar; Novos modelos, conceitos e responsabilidades; Principais implicações da aplicação dos diplomas: Lei 8/2012, de 21 de fevereiro e o seu decreto regulamenta, Decreto-Lei n.º 127/2012, de 21 de junho 01 A 03 DE JULHO 18 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h ORÇAMENTAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS Ação nº30/2015 Elaborar, executar e acompanhar orçamentos dos serviços públicos Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 15 A 18 DE SETEMBRO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -18-

19 ÁREA GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DEFINIÇÃO DE OBJETIVOS ESTRATÉGICOS E MONITORIZAÇÃO (SIADAPRA) Ação nº31/2015 Definir objetivos estratégicos e operacionais e respetivas metas de concretização (QUAR) Desdobrar os objetivos operacionais em planos de atividades Definir indicadores de desempenho para monitorização e medição de resultados Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos 28 A 30 DE ABRIL 21 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h TÉCNICAS DE ELABORAÇÃO DE PLANOS E RELATÓRIOS DE ATIVIDADES Ações nºs 32 e 33/2015 Desenvolver e/ou aperfeiçoar competências específicas para a elaboração de planos e relatórios de atividades compatíveis com as exigências legais definidas pela Administração Pública Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos 1ª Edição 2ª Edição 26 A 29 DE MAIO 19 A 22 DE OUTUBRO 28 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -19-

20 ÁREA QUALIDADE ANÁLISE DA SATISFAÇÃO DOS CLIENTES Ação nº 34/2015 Identificar e aplicar as metodologias de avaliação da satisfação dos clientes Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 26 A 29 DE MAIO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h AUDITORIAS AO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Ação nº 35/2015 Identificar os objetivos das auditorias. Identificar as fases de uma auditoria. Aplicar as bases comportamentais para a auditoria Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 21 A 30 DE SETEMBRO 50 HORAS 1º a 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 5º a 8º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h GESTÃO DA QUALIDADE SEGUNDO A NORMA ISO 9001 (VERSÃO 2015) Ações nºs 36 e 37/2015 Identificar as normas da família ISO 9000; Conhecer os princípios gerais de orientação da gestão da qualidade; Dominar os requisitos da norma NP EN ISO 9001:2015 ao nível do sistema de gestão da qualidade, da responsabilidade da gestão, da gestão de recursos, da realização do produto, da medição e análise Entender os princípios de integração do Planeamento Estratégico com a Norma ISO 9001 Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 1ª Edição 2ª Edição 15 A 18 DE JUNHO 29 DE JUNHO A 02 DE JULHO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -20-

21 ÁREA QUALIDADE GESTÃO DE PROCESSOS E IMPLEMENTAÇÃO DE INDICADORES Ação nº 38/2015 Fazer a gestão dos processos, identificando objetivos e indicadores de medida para os mesmos, demonstrando capacidade de análise dos resultados Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos 02 A 05 DE NOVEMBRO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -21-

22 ÁREA DIREITO CCP - SABER ELABORAR CONVITES E CADERNOS DE ENCARGOS Ação nº39/2015 Adquirir conhecimentos jurídicos sobre as normas do Código dos Contratos Públicos que habilitem a elaborar as peças do procedimento Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos 22 A 24 DE ABRIL 21 HORAS 09:00h 12:30h e 14:00h 17:30h CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS: A EXECUÇÃO DOS CONTRATOS Ação nº40/2015 Identificar as normas do Código dos Contratos Públicos referentes à fase de execução Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos UFCD n.º º ano de escolaridade 07 A 10 DE JULHO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS Ações nºs 41, 42, 43, 44 e 45/2015 Análise e conhecimento da Lei Geral do Trabalho Principais alterações introduzidas pela LGT Conhecimento das novas regras e medidas decorrentes da LGT, com repercussão no desenvolvimento da atividade administrativa dos serviços 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição 4ª Edição 5ª Edição HORTA 04 A 08 DE MAIO 05 A 09 DE OUTUBRO 01 A 05 DE JUNHO 12 A 16 DE OUTUBRO 21 A 25 DE SETEMBRO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -22-

23 ÁREA DIREITO LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS (PARA JURISTAS) Ações nºs 46, 47, 48 e 49/2015 Análise e conhecimento da Lei Geral do Trabalho Analisar a figura do vínculo do emprego público à luz da LGT Conhecimento das novas regras e medidas decorrentes da LGT, com repercussão no processamento/pagamento de vencimentos abonos e outros suplementos Conhecimento das novas regras e medidas decorrentes da LGT, ao nível dos horários de trabalho, férias e faltas Conhecimento das novas regras e medidas decorrentes da LGT, no âmbito do processo disciplinar Conhecimento sobre a figura da Mobilidade; Cedência de Interesse Público; Suspensão e Extinção do Vínculo, no âmbito da LGT. Conhecimento sobre a nova lei em matéria de direito coletivo no âmbito da nova LGT Dirigentes e Técnicos superiores com formação em Direito 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição 4ª Edição HORTA 18 A 22 DE MAIO 21 A 25 DE SETEMBRO 15 A 19 DE JUNHO 06 A 10 DE JULHO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h NOVO CÓDIGO DO PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Ações nºs 50, 51, 52, 53 e 54/2015 Sensibilizar os participantes para as principais inovações, no plano dos princípios, da ação e da aplicação do código, utilizando-o como um instrumento de modernização administrativa; Conhecer o enquadramento jurídico essencial para o desenvolvimento da atividade diária dos serviços 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição 4ª Edição 5ª Edição HORTA 18 A 22 DE MAIO 22 A 26 DE JUNHO 06 A 10 DE JULHO 26 A 30 DE OUTUBRO 12 A 16 DE OUTUBRO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -23-

24 ÁREA DIREITO NOVO CÓDIGO DO PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PARA JURISTAS) Ações nºs 55, 56, 57 e 58/2015 Adquirir conhecimentos que capacitem para analisar e refletir sobre as questões fundamentais do procedimento administrativo, com particular ênfase para as principais inovações que o código em apreço contém Dirigentes e Técnicos superiores com formação em Direito 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição 4ª Edição HORTA 04 A 08 DE MAIO 05 A 09 DE OUTUBRO 01 A 05 DE JUNHO 15 A 19 DE JUNHO 30 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -24-

25 ÁREA INFORMÁTICA UTILIZADORES FICHEIROS DE BASE DE DADOS ACCESS Ação nº 59/2015 Identificar diferentes tipos de ficheiros e seus métodos de acesso Relacionar a filosofia das bases de dados versus ficheiro Identificar num sistema, entidade, seus atributos e relações Interpretar a noção de ocorrência entre entidades Integrar, na prática, a capacidade de eliminar redundância de informação Utilizar, interactivamente, uma base de dados em Windows Desenvolver aplicações para o ambiente Windows Utilizar, adequadamente, na produção de aplicações em desenvolvimento, o conceito de portabilidade de dados Desenvolver aplicações amigáveis Dirigentes, Técnicos superiores, Coordenadores técnicos, Assistentes técnicos, UFCD n.º º ano de escolaridade 23 A 26 DE JUNHO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h FOLHA DE CÁLCULO - FUNCIONALIDADES AVANÇADAS (EXCEL) Ações nºs 60, 61 e 62/2015 Executar ligações entre múltiplas folhas de cálculo Efetuar a análise de dados Automatizar ações através da utilização de macros Assistentes Operacionais UFCD n.º º ano de escolaridade 1ª Edição 2ª Edição 3ª Edição ANGRA DO HEROÍSMO HORTA 26 A 29 DE MAIO 01 A 04 DE JUNHO 29 DE JUNHO A 02 DE JULHO 25 HORAS 1º e 2º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 17:00h 3º e 4º dias, 09:00h 12:30h e 14:00h 16:30h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -25-

26 ÁREA INFORMÁTICA UTILIZADORES GESTÃO INTEGRADA DE INFORMAÇÃO (WORD, EXCEL, POWERPOINT, NUVEM) Ações nºs 63 e 64/2015 Compreender o conceito de gestão integrada da informação; Conhecer e utilizar as técnicas de inter-relação das aplicações Word, Excel, Powerpoint; Conhecer as potencialidades da Nuvem (Cloud) e a relação com as aplicações acima; Dominar técnicas de hiperligação e atualização de dados entre as aplicações acima referidas; Gerir o acesso à informação na Nuvem Assistentes Operacionais Pré requisitos Este curso pressupõe que os formandos dominam o funcionamento das aplicações Windows, Word, Excel e Powerpoint. Não é um curso de iniciação a nenhumas destas aplicações 1ª Edição 2ª Edição 14 A 17 DE ABRIL 22 A 25 DE SETEMBRO 24 HORAS 09:30h 12:30h e 14:00h 17:00h Tel /2/3/4/6 Fax Correio Eletrónico: -26-

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

Oferta formativa 2013

Oferta formativa 2013 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial Direcção Regional do Emprego e Qualificação Profissional Oferta formativa 2013 "O segredo do sucesso não é

Leia mais

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL FORMAÇÃO 01/013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL INFORMAÇÕES FUNDAÇÂO MINERVA Cultura - Ensino e Investigação Científica Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Largo Tinoco de Sousa 760. 108

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 2014 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias

Leia mais

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores Homologado pelo IEFP com o código de curso C1840003 Presencial 90 horas (Conforme Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) DPJ.FOR.FPIF.01

Leia mais

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign.

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign. Design www.craveirodesign.com COMPETIR Formação e Serviços, S.A. www.competiracores.com CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO Quem Somos A Competir-Açores está integrada no Grupo COMPETIR e estamos

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição.

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 1. OBJETIVOS GERAIS No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Descrever a orgânica das Instituições Sociais;

Leia mais

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades Relatório de Actividades X LEGISLATURA 2005 2009 Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar 1 Relatório da Legislatura Introdução 3 Acções de Formação (Internas/Externas/E Learning) 5 Número de

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016

PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016 PLANO DE FORMAÇÃO 2015/2016 MLCPT, UNIPESSOAL LDA Outubro de 2015 A NOSSA EMPRESA A MLCPT tem por objeto, o desenvolvimento de atividades de educação e formação profissional e não profissional para jovens

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO E DA VALORI- ZAÇÃO PROFISSIONAIS

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO E DA VALORI- ZAÇÃO PROFISSIONAIS REGULAMENTO DA FORMAÇÃO E DA VALORI- ZAÇÃO PROFISSIONAIS Documento aprovado por deliberação do Conselho Superior em 16 de julho de 2014 P á g i n a 0 REGULAMENTO DA FORMAÇÃO E DA VALORIZAÇÃO PROFISSIONAIS

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS MÓDULOS HORAS FORMADOR 1 - FORMADOR: SISTEMA, CONTEXTOS E PERFIL 10H FRANCISCO SIMÕES 2 SIMULAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL 13H FILIPE FERNANDES 3 COMUNICAÇÃO

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Maio de 2011 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Esta Pós-Graduação resulta da parceria entre a APEL

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DEPENDENTES DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO (MINUTA) VOLUNTARIADO NOS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO DE MONUMENTOS,

Leia mais

RELATÓRIO DE FORMAÇÃO

RELATÓRIO DE FORMAÇÃO RELATÓRIO 2013 DE FORMAÇÃO 2 Índice Introdução... 5 1. Indicadores Gerais da Formação em 2013... 6 2. Nível de Execução do Plano de Formação 2013... 7 3. Formação extraplano... 9 4. Autoformação... 9 5.

Leia mais

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA Deliberação nº /2011 Considerando que, nos termos do nº 3 do artigo 12º dos Estatutos do Instituto Superior de Agronomia, compete ao Conselho de Gestão do Instituto Superior de Agronomia (ISA), aprovar,

Leia mais

BIF IST BOLSA INTERNA DE FORMADORES IST

BIF IST BOLSA INTERNA DE FORMADORES IST BOLSA INTERNA DE FORMADORES IST Se não sabes, aprende; se já sabes, ensina. Confúcio A criação da BIF vai permitir ao IST os seguintes objetivos: Identificar competências especializadas de trabalhadores

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA. Março de 2015 4ª Edição

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA. Março de 2015 4ª Edição REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA Março de 2015 4ª Edição Índice 1 O DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO... 3 1.1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA... 3 1.2. ESTRUTURA... 3 2 CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA

Leia mais

Unidade orgânica/áreas de atividades. Inspetor- Geral. Subinspetor- Geral

Unidade orgânica/áreas de atividades. Inspetor- Geral. Subinspetor- Geral MODELO A MAPA DE PESSOAL 05 (Estrutura de mapa de pessoal - artigo 5º LVCR) Atribuições/Competências/Atividades Unidade orgânica/áreas de atividades Inspetor- Geral Subinspetor- Geral Diretor de Serviços

Leia mais

Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003

Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003 Certificação da Qualidade ISO 9001 : 2003 DATAS A definir (assim que seja atingido o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 3ª, 4ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h00 às 13h00 e das

Leia mais

REGULAMENTO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (EFA) CURSOS DE FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS (FMC)

REGULAMENTO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (EFA) CURSOS DE FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS (FMC) REGULAMENTO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (EFA) CURSOS DE FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS (FMC) Legislação de Referência: Despacho n.º 334/2012, de 11 de janeiro Portaria n.º 283/2011, de 24

Leia mais

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO DE Área de Formação 862 Segurança e Higiene no Trabalho Formação Profissional Contínua/de Especialização ÍNDICE 1- ENQUADRAMENTO... 3 2- OBJECTIVO GERAL... 4 3- OBJECTIVOS

Leia mais

CURSO DE 2º CICLO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Manual de ESTÁGIOS A COORDENAÇÃO DO CURSO DE 2º CICLO EM GRHCO

CURSO DE 2º CICLO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Manual de ESTÁGIOS A COORDENAÇÃO DO CURSO DE 2º CICLO EM GRHCO CURSO DE 2º CICLO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Manual de ESTÁGIOS A COORDENAÇÃO DO CURSO DE 2º CICLO EM GRHCO Coimbra 2014-2015 1 Introdução 1. Competências gerais do estágio

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO INTERNA DO MUNICÍPIO DE MIRANDELA

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO INTERNA DO MUNICÍPIO DE MIRANDELA REGULAMENTO DE FORMAÇÃO INTERNA DO MUNICÍPIO DE MIRANDELA Qualquer processo formativo de qualidade exige medidas e instrumentos de normalização e controlo, que garantam desempenhos de excelência e correções

Leia mais

Ficha Técnica. TÍTULO Plano de Formação 2014-2015 EDIÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA REVISÃO, DESIGN E PAGINAÇÃO PERIODICIDADE DATA

Ficha Técnica. TÍTULO Plano de Formação 2014-2015 EDIÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA REVISÃO, DESIGN E PAGINAÇÃO PERIODICIDADE DATA Ficha Técnica TÍTULO Plano de Formação 2014-2015 EDIÇÃO Divisão de Gestão de Recursos Humanos Rua Dr. Manuel de Arriaga nº 7 2674-501 Loures Telefone: 21 115 12 51 E-mail: dgrh@cm-loures.pt www.cm-loures.pt

Leia mais

Diagnóstico das Necessidades de Formação

Diagnóstico das Necessidades de Formação Diagnóstico das Necessidades de Formação A AciNet Sistemas e Tecnologias de Informação é uma empresa de tecnologias de informação nas actividades de representação e comercialização de equipamentos informáticos,

Leia mais

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. DESPACHO N.º07/2014 Data: 2014/02/11 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente ASSUNTO: Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. Os Estatutos

Leia mais

MODALIDADES DE FORMAÇÃO. Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda

MODALIDADES DE FORMAÇÃO. Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda MODALIDADES DE FORMAÇÃO 1 CURSOS DE APRENDIZAGEM FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE JOVENS EM ALTERNÂNCIA O que são? São cursos que: > Dãoumaqualificaçãoepreparamparaomercadode trabalho. > Duram aproximadamente

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO set dez 2012

PLANO DE FORMAÇÃO set dez 2012 set dez AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA INTRODUÇÃO Num ano de dificuldades e desafios acrescidos, acreditamos que o conhecimento é fundamental para responder às novas exigências e alavancar

Leia mais

Manual da Qualidade. Logo da certificação 05-11-2014 MQ-01/09

Manual da Qualidade. Logo da certificação 05-11-2014 MQ-01/09 Logo da certificação 1 Apresentação do Instituto Politécnico de Lisboa Os Serviços da Presidência do Instituto Politécnico Lisboa (IPL) apoiam o Presidente na coordenação das atividades das várias unidades

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt PT: 00351 217 931 365 AO: 00244 94 112 60 90 MZ: 00258 821 099 522

www.highskills.pt geral@highskills.pt PT: 00351 217 931 365 AO: 00244 94 112 60 90 MZ: 00258 821 099 522 Apresentação... 3 Como Empresa... 3 A nossa Visão... 3 A nossa Missão - A SUA VALORIZAÇÃO, A NOSSA MISSÃO!... 3 Os nossos Valores... 3 Porquê fazer um Curso de Especialização?... 4 Formação Certificada...

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014 AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA O seu conhecimento em primeiro lugar! AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA INTRODUÇÃO No primeiro trimestre a Agência para a Modernização Administrativa

Leia mais

Regulamento (Aprovado em Conselho Pedagógico de 12 de Maio de 2009)

Regulamento (Aprovado em Conselho Pedagógico de 12 de Maio de 2009) ESCOLA SECUNDÁRIA DE PEDRO ALEXANDRINO CURSOS EFA Educação e Formação de Adultos Regulamento (Aprovado em Conselho Pedagógico de 12 de Maio de 2009) I Legislação de Referência Portaria n.º 230/2008 de

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Formação

Regulamento do Núcleo de Formação Regulamento do Núcleo de Formação 2013 1.Nota Introdutória Qualquer processo de formação com qualidade exige medidas e instrumentos de normalização e controlo, que permitam garantir desempenhos de excelência

Leia mais

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G Escola Superior de Gestão de Santarém Pedido de Registo do CET Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos Peça Instrutória G Conteúdo programático sumário de cada unidade de formação TÉCNICAS

Leia mais

MEDIDA VIDA ATIVA. Objetivos, destinatários e operacionalização

MEDIDA VIDA ATIVA. Objetivos, destinatários e operacionalização Objetivos, destinatários e operacionalização Objetivos - consolidar, integrar e aperfeiçoar um conjunto de intervenções orientadas para a ativação dos desempregados, favorecendo a aprendizagem ao longo

Leia mais

VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO

VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO INDICE 1. NOTA PRÉVIA... 3 2. VOLUNTARIADO... 4 3. VOLUNTÁRIO... 4 3.1. Direitos e Deveres do Voluntário... 5 4. MODELO DE GESTÃO DO VOLUNTARIADO... 7 4.1. Levantamento

Leia mais

RH: QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

RH: QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Designação da Ação Paralisia Cerebral (varias abordagens) Definição implementação de PI Qualidade do Serviço e Satisfação do Cliente Suporte Básico de Vida Comunicação e Relacionamento Interpessoal Trabalho

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA Educação Formação de Jovens - Tipo 7 Jovens até aos 22 anos*, com o 12 ano de escolaridade. Formação UFCD Início Fim Duração Horário Sócios sócios Não Programador

Leia mais

Norma ISO 9001:2008 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos; Manual da Qualidade.

Norma ISO 9001:2008 Sistemas de gestão da qualidade Requisitos; Manual da Qualidade. 1. OBJETIVO Este procedimento tem como objetivo estabelecer as linhas gerais pelas quais se regem os cursos de formação desenvolvidos pelo ISEP FORGLOBE, bem como descrever as atividades e o funcionamento

Leia mais

OFERTA FORMATIVA DO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E BANCA - 2.º SEMESTRE

OFERTA FORMATIVA DO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E BANCA - 2.º SEMESTRE BANCA Iniciação Bancária Para Assistente de Cliente - Edição 1 252 Módulo 1 - Noções de Matemática 36 21-30 1 Módulo 2 - Cálculo Financeiro Bancário 36 12-122 Módulo 3 - Linguística 40 01-23 Módulo 4 -

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves

Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves REGULAMENTO DOS CURSOS EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS NÍVEL SECUNDÁRIO Anexo ao Regulamento Interno Aprovado em Conselho Geral a 26 de março de 2014 1 de 10 Índice

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 039/2004-COU/UNICENTRO REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 128/2014- COU/UNICENTRO. DISPOSITIVOS DO PROJETO PEDAGÓGICO APROVADO POR ESTA RESOLUÇÃO, ESTÃO ALTERADOS PELA RESOLUÇÃO Nº 26/2009-COU/UNICENTRO.

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015. Visite o Regulamento da Formação em www.qualiwork.pt

PLANO DE FORMAÇÃO 2015. Visite o Regulamento da Formação em www.qualiwork.pt PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Visite o Regulamento da em www.qualiwork.pt A Qualiwork é uma organização certificada segundo a norma ISO 9001 em serviços de Consultoria e no seguinte âmbito: Prestação de serviços

Leia mais

Plano de Formação Promovida DTIM - 2011

Plano de Formação Promovida DTIM - 2011 à Informática Não se aplica Presencial 1 39 12 20-01-2011 03-03-2011 3ª e 5ª 09:30/12:30 Formação Inicial de Formadores Presencial 1 96 12 24-01-2011 13-04-2011 2ª, 4ª e 6ª 19:00/22:00 Vários módulos 375,00

Leia mais

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS INSTITUTO DIPLOMÁTICO

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS INSTITUTO DIPLOMÁTICO VAGAS PARA ESTÁGIOS SERVIÇOS INTERNOS º SEMESTRE DE 04/05 SERVIÇO VAGAS PERFIL DO ESTAGIÁRIO Serviço do Protocolo de Estado Relações Vaga I-/s/45 Tradução Internacionais, Direito e/ou SAPE-DGA Serviço

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE APOIO À GESTÃO. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Apoio à Gestão Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE APOIO À GESTÃO. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Apoio à Gestão Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE APOIO À GESTÃO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Apoio à Gestão Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 ÁREA DE ACTIVIDADE - ADMINISTRAÇÃO/GESTÃO OBJECTIVO GLOBAL

Leia mais

OFERTA. Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade.

OFERTA. Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade. QUALIDADE Transição para a NP ISO 9001:2015 Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade. Dar a conhecer as alterações

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO SINDICATO DOS QUADROS TÉCNICOS DO ESTADO E DE ENTIDADES COM FINS PÚBLICOS REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO I Contexto de intervenção A formação é uma área crítica da Administração Pública (AP),

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO EXTERNA 2015. Qualidade

PLANO DE FORMAÇÃO EXTERNA 2015. Qualidade (Isento IVA) Qualidade Norma ISO 9001 Qualidade (nova versão ) Gestores da Qualidade 7 outubro Formar acerca do conteúdo da Norma de referência ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade: requisitos Conhecer

Leia mais

PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário "Organização e Gestão de Eventos".

PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário Organização e Gestão de Eventos. PARTICIPAÇÃ0 GRATUÍTA no seminário "Organização e Gestão de Eventos". INSCRIÇÕES e mais informações: tel. 220 931 192 "Organização e Gestão de Eventos" Seminário Informar.pt Dia e hora: 4 Setembro, pelas

Leia mais

Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS

Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS N.º ORIENTAÇÃO PARA RESULTADOS: Capacidade para se focalizar na concretização dos objectivos do serviço e garantir que

Leia mais

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche

FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ. Associação para o Desenvolvimento de Peniche FORMAÇÕES MODULARES CERTIFICADAS INVESTIR HOJE NA FORMAÇÃO PARA ESTAR MAIS PREPARADO AMANHÃ Associação para o Desenvolvimento de Peniche O que são as Formações Modulares Certificadas As Formações Modulares

Leia mais

SEMINÁRIOS INFORMAR.PT

SEMINÁRIOS INFORMAR.PT Se não conseguir visualizar esta Newsletter por favor clique aqui NOTÍCIAS: EVENTOS: Feira Internacional de Negócios para PME Congresso Mundial das Empresas do Sector Privado de Emprego Conferência - O

Leia mais

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016

FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 FORMAÇÃO ACREDITADA PARA PROFESSORES 2015/2016 QUEM SOMOS A APF Associação para o Planeamento da Família, é uma Organização Não Governamental com estatuto de IPSS (Instituição Particular de Solidariedade

Leia mais

Entidade Certificada pela DGERT

Entidade Certificada pela DGERT Entidade Certificada pela DGERT FICHA TÉCNICA Agito Formação & Serviços, Lda. Rua Dr. Jerónimo Pereira Leite, 352 4580-362 Cristelo Paredes TLM: 912 345 306 TLF: 255 781 812 FAX: 255 781 866 E-mail: info@agito-lda.com

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO Click aqui para se candidatar. Recrutamento para Administração Pública

REGULAMENTO DO CONCURSO Click aqui para se candidatar. Recrutamento para Administração Pública REGULAMENTO DO CONCURSO Click aqui para se candidatar Recrutamento para Administração Pública A Administração Pública pretende recrutar 2 (dois) Técnicos de Nível licenciados em Contabilidade e Auditoria.

Leia mais

Regulamento. Curso Vocacional do Ensino Secundário

Regulamento. Curso Vocacional do Ensino Secundário Regulamento Curso Vocacional do Ensino Secundário Página 1 Artigo 1. Âmbito 1 - Os cursos vocacionais do ensino secundário constituem uma oferta formativa que se desenvolve no âmbito de uma experiência-piloto

Leia mais

GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE

GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE GUIA DO FORMANDO DIAGNOSTICAR, AVALIAR E INTERVIR EDIÇÃO DAIB1P ÁREA: PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE Índice ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTOR METODOLOGIA PEDAGÓGICA

Leia mais

ANEXO C FORMAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO C FORMAÇÃO PROFISSIONAL Claustro central do edifício sede do Ministério das Finanças Foto de Luís Grancho, SGMF ANEO C FORMAÇÃO PROFISSIONAL O Plano de Frequência de ações de formação 2013, adiante incluído, integra o Plano de

Leia mais

Áreas de formação. Administrativa Técnicas de secretariado Preparação e condução de reuniões Protocolo empresarial

Áreas de formação. Administrativa Técnicas de secretariado Preparação e condução de reuniões Protocolo empresarial Áreas de formação Desenvolvimento pessoal Liderança e gestão de equipas Motivação Gestão de conflitos Resolução de problemas e tomada de decisão Coaching organizacional Gestão de tempo e do stress Comunicação

Leia mais

Plano Estratégico de Formação dos Bombeiros Portugueses 2014-2016

Plano Estratégico de Formação dos Bombeiros Portugueses 2014-2016 Plano Estratégico de Formação dos Bombeiros Portugueses 2014-2016 O Plano Estratégico de Formação dos Bombeiros Portugueses, embora esteja definido para o período 2014-2016, será revisto anualmente por

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

344 Contabilidade e Fiscalidade

344 Contabilidade e Fiscalidade 344 Contabilidade e Fiscalidade A Inspeção Tributária nas Empresas Empresários, Diretores, Técnicos Oficiais de Contas. Não existentes. Formação Continua. Destinatários Requisitos de acesso Modalidade

Leia mais

2014-2015. Doutoramento em Ecologia Humana. Coordenação Científica Profª Iva Pires

2014-2015. Doutoramento em Ecologia Humana. Coordenação Científica Profª Iva Pires 2014- Doutoramento em Ecologia Coordenação Científica Profª Iva Pires Guia do Curso Ano Académico 2014/ Coordenação Científica Profª Iva Pires im.pires@fcsh.unl.pt pires.iva.fcsh@gmail.com Para mais informações

Leia mais

Linhas de Ação para o Plano de Atividade de 2014

Linhas de Ação para o Plano de Atividade de 2014 Linhas de Ação para o Plano de Atividade de 2014 As entidades de supervisão do sistema financeiro internacional procederam ao longo dos últimos anos a profundas adaptações, por via legislativa e organizacional,

Leia mais

Aviso. 3. Local de trabalho: Lisboa, Rua da Alfândega, n.º 5 (edifício da Secretaria-Geral do Ministério das Finanças).

Aviso. 3. Local de trabalho: Lisboa, Rua da Alfândega, n.º 5 (edifício da Secretaria-Geral do Ministério das Finanças). Aviso Torna-se público que são admitidas candidaturas para o exercício de funções de consultor da Unidade Técnica de Acompanhamento e Monitorização do Setor Público Empresarial (UTAM), prevista no Decreto

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO ÍNDICE PREÂMBULO... 3 Procedimentos Técnico-Pedagógicos... 4 1.1. Destinatários e condições de acesso... 4 1.2. Organização dos cursos de formação... 4 1.3. Componentes de

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 8 de março de 2013. Série. Número 32

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 8 de março de 2013. Série. Número 32 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Sexta-feira, 8 de março de 2013 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS Portaria n.º 19/2013 Aprova o Programa Juventude Ativa. 2 8 de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA TESTEMUNHOS A Pós-Graduação Qualidade na Saúde permitiu-me adquirir e consolidar conhecimentos nesta área.

Leia mais

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho L DE PESSOAS IDERANÇA E GESTÃO Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho Coordenadores e Chefias Intermédias Adquirir técnicas de Liderança, de

Leia mais

Ministério d. Decreto-lei n.º

Ministério d. Decreto-lei n.º A melhoria da qualidade do ensino constitui um dos desafios centrais da política do XIX Governo Constitucional. A valorização profissional dos docentes, através de um investimento na formação contínua,

Leia mais

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Curriculum Vitae Informação pessoal Nome Morada(s) Anabela de Sousa Fontoura Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Correio(s) electrónico(s) anabela.fontoura@sapo.pt Telemóvel: 91

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão dos Recursos Humanos da Administração Regional dos Açores - SIGRHARA Estratégia e Desafios

Sistema Integrado de Gestão dos Recursos Humanos da Administração Regional dos Açores - SIGRHARA Estratégia e Desafios Direção Regional de Organização e Administração Pública Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Governo Regional dos Açores APOIO PRINCIPAL: Direção Regional de Organização e Administração

Leia mais

Cérebro Centro de Formação, Lda.

Cérebro Centro de Formação, Lda. Catálogo de Formação Cérebro Centro de Formação, Lda. Desde 1990 a apostar no Futuro com Qualidade e Formação! Sede: Av. José Afonso, nº. 92, cv Cavaquinhas, Arrentela, 2840-735 Seixal Tel./Fax: 212 225

Leia mais

Guia de Apoio. Orientações para Candidaturas Ano 2014 Regiões de Convergência, Algarve e Lisboa. Tipologias de Intervenção 6.2/8.6.2/9.6.

Guia de Apoio. Orientações para Candidaturas Ano 2014 Regiões de Convergência, Algarve e Lisboa. Tipologias de Intervenção 6.2/8.6.2/9.6. Guia de Apoio Orientações para Candidaturas Ano 2014 Regiões de Convergência, Algarve e Lisboa Tipologias de Intervenção 6.2/8.6.2/9.6.2 Qualificação das Pessoas com Deficiência e Incapacidade Setembro

Leia mais

Plano de Formação 2014 (POPH)

Plano de Formação 2014 (POPH) Direcção Geral do Património Cultural Plano de Formação 2014 (POPH) Índice Introdução... 3 FORMAÇÃO PARA DIRIGENTES 4 FORGEP - Programa de Formação em Gestão Pública (V). 4 GESTÃO ESTRATÉGICA DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES DE IMPACTO REGULATÓRIO

Leia mais

DSTAR. Divisão da Diversificação da Atividade Agrícola, Formação e Associativismo. Norma orientadora n.º 07/2010 3ª Revisão

DSTAR. Divisão da Diversificação da Atividade Agrícola, Formação e Associativismo. Norma orientadora n.º 07/2010 3ª Revisão DSTAR Divisão da Diversificação da Atividade Agrícola, Formação e Associativismo Norma orientadora n.º 07/2010 3ª Revisão Assunto: Homologação de Cursos na área da Distribuição, Comercialização e Aplicação

Leia mais

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Sede R. da Escola Politécnica, 147 1269-001 Lisboa Campus do Taguspark Av. J. Delors, Edifício Inovação I 2740-122 Porto Salvo, Oeiras Coordenadora: Guia de Curso Lídia Grave-Resendes

Leia mais

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP Entidade interlocutora: Identificação do Projecto AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça Nº do projecto: 2001/EQUAL/A2/AD/139 Designação do projecto: Área

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO PESSOAL DOCENTE E NÃO DOCENTE

PLANO DE FORMAÇÃO PESSOAL DOCENTE E NÃO DOCENTE PLANO DE FORMAÇÃO PESSOAL DOCENTE E NÃO DOCENTE 2010-2012 2 ÍNDICE 1. Nota introdutória. 3 2. Enquadramento do Plano de Formação.. 4 3. Recursos humanos, físicos e financeiros. 6 4. Objetivos gerais 7

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias Alimentares

Leia mais

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO project management - management personal effectiveness

CATÁLOGO DE FORMAÇÃO project management - management personal effectiveness CATÁLOGO DE FORMAÇÃO project management - management personal effectiveness 2015 Rua Bombarda 58 Santa Joana 3810-013 Aveiro, Portugal emete@emete.com 1 ÍNDICE PREPARAÇÃO PARA A CERTIFICAÇÃO PMP...4 GESTÃO

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS COLABORATION SIMPLIFICATION INNOVATION AGENCY FOR THE PUBLIC SERVICES REFORM OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL

Leia mais

www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças!

www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças! www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças! Como gerir cobranças? Destinatários prioritários Esta ação de formação é prioritária

Leia mais

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Cursos de Actualização de Ativos Cursos de Informática Pós-Graduações Outros Curso Cursos de Atualização de Ativos Desenvolvimento Pessoal Gestão de Conflitos e

Leia mais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Curso de Formação 2011 Índice PROPOSTA FORMATIVA... 3 Introdução... 3 Objectivo geral... 3 Estrutura... 3 Metodologias... 3

Leia mais

[Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento]

[Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento] Formação Profissional 2014/2015 [Escreva o título do documento] [Escreva o subtítulo do documento] [Escreva a síntese do documento aqui. Normalmente, a síntese é um breve resumo do conteúdo do documento.

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais