SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO INICIANDO NA IMPORTAÇÃO... 4

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO... 3 2- INICIANDO NA IMPORTAÇÃO... 4"

Transcrição

1 1

2 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO INICIANDO NA IMPORTAÇÃO CONHECENDO OS PROCEDIMENTOS PARA A IMPORTAÇÃO - CLASSIFICAÇÃO DA MERCADORIA (NOMENCLATURA COMUM DO MERCOSUL) DEFININDO AS FORMAS DE IMPORTAÇÃO ESCOLHA CERTA DE PRESTADORES DE SERVIÇOS RESPEITANDO AS EXIGÊNCIAS LEGAIS PARA A IMPORTA- ÇÃO FORMAS DE PAGAMENTOS INTERNACIONAIS INSTRUÇÕES DE EMBARQUE, LIBERAÇÃO E CHEGADA DAS MERCADORIAS ETAPAS DO DESEMBARAÇO ADUANEIRO RECEBIMENTO DA MERCADORIA NO RECINTO ENCERRAMENTO E DESPEDIDAS GABARITO DAS ATIVIDADES

3 1 - INTRODUÇÃO Imagem de um navio transportando cargas no Porto de Santos. Foto: Sérgio Furtado Bem-vindo a mais um material do SEBRAE-SP, o Iniciando na Importação. Aqui você conhecerá os processos da importação e, ao final dele, irá adquirir autonomia para realizar a gestão de seus processos de importação. Prepare-se para esse desafio e bom estudo! O Sebrae-SP já está integrado às redes sociais da Internet. Estamos no Twitter, Facebook e Youtube. Se você já faz parte ou quer iniciar sua participação nas redes, terá uma ótima oportunidade! Use os contatos obtidos nas redes sociais para melhorar o seu negócio. Siga-nos! 3

4 2. INICIANDO NA IMPORTAÇÃO Imagem de uma mulher segurando caixas de mercadorias importadas Antes de iniciar um processo de importação, você precisa analisar os seguintes pontos: 1- A importação é realmente viável para mim do ponto de vista financeiro? É possível ter lucro com a venda desses produtos no mercado nacional? 2- Existe algum tipo de restrição ou de proibição para importar esse produto para o Brasil? Se sim, como devo solucionar esta questão? 3- Sei localizar e negociar com fornecedores no exterior? 4- Qual a melhor forma de trazer esse produto para o Brasil? Fiz uma análise do processo logístico? 5- Conheço bem o mercado interno? Como farei para vender os produtos importados? 6- Consigo gerenciar todo processo de importação? Tenho conhecimentos para isso? 7- Sei como é o processo de despacho aduaneiro, registro da operação 4

5 no Siscomex e controle da operação junto aos órgãos do governo? 8- Qual o método de pagamento mais seguro para minha empresa? Como devo usar esta forma de pagamento? 9- Conheço os termos técnicos e a documentação usados no comércio exterior? 10- Quais empresas e profissionais podem me ajudar no processo de importação? Que tipo de serviços terei que contratar? Enfim, procure avaliar como a atividade de importação pode fazer parte do seu negócio. Estas são questões importantes que um iniciante de importação, como você, precisa responder. E aqui você encontrará as respostas, pois este material tem como objetivo proporcionar um leque de soluções práticas para o seu processo de importação. Imagem do Edson na galeria de lojas Olá! Meu nome é Edson e estou aqui para lhe apresentar o material Iniciando na Importação. Se você possui um negócio e deseja iniciar uma operação de importação, está no caminho certo! E se você pretende 5

6 abrir um negócio e praticar a importação como um novo canal de fornecimento, este é o material ideal para você! Os cursos de EAD do SEBRAE-SP já estão integrados às redes sociais da Internet. Estamos no Twitter e no Facebook. Se você já faz parte ou quer iniciar sua participação nas redes, durante este material, terá uma ótima oportunidade! Em algumas frases, você encontrará esta logo do Twitter. Imagem da logo do Twitter. Acesse: Você poderá fazer o seu cadastro no site do Twitter ou entrar com seu usuário já cadastrado. Depois, basta você tuitar a frase ou a ideia que está sendo passada naquele momento do material. Assim, você poderá compartilhar imediatamente as informações com outros empresários e amigos. Use os contatos obtidos nas redes sociais para melhorar o seu negócio. Siga-nos! 6

7 Imagem do Edson na galeria de lojas A importação pode contribuir para a melhoria do seu negócio. Através dela, você consegue ampliar as condições de competitividade da sua empresa. Por isso, recomendo que fique atento ao conteúdo que será apresentado. Assim, você vai adquirir informações suficientes para realizar uma importação com êxito. VOCÊ SABIA? Você sabia que atualmente as pequenas empresas também estão importando regularmente e que, através deste novo canal de fornecimento, o seu mercado e suas vendas estão ampliando? Hoje, a importação não é limitada somente para as médias e grandes empresas. As micro e pequenas empresas também estão adquirindo os seus lugares nesse processo. O que acha de entrar nesta turma também? O que achou da informação fornecida acima? Muito legal, não é mesmo? Hoje, os donos de pequenas empresas também têm a oportunidade de 7

8 fazer importações. O fato de o Brasil estar ampliando as suas relações com o mundo faz com que ele exporte e importe mais. E isso é bom para os empresários que desejam ampliar os seus mercados. Imagem da bandeira da China Por exemplo, a China é considerada hoje como grande fornecedora de produtos, chegando a substituir os tradicionais fornecedores da Europa e EUA. Com isso, os preços se tornam mais competitivos e a qualidade tende a melhorar sempre mais. 8

9 Imagem de um gráfico demonstrando evolução Os países da América Latina também melhoraram as condições de fornecimento. E mais: o Brasil, assim como outros países, conta com acordos internacionais que resultam em incentivos ao comércio, pois diminuem os impostos sobre as importações e adotam outras medidas para facilitação comercial. Isso é ótimo para incentivar o comércio! A troca entre os países é positiva e amplia a competitividade do mercado. Ela diminui as diferenças entre o Brasil e o mundo com relação ao acesso às mercadorias. Verifique as estatísticas da evolução das importações dos últimos três anos e dos produtos mais importados pelo Brasil. 9

10 Imagem de um gráfico com os dados da evolução das importações dos últimos três anos DADOS QUE CONTÉM NO GRÁFICO: Evolução das importações dos últimos 3 anos ,00 de importações em ,00 de importações em ,00 de importações em 2010 OBSERVAÇÃO: Variação entre os anos 2008 e 2009 = -26% Variação entre os anos 2009 e 2010 = 42% Produtos mais importados pelo Brasil: 10

11 Ordem Descrição Petróleo em Bruto Automóveis de passageiros Partes e peças para veículos automóveis e tratores 2011 (A)P art % Janeiro / Maio (B) Medicamentos para medicina humana e veterinária Óleos conbustíveis (óleo, diesel, fuel-oil, etc) Agora que já são conhecidos alguns dados sobre a importação, você conhecerá os empresários que você irá acompanhar neste material. Imagem do Edson na galeria de lojas Aqui é a galeria onde ficam as lojas de alguns dos empresários que você irá conhecer a seguir. 11

12 Imagem de Milton em frente ao estoque de sua loja virtual de cosméticos Este é Milton, ele é dono da Loja virtual de cosméticos Beleza Virtual. Ele possui esta empresa há 15 anos. É importador há bastante tempo e revende seus produtos importados para Betina, que você conhecerá a seguir. Imagem de Betina em sua loja de cosméticos 12

13 Esta é Betina, ela é dona da loja de cosméticos que fica na Galeria, a loja Mania de Cosméticos. Betina é cliente de Milton há 3 anos. Ela adora os produtos importados que Milton revende. E é através dela que Milton conhecerá Akira, personagem que você conhecerá em seguida. Imagem de Akira em sua loja de informática Este é Akira Sam. Ele é dono da loja de informática Infor Sam. Akira possui esta loja há 2 anos. Milton irá até a loja Infor Sam procurar por um produto que não existe no estabelecimento. A partir daí é que surgirá o diálogo entre os dois sobre a Importação. Além desses três empresários, você também conhecerá o Fernando. 13

14 Imagem de Fernando Fernando é despachante aduaneiro e ajudará Akira em alguns procedimentos da importação. Conheça agora a história desses empresários e fique atento, pois talvez este caso possa ser muito parecido com o seu. Imagem da galeria de lojas 14

15 A história se inicia quando Milton faz uma entrega de produtos importados encomendados por Betina. Acompanhe como aconteceu: Olá, Betina! Trouxe suas encomendas. Oi, Milton! Nossa, ainda bem que chegaram. Minhas clientes estão loucas atrás desses produtos. Imagem de Milton e Betina na loja Mania de cosméticos Betina, preciso comprar um notebook. Você sabe onde encontrar por aqui? Sei sim, Milton. Aqui do lado tem uma loja de informática, a Infor Sam. Talvez lá tenha o notebook que você procura. Ah, sim. Vou passar lá então. Aqui está a sua nota fiscal. Se precisar de mais produtos, é só me ligar. 15

16 Tudo bem, Milton. Obrigada! Milton acabou de entregar as mercadorias para sua cliente Betina. Agora, ele irá procurar o notebook que tanto deseja. Será que ele encontrará na loja que Betina indicou? Imagem de Milton e Akira na loja Infor Sam Olá! Você tem aí o notebook Chintronic? - pergunta Milton. Olá! Qual o seu nome? - pergunta Akira. Meu nome é Milton. Oi, Milton! Meu nome é Akira Sam. Infelizmente, não tenho esta marca de notebook, mas tenho outras aqui. Você deseja olhar? Hum... não sei. Na verdade eu queria essa marca mesmo. Pois é, Milton. Você não é o primeiro que procura por essa marca. É que na verdade eu não vendo produtos importados. Estava até pensan- 16

17 do em importar, pois a procura é muito grande, mas não tenho a mínima ideia de como fazer e não sei se minha empresa, sendo pequena, pode importar. Akira, eu mexo com importação há bastante tempo. E posso garantir que não é um processo complicado. Além disso, as pequenas empresas também podem importar. Se você quiser, posso te ajudar com algumas dicas. Milton, se puder me ajudar, eu agradeço! Claro que posso! A primeira etapa desse processo é conhecer e definir um plano de negócios. Esse plano é fundamental para quem pretende iniciar uma nova atividade dentro do próprio negócio, com a importação. O Plano de Negócios é uma ferramenta fundamental para você obter um investimento bem-sucedido. Seu plano de negócios de importação deve incluir informações de mercado e concorrentes, como: quais os mercados que são alvos, quais os principais concorrentes e qual o diferencial de cada um. Na elaboração do Plano de Negócios, você deve seguir algumas etapas, verifique: Etapa 1- Pesquisa Busque informações sobre os fabricantes entrando em contato com as embaixadas, câmaras de comércio ou consulados dos países que pretende importar. Etapa 2 - Exigências Informe-se sobre os requisitos de licenciamento para uma importação, bem como para as demais exigências para importação dos produtos desejados. 17

18 Etapa 3 - Barreiras Certifique-se de que não existem barreiras ao comércio, criadas contra qualquer um dos países de onde você pretende importar as mercadorias. Etapa 4 - Estratégia de venda Analise a estratégia de venda do produto que pretende importar ou verifique a utilização do produto em sua linha de produção. Etapa 5 - Operações Elabore um fluxograma de todas as tarefas do processo operacional de importação. Faça uma planilha com previsão de custos das operações. Etapa 6 - Marketing do produto Pesquise sobre promoções e canais de marketing para divulgação e venda do produto que irá importar. Na sequência deste material, você conhecerá todos os detalhes de cada etapa do plano. Imagem de Milton e Akira na loja Infor Sam 18

19 Quer dizer que, para o meu processo de importação dar certo, é preciso criar um plano de negócios? Exatamente, Akira. O plano irá ajudá-lo na busca de informações detalhadas sobre a sua importação. Por isso, é fundamental você tê-lo em mãos - explica Milton. Imagem do Edson na galeria de lojas Percebeu como um planejamento pode colaborar para que o seu negócio dê certo? E esse plano você pode fazer sozinho. Para aprender com detalhes a elaborar um Plano de Negócio, não deixe de fazer o curso Invista no Planejamento, disponível no portal SEBRAE-SP. 19

20 ATIVIDADE 01 Chegou o momento de praticar! Como você pôde verificar, o Plano de Negócios tem uma ordem de tarefas a seguir. Verifique se você compreendeu a ordem de todas as etapas. Será fornecida uma planilha com a numeração de cada passo do plano. Ao lado aparecerá um texto correspondente a cada uma dessas fases. Você deverá identificar em qual ordem da etapa ocorre tal ação que será mostrada. Ordene estas etapas. Leia atentamente cada uma delas e, em seguida, escolha a coluna da etapa correspondente, organizando as tarefas de acordo com a ordem correta. Para realizar esta atividade, faça em uma folha à parte e depois confira a resposta no gabarito. Etapas a seguir Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3 Etapa 4 Etapa 5 Etapa 6 Informe sobre os requisitos de licenciamento e exigências para uma importação do Brasil. Pesquise sobre promoções e canais de marketing para divulgação e venda do produto que irá importar. Busque informações sobre os fabricantes entrando em contato com as entidades representativas dos países que pretende importar. Analise a estrátégia de venda do produto que pretende importar. Certifique-se que não existem barreiras à importação dos países de onde você pretende importar as mercadorias. Elabore um fluxograma de todas as tarefas do processo operacional de importação. Prepare uma planilha com previsão dos custos. 20

21 Imagem de uma mulher preenchendo um plano de ação Antes de abrir ou ampliar um negócio, é necessário realizar o planejamento. Alguns empreendedores e/ou empresários não compreendem a importância desta ação e agem por impulso ao elaborá-lo. Conhecer as características de determinados ramos de negócios pode ser um fator determinvante do sucesso empresarial, e o Plano de Negócios é uma das ferramentas utilizadas para a obtenção deste sucesso. Pense nisso! De volta à loja Infor Sam... Imagem de Milton e Akira na loja Infor Sam 21

22 Após a elaboração do seu Plano de Negócios, eu sugiro também que você procure um contador. Ele te ajudará a verificar qual é o melhor regime jurídico, objeto social, adequações necessárias e valor do capital social para que sua empresa torne-se importadora - diz Milton. Hum, entendi... Mas é realmente necessário verificar essas questões jurídicas? - pergunta Akira. É sim, Akira, pois, dependendo do produto importado, é necessário que constem claramente alguns esclarecimentos no objeto social. Como exemplo, algumas empresas que devem ser aceitas por alguns órgãos reguladores como ANVISA, Ministério da Agricultura, dentre outros. Imagem de Milton e uns produtos de maquiagem No caso da empresa de Milton, que é do ramo de cosméticos, é necessário o registro de sua empresa e produtos junto à ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A empresa dele possui também os alvarás estaduais e municipais, e ainda deve haver um responsável técnico, geralmente um farmacêutico em seu estabelecimento. No caso da minha empresa, haverá exigências dos órgãos reguladores? - pergunta Akira. 22

23 No seu caso, Akira, que possui uma empresa de eletrônicos, atualmente, não é necessário. Mas é sempre bom verificar. Os seus produtos passarão apenas pelas exigências normais de importação, relacionadas aos controles administrativos, aduaneiros e cambiais - explica Milton. Imagem de objetos que representam a lei, como, por exemplo, o malhete. DICA: Para saber quais autorizações sua empresa precisa para importar, você deve observar qual a especificidade de seu setor. Em alguns casos, além das exigências normais e das instalações físicas, existem outras autorizações que são exigidas, como, por exemplo, a ANVISA, o Ministério da Agricultura, o IBAMA, entre outros. Esses tipos de autorizações podem tomar tempo e dinheiro no início da importação. Por isso, consulte seu contador para que ele levante todas as necessidades e custos. Você deve atentar-se também para outros aspectos, por exemplo, o uso de marcas e patentes de produtos estrangeiros. Lembre-se de que as mesmas exigências aplicadas aos produtos nacionais também são aplicadas aos produtos importados. 23

24 Imagem de Milton e Akira na loja Infor Sam Akira, amanhã você poderia ir à minha empresa para eu te mostrar os procedimentos de uma importação. O que acha? Acho ótimo, Milton! Obrigado pelo apoio. Imagem do Edson na galeria de lojas 24

25 Como você pode perceber, Akira tem uma grande tarefa pela frente. E você está convidado a ajudá-lo. Akira precisará do seu apoio para efetuar os processos de importação com êxito em sua empresa. Imagem da logo do Twitter. Acesse: #EADSebraesp A importação pode ser uma boa oportunidade para a melhoria do seu negócio. Para que você e Akira tenham êxito em suas importações, é necessário que sigam um passo a passo. E este será o nosso próximo assunto. 25

26 3. CONHECENDO OS PROCEDIMENTOS PARA A IMPORTA- ÇÃO - CLASSIFICAÇÃO DA MERCADORIA (NOMENCLATU- RA COMUM DO MERCOSUL) Imagem do Edson na galeria de lojas Bom, você conheceu o básico sobre a importação. Agora, irá aprender todo o processo de importação. Aqui você encontrará informações que te ajudarão a executar todos os passos da importação de forma eficaz. Milton convidou Akira para ir até a sua empresa para lhe mostrar o primeiro passo da importação. Verifique a seguir! Imagem de Edson na fachada do estoque Beleza Virtual 26

27 O primeiro passo da importação é encontrar a classificação de sua mercadoria na Nomenclatura Comum do Mercosul, também conhecida como NCM. DICA: Imagem de um homem pesquisando a classificação de suas mercadorias Para descobrir quais são os impostos cobrados pelos seus produtos, você deve pesquisar a NCM deles. Essa nomenclatura possui oito dígitos. Para efetuar esta pesquisa, você pode acessar o link da Brasil Global Net (http://www.brasilglobalnet.gov.br/frmprincipal.aspx). A importância de você conhecer a nomenclatura é que precisará dela para outras pesquisas e tarefas que for executar. Além disso, você pode também solicitar ao exportador (fornecedor no exterior) que informe o HS CODE (código utilizado para ajuste da mercadoria no Sistema Harmonizado de Classificação e Codificação de Mercadorias), que é uma nomenclatura da OMA (Organização Mundial das Alfândegas), base da NCM. Você deverá pegar os seis primeiros dígitos do código fornecido, que são idênticos à NCM e pesquisar a nomenclatura mais adequada ao seu caso. 27

28 Imagem de um ipad com o link Caso você tenha dúvida com relação à classificação de sua mercadoria, efetue a pesquisa e procure a ajuda de um profissional especializado. Em alguns casos, a Receita Federal do Brasil pode fornecer esta classificação para você no link Imagem de Edson na fachada do estoque Beleza Virtual 28

29 Verifique como Milton faz para pesquisar a NCM de suas mercadorias. Preste bastante atenção, pois depois você irá ajudar Akira a pesquisar a nomenclatura dos produtos que ele pretende importar. Imagem de Milton e Akira no estoque da Beleza Virtual Que bom que você veio, Akira! - diz Milton. Milton, estou muito ansioso para aprender a importar. Tenho certeza que você vai gostar deste novo negócio. Vamos começar então? - pergunta Milton. Vamos - diz Akira. Em primeiro lugar, devemos pesquisar o NCM da mercadoria que queremos importar. Como isso é feito, Milton? 29

30 Eu pesquiso a nomenclatura dos meus produtos no site da Receita Federal. Verifique. Pesquisa da NCM: Capítulo: 33 - Óleos essenciais e resinoides; produtos de perfumaria. Posição: Produtos de beleza ou de maquilagem preparados e preparações para conservação. Subposição 1: Outros Subposição 2: Outros Item: Cremes de beleza e cremes nutritivos; loções tônicas. Com esta pesquisa, Akira, consegui descobrir a classificação do produto que importo. É muito fácil, Milton. Procurar a nomenclatura pode ser bastante simples. Porém, existem casos que requerem a assistência de um profissional especializado. Por exemplo: Contador, Despachante Aduaneiro ou outros - diz Milton. DICA: Não deixe de consultar as tabelas atualizadas e a legislação em vigor sempre que iniciar um novo processo de importação. Como você viu, a nomenclatura da minha mercadoria é Cremes de beleza e cremes nutritivos; loções tônicas - diz Milton. Hum... Entendi - diz Akira E é com esta nomenclatura que consigo pesquisar e executar outros procedimentos da importação - complementa Milton. 30

31 Imagem de Milton e Akira no estoque da Beleza Virtual Agora que já encontrei a NCM do meu produto, eu devo pesquisar os impostos correspondentes a ele, conforme a legislação de cada um. Muitas restrições também podem ser conhecidas, conforme a NCM dos produtos - diz Milton. Esta já é uma tarefa um pouco mais complicada, não é? - pergunta Akira. Esta pesquisa exige mais cuidado sim. Mas, você pode pedir ajuda ao Despachante aduaneiro no preenchimento dessa planilha. Vou te mostrar um exemplo de cálculo para você entender melhor como é esse processo. Para encontrar os tributos referentes ao seu produto, você deve preencher uma planilha disponível no site da Receita Federal do Brasil Acompanhe! Simulação do Tratamento Tributário e Administrativo das Importações 31

32 vcódigo NCM Valor aduaneiro ,00 Moeda Dólar US Alíquota ICMS (%) - 18 Código de verificação - 48K5 Resultado da pesquisa: Simulação do Tratamento Tributário a Administrativo das Importações Código NCM Descrição NCM CREMES DE BELEZA, NUTRITIVOS E LOÇÕES TÔNICAS Taxa de Câmbio do Dia x/x/xxxx Valor Aduaneiro Convertido R$ 1,5805 R$ ,96 Alíquota II (%)A 18,00 líquota II (%) R$ 5.325,65 Alíquota IPI (%) Aíquota PIS (%) Alíquota COFINS (%) 22,00 2,20 10,30 Alíquota II (%) Alíquota II (%) Alíquota II (%) R$ 7.680,77 R$ 978,98 R$ 4.583,41 32

33 Imagem de Milton e Akira no estoque da Beleza Virtual Conseguiu compreender, Akira? Consegui sim, Milton. E qual desses impostos representados na planilha mostra que o custo da importação pode ficar alto? Os impostos são recolhidos no momento do registro da operação. Dependendo do regime jurídico de apuração de lucro da empresa, podem ou não gerar créditos tributários, o que irá impactar nos custos da importação. As alíquotas cobradas do Imposto de Importação variam entre 0% a 35% - diz Milton. Entendi. Me dá um exemplo de algum produto com alta tributação, Milton. Claro! Um item que talvez não valha a pena importar é os calçados. Além dos tributos, existem as sobretaxas que são medidas de proteção comercial. A alíquota cobrada sobre esse produto é de 35%. Com isso, o 33

34 custo da importação fica muito alto. Verifique um modelo desta planilha: Simulação do Tratamento Tributário a Administrativo das Importações Código NCM Descrição NCM CREMES DE BELEZA, NUTRITIVOS E LOÇÕES TÔNICAS Taxa de Câmbio do Dia x/x/xxxx Valor Aduaneiro Convertido R$ 1,5744 R$ ,77 Alíquota II (%)A 35,00 líquota II (%) R$ ,47 Alíquota IPI (%) Aíquota PIS (%) Alíquota COFINS (%) 0,00 1,65 7,60 Alíquota II (%) Alíquota II (%) Alíquota II (%) R$ 0,00 R$ 694,67 R$ 3.199,69 Imagem de Milton e Akira no estoque da Beleza Virtual 34

35 Realmente! O imposto de importação é muito alto - diz Akira. Por isso, é importante você fazer essa simulação antes. Assim, você saberá se seu produto vale a pena ou não ser importado - diz Milton. Imagem de um navio de carga no Porto de Santos. Foto: Sérgio Furtado DICA: O Imposto de Importação (II) pode ser reduzido quando houver acordo internacional entre o país exportador e o Brasil, que neste caso é importador. Você pode verificar mais detalhes no site: Akira, é bom você lembrar também que o custo de sua importação vai depender do regime jurídico no qual a sua empresa está inserida. Caso não consiga verificar isso sozinho, solicite a ajuda de seu contador. Pode deixar, Milton. Se precisar, eu entro em contato com meu contador sim. Milton, mas por que alguns impostos são altos e outros não? Bom, Akira, o governo considera essa cobrança de imposto de importação como regulatória e não arrecadatória. Por isso, alguns impostos sobre a importação são mais altos para que não haja concorrência dos produtos importados com os similares nacionais. 35

36 Entendi. Akira, eu tenho uma planilha de cálculo de tributos e acho importante mostrá-la a você. Essa planilha é parecida com a que você me mostrou agora a pouco, a de Simulação do Tratamento Tributário? É sim. Mas o que vou trazer é um pouco mais detalhada. Tudo bem! Milton, agora tenho um compromisso. Teria como você ir à minha loja mais tarde? Claro! Mais tarde levo em sua loja. Akira sai do estoque de Milton e vai até a loja da Betina. Imagem de Akira e Betina na loja Mania de Cosméticos 36

37 Olá, Akira. O Milton foi até a sua loja procurar pelo notebook? - pergunta Betina. Foi sim, Betina, porém eu não tinha a marca que ele estava procurando. Mas, foi bom ele ter aparecido lá, pois irá me ajudar nos processos de importação. E você já tinha vontade de importar? Já tinha pensado nisso sim, Betina, mas não sabia como fazer, e Milton está me ajudando. Que bom que o Milton pode te ajudar. Qual produto você pretende importar? Como será a minha primeira importação, acho que vou iniciar importando pen drives. Eles são produtos mais baratos e, se tudo der certo, importarei outros. Isso mesmo, Akira. Você pode começar por produtos mais baratos e depois, de acordo com a sua experiência, você pode ampliar os produtos para importação. Mas é sempre importante estar atento ao que os consumidores desejam. Exatamente! Betina, preciso voltar para a loja, pois Milton irá até lá para me explicar mais coisas. Até logo! 37

38 Após um período, Milton retorna à loja de Akira. Imagem de Milton e Akira na loja Infor Sam Olá, Akira. Trouxe a planilha para você verificar como são feitos os cálculos. Oi, Milton. Então, deixa-me ver essa planilha. Esta planilha também vai te orientar sobre qual produto vale a pena ou não importar - diz Milton. 38

39 Valores Taxas Fiscais US$ 1,00 = R$ 1, VMLE (FOB ou FCA) US$ 1,00 = R$ 1, Valores Internacional US$ 1,00 = R$ 1, Seguro Internacional US$ 1,00 = R$ 1, VMLD=Valor Aduaneiro (CIF ou CIP) Tributos (Fórmulas) I.I Preferência Percentual VA.a 0,00% IPI [VA.(1+a)].b Específica Quantidade 00 R$ PIS/IMPORTAÇÃO VA.{1+e.[a+b.(1+a)]}/[(1-c-d).(1-e)] Redução da Base de Cálculo 0,00% Específica Quantidade 00 R$ Cofins/IMPORTAÇÃO VA.{1+e.[a+b.(1+a)]}/[(1-c-d).(1-e)] Redução da Base de Cálculo 0,00% Específica Outros tributos, taxas, contribuições e despesas aduaneiras ICMS Quantidade Redução da Base de Cálculo 0,00% 00 R$ Taxa do Siscomex Outros tributos (CIDE- Combustíveis e outros) Multas e outras despesas (VA+I.I.+IPI+PIS/IMPORTAÇÃO+ Cofins IMPORTAÇÃO+D)/(1-e) Carga Tributária 39

40 Alíquota 14,00% R$ a 0,00% R$ br 0,00% $ c Moeda Estrangeira US$ ,00 US$ 350,00 US$ 50,00 US$ ,00 1,65% Base de Cálculo R$ R$ ,00 0,00 0,00 = = = = RS ,16 Moeda Nacional R$ ,00 R$ 630,00 R$ 90,00 R$ ,00 Valor do Tributo R$ 2.620,80 R$ 0,00 R$ 0,00 0,00 R$ 425,54 0,00 d 7,60% R$ ,16 R$ 1.960,05 R$ 0,00 R$ 40,00 R$ 0,00 e 18,00% R$ ,40 R$ 5.217,01 TRIBUTOS 7.642,60 40

41 Teria como você me mostrar por etapas como são feitos os cálculos desta planilha? - pergunta Akira. Tem sim, mas saiba que o despachante aduaneiro também pode auxiliá-lo na elaboração dessa planilha, tudo bem? Tudo bem, Milton! Primeiro, você deve conhecer a tabela do Valor Aduaneiro, pois é a partir desse valor que você fará os cálculos do tributo. Valores Taxas Fiscais Moeda Moeda US$ 1,00 = R$ 1, Estrangeira Estrangeira VMLE (FOB ou FCA) US$ 1,00 = R$ 1, US$ ,00 R$ ,00 Frete Internacional US$ 1,00 = R$ 1, US$ 350,00 R$ 630,00 Seguro Intarnacional US$ 1,00 VMLD=Valor Aduaneiro (CIF ou CIP) = R$ 1, US$ 50,00 R$ VA US$ ,00 R$ 90, ,00 O valor aduaneiro inclui os custos da mercadoria + frete + seguro, bem como demais despesas para a colocação da mercadoria no Brasil. Após conhecer o valor aduaneiro, que neste caso é R$18.720,00, você irá calcular os tributos que incidem sobre a importação de produtos no Brasil. Conheça as alíquotas desses tributos de acordo com os produtos da Beleza Virtual e suas fórmulas de cálculo. Os tributos que incidem sobre a importação de produtos no Brasil são: valores dos tributos de acordo com os dados da Beleza Virtual: 41

42 II (Imposto sobre Importação) 14,00% Fórmula de cálculo: VA. II R$18.720,00. 0,14 = R$2.620,80 Valor tributo II = R$2.620,80 IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) 0,00% Fórmula de cálculo: [VA. (1 + II)]. IPI [R$18.720,00. (1 + 0,14)]. R$0,00 [R$18.720,00. 1,14]. R$0,00 R$21.340,80. R$0,00 = R$0,00 Valor tributo IPI = R$0,00 PIS Importação 1,65% Fórmula de cálculo: VA x {{1 + ICMS x [II + IPI x (1 + II)]} / [(1 PIS Importação Cofins Importação) x (1 - ICMS)]} x PIS Importação R$18.720,00x{{1+0,18x[0,14+R$0,00x(1,14)]}/[(1-0,0165-0,076)x(1-0,18)]}x0,0165 R$18.720,00x[(1+0,18x0,14)/(0,9075x0,8200)]x0,0165 R$18.720,00x(1,0252/0,7442)x0,0165 R$18.720,00x1,3777x0,0165 R$25.790,16x0,0165 Valor tributo PIS Importação = R$425,54 COFINS Importação - 7,60% Fórmula de cálculo: VA x {{1 + ICMS x [II + IPI x (1 + II)]} / [(1 - PIS Iimportação Cofins Importação) x (1 - ICMS)]} x Cofins Importação R$18.720,00x{{1+0,18x[0,14+R$0,00x(1,14)]}/[(1-0,0165-0,076)x(1-0,18)]}x0,0760 R$18.720,00x[(1+0,18x0,14)/(0,9075x0,8200)]x0,

43 R$18.720,00x(1,0252/0,7442)x0,0760 R$18.720,00x1,3777x0,0760 R$25.790,16x0,0760 Valor tributo Confins Importação = R$1.960,05 ICMS (Imposto s/circulação de Mercadorias e Serviços) 18,00% Fórmula de cálculo: [(VA + II + IPI + PIS Importação + Cofins Importação + outros tributos) / (1 - ICMS)] x ICMS [(R$18.720,00+R$.2620,80+R$0,00+R$425,54+R$1.960,05+R$40,00)/ (1-0,18)]x0,18 (R$23.766,39/0,82)x0,18 R$28.983,40 Valor tributo ICMS = R$5.217,01 CIDE - Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico A Lei nº , de 19 de dezembro de 2001, instituiu a Cide-Combustíveis, Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, incidente sobre a importação e a comercialização de gasolina e suas correntes, diesel e suas correntes, querosene de aviação e outros querosenes, óleos combustíveis (fuel-oil), gás liquefeito de petróleo (GLP), inclusive o derivado de gás natural e de nafta, e álcool etílico combustível. Para saber mais sobre este tributo, acesse o link: 43

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE OPERAÇÕES DO COMÉRCIO EXTERIOR

TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE OPERAÇÕES DO COMÉRCIO EXTERIOR TRIBUTOS INCIDENTES SOBRE OPERAÇÕES DO COMÉRCIO EXTERIOR Expositor: AFRFB JUVÊNCIO SOUSA FERREIRA (ALF/FOR/SADAD) SEMINÁRIO: A IMPORTÂNCIA DO CONTROLE ADUANEIRO NA PROTEÇÃO DA SOCIEDADE E NO PROCESSO DE

Leia mais

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA 1. O Que é? O Importa Fácil Ciência é destinado a pesquisadores/entidades de pesquisa cientifica ou tecnológica, devidamente credenciadas no

Leia mais

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação

Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação Apostila Emissão de Notas Fiscais de Importação I- CADASTRO DO FORNECEDOR EXTERIOR I.I- Cadastro Geográfico Antes de iniciarmos o registro do Fornecedor Exterior precisamos verificar se os detalhes do

Leia mais

IMPORTAÇÃO SIMPLIFICADA. Passo a passo para começar

IMPORTAÇÃO SIMPLIFICADA. Passo a passo para começar IMPORTAÇÃO SIMPLIFICADA Passo a passo para começar ÍNDICE 1) Introdução 2) Produtos 3) Impostos 4) Transporte 5) Documentos 6) Câmbio 7) DSI 3 8 13 16 20 23 25 Introdução Produtos Impostos Transporte Documentos

Leia mais

Manual de Exportação e Formação de Preço

Manual de Exportação e Formação de Preço Manual de e Formação de Preço. Sumário FASE 1ª 1 - Planejamento de 2 - Planejamento Estratégico 3 - Canais de Distribuição FASE 2ª 4 - Procedimentos Operacionais de FASE 3ª 5 - Formação de Preço O sumário

Leia mais

Cartilha. Perguntas e respostas Decreto regulamentando a Lei n 12.741

Cartilha. Perguntas e respostas Decreto regulamentando a Lei n 12.741 Cartilha A SMPE preparou uma cartilha para esclarecer as principais dúvidas referentes ao Decreto nº 8264/14. Ela pode também ser acessada no site da secretaria (www.smpe.gov.br). Perguntas e respostas

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Serviço

Viabilidade de Negócios. Serviço Viabilidade de Negócios Serviço SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 23 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 38 6. INVESTIMENTO

Leia mais

IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo

IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo IMPORTAÇÕES Definição e Tratamento Administrativo CURSO: Administração DISCIPLINA: Logística Internacional FONTES: DIAS, Reinaldo; RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. São Paulo: Atlas,

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER Inicialmente, o mais importante O objetivo deste material é apresentar como deve-se proceder em todas as fases, o cadastramento de uma Nota de Importação no Controller. Este material abordará os tópicos

Leia mais

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador.

E XPORTAÇÃO. Dica: o dossiê com as informações sobre o produto deve ser preparado antes do contato com o importador. EXPORTAÇÃO E XPORTAÇÃO Antes de fornecer o preço, é importante analisar os preços de produtos similares praticados no mercado onde está o potencial cliente, exigências técnicas, barreiras tarifárias e

Leia mais

CAPÍTULO 3 SISCOMEX SISTEMA INTEGRADO DE COMÉRCIO EXTERIOR... 29...32 Questões de Provas...34

CAPÍTULO 3 SISCOMEX SISTEMA INTEGRADO DE COMÉRCIO EXTERIOR... 29...32 Questões de Provas...34 Sumário CAPÍTULO 1 VISÃO GERAL DE UMA IMPORTAÇÃO BRASILEIRA... 1 1.1. Escolha da Mercadoria...1 1.2. Licenciamento das Importações...1 1.3. Siscomex e Habilitação...2 1.4. Deferimento da Licença de Importação

Leia mais

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR

IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR IMPORTAÇÃO FÁCIL: CÂMBIO PASSO A PASSO SAIBA COMO SER UM IMPORTADOR 1º Passo: Registro da empresa Atualizar o objeto social da empresa incluindo a atividade de importação e os tipos de produtos que serão

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO : COMPETITIVIDADE PERENIDADE SOBREVIVÊNCIA EVOLUÇÃO orienta na implantação e desenvolvimento do seu negócio de forma estratégica e inovadora O QUE SÃO PALESTRAS

Leia mais

GANHE DINHEIRO IMPORTANDO DOS EUA

GANHE DINHEIRO IMPORTANDO DOS EUA Acesse: http://importadorbemsucedido.com/segredo/video-do-felipe http://www.importadorbemsucedido.com/ GANHE DINHEIRO IMPORTANDO DOS EUA Direitos Autorais Este E-Book Não Pode Ser Modificado, Ser Editado.

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

MANUAL SIMPLIFICADO Versão 1.3 (08/02/2014)

MANUAL SIMPLIFICADO Versão 1.3 (08/02/2014) MANUAL SIMPLIFICADO Versão 1.3 (08/02/2014) www.tiranota.com.br para empresas optantes do SIMPLES NACIONAL By Luiz Resende www.acontabilidade.com.br LEGENDA Algumas siglas usadas neste manual NFE = Nota

Leia mais

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES

ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES ASPECTOS FISCAIS NAS EXPORTAÇÕES 1 INCIDÊNCIAS TRIBUTÁRIAS NAS EXPORTAÇÕES Optantes do SIMPLES Os transformadores plásticos exportadores optantes do SIMPLES devem analisar a conveniência da continuidade

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física

Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física Prezado cliente, Este material foi criado com o objetivo de esclarecer todas as dúvidas que podem surgir a respeito da inspeção de

Leia mais

Im portação Fo x 1/23

Im portação Fo x 1/23 Importação Fox 1/23 Índice 1.INTRODUÇÃO... 3 1.1. Quais os tributos que incidem sobre a importação de produtos e serviços no Brasil?... 3 2.CLASSIFICAÇÃO DOS TRIBUTOS... 5 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6.

Leia mais

BPOS GUIA DE REFERÊNCIA DA TRIBUTAÇÃO NO BRASIL. 12 de abril de 2010

BPOS GUIA DE REFERÊNCIA DA TRIBUTAÇÃO NO BRASIL. 12 de abril de 2010 BPOS GUIA DE REFERÊNCIA DA TRIBUTAÇÃO NO BRASIL 12 de abril de 2010 Página 1 de 11 A Microsoft Informática Ltda. ( Microsoft Brasil ), subsidiária brasileira da Microsoft Corporation solicitou ao escritório

Leia mais

O Brasil adoptou, em 1 de Janeiro de 1995, a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM),

O Brasil adoptou, em 1 de Janeiro de 1995, a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), Tratamento tributário i e administrativo na importação 68 O Brasil adoptou, em 1 de Janeiro de 1995, a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), baseada no Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de

Leia mais

Tributação na. Momento de ocorrência do FG do II para efeito de cálculo (art 73)

Tributação na. Momento de ocorrência do FG do II para efeito de cálculo (art 73) Tributação na Importação Imposto de Importação (II) Caráter extra-fiscal (regulatório) SP, BC e FG definidos em lei Regulamento Aduaneiro (RA Decreto 6.759/2009) consolida as normas Exceção constitucional

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. LEVANTAMENTOS DOS PREÇOS DE MERCADO... 14 3. QUEM?... 20 4. O QUÊ?... 26 5. QUANTO... 30

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. LEVANTAMENTOS DOS PREÇOS DE MERCADO... 14 3. QUEM?... 20 4. O QUÊ?... 26 5. QUANTO... 30 1 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. LEVANTAMENTOS DOS PREÇOS DE MERCADO... 14 3. QUEM?... 20 4. O QUÊ?... 26 5. QUANTO... 30 6. ANALISANDO O PREÇO DE VENDA DOS CONCORRENTES... 37 7. PREÇO NO COMÉRCIO COM

Leia mais

Prezado empreendedor,

Prezado empreendedor, Prezado empreendedor, Caderno do Empreendedor Este é o Caderno do Empreendedor, criado para facilitar o dia-a-dia da sua empresa. Com ele você poderá controlar melhor suas despesas, saber quanto está vendendo

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

Disciplina: Comércio Internacional

Disciplina: Comércio Internacional COORDENADORIA DE TRANSPORTES Sumário 2 Disciplina: Comércio Internacional CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL Exportação e Importação Conceitos Cambiais, Aduaneiros e Comerciais Formas de

Leia mais

Art. 3º A informação a que se refere o art. 2º compreenderá os seguintes tributos, quando influírem na formação dos preços de venda:

Art. 3º A informação a que se refere o art. 2º compreenderá os seguintes tributos, quando influírem na formação dos preços de venda: DECRETO Nº 8.264, DE 5 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.741, de 8 de dezembro de 2012, que dispõe sobre as medidas de esclarecimento ao consumidor quanto à carga tributária incidente sobre mercadorias

Leia mais

Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística

Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística Daniel Canteras Pansarella Especialista em Importação e Logística Graduado em Administração de Empresas com habilitação em Comércio Exterior pela Universidade Paulista em 2000. Concluiu os cursos de pós-graduação

Leia mais

CUSTOS NO COMÉRCIO. Só de lembrar disso tudo, quase que o Sr. João teve um ataque. Respirou fundo e disse:

CUSTOS NO COMÉRCIO. Só de lembrar disso tudo, quase que o Sr. João teve um ataque. Respirou fundo e disse: 1 CUSTOS NO COMÉRCIO O Sr. João da Lojinha, um comerciante muito experiente, tem uma pequena loja de diversos artigos, localizada no centro comercial da sua cidade. Dia desses, preocupou-se com a situação

Leia mais

Manual Prático do Usuário

Manual Prático do Usuário Página 12 Saiba mais Em quanto tempo seu cliente recebe o produto Como é emitida a Nota fiscal e recolhido os impostos Pergunte ao Suporte Todos os pedidos serão enviados em até 24 horas úteis, após a

Leia mais

Missão Área Internacional

Missão Área Internacional Missão dos Correios Facilitar as relações pessoais e empresariais mediante a oferta de serviços de correios com ética, competitividade, lucratividade e responsabilidade social. Missão Área Internacional

Leia mais

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero

CHECK LIST DO IMPORTADOR. Passo a passo para começar do zero CHECK LIST DO IMPORTADOR Passo a passo para começar do zero ÍNDICE 1) Preparando a empresa 2) Pesquisando fornecedores 3) Calculando os custos 4) Fazendo o pedido 5) Controlando a produção 6) Embarcando

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Regime de Tributação Simplificada Importações por Remessas Postais RFB/SUARI/COANA/COFIA/DIDES Buenos Aires, 08 de novembro de 2011 Tópicos: 1. Panorama Atual do

Leia mais

Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP

Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP Exportação Indireta GRUPO INTERNACIONALIZAÇÃO DO SEBRAE-SP Junho/2011 1 Tipos de Exportação: Direta : A própria empresa vende diretamente ao exterior. Brasil Exterior 2 Indireta : Mercadoria é exportada

Leia mais

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas

Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa Secretaria da... e Respostas. O que é uma Remessa Expressa? Como ocorre a tributação nas Remessas 1 de 7 13/07/2015 12:00 Menu Dúvidas - Perguntas e Respostas - Remessa Expressa por Subsecretaria de Aduana e Relações Internacionais publicado 22/05/2015 16h36, última modificação 18/06/2015 15h00 Remessas

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

Preço de Venda na Indústria

Preço de Venda na Indústria SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...4 2. OS GASTOS FIXOS APLICADOS NO PREÇO...17 3. OS GASTOS VARIÁVEIS APLICADOS NO PREÇO...32 4. LUCRO DESEJADO...40 5. MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO...52 6. PONTO DE EQUILÍBRIO...61 7.

Leia mais

Que documentos deverão acompanhar a mercadoria para o Brasil? A escolha da modalidade de envio do seu pedido é fundamental

Que documentos deverão acompanhar a mercadoria para o Brasil? A escolha da modalidade de envio do seu pedido é fundamental Índice 1 - Entendendo a importação Compras no comércio eletrônico também são importações Quem pode fazer uma importação? O que pode ser importado? Quantas importações eu posso fazer? Que documentos deverão

Leia mais

Curso Analista de Importação

Curso Analista de Importação Curso Analista de Importação (Curso Presencial em Belo Horizonte) Objetivo: Capacitar o aluno para planejar e gerenciar os processos de importação de uma empresa, atuando como analista de importação ou

Leia mais

Curso Gestão de Importação

Curso Gestão de Importação Curso Gestão de Importação Curso Presencial em Belo Horizonte Leia até o final da página todas as informações deste curso Objetivo: Ensina o aluno a planejar e a gerenciar as etapas do processo de importação.

Leia mais

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES Ser Júnior é ser gigante pela própria natureza. Brasil Júnior Mensagem do presidente Capacitar membros, promover o Movimento Empresa Júnior e causar impacto da sociedade,

Leia mais

Curso de Consultoria Empresarial

Curso de Consultoria Empresarial Curso de Consultoria Empresarial (Curso Presencial em Belo Horizonte) Início - 23/08 Objetivo: Capacitar o aluno para atuar na área de consultoria e gestão empresarial. Este é um curso livre de capacitação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE IMPORTAÇÃO 1. Introdução: Toda mercadoria procedente do exterior, importada a título definitivo ou não, sujeita ou não ao pagamento do imposto

Leia mais

IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS ASSOCIADOS

IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS ASSOCIADOS UP-TO-DATE. ANO I. NÚMERO 46 IMPOSTOS SOBRE VENDAS! ICMS, PIS/COFINS, ISS e IPI! O que fazer com a CPMF?! As alterações da legislação tributária no cálculo da COFINS Dr. João Inácio Correia (advcor@mandic.com.br)

Leia mais

Curso Analista de Comércio Exterior

Curso Analista de Comércio Exterior Curso Analista de Comércio Exterior Curso Presencial em Belo Horizonte Aviso: O curso presencial é bem mais completo do que o curso de analista à distância Objetivo: Capacitar o aluno para atuar como analista

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. O que é Importação via Correio? PERGUNTAS E RESPOSTAS A importação via Correios é o serviço que lhe permite comprar/adquirir produtos de qualquer parte do mundo por meio da Internet, de catálogos ou

Leia mais

CUSTOS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CUSTOS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 1 CUSTOS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Temos observado que é muito comum encontrar empresários do segmento da prestação de serviços que apresentam dificuldades na Gestão dos Custos em suas empresas. Essas dificuldades

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES 1. Aspectos operacionais 1.1 Roteiro para exportação 1º Passo Efetuar o registro de exportador na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS.

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. Resumo efetuado a partir do Manual Como Elaborar um plano de negócios SEBRAE/ 2013 Profa. Célia Regina Beiro da Silveira ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA O 1º CONCURSO

Leia mais

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009

NIEx. 30º AgroEx Manaus. 26 de novembro de 2009 NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 30º AgroEx Manaus 26 de novembro de 2009 FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase Mercadológica Fase Comercial Fase Administrativa Fase Aduaneira

Leia mais

Formação de Analista em Comércio Exterior

Formação de Analista em Comércio Exterior Formação de Analista em Comércio Exterior com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para exercer a profissão de Analista de Comércio Exterior e trabalhar com a análise das operações, planejamento,

Leia mais

Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office

Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office Gestão e-commerce São 3 cenários possíveis: 1º SIGNUS ERP Back-office integrado a sua loja virtual 2º SIGNUS B2B e-commerce on-line 3º SIGNUS B2C e-commerce on-line Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office Integração

Leia mais

Manual Módulo de Custos

Manual Módulo de Custos Manual Módulo de Custos Emissão: 24/01/2014 Revisão: 20/05/2015 Revisado por: Juliana shp group 1 Alameda dos Jurupis, 452 Cj 73 Moema Conteúdo Introdução...... 3 I - TIPOS DE CUSTOS QUE O ERP JAD POSSUI.......

Leia mais

Procedimentos para exportação

Procedimentos para exportação Procedimentos para exportação Fundamentos de Comércio Exterior Prof. 1. Inscrição da empresa em dois cadastros: REI (MDIC/SECEX) e Radar (MF /SRF); 2. Análise mercadológica: avaliação do potencial do mercado

Leia mais

Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa

Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa Página 1 de 6 Grave nosso FEED Pensando Grande Página Inicial Autores deste blog Contato Sobre Como escolher o enquadramento tributário de sua empresa Por CamilaZanqueta em 29 de July de 2010 O Brasil

Leia mais

Formalizando o negócio

Formalizando o negócio NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Formalizando o negócio Manual Etapa 3/Parte 2 Bem-vindo! É um prazer ter você participando da Etapa 3 do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo,

Leia mais

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo!

SAD Gestor ERP. Módulo Estoque. Cadastro de Produto Escrita Fiscal. Seja Bem Vindo! SAD Gestor ERP Módulo Estoque Cadastro de Produto Escrita Fiscal Seja Bem Vindo! Introdução O planejamento tributário deve fazer parte do cotidiano da empresa. É uma decisão estratégica que pode determinar

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

Índice. 2 HABILITAÇÃO SISCOMEX... 7 2.1 - Habilitação de Responsável Legal e Certificado Digital... 7 2.2 - HABILITAÇÃO NO SISTEMA COMEXLABS...

Índice. 2 HABILITAÇÃO SISCOMEX... 7 2.1 - Habilitação de Responsável Legal e Certificado Digital... 7 2.2 - HABILITAÇÃO NO SISTEMA COMEXLABS... Índice 1 - DEFINIÇÕES... 3 1.1 Documentação no Comércio Exterior... 3 1.1.1 Fatura Comercial (Commercial Invoice):... 3 1.1.2 Lista de Embalagens (Packing List):... 3 1.1.3 - Certificado de Origem (C.O.):...

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica

Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica Perguntas Frequentes sobre processos de liberação ANVISA para Pessoa Jurídica Prezado cliente, Este material foi criado com o objetivo esclarecer possíveis dúvidas a respeito da inspeção de remessas importadas

Leia mais

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado

ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE. Por: Alexandre Maldonado ROI COMO SABER DEFINITIVAMENTE O RESULTADO DAS AÇÕES DE MARKETING DO SEU E- COMMERCE Por: Alexandre Maldonado Autor do site Marketing para E- commerce www.marketingparaecommerce.com.br TERMOS DE RESPONSABILIDADE

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior

SILBRAN Comércio Exterior. 13/1/2009 Silbran Comércio Exterior SILBRAN Comércio Exterior 1 Decisões em Negócios Globalizados Importadores Exportadores 2 SILBRAN Comércio Exterior Desafio Global Distância Documentos Diversidade Demanda Disponibilidade Velocidade Consistência

Leia mais

Caminhos para Exportar

Caminhos para Exportar NIEx NÚCLEO DE INTEGRAÇÃO PARA EXPORTAÇÃO Caminhos para Exportar 33º AgroEx Marco-CE ADILSON OLIVEIRA FARIAS Assessor técnico JULIANA CAETANO JALES Assistente técnico FASES DO PROCESSO EXPORTADOR Fase

Leia mais

Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação.

Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação. Tipos de Empresas, Requisitos e Passos para Abertura, Abertura Empresas Virtuais, Tributação. 1) Tipos de Empresas Apresenta-se a seguir, as formas jurídicas mais comuns na constituição de uma Micro ou

Leia mais

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk 1 Conteúdo Introdução:... 3 CAMINHO:... 4 Inclusão e inicio do PEDIDO DE VENDAS... 5 DETALHES

Leia mais

Gerando idéias de negócio

Gerando idéias de negócio NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Gerando idéias de negócio Manual Etapa 1/Parte 1 Bem-vindo! É um prazer ter você na Etapa 1 do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo do Sebrae.

Leia mais

Cursos in company CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula

Cursos in company CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula CIA. LIBRA Formação Básica em Comércio Exterior Carga horária: 36h/aula PROGRAMA Preparando-se para exportar 6 hs Procedimentos básicos na exportação 6 hs Procedimentos básicos na importação 6 hs Câmbio

Leia mais

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios

BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios BOM DIA! Exportação simplificada como estratégia de expansão de negócios Correios Quem somos? Empresa de administração pública. Missão: Fornecer soluções acessíveis e confiáveis para conectar pessoas,

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Preenchimento da planilha de Índice de Nacionalização (IN)

Preenchimento da planilha de Índice de Nacionalização (IN) Preenchimento da planilha de Índice de Nacionalização (IN) Instruções Básicas... 3 Preenchimento... 3 Envio... 3 Cadastramento de produtos... 3 Funcionamento da planilha... 3 Taxa de câmbio... 4 Aba (planilha)

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Junho/2015 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO

SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO PROCEDIMENTOS DE IMPORTAÇÃO 1º Passo - Habilitação Legal A inscrição no Registro de Exportadores e Importadores (REI) da Secretaria de Comércio Exterior constitui condição preliminar

Leia mais

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos FORMAR SEU PREÇO Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio. Informações e Contatos Mania de

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO

ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO ELABORAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO D. Daniela tem uma fábrica de móveis e vende seus produtos para todo o Brasil. Como os produtos de sua fábrica têm ótima qualidade e seus preços no mercado interno são

Leia mais

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com.

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com. Controle Financeiro 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz Emerson Machado Salvalagio Quando abrimos uma empresa e montamos nosso próprio negócio ou quando nos formalizamos, após algum tempo

Leia mais

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br

COMPRA. certa. Treinamento para o profissional de compras. Tributação e seus impactos na rentabilidade. www.contento.com.br COMPRA certa Treinamento para o profissional de compras www.contento.com.br 503117 Tributação e seus impactos na rentabilidade editorial Calculando a rentabilidade Gerir uma farmácia requer conhecimentos

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.293, de 21 de setembro de 2012

Instrução Normativa RFB nº 1.293, de 21 de setembro de 2012 Instrução Normativa RFB nº 1.293, de 21 de setembro de 2012 DOU de 24.9.2012 Dispõe sobre o despacho aduaneiro de bens procedentes do exterior destinados à utilização na Copa das Confederações Fifa 2013

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Comércio

Viabilidade de Negócios. Comércio Viabilidade de Negócios Comércio SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 22 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 35 6. INVESTIMENTO

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

Como cadastrar um produto usando o Futura Server

Como cadastrar um produto usando o Futura Server Cadastro do Produto Como cadastrar um produto usando o Futura Server Aqui temos dicas importantes para cadastrar seu produto antes de realizar as suas movimentações. Com o Futura Server aberto, acesse

Leia mais

REPORTO - REGIME TRIBUTÁRIO PARA INCENTIVO À MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA PORTUÁRIA

REPORTO - REGIME TRIBUTÁRIO PARA INCENTIVO À MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA PORTUÁRIA REPORTO - REGIME TRIBUTÁRIO PARA INCENTIVO À MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA PORTUÁRIA Em 1º de dezembro de 2004, o Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei de Conversão nº 53, de 2004 (Medida

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS

GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS GUIA DE ORIENTAÇÃO QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS 1 ÁREA DE COMÉRCIO EXTERIOR Advogados Advogados podem atuar na área de direito aduaneiro e poderão ser muito bem remunerados pelos

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Í n d i c e Julho, 2010 Introdução... 2 1. Acerto dos cadastros de Clientes e de Produtos... 4 1.1. Cadastros Básicos - Cadastro de Clientes... 4 1.2. Cadastros Básicos Cadastro

Leia mais

Distrito Federal > Novembro/2015

Distrito Federal > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO

APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO 04 APURAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO NO COMÉRCIO A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE nas mais diversas áreas: organização empresarial, finanças, marketing,

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

Lei do Imposto. Dezembro

Lei do Imposto. Dezembro Lei do Imposto Dezembro 2014 Guia para adaptação do sistema Wingas à Lei do Imposto 2.741/2012. Compatível com as versões 1.8.5 e posteriores. Atualizado em: 16/12/2014. 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2 1.1 OBJETIVOS

Leia mais

Projeto de análise de Importação

Projeto de análise de Importação Projeto de análise de Importação Empresa: Import Brasil S/A Objetivo: Estudo sobre a viabilidade da importação analisando pontos como logística, s, impostos, barreiras de entrada, estatística de importação

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Indústria

Viabilidade de Negócios. Indústria Viabilidade de Negócios Indústria SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 23 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 36 6.

Leia mais

RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA

RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA RESENHA TRIBUTÁRIA ATUALIZADA! As mudanças no PIS e no Cofins! Lucro real e presumido! IR e CSLL! Simples Francisco Cavalcante (francisco@fcavalcante.com.br) Sócio-Diretor da Cavalcante & Associados, empresa

Leia mais

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura!

Como trazer resultados para sua empresa de forma simples e objetiva em Licitações? Aqui temos algumas dicas! Aproveite sua leitura! 05 PASSOS PARA SER UM LICITANTE DE SUCESSO Você já pensou em conhecer Licitação de uma forma prática, objetiva, sem complicações? Este e-book é o primeiro, de muitos materiais que o Licitabem produzirá

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO

IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO Instituições de Direito Profª Doutora Ideli Raimundo Di Tizio p 41 IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO O imposto de importação é de competência da União, é também conhecido como tarifa aduaneira. Sua função é predominantemente

Leia mais

Agenda Tributária: de 12 a 18 de fevereiro de 2015

Agenda Tributária: de 12 a 18 de fevereiro de 2015 Agenda Tributária: de 12 a 18 de fevereiro de 2015 Dia: 13 CIDE - Combustíveis - 9331 Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a comercialização de petróleo e seus derivados, gás

Leia mais

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com

EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS. CM Claudia Mainardi ccmainardi@cmcomex.com.br ccmainardi@gmail.com EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO INFORMAÇÕES E PROCEDIMENTOS BÁSICOS Providências básicas para iniciar atividades no comércio exterior Ser registrado no RADAR Registro de Exportadores e importadores na Receita Federal;

Leia mais

FORMAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO. Instrutor: Luiz Roberto Oliveira. Email: luizroberto@eniconsultoria.com.br

FORMAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO. Instrutor: Luiz Roberto Oliveira. Email: luizroberto@eniconsultoria.com.br FORMAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO Instrutor: Luiz Roberto Oliveira. Email: luizroberto@eniconsultoria.com.br 1 O resumo de nossa. conversa. TEMPO INFORMAÇÃO DINHEIRO 2 Formação do preço de exportação. Vou

Leia mais

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br Sumário Introdução... 3 Amostra... 4 Tamanho do cadastro de materiais... 5 NCM utilizadas... 6 Dúvidas quanto à classificação fiscal... 7 Como as empresas resolvem as dúvidas com os códigos de NCM... 8

Leia mais