REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO"

Transcrição

1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1

2 CAPÍTULO I Da Definição e Finalidades. Artigo 1 - O Estágio Supervisionado constitui-se no desenvolvimento, pelo aluno, de atividades práticas, exercidas mediante fundamentação teórica prévia ou simultaneamente adquirida. Constitui-se em uma atividade obrigatória do Currículo do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis, mantida pelo Instituto Educacional de Assis IEDA, sendo regido por este regulamento. Artigo 2 - O Estágio Supervisionado tem como objetivo propiciar ao acadêmico o intercâmbio de informações e experiências concretas, bem como permitir ao mesmo a comparação dos conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação acadêmica com a realidade organizacional, através da observação e análise do processo prático contábil e, também, desenvolver suas habilidades técnicas, críticas e potencialidades empreendedoras. CAPÍTULO II Da Organização. Artigo 3 - O Estágio Supervisionado contará com a seguinte estrutura: I. Coordenador de Estágio; II. Professor Supervisor de Estágio; III. Estagiário; IV. Supervisor de Estágio na Empresa, designado pela Empresa Concedente. Artigo 4 - A Coordenadoria de Estágio do Curso de Ciências Contábeis, da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis, é o órgão coordenador e executor do Estágio Supervisionado do Curso de Ciências Contábeis. 2

3 Artigo 5º A Coordenadoria de Estágio é exercida pelo Coordenador do Curso, a quem compete atribuir ao docente os encargos de supervisão do estágio do aluno. Parágrafo Único O Professor Supervisor de Estágio, quando se fizer necessário, poderá solicitar auxílio a outros docentes do Curso de Ciências Contábeis, na orientação de conteúdo específico das diversas áreas da Contabilidade. Artigo 6 - O Estágio Supervisionado poderá ser realizado em organizações legalmente constituídas, tais como órgãos públicos, empresas privadas, organizações estatais, sociedades civis e órgão representativo de classe, autorizado mediante celebração de Termo de Compromisso (Anexo I) entre estas organizações e a Faculdade de Ciências Contábeis de Assis, obedecendo à legislação vigente. Parágrafo Único - O Termo de Compromisso de Estágio deverá ser assinado obrigatoriamente: I. Pelo estagiário; II. Pelo representante legal da Empresa Concedente; III. Pelo representante da IES. CAPÍTULO III Da Validade, Duração e Aproveitamento. Artigo 7 - O estágio deverá ser realizado nas séries e com carga horária conforme estabelecidos no Currículo do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis. 3

4 Parágrafo Único O período mínimo para integralização do estágio supervisionado será de 300 horas, devendo ser cumpridas 100 horas durante o 6º semestre, 100 horas durante o 7º semestre e 100 horas durante o 8º semestre. Artigo 8 - A validade e o início do Estágio Supervisionado só ocorrerão após a definição do Plano de Estágio (Anexo II) e a devida aprovação pelo Professor Supervisor de Estágio. Artigo 9 - O Estágio Supervisionado deverá ser realizado em áreas específicas do curso, tais como: I. Contabilidade Geral; II. Análise das Demonstrações Contábeis; III. Administração Financeira e Orçamentária; IV. Auditoria V. Perícia Contábil; VI. Controladoria; VII. Contabilidade de Custos; VIII. Contabilidade Tributária; IX. Contabilidade Aplicada (Pública, Rural, Bancária, etc). X. Demais áreas a serem especificadas no Plano de Estágio, desde que aprovadas pelo Professor Orientador de Estágio e Coordenador do Estágio. Artigo 10 - O total de horas mínimo exigido, por período letivo, deve ser integralizado de acordo com os prazos estabelecidos no Plano de Estágio, obedecido o Calendário Escolar. No caso de interrupção do estágio deverá ser realizada, para efeito de integralização, a carga horária faltante. Artigo 11 - A cada semestre de realização do estágio, o aluno será avaliado pelo Relatório de Estágio entregue ao Professor Supervisor e pela Ficha de Avaliação de Desempenho (Anexo III) que será preenchida pelo Supervisor de Estágio da Empresa ofertante. A 4

5 unidade concedente deverá ainda emitir declaração (Anexo IV) especificando a carga horária de estágio cumprida pelo estagiário e resumo das atividades realizadas. Parágrafo único O Relatório de Estágio, entregue semestralmente (6º, 7º e 8º semestre do curso), deverá conter: I. Caracterização da empresa, incluindo: nome, inscrição estadual, ramo de atividade, histórico, principais atividades desenvolvidas pela empresa, estrutura organizacional, sistemas de informação contábil utilizados na empresa, entre outros. II. Descrição das atividades desenvolvidas pelo estagiário na organização; III. Análise comparativa da teoria x prática, proporcionada por meio da observação dos fenômenos contábeis, na qual será detectada a contribuição da teoria para a atividade prática. IV. Opinião do aluno sobre a contribuição do estágio para seus conhecimentos e para sua formação profissional; principais dificuldades enfrentadas na realização do estágio e sugestões visando melhoria dos resultados do estágio (este item será apresentado apenas no Relatório de Estágio do 8º semestre). Artigo 12º - O aluno será considerado aprovado no estágio quando cumprir a carga horária, em conformidade com o Artigo 7º, documentada por meio dos registros descritos no artigo 11º e obtiver a aprovação pelo Professor Supervisor de Estágio e pelo Coordenador do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis. Artigo 13º - O aluno será considerado reprovado no Estágio Supervisionado, devendo desenvolvê-lo no período letivo seguinte, em regime de dependência, caso os conceitos registrados na Ficha de Avaliação sejam Insuficiente ou Inadequado, ou não totalizar a carga horária estabelecida no Parágrafo Único do Artigo 7. Parágrafo Único O aluno que estiver desempenhando funções em empresas ou organizações, como empregado ou titular, poderá realizar os estágios na própria instituição, desde que cumpra as exigências previstas neste regulamento, devidamente autorizado 5

6 pelo Colegiado do Curso e supervisionado pelo Coordenador do Estágio e pelo Professor Supervisor de Estágio. CAPÍTULO IV Das Atribuições e Competências Das Atribuições do Coordenador de Curso no Estágio Artigo 14º - O Coordenador de Curso, no Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório, terá as seguintes atribuições: I. Coordenar todas as atividades relacionadas à prática do Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório. II. Assegurar a legalidade do processo de Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório; III. Estabelecer contato direto com os dirigentes das Instituições dispostas a receberem estagiários, para viabilizar assinaturas de termos de compromisso; IV. Identificar e divulgar as oportunidades de Estágio Curricular Supervisionado; V. Indicar Professor Supervisor responsável pelo Estágio, e acompanhar seu trabalho visando ao aprimoramento e a solução de problemas relativos ao seu desenvolvimento; VI. Assinar os documentos de encaminhamento de estagiários. Artigo 15º - São atribuições do Professor Supervisor do Estágio: I. Analisar e aprovar os Planos de Estágio Supervisionado. II. Acompanhar o desenvolvimento de estágio de cada aluno através do recebimento da Ficha de Avaliação do Estagiário e Relatório de Estágio. III. Criar e manter um acervo de toda a documentação relativa a cada estagiário e seu respectivo estágio para consulta e posterior comprovação junto aos órgãos fiscalizadores. 6

7 IV. Elaborar relatório semestral das atividades desenvolvidas na Supervisão do Estágio, bem como da carga horária e avaliação final de cada estagiário para ser encaminhado à Secretaria. V. Cumprir este regulamento. VI. Zelar pela qualidade do estágio supervisionado. VII. Manter e ampliar os contatos, divulgar e promover o Curso de Ciências Contábeis entre as organizações da cidade e região, visando aumentar a oferta de vagas de estágio para os alunos da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis. Artigo 16º - São deveres e responsabilidades do estagiário: I. Cumprir a carga horária mínima na forma exigida neste Regulamento. II. Preencher e entregar ao Supervisor de Estágio os relatórios determinados por este regulamento, nos prazos estabelecidos: a) Plano de Estágio: elaborar em conjunto com o docente supervisor de estágio, preenchendo todos os campos, assinar e colher assinatura do supervisor do estágio junto à Empresa. b) Ficha de Avaliação do Estagiário: solicitar preenchimento e assinatura ao supervisor do estágio junto à empresa. c) Declaração da Empresa: solicitar declaração da empresa comprovando o cumprimento do estágio conforme carga horária e atividades previstas no Plano de Estágio. d) Relatório de Estágio: Entregar, ao final do 6º, 7º e 8º semestres, o Relatório de Estágio Supervisionado, conforme descrição apresentada no parágrafo único do artigo 11º. III. Agir com ética, zelo e responsabilidade no relacionamento com a organização propiciadora do estágio, a fim de preservar o bom relacionamento desta com a Instituição de Ensino e, assim, contribuir para a manutenção da possibilidade de estágio para futuros alunos. IV. Cumprir este Regulamento. 7

8 Artigo 17º - São compromissos requeridos das Empresas ofertantes de estágio: I. Designar um supervisor do estágio na Empresa, preferencialmente um profissional da área contábil, pertencente ao seu quadro de funcionários. II. Aprovar e assinar o Plano de Estágio apresentado pelo aluno estagiário. III. Preencher a ficha de Avaliação do Estagiário: atribuir conceitos para o período avaliado e assinar. IV. Emitir declaração comprovando o cumprimento do estágio, conforme carga horária e atividades previstas no Plano de Estágio. V. Contratar, em favor do aluno estagiário, seguro contra acidentes pessoais, em conformidade com a Lei /2008. CAPÍTULO V Disposições finais Artigo 18º - Os casos omissos neste Regulamento serão analisados e decididos pela Coordenadoria de Estágio. Artigo 19º- Este Regulamento entrará em vigor a partir da data de aprovação pelo Conselho Superior e Colegiado do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis. 8

9 ANEXO 1 TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DE ASSIS Termo de Compromisso que entre si fazem de um lado a Faculdade de Ciências Contábeis de Assis, mantida pelo Instituto Educacional de Assis, doravante denominada como Instituição de Ensino, e de outro lado a empresa:......,.. doravante denominada como Unidade Concedente, e o Estagiário, aluno devidamente matriculado no Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Contábeis de Assis e beneficiário do presente termo, que tem por objetivo estabelecer condições e obrigações mútuas entre as partes, visando a um acordo de cooperação, conforme estabelecido nas cláusulas que seguem: ESTAGIÁRIO ALUNO:... CURSO:...TERMO:... MATRÍCULA:...RG:...CPF:... ENDEREÇO: TELEFONE: (...)... UNIDADE CEDENTE RAZÃO SOCIAL:... CNPJ:...REPRESENTANTE:... ENDEREÇO: TELEFONE: (...)... SUPERVISOR:...FORMAÇÃO:... INSTITUIÇÃO DE ENSINO RAZÃO SOCIAL: Instituto Educacional de Assis IEDA CNPJ: / REPRESENTANTE: Heber Ricardo Silva (diretor) ENDEREÇO: Av. Dr. Dória, 260 BAIRRO: Vila Ouro Verde CIDADE: Assis 9

10 CEP: TEL: (18) Cláusula 1ª Este instrumento tem por objetivo formalizar as condições básicas para a realização de Estágio Curricular Supervisionado da Instituição de Ensino junto à Unidade Concedente, o qual é obrigatório e de interesse curricular e pedagógico, entendido como uma estratégia de profissionalização que integra o processo ensino-aprendizagem, estando o presente de acordo com o que determina a Lei /08 de 25 de setembro de Cláusula 2ª Celebra-se o presente Termo de Compromisso de Estágio Curricular Supervisionado entre o Estudante e a Unidade Concedente, com interveniência e assinatura da Instituição de Ensino, nos termos do artigo 3º da Lei /08, o qual constituirá comprovante de inexistência de vínculo empregatício. Cláusula 3ª As atividades de estágio a serem cumpridas pelo estagiário deverão totalizar... horas e serão realizadas durante o...semestre de..., sendo este o período de vigência deste Termo de Compromisso de Estágio. Cláusula 4ª No desenvolvimento do estágio ora compromissado, caberá ao Estagiário: a) Cumprir, como todo empenho e interesse, toda a programação estabelecida para seu estágio; b) Observar e obedecer às normas internas da Unidade Concedente, preservando o sigilo e a confidencialidade das informações a que tiver acesso; c) Apresentar documentos comprobatórios da regularidade da sua situação acadêmica, sempre que solicitado pela Unidade Concedente; d) Manter rigorosamente atualizados seus dados cadastrais e escolares, junto à Unidade Concedente e à Instituição de Ensino; e) Informar, de imediato, quaisquer alterações na sua situação escolar, tais como: trancamento de matrícula, abandono, conclusão de curso ou transferência de Instituição de Ensino; f) Entregar, obrigatoriamente, à Instituição de Ensino e à Unidade Concedente 1 (uma) via do presente instrumento, devidamente assinado pelas partes; g) Elaborar relatórios de estágio, conforme instruções do professor orientador do estágio. Cláusula 5ª No desenvolvimento do estágio ora compromissado caberá à Unidade Concedente proporcionar ao Estagiário, atividades de aprendizagem compatíveis com o Plano de Estágio Curricular Supervisionado, bem como, fornecer subsídios que possibilitem à Instituição de Ensino o acompanhamento, supervisão e avaliação do estágio. 10

11 Cláusula 6ª Constituem motivos para interrupção automática da vigência do presente Termo de Compromisso de Estágio: a) A conclusão ou abandono do curso e o trancamento da matrícula; b) O não cumprimento do convencionado neste Termo de Compromisso; c) Descumprimento ou agressão às normas legais vigentes. Cláusula 7ª Na vigência do estágio, a Unidade Cedente providenciará e custeará um seguro conta acidentes pessoais em favor do Estagiário, ficando a Instituição de Ensino isenta da responsabilidade de qualquer natureza, inclusive a constante no Parágrafo único do Art. 9º da Lei /2008: (Parágrafo único. No caso de estágio obrigatório, a responsabilidade pela contratação do seguro de que trata o inciso IV do caput deste artigo poderá, alternativamente, ser assumida pela Instituição de Ensino). Por estarem justas e contratadas, as partes assinam este instrumento, contendo o TERMO DE COMPROMISSO e o PLANO DE ATIVIDADES DO ESTAGIÁRIO, em três vias de igual forma e teor. Assis,...de...de... UNIDADE CONCEDENTE (Assinatura e carimbo) INSTITUTO EDUCACIONAL DE ASSIS - IEDA (Assinatura e carimbo) ESTAGIÁRIO (Assinatura) 11

12 ANEXO 2 PLANO DE ESTÁGIO - CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DADOS DO ESTAGIÁRIO: NOME:...RA:... ENDEREÇO:... BAIRRO:...CIDADE:...CEP:... TELEFONE RES:...CELULAR: DADOS DO ESTÁGIO: EMPRESA:... ENDEREÇO:... CNPJ:...TELEFONE:... ÁREA DE ATUAÇÃO NA EMPRESA: SUPERVISOR NA EMPRESA:... CARGO/FUNÇÃO:... PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO:... ÁREA DE CONCENTRAÇÃO DO ESTÁGIO:... ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NO ESTÁGIO: 12

13 Assis, de de. Assinatura do aluno De acordo: Professor Supervisor de Estágio Supervisor na empresa 13

14 ANEXO III FICHA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ESTAGIÁRIO: CURSO: TERMO: PERÍODO DO ESTÁGIO: EMPRESA / INSTITUIÇÃO: ENDEREÇO: n.º Tel.: SETOR DE EXECUÇÃO DO ESTÁGIO: SUPERVISOR DO ESTÁGIO NA EMPRESA: CARGO/FUNÇÃO: AVALIAÇÃO Aspectos ético-profissionais e comportamentais A B C D E 1 - Qualidade do Trabalho - Considerar a qualidade do trabalho tendo em vista o que seria desejável. 2 - Engenhosidade - Capacidade de sugerir, projetar e executar modificações. 3 - Cumprimento das tarefas programadas - Considerar o volume do trabalho cumprido. 4 - Espírito Inquisitivo - Disposição e esforço que o estagiário demonstrou para aprender. 5 - Iniciativa de Auto Determinação Capacidade demonstrativa para desenvolver essas atividades sem dependência dos outros. 6 - Conhecimentos - Preparo Técnico-profissional demons-trado no desenvolvimento das atividades programadas. 7 - Profissionalismo Desempenho das atividades dentro dos princípios ético-profissionais da Contabilidade. 8 - Assiduidade Cumprimento do horário e ausência de faltas. 14

15 9 - Disciplina e Responsabilidade Observância de Normas e Regulamentos internos da empresa, discrição quanto a assuntos sigilosos e zelo pelo patrimônio Sociabilidade Facilidade de se integrar com os colegas e ambiente de trabalho Cooperação Disposição para cooperar com os colegas e atender prontamente as atividades solicitadas Interesse Comprometimento demonstrado para com as tarefas realizadas. A - Ótimo; B - Bom; C - Suficiente; D - Insuficiente; E - Inadequado. Comentários: Data / / 15

16 Assinatura e Carimbo da Empresa ANEXO IV MODELO DE DECLARAÇÃO DE EMITIDA PELA EMPRESA (PAPEL TIMBRADO DA EMPRESA) D E C L A R A Ç Ã O A/O NOME DA EMPRESA, empresa devidamente constituída, CNPJ /00000, localizada na rua xxxxx xxxxxx xxxxxx, n. 000, na cidade de xxxxxxxxxx, declara para os devidos fins que Nome do Estagiário, portador(a) do RG: , e do CPF: , estagiou nesta empresa no período de 00 de mês de 2014 a 00 de mês de 2014, realizando um total de 100 horas, nas quais estão descontados os feriados e dispensas ocasionais. Durante o referido período o(a) estagiário(a) desempenhou funções relacionadas à observação das técnicas contábeis empregadas pela empresa, xxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx coloque aqui uma breve descrição das função exercidas. Assis, 00 de mês de ano. Nome e cargo do responsável pela Empresa (Assinatura e carimbo) 16

17 17

Av. Shishima Hifumi, 2911 - Bloco 6 - Urbanova - CEP 12244-000 - Fone/Fax (12) 3947-1085 São José dos Campos - São Paulo - Brasil

Av. Shishima Hifumi, 2911 - Bloco 6 - Urbanova - CEP 12244-000 - Fone/Fax (12) 3947-1085 São José dos Campos - São Paulo - Brasil REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I Da Origem, Definição e Finalidades Artigo 1 - O Estágio Supervisionado é atividade obrigatória do Currículo Pleno do Curso de Ciência da Computação da Faculdade

Leia mais

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º Estágio Supervisionado em Administração (ESA), é a disciplina

Leia mais

TERMO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO/RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO

TERMO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO/RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO TERMO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO/RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO ( ) Obrigatório ( ) Não-obrigatório Declaro, para os devidos fins, que, R.G.:, aluno regularmente matriculado na série do curso de, das

Leia mais

ANEXO C REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO. Da caracterização

ANEXO C REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO. Da caracterização ANEXO C REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO Regulamento aprovado pela Comissão de Curso em 02 de setembro de 2014 Este anexo regulamenta o Estágio Curricular Obrigatório Supervisionado

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Barretos SP 2014 APRESENTAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Ciências Contábeis da FACULDADE BARRETOS é um componente curricular

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I - Do Conceito Art. 1º - O Estágio não obrigatório do Curso de Fisioterapia da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) é aquele

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE GEOGRAFIA - LICENCIATURA

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE GEOGRAFIA - LICENCIATURA 1 REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE GEOGRAFIA - LICENCIATURA Resolução nº 018/2006 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.1 o - O Estágio

Leia mais

Manual de Estágio Não Obrigatório

Manual de Estágio Não Obrigatório Manual de Estágio Não Obrigatório Faculdade Antonio Meneghetti Recanto Maestro, 2010 1 Introdução A lei nº 11.788/2008 define estágio como o ato educativo escolar, supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

a) Estar regularmente matriculados no curso;

a) Estar regularmente matriculados no curso; (35) 3690-8900 / 3690-8958 (fax) br ESTÁGIO CURRÍCULAR SUPERVISIONADO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ANO LETIVO 2014) 1 Caracterização Os cursos de Engenharia de Produção do Brasil são regidos pelas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Instrução normativa Nº 01/2011 Revoga a Instrução Normativa N 02/2008 da comissão

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Capítulo I Da Definição e Finalidade Art. 1º Entende-se como Estágio Supervisionado o conjunto de atividades práticas direcionadas para o aprendizado e o desenvolvimento

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado

Manual de Estágio Supervisionado NEP Manual de Estágio Supervisionado Sumário Apresentação.................................................................... 3 Considerações Iniciais............................................................

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO N o 24/2012, DO CONSELHO DE GRADUAÇÃO Aprova as Normas Gerais de Estágio de Graduação da Universidade Federal de Uberlândia, e dá outras providências. O CONSELHO DE GRADUAÇÃO DA, no uso das competências

Leia mais

RESOLUÇÃO N 54/2009/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE, no uso de suas atribuições legais,

RESOLUÇÃO N 54/2009/CONEPE. O CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE, no uso de suas atribuições legais, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 54/2009/CONEPE Aprova Normas Específicas do Estágio Curricular do

Leia mais

NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO FEAU/UNIVAP CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades

NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO FEAU/UNIVAP CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades NORMAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO FEAU/UNIVAP CAPÍTULO I Da Origem, Definição e Finalidades Artigo 1º - O Estágio Supervisionado é uma atividade obrigatória

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROJETO DE ESTÁGIO ANO 2007 CURSOS: ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO GERAL PARA OS ESTÁGIOS CURRICULARES (DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO) ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS E CIÊNCIAS CONTÁBEIS CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Campus Avançado de Varginha Av. Celina Ferreira Ottoni, 4.000 Padre Vítor - CEP 37048-395 Varginha/MG Fone: (35) 3219 8720 sccvga@unifal-mg.edu.br

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade do Norte Pioneiro CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º O Núcleo de Prática

Leia mais

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS DE GUANAMBI Distrito de Ceraíma, s/n - Zona Rural - Cx Postal

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 44/15, de 09/12/2015. CAPÍTULO I AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio Supervisionado de Graduação do Curso de Administração da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I Da Origem, Definição e Finalidades Artigo 1º - O Estágio Supervisionado é matéria constante do Currículo Pleno do Curso

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS 1 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE NÚCLEO DE ESTÁGIO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS TÍTULO I NATUREZA E OBJETIVO Art. 1º Os estágios curriculares supervisionados previstos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 211/2005-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio do Curso de Turismo da Universidade Estadual do Centro- Oeste, UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO:

Leia mais

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas RESOLUÇÃO DO CONSEPE Nº 12/2010 Aprova o Regulamento das Atividades de Estágio do Curso de Engenharia de Produção da FSSS e dá outras Providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO-

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO FACULDADE BATISTA DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este REGULAMENTO rege as normas e disciplina, nos

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ADMINISTRAÇÃO 1 SUMÁRIO Lista de Anexos... 3 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL... 5 3. DEFINIÇÕES... 5 4. OBJETIVOS... 6 5. PLANEJAMENTO E COMPETÊNCIAS...

Leia mais

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO

ANEXO II DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO ANEXO II NORMAS ESPECÍFICAS DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO E ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - MODALIDADE BACHARELADO DA DEFINIÇÃO E OBJETIVO DO ESTÁGIO Art.

Leia mais

Título I. Dos Princípios Gerais

Título I. Dos Princípios Gerais CORDENADORIA DO NPJ Criado pela Resolução 01/99 Colegiado Superior REGULAMENTO Dispõe sobre o funcionamento da Coordenadoria do Núcleo de Prática Jurídica e seus órgãos no Curso de Graduação em Direito.

Leia mais

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004.

GONÇALVES, Eugênio Celso & BAPTISTA, Antonio Eustáquio. Contabilidade geral. 5ªedição São Paulo: Editora Atlas, 2004. SUPERVISÃO DE ESTAGIO EMENTA Articulação entre teoria e prática das várias possibilidades de atuação profissional docontador. Identificação e avaliação dos procedimentos contábeis e aplicação dosinstrumentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº 43/2016

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR DO CURSO TECNÓLOGO EM GASTRONOMIA UNIMONTE INTRODUÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado do Curso Superior Tecnológico em Gastronomia está organizado

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CURSO DE JORNALISMO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CURSO DE JORNALISMO Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Normatiza a organização e funcionamento do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado para o Curso de Bacharelado em Jornalismo da Universidade Federal do Amapá Normatiza a organização e funcionamento do Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008

RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008 RESOLUÇÃO CEG nº 12/2008 Normas para o Estágio 1) Considerando a Lei 11.788 de 25 de setembro de 2008, que trata de Estágios de Estudantes; 2) Considerando a não existência de resolução geral que normatize

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ- BREVES FACULDADE DE LETRAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS/PORTUGUÊS INTRODUÇÃO

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado CURSOS TECNOLÓGICOS FACULDADE PROMOVE DE SETE LAGOAS 2016 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO O presente regulamento normatiza o Estágio Curricular Supervisionado,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CENMEC Juazeiro, 23 de agosto de 2010. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

RESOLUÇÃO Nº 001/2010 CENMEC Juazeiro, 23 de agosto de 2010. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ENGENHARIA MECÂNICA CAMPUS JUAZEIRO JUAZEIRO/BA - FONE (74) 3614-1938 CEP 48902-300 http://www.univasf.edu.br/estagio

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO Diretora: - Profª Mayra Santos Cabral Coordenadores de estágios: - Prof. Marcos

Leia mais

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS Mantida IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde MANUAL DE NORMAS E DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR EM ADMINISTRAÇÃO Rio Verde - GO

Leia mais

Normas Gerais de Estágios

Normas Gerais de Estágios Normas Gerais de Estágios NORMAS GERAIS DE ESTÁGIOS DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO - UNISA O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA e EXTENSÃO - CONSEPE, órgão normativo, consultivo e deliberativo da administração

Leia mais

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras

REGULAMENTO E MANUAL. Pedagogia e Letras INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE BARRETOS Mantido pelo Centro de Educação e Idiomas de Barretos Autorizado pela Portaria 71 de 11/01/2005 DOU Pedagogia Reconhecido pela portaria nº 663 de 11/05/2009 DOU

Leia mais

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia

Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular. Curso de Pedagogia 1 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 Regulamentação Específica do Estágio de Interesse Curricular Capítulo I - Dos Objetivos Curso de Pedagogia Resolução No. 010/2007 do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA - CEE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA - CEE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA - CEE PROJETO DISCIPLINADOR DO ESTÁGIO CURRICULAR - CEE/UNIFAP Estabelece diretrizes e normas necessárias

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS ESPECÍFICOS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA FACULDADE FASIPE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1.º O presente Regulamento dispõe sobre o Estágio Supervisionado

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DE RONDÔNIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Recife/PE 2010 ESTÁGIO REGULAMENTO

Recife/PE 2010 ESTÁGIO REGULAMENTO ESTÁGIO REGULAMENTO Recife/PE 2010 2 CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS DO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1.º O presente regulamento visa cumprir a Política de estágios da Escola Superior de Marketing-ESM

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular Supervisionado do da

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS LAVRAS, 2014 CAPÍTULO I Da natureza Art. 1º - O Estágio Supervisionado do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente instrumento

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC

MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC C EXTENSÃO E ESTÁGIO F PESQUISA U ENSINO SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... xx INTRODUÇÃO... xx 1. QUAIS AS OBRIGAÇÕES DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO?... xx 2. QUAIS OS DIREITOS E DEVERES DO

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO Considerando o objetivo de formação de docentes em que a atividade prática de prestação de serviços especializados é relevante à sociedade, torna-se necessário

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL MONITORIA

REGULAMENTO INSTITUCIONAL MONITORIA UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE MONITORIA São Paulo 2010 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE

RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO DO ENSINO, DA PESQUISA E DA EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 119/2010/CONEPE Aprova as Normas de Estágio Curricular Obrigatório

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I - OBJETIVOS Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades de Estágio Supervisionado desenvolvidas no da

Leia mais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais

Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina MANUAL DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO: Procedimentos e Obrigações Legais 2009 APRESENTAÇÃO Este manual tem por objetivo disciplinar, orientar e facilitar os

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Art.1º - Disposições legais: lei 11.788/2008; Decreto 87.497/1982; Decreto 2.080/1996; Resolução CONSUNI Nº 06/2002; Resolução CEPEC 0880/2008; Resolução

Leia mais

Faculdades Borges de Mendonça

Faculdades Borges de Mendonça TERMO DE CONVÊNIO PARA ESTÁGIO CURRICULAR BM/EMPRESA TERMO DE CONVÊNIO PARA ESTÁGIO CURRICULAR QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO A FACULDADE BORGES DE MENDONÇA E DE OUTRO LADO, A EMPRESA., VISANDO À REALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DO CEFET-SP Capítulo I DA NATUREZA E SUAS FINALIDADES Art. 1º O estágio baseia-se na Lei nº. 11.788, sancionada em 25 de setembro de 2008. Parágrafo

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO

MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO CURSO TÉCNICO EM CAFEICULTURA José Sérgio de Araújo Adélia Ribeiro Paulino 2014 1 ÍNDICE Apresentação... 3 1 Orientações Gerais... 05 2 Roteiro... 06 3 Plano de Estágio... 08 4 Termo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 396, DE 02 DE OUTUBRO DE 2014. O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CÂMPUS DO CÂMPUS DO PANTANAL, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, e Considerando

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX

MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX MANUAL DE PROCEDIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA FACULDADE BRASILEIRA - MULTIVIX VITÓRIA 2013 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 INTRODUÇÃO... 3 3 OBJETIVOS... 4 2.1 OBJETIVO GERAL... 4 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS...

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE PAULISTA - UNORP CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS LEGAIS Artigo 1º- O presente regulamento de estágios do Centro Universitário do Norte Paulista

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº /

TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO CML 1ª RM HOSPITAL CENTRAL DO EXERCITO (Hospital Real Militar e Ultramar - 1769) TERMO DE COMPROMISSO DO ESTUDANTE* Nº / CONCEDENTE RAZÃO SOCIAL: Hospital Central

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Escopo O estágio supervisionado visa proporcionar ao aluno experiência prática pré-profissional em empresas privadas e públicas colocando-o em contato com a realidade das indústrias

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 PALMAS TO 2011 APRESENTAÇÃO Este Regulamento de Estágio do Curso de Administração visa servir de referência

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado Regulamento do Estágio em Biomedicina I Caracterização Art.1. Estágio Supervisionado é disciplina oferecida aos acadêmicos regularmente matriculados a partir do quinto

Leia mais

FACULDADE ASSIS GURGACZ FAG

FACULDADE ASSIS GURGACZ FAG 1 FACULDADE ASSIS GURGACZ FAG Av. das Torres, 500 Fone: (45) 3321-3900 Fax: (45) 3321 3902 Manual de Estágio Curricular Obrigatório Curso de Farmácia Cascavel 2013 2 FACULDADE ASSIS GURGACZ FAG Av. das

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e revoga as Resoluções CONSEPE nº 09/2013; 10/2014

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 53 de 28/01/2013 - CAS RESOLVE: CAPÍTULO I DAS DEFINIÇÕES

RESOLUÇÃO N o 53 de 28/01/2013 - CAS RESOLVE: CAPÍTULO I DAS DEFINIÇÕES Regulamento de Estágios Estágios Não Obrigatórios Remunerados (ENOR) e Estágios Curriculares Obrigatórios (ECO) de alunos dos cursos superiores da Universidade Positivo. Aprovado pela Resolução n o 53

Leia mais

Carta de Apresentação

Carta de Apresentação Carta de Apresentação Rio de Janeiro,... de... de... Do: Professor de Estágio Supervisionado da UNISUAM Ao(à): Sr(a) Diretor(a) do(a)... Assunto: Apresentação de Estagiário Senhor(a) Diretor(a): Apresentamos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA. Regulamento do Estágio Supervisionado I e II

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA. Regulamento do Estágio Supervisionado I e II UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA Regulamento do Estágio Supervisionado I e II Presidente Prudente 2009 DOS OBJETIVOS Art. 1º. O Estágio Supervisionado do curso de graduação em Zootecnia

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL

INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS COMPLEMENTARES DE ESTÁGIO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL Art. 1 o O Estágio regulamentado pela Lei N o 11.788, de

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº / QUE ENTRE SI CELEBRAM CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG, MANTENEDOR DA FACULDADE GUANAMBI FG, POR MEIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO DE DIREITO DA FACULDADE

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR 2008 Diretora Geral: Profª. Drª. Irmã Olga de Sá Vice-Diretora: Profª. Irmã Raquel Godoi Retz Coordenação Pedagógica: Prof. Ms José Luiz de Miranda Alves Coord. do Núcleo

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia de Alimentos é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO- OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNISC CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

TÍTULO I. Da definição, finalidade e objetivos do Estágio Curricular Supervisionado

TÍTULO I. Da definição, finalidade e objetivos do Estágio Curricular Supervisionado REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Normatiza o Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Administração e Ciências Contábeis, a qual consiste em atividade obrigatória que deve ser realizada

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL OBRIGATÓRIO COORDENNAÇAO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Profª Msc Liana Maria Ibiapina do Monte SUMÁRIO APRESENTAÇÃO CARACTERIZAÇÃO TERMINOLOGIA

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA Dispõe sobre o cumprimento da carga horária das Atividades de Estágio Supervisionado

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés Regulamento do Programa de Monitoria para os cursos de Graduação A Monitoria é uma atividade Acadêmica dos cursos de Graduação que visa dar oportunidade de aprofundamento vertical de estudos em alguma

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 47/2007 Dispõe sobre normas para a realização de Estágios Curriculares Supervisionados

Leia mais

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE CURSO SUPERIOR EM BACHAREL EM SITEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av. Presidente Wilson, 1013 Centro

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito dos Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Cursos de Tecnologia da Faculdade

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA. Versão I/2012

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA. Versão I/2012 MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO DE BIOMEDICINA Versão I/2012 2012 PÁGINA 1 SUMÁRIO Programa de Conteúdos:... 3 1) Atividades... 4 2) Supervisão do Estágio... 5 3) Orientação sobre a Avaliação...

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG.

RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG. RESOLUÇÃO CEPE Nº 085, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. APROVA REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL, DA UEPG. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO. - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição;

Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO. - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição; Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição; - CONSIDERANDO necessidade de normatizar o Regulamento das A.A.C

Leia mais

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO D E P A R T A M E N T O D E C I Ê N C I A D A C O M P U T A Ç Ã O C O L E G I A D O D O C U R S O D E B A C H A R E L A D O E M C I Ê N C I A D A C O M P U T A Ç Ã O COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM

Leia mais

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 Institui normas para as Atividades Complementares do Curso de Histórias - Licenciatura e Bacharelado - submetidas a partir do 1º semestre de 2014 Partindo-se

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Aprovado pela Resolução Consuni nº 26/10, de 08/09/2010. CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º O presente regulamento disciplina

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FLUXO DO TCC 6o SEM 7o SEM 8o SEM PESQUISA EM INFORMÁTICA Além da ementa da disciplina, o aluno desenvolverá uma proposta de pesquisa, que poderá ou não continuar a ser trabalhada nas disciplinas de TCC1,

Leia mais