Carpe Diem Arte e Pesquisa apresenta a programação para outubro, novembro e dezembro de 2011

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carpe Diem Arte e Pesquisa apresenta a programação para outubro, novembro e dezembro de 2011"

Transcrição

1

2 Carpe Diem Arte e Pesquisa apresenta a programação para outubro, novembro e dezembro de 2011 Duas inaugurações de Exposições, a 21 de outubro das 18h às 22h e a 26 de novembro às 16h, num total de 8 individuais de artistas de Portugal, Brasil, Áustria e Africa / Inglaterra. Parceria com Africa.cont/CML e Artafrica Performances Miguel Bonneville #8, dias 4 e 5 de novembro às 18h e 19h e Caster, dos coreógrafos franceses Annie Vigier e Franck Apertet (les gens d'uterpan), dia 12 de novembro das 14 às 19h. Parceria com Festival Temps d Images e Institut Français du Portugal Conversa com O Artista, dia 10 de dezembro, sábado, às 15h. Carlos Noronha Feio e Samuel Rama falam sobre vida e arte, à partir das mostras no Carpe Diem Arte e Pesquisa. Carpe Diem Arte e Pesquisa Rua de O Século, 79, Bairro Alto , Lisboa, Portugal Tel.: contato comunicação: Rachel Korman

3 EXPOSIÇÕES: Programação 21 de outubro de 2011, sexta-feira, das 18h às 22h Trying to Reach Point Zero de Carlos Noronha Feio 33 de fama de Manuel Caeiro O passageiro de Nuno Cera Site Size de Samuel Rama Acidente de Tatiana Blass MNEMOSYNE de John Akomfrah, no âmbito do programa O Barulhamento do Mundo organizado por AFRICA.CONT/CML e ARTAFRICA Exposições de 22 de outubro de 2011 a 28 de janeiro de 2012 / MNEMOSYNE até 19 de novembro de ª a sábado > 13h às 19h 26 de novembro de 2011, sábado, 16h Kinetic objects, de Max Frey, em colaboração com Vera Cortês Art Agency Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique, de Catarina Simão, no âmbito do programa O Barulhamento do Mundo organizado por AFRICA.CONT/CML e ARTAFRICA Exposições de 30 de novembro de 2011 a 28 de janeiro de ª a sábado > 13h às 19h

4 Sinopses Programação 21 de outubro de 2011, sexta-feira, das 18h às 22h Trying to reach point zero de Carlos Noronha Feio Carlos Noronha Feio é natural de Lisboa, Portugal. Vive e trabalha em Londres, Inglaterra. A ideia de recomeço percorre o trabalho artístico de Carlos Noronha Feio.Trying to reach point zero, video performance que o artista apresenta no Carpe Diem Arte e Pesquisa, reforça essa ideia. Na instalação, onde uma aura vermelha cria uma moldura para a performance, somos espectadores de uma desconstrução, através da poda de uma árvore. Um corte tão extremo que nos deixa somente com o tronco central. Trata-se de uma metáfora onde a força destrutiva humana tenta começar de novo. A experiência de recomeço, a crença na capacidade de reorganização e de revitalização civilizacional, estão na base desta acção. Apoio: Galeria Nuno Centeno Cortesia: Coleção José Correia Lima Trying to reach point zero Foto Pedro Magalhães Galeria Nuno Centeno, Porto 2009

5 33 de fama, de Manuel Caeiro Manuel Caeiro é natural de Évora, Portugal. Vive e trabalha entre Lisboa e Rio de Janeiro. A obra que Manuel Caeiro apresenta no Carpe Diem Arte e Pesquisa, 33 de fama, trata da construção da personalidade do ponto de vista estético, da pessoa enquanto ser pensante, mas vaidoso. O artista dialoga com o espaço, no caso as escadas do Palácio Pombal, para intervir de forma que haja interação do espectador com a obra. Caeiro convida o público a entrar no espetáculo através de um red carpet, como se fosse ele o ator ou o artista. Duas estruturas de grandes dimensões, num exercício de tromp l'oeil tridimensional, fazem a porta triunfal que acolhe a população que habita este espaço. O artista completa a obra com uma reportagem fotográfica que regista os momentos de subida e descida do espectador pelo red carpet. Em 1968 Andy Warhol afirmou que todos terão os seus 15 minutos de fama. Com esta peça, Caeiro oferece a cada pessoa 33 segundos de fama. projecto para 33 de fama

6 O passageiro de Nuno Cera Nuno Cera é natural de Beja, Portugal. Vive e trabalha em Lisboa, Portugal. A caverna marítima é a estrutura e o ambiente de O passageiro, exposição que o artista Nuno Cera apresenta no Carpe Diem Arte e Pesquisa. São fotografias a preto e branco que observam as passagens de dentro para fora, na transição entre luz e sombra, entre conhecimento e ignorância, entre o sagrado e o profano, numa possível releitura da alegoria da Caverna de Platão. A mostra traz ainda um vídeo que com a sua estrutura temporal forma uma teia de movimentos de entrada e saída das cavernas marítimas, numa oscilação interminável entre o exterior e o interior, entre conhecido e desconhecido. O verdadeiro e único momento é o da transição e o da passagem. O passageiro é também uma forma de introspeção; de questionamento e um retrato do contexto social e político contemporâneo. apoio: DGARTES, Galeria Pedro Cera, Porta33, SPNM Serviço do Parque Natural da Madeira O passageiro, 2011

7 Site Size de Samuel Rama Samuel Rama é natural de Coimbra, Portugal. Vive e trabalha em Lisboa, Portugal. Site Size propõe dois olhares paradoxais, porém fundamentais e recíprocos - olhar para o céu e olhar para a terra. Para a exposição no Carpe Diem Arte e Pesquisa, Samuel Rama traz dois conjuntos de trabalhos que mobilizam o desenho, a fotografia e a escultura. O primeiro conjunto é constituído por fotografias que remetem para o espaço desdiferenciado do céu, assumindo a retórica da pintura e são apresentadas na parede. No segundo conjunto os trabalhos estão dispostos no chão, sobre uma base de cimento onde assentam primeiro uma fotografia e depois um riscador de grafite, modelado em forma de massa encefálica, que situa o lugar do subúrbio no espaço visual da fotografia. Para Samuel Rama a massa encefálica é apenas e só mais uma massa indiferente. Por isso, da instalação podem fazer parte apenas três elementos ou centenas deles, tantos quanto o espaço e a decisão do artista comportar. Apoio: Galeria 111 Site Size #2, 2011

8 Acidente de Tatiana Blass Tatiana Blass é natural de São Paulo, Brasil. Vive e trabalha em São Paulo. Na sua primeira individual em Portugal, Tatiana Blass apresenta pinturas, esculturas e vídeo. Metade da fala no chão - Piano surdo, é o registo da performance-instalação apresentada na 29ª Bienal Internacional de São Paulo. O vídeo mostra um pianista a executar peças de Frederic Chopin num piano de cauda. Enquanto ele toca, dois homens derramam cera derretida dentro do piano. Conforme a cera endurece e mais cera é jogada, o pianista vai tendo mais dificuldade de executar as peças, até as teclas pararem de funcionar e não ser mais possível tocar. As esculturas, feitas de latão fundido, bronze e cera micro-cristalina, são expostas no chão. Cerco #2 é um faisão em que uma cinta presa na parede captura-o no chão. Cão cego #3 é composta por quatro patas de cachorro e uma poça de cera que configura o corpo do cachorro desfeito, tal com a escultura Morto, que é composta por pés humanos de bronze. Já nas telas da série Acidente, figuras humanas aparecem observando algo, engolidas pelo espaço e pela cor. O que une as obras é a atmosfera de um momento paralisado, uma ação em suspenso, como um acidente que acabou de acontecer. Apoio: Galeria Millan, São Paulo Metade da fala no chao_piano surdo foto Everton Ballardin

9 MNEMOSYNE de John Akomfrah John Akomfrah é natural de Accra, Gana. Vice e trabalha em Londres, Inglaterra. A instalação MNEMOSYNE, que John Akomfrah apresenta no Carpe Diem Arte e Pesquisa, é uma releitura idiossincrática, invulgar e estilizada da história da migração em massa para a Grã-Bretanha no pós guerra. Estruturado como uma fábula alegórica e vagamente inspirado pela ficção científica existencial, o filme, com 45 de duração, questiona a memória e sugere a possibilidade de infinitas reinterpretações dos acontecimentos históricos através do cruzamento de imagens de arquivo dos EUA e da Grã-Bretanha, com retratos contemporâneos de Inglaterra. MNEMOSYNE é apresentado no âmbito do programa O Barulhamento do Mundo, organizado por AFRICA.CONT/CML E ARTAFRICA. frame do filme MNEMOSYNE

10 26 de novembro de 2011, sábado, 16h Kinetic objects de Max Frey. Max Frey é natural de Graz, Áustria. Vive e trabalha em Berlim. Para a exposição no Carpe Diem Arte e Pesquisa, Max Frey traz três novas peças que envolvem movimento, característica essencial dos trabalhos do artista nos últimos anos. Ping Pong Half Pipe é uma instalação com bolas de ping pong movidas por um ventilador de ar que as faz pular e cair, criando imagens constantemente novas. Light Rope combina uma simples corrente de luzes multicoloridas com movimento estático, que interage com o espaço e o espectador. Em Two Rotating Colour Slides dois cubos de espelho refletem as cores da projeção de slides no espaço, que se torna parte integrante do trabalho. Todos esses objetos lidam com movimento, energia e fenômenos perceptuais, elementos básicos dos trabalhos de Max Frey. apoio: Embaixada da Áustria e Vera Cortes Art Agency Rotating Colour Slides, 2011

11 Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique de Catarina Simão Catarina Simão é natural de Lisboa, Portugal, cidade onde vive e trabalha. Desde o início dos anos 60 que o cinema Moçambicano foi utilizado simultaneamente como testemunho e participante da história da sua independência. Grande parte dos filmes contém imagens determinadas por uma estratégia oficial: consolidar medidas sociais e económicas, denunciar ameaças imperialistas e conflitos armados, ao mesmo tempo que encenam uma ideologia unificadora. A instalação Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique, que Catarina Simão traz ao Carpe Diem Arte e Pesquisa é uma exploração, não metafórica, da modelação política destas imagens e procura a cumplicidade daqueles que se dispõem a ver o Arquivo como agente ativo na sua própria construção. Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique é apresentado no âmbito do programa O Barulhamento do Mundo, organizado por AFRICA.CONT/CML E ARTAFRICA. Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique

12 PERFORMANCES em parceria com o Festival Temps d Image MIGUEL BONNEVILLE #8 4 e 5 de novembro de 2011, sexta e sábado 2 sessões / 18h / 19h duração: 50 minutos 12 espectadores por sessão A experiência individual como processo social, que rompe com a distinção entre público e privado. A ideia de que a identidade não é estanque ou linear e que deve ser entendida como um processo de auto consciência. MB#8 é a consequência de se ter um nome, uma reputação, de se estar preso, de se lutar e de se querer parar - a infelicidade de não se poder parar e a frustração de não se poder fugir. MB#8 é a consequência de existir. De existir agora. Concepção e interpretação Miguel Bonneville Colaboração Diogo Bento Co-Produção Miguel Bonneville, Duplacena, Carpe Diem Arte e Pesquisa Apoio Fundação Calouste Gulbenkian

13 CASTER Uma peça coreográfica para um espaço de exposição Programação Criação e performance: Annie Vigier & Franck Apertet (les gens d'uterpan). Os artistas vivem e trabalham em Paris 12 de novembro de 2011, sábado, das 14h às 19h A posição do coreógrafo delineia e organiza um sistema hierárquico, que implica numa relação de autoridade baseada na observação. A disciplina da dança dá à pessoa que observa o poder absoluto de decisão. Através de testes há uma avaliação constante das habilidades físicas, das qualidades morfológicas e do funcionamento psicológico das pessoas. Caster é a transposição dessa ação para um espaço de exposição, onde a função do coreógrafo é a de um poder auto proclamado, autorizado a analisar, gerenciar, organizar e agir sobre os corpos apresentados em um determinado espaço. Parceria: Festival Temps d'images e Institut Français du Portugal

14 CONVERSA COM ARTISTA, 10 de dezembro, sábado, 15h Arte e Vida: ser artista na contemporaneidade Carlos Noronha Feio nasceu em Lisboa em Há 10 anos vive em Londres, Inglaterra onde completou os mestrados em pesquisa e belas artes. Desde 2009 coordena o The Mews Project Space, um projeto sem fins lucrativos que tem como objetivo fazer a ligação entre artistas britânicos e portugueses. Samuel Rama nasceu em Coimbra em É licenciado em artes plásticas pela Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha, onde atualmente é professor. Os artistas falam de suas carreiras como artistas, professor e coordenador de espaço de arte, ampliando a conversa para a sobrevivência dos artistas na contemporaneidade.

15 INFORMAÇÕES ÚTEIS Coordenação Lourenço Egreja e Rachel Korman Contacto comunicação Rachel Korman Horário quarta a sábado, das 13h às 19h (horário de inverno) Entrada A visita às exposições é gratuita / Visitas guiadas por marcação prévia Morada Rua de O Século, 79, Bairro Alto , Lisboa, Portugal Contactos Tel.:

Trying to Reach Point Zero de Carlos Noronha Feio

Trying to Reach Point Zero de Carlos Noronha Feio EXPOSIÇÕES Trying to Reach Point Zero de Carlos Noronha Feio Fora de campo: arquivo de cinema de Moçambique, de Catarina Simão (no âmbito do programa O Barulhamento do Mundo organizado por AFRICA.CONT/CML

Leia mais

ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA

ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA 19 e 20 Março 2011 10h00 > 13h00 14h30 > 17h30 Sinopse Muitos são os artistas para quem as fronteiras entre o corpo e a obra se esbatem, usando a Performance

Leia mais

Paula Almozara «Paisagem-ficção»

Paula Almozara «Paisagem-ficção» Rua da Atalaia, 12 a 16 1200-041 Lisboa + (351) 21 346 0881 salgadeiras@sapo.pt www.salgadeiras.com Paula Almozara «Paisagem-ficção» No âmbito da sua estratégia internacional, a Galeria das Salgadeiras

Leia mais

Artistas Convidados exposição 2014 30

Artistas Convidados exposição 2014 30 Artistas Convidados exposição 2014 30 Daniel Antunes Pinheiro Nascido em Moçambique, vive e trabalha em Lisboa. É professor auxiliar da Escola de Belas Artes da Universidade de Lisboa na graduação de arte

Leia mais

Os pequenos nadas. Uma criação de Anton Coimbra e Nuno Pinto. Produçao de Último Comboio.

Os pequenos nadas. Uma criação de Anton Coimbra e Nuno Pinto. Produçao de Último Comboio. Os pequenos nadas Uma criação de Anton Coimbra e Nuno Pinto. Produçao de Último Comboio. "Teatro artesanal (...) Tudo em vista: a máquina de cinema minúscula, que eles resgataram do desmantelamento, os

Leia mais

INAUGURAÇÃO DIA 11 DE DEZEMBRO, SEXTA-FEIRA, ÀS 21H30

INAUGURAÇÃO DIA 11 DE DEZEMBRO, SEXTA-FEIRA, ÀS 21H30 INAUGURAÇÃO DIA 11 DE DEZEMBRO, SEXTA-FEIRA, ÀS 21H30 O Carpe Diem Arte e Pesquisa apresenta o seu terceiro programa de exposições entre o dia 12 de Dezembro de 2009 e o dia 20 de Fevereiro de 2010. Neste

Leia mais

Press Release 21 de junho de 2013

Press Release 21 de junho de 2013 Press Release 21 de junho de 2013 O Instituto Sacatar tem a satisfação de anunciar a chegada de um novo grupo de seis artistas premiados, cada um, com um período de residência de oito semanas de duração

Leia mais

COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO

COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO COM TRABALHOS INÉDITOS NO OI FUTURO, PAULO CLIMACHAUSKA ABRE DUAS EXPOSIÇÕES NO RIO Artista paulistano inaugura Re-subtrações - Paulo Climachauska, no Oi Futuro no Flamengo dia 14 de janeiro e Fluxo de

Leia mais

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

Inovação e interatividade na exposição Pixel Park: SuperUber Arte e Tecnologia

Inovação e interatividade na exposição Pixel Park: SuperUber Arte e Tecnologia Inovação e interatividade na exposição Pixel Park: SuperUber Arte e Tecnologia PRIMEIRA MOSTRA DE TRABALHOS DA PRODUTORA TRAZ INSTALAÇÕES MULTIMÍDIA INÉDITAS E UMA RETROSPECTIVA. NO INSTITUTO DE ARTES

Leia mais

BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR

BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR BEM-VINDO AO ESPAÇO DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Nosso objetivo é inaugurar um espaço virtual para o encontro, o diálogo e a troca de experiências. Em seis encontros, vamos discutir sobre arte, o ensino da

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL OUTUBRO 2012 1 de outubro COMEMORAÇÃO DO DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA A Biblioteca assinala esta data com a realização de uma ação cultural

Leia mais

Press Release 15 de fevereiro de 2013

Press Release 15 de fevereiro de 2013 Press Release 15 de fevereiro de 2013 O Instituto Sacatar tem a satisfação de anunciar a chegada de um novo grupo de seis artistas premiados, cada um, com um período de residência de oito semanas de duração

Leia mais

COM CONTA, PESO E MEDIDA!

COM CONTA, PESO E MEDIDA! COM CONTA, PESO E MEDIDA! Poderemos nós medir uma obra de arte Terão as ideias e as sensações que ela nos provoca um peso certo O que teremos de utilizar para medir as obras muito pequeninas e as muito

Leia mais

15h: UMA AVENTURA PELO SISTEMA SOLAR (infantil - nova!) 17h: PLANETAS DO UNIVERSO 19h: POR DENTRO DO SOL

15h: UMA AVENTURA PELO SISTEMA SOLAR (infantil - nova!) 17h: PLANETAS DO UNIVERSO 19h: POR DENTRO DO SOL PROGRAMAÇÃO AGOSTO 2009 NOVOS HORÁRIOS! SÁBADOS: SESSÕES ÀS 15h, 17h E 19h 15h: UMA AVENTURA PELO SISTEMA SOLAR (infantil - nova!) 17h: PLANETAS DO UNIVERSO 19h: POR DENTRO DO SOL DOMINGOS: SESSÕES ÀS

Leia mais

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas O Programa Educativo da Bienal é responsável pela relação direta da Bienal com o público. Sob curadoria de Stela Barbieri, o programa tem

Leia mais

CAIXAS DE MEMÓRIAS. O que guarda o Centro de Arte Moderna? Quem pensa e faz obras de arte? escultor. Sobre o que nos fala uma obra de arte?

CAIXAS DE MEMÓRIAS. O que guarda o Centro de Arte Moderna? Quem pensa e faz obras de arte? escultor. Sobre o que nos fala uma obra de arte? CAIXAS DE MEMÓRIAS No CAM existem muitas obras de arte, cheias de ideias e histórias para nos contar, tantas que nem sempre nos conseguimos lembrar de todas... a não ser que elas se transformem em memórias!

Leia mais

Colecções fotográficas da Biblioteca de Arte: políticas de acesso e difusão

Colecções fotográficas da Biblioteca de Arte: políticas de acesso e difusão Disponibilizar informação na Web : problemáticas e desafios Porto, CPF, 30 Outubro 2007 Colecções fotográficas da Biblioteca de Arte: políticas de acesso e difusão Fundação Calouste Gulbenkian- Biblioteca

Leia mais

Belo Horizonte 2013 EXPOSIÇÃO. Divulgação

Belo Horizonte 2013 EXPOSIÇÃO. Divulgação NOV Belo Horizonte 2013 Divulgação Amilcar de Castro 13 de novembro a 27 de janeiro de 2014 Divulgação Foto: Anna FERNANDO SABINO 90 ANOS 25 de setembro a 04 de novembro Mostra multimídia em homenagem

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA EXPOSIÇÃO COLETIVA DE ENSAIOS DE AUTORES CEARENSES

CONVOCATÓRIA PARA EXPOSIÇÃO COLETIVA DE ENSAIOS DE AUTORES CEARENSES CONVOCATÓRIA PARA EXPOSIÇÃO COLETIVA DE ENSAIOS DE AUTORES CEARENSES Convidamos todos a participarem de convocatória para compor exposição do Encontros de Agosto 2013, que traz o tema Memória e Produção

Leia mais

Exposição Transit_SP traz ao Brasil recorte da arte africana contemporânea

Exposição Transit_SP traz ao Brasil recorte da arte africana contemporânea Exposição Transit_SP traz ao Brasil recorte da arte africana contemporânea A mostra apresenta 35 obras de 19 artistas a partir de 20 de julho, no Pavilhão da Oca, com destaque para trabalhos do angolano

Leia mais

WORKSHOP DE DANÇA INCLUSIVA ORIENTADO POR ANA RITA BARATA COMPANHIA CIM

WORKSHOP DE DANÇA INCLUSIVA ORIENTADO POR ANA RITA BARATA COMPANHIA CIM WORKSHOP DE DANÇA INCLUSIVA ORIENTADO POR ANA RITA BARATA COMPANHIA CIM DIAS/HORÁRIOS 24 e 25 de Outubro > 14h às 17h Apresentação final dia 25 de Outubro às 18h NºPARTICIPANTES Mínimo 8 / Máximo 20 Nota

Leia mais

UM POST, UM DIA DENOVEMBRO AGENDA MISS DOVE

UM POST, UM DIA DENOVEMBRO AGENDA MISS DOVE AGENDA A agenda do mês de Novembro, intitulada Um Post, Um Dia, é construída a partir da estrutura de um blog ( Miss Dove s Taste of the Day ), tendo como base as suas motivações e categorias: as artes

Leia mais

Ampliando o olhar sobre a Arte

Ampliando o olhar sobre a Arte Ampliando o olhar sobre a Arte A Arte reflete a história da humanidade. Desde as primeiras expressões artísticas (Arte rupestre) até os dias de hoje, podemos compreender o desenvolvimento do homem em cada

Leia mais

o museu do cão! mundo

o museu do cão! mundo mundo 34 o museu do cão! Foof é o primeiro museu do mundo dedicado exclusivamente aos cães. Inaugurado recentemente, ele está situado ao sul da cidade de Mondragone, província de Caserta, a 188 Km de Roma,

Leia mais

um filme para o público universitário

um filme para o público universitário um filme para o público universitário «Este filme é um documentário valiosíssimo do passado, do presente e do futuro. Assume uma linguagem universal criando espaço para que o espectador reflicta e crie

Leia mais

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Criar ambientes de partilha; Proporcionar momentos de incentivo à leitura e ao relevo das ilustrações; Facilitar e promover a criatividade e imaginação;

Leia mais

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207 OLHAR GLOBAL Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas A poeira do renascimento 36 Fotografe Melhor n o 207 Olivier convida pessoas que encontra na rua ou na internet para posarem

Leia mais

Cubismo. 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino

Cubismo. 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino Cubismo 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino Guernica Cidade... Loucura... Ou...Arte? Pablo Picasso Nome: Pablo Picasso Nascimento : Andaluzia 1881 Filho de: José Ruiz Blasco E de: Maria Picasso

Leia mais

2. Equilíbrio. Dividiremos as formas de equilíbrio visual nas seguintes categorias:

2. Equilíbrio. Dividiremos as formas de equilíbrio visual nas seguintes categorias: 2. Equilíbrio O equilíbrio é um parâmetro da imagem que está diretamente relacionado com o inconsciente. Andamos de modo equilibrado, sem pensar que o estamos fazendo. Ao tentarmos a mesma experiência

Leia mais

ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS

ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS 2 3 Artes da Infância infans Do latim, infans significa aquele que ainda não teve acesso à linguagem falada. Na infância adquirimos conhecimentos, acumulamos vivências e construímos

Leia mais

O Programa Educativo Apetece-me chegou ao Pré-Escolar.

O Programa Educativo Apetece-me chegou ao Pré-Escolar. O Programa Educativo Apetece-me chegou ao Pré-Escolar. O Programa Educativo Apetece-me é uma iniciativa da Nestlé Portugal que conta com o apoio da Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular

Leia mais

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort

Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS E PROVOCAÇÕES PERMANENTES Tocando coisas: a impressão como registro de existência, ampliada em outras experiências. Por Carolina Rochefort - Conceito da Obra/Apresentação. Em minha

Leia mais

ENSAIO. L âme de fond. As impressionantes longas exposições de Philippe Mougin estimulam viagens muito além da imaginação

ENSAIO. L âme de fond. As impressionantes longas exposições de Philippe Mougin estimulam viagens muito além da imaginação ENSAIO L âme de fond As impressionantes longas exposições de Philippe Mougin estimulam viagens muito além da imaginação 48 Bola Teixeira Fotos: Philippe Mougin Philippe Mougin é um fotógrafo francês de

Leia mais

PLANOS. A mostra será composta por 16 artistas e 47 trabalhos de dimensões variadas

PLANOS. A mostra será composta por 16 artistas e 47 trabalhos de dimensões variadas PLANOS A coletiva PLANOS traz um recorte da produção bidimensional -em desenho, pintura, gravura e fotografia - de acadêmicos do curso de Artes Visuais da UFMS nos últimos 5 anos, entre formandos e formados.

Leia mais

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br Carlos Terrana Brasileiro, 57 anos. SCRLN 716 Bloco C ent. 15 kit 201 Asa Norte CEP 70770-533 DF (61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br FORMAÇÃO 2012 Pós Graduação em Artes Visuais SENAC (cursando). 2009

Leia mais

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC ENTREVISTA MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES MALBA FUNDACIÓN CONSTANTINI Entrevista realizada com a educadora Florencia González de Langarica que coordenou o educativo do Malba até 2012, concedida

Leia mais

7 A 11 DEZ TERÇA A SÁBADO SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL SALA PRINCIPAL JARDIM DE INVERNO ESPAÇOS ALTERNATIVOS

7 A 11 DEZ TERÇA A SÁBADO SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL SALA PRINCIPAL JARDIM DE INVERNO ESPAÇOS ALTERNATIVOS 7 A 11 DEZ TERÇA A SÁBADO SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL SALA PRINCIPAL ESPECTÁCULOS _ SESSÕES COMPETITIVAS _ SESSÕES ESPECIAIS SESSÕES DOCUMENTÁRIOS_ PERFORMANCES _ INSTALAÇÕES MASTERCLASSES _ S _ CONVERSAS

Leia mais

emanuel dimas de melo pimenta 1 9 9 7

emanuel dimas de melo pimenta 1 9 9 7 J A N U S 1 9 9 7 também conferência em CiberFestival Lisboa Exposição Janus Lisboa, Portugal, Janus Emanuel Dimas de Melo Pimenta título: JANUS autor: Emanuel Dimas de Melo Pimenta ano: Arte, estética

Leia mais

REGULAMENTO. Este projecto é composto por exposições fotográficas em espaço público, espectáculos e conferências;

REGULAMENTO. Este projecto é composto por exposições fotográficas em espaço público, espectáculos e conferências; REGULAMENTO Master Class Entre Margens 2013 [ Kameraphoto ] Enquadramento: Entre Margens, promovido pela Fundação Museu do Douro e com autoria e direcção artística da Procur.arte - Associação Cultural,

Leia mais

Programa do Serviço Educativo. 2.º Semestre 2008

Programa do Serviço Educativo. 2.º Semestre 2008 Programa do Serviço Educativo Museu Municipal i de Óbidos 2.º Semestre 2008 Programa Semestral Mês Dias Título Público-alvo Agosto Quintas, Sextas, Sábado No Ateliê do Pintor um Tesouro Escondido Crianças

Leia mais

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia)

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia) MUSEU DO CARRO ELÉTRICO Inaugurado em 1992, o Museu do Carro Elétrico nasceu da dedicação e voluntarismo de um pequeno grupo de entusiastas e apaixonados por este meio de transporte coletivo, impulsionados

Leia mais

Curriculum Vitae. Curriculum Vitae/Miguel Pacheco Gomes 1/5

Curriculum Vitae. Curriculum Vitae/Miguel Pacheco Gomes 1/5 Curriculum Vitae Informação Pessoal GOMES, Miguel Pacheco Rua de Angola, 2 2º Dto. 1170-022 +351 933118953 www.miguelpachecogomes.com e-mail@miguelpachecogomes.com Experiência Profissional Datas: 2008/2009

Leia mais

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Brincar é fonte de lazer, mas é, simultaneamente, fonte de conhecimento; é esta dupla natureza que nos leva a considerar o brincar

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

FÉRIAS DE VERÃO 2014

FÉRIAS DE VERÃO 2014 FÉRIAS DE VERÃO 2014 O Museu da Carris oferece ateliers didáticos, interdisciplinares e criativos, que vão motivar as suas crianças durante o período de férias de Verão! Há muito para aprender, descobrir

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Correio electrónico Endereço electrónico Luís Miguel Pereira Araújo da Rocha Rua do Teixeira, nº43, 1º 1200-390 Lisboa Telefone 96 252 74 53

Leia mais

Projetos de Desenvolvimento Educativo da Escola E.B.2,3 Marquesa de Alorna

Projetos de Desenvolvimento Educativo da Escola E.B.2,3 Marquesa de Alorna PROFESSORES RESPONSÁVEIS PELOS PROJETOS Eco-Escolas e Escola a Escola Pró Ambiente - Professor Ricardo Morais Pequeno Ateliê de Cinema Cinema Cem Anos de Juventude - Professoras Antónia Carvalho e Constança

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Figura 56. Tema Folclore. Figura 58 Personagens ou Imagens do Folclore Brasileiro: Cuca

Figura 56. Tema Folclore. Figura 58 Personagens ou Imagens do Folclore Brasileiro: Cuca O tema do folclore pintado pelos alunos passou por uma seleção de imagens escolhidas por eles mesmos, desenhadas anteriormente em classe para depois tais desenhos serem apresentados para a votação. As

Leia mais

C O M O L O C A L I Z A R D O C U M E N T O S N A S E S T A N T E S D O C D I?

C O M O L O C A L I Z A R D O C U M E N T O S N A S E S T A N T E S D O C D I? C O M O L O C A L I Z A R D O C U M E N T O S N A S E S T A N T E S D O C D I? Sumário Monografias... 2 Plano de classificação... 2 Cotação... 3 Ordenação das monografias nas estantes/prateleiras... 4

Leia mais

Arte Lusófona nos CFM? ma-schamba. " cheguei a um acordo perfeito com o mundo: em troca do seu barulho doulhe o meu silêncio " (R.

Arte Lusófona nos CFM? ma-schamba.  cheguei a um acordo perfeito com o mundo: em troca do seu barulho doulhe o meu silêncio  (R. Page 1 of 7 ma-schamba " cheguei a um acordo perfeito com o mundo: em troca do seu barulho doulhe o meu silêncio " (R. Nassar) Arte Lusófona nos CFM? 08/07/2011, 1:52 3 O Instituto Camões e o Instituto

Leia mais

Portal da Diversidade Cultural. www.spla.pro MUTUALIZAÇÃO DA BASE DE DADOS

Portal da Diversidade Cultural. www.spla.pro MUTUALIZAÇÃO DA BASE DE DADOS Portal da Diversidade Cultural www.spla.pro MUTUALIZAÇÃO DA BASE DE DADOS Sulplaneta, uma base de dados para partilhar 2 Sulplaneta, site consagrado às artes e culturas dos países ACP (África, Caraíbas

Leia mais

Da Árvore ao Rizoma: proposta de um percurso

Da Árvore ao Rizoma: proposta de um percurso Da Árvore ao Rizoma: proposta de um percurso Dr. João André Brito Garboggini Docente da Faculdade de Publicidade e Propaganda Centro de Linguagem e Comunicação PUC-Campinas Resumo: Este trabalho procura

Leia mais

NACIONALIDADE: PIS (ou número de Inscrição do Contribuinte Individual junto a Previdência Social):

NACIONALIDADE: PIS (ou número de Inscrição do Contribuinte Individual junto a Previdência Social): EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARTES VISUAIS PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES NA GALERIA DE ARTES DO SESC LONDRINA 2013 FICHA DE INSCRIÇÃO NOME COMPLETO/RAZÂO SOCIAL: REPRESENTANTE LEGAL: NOME ARTÍSTICO:

Leia mais

O que os olhos não veem, a lente registra

O que os olhos não veem, a lente registra O que os olhos não veem, a lente registra E.E. Profº Adelaide Maria de Barros Sala 5 sessão 2 Professor(es) Apresentador(es): Maria Aparecida Oliveira Brito Aline Loures Realização: Foco A Eletiva de Fotografia

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa 18 Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva APRESENTAÇÃO Instalado no Palácio

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ ESTRUTURA CURRICULAR DO 1º CICLO Bacharelado interdisciplinar em Artes e Design 3 anos Componentes curriculares

Leia mais

On/Offline Residência artística "Olhar o passado para construir o futuro" XVIII BIENAL DE CERVEIRA

On/Offline Residência artística Olhar o passado para construir o futuro XVIII BIENAL DE CERVEIRA On/Offline Residência artística "Olhar o passado para construir o futuro" XVIII BIENAL DE CERVEIRA NEREA CASTRO (SP) TOM BORGAS (AUS) De 10 a 30 Agosto 2015 CONCEITO Não é incomum que Nerea Castro (Espanha)

Leia mais

Fotossenti: Um aplicativo para auxiliar em tratamentos psicológicos

Fotossenti: Um aplicativo para auxiliar em tratamentos psicológicos Fotossenti: Um aplicativo para auxiliar em tratamentos psicológicos Dárlinton Barbosa Feres Carvalho, Samuel Moreira Abreu Araújo darlinton@acm.org, samucacesa@yahoo.com.br Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

BoiDesign Criatividade...Irreverência...Humor

BoiDesign Criatividade...Irreverência...Humor BoiDesign Criatividade...Irreverência...Humor Conceito Fundada em Abril de 2007 a BoiDesign Bulding Objects and Ideas, SA (BOI) nasce da ideia de criar objectos com ideias. Objectos que pela sua natureza

Leia mais

Fica o convite para mais um ano de experiências interativas e sensoriais num Museu que é de todos e para todos.

Fica o convite para mais um ano de experiências interativas e sensoriais num Museu que é de todos e para todos. Antigo espaço de encontro e de comunicação em torno do comércio e das mercadorias, a Alfândega é agora a casa do Museu dos Transportes e Comunicações, que tem vindo a construir e a solidificar uma relação

Leia mais

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal PEDRO SOUSA VIEIRA Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal www.belogalsterer.com galeria.belogalsterer@gmail.com +351-213815914 VITA Pedro Sousa Vieira Nasceu no Porto,

Leia mais

35 anos. Raça Cia de Dança. Venha fazer parte da nossa história!

35 anos. Raça Cia de Dança. Venha fazer parte da nossa história! 35 anos Raça Cia de Dança Venha fazer parte da nossa história! Sua empresa já pensou em reverter parte do valor pago ao Imposto de Renda em um projeto cultural? Incentivar uma iniciativa que envolve cultura,

Leia mais

Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981

Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981 Maria de Betânia Corrêa de Araújo Recife, Pernambuco 1957 Formação acadêmica Bacharelado em Arquitetura / Universidade Federal de Pernambuco 1981 Pós graduação de Economia da Cultura Universidade Federal

Leia mais

Teorias de Media e Comunicação

Teorias de Media e Comunicação Teorias de Media e Comunicação (4) Teóricos Contemporâneos Rita Espanha Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação 1º Semestre 2012/2013 terça-feira, 20 de Novembro de 2012 Página 2 Jürgen

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA

PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA PROPOSTA DE PROGRAMA DE ACÇÃO PEDAGÓGICA SOBRE ARQUITECTURA, CIDADE E TERRITÓRIO PARA CRIANÇAS ANDREIA SALAVESSA OLHAR PARA VER OBJECTIVOS O desafio passa por analisar o meio construído segundo as suas

Leia mais

ARQUITETURA, UM OLHAR MULTIDISCIPLINAR OUTUBRO

ARQUITETURA, UM OLHAR MULTIDISCIPLINAR OUTUBRO ARQUITETURA, UM OLHAR MULTIDISCIPLINAR OUTUBRO UTUBRO, MÊS DA ARQUITETURA A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) convida todos os Estabelecimentos de Ensino Superior que ministrem

Leia mais

Mais Cultura nas Escolas

Mais Cultura nas Escolas Mais Cultura nas Escolas O que é o Programa Mais Cultura nas Escolas? Projeto Andarilha das Letras, Circulação Literária/ FUNARTE É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências

Leia mais

OBJECTIVOS DO PROJECTO

OBJECTIVOS DO PROJECTO INTRODUÇÃO Este projecto destina-se às crianças dos três aos seis anos de idade. A Lei Quadro da Educação Pré-escolar estabelece como princípio geral que a educação pré-escolar é a primeira etapa da educação

Leia mais

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA DOS PAIS PROFESSORA LIA HEBERLÊ DE ALMEIDA TURMA KANDINSKY PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA

Leia mais

Concurso Fotográfico Património e Paisagem Urbana do Concelho

Concurso Fotográfico Património e Paisagem Urbana do Concelho JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO 2011 PATRIMONIO E PAISAGEM URBANA As Jornadas Europeias do Património, promovidas em Portugal pelo IGESPAR a 23/24/25 de Setembro, são uma iniciativa anual do Conselho

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

Dia 18 de Setembro 2013 (quarta-feira)

Dia 18 de Setembro 2013 (quarta-feira) Dia 18 de Setembro 2013 (quarta-feira) Horário: 8h30 às 22h30 Circuito Cultural: Exposição de fotografia Contíguo Distante Local: Galeria LabSG Prédio I Horário: 08h30 às 22h30 Circuito Cultural: Exposição

Leia mais

O Guia Introdutório Rápido do Kdenlive

O Guia Introdutório Rápido do Kdenlive O Guia Introdutório Rápido do Kdenlive Esta documentação foi convertida a partir da página da Base de Utilizadores do KDE Kdenlive/Manual/QuickStart. Tradução: José Pires 2 Conteúdo 1 Criar um novo projecto

Leia mais

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições Sementes para a Criatividade É uma acção de formação constituída por duas oficinas, uma de escrita criativa e outra de artes plásticas, em que se prevê: a criação de uma narrativa ilustrada que será submetida

Leia mais

Território Modular ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL T +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS.

Território Modular ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL T +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS. Território Modular 1 Coletivo MUDA TERRITÓRIO MODULAR 23 de agosto a 04 de outubro de 2013 2 Em movimento Felipe Scovino Para essa primeira exposição do MUDA em uma galeria comercial, uma questão importante

Leia mais

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 1 Revista Avisa lá, nº 2 Ed. Janeiro/2000 Coluna: Conhecendo a Criança Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 O professor deve sempre observar as crianças para conhecê-las

Leia mais

Um Museu Super Divertido Boston Children s Museum

Um Museu Super Divertido Boston Children s Museum Um Museu Super Divertido Boston Children s Museum É só entrar e ver a alegria das crianças escorregando, subindo e descendo por uma escultura de madeira que mais parece um trepa trepa gigante. É incrível!

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

Festa de Aniversário Tabela de Serviços

Festa de Aniversário Tabela de Serviços Festa de Aniversário Tabela de Serviços Serviço Condições Preço FESTA DA IMAGEM - bolo de aniversário brinde da casa para o aniversariante Sábado e Domingo: 8* FESTA DA CASA - bolo de aniversário brinde

Leia mais

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos 2013 Prova de conhecimentos específicos

Leia mais

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos VERÃO 2011 WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos Oficina de BD Neste workshop não se faz apenas banda desenhada: faz-se um fanzine de banda desenhada! Vamos criar uma história com base no teu imaginário

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 1º VOLUME ARTES VISUAIS O FAZER ARTÍSTICO Criação de desenhos, pinturas e colagens, com base em seu próprio repertório. Exploração das possibilidades oferecidas por diferentes

Leia mais

FERNANDO AUGUSTO. Desenho, pintura, fotografia, livro de artista... Alguns projetos realizados. UMBIGO MUNDO 2002-20012

FERNANDO AUGUSTO. Desenho, pintura, fotografia, livro de artista... Alguns projetos realizados. UMBIGO MUNDO 2002-20012 FERNANDO AUGUSTO Desenho, pintura, fotografia, livro de artista... Alguns projetos realizados. UMBIGO MUNDO 2002-20012 Conjunto de 100 fotografias de umbigos feitos ao longo de 10 anos em várias partes

Leia mais

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos.

Consulte sempre o site www.museudaimigracao.org.br e acompanhe o desenvolvimento dos trabalhos. O Boletim do Museu da Imigração chega à sua décima oitava edição. Junto com a proposta de manter as comunidades e o público geral informados sobre o processo de restauro das edificações e reformulação

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

NEWSLETTER CULTURAL. Começou a desenhar e a pintar desde que se conhece, tentando diariamente a experiência de novos e diferentes materiais.

NEWSLETTER CULTURAL. Começou a desenhar e a pintar desde que se conhece, tentando diariamente a experiência de novos e diferentes materiais. NEWSLETTER CULTURAL A A G G O O S S T T O O 2 2 0 0 1 1 4 4 2 0 1 4 Cortes Surrealistas é o título da exposição de pintura que António Martins vai apresentar de 01 a 31 de Agosto/2014, no Turismo Municipal

Leia mais

Projeto Viva a Alameda

Projeto Viva a Alameda Projeto Viva a Alameda Janeiro 2012 I. Enquadramento a. Política de Cidades o instrumento PRU b. Sessões Temáticas II. A PRU de Oliveira do Bairro a. Visão b. Prioridades Estratégicas c. Área de Intervenção

Leia mais

g r u p o X I X d e t e a t r o

g r u p o X I X d e t e a t r o H y s t e r i a g r u p o X I X d e t e a t r o H y s t e r i a E s p e t á c u l o Hysteria fala das intrincadas relações sociais da mulher brasileira na virada do século XIX/XX e, para tanto, se acompanha

Leia mais

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos:

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos: A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER (1864 1920) Max Weber foi o grande sistematizador da sociologia na Alemanha por volta do século XIX, um pouco mais tarde do que a França, que foi impulsionada pelo positivismo.

Leia mais

universidade estadual de campinas

universidade estadual de campinas UNICAMP universidade estadual de campinas GALERIA DE ARTE» UNICAMP GALERIA DE ARTE < UNICAMP ODILLA MESTRINER AQUARELAS E DESENHOS SETEMBRO/85 APRESENTAÇÃO A primeira característica impressionante na personalidade

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2014 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Componente Curricular: Artes Série:

Leia mais

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa G onç alo I v o R io Sã o Fr anc isc o (V is t a de Ib ot ir a ma, BA), 1 99 3, s er ig r afi a Fot o: Fau st o Fleur y O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Com as proposições didáticas

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO Adriana D Agostino Relato de experiência Resumo A experiência apresentada foi realizada em 2013 no Colégio Salesiano Santa Teresinha a partir do material

Leia mais

no. 49 O NU FEMININO COMO IDEAL DE BELEZA

no. 49 O NU FEMININO COMO IDEAL DE BELEZA O NU FEMININO COMO IDEAL DE BELEZA por rose klabin Escrevo-te toda inteira e sinto um sabor em ser e o sabor-ati é abstrato como o instante. É também com o corpo todo que pinto os meus quadros e na tela

Leia mais

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua É a palavra que identifica o ser humano, é ela seu substrato que possibilitou a convivência humana

Leia mais

SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES ARTÍSTICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS NO PROCESSO DA 3ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE

SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES ARTÍSTICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS NO PROCESSO DA 3ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE RESOLUÇÃO 08/2015, DA COMISSÃO ORGANIZADORA NACIONAL A Comissão Organizadora da 3ª Conferência Nacional de Juventude, no uso de suas atribuições regimentais, em conformidade com o artigo 6º, objetivo específico

Leia mais