/2015/ / (CNJ: )

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 64-1-001/2015/32104 001/1.13.0076624-8 (CNJ:.0086428-69.2013.8.21.0001)"

Transcrição

1 COMARCA DE PORTO ALEGRE 1ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL Rua Manoelito de Ornellas, 50 Processo nº: Natureza: Autor: Réu: 001/ (CNJ: ) Ordinária - Outros Carlos Henrique Cogo Cerchiaro Viagens e Turismo Ltda CVC Brasil Operadora e Agencia de Viagens S/A Juiz Prolator: Juíza de Direito - Dra. Fernanda Ajnhorn Data: 09/01/2015 CARLOS HENRIQUE COGO, qualificado nos autos, propôs ação indenizatória contra CERCHIARO VIAGENS E TURISMO LTDA. E CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S/A, também qualificada, alegando,em síntese, que, no dia 06/09/2012, firmou contrato de prestação de serviços com a primeira ré, que tinha como objeto uma viagem para Cancun de 12 dias com sua esposa. Aduz ter pago a quantia R$ ,65 pelo contrato firmado, que incluía passagens aéreas, translado e hospedagem. Afirma que, ao chegar no hotel reservado pela empresa demandada, foi surpreendido com a péssima qualidade do mesmo. Sustenta, ainda, que em Cancun, cada hotel tem uma praia particular, sendo que a praia do hotel no qual ficou hospedado não tinha boa infraestrutura, bem como estava imprópria para banho. Refere ter entrado, por diversas vezes, em contato com a requerida a fim de que esta solucionasse o problema e providenciasse a troca do hotel, sem, contudo, lograr êxito. Aduz ter sofrido danos de ordem material e moral com a atitude da demandada. Versou acerca da aplicação das regras do Código Consumerista. Postula pela procedência da ação com a condenação solidária das rés ao pagamento de indenização por danos materiais, no valor de R$ ,65, e por danos morais. Juntou documentos (fls. 12/78). Determinada a citação (fls. 107), cumprida (fl. 110), responderam as rés (fls. 111/117), alegando, preliminarmente, serem partes ilegitimas para estarem no polo passivo do presente feito. No mérito, sustentam que o autor não trouxe aos autos prova dos fatos constitutivos do seu direito. Aduzem que, ao 1

2 contrário do que alegado na inicial, foi disponibilizado ao requerente exatamente o que por ele foi contratado, sendo este quem realizou a escolha foi hotel ao qual ficaria hospedado durante a viagem. Referem que o autor teve ciência de todas as características, atrativos e serviços que estariam à sua disposição ao optar pelo hotel contratado. Mencionam que o demandante não suportou os prejuízos alegados, tendo em vista que usufruiu dos serviços turísticos contratados e intermediados pela segunda demandada. Dizem que as características do hotel em questão, bem como os serviços oferecidos por este, o comportamento e o atendimento prestado por seus funcionários não são de sua responsabilidade. Argumentam ter cumprido com o pactuado no contrato, efetuando a reserva do hotel solicitado, bem como disponibilizando os demais serviços contratados. Arguem a excludente de responsabilidade por fato de terceiro. Sustentam a inexistência de danos materiais e morais passíveis de indenização. Replicou a parte autora (fls. 143/150). Manifestou-se a parte ré (fls. 175/178v). Instadas à produção de provas (fl. 213), as partes não manifestaram interesse. É O RELATO. PASSO A DECIDIR. Trata-se de ação indenizatória em que pretende a parte autora a indenização por danos materiais e morais decorrentes da má prestação dos serviços da parte requerida. Ab initio, é importante esclarecer que o feito será analisado à luz da Lei nº 8.078/90. Assim, considerado-se que a relação contratual é composta pelo consumidor, ora autor, e pelas empresas prestadoras de serviços, resta evidente o desequilíbrio nessa relação, devendo-se, portanto, inverter o ônus da prova, em atenção ao artigo 6º, inciso VIII, do CDC. Por segundo, cabe analisar as preliminares suscitadas pela parte ré, que arguiu ser ilegítima para figurar no pólo passivo da presente demanda. Em relação à primeira requerida, em que pese os argumentos defensivos no sentido de que o contrato de prestação de serviços de turismo foi formalizado exclusivamente entre o autor e a segunda demandada, CVC Brasil 2

3 Operadora e Agência de Viagens S.A, não havendo liame com a requerida Cerchiaro Viagens e Turismo Ltda., esta é parte legítima para litigar no pólo passivo. Com efeito, a agência de viagens foi quem efetuou a venda do pacote de turismo, como é possível evidenciar no contrato acostado às fls. 13/14, no qual consta ser ela representante da CVC, bem como está classificada como contratada. Assim sendo, resta incontroverso que a ré Cerchiaro Viagens e Turismo Ltda integra a cadeia de fornecedores, possuíndo integral responsabilidade perante o consumidor, de acordo com o que dispõe o artigo 3º, caput, do CDC. In verbis: Art. 3 Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços. Quanto à alegada ilegitimidade da segunda requerida, sob o fundamento de que não pode ser responsabilizada pelos serviços, comportamento e atendimento prestados pelos funcionários do hotel, sendo estes de inteira responsabilidade da administração de tal estabelecimento, tenho que também não merece acolhimento a preliminar arguida. Isso porque a CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A, na qualidade de operadora de turismo, efetua a intermediação da venda da hospedagem, translado, tour pela cidade de Cancun. Além disso, no contrato de prestação de serviços de turismo (fls. 13/14) consta o logotipo da ré, não havendo que se falar em ilegitimidade passiva desta. Portanto, afasto as preliminares arguidas e reconheço a legitimidade passiva das rés para responderem solidariamente por eventual falha na prestação de seus serviços, nos termos dos artigos art. 7º, parágrafo único, e art. 18, caput, ambos do CDC: Art. 7. ( ) Parágrafo único. Tendo mais de um autor a ofensa, todos responderão solidariamente pela reparação dos danos previstos nas normas de consumo. Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou 3

4 enfrentamento do mérito. não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas. Inexistindo demais prefaciais a serem analisadas, passo ao A parte autora alega ter firmado contrato de prestação de serviços com as requeridas, cujo objeto consistiu na viagem de 12 dias para Cancun juntamente com sua esposa. Sustenta, contudo, que ao chegar ao hotel que havia sido reservado pelas demandas, foi surpreendido com as péssimas qualidades do mesmo, argumentando as más condições de higiene deste, que não possuía serviços de limpeza adequados, bem como que não dispunha de elevador e a baixa qualidade dos serviços de hospedagem. Relata, ainda, ter entrado em contato com a segunda requerida por diversas vezes, para que esta providenciasse a troca do hotel, sem obter êxito na solução do problema. Argumenta que a conduta desidiosa e desrespeitosa das rés ocasionou-lhe prejuízos materiais e morais, pelo que postula a devida indenização. As requeridas, por sua vez, alegaram que, ao contrário do que foi narrado na inicial, foi disponibilizado ao requerente exatamente o que por ele foi contratado, sendo este quem realizou a escolha do hotel onde ficou hospedado durante a viagem. Referem que o autor teve ciência de todas as características, atrativos e serviços que estariam à sua disposição ao optar pelo hotel contratado. Mencionam que o demandante não suportou os prejuízos alegados, tendo em vista que usufruiu dos serviços turísticos contratados e intermediados pela segunda demandada. alegações exordiais. Pois bem, analisando-se os autos, tenho que verossímeis as O feito é amplamente instruído com documentação hábil a corroborar a narrativa inicial. Veja-se que os documentos das fls. 13/14 comprovam a contratação dos serviços de turismo das rés pelo autor, pelos quais este realizou o pagamento da quantia de R$ ,65, o que é, inclusive, confirmado por 4

5 aquelas. Ademais, o mencionado contrato demonstra que as demandadas são responsáveis pela programação da viagem. Observa-se que o referido documento assim prevê: 4.1. Havendo alterações na programação, afetando parcial ou totalmente qualquer item da viagem, a Contratada comunicará por escrito o Contratante, quando da entrega dos documentos da viagem e respectivas passagens. E na programação da viagem, a acomodação dos contratantes estava incluída, é o que informa o item referente a serviços inclusos na fl. 13, de modo que não prospera o argumento defensivo de que quem escolheu o hotel foi o consumidor. Superada tal questão, resta agora analisar as condições da hospedagem a que foi o requerente submetido. Os documentos anexados às fls. 34/53 dão conta da baixa qualidade do hotel, o qual dispunha de equipamentos eletrônicos antigos, não possuía elevador, possuía má estrutura, com diversas rachaduras em evidência, portas quebradas, colchão exposto à rua, além da baixa qualidade de higenização e dos serviços de hospedagem. Tais características, que também são corroboradas pelos documentos acostados às fls. 25/29 consistente em reclamações de outros hóspedes relacionadas à qualidade do hotel não condizem com as informações constantes nos sites da segunda ré, que oferece seus serviços ressaltando a hospedagem nos melhores hotéis e resorts, economizando com as tarifas especiais CVC, bem como a melhor seleção de hotéis. Além disso, as informações e fotografias apresentadas pela CVC no seu endereço de internet, levam o consumidor a crer que o hotel Avalon Baccara, no qual o demandante ficou hospedado, oferece uma estrutura luxuosa, controvertendo com a realidade apresentada pelo consumidor nestes autos. Portanto, a par do que foi até aqui exposto, tenho que a parte autora desincumbiu-se do ônus probatório que lhe é atribuído pelo art. 333, inciso I, do CPC, pois apresentou provas suficientes a indicar a veracidade de suas alegações quanto à falha na prestação dos serviços das rés. 5

6 De outro giro, estas não apresentaram qualquer documento hábil a demonstrar a existência de fato impeditivo, modificativo ou extintivo do direito do autor. Tenho, portanto, que restou caracterizada a prática de ato ilícito, nos termos do artigo 186 do CC. Ressalto que, diante da conduta ilícita das demandadas, restou demonstrado o nexo de causalidade entre o ato e o dano. Passo, neste momento, a individualizar os pedidos indenizatórios formulados. No que diz respeito ao pedido de indenização por danos materiais, merece acolhimento, tendo em vista que o valor pago às demandadas inclui o serviço de hospedagem, este prestado de forma defeituosa, de modo que é incontestável dano sofrido. Todavia, o valor a ser ressarcido pelas requeridas ao demandante não é o integralmente o pago pelo contrato, haja vista que este usufruiu dos demais serviços de turismo prestados por aquelas. Neste ínterim, condeno a parte ré a devolver ao autor a quantia referente apenas à acomodação no hotel. Quanto ao dano moral postulado, tenho que também merece acolhimento a pretensão autoral. No caso em tela, não pairam dúvidas de que a parte autora sofreu prejuízo moral indenizável, uma vez que os dissabores por ela experimentados contratação de serviços de turismo nos quais está incluída a acomodação de hospedagem, procedida de forma defeituosa pelas rés, ressaltando-se a expectativa pela concretização da viagem no período das férias - transcenderam o âmbito da normalidade, violando os direitos de personalidade do requerente passíveis de reparação. Em se reconhecendo a ocorrência de danos passíveis de reparação, resta, pois, a fixação do quantum indenizatório. Ante à ausência de critério prescrito acerca da fixação de indenização desta natureza, até porque a dor e o sofrimento humano são insuscetíveis de avaliação, considerando que os fatores repercutem de forma diversa no âmbito de cada indivíduo, a doutrina e a jurisprudência têm entendido que a indenização deve ao mesmo tempo atentar para o caráter profilático e reparatório do instituto, evitando-se, sempre, a ocorrência de enriquecimento sem 6

7 causa. Assim, atentando a tais fatores, bem como ao potencial econômico das partes, o grau de culpa do ofensor, a repercussão social do dano, ainda, as peculiaridades do presente caso, tenho que a quantia de R$ 5.000,00 (cinco mil) ao autor afigura-se satisfatória a compensar o prejuízo imaterial que se evidenciou. Em face do exposto, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE a ação promovida por CARLOS HENRIQUE COGO contra CERCHIARO VIAGENS E TURISMO LTDA. E CVC BRASIL OPERADORA e AGÊNCIA DE VIAGENS S/A, para condenar as rés a restituir parte do valor pago pelo contrato de viagem e turismo, referente apenas aos serviços de hospedagem - a ser corrigido pelo IGP- M, a contar do desembolso, acrescidos de juros legais, a contar da citação - bem como ao pagamento de R$ 5.000,00, a título de indenização por danos morais, devendo tal valor ser corrigido monetariamente pelo IGP-M desde esta data, e acrescido de juros legais, a partir do trânsito em julgado, tudo até o efetivo pagamento. Diante do decaimento mínimo do autor, condeno as demandadas ao pagamento das custas e honorários advocatícios ao procurador adverso, fulcro no artigo 21, único, do CPC, que fixo em 10% sobre o valor da condenação, atendendo ao trabalho realizado, na forma do artigo 20, 3º, do CPC. Publique-se. Registre-se. Intimem-se. Porto Alegre, 09 de janeiro de Fernanda Ajnhorn, Juíza de Direito 7

RECURSO PROVIDO EM PARTE. UNÂNIME.

RECURSO PROVIDO EM PARTE. UNÂNIME. RECURSO INOMINADO. CONSUMIDOR. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO. LEGITIMIDADE PASSIVA. HOSPEDAGEM. PROPAGANDA ENGANOSA EM RELAÇÃO AO HOTEL. PROVA. RESSARCIMENTO DE VALORES. DANOS MORAIS CARACTERIZADOS.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE FERNANDÓPOLIS FORO DISTRITAL DE OUROESTE JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO COMARCA DE FERNANDÓPOLIS FORO DISTRITAL DE OUROESTE JUIZADO ESPECIAL CÍVEL E CRIMINAL fls. 1 CONCLUSÃO Aos 12 de julho de 2013, faço os presentes autos conclusos ao MM. Juiz de Direito Dr. LUIZ GUSTAVO ROCHA MALHEIROS. Eu (Daniela Dacyszyn Leme Macedo), Escrivã Judicial II Substituta, digitei.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: CONCLUSÃO Aos 02 dias do mês de Dezembro de 2013, faço estes autos conclusos ao Juiz de Direito Ilisir Bueno Rodrigues. Eu, Ana Rosa da Costa Farias - Escrivã(o) Judicial, escrevi conclusos. Vara: 7ª Vara

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 2216384-69.2011.8.19.0021 APELANTE: TERESA RAMOS DE SANTANA APELADO: RICARDO ELETRO DIVINOPOLIS LTDA APELADO: ZTE DO BRASIL COMERCIO SERVIÇOS E PARTICIPAÇÕES LTDA RELATOR: DES. FERNANDO

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20110710091144ACJ

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 5 TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.0000527400 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0010031-52.2012.8.26.0554, da Comarca de Santo André, em que é apelante

Leia mais

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação Processo : 2013.01.1.151018-6 Classe : Procedimento do Juizado Especial Cível Assunto : Contratos de Consumo Requerente : CELSO VIEIRA DA ROCHA JUNIOR Requerido : EMPRESA EBAZAR Sentença 1. Relatório Relatório

Leia mais

1003626-32.2014.8.26.0127 - lauda 1

1003626-32.2014.8.26.0127 - lauda 1 fls. 559 SENTENÇA Processo Digital nº: 1003626-32.2014.8.26.0127 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Antecipação de Tutela / Tutela Específica Requerente: FRANCISCO DAVID FERREIRA DE CARVALHO Requerido:

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0132.07.009709-3/001 Númeração 0097093- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Batista de Abreu Des.(a) Batista de Abreu 27/11/2014 10/12/2014 EMENTA:

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0035092-08.2012.8.19.0004 APELANTE: BANCO BRADESCO S/A APELADO: BRUNO GARCIA DE SÁ RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO DO CONSUMIDOR AÇÃO SOB O RITO SUMÁRIO

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0460569-74.2012.8.19.0001 APELANTE: ALINE ALMEIDA PERES APELADO: INSTITUTO BRASILEIRO DE MEDICINA DE REABILITAÇÃO LTDA RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO

Leia mais

PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP

PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO DO CONSUMIDOR. AQUISIÇÃO DE

Leia mais

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34 Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS 2JEFAZPUB 2º Juizado Especial da Fazenda Pública do DF Número do processo: 0706261 95.2015.8.07.0016 Classe judicial:

Leia mais

COMARCA DE PORTO ALEGRE 1ª VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL SARANDI Av. Assis Brasil, 7625

COMARCA DE PORTO ALEGRE 1ª VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL SARANDI Av. Assis Brasil, 7625 COMARCA DE PORTO ALEGRE 1ª VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL SARANDI Av. Assis Brasil, 7625 Processo nº: 001/1.09.0256096-8 (CNJ:.2560961- Natureza: Rescisão de Contrato Autor: Patricia Peruzzo Réu: Maxim Veículos

Leia mais

14jun12/Joandre Antonio Ferraz (*)

14jun12/Joandre Antonio Ferraz (*) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO REAFIRMA O DIREITO DE REGRESSO DAS AGÊNCIAS DE VIAGENS CONTRA AS EMPRESAS AÉREAS QUANDO CONDENADAS A INDENIZAR CONSUMIDORES POR FALHAS NO SERVIÇO DE TRANSPORTE 14jun12/Joandre

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0105.11.012985-2/001 Númeração 0129852- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) João Cancio Des.(a) João Cancio 09/04/2013 12/04/2013 EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2013.0000774196 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0002068-54.2012.8.26.0663, da Comarca de Votorantim, em que é apelante UNIVERSO ON LINE S/A, é apelado ANTONIO

Leia mais

: : : Órgão Classe N. Processo. Apelante(s) Apelado(s) : : Relator Acórdão N. E M E N T A

: : : Órgão Classe N. Processo. Apelante(s) Apelado(s) : : Relator Acórdão N. E M E N T A Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Fls. Órgão Classe N. Processo Apelante(s) Apelado(s) Relator Acórdão N. 5ª TURMA CÍVEL APELAÇÃO 20140111246784APC (0029900-68.2014.8.07.0001)

Leia mais

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda.

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. fls. 1 SENTENÇA Processo nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. (Tecnisa) Juiz(a)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO Nº: 0284066-04.2012.8.19.0001 APELANTE 1: DEPIL LASER CENTRO AVANÇADO DE DEPILAÇÃO A LASER LTDA. APELANTE 2: PAULA FORTES SANCHES (RECURSO ADESIVO) APELADOS: OS MESMOS RELATORA: DES. SANDRA SANTARÉM

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0004150-49.2007.8.19.0042 APELANTE: MERCADOLIVRE.COM ATIVIDADES DE INTERNET LTDA. APELADA: LÍVIA SANTUX ANDRADE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 1 SENTENÇA Processo Digital nº: 1013078-84.2013.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Sumário - Indenização por Dano Moral Requerente: Francisco Antônio Almeida Martines Requerido: Francisco de

Leia mais

SENTENÇA. Vistos. A fls. 465/466 este juízo entendeu por bem aguardar a instauração do contraditório antes de apreciar o pedido liminar.

SENTENÇA. Vistos. A fls. 465/466 este juízo entendeu por bem aguardar a instauração do contraditório antes de apreciar o pedido liminar. fls. 947 SENTENÇA Processo Digital nº: 1071224-84.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Direito Autoral Requerente: CLIO ROBISPIERRE CAMARGO LUCONI Requerido: SAVEME - G.W.H.C. SERVIÇOS

Leia mais

A autora replicou (fls. 155/156). Vieram os autos conclusos para sentença.

A autora replicou (fls. 155/156). Vieram os autos conclusos para sentença. Poder Judiciário 1 Estado do Rio Grande do Sul Poder Judiciário Tribunal de Justiça 2º JUIZADO DA 3ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CANOAS PROCESSO N 1.12.0015374-5 AUTORA: INEZ ANTONIETA SCHNEIDER RÉU: PACÍFICO

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0355516-46.2008.8.19.0001 Apelante 1 : AZZURRA PARIS VEÍCULOS LTDA. Apelante 2 : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS Apelados 1 : OS MESMOS Apelado 2

Leia mais

sarcimento a quantia por ele auferida com a alienação do bem, nos termos do voto do Desembargador Relator.

sarcimento a quantia por ele auferida com a alienação do bem, nos termos do voto do Desembargador Relator. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0027304-12.2009.8.19.0209 RELATOR: DESEMBARGADOR CLAUDIO DE MELLO TAVARES APELANTES: 1. SUPERFOR RIO VEÍCULOS LTDA. 2. FORD MOTOR COMPANY

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível APELAÇÃO CÍVEL Nº 0018776-5.2009.8.19.0206 APELANTE: ALENCAR DA SILVA NOGUEIRA FILHO APELADO 1: AMICO SAÚDE LTDA APELADO 2 : ASSOCIAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34 a Câmara

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34 a Câmara o - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO 34 a Câmara APELAÇÃO C/ REVISÃO N 991833-0/4 Comarca de CAMPOS DO JORDÃO l.v.cível Processo 664/00 APTE APDO CONCEIÇÃO APARECIDA DIAS MATSUBARA HOTÉIS E TURISMO LTDA TRIBUNAL

Leia mais

Órgão Classe N. Processo Apelante(s) Apelado(s) Relator Juiz

Órgão Classe N. Processo Apelante(s) Apelado(s) Relator Juiz Órgão : 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais Classe : ACJ Apelação Cível no Juizado Especial N. Processo : 2008.01.1.145714-7 Apelante(s) : DORIS MAGDA TAVARES GUERRA Apelado(s)

Leia mais

SENTENÇA CIDADANIA E DO CONSUMIDOR

SENTENÇA CIDADANIA E DO CONSUMIDOR fls. 253 SENTENÇA Processo nº: 1020149-49.2014.8.26.0506 Classe - Assunto Ação Civil Pública - Turismo Requerente: ANADEC - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DEFESA DA CIDADANIA E DO CONSUMIDOR Requerido: VIBE TOUR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2014.0000487829 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2014.0000487829 ACÓRDÃO fls. 2 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000487829 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0150136-83.2012.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante SAMPI INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul Poder Judiciário Sonora Juizado Especial Adjunto

Estado de Mato Grosso do Sul Poder Judiciário Sonora Juizado Especial Adjunto fls. 213 Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Sonora CERTIDÃO CARTORÁRIA Autos n.º 0001764-60.2011.8.12.0055 parte interessada se manifestar transcorreu em 26.1.2015. CERTIFICO, para os devidos fins,

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.09.640755-6/001 Númeração 6407556- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Alberto Henrique Des.(a) Alberto Henrique 13/03/2014 21/03/2014 EMENTA:

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20120111781267ACJ

Leia mais

Procedimento Ordinário nº 0823400-80.2012.8.12.0001 Requerente: APEIRON TOURS - VIAGENS E TURISMO LTDA Requerido: Americel S/A

Procedimento Ordinário nº 0823400-80.2012.8.12.0001 Requerente: APEIRON TOURS - VIAGENS E TURISMO LTDA Requerido: Americel S/A fls. 1 Procedimento Ordinário nº 0823400-80.2012.8.12.0001 Requerente: APEIRON TOURS - VIAGENS E TURISMO LTDA Requerido: Americel S/A Vistos, etc. Apeiron Tours Viagens & Turismo Ltda ME, representada

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0396174-39.2013.8.19.0001 APELANTE/APELADO: MARIANA BAPTISTA CARVALHO DE OLIVEIRA APELANTE/APELADO: APPLE

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0394.09.105260-2/001 Númeração 1052602- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) José Arthur Filho Des.(a) José Arthur Filho 12/05/2015 02/06/2015 EMENTA:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 314 SENTENÇA Processo Digital nº: 1120876-70.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Compra e Venda Requerente: Marcelo Mendes dos Reis Fracari Requerido: Cyrela Polinésia Empreendimentos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO fls. 1 Registro: 2013.0000264740 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0035940-51.2009.8.26.0506, da Comarca de Ribeirão Preto, em que é apelante/apelado GOOGLE BRASIL INTERNET

Leia mais

É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE.

É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE. É DEVIDO REEMBOLSO POR CANCELAMENTO DE VIAGEM POR PROBLEMAS DE SAÚDE. Apelação cível. Prestação de serviços. Contratação de pacote turístico. Autora que cancelou a viagem poucos dias antes do embarque

Leia mais

O julgamento teve a participação dos Desembargadores MELLO PINTO (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E CELSO PIMENTEL.

O julgamento teve a participação dos Desembargadores MELLO PINTO (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E CELSO PIMENTEL. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO *03405073* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 9173897-09.2006.8.26.0000,

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores SALLES ROSSI (Presidente), SILVÉRIO DA SILVA E PEDRO DE ALCÂNTARA DA SILVA LEME FILHO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores SALLES ROSSI (Presidente), SILVÉRIO DA SILVA E PEDRO DE ALCÂNTARA DA SILVA LEME FILHO. Registro: 2014.0000695XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXXX-02.2014.8.26.0003, da Comarca de São Paulo, em que é apelante FORMIGNANO INCORPORADORA LTDA, são apelados

Leia mais

. Desembargador José Di Lorenzo Serpa. Costa).

. Desembargador José Di Lorenzo Serpa. Costa). ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNALDE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 098.2008.000211-01001. Relator. Desembargador José Di Lorenzo Serpa. Apelante Banco do Brasil S/A (Adv.:

Leia mais

Foi concedida a assistência judiciária gratuita (fl. 27).

Foi concedida a assistência judiciária gratuita (fl. 27). COMARCA DE URUGUAIANA 3ª VARA CÍVEL Rua General Hipólito, 3392. Processo nº: 010/1.06.0000109-0 Natureza: Indenizatória Autor: Aury Nunes Xavier Réu: Farmácia Pharmakos Juiz Prolator: Juíza de Direito

Leia mais

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM RÉU : FORZA IND/ DE PLASTICOS LTDA/ ADVOGADO : SANDRO

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR.

DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR. DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº. 197021-30/2010-0001 APELANTE: SUL AMÉRICA COMPANHIA DE SEGURO SAÚDE APELADO: ELZA RODRIGUES PARENTE SILVEIRA RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO MONOCRÁTICA

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO Nº 2006.3281-7/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE FAZENDA RIO GRANDE RECORRENTE...: EDITORA ABRIL S/A RECORRIDO...: RAFAELA GHELLERE DAL FORNO RELATOR...: J. S. FAGUNDES CUNHA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA. Tipo A

PODER JUDICIÁRIO SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA. Tipo A SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA PROCESSO N 21857-43.2014.4.01.3300 CLASSE: 1900 - AÇÃO ORDINÁRIA I OUTRAS AUTOR: PAULO RENATO LIMA CASTRO RÉ: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ~~--- -----S-E-NTE-N-Ç-A Tipo A 1- RELATÓRIO

Leia mais

A=C=Ó=R=D=Ã=O Vistos e etc.

A=C=Ó=R=D=Ã=O Vistos e etc. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 12 a CÂMARA CÍVEL Desembargador Mario Guimarães Neto AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 002003-41.2010..19.0209 ORIGEM: 1ª VARA CÍVEL REGIONAL DA BARRA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N 0005961-97.2014.8.19.0042 Apelante: IBERIA LINEAS AEREAS DE ESPAÑA S.A. Apelados: MARCIA SANTOS RAMOS MOURA E OUTRO Origem: Juízo de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Petrópolis APELAÇÃO.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 35 Registro: 2016.0000031880 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0003042-68.2011.8.26.0003, da Comarca de, em que é apelante/apelado JOSUÉ ALEXANDRE ALMEIDA (JUSTIÇA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000083110 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0140403-30.2011.8.26.0100, da Comarca de São

Leia mais

Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Responsabilidade Civil dos Administradores das Sociedades Administrador Administrador é a pessoa a quem se comete a direção ou gerência de qualquer negócio ou serviço, seja de caráter público ou privado,

Leia mais

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro

SENTENÇA. Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro fls. 375 SENTENÇA Processo nº: 1026847-91.2015.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Rescisão do contrato e devolução do dinheiro Requerente: Luiz Eduardo Possagnolo Requerido: Gafisa Spe-127

Leia mais

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA fls. 1 Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada> faço estes autos conclusos à(o) MM. Juiz(a) de Direito. Eu,, Escrevente, Subsc. SENTENÇA Processo

Leia mais

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1020139-94.2015.8.26.0562 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Espécies de Contratos Requerente: Requerido:

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1020139-94.2015.8.26.0562 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Espécies de Contratos Requerente: Requerido: fls. 25 SENTENÇA Processo Digital nº: 1020139-94.2015.8.26.0562 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Espécies de Contratos Requerente: Requerido: Justiça Gratuita Juiz(a) de Direito: Dr(a). Thais

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO n. 1340-97.2014.6.21.0000 REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADOS: PARTIDO PROGRESSISTA, MARCO AURÉLIO FERREIRA E ANA AMÉLIA LEMOS RELATORA: DRA. LUSMARY FÁTIMA TURELLY DA SILVA

Leia mais

021/1.12.0004564-7 (CNJ:.0011588-62.2012.8.21.0021)

021/1.12.0004564-7 (CNJ:.0011588-62.2012.8.21.0021) COMARCA DE PASSO FUNDO 5ª VARA CÍVEL Rua General Neto, 486 Processo nº: Natureza: Autor: Réu: Juiz Prolator: 021/1.12.0004564-7 (CNJ:.0011588-62.2012.8.21.0021) Cobrança Valdir Dalberto Mauricio Dal Agnol

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo. Voto nº 23951 10ª Câmara Seção de Direito Privado Apelação com Revisão n 4002213-20.2013.8.26.0562 Comarca: Santos Ação: Compromisso de Venda e Compra e Repetição de indébito Apte(s).: API Assessoria Consultoria e Intermediação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0000625-57.2014.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Ronaldo Prestes Teixeira Requerido: Claro Sa S E N T E N Ç A Vistos, etc. RELATÓRIO RONALDO PRESTES

Leia mais

1035597-82.2015.8.26.0100 - lauda 1

1035597-82.2015.8.26.0100 - lauda 1 fls. 294 SENTENÇA Processo Digital nº: 1035597-82.2015.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Pagamento Indevido Requerente: Debora Andrea de Cássia Carneiro da Cunha Requerido: Acapulco Investimentos

Leia mais

PROVA PRÁTICA DE SENTENÇA CÍVEL

PROVA PRÁTICA DE SENTENÇA CÍVEL Poder Judiciário da Ufiilo TJDFT TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL EDOS TERRITÓRIOS SEGUNDA PROVA ESCRITA DISCURSIVA CADERNO DE RELATÓRIO E DOCUMENTOS REFERENTES À PROVA PRÁTICA DE SENTENÇA CÍVEL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2014.000079XXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX-XX.2011.8.26.0309, da Comarca de Jundiaí, em que é apelante VASSOURAL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR RECURSO INOMINADO Nº 2006.0003212-2/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CRUZEIRO DO OESTE RECORRENTE...: BRADESCO SEGUROS S. A. RECORRIDO...: ALEXANDRE GONÇALVES MANFRIM RELATOR...: EMENTA RECURSO

Leia mais

Poder Judiciario do Estado de Mato Grosso Comarca de Diamantino Gabinete

Poder Judiciario do Estado de Mato Grosso Comarca de Diamantino Gabinete Processo: 2150-39.2012.811.0005 (Código 86540) VISTOS/DS Trata-se de Ação de Indenização por Danos Morais proposta por KELLER CRISTIANE FALCÃO DE QUEIROZ FONTES, em face de VIVO S/A, ambas qualificadas

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEGUNDA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0056946-64.2012.8.19.0002 APELANTE 1: PRISCILA KEIKO COSSUAL SAKURADA APELANTE 2: ALEXANDRE MARQUES ROLA APELADA:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 122 Registro: 2014.0000513173 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1104017-13.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante TAM LINHAS AEREAS S/A, é apelado

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO. fls. 300 Registro: 2015.0000529177 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1106882-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ANA LIGIA PAES NASCIMENTO, é apelado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 2 ACÓRDÃO Registro: 2015.0000373304 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0008132-86.2013.8.26.0003, da Comarca de São Paulo, em que é apelante/apelado ANDRE PASQUALINI, é apelado/apelante

Leia mais

ACÓRDÃO. Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São. José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE

ACÓRDÃO. Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São. José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE Registro: 2015.0000362845 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1002455-51.2014.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que são apelantes/apelados SPE BADY 1 EMPREENDIMENTO

Leia mais

Reclamada: Afran Comércio de Materiais Eletrônicos ME, E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia Ltda e Bnetwork Participações Ltda

Reclamada: Afran Comércio de Materiais Eletrônicos ME, E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia Ltda e Bnetwork Participações Ltda Proc. Nº001.2009.025.259-2 Reclamante: Paulo Roberto Fagundes de Freitas Reclamada: Afran Comércio de Materiais Eletrônicos ME, E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia Ltda e Bnetwork Participações

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ PODER JUDICIÁRIO COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL 25ª VARA CÍVEL

ESTADO DO PARANÁ PODER JUDICIÁRIO COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL 25ª VARA CÍVEL I. RELATÓRIO Vistos e examinados os autos de Ação Ordinária sob nº 0001997-57.2014.8.16.0179, ajuizada por REINALDO ALVES CAMARGO e STAEL ALVES DE CAMARGO contra ANDREAZZA E MASSARELLI LTDA. Trata-se de

Leia mais

SENTENÇA TIPO A AUTOS n 0021894-60.2011.403.6100 AÇÃO ORDINÁRIA AUTORA: EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS RÉ: ANP TRANSPORTE LTDA - ME

SENTENÇA TIPO A AUTOS n 0021894-60.2011.403.6100 AÇÃO ORDINÁRIA AUTORA: EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS RÉ: ANP TRANSPORTE LTDA - ME Registro n' SENTENÇA TIPO A AUTOS n 0021894-60.2011.403.6100 AÇÃO ORDINÁRIA AUTORA: EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS RÉ: ANP TRANSPORTE LTDA - ME Vistos. Trata-se de ação ordinária, visando

Leia mais

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de. APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n 640.051-4/4-00, da Comarca de

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de. APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n 640.051-4/4-00, da Comarca de TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO x ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N Vistos, relatados e discutidos estes autos de APELAÇÃO CÍVEL COM REVISÃO n 640.051-4/4-00,

Leia mais

Nesses termos, pede deferimento. Uberaba/MG,

Nesses termos, pede deferimento. Uberaba/MG, MERITÍSSIMA JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE UBERABA/ MINAS GERAIS. Autos n. 701. Secretaria cível BANCO xxxx., já qualificado nos autos epigrafados da AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA

Leia mais

001/1.07.0259754-0 (CNJ:.2597541-36.2007.8.21.0001) Espolio de Mahicon Jose Librelato da Silva Sport Club Internacional

001/1.07.0259754-0 (CNJ:.2597541-36.2007.8.21.0001) Espolio de Mahicon Jose Librelato da Silva Sport Club Internacional Comarca de Porto Alegre 6ª Vara Cível do Foro Central Nº de Ordem: Processo nº: Natureza: Autor: Réu: 001/1.07.0259754-0 (CNJ:.2597541-36.2007.8.21.0001) Ordinária - Outros Espolio de Mahicon Jose Librelato

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIROJUÍZO DE DIREITO DO XI JUIZADO ESPECIAL CÍVELProcesso n 2007.800.118332-6Autora: Dorvalina Rosa da

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIROJUÍZO DE DIREITO DO XI JUIZADO ESPECIAL CÍVELProcesso n 2007.800.118332-6Autora: Dorvalina Rosa da PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIROJUÍZO DE DIREITO DO XI JUIZADO ESPECIAL CÍVELProcesso n 2007.800.118332-6Autora: Dorvalina Rosa da SilvaRéu: Ricardo Perez CruzPROJETO DE SENTENÇAA autora alega,

Leia mais

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9).

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9). AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 5029780-43.2013.404.7000/PR AUTOR : ETEVALDO VAZ DA SILVA ADVOGADO : LEONILDA ZANARDINI DEZEVECKI RÉU : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL MPF : MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIZ ANTONIO DE GODOY (Presidente sem voto), DE SANTI RIBEIRO E ELLIOT AKEL.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores LUIZ ANTONIO DE GODOY (Presidente sem voto), DE SANTI RIBEIRO E ELLIOT AKEL. ACÓRDÃO Registro: 2011.0000324840 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0068021-37.2009.8.26.0576, da Comarca de São José do Rio Preto, em que é apelante UNIMED - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente), CLAUDIO GODOY E LUIZ ANTONIO DE GODOY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente), CLAUDIO GODOY E LUIZ ANTONIO DE GODOY. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000230468 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0015157-53.2013.8.26.0003, da Comarca de São Paulo, em que é apelante SUL AMÉRICA COMPANHIA DE SEGURO

Leia mais

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA

Nº 70034654392 COMARCA DE NOVO HAMBURGO BRUNA MACHADO DE OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO MONOCRÁTICA. AÇÃO DE COBRANÇA DE SEGURO OBRIGATÓRIO. DPVAT. LEGITIMIDADE PASSIVA. RESPONSABILIDADE DE QUALQUER SEGURADORA INTEGRANTE DO CONSÓRCIO. INCLUSÃO DA SEGURADORA

Leia mais

Janete de Fatima Cardoso da Costa Réu: RGE - Rio Grande Energia S.A. Juíza Prolatora: Dra. Inajá Martini Bigolin de Souza Data: 03/12/2009

Janete de Fatima Cardoso da Costa Réu: RGE - Rio Grande Energia S.A. Juíza Prolatora: Dra. Inajá Martini Bigolin de Souza Data: 03/12/2009 COMARCA DE SANTA ROSA 3ª VARA CÍVEL Rua Buenos Aires, 919 Nº de Ordem: Processo nº: 028/1.09.0005342-8 Natureza: Declaratória Autor: Janete de Fatima Cardoso da Costa Réu: RGE - Rio Grande Energia S.A.

Leia mais

SENTENÇA. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Tamara Hochgreb Matos. Vistos.

SENTENÇA. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Tamara Hochgreb Matos. Vistos. fls. 1287 SENTENÇA Processo Digital nº: 1079175-32.2014.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Vícios de Construção Requerente: LEANDRO GALTES BERNAL e outros Requerido: Gold Florida Empreendimentos

Leia mais

Ao final, a parte autora requereu a convalidação dos pedidos liminares.

Ao final, a parte autora requereu a convalidação dos pedidos liminares. Número do Processo: 201302979692 Autos 201302979692 Vistos etc. I - Trata-se de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado de Goiás em desfavor de Carlos Saraiva Importação e Comércio

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000166668 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0203107-50.2009.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante VERSAILLES INCORPORADORA SPE LTDA, são

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5. Comarca de CAMPINAS Processo 872/00

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5. Comarca de CAMPINAS Processo 872/00 34 a Câmara APELAÇÃO C/ REVISÃO N 940070-0/5 Comarca de CAMPINAS Processo 872/00 l.v.cível APTE APDO MARCELO AZEVEDO FEITOR CORRETORA DE SEGUROS LTDA OTONIEL QUEIROZ DA SILVA A C Ó R D Ã O TRIBUNAL DE

Leia mais

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda

SENTENÇA. Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda fls. 1 SENTENÇA Processo nº: 0008740-84.2013.8.26.0100 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Perdas e Danos Requerente: Fernando Albieri Requerido: Maxcasa Xii Empreendimentos Imobiliários Ltda Juiz(a)

Leia mais

Processo n 702.02.009965-2 AÇÃO REPARATÓRIA DE DANO DECORRENTE DE ATO ILÍCITO. Réus: MARCOS ROBERTO PINCELA MATEUS e SADIA S/A

Processo n 702.02.009965-2 AÇÃO REPARATÓRIA DE DANO DECORRENTE DE ATO ILÍCITO. Réus: MARCOS ROBERTO PINCELA MATEUS e SADIA S/A Processo n 702.02.009965-2 AÇÃO REPARATÓRIA DE DANO DECORRENTE DE ATO ILÍCITO Autor: OLAIR MARQUES CARRIJO Réus: MARCOS ROBERTO PINCELA MATEUS e SADIA S/A Denunciada: SUL AMÉRICA CIA. NACIONAL DE SEGUROS

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Francisco, servidor público que exerce o cargo de motorista do Ministério Público Federal da 3ª Região, localizada em São Paulo, há tempo vinha alertando o setor

Leia mais

COMARCA DE BELO HORIZONTE-MG JUÍZO DA 28ª VARA CÍVEL Processo nº 024.08.249.689-4

COMARCA DE BELO HORIZONTE-MG JUÍZO DA 28ª VARA CÍVEL Processo nº 024.08.249.689-4 COMARCA DE BELO HORIZONTE-MG JUÍZO DA 28ª VARA CÍVEL Processo nº 024.08.249.689-4 Autor: M. R. D. S. Réus: TELECOMUNICAÇÕES DE SÃO PAULO S/A TELESP ATLANTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITO CREDITÓRIOS

Leia mais

Relator Desembargador PEDRO SARAIVA DE ANDRADE LEMOS

Relator Desembargador PEDRO SARAIVA DE ANDRADE LEMOS 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA 10ª CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento n.º 0005250-24.2014.8.19.0000 Agravante: BAR E RESTAURANTE SIRIOCO LTDA. (Autor) Agravado: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS - CEDAE (Ré)

Leia mais

Responsabilidade Civil nas Atividades Empresariais. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Responsabilidade Civil nas Atividades Empresariais. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Responsabilidade Civil nas Atividades Empresariais Para Reflexão Ao indivíduo é dado agir, em sentido amplo, da forma como melhor lhe indicar o próprio discernimento, em juízo de vontade que extrapola

Leia mais

369 OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

369 OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19.0001 APELANTE: SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO RIO DE JANEIRO APELADO 1: CLYMENE PENNA PONDE APELADO 2: ELIANA PONDE GRINGO RELATOR: DES. ANA MARIA

Leia mais

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos, em que figuram como partes as acima nominadas,

ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos estes autos, em que figuram como partes as acima nominadas, ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GAB. DO DES. LEANDRO DOS SANTOS APELAÇÃO CÍVEL N 200. 2009.032900-01001 RELATOR : Des. Leandro dos Santos APELANTE : Vitor José de Farias

Leia mais

Recurso Ordinário: 0100700-57-2005.5.01.0421

Recurso Ordinário: 0100700-57-2005.5.01.0421 Recurso Ordinário: 0100700-57-2005.5.01.0421 Titulação: Direito Processual Civil e do Trabalho. Atos Processuais. Nulidade. Palavras-chave: nulidade processual, prestação jurisdicional, indenização, dano

Leia mais

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça Apelação nº 0001938-89.2009.8.19.0008 Apelante: ITAÚ SEGUROS S.A Apelado: SELMA SILVA DE ABREU DIAS Relator Des. SÉRGIO RICARDO DE ARRUDA FERNANDES AÇÃO DE RITO SUMÁRIO. DIREITO DO CONSUMIDOR. CONTRATAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 180 SENTENÇA Processo Digital nº: 1021633-14.2014.8.26.0405 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Promessa de Compra e Venda Requerente: RAFAEL RODRIGUES e outro Requerido: IBÉRIA INCORPORADORA

Leia mais

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material

SENTENÇA. Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material fls. 194 SENTENÇA Processo Digital nº: 1008986-69.2014.8.26.0604 Classe - Assunto Procedimento Ordinário - Indenização por Dano Material Requerente: MICHAEL DE ALENCAR ALVES Requerido: INPAR PROJETO 86

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2014.0000669915 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0007471-13.2013.8.26.0002, da Comarca de, em que são apelantes ODEBRECHT REALIZAÇÕES IMOBILIÁRIAS E PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS Processo nº 0312090-42.2012.8.19.0001 Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS S E N T E N Ç A Trata-se de ação de obrigação

Leia mais