RioFilme / Apuração das metas do contrato de gestão / 3ro Trimestre 2010

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RioFilme / Apuração das metas do contrato de gestão / 3ro Trimestre 2010"

Transcrição

1 RioFilme / Apuração das metas do contrato de gestão / 3ro Trimestre 2010 Diretriz Estratégica I - Promover o desenvolvimento da indústria audiovisual carioca Indicador: Número de filmes cariocas com mais de 50 mil espectadores Este indicador se propõe a medir, através do número de produções cariocas com potencial comercial lançadas semestralmente, a eficácia dos programas da RioFilme para o desenvolvimento da indústria audiovisual da cidade. 4 filmes produzidos por empresas do Rio de Janeiro e lançados no terceiro trimestre de 2010 atingiram um público superior a ingressos: Título Distribuidora Data de lançamento Público até o 30/09/10 Nosso Lar Fox 3/9/ O Bem Amado Sony / Disney 23/7/ x Favela - Agora Por Nós Mesmos RioFilme / Sony / Disney 27/8/ Uma Noite em 67 Videofilmes 30/7/ Fonte: Ancine Acumulado até 30/09/10 Portanto, até 30 de setembro de 2010, 50% da meta do semestre foi atingida. Ou 100% do esperado para o período em questão. Diretriz Estratégica Indicadores Meta Semestre I - Promover o desenvolvimento da indústria audiovisual carioca Número de filmes cariocas com mais de 50 mil espectadores / ano Realizado Trimestre 2 Sem Tri Realizado (%) Peso da Diretriz ,0% 2 Com os lançamentos de filmes cariocas marcados para o último trimestre de 2010, a previsão é que 100% da meta do semestre seja atingida. Diretriz Estratégica II - Tornar a RioFilme sustentável em suas operações reembolsáveis Indicador: % de receitas próprias e recursos alavancados / Total de recursos disponíveis Este indicador se propõe a medir a diversificação das fontes de financiamento da RioFilme e sua capacidade de gerar receitas próprias e alavancar recursos de terceiros, podendo assim conferir um efeito multiplicador aos recursos investidos pela Prefeitura do Rio de Janeiro. 33,8% dos recursos investidos em operações reembolsáveis no 3ro trimestre procedem de recursos de terceiros e receitas próprias:

2 Total Investido - Operações Reembolsáveis Recursos próprios e alavancados Fonte , , ,32 Resultado 33,8% Fonte: Fincon Portanto, durante o 3ro trimestre de 2010, foram cumpridos 67,3% desta meta. Diretriz Estratégica Indicadores Metas Realizado Realizado (%) Peso da Diretriz II - Tornar a RioFilme sustentável em suas operações reembolsáveis % de receitas próprias e recursos alavancados / Total de recursos disponíveis 2 Sem Tri ,2% 33,8% 67,3% 1 Cabe ressaltar que a Financiadora de Estudos e Pesquisas FINEP anunciou em 16 de setembro passado que financiará a aquisição de direitos de filmes pela RioFilme com um valor de R$ A perspectiva de alavancagem de recursos para o último trimestre 2010 e o primeiro semestre de 2011 é muito boa, portanto. Diretriz Estratégica III - Maximizar a promoção do Rio de Janeiro por meio da produção audiovisual Indicador: Número de produções internacionais realizadas no Rio de Janeiro Este indicador se propõe a medir a eficácia dos programas da RioFilme visando a tornar a cidade mais atrativa para as produções internacionais, gerando empregos, renda e visibilidade internacional. Segundo dados provisórios da Ancine, foram registradas durante o terceiro trimestre de filmagens estrangeiras realizadas no Rio de Janeiro: Diretriz Estratégica Indicadores Meta Semestre Realizado Trimestre Realizado (%) Peso da Diretriz 2 Sem Tri Número de produções III - Maximizar a promoção do Rio de internacionais realizadas no Janeiro por meio da produção audiovisual Rio de Janeiro ,0% 1 Filmagens Estrangeiras - por UF do Local de Filmagem - 3º Trimestre/2010 Fonte: SER/ANCINE

3 Portanto, até 30 de setembro de 2010, 34,0% da meta do semestre foi atingida. Rio de Janeiro, 05 de novembro de 2010, Sérgio Henrique Sá Leitão Filho Diretor - Presidente

4 Anexo I Relação de filmes nacionais lançados nos três primeiros trimestres de 2010 e público respectivo Fonte: Ancine Lançamentos brasileiros 2010 até o 30 de setembro

5 Anexo II Relação de contratos assinados pela RioFilme desde a assinatura do Contrato de Gestão e respectivas fontes de financiamento Nº Data da assinatura 38/ jul-10 40/ jul-10 43/ jul-10 48/ ago-10 49/ ago-10 50/ set-10 52/ set-10 Objeto Partes Valor Rege a forma e as condições da transferência de recursos da FINEP para investimento, em Riofilme, Meios de Produção e conjunto com a Riofilme, em Comunicação Ltda e FINEP projeto de comercialização da obra "ENTRE A DOR E O NADA" Co-distribuição do filme "PRAÇA SAENS PENA" em home vídeo Rege a forma e as condições da transferência de recursos da FINEP para investimento, em conjunto com a Riofilme, em projeto de comercialização da obra "ONDE A CORUJA DORME" Aquisição pela RIOFILME dos direitos de distribuição do filme 'OS INOCENTES" através do aporte de recursos oriundos do PAR Co-distribuição do filme "5X FAVELA - AGORA POR NÓS MESMOS" Aporte de recursos para custear parcialmente as despesas de comercialização do filme 'TROPA DE ELITE 2" Associação para Co-Produção do filme "Cinco Vezes Favela, Agora Por Nós Mesmos". Riofilme, Limite Produções Ltda e Cannes Produções S.A. R$ ,00 oriundos do FSA Fonte de recusos Sem valor Riofilme e FINEP R$ , Riofilme e Atitude Produções e Empreendimentos Ltda Riofilme, Luz Mágica Produções Audiovisuais Ltda, Sony Pictures Home Entertainment do Brasil Ltda, Columbia Tristar Buena Vista Filmes do Brasil Ltda e Globo Comunicação e Participações S.A. Riofilme e Zazen Produções Audiovisuais Ltda Luz Mágica Produções Audiovisuais Ltda., Globo Comunicação e Participações S/A, Riofilme e Carlos José Fontes Diegues Prazo Fonte 100 Outras Fontes 7 anos a contar do lançamento comercial do FILME 5 anos a contar da assinatura do contrato 7 anos a contar do lançamento comercial do FILME Sem valor anos R$ , anos ,32 R$ , Sem prazo ,00 Sem valor anos , ,00 Total , ,00 66,2% 33,8% Total Investido - Operações Reembolsáveis Recursos próprios e alavancados Fonte , , ,32 Resultado 33,8%

6 Anexo III Relação de produções estrangeiras realizadas no Rio de Janeiro registradas na Ancine no 1ro trimestre de 2010 PRODUÇÕES NO BRASIL COM PARTICIPAÇÃO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS Nº TÉCNICOS / Nº DATA DA TIPO DE PERÍODO LOCAL DE N ARTISTAS TÍTULO DA OBRA EMPRESA BRASILEIRA UF EMPRESA PAÍS PRODUÇÃO AUTORIZAÇÃO APROVAÇÃO OBRA PRODUÇÃO FILMAGEM (UF) ESTRANG. programa de 01/08/2010 a Utopia Filmes Produção /7/ Fear Factor TV (reality Endemol India Índia 10/09/2010 Artística Ltda show) "Liberdade Angélica" e 25/07/2010 a INK Geração e Produção /7/ "Liberdade Cláudia Leite Cor publicitária SP xxx xxx BRASILEIRA 01/08/2010 de Conteúdo Ltda e Ton" /7/ Store publicitária 10/08/2010 a 30/08/2010 Ocean Produção de Filmes Ltda SC Creative Bubble /SP /7/ O Gringo - Parte 2 documentário 01/08/2010 a 30/09/2010 Urca Filmes Ltda Magicna Linija Sérvia /8/ Home publicitária 10/08/2010 a 29/08/2010 Zohar Cinema e Comunicação Ltda MJZ Limited Inglaterra /8/ Anderson Silva 117 documentário 02/09/2010 a 11/09/2010 Joia Entertainment Ltda. Tough Media Corp PR/ /8/ Aguresibu Desu Kedo Nanika documentário 13/09/2010 a 27/09/2010 Town Network Filmagens Ltda. SP EZM Home TV Production Co. Ltd. Japão AM//SP /8/ Brand-new Station documentário 09/09/20010 a 21/09/2010 América do Sul Produções de Documentários Ltda. SP Kajimavision Productions Co., Ltd. Japão MG//RS/SP /8/ BG Group institucional 17/09/2010 a 27/09/2010 Neon Rio Ltda. Jacaranda Productions Ltd. Inglaterra /SP /8/ Global Ring publicitária 13/09/2010 a JKR Produções Artísticas 18/09/2010 Ltda HSI Productions /9/ Insensato Coração Novela 13/10/2010 a 06/11/2010 Globo Comunicação e Participações S/A xxx xxx BRASILEIRA /9/ Lost in the Amazon documentário 22/09/2010 a 12/10/2010 Schurmann Desenvolvimento e Pesquisa Ltda SP Lost World Films Ltd. Canadá AC/MT/MS/ /9/ Carnets du Brésil documentário 18/09/2010 a 17/10/2010 Focus Films Ltda. Crescendo Films França BA//SP /9/ B.E.P. in Concert documentário 16/09/2010 a 26/ Ocean Produção de Filmes Ltda SC DNA /9/ Oba SS11 publicitária 18/09/2010 a 10/10/2010 Zohar Cinema e Comunicação Ltda Soixante Quinze França /SP /9/ Amazing Race programa de Content Realizações e 01/10/2010 a TV (reality Produções Audiovisuais 20/12/2010 show) Ltda SP WorldRace Porductions Inc /9/ Conspiraciones documentário 13/10/2010 a 10/11/2010 Elevate Produção e Criação Ltda. SP Cru Films SRL Argentina AM/DF/MT/PA//SP

Indústria Audiovisual Como investir? 28/05/2013

Indústria Audiovisual Como investir? 28/05/2013 Indústria Audiovisual Como investir? 28/05/2013 Porque Investir? 20,3 x 4,9 x R$ 540 Milhões 8.340 Postos de Trabalho R$ 26.5 Milhões R$ 113 Milhões 32 filmes investidos e lançados pela RioFilme entre

Leia mais

Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais

Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais diversificada A Lei 12.485/2011 destrava a concorrência no setor,

Leia mais

Apuração das metas do contrato de gestão 1º semestre 2010

Apuração das metas do contrato de gestão 1º semestre 2010 Apuração das metas do contrato de gestão 1º semestre 2010 De acordo com os dados do primeiro semestre de 2010, a RioFilme atingiu 75% das metas estabelecidas para o período. A RioFilme se enquadra, portanto,

Leia mais

Impactos da Lei de TV Paga

Impactos da Lei de TV Paga Impactos da Lei de TV Paga ABDTIC, Rio de Janeiro, 24 agosto de 2014 Alex PatezGalvão Superintendente de Análise de Mercado Superintendência de Análise de Mercado A apresentação A Superintendência de Análise

Leia mais

Comitê de Investimento do Fundo Setorial do Audiovisual Título do Projeto Proponente

Comitê de Investimento do Fundo Setorial do Audiovisual Título do Projeto Proponente Comitê de Investimento do Fundo Setorial do Audiovisual Ata da avaliação da Defesa Oral e Decisão Final da Chamada Pública BRDE/FSA PRODECINE Produção Cinema 01/2014 Entre os dias compreendidos entre vinte

Leia mais

Seminário FSA CHAMADAS 2013/14

Seminário FSA CHAMADAS 2013/14 Seminário FSA CHAMADAS 2013/14 REGULAMENTO GERAL DO PRODAV NOÇÕES SOBRE O REGULAMENTO GERAL DO PRODAV O PRODAV é um programa de ação governamental organizado com base nos recursos do Fundo Setorial do

Leia mais

CLIPPING. Indústria Audiovisual

CLIPPING. Indústria Audiovisual CLIPPING Indústria Audiovisual 27 de maio de 2013 27/5-19h30 Investimento em cinema é tema de seminário O Comitê de Entretenimento, Esportes e Cultura, dirigido porsteve Solot, e o Subcomitê de Propriedade

Leia mais

Fundo Setorial do Audiovisual - FSA. Débora Ivanov Agosto/2014

Fundo Setorial do Audiovisual - FSA. Débora Ivanov Agosto/2014 Fundo Setorial do Audiovisual - FSA Débora Ivanov Agosto/2014 As chamadas - produção, comercialização e desenvolvimento - Chamadas SELETIVO Longas Produção Prodecine 1 Distribuidor Prodecine 2 FSA Produção

Leia mais

DECRETO N 974, DE 8 DE NOVEMBRO DE 1993

DECRETO N 974, DE 8 DE NOVEMBRO DE 1993 DECRETO N 974, DE 8 DE NOVEMBRO DE 1993 Regulamenta a Lei n 8.685, de 20 de julho de 1993, que cria mecanismos de fomento à atividade audiovisual, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no

Leia mais

Perguntas freqüentes FAQ

Perguntas freqüentes FAQ Perguntas freqüentes FAQ CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODAV 01/2008 PRODUÇÃO PARA TELEVISÃO 1) Como faço para enviar meu projeto? O primeiro passo para inscrever um projeto em qualquer uma das seleções

Leia mais

BRASIL Filmes nacionales con más de 100 mil espectadores (2003-2008) Conspiração Filmes Entretenimento Ltda.

BRASIL Filmes nacionales con más de 100 mil espectadores (2003-2008) Conspiração Filmes Entretenimento Ltda. BRASIL Filmes nacionales con más de 100 mil espectadores (2003-2008) Título Lançamento Proponente / Produtora UF Distribuidora Gênero Dois Filhos de Francisco: A História de Zezé Di Camargo & Luciano Breno

Leia mais

MERCADO AUDIOVISUAL. Paulo Alcoforado Secretário de Políticas de Financiamento

MERCADO AUDIOVISUAL. Paulo Alcoforado Secretário de Políticas de Financiamento MERCADO AUDIOVISUAL Paulo Alcoforado Secretário de Políticas de Financiamento Índice Apresentação I. PERFIL DOS AGENTES ECONÔMICOS II. III. VOCAÇÕES DE PRODUÇÕES REGIONAIS LINHAS DE DESENVOLVIMENTO, PRODUÇÃO

Leia mais

FENEEC Entidade sindical que congrega todos os Sindicatos brasileiros que representam as empresas exibidoras cinematográficas

FENEEC Entidade sindical que congrega todos os Sindicatos brasileiros que representam as empresas exibidoras cinematográficas FENEEC Entidade sindical que congrega todos os Sindicatos brasileiros que representam as empresas exibidoras cinematográficas Atua na defesa dos interesses coletivos dos exibidores há várias décadas Representa:

Leia mais

ANCINE FOMENTO : E PRESTAÇÃO DE CONTAS

ANCINE FOMENTO : E PRESTAÇÃO DE CONTAS DIREITO DO ENTRETENIMENTO ANCINE e Prestação de Contas 23.10.2010 Professor: Lúcio Aguiar ANCINE : FOMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS Lúcio Aguiar Micro-história - Ação do III CBC (2000) - MP 2228-1 - Conclui

Leia mais

Apresentação da Superintendência de Registro - SRE

Apresentação da Superintendência de Registro - SRE Apresentação da Superintendência de Registro - SRE Seminário SIAESP Agosto de 2013 andre.marques@ancine.gov.br Principais Atribuições Promover o registro e a classificação de agentes econômicos e obras

Leia mais

PANORAMA DO CINEMA BRASILEIRO (2000-2009) Por Roberto Moreira, Débora Ivanov e Fabrício Gallinucci São Paulo, Dezembro de 2010

PANORAMA DO CINEMA BRASILEIRO (2000-2009) Por Roberto Moreira, Débora Ivanov e Fabrício Gallinucci São Paulo, Dezembro de 2010 PANORAMA DO CINEMA BRASILEIRO (2000-2009) Por Roberto Moreira, Débora Ivanov e Fabrício Gallinucci São Paulo, Dezembro de 2010 A pesquisa foi realizada a partir de banco de dados da Ancine Agência Nacional

Leia mais

Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida

Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida Ministro Paulo Bernardo Brasília - DF, outubro de 2009 Sumário 1. Situação recente do setor da construção civil 2. Medidas já adotadas pelo

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO Nº 08012.008456/2004-22 Requerentes: Sony Corporation of América, Providence Equity Partners IV, L.P., TGP Partners

Leia mais

Audiência Pública PL 2126 Marco Civil da Internet

Audiência Pública PL 2126 Marco Civil da Internet Câmara dos Deputados Audiência Pública PL 2126 Marco Civil da Internet Marcos Oliveira Diretor Executivo MPA Brasil Brasília, 12 de Junho de 2012 MPA Brasil A MPA está presente no Brasil desde 1940, e

Leia mais

Área Industrial Dezembro/2013 nº 31. O BNDES e a economia da cultura

Área Industrial Dezembro/2013 nº 31. O BNDES e a economia da cultura Informe Setorial Área Industrial Dezembro/213 nº 31 2ª Edição Fevereiro/214 O BNDES e a economia da cultura O início da atuação do BNDES na economia da cultura remonta ao ano de 199, quando, com um enfoque

Leia mais

INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO

INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO Vídeo Doméstico (Fonte Secundária) Informe Anual 2014 1 de janeiro de 2014 a 31 de dezembro de 2014 Coordenação de Monitoramento de Cinema, Vídeo Doméstico e Vídeo

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE FILMES S/A - RIOFILME PROGRAMA DE INVESTIMENTO AUTOMÁTICO REEMBOLSÁVEL LINHA: PRODUÇÃO DE LONGAS-METRAGENS

DISTRIBUIDORA DE FILMES S/A - RIOFILME PROGRAMA DE INVESTIMENTO AUTOMÁTICO REEMBOLSÁVEL LINHA: PRODUÇÃO DE LONGAS-METRAGENS DISTRIBUIDORA DE FILMES S/A - RIOFILME PROGRAMA DE INVESTIMENTO AUTOMÁTICO REEMBOLSÁVEL LINHA: PRODUÇÃO DE LONGAS-METRAGENS REGULAMENTO Nº 01/2014 DE HABILITAÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Mercado Audiovisual no Brasil

Mercado Audiovisual no Brasil Mercado Audiovisual no Brasil Cinema Cinema Sobre o Cinema Nacional Ciclo de crescimento: produção nacional vem ocupando o mercado de forma continuada e consistente; Público de filmes brasileiros em 2009:

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE FOMENTO (SFO)

SUPERINTENDÊNCIA DE FOMENTO (SFO) SUPERINTENDÊNCIA DE FOMENTO (SFO) A Superintendência de Fomento é o setor responsável na ANCINE pela análise, aprovação e acompanhamento dos projetos audiovisuais que pretendem utilizar recursos oriundos

Leia mais

ACORDO DE CO-PRODUÇÃO AUDIOVISUAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DO CANADÁ

ACORDO DE CO-PRODUÇÃO AUDIOVISUAL ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DO CANADÁ CANADÁ / CANADA Acordo de Co-Produção Brasil - Canadá - 27/01/1995 Decreto Nº 2.976 de 01/03/1999 Audiovisual Co-Production Agreement (English) Accord de Coproduction Audiovisuelle (Français) Arquivos

Leia mais

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Institui a Política Municipal de Estímulo à Inovação e ao Desenvolvimento de Startups na Cidade

Leia mais

Até que a sorte nos separe 2 vai a Las Vegas e acompanha Tino perdendo tudo, de novo

Até que a sorte nos separe 2 vai a Las Vegas e acompanha Tino perdendo tudo, de novo Até que a sorte nos separe 2 vai a Las Vegas e acompanha Tino perdendo tudo, de novo O FILME TRAZ PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS DE ANDERSON SILVA E JERRY LEWIS CONTINUAÇÃO DO MAIOR SUCESSO DE BILHETERIA DO CINEMA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004.

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.054, DE 23 DE ABRIL DE 2004. Dispõe sobre o procedimento administrativo para aplicação de penalidades por infrações cometidas

Leia mais

Negócio Multimédia. Zeinal Bava Membro da CE e CEO PTM

Negócio Multimédia. Zeinal Bava Membro da CE e CEO PTM Negócio Multimédia Zeinal Bava Membro da CE e CEO PTM PT Multimedia - Síntese Tv por Subscrição 1º operador de TV por subscrição em Portugal 1º fornecedor de acesso à internet de Banda Larga em Portugal

Leia mais

INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO

INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO TV Paga Monitoramento de Programação em 2012 Elaboração Técnica: Thiago Carvalho Especialista em Regulação da Atividade Cinematográfica e Audiovisual Roberto Walter

Leia mais

Conteúdo Audiovisual em tempos de Convergência Tecnológica

Conteúdo Audiovisual em tempos de Convergência Tecnológica Conteúdo Audiovisual em tempos de Convergência Tecnológica Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal ABTA Alexandre Annenberg 23/08/2007 Os marcos regulatórios

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Departamento de Arquitetura e Urbanismo CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA PROVIMENTO DE UM CARGO DE PROFESSOR ADJUNTO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERENAMBUCO,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.437, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2006. Mensagem de veto Altera a destinação de receitas decorrentes da Contribuição para o Desenvolvimento

Leia mais

1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em

1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em 1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em discussão na Câmara dos Deputados (PL 8.035/2010). Até o

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador ROBERTO CAVALCANTI

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador ROBERTO CAVALCANTI PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Aviso nº 44, de 2009 (nº 245-MF, de 31 de julho de 2009, na origem), do Ministério da Fazenda, referente ao Programa de Emissão de Títulos

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA ATO N - 1.187, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2013 Processo nº 53500.003749/2012 - O DIÁRIO RÁDIO E TELEVISÃO LTDA - FM -Ribeirão

Leia mais

A N C I N E. ANCINE e a nova lei de incentivo ao desenvolvimento da indústria cinematográfica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE

A N C I N E. ANCINE e a nova lei de incentivo ao desenvolvimento da indústria cinematográfica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE A N C I N E ANCINE e a nova lei de incentivo ao desenvolvimento da indústria cinematográfica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE 1 ANCINE e a nova lei de incentivo ao desenvolvimento da indústria

Leia mais

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV SÃO PAULO 2016 Sumário 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Projeto Interdisciplinar... 3 3. Disciplinas Contempladas... 4 4. Material

Leia mais

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS E TABELA DE PONTUAÇÃO PARA JULGAMENTO DE TÍTULOS

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, PROGRAMAS E TABELA DE PONTUAÇÃO PARA JULGAMENTO DE TÍTULOS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CONCURSO PÚBLICO PARA ENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de 11 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União nº 30, de 12 de fevereiro de 2014. INFORMAÇÕES

Leia mais

O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente. Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema

O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente. Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema Assuntos abordados nesta apresentação Visão geral sobre

Leia mais

Art.3 - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação e revoga a Resolução No 189 do extinto CONCINE.

Art.3 - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação e revoga a Resolução No 189 do extinto CONCINE. ASSOCIAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS CINEMATOGRÁFICOS DO RIO GRANDE DO SUL BOLETIM N 24 - MARÇO/1991 PACOTE AUDIOVISUAL DO GOVERNO FEDERAL Saiu o "Pacote Audiovisual" há um ano prometido pelo Sr. Ipojuca

Leia mais

INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII]

INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII] 2015 Confidencial Genus Capital Group [SÃO DOMINGOS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII] CNPJ: 16.543.270/0001-89 Administrado por FOCO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA CNPJ: 00.329.598/0001-67

Leia mais

BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015

BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015 BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015 13º injetará R$ 173 bilhões na economia, diz Dieese. O pagamento do 13º salário injetará aproximadamente R$ 173 bilhões, quantia equivalente a R$ 2,9% do PIB, na economia

Leia mais

Nossos mestres merecem ser lembrados!

Nossos mestres merecem ser lembrados! Nossos mestres merecem ser lembrados! 84% dos brasileiros acreditam que a TV influencia a formação da opinião pública.¹ Os professores participam da formação das pessoas. Sua figura está ligada ao saber,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS. EDITAL nº 01/2014-SRI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS. EDITAL nº 01/2014-SRI Vitória, 21 de fevereiro de 2014. EDITAL nº 01/2014-SRI PROGRAMA DE JÓVENES LÍDERES IBEROAMERICANOS 2014 XII EDICIÓN A Secretaria de Relações Internacionais da Universidade Federal do Espírito Santo UFES,

Leia mais

Lei 12.485/2011. SeAC Serviço de Acesso condicionado. Lei da TV Paga

Lei 12.485/2011. SeAC Serviço de Acesso condicionado. Lei da TV Paga Lei 12.485/2011 SeAC Serviço de Acesso condicionado Lei da TV Paga Segundo a Anatel, o serviço de TV por assinatura atende aproximadamente 54,2 milhões de lares brasileiros e 27,9% das residências do país.

Leia mais

Com relação aos Compromissos Nacionais

Com relação aos Compromissos Nacionais Plano de Ação México Com relação aos Compromissos Nacionais 1. Nos último anos, o Ministério da Cultura do Brasil (MinC) vem debatendo com especial ênfase o impacto econômico propiciado pela música na

Leia mais

Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 12 COGCM/SEAE/MF

Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 12 COGCM/SEAE/MF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 12 COGCM/SEAE/MF Brasília, 26 de dezembro de 2007. Contribuição da Secretaria de Acompanhamento

Leia mais

POLÍTICA PÚBLICA AUDIOVISUAL

POLÍTICA PÚBLICA AUDIOVISUAL POLÍTICA PÚBLICA AUDIOVISUAL OPORTUNIDADES E DESAFIOS PARA A PRODUÇÃO REGIONAL ROSANA ALCÂNTARA AGÊNCIA NACIONAL DO CINEMA MERCADO AUDIOVISUAL CEARENSE 2015 AGENDA Panorama do Audiovisual no Brasil Contribuição

Leia mais

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL.

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. A CLASSE C IDENTIFICA CINEMA, INTERNET E TV POR ASSINATURA COMO

Leia mais

Plano de Trabalho ESTADO DE SANTA CATARINA. Descrição. Proponente 82.747.460/0001-42 ASSOC DOS MUNICIPIOS DA REGIAO DA FOZ DO RIO ITAJAI

Plano de Trabalho ESTADO DE SANTA CATARINA. Descrição. Proponente 82.747.460/0001-42 ASSOC DOS MUNICIPIOS DA REGIAO DA FOZ DO RIO ITAJAI Proponente 82.747.460/0001-42 ASSOC DOS MUNICIPIOS DA REGIAO DA FOZ DO RIO ITAJAI Transferência 2013TR002277 Programa Transferência 2013000017 Regionalização do Turismo - Eventos Unidade Gestora 230094

Leia mais

Regulamento de Distribuição

Regulamento de Distribuição Regulamento de Distribuição Índice Capítulo I - Disposição Preliminar Artigo 1º - Critérios Capítulo II - Cadastro Artigo 2º - Informações preliminares Capítulo III - Organização do Cadastro Artigo 3º

Leia mais

Relatório do Administrador BB Renda de Papéis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII (CNPJ no. 15.394.563/0001-89)

Relatório do Administrador BB Renda de Papéis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII (CNPJ no. 15.394.563/0001-89) Relatório do Administrador BB Renda de Papéis Imobiliários Fundo de Investimento Imobiliário FII (CNPJ no. 15.394.563/0001-89) Ref.: 1º Semestre de 2014 Em conformidade com o Artigo n. 39 da Instrução

Leia mais

Nome: JOVAILTON FELIX DA SILVA CPF: 646.333.224-00 Data de Nascimento: 28/11/1965 Título Eleitoral: 2288131236. Complemento: Bairro/Distrito: CENTRO

Nome: JOVAILTON FELIX DA SILVA CPF: 646.333.224-00 Data de Nascimento: 28/11/1965 Título Eleitoral: 2288131236. Complemento: Bairro/Distrito: CENTRO IDENTIFICAÇÃO DO CONTRIBUINTE Nome: JOVAILTON FELIX DA SILVA Data de Nascimento: 28/11/1965 Título Eleitoral: 2288131236 Houve mudança de endereço? Não Um dos declarantes é pessoa com doença grave ou portadora

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 3T 2014 MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 3T 2014 Receita Líquida de Vendas de R$ 595,9 milhões no 3T14, redução

Leia mais

RIOFILME PROGRAMA DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL CARIOCA - FAC REGULAMENTO Nº 005/2012 LINHA DE AÇÃO: PRODUÇÃO DE DOCUMENTÁRIO PARA TV POR ASSINATURA

RIOFILME PROGRAMA DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL CARIOCA - FAC REGULAMENTO Nº 005/2012 LINHA DE AÇÃO: PRODUÇÃO DE DOCUMENTÁRIO PARA TV POR ASSINATURA RIOFILME PROGRAMA DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL CARIOCA - FAC REGULAMENTO Nº 005/2012 LINHA DE AÇÃO: PRODUÇÃO DE DOCUMENTÁRIO PARA TV POR ASSINATURA REGULAMENTO DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA. I DEMOCRACINE Festival Internacional de Cinema de Porto Alegre REGULAMENTO GERAL

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA. I DEMOCRACINE Festival Internacional de Cinema de Porto Alegre REGULAMENTO GERAL PREFEITURA DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA I DEMOCRACINE Festival Internacional de Cinema de Porto Alegre REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º: O I Democracine Festival Internacional

Leia mais

Prefeitura Municipal de Campinas

Prefeitura Municipal de Campinas Prefeitura Municipal de Campinas Criada pelo Decreto Municipal nº 17.301 de 29 de março de 2011 Estrutura: Coordenadoria Setorial Administrativo e de Expediente Departamento de Controle Preventivo Coordenadoria

Leia mais

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 Secretaria da Administração do Estado da Bahia Superintendência de Previdência Diretoria de Gestão Financeira Previdenciária e Investimentos PROPOSTA DE POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 REGIME PRÓPRIO

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 798, DE 2015 (DE INICIATIVA DA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA)

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 798, DE 2015 (DE INICIATIVA DA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA) SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 798, DE 2015 (DE INICIATIVA DA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA) O Congresso Nacional decreta: Institui o Programa Ciência

Leia mais

Da gestão, da aplicação, do controle e da fiscalização dos Fundos... 5

Da gestão, da aplicação, do controle e da fiscalização dos Fundos... 5 Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania Sedpac 2015 Apresentação Criado pela Lei nº 21.144, de 14 de janeiro de 2014, o Fundo Estadual dos Direitos do Idoso tem o objetivo

Leia mais

Sobre a ABPITV. Objetivos. Principais Projetos

Sobre a ABPITV. Objetivos. Principais Projetos Sobre a ABPITV Criada em 1999 Presença em todas as 5 regiões brasileiras Em setembro de 2011: 130 associados Em setembro de 2013: mais de 350 associados Objetivos Representar produtoras independentes de

Leia mais

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S.

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. Souza e Silva ** Nos últimos anos, tem crescido a expectativa em torno de uma possível

Leia mais

REUNIÃO APIMEC 2011. Mário Anseloni Presidente (CEO) e Diretor de Relações com Investidores

REUNIÃO APIMEC 2011. Mário Anseloni Presidente (CEO) e Diretor de Relações com Investidores REUNIÃO APIMEC 2011 Mário Anseloni Presidente (CEO) e Diretor de Relações com Investidores Abertura de Capítulo Agenda Visão Geral da Itautec Resultados Financeiros Sustentabilidade Abertura de Capítulo

Leia mais

O PL 29 e as políticas de comunicação no Brasil: a importância da participação da sociedade civil e do Poder Executivo no processo legislativo

O PL 29 e as políticas de comunicação no Brasil: a importância da participação da sociedade civil e do Poder Executivo no processo legislativo O PL 29 e as políticas de comunicação no Brasil: a importância da participação da sociedade civil e do Poder Executivo no processo legislativo 1 Lara Haje Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom)

Leia mais

O Projeto. Polo Rio de Cine e Video Rua Carlos Machado, 155, 2º andar 21. 2439 3667 www.cineticafilmes.com.br

O Projeto. Polo Rio de Cine e Video Rua Carlos Machado, 155, 2º andar 21. 2439 3667 www.cineticafilmes.com.br O Projeto O Homem e a Bolsa é uma investigação documental a partir das principais bolsas de valores mundiais, incluindo-se aí a do Brasil. Em nossos levantamentos preliminares, buscamos as Bolsas de Nova

Leia mais

1. Posso inscrever meu projeto de curta ou média-metragem nesta Chamada?

1. Posso inscrever meu projeto de curta ou média-metragem nesta Chamada? CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODECINE - 05/2013 Seleção de propostas para investimento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) em projetos de produção de obras audiovisuais cinematográficas de longa-metragem

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA 25.08.2015 RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA 25.08.2015 RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES PORTARIA Nº 3.876, DE 20 DE AGOSTO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, observado o disposto no Decreto nº 5.371, de 17 de fevereiro

Leia mais

PROJETO DE LEI. II - as dotações consignadas no Orçamento Geral da União, créditos especiais, transferências e repasses que lhe forem conferidos;

PROJETO DE LEI. II - as dotações consignadas no Orçamento Geral da União, créditos especiais, transferências e repasses que lhe forem conferidos; PROJETO DE LEI Altera a destinação de receitas decorrentes da Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional - CONDECINE, criada pela Medida Provisória n o 2.228-1, de 6 de setembro

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

Concurso de 2014 ANEXO XIV

Concurso de 2014 ANEXO XIV Concurso de 2014 ANEXO XIV PROGRAMA DE APOIO AO CINEMA SUBPROGRAMA DE APOIO À EXIBIÇÃO 1. Âmbito O ICA apoia a exibição de obras nacionais, europeias, ou de outros países cuja distribuição em Portugal

Leia mais

DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015

DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015 DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015 (1) No último semestre, o Conselho Superior do Cinema realizou

Leia mais

SETOR AUDIOVISUAL BRASILEIRO

SETOR AUDIOVISUAL BRASILEIRO O Impacto Econômico do SETOR AUDIOVISUAL BRASILEIRO o impacto econômico do setor audiovisual brasileiro Agosto/2014 Equipe: Ernesto Moreira Guedes Filho Fernando Balbino Botelho Bruno Rezende Eric Brasil

Leia mais

Câmara dos Deputados

Câmara dos Deputados Substitutivo ao PL 29/07 e apensos Descrição da Proposta Dep. Jorge Bittar Brasília - Maio de 2008 Agenda Premissas do Substitutivo ao PL 29/07 Escopo do Substitutivo Descrição do Substitutivo Propostas

Leia mais

Estatísticas básicas de turismo. Brasil

Estatísticas básicas de turismo. Brasil Estatísticas básicas de turismo Brasil Brasília, outubro de 2010 Estatísticas básicas de turismo Índice Páginas I - Turismo no mundo 1. Fluxo receptivo internacional 1.1 - Chegadas de turistas internacionais

Leia mais

ESTUDO DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO AUDIOVISUAL

ESTUDO DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO AUDIOVISUAL ESTUDO DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO 2015. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui

Leia mais

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA

DEPARTAMENTO DE GENÉTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE GENÉTICA Planejamento Estratégico 2012-2016 Março de 2012 2 Planejamento Estratégico DEPARTAMENTO DE GENÉTICA 1. Missão O Departamento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 75/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Cinema e Audiovisual, Bacharelado,

Leia mais

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados

Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Distribuição Geográfica dos Pontos de Coleta de Dados Nº de Entrevistados da Pesquisa: 39.000 pessoas Nº de locais das entrevistas: 27 15 em aeroportos internacionais, que representam 99% do fluxo internacional

Leia mais

As mudanças estruturais da economia brasileira. Henrique de Campos Meirelles

As mudanças estruturais da economia brasileira. Henrique de Campos Meirelles As mudanças estruturais da economia brasileira Henrique de Campos Meirelles Julho de 20 Inflação 18 16 14 12 8 6 4 2 IPCA (acumulado em doze meses) projeção de mercado 0 03 06 11 Fontes: IBGE e Banco Central

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PARA O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DE NARRATIVAS INSTITUCIONAIS

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PARA O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DE NARRATIVAS INSTITUCIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA ESPECIALIZADA PARA O PLANEJAMENTO E PRODUÇÃO DE NARRATIVAS INSTITUCIONAIS 1 INTRODUÇÃO Este documento reúne o conjunto de informações necessárias

Leia mais

NOTÍCIA REGULATÓRIA EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS DE ACESSIBILIDADE

NOTÍCIA REGULATÓRIA EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS DE ACESSIBILIDADE NOTÍCIA REGULATÓRIA (1) A Agência Nacional do Cinema informa aos agentes do mercado audiovisual e a todos os interessados sua intenção de desenvolver ações regulatórias de promoção da acessibilidade visual

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Gestão

Leia mais

Avaliação do Marco Regulatório da TV por Assinatura: A Lei nº 12.485/2011 na ANCINE. Rosana dos Santos Alcântara Diretora

Avaliação do Marco Regulatório da TV por Assinatura: A Lei nº 12.485/2011 na ANCINE. Rosana dos Santos Alcântara Diretora Avaliação do Marco Regulatório da TV por Assinatura: A Lei nº 12.485/2011 na ANCINE. Rosana dos Santos Alcântara Diretora ABAR, Agosto de 2013 Agenda Contexto do mercado de TV por Assinatura Panorama econômico

Leia mais

OMEGA ENERGIA RENOVÁVEL S.A. FORMULÁRIO CONSOLIDADO. Negociação de Administradores e Pessoas Ligadas - Art. 11 - Instrução CVM nº 358/2002

OMEGA ENERGIA RENOVÁVEL S.A. FORMULÁRIO CONSOLIDADO. Negociação de Administradores e Pessoas Ligadas - Art. 11 - Instrução CVM nº 358/2002 Negociação de Administradores e Pessoas - Art. 11 - Instrução CVM nº 358/2002 (x) Conselho de () Diretoria () Conselho Fiscal ( ) Órgãos Técnicos ou Consultivos Ações Ordinárias 9 0,00 0,00 Ações Ordinárias

Leia mais

Música de Wando embala casal de protagonistas do filme Mato sem Cachorro

Música de Wando embala casal de protagonistas do filme Mato sem Cachorro Música de Wando embala casal de protagonistas do filme Mato sem Cachorro TEASER DO LONGA, QUE ESTREIA DIA 4 DE OUTUBRO, TRAZ BRUNO GAGLIASSO E LEANDRA LEAL EM MOMENTO ROMÂNTICO Ao som de Fogo e Paixão,

Leia mais

Secretaria de Acompanhamento Econômico. Contribuição à consulta pública "MINUTA DE INSTRUÇÃO NORMATIVA QUE

Secretaria de Acompanhamento Econômico. Contribuição à consulta pública MINUTA DE INSTRUÇÃO NORMATIVA QUE MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Brasília, de agosto de 2006. Contribuição à consulta pública "MINUTA DE INSTRUÇÃO NORMATIVA QUE REGULAMENTA A ELABORAÇÃO, A APRESENTAÇÃO E O

Leia mais

White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1

White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1 White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1 A Casual Auditores Independentes, empresa de auditoria especializada em entidades desportivas estuda as informações financeiras dos clubes de

Leia mais

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte: Decreto n.º 43/89 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Federal da Alemanha sobre as relações no sector cinematográfico Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

O Prefeito do Município de João Pessoa, Estado da Paraíba, faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte lei:

O Prefeito do Município de João Pessoa, Estado da Paraíba, faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte lei: www.leismunicipais.com.br LEI Nº 12.211, DE 27 DE SETEMBRO DE 2011. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA POPULAR EMPREENDEDORA E SOLIDÁRIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV - 05/2013 ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS INTERPOSTOS À ETAPA DE HABILITAÇÃO DAS PROPOSTAS

CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV - 05/2013 ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS INTERPOSTOS À ETAPA DE HABILITAÇÃO DAS PROPOSTAS CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV - 05/2013 ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS INTERPOSTOS À ETAPA DE HABILITAÇÃO DAS PROPOSTAS Aos vinte e sete dias do mês de junho de 2014, às 09h, reuniram-se os representantes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 101, de 15 de dezembro de

Leia mais

Danilo Gentili é a estrela do novo cartaz de Mato sem Cachorro

Danilo Gentili é a estrela do novo cartaz de Mato sem Cachorro Danilo Gentili é a estrela do novo cartaz de Mato sem Cachorro O FILME CHEGA AOS CINEMAS EM 4 DE OUTUBRO, DIA NACIONAL DO CÃO E O DIA MUNDIAL DOS ANIMAIS Danilo Gentili (Leléo) pelado e o peludo Dusty

Leia mais

DECRETO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

DECRETO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DECRETO Nº 2.537 DE 13 DE MARÇO DE 2013 REGULAMENTA O FUNDO MUNICIPAL DE APOIO Á POLÍTICA DO IDOSO-FUMAPI, CRIADO PELA LEI COMPLEMENTAR Nº 033/2003, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito do Município de

Leia mais

dia internacional dos direitos humanos

dia internacional dos direitos humanos dia internacional dos direitos humanos Sobre a EBC Criada em 2007 para instituir o Sistema Público de Comunicação, a Empresa Brasil de Comunicação é formada pela TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência

Leia mais

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para

Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para Code-P0 Preparação do país para a Copa do Mundo 2014 e a herança para a engenharia brasileira O Mundial e o Desenvolvimento Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Manaus, 30 de março de 2012 Code-P1

Leia mais

Cria mecanismos de fomento à atividade audiovisual, e dá outras providências

Cria mecanismos de fomento à atividade audiovisual, e dá outras providências LEI Nº 8.685, de 20 de Julho de 1993 ("Lei do Audiovisual") -------------------------------------------------------------------------------- Cria mecanismos de fomento à atividade audiovisual, e dá outras

Leia mais

Perguntas freqüentes - FAQ

Perguntas freqüentes - FAQ Perguntas freqüentes - FAQ CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODECINE 03/2008 COMERCIALIZAÇÃO 1) Como faço para enviar meu projeto? O primeiro passo para inscrever um projeto em qualquer uma das seleções

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

EDUARDO BRAGA Governador do Estado

EDUARDO BRAGA Governador do Estado DECRETO N.º 24031, DE 26 DE JANEIRO DE 2.004 APROVA o Regimento Interno da SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO, ÉTICA E TRANSPARÊNCIA - SCI, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no

Leia mais