Integração do POPH no SIIFSE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Integração do POPH no SIIFSE"

Transcrição

1 Integraçã d POPH n SIIFSE Manual de Utilizadr Frmulári de Candidatura as Estágis Prfissinais na Administraçã Pública Lcal - 18 de Fevereir de ª Versã

2 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS ESTRUTURA DO DOCUMENTO CANDIDATURA ESTRUTURA DE NAVEGAÇÃO LISTA DE CANDIDATURAS IDENTIFICAÇÃO DA TIPOLOGIA A QUE SE CANDIDATA ENTIDADE BENEFICIÁRIA O PROJECTO Caracterizaçã d Prject Priridades Temáticas Acmpanhament d Prject LISTA DE ENTIDADES DE ACOLHIMENTO Detalhe da Entidades de Aclhiment CUSTOS RESUMO SUBMISSÃO Submissã de frmulári Cnfirmaçã da submissã TERMO DE RESPONSABILIDADE...34 Pág 2 / 35

3 1 Intrduçã 1.1 Enquadrament e bjectivs O presente dcument pretende descrever td prcess assciad à reclha directa n SIIFSE d frmulári de candidatura aplicad à Tiplgia Estágis Prfissinais na Administraçã Pública Lcal n âmbit d Prgrama Operacinal Ptencial Human (POPH). 1.2 Estrutura d dcument O dcument encntra-se estruturad em 3 capítuls: Capítul 1 Intrduçã nde se apresentam s requisits funcinais específics e s pressupsts que fram delineads em reuniões prévias à elabraçã d presente dcument; Capítul 2 Descriçã ds ecrãs que crprizam frmulári e de que frma estes se articulam bem cm a estrutura de navegaçã. Para cada ecrã é descrit layut, as validações que lhe estã subjacentes e prcess inerente à cnfirmaçã em cada ecrã (e.g.: actualizações de dads, alterações de estads); Capítul 3 Neste capítul é apresentada a lista das designações ds curss e respectivas áreas de frmaçã assciadas. Pág 3 / 35

4 2 Candidatura O acess à funcinalidade é feit através da entrada de menu Candidatura, sub-menu Candidatura, cnfrme ilustrad na figura abaix. Candidatura Frmuláris Candidatura MENU DE TOPO Pág 4 / 35

5 2.1 Estrutura de navegaçã Pág 5 / 35

6 2.2 Lista de Candidaturas Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Inserir Alterar Remver Cnsultar Iníci Lgut Ajuda Candidatura Listagem de Candidaturas Prgrama: XXXXXXXXXX Ordenaçã pr: Lista de valres NIF da Entidade: Text (máx 32) Denminaçã da Entidade: Text (máx 160) Acrónim: Text (máx 32) Denminaçã da Sub Entidade: Text (máx 160) Númer de Prject: Text (máx 32) Eix: Lista de valres Tiplgia: Lista de valres Versã: Lista de valres Estad: Lista de valres Regiã: Lista de valres Organism Intermédi: Pesquisa Avançada Mdalidade de Acess: Tip Candidatura: Natureza Jurídica: Tip de Entidade: Númer Prject Lista de valres Lista de valres Lista de valres Lista de valres Lista de valres Asc/descendente Pesquisar Gestr Gestr Cancelar Gestr NIF Denminaçã Prject Versã Tiplgia Regiã Estad Tip Aprvaçã xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx... Xxxxxx Xxxxxx Xxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx.. Xxxxxx Xxxxxx Xxxxxx xxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxxx... Xxxxxx Xxxxxx Xxxxxx <<< em >>> Neste ecrã sã listadas tdas as candidaturas das entidades n âmbit d POPH. Pág 6 / 35

7 2.3 Identificaçã da tiplgia a que se candidata Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Esclha da tiplgia Listagem Identificaçã da candidatura Prgrama: Eix: Tiplgia Mdalidade de Acess PO Ptencial Human Lista de valres Lista de valres Lista de valres Iníci Lgut Ajuda Cnfirmar Cancelar Este ecrã é unicamente apresentad para efeits de inserçã de uma nva candidatura (após clicar n btã Inserir na listagem de prjects). Esta infrmaçã nã é passível de ser alterada durante regist da candidatura, uma vez que s ecrãs subsequentes serã cnstruíds dinamicamente a partir dela. Para prceder a regist de uma candidatura prmtr terá de indicar eix e a tiplgia, quand existir, a que se pretende candidatar. Operações Btã Cnfirmar para registar um frmulári (candidatura) à tiplgia seleccinada; Pág 7 / 35

8 Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de prjects. Validações Tds s camps sã de preenchiment brigatóri. Prcess Cnfirmar navega para ecrã Entidade Beneficiária. Pág 8 / 35

9 2.4 Entidade Beneficiária Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Entidade Beneficiária Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Listagem Identificaçã Entidade Titular: Tiplgia: - X xx xxxx xxxx xxxxxxx xxx.. Xxxxxxxx xxxx xxxxxxxxxx xxxxx Nº e Títul d Prject: Xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Estad d Prject: Xxxxxxxxxxxxxx Regiã: -xxxxxxx Códig earmarking: Xxxxxxxxxxxxxx Identificaçã da entidade Iníci Lgut Ajuda Se pretender alterar s dads da entidade clique aqui u aceda à funcinalidade regist Pessa Clectiva Se pretender alterar s indicadres da entidade clique aqui u aceda à funcinalidade regist Pessa Clectiva - Indicadres Denminaçã scial : Xx xxx xxxxxxx NIF : Xx xxx xxxx xxx Endereç : Xx xxx xxxx xxxxxxx Cód. Pstal Lcalidade Pstal: Xxxxxxxxxxx xxxx Cncelh : Xx xxx xxxx Telefne : Fax: Tip de entidade : Xx xxxx xx Natureza jurídica : Xx xxxxx Códig: Cntact d prject (i) Pessa a cntactar Carg: Text (max. 150) Text (max. 32) Telefne: Text (max. 20) Text (max. 150) Endereç Text (max. 150 Num (max. 4) Cd. Pstal: Num (max. 3) Lcalidade: xxxxxxxxxxxxxxxx Cnfirmar Cancelar Após cnfirmaçã d ecrã anterir utilizadr navega para primeir ecrã que crpriza frmulári de candidatura respectiv: O ecrã entidade beneficiária apresenta s dads da entidade que prcedeu a regist da candidatura e que pr este mtiv fi identificada perante sistema cm a sua beneficiária. A infrmaçã de identificaçã da entidade nã é passível de ediçã n cntext de regist de uma candidatura, mas apenas através de funcinalidade específica ( regist-pessa clectiva 1 ) send a infrmaçã alterada, submetida à apreciaçã e validaçã central d IGFSE (entidade respnsável pel cntrl de dads das entidades prmtras). 1 Link dispnibilizad na página para permitir um fácil acess as dads. Pág / 35

10 N que cncerne as dads de cntact, send infrmaçã específica d prject (cntact para prject), estes serã passíveis de alteraçã n cntext de regist da candidatura. N entant, apresentarã, pr defeit, s dads de cntact da entidade frnecids aquand d regist da entidade n SIIFSE. De salientar que s dcuments emitids pel SIIFSE a enviar à entidade, serã enviads para a mrada da sede da entidade identificada n regist de entidades. Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à última infrmaçã intrduzida n ecrã, desde que esta nã tenha sida previamente cnfirmada; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de prjects; Após preenchiment d códig pstal e unidade funcinal sistema valida e cnsequentemente preenche a designaçã pstal; Link para ser direccinad para ecrã de regist da entidade. Link para ser direccinad para ecrã de regist de indicadres da entidade. Alertas Indicadres físics e financeirs nã preenchids. Validações Camps brigatóris: Nme da pessa a cntactar; Telefne u ; Endereç; Códig Pstal. Pág 10 / 35

11 Dimensões ds camps (cnfrme desenh d ecrã). O terá de apresentar frmat adequad: Cnter ; Antes d terá de cnter n mínim um caracter; Após terá de cnter pel mens um caracter nã numéric e um. ; Após últim. terá de cnter n mínim dis caracteres (nã numérics) A lcalidade nã pderá assumir valr Descnhecida. Prcess A Cnfirmar regista s dads relativs a cntact d prject e navega para ecrã de identificaçã d Prject. Pág 11 / 35

12 2.5 O Prject O ecrã de prject encntra-se dividid em três partes: Caracterizaçã, Priridades Temáticas e Acmpanhament Caracterizaçã d Prject Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura O Prject - Caracterizaçã Listagem Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Caracterizaçã Priridades Temáticas Acmpanhament Datas de realizaçã d prject (Estágis) Data de iníci: Data de fim: Num (máx 4) / Num (máx 2) / Num (máx 2) Num (máx 4) / Num (máx 2) / Num (máx 2) Lcalizaçã d Prject Iníci Lgut Ajuda Regiã: Lista de valres Caracterizaçã Enquadrament na Organizaçã Text (max 8000) Justificaçã d Prject Glbal Text (max 8000) Descriçã d Prject (Elabraçã de um pequen resum cm as características mais relevantes d prject e que pssa ser utilizad em publicações FSE) Text (máx 250) Cnfirmar Cancelar Este ecrã apresenta a infrmaçã geral de caracterizaçã d prject, n qual deverá ser intrduzida a data de iníci e fim d prject, enquadrament na rganizaçã, a justificaçã d prject e a elabraçã de um pequen resum cm as características mais relevantes d prject. Pág 12 / 35

13 É também reclhida a regiã d prject, send que apenas será dispnibilizada para selecçã as regiões: Nrte Centr Alentej. Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de Candidaturas. Validações Tds s camps sã de preenchiment brigatóri; Dimensões ds camps (cnfrme desenh d ecrã). As datas de iníci e de fim têm de ser válidas. A data de iníci tem de ser inferir à data de fim. Os intervals de datas (de iníci e fim) devem respeitar períd assciad a Quadr Cmunitári; A duraçã d prject nã pde exceder 36 meses. Prcess Cnfirmar regista a infrmaçã digitada n ecrã e navega para ecrã de O Prject Priridades Temáticas. Pág 13 / 35

14 2.5.2 Priridades Temáticas Este ecrã apresenta a infrmaçã relativa a Igualdade de Oprtunidades, Igualdade de Géner e Invaçã. Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura O Prject Priridades Temáticas Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Listagem Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Caracterizaçã Priridades Temáticas Acmpanhament Igualdade de Géner O prject irá integrar a dimensã da Igualdade de Géner? Sim Nã (Descreva a frma cm, em terms peracinais, prject irá integrar a dimensã da Igualdade de Géner) Text (máx 800) Iníci Lgut Ajuda Igualdade de Oprtunidades O prject irá integrar a dimensã da Igualdade de Oprtunidades? Sim Nã (Indique as iniciativas/acções que irá desenvlver para aumentar a participaçã das pessas desfavrecidas, designadamente pessas cm deficiência, minrias e migrantes) Text (máx 800) (Cntinua ) Pág 14 / 35

15 Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Invaçã Factres de invaçã d prject O prject integra factres de invaçã scial que distinguem de utrs cm caracteristicas e finalidades semelhantes? Sim Nã Indentifique em que medida prject integra factres de invaçã scial tend cm referencial as áreas de intervençã descritas n Prgrama Operacinal. (Cntinuaçã.) Apenas seleccinad se respsta fr Sim Iníci Lgut Ajuda Invaçã: Invaçã relativa a prcess Invaçã relativa as bjectivs Invaçã relativa a cntext Intensidade Descreva s factres que cnstituem cnteúd invadr d prject: Text (máx 1000) Cnfirmar Cancelar A este frmulári aplicam-se s camps de priridades temáticas: Igualdade de Géner Igualdade de Oprtunidades Invaçã Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de prjects. Validações Tds s camps sã de preenchiment brigatóri Pág 15 / 35

16 A intensidade varia entre inexistente, fraca, média e frte Cas existam factres de invaçã d prject, pel mens um ds camps deverá ter intensidade superir a zer; Dimensões ds camps (cnfrme desenh d ecrã). Prcess Cnfirmar regista a infrmaçã digitada n ecrã e navega para ecrã de Prject Acmpanhament. Pág 16 / 35

17 2.5.3 Acmpanhament d Prject Este ecrã apresenta a infrmaçã geral para acmpanhament e mediçã de resultads d prject. Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Listagem Candidatura O Prject - Acmpanhament Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Caracterizaçã Priridades Temáticas Acmpanhament Acmpanhament d Prject (Descriçã d métd que irá ser utilizad n acmpanhament d prject e ds beneficiáris de frma a garantir a cncretizaçã ds resultads) Text (máx 1000) Iníci Lgut Ajuda Avaliaçã ds Resultads Vã ser utilizads mecanisms estruturads de avaliaçã da qualidade e ds resultads d prject? Sim: Nã: Se sim, especifique Text (máx 250) Cnfirmar Cancelar A este frmulári aplicam-se s camps de acmpanhament d prject Acmpanhament d Prject Avaliaçã ds Resultads Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de prjects. Pág 17 / 35

18 Validações Tds s camps sã de preenchiment brigatóri; Dimensões ds camps (cnfrme desenh d ecrã). Prcess Cnfirmar regista a infrmaçã digitada n ecrã e navega para primeir ecrã d frmulári depis ds ecrãs Prject. Pág 18 / 35

19 2.6 Lista de Entidades de Aclhiment Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Inserir Alterar Remver Cnsultar Listagem Candidatura Lista de Entidades de Aclhiment Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Entidades de Aclhiment Nº ttal de regists: Num (max. 3) Nº ttal de regists inserids: Iníci Lgut Ajuda Denminaçã das Entidades de Aclhiment Xxxxxx xxxxx Nícel 2-3 N.º estágis Nível 4-5 Ttal H Cnfirmar N.º estagiáris M Tta l.º Cancelar Habilitações 12.º Bac Lic 1.º emp Desempregads NDLD DLD N Regiã C A N.º Candidats prtadres de deficiência Xxxxxx xxxxx Xxxx xxxx xxxxx Xxxxx xxxxxx xx <<< 1 10 em >>> Apenas para prjects de regiã Objectiv de Cnvergência Neste ecrã é dispnibilizada a listagem de entidades de aclhiment cm estágis n âmbit d prject, que apresenta a seguinte infrmaçã: Designaçã das Entidades de Aclhiment; N.º de estágis pr nível de qualificaçã; N.º de estagiáris, pr géner, habilitações, situaçã face a empreg e regiã; Nº de candidats prtadres de deficiência; O camp relativ a nº ttal de entidades de aclhiment já inserid apenas deve ser visível em md de inserçã u alteraçã da candidatura uma vez que tem bjectiv de validaçã pr cnfrnt cm nº ttal de entidades de aclhiment indicad pel utilizadr. Pág 1 / 35

20 Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã Inserir para inserir uma nva entidade de aclhiment 1 ; Btã Alterar para alterar detalhe da entidade de aclhiment seleccinada; Btã Remver para remver a entidade de aclhiment seleccinada; Btã Cnsultar para cnsultar detalhe da entidade de aclhiment seleccinada; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de Candidaturas. Navegar na listagem de pedids apresentads: << para s 10 anterires >> para s 10 seguintes Validações Cnsultar, Remver e Alterar uma entidade de aclhiment pressupõe a selecçã de um element da lista; A peraçã de Inserir (btã lateral esquerd) é pssível apenas se nº ttal de entidades de aclhiment fr superir a nº ttal de entidades de aclhiment inserids; Validações a efectuar na submissã da Candidatura: Númer de entidades de aclhiment deve ser superir u igual a 1; O númer de entidades de aclhiment inserids tem de ser igual a númer de entidades de aclhiment indicads. Se alterar ttal de entidades de aclhiment para um nº inferir a de regists já inserids é enviad um alerta para que prceda à remçã, da listagem, das entidades de aclhiment adequadas. 1 Uma vez indicad que se pretende prceder à inserçã de nvas entidades de aclhiment (btã inserir), a intrduçã será efectuada sequencialmente sem necessidade de clicar n btã inserir enquant nº ttal de regists inserids fr inferir a nº ttal de serviçs indicads. Pág 20 / 35

21 Prcess Inserir navega para ecrã Detalhe da Entidade de Aclhiment em md de inserçã; Alterar navega para ecrã da entidade de aclhiment seleccinada send permitida a sua ediçã; Remver navega para ecrã da entidade de aclhiment seleccinada em md de remçã; Cnfirmar regista nº de entidades de aclhiment assciadas a prject (este númer é utilizad para efeits de validaçã d nº de entidades de aclhiment registadas). Se númer de entidades de aclhiment inseridas fr inferir nº de entidades de aclhiment indicadas, redireccina para ecrã Detalhe de Entidades de Aclhiment em md de inserçã, cas cntrári (tdas as entidades de aclhiment tiverem sid registads) redireccina para ecrã seguinte Custs Detalhe da Entidades de Aclhiment Pág 21 / 35

22 Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Detalhe da Entidades de Aclhiment Vltar Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Identificaçã da Entidades de Aclhiment Denminaçã: Text (máx 160) Iníci Lgut Ajuda Telefne: Endereç: Códig Pstal: Text (max. 20) Fax: Text (max. 20) Text (max. 80) Text (max. 150 Num (max. 4) - Num (max. 3) Lcalidade Pstal Xxxxxxxx Respnsável: Text (max. 100) Carg: Text (max. 32) (Cntinua. ) Pág 22 / 35

23 Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Detalhe da Entidades de Aclhiment (Cntinuaçã.) Vltar Indicadres físics de qualificaçã de nível 2 e 3 de qualificaçã de nível 4 e 5 Ttal Nº de Estágis Num (max. 4) Num (max. 4) Iníci Nº Desempregads 1º Emp NDLD DLD Hmens Num (max. 4) Num (max. 4) Num (max. 4) Mulheres Num (max. 4) Num (max. 4) Num (max. 4) Ttal Apenas para prjects de regiã Objectiv de Cnvergência Lgut Nº ttal de Estagiáris Ajuda Habilitações Regiã º 12º Bacharelat/Licenciatura Num (max. 4) Num (max. 4) Num (max. 4) Nrte Centr Alentej Num (max. 4) Num (max. 4) Num (max. 4) N.º de candidats prtadres de deficiência: Num (max. 4) Cnfirmar Cancelar Neste ecrã é identificad a entidade de aclhiment e s seus cntacts: telefne, fax, , endereç e códig pstal, respnsável dessa entidade de aclhiment e carg que desempenha. Sã também reclhids s indicadres físics assciads as estágis que se vã desenvlver naquela entidade de aclhiment, designadamente: N.º estágis pr nível de qualificaçã; N.º de estagiáris, pr géner, situaçã face a empreg, habilitações e regiã; N.º candidats prtadres de deficiência; Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Vltar para retrnar à listagem de entidades de aclhiment. Validações Pág 23 / 35

24 Os camps d e fax sã de preenchiment facultativ, send s restantes de preenchiment brigatóri; O n.º ttal de estágis pr nível de qualificaçã tem que ser mair que zer; O n.º ttal de estagiáris pr géner tem que ser mair que zer; O nº ttal de estagiáris nas diferentes regiões tem de ser igual a n.º ttal de estagiáris; O n.º de estágis pr nível de qualificaçã terá que ser igual a n.º de estagiáris pr géner; O nº ttal de estagiáris nas diferentes habilitações tem de ser igual a n.º ttal de estagiáris; O nº de candidats prtadres de deficiência terá que ser menr u igual a n.º de estágis. O n.º de estágis de qualificaçã de nível 2 e 3 difere d númer de habilitações d º e 12º ans. O n.º de estágis de qualificaçã de nível 4 e 5 difere d númer de habilitações Bacharelat/Licenciatura. Prcess Cnfirmar regista a infrmaçã digitada n ecrã e insere/actualiza s dads da entidade de aclhiment. Se númer de entidades de aclhiment a registar fr superir a númer de entidades de aclhiment registadas navega para ecrã de detalhe da entidade de aclhiment em md de inserçã. Cas seja igual, retrna para a Lista de Entidades de Aclhiment. Vltar regressa à listagem de entidades de aclhiment. Pág 24 / 35

25 2.7 Custs Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Custs Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Listagem Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Custs Prevists Iníci Lgut Ajuda Rubrica 1. Encargs cm estagiáris 1.1. Blsas 1.2. Encargs cm alimentaçã 1.3. Outrs encargs TOTAL Mntante Num (max. 10,2) Num (max. 10,2) Num (max. 10,2) ANOS An n An n+1 TOTAL Mntante Num (max. 10,2) Num (max. 10,2). Apenas se a candidatura fr plurianual. Cnfirmar Cancelar Os custs sã reclhids para a ttalidade d prject em cnfrmidade cm a estrutura de rubricas definida para esta tiplgia. O quadr de discriminaçã ds valres pr ans apenas se aplicará a prjects plurianuais. Operações Btã Cnfirmar para registar/alterar a infrmaçã inserida n ecrã; Btã Cancelar para fazer reset à infrmaçã intrduzida n ecrã; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de Candidaturas. Validações Pág 25 / 35

26 Validações Tds s camps sã de preenchiment brigatóri; O cust ttal elegível deve ser superir a zer; O mntante para qualquer an de financiament deve ser igual u superir a zer; N cas de prjects plurianuais valr ttal d quadr de distribuiçã ds valres pr an tem de ser igual a valr ttal calculad n quadr de discriminaçã de custs pr rubricas; Prcess Cnfirmar regista a infrmaçã digitada n ecrã e navega para ecrã Resum Pág 26 / 35

27 2.8 Resum Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Listagem Candidatura Resum Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Nã apresentad em cntext de remçã da candidatura. Resum d prject Data de iníci: // Data de Fim: // Lista de Entidades de Aclhiment Iníci Lgut Ajuda Denminaçã das Entidades de Aclhiment Xxxxxx xxxxx Nícel 2-3 N.º estágis Nível 4-5 Ttal H N.º estagiáris M Tta l.º Habilitações 12.º Bac Lic 1.º emp Desempregads NDLD DLD N Regiã C A N.º Candidats prtadres de deficiência Xxxxxx xxxxx Xxxx xxxx xxxxx Xxxxx xxxxxx xx (Cntinua.) Apenas para prjects de regiã Objectiv de Cnvergência Pág 27 / 35

28 Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Listagem Custs Prevists para prject: Rubrica 1. Encargs cm estagiáris TOTAL Mntante.. (Cntinuaçã.) Iníci Lgut Distribuiçã pr an civil: Apenas se a candidatura fr plurianual. Ajuda ANOS An n An n+1 TOTAL Mntante... Cnfirmar Apenas em cntext de remçã d candidatura. Neste ecrã é apresentad um resum d frmulári permitind a prmtr validar a infrmaçã inserida. Apenas se dispnibilizam em md de cnsulta s ttalizadres d prject, nmeadamente: Data iníci e data de fim; Lista de Entidades de Aclhiment; Custs prevists para prject; Distribuiçã ds custs pr an. Será também neste ecrã que prmtr cnfirmará a intençã de remçã da candidatura (peraçã esclhida na listagem de Candidaturas apenas para candidaturas registadas). Para fazer face a este requisit, ecrã de resum apresentará btã cnfirmar, em cas de remçã, nã send dispnibilizada nenhuma utra infrmaçã d frmulári. Pág 28 / 35

29 Operações Btã Cnfirmar para cnfirmar a infrmaçã apresentada n ecrã, que n cas de se tratar de uma remçã prcederá à cncretizaçã da mesma; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de Candidaturas. Prcess Btã lateral Listagem navega para a listagem de Candidaturas ; Em cntext de remçã, btã Cnfirmar remve Pedid e navega para a listagem de Candidaturas. N cntext de inserçã/alteraçã navega para ecrã de submissã. Pág 2 / 35

30 2. Submissã 2..1 Submissã de frmulári Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Listagem Candidatura Submissã Entidade Beneficiária Prject Entidades de Aclhiment Custs Resum Submissã Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Imprtaçã Clique aqui para imprtar ficheir anex à candidatura. Cnsultar ficheir: Ficheircandidaturaxx.zip (para transferir ficheir para disc clique n link cm btã direit d rat e seleccine Guardar cm u Save target as ) Remver Ficheir Validações Iníci Lgut Ajuda ERROS: Err 1 Submissã (alertas quand aplicáveis) Após a submissã d frmulári deverá enviar Term de Respnsabilidade assinad n praz de 10 dias úteis. Cas cntrári prject pderá ser arquivad. A mrada para envi é a seguinte: Xxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxx Data de Submissã: Nº de prject Num (máx 4) / Num (máx 2) / Num (máx 2) Text (máx 15) Cnfirmar Apenas em Simula prmtr Apresentad apenas se nã existirem errs de preenchiment Este é últim ds ecrãs que crprizam frmulári de candidatura, send neste ecrã que a entidade prcede à submissã d frmulári à entidade gestra após ter sid verificad seu crrect preenchiment. A pçã de submissã (btã Cnfirmar ) apenas será dispnibilizad quand frmulári nã apresentar errs de preenchiment e tda a infrmaçã brigatória estiver devidamente preenchida. Também serã aqui apresentads, quand aplicável, alertas nã impeditivs de submissã que permitirã à entidade tmar as diligências necessárias para regularizaçã das situações verificadas. Pág 30 / 35

31 Para prever cenári de recuperaçã de históric, quand em cntext de simula prmtr, será reclhida a data de submissã e nº de prject. Será ainda apresentada a mrada para a qual term de respnsabilidade deverá ser enviad juntamente cm s respectivs dcuments anexs. Operações Btã Cnfirmar para submeter a candidatura; Btã lateral Listagem para retrnar à listagem de Candidaturas. Validações Para ser permitida a submissã da candidatura (dispnibilizaçã d btã Cnfirmar ) frmulári terá de estar devidamente preenchid. Assim, prcede-se nesta página a um cnjunt de validações à integridade e cerência da infrmaçã intrduzida ns diverss ecrãs que crprizam frmulári. Em suma, tdas as validações efectuadas em cada um ds ecrãs, e atrás descritas, sã revalidadas neste ecrã. Adicinalmente a estas validações prcede-se também à verificaçã de utrs requisits, nmeadamente: O ecrã de Entidade Beneficiária é de preenchiment brigatóri. Os ecrãs quem cmpõem O Prject sã de preenchiment brigatóri. Tem que existir pel mens 1 entidade de aclhiment. Ecrã Lista de Entidades de Aclhiment : Nº ttal Regists tem de ser igual a Nº Ttal Regists Inserids N cas de candidaturas plurianuais, mntante slicitad (sma ds ans) tem de ser superir a 0. A data de fim d prject nã pde ser anterir à data de submissã. Prcess Btã Cnfirmar submete a candidatura: Atribui nº a prject de acrd cm a seguinte regra: Pág 31 / 35

32 . Se nº de prject está preenchid, nº atribuíd é igual a nº intrduzid; Se nº de prject nã está preenchid é calculad pel SIIFSE (frmat: NNNNNN/CCCC/AAAA em que: NNNNNN: nº sequencial n prgrama; CCCC: An da candidatura; AAAA: Tiplgia da candidatura). Altera estad para submetid O frmulári passa a ser apresentad em md de cnsulta. Navega para ecrã de cnfirmaçã da submissã Cnfirmaçã da submissã Sistema Integrad de Infrmaçã d Fund Scial Eurpeu Candidatura Submissã Listagem Ver dads de Identificaçã n menu Entidade Beneficiária Submissã O seu pedid fi submetid cm sucess! Após a submissã d frmulári deverá enviar Term de Respnsabilidade n praz máxim de 10 dias úteis. Cas cntrári prject pderá ser arquivad. Iníci Lgut A mrada para envi é a seguinte: Xxxxx xx xxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxxxxx Para imprimir Term de Respnsabilidade clique aqui. Ajuda Pág 32 / 35

33 Este ecrã crpriza a cnfirmaçã da crrecta submissã d frmulári send também neste ecrã que utilizadr deverá prceder à impressã d term de respnsabilidade (que inclui infrmaçã resum d prject) a assinar e enviar a gestr. Face à imprtância que este element tem para prcess será apresentad um alerta à entidade refrçand que term de respnsabilidade é necessári para que se inicie prcess de análise pela estrutura d gestr. Será ainda apresentada a mrada para a qual term de respnsabilidade deverá ser enviad em cnfrmidade cm a regiã, OI e Tiplgia da candidatura. Pág 33 / 35

34 2.10 Term de respnsabilidade Para imprimir clique aqui UNIÃO EUROPEIA Fund Scial Eurpeu Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxxxxxxxx Candidatura Tiplgia X.X.X - Xxxxxxxxxxxxxx Númer d prject: Títul d prject: Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Entidade beneficiária: Regiã: Data de Submissã: Organisms Intermédis Resum d prject Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxxx // Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Data de iníci: // Data de Fim: // Lista de Entidades de Aclhiment: Apenas quand existe Organism Intermédi Denminaçã das Entidades de Aclhiment Níce l 2-3 N.º estágis Níve l 4-5 Tta l N.º estagiáris H M Tt al. º Habilitações Desempregads Regiã N.º Candidats 12.º Ba c Lic 1.º em p NDLD DLD N C A prtadres de deficiência Xxxxxx xxxxx Xxxxxx xxxxx Xxxx xxxx Ttal Custs Prevists para prject: (Valres em Eurs) 1. Encargs cm estagiáris TOTAL Rubrica Mntante.. Apenas para prjects de regiã Objectiv de Cnvergência Distribuiçã pr an civil: Apenas se a candidatura fr plurianual. ANOS An n An n+1 TOTAL Mntante... Página 1 de 2 Pág 34 / 35

35 Para imprimir clique aqui UNIÃO EUROPEIA Fund Scial Eurpeu Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxxxxxxxx Candidatura Tiplgia X.X.X - Xxxxxxxxxxxxxx Númer d prject: Títul d prject: Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Entidade beneficiária: Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Regiã: Xxxxxxxxxxx Data de Submissã: // Term de Respnsabilidade DECLARAÇÃO: O(s) Subscritr(es) declara(m): a) ter cnheciment das nrmas nacinais e cmunitárias que regulam acess as apis n âmbit d FSE; b) a veracidade das infrmações cnstantes desta candidatura; c) ter a entidade a situaçã cntributiva regularizada perante a Fazenda Pública e Segurança Scial; d) ter a entidade a situaçã cntributiva regularizada em matéria de restituições n âmbit ds financiaments d FSE; e) que a entidade dispõe de cntabilidade rganizada em cnfrmidade cm Plan Oficial de Cntabilidade que lhe é aplicável; f) que se encntra certificada ns dmínis de frmaçã abrangids pela candidatura u que irá cntratar, para efeit, entidade(s) frmadra(s) certificada(s); g) nã estar a entidade inibida de recrrer a financiament d FSE pr lhe ter sid aplicada sançã pr incumpriment da legislaçã sbre trabalh de menres e discriminaçã n trabalh e n empreg; h) que nã fi nem será presente a qualquer utra entidade pedid de financiament para s mesms custs bject desta candidatura. Data: Assinaturas*: * Assinatura de quem tenha pderes para brigar a entidade, e sel branc se se tratar de entidade de direit públic. Página 2 de 2 Pág 35 / 35

Integração do POPH no SIIFSE

Integração do POPH no SIIFSE Integraçã d POPH n SIIFSE Manual d Utilizadr Frmulári de Candidatura às Acções Frmativas - 02 de Outubr de 2008-3ª Versã ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 4 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS...4 2 PRINCIPAIS PRESSUPOSTOS...

Leia mais

Integração do Rumos no SIIFSE

Integração do Rumos no SIIFSE Integraçã d Rums n SIIFSE Manual de Utilizadr Pedid de Alteraçã d Frmulári F01-12 de Agst de 2008-1ª Versã ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS...3 1.2 VISÃO GLOBAL DOS REQUISITOS FUNCIONAIS...3

Leia mais

1 Acesso ao SIIFSE. 1.1 Homepage do SIIFSE. SIIFSE - Manual do Utilizador QREN. O acesso ao Sistema é efectuado através do endereço siifse.igfse.pt.

1 Acesso ao SIIFSE. 1.1 Homepage do SIIFSE. SIIFSE - Manual do Utilizador QREN. O acesso ao Sistema é efectuado através do endereço siifse.igfse.pt. SIIFSE Manual d Utilizadr QREN Versã 1.0 21 de Dezembr de 2007 SIIFSE - Manual d Utilizadr QREN 1 Acess a SIIFSE 1.1 Hmepage d SIIFSE O acess a Sistema é efectuad através d endereç siifse.igfse.pt. Na

Leia mais

SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR

SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR Índice Intrduçã... 3 Aspect Gráfic... 4 Regist na aplicaçã... 5 Recuperaçã de Códigs de Acess... 6 Área Reservada... 8 Entrar na Área Reservada... 8 Editar Perfil... 9

Leia mais

Integração do POPH no SIIFSE POPH

Integração do POPH no SIIFSE POPH Integraçã d POPH n SIIFSE POPH Manual de Utilizadr Execuçã Financeira -12 de Junh de 2008 - Versã 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1. ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS...2 1.2. VISÃO GLOBAL DOS REQUISITOS FUNCIONAIS...2

Leia mais

Integração do Rumos no SIIFSE. Rumos

Integração do Rumos no SIIFSE. Rumos Integração do Rumos no SIIFSE Rumos Manual do Utilizador Formulário de Candidatura F04 Acção Tipo: 1.2.5.2-10 de Março de 2008-2ª Versão ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS...3 1.2

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativ Centr de Saúde 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.. Tds s direits reservads. A ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.

Leia mais

OBJECTIVO. Ligação segura às redes públicas de telecomunicações, sob o ponto de vista dos clientes e dos operadores;

OBJECTIVO. Ligação segura às redes públicas de telecomunicações, sob o ponto de vista dos clientes e dos operadores; Prcediments de Avaliaçã das ITED ANACOM, 1ª ediçã Julh 2004 OBJECTIVO De acrd cm dispst n nº 1, d artº 22º, d Decret Lei nº 59/2000, de 19 de Abril (adiante designad cm DL59), a cnfrmidade da instalaçã

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2008/2009, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL REGULAMENTO ESPECÍFICO: EQUIPAMENTOS PARA A COESÃO LOCAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 Ns terms d regulament específic Equipaments para a Cesã Lcal,

Leia mais

ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS

ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS ANEXO CONDIÇÕES OU RESTRIÇÕES RESPEITANTES À UTILIZAÇÃO SEGURA E EFICAZ DO MEDICAMENTO A SEREM IMPLEMENTADAS PELOS ESTADOS-MEMBROS 1 Os Estads-Membrs devem garantir que tdas as cndições u restrições relativas

Leia mais

Manual do Utilizador. Execução Física. Formulário F06

Manual do Utilizador. Execução Física. Formulário F06 Manual do Utilizador Execução Física Formulário F06 CONTROLO DO DOCUMENTO Versão Data Descrição N. de Página(s) 1 01/04/2009 Aprovação 35 Aprovação: Director de Director de Serviços do Fundo Social Europeu

Leia mais

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt Versã 1.1.1.3 Descriçã d prdut, 2009 www.graycell.pt 1 ENQUADRAMENTO A platafrma ask-it! é uma aplicaçã web-based que permite criar inquérits dinâmics e efectuar a sua dispnibilizaçã n-line. A facilidade

Leia mais

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco

Orientações e Recomendações Orientações relativas à informação periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de notação de risco Orientações e Recmendações Orientações relativas à infrmaçã periódica a apresentar à ESMA pelas Agências de ntaçã de risc 23/06/15 ESMA/2015/609 Índice 1 Âmbit de aplicaçã... 3 2 Definições... 3 3 Objetiv

Leia mais

Integração do POPH no SIIFSE POPH

Integração do POPH no SIIFSE POPH Integração do POPH no SIIFSE POPH MANUAL DO UTILIZADOR Execução Física Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências -7 de Julho de 2008 - ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS...3

Leia mais

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017

Admissões para Creche e Pré-escolar 2016 / 2017 Admissões para Creche e Pré-esclar 2016 / 2017 1ª Fase: Pré-candidatura Decrre entre 4 a 29 de Janeir (2016): - Ficha de candidatura devidamente preenchida e assinada (dispnível na Secretaria u n site:

Leia mais

PROGRAMA FORMAR / 2009 Modalidade Apoio Formativo Plurianual

PROGRAMA FORMAR / 2009 Modalidade Apoio Formativo Plurianual PROGRAMA FORMAR / 2009 Mdalidade Api Frmativ Plurianual INSCRIÇÕES - GUIA DE PROCEDIMENTOS De acrd cm a Prtaria nº 1229/2006, de 15 de Nvembr, Institut Prtuguês da Juventude (IPJ) cntinua a prmver a frmaçã

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Prcess/Instruções de Pagament para Aplicaçã n Prgrama de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Requisits de Elegibilidade 1. A empresa deve estar lcalizada em znas de cnstruçã activa na Alum Rck Avenue

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

SITAF - Manual de Utilizador

SITAF - Manual de Utilizador SITAF - Manual de Utilizadr Entrega de Peças Prcessuais Nvembr 2009 SITAF Sistema de Infrmaçã ds Tribunais Administrativs e Fiscais Manual de Utilizadr Entrega de Peças Prcessuais Apresentaçã O frmulári

Leia mais

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO A crescente cmplexidade ds prjets, a quantidade de infrmaçã que lhes está assciada e aument d númer de intervenientes n prcess cnstrutiv, transfrmaram a indústria da cnstruçã numa indústria

Leia mais

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5 Agenda: Event Sage AEBB Legislaçã inventári permanente (reduçã ds limites) Cnfigurações inventári permanente (ligaçã à CTB) O inventári a 31 de dezembr (imprtância d cntrl stcks, sage inventáris cntagem

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

Tarefa Excel Nº 8. Objectivos: Trabalhar com listas de dados: Criação de listas Ordenação de listas Filtros Tabelas e gráficos dinâmicos

Tarefa Excel Nº 8. Objectivos: Trabalhar com listas de dados: Criação de listas Ordenação de listas Filtros Tabelas e gráficos dinâmicos Escla Secundária Infanta D. Maria Objectivs: Trabalhar cm listas de dads: Criaçã de listas Ordenaçã de listas Filtrs Tabelas e gráfics dinâmics Tarefa Excel Nº 8 Flha de cálcul Uma lista de dads é um cnjunt

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463 Mdel de Negócis Trabalh n âmbit da disciplina de Mdelaçã de dads. Criaçã de uma platafrma utilizand as tecnlgias SQL PHP e Javascript.. TRABALHO REALIZADO POR: Antni Gme- 2007009 // Jrge Teixeira - 2008463

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização CIRCULAR Data: 2007/10/10 Númer d Prcess: DSDC/DEPEB/2007 Assunt: GESTÃO DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007 Para: Inspecçã-Geral de Educaçã Direcções Reginais de Educaçã

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO Um prject eurpeu em clabraçã cm a EHFA Eurpean Health and Fitness Assciatin, cm sede em Bruxelas Regist ds Prfissinais Intrduçã Estams numa fase em que a Tutela

Leia mais

Instruções auxiliares de preenchimento

Instruções auxiliares de preenchimento Instruções auxiliares de preenchiment Preenchiment n-line: Utilize Adbe Acrbat Reader, versã 7.0.5 u superir, qual pde ser btid em http://www.adbe.cm; Seleccine a pçã Preenchiment e envi n-line ; Recmenda-se

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Data: 17-09-2008 Data: Aprvad: Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Events.dc

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA Fund Lcal n Cncelh de Paredes de Cura PROTOCOLO FINANCEIRO E DE COOPERAÇÃO Entre: O Municípi de Paredes de Cura, pessa clectiva nº 506

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 Tend presente a Missã da Federaçã Prtuguesa de Autism: Defesa incndicinal ds direits das pessas cm Perturbações d Espectr d Autism e suas famílias u representantes. Representaçã

Leia mais

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social;

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social; Mdel de Cmunicaçã Certificads de Incapacidade Temprária Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes n âmbit ds CIT Certificads de Incapacidade Temprária.

Leia mais

URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technologies samaritan PAD 500P (Desfibrilhador de Acesso Público) Actualização do Software

URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technologies samaritan PAD 500P (Desfibrilhador de Acesso Público) Actualização do Software URGENTE AVISO DE SEGURANÇA HeartSine Technlgies samaritan PAD 500P (Desfibrilhadr de Acess Públic) Actualizaçã d Sftware Cars Prprietáris d samaritan PAD 500P, O bjectiv desta carta é infrmar-vs sbre uma

Leia mais

Posição CELPA Associação da Indústria Papeleira

Posição CELPA Associação da Indústria Papeleira R. Marquês Sá da Bandeira, 74, 2º 1069-076 Lisba, Prtugal Tel. +351 217-611-510 Fax. +351 217-611-529 E-mail. celpa@celpa.pt http://www.celpa.pt Psiçã CELPA Assciaçã da Indústria Papeleira Para: De: Estatut:

Leia mais

Integração do POPH no SIIFSE

Integração do POPH no SIIFSE Integraçã d POPH n SIIFSE Manual d Utilizadr Execuçã Física Frmações Mdulares Certificadas - 03 de Agst de 2011 - ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS... 3 1.2 VISÃO GLOBAL DOS REQUISITOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

RESULTADOS SONAE SIERRA DE 2007

RESULTADOS SONAE SIERRA DE 2007 COMUNICADO SONAE - SGPS, S. A. Sede: Lugar d Espid, Via Nrte, Maia Capital scial: 2.000.000.000,00 Matriculada na Cnservatória d Regist Cmercial da Maia sb númer únic de matrícula e identificaçã fiscal

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 1º semestre / 2015 O FGV Law Prgram da Escla

Leia mais

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede Prcesss de Api d Grup Cnsultiv 5.5 Suprte Infrmátic Direit de Acess à Rede Suprte Infrmátic - Dcuments 5.5 Âmbit e Objectiv Frmuláris aplicáveis Obrigatóris Obrigatóris, se aplicável Frmulári de Mapa de

Leia mais

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P A Pessas e Sistemas, empresa de Cnsultria na área da Gestã e ds Recurss Humans e cm atividade nas áreas de Recrutament e Seleçã, Frmaçã e Cnsultria, prcura para a Câmara Municipal de Amarante - Agência

Leia mais

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos Guia Prátic d Estági Seu Estági em 5 Passs O que é Estági? A atividade de estági é um fatr significativ na frmaçã d prfissinal, pr prprcinar a interaçã d alun cm a realidade da prfissã e a cmplementaçã

Leia mais

Adesão à CCEE. Versão 1 -> Versão 2

Adesão à CCEE. Versão 1 -> Versão 2 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Adesã à CCEE Versã 1 -> Versã 2 Versã 2 METODOLOGIA DO Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã Text tachad refere-se à exclusã de redaçã. Alterações

Leia mais

PM 3.5 Versão 1 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 1 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PdC CZ.01 PM 3.5 Versã 1 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid índice. Alterada

Leia mais

BASES PROGRAMA GESTORES DA INOVAÇÄO EM CABO VERDE

BASES PROGRAMA GESTORES DA INOVAÇÄO EM CABO VERDE BASES PROGRAMA GESTORES DA INOVAÇÄO EM CABO VERDE Prject Rede de Unidades de Prmçä da Invaçä para desenvlviment da terceira missä das Universidades e a cperaçä institucinal através da Invaçän Aberta, prgrama

Leia mais

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO O QUE É O BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO? É um auxíli financeir que tem cm bjetiv cntribuir para, u pssibilitar, a cntrataçã de um cuidadr para auxiliar beneficiáris

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

Integração do POPH no SIIFSE

Integração do POPH no SIIFSE Integraçã d POPH n SIIFSE Manual d Utilizadr Execuçã Física Ações Frmativas - 2 de Nvembr de 2011-2ª Versã ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS... 3 1.2 VISÃO GLOBAL DOS REQUISITOS FUNCIONAIS...

Leia mais

Actualização de reports personalidados 1

Actualização de reports personalidados 1 Actualizaçã de reprts persnalidads 1 Cnteúd Intrduçã...3 Atualizaçã da V13.00.03/27 para a V13.00.03/32 (Fiscalidade ambiental - verde)...3 Dcuments elabrads em Crystal reprts (.rpt)...3 Dcuments elabrads

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL Novas funcionalidades do Software ALERT versão 2.6.1

CTH - ALERT REFERRAL Novas funcionalidades do Software ALERT versão 2.6.1 Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL Nvas funcinalidades d Sftware ALERT versã 261 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, SA Tds s direits reservads A ALERT Life Sciences Cmputing, SA dispnibiliza presente

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Clabradres Tutrial Atualizad cm a versã 3.9 Cpyright 2009 pr JExperts Tecnlgia Ltda. tds direits reservads. É pribida a reprduçã deste manual sem autrizaçã prévia e pr escrit da JExperts Tecnlgia

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO - OCORRÊNCIA PC

MANUAL DO USUÁRIO - OCORRÊNCIA PC SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Referencia: Help_Online_crrencia_PC.dc Versã: 01.00 Data: 19-10-2007 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 Índice 1. Missã, Visã e Valres 2. Enquadrament 3. Prjects e Actividades 4. Cnslidaçā Interna 4.1. Aspects Gerais da Organizaçā e Funcinament da AJU 4.2. Recurss Humans 4.3. Frmaçā

Leia mais

Prospeto Informativo Montepio Consumer Brands - Maio 2015 Produto Financeiro Complexo

Prospeto Informativo Montepio Consumer Brands - Maio 2015 Produto Financeiro Complexo Prspet Infrmativ Mntepi Cnsumer Brands - Mai 2015 Prdut Financeir Cmplex Designaçã Mntepi Cnsumer Brands - Mai 2015 Classificaçã Prdut Financeir Cmplex Depósit Indexad O depósit Mntepi Cnsumer Brands -

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 INTRODUÇÃO Prject educativ dcument que cnsagra a rientaçã educativa da escla, elabrad e aprvad pels órgãs de administraçã e gestã, n qual se explicitam s princípis,

Leia mais

GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE

GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE Reprte de Ameaça Iminente de Dan Ambiental e de Ocrrência de Dan Ambiental n Âmbit d Regime da Respnsabilidade Ambiental Agência Prtuguesa d Ambiente Julh

Leia mais

PROCEDIMENTO ESPECÍFICO OPERAÇÕES DE DESMATAÇÃO, DESARBORIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE FITOFARMACÊUTICOS

PROCEDIMENTO ESPECÍFICO OPERAÇÕES DE DESMATAÇÃO, DESARBORIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE FITOFARMACÊUTICOS Página 1 de 9 0 CONTROLO DE REVISÕES... 2 1 OBJECTIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 2 REFERÊNCIAS... 2 3 DEFINIÇÕES... 2 4 ABREVIATURAS... 3 5 PROCEDIMENTO... 3 5.1 NECESSIDADE DE DESARBORIZAÇÃO OU DESMATAÇÃO...

Leia mais

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7)

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7) PAINT 1 (Windws7) O Paint é uma funcinalidade n Windws 7 que pde ser utilizada para criar desenhs numa área de desenh em branc u em imagens existentes. Muitas das ferramentas utilizadas n Paint estã lcalizadas

Leia mais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais

Alteração à Linha de Crédito para apoio às Empresas de Produção, Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, Pecuários e Florestais Inf - Estruturas Infrmaçã Mensal d Sectr Linha de Crédit PME 2009 Alteraçã à Linha de Crédit para api às Empresas de Prduçã, Transfrmaçã e Cmercializaçã de Prduts Agríclas, Pecuáris e Flrestais A Linha

Leia mais

Informática II INFORMÁTICA II

Informática II INFORMÁTICA II Jrge Alexandre jureir@di.estv.ipv.pt - gab. 30 Artur Susa ajas@di.estv.ipv.pt - gab. 27 1 INFORMÁTICA II Plan Parte I - Cmplementar cnheciment d Excel cm ferramenta de análise bases de dads tabelas dinâmicas

Leia mais

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição

Procedimentos para aceitação de materiais e equipamentos fornecidos à EDP Distribuição Julh 2010 Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids à EDP Distribuiçã DGF/Departament Gestã de Materiais e Equipaments Prcediments para aceitaçã de materiais e equipaments frnecids

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PROCES SOS DE ATRIBUIÇÃO E CONTROLO DE PENSÕES...3

AVALIAÇÃO DOS PROCES SOS DE ATRIBUIÇÃO E CONTROLO DE PENSÕES...3 Anex B Detalhe ds Resultads da Auditria Índice d Anex 1. AVALIAÇÃO DOS PROCES SOS DE ATRIBUIÇÃO E CONTROLO DE PENSÕES...3 1.1. PROCESSO DE GESTÃO DE REQUERIMENTOS... 3 1.2. RECEPÇÃO, ORGANIZAÇÃO E REGISTO

Leia mais

Introdução. Atualização da V12.60.00/56 para a V13.00.00. Documentos elaborados em Crystal reports (.rpt)

Introdução. Atualização da V12.60.00/56 para a V13.00.00. Documentos elaborados em Crystal reports (.rpt) 1 Cnteúd Intrduçã...3 Atualizaçã da V12.60.00/56 para a V13.00.00...3 Dcuments elabrads em Crystal reprts (.rpt)...3 Dcuments elabrads em Reprting Services (.rdl)...5 Atualizaçã da V12.60.00/48 para a

Leia mais

Gabinete de Serviço Social

Gabinete de Serviço Social Gabinete de Serviç Scial Plan de Actividades 2009/10 Frmar hmens e mulheres para s utrs Despertar interesse pel vluntariad Experimentar a slidariedade Educaçã acessível a tds Precupaçã particular pels

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01.

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01. Agenda Intrduçã Diariamente cada um ds trabalhadres de uma empresa executam diversas atividades, muitas vezes estas atividades tem praz para serem executadas e devem ser planejadas juntamente cm utras

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa Manual Cm intrduzir emplyeeship na empresa Índice Intrduçã Pass 1 - Cnheça as vantagens d emplyeeship para a empresa Pass 2 - Saiba que é a cultura emplyeeship Pass 3 - Aprenda a ter "bns" empregads Pass

Leia mais

QUEDAS EM CRIANÇAS E JOVENS: UM ESTUDO RETROSPETIVO (2000-2013) Reedição, revista e adaptada

QUEDAS EM CRIANÇAS E JOVENS: UM ESTUDO RETROSPETIVO (2000-2013) Reedição, revista e adaptada Reediçã, revista e adaptada RELATÓRIO FINAL Nvembr de 04 I Enquadrament e bjetivs Na Eurpa tds s ans mrrem 500 crianças e jvens entre s 0 e s 9 ans na sequência de uma queda. Apesar de nã ser a mair causa

Leia mais

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do

O Centro Universitário UNINOVAFAPI, situado à rua Vitorino Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairro do CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 027/ DE 19 DE NOVEMBRO DE VESTIBULAR 16/01 O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP 64.073-505,

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014 EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA Seleçã de Blsistas para Prgrama de Blsa Sciecnômica para períd de 2014 O Reitr d Centr Universitári Tled Unitled, ns terms d Regulament aprvad pel CONSEPE, cm vistas à seleçã

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

Formação nzeb nos países do Sul da UE Mantendo as tradições de construção

Formação nzeb nos países do Sul da UE Mantendo as tradições de construção Frmaçã nzeb ns países d Sul da UE Mantend as tradições de cnstruçã SuthZEB WP4 Desenvlviment d prtal SuthZEB D4.1: Prtal SuthZEB visã geral d desenvlviment d prtal e suas seções, integraçã e aceitaçã d

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

- COMO PROCURAR EMPREGO -

- COMO PROCURAR EMPREGO - GUIA PRÁTICO - COMO PROCURAR EMPREGO - e 1 de 7 Técnicas de Prcura de Empreg...3 1. Aut Avaliaçã...3 2. Meis de Divulgaçã de Ofertas de Empreg...3 3. Carta de Apresentaçã...4 4. Curriculum Vitae...4 4.1.1.

Leia mais

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO)

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO) FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO) CALENDÁRIO DO FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA DA ALIANÇA FRANCESA 2014 13 de julh de 2014 Lançament e publicaçã

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais