RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO"

Transcrição

1 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC / Fiscalização 1363/2012 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 2.382/ Plenário Objeto da fiscalização: Obras de duplicação da BR-381/MG - Lote 3.3 Funcional programática: IX.0031/ Adequação de Trecho Rodoviário - Entroncamento BR-116/259/451 (Governador Valadares) - Entroncamento MG na BR no Estado de Minas Gerais Tipo da obra: Rodovia - Duplicação Período abrangido pela fiscalização: 28/3/2013 a 13/6/2013 DO ÓRGÃO/ENTIDADE FISCALIZADO Órgão/entidade fiscalizado: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Vinculação (ministério): Ministério dos Transportes Vinculação TCU (unidade técnica): Secretaria de Fiscalização de Obras Rodoviárias Responsável pelo órgão/entidade: nome: Jorge Ernesto Pinto Fraxe cargo: Diretor-Geral do DNIT período: a partir de 2/9/2013 Outros responsáveis: vide rol na peça: Rol de Responsáveis PROCESSO DE INTERESSE - TC /2012-8

2 2 RESUMO Trata-se de auditoria realizada no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - MT, no período compreendido entre 18/02/2013 e 21/06/2013. A presente auditoria teve por objetivo fiscalizar o Lote 3.3 do Edital 165/2013, relativo à obra de adequação da rodovia BR-381/MG, no segmento: Túneis Antônio Dias e Prainha. Pretendeuse avaliar, especialmente, a adequação do preço de referência das obras. A partir do objetivo do trabalho e a fim de avaliar em que medida os recursos estão sendo aplicados de acordo com a legislação pertinente, formulou-se a questão adiante indicada: 1) Os preços dos serviços definidos no orçamento da obra são compatíveis com os valores de mercado? Para a realização deste trabalho, foram observados os padrões de auditoria de conformidade adotados pelo TCU. No planejamento da auditoria solicitaram-se ao Dnit informações preliminares e documentação relativa ao Edital 165/2013. Durante a fase de execução, a equipe de auditoria analisou a documentação fornecida, como também realizou visita ao local de execução das obras. Para responder as questões de auditoria levantadas, foram utilizadas as técnicas de exame documental, confronto de informações e documentos, conferência de cálculos e revisão analítica. Por se tratar de edital de licitação no Regime de Diferenciado de Contratação (RDC) na modalidade contratação integrada, o volume de recursos fiscalizados para o Lote 3.3 do Edital 165/2013 é sigiloso, conforme o art. 6º da Lei /2012. Nesta fiscalização não foram constatadas irregularidades. Ressalta-se que as questões relativas ao processo licitatório das obras de duplicação da BR-381/MG, objeto do Edital 165/2013, estão tratadas no âmbito do processo TC /2012-8, referente ao Lote 3.1 da BR-381/MG. Importante mencionar que a abertura das propostas de preços do referido edital foi realizada em 13/06/2013. O processo licitatório encontra-se em fase de análise das propostas técnicas. Como benefício desta fiscalização, pode-se mencionar a expectativa de aprimoramento da gestão de projetos e de melhoria nos controles internos. A proposta de encaminhamento é de encerramento do processo.

3 3 S U M Á R I O Título Página 1 - APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO Deliberação que originou o trabalho Visão geral do objeto Objetivo e questões de auditoria Metodologia Utilizada Volume de recursos fiscalizados Benefícios estimados da fiscalização CONCLUSÃO PROPOSTA DE ENCAMINHAMENTO ANEXO Dados cadastrais Projeto básico Execução física e financeira Histórico de fiscalizações Deliberações do TCU 10

4 4 1 - APRESENTAÇÃO O presente relatório apresenta os resultados da fiscalização realizada no Lote 3.3 do Edital 165/2013, publicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Dnit, licitado mediante o RDC (Regime Diferenciado de Contratações) no regime de contratação integrada, cujo objeto é a contratação de empresa para elaboração dos projetos básico e executivo e execução das obras de adequação de capacidade da rodovia BR-381/MG, incluindo duplicação, melhoramentos e ampliação de capacidade e segurança, no segmento Túneis Antônio Dias e Prainha (Entr. MG-320 p/jaguaraçu Ribeirão Prainha), com extensão de metros. Importância socioeconômica Segundo o Dnit, a obra destina-se a ampliar a capacidade de segmentos rodoviários saturados na rodovia BR-381 no estado de Minas Gerais, de forma a reduzir os índices de acidentes com os usuários e o custo dos transportes, contribuindo para o desenvolvimento e interligação das regiões norte e nordeste de Minas Gerais com o estado de São Paulo e o sul do Brasil, sendo ainda essa rodovia de grande importância nas ligações entre pólos industriais. 2 - INTRODUÇÃO Deliberação que originou o trabalho Em cumprimento ao Acórdão 367/ Plenário, realizou-se auditoria no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - MT, no período compreendido entre 18/02/2013 e 21/06/ Visão geral do objeto O objeto desta fiscalização é o Lote 3.3 do Edital 165/2013, referente aos túneis Antônio Dias e Prainha, com extensão de m, compreendido entre o Entr. MG-320 (p/jaguaraçu) Ribeirão Prainha. O Edital 165/2013 foi publicado pelo Dnit para ser licitado mediante o RDC no regime de contratação integrada, visando à contratação de empresas para elaboração dos projetos básico e executivo e execução das obras de adequação de capacidade da BR-381/MG, incluindo duplicação, melhoramentos e ampliação de capacidade e segurança, no trecho Norte da rodovia, compreendido entre os municípios de Governador Valadares e Belo Horizonte, segmento: km 155,4 km 458,4. Esse edital foi dividido em onze lotes, a saber: - Lote 01 - Subtrecho: Entr. BR-116/MG (Governador Valadares) Entr. Acesso a Belo Oriente; Segmento: km 155,4 km 228,2; Extensão: 72,8 km; Código do PNV: 381BMG0160, 381BMG0170 e 381BMG0180; - Lote 02 - Subtrecho: Entr. Acesso a Belo Oriente Entr. MG-320 (p/jaguaraçu); Segmento: km 228,2 km 288,4; Extensão: 60,2 km; Código do PNV: 381BMG0185/190/230;

5 5 - Lote Subtrecho: Entr. MG-320 (p/jaguaraçu) Ribeirão Prainha; Segmento: km 288,4 km 317,0; Extensão: 28,6 km; Código do PNV: 381BMG0260; - Lote Subtrecho: Entr. MG-320 (p/jaguaraçu) Ribeirão Prainha; Segmento: Túneis Rio Piracicaba (Pista da direita e da esquerda); Extensão: 825 m; Código do PNV: 381BMG0260; - Lote Subtrecho: Entr. MG-320 (p/jaguaraçu) Ribeirão Prainha; Segmento: Túneis Antônio Dias e Prainha; Extensão: m; Código do PNV: 381BMG0260; - Lote 04 - Subtrecho: Ribeirão Prainha Entr. Acesso Sul de Nova Era; Segmento: km 317,0 km 335,8; Extensão: 18,8 km; Código do PNV: 381BMG0260, 381BMG0265 e 381BMG0270; - Lote 05 - Subtrecho: Entr. Acesso Sul de Nova Era João Monlevade; Segmento: km 335,8 km 356,5; Extensão: 20,7 km; Código do PNV: 381BMG0275 e 381BMG0290; - Lote 06 - Subtrecho: João Monlevade Rio Una; Segmento: km 356,5 km 389,5; Extensão: 33,0 km; Código do PNV: 381BMG0260; - Lote 7 - Subtrecho: Rio Una Entr. MG-435 (Caeté); Segmento: km 389,5 km 427,0; Extensão: 37,5 km; Código do PNV: 381BMG0310/0330/ Lote 8A - Subtrecho: Entr. MG-435 (Caeté) - Entr. MG-020; Segmento: km 427 km 445; Extensão: 18,0 km; Código do PNV: 381BMG0360/0370; - Lote 8B - Subtrecho: Entr. MG-435 (Caeté) Entr. MG-020 (Av. Cristiano Machado/Belo Horizonte); Segmento: km 445 km 458,4; Extensão: 13,4 km; Código do PNV: 381BMG0360/0370. Ressalta-se que inicialmente as obras de adequação do trecho Norte da BR-381/MG seriam licitadas nos Editais 654/2012 (Lotes 3.1, 3.2, 3.3, 4, 6 e 8A) e 751/2012 (Lotes 1, 2, 5 e 8B), mediante o RDC no regime de empreitada por preço global, haja vista que os projetos básico e executivo já haviam sido aprovados pelo Dnit. Entretanto, tais editais foram revogados por interesse da Autarquia em 28/3/2013. Posteriormente, o órgão publicou o Edital 165/2013 sob a modalidade de RDC no regime de contratação integrada, contemplando todos os lotes da BR-381/MG que faziam parte dos Editais 654/2012 e 751/2012. Dessa forma, uma vez que a contratação integrada compreende, nos termos do 1º do art. 9º da Lei /2011, a elaboração dos projetos básico e executivo e a execução de obras, aqueles projetos já aprovados passaram a constituir os anteprojetos do Edital 165/2013, sem que fossem alteradas quaisquer características do objeto. Frisa-se que, no caso do Edital 165/2013, mesmo se tratando de contratação integrada, esses projetos continham os orçamentos detalhados de todos os serviços previstos para a execução das obras. Conforme consta do referido instrumento convocatório, as principais premissas que fundamentaram a opção do Dnit pela utilização do RDC no regime de contratação integrada para execução deste empreendimento foram as seguintes: obtenção de soluções técnicas inovadoras que reduzam o prazo de execução da obra e os custos diretos do empreendimento; busca por maior simplificação, celeridade, transparência e eficiência nos procedimentos para dispêndio de recursos públicos; aproximação entre as contratações públicas e as sistemáticas utilizadas no setor privado; e

6 6 compartilhamento do risco do empreendimento. O projeto, que veio posteriormente ser designado de anteprojeto, das obras de adequação do Lote 3.3 foi elaborado por meio do Contrato 569/2009, celebrado entre o Dnit e a empresa Enecon - Engenheiros e Economistas Consultores, em 1/10/2009. Sua aprovação se deu mediante a Portaria nº 1.084, expedida em 18/10/2012 pelo Diretor de Planejamento e Pesquisa do Dnit. Os túneis estão inseridos no trecho cuja localização está ilustrada na figura abaixo: Objetivo e questões de auditoria A presente auditoria teve por objetivo fiscalizar o Lote 3.3 do Edital 165/2013, relativo à obra de adequação da rodovia BR-381/MG no segmento: Túneis Antônio Dias e Prainha. Pretendeu-se avaliar, especialmente, a adequação do preço de referência das obras. A partir do objetivo do trabalho e a fim de avaliar em que medida os recursos estão sendo aplicados de acordo com a legislação pertinente, formulou-se a questão adiante indicada: 1) Os preços dos serviços definidos no orçamento da obra são compatíveis com os valores de mercado? Metodologia utilizada Para a realização deste trabalho, foram observados os padrões de auditoria de conformidade adotados pelo TCU. No planejamento da auditoria solicitaram-se ao Dnit informações preliminares e documentação relativa ao Edital 165/2013. Durante a fase de execução, a equipe de auditoria analisou a

7 7 documentação fornecida, como também realizou visita ao local de execução das obras. Para responder as questões de auditoria levantadas, foram utilizadas as técnicas de exame documental, confronto de informações e documentos, conferência de cálculos e revisão analítica Volume de recursos fiscalizados O volume de recursos fiscalizados alcançou o montante de R$ ,26. Este valor se refere ao preço global de referência, a preços de maio de 2012, estimado pelo Dnit para o Lote 3.3 do Edital 165/2013 (ressalta-se que este orçamento é sigiloso, conforme o art. 6º da Lei /2012) Benefícios estimados da fiscalização Entre os benefícios verificados nesta fiscalização, pode-se destacar a expectativa de aprimoramento da gestão de projetos e de melhoria nos controles internos. 3 - CONCLUSÃO Não se constataram irregularidades nesta fiscalização. Com relação ao questionamento formulado a partir do objetivo do trabalho: "Os preços dos serviços definidos no orçamento da obra são compatíveis com os valores de mercado?", faz-se importante mencionar que o orçamento da obra, originalmente, foi concebido para uma licitação no regime de execução por preço global. Desse modo, os serviços necessários para execução da obra foram orçados segundo a metodologia do Sistema de Custos Rodoviários do Dnit - Sicro. Posteriormente, com o lançamento do Edital 165/2013, na modalidade de contratação integrada, adicionou-se ao orçamento existente um montante denominado de reserva de contingência. A adição da reserva de contingência ao orçamento da obra é uma medida trazida pelo Dnit, de forma pioneira, para a licitação da BR-381/MG. O referido montante representa a remuneração ao particular pela assunção dos riscos materializados na matriz de riscos da obra. Ou seja, a reserva de contingência tem a finalidade de remunerar os riscos que serão assumidos pela contratada, inclusive os custos relacionados aos seguros e garantias exigidos na contratação da obra. Portanto, o valor final do empreendimento é o somatório da reserva de contingência com o custo direto dos serviços adicionado da parcela referente ao BDI, descontando-se deste as parcelas relacionadas aos riscos, seguros e garantias contratuais. Dessa forma, verificou-se que, os valores relativos ao custo direto dos serviços e a parcela do BDI (descontado riscos, seguros e garantias contratuais)estão condizentes com os limites referênciais de orçamento dispostos na LDO, ao passo que os os aspectos relativos à reserva de contingência estão tratados no processo TC / Entre os benefícios verificados nesta fiscalização, pode-se destacar a expectativa de aprimoramento da gestão de projetos e de melhoria nos controles internos, bem como a manutenção do ambiente de controle.

8 8 Por fim, considerando que o processo TC / aborda questões relativas ao processo licitatório, que também são inerentes ao Lote 3.3 das obras de duplicação da BR-381/MG, propõe-se o encerramento do presente processo, apensando-o àquele, nos termos do art. 169, inc. I, do RI/TCU. 4 - PROPOSTA DE ENCAMINHAMENTO Proposta da equipe Ante o exposto, submetemos à consideração superior propondo encerrar o presente processo, mediante apensamento definitivo ao TC /2012-8, nos termos do art. 169, inc. I, do Regimento Interno do TCU.

9 9 5 - ANEXO Dados cadastrais Obra bloqueada na LOA deste ano: Não Projeto básico Informações gerais Projeto(s) Básico(s) abrange(m) toda obra? Foram observadas divergências significativas entre o projeto básico/executivo e a construção, gerando prejuízo técnico ou financeiro ao empreendimento? Exige licença ambiental? Possui licença ambiental? Está sujeita ao EIA(Estudo de Impacto Ambiental)? A obra está legalmente obrigada a cumprir requisitos de acessibilidade? Sim Não Sim Sim Não Não Observações: Execução física e financeira Execução física Data da vistoria: 20/3/2013 Percentual executado: 0 Data do início da obra: Data prevista para conclusão: Situação na data da vistoria: Não iniciado. Descrição da execução realizada até a data da vistoria: Observações: Sem Observações Execução financeira/orçamentária Primeira dotação: 01/2012 Valor estimado para conclusão: R$ ,26 Valor estimado global da obra: R$ ,26 Data base estimativa: 1/5/2012 Desembolso

10 10 Funcional programática: IX.0031/ Adequação de Trecho Rodoviário - Entroncamento BR-116/259/451 (Governador Valadares) - Entroncamento MG na BR no Estado de Minas Gerais Origem Ano Valor orçado Valor liquidado Créditos autorizados Moeda União ,00 0, ,00 Real Observações: Sem Observações Histórico de fiscalizações A classe da irregularidade listada é referente àquela vigente em 30 de novembro do ano da fiscalização Obra já fiscalizada pelo TCU (no âmbito do Fiscobras)? Não Não Não Foram observados indícios de irregularidades graves? Não Não Não Processos correlatos (inclusive de interesse) 44365/2012-8, 44366/2012-4, 44367/2012-0, 44369/2012-3, 44370/2012-1, 44371/ Deliberações do TCU Processo de interesse (Deliberações até a data de início da auditoria) Não há deliberação para este Processo de Interesse. Processo de interesse (Deliberações após a data de início da auditoria) Processo: / Deliberação: AC /2013-PL Data: 11/9/2013 Determinação a Órgão/Entidade: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes : 9.1. determinar ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes que, com relação ao futuro contrato de execução do Lote 4 das obras de duplicação da BR-381/MG, certifique-se de que os projetos básico e executivo a serem elaborados pela contratada não contemplem a execução de alargamento de aterros para fins de deposição do material proveniente do excesso de cortes, considerando que o Memorando 65/2013/DPP, expedido pela Diretoria de Planejamento e Pesquisa em 25/1/2013, informa que a referida solução acarretaria aumento das desapropriações e impacto ambiental negativo sobre Áreas de Preservação Permanente; PRAZO PARA CUMPRIMENTO: *********

11 11 Processo: / Deliberação: AC /2013-PL Data: 11/9/2013 Apensamento do Atual Processo a Outro(s): APENSAR ESTE PROCESSO AO PROCESSO: 44365/ Processo: / Deliberação: AC /2013-PL Data: 11/9/2013 Determinação de Providências Internas ao TCU: Secretaria de Fiscalização de Obras Rodoviárias: 9.3. apor chancela de sigilo à peça 21 destes autos; NÚMERO DE DIAS PARA ATENDIMENTO: 0 Processo: / Deliberação: AC /2013-PL Data: 11/9/2013 Determinação a Órgão/Entidade: Cientificação a Órgão/Entidade AO ÓRGÃO: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes : 9.2. dar ciência ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de que: o projeto executivo do Lote 4 das obras de duplicação da BR-381/MG, referente ao Edital 654/2012, utilizado como anteprojeto na licitação regida pelo edital Edital 165/2013, não contempla as restrições acerca das condições de segurança para exploração da pedreira "P-02" apontadas no Memorando 65/2013/DPP, expedido pela Diretoria de Planejamento e Pesquisa em 25/1/2013; há conflito entre as normas técnicas de projeto "IPR Manual de Pavimentação, 2006" e de execução "Dnit-108/2009-ES", no que se refere à orientação sobre a energia de compactação do subleito a ser adotada nas obras do Dnit; PRAZO PARA CUMPRIMENTO: *********

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - RESUMIDO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - RESUMIDO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - RESUMIDO TC 002.824/2014-0 Fiscalização 58/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Despacho de 4/2/2014 do Min. Valmir Campelo (TC 000.948/2014-4) Objeto

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 044.365/2012-8 Fiscalização 1361/2012 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 2.382/2011 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 004.750/2014-4 Fiscalização 85/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 3.143/2013 - Plenário Objeto da fiscalização: Implantação

Leia mais

BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Situação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 12 em 20/06/2014

BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Situação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 12 em 20/06/2014 BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 12 em 20/06/2014 Legenda: Contratada/Em contratação Em análise Aguarda nova licitação Edital-Lote Lote

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 18412/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: SP Nome do PT: Adequacão de Trecho Rodoviário - São Paulo

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 3027/2004-0 Ano Orçamento: 2004 UF: GO Nome do PT: Apoio à Implantação e Ampliação de Sistemas

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 006.343/2008-7 Fiscalização nº 115/2008 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade - levantamento Ato originário: Acórdão 461/2008 - Plenário Objeto da fiscalização:

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 13101/2007-8 Ano Orçamento: 2007 UF: SP Nome do PT: OBRAS RODOVIÁRIAS EMERGENCIAIS (CRÉDITO

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 003.762/2014-9 Fiscalização 90/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Despacho de 27/1/2014 do Min. Valmir Campelo (TC 001.081/2014-4)

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 8478/2006-0 Ano Orçamento: 2005 UF: AP Nome do PT: Recuperação do Porto de Santana no Estado

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6094/2004-7 Ano Orçamento: 2004 UF: RO Nome do PT: Adequação de Trechos Rodoviários na BR-364

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 9649/2007-2

Leia mais

BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Situação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 10 em 09/09/2013

BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Situação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 10 em 09/09/2013 BR-381/MG Norte Projeto de Duplicação Atual Quadro Síntese Levantamento Inicial de 09/01/2013 Revisão 10 em 09/09/2013 Legenda: Contratada/Em contratação Em análise Aguarda nova licitação Edital-Lote Lote

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 3065/2004-1 Ano Orçamento: 2004 UF: MS Nome do PT: CONSTRUÇÃO DA ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO Relatório preliminar, sujeito a alterações pela unidade técnica (não tramitar para o relator antes da RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 000.787/2009-4 Fiscalização nº 385/2009 DA FISCALIZAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 013.638/2013-0 Fiscalização 239/2015 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 1.184/2015 - Plenário Objeto da fiscalização: Construção

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 2662/2006-4 Ano Orçamento: 2006 UF: AM Nome do PT: OBRAS RODOVIARIAS EMERGENCIAIS (CREDITO

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4525/2005-6 Ano Orçamento: 2005 UF: PR Nome do PT: Recuperação de Trechos Rodoviários - Divisa

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 008.765/2011-1 Fiscalização nº 345/2011 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 564/2011 - Plenário Objeto da fiscalização: Proj. básico

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: GO Nome do programa de trabalho: Construção de Trechos Rodoviários no Corredor Araguaia-Tocantins

Leia mais

RELATÓRIO. (*) Pesquisa realizada em 17/6/2013 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 006.368/2013-1

RELATÓRIO. (*) Pesquisa realizada em 17/6/2013 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 006.368/2013-1 GRUPO I CLASSE V PLENÁRIO TC 006.368/2013-1 Natureza: Relatório de Auditoria. Unidades: Governo do Estado do Piauí, Ministério da Integração Nacional e Ministério do Meio Ambiente. Responsável: Dalton

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: DF Nome do programa de trabalho: Apoio à Instalação de Posto Avançado do INCOR em Brasília -

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 006.400/2013-2 Fiscalização 148/2013 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 448/2013 - Plenário Objeto da fiscalização: Construção do

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 007.421/2012-5 Fiscalização 286/2012 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 367/2012 - Plenário Objeto da fiscalização: Projeto CREMA

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 003.757/2014-5 Fiscalização 88/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Despacho de 27/1/2014 do Min. Valmir Campelo (TC 001.081/2014-4)

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SC Nome do programa de trabalho: Melhoria da segurança do transporte ferroviário

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 9186/2005-2

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6160/2005-2 Ano Orçamento: 2005 UF: RJ Nome do PT: Aquisição de Imóvel - sede Rio de Janeiro

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.130/2009-5

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 008.130/2009-5 GRUPO I CLASSE V Plenário TC-008.130/2009-5. Natureza: Levantamento de Auditoria. Entidade: Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Estado do Piauí. Interessado: Congresso Nacional. Advogado

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SP Nome do programa de trabalho: Implantação do Sistema de Trens Urbanos no Estado de São Paulo

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 11360/2005-4 Ano Orçamento: 2004 UF: RJ Nome do PT: Modernização do Centro Técnico de Atividades

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 009.211/2008-1 Fiscalização nº 65/2008 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade - levantamento Ato originário: Acórdão 461/2008 - Plenário Objeto da fiscalização:

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: CE Nome do programa de trabalho: Implantação, Aparelhamento e Adequação de Unidades de Saúde

Leia mais

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005 Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público- Privadas. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

Aplicação de recursos do Fundo Especial de Royalties: possibilidades e vedações

Aplicação de recursos do Fundo Especial de Royalties: possibilidades e vedações Aplicação de recursos do Fundo Especial de Royalties: possibilidades e vedações CONSULTA N. 838.756 EMENTA: CONSULTA PREFEITURA MUNICIPAL I. RECURSOS DO FUNDO ESPECIAL DE ROYALTIES/ PETRÓLEO APLICAÇÃO

Leia mais

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005.

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005. PORTARIA 328/R-06 DE 22 DE JUNHO DE 2006. O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso da competência que lhe foi atribuída pelo artigo 39, inciso XX, do Regimento Geral da UFRN; CONSIDERANDO

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 008.566/2009-0 Fiscalização nº 172/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

RELATÓRIO Nº, DE 2015

RELATÓRIO Nº, DE 2015 RELATÓRIO Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA, sobre a Mensagem nº. 67, de 2015 (Mensagem nº. 273, de 2015, na origem), da Presidente da República, que submete à apreciação do Senado

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MG Nome do programa de trabalho: Adequação de Contornos Rodoviários no Corredor

Leia mais

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ACORDO COM A LEI Nº 8.666/93 E COM O RDC UM PARALELO ENTRE OS REGIMES Do planejamento e julgamento da licitação até a fiscalização dos contratos 31 de março e 1º de abril

Leia mais

Versão: 3 Início de Vigência: 01.10.2008 Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 3.042, de 14 de agosto de 2008

Versão: 3 Início de Vigência: 01.10.2008 Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 3.042, de 14 de agosto de 2008 Procedimento de Comercialização Versão: 3 Início de Vigência: Instrumento de Aprovação: Despacho ANEEL nº 3.042, de 14 de agosto de 2008 ÍNDICE 1. APROVAÇÃO... 3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES... 3 3. PROCESSO

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SP Nome do programa de trabalho: Ampliação da Capacidade da SE Tijuco Preto (SP) - (3º Banco

Leia mais

Grupo de Trabalho Copa do Mundo FIFA 2014 da 5ª Coordenação e Revisão do MPF NOTA AO PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO DA MP 521/2010

Grupo de Trabalho Copa do Mundo FIFA 2014 da 5ª Coordenação e Revisão do MPF NOTA AO PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO DA MP 521/2010 Grupo de Trabalho Copa do Mundo FIFA 2014 da 5ª Coordenação e Revisão do MPF NOTA AO PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO DA MP 521/2010 (Regime Diferenciado de Contratações Públicas) O Grupo de Trabalho Copa do

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SERVIÇO DE CONTROLE INTERNO PLANO DE AUDITORIA DE LONGO PRAZO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SERVIÇO DE CONTROLE INTERNO PLANO DE AUDITORIA DE LONGO PRAZO PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO SERVIÇO DE CONTROLE INTERNO PLANO DE AUDITORIA DE LONGO PRAZO PARA O PERÍODO DE 2014 A 2017 NOVEMBRO - 2013 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

XIV SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS

XIV SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS XIV SIMPÓSIO NACIONAL DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS DIMENSÃO DO PROJETO BÁSICO NA CONCESSÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS PRECEDIDOS DA EXECUÇÃO DE OBRA PÚBLICA Cezar Augusto Pinto Motta TCE-RS / Ibraop Pedro

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Belo Horizonte 01/2013 Página 1 de 13 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ementa Atividades supervisionadas na área de atuação

Leia mais

Informativo do TCU º. 181 SUMÁRIO Plenário

Informativo do TCU º. 181 SUMÁRIO Plenário Informativo do TCU º. 181 Este Informativo, elaborado a partir das deliberações tomadas pelo Tribunal nas sessões de julgamento das Câmaras e do Plenário, contém resumos de algumas decisões proferidas

Leia mais

ACÓRDÃO Nº 1947/2008 - TCU - PLENÁRIO

ACÓRDÃO Nº 1947/2008 - TCU - PLENÁRIO ACÓRDÃO Nº 1947/2008 - TCU - PLENÁRIO 1. Processo nº 007.982/2008-2. 2. Grupo I - Classe de Assunto: V Levantamento de Auditoria. 3. Interessado: Congresso Nacional. 4. Entidade: Departamento Nacional

Leia mais

RELATÓRIO. RELATOR: Senador RICARDO FERRAÇO

RELATÓRIO. RELATOR: Senador RICARDO FERRAÇO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Aviso nº 29, de 2012 (Aviso nº 525-Seses- TCU-Plenário, de 23 de maio de 2012, na origem), do Tribunal de Contas da União (TCU), que encaminha cópia

Leia mais

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA LICITAÇÕES E CONTRATOS

OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA LICITAÇÕES E CONTRATOS OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA LICITAÇÕES E CONTRATOS Instrutora: Adelaide Bittencourt P. Coelho Participação: Paula Romano TCEMG Novembro/2009 IMPORTÂNCIA DO TEMA As obras são a parte mais aparente das

Leia mais

MODELO DE PROJETO BÁSICO AUDITORIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO DO IFAM [Subtítulo do documento]

MODELO DE PROJETO BÁSICO AUDITORIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO DO IFAM [Subtítulo do documento] Página: 1 de X Objeto: Elaborado por: Equipe X Y Z Aprovado por: Unidade Requisitante Autoridade máxima do órgão Página: 2 de X 1. Definição do Objeto Indicação do que se está pretendendo licitar com a

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno INSTRUÇÃO NORMATIVA UCCI N 002/2012 VERSÃO 01 ASSUNTO: Regulamenta o

Leia mais

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Coordenação AÇÃO DA Participação Entidade 7 Nova 381... Trajeto rodoviário que ligará Belo Horizonte a Governador Valadares, no estado de Minas Gerais, com

Leia mais

FISCOBRAS 2011. Que benefícios a sociedade tem com a fiscalização de obras

FISCOBRAS 2011. Que benefícios a sociedade tem com a fiscalização de obras FISCOBRAS O TCU tem o dever de verificar se os recursos públicos são usados da melhor maneira, em favor da sociedade. Ciente de que reparar danos é mais difícil do que evitá-los, prioriza cada vez mais

Leia mais

FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS

FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS Unidade Auditada: FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PUBLICO- PRIVADAS Exercício: 2012 Processo: 00190.008390/2013-07 Município: Brasília - DF Relatório nº: 201306079 UCI Executora: SFC/DEFAZ - Coordenação-Geral

Leia mais

Companhia Energética de Minas Gerais

Companhia Energética de Minas Gerais CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 41/2012 Companhia Energética de Minas Gerais AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: Resolução Normativa nº 334/2008 NOTA TÉCNICA /2012

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. PROCESSO Nº 59500.000938/2014-45 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2014

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2011

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2011 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA-UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual nº 9.996, de 02 de maio de 2006 CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO-CONSEPE RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2011

Leia mais

A GESTÃO CONTRATUAL: Fiscalização dos contratos e execução do Seguro Garantia. 22 de Setembro de 2014, Brasília/DF

A GESTÃO CONTRATUAL: Fiscalização dos contratos e execução do Seguro Garantia. 22 de Setembro de 2014, Brasília/DF A GESTÃO CONTRATUAL: Fiscalização dos contratos e execução do Seguro Garantia 22 de Setembro de 2014, Brasília/DF Agenda REGIMES DE CONTRATAÇÃO PÚBLICA GERENCIAMENTO CONTRATUAL GESTÃO DA GARANTIA EXECUÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA INSTRUÇÃO NORMATIVA SJU Nº 02/2014 Versão: 01 Data da Aprovação: 31/03/2014 Ato de Aprovação: Decreto Municipal Nº 075/2014 Unidade Responsável: Procuradoria Geral. I - FINALIDADE: A presente Instrução

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 006.064/2009-9 Fiscalização nº 259/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

EDITAL Nº 087/2011-00.

EDITAL Nº 087/2011-00. Processo n. 50600.017046/2010-57 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES - MT DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES COORDENAÇÃO-GERAL DE CADASTRO E LICITAÇÕES EDITAL

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6604/2004-2 Ano Orçamento: 2004 UF: RJ Nome do PT: Construção do Centro de Desenvolvimento

Leia mais

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas

Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Um novo caminho para o desenvolvimento de Minas Coordenação AÇÃO DA Participação Entidade 7 Nova 381... Trajeto rodoviário que ligará Belo Horizonte a Governador Valadares, no estado de Minas Gerais, com

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004.

RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004. RESOLUÇÃO Nº 193, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 Altera os arts. 1º e 11 e o inciso I do art. 2º da Resolução CNSP No 118, de 22 de dezembro de 2004. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no uso da

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MS Nome do programa de trabalho: Construção de Contornos Ferroviários no Corredor Sudoeste -

Leia mais

RESUMO RELATÓRIO. 1) A Administração está tomando providências com vistas a regularizar a situação da. obra?

RESUMO RELATÓRIO. 1) A Administração está tomando providências com vistas a regularizar a situação da. obra? GRUPO I CLASSE V Plenário TC 011.226/2014-5 Natureza: Relatório de Auditoria Entidades: Estado do Piauí, Ministério da Integração Nacional (vinculador) e Ministério do Meio Ambiente Interessado: Congresso

Leia mais

MOVIMENTO NOVA 381 COMPLETOU 1 ANO! MOVIMENTO NOVA 381 EM NÚMEROS

MOVIMENTO NOVA 381 COMPLETOU 1 ANO! MOVIMENTO NOVA 381 EM NÚMEROS Informativo 04-26 de março de 2014 Informativo Nova 381 O Movimento Nova 381 é uma iniciativa das 11 entidades de representação empresarial de Minas Gerais, coordenado pela Federação das Indústrias do

Leia mais

NOTA DE AUDITORIA Nº 03/2014

NOTA DE AUDITORIA Nº 03/2014 Destino(s): Pró-Reitoria de Administração (ProAd) / Coordenação-Geral de Suprimentos e Aquisições (CGSA) / Divisão de Convênios Assunto: Avaliação dos planos de providências da Divisão de Convênios sobre

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Grande Escala

Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Grande Escala 1/6 Título Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Nº de Registro (Resumen) 8 Empresa o Entidad CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A CEMIG-D Autores del Trabajo Nombre País e-mail

Leia mais

Normativo 7 Parte Específica AÇÕES DE REÚSO DE EFLUENTES TRATADOS

Normativo 7 Parte Específica AÇÕES DE REÚSO DE EFLUENTES TRATADOS SECRETARIA DE ESTADO DE SANEAMENTO E ENERGIA REÁGUA PROGRAMA ESTADUAL DE APOIO À RECUPERAÇÃO DAS ÁGUAS Normativo 7 Parte Específica COMPONENTE INCREMENTO DA DISPONIBILIDADE DE ÁGUA SUBCOMPONENTE REÚSO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 12/2011/CONSU Estabelece normas para o relacionamento entre a Universidade Federal de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.651/11, DE 7 DE ABRIL DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.651/11, DE 7 DE ABRIL DE 2011 Aprova a metodologia de recomposição do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão de rodovias federais da 1ª Etapa, da 2ª Etapa Fase I e do Pólo Pelotas, em decorrência de novos investimentos

Leia mais

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso VI, alínea a, da Constituição,

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso VI, alínea a, da Constituição, DECRETO Nº 8.080/2013, DE 20 DE AGOSTO DE 2013 Altera o Decreto nº 7.581, de 11 de outubro de 2011, que regulamenta o Regime Diferenciado de Contratações Públicas - RDC, de que trata a Lei nº 12.462, de

Leia mais

CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS

CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS VERIFICAÇÕES PRELIMINARES Art. 3, caput e 1 ; 1. O objeto do convênio ou contrato de repasse guarda relação com a atividade do convenente? 2.

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: SP Nome do programa de trabalho: Implantação do Gasoduto São Carlos (SP) - Congonhas (MG) de

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO EDITAL Nº 030 /2010 - PROJETO BRA/06/032 CÓDIGO: REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA URBANA O Projeto

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO Autarquia Municipal Lei de criação Nº792 de 30-03-1967 CNPJ: 27.998.368/0001-47

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO Autarquia Municipal Lei de criação Nº792 de 30-03-1967 CNPJ: 27.998.368/0001-47 EDITAL PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI 000001/2014 PROCESSO Nº 001179/2014 O Serviço Autônomo de Água e Esgoto, do município de São Mateus estado do Espírito Santo, FAZ SABER que se encontra

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL AUDIÊNCIA PÚBLICA

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL AUDIÊNCIA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL AUDIÊNCIA PÚBLICA RESTAURAÇÃO/RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO RODOVIÁRIA NAS RODOVIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre 06 de novembro de 2012

Leia mais

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL RELATÓRIO PRÉVIO

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL RELATÓRIO PRÉVIO COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE N o 28, DE 2015 RELATÓRIO PRÉVIO Propõe que a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6177/2005-0 Ano Orçamento: 2005 UF: RJ Nome do PT: Substituição de Grupo de Geradores de Vapor

Leia mais

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde REGULAMENTO DE COMPRAS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DAS UNIDADES SOB GERENCIAMENTO DA O.S.S. SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A SPDM

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: AM Nome do programa de trabalho: Implantação do Sistema de Transmissão em Manaus (313,3 Km de

Leia mais

PROGRAMA PROREDES BIRD RS

PROGRAMA PROREDES BIRD RS PROGRAMA PROREDES BIRD RS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL ESPECIALIZADO EM SINALIZAÇÃO E SEGURANÇA VIÁRIA PARA FINS DE APOIO NA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA PARA O

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14 A COMPANHIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - SULGÁS, com sede na cidade de Porto Alegre/RS, à Rua Sete de Setembro, 1069 5º andar, Bairro Centro Histórico - CEP: 90010-191, com fundamento no artigo

Leia mais

Em razão da impugnação apresentada, informo:

Em razão da impugnação apresentada, informo: Proc. nº. 892/2010-GO Pregão Eletrônico nº. 27/2014 Prezado Licitante, Em razão da impugnação apresentada, informo: A empresa BRILHANTE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO LTDA-EPP apresentou, em 30/09/2014, pedido

Leia mais

Compras por Meios Eletrônicos

Compras por Meios Eletrônicos Compras por Meios Eletrônicos rio de COMPRAS POR MEIOS ELETRÔNICOS O Banco Interamericano de Desenvolvimento, em conjunto com o Banco Mundial, analisou o Sistema de Pregão Eletrônico do COMPRASNET do Governo

Leia mais

Proposta preliminar para discussão com. Versão de 23 de abril de 2004. Potenciais Parceiros Privados

Proposta preliminar para discussão com. Versão de 23 de abril de 2004. Potenciais Parceiros Privados Proposta preliminar para discussão com Versão de 23 de abril de 2004 Potenciais Parceiros Privados Apresentação O Governo do Estado de Minas Gerais, com a publicação da Lei nº 14.868, de 16 de dezembro

Leia mais

Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto. (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica)

Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto. (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica) Edital para Contratação de Consultoria Externa para Avaliação Final de Projeto (Pessoa Física ou Pessoa Jurídica) Localização: Em domicílio (com visitas de campo previstas) Prazo para envio de candidatura:

Leia mais

PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS 9 PROJETO DE LEI Institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada, no âmbito da administração pública. O CONGRESSO NACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 014.086/2009-0 Fiscalização nº 408/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Trechos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012 Dispões sobre o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) na prestação de serviços de arquitetura e urbanismo e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura

Leia mais

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC EDITAL SETEC Nº, DE DE JANEIRO DE 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA - SISUTEC O Secretário

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL ANEXO 2 MINUTA DO CONTRATO DE GESTÃO

ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL ANEXO 2 MINUTA DO CONTRATO DE GESTÃO ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBA DO SUL ANEXO 2 MINUTA DO CONTRATO DE GESTÃO CONTRATO DE GESTÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS E A ASSOCIAÇÃO PRÓ-GESTÃO

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA RODOVIA BR-381/MG

AUDIÊNCIA PÚBLICA RODOVIA BR-381/MG - SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DE MINAS GERAIS AUDIÊNCIA PÚBLICA RODOVIA BR-381/MG SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DE MINAS GERAIS PROJETO EXECUTIVO DE RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS NA RODOVIA

Leia mais

RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012

RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012 Goiânia, 05 de junho de 2011. RESPOSTA IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº 007/2012 Em atendimento ao item 14 do edital do Pregão Eletrônico nº 007/2012, processado nos autos nº 201200018000086, e em atenção a pedido

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO EDITAL 025/2010 - PROJETO BRA/06/032 CÓDIGO: FRONTEIRA AMAZÔNICA URBANIZADA O Projeto BRA/06/032

Leia mais