4RUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA LACTATO SANGUE TOTAL/LCR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4RUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA LACTATO SANGUE TOTAL/LCR"

Transcrição

1 POP n.º: B31 Página 1 de 6 1. Sinonímia: ÁCIDO LÁCTICO, ÁCIDO LÁTICO. Mnemônico: LTQ (Lactato no LCR). O Lactato no sangue faz parte do menu da gasometria arterial ou venosa (não tem um mnemônico exclusivo). 2. Aplicabilidade: Bioquímicos e Técnicos de Gasometria do Setor de Bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro da concentração de lactato em líquor (LCR) e sangue total. 4. Principio do teste: Medição amperométrica com eletrodo específico. 5. Amostra: 5.1 Preparo do paciente: Sem restrições. A coleta de LCR é realizada por profissional médico. A coleta de gasometria arterial é realizada pela enfermagem ou por médicos. A coleta de gasometria venosa pode ser realizada por coletadores do Laboratório-HNSC ou PC-HCR. 5.2 Tipo de amostra: LCR ou sangue total (gasometria arterial ou venosa). 5.3 Colheita: Quantidade mínima de sangue total: 0,5 ml. Quantidade mínima de LCR: 0,5 ml. 5.4 Preservação e transporte: LCR: tendo exames cultural ou citológico, agilizar o envio para o Setor de Bioquímica para a dosagem de lactato. Armazenamento e transporte: temperatura ambiente. Amostras de gasometria arterial ou venosa: Em geral as amostras devem ser analisadas tão logo quanto possível para minimizar os efeitos da continuidade do metabolismo, difusão de oxigênio através do plástico da seringa e saída do potássio das hemácias. Se a amostra for guardada por mais de 15 minutos, ela deve ser resfriada para 2-8 C para diminuir o metabolismo. Nestas condições ela não deve ser guardada por mais de 30 minutos. É importante também a retirada de possíveis bolhas de ar, imediatamente após a colheita. 5.5 Identificação da amostra: LCR: Etiqueta com código de barras gerado pelo sistema de gerenciamento de dados do LAC. A etiqueta deve ser posicionada no tubo de envio à Bioquímica, a partir da tampa para

2 POP n.º: B31 Página 2 de 6 o fundo em linha reta de forma que o código de barras fique visível e alinhado, sem enrugamentos. Sangue total: identificado com a etiqueta do prontuário do paciente. 5.6 Estabilidade e armazenamento: LCR: a estabilidade da amostra de LCR para lactato, segundo trabalhos científicos (J.Bras. Patol. Méd. Lab. Vol 44, nº 2, Rio de Janeiro, Apr. 2008, Sielo) depende da presença ou não de sangue na amostra. Por se tratar de um material nobre e importante para o diagnóstico clínico, todo a análise deverá ser priorizada. Sangue total (gasometria): 15 minutos à temperatura ambiente e até 60 minutos, se refrigerado (2 a 8ºC). 5.7 Amostras Inadequadas: LCR ou sangue total: Amostras coaguladas. Amostras mal identificadas. Amostras com presença de fibrina. Amostras com volume insuficiente. 6. Reagentes e materiais: S1720 Solução de calibração I (200 ml): Solução utilizada para calibração 1 ponto (a cada 4h) e 2 pontos (a cada 8h) de ph (7,398), K + (4 mmol/l), Na + (145 mmol/l), Ca 2+ (1,25 mmol/l), Cl - (102 mmol/l), glicose (10 mmol/l) e lactato (4 mmol/l). Conservação e estabilidade: fechado: 25 meses (2 a 25 C). Em uso: 4 semanas (18 a 32 C). S1730 Solução de calibração II (200 ml): Solução utilizada para calibração 2 pontos de ph (6,802), K + (40 mmol/l), Na + (20 mmol/l), Ca 2+ (5 mmol/l) e Cl - (50 mmol/l). Conservação e estabilidade: fechado: 25 meses (2 a 25 C). Em uso: 4 semanas (18 a 32 C). S4970 Solução Rinse (600 ml): Utilizada para lavagem dos condutos do ABL 700. S7370 Solução Cleaning(200 ml): Utilizada para limpeza dos condutos do equipamento ABL 700. S5370 Solução Cleaning Additive: Aditivo da solução cleaning. Gas Mixtures (gás 1 e gás 2):Utilizados para calibração de pco2 e po2. Composição do Gás 1: 19,76% O 2, 5,60% CO 2, 74,64% N 2. Composição do Gás 2: < 0,04% O 2, 11,22% CO 2, 88,78% N 2. Conservação e estabilidade: 2 a 32 C (25 meses). 7. Equipamentos: ABL 800 (Radiometer). Para maiores detalhes vide POPE-B05 ABL Calibração: A calibração automática está programada da seguinte forma: 2 pontos a cada 8h, 1 ponto a cada 4h e da Hb a cada 3 meses. Na calibração de 2 pontos, utilizando-se as soluções de

3 POP n.º: B31 Página 3 de 6 calibração I e II com concentrações conhecidas de cada substrato, traça-se uma linha de calibração. Esta é a expressão da relação entre o potencial medido no eletrodo e a concentração do substrato específico do eletrodo. A linha de calibração forma uma escala usada pelo analisador para converter o potencial medido no eletrodo em concentração. A calibração é realizada a intervalos regulares para manter a exatidão constante a despeito de pequenas alterações no comportamento dos eletrodos, afetada por fenômenos como o acúmulo protéico e tempo. Quando necessário, a calibração pode ser requisitada. 9. Procedimento: 9.1 Fluxo: O médico pode solicitar lactato no LCR. Para o lactato no sangue, o médico deverá solicitar uma gasometria (arterial ou venosa), descrevendo ao lado, o pedido de lactato. LCR: Agilizar a chegada do material para análise de lactato, no Setor de Bioquímica. Observar o aspecto da amostra, presença de sangue, fibrina ou coágulo. Centrifugar a amostra, se necessário. Utilizar a opção outros fluídos, identificando a análise com o nº do Pleres e o nome do paciente. Sangue total: A amostra deve ser encaminhada o mais rápido possível para o setor de análise, para minimizar os efeitos da continuidade do metabolismo, difusão do oxigênio através do plástico da seringa e saída de potássio das hemácias. Se a amostra for guardada por mais de 10 minutos, ela deve ser resfriada para 2-8 C para diminuir o metabolismo. É muito importante assegurar que a porção da amostra que é transferida para o analisador seja homogênea e representativa da amostra total. Desse modo, é importante misturar a amostra, invertendo-a e rolando-a horizontalmente. As primeiras gotas de sangue da extremidade da seringa geralmente estão coaguladas e não são representativas da amostra total. Conseqüentemente, algumas gotas de sangue devem sempre ser retiradas, por exemplo, sobre uma gaze, antes de transferir a amostra para o analisador. 9.2 Definição do teste: Intervalo de medição: 0 a 30 mmol/l Limites de sensibilidade: 150 a 2000 pa/mm Especificações do analisador: Capítulo 13 do Manual do Utilizador do ABL800 Flex Radiometer. 10. Controle de qualidade: 10.1 Controle Interno: Autocheck:

4 POP n.º: B31 Página 4 de 6 Ampolas em 3 níveis (prontas para o uso) utilizadas para o controle de qualidade (exatidão e precisão) do equipamento de gasometria ABL 800 da Radiometer Controle Externo: Controle PELM Controllab (frequência trimestral). 11. Resultados: 11.1 Unidades: Os resultados são expressos em milimol por litro: mmol/l Cálculos: O sistema calcula automaticamente a concentração do analito de cada amostra Interface: LCR: Sistema de interface do Laboratório-HNSC, via Pleres (VFR). Sangue total: Sistema de interface exclusivo da gasometria (VFR) Critérios de aceitação: Amostras sem flags. Observar aspecto da amostra para descartar presença de fibrina, coágulos ou volume insuficiente. Sempre que necessário, revisar resultados anteriores. Em caso de repetição, colocar no campo de observação do resultado, exame confirmado por repetição. 12. Valores de referência: Sangue: 0,5 a 1,6 mmol/l LCR: 1,2 a 2,4 mmol/l 13. Valores críticos: Lactato no sangue superior a 5,0 mmol/l. 14. Limitações do método: 14.1 Interferentes: Ligados a amostra (sangue total ou LCR): Presença de fibrina, coágulos ou amostra com volume insuficiente. Ligados ao equipamento de automação: Calibração não aceita, comutatividade não adequada ou flag no resultado. 15. Interpretação dos resultados: Suprimento inadequado de oxigênio irá determinar, na maioria das células do corpo, produção de quantidades excessivas de lactato. Um grau crítico de hipóxia celular acarreta

5 POP n.º: B31 Página 5 de 6 uma mudança do metabolismo aeróbico normal para o anaeróbico, quando então é produzido o lactato. Deste modo o lactato serve como um marcador do equilíbrio crítico entre a demanda por oxigênio dos tecidos e o suprimento do oxigênio. Em geral, lactato aumentado deve alertar o clínico e em diminuição ou persistentemente baixo, durante uma doença crítica, é sinal de sucesso no tratamento. O lactato é um intermediário do metabolismo dos carboidratos, sendo o principal metabólito do glicogênio, em anaerobiose. Valores elevados são encontrados no pós-prandial, após exercícios físicos, choque, insuficiência renal e hepática, intoxicação por etanol, uso de medicamentos (biguanidas, salicilatos, barbitúricos), glicogenoses congênitas, alteração do metabolismo de ácidos graxos e aminoácidos. Níveis elevados de ácido láctico no líquor são encontrados na meningite bacteriana, ao contrário da meningite viral, onde níveis normais são usualmente encontrados. Os níveis de lactato no líquor, diferente dos níveis de glicose, não estão vinculados à concentração sanguínea, e sim à sua produção intratecal. O consumo de glicose como fonte de energia nas infecções bacterianas do SNC resulta em diminuição dos níveis de glicose e aumento do lactato, sugerindo elevação da glicólise anaeróbica. A determinação dos níveis de lactato no LCR é utilizada principalmente no diagnóstico diferencial entre as meningites bacterianas e virais. 16. Biossegurança: Usar equipamento de proteção individual (luvas, óculos etc.). Fazer a descontaminação de bancadas e equipamentos conforme as normas de segurança do laboratório. Descartar resíduos de acordo com as Boas Práticas de Laboratório e com as normas federais, estaduais e locais. Vide Manual de biossegurança. A Ficha de Dados de Segurança Manual Radiometer contém: Identificação e composição dos componentes. Identificação dos perigos. Primeiros socorros. Manuseamento e armazenagem. Controle da exposição / proteção individual. Propriedades físicas e químicas. Estabilidade e reatividade. Informação toxicológica. Informação ecológica. Considerações relativas à eliminação. Informações relativas ao transporte. Outras informações. 17. Anexos:

6 POP n.º: B31 Página 6 de 6 N/A 18. Bibliografia: Manual do Equipamento. Manual de ph e Gases do Sangue Radiometer.

GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF

GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF POP n.º: B93 Página 1 de 7 1. Sinonímia: GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação do

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FÊMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA TIPAGEM ABO/Rh EM GEL CENTRIFUGAÇÃO

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FÊMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA TIPAGEM ABO/Rh EM GEL CENTRIFUGAÇÃO 1. Sinonímia: POP n.º: B21 Página 1 de 12 GRUPO SANGÜÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: AB 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HF. 3. Aplicação clínica: Determinação do grupo

Leia mais

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano.

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano. POP n.º: B07 Página 1 de 5 1. Sinonímia: CKMB, MB. Mnemônico: MB 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro da atividade

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA POP n.º: B111 Página 1 de 8 1. Sinonímina: Eletroforese de Hemoglobina em ph ácido. 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de Bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação Clínica: A eletroforese de hemoglobina

Leia mais

Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC.

Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC. POP: P-09 Página 1 de 6 1. Sinonímia: Pesquisa de sangue oculto nas fezes. Mnemônico SOF. 2. Aplicabilidade: Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica:

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA POP n.º: B35 Página 1 de 6 1. Sinonímia: FOLATO Mnemônico: FOL 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro do Ácido Fólico

Leia mais

Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC, bem como equipe médica do Serviço de Hematologia do HNSC.

Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC, bem como equipe médica do Serviço de Hematologia do HNSC. POP: H-20 Página 1 de 6 1. Sinonímia: Reação de Perls. Mnemônico: PFE 2. Aplicabilidade: Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de hematologia do LAC-HNSC, bem como equipe médica do Serviço de

Leia mais

METASSILICATO DE SÓDIO

METASSILICATO DE SÓDIO pág.:1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: - Código interno de identificação do produto: 00331 - Nome da empresa: Casquimica Produtos Químicos Ltda - Endereço: Rua Castro Alves,

Leia mais

CERTIFICADO DE ANÁLISE Nº 1306100484-01

CERTIFICADO DE ANÁLISE Nº 1306100484-01 CERTIFICADO DE ANÁLISE Nº 1306100484-01 Objeto da Certificação Solução Tampão de ph 4,01 Fabricante: GEHAKA Nº de Lote: 1306100484-01 Data de Fabricação: 10/06/2013 Data de Validade: Dois anos fechado

Leia mais

Determinação quantitativa in vitro do hormônio luteinizante em soro ou plasma humano.

Determinação quantitativa in vitro do hormônio luteinizante em soro ou plasma humano. POP n.º: B44 Página 1 de 6 1. Sinonímia:, HORMÔNIO LUTEINIZANTE. Mnemônico: 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro do

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH)

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) 1.- Identificação da substância ou do preparado e da sociedade ou empresa Identificação da substância ou do preparado Denominação:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Página 1 de 5 SEÇÃO 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Fornecedor: TerpenOil Ltda. Endereço: Av. Arquimedes 1070 Galpão 8, Jundiaí SP Telefone de Emergência: 0800 722 6001 DISQUE INTOXICAÇÃO SEÇÃO

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POP n.º: I 22 Página 1 de 5 1. Sinonímia Beta 2 Microglobulina, b2m 2. Aplicabilidade Aos técnicos e bioquímicos do setor de imunologia 3. Aplicação clínica A beta-2-microglobulina é uma proteína presente

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: CORANTE CARAMELO CER Página: (1 of 8) ATENçÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes

Leia mais

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia.

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia. POP n.º: I70 Página 1 de 5 1. Sinonímia Teste rápido Anti-, VIKIA Biomeriéux. 2. Aplicabilidade Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia. 3. Aplicação

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Mixtinter Laranja HOR 16L Página 1 / 6

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Mixtinter Laranja HOR 16L Página 1 / 6 Mixtinter Laranja HOR 16L Página 1 / 6 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Mixtinter Laranja HOR nº Material: 238961 16L nº Material:238961 Código Interno de Produto : 000000393778

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: CLORETO DE METILENO Page: (1 de 5) ATENÇÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes

Leia mais

SOP.BIO.001 PROCESSAMENTO DE SANGUE TOTAL PROCESSAMENTO DE SANGUE TOTAL

SOP.BIO.001 PROCESSAMENTO DE SANGUE TOTAL PROCESSAMENTO DE SANGUE TOTAL PROCESSAMENTO DE SANGUE PROCESSAMENTO DE SANGUE Responsável(is): -Joana Batuca ELABORADO: -Joana Batuca APROVADO: Sérgio Dias 16-05-2014 Pag. 1/5 PROCESSAMENTO DE SANGUE ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. INFORMAÇÃO

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FEMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE HEMATOLOGIA AUTOMAÇÃO EM HEMATOLOGIA SYSMEX XT 4000i

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FEMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE HEMATOLOGIA AUTOMAÇÃO EM HEMATOLOGIA SYSMEX XT 4000i POPE n.º: H 01 Página 1 de 6 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome: Analisador Hematológico Automatizado Sysmex 1.2 Modelo: XT 4000i 1.3 Número de série: 12780 1.4 Número de patrimônio: Não se aplica

Leia mais

Nome do Produto: Inseticida Granulado LANDREX PLUS FISPQ N-: 17 Página 1/5 Data da última revisão: 24.05.2015

Nome do Produto: Inseticida Granulado LANDREX PLUS FISPQ N-: 17 Página 1/5 Data da última revisão: 24.05.2015 Página 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Empresa fabricante: Landrin Indústria e Comércio de Inseticidas Ltda. Tel.: XX54-3330-9600 Informação em caso de emergência Tel.: 0800 707 0550 Tel.:

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POP n.º: I 29 Página 1 de 5 1. Sinonímia Pesquisa de anticorpos frios. 2. Aplicabilidade Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de Imunologia. 3. Aplicação clínica As Crioaglutininas são anticorpos

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SACAROSE - Código interno de identificação do produto: S1002 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda - Endereço:

Leia mais

HIPOCLORITO DE SODIO

HIPOCLORITO DE SODIO FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ HIPOCLORITO DE SODIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: HIPOCLORITO DE SODIO Nome da Empresa: Nitrogenius Produtos Químicos

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança

Ficha de Dados de Segurança Ficha de Dados de Segurança (Em conformidade com o REGULAMENTO DA COMISSÃO [UE] N.º 453/2010) Identificador do produto SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa Código do produto

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: ETILENOGLICOL - Código interno de identificação do produto: E1020 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda - Endereço:

Leia mais

INSTALAÇÃO E CONTROLE DE TRANSFUSÃO DE HEMOCOMPONENTE Enf a Chefe de Enfermagem do Serviço de Hemoterapia: Gilce Erbe de

INSTALAÇÃO E CONTROLE DE TRANSFUSÃO DE HEMOCOMPONENTE Enf a Chefe de Enfermagem do Serviço de Hemoterapia: Gilce Erbe de Revisão: 00 PÁG: 1 CONCEITO Instalação e administração de concentrado de hemácias, plaquetas ou plasma fresco congelado. FINALIDADE Estabelecer a rotina para instalação e controle da transfusão de hemocomponentes

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: ACETATO DE SÓDIO ANIDRO - Código interno de identificação do produto: A1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

Q TIC. Produtor/ Fornecedor:... Quimil Indústria e Comércio LTDA

Q TIC. Produtor/ Fornecedor:... Quimil Indústria e Comércio LTDA Revisão: 00 Data de revisão: 12/2011 Página 1 de 9 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:... Produtor/ Fornecedor:... Endereço:...Via periférica II, 2460 CIA SUL- Simões Filho. Bahia.

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código interno: 7500 (12 X 500 ml) Empresa: BOMBRIL S/A TELEFONE DE EMERGÊNCIA: 0800 014 8110 Aplicação: detergente para pré-lavagens.

Leia mais

Dados do POP - Procedimento Operacional Padrão

Dados do POP - Procedimento Operacional Padrão Página 1 de 6 Dados do POP - Procedimento Operacional Padrão Nome do POP / Sinonímia Dispensação de Medicamentos e Materiais Médico-Hospitalares no Bloco Cirúrgico Nome do responsável pelo POP Marlene

Leia mais

Bioquímicos, Assistentes Técnicos, Supervisora Administrativa, Auxiliares administrativos e Supervisora da Colheita do LAC-HNSC.

Bioquímicos, Assistentes Técnicos, Supervisora Administrativa, Auxiliares administrativos e Supervisora da Colheita do LAC-HNSC. POP L46 Página 1 de 9 1. Objetivo Estabelecer procedimento para solicitação de nova colheita de amostras nos casos de não conformidades, na ausência de material biológico para realização dos exames e para

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6 Fat Yellow3G-CN Página 1 / 6 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Fat Yellow3G-CN nº Material: 197950 nº Material:197950 Código Interno de Produto : 000000189695 Identificação da sociedade/empresa

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 FISPQ PRODUTO ELABORADO REVISADO MOLLIS GEL HIGIENIZADOR COM 01/08/2012 03/09/2012 TRICLOSAN 1. Identificação do produto e da empresa

Leia mais

Pode causar dores abdominais e irritação gástrica. Por não ser um produto totalmente bio-degradável, pode afetar o ecosistema.

Pode causar dores abdominais e irritação gástrica. Por não ser um produto totalmente bio-degradável, pode afetar o ecosistema. 1 Identificação do produto e da empresa Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 012 Página 1 / 5 Data da última revisão 17/072008 Nome do produto: Acrilpen Código interno

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH)

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) CLORAMINA T.FDS_PT.DOC ACOFARMA 1.- Identificação da substância ou do preparado e da sociedade ou empresa Identificação da substância

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: AMINOETILETANOLAMINA Page: (1) ATENÇÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes de

Leia mais

Interpretação da Gasometria Arterial. Dra Isabel Cristina Machado Carvalho

Interpretação da Gasometria Arterial. Dra Isabel Cristina Machado Carvalho Interpretação da Gasometria Arterial Dra Isabel Cristina Machado Carvalho Distúrbios Ácido-Base O reconhecimento dos mecanismos homeostáticos que controlam o equilíbrio ácido-base é fundamental, pois os

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código interno: 12044 (1,5L) Aplicação: Desinfetante para Roupas Empresa: BOMBRIL S/A - Marginal Direita da Via Anchieta, km14 -

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1 - Nome do produto: BIOCLORO 1% Nome da empresa: Biocloro Indústria e comercio Ltda.. Endereço: Sitio

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ PRODUTO: FLASH CLEAN POP REVISÃO Nº: 002 05/2013 1 INDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Desinfetante para uso geral. Nome comercial: Flash Clean Pop. Empresa: Quimifel Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza Ltda. Autorização de

Leia mais

Ambiente Produtos de Limpeza Ltda. FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

Ambiente Produtos de Limpeza Ltda. FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Produto: Limpa Vidros RCD Ambientare Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa PRODUTO Nome do Produto: Limpa Vidros RCD Ambientare Registro M.S. nº: Produto Notificado na Anvisa/MS nº 25351.210916/2005-30

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: CLORETO DE OURO - Código interno de identificação do produto: C1111 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda -

Leia mais

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ De acordo com a NBR 14725-4:2012 Data da revisão: 12/11/2013 Revisão: 03 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Ref 0785

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 3. IDENTIFICAÇÃO DE RISCOS 4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 3. IDENTIFICAÇÃO DE RISCOS 4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Hidrofloc Aplicação: Floculante/Clarificante/Auxiliar de Filtração para tratamento de água

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POPE: H-08 Página 1 de 9 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome:. Modelo: DM96 1.2 Número de série 31855 1.3 Número de patrimônio: N/A. 1.4 Data de aquisição: N/A. 1.4.1 Entrada no setor: 25/06/13 1.4.2

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Utilização BECKER LV SISTEMA FLEX É um desinfetante à base de Quaternário de Amônio, indicado para desinfecção de superfícies fixas e estruturas

Leia mais

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ De acordo com a NBR 14725-4:2012 Data da revisão: 25/11/2013 Revisão: 03 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Referência

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: SULFATO DE ALUMÍNIO E POTÁSSIO - Código interno de identificação do produto: S1049 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DAS MENINGITES BACTERIANAS

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DAS MENINGITES BACTERIANAS DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DAS MENINGITES BACTERIANAS Bioquímica: Rita de Cássia Campos Bertoncini Seção de Bacteriologia do LACEN/SC PRINCIPAIS EXAMES 1 2 3 3.1 3.2 3.3 Exame físico do LCR Aspecto Cor Exame

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO NOME DO PRODUTO:...CONTROLADOR DE METAIS 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES SUBSTÂNCIA QUÍMICA:...Ácido(1-Hidróxietilideno) disfofônico CAS:...2809-21-4 PORCENTAGEM:...29

Leia mais

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed.

FISPQ A - 016 Em conformidade com a NBR 14725:2005 2 ed. 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Aplicação: Limpa Contatos Limpeza de contatos elétricos Fornecedor: Sprayon Química Industrial Ltda - ME - Indústria Brasileira Endereço: Rua Chile

Leia mais

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO ALCOOL NORD DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS NOME DO FABRICANTE Cinord

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE ZINCO

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE ZINCO Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome da Empresa/fornecedor: Endereço: Resimapi Produtos Químicos Ltda Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa: (xx11)

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54 LAT 54 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto: LAT 54 - DETERGENTE SEMIPASTOSO ESPUMANTE Identificação da Empresa: Química Foz do Iguaçu Ind. e Com. de Prod. Químicos Ltda.

Leia mais

Principal uso do produto: Indicado para remoção de ceras de pisos em geral.

Principal uso do produto: Indicado para remoção de ceras de pisos em geral. Página 1 de 7 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO JATO REMOVEDOR LUMINAR 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO 1.1 - Identificação da Empresa: Valdir Carvalhal Rua 9 de julho, 232 -

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA 01/05 1. DENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Limpa e desengordura superfícies laváveis, como fogões, coifas, azulejos, pisos, e similares. Diluição até 1:20 Telefone de emergência:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ nº 006 Revisão: 04 Data: 26/08/2014 Página: 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Identificação do produto Stanlux Pell 1.2 Principais usos recomendados Masterbatches para plásticos 1.3

Leia mais

PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit

PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit Instruções para o médico Para uso em diagnóstico in vitro. Exclusivamente para exportação dos EUA. Instruções 1. Pode ser útil pedir ao paciente que beba uma

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico - FISPQ Produto: Ultralub Silispray Desmocoating Página 1 de 6 1 Informação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Ultralub Silispray Desmocoating Fornecedor Nome: Ultralub Química Ltda. Endereço: Estrada dos

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos.

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos. 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

Q LC 01. Produtor/ Fornecedor:... Quimil Indústria e Comércio LTDA

Q LC 01. Produtor/ Fornecedor:... Quimil Indústria e Comércio LTDA Revisão: 00 Data de revisão: 12/2011 Página 1 de 9 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:... Produtor/ Fornecedor:... Endereço:...Via periférica II, 2460 CIA SUL- Simões Filho. Bahia.

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. ELEVADOR DE ph MALTEX 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

FISPQ. Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. ELEVADOR DE ph MALTEX 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES Página 1 de 6 ELEVADOR DE ph MALTEX 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1. Nome do produto: Elevador de ph Maltex 1.2. Aplicação: Produto químico utilizado para controlar a faixa de ph de sua piscina,

Leia mais

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES Nome do produto: BIOQUAT 1650 Página: (1 of 1) ATENÇÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes de manusear, usar ou descartar este produto, seguindo as

Leia mais

Procedimentos Técnicos NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR

Procedimentos Técnicos NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Versão: 1 Pg: 1/6 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Ivo Fernandes Sobreiro Gerente da Qualidade 01/09/2009 DE ACORDO Renato de Lacerda Diretor Técnico 05/09/2009 APROVADO POR Jose Carlos Santos

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Página 1 de 6 -VIRACTIS 77 Ficha de dados de segurança 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade/empresa PRODUTO: DENTO-VIRACTIS 77 Utilização: Tipo: Limpeza e desinfeção de superfícies.

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: TIOCIANATO DE AMÔNIO - Código interno de identificação do produto: T1012 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios Ltda

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: LIQUITINT VIOLET LS Page: (1 de 5) ATENÇÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Data de Emissão 15-Jan-2016 Data de Revisão 15-Jan-2016 Versão 001 SECÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/MISTURA E DA SOCIEDADE/EMPRESA 1.1 Identificador do produto Nome do

Leia mais

1.2 Identificação do Produto: Nome: Pindorama,Vinol e Expressão GEL LAVA BANHEIROS LUMINAR

1.2 Identificação do Produto: Nome: Pindorama,Vinol e Expressão GEL LAVA BANHEIROS LUMINAR Página 1 de 7 Última Revisão: MAR / 2010 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO GEL LAVA BANHEIROS LUMINAR 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO 1.1 - Identificação da Empresa: Valdir Carvalhal

Leia mais

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo.

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: OIL TREATMENT Aplicação: Aditivo concentrado para óleo de motor. Fornecedor: Orbi Quimica Ltda. Avenida Maria Helena, 600 - Leme SP Brasil - CEP

Leia mais

Megaplasma Comercial Ltda

Megaplasma Comercial Ltda . Rua Dom Joaquim de Melo, 274 - Moóca CEP 03122-050 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 2601-5502 - Fax: (11) 2601-0512 megaplasma@megaplasma.com.br www.megaplasma.com.br P Utilizado nos sistemas de

Leia mais

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência.

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência. FISPQ- AMACIANTE MAIS Autorização ANVISA 3.03.374-7 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Amaciante Mais Tradicional Marca: Mais Código Interno do Produto: 06.01 Técnico Químico Responsável:

Leia mais

VITAMINA C (ÁCIDO ASCÓRBICO) PÓ.

VITAMINA C (ÁCIDO ASCÓRBICO) PÓ. F0LHA...: 1 / 1 1 Identificação do Produto e da Empresa: Nome do Produto: Nome da Empresa: Endereço: Av. Gupê, 10497 Telefone: 55 11 4772 4900 / 4772-4949 VITAMINA C (ÁCIDO ASCÓRBICO) PÓ. Cosmoquimica

Leia mais

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Abrilhantador

Leia mais

Partes e Peças do Analisador Automático de Gases Sanguíneos Série ABL 8xx- Modelos ABL 805, ABL810, ABL815, ABL820, ABL825, ABL830, ABL835 Reg.

Partes e Peças do Analisador Automático de Gases Sanguíneos Série ABL 8xx- Modelos ABL 805, ABL810, ABL815, ABL820, ABL825, ABL830, ABL835 Reg. Partes e Peças do Analisador Automático de Gases Sanguíneos Série ABL 8xx- Modelos ABL 805, ABL810, ABL815, ABL820, ABL825, ABL830, ABL835 Reg. ANVISA 10301160150 Acessório para Manutenção do Eletrodo

Leia mais

1. INTRODUÇÃO / FINALIDADE DO MÉTODO

1. INTRODUÇÃO / FINALIDADE DO MÉTODO 1/6 1. INTRODUÇÃO / FINALIDADE DO MÉTODO A sífilis é uma doença venérea causada pelo Treponema pallidum, que possui a capacidade de invadir as mucosas inatas ou a pele em áreas de abrasão. O contato sexual

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO DETERGENTE EM PÓ

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO DETERGENTE EM PÓ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO DETERGENTE EM PÓ 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA a) Nome do Produto: DETERGENTE EM PÓ. b) Código do Produto: c) Nome da Empresa: ICARAÍ DO BRASIL

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) 1.- Identificação da substância ou do preparado e da sociedade ou empresa Identificação da substância ou do preparado Identificação da sociedade ou empresa:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/06 Data da última revisão: 24/11/2004 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial: Dex Plac 10-2 Deca Parte B. Nome químico do principal componente: Sais de Potássio. Sinônimo: Sais

Leia mais

POP 001 PROCEDIMENTO DE CALIBRAÇÃO E ANÁLISE DO EQUIPAMENTO HANNA - 9828

POP 001 PROCEDIMENTO DE CALIBRAÇÃO E ANÁLISE DO EQUIPAMENTO HANNA - 9828 POP 001 PROCEDIMENTO DE CALIBRAÇÃO E ANÁLISE DO EQUIPAMENTO HANNA - 9828 REVISÃO 00 Redigido por: Andressa Akemi Estagiaria Data: 04/08/2008 Mariana Masutti Coordenadora de Projetos Data: 04/08/2008 Aprovado

Leia mais

FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ

FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ 1 Identificação do produto e da empresa Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 176 Página 1 / 5 Data da última revisão 02/02/2009 Nome do produto: Craquelex Color (Verniz

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS Página: 1/5 1- Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: DODECILSULFATO DE SÓDIO - Código interno de identificação do produto: D1014 - Nome da empresa: Labsynth Produtos para Laboratórios

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 PRODUTO ELABORADO REVISADO DEEP WASH DETERGENTE, DESENGORDURANTE E DESINCRUSTANTE 03/01/2012 03/09/2012 1. Identificação do produto

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP.

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: CICATRILEX PRATA Ceva Saúde Animal Ltda. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Nome do Fabricante:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: PASTA BRUSH Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: PASTA BRUSH Nome da Empresa: INDÚSTRIA

Leia mais

Requisição incompleta, inadequada ou ilegível não será aceita pelo Serviço de Hemoterapia

Requisição incompleta, inadequada ou ilegível não será aceita pelo Serviço de Hemoterapia 1 1 - REQUISIÇÃO DE HEMOCOMPONENTES A enfermagem deve checar se a requisição de transfusão (MA5-036) foi preenchida corretamente, em duas ou mais vias, com os seguintes itens: - Nome completo do paciente

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: TRIS PLUS CONCENTRADO Detergente Neutro. Fabricante: Quimiline Ind. e Com. Eireli.

Leia mais

Questionário - Proficiência Clínica

Questionário - Proficiência Clínica Tema Elaboradora TESTE DE ANTIGLOBULINA E SUA APLICAÇÃO EM LABORATÓRIOS Margarida de Oliveira Pinho, Bióloga, Responsável pelo Setor de Imunohematologia e Coordenação da equipe técnica do Serviço de Hemoterapia

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ de Produto Químico - FISPQ PRODUTO: FITA DE POLIPROPILENO PARA ARQUEAÇÃO Página 1 de 10 Seção 1 Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Fita de Polipropileno para arqueação Fornecedor Nome:

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Formicida Líquido

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Formicida Líquido 1. Identificação do Produto Nome do Produto: Formicida Líquido Nitrosin Código do Produto: N0128/N0139/N0138 Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 -

Leia mais

24.1011 Sabão em Pasta Atol. Barra 1. IDENTIFICAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ

24.1011 Sabão em Pasta Atol. Barra 1. IDENTIFICAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ Página 1 de 7 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1. Nome do Barra 1.2. Código interno: 24.1011 Sabão em Pasta 1.3. Aplicação: Produto destinado à lavagem de

Leia mais

CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável.

CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável. Revisão: 00 PÁG: 1 CONCEITO Consiste na coleta de sangue venoso através de uma veia periférica, utilizando agulha ou cateter tipo escalpe e seringa descartável. FINALIDADE Determinar compatibilidade de

Leia mais

Hospital São Paulo SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP

Hospital São Paulo SPDM Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP Página: 1/6 SUMÁRIO 1.OBJETIVO: Fazer a reposição de sangue e/ou componentes sanguíneos conforme a necessidade terapêutica dos pacientes. 2.APLICAÇÃO: Aos pacientes internados e ambulatoriais com prescrição

Leia mais