Manual da Central de Compras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual da Central de Compras"

Transcrição

1 Sistema de Compras Eletrônicas - COE Manual da Central de Compras Portal Compras RS Portal Pregão On-Line Banrisul Portal Compras PROCERGS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Administração e Recursos Humanos Central de Compras - CECOM

2 Etapas do Processo de Compras Eletrônicas Realizando o Pregão Eletrônico A realização do Pregão Eletrônico neste portal obedece aos seguintes procedimentos: Aplicam-se aos procedimentos do Pregão, por meio eletrônico, os dispositivos da Lei Estadual nº , de 30 de junho de 2009, publicada no DOE nº 122, de 1º de julho de 2009, que dispõe sobre o pregão eletrônico no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências. Aplicam-se subsidiariamente aos procedimentos do pregão eletrônico os dispositivos da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, e das Leis Federais n 8.666/1993 e nº / Credenciamento de Fornecedores no Sistema Eletrônico Os fornecedores interessados em participar pela primeira vez das compras eletrônicas publicadas no portal devem credenciar-se no sistema eletrônico para obter a senha e acessar os serviços disponibilizados na área de acesso restrito do portal. A solicitação de credenciamento da empresa pode ser feita via internet, pelo portal, direcionada à CECOM ou a outro órgão credenciador autorizado a credenciar no portal. Ao realizar o cadastro pela internet escolha o órgão credenciador e encaminhe a documentação prevista para credenciamento a este órgão. Senha para acesso a área restrita do Portal: na solicitação de credenciamento pela Internet o fornecedor registra a senha de acesso. No caso de solicitação pessoal no órgão credenciador o sistema gera uma senha inicial e envia para o fornecedor por . s com filtro anti-spam Nos casos de solicitação de credenciamento direto no órgão credenciador, o fornecedor deve cadastrar o como um confiável no filtro anti-spam do provedor (exemplo BOL, UOL etc.), garantindo o recebimento do com a senha. Após o recebimento e a análise da documentação, o órgão credenciador libera o uso da Senha Eletrônica registrada ou gerada para o usuário responsável indicado na solicitação de credenciamento da empresa. O credenciamento é válido por 1 (um) ano, a partir da data de liberação da senha. Anualmente o responsável deve preencher o formulário eletrônico disponível no portal solicitando a renovação junto ao órgão credenciador, a fim de renovar a validação da senha eletrônica. Manual da Central de Compras Eletrônicas 7

3 Para renovação do credenciamento com alteração do responsável a solicitação de renovação deve ser encaminhada diretamente para o órgão credenciador, não é possível renovar pelo sistema. Mais informações, utilize o portal no menu Fornecedor, opção Credenciamento e veja o tópico Renovação do Credenciamento. O enquadramento do fornecedor em uma ou mais famílias de materiais ou serviços do Estado (classificação CECOM), não é mais restritivo para participação nos processos de disputa do lote. As famílias indicadas no processo de compra de cada lote são utilizadas somente para comunicação (aviso de nova publicação nos portais). O fornecedor credenciado no Sistema de Compras pode participar das licitações publicadas em qualquer um dos portais: Compras Eletrônicas RS: atende os órgãos da administração direta dos poderes do Estado, as autarquias e as fundações públicas ( Pregão Online Banrisul: atende os órgãos da administração indireta dos poderes do Estado, prefeituras, câmaras, conselhos de entidades, as sociedades de economia mista e as entidades controladas direta ou indiretamente pelo Estado, e demais entidades interessadas em negociar pelo portal do Banco do Estado do Rio Grande do Sul. ( ou Compras Procergs: atende as compras da Companhia de Processamento de Dados do Estado Rio Grande do Sul ( A exigência de Registro Cadastral no órgão promotor ou na CECOM é requisito somente da fase de habilitação, se assim o instrumento convocatório ou a legislação exigir. 2. Cadastro e Publicação da Licitação no Portal Em paralelo com o seu registro no sistema eletrônico, a central deve seguir o processo físico atual até a elaboração e publicação do edital no diário oficial em conformidade com as exigências legais. A primeira etapa no processo eletrônico é a central cadastrar a compra no sistema, indicar a modalidade e a sua forma de execução, montar os lotes contendo os materiais ou serviços a serem adquiridos ou contratados, apontar o administrador ou pregoeiro responsável e registrar outras definições do processo de disputa em cada lote. A disputa é sempre por lote, podendo o lote ter um único item ou ser constituído de diversos itens. A central deve sempre ter o cuidado de não restringir os interessados (itens de um mesmo lote devem ter a mesma natureza de fornecimento). Hoje o sistema disponibiliza os seguintes processos de compra pelo portal: Compra por Licitação: pela modalidade de Pregão, por meio Eletrônico ou Presencial. Compra por Dispensa de Licitação: por meio de cotações eletrônicas de preços. A dispensa de licitação eletrônica pode ser realizada com ou sem disputa. A central deve indicar o fundamento legal que torna o processo de compra dispensável de licitar. Manual da Central de Compras Eletrônicas 8

4 O sistema também disponibiliza outras modalidades de negociação pelo portal: Leilão para Oferta Pública de Recursos: novação de dívida de credores. Leilão Eletrônico: para venda. Cotação Eletrônica de Preços: para pesquisa de preços praticados. No cadastro da licitação no sistema eletrônico, independente da modalidade (se Licitação ou Dispensa de Licitação) a central de compras deve indicar se a mesma prevê Preferência de Contratação para as Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte (ME/EPP) em atendimento as normas e procedimentos estabelecidos na Lei Complementar Federal nº. 123 ou não. Ver Leis Estaduais relacionadas nº e que regulamentam estas modalidades. No cadastro da compra a central deve anexar no sistema eletrônico o objeto convocatório (edital) e outros documentos (modelo declaração, modelo planilha, etc.) nos formatos e tamanho máximo aceitos pelo sistema. Até ser publicado o cadastro da compra permanece restrito à central de compras e pode ser localizada na lista de Licitações Em composição (com cadastro em construção ou já agendado, aguardando a data de publicação). O sistema diariamente verifica as licitações agendadas aguardando publicação para a data, publicando as licitações do dia automaticamente no respectivo portal de compras ao qual a central encontra-se vinculada. Com a publicação da licitação no portal, a situação passa para Agendada e pode ser localizada na área pública dos portais na lista de Licitações com lotes agendados, por qualquer interessado independente de registro prévio ou senha. Nas informações da licitação o usuário tem acesso aos documentos a ela anexados pela central para consulta ou download. 3. Pedidos de Esclarecimentos ou Impugnações Esta etapa hoje é extra-sistema o fornecedor deve enviar o seu pedido de esclarecimento ou impugnação diretamente para o órgão promotor da licitação. Os pedidos de esclarecimentos referentes ao processo licitatório devem ser enviados ao pregoeiro até 3 (três) dias úteis anteriores à data fixada para abertura da sessão pública, exclusivamente por meio eletrônico via internet, no endereço indicado no edital. No prazo previsto pela legislação vigente, qualquer pessoa pode impugnar o ato convocatório do pregão eletrônico. Cabe ao órgão promotor da licitação decidir sobre a impugnação no prazo exigido. Acolhida a impugnação contra o ato convocatório, é definida e publicada a nova data para realização do certame. Qualquer modificação no edital exige divulgação pelo mesmo instrumento de publicação em que se deu o texto original, reabrindo-se o prazo inicialmente estabelecido, exceto quando, inquestionavelmente, a alteração não afetar a formulação das propostas. Manual da Central de Compras Eletrônicas 9

5 4. Cancelamento O coordenador pode, a qualquer tempo, cancelar a execução da licitação no sistema eletrônico por solicitação da administração, seja por interesse público (revogação) ou por alguma ilegalidade no processo (anulação), ficando registrado na Ata Eletrônica da sessão pública o cancelamento e o motivo. O cancelamento no sistema eletrônico também pode ser parcial, somente de um ou alguns lotes, permanecendo os demais lotes do processo no fluxo normal de execução. Sua situação passa para Cancelada e pode ser consultada na lista de Licitações canceladas ou Licitações com lotes cancelados em caso de cancelamento somente de alguns lotes da licitação. 5. Envio de Propostas Iniciais Dentro do prazo previsto para recebimento das propostas, o fornecedor deve efetuar a sua identificação com senha (Login no Sistema de Compras) para acessar a área de acesso restrito do Portal e enviar sua proposta eletrônica para cada um dos lotes que deseja participar. Na proposta eletrônica o fornecedor deve assinalar o termo eletrônico onde declara que atende todas as exigências e informa a sua proposta inicial de valor para o lote detalhando os valores unitários dos itens que compõem o lote, além de anexar o arquivo com a proposta comercial e demais informações exigidas no processo sempre que o processo assim o exigir. O arquivo anexado deve estar no formato e tamanho máximo aceito pelo sistema. Nos casos onde a central de compras determina quem concede tratamento diferenciado com Preferência de Contratação para as Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte (ME/EPP) em conformidade com o disciplinado na Lei Complementar Federal nº. 123, o fornecedor deve fazer o seu enquadramento fiscal na sua proposta eletrônica. É de responsabilidade do fornecedor fazer o correto enquadramento fiscal da sua empresa ao efetuar a sua declaração eletrônica na proposta para o lote. Com base neste enquadramento que, após o melhor valor classificado ser aceito o sistema identifica e classifica as empresas a serem convocadas pelo benefício da lei. Somente fornecedores com propostas registradas para o lote, na fase de acolhimento de propostas, podem entrar na sala de disputa do lote. 6. Abertura de Propostas O pregoeiro responsável pela realização da sessão pública entra em uma sala de disputa virtual e abre as propostas eletrônicas enviadas pelos fornecedores. Nesta sala o pregoeiro tem acesso à proposta de valor ofertada e ao documento anexado por cada fornecedor à sua proposta eletrônica inicial com detalhamento da proposta comercial, declarações e demais exigências do objeto convocatório (edital ou termo de dispensa). O pregoeiro pode então desclassificar alguma proposta enviada, antes de dar inicio à sessão de disputa, se julgar que esta se encontra em desacordo com as exigências previstas ou por alguma outra irregularidade, sendo, no entanto, necessário que o pregoeiro informe o motivo pelo qual o fornecedor teve sua proposta desclassificada. Esta informação fica registrada na Ata Eletrônica da sessão pública. Manual da Central de Compras Eletrônicas 10

6 O sistema ordena as propostas classificadas pelo pregoeiro automaticamente, sendo que somente os fornecedores com propostas classificadas participam da fase de lance, ofertando novos valores em campo próprio do sistema dentro do tempo de disputa. O fornecedor que tiver sua proposta desclassificada, pode somente manifestar sua intenção de recorrer na fase onde o sistema permite ao fornecedor registrar a sua intenção de interpor um recurso administrativo na sessão, e dentro do tempo definido para esta fase. O tempo de registro de intenção de recurso é cronometrado automaticamente pelo sistema após a publicação da proposta de melhor preço para o lote de disputa. A partir do horário previsto para abertura das propostas a situação do lote passa para Aguardando abertura de propostas e pode ser localizada na lista de Licitações agendadas. Aberta as propostas pelo pregoeiro a situação do lote passa para Propostas abertas, aguardando início e pode ser localizada na lista de Licitações em andamento. 7. Início da Sessão de Disputa Ao dar início à sessão de disputa, o pregoeiro define se a disputa é pelo valor unitário ou total do lote, o sistema apresenta automaticamente as propostas iniciais nesta unidade definida para a disputa. Somente nos lotes compostos por um único item o pregoeiro pode definir que conduzirá a disputa pelo valor unitário do item, nos demais casos a disputa é automaticamente pelo valor total do lote. Ao iniciar a disputa, a situação do lote passa para Em andamento até o final do tempo normal definido para a disputa. Neste momento os fornecedores passam a ter a possibilidade de, (na sala virtual de disputa), ofertarem novos lances sempre melhor que o seu último lance registrado e classificado no sistema eletrônico, respeitando o incremento/decremento entre lances no caso de querer ofertar lance melhor que o classificado em primeiro na disputa do lote. São aceitos lances intermediários, neste caso não se aplica o decremento/ incremento definido para o lote. Não são aceitos dois ou mais lances iguais, prevalecendo aquele que for recebido e registrado primeiro. Na sala o pregoeiro acompanha os lances ofertados identificos por apelido (alias) de cada fornecedor, classificados por ordem de valor, podendo também enviar e receber mensagens dos fornecedores participantes pelo quadro de mensagens (chat). Todas as mensagens enviadas pelos pregoeiros ou pelos participantes são registradas na Ata Eletrônica da sessão pública. A disputa pode ser acompanhada pelo fornecedor dentro da própria sala virtual de disputa, como pelo Quadro Resumo, útil em sessões simultâneas, com mais de um lote sendo disputado no mesmo horário, o fornecedor pode enviar lances por este quadro para os lotes que possuem propostas classificadas. O pregoeiro pode desclassificar lances de fornecedores por valor inviável ou por solicitação do ofertante durante a fase de disputa, ficando registrados na Ata Eletrônica da sessão pública a desclassificação e o motivo. Assim como o pregoeiro pode vir a reclassificar um lance desclassificado indevidamente. Manual da Central de Compras Eletrônicas 11

7 Encerrado o tempo normal estipulado para disputa, é informado aos participantes o início do tempo randômico (tempo aleatório de 1 a 30 minutos gerado pelo sistema). Durante este período de tempo randômico, os fornecedores podem continuar ofertando novos lances. A situação do lote de disputa neste período de tempo randômico passa para Aguardando encerramento. Após o término do tempo randômico encerra-se a etapa de disputa e a situação do lote passa para Encerrado. 8. Negociação com o Licitante Melhor Classificado Esta etapa é condicional, encerrada a fase de disputa do lote, o pregoeiro pode negociar diretamente com o licitante melhor classificado, em uma sala privativa, uma redução de valor se julgar necessário, para ajustar a melhor oferta aos seus valores de referência. No caso do licitante aceitar ofertar um novo valor, o licitante deve registrar, na sala de negociação, em campo próprio do sistema o novo lance ofertado. Nesta fase o valor do lance ofertado é livre, sempre melhor independente que último ofertado. O sistema não exige o decremento/incremento mínimo entre lances. A situação do lote de disputa durante a fase negociação passa para Encerrado/Negociando. 9. Aceite do Valor e Publicação da Melhor Proposta de Preço Encerrada a disputa ou após a etapa de negociação direta com o licitante melhor classificado, o pregoeiro deve aceitar o valor no sistema eletrônico para publicação da proposta de melhor preço aceita (e anexo), ou não aceitar estando o valor ofertado fora dos valores de referência da central. Neste segundo caso, o pregoeiro tem a prerrogativa de desclassificar o fornecedor e chamar o próximo classificado, ou de não adjudicar o lote em não desejando chamar o próximo na seqüência para nova negociação. Em ambas as operações o mesmo deve informar no sistema eletrônico a sua justificativa, registrada na Ata Eletrônica da sessão pública. Se o pregoeiro aceitar o valor, e o referido edital não prever Preferência de Contratação para as Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte (ME/EPP) assegurada na Lei Complementar Federal nº. 123, o sistema publica para os demais licitantes na sala de disputa a proposta de melhor preço aceita (e anexo). Se o edital não prever aplicação da Preferência de Contratação para as Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte (ME/EPP), assegurada na Lei Complementar 123, o sistema controla automaticamente a ordem de convocação das ME/EPP classificadas antes de publicar a proposta melhor classificada na sala para os demais participantes. 10. Convocação das ME/EPP classificadas (Lei Complementar nº. 123) Esta etapa é condicional, somente se aplica para os casos de Pregão com Preferência de Contratação para as Microempresa ou Empresas de Pequeno Porte (ME/EPP) em atendimento à Lei Complementar nº Ao pregoeiro aceitar o valor da empresa melhor classificada no lote de disputa o sistema sinaliza na sala de disputa que o valor da proposta de melhor preço foi aceito e notifica os participantes do valor aceito no quadro mensagens da respectiva sala (chat). Manual da Central de Compras Eletrônicas 12

8 No aceite do valor, se a empresa melhor classificada enquadrou-se como ME/EPP na sua proposta eletrônica inicial (termo de enquadramento fiscal), o sistema encerra o processo de classificação da disputa publicando a sua proposta de preço aceita, do contrário apresenta ao pregoeiro a relação das ME/EPP classificadas nos 5% (cinco por cento) por ordem de melhor valor ofertado para que o pregoeiro proceda à convocação por ordem de classificação na fase de disputa. Iniciada a convocação manual pelo pregoeiro, o sistema controla automaticamente o tempo de 5 minutos previstos na lei para que a ME/EPP convocada oferte novo lance, em campo próprio no sistema eletrônico, superando o valor melhor classificado, perdendo o direito caso não o faça. Se a ME/EPP registrar novo lance, ao término da sua convocação, sua proposta de preço é automaticamente aceita e publicada na sala para os demais participantes, em não ofertando novo lance o pregoeiro deve convocar as ME/EPP remanescentes classificadas pela ordem de classificação, para o exercício do mesmo direito. Encerrada a etapa de convocação das ME/EPP classificadas, em não havendo nenhuma ME/EPP com novo lance registrado, o sistema publica na sala de disputa para os demais participantes a proposta aceita (e anexo) do fornecedor melhor classificado na fase de disputa. 11. Publicação da Ata Quando não houver mais lotes pendentes de realização para a licitação a Ata Eletrônica da sessão pública de disputa, com os registros de todos os eventos ocorridos, torna-se disponível para consulta aos participantes e a sociedade em geral na área de acesso restrito e na área de acesso público do portal. Junto à página de consulta às Informações da Licitação o sistema disponibiliza a Ata da sessão pública com registro de todos os eventos e atos. 12. Envio proposta final e planilha de custos atualizada, preenchimento planilha valores unitários Para os processos com habilitação pelo sistema eletrônico esta etapa é obrigatória para liberar a habilitação do licitante. Para os processos com habilitação extra sistema eletrônico esta etapa é obrigatória para liberar a adjudicação do lote ao licitante vencedor. O fornecedor com proposta de preço aceita deve entrar na sala de disputa, em cada um dos lotes onde foi o vencedor, e anexar sua proposta final atualizada (enviar proposta final) e preencher a planilha com a discriminação dos novos valores unitários (valor itens) dos itens que compõem o lote em disputa. O envio do anexo com a proposta atualizada (proposta final) não se faz necessário quando a proposta de preço aceita corresponder a proposta inicial já anexada no sistema eletrônico pelo licitante. A discriminação dos valores unitários para os itens que compõem o lote em disputa não se faz necessária nas situações que em que o próprio sistema eletrônico possa recalculá-la automaticamente: Proposta final = proposta inicial (sem lances). Lote com apenas 1 item, e valor ofertado fecha com a quantidade do item (sem problemas de arredondamento de valores). O envio da planilha de custos atualizada somente será solicitado pelo coordenador nos casos de aquisições/contratações onde a planilha com composição de custos é exigida. Manual da Central de Compras Eletrônicas 13

9 13. Habilitação e Recursos 1. Prazo para Manifestação de Intenção de Recurso Administrativo A fase de registro de intenção de recurso é sempre na sessão, em campo próprio do sistema eletrônico, o que altera é o momento em que o sistema abre este prazo, antes ou após a fase de habilitação e declaração do vencedor. Se a habilitação é fora do sistema eletrônico o prazo para registro de intenção de recorrer abre quando o pregoeiro aceita a melhor proposta de preço para o lote, não havendo pendência de convocação de Micro Empresa e Empresa de Pequeno Porte pelo benefício da Lei Complementar 123. Neste momento o sistema publica a proposta de preço aceita (anexo proposta inicial) e abre o prazo para registro de intenção. Se a habilitação é pelo sistema eletrônico o prazo para registro de intenção de recurso abre imediatamente após o pregoeiro habilitar o licitante no sistema eletrônico, declarando-o vencedor do lote (após o passo 12, 2). Em ambos os meios de execução a falta de manifestação imediata e motivada do licitante quanto à sua intenção de recorrer na sessão, importará na decadência desse direito, ficando o pregoeiro autorizado a adjudicar o objeto ao licitante tão logo o mesmo tenha a sua proposta de preço aceita e habilitada. A situação do lote de disputa durante a fase de interposição de recursos passa para Encerrado/Int.Recurso. 2. Habilitação pelo sistema eletrônico Caso a central execute a fase de habilitação pelo sistema eletrônico, toda a documentação de habilitação exigida deve ser digitalizada e anexada ao sistema eletrônico dentro do prazo definido pelo pregoeiro para envio da documentação pelo sistema eletrônico. Na sessão, imediatamente após o pregoeiro declarar o licitante habilitado, o sistema automaticamente abre prazo para registro de intenção de recurso. Neste caso os participantes já têm conhecimento prévio da melhor proposta de preço aceita para o lote (anexo da proposta inicial) e acesso à documentação de habilitação do vencedor, digitalizada e anexada no sistema eletrônico, para motivarem a sua intenção de recorrer. Se a legislação ou edital requerer também o envio, via FAX, da documentação de habilitação o mesmo deverá fazê-lo dentro do prazo definido para esta ação. Os documentos originais de habilitação devem ser encaminhados no prazo legal contados da data de encerramento da sessão pública virtual. Se o pregoeiro decidir por aguardar a documentação original para habilitar o licitante é de responsabilidade deste o agendamento e publicação de nova data e horário para dar continuidade à sessão pelo sistema eletrônico. 3. Recurso pelo sistema eletrônico Caso a central execute a fase de recurso administrativo pelo sistema eletrônico o envio dos memoriais com razões e contra-razões, bem como o julgamento do recurso serão todos executados exclusivamente pelo sistema eletrônico. O fornecedor que manifestou intenção de recorrer deve, dentro do prazo definido para este direito, registrar os memoriais com suas razões no sistema eletrônico. Manual da Central de Compras Eletrônicas 14

10 Registrado o recurso os demais licitantes interessados em contra-razoar podem, dentro do prazo definido para este direito, registrar no sistema eletrônico os seus memoriais contra-razoando o recurso interposto. Terminado o período de recebimento dos memoriais com razões e contra-razões dos recursos administrativos interpostos, o pregoeiro, ou nos casos em que se fizer necessário, a autoridade superior, julga os recursos, dentro do prazo, acatando ou não o recurso e as impugnações, dando continuidade ou não ao processo licitatório. O acolhimento de recurso importará na invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento. No julgamento da habilitação e das propostas, o pregoeiro pode sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas, dos documentos e sua validade jurídica, mediante despacho fundamentado, registrado em ata e acessível a todos, atribuindo-lhes validade e eficácia para fins de habilitação e classificação. Encerrado o julgamento de todos os recursos interpostos no lote o sistema automaticamente publica a ata de julgamento de recursos. 14. Adjudicação do Objeto ao Licitante Vencedor Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos praticados, a Autoridade Competente adjudica o objeto e homologa o procedimento licitatório. Nos lotes de disputas onde as correções necessárias não forem passíveis, os mesmos devem ter o seu objeto não adjudicado no sistema eletrônico, ficando registrado na Ata Eletrônica da sessão pública a não adjudicação e o motivo. Em caso de não haver recurso fundamentado e constatado a regularidade dos atos praticados, o próprio pregoeiro adjudica o objeto. No caso de não adjudicação, a Autoridade Competente ou o pregoeiro deve registrar o motivo pelo qual não procedeu a adjudicação, ficando registrado na Ata Eletrônica da sessão pública o motivo da não adjudicação. A situação do lote passa para Adjudicado ou Não adjudicado e pode ser localizada na lista de Licitações com lotes adjudicados ou na lista de licitações com lotes não adjudicados. 15. Chamado do Próximo Classificado por Desclassificação ou Inabilitação Se a proposta não for aceitável ou se o licitante não atender às exigências habilitatórias, o pregoeiro desclassifica ou inabilita o licitante e examina a proposta subsequente (chamando o próximo classificado na disputa) e, assim sucessivamente, na ordem de classificação da disputa, até a apuração de uma proposta que atenda ao edital. Havendo microempresa ou empresa de pequeno porte classificadas remanescentes estas devem ser convocadas, na ordem classificatória, antes da chamada do próximo classificado na fase de disputa. Manual da Central de Compras Eletrônicas 15

11 16. Homologação da Licitação Terminada a etapa de adjudicação ou não de todos os lotes que compõem a licitação, a autoridade competente pode homologar ou não o processo licitatório. Se a etapa de homologação for realizada também no sistema eletrônico fica o registro na ata da autoridade competente que procedeu a homologação do processo. A licitação homologada no sistema eletrônico passa para a situação de Homologada e pode ser consultada na lista de Licitações homologadas. 17. Não Homologação da Licitação No caso da autoridade competente não homologar a licitação, a mesma deve cancelar a licitação no sistema eletrônico registrando o motivo pela qual a mesma não foi homologada (anulação ou revogação) o qual fica registrado na Ata da sessão pública. A situação da licitação passa para Cancelada e pode ser localizada na lista de Licitações canceladas. Manual da Central de Compras Eletrônicas 16

12 Fluxos do Sistema de Compras Eletrônicas Fluxo da Participação do Fornecedor Fluxo para o fornecedor, interessado em participar num processo publicado no portal, ter o acesso liberado à área restrita do portal (chave e senha) para enviar sua proposta inicial e participar na sessão de disputa. Manual da Central de Compras Eletrônicas 17

13 Fluxo processo COM disputa Pregão Eletrônico e Dispensa de Licitação de Licitação com disputa Manual da Central de Compras Eletrônicas 18

14 Fluxo da Fase de Habilitação pelo Sistema Eletrônico Manual da Central de Compras Eletrônicas 19

15 Fluxo da Fase de Recurso pelo Sistema Eletrônico Manual da Central de Compras Eletrônicas 20

16 Fluxo processos SEM disputa Dispensa de Licitação sem disputa Manual da Central de Compras Eletrônicas 21

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Índice 1 -. Apresentação...3 2 -. Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 -. Normas do Pregão Eletrônico...5 4 -. Procedimentos do Pregão Eletrônico...6

Leia mais

Coordenando a licitação

Coordenando a licitação Coordenando a licitação Licitação Pública Modalidade: Pregão eletrônico Para controlar uma licitação, o usuário deve acessar, no menu, o botão sala de negociação e, em seguida, escolher a opção controlar

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO Compras-Eletrônicas-RS 1 de 8 17/07/2014 09:19 DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 11/2013 PROCESSO:

Leia mais

DEPARTAMENTO DE SUPRIMENTOS APRESENTAÇÃO PREGÃO CESP ONLINE

DEPARTAMENTO DE SUPRIMENTOS APRESENTAÇÃO PREGÃO CESP ONLINE PREGÃO CESP ONLINE APRESENTAÇÃO O Pregão é a modalidade de Licitação para aquisição de bens, serviços comuns e Engenharia em que a disputa pela contratação é feita em sessão pública, por meio de Propostas

Leia mais

F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO F.A.Q. PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página 1 Sumário DÚVIDAS GERAIS... 3 PREGÃO ELETRÔNICO... 6 Página 2 DÚVIDAS GERAIS 1. O que é o Fluxograma das Etapas? Resposta: O fluxograma representa

Leia mais

Portal de Compras. São José do Rio Preto

Portal de Compras. São José do Rio Preto Portal de Compras São José do Rio Preto Sumário DÚVIDAS GERAIS...2 PREGÃO ELETRÔNICO... 4 EMPRO Empresa Municipal de Processamento de Dados 1 DÚVIDAS GERAIS 1.O que é o Fluxograma das Etapas? Resposta:

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 84/2012 PROCESSO: 004159-09.00/12.6 Em, às 09:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

1. Introdução Pregão Eletrônico

1. Introdução Pregão Eletrônico Índice 1. Introdução...3 2. Obtendo Senha de acesso...4 3. Identificando pregões de seu interesse...5 4. Encaminhando uma Proposta... 10 4.1. Incorporando o arquivo anexo à proposta... 11 4.2. Informando

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 17 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: 33/2012 PROCESSO: 002160-09.00/12.9 Em, às

Leia mais

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 REGULAMENTA O SISTEMA DE SUPRIMENTOS NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR

Leia mais

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15 19/07/2012 ÍNDICE DA REVISÃO Data Versão Descrição Páginas 14/09/2009 3.0.1 18/10/2009 3.0.2 15/03/2010 3.0.6 08/06/2010 3.0.9 08/06/2010 3.0.9 Alterada

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro Brasília Maio/2006 MINISTRO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS MEDIANTE LICITAÇÃO, INCLUSIVE DISPENSA E INEXIGIBILIDADE,

Leia mais

paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1

paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1 paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1 agosto de 2007 As informações contidas neste documento, incluíndo quaisquer URLs e outras possíveis referências

Leia mais

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Índice 1 Apresentação...3 2 Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 Normas do pregão eletrônico...5 4 Realização do Pregão Eletrônico...6 4.1 Procedimentos...6

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/ataeletronica.jsp

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/ataeletronica.jsp Página 1 de 7 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: 05/2012 PROCESSO: 000339-09.00/12.0 Em, às

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 04/2015 PROCESSO: 255-0900/15-9 Em, às 14:00 horas, na PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO Compras-Eletrônicas-RS 1 DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ELETRONICO ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 25/2014 PROCESSO: 1307-30.00/14-2 Em, às

Leia mais

LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02

LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02 LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02 TODA COMPRA POR MEIO DE ÓRGÃO PÚBLICO TEM QUE SER EFETUADA PELO PROCESSO DE LICITAÇÃO OS EDITAIS TÊM QUE SER PUBLICADOS EM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO, ESTAR

Leia mais

Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria3

Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria3 Sistema de Cotação Eletrônica Passo a passo Gestor Cotação Eletrônica www.portalcompras.ce.gov.br/categoria 8 9 Acessando o sistema:. Informe o CPF;. Informe a senha;. Clique em Entrar. 0 Acessando as

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 25 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: 44/2012 PROCESSO: 002522-09.00/12.0 Em, às

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO FORNECEDOR PARA PARTICIPAÇÃO EM COTAÇÕES E PREGÕES ELETRÔNICOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Procedimento para cadastro... 2 3. Conhecendo o Sistema de Compras Eletrônicas da

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD Nº 01 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD Nº

Leia mais

Manual do Portal Pregão Online Banrisul

Manual do Portal Pregão Online Banrisul Sistema de Compras Eletrônicas - COE Manual do Portal Pregão Online Banrisul Pregão Online Banrisul Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Administração e Recursos Humanos Central de Compras

Leia mais

Sistemas Corporativos da USP (Web)

Sistemas Corporativos da USP (Web) Sistemas Corporativos da USP (Web) O sistema de estágios remunerados da USP é fruto da colaboração das seguintes áreas da Reitoria da Universidade de São Paulo: Departamento de Recursos Humanos, Departamento

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 25/2013 PROCESSO: 001307-09.00/13.4 Em, às 09:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico Guia do Fornecedor WBC Public Pregão eletrônico As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas a mudança sem aviso prévio.

Leia mais

SELEÇÃO PARA ENTRADA NO PRIMEIRO PERÍODO LETIVO DE 2015

SELEÇÃO PARA ENTRADA NO PRIMEIRO PERÍODO LETIVO DE 2015 AGENDA MUDANÇA INTERNA DE CURSO SELEÇÃO PARA ENTRADA NO PRIMEIRO PERÍODO LETIVO DE 2015 16 a 18/9/2014 Período de inscrição - Internet 19/9/2014 Último dia para o candidato entregar seu Currículo à PRG

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/ataeletronica.jsp

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/ataeletronica.jsp Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 11/2012 PROCESSO: 00486-09.00/2012-9 Em 20/03/2012, às 10:01 horas,

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Capítulo I DO OBJETO

MINUTA DE RESOLUÇÃO. Capítulo I DO OBJETO MINUTA DE RESOLUÇÃO Dispõe sobre a atividade de corretagem de resseguros, e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

389320.12014.8365.4785.65954070.630

389320.12014.8365.4785.65954070.630 389320.12014.8365.4785.65954070.630 Conselho Federal de Enfermagem Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00001/2014 Às 09:03 horas do dia 09 de janeiro de 2014, reuniram-se o Pregoeiro Oficial deste

Leia mais

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628 LEI N 812 de 12 de maio de 2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a Ferramenta de Declaração Eletrônica de Serviços - DES, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPIMIRIM,,

Leia mais

E D I T A L Nº 1975/2011

E D I T A L Nº 1975/2011 E D I T A L Nº 1975/2011 MODALIDADE: Convite ABERTURA: Dia 06 de Junho de 2011, às 10:00 horas TIPO: Menor preço por item LOCAL DE ABERTURA: Setor de Licitações, localizado na Rua Benjamin Constant, 686

Leia mais

Tratamento ME/EPP: Preferência contratação para ME/EPP. Recurso Administrativo: junto ao órgão promotor da licitação

Tratamento ME/EPP: Preferência contratação para ME/EPP. Recurso Administrativo: junto ao órgão promotor da licitação PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICOEDITAL: 425/14 Pregão Eletrônico 131/14 PROCESSO: 53510/2014

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento ICSS 2013 1 2 Índice 1 FLUXO DO PROCESO DE CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA... 4 2 DETALHAMENTO DO

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS 01/2014 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185

TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185 TERMO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS N.º 47/2010 CO.21185 A, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, torna público que realizará COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇOS, consoante

Leia mais

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO:

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO: COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Quase todas as despesas das Unidades são realizadas através de compras ou contratações de serviços. Elas são classificadas de acordo com a forma de aquisição/contratação

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/offer/electronicrecord.ctl?idoffer=185241

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/offer/electronicrecord.ctl?idoffer=185241 Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 82/2014 PROCESSO: 2744-09.00/14-1 Em, às 14:00 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO para Registro de Preço EDITAL: PE 17/2015 PROCESSO: SPI 1016 0900/15 5 Em, às 14:00 horas,

Leia mais

SAN.A.IN.NA 34. É aplicada a todos os Setores da SANASA e aos Fornecedores vencedores das licitações.

SAN.A.IN.NA 34. É aplicada a todos os Setores da SANASA e aos Fornecedores vencedores das licitações. ISO 91 1 / 5 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. CONCEITOS BÁSICOS 4. LOCAL PARA EFETUAR O RECEBIMENTO E CONSULTA DA AUTORIZAÇÃO DE FORNECIMENTO 5. PROCEDIMENTOS PARA O RECEBIMENTO DA AUTORIZAÇÃO

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE COMPRAS

PROCEDIMENTOS DE COMPRAS PROCEDIMENTOS DE COMPRAS Estas instruções têm como objetivo a padronização dos procedimentos para a realização das compras de materiais de consumo, bens permanentes e prestações de serviços necessários

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Departamento de Logística e Serviços Gerais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Departamento de Logística e Serviços Gerais PREGÃO ELETRÔNICO Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Logística e Serviços Gerais 2008 O SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 612, DE 16 DE MARÇO DE 2007. Dispõe sobre a implantação do Sistema de Registro de Preços nas compras, obras e serviços contratados pelos órgãos da

Leia mais

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com.

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com. MANUAL SICCL SQL ÍNDICE ACESSANDO O SISTEMA SG - COMPRAS E CONTRATOS... 3 ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ITENS E SERVIÇOS... 5 VERIFICANDO A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS... 7 ATENDER SOLICITAÇÕES COM PROCESSO

Leia mais

Manual do Portal de Compras Eletrônicas

Manual do Portal de Compras Eletrônicas Sistema de Compras Eletrônicas - COE Manual do Portal de Compras Eletrônicas Portal Compras RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Administração e Recursos Humanos Central de Compras -

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EBSERH-EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO SRP (SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS) Nº 05/2016 PROCESSO Nº 23113.016521/2015-00 OBJETO Registro de

Leia mais

MANUAL - CONTABILIDADE

MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. MÓDULO CONTABILIDADE...4 2.1. PLANO CONTÁBIL...4 2.2. BOLETIM CONTÁBIL...4 2.2.1. Lançamentos Contábeis...5

Leia mais

Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos

Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos CAIXA GESUP Brasília Janeiro/2010 1 SUMÁRIO 1 Introdução... 3 2 Acesso... 4 3 Pregão Eletrônico... 5 3.1 Como consultar editais... 6 3.2 Credenciamento...

Leia mais

EDITAL Nº 090/2015 PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO - MODALIDADE PRESENCIAL

EDITAL Nº 090/2015 PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO - MODALIDADE PRESENCIAL EDITAL Nº 090/2015 PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO - MODALIDADE PRESENCIAL A Diretoria de Relacionamento e Serviços ao Aluno do Centro Universitário Senac torna pública

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação

PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual de Simulação AMBIENTE DE TREINAMENTO

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 03/2015 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

Ata de Realização do Pregão Eletrônico N.º 02/2015

Ata de Realização do Pregão Eletrônico N.º 02/2015 Ata de Realização do Pregão Eletrônico N.º 02/2015 Às 16:00 horas do dia 29 de Outubro de 2015 reuniram se o Pregoeiro Oficial e respectivos membros da Equipe de Apoio do Órgão Conselho de Arquitetura

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-301-R00 ESTÁGIO PROBATÓRIO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-301-R00 ESTÁGIO PROBATÓRIO MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-301-R00 ESTÁGIO PROBATÓRIO 11/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 06 de novembro de 2015. Aprovado, Antonia Valeria Martins Maciel 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO

Leia mais

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH Processo Administrativo nº 001/2015, de 13/02/2015 Processo Seletivo nº 001/2015, de 13/02/2015

Leia mais

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Última Atualização: 08/01/2015 Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Painel de Lances V Envio de Lances VI Prorrogação

Leia mais

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE CONTADOR PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS E DE ASSESSORIA CONTÁBIL PARA O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 21ª REGIÃO PARAÍBA CONVITE Nº 002/2016

Leia mais

paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0

paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0 paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0 agosto de 2007 As informações contidas neste documento, incluíndo quaisquer URLs e outras possíveis referências a

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 071/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2015 RECORRENTE: LAFAIETE PROVEDOR DE INTERNET E TELECOMUNICAÇÕES LTDA. RECORRIDA: OI MÓVEL S/A Em 27 de novembro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: ED. 322/14 PE 105/14

Leia mais

Esgotado o limite os alunos que não conseguiram gravar sua inscrição deverão aguardar o próximo lote para a efetivação dos mesmos procedimentos.

Esgotado o limite os alunos que não conseguiram gravar sua inscrição deverão aguardar o próximo lote para a efetivação dos mesmos procedimentos. Prezado Aluno O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores

Leia mais

Ata Final. Item 0001

Ata Final. Item 0001 Ata Final Às 09:00 horas do dia 12 de março de 2012, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Lajeado e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 21986 para, em atendimento

Leia mais

1 de 9 26/09/2011 22:15

1 de 9 26/09/2011 22:15 1 de 9 26/09/2011 22:15 250110.52011.10052.4374.1580065017357.969 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Material e Patrimônio Ata de Realização

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

Manual de Licitações. Autoridade Competente

Manual de Licitações. Autoridade Competente Manual de Licitações Autoridade Competente GOVERNANÇA ELETRÔNICA CIDADECOMPRAS Manual de Licitações Autoridade Competente ABRIL/2011 3 PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS Paulo Roberto Ziulkoski

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA AS SECRETARIAS MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

Leia mais

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT MANUAL DE OPERAÇÃO Rev. 02.11 03/05/12 CRM - CIGAM - Compras web 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CIGAM DESKTOP Solicitação de Compra (SOC)... 4 2.1. Envio do pedido

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP 2015 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Dos Objetivos Específicos... 2 3. Dos Envolvidos

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 1 - OBJETO: Cotação Eletrônica para Aquisição de Mesas de Xadrez para a Direção de Extensão do do IFRS. 2

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização

Leia mais

EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO

EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO Por delegação de competência do Magnífico Reitor da Universidade Federal

Leia mais

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Criado em 29/09/2015 12:00 - Página 1 de 6 CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Ao solicitar matrícula no curso ou evento, a empresa declara estar ciente das cláusulas

Leia mais

CARTA CONSULTA Nº 008/2015

CARTA CONSULTA Nº 008/2015 CARTA CONSULTA Nº 008/2015 A Fundação de Apoio `Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação FAPEB, por intermédio do Chefe do Setor de Licitação, convida as empresas cadastradas a participar da licitação na modalidade

Leia mais

M A N U A L D O C I D A D Ã O

M A N U A L D O C I D A D Ã O M A N U A L D O C I D A D Ã O O Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-sic) servirá de auxílio ao SIC (setor físico), para consulta via internet. E-SIC Versão 1.05 Sumário Introdução

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010 Edital n.º 17/2010 Parceria / PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO / 2010 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, e o Governo do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS AUTORIDADE COMPETENTE PREGOEIRO

MANUAL DO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS AUTORIDADE COMPETENTE PREGOEIRO Coordenadoria de Entidades Descentralizadas e de Contratações Eletrônicas - Cedc MANUAL DO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS AUTORIDADE COMPETENTE PREGOEIRO São Paulo Assistência Técnica da Coordenadoria de

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula

EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL UFU/PROGRAD/DIRPS Nº 04/2016 - Edital de Solicitação de Matrícula A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) torna pública a divulgação do Edital Complementar ao Edital UFU/PROGRAD/DIRPS

Leia mais

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Conheça a nova maneira de vender para o Governo do Pará

Conheça a nova maneira de vender para o Governo do Pará Conheça a nova maneira de vender para o Governo do Pará 1. APRESENTAÇÃO 2. O QUE É O SISTEMA DE COTAÇÃO ELETRÔNICA 3. QUE BENS E SERVIÇOS SERÃO TRANSACIONADOS NO SISTEMA 4. QUEM PODE VENDER OU CONTRATAR

Leia mais

PASSO A PASSO PARA HABILITAÇÃO COMPLETA NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Revisão 01 em 12/01/2015

PASSO A PASSO PARA HABILITAÇÃO COMPLETA NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Revisão 01 em 12/01/2015 GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E RECURSOS HUMANOS SEGER SUBSECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL SUBAD GERÊNCIA DE LICITAÇÕES GELIC SUBGERÊNCIA DE CADASTRO DE FORNECEDORES

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002 INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002 EMISSÃO 15/01/2007 1. Objetivo Regulamenta a inserção de dados relacionados às sanções administrativas aplicadas aos licitantes, contratados e convenentes, no sistema

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS. Perguntas frequentes

DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS. Perguntas frequentes DECLARAÇÃO DE BENS E RENDAS Perguntas frequentes 1) É obrigatória a apresentação da minha declaração de bens e rendas na Câmara? Sim. De acordo com as Leis nº 8.429/92 e nº 8.730/93, o servidor público

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 06/2013 PROCESSO: 000359-09.00/13-1 Em, às 13:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO PÚBLICA

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO PÚBLICA PAG:1 SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO PÚBLICA MÓDULO : LICITAÇÕES E CONTRATOS Manual de Treinamento 2008 PAG:2 MÓDULO DE LICITAÇÃO E COMPRAS OBJETIVO: Controlar a documentação dos processos licitatórios dentro

Leia mais

PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83

PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 03/2015 PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83 VALIDADE: 12 MESES Aos 25 dias do mês de março de 2015, na, Sala de licitações, localizada na Rua Domingos Marreiros, nº 690 Bairro

Leia mais

Estado de Rondônia Prefeitura do Município de Alto Paraíso/RO Comissão Permanente de Licitação - CPL

Estado de Rondônia Prefeitura do Município de Alto Paraíso/RO Comissão Permanente de Licitação - CPL EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 039/CPL/2015 PROCESSO N.º 1-191/2015 1. PREÂMBULO (Art. 40º da Lei nº 8.666/93) - (Art. 3º, IV e 4º; VI Lei nº 10.520/02). 1.1 O Município de Alto Paraíso Estado de Rondônia,

Leia mais

Sobre o Sistema FiliaWEB

Sobre o Sistema FiliaWEB Setembro/2009 SUMÁRIO SOBRE O SISTEMA FILIAWEB... 3 I - PAPÉIS E RESPONSABILIDADES NA NOVA SISTEMÁTICA DAS LISTAS DE FILIAÇÃO PARTIDÁRIA... 4 II CADASTRAMENTO DE USUÁRIO... 5 III REGISTRO DE FILIADOS...

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: Ed 232/15 PE 84/15 RP 67/15 PROCESSO: 56.417/2015

ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: Ed 232/15 PE 84/15 RP 67/15 PROCESSO: 56.417/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE LICITAÇÕES E COMPRAS ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO - para Registro de Preço EDITAL: Ed 232/15 PE 84/15

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais