De olho no futuro. 10Minutos Energia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De olho no futuro. 10Minutos Energia"

Transcrição

1 10Minutos Energia Como ganhar impulso no processo de transformação energética De olho no futuro Julho de 2015 Destaques Megatendências e disrupções estão tendo impactos profundos nas estratégias e no papel futuro das empresas de toda a cadeia de valor de fornecimento de energia. As mudanças que tomam conta do setor são apenas o começo da transformação energética. A questão não é se os modelos de negócios adotados no setor mudarão, mas sim quais novas formas eles assumirão e com que velocidade as empresas terão de alterar o curso. Além de inovar, as concessionárias de serviços públicos precisam evitar que uma proposta de investimento fraca interrompa as rotas de crescimento. Abordagens alternativas e inovadoras de financiamento estão se tornando mais comuns entre as empresas do setor. Parcerias e associações estratégicas com fundos soberanos, seguradoras e fundos de pensão, que já se tornam mais comuns, provavelmente ganharão importância. A transformação energética está sendo impulsionada por cinco megatendências globais que interagem com um conjunto de mudanças no setor e são por elas amplificadas. Essas megatendências avanços tecnológicos; mudanças climáticas e escassez de recursos; mudanças demográficas; deslocamento do poder econômico; e urbanização acelerada são desafios para todas as empresas. No setor de energia, no entanto, seu impacto é maior devido a uma série de disrupções simultâneas, que envolvem o comportamento do consumidor, a concorrência, o modelo de serviço de produção, os canais de distribuição, a política do governo e a regulamentação. A extensão e a natureza dessas disrupções variam de mercado para mercado. Mas, em muitos deles, sua intensidade está causando impactos transformadores, não incrementais. Algumas mudanças surgem das megatendências por exemplo, o incentivo dos órgãos reguladores para as energias renováveis como resposta às mudanças climáticas, enquanto outras aumentam o impacto de megatendências específicas como o potencial que a rápida urbanização tem de acelerar a implantação da energia distribuída e de microrredes. Juntas, essas megatendências e as mudanças que ocorrem dentro e em torno do setor têm profundas implicações para as estratégias e o papel futuro das empresas de toda a cadeia de valor dos serviços de suprimento de energia. Sua combinação terá um impacto profundo, que levará ao desenvolvimento de novos modelos de mercado e exigirá que as empresas busquem novos modelos de negócio. 1

2 Instantâneo O modelo de transformação energética da PwC ajuda as empresas de energia a mapear efeitos provocados pelas mudanças que afetam o setor, analisando desde as causas desses fenômenos até os impactos sobre futuras concepções de mercado e modelos de negócios. Como as megatendências estão afetando o setor de energia? Quais são os fatores de disrupção que afetam o setor de energia? Avanços tecnológicos Comportamento do consumidor Mudanças climáticas e escassez de recursos Competição Mudanças demográficas Modelo de serviço de produção Dinâmica da disrupção Deslocamento do poder econômico Canais de distribuição Urbanização acelerada Governo e regulação O que isso pode significar para os modelos de mercado futuros? Comando e controle verde Geração ultradistribuída Sistemas locais de energia Super-rede regional Que modelos de negócios provavelmente surgirão? Que transformações são necessárias? Objetivo Modelo de negócios Modelo/recursos operacionais Modelo de RH Desempenho financeiro Transformação da empresa de energia e serviços públicos 2

3 O Impacto das Cinco Megatendências Sobre a Energia Avanços tecnológicos A inovação tecnológica está no centro das mudanças ocorridas no setor de energia. Os avanços estão acontecendo em muitas áreas por exemplo, em tecnologias em larga escala, como parques eólicos marinhos. A energia está deixando de ser um sistema vertical centralizado para se tornar muito mais interativa, mas também descentralizada e fragmentada. Elementos do antigo sistema centralizado estão sendo abandonados, e é preciso encontrar um modelo de investimento alternativo que reconheça os avanços tecnológicos. Mudanças climáticas e escassez de recursos O setor de energia é um dos que mais preocupam quando o assunto são as mudanças climáticas. O segmento como um todo responde por mais de dois terços das emissões globais de gases do efeito estufa, sendo que pouco mais de 40% desse volume decorrem da geração de energia. A escassez ou a disponibilidade de recursos e a geopolítica e a economia associadas ao abastecimento de gás, petróleo e carvão são fatores fundamentais que moldam a política do mercado de energia. Mudanças demográficas No próximo minuto, a população mundial aumentará em 145 pessoas. Em 2025, cresceremos mais 1 bilhão e alcançaremos a marca de 8 bilhões de pessoas. O crescimento populacional explosivo em algumas áreas e a queda em outras levará a um potencial muito diferente de crescimento do mercado de energia em diferentes partes do mundo. A população da África deverá dobrar até 2050, enquanto a da Europa provavelmente encolherá. Deslocamento do poder econômico O foco do crescimento global mudou. Uma análise histórica mostra que a força econômica ocidental é um fenômeno relativamente recente, e os acontecimentos atuais são, essencialmente, um reequilíbrio das economias globais. Urbanização acelerada Nas próximas duas décadas, a previsão é de que quase todo o crescimento populacional mundial ocorrerá em áreas urbanas, com um aumento semanal de cerca de 1,4 milhão de pessoas. 3

4 Dinâmica da disrupção Vemos cinco áreas nas quais a disrupção está tendo efeito e onde será importante que as empresas avaliem suas estratégias. Juntas, essas questões formam o contexto em que os futuros modelos de mercado e de negócios se enquadrarão. Para cada uma delas, é possível identificar eventos que estão acontecendo agora e que, caso se acelerem ou atuem de forma combinada, poderão intensificar a dinâmica da disrupção. Comportamento do consumidor Já estamos assistindo a uma erosão gradual das receitas das empresas concessionárias de energia, à medida que a energia distribuída conquista uma posição segura. Alguns analistas chegam a prever que os consumidores vão dizer adeus à rede elétrica no futuro. Em alguns lugares, isso já está acontecendo. Mudanças significativas são necessárias na economia e nos aspectos práticos da autogeração e do armazenamento para que esse cenário se torne realidade em qualquer tipo de escala. Concorrência A transformação energética está deslocando a oportunidade de boas margens para novas áreas da cadeia de valor. Mas a redução das barreiras de entrada nessas áreas e a necessidade de novas capacidades significam que as empresas atuais podem ser ameaçadas e ultrapassadas por concorrentes mais ágeis e capazes de aproveitar segmentos importantes em termos de receitas. O modelo de serviços de produção O modelo de serviços de produção de geração e redes centralizadas está sendo acompanhado por um modelo muito mais distribuído e sem intermediários. Novas fontes de abastecimento que requerem infraestrutura centralizada, como a energia eólica marinha, estão entrando em operação, mas o risco para as concessionárias é que outros ativos e infraestruturas sejam abandonados. A infraestrutura centralizada, que por muito tempo representou um ponto forte da indústria, pode ser motivo de fraqueza e vulnerabilidade ao mercado, a políticas ou a risco de desastres. E estamos vendo esses três riscos em ação atualmente na Europa, nos EUA e no Japão. Canais de distribuição Em uma era de energia inteligente baseada na tecnologia digital, a expectativa é de que o principal canal de distribuição seja on-line. O prêmio de varejo de energia dependerá de plataformas digitais inovadoras para garantir a automação da energia, a geração própria e o espaço do cliente com eficiência energética. Governo e regulação A energia é, por natureza, um problema econômico e político importante. Mais do que em muitos outros setores, as empresas do ramo de energia dependem do contexto político para obter sua licença de operação, e a confiança do público em suas atividades é um fator de destaque. 4

5 Futuros Modelos de Mercado Apresentamos quatro novos cenários que representam mudanças transformadoras dos mercados atuais. Comando e controle verde Este cenário representa um mercado no qual o governo controla e opera o setor de energia e exige a adoção de tecnologia digital e de geração renovável. Sistemas locais de energia Este cenário representa um mercado no qual vemos uma fragmentação significativa das redes de transmissão e distribuição existentes e em que as comunidades locais demandam um controle maior do abastecimento de energia, ou um mercado no qual a abordagem local é adotada para atender a comunidades remotas. Modelos combinados As empresas concessionárias de energia provavelmente não estarão em apenas um desses cenários. Na verdade, elas experimentarão uma mistura deles, com talvez um dominante. O caminho mais apropriado para qualquer empresa dependerá de fatores locais e globais. O ritmo da mudança vai variar de lugar para lugar. Alguns passarão por uma evolução gradual, enquanto outros verão a rápida transformação de partes do setor. Essa mudança pode ser definida por local ou por um segmento da cadeia de valor. Geração ultradistribuída Este cenário representa um mercado em que as geradoras investiram em geração renovável distribuída, com decisões de investimento baseadas em incentivos políticos e/ou em business cases econômicos. É um mercado com desagregação total e forte envolvimento do cliente, tanto no varejo quanto como microgeradores. Super-rede regional Este cenário representa um mercado pan-nacional concebido para transmitir energia renovável a longas distâncias. Ele tende a envolver um determinado grau de desagregação e de alternativas para os clientes. Exige geração renovável em larga escala, interconectores, armazenamento em larga escala e elevada capacidade de transmissão. Acreditamos que esses cenários transformadores do mercado de energia criarão um futuro no qual os participantes e os novos entrantes poderão prosperar e em que o papel dos reguladores e formuladores de políticas será claro. O cenário de mercado mais adequado virá de uma avaliação do impacto dos principais disruptores e dos fatores locais aplicáveis em cada situação individual. 5

6 Futuros Modelos de Negócios Não acreditamos que haverá um único modelo de negócios vencedor, mas sim uma gama de modelos de negócios que levarão ao sucesso nos novos ambientes do mercado. Vemos uma variedade de modelos de negócios que se baseiam em modelos existentes ou atendem a novas necessidades de serviços ou produtos. Destacamos oito modelos de negócios que, na nossa opinião, surgirão individualmente ou combinados. Esses modelos individuais abrangem toda a cadeia de valor do setor de energia; cada um tem características individuais e vários se baseiam na integração e/ou colaboração com parceiros não tradicionais. Alguns participantes do mercado operadores atuais ou novos entrantes podem ser impedidos de atuar em todos os segmentos, enquanto outros podem buscar especialização em segmentos selecionados ou uma integração em áreas mais amplas do mercado. Seja qual for o caso, o(s) modelo(s) de negócios adotado(s) precisa(m) ser adaptado(s) para que as empresas tenham êxito de três formas principais estrategicamente, financeiramente e em termos competitivos. Cadeia de valor Mais integrado Core business tradicional Com base em ativos Gentailer Geração T&D Varejo Comerciante exclusivo Gestor de rede Desenvolvedor de rede Inovador de produtos Parceiro de parceiros Facilitador de valor agregado Concessionária virtual Menos integrado Com base em serviços 6

7 Para obter mais informações, entre em contato com: Roberto Correa Sócio e líder do setor de Energia e Serviços de Utilidade Pública - [55] (31) Compartilhe conosco o que você acha da série 10Minutos e quais temas gostaria de conhecer melhor. Acesse: m a cor predominante do arquivo. undo da página for youtube.com/pwcbr youtube.com/pwcbr wcbr 2015 PricewaterhouseCoopers Br Ltda. Todos os direitos reservados. Neste documento, PwC refere-se à PricewaterhouseCoopers Br Ltda., a qual é uma firma membro do network da PricewaterhouseCoopers, sendo que cada firma membro constitui-se em uma pessoa jurídica totalmente separada e independente. utube.com/pwcbr wcbr O termo PwC refere-se à rede (network) de firmas membro da PricewaterhouseCoopers International Limited (PwCIL) ou, conforme o contexto determina, a cada uma das firmas membro participantes PwC da rede Br da PwC. youtube.com/pwcbr Cada firma membro da rede constitui uma pessoa jurídica separada e independente e que não atua como agente da PwCIL nem de qualquer outra firma membro. A PwCIL não presta serviços a clientes. A PwCIL não é responsável ou se obriga pelos atos ou omissões de qualquer de suas firmas membro, tampouco controla julgamento profissional das referidas firmas ou pode obrigá-las de qualquer forma. Nenhuma firma membro é responsável pelos atos ou omissões de outra firma membro, nem controla o julgamento profissional de outra firma membro ou da PwCIL, nem pode obrigá-las de qualquer forma. utube.com/pwcbr youtube.com/pwcbr 7

12 dicas sobre relatórios

12 dicas sobre relatórios 10Minutos Auditoria O que sua comunicação diz sobre você? 12 dicas sobre relatórios Destaques As informações sobre os negócios e a forma de comunicá-las precisam mudar não só para responder às transformações

Leia mais

Confiança no crescimento em baixa

Confiança no crescimento em baixa 10Minutos 19ª Pesquisa Global com CEOs Setor de Engenharia e Construção Confiança no crescimento em baixa Destaques Março 2016 Destaques Com 65% das indicações, suborno e corrupção são consideradas as

Leia mais

Total Retail 2015 O varejo e a era da disrupção

Total Retail 2015 O varejo e a era da disrupção www.pwc.com.br/varejo-e-consumo O varejo e a era da disrupção Junho/2015 Sérgio D Ávila Reino Unido Dinamarca Rússia Canadá França Alemanha Turquia EUA Itália Suíça China/Hong Kong Bélgica Oriente Médio

Leia mais

Nota Data 8 de maio de 2013

Nota Data 8 de maio de 2013 Nota Data 8 de maio de 2013 Contato Flávio Resende Proativa Comunicação flavioresende@proativacomunicacao.com.br Tel: (61) 3242-9058/9216-9188 Kadydja Albuquerque Proativa Comunicação coordenacao@proativacomunicacao.com.br

Leia mais

O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados

O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados Como as empresas podem usar a nuvem para se adaptar e prosperar em um mercado financeiro em rápida mudança Por Sherwin Uretsky, Aron Dutta

Leia mais

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas 10 Minutos sobre práticas de gestão de projetos Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas Destaques Os CEOs de setores que enfrentam mudanças bruscas exigem inovação

Leia mais

O varejo e a era da disrupção

O varejo e a era da disrupção 10Minutos Varejo Total Retail 2015 - Pesquisa anual da PwC com os consumidores O varejo e a era da disrupção Destaques Os consumidores estão definindo sua própria abordagem de relacionamento com o varejo,

Leia mais

www.pwc.com.br Como melhorar a gestão da sua empresa?

www.pwc.com.br Como melhorar a gestão da sua empresa? www.pwc.com.br Como melhorar a gestão da sua empresa? Como melhorar a gestão da sua empresa? Melhorar a gestão significa aumentar a capacidade das empresas de solucionar problemas. Acreditamos que, para

Leia mais

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL Shell International Limited 2010 A permissão para reproduzir qualquer parte desta publicação deve ser solicitada à Shell International Limited. Geralmente a permissão será concedida, mediante o reconhecimento

Leia mais

Aprimoramento através da integração

Aprimoramento através da integração Aprimoramento através da integração Uma parceria para implementar uma solução de aprendizagem em tempo recorde Visão Geral Com mais de 70 anos de excelência na produção de conhecimento no Brasil, a Fundação

Leia mais

Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos

Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos Série de ebooks sobre desenvolvimento em paralelo ágil: Capítulo 2 Cinco restrições de desenvolvimento/teste que afetam a velocidade, o custo e a qualidade dos seus aplicativos Novas pressões, mais restrições

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Este material resulta da reunião de fragmentos do módulo I do Curso Gestão Estratégica com uso do Balanced Scorecard (BSC) realizado pelo CNJ. 1. Conceitos de Planejamento Estratégico

Leia mais

Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente

Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente Engajamento com o Cliente Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Informativo Torne cada interação relevante e envolvente Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente Gerenciamento do ciclo de vida

Leia mais

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso Programa de Gestão de Fornecedores da White Martins Sua chave para o sucesso Quem Somos A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais

Leia mais

Novo contexto. A incorporação da Internet à rotina empresarial provocou forte impacto sobre as tradicionais formas de negociação...

Novo contexto. A incorporação da Internet à rotina empresarial provocou forte impacto sobre as tradicionais formas de negociação... O AMBIENTE DIGITAL O que mudou com a Internet A estratégia no ambiente digital a Empresa 2.0 e o uso das Mídias Sociais Redes Sociais como instrumento estratégico A incorporação da Internet à rotina empresarial

Leia mais

soluções inovadoras para desafios de negócios Manual explicativo do quadro do modelo de negócios passo a passo com exemplos

soluções inovadoras para desafios de negócios Manual explicativo do quadro do modelo de negócios passo a passo com exemplos soluções inovadoras para desafios de negócios Manual explicativo do quadro do modelo de negócios passo a passo com exemplos O quadro do modelo de negócios O Business Model Canvas (Quadro do Modelo de Negócios)

Leia mais

ENERGIA XXI O FUTURO DO SETOR ELÉTRICO

ENERGIA XXI O FUTURO DO SETOR ELÉTRICO SEMINÁRIO ENERGIA XXI O FUTURO DO SETOR ELÉTRICO 5 de novembro de 2015 DISCURSO DE ABERTURA Prof. Vítor Santos Gostaria de começar por agradecer a presença de todos e o interesse por esta iniciativa da

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

Rumo a novos patamares

Rumo a novos patamares 10Minutos Auditoria Estudo sobre a Situação da Profissão de Auditoria Interna Rumo a novos patamares Destaques Os stakeholders estão menos satisfeitos com a contribuição da auditoria interna em áreas de

Leia mais

www.pwc.com.br Gerenciamento de capital e ICAAP

www.pwc.com.br Gerenciamento de capital e ICAAP www.pwc.com.br Gerenciamento de capital e ICAAP Como desenvolver uma abordagem eficaz de gerenciamento de capital e um processo interno de avaliação da adequação de capital (ICAAP) A crise financeira de

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

Os profissionais estão envelhecendo. E agora?

Os profissionais estão envelhecendo. E agora? 10Minutos Gestão de talentos Pesquisa sobre envelhecimento da força de trabalho no Bras Os profissionais estão envelhecendo. E agora? Fevereiro 2015 Destaques O Bras está envelhecendo rapidamente. Estima-se

Leia mais

1. O Contexto do SBTVD

1. O Contexto do SBTVD CT 020/06 Rio de Janeiro, 27 de janeiro de 2006 Excelentíssimo Senhor Ministro Hélio Costa MD Ministro de Estado das Comunicações Referência: Considerações sobre o Sistema Brasileiro de Televisão Digital

Leia mais

Escolhendo a melhor opção para sua empresa

Escolhendo a melhor opção para sua empresa www.pwc.com.br Escolhendo a melhor opção para sua empresa Auditoria Interna Auditoria Interna - Co-sourcing atende/supera as expectativas da alta administração? A função de Auditoria Interna compreende

Leia mais

CAPÍTULO 25 COERÊNCIA REGULATÓRIA

CAPÍTULO 25 COERÊNCIA REGULATÓRIA CAPÍTULO 25 COERÊNCIA REGULATÓRIA Artigo 25.1: Definições Para efeito deste Capítulo: medida regulatória coberta significa a medida regulatória determinada por cada Parte a ser objeto deste Capítulo nos

Leia mais

As Organizações e a Teoria Organizacional

As Organizações e a Teoria Organizacional Página 1 de 6 As Organizações e a Teoria Organizacional Autora: Sara Fichman Raskin Este texto é totalmente baseado no primeiro capítulo do livro Organizational theory: text and cases, do autor Jones Gareth,

Leia mais

Novos formatos para a venda direta

Novos formatos para a venda direta Canais Novos formatos para a venda direta A tecnologia é aliada da consultora para ganhar agilidade, aprofundar o relacionamento e ampliar as vendas Imagem da campanha de lançamento do Você Conect@ para

Leia mais

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação 2.1 OBJETIVO, FOCO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Os Sistemas de Informação, independentemente de seu nível ou classificação,

Leia mais

SOLUÇÕES DA SAP PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM

SOLUÇÕES DA SAP PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM SOLUÇÕES DA PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM As soluções da para Engajamento do Cliente representam mais do que um simples CRM. Ao integrar completamente marketing, comércio,

Leia mais

Capítulo 3. Focalizando o novo negócio

Capítulo 3. Focalizando o novo negócio O QUE É UMA EMPRESA? De acordo com Santos (1982), a empresa é comumente definida pelos economistas como uma unidade básica do sistema econômico, cuja principal função é produzir bens e serviços. Os objetivos

Leia mais

China: novos rumos, mais oportunidades

China: novos rumos, mais oportunidades China: novos rumos, mais oportunidades Brasil pode investir em diversas áreas, como tecnologia, exploração espacial e infraestrutura 10 KPMG Business Magazine A China continua a ter na Europa o principal

Leia mais

UM CAMINHO SIMPLES PARA UMA NUVEM PRIVADA

UM CAMINHO SIMPLES PARA UMA NUVEM PRIVADA UM CAMINHO SIMPLES PARA UMA NUVEM PRIVADA Julho de 2015 Com nuvens privadas de fácil uso concebidas para executar aplicativos corporativos essenciais para os negócios, as principais organizações se beneficiam

Leia mais

Processos de gerenciamento de projetos em um projeto

Processos de gerenciamento de projetos em um projeto Processos de gerenciamento de projetos em um projeto O gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de cumprir seus requisitos.

Leia mais

Introdução redes sociais mulheres Digg

Introdução redes sociais mulheres Digg O século XIX ficou conhecido como o século europeu; o XX, como o americano. O século XXI será lembrado como o Século das Mulheres. (Tsvi Bisk, Center for Strategic Futurist Thinking, 2008) A Sophia Mind,

Leia mais

Termos e Política de Privacidade

Termos e Política de Privacidade Termos e Política de Privacidade Sua privacidade é fundamental para nós. Por isso, queremos explicar-lhe os detalhes de política e práticas adotadas para proteger sua privacidade para que se sinta confortável

Leia mais

COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR

COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR COMPETÊNCIAS DO CLIENTE: INCORPORAÇÃO NO MODELO DE NEGÓCIOS THOMAS STOB JUNIOR RESUMO Este artigo defende a idéia de que na nova economia as empresas precisam incorporar a experiência do cliente a seus

Leia mais

Aula 6 2º bim. - Gestão de Empresas Baseada na Demanda

Aula 6 2º bim. - Gestão de Empresas Baseada na Demanda Aula 6 2º bim. - Gestão de Empresas Baseada na Demanda Perfil de Risco da Cadeia Continuidade dos Negócios Grande preocupação das empresas. Atualmente, foca-se muito a TI e a gestão de processos internos,

Leia mais

Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço

Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço ou Product-Service System (PSS) ÁUREA RAPÔSO Doutoranda em Engenharia Industrial (PEI/UFBA) Professora e Pesquisadora do IFAL Campus Maceió Bolsista CAPES

Leia mais

17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro. Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia

17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro. Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia 17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia Sites Corporativos São a vitrine da sua empresa. É a imagem do seu negócio para o mundo; Clientes e parceiros examinam

Leia mais

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO DE UMA POLÍTICA DE INTENSIFICAÇÃO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM PORTUGAL E POTENCIAÇÃO DOS SEUS RESULTADOS 0. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Leia mais

Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento

Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento Soluções de Retrofit Modernize, aumentando confiabilidade e eficiência do seu equipamento É hora de renovar O mercado de retrofit tem crescido exponencialmente nos últimos anos. Novas regulamentações

Leia mais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental

Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental Sustentabilidade nas instituições financeiras Os novos horizontes da responsabilidade socioambiental O momento certo para incorporar as mudanças A resolução 4.327 do Banco Central dispõe que as instituições

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO Utilitário ConfigXpress no CA IdentityMinder a minha solução de gerenciamento de identidades pode se adaptar rapidamente aos requisitos e processos de negócio em constante mudança? agility

Leia mais

CUSTOS LOGÍSTICOS - UMA VISÃO GERENCIAL

CUSTOS LOGÍSTICOS - UMA VISÃO GERENCIAL CUSTOS LOGÍSTICOS - UMA VISÃO GERENCIAL Data: 10/12/1998 Maurício Lima INTRODUÇÃO Um dos principais desafios da logística moderna é conseguir gerenciar a relação entre custo e nível de serviço (trade-off).

Leia mais

ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB.

ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB. ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL Resumo Executivo PARA BAIXAR A AVALIAÇÃO COMPLETA: WWW.IADB.ORG/EVALUATION ANÁLISE DOS RESULTADOS DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS PMEs NO BRASIL

Leia mais

Escolha Certa! As profissões do século 21

Escolha Certa! As profissões do século 21 Produção Multimídia Esse profissional é responsável por garantir a qualidade de som e imagem das mídias eletrônica e digital; produzir material para rádio, cinema, TV e mídia digital; editar imagens e

Leia mais

Mercedes-Benz inova com atendimento diferenciado a clientes de Sprinter

Mercedes-Benz inova com atendimento diferenciado a clientes de Sprinter Nova Sprinter Mercedes-Benz inova com atendimento diferenciado a clientes de Sprinter Informação à Imprensa Data: 4 de junho de 2012 Com a inauguração do inédito conceito de Van Center (loja exclusiva

Leia mais

Otimizada para Crescimento:

Otimizada para Crescimento: Quinta Pesquisa Anual de Mudança na Cadeia de Suprimentos RESUMO REGIONAL: AMÉRICA LATINA Otimizada para Crescimento: Executivos de alta tecnologia se adaptam para se adequar às demandas mundiais INTRODUÇÃO

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

RUMO AO FUTURO QUE QUEREMOS. Acabar com a fome e fazer a transição para sistemas agrícolas e alimentares sustentáveis

RUMO AO FUTURO QUE QUEREMOS. Acabar com a fome e fazer a transição para sistemas agrícolas e alimentares sustentáveis RUMO AO FUTURO QUE QUEREMOS Acabar com a fome e fazer a transição para sistemas agrícolas e alimentares sustentáveis O futuro que queremos não se concretizará enquanto a fome e a subnutrição persistirem,

Leia mais

Energia em transformação

Energia em transformação 10Minutos Energia e serviços de utilidade pública 13ª Pesquisa Global de Energia e Serviços Públicos da PwC Energia em transformação Março 2014 Destaques A perspectiva de transformação do modelo de negócios

Leia mais

7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso

7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso 7 etapas para construir um Projeto Integrado de Negócios Sustentáveis de sucesso Saiba como colocar o PINS em prática no agronegócio e explore suas melhores opções de atuação em rede. Quando uma empresa

Leia mais

Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS)

Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS) Tecnologia sociais entrevista com Larissa Barros (RTS) A capacidade de gerar tecnologia e inovação é um dos fatores que distinguem os países ricos dos países pobres. Em sua maioria, essas novas tecnologias

Leia mais

Profº Rogério Tavares

Profº Rogério Tavares Profº Rogério Tavares Administração Por Objetivos - APO A partir da década de 1950, a Teoria Neoclássica deslocou a atenção antes fixada nas chamadas atividades meios para os objetivos ou finalidades da

Leia mais

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão Desenvolve Minas Modelo de Excelência da Gestão O que é o MEG? O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) possibilita a avaliação do grau de maturidade da gestão, pontuando processos gerenciais e resultados

Leia mais

Meios de Pagamento. Leandro Vilain

Meios de Pagamento. Leandro Vilain Meios de Pagamento Leandro Vilain Principais Conceitos Funções da Moeda Unidade de Troca: a moeda funciona como meio intermediário de todas as transações econômicas, tanto de bens e serviços, quanto de

Leia mais

Modelo de Questionário para identificar e mapear ativos e Infraestruturas Críticas da Informação e suas interdependências

Modelo de Questionário para identificar e mapear ativos e Infraestruturas Críticas da Informação e suas interdependências Modelo de Questionário para identificar e mapear ativos e Infraestruturas Críticas da Informação e suas interdependências 1. A que setor pertence o ativo de informação? a) Energia; b) Comunicações; c)

Leia mais

Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013

Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013 Seminário Ordem dos Engenheiros Colégio de Engenharia Mecânica 9 de Outubro de 2013 Inovação Competitividade Financiamento Provas de Conceito Com maior ou menor relevância, há mais de um século, que as

Leia mais

Sob as lentes de. Cristina Buzatto

Sob as lentes de. Cristina Buzatto Sob as lentes de Cristina Buzatto O Laboratório Technopark completou dois anos de operação em abril de 2011, uma das primeiras grandes investidas da Essilor neste setor, no Brasil. Falamos com Cristina

Leia mais

Nossas soluções para o setor sucroenergético

Nossas soluções para o setor sucroenergético www.pwc.com.br Nossas soluções para o setor sucroenergético Centro PwC de Serviços em Agribusiness Outubro de 2013 Agrícola Gestão de fornecedores de cana Revisão da estrutura de relacionamento entre usina

Leia mais

Giorgio D Amore, ICstat International Cooperation Center for Statistics Luigi Bodio

Giorgio D Amore, ICstat International Cooperation Center for Statistics Luigi Bodio Divulgação de boas práticas na Europa e Itália em matéria de medidas direcionadas às pequenas e médias empresas (PME) com vista à Internacionalização Giorgio D Amore, ICstat International Cooperation Center

Leia mais

www.pwc.com/br Audiência no Senado Escolha e Contratação da Entidade Aferidora da Qualidade 22 de Março de 2012 Luiz Eduardo Viotti Sócio da PwC

www.pwc.com/br Audiência no Senado Escolha e Contratação da Entidade Aferidora da Qualidade 22 de Março de 2012 Luiz Eduardo Viotti Sócio da PwC www.pwc.com/br Audiência no Senado Escolha e Contratação da Entidade Aferidora da Qualidade 22 de Março de 2012 Luiz Eduardo Viotti Sócio da PwC Participamos do processo de escolha da Entidade Aferidora

Leia mais

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade Tecnologia nacional potencia sustentabilidade 1 Tecnologia nacional potencia sustentabilidade O desenvolvimento de soluções inovadoras que melhoram a eficiência das organizações e a qualidade de vida das

Leia mais

5 DICAS DE GESTÃO EM TEMPOS DE CRISE. Um guia prático com 5 dicas primordiais de como ser um bom gestor durante um período de crise.

5 DICAS DE GESTÃO EM TEMPOS DE CRISE. Um guia prático com 5 dicas primordiais de como ser um bom gestor durante um período de crise. 5 DICAS DE GESTÃO EM TEMPOS DE CRISE Um guia prático com 5 dicas primordiais de como ser um bom gestor durante um período de crise. INTRODUÇÃO Gerir uma empresa não é uma tarefa fácil, mas em tempos de

Leia mais

sustentável Crescimento

sustentável Crescimento sustentável Crescimento A população urbana aumenta de forma significativa, e gestores têm o desafio de buscar soluções criativas e inovadoras para financiar a infraestrutura necessária a esse contingente

Leia mais

Documento de Apoio da Declaração de Gaborone para Sustentabilidade na África

Documento de Apoio da Declaração de Gaborone para Sustentabilidade na África Documento de Apoio da Declaração de Gaborone para Sustentabilidade na África O documento de apoio da Declaração de Gaborone para a sustentabilidade na África é um paradigma transformador na busca pelo

Leia mais

Plataforma de Colaboração do Sicoob

Plataforma de Colaboração do Sicoob Plataforma de Colaboração do Sicoob Colaboração Colaboração: Pessoas trabalhando juntas para resolver problemas comuns Experiência Conhecimento Conteúdo Novas Soluções Interação Foco nos Objetivos Cooperativismo

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

Em 2050 a população mundial provavelmente

Em 2050 a população mundial provavelmente Declaração mundial Armazenamento de Água para o Desenvolvimento Sustentável Em 2050 a população mundial provavelmente ultrapassará nove bilhões de habitantes O aumento da população mundial, tanto rural

Leia mais

i9social Social Innovation Management Sobre

i9social Social Innovation Management Sobre i9social Social Innovation Management A inovação social é uma solução inovadora para um problema social, que é mais eficaz, eficiente e sustentável do que as soluções existentes, e a qual incrementa a

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSES MERCER INVESTMENTS MARÇO DE 2014

DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSES MERCER INVESTMENTS MARÇO DE 2014 DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSES MERCER INVESTMENTS MARÇO DE 2014 CONFLITOS DE INTERESSES INTRODUÇÃO A Mercer é líder mundial em consultoria em termos de talentos, saúde, aposentadoria e investimentos.

Leia mais

UM NOVO MAPA DA INDÚSTRIA GLOBAL

UM NOVO MAPA DA INDÚSTRIA GLOBAL UM NOVO MAPA DA INDÚSTRIA GLOBAL Raul Sturari (*) Maio de 2013 Nas últimas décadas, os países centrais (EUA e UE) deslocaram grande parte de sua indústria manufatureira para países da Ásia, em especial

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

6 Conclusão do estudo e implicações empresariais

6 Conclusão do estudo e implicações empresariais 6 Conclusão do estudo e implicações empresariais Este estudo buscou entender o fenômeno da criação de aceleradoras corporativas por parte de empresas de grande porte, com base na análise dos dois casos

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS 198 Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Isailma da Silva Araújo; Luanna Nari Freitas de Lima; Juliana Ribeiro dos Reis; Robson

Leia mais

Entraves às exportações brasileiras limitam o crescimento das vendas ao exterior

Entraves às exportações brasileiras limitam o crescimento das vendas ao exterior propostas de política comercial Entraves às exportações brasileiras limitam o crescimento das vendas ao exterior Marcelo Souza Azevedo O Brasil não pode cair na armadilha de acreditar que o mercado consumidor

Leia mais

É o nosso principal atributo para fazer com que os desafios tornem-se conquistas.

É o nosso principal atributo para fazer com que os desafios tornem-se conquistas. TRANSPARÊNCIA É o nosso principal atributo para fazer com que os desafios tornem-se conquistas. TRANSPARÊNCIA 13 03 Visão Setorial Na cadeia produtiva da construção civil, cimento e concreto estão entre

Leia mais

RECONHECIMENTO DA EFICÁCIA JURÍDICA DO DOCUMENTO ELETRÔNICO, A ASSINATURA ELETRÔNICA E A ASSINATURA ELETRÔNICA AVANÇADA NO ÂMBITO DO MERCOSUL

RECONHECIMENTO DA EFICÁCIA JURÍDICA DO DOCUMENTO ELETRÔNICO, A ASSINATURA ELETRÔNICA E A ASSINATURA ELETRÔNICA AVANÇADA NO ÂMBITO DO MERCOSUL MERCOSUR/GMC EXT./RES. Nº 37/06 RECONHECIMENTO DA EFICÁCIA JURÍDICA DO DOCUMENTO ELETRÔNICO, A ASSINATURA ELETRÔNICA E A ASSINATURA ELETRÔNICA AVANÇADA NO ÂMBITO DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de

Leia mais

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia

Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Gestão e estratégia de TI Conhecimento do negócio aliado à excelência em serviços de tecnologia Desafios a serem superados Nos últimos anos, executivos de Tecnologia de Informação (TI) esforçaram-se em

Leia mais

Rumo à transformação digital Agosto de 2014

Rumo à transformação digital Agosto de 2014 10Minutos - Tecnologia da Informação 6ª Pesquisa Anual sobre QI Digital Rumo à transformação digital Agosto de 2014 Destaques O QI Digital é uma variável para medir quanto valor você pode gerar em sua

Leia mais

O Uso da Inteligência Competitiva e Seus Sete Subprocessos nas Empresas Familiares

O Uso da Inteligência Competitiva e Seus Sete Subprocessos nas Empresas Familiares O Uso da Inteligência Competitiva e Seus Sete Subprocessos nas Empresas Familiares O uso da Inteligência Competitiva como processo para monitorar tecnologias, legislação, ambiente regulatório, concorrência,

Leia mais

Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor

Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor Como criar um fluxo de informação entre empresa, fornecedor e distribuidor ebook Guias completos e gratuitos www.socialbase.com.br Índice 1. Introdução 2. Política de comunicação interna 3. Padronização

Leia mais

Atento Brasil S/A. 1 16/11/2014 Comunicação Institucional e Marca

Atento Brasil S/A. 1 16/11/2014 Comunicação Institucional e Marca Atento Brasil S/A 1 16/11/2014 Comunicação Institucional e Marca Índice e Conteúdo 1. A Empresa 2. Atento em números 3. BPO 4. Análise Microambiente 5. Análise Macroambiente A Empresa Fundada em abril

Leia mais

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO.

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. Muitas empresas brasileiras estão interessadas nas vantagens proporcionadas pela computação em nuvem, como flexibilidade, agilidade e escalabilidade,

Leia mais

DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015

DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015 DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM MARCO REGULATÓRIO DO VÍDEO SOB DEMANDA Minuta de resolução do Conselho Superior de Cinema Dezembro de 2015 (1) No último semestre, o Conselho Superior do Cinema realizou

Leia mais

@FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011

@FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011 Mídias Sociais nas Empresas @FabioCipriani Social Media Brasil 2011 04 de junho de 2011 Midias_Sociais_Cafe_Aberje.ppt Foto de Gabriel Guimarães 22 http://www.flickr.com/photos/gabrielfgo/3919726379-2

Leia mais

PROJETO DE RELATÓRIO

PROJETO DE RELATÓRIO PARLAMENTO EUROPEU 2009-2014 Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários 25.9.2013 2013/2174(INI) PROJETO DE RELATÓRIO sobre os seguros contra catástrofes naturais ou de origem humana (2013/2174(INI))

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Introdução A A logística sempre existiu e está presente no dia a dia de todos nós, nas mais diversas

Leia mais

Política de Conflitos de Interesses

Política de Conflitos de Interesses Política de Conflitos de Interesses Índice Índice 2 Política de Conflitos de Interesses 3 1. Introdução... 3 2. A nossa política de conflitos de interesses... 3 3. Conflitos de interesses estudos de investimento...

Leia mais

A única coisa permanente no universo éa Mudança.

A única coisa permanente no universo éa Mudança. Os 4Cs da Gestão dos Canais de Venda Adir Ribeiro adir.ribeiro@ 1 Mudanças A única coisa permanente no universo éa Mudança. Fonte: http://historiadafilosofia.wordpress.com/category/heraclito/ 2 Declínio

Leia mais

Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista

Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista Eixo Anhanguera-Bandeirantes virou polo lean, diz especialista Robson Gouveia, gerente de projetos do Lean Institute Brasil, detalha como vem evoluindo a gestão em empresas da região O eixo Anhanguera

Leia mais

Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem

Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem Perspectivas dos serviços financeiros sobre o papel e o impacto real da nuvem Sumário executivo A Ovum realizou recentemente, em parceria com a SAP, uma detalhada pesquisa independente com 400 CIOs seniores

Leia mais

CompuStream. Como enfrentar a concorrência e tornar sua organização mais lucrativa. Maximilian Immo Orm Gorissen COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream. Como enfrentar a concorrência e tornar sua organização mais lucrativa. Maximilian Immo Orm Gorissen COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. Como enfrentar a concorrência e tornar sua organização mais lucrativa Maximilian Immo Orm Gorissen Com a recente explosão de projetos de compra e venda de produtos

Leia mais

A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA

A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA Que dimensões sociológicas existem numa passeio ao supermercado? A variedade de produtos importados que costumamos ver nos supermercados depende de laços econômicos

Leia mais

Planejando a melhoria de desempenho

Planejando a melhoria de desempenho 10Minutos Auditoria Interna Estudo sobre a situação da profissão de auditoria interna Planejando a melhoria de desempenho Setembro 2014 Destaques A auditoria interna deve estar alinhada com as expectativas

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Otimismo desenvolvedoras de softwares

Otimismo desenvolvedoras de softwares Otimismo nas nuvens Ambiente favorável alavanca negócios das empresas desenvolvedoras de softwares, que investem em soluções criativas de mobilidade e computação em nuvem para agilizar e agregar flexibilidade

Leia mais

Futuro do trabalho O futuro do trabalho Destaques O futuro do trabalho: Impactos e desafios para as empresas no Brasil

Futuro do trabalho O futuro do trabalho Destaques O futuro do trabalho: Impactos e desafios para as empresas no Brasil 10Minutos Futuro do trabalho Pesquisa sobre impactos e desafios das mudanças no mundo do trabalho para as organizações no B O futuro do trabalho Destaques Escassez de profissionais, novos valores e expectativas

Leia mais