EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS"

Transcrição

1 Lição 3 EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS 1. Mateus O Evangelho de Mateus recebe o nome do seu autor, que significa presente do Senhor. Mateus foi um judeu, coletor de impostos para o governo romano, ou seja, um publicano (Mt 9.9), cujo sobrenome era Levi (Mc 2.14). Por ser um judeu que ajudava os romanos, Mateus assim como os demais publicanos era odiado pela comunidade judaica. Apesar da sua má fama entre seus compatriotas, Mateus aceitou ao convite de Jesus Cristo para segui-lo (Lc ), fazendo parte do grupo dos 12 apóstolos (Mt 10.3), ver Quadro 1. Desde o início da igreja, o seu evangelho não foi contestado e, segundo Eusébio de Cesaréia, um importante historiador dos primeiros séculos d.c., foi o primeiro evangelho a ser escrito, por volta de 50 d.c., apesar de alguns acreditarem que essa data foi do evangelho de Marcos. Uma forte evidência de ter sido o primeiro a ser escrito é o fato de ser um evangelho que cumpre com muita propriedade a transição entre o Antigo Testamento e o Novo. A tradição também informa que Mateus foi um importante missionário entre a Etiópia e a Pérsia nos doze anos após a morte e ressurreição de Cristo. Como visto na lição anterior, o públicoalvo de Mateus foram os judeus. Isso pode ser visto nitidamente com a quantidade de citações do Antigo Testamento (mais de quarenta, sem contar as outras sessenta alusões), com as inúmeras citações de costumes judaicos (15.2; 23.5, 27), com a presença da língua aramaica (5.22), e com a ênfase na casa de Israel (15.24; ; ; ; ). Um dos principais propósitos de Mateus foi responder às perguntas dos judeus sobre Jesus de Nazaré, que alegava ser o Messias de Israel. Perguntas como as que se seguem são respondidas no decorrer do seu evangelho. Jesus era o Messias predito pelo AT? Se era, por que não estabeleceu o reino prometido? Esse reino será estabelecido algum dia? Qual é o propósito de Deus nesse período? Um dos motivos pelo qual Jesus é frequentemente chamado de Filho de Davi nesse evangelho é justamente para mostrar que ele cumpre as profecias messiânicas do AT. Além disso, entende-se

2 também a razão do reino dos céus ser um tema tão frequente dentro desse evangelho. O tema central de Mateus, dessa maneira, é Jesus, o Messias, o Rei de Israel, rejeitado, sem o reino, como profetizado. Ainda que rejeitado, fica e esperança da sua volta triunfal (24.30). Apesar da ênfase de Mateus ter sido nos judeus, o autor não desconsiderou os gentios, tanto que no relato da grande comissão, em Mateus, há uma evidência nas demais nações do mundo; sem contar que, em seu evangelho, ele é o único que descreve a igreja (16.18; 18.17), apresenta 3 gentios em sua genealogia e demonstra os magos adorando o Messias. O evangelho de Mateus não preocupa-se com relatos cronológicos, mas com temas: Profecia (1-4); Proclamação (5-7); Poder (8-10); Perseguição (11-15); Preparação (16-20); Paixão (21-27); e Prova (28). Tais temas estão organizados em dois grandes blocos: Ensinos de Jesus para a Multidão (1-15) e Ensinos de Jesus para os Doze discípulos (16-28). Dentre os discursos mais relevantes de Mateus, estão o Sermão do Monte (5-7); as Parábolas do reino (13); e o Sermão profético (24-25). Dentre os demais pontos de destaque do evangelho de Mateus, encontram-se: Jesus Cristo é relatado como o Israel perfeito. Como Rei, Jesus manifesta a sua autoridade sobre as instituições centrais da nação judaica, a saber, a Lei ( ); o Sábado (12.8); os Profetas (12.41); o Templo (12.6); Salomão os reis (12.42); Satanás os reinos do mundo (12.28). Um fato relevante dentro do evangelho é a morte e ressurreição do Messias (apontando a rejeição dos judeus), que ocupa cerca de 25% de todo o evangelho. Os discursos de Jesus são muito frequentes, sendo que 60% de todos os versículos, são palavras proferidas por Jesus. É o evangelho dos discursos de Cristo. A expressão cumprimento enfatiza o que o evangelista quis apontar, ou seja, todas coisas se convergiram em Jesus Cristo, quer o Antigo Testamento, a Lei, Israel, enfim, toda a história. O conflito entre Cristo e os grupos dos fariseus e dos saduceus é marcante, enfatizando o erro da religiosidade sem um coração humilde e sincero diante de Deus. 2. Marcos O evangelho de Marcos recebe este nome, pois seu autor foi João Marcos, filho de Maria, uma mulher rica de Jerusalém (At

3 12.12), alguém muito próximo do apóstolo Pedro (1Pe 5.13) e primo de Barnabé (Cl 4.10). Foi ele mesmo quem acompanhou Paulo e Barnabé na primeira viagem missionária e, por ter desistido dessa empreitada, tornou-se motivo da discórdia entre Paulo e Barnabé (At ). Após anos de amadurecimento foi reconhecido pelo próprio Paulo como útil ao ministério da Palavra e tornou acompanhar o apóstolo dos gentios (Cl 4.10; Fm 1.24; 2Tm 4.11). Apesar de não ser um apóstolo, como Mateus, o evangelho de Marcos que foi escrito entre 50 e 60 d.c. tem grande aceitação desde o início, pois é clara a influência do apóstolo Pedro nesse evangelho. É amplamente aceitável que João Marcos relatou muitas coisas a partir das declarações de Pedro. Diferente de Mateus, o evangelista Marcos enfatizou os seus relatos aos gentios, especialmente aos romanos. O propósito principal de Marcos era dar informações para que os gentios conhecessem a Jesus Cristo e, dessa forma, fossem alcançados pela salvação de Deus. Além disso, esse evangelho também almejava estimular os crentes ao serviço a Deus e ao próximo. Por causa disso, muitas passagens de cunho judaico não foram mencionadas, como a genealogia de Jesus Cristo e o Sermão do Monte, e a oposição entre Cristo e os partidos religiosos judaicos não recebeu tanta atenção. Tal ênfase também se evidencia quando Marcos usa notas explicativas de termos judaicos e usa termos em latim (sendo o único evangelho que faz isso). Só para perceber a distinção das ênfases, Marcos usa apenas 63 menções do AT, enquanto Mateus usa 128 e Lucas aproximadamente 100. Outra distinção entre Marcos e Mateus refere-se ao conteúdo retratado. Enquanto Mateus é considerado o evangelho dos discursos de Cristo, Marcos pode ser encarado como o evangelho dos atos de Jesus, em que o termo imediatamente que indica ação pode ser encontrado mais de 40 vezes. O que Jesus fez prova quem Ele era e o que ele operou autentica o que ele ensinou. Em Marcos vemos a ênfase num Cristo servo, escravo, que deu a si mesmo em favor da salvação dos homens (10.45). Por isso o tema central desse evangelho é Cristo como servo de Deus e homem de poder e ação. Nesse sentido vale ressaltar que Marcos fez questão de apontar a divindade de Jesus Cristo que, mesmo assim, não o impediu de ser servo submisso em seu ministério. O evangelho pode ser organizado em dois grandes blocos, sendo o primeiro, o Servo em ação - com ênfase nos milagres (1-8); e o segundo, o Servo em sofrimento - ênfase no discipulado, morte e ressurreição (9-16). Os demais pontos de destaque do livro são: A ausência dos longos ensinos de Jesus faz de Marcos o menor dos quatro evangelhos.

4 A pergunta-chave desse evangelho é quem é este homem?. E ela é respondida no decorrer de todo o evangelho, apontando Jesus como Filho de Deus (1.1,11; 3.11; 5.7; 9.7; ; 15.39); Filho do Homem (2.10,28; 8.31,38; 9.9,12,31; etc.); Santo de Deus (1.24); Cristo (8.29); Filho de Davi (9.47). Isaías tem muitos relatos correspondentes com o paralelo Senhor-Servo que Marcos usa em seu evangelho. A autoridade divina do Senhor-Servo autenticou-se pelos muitos milagres, mas pelo embate entre o Reino de Deus e o Reino de Satanás. Marcos é o que mais ressalta a invasão de Cristo sobre o território de Satanás e seus demônios ( , 23-27, 32-34, 39; , 15; etc.). Apesar da intensa atividade do ministério de Jesus Cristo, Marcos não deixa a sensação de ativismo, afinal, menciona períodos em que Jesus retirava-se para orar (1.35; 6.46; 14.35). Cerca de 40% de todo e evangelho retrata apenas os últimos 8 dias de vida de Jesus (ver Quadro 2). Jesus é retratado em Marcos como um padrão digno de ser seguido ( ; ; , 31-35; etc.). Aprendizados Práticos Com Mateus aprendemos que o Messias profetizado no Antigo Testamento não falhou em seu ministério, pelo contrário, Deus implementará seu reino definitivamente, por isso, podemos confiar nas promessas de Deus e viver na expectativa desse reino, cientes de que será muito melhor do que vivemos hoje. Também passamos a valorizar mais o AT ao perceber a quantidade de ligações que Mateus faz para apresentar a salvação em Cristo. Mateus nos apresenta muitos ensinos de Jesus que nos aponta a necessidade de aprendermos com Deus para vivermos conforme a sua vontade. Por nós mesmos, não podemos obedecer se não considerarmos o ensino de Cristo. O que dirige a minha vida? Além disso, com Mateus aprendemos que religiosidade baseada em rituais vazios de amor sincero a Deus é totalmente desprezível a Deus. Posso dizer que amo a Deus do jeito que vivo o cristianismo? Com Marcos, o principal aprendizado é que o serviço faz parte dos filhos de Deus. Cristo nos ensinou com a sua vida, que mesmo sendo divino, ainda assim, manteve-se submisso em seu serviço. Tenho vivido com essa motivação? Aprendemos também que o ensino sem a prática não está completo. O mesmo Jesus que ensinou, também viveu o que ensinou. As obras do cristão precisam testificar do que se fala acreditar. E eu, como vivo? Em meio a tantas necessidades, Marcos nos ensina por meio do exemplo de Cristo que só faço a vontade de Deus quando priorizo meu relacionamento com ele. Ativismo não resolve, mas a atividade é o fruto da intimidade com Deus. Como tem sido minha vida na igreja? Por que faço o que faço? Busco orar e meditar na Palavra de Deus?

5 Exercícios Propostos 1. Quais são os argumentos principais que apontam para o evangelho de Mateus ter sido escrito antes do de Marcos? 2. Qual é a importância da genealogia de Jesus no cap. 01 de Mateus? 3. Qual é a importância dentro do plano de Deus, no que refere-se à salvação, a inclusão do relato da adoração dos magos? 4. Pesquise a relevância do nascimento virginal de Cristo para o plano divino de salvar o mundo. 5. Qual é o princípio que Jesus quis ensinar para os judeus daquela época que deve ser considerado ainda hoje com o Sermão do Monte? 6. Explique o papel dos milagres de Jesus e no decorrer dos relatos bíblicos. Você acredita que milagres produz fé nas pessoas, considerando Marcos? 7. Explique o sentido de Jesus como servo, considerando o tema central do evangelho de Marcos. 8. Por que Marcos desconsiderou muitos discursos de Jesus em seu evangelho?

6 FONTES DE CONSULTA Apostila de Síntese do Novo Testamento, SBPV, Bíblia de estudo MacArthur. Barueri, SP. Sociedade Bíblica do Brasil, Bíblia de estudo NVI. São Paulo: Editora Vida, DOUGLAS, J. D. O novo dicionário da Bíblia. 3. ed. rev. São Paulo: Vida Nova, RYRIE, C. C. A Bíblia anotada: edição expandida. ed. rev. e expandida. São Paulo: Mundo Cristão; Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2007.

7 Quadro 1 Os doze discípulos Simão Pedro (Cefas em aramaico), irmão de André. André, irmão de Simão Pedro. Tiago, irmão de João, filho de Zebedeu, um dos filhos do trovão. João, irmão de Tiago, filho de Zebedeu, um dos filhos do trovão, o discípulo amado. Filipe. Bartolomeu, também conhecido como Natanael. Mateus, chamado de Levi, o publicano. Tomé, também chamado de Dídimo. Tiago, o menor, filho de Alfeu. Judas Tadeu. Simão, o cananeu, também chamado de o Zelote. Judas Iscariotes, o traidor. Quadro 2 A Semana da Paixão de Cristo Acontecimento Dia Referência Entrada Triunfal Domingo Mt ; Mc ; Lc ; Jo A Maldição sobre a figueira Segunda Mt ; Mc A Purificação do Templo Segunda Mt ; Mc ; Lc O debate com os líderes religiosos Terça Mt ; Mc ; Lc O sermão no monte das Oliveiras Terça Mt ; Mc ; Lc Judas trai Jesus Terça Mt ; Mc ; Lc Última Ceia Quinta Mt ; Mc ; Lc O sermão no cenáculo Quinta Jo Ensinos a caminho do Getsêmani Quinta Jo No jardim do Getsêmani Qui/Sex Mt ; Mc ; Lc Jesus é preso Sexta Mt ; Mc ; Lc ; Jo Os julgamentos de Jesus Sexta Mt ; Mc ; Lc ; Jo A crucificação Sexta Mt ; Mc ; Lc ; Jo O sepultamento Sexta Mc ; Jo

ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS

ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS Esboço do Evangelho de Mateus 1 ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS FILIPE DUNAWAY I. Prólogo (Mt 1.1 2.23). A. A genealogia messiânica de Jesus (1.1-17). B. O nascimento de Jesus Cristo, o filho de Davi e Deus

Leia mais

Há Harmonia entre os Evangelhos?

Há Harmonia entre os Evangelhos? Há Harmonia entre os Evangelhos? AULA 4 Mar/Abr/2015 Rodrigo Hernandes e Felipe Coelho 22/3/2015 Algumas Passagens Difíceis dos Evangelhos Definindo Astrologia Uma estrela no céu narra o nascimento de

Leia mais

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos.

Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 5 Os apóstolos de Jesus. A missão dos doze apóstolos. 1 2 3 4 5

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b)

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA e SÃO LOURENÇO Em obediência à vossa palavra, lançarei as redes (Lc 5,5b) Evangelho A palavra Evangelho significa: Boas Novas. Portando, não temos quatro evangelhos, mas quatro evangelistas que escreveram, cada um, conforme sua visão, as boas-novas de salvação, acerca do Senhor

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas. Espiritualidade do Líder Pr. Thiago Jachetto de Campos

CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas. Espiritualidade do Líder Pr. Thiago Jachetto de Campos CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas Pr. Thiago Jachetto de Campos Religião INTRODUÇÃO Religare (latim) Nossa espiritualidade é a resposta à graça de Deus e não

Leia mais

Jesus, o Filho de Deus

Jesus, o Filho de Deus JESUS, O FILHO DE DEUS 43 4 Jesus, o Filho de Deus No coração do cristianismo reside a verdade de que Jesus o Cristo é o Filho de Deus. Cristo é o centro da nossa religião. Ele é a fundação da nossa fé

Leia mais

Filho de Zebedeu. Irmão de Tiago. João 21:20-24 descreve o autor como sendo "o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17

Filho de Zebedeu. Irmão de Tiago. João 21:20-24 descreve o autor como sendo o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17 Aula 4 05/11/2014 Filho de Zebedeu Irmão de Tiago João 21:20-24 descreve o autor como sendo "o discípulo que Jesus amava Filhos do trovão; Marcos 3:17 João provavelmente morava em Betsaida, na Galileia

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

O SENHOR JESUS CRISTO

O SENHOR JESUS CRISTO O SENHOR JESUS CRISTO I. SUA EXISTÊNCIA A) Provada pelo Antigo Testamento: (Mq 5.2; Is 9:6 Pai da Eternidade ) B) Provada pelo Novo Testamento: 1) João 1.1, em comparação com o versículo 14. 2) Jo 8.58

Leia mais

Como sugestão para o melhor aproveitamento do material, indica-se:

Como sugestão para o melhor aproveitamento do material, indica-se: INTRODUÇÃO O estudo do Antigo Testamento é essencial para a compreensão da revelação dos propósitos de Deus no decorrer da historia da humanidade, por isso, Síntese do Antigo Testamento é um material que

Leia mais

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico

1- INTRODUÇÃO. A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Vida de Cristo 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico Entre o VT e o NT 400 anos de silêncio. No tempo de Jesus a Judéia estava

Leia mais

MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO MARCOS SEGUNDA CARMESIM BOI ROMANOS SERVO LUCAS TERCEIRA BRANCO HOMEM ADÃO GREGOS FILHO DO

MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO MARCOS SEGUNDA CARMESIM BOI ROMANOS SERVO LUCAS TERCEIRA BRANCO HOMEM ADÃO GREGOS FILHO DO OS QUATRO LIVROS DO EVANGELHO QUATRO COLUNAS EX 27.16 QUATRO CORES EX 27.16 QUATRO FACE DE QUERUBINS EX 26.1;EZ 1.20 GENEALOGIA DESTINO COMO JESUS É APRESENTADO NOS EVANGELHOS MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO

Leia mais

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 11. PERÍODOS DA VIDA DE JESUS 28 E a fama de Jesus se espalhou depressa por toda a região da Galiléia. Jesus cura a sogra de Pedro: 29 Logo depois, Jesus,

Leia mais

João Batista: Preparando o caminho para Jesus

João Batista: Preparando o caminho para Jesus Lição 3 12 a 19 de julho João Batista: Preparando o caminho para Jesus Sábado à tarde Ano Bíblico: Pv 8 11 VERSO PARA MEMORIZAR: Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior

Leia mais

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam Lição 1 Leis no tempo de Cristo Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam 2) Lei Civil do A.T. = Tinha a ver com os costumes

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula IV - Introdução ao Novo Testamento e o caráter Literário dos evangelhos A ORIGEM DO NOME A expressão traduzida

Leia mais

II TRI. LIÇÃO evange ho 11 LUCAS O REINO DE DEUS

II TRI. LIÇÃO evange ho 11 LUCAS O REINO DE DEUS II TRI 2015 DE LUCAS LIÇÃO evange ho 11 O REINO DE DEUS VERSO PARA MEMORIZAR: Muitos virão do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul e tomarão lugares à mesa no reino de Deus (Lc 13:29). IN TRO DUÇÃO

Leia mais

Lição 2 OS EVANGELHOS Introdução boas-novas não podem ser considerados biografias Jesus para que os homens viessem a crer em Jesus Cristo

Lição 2 OS EVANGELHOS Introdução boas-novas não podem ser considerados biografias Jesus para que os homens viessem a crer em Jesus Cristo Lição 2 OS EVANGELHOS Introdução Vimos na lição anterior, que o primeiro grupo de livros do Novo Testamento é composto pelos livros históricos, dentre eles os quatro Evangelhos. Os nomes desses livros

Leia mais

Nascimento e infância de Jesus

Nascimento e infância de Jesus FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa I Religião à Luz do Espiritismo Tomo I Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 1 Nascimento e infância

Leia mais

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento:

O Calendário Judaico. Cronologia. Cronologia HARMONIZAÇÃO CRONOLÓGICA O ANO DO NASCIMENTO DE JESUS. Mt 2:1-23 Época do Nascimento: Há Harmonia Entre os Evangelhos? Mar/Abr/2015 Vlademir Hernandes AULA 3 15/3/2015 Recapitulação A importância dos Evangelhos Por que 4 evangelhos Bibliografia A necessidade de harmonização Exercícios sobre

Leia mais

O cristianismo que vivemos

O cristianismo que vivemos O cristianismo que vivemos TEXTO BÍBLICO BÁSICO Lucas 12.16-21,0-2 16 - E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância; 17 - E arrazoava ele entre si, dizendo:

Leia mais

rofecias Messiânicas e Seu Cumprimento

rofecias Messiânicas e Seu Cumprimento P rofecias Messiânicas e Seu Cumprimento 1 a Parte Imagine se uma celebridade estivesse indo para a sua cidade, ou se fosse passar no cinema um filme em 3D ou uma peça de teatro que você queria muito assistir!

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 07 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADE: 09/10

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 07 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADE: 09/10 ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 07 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADE: 09/10 PLANO DE AULA 1. TEMA: Os Apóstolos - missão e importância. 2. OBJETIVO: As crianças

Leia mais

COMUNIDADE CRISTÃ LOGOS HISTÓRIA DOS APÓSTOLOS

COMUNIDADE CRISTÃ LOGOS HISTÓRIA DOS APÓSTOLOS HISTÓRIA DOS APÓSTOLOS No começo do seu ministério Jesus escolheu doze homens que o acompanhassem em suas viagens. Teriam esses homens uma importante responsabilidade: Continuariam a representá-lo depois

Leia mais

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido

LIÇÃO 2 Jesus, o Messias Prometido Nesta Lição Estudará... A Natureza da Profecia Bíblica A Importância das Profecias O Desenvolvimento da Profecia Messiânica O Ritual Profético As Profecias Sobre o Messias Humano e Divino Sacrifício e

Leia mais

A Bíblia O Período Entre os Testamentos e O Novo Testamento

A Bíblia O Período Entre os Testamentos e O Novo Testamento A Bíblia O Período Entre os Testamentos e O Novo Testamento Terminamos o Velho Testamento com a palavra "maldição". Sem as profecias cumpridas, maldição seria o melhor que poderíamos esperar. Até aqui

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição. São Mateus Ano litúrgico A

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição. São Mateus Ano litúrgico A Evangelho de São Mateus Ano litúrgico A O Segundo Envangelho O TEMPO DE JESUS E O TEMPO DA IGREJA Este Evangelho, transmitido em grego pela Igreja, deve ter sido escrito originariamente em aramaico, a

Leia mais

CRISTOLOGIA. Disciplina da teologia que sistematiza a reflexão crítica sobre a pessoa de Jesus Cristo, a partir da Revelação

CRISTOLOGIA. Disciplina da teologia que sistematiza a reflexão crítica sobre a pessoa de Jesus Cristo, a partir da Revelação CRISTOLOGIA Disciplina da teologia que sistematiza a reflexão crítica sobre a pessoa de Jesus Cristo, a partir da Revelação cristã. Resposta à questão: Quem é Jesus? (Mt 16,16) Jesus é o Cristo! Jesus:

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

CONHECENDO A BÍBLIA O Novo Testamento e O Discipulado

CONHECENDO A BÍBLIA O Novo Testamento e O Discipulado CONHECENDO A BÍBLIA O Novo Testamento e O Discipulado Virgilio Zaballos, da Espanha O Pastor on-line da DCI Espanha TERRASSA (Barcelona) vzaballos@hotmail.com DADOS INTERESSANTES: A Bíblia é formada por

Leia mais

O Livro de. Marcos. Dennis Allan. Distribuição Gratuita Venda Proibida

O Livro de. Marcos. Dennis Allan. Distribuição Gratuita Venda Proibida O Livro de Marcos Dennis Allan Distribuição Gratuita Venda Proibida O Livro de Marcos Publicado por: Dennis Allan C. P. 60804 São Paulo, SP 05786-990 [B1] 3ª Edição publicada em 2006 Dennis Allan 2006

Leia mais

AD Campinas- SP. Lição 2

AD Campinas- SP. Lição 2 TEXTO ÁUREO Escola Bíblica Dominical AD Campinas- SP Lição 2 12 de Abril de 2009 A Superioridade da Mensagem da Cruz "Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos,

Leia mais

24. Creio no Filho único de Deus. O Senhor 441-455. Texto 441-455 PRIMEIRA PARTE SEGUNDA SEÇÃO CAPÍTULO II: CREIO EM JESUS CRISTO, FILHO ÚNICO DE DEUS

24. Creio no Filho único de Deus. O Senhor 441-455. Texto 441-455 PRIMEIRA PARTE SEGUNDA SEÇÃO CAPÍTULO II: CREIO EM JESUS CRISTO, FILHO ÚNICO DE DEUS 24. Creio no Filho único de Deus. O Senhor 441-455 INTRODUÇÃO O comportamento, a mensagem, a pessoa de Jesus e toda a sua história, especialmente a o mistério pascal não podem ser explicados nem corretamente

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11

A BÍBLIA. Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 A BÍBLIA Leituras - 2 Tm 3.10-17; Sl 19, 119.105-112; Is 40.1-11 DIVISÃO E CONTEÚDO A palavra "bíblia" vem do grego bíblia, plural de biblion, que traduzido quer dizer "grupo de "livros". Desta forma a

Leia mais

COMO SE TORNAR UM CRISTÃO FIEL. Apêndice 5. A Igreja de Jesus: Organização

COMO SE TORNAR UM CRISTÃO FIEL. Apêndice 5. A Igreja de Jesus: Organização 274 Apêndice 5 A Igreja de Jesus: Organização A maneira exata como a igreja se organiza é de pouco interesse para muitos. No entanto, organização é um assunto de importância vital. A organização da igreja

Leia mais

Filme 1 - Abraão: Um Homem de Fé. Filme 2 - Jacó: O que Carrega a Promessa. Filme 3 - José e seus Irmãos

Filme 1 - Abraão: Um Homem de Fé. Filme 2 - Jacó: O que Carrega a Promessa. Filme 3 - José e seus Irmãos Box DVD Coleção a Bíblia DVD A Bíblia o Antigo Testamento - Vol.1 Filme 1 - Abraão: Um Homem de Fé Apesar de sua idade avançada, Abraão ganhou a benção de ter um filho, que ganhou o nome de Isaac. Porém,

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

Se Jesus ressuscitou, onde estão as testemunhas?

Se Jesus ressuscitou, onde estão as testemunhas? Se Jesus ressuscitou, onde estão as testemunhas? 1 Coríntios 15.1-11 1. Irmãos, quero lembrar-lhes o evangelho que lhes preguei, o qual vocês receberam e no qual estão firmes. 2. Por meio deste evangelho

Leia mais

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ 2015 MDA REDE JOVEM Tornar-se um cristão espiritualmente maduro é a ação de maior valor que podemos fazer por nós mesmos. LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ Jesus foi maior evangelista que o mundo já viu.

Leia mais

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer.

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer. ESTUDO 24 SIRVAM UNS AOS OUTROS Sinônimos: Ajudem-se mutuamente. Cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros. O nosso mundo emprega vários critérios para avaliar a grandeza de alguém. É grande

Leia mais

CRISTOLOGIA. Prof. Denilson Aparecido Rossi. Prof. Denilson Aparecido Rossi - (41) 3384-3151 / 8822-4023 - denilson.rossi@hotmail.

CRISTOLOGIA. Prof. Denilson Aparecido Rossi. Prof. Denilson Aparecido Rossi - (41) 3384-3151 / 8822-4023 - denilson.rossi@hotmail. CRISTOLOGIA Prof. Denilson Aparecido Rossi O que é Cristologia? A Cristologia é o estudo sobre Cristo, é uma parte da teologia cristã que estuda e define a natureza de Jesus, a doutrina da pessoa e da

Leia mais

O povo judeu e sua religião

O povo judeu e sua religião A Vida de JESUS O povo judeu e sua religião O POVO JUDEU Religião Deus e o relacionamento com o homem O Tabernáculo A Arca da Aliança O Templo As Escrituras As Sinagogas Grupos religiosos O POVO JUDEU

Leia mais

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular Currículo Cultura Cristã Matriz curricular SÉRIE PASSOS (para crianças não alfabetizadas) PRIMEIROS PASSOS (2 e 3 anos) 1. O cuidado de Deus 2. Sou do Papai do céu 3. Tudo era bom 4. Tudo era muito bom

Leia mais

O NOVO NASCIMENTO. Texto base: Jo 3: 1 a 21

O NOVO NASCIMENTO. Texto base: Jo 3: 1 a 21 O NOVO NASCIMENTO Texto base: Jo 3: 1 a 21 I. INTRODUÇÃO II. QUEM ERA NICODEMOS? Povo de Deus JUDEU MEMBRO DO SINÉDRIO FARISEU COM POSSES Instruído na Lei de Deus e Tradição Oral. Conhecido por ser puro,

Leia mais

Uma Breve Análise Teológica do Hiperpreterismo

Uma Breve Análise Teológica do Hiperpreterismo 1 Uma Breve Análise Teológica do Hiperpreterismo Kenneth L. Gentry, Jr. Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto 1 De tempos em tempos tenho recebido cartas de homens que se declaram reconstrutivistas e

Leia mais

Sociedade das Ciências Antigas. São Marcos Evangelista

Sociedade das Ciências Antigas. São Marcos Evangelista Sociedade das Ciências Antigas São Marcos Evangelista De discípulo e evangelizador, a evangelista Marcos era filho de Maria de Jerusalém e primo de Barnabé. Os Atos dos Apóstolos falam da casa de Maria,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa

A SAGRADA ESCRITURA. Por Marcelo Rodolfo da Costa A SAGRADA ESCRITURA Por Marcelo Rodolfo da Costa A palavra bíblia é de origem grega do termo "biblion" que no plural significa "livros". Logo a bíblia é uma coleção de livros. Ela surge no meio de um oriente,

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17

Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17 Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17 Paulo escreveu uma carta à Igreja de Roma, mas não foi ele o instrumento que Deus usou para fazer acontecer uma Agência do Reino de Deus

Leia mais

Apêndice 1. Respostas às Questões para Estudo

Apêndice 1. Respostas às Questões para Estudo APÊNDICE 1 245 Apêndice 1 Respostas às Questões para Estudo DEUS EXISTE? (respostas do Capítulo 1) 1. A pergunta mais profunda que alguém pode fazer é se Deus existe. 2. A pergunta Deus existe? é profunda

Leia mais

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19.

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19. Apresentação do Curso Existem duas formas de se estudar teologia, uma é através da Teologia Bíblica que extrai as verdades que formularão as doutrinas diretamente do texto. A outra maneira é através da

Leia mais

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14

Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Tema: O Cordeiro e o Leão ESTUDO 2 Titulo: O Leão da Tribo de Judá Texto base: Ap 5:1-14 Ao examinarmos o contexto do cap. 5 de Apocalipse entendemos o titulo O Leão da Tribo de Judá, se refere ao ministério

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Terceira viagem Missionária de Paulo ITQ-Vila Ema Prof.Baroni

Terceira viagem Missionária de Paulo ITQ-Vila Ema Prof.Baroni Terceira viagem Missionária de Paulo ITQ-Vila Ema Prof.Baroni Éfeso foi uma das grandes cidades dos jônicos na Ásia Menor, situada no local onde o rio Cayster desagua no Egeu. Foi fundada por colonos provenientes

Leia mais

Tema Geral da IELB: Igreja comunica a Vida! Cristo para todos! Enfoque 2014: Comunicando sempre: Jesus a fonte da água viva.

Tema Geral da IELB: Igreja comunica a Vida! Cristo para todos! Enfoque 2014: Comunicando sempre: Jesus a fonte da água viva. Introdução Falar sobre água, na Bíblia, é tocar num assunto vital, tendo em vista o clima daquela região. Água, mesmo em uso metafórico, é uma imagem bem impactante, num clima semiárido. No entanto, o

Leia mais

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia.

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Jesus e sua vida Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Seu nascimento foi no meio de muitas

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29 1. Por que é relevante saber a quem Jesus se dirigiu quando proferiu o Sermão do Monte? 2. Com base no texto de Mateus 4.24, é possível saber qual

Leia mais

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon

O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon O Que é o Batismo com o Espírito Santo Deivinson Bignon Todos os direitos reservados 2007 2 O Que é o Batismo com o Espírito Santo INTRODUÇÃO Eis um assunto muito polêmico no meio evangélico! Alguns profetas

Leia mais

Há Harmonia Entre os Evangelhos? Recapitulação. Recapitulação AULA 9. Mar/Abr/2015 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO

Há Harmonia Entre os Evangelhos? Recapitulação. Recapitulação AULA 9. Mar/Abr/2015 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO Há Harmonia Entre os Evangelhos? AULA 9 Mar/Abr/2015 26/04/2015 Vlademir Hernandes Recapitulação Aula 1 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO Textos Complicados Por que 4? Bibliografia A necessidade de harmonização

Leia mais

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA

A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA A BENDITA ESPERANÇA DA IGREJA Ap 21.9-11 - E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das sete últimas pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.10

Leia mais

COMO E ONDE OS DONS DE PODER SE MANIFESTAM

COMO E ONDE OS DONS DE PODER SE MANIFESTAM DONS DE PODER Lição 4-27 de Abril de 2014 Texto Áureo: I Coríntios 2.4 A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito

Leia mais

Estudo 18 Misericórdia quero e não holocaustos. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 18 Misericórdia quero e não holocaustos. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 18 Misericórdia quero e não holocaustos Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que a misericórdia

Leia mais

1) O valor instituído por Deus para o testemunho

1) O valor instituído por Deus para o testemunho O magnífico efeito do testemunho Pr. Harry Tenório (Mateus 10.18) - E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios.

Leia mais

Pe. Mário Zuchetto, CSS

Pe. Mário Zuchetto, CSS de São Marcos Estudo Bíblico dirigido por Pe. Mário Zuchetto, CSS sobre o Evangelho de São Marcos, versículo a versículo (Mc 1,1 a 16,19-20) Edição Eletrônica: Dezembro, 2007 Pe. Mário Zuchetto css Pertence

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS JESUS ACALMA AS TEMPESTADES MATEUS 8:23-27; 14:22-33; MARCOS 4:35-41 OS MILAGRES: R E L E M B R A N D O - São ricos em significados (nos acorda dos milagres

Leia mais

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10

LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 LIÇÃO 1 A SUPERIORIDADE DE CRISTO Cristo é superior a tudo e a todos, portanto, reina sobre tudo e todos Hebreus 1.1-2.18; 5.1-10 1. Pesquise cinco passagens no Antigo Testamento que anunciem o Messias,

Leia mais

MENSAGENS SERIE PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES ORAÇÃO, A CHAVE PARA UMA VIDA DE PODER

MENSAGENS SERIE PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES ORAÇÃO, A CHAVE PARA UMA VIDA DE PODER SERIE MENSAGENS PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES ORAÇÃO, A CHAVE PARA UMA VIDA DE PODER 2011 Hernandes Dias Lopes Preparação Rosa Maria Ferreira Revisão Raquel Fleishner João Guimarães Capa Maquinaria Studio

Leia mais

O PODER DO ESPÍRITO SANTO

O PODER DO ESPÍRITO SANTO O PODER DO ESPÍRITO SANTO Terso Júnior 1- INTRODUÇÃO O poder do Espírito foi visto nos milagres, sinais, dons e maravilhas, mas especial e principalmente no processo de mudança da natureza terrena para

Leia mais

Verdades Bíblicas Para Todos

Verdades Bíblicas Para Todos Verdades Bíblicas Para Todos Estudos sobre Alguns Fatos Importantes da Palavra de Deus Preparados por Dennis Allan 2009 www.estudosdabiblia.net Distribuição Gratuita Venda Proibida Verdades Bíblicas para

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos a Bíblia na Nova Versão Internacional

Leia mais

PARE E PENSE. Por Moises Daniele Abelama. Primeira edição. 2012 Editora Perse

PARE E PENSE. Por Moises Daniele Abelama. Primeira edição. 2012 Editora Perse PARE E PENSE Por Moises Daniele Abelama Primeira edição 2012 Editora Perse 1 Jesus foi, é e sempre será! Antes de começar estes pensamentos aqui descritos quero informar ao leitor que muito do que aqui

Leia mais

A VIDA DE CRISTO ESBOÇADA SUMÁRIO

A VIDA DE CRISTO ESBOÇADA SUMÁRIO A VIDA DE CRISTO ESBOÇADA Por Constantino Ferreira SUMÁRIO 1. Harmonia dos Sinópticos 2. Principais Eventos históricos 3. O Messias prometido 4. Esquema da Vida de Cristo 5. Os Doze discípulos de Jesus

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

Perfil da Igreja que possui maturidade

Perfil da Igreja que possui maturidade Perfil da Igreja que possui maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Atos 2.7-45 7 - E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

Leia mais

EVANGELHO OS EVANGELHOS SEGUNDO TESTAMENTO TERMINOLOGIA ICE CAMPO LARGO INTRODUÇÃO GERAL. Para os gregos:

EVANGELHO OS EVANGELHOS SEGUNDO TESTAMENTO TERMINOLOGIA ICE CAMPO LARGO INTRODUÇÃO GERAL. Para os gregos: SEGUNDO TESTAMENTO ICE CAMPO LARGO OS EVANGELHOS INTRODUÇÃO GERAL EVANGELHO TERMINOLOGIA EUANGELION eu = indica algo bom Eucaristia = ação de graças Eutanásia = boa morte angelion = o que é próprio do

Leia mais

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty CADERNO DE ESTUDO Estudos em Grupo Para Novos Cristãos O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Caderno de Estudo Primeira Edição em Português Por David Batty

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO

BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO 1 INTRODUÇÃO Jesus mandou seus discípulos: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a

Leia mais

CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes

CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes BÍBLIA CURSO DE INTRODUÇÃO À LEITURA DA BÍBLIA Autor: Padre Antônio das Mercês Gomes Esta palavra vem do grego. A forma Bíblia, em grego, está no plural e significa livros, pois a Bíblia é um conjunto

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXI As cartas pastorais e a autoridade bíblica do líder

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXI As cartas pastorais e a autoridade bíblica do líder IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXI As cartas pastorais e a autoridade bíblica do líder A IGREJA INSTITUCIONAL O livro de Atos termina com a

Leia mais

2.3. A MISSÃO NOS SINÓTICOS

2.3. A MISSÃO NOS SINÓTICOS 2.3. A MISSÃO NOS SINÓTICOS Sergio Bensur 1. RESUMO E OBJETIVO Resumo Os Evangelhos Sinóticos não apresentam uma visão unitária da missão. Embora tendo um pano de fundo comum cada um deles tem seu próprio

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

PLANO ANUAL DE LEITURA DA BÍBLIA. Por que ler a Bíblia e orar é algo tão importante para cada cristão?

PLANO ANUAL DE LEITURA DA BÍBLIA. Por que ler a Bíblia e orar é algo tão importante para cada cristão? PLANO ANUAL DE LEITURA DA BÍBLIA Por que ler a Bíblia e orar é algo tão importante para cada cristão? Bem, a resposta mais óbvia e direta é que precisamos cultivar relacionamento com Deus, e estes meios

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO MARCOS SEGUNDA CARMESIM BOI ROMANOS SERVO LUCAS TERCEIRA BRANCO HOMEM ADÃO GREGOS FILHO DO

MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO MARCOS SEGUNDA CARMESIM BOI ROMANOS SERVO LUCAS TERCEIRA BRANCO HOMEM ADÃO GREGOS FILHO DO OS QUATRO LIVROS DO EVANGELHO QUATRO COLUNAS EX 27.16 QUATRO CORES EX 27.16 QUATRO FACE DE QUERUBINS EX 26.1;EZ 1.20 GENEALOGIA DESTINO COMO JESUS É APRESENTADO NOS EVANGELHOS MATEUS PRIMEIRA PÚRPURA LEÃO

Leia mais

FACULDADE FAIFA INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA PROF. GUILHERME BURJACK IM@FAIFA.COM.BR

FACULDADE FAIFA INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA PROF. GUILHERME BURJACK IM@FAIFA.COM.BR UNIDADE 2 A IMPORTÂNCIA DO TEXTO DE LUCAS APRESENTAÇÃO Para Lucas, a compreensão correta da missão cristã se resume na compreensão da grande comissão que ele registra no seu primeiro livro (Lc 4.16, 21;

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

A FAMÍLIA NO NOVO TESTAMENTO

A FAMÍLIA NO NOVO TESTAMENTO A FAMÍLIA NO NOVO TESTAMENTO Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus fez com vossos pais, dizendo a Abraão: Por meio de tua descendência todas as famílias da terra serão abençoadas... Assim,

Leia mais

CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL DA IGREJA. Rev. Edson Augusto Rios, IPI de Dourados (MS) I. Conceitos de crescimento da Igreja à luz da Palavra de Deus.

CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL DA IGREJA. Rev. Edson Augusto Rios, IPI de Dourados (MS) I. Conceitos de crescimento da Igreja à luz da Palavra de Deus. CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL DA IGREJA Rev. Edson Augusto Rios, IPI de Dourados (MS) I. Conceitos de crescimento da Igreja à luz da Palavra de Deus. 1. Todo organismo saudável cresce naturalmente. O machado

Leia mais