Paradigmas de Programação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Paradigmas de Programação"

Transcrição

1 Paradigmas de Programação Aula I Apresentação Prof.: Edilberto M. Silva Prof. Edilberto Silva / edilms.eti.br

2 Professor EDILBERTO M. SILVA Bacharel em Ciência da Computação Mestre em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação KDT, KDD, DSS, Gestão da Informação PRESI/RADIOBRÁS Gerência Técnica em Desenvolvimento Analista de Sistemas e DBA SQL Server PP - Prof. Edilberto Silva - 2

3 Ementa Linguagens de programação: evolução, características; Estruturas sintáticas: notações e gramáticas; Linguagens: imperativas, funcionais, orientadas a objetos, programação lógica; programação concorrente. Objetivos Estudar os princípios de projeto e as características dos principais modelos de linguagens de programação e sua adequação à solução de problemas. PP - Prof. Edilberto Silva - 3

4 para que estudá-los? Capacidade crescente de expressar idéias. A profundidade que se consegue pensar é influenciada pelo poder da linguagem com a qual se está comunicando os pensamentos. Aumenta-se a habilidade de aprender novas linguagens. Melhora-se a compreensão do significado da implementação. Habilidade maior de projetar novas linguagens. Avanço da computação. PP - Prof. Edilberto Silva - 4

5 Conteúdo Paradigmas de Programação 1) Programação Imperativa. 2) Programação Orientada a Objetos. 3) Programação Funcional. 4) Programação em Lógica. Imperativa: Fortran, Pascal, C Orientada a Objetos: Smalltalk, C++, Java Funcional: LISP Lógica: PROLOG PP - Prof. Edilberto Silva - 5

6 Linguagens de Programação O que caracteriza uma linguagem de programação? Sintaxe e semântica bem definidas; Implementável (executável) com eficiência aceitável. Universal: deve ser possível expressar todo problema computável. Natural para expressar soluções de problemas (em um certo domínio de aplicação). PP - Prof. Edilberto Silva - 6

7 Por que tantas? C, C++, Java, Basic, COBOL, Lisp, Haskell, Modula- 2, Oberon, Prolog, Java, C#, Pascal, PL/1, Ada, Smalltalk, Símula, Algol, Eiffel, Fortran (1957), ASM, Scheme, CLOS, Maude, Python, Glass, etc. Propósitos Diferentes; Avanços Tecnológicos. Interesses comerciais. Cultura e background científico. PP - Prof. Edilberto Silva - 7

8 Paradigma O que significa um paradigma? Como se traduz este significado para o contexto da programação? Como se pode caracterizar um paradigma? Paradigma de Programação Modelo, padrão ou estilo de programação suportado por linguagens que agrupam certas características comuns. A classificação de linguagens em paradigmas é uma conseqüência de decisões de projeto que têm impacto na forma segundo a qual uma aplicação real é modelada do ponto de vista computacional. PP - Prof. Edilberto Silva - 8

9 Características Comuns Abstração for i:=1 to n do begin x:=x*i; If(x mod 2)=0 then writeln(x, é par ) else writeln(x, é ímpar ); end; Teoria Prática Concretização Um problema do mundo real é descrito em termos de variáveis (nome, tipo, endereço), ciclos, condicionais, atribuições, expressões (valor, tipo), entrada e saída, comandos. PP - Prof. Edilberto Silva - 9

10 O que caracteriza uma Linguagem de Programação? Gramática e significado bem definidos Implementável (executável) com eficiência aceitável Universal: deve ser possível expressar todo problema computável Natural para expressar problemas (em um certo domínio de aplicação) PP - Prof. Edilberto Silva

11 Aspectos do estudo de linguagens Sintaxe: gramática (forma) Semântica: significado Pragmática (ex.: metodologias) Processadores: compiladores, interpretadores, editores, ambientes visuais... PP - Prof. Edilberto Silva

12 O Paradigma Imperativo Programas centrados no conceito de um estado (modelado por variáveis) e ações (comandos) que manipulam o estado Paradigma também denominado de procedural, por incluir subrotinas ou procedimentos como mecanismo de estruturação Primeiro paradigma a surgir e ainda é o dominante PP - Prof. Edilberto Silva

13 Modelo Computacional do Paradigma Imperativo Entrada Programa Saída Estado PP - Prof. Edilberto Silva

14 Visão Crítica do Paradigma Imperativo Vantagens Eficiência (embute modelo de Von Neumann) Modelagem natural de aplicações do mundo real Paradigma dominante e bem estabelecido Problemas Relacionamento indireto entre E/S resulta em: - difícil legibilidade - erros introduzidos durante manutenção - descrições demasiadamente operacionais focalizam o como e não o que PP - Prof. Edilberto Silva

15 O Paradigma Orientado a Objetos Não é um paradigma no sentido estrito: é uma subclassificacão do imperativo A diferença é mais de metodologia quanto à concepção e modelagem do sistema A grosso modo, uma aplicação é estruturada em módulos (classes) que agrupam um estado e operações (métodos) sobre este Classes podem ser estendidas e/ou usadas como tipos (cujos elementos são objetos) PP - Prof. Edilberto Silva

16 Modelo Computacional do Paradigma Orientado a Objetos Entrada Programa Saída Entrada Programa Saída Estado Estado Entrada Programa Saída Entrada Programa Saída... Entrada Programa Saída Estado Estado Estado PP - Prof. Edilberto Silva

17 Visão Crítica do Paradigma Vantagens Orientado a objetos Todas as do estilo imperativo Classes estimulam projeto centrado em dados: modularidade, reusabilidade e extensibilidade Aceitação comercial crescente Problemas Semelhantes às do paradigma imperativo, mas amenizadas pelas facilidades de estruturação PP - Prof. Edilberto Silva

18 O Paradigma Funcional Programas são funções que descrevem uma relação explícita e precisa entre E/S Estilo declarativo: não há o conceito de estado nem comandos como atribuição Conceitos sofisticados como polimorfismo, funções de alta ordem e avaliação sob demanda Aplicação: prototipação em geral e IA PP - Prof. Edilberto Silva

19 Modelo Computacional do Paradigma Funcional Entrada Programa Saída PP - Prof. Edilberto Silva

20 Visão Crítica do Paradigma Funcional Vantagens Manipulação de programas mais simples: - Prova de propriedades - Transformação (exemplo: otimização) Concorrência explorada de forma natural Problemas O mundo não é funcional! Implementações ineficientes Mecanismos primitivos de E/S e formatação PP - Prof. Edilberto Silva

21 O Paradigma Lógico Programas são relações entre E/S Estilo declarativo, como no paradigma funcional Na prática, inclui características imperativas, por questão de eficiência Aplicações: sistemas especialistas e banco de dados PP - Prof. Edilberto Silva

22 Modelo Computacional do Paradigma Lógico Entrada Programa Saída PP - Prof. Edilberto Silva

23 Visão Crítica do Paradigma Lógico Vantagens Em princípio, todas do paradigma funcional Permite concepção da aplicação em um alto nível de abstração (através de associações entre E/S) Problemas Em princípio, todos do paradigma funcional Linguagens usualmente não possuem tipos, nem são de alta ordem PP - Prof. Edilberto Silva

24 Tendência: integração de paradigmas A principal vantagem é combinar facilidades de mais de um paradigma, aumentando o domínio de aplicação da linguagem Exemplos: linguagens lógicas ou funcionais com o conceito de estado e comandos A integração deve ser conduzida com muita cautela, para que não se viole os princípios básicos de cada paradigma. PP - Prof. Edilberto Silva

25 Outras Classificações Linguagens de 1a., 2a., 3a. 4a. e 5a. gerações Programação seqüencial versus concorrente Programação linear versus programação visual (visual programming) Ex.: Visual BASIC, Delphi, Visual Cafe... PP - Prof. Edilberto Silva

26 Um breve histórico FORTRAN ALGOL-60...COBOL...LISP... SIMULA ALGOL-68 PL/I BASIC Pascal... Smalltalk C PROLOG Modula-2 ML Ada...DBASE-II... Miranda Eifell C Haskell...Godel... Java Delphi Orientado a objetos Imperativo Funcional Lógico PP - Prof. Edilberto Silva

27 Referências Bibliográficas BIBLIOGRAFIA BÁSICA SEBESTA, R. W. Conceitos de Linguagens de Programação. Porto Alegre: Bookman, MELO, A; SILVA, F. Princípios de Linguagem de Programação. São Paulo: Edgard Blücher, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR GHEZZI, Carlos; JAZAYERI, Mehdi. Conceitos de Linguagens de Programação. Rio de Janeiro: Campus, Varejão, Flávio. Linguagens de Programação: Conceitos e Técnicas: JAVA, C e C++ e outras. Rio de Janeiro: Campus, VILLAS, Marcos Vianna; VILLASBOAS, Luiz Felipe. Programação, Conceitos Teóricos e Linguagem. Rio de Janeiro: Campus, Ziviani, Nívio. Projeto de algoritmos com implementações em Pascal e C. 3.ed. São Paulo: Pioneira, 2004 PP - Prof. Edilberto Silva

Paradigmas de Linguagens de Programação

Paradigmas de Linguagens de Programação Paradigmas de Linguagens de Programação Faculdade Nova Roma Cursos de Ciências da Computação (6 Período) Prof. Adriano Avelar - Site: www.adrianoavelar.com Email: edson.avelar@yahoo.com.br Ementa Introdução

Leia mais

INF1621 Linguagens de Programação I

INF1621 Linguagens de Programação I INF1621 Linguagens de Programação I Prof.: Marcus Leal mleal@inf.puc-rio.br 4as e 6as, 15-17hs, 17hs, sala 520L Todo o material apresentado em aula será disponibilizado na web http://www.inf.puc-rio.br/~

Leia mais

1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO

1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Desde o seu surgimento, o manuseio da computação é baseado em linguagens de programação. Ela permite que sejam construídos aplicativos

Leia mais

AULA 1: PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO

AULA 1: PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO 1 AULA 1: PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO Curso: Ciência da Computação Profª.: Luciana Balieiro Cosme Ementa 2 Programação Imperativa. Programação Paralela e Concorrente. Programação Lógica. Programação Funcional.

Leia mais

LINGUAGENS E PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO. Ciência da Computação IFSC Lages. Prof. Wilson Castello Branco Neto

LINGUAGENS E PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO. Ciência da Computação IFSC Lages. Prof. Wilson Castello Branco Neto LINGUAGENS E PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO Ciência da Computação IFSC Lages. Prof. Wilson Castello Branco Neto Conceitos de Linguagens de Roteiro: Apresentação do plano de ensino; Apresentação do plano de

Leia mais

Linguagens de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de III Aula 01 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de III Horário das Aulas: 6as feiras das 7h40 às 10h55 Objetivo principal desta disciplina é: utilizar

Leia mais

Paradigmas e Histórico de

Paradigmas e Histórico de Paradigmas e Histórico de Linguagens de Programação Linguagens de Programação Departamento de Computação Universidade Federal de Sergipe Influências sobre o projeto de linguagens Arquitetura do computador

Leia mais

Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python

Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python Pedro Vasconcelos DCC/FCUP 2015 Pedro Vasconcelos (DCC/FCUP) Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python 2015 1 / 24 Nesta

Leia mais

Linguagens de Programação. Introdução. Carlos Bazilio bazilio@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~bazilio/cursos/lp

Linguagens de Programação. Introdução. Carlos Bazilio bazilio@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~bazilio/cursos/lp Linguagens de Programação Introdução Carlos Bazilio bazilio@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~bazilio/cursos/lp Motivação Algumas questões filosóficas Por quê existe mais de uma linguagem de programação?

Leia mais

Fonte (livro-texto): Conceitos de Linguagens de Programação, 4ed. Robert W. Sebesta

Fonte (livro-texto): Conceitos de Linguagens de Programação, 4ed. Robert W. Sebesta 1 Fonte (livro-texto): Conceitos de Linguagens de Programação, 4ed. Robert W. Sebesta Agenda 1. Razões para estudar conceitos de LPs 2. Domínios de programação 3. Critérios de avaliação de linguagens 4.

Leia mais

Curso Técnico em Redes

Curso Técnico em Redes Curso Técnico em Redes Prof. Airton Ribeiro - 2012 Histórico das Linguagens de Programação O que é? É um método padronizado para expressar instruções para um computador. É um conjunto de regras sintáticas

Leia mais

Indústria de Software - Histórico

Indústria de Software - Histórico Indústria de Software - Histórico A indústria de Software está em constante evolução Década de 1960 Orientação Batch Distribuição limitada Software customizado Década de 1970 Multiusuário Tempo real Bancos

Leia mais

ENIAC. Introdução aos Computadores e à Programação (Noções Básicas)

ENIAC. Introdução aos Computadores e à Programação (Noções Básicas) ENIAC Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) 1 Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) 2 O transistor foi inventado em 1947

Leia mais

Introdução. Paradigmas de Linguagens de Programação. Heloisa de Arruda Camargo. Motivos para estudar os conceitos de linguagens de programação

Introdução. Paradigmas de Linguagens de Programação. Heloisa de Arruda Camargo. Motivos para estudar os conceitos de linguagens de programação Paradigmas de Linguagens de Programação Heloisa de Arruda Camargo Introdução Motivos para estudar os conceitos de linguagens de programação Aumento da capacidade de expressar idéias É difícil para as pessoas

Leia mais

Nesta aula... Analisamos na ultima aula a evolução e caraterísticas de computadores e linguagens de programação. Nesta aula iremos ver:

Nesta aula... Analisamos na ultima aula a evolução e caraterísticas de computadores e linguagens de programação. Nesta aula iremos ver: Nesta aula... Programação de Computadores Analisamos na ultima aula a evolução e caraterísticas de computadores e linguagens de programação. Nesta aula iremos ver: 1 Programação de Computadores O que é?

Leia mais

Introdução à Engenharia de Computação

Introdução à Engenharia de Computação Introdução à Engenharia de Computação Tópico: O Computador como uma Multinível José Gonçalves - Introdução à Engenharia de Computação Visão Tradicional Monitor Placa-Mãe Processador Memória RAM Placas

Leia mais

Paradigmas de Linguagens de Programação. Aspectos Preliminares

Paradigmas de Linguagens de Programação. Aspectos Preliminares Aspectos Preliminares Cristiano Lehrer Motivação (1/6) Aumento da capacidade de expressar idéias: Difícil conceituar estruturas quando não se pode descreve-las. Programadores são limitados pelas linguagens.

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO Capítulo 1 INTRODUÇÃO ÀS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO 1.1 Histórico de Linguagens de Programação Para um computador executar uma dada tarefa é necessário que se informe a ele, de uma maneira clara, como ele

Leia mais

Organização de Computadores Software

Organização de Computadores Software Organização de Computadores Software Professor Marcus Vinícius Midena Ramos Colegiado de Engenharia de Computação (74)3614.1936 marcus.ramos@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~marcus.ramos Objetivos: Entender

Leia mais

Influenciam nossa percepção; ajudam-nos a organizar e a coordenar a Classes estimulam projeto centrado em dados:

Influenciam nossa percepção; ajudam-nos a organizar e a coordenar a Classes estimulam projeto centrado em dados: O Paradigma Orientado a Objetos Paradigma e Programação Orientada a Objetos Prof. João Carlos Pinheiro jcpinheiro@ifma.edu.br 1 Não é um paradigma no sentido estrito: é uma subclassificacão do imperativo

Leia mais

TRABALHO DE PROGRAMAÇÃO FUNCIONAL LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I

TRABALHO DE PROGRAMAÇÃO FUNCIONAL LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I TRABALHO DE PROGRAMAÇÃO FUNCIONAL LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO I Raimundo Alan F. Moreira, Antônio Victor C. Passos, Otavio R. Neto, José Almeida Júnior. Bacharelado em Ciências da Computação Centro de Ciências

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação Capítulo 4 Linguagens de Programação 4.0 Índice 4.1 Programação de Computadores 2 4.2 Níveis de Linguagens de Programação 2 4.2.1 Linguagem de Máquina 2 4.2.2 Linguagem Hexadecimal 3 4.2.3 Linguagem Assembly

Leia mais

Construção de Compiladores. Construção de Compiladores. Motivação. Motivação. Contexto Histórico. Classificações: Gerações 09/03/2010

Construção de Compiladores. Construção de Compiladores. Motivação. Motivação. Contexto Histórico. Classificações: Gerações 09/03/2010 Construção de Compiladores Prof. Raimundo Santos Moura (http://www.ufpi.br/rsm) Construção de Compiladores Livro-Texto: AHO, Alfred V.; ULLMAN, Jeffrey D.; SETHI, R. Compiladores: princípios, técnicas

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Apostila da disciplina Introdução à Engenharia de Software Professor: Sandro Melo Faculdades São José Curso de Tecnologia de Sistemas de Informação

Apostila da disciplina Introdução à Engenharia de Software Professor: Sandro Melo Faculdades São José Curso de Tecnologia de Sistemas de Informação Capítulo 1: Software e Engenharia de Software O que é? E quem produz? Porque é importante? Quais são as fases? Qual o resultado? Como avaliar? Arcabouço: processo, conjunto de métodos e ferramentas. 1.1

Leia mais

Paradigmas e Linguagens de Programação. Prof. Josino Rodrigues Neto Email: josinon@gmail.com

Paradigmas e Linguagens de Programação. Prof. Josino Rodrigues Neto Email: josinon@gmail.com Paradigmas e Linguagens de Programação Prof. Josino Rodrigues Neto Email: josinon@gmail.com Linguagens de Programação: Módulo 1 Introdução às Linguagens de Programação Sobre o Curso Objetivos do Curso

Leia mais

Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java

Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java 1 Objetivo: O aluno deverá adquirir capacidades e habilidades

Leia mais

Introdução a Linguagens de Programação

Introdução a Linguagens de Programação Introdução a Linguagens de Programação Prof a.dra.thatyana de Faria Piola Seraphim Universidade Federal de Itajubá thatyana@unifei.edu.br Dados Importantes O material com todas as informações referentes

Leia mais

Histórico de Linguagens de Programação

Histórico de Linguagens de Programação Bacharelado em Ciência da Computação PARADIGMAS DE PROGRAMAÇÃO Histórico de Linguagens de Programação Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Objetivos Geral: Estudar as características

Leia mais

Programação Estruturada. Programação Estruturada. Idéias Básicas da Programação Estruturada

Programação Estruturada. Programação Estruturada. Idéias Básicas da Programação Estruturada Programação Estruturada Programação Estruturada Paradigmas de Linguagens de Programação As linguagens desse paradigma são muitas vezes chamadas de linguagens convencionais, procedurais ou imperativas.

Leia mais

IB I M B - PC. 1982 ( C ( P C U U

IB I M B - PC. 1982 ( C ( P C U U Microinformática 1981 (CPU 80086 e 80088 8bits/16bits XT) O MS-DOS funciona em um protótipo do IBM- PC. 1982 (CPU 80286 16bits AT) Intel lança chip 286, com 134.000 transistores. Sai a planilha eletrônica

Leia mais

Linguagens de programação

Linguagens de programação Prof. André Backes Linguagens de programação Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve ser descrito em termos de 1 s ou 0 s

Leia mais

Programa Analítico. Introdução. Origens da programação Orientada a Objetos. Paradigma procedural. Paradigma Orientado a Objetos.

Programa Analítico. Introdução. Origens da programação Orientada a Objetos. Paradigma procedural. Paradigma Orientado a Objetos. Programação II Prof. Gustavo Willam Pereira e-mail: gustavowillam@gmail.com ENG10082 Programação II 1 Ementa Programação orientada a objetos: classes e objetos, atributos e métodos, especificadores de

Leia mais

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA (ICET) CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO. O Paradigma da Orientação a Objeto

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA (ICET) CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO. O Paradigma da Orientação a Objeto UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA (ICET) CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO O Paradigma da Orientação a Objeto Apresentada em Cumprimento Parcial dos Requerimentos para

Leia mais

Revisão: linguagens de programação

Revisão: linguagens de programação Revisão: linguagens de programação Definição, histórico, paradigmas e semântica Prof. Thiago A. S. Pardo taspardo@icmc.usp.br Definição Uma linguagem de programação é uma linguagem destinada a ser usada

Leia mais

Professora Isabel Harb Manssour Paradigmas de Linguagens I 1 1. INTRODUÇÃO

Professora Isabel Harb Manssour Paradigmas de Linguagens I 1 1. INTRODUÇÃO Paradigmas de Linguagens I 1 1. INTRODUÇÃO A primeira Linguagem de Programação (LP) de alto nível foi projetada durante a década de 50. Desde então, LP têm sido uma área de estudo fascinante e produtiva.

Leia mais

Breve Histórico & Conceitos Básicos

Breve Histórico & Conceitos Básicos Breve Histórico & Conceitos Básicos compiladores interpretadores montadores filtros pré-processadores carregadores linkers compilador cruzado (cross-compiler) auto-compilável (bootstraping) auto-residente

Leia mais

Programação Orientada a Objeto

Programação Orientada a Objeto Programação Orientada a Objeto Prof Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Ementa Levar o aluno a discutir, exercitar e consolidar o uso de técnicas de programação que tenham um impacto considerável sobre

Leia mais

Linguagens de Programação Aula 10

Linguagens de Programação Aula 10 Linguagens de Programação Aula 10 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Na aula passada As sentenças de controle das LP imperativas ocorrem em diversas categorias: seleção, seleção múltipla, iteração

Leia mais

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com Baseado no material do Prof. Luis Otavio Alvares e do Prof. Dr. Rodrigo Fernandes de Mello

Leia mais

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED UML 01 Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Referências BARBIERI, Carlos. Análise e Programação

Leia mais

O COMPUTADOR. Introdução à Computação

O COMPUTADOR. Introdução à Computação O COMPUTADOR Introdução à Computação Sumário O Hardware O Software Linguagens de Programação Histórico da Linguagem C Componentes Básicos do Computador O HARDWARE: O equipamento propriamente dito. Inclui:

Leia mais

Orientação a Objetos. Thiago Messias Evangelista UESC Universidade Estadual de Santa Cruz Version 2012-11-08. 1 LibreOffice Productivity Suite

Orientação a Objetos. Thiago Messias Evangelista UESC Universidade Estadual de Santa Cruz Version 2012-11-08. 1 LibreOffice Productivity Suite Orientação a Objetos Thiago Messias Evangelista UESC Universidade Estadual de Santa Cruz Version 2012-11-08 1 Abordagens História; ; Benefícios / Limitações; Referências; 2 História Tudo tem um começo...

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Programação de Computadores Curso Engenharia Civil Modalidade Superior Professora Michelle Nery Agenda Introdução a Programação Algoritmos VS Programa 2 Algoritmos Um algoritmo pode ser definido como uma

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 01 Orientação a Objetos Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Rogério Spindula Rosa

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Rogério Spindula Rosa ARQUITETURA DE COMPUTADORES 1 Rogério Spindula Rosa 2 EXECUÇÃO DE PROGRAMAS PROGRAMA 3 4 INTRODUÇÃO Hoje é raro escrever um programa diretamente em linguagem de computador em virtude da enorme dificuldade

Leia mais

Introdução a Programação Funcional

Introdução a Programação Funcional UNIPAC - Universidade Presidente Antônio Carlos Departamento de Sistemas de Informação Wendell Pereira da Silva Objetivos Gerais Iniciar os estudos sobre o paradigma da programação funcional. Construir

Leia mais

Algoritmos DCC 119. Introdução e Conceitos Básicos

Algoritmos DCC 119. Introdução e Conceitos Básicos Algoritmos DCC 119 Introdução e Conceitos Básicos Sumário Sistemas de Numeração Sistemas Computacionais Estrutura de um Computador Digital Sistemas Operacionais Algoritmo Introdução Formas de representação

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Introdução à Programação Carga horária total: 60 Carga horária teórica: 0 Carga horária prática: 60 Código da Disciplina: CCMP0041 Período de oferta: 2010.2 Turma: CA

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS

EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS A ERA DA COMPUTAÇÃO EVOLUÇÃO DAS TECNOLOGIAS Wagner de Oliveira Década de 40 1946: Konrad Zuze desenvolve a Plankalkul: a primeira linguagem de programação de alto nível, não foi usada. 1949: Aparece a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA/ENG.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA/ENG. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA/ENG. COMPUTAÇÃO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: MÉTODOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO CÓDIGO:

Leia mais

Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes

Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes Pág 4 Lógica para a Programação - 1º semestre AULA 01 Prof. André Moraes 1 APRESENTAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR A unidade curricular de Lógica para a programação tem como objetivo promover o estudo dos principais

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Gustavo Jungthon 1, Cristian Machado Goulart 1 1 Faculdade de Informática de Taquara (FIT) Rua Oscar Martins Rangel, 4500 95600 000 Taquara RS Brazil guto@faccat.br, cmg3k@faccat.br

Leia mais

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas Programa Programação de Microprocessadores 1º Ano 2º Semestre A arquitectura dos computadores A linguagem C 1 aula 7 aulas Talvez haja mais algum assunto a abordar nas aulas seguintes Mestrado Integrado

Leia mais

SOFTWARES. Rotina de Instruções. Dados

SOFTWARES. Rotina de Instruções. Dados SOFTWARES 1 CONCEITOS Podemos dizer que os softwares são a alma do computador, eles são responsáveis pelo seu funcionamento e aproveitamento. De uma forma geral os softwares se desenvolvem através de uma

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br APLICABILIDADE E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Introdução a Linguagens de Programação Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.1/tcc-00.157

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Introdução ao Paradigma OO

Leia mais

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior

Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Prof. Antonio Almeida de Barros Junior Prof. Antonio Almeida de Barros Jr. Introdução Dados Informações Banco de Dados Conceitos Básicos em Bancos de Dados Definição BD - Banco de Dados SGBD - Sistema de Gerenciamento de BD Programa de Aplicação

Leia mais

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C

Algoritmo e Técnica de Programação - Linguagem C Algoritmo e Técnica de Programação Linguagem C Gilbran Silva de Andrade 5 de junho de 2008 Introdução A liguagem C foi inventada e implementada por Dennis Ritchie em um DEC PDP-11 que utilizava o sistema

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n Dois Irmãos 52171-900 Recife-PE Fone: 0xx-81-332060-40 proreitor@preg.ufrpe.br PLANO DE ENSINO

Leia mais

Programação Funcional. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2015.

Programação Funcional. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2015. Programação Funcional Capítulo 1 Introdução José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2015.1 1/13 1 Paradigmas de programação 2 Programação funcional 3 A Crise

Leia mais

Sobre C. Linguagem de Programação C

Sobre C. Linguagem de Programação C Sobre C Linguagem de Programação C As Origens de C Ken Thompson e Dennis Ritchie (da esquerda pra direita), os criadores das linguagens B e C, respec4vamente: 2 As origens de C Nas palavras de D. Ritchie:

Leia mais

Introdução. Sumários. Objectivos da cadeira. História das linguagens de programação. Classificação das Linguagens de programação

Introdução. Sumários. Objectivos da cadeira. História das linguagens de programação. Classificação das Linguagens de programação Introdução Sumários Objectivos da cadeira História das linguagens de programação Classificação das Linguagens de programação Aplicação das linguagens de programação Noção de compiladores Software à usar

Leia mais

Introdução sobre o Tempo Real

Introdução sobre o Tempo Real Capítulo 1 Introdução sobre o Tempo Real Esse capítulo visa esclarecer o entendimento de tempo real dos autores, definir conceitualmente os Sistemas de Tempo Real e apresentar os problemas e desafios que

Leia mais

Curso Técnico em Informática Organização Curricular. A carga horária total dos módulos é oferecida conforme quadro síntese abaixo:

Curso Técnico em Informática Organização Curricular. A carga horária total dos módulos é oferecida conforme quadro síntese abaixo: FEDERAÇÃO DOS CÍRCULOS OPERÁRIOS DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA TÉCNICA SANTO INÁCIO Estrada Costa Gama, nº 1009 Belém Velho - Porto Alegre RS Fone: (51) 3374-2858 escola@stoinacio.com.br www.stoinacio.com.br

Leia mais

Parte II Introdução a Linguagens de Programação

Parte II Introdução a Linguagens de Programação Programação de Computadores III Aula 1 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-03.063 Roteiro da Aula

Leia mais

Introdução à Programação. Adair Santa Catarina Curso de Ciência da Computação Unioeste Campus de Cascavel PR

Introdução à Programação. Adair Santa Catarina Curso de Ciência da Computação Unioeste Campus de Cascavel PR Introdução à Programação Orientada a Objetos Adair Santa Catarina Curso de Ciência da Computação Unioeste Campus de Cascavel PR Fev/2014 Histórico das linguagens de programação ENIAC (1944) Programação

Leia mais

Linguagens de Programação. Introdução. Carlos Bazilio

Linguagens de Programação. Introdução. Carlos Bazilio Linguagens de Programação Introdução Carlos Bazilio carlosbazilio@id.uff.br http://www.ic.uff.br/~bazilio/cursos/lp ??? Pascal aux := 0 for i:=1 to 10 do aux := aux + i 10: i = 1 20: if i > 10 goto 60

Leia mais

Algoritmos e Programação Parte Teórica

Algoritmos e Programação Parte Teórica Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte Teórica Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1. Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1. Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1 Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação Componentes de um Sistema de Computação - Hardware Parte física de um sistema

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Aula 3 Histórico das Linguagens Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Prof. Edilberto Silva / edilms.eti.br Definição Linguagens de programação são usadas para descrever

Leia mais

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Linguagem de Programação Orientada a Objeto Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Introdução a Orientação a Objetos No mundo real, tudo é objeto!; Os objetos se relacionam entre si

Leia mais

Arquitetura de Computadores Moderna

Arquitetura de Computadores Moderna Arquitetura de Computadores Moderna Eduardo Barrére (eduardo.barrere@ice.ufjf.br) DCC/UFJF Baseado no material do prof. Marcelo Lobosco Agenda Visão Geral Objetivos do Curso Ementa Bibliografia Avaliações

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO Carga horária total: 60 h Carga horária teórica: 30 h Carga horária prática: 30 h Código da Disciplina: CCMP0041 Período de oferta: 2015.2 Turma:

Leia mais

Computação II Orientação a Objetos

Computação II Orientação a Objetos Computação II Orientação a Objetos Fabio Mascarenhas - 2014.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/java Introdução Esse não é um curso de Java! O objetivo é aprender os conceitos da programação orientada a objetos,

Leia mais

O Hardware e o Software do Computador

O Hardware e o Software do Computador O Hardware e o Software do Computador Aula 3 Parte 2 Software de Computador Aplicativo Horizontal: tarefas genéricas, para quaisquer organizações Aplicativo Vertical: tarefas específicas, para organizações

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados AEDB Associação Educacional Dom Bosco Faculdade de Engenharia de Resende Processamento de Dados Gabriel Pitágoras Silva e Brenner gabrielbrenner@gmail.com Sobre o Professor Professor da Dom Bosco desde

Leia mais

CAPITULO 1 - PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

CAPITULO 1 - PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS 11 INTRODUÇÃO A programação orientada a objetos foi motivada devido a necessidade de desenvolvimento de software de qualidade, para uma maior reutilização e níveis de manutenção, e assim aumentar a produtividade

Leia mais

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware)

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware) Computador Digital SIS17 - Arquitetura de Computadores (Parte I) Máquina que pode resolver problemas executando uma série de instruções que lhe são fornecidas. Executa Programas conjunto de instruções

Leia mais

Desenvolvimento estruturado versus orientado a objetos.

Desenvolvimento estruturado versus orientado a objetos. Desenvolvimento estruturado versus orientado a objetos. Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Objetivos Identificar diferenças entre: Desenvolvimento

Leia mais

Introdução. Capítulo 1. 1.1. Breve sinopse

Introdução. Capítulo 1. 1.1. Breve sinopse Capítulo 1 Introdução 1.1. Breve sinopse O C é uma linguagem de programação criada por Dennis Ritchie no início da década de 70 do século XX. É uma linguagem de complexidade baixa, estruturada, imperativa

Leia mais

Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO)

Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 03 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 1 Prof. Cristóvão Cunha Objetivos de aprendizagem

Leia mais

Informática I. Aula 19. Aula 19-31/10/2007 1

Informática I. Aula 19.  Aula 19-31/10/2007 1 Informática I Aula 19 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-31/10/2007 1 Ementa Noções Básicas de Computação (Hardware, Software e Internet) HTML e Páginas Web Internet e a Web Javascript

Leia mais

Introdução à. Modelagem de Software

Introdução à. Modelagem de Software Introdução à Slides preparados pelo Prof. Dr. Michel Soares O que é software? Programas de computador, juntamente com as estruturas de dados e documentação associada Tipos de software Sistemas (básico):

Leia mais

Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano

Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano Programação Servidor para Sistemas Web 1 Unidade 8: Padrão MVC e DAO Prof. Daniel Caetano Objetivo: Apresentar a teoria por trás dos padrões na construção de aplicações Web. INTRODUÇÃO Nas aulas anteriores

Leia mais

Programação de Computadores. Turma CI-180-B. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br

Programação de Computadores. Turma CI-180-B. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br Programação de Computadores Turma CI-180-B Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 2 (06/03/15) Como está organizado um computador Computadores antigos Modelo von-neumann Quais suas partes

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação INF 1005 e INF1004 - Programação I Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática 1 Modelo de um Computador 2 1 CPU: Unidade Central de Processamento Principal componente

Leia mais

História das Linguagens de Programação

História das Linguagens de Programação História das Linguagens de Programação Na década de 1950 as primeiras três linguagens de programação modernas, cujos descendentes ainda estão em uso difundido hoje foram concebidas: FORTRAN (1954), a "FORmula

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO OFICINA DA PESQUISA PROGRAMAÇÃO APLICADA À CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Linguagens de Programação Material

Leia mais

Introdução às Linguagens de Programação

Introdução às Linguagens de Programação Introdução às Linguagens de Programação Histórico de Linguagens de Programação O computador não faz nada sozinho Precisamos informar, de forma clara, como ele deve executar as tarefas Ou seja, o computador

Leia mais

1 - Processamento de dados

1 - Processamento de dados Conceitos básicos sobre organização de computadores 2 1 - Processamento de dados O que é processamento? O que é dado? Dado é informação? Processamento é a manipulação das informações coletadas (dados).

Leia mais

Compiladores. ICC1 e ICC2 Arquivos, ponteiros, alocação dinamica, modularização, recursividade, matrizes LM MOV, MUL, DIV, CMP,...

Compiladores. ICC1 e ICC2 Arquivos, ponteiros, alocação dinamica, modularização, recursividade, matrizes LM MOV, MUL, DIV, CMP,... 1 Compiladores ED1 e ED2 Listas encadeadas, listas ordenadas, busca binária, arvores ICC1 e ICC2 Arquivos, ponteiros, alocação dinamica, modularização, recursividade, matrizes Compiladores LFA gramáticas,

Leia mais

Paradigmas de Programação

Paradigmas de Programação Paradigmas de Programação Tipos de Dados Aula 5 Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Prof. Edilberto Silva / edilms.eti.br Tipos de Dados Sistema de tipos Tipos de Dados e Domínios Métodos

Leia mais

AULA TEÓRICA 10 Tema 9. Introdução à programação. Desenho de Algoritmos

AULA TEÓRICA 10 Tema 9. Introdução à programação. Desenho de Algoritmos AULA TEÓRICA 10 Tema 9. Introdução à programação. Desenho de Algoritmos Ø Resolução de problemas. Ø Algoritmo. Ø Pseudo-código. Ø Fluxograma. Ø Tipos de fluxogramas. Fluxograma sequencial. 1 Resolução

Leia mais

2. Objetivos do Sistema

2. Objetivos do Sistema Desenvolvimento de Um Programa Interpretador e Resolvedor para Máquinas de Estado Finito Adriana Postal 1, Ana Paula Fredrich 1, Cassiano Cesar Casagrande 1, Evaristo Wychoski Benfatti 1, Josué Pereira

Leia mais

Prof. Rodrigo Rocha

Prof. Rodrigo Rocha : sobre : MATA56 - de Linguagens de Programação, UFBA, 2016.1 : sobre : Links interessantes sobre Comparação de sintaxe: http://merd.sourceforge.net/pixel/ language-study/syntax-across-languages/ Programa

Leia mais

Matemática Discreta para Computação e Informática

Matemática Discreta para Computação e Informática Matemática Discreta para Computação e Informática P. Blauth Menezes blauth@inf.ufrgs.br Departamento de Informática Teórica Instituto de Informática / UFRGS Matemática Discreta para Computação e Informática

Leia mais

Aspectos preliminares

Aspectos preliminares Aspectos preliminares Linguagens de Programação Marco A L Barbosa cba Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional. http://github.com/malbarbo/na-lp-copl

Leia mais