Pró-Reitoria de Graduação Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda Trabalho de Conclusão de Curso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pró-Reitoria de Graduação Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda Trabalho de Conclusão de Curso"

Transcrição

1 Pró-Reitoria de Graduação Curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda Trabalho de Conclusão de Curso MOBILE MARKETING E SUA APLICAÇÃO NA PUBLICIDADE Autor: Guilherme Franco de Paula Orientadora: Tatiana Castro Mota Brasília - DF 2011

2 2 GUILHERME FRANCO DE PAULA MOBILE MARKETING E SUA APLICAÇÃO NA PUBLICIDADE Monografia apresentada ao curso de graduação em Comunicação Social da Universidade Católica de Brasília, como requisito parcial para obtenção do Título de Bacharel em Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Prograganda. Orientador: Prof.ª Tatiana Castro Mota BRASÍLIA 2011

3 3 Monografia de autoria de Guilherme Franco de Paula, intitulada Mobile marketing e sua aplicação na publicidade, apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel em Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda, defendido e aprovado em 24 de novembro, pela banca abaixo assinada: Prof.ª Tatiana Castro Mota Orientadora Prof.ª Valesca Ottoni Teatini de Andrade Lobo Prof.ª Raquel Cantarelli Vieira da Cunha BRASÍLIA 2011

4 4 AGRADECIMENTOS Agradeço a minha família pelo suporte e apoio ao longo de toda essa caminhada. Aos meus amigos que me aguentaram, principalmente, neste final de curso, onde só falava sobre este trabalho. Agradeço também aos amigos feitos ao longo da universidade, pois sem eles não teria chegado até aqui. Agradeço também a minha orientadora Tatiana por toda a paciência e dedicação.

5 5 RESUMO Pretendo demostrar com esse trabalho como o mobile marketing tem se tornado uma realidade em muitos planos de comunicação e uma ferramenta potente na divulgação de produtos e marcas. Para tanto utilizarei de pesquisas e dados que mostram a força do mobile no cenário brasileiro e utilizarei a campanha Fique por Dentro da empresa estatal brasileira Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), realizada de novembro de 2009 até o atual momento, novembro de Percebemos então que o mobile é uma ferramenta que já vêm sendo utilizada que está conquistando seu espaço dentro do ambiente virtual e da publicidade. Palavras-chave: Mobile Marketing, Marketing Digital, Mobile, Celular

6 6 ABSTRACT I intend to demonstrate in this work as mobile marketing has become a reality at many levels of communication and a powerful tool in the promotion of products and brands. To do so will use research and data that show the power of mobile in the Brazilian and the campaign will use "The Inside" of the Brazilian state company Infraero (Brazilian Company of Airport Infrastructure), held from November 2009 until the present moment, November We realized that the mobile is a tool that is already being used that is taking its place within the virtual environment and advertising. Keywords: Mobile Marketing, Marketing Digital, Mobile, Cellular

7 7 SUMARIO 1.Introdução e Problematização Apresentação Definir o que é mobile aqui Objetivos Gerais Específicos Justificativas Metodologia 14 2.Nova Cultura Cibercultura Mobilidade Convergência 21 3.Celular Aparelho Celular Cenário do Celular no Brasil 26 4.Marketing Marketing Tradicional Marketing Digital Mobile Marketing RFID Bluetooth SMS / MMS GPS Mobile Tagging Mobile TV Banners Mobile 58

8 Aplicativo 59 5.Análise Análise de Campanha (Voos On-Line) Infraero Campanha SMS Bluetooth Aplicativo 68 6.Considerações Finais 74 7.Bibliografia 76

9 9 1.Introdução e Problematização 1.1.Apresentação Atualmente vivemos na era da velocidade, da multiplicidade, na qual uma infinidade de anúncios publicitários tentam captar a atenção de diferentes consumidores. Devido a essa rapidez dos dias atuais, e da adaptação desses sujeitos com a publicidade no seu cotidiano, muitos anúncios passam desapercebidos pelo público-alvo. Em razão desse fato, marcas empresariais com o auxilio das tecnologias vêm buscando novas formas de comunicação com seus consumidores, como por exemplo, podemos citar o mobile, a internet, totens interativos e flash mob. Para compreender como as tecnologias e os novos formatos de comunicação estão sendo utilizados devemos entender primeiro como o novo consumidor está relacionando-se com o mundo, com as pessoas, com as novas tecnologias e, principalmente, com as marcas e produtos. Pode-se observar que a publicidade considerada tradicional ou off-line baseia-se em um anúncio pouco interativo que tem como objetivo informar e divulgar um produto, marca ou ideia. Entretanto, percebe-se que o novo consumidor está buscando uma maneira de comunicar-se, interagir. Esse consumidor quer dizer o que pensa sobre a marca e comunicar com ela. Essa é a nova forma de comunicação, por meio da interação, que o novo consumidor deseja e é o ponto crucial de meu interesse diante dos novos rumos da comunicação. Segundo Hugo Grant 1 o celular é o equipamento que mais possibilita até o momento uma interação rápida. Este que antes era apenas um aparelho telefônico móvel, passou a ser também um equipamento que permite jogar e ouvir rádio. Os novos celulares, smartphones, além das possibilidade já mencionadas, possuem 1 (RAMON, Et. al, 2007, p.7)

10 10 acesso instantâneo a internet por meio das redes sem fio (Wi-Fi) 2, WAP 3, 3G 4 ou 4G 5. Essas novas tecnologias nos mobiles permitem que o usuário acesse o mundo a partir de um aparelho que cabe na palma da mão.! O celular no Brasil tem um índice de penetração e de afinidade altos na população brasileira das classes A, B, C com mais de 18 anos, segundo dados do TGI IBOPE coletados de Agosto de 2009 a Janeiro de Além disso, o país possui mais de 185 milhões de linhas de telefonia celular, conforme dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) 6. Com base nesses dados, temos uma plataforma que permite uma comunicação direcionada e com dispersão quase nula da mensagem, pois no mobile ao realizar uma campanha temos como direcionar com mais exatidão o público-alvo desejado.! Diante desse cenário e da relevância que o mobile passa a ter na vida das pessoas, este trabalho tem como objetivo entender o que é o mobile marketing e como este tem sido utilizado nas campanhas publicitárias.! Para isso será abordado, a partir do segundo capítulo, a nova cultura em que estamos vivendo. No terceiro capítulo discutiremos a evolução do celular e o cenário do mobile no Brasil, no quarto capítulo o marketing e suas vertentes, como o marketing digital e o mobile marketing. No quinto capítulo será realizada a análise da campanha Fique por Dentro da Infraero. 2 É uma protocolo de comunicação sem fio de rede local, cuja denominação técnica é b. Oferece intercomunicação entre, no máximo, dez dispositivos e acesso sem fio à internet a uma velocidade de até 11 Mbps. Possui raio de ação de até 100 metros em espaços abertos e de 45 metros em ambientes fechados com parede. Atualmente essa tecnologia está sendo instalada em espaços públicos como universidades, hotéis, aeroportos e cafeterias, onde há grande potencial e se consegue uma ampla implementação. (ROMÁN et al., 2007, p. 94) 3 (WAP) Wirelees Application Protocol, serviço que possibilita acesso ao correio eletrônico e a páginas da web de texto através da telefonia celular, pagers e outros dispositivos. Adapta os serviços da internet ao celular (notícias, , entretenimento, etc.), não apresentando gráficos e animações próprios de página web. Trata-se de uma navegação otimizada para dispositivos com capacidade gráficas limitadas como os celulares atuais. (ROMÁN et al., 2007, p. 93) 4 Terceira geração de aparelhos celulares 5 Quarta geração de aparelhos celulares 6 habitantes

11 Objetivos Gerais Realizar um estudo que permita a compreensão do que é o mobile marketing e como este tem sido utilizado nas campanhas publicitárias atualmente, com foco na campanha Fique por Dentro da Infraero, realizada de dezembro de 2009 até o atual momento Específicos - Verificar como o celular passou de apenas um aparelho de telefonia para um meio de comunicação convergente. - Analisar como o mobile marketing está crescendo na publicidade. - Verificar as diversas formas que podemos trabalhar o mobile marketing. - Ilustrar o uso do mobile na campanha Fiquer Por Dentro.

12 Justificativas Primeiramente, a escolha do tema mobile marketing se deve ao fato do meu interesse (usuário) pelo celular, smartphone, e também por estar conectado à internet, redes sociais e aplicativos, recebendo informação e interagindo com pessoas e marcas por meio da plataforma mobile. Isso possibilita-me o acesso e a participação em campanhas desenvolvidas e destinadas a essa plataforma. A temática desenvolvida nesse trabalho surgiu também pela curiosidade de como o mobile tem sido utilizado pelas agências de publicidade na criação de campanhas interativas, que se destacam das que são realizadas somente nos meios de massa tradicionais. uma pessoa geralmente vê 300 mensagens publicitárias por dia; o meio com maior penetração é a TV, e seu consumo é de 219 minutos por dia; a cota de publicidade na TV é de 13%, o que significa que um indivíduo vê em média, 29 minutos de publicidade por dia, equivalente a 86 comerciais. (ROMÁN et al., 2007, p. 3) Outro fator que deve ser levado em consideração é que o investimento publicitário no mobile vem aumentando e isso cria um mercado promissor com muitas possibilidades para novos investimentos e uma área a ser explorada pelos profissionais de comunicação o mobile marketing é uma ferramenta muito potente que geralmente obtém taxas de resposta muito superiores a outras ações de marketing direto, normalmente entre 5% e 15%. (ROMÁN et al., 2007, p. 16) A experiência profissional também contribuiu para a escolha deste assunto, pois trabalhar em agência de publicidade no departamento de mídia possibilitou-me o entendimento das características dos meios de comunicação. Mostrou também como o cliente se comporta ao analisar um plano de mídia e como ocorre na hora de realizar o corte para ter a sua campanha adequada à verba que realmente possui. É nesse momento que o mobile era retirado do plano por ser um meio pouco conhecido no mercado.

13 13 a falta de modelos comerciais claros, bem definidos, variados e comuns a todas as operadoras, para que empresas de qualquer porte possam adotálo; e a falta de listas de celulares opt-in 7 para iniciar ações. (ROMÁN et al., 2007) E, por fim, o assunto aqui tratado é recente e não há muita publicação, o que faz esta monografia ter relevância acadêmica e técnica, pois poderá contribuir para o crescimento e desenvolvimento da temática. 7 Corresponde ao conjunto de regras segundo as quais as mensagens de marketing ou de caráter comercial só são enviadas para aqueles que expressem, prévia e explicitamente, o seu consentimento

14 Metodologia O mobile marketing é uma vertente do marketing que vem crescendo e tomando novos rumos à medida que a plataforma mobile e, principalmente os celulares, vão evoluindo tecnologicamente e se confirmando como uma ferramenta que não pode faltar na vida das pessoas. Para conseguir compreender o que é o mobile marketing é necessário que, primeiro, compreendamos o que é o marketing e como é aplicado, para depois, entendermos como o celular - que, no inicio, era apenas um aparelho de comunicação móvel que permitia as pessoas falarem enquanto estavam se movimentando - tornou-se uma ferramenta imprescindível à vida dos seres humanos. (ROMAN, 2007). Cada vez mais, atividades da vida diária do indivíduo são realizadas de forma móvel: desde solicitar informações, conectar-se à internet e controlar a conta bancária, até divertir-se, relacionar-se, procurar um lugar para jantar, ouvir música, jogar e gravar vídeos e fotos. Tudo isso de forma cada vez mais rápida! Navegar já era, é hora de voar. 8 (ROMÁN et al., 2007, p 1) Mas, antes de compreendermos o porquê o celular tornou-se imprescindível para o indivíduo, faz-se necessário entender a cultura que estamos vivendo, a cibercultura, a mobilidade e a convergência que esse aparelho proporciona. Para isso, foi feito uma pesquisa bibliográfica com alguns autores como: Henry Jenkins, que analisa a convergência e a narrativa do storytelling; Philip Kotler e Martha Gabriel, teóricos do marketing, marketing digital e mobile marketing e André Lemos, teórico da cibercultura e mobilidade. Além da pesquisa bibliográfica, foi realizada uma pesquisa documental com base em pesquisas e dados não divulgados de forma completa para o mercado 9 e em revistas e sites destinados ao assunto. A escolha da campanha Fique por Dentro da Infraero se deve ao fato de ser uma campanha desenvolvida ao longo de dois anos, o que possibilitou uma análise detalhada dos dados colhidos nesse período, e por ter sido considerada pela 8 Do original: Navegar ha muerto, es tiempo de volar, slogan de uma campanha de telecomunicação espanhola 9 Pesquisas pagas como o TGI Ibope e pesquisas internas das agências e dos clientes que não foram divulgadas.

15 15 revista Proxxima uma das cinco melhores campanhas a trabalhar o meio mobile em 2010.

16 16 2.Nova Cultura 2.1.Cibercultura Em 1962 os diretores William Hanna 10 e Joseph Barbera 11 criaram o desenho animado Os Jetsons 12. O desenho se passava num futuro distante onde os carros eram naves espaciais, a cidade não era mais no solo, mas sim no céu, os empregados eram robôs inteligentes e haviam formas de comunicação móvel com holografia 13. O modo em que os personagens principais da família Jetson (George, Jade, Judy, Eiroy e Astro) vivia era parecido com algumas situações da nossa vida contemporânea. Entretanto, alguns anos passaram-se e ainda não vivemos completamente da mesma forma que os Jetsons. Porém, de 1962 para cá transformações ocorreram. Não estamos vivendo nos céus, mas as tecnologias mudaram as formas como nos relacionamos. Essa forma de relacionamento com o mundo, provocada pelo surgimento das novas tecnologias, forma uma nova sociedade, uma nova cultura intitulada por alguns estudiosos (LEVY, 2000; LEMOS, 2003) de cibercultura. A cibercultura não é novidade ou uma criação de Hanna e Barbera ou apenas uma cultura que surgiu no século XXI, mas é uma cultura contemporânea marcada pelas tecnologias digitais (LEMOS, 2003). Sendo assim, já vivemos a cibercultura há algum tempo e ela pode ser definida segundo André Lemos como: [...] a forma sociocultural que emerge da relação simbiótica entre a sociedade, a cultura e as novas tecnologias de base micro-eletrônica que surgiam com a convergência das telecomunicações com a informática na década de 70. (LEMOS, 2003, p.11) Da mesma forma que Lemos define a cibercultura como uma relação entre a sociedade e novas tecnologias, Pierry Lévy, autor do livro Cibercultura, a define 10 Cartunista e animardor estadunidense. Foi diretor da unidade da Metro-Goldwyn-Mayer onde criou diversos desenhos animados como Tom & Jerry, Os Flinstones, Zé Colméia, Scooby-Doo, Os Jetsons entre outros. Além de ser fundador da empresa de animações Hanna-Barbera. (Wikipédia, 2010) 11 Cartunista estadunidense que junto com William Hanna criou diversos desenhos animados como Os Flinstones, Os Jetsons, Zé Colméia, Scooby-Doo, Tom & Jerry entre outros. Além de ser cofundador da empresa de animações Hanna-Barbera (Wikipédia, 2010) 12 Série animada criada e produzida pela empresa Hanna-Barbera nos anos de 1962 e 1963 que mostrava o que seria o futuro da Humanidade. (Wikipédia, 2010) 13 Forma de registrar e apresentar uma imagem em três dimensões por meio de lasers que se unem em um ponto formando uma imagem.

17 17 também como uma relação entre sociedade e novas tecnologias para o desenvolvimento de um novo espaço, o ciberespaço: [...] o conjunto de técnicas (materiais e intelectuais ), de prática, de atitudes, de modo de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespaço (LÉVY, 2000, p. 17) As tecnologias digitais já estão presentes em nossas vidas há pelo menos 30 anos, podemos então perceber a partir das citações que elas se intensificam na década de 70, quando os primeiros Personal Computers (PC) começam a fazer parte da vida da população (LEMOS, 2003; 2009). No inicio, o acesso aos computadores era uma exclusividade dos militares e das universidades para uso interno, depois passou para uso de empresas e de uma pequena parcela da população. Com a internet, a partir da década de noventa, a relação com o mundo e a maneira como nos comunicamos é novamente modificada. A relação de espaço e tempo se altera. Antes para nos comunicarmos, relacionarmos e obtermos informações era preciso encontros presenciais, cartas e telégrafos. Entretanto, com as novas tecnologias podemos estar em um local e agir em outro de forma rápida, ter a informação no minuto em que ela ocorreu como no caso do terremoto de 2010 em São Francisco e da ocupação da Favela da Rocinha em novembro de 2010 no Rio de Janeiro, no qual a notícia foi informada pela internet em menos de 2 minutos. O fenômeno do colapso do tempo e espaço na propagação da informação propiciado pelas tecnologias digitais móveis está transformando o mundo em um mundo em tempo real. (GABRIEL, 2010, p.90). Essas novas tecnologias permite-nos criar e compartilhar conteúdos no ambiente virtual - o ciberespaço - que pode ser compreendido como uma rede de computadores interligados. [...] é o novo meio de comunicação que surge da interconexão mundial dos computadores. [...] não apenas uma infra-estrutura material de comunicação digital, mas também o universo oceânico de informações que ela abriga [...]. (LÉVY, 2000, p.17) Percebemos então que a cada nova tecnologia e/ou nova mídia criada a relação do ser humano com o mundo é alterada.

18 18 Cada transformação midiática altera a nossa percepção espaço temporal, chegando na contemporaneidade a viverciarmos uma sensação de tempo real, imediato, live, e de abolição do espaço físico-geográfico. (LEMOS, 2003, p. 3) A partir do século XX, com o surgimento de uma nova fase da sociedade da informação e o desenvolvimento da computação sem fio, temos mudanças nas experiências sociais, na ausência do espaço urbano e na forma de produzir e receber a informação, pois agora [...] com o Wi-Fi e as tecnologias GSM 14 de telefonia móvel, comunidades eletrônicas se formam dentro de um mesmo espaço urbano, com encontros presenciais. (LEMOS, 2003, p.8). Essas novas comunidades ocorrem porque, anteriormente, para que o usuário pudesse acessar ou se comunicar por meio da internet, ele teria que estar em um local fixo, pois o computador era ligado a internet por meio de um cabo. Com a nova tecnologia WI-Fi é possível se conectar a internet pelo wireless 15 em ambientes abertos e ou ao ar livre permitindo a mobilidade. A maioria dos aparelhos de comunicação (telefone, televisão, copiadora, fax etc.) trarão, de uma forma ou de outra, interfaces com o mundo digital e estarão interconectados. Poderíamos dizer o mesmo de um número crescente de máquinas, de aparelhos de medição, de objetos nômades (PDAs - assistentes pessoais digitais - telefones celulares etc), de veículos de transporte individual etc. [...] convergem para uma extensão e uma multiplicação dos pontos de entrada no ciberespaço. (LÉVY, 2000, p. 38) 14 É o Sistema Global para Comunicação Móvel (Groupe Special Mobile). Foi desenvolvido na segunda geração da tecnologia de telefonia móvel e é o padrão mais popular do mundo para telefones celulares. 15 É uma rede sem fio referente a rede de computadores ou de dispositivos móveis que permite acesso a internet.

19 Mobilidade Quando pensamos em mobilidade, pensamos na capacidade de locomoção, de ser móvel, de podermos ir de um lugar para o outro e para onde quisermos. Essa característica, anteriormente, era somente atribuída aos seres vivos que podiam andar e se deslocar para diversos locais. No inicio, o ser humano se locomovia somente por meio dos seus pés, mas com o passar do tempo, tecnologias possibilitaram que esse deslocamento ocorresse de forma mais rápida, mais confortável e sem o uso da força física, como por exemplo, nos carros e aviões de hoje em dia. Diante dessa transformação, podemos verificar que o futuro da humanidade caminha para um mundo móvel, pois o futuro é mobile porque a natureza do homem é mobile [...] (GABRIEL, 2010, p. 159) Um exemplo disso é que com as tecnologias evoluindo, chegamos ao ponto em que várias delas já se tornaram móveis: o relógio de pulso, o notebook, o celular e outros que cabem dentro de pastas ou dentro dos bolsos. Cada vez mais, atividades da vida diária do indivíduo são realizadas de forma móvel: desde solicitar informações, conectar-se à internet e controlar a conta bancária, até divertir-se, realicionar-se, procurar um lugar para jantar, ouvir música, jogar e gravar vídeos e fotos. Tudo isso de forma cada vez mais rápida! Navegar já era, é hora de voar. (ROMÁN et al., 2007, p.1) Os aparelhos que antes eram grandes, o que impossibilitava de serem carregados facilmente, diminuíram de tamanho e isso permitiu que estejam presentes conosco em qualquer lugar. Para Lemos (2005, 2007) estamos na era da conexão que diz respeito a fase dos computadores coletivos móveis. A cultura comtemporânea é a cultura da mobilidade e, ainda, segundo o autor citado, essa mobilidade pode ser compreendida em quatro níveis. O primeiro corresponde ao do homem ser móvel, o que permite seu deslocamento; o segundo é relacionado ao social e permite que os indivíduos possam trocar de status social e de papel na sociedade; o terceiro é a capacidade do indivíduo se diferenciar dos demais, mesmo estando igual; o quarto, o que diretamente nos interessa, refere-se à mobilidade informacional que possibilita a desterritorialização comunicacional e a promessa de um mundo de... dispositivos interconectados em rede que fornecerão conteúdo

20 20 relevante e informação para qualquer lugar que o usuário esteja (SANTAELLA, 2008, p. 99) Essa desterritorilização comunicacional possibilita que as informações que antes eram somente anunciadas a uma população, em um local físico e único através dos meios de comunicação de massa, agora sejam transmitidas a toda a população da terra por meio das redes interconectadas, redes essas de acesso a internet sem fio, redes de telefonia que espalhadas pelo mundo implementam e ampliam os territórios informacionais. (LEMOS, 2007) Como anteriormente citado, o surgimento das novas tecnologias alterou nossas relações pessoais e a noção de tempo. Com a mobilidade, a definição de espaço se torna outra. Segundo Santaella (2008) temos que compreender a diferença entre espaço e lugar, sendo o primeiro uma estrutura do mundo, ou seja, o ambiente no qual objetos e eventos ocorrem; e o lugar sendo a maneira como o espaço é utilizado. Dessa forma estamos em um lugar, local físico, mas podemos estar nos comunicando através de uma conversa, ou acessando um espaço virtual, o espaço físico se mescla ao espaço eletrônico (Lemos, 2005). Ainda, segundo Lemos a sociedade de hoje está interconectada e pode ser considerada uma sociedade nômade, não no sentido que tinha anteriormente, onde os nômades buscavam um local para abrigo, água e comida, mas sim um local (escolas, universidades, praças) para conseguir acesso a rede de computadores, internet. Essa nova noção de espaço definida pela mobilidade, permitiu o acesso instantâneo à informação e o relacionamento por espaços virtuais por meio das redes sem fio a partir da World Wide Web (WWW), além de possibilitar por meio da geolocalização o mapeamento dos locais. Esse mapeamento é realizado por tags 16 (etiquetas), a partir de dispositivos celulares, tablets 17, palms 18 e smartphones 19, 16 Tag, etiqueta, é um metadado, uma palavra-chave ou termo associado a uma informação. Uma tag eletrônica é uma forma de vigilância não sub-reptícia em que um dispositivo eletrônico de GPS é colocado em um carro ou em uma pessoa 17 Dispositivo pessoal em forma de uma prancheta que pode ser usado para acesso a internet, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas. Apresenta uma tela touch screen. 18 É um computador com dimensões reduzidas com grande capacidade computacional, cumprindo as funções de agenda e sistema informático de escritório elementar, com possibilidade de conexão com computadores pessoais e a rede Wi-Fi para acesso a internet. 19 É o telefone celular com funcionalidades avançadas que podem ser estendidas por meio de programas (aplicativos) executados no seu sistema operacional. E que tem como principais características a capacidade de conexão com redes de dados para acesso a internet e a capacidade de sincronismo dos dados com os computadores pessoais.

21 21 possuidores de GPS 20 integrado. Essas etiquetas possibilitam integrar o ambiente virtual e real com dados relevantes sobre os locais etiquetados que podem ser acessados pela internet. As mídias locativas são utilizadas para agregar conteúdo digital a uma localidade, servindo para funções de monitoramento, vigilância, mapeamento, geoprocessamentos (GIS), localização, anotação ou jogos. Dessa forma, os lugares e objetos passam a dialogar com dispositivos informacionais, enviando, coletando e processando dados a a partir de uma relação estreita entre informação digital, localização e artefatos digitais. (Santaella, 2008, p. 97) Dentre todos os dispositivos apresentados (celulares, tablets, palms e smartphones) o celular foi o aparelho que conseguiu reunir a maior quantidade de funcionalidades em um único aparelho, o que o tornou imprescindível para o ser humano. É um atributo do celular, o que o torna móvel como o ser humano. Por isso ele está o tempo todo conosco, como se fosse uma parte de nós, no bolso, nas mãos, na bolsa. Assim, o conteúdo também se torna móvel. (ERTHAL, 2011) 2.3.Convergência O celular conseguiu convergir várias mídias em uma única plataforma. Mas o que é a convergência? A convergência é quando utilizamos vários meios de comunicação para informar ou divulgar um conteúdo, marca e/ou produto, sendo que cada meio é utilizado para contar um pedaço dessa história. Para Jenkins (2009) convergência é: fluxo de conteúdos através de múltiplas plataformas de mídia, à cooperação entre múltiplos mercados midiáticos e ao comportamento migratório dos públicos dos meios de comunicação, que vão a quase qualquer parte em busca das experiências de entretenimento que desejam (JENKINS, 2009, p. 29) Esses conteúdos disseminados por diversas mídias para contar uma narrativa é denominado como transmídia, e pode ser definido como o suporte 20 GPS (Global Position System) é o sistema global de posicionamento que permite a localização de um objeto a partir da triangulação dos satélites no espaço sideral.

22 22 colaborativo de múltiplas mídias para entregar uma única história ou tema, na qual a narrativa direciona o receptor de um meio para o próximo, conforme a força de cada meio para o diálogo. (FILGUEIRAS, et al, 2008). Essa nova forma de comunicação por diversos meios permite formas distintas da recepção da mensagem e altera a relação entre as tecnologias existentes, indústrias, mercados, gêneros e públicos. Além de modificar também a forma como a indústria passa a se relacionar com esse público que agora tem o poder de criar seu próprio conteúdo. Por sua vez, a convergência dos meios de comunicação impacta o modo como consumimos esses meios. Um adolescente fazendo lição de casa pode trabalhar ao mesmo tempo em quatro ou cinco janelas no computador: navegar na internet, ouvir e baixar arquivos de MP3, bater papo com os amigos, digitar um trabalho e responder s, alternando rapidamente as tarefas. E fãs de um popular seriado de televisão podem capturar amostras de diálogos no vídeo, resumir episódios, discutir sobre roteiros, criar fan fiction (ficção de fã), gravar suas próprias trilhas sonoras, fazer seus próprios filmes - e distribuir tudo isso ao mundo inteiro pela internet (JENKIS, 2009, p. 44) Esse é o novo cenário, onde o consumidor passou a ser ativo, e decide o que, como e quando quer. Com esse novo poder, o usuário por meio do celular conseguiu ter todas as ferramentas necessárias para criar e disponibilizar o seu conteúdo. Nossos telefones celulares não são apenas aparelhos de telecomunicações; eles também nos permitem jogar, baixar informações da internet, tirar e enviar fotografias ou mensagens de texto. Cada vez mais, estão nos permitindo assistir a treilers de filmes, baixar capítulos de romances serializados ou comparecer a concertos e shows musicais em lugares remotos. (JENKINS, 2009, p. 43) Com isso podemos afirmar que o celular se tornou uma nova plataforma e uma nova mídia. A convergência das mídias tradicionais, jornal, rádio, televisão, revista e internet fizeram dele uma plataforma em que é possível acessar, visualizar, assistir e ler todo o conteúdo dessas mídias em um único local, tornando o celular uma plataforma. Além disso o celular possui uma linguagem própria, estabelecida

23 23 inicialmente pelos envios de mensagem SMS 21, depois pelas MMS 22, bluetooth 23 e agora a do mobile. Essa coexistência de todas as mídias em um único local provocou o surgimento de uma nova cultura, a cultura da convergência onde as velhas e novas mídias colidem, onde a mídia corporativa e a mídia alternativa se cruzam, onde o poder do produtor de mídia e o poder do consumidor interagem de maneira imprevisíveis. (JENKINS, 2009, p. 27). Uma prova de que o celular tornou-se o exemplo máximo da convergência é o relato de Henry Jenkins em seu livro A Cultura da Convergência, em que conta a busca por um celular que somente fizesse ligações telefônicas. Ele não desejava câmera de vídeo, câmera fotográfica, acesso a internet, MP3 player, jogos, reprodução de vídeos e nem toques polifônicos. Em todas as lojas em que passara os vendedores diziam que esse tipo de aparelho não existia mais e em alguns locais até riram da busca por tal aparelho em vista dos atuais. Jenkins então relata: Fui informado, loja após loja, de que não fazem mais celulares de função única. Ninguém os quer. Foi uma poderosa demonstração de como os celulares se tornaram fundamentais no processo de convergência das mídias. (JENKINS, 2009 p.3) 21 (SMS) Shor Message Service, serviço presente em telefones celulares que permite o envio de mensagens curtas de texto com até 160 caracteres entre telefones móveis, fixos e outros dispositivos de mão. (ROMÁN et al., 2007) 22 (MMS) Multimedia Message Service, serviço que permite reunir em uma única mensagem de texto formatado, vídeo e áudio de alta qualidade, o que amplia muito as possibilidades de comunicação dos SMS. (ROMÁN et al., 2007) 23 Tecnologia de transmissão de dados que possibilita a criação de redes de áreas pessoais (personal area networks), permitindo aos usuários transmitir dados em uma velocidade de 1 Mbps a uma distância de até 10 metros. (ROMÁN et al., 2007)

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia:

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: INTRODUÇÃO Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: 1450 Imprensa de Gutemberg 1940 Primeiras transmissões na TV 1960 Internet começa a ser desenvolvida 1973 Primeira ligação

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Marketing Digital. Prof. Luthiano Venecian

Marketing Digital. Prof. Luthiano Venecian Marketing Digital Prof. Luthiano Venecian Tópicos 1 - Conteúdo Programático da Disciplina II - Conceitos básicos de Marketing III - Conceitos de Marketing Digital IV - Referência Bibliográfica 2 I - Conteúdo

Leia mais

Lançamento: Galaxy S II Branco

Lançamento: Galaxy S II Branco Você está aqui : página principal : Celulares : Smartphones : Tenha um mundo de funcionalidades com o Galaxy S II. Com ele você tem Android 2.3 e milhares de aplicativos com o Android Market, pode registrar

Leia mais

Contextualização. *http://www.sophiamind.com/noticias/acesso-a-internet-movel-entre-as-mulherescresce-575-em-dois-anos/

Contextualização. *http://www.sophiamind.com/noticias/acesso-a-internet-movel-entre-as-mulherescresce-575-em-dois-anos/ Mobile Marketing Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL 2 + 67.500.000 + 67,5 MILHÕES DE INTERNAUTAS NO BRASIL FONTE: IBOPE/NIELSEN 58.290.000 58,2 MILHOES DE INTERNAUTAS NO BRASIL ACESSAM A INTERNET SEMANALMENTE -87% FONTE:

Leia mais

Cultura Digital e Educação: desafios contemporâneos para a aprendizagem escolar em tempos de dispositivos móveis

Cultura Digital e Educação: desafios contemporâneos para a aprendizagem escolar em tempos de dispositivos móveis Fórum de Informática Educativa- CEPIC NTM Cultura Digital e Educação: desafios contemporâneos para a aprendizagem escolar em tempos de dispositivos móveis Profª Drª Cíntia Inês Boll / Faced/UFRGS Rafaela

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

MARKETING DIGITAL E A APLICAÇÂO DO MARKETING DE MOBILE

MARKETING DIGITAL E A APLICAÇÂO DO MARKETING DE MOBILE MARKETING DIGITAL E A APLICAÇÂO DO MARKETING DE MOBILE Miriam Kazue SOKEN Rodrigo Bernardi BRAGA Orientadora: Professora Priscila Guidini RESUMO: Nos dias de hoje, a necessidade de se comunicar e trocar

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Ser a primeira opção para empresas que buscam soluções que combinem mobilidade, entretenimento e interatividade.

Ser a primeira opção para empresas que buscam soluções que combinem mobilidade, entretenimento e interatividade. MISSÃO Fornecer todas as ferramentas necessárias que possibilitem levar entretenimento e interatividade a todos os usuários de telefones móveis e fixo. OBJETIVO Ser a primeira opção para empresas que buscam

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

Mobile Commerce. e-mail: wilson.cunha@viewit.com.br

Mobile Commerce. e-mail: wilson.cunha@viewit.com.br Mobile Commerce Wilson Cunha 30 anos de experiência em negócios. Formado em Tecnologia da Informação; E-commerce, Marketing Digital,. Há 06 anos em mobile commerce. Premiado no e-show 2013, melhor aplicativo

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO Profª. Kelly Hannel Novas tecnologias de informação 2 HDTV WiMAX Wi-Fi GPS 3G VoIP Bluetooth 1 HDTV 3 High-definition television (também conhecido por sua abreviação HDTV):

Leia mais

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Vulnerabilidades em Dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Leia mais

AGRONEGÓCIOS Nov/2012

AGRONEGÓCIOS Nov/2012 AGRONEGÓCIOS Nov/2012 Internet Acesso Brasil O total de brasileiros com acesso à internet chegou a 83,4 milhões de internautas no segundo trimestre de 2012, um crescimento de 13,1% sobre o segundo trimestre

Leia mais

Introdução a Computação Móvel

Introdução a Computação Móvel Introdução a Computação Móvel Computação Móvel Prof. Me. Adauto Mendes adauto.inatel@gmail.com Histórico Em 1947 alguns engenheiros resolveram mudar o rumo da história da telefonia. Pensando em uma maneira

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 9 Desde o nascimento do telemóvel e o seu primeiro modelo vários se seguiram e as transformações tecnológicas que estes sofreram ditaram o nascimento de várias gerações. O Motorola DynaTac 8000X é

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2013 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 26 % da

Leia mais

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online?

AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? AMBIENTES ONLINE: que formato tem o ambiente que os jovens procuram online? Edgar Marcucci Reis 1 Jéssica Naiara dos Santos Batista 2 Resumo: O artigo apresenta uma visão sobre os ambientes online encontrados

Leia mais

3 Apresentação do caso

3 Apresentação do caso 3 Apresentação do caso Neste capítulo será contextualizado o mercado de telefonia móvel no Brasil, com a descrição dos principais concorrentes e a participação de mercado de cada um deles, a apresentação

Leia mais

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio,

I N T R O D U Ç Ã O W A P desbloqueio, INTRODUÇÃO Para que o Guia Médico de seu Plano de Saúde esteja disponível em seu celular, antes de mais nada, sua OPERADORA DE SAÚDE terá de aderir ao projeto. Após a adesão, você será autorizado a instalar

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS A Internet global A World Wide Web Máquinas de busca Surgiram no início da década de 1990 como programas de software relativamente simples que usavam índices de palavras-chave.

Leia mais

Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia

Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia Missão do IAB Brasil Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Criar

Leia mais

SOFTWARES SOCIAIS E MUNDOS VIRTUAIS: MAPEAMENTO DAS FERRAMENTAS PARA A MOBILIZAÇÃO EM SAÚDE 1

SOFTWARES SOCIAIS E MUNDOS VIRTUAIS: MAPEAMENTO DAS FERRAMENTAS PARA A MOBILIZAÇÃO EM SAÚDE 1 SOFTWARES SOCIAIS E MUNDOS VIRTUAIS: MAPEAMENTO DAS FERRAMENTAS PARA A MOBILIZAÇÃO EM SAÚDE 1 Bruna Mayara de Lima Cibotto 2 ; Patrícia Marques da Silva Prado 2 ; Ana Paula Machado Velho 3. RESUMO: O presente

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL?

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO A evolução dos Meios de Comunicação 1990 2000 telex e-mail internet notebook e hoje?? celular MMS TV aberta TV a cabo DVD

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO O QUE É MÍDIA DIGITAL? É conjunto de meios de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição de informação na forma escrita, sonora

Leia mais

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Marketing Digital Trabalho científico apresentado ao Professor Edvaldo Jr., docente da matéria Marketing Digital, da turma de Produção

Leia mais

- Aula 04_2012 - Profa. Ms. Karen Reis

- Aula 04_2012 - Profa. Ms. Karen Reis Protótipos de Jogos Digitais - Aula 04_2012-1 O documento do game (GDD) Game Design Document (GDD) usa palavras, tabelas e diagramas para explicar o conceito e o funcionamento de um game, a partir de uma

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Tópicos Especiais Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao Tópicos Especiais Evolução da Convergência Digital

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

Este tutorial apresenta uma visão das aplicações atuais e futuras para Internet Móvel.

Este tutorial apresenta uma visão das aplicações atuais e futuras para Internet Móvel. Aplicações Atuais e Futuras para Internet Móvel Este tutorial apresenta uma visão das aplicações atuais e futuras para Internet Móvel. Michel Castaldelli Michel Castaldelli é diretor do Ericsson Mobility

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS Trabalho final da disciplina Computadores, Redes, IP e Internet Professor: Walter Freire Aluno:

Leia mais

MANUAL DE E-PRODUCTS. Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

MANUAL DE E-PRODUCTS. Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS MANUAL DE E-PRODUCTS Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Prezado Expositor, Conheça os principais benefícios de utilizar

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento

Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento Redes sociais vários canais e muitas possibilidades de engajamento O desafio é saber como, com qual conteúdo e onde as pessoas querem ser abordadas, de forma a direcionar a comunicação nos variados canais

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br MIDIA KIT 15 www.naporteiracast.com.br O QUE É PODCAST? O termo podcast é a junção das palavras ipod (dispositivo de reprodução de arquivos digitais fabricado pela Apple) e broadcast (transmissão, em inglês).

Leia mais

Redes Sociais e os Dispositivos Móveis: estratégias para promoção dos produtos e serviços de bibliotecas.

Redes Sociais e os Dispositivos Móveis: estratégias para promoção dos produtos e serviços de bibliotecas. Redes Sociais e os Dispositivos Móveis: estratégias para promoção dos produtos e serviços de bibliotecas. 1 Prof. Dr. David Vernon Vieira Universidade Federal do Cariri UFCA Fortaleza-CE Nov. 2014 2 Preparação

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação As mudanças DebatePapo Mídia Dalton Pastore - ABAP Caio Barsotti - SECOM José Alves - IVC Orlando Lopes - ABA Impacto da Tecnologia Individualização Acesso

Leia mais

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias sua A Tecnologia a Serviço sdas Grandes Ideias 1 Entre os 10 maiores integradores do Brasil Destaques Operacionais Mais de 10,000 equipamentos gerenciados de LAN e WAN 9.000 sites em mais de 700 clientes

Leia mais

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e

Usina de Site em gênero Seus principais valores são: iniciativa, qualidade, criatividade, competência e profissionalismo. Ao adquirir serviços e Usina de Site em número Uma agência, uma equipe, uma unidade. São vários membros, estilos diferentes e inúmeras habilidades que se complementam e dão um novo sentido à publicidade e propaganda, guiados

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA CIDADE UNIVERCIDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE MARKETING

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA CIDADE UNIVERCIDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE MARKETING CENTRO UNIVERSITÁRIO DA CIDADE UNIVERCIDADE ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE MARKETING AS PRINCIPAIS MUDANÇAS OCORRIDAS NAS PRÁTICAS DE PUBLICIDADE NA INTERNET Autor: Ian Peter Figueiredo Medeiros Orientador:

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

DESCOBERTAS-CHAVE. A popularidade das MÍDIAS SOCIAIS

DESCOBERTAS-CHAVE. A popularidade das MÍDIAS SOCIAIS A popularidade das MÍDIAS SOCIAIS continua crescendo, conectando pessoas à tudo o que queiram assistir e/ou comprar. Seja uma marca convidando o consumidor a se conectar com sua empresa no LinkedIn, um

Leia mais

Itaú Performance. Planejamento de Mídia Digital. Mobile Marketing. Instrutor: Fred Pacheco. ! 14 anos de experiência no mercado online

Itaú Performance. Planejamento de Mídia Digital. Mobile Marketing. Instrutor: Fred Pacheco. ! 14 anos de experiência no mercado online Itaú Performance Mobile Marketing 01 / Janeiro / 2013 Planejamento de Mídia Digital 1 Instrutor: Fred Pacheco! 14 anos de experiência no mercado online! Palestrante e Consultor de mídia, planejamento,

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Galaxy Tab 2 7.0. Plataforma PRODUTOS B2B SAMSUNG APPS SUPORTE MY SAMSUNG BUSCA. Página principal Celulares & Tablets Tablets

Galaxy Tab 2 7.0. Plataforma PRODUTOS B2B SAMSUNG APPS SUPORTE MY SAMSUNG BUSCA. Página principal Celulares & Tablets Tablets SOBRE A SAMSUNG NOTICIAS C C C PRODUTOS B2B SAMSUNG APPS SUPORTE MY SAMSUNG BUSCA Página principal Celulares & Tablets Tablets Galaxy Tab 2 7.0 Compatível com impressora GT P3100 7 Tweetar 0 Curtir 53

Leia mais

41% 21% 17% 55% 17% 28%

41% 21% 17% 55% 17% 28% Encontre aqui um apanhado de indicadores, estudos, análises e pesquisas de variadas fontes, todas vitais para avaliação e mensuração do desempenho e dos negócios no mundo digital sophia Mind Mulheres querem

Leia mais

Integração com a Mídia Social

Integração com a Mídia Social Guia rápido sobre... Integração com a Mídia Social Neste guia... Vamos mostrar como integrar seu marketing com as mídias sociais para você tirar o maior proveito de todo esse burburinho online! Nós ajudamos

Leia mais

MANUAL DE E-PRODUCTS. Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

MANUAL DE E-PRODUCTS. Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS MANUAL DE E-PRODUCTS Aumente a exposição de sua marca Utilizando as mídias eletrônicas e redes sociais LÍDER MUNDIAL NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Prezado Expositor, Conheça os principais benefícios de utilizar

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA A IMPORTÂNCIA DAS REDES SOCIAIS PARA A COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

Leia mais

Capitulo 11 Multimídias

Capitulo 11 Multimídias Capitulo 11 Multimídias Neste capítulo são exploradas as ferramentas multimídias presentes no SO Android customizadas para o Smartphone utilizado neste manual. É inegável o massivo uso destas ferramentas,

Leia mais

Tecnologias Móveis e Ferramentas Web 2.0 no Ensino Superior: algumas possibilidades

Tecnologias Móveis e Ferramentas Web 2.0 no Ensino Superior: algumas possibilidades Tecnologias Móveis e Ferramentas Web 2.0 no Ensino Superior: algumas possibilidades João Batista Bottentuit Junior Universidade Federal do Maranhão UFMA jbbj@terra.com.br 29 de Outubro de 2013 Contexto

Leia mais

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento.

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento. Criação Personalização Gerenciamento. A Cafuné Design trabalha com as principais mídias e plataformas digitais do momento: Facebook, Twiiter, Instagram, Youtube e LinkedIn. Novas ferramentas de mídia social

Leia mais

MediaKit Rede Jornal Contábil 2015. Todas as informações sobre a maior rede de comunicação contábil do Brasil

MediaKit Rede Jornal Contábil 2015. Todas as informações sobre a maior rede de comunicação contábil do Brasil MediaKit Rede Jornal Contábil 2015 Todas as informações sobre a maior rede de comunicação contábil do Brasil Conheça a Rede Informações importantes: atualização do Midia Kit. A Rede Jornal Contábil está

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Edição 3 - Dezembro 2009

Edição 3 - Dezembro 2009 Edição 3 - Dezembro 2009 Indicadores Categorias + vistas na internet (usuários únicos) 33,7 Telecomunicações e Serviços de Internet -10,5% +13% Buscadores, Portais e Comunidades 33,5 Ocasiões Especiais

Leia mais

Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população...

Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população... Usuários na web Em 2015, a internet alcançará 42,4% da população... Serão mais de 3 bi de usuários Crescimento no próximo ano será de 6,2% Pela 1ª vez, a internet vai alcançar mais de 2 em cada 5 pessoas

Leia mais

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM?

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? Porque a Voz na Nuvem? 2 Índice Introdução... 3 Baixo Custo... 4 REQUISITOS MÍNIMOS DE CAPITAL... 4 EQUIPAMENTOS GENÉRICOS... 4 UTILIZAÇÃO DE MAIORES RECURSOS... 4 DESPESAS

Leia mais

O celular como dispositivo de interatividade via mídias sociais. Thiago Endres da Silva Gomes Universidade Católica de Brasília - UCB

O celular como dispositivo de interatividade via mídias sociais. Thiago Endres da Silva Gomes Universidade Católica de Brasília - UCB O celular como dispositivo de interatividade via mídias sociais Thiago Endres da Silva Gomes Universidade Católica de Brasília - UCB Resumo O presente artigo propõe discutir o uso de celulares para interatividade

Leia mais

Claudio Torres. Novatec

Claudio Torres. Novatec Claudio Torres Novatec Sumário Sobre o autor... 11 Prefácio... 12 Introdução... 15 A Internet como mídia...15 O que você vai ler... 17 Capítulo 1 A Internet do consumidor... 19 Novos concorrentes... 21

Leia mais

Galaxy Tab 2 10.1 Wi-Fi

Galaxy Tab 2 10.1 Wi-Fi SOBRE A SAMSUNG NOTICIAS C C C PRODUTOS B2B SAMSUNG APPS SUPORTE MY SAMSUNG BUSCA Página principal Celulares & Tablets Tablets Galaxy Tab 2 10.1 Wi-Fi Compatível com impressora GT P5110 94 Tweetar 0 Curtir

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE CELULAR X COMPUTADOR Atualmente, o Celular roubou a cena dos computadores caseiros e estão muito mais presentes na vida dos Brasileiros. APLICATIVO PARA CELULAR O nosso aplicativo para celular funciona

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Nome do produto aprovados para uso em anúncios e materiais de Marketing

Nome do produto aprovados para uso em anúncios e materiais de Marketing Ficha moto x (Branco) Nome do Produto Aprovado Moto X Cor Branco Design Full Touch EAN 7,8926E+12 Part Number 92503LYESAF5 Classificação Fiscal 85171231 Descrição Nota Fiscal MOTO X, TERMINAL PORTATIL

Leia mais

Our Mobile Planet: Portugal

Our Mobile Planet: Portugal Our Mobile Planet: Portugal Compreender o Consumidor de Telemóveis Maio de 2013 Informações Confidenciais e de Propriedade da Google 1 Resumo Executivo Os smartphones tornaram-se uma parte indispensável

Leia mais

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS

Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS Marcele Bastos Consultora de comunicação mbastos.sa@gmail.com MÍDIAS SOCIAIS TEMAS o O que são mídias sociais (conceito, apresentação dos diversos canais das redes sociais, gestão dos canais) o Moda ou

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global O CONSUMIDOR MOBILE Uma visão global A PRÓXIMA POTÊNCIA EM MÍDIA Quando a primeira chamada foi realizada por um telefone móvel em 1973, o protótipo utilizado tinha bateria com duração de 30 minutos e levava

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Crédito da imagem: ronnestam.com Anúncio Upex Publicidade Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Introdução Foram realizadas buscas na mídia social Twitter, através de ferramenta de monitoramento

Leia mais

Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC

Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC Estudo de Regionalização e Tecnologias nos Websites e Jornais auditados pelo IVC Considerações iniciais O IVC audita publicações impressas e websites de seus filiados. O IVC não audita o mercado editorial

Leia mais

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer ESTRATÉGIA DIGITAL Prof. Luli Radfahrer - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral. João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007

PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral. João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007 PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007 Nova Economia A nova economia está diretamente ligada à velocidade de informações, comunicação, conhecimento, tecnologia.

Leia mais

Correspondente Bancário: A Expansão do Acesso aos Serviços Financeiros e de Pagamento

Correspondente Bancário: A Expansão do Acesso aos Serviços Financeiros e de Pagamento Correspondente Bancário: A Expansão do Acesso aos Serviços Financeiros e de Pagamento 1 14/março/2014 Agenda Apresentação da MFS Zuum Vivo MasterCard Mercado Alvo Funcionalidades Estratégia de Distribuição

Leia mais

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S A MELHOR OPORTUNIDADE PARA O SEU NEGÓCIO ESTÁ AO SEU ALCANCE NAS REDES SOCIAIS... O MUNDO É FEITO DE REDES SOCIAIS

Leia mais

[ p r o p o s t a c o m e r c i a l ]

[ p r o p o s t a c o m e r c i a l ] [ p r o p o s t a c o m e r c i a l ] [ A n o 2 0 1 5 ] sobre o cidademarketing. O CidadeMarketing.com.br O CidadeMarketing é um veículo de comunicação interativo que visa produzir, informar, discutir

Leia mais

Android. 10 vantagens do sistema Android em relação ao iphone

Android. 10 vantagens do sistema Android em relação ao iphone Android Android é um sistema operacional do Google para smartphones, TVs e tablets. Baseado em Linux e de código aberto, o sistema móvel é utilizado em aparelhos da Samsung, LG, Sony, HTC, Motorola, Positivo,

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

Website para dispositivos Móveis. O futuro na palma de sua mão!

Website para dispositivos Móveis. O futuro na palma de sua mão! Website para dispositivos Móveis O futuro na palma de sua mão! Sites Mobile A Internet está sendo cada vez mais acessada através de telefones móveis e, como resultado, sites estão recebendo uma boa quantidade

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais