Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de de Novembro Segunda-feira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de 2008. 17 de Novembro Segunda-feira"

Transcrição

1 I Conferência Brasileira de Monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio do Setor Saúde I Conferência Internacional de Monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio do Setor Saúde Check-in no hotel a partir das 12 horas Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de de Novembro Segunda-feira 10:00 11:00 11:00 11:10 11:10 11:30 11:30 11:40 11:40 12:10 12:10 15:00 15:00 15:30 15:30 17:30 18 de Novembro Terça-feira Solenidade de abertura com a participação do Secretário Geral do Itamaraty, Presidente da Mesa de Abertura, o Ministro de Estado da Saúde, José Gomes Temporão e autoridades presentes. Assinatura de portarias para o Único de Saúde referentes aos ODMs 4, 5 e 6: criação da rede Amamenta- Brasil; criação da rede perinatal Norte-Nordeste; reafirmação do Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal até 2015 (conclusão dos ODMs), com incorporação dos Ministérios da Educação, Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Defesa e Secretaria Especial da Juventude, CFP, FENAM e Portaria AIDS. Coffee-Break Apresentação do vídeo 20 anos do SUS Conferência Os impactos do Único de Saúde do Brasil no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Ministro de Estado e Presidente da I Conferência Nacional e Internacional dos ODMs no Setor Saúde José Gomes Temporão Almoço Introdução Orientações sobre a metodologia dos trabalhos e as expectativas com relação à Conferência, à Carta de Brasília e o relatório final. Painel 1: ODM 4 Reduzir a mortalidade na infância Tema norteador: Estratégias de enfrentamento do óbito neonatal e infantil e qualificação do acompanhamento do desenvolvimento da criança até os 5 anos. Debatedor Nome Instituição Tema da exposição Tempo Thereza campos ou Paulo Caput Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde - CONASEMS Sônia Lansky Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e CONASEMS 1 mesa e orientações gerais Introdução e conclusão do painel Expositor 1 Carmen Governo da Espanha O Banco de Leite Humano de Madrid: Medina López projeto e desenvolvimento Expositor 2 João Aprigio Rede Ibero-americana / Indicações de experiências exitosas FIOCRUZ Expositor 3 Dr. Antonio Ministério de Saúde de Cuba Intervenções e conquistas relacionadas

2 Expositor 4 Expositor 5 González Fernández Nils Kastberg Diretor Regional para América Latina e Caribe - UNICEF Ruben Panizza Governo do Uruguai / Centro Latino-americano de Perinatologia (CLAP) ao ODM-4 em Cuba Panorama regional Objetivos de Desenvolvimento do Milênio no Uruguai: sua conquista através da Rede de Bancos de Leite do Uruguai 17:30 18:00 18:00 20:00 Coffee-Break Plenária Coordenação: Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) / Ministério (MS) 20:00 Coquetel Componentes da mesa: Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) / OPAS / UNICEF / UNFPA / Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) / Representação de um país Intervenções especiais: PNUD, CEPAL, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e Conselho Nacional de Saúde (CNS). Cada intervenção das organizações durará 10 minutos. Haverá 1h20 de debates. Cada pessoa inscrita para participar da Plenária terá 3 minutos. 08:30 10:30 19 de Novembro Quarta-feira (nos dias 19 e 20 os trabalhos prosseguem no Hotel Grand Bittar) Painel 2: ODM 5 Melhorar a saúde materna Tema norteador: Linhas de Cuidado na atenção ao pré-natal, parto e puerpério, e atenção às urgências e emergências obstétricas. Debatedor Expositor 1 Expositor 2 Expositor 3 Nome Instituição Tema da exposição Tempo Dra. Noemí Mancuello de Alum Dra. Laura de Thomas Marcos Leite Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde - CONASS Rede Interagencial de Informações para a Saúde - RIPSA Ministério da Saúde do Paraguai Sub-Diretora Geral de Saúde da População, Ministério da Saúde do Panamá Rede de Humanização do Parto e Nascimento (REHUNA) Fundo de População das Nações Unidas - UNFPA, escritório regional para Amáerica Latina e Caribe Ana Guezmes Assessora Expositor 4 Técnica em Saúde Reprodutiva e Direitos Expositor 5 Adson França Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade 2 mesa e orientações gerais Introdução e conclusão do painel Intervenções e conquistas relacionadas ao ODM-5 no Paraguai Intervenções e conquistas relacionadas ao ODM-5 no Panamá Políticas de Parto Humanizado no Brasil Acesso universal à Saúde Sexual e Reprodutiva: condição fundamental para o alcance do ODM 5 Estratégias entre gestores e sociedade civil para redução da mortalidade

3 Expositor 6 Otaliba Libânio Materna e Neonatal/ DAPES / SAS / Ministério Departamento de Análise de Situação da Saúde/SAS/Ministério da Saúde do Brasil materna e neonatal s de Informação em Saúde e estratégias normativas para qualificar e monitorar o cumprimento do ODM 5 10:30 13:00 Grupos de Trabalho simultâneos: 1, 2, 3, 4 e 5 com a presença de representantes de países e agências do, CNS, CONASS, CONASEMS e. Grupo de Trabalho 1 Secretaria Executiva/MS Cristião Rosas Grupo de Trabalho 2 Secretaria Executiva/MS Secretaria Executiva/Ministério da Saúde do Brasil OPAS FEBRASGO Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia 3 Mais Saúde e Pacto pela Saúde Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Departamento de Atenção Dra. Tais Santos Básica/SAS/MS Fundo de População das Nações Unidas, Brasil Herdy Alves ABENFO Associação Brasileira de Enfermeiras Obstetras e Obstetrizes. Grupo de Trabalho 3 Estratégia Saúde da Família Departamento de Atenção Especializada/SAS/MS Departamento de Atenção Especializada/SAS/MS Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres/ Presidência da república do Brasil UNIFEM Clair Castilho Rede Feminista de Saúde

4 e Carmen Cardoso Grupo de Trabalho 4 Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério Secretaria de Vigilância em Grupo de Trabalho 5 Saúde/Ministério Programa Nacional de DST/AIDS/ Ministério UNICEF Brasileira de Pediatria Transmissão vertical André Luis Bonifácio de Carvalho Iandara de Moura Silva Ana Maria Costa Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil mesa e orientações gerais Atenção à saúde de populações vulneráveis Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil PNUD Dra. Lucia Xavier a de CRIOLA 13:00 14:30 14:30-16:30 Almoço Painel 3: - Enfrentamento da Epidemia de HIV/AIDS, Malária e outras doenças endêmicas Tema: Prevenção e acesso ao diagnóstico e tratamento do HIV/AIDS, Malária e Tuberculose. Nome Instituição Tema da exposição Tempo FIOCRUZ mesa e orientações gerais Debatedor Jarbas Barbosa OPAS Introdução e conclusão do painel Expositor 1 Expositor 2 Expositor 3 Mariângela Simão Programa Nacional de DST/AIDS, Ministério da Saúde do Brasil 4 HIV e AIDS uma experiência de integração programática Luiz Lourez UNAIDS Os novos desafios da resposta global à AIDS e o impacto nos países africanos Ministério da Saúde do Governo da Colômbia Malaria

5 Expositor 4 Expositor 5 Expositor 6 Sugestão: coordenação de Tuberculose/ Governo do Peru Enfrentamento da tuberculose na atenção primária Jorge Bermudez UNITAID UNITAID, um mecanismo inovador para acelerar o aceso a medicamentos para HIV/AIDS, Tuberculose e Malaria Realizações e Desafios Nilcéa Freire, Secretaria Especial de Políticas Plano Nacional de Políticas para Ministra de para Mulheres / Presidência da Mulheres: direitos sexuais e Estado Republica reprodutivos, enfrentamento à feminização da aids e à violência de gênero contra mulheres. 16:30-17:00 17:00 20:00 Coffee-Break Plenária Coordenação: Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa Componentes da Mesa: SEPM / SEPPIR / SAS / SVS / OPAS / UNICEF / UNFPA / Representação de um país Intervenções especiais: UNESCO, Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (SGTES) (Francisco Campos), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos estratégicos (SCTIE) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Cada intervenção das organizações durará 10 minutos. Haverá 1h20 de debates. Cada pessoa inscrita para participar da Plenária terá 3 minutos. 08:30 11:00 20 de Novembro Quinta-feira Grupos de Trabalho simultâneos: 1, 2, 3, 4 e 5 com a presença de representantes de países e agências do, CNS, CONASS, CONASEMS e ONGs. Grupo de Trabalho 1 Itajaí Albuquerque Jacqueline Gagliardi Márcia Motta Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério a Geral de Fomento em Pesquisa em Saúde/ SCTIE/ Ministério UNAIDS Indicada pela Aids mesa e orientações gerais Síntese do Grupo de Trabalho 2 Nome Instituição Apresentação Tempo 5

6 FIOCRUZ mesa e orientações gerais FIOCRUZ Grupo de Trabalho 3 Dra Fernanda Lopes PNDST / AIDS / SVS / MS Fundo de População das Nações Unidas, Brasil Indicada pela Aids Planos Integrado de Enfrentamento da Feminização da Epidemia de AIDS, e Plano de Enfrentamento da Epidemia de AIDS para Gays, HSH e Travestis. Governo brasileiro Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária mesa e orientações gerais Grupo de Trabalho 4 Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério UNESCO mesa e orientações gerais Qualificação da força de trabalho em saúde Grupo de Trabalho 5 6

7 Erika Pisaneschi Departamento de Ações Programáticas Estratégicas/ Ministério Departamento de Ações Programáticas Estratégicas/ Ministério Programa Nacional de Hanseníase/ MS mesa e orientações gerais Enfrentamento da Hanseníase no Brasil PNUD MOHAN Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase Nos grupos de trabalho estão sendo convidados para exposição as seguintes representações da sociedade civil: Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASO), Brasileira de Pediatria, Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (ABENFO), Rede pela Humanização do Parto e Nascimento (REHUNA), População Negra (CRIOLA), entidades vinculadas à AIDS, Hanseníase, Tuberculose e Malaria, Rede Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, entre outros. 11:00 13:00 Intervenção especial da SEPPIR (10 minutos) Plenária com discussão sobre a Carta de Brasília e relatório final Coordenação: SVS Componentes da Mesa: SAS / SGEP / PNUD / OPAS / CONASEMS / Representação de um país 13:00 14:00 14:00 16:00 Almoço Solenidade de encerramento e leitura da Carta de Brasília com a presença do Senhor Ministro José Gomes Temporão 21 de Novembro Sexta-feira Check-out do hotel até as 13 horas 7

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar)

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar) Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira da Início: Duração 120 min 04.08.2008 Segunda-feira Abertura do Evento (Auditório 2º Andar) Almoço 12:30h Intervalo 14:00h - 90 min 15:50h 15:50h 17:20h - 20 min

Leia mais

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO 1 1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO O compromisso do Brasil com os Objetivos do Milênio, de redução da mortalidade infantil, coloca como prioritárias as ações que se dirigem à saúde

Leia mais

Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares

Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares Para dar ciência à Câmara Federal, solicitando sua transcrição

Leia mais

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Política Municipal de Saúde Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BH -REDE ASSISTENCIAL 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF 2.420 ACS CERSAM, UPA, outros 34 hospitais conveniados

Leia mais

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis.

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis. Histórico 1º semestre de 2008 Elaboração do Plano Nacional de Enfrentamento da Epidemia de Aids e das DST entre gays, hsh e travestis Agos/08 Oficina Macro Sudeste para apresentação do Plano Nacional Set/08

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos Agenda de Compromissos Governo Federal e Municípios 1. Erradicar a extrema pobreza e a fome 2. Educação básica de qualidade para todos 3. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres

Leia mais

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal Grupo temático: Direito à vida, à saúde e a condições

Leia mais

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS BRASIL 8,5 milhões de Km²; 192 milhões de habitantes; 26 Estados e 01 Distrito Federal; 5.564 municípios (70,3 % com menos de 20.000 habitantes);

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO

A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO ocorreu em Brasília de 26 a 28 de fevereiro de 2008. Contou com participação de representantes da ANTRA Associação Nacional de Travestis,

Leia mais

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A partir dos esforços para melhorar a saúde materno-infantil, tais como: Programa de Humanização do Parto e Nascimento

Leia mais

Política Nacional de Educação Permanente em Saúde

Política Nacional de Educação Permanente em Saúde Política Nacional de Educação Permanente em Saúde Portaria GM/MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007 substitui a Portaria GM/MS nº 198, de 13 de fevereiro de 2004 e Proposta de Alteração Pesquisa de Avaliação

Leia mais

Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS. Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015

Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS. Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015 Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015 E como está a juventude HOJE aos olhos da sociedade? - 22% perderam a virgindade antes dos 15 anos - 18%

Leia mais

Alta Mortalidade Perinatal

Alta Mortalidade Perinatal Alta Mortalidade Perinatal SMS de Piripiri CONASEMS Conselho Consultivo EVIPNet Brasil Capacitação do Núcleo de Evidências em Saúde / Estação BVS de Belo Horizonte em Formulação de Políticas de Saúde e

Leia mais

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP 2012 6º Objetivo de Desenvolvimento do Milênio COMBATER O HIV/AIDS, A MALÁRIA E OUTRAS DOENÇAS A inclusão do combate ao HIV/Aids nas Metas do Milênio, foi

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZATIVA

ESTRUTURA ORGANIZATIVA ESTRUTURA ORGANIZATIVA 1. COORDENAÇÃO 1.1 COMITÊ EXECUTIVO O Comitê Executivo tem entre suas funções a de encaminhar os processos aprovados na Comissão Organizadora e tomar as decisões decorrentes desses

Leia mais

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 Departamento de Gestão da Vigilância em Saúde-DAGVS Secretaria de Vigilância em Saúde dagvs@saude.gov.br 06/03/2012 IMPLEMENTAÇÃO DO DECRETO

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O processo de construção da informação a partir do quesito cor O Movimento( DE MULHERES) NEGRO(AS) e a Saúde DIRETOS

Leia mais

BH - REDE ASSISTENCIAL

BH - REDE ASSISTENCIAL BH - REDE ASSISTENCIAL 2.300.000 habitantes 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF cobertura 80% 2.420 ACS CERSAM e UPA regionais 34 hospitais 7 maternidades SUS Assistência - Regulação -

Leia mais

Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola

Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola 1. Programa: Atividade do Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia.

Leia mais

Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba

Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba Coordenação de DST e Aids Municipal da Saúde janeiro de 2009 1. Implementação e levantamento de pesquisas para

Leia mais

SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida

SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida UNAIDS/ONUSIDA Relatório para o Dia Mundial de Luta contra AIDS/SIDA 2011 Principais Dados Epidemiológicos Pedro Chequer, Diretor do UNAIDS no Brasil

Leia mais

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 Institui no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 Brasília - DF 2012 1 O presente Plano

Leia mais

Programa: Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero e Raça

Programa: Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero e Raça TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA ACOMPANHAR O SEMINÁRIO - REFERÊNCIAS CURRICULARES PARA A LEI 10.639/03, REGISTRAR E SISTEMATIZAR AS CONTRIBUIÇÕES E PROPOSIÇÕES LEVANTADAS DURANTE

Leia mais

EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências. Brasília, 10 a 13 dezembro 2012

EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências. Brasília, 10 a 13 dezembro 2012 EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências Brasília, 10 a 13 dezembro 2012 EVIPNet - Brasil Objetivo Geral da Rede EVIPNet Estabelecer mecanismos para facilitar a utilização de produção

Leia mais

OBJETO DA CONTRATAÇÃO

OBJETO DA CONTRATAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Título do Projeto Designação funcional Tipo de contrato Duração do contrato Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (F079) Consultora SSA 5 meses Data

Leia mais

de Gays, HSHe Travestis, criado em março de 2008, pelo Governo Federal. Considerando que o plano traça diretrizes de combate às vulnerabilidades

de Gays, HSHe Travestis, criado em março de 2008, pelo Governo Federal. Considerando que o plano traça diretrizes de combate às vulnerabilidades GOVERNO DAPARAIBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COMISSÃO INTERGESTORES BIPARTITE Resolução n Q 174/11 João Pessoa, 14 de outubro de 2011 o Presidente da Comissão Intergestores Bipartite no uso de suas

Leia mais

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 1- Erradicar a extrema pobreza e a fome Meta 1: Reduzir pela metade, entre 1990 e 2015, a proporção da população com renda

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE OBJETIVOS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS E PARCERIAS CRONOGRAMA (PRAZO) Realizar reuniões com Conselhos de Saúde,

Leia mais

Chegada dos participantes 20h00 Reunião do Comitê Executivo do Conselho Americano de Esporte (CADE)

Chegada dos participantes 20h00 Reunião do Comitê Executivo do Conselho Americano de Esporte (CADE) Programação XVII Conselho Iberoamericano de Esporte (CID) XI Assembléia do Conselho Americano de Esporte (CADE) IX Assembléia Ordinária do Conselho Sul-americano de Esporte (CONSUD) Assembléia do Conselho

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CONSENSO

DECLARAÇÃO DE CONSENSO Consulta Técnica sobre HIV e Alimentação Infantil realizada em nome da IATT Equipe de Trabalho Inter Agencias sobre a Prevenção de infecções pelo HIV em mulheres grávidas, mães e seus bebes Genebra, 25

Leia mais

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe 1 de julho de 2010 PORTUGUÊS ORIGINAL: ESPANHOL PROGRAMA Segunda-Feira, 12 de julho de 2010 16h às 20h Lobby Registro de participantes 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da

Leia mais

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar Agência Nacional de Saúde Suplementar Jacqueline Alves Torres CONASEMS Belém, 2008 O Setor Suplementar de Saúde Antes da Regulamentação:

Leia mais

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale Seminário Incorporação de Novas Tecnologias no SUS SINDUSFARMA Clarice Petramale Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Diretora do Departamento de Gestão e Incorporação

Leia mais

POLÍTICA BRASILEIRA DE ENFRENTAMENTO DA AIDS

POLÍTICA BRASILEIRA DE ENFRENTAMENTO DA AIDS Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais POLÍTICA BRASILEIRA DE ENFRENTAMENTO DA AIDS RESULTADOS, AVANÇOS E PERSPECTIVAS A Epidemia Prevenção Diagnóstico Assistência e Tratamento Sustentabilidade e

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA N o 173, DE 22 DE JANEIRO DE 2007 Aprova, na forma do Anexo a esta Portaria, o Regimento Interno do Comitê Permanente de Implementação e Acompanhamento

Leia mais

Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias)

Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias) Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias) Data limite para apresentação de candidaturas: 26/08/2013 Endereço eletrônico

Leia mais

A Saúde da Criança em Angola

A Saúde da Criança em Angola REPÚBLICA DE ANGOLA III Jornadas Médicas de Pediatria A Saúde da Criança em Angola Local: Anfiteatro Clínica Girassol Luanda, 2 a 6 de Dezembro 2008 I. Introdução A Sociedade Angolana de Pediatria (SAP),

Leia mais

Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil. Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade.

Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil. Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade. Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil Ruth Rangel * Fernanda Azevedo * Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade. Resumo A redução das desigualdades sociais tem sido

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO

Leia mais

II Escola Regional de Verão MOST/UNESCO para América Latina e Caribe

II Escola Regional de Verão MOST/UNESCO para América Latina e Caribe PROGRAMA MOST / UNESCO CENTRO LATINOAMERICANO DE ECONOMIA HUMANA (URUGUAI) UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (BRASIL) II Escola Regional de Verão MOST/UNESCO para América Latina e Caribe Políticas e Gestão

Leia mais

Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS

Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde COLÓQUIO Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS PAINEL III Subtema 2: Primeira infância e gravidez na adolescência: O

Leia mais

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL 4ª Edição QUANDO O BRASIL SE JUNTA, TODO MUNDO GANHA. Secretaria-Geral da Presidência da República Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Movimento Nacional

Leia mais

Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal

Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal O que é Transmissão Vertical HIV e Sífilis? A transmissão vertical do

Leia mais

I Fórum Nacional de Produtos para Saúde no Brasil. Cenário Atual e Perspectivas Futuras para ATS de Equipamentos Médicos e Diagnósticos.

I Fórum Nacional de Produtos para Saúde no Brasil. Cenário Atual e Perspectivas Futuras para ATS de Equipamentos Médicos e Diagnósticos. I Fórum Nacional de Produtos para Saúde no Brasil Cenário Atual e Perspectivas Futuras para ATS de Equipamentos Médicos e Diagnósticos Murilo Contó CONITEC Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Incorporação de Tecnologias no SUS

Incorporação de Tecnologias no SUS Incorporação de Tecnologias no SUS Seminário Inovação Tecnológica em Saúde no SUS IS SES/SP Fernanda Laranjeira Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Departamento de

Leia mais

Financiamento da saúde

Financiamento da saúde Financiamento da saúde Sessão de debates temáticos no Senado Federal Senado Federal 19 de setembro de 2013 O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um

Leia mais

Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009. Relatório Final

Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009. Relatório Final Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009 Relatório Final 1 Comitê de Organização Liliana Pittaluga PN DST-Aids/SVS/MS Nara Santos - UNODC

Leia mais

VIII CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DE SAÚDE

VIII CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DE SAÚDE VIII CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTRAS E MINISTROS DE SAÚDE Colônia, Uruguai 5 e 6 de outubro de 2006 DECLARAÇÃO DE COLÔNIA DE SACRAMENTO 1 As Ministras e Ministros de Saúde de Ibero-américa ou

Leia mais

23/06/2008 Nº 183. Educação e saúde juntos na prevenção às DST/Aids

23/06/2008 Nº 183. Educação e saúde juntos na prevenção às DST/Aids 23/06/2008 Nº 183 Clima escolar influencia desempenho de estudantes da América Latina Pesquisa realizada pelo Laboratório Latino-Americano de Avaliação da Qualidade da Educação (LLECE), com apoio do Escritório

Leia mais

Organização Mundial da Saúde

Organização Mundial da Saúde TRADUÇÃO LIVRE, ADAPTADA AO PORTUGUÊS PELA OPAS/OMS BRASIL. Organização Mundial da Saúde Uma Resposta Sustentável do Setor Saúde ao HIV Estratégia mundial do setor da saúde contra o HIV/aids para 2011-2015

Leia mais

A gestão pública A CNTU e a Saúde no Brasil São Paulo 15 de julho de 2011

A gestão pública A CNTU e a Saúde no Brasil São Paulo 15 de julho de 2011 A gestão pública A CNTU e a Saúde no Brasil São Paulo 15 de julho de 2011 Rosana Fiorini Puccini Professora titular da Escola Paulista de Medicina Unifesp Coordenadora Das Ações Estratégicas em Educação

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL Criar dados sobre a população de gays, HSH e travestis. Encaminhamentos (SINAN x campos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73 PARECER DEFISC Nº 09/2012 Porto Alegre, 11 de maio de 2012. Laudo para teste rápido de gravidez por profissionais de Enfermagem. I - Relatório Trata-se de solicitação de dúvida, encaminhada por profissional

Leia mais

TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO

TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO Ministério da Saúde TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO Brasília - DF 2014 Ministério da Saúde TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO

Leia mais

COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1

COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1 COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1 BISOGNIN, Patrícia 2 ; SIQUEIRA, Alessandro 2 ; BÖELTER, Débora Cardoso 2 ; FONSECA, Mariana 2 ; PRUNZEL

Leia mais

Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ

Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ PROGRAMA PRELIMINAR DO IV SEMINÁRIO DA REDE BRASILEIRA DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO Dia 13.08.2012 (2a. feira) Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ

Leia mais

Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ

Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ PROGRAMA PRELIMINAR DO IV SEMINÁRIO DA REDE BRASILEIRA DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO Dia 13.08.2012 (2a. feira) Local: Edifício Ventura Corporate Towers Av. República do Chile, 330 8 o. Andar Rio de Janeiro/RJ

Leia mais

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente 29 de julho de 2015 Capacitação em segurança do paciente para a vigilância sanitária SESA-PR Rosângela Gomes Benevides Coordenadora de

Leia mais

Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015

Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015 Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015 Histórico Educação para Todos (Dakar, Senegal, Abril de 2000) Seis objetivos de EPT: Expandir e melhorar a educação e os cuidados na primeira infância Universalizar

Leia mais

Fundo de População das Nações Unidas. GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015

Fundo de População das Nações Unidas. GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015 Fundo de População das Nações Unidas GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015 Fundo de População das Nações Unidas Cooperação Internacional para o Desenvolvimento Expansão das liberdades individuais

Leia mais

Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares

Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares Campinas, Abril de 2014 Violência contra as Mulheres: dados Internacional: 1 de cada

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Relatório da I Reunião do Conselho Consultivo da EVIPNet Brasil No dia 29 de maio de 2009

Leia mais

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe 11 de julho de 2010 PORTUGUÊS ORIGINAL: ESPANHOL PROGRAMA Segunda-feira, 12 de julho de 2010 16h às 20h Entrada Registro de participantes 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva

Leia mais

Doxiciclina para tratamento da Sífilis

Doxiciclina para tratamento da Sífilis Doxiciclina para tratamento da Sífilis N o 157 Outubro/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DIA 3 DE OUTUBRO. Abertura solene(9:00 às 10:30)

PROGRAMAÇÃO DIA 3 DE OUTUBRO. Abertura solene(9:00 às 10:30) Seminário Nacional sobre Tráfico de Pessoas Tema: Desafios para o enfrentamento ao tráfico de pessoas no Brasil, numa perspectiva de proteção dos sujeitos vulneráveis Data: 03 e 04/10/2007 Local: Auditório

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO Grupo de Trabalho 4: Fortalecendo a educação e o envolvimento da sociedade civil com relação ao vírus HIV, malária

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS GOIÁS OBJETIVOS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS E PARCERIAS Estimular 80% da população de gays, HSH e travestis do

Leia mais

Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005

Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005 Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005 PROGRAMA Pré - Seminário HORÁRIO LOCAL ATIVIDADES 8h30 16h00 Encontro Regional do Centro de Referência da ABORDA Nordeste Encontro das Associações

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS SERGIPE

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS SERGIPE PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS SERGIPE METAS ATIVIDADES PARCERIAS EXECUSSÃO CRONOGRAMA - Articular através da criação de uma rede via internet

Leia mais

SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República

SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República A G E N D A SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República 01/10/2013 ATIVIDADE Reunião com diretora Regional para América Latina e Caribe - UNFPA,

Leia mais

AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE

AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Conceito: São arranjos organizativos de ações e serviços de saúde, de diferentes densidades tecnológicas, que integradas por meio de sistemas de apoio técnico, logístico e de

Leia mais

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Jornal Em Tempo País Página B6-14/10/2014 Jornal Acrítica Cidades Página C3-14/10/2014 Portal Amazonas Em Rede Amazonas - 13 de outubro de 2014 Fonte: http://www.amazonianarede.com.br/prefeitura-ja-vacinou-mais-de-

Leia mais

Redução da mortalidade na infância no Brasil. Setembro de 2013

Redução da mortalidade na infância no Brasil. Setembro de 2013 Redução da mortalidade na infância no Brasil Setembro de 2013 Taxa de mortalidade na infância 62 Redução de 77% em 22 anos (em menores de 5 anos) 1990 33 14 2000 *Parâmetro comparado internacionalmente

Leia mais

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE II CONFERÊNCIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL Instrumental de Trabalho baseado nas Propostas Aprovadas na I Conferencia Estadual

Leia mais

Plano Operacional. para Redução da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis. Brasil

Plano Operacional. para Redução da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis. Brasil Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Secretaria de Assistência à Saúde Plano Operacional para Redução da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis Brasil 2007 2007 Ministério da Saúde É

Leia mais

Termos de Referência Projeto BRA5U201

Termos de Referência Projeto BRA5U201 Plano Integrado de enfrentamento à epidemia Projeto: BRA5U201 Fortalecimento das capacidades nacionais para a promoção e atenção à saúde sexual e reprodutiva e redução da morbi-mortalidade materna Produto

Leia mais