Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de de Novembro Segunda-feira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de 2008. 17 de Novembro Segunda-feira"

Transcrição

1 I Conferência Brasileira de Monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio do Setor Saúde I Conferência Internacional de Monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio do Setor Saúde Check-in no hotel a partir das 12 horas Programação PRELIMINAR 18 a 20 de Novembro de de Novembro Segunda-feira 10:00 11:00 11:00 11:10 11:10 11:30 11:30 11:40 11:40 12:10 12:10 15:00 15:00 15:30 15:30 17:30 18 de Novembro Terça-feira Solenidade de abertura com a participação do Secretário Geral do Itamaraty, Presidente da Mesa de Abertura, o Ministro de Estado da Saúde, José Gomes Temporão e autoridades presentes. Assinatura de portarias para o Único de Saúde referentes aos ODMs 4, 5 e 6: criação da rede Amamenta- Brasil; criação da rede perinatal Norte-Nordeste; reafirmação do Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal até 2015 (conclusão dos ODMs), com incorporação dos Ministérios da Educação, Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Defesa e Secretaria Especial da Juventude, CFP, FENAM e Portaria AIDS. Coffee-Break Apresentação do vídeo 20 anos do SUS Conferência Os impactos do Único de Saúde do Brasil no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Ministro de Estado e Presidente da I Conferência Nacional e Internacional dos ODMs no Setor Saúde José Gomes Temporão Almoço Introdução Orientações sobre a metodologia dos trabalhos e as expectativas com relação à Conferência, à Carta de Brasília e o relatório final. Painel 1: ODM 4 Reduzir a mortalidade na infância Tema norteador: Estratégias de enfrentamento do óbito neonatal e infantil e qualificação do acompanhamento do desenvolvimento da criança até os 5 anos. Debatedor Nome Instituição Tema da exposição Tempo Thereza campos ou Paulo Caput Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde - CONASEMS Sônia Lansky Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e CONASEMS 1 mesa e orientações gerais Introdução e conclusão do painel Expositor 1 Carmen Governo da Espanha O Banco de Leite Humano de Madrid: Medina López projeto e desenvolvimento Expositor 2 João Aprigio Rede Ibero-americana / Indicações de experiências exitosas FIOCRUZ Expositor 3 Dr. Antonio Ministério de Saúde de Cuba Intervenções e conquistas relacionadas

2 Expositor 4 Expositor 5 González Fernández Nils Kastberg Diretor Regional para América Latina e Caribe - UNICEF Ruben Panizza Governo do Uruguai / Centro Latino-americano de Perinatologia (CLAP) ao ODM-4 em Cuba Panorama regional Objetivos de Desenvolvimento do Milênio no Uruguai: sua conquista através da Rede de Bancos de Leite do Uruguai 17:30 18:00 18:00 20:00 Coffee-Break Plenária Coordenação: Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) / Ministério (MS) 20:00 Coquetel Componentes da mesa: Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) / OPAS / UNICEF / UNFPA / Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) / Representação de um país Intervenções especiais: PNUD, CEPAL, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e Conselho Nacional de Saúde (CNS). Cada intervenção das organizações durará 10 minutos. Haverá 1h20 de debates. Cada pessoa inscrita para participar da Plenária terá 3 minutos. 08:30 10:30 19 de Novembro Quarta-feira (nos dias 19 e 20 os trabalhos prosseguem no Hotel Grand Bittar) Painel 2: ODM 5 Melhorar a saúde materna Tema norteador: Linhas de Cuidado na atenção ao pré-natal, parto e puerpério, e atenção às urgências e emergências obstétricas. Debatedor Expositor 1 Expositor 2 Expositor 3 Nome Instituição Tema da exposição Tempo Dra. Noemí Mancuello de Alum Dra. Laura de Thomas Marcos Leite Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde - CONASS Rede Interagencial de Informações para a Saúde - RIPSA Ministério da Saúde do Paraguai Sub-Diretora Geral de Saúde da População, Ministério da Saúde do Panamá Rede de Humanização do Parto e Nascimento (REHUNA) Fundo de População das Nações Unidas - UNFPA, escritório regional para Amáerica Latina e Caribe Ana Guezmes Assessora Expositor 4 Técnica em Saúde Reprodutiva e Direitos Expositor 5 Adson França Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade 2 mesa e orientações gerais Introdução e conclusão do painel Intervenções e conquistas relacionadas ao ODM-5 no Paraguai Intervenções e conquistas relacionadas ao ODM-5 no Panamá Políticas de Parto Humanizado no Brasil Acesso universal à Saúde Sexual e Reprodutiva: condição fundamental para o alcance do ODM 5 Estratégias entre gestores e sociedade civil para redução da mortalidade

3 Expositor 6 Otaliba Libânio Materna e Neonatal/ DAPES / SAS / Ministério Departamento de Análise de Situação da Saúde/SAS/Ministério da Saúde do Brasil materna e neonatal s de Informação em Saúde e estratégias normativas para qualificar e monitorar o cumprimento do ODM 5 10:30 13:00 Grupos de Trabalho simultâneos: 1, 2, 3, 4 e 5 com a presença de representantes de países e agências do, CNS, CONASS, CONASEMS e. Grupo de Trabalho 1 Secretaria Executiva/MS Cristião Rosas Grupo de Trabalho 2 Secretaria Executiva/MS Secretaria Executiva/Ministério da Saúde do Brasil OPAS FEBRASGO Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia 3 Mais Saúde e Pacto pela Saúde Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Departamento de Atenção Dra. Tais Santos Básica/SAS/MS Fundo de População das Nações Unidas, Brasil Herdy Alves ABENFO Associação Brasileira de Enfermeiras Obstetras e Obstetrizes. Grupo de Trabalho 3 Estratégia Saúde da Família Departamento de Atenção Especializada/SAS/MS Departamento de Atenção Especializada/SAS/MS Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres/ Presidência da república do Brasil UNIFEM Clair Castilho Rede Feminista de Saúde

4 e Carmen Cardoso Grupo de Trabalho 4 Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério Secretaria de Vigilância em Grupo de Trabalho 5 Saúde/Ministério Programa Nacional de DST/AIDS/ Ministério UNICEF Brasileira de Pediatria Transmissão vertical André Luis Bonifácio de Carvalho Iandara de Moura Silva Ana Maria Costa Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil mesa e orientações gerais Atenção à saúde de populações vulneráveis Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa/ Ministério da Saúde do Brasil PNUD Dra. Lucia Xavier a de CRIOLA 13:00 14:30 14:30-16:30 Almoço Painel 3: - Enfrentamento da Epidemia de HIV/AIDS, Malária e outras doenças endêmicas Tema: Prevenção e acesso ao diagnóstico e tratamento do HIV/AIDS, Malária e Tuberculose. Nome Instituição Tema da exposição Tempo FIOCRUZ mesa e orientações gerais Debatedor Jarbas Barbosa OPAS Introdução e conclusão do painel Expositor 1 Expositor 2 Expositor 3 Mariângela Simão Programa Nacional de DST/AIDS, Ministério da Saúde do Brasil 4 HIV e AIDS uma experiência de integração programática Luiz Lourez UNAIDS Os novos desafios da resposta global à AIDS e o impacto nos países africanos Ministério da Saúde do Governo da Colômbia Malaria

5 Expositor 4 Expositor 5 Expositor 6 Sugestão: coordenação de Tuberculose/ Governo do Peru Enfrentamento da tuberculose na atenção primária Jorge Bermudez UNITAID UNITAID, um mecanismo inovador para acelerar o aceso a medicamentos para HIV/AIDS, Tuberculose e Malaria Realizações e Desafios Nilcéa Freire, Secretaria Especial de Políticas Plano Nacional de Políticas para Ministra de para Mulheres / Presidência da Mulheres: direitos sexuais e Estado Republica reprodutivos, enfrentamento à feminização da aids e à violência de gênero contra mulheres. 16:30-17:00 17:00 20:00 Coffee-Break Plenária Coordenação: Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa Componentes da Mesa: SEPM / SEPPIR / SAS / SVS / OPAS / UNICEF / UNFPA / Representação de um país Intervenções especiais: UNESCO, Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (SGTES) (Francisco Campos), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos estratégicos (SCTIE) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Cada intervenção das organizações durará 10 minutos. Haverá 1h20 de debates. Cada pessoa inscrita para participar da Plenária terá 3 minutos. 08:30 11:00 20 de Novembro Quinta-feira Grupos de Trabalho simultâneos: 1, 2, 3, 4 e 5 com a presença de representantes de países e agências do, CNS, CONASS, CONASEMS e ONGs. Grupo de Trabalho 1 Itajaí Albuquerque Jacqueline Gagliardi Márcia Motta Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério a Geral de Fomento em Pesquisa em Saúde/ SCTIE/ Ministério UNAIDS Indicada pela Aids mesa e orientações gerais Síntese do Grupo de Trabalho 2 Nome Instituição Apresentação Tempo 5

6 FIOCRUZ mesa e orientações gerais FIOCRUZ Grupo de Trabalho 3 Dra Fernanda Lopes PNDST / AIDS / SVS / MS Fundo de População das Nações Unidas, Brasil Indicada pela Aids Planos Integrado de Enfrentamento da Feminização da Epidemia de AIDS, e Plano de Enfrentamento da Epidemia de AIDS para Gays, HSH e Travestis. Governo brasileiro Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária mesa e orientações gerais Grupo de Trabalho 4 Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde/ Ministério UNESCO mesa e orientações gerais Qualificação da força de trabalho em saúde Grupo de Trabalho 5 6

7 Erika Pisaneschi Departamento de Ações Programáticas Estratégicas/ Ministério Departamento de Ações Programáticas Estratégicas/ Ministério Programa Nacional de Hanseníase/ MS mesa e orientações gerais Enfrentamento da Hanseníase no Brasil PNUD MOHAN Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase Nos grupos de trabalho estão sendo convidados para exposição as seguintes representações da sociedade civil: Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASO), Brasileira de Pediatria, Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (ABENFO), Rede pela Humanização do Parto e Nascimento (REHUNA), População Negra (CRIOLA), entidades vinculadas à AIDS, Hanseníase, Tuberculose e Malaria, Rede Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, entre outros. 11:00 13:00 Intervenção especial da SEPPIR (10 minutos) Plenária com discussão sobre a Carta de Brasília e relatório final Coordenação: SVS Componentes da Mesa: SAS / SGEP / PNUD / OPAS / CONASEMS / Representação de um país 13:00 14:00 14:00 16:00 Almoço Solenidade de encerramento e leitura da Carta de Brasília com a presença do Senhor Ministro José Gomes Temporão 21 de Novembro Sexta-feira Check-out do hotel até as 13 horas 7

I Conferência Internacional

I Conferência Internacional Ministério da Saúde I Conferência Internacional de Monitoramento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio no Setor Saúde: Rumo ao Alcance das Metas de 2015 ODM Saúde Brasil Volume II Brasília-DF 2010

Leia mais

POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA

POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA POLÍTICAS SOCIAIS E A ASSISTÊNCIA À SAÚDE MATERNA CONCEITO DE SAÚDE da OMS Saúde é o perfeito bem estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. Portanto: Ter saúde é fenômeno complexo

Leia mais

PROJETO 3º Encontro de Enfermagem Ginecológica do Estado do Rio de Janeiro

PROJETO 3º Encontro de Enfermagem Ginecológica do Estado do Rio de Janeiro PROJETO 3º Encontro de Enfermagem Ginecológica do Estado do Rio de Janeiro A Prática da Linha de Cuidado na Saúde Integral da Mulher no SUS: Fortalecendo os Nexos na Inserção da Integralidade do Cuidado

Leia mais

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO 1 1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO O compromisso do Brasil com os Objetivos do Milênio, de redução da mortalidade infantil, coloca como prioritárias as ações que se dirigem à saúde

Leia mais

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar)

Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira. 04.08.2008 Segunda-feira. Abertura do Evento. (Auditório 2º Andar) Dia 04 de agosto de 2008 Segunda-feira da Início: Duração 120 min 04.08.2008 Segunda-feira Abertura do Evento (Auditório 2º Andar) Almoço 12:30h Intervalo 14:00h - 90 min 15:50h 15:50h 17:20h - 20 min

Leia mais

Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares

Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares Pronunciamento da Deputada Telma de Souza no dia 09 de Agosto de 2005 Breves Comunicações Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares Para dar ciência à Câmara Federal, solicitando sua transcrição

Leia mais

Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde. Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde

Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde. Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Alcance dos ODMs pelo Brasil Metas da Saúde Dr. Jarbas Barbosa Secretário de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Brasília- DF, 25 de abril de 2012 ObjeHvos de Desenvolvimento do Milênio - ODM Obje%vo

Leia mais

A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO

A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO A POLÍTICA DE PROTEÇÃO DA MATERNIDADE JULIO MAYER DE CASTRO FILHO Ministério da Saúde Diretrizes gerais Pacto pela Saúde Estados ComissãoBi partite Municípios Plano Municipal de Saúde Objetivos Ações estratégicas

Leia mais

Estratégia de Controle da MORTALIDADE MATERNA

Estratégia de Controle da MORTALIDADE MATERNA Secretaria da Saúde do RS Departamento de Ações em Saúde SEÇÃO DE SAÚDE DA MULHER Estratégia de Controle da MORTALIDADE MATERNA Dr. Jorge Telles MORTALIDADE MATERNA NO MUNDO Canadá e EUA: 9 óbitos / 100.000

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes

ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes ODM 5 Melhorar a saúde das gestantes Meta 6 do ODM 5 Reduzir em ¾ entre 1990 e 2015 a taxa de mortalidade materna De 140 mortes por 100.000 NV no ano 2000 para 35 mortes em 2015 1990 1991 1992 1993 1994

Leia mais

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A partir dos esforços para melhorar a saúde materno-infantil, tais como: Programa de Humanização do Parto e Nascimento

Leia mais

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Política Municipal de Saúde Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BH -REDE ASSISTENCIAL 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF 2.420 ACS CERSAM, UPA, outros 34 hospitais conveniados

Leia mais

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPACTO DA VIOLÊNCIA NA SAÚDE DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ VOCÊ É A PEÇA PRINCIPAL PARA ENFRENTAR ESTE PROBLEMA Brasília - DF 2008

Leia mais

Alta Mortalidade Perinatal

Alta Mortalidade Perinatal Alta Mortalidade Perinatal SMS de Piripiri CONASEMS Conselho Consultivo EVIPNet Brasil Capacitação do Núcleo de Evidências em Saúde / Estação BVS de Belo Horizonte em Formulação de Políticas de Saúde e

Leia mais

A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO

A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO A CONSULTA NACIONAL SOBRE DST/AIDS, DIREITOS HUMANOS E PROSTITUIÇÃO ocorreu em Brasília de 26 a 28 de fevereiro de 2008. Contou com participação de representantes da ANTRA Associação Nacional de Travestis,

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 1- Erradicar a extrema pobreza e a fome Meta 1: Reduzir pela metade, entre 1990 e 2015, a proporção da população com renda

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONFERÊNCIA SOBRE OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO Grupo de Trabalho 4: Fortalecendo a educação e o envolvimento da sociedade civil com relação ao vírus HIV, malária

Leia mais

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS

FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS FONSEAS I Encontro Nacional da Gestão Estadual do SUAS BRASIL 8,5 milhões de Km²; 192 milhões de habitantes; 26 Estados e 01 Distrito Federal; 5.564 municípios (70,3 % com menos de 20.000 habitantes);

Leia mais

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP

CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP CRT DST/Aids Coordenação Estadual DST/Aids SP 2012 6º Objetivo de Desenvolvimento do Milênio COMBATER O HIV/AIDS, A MALÁRIA E OUTRAS DOENÇAS A inclusão do combate ao HIV/Aids nas Metas do Milênio, foi

Leia mais

SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida

SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida SAúDE e PReVENÇãO NaS ESCoLAS Atitude pra curtir a vida UNAIDS/ONUSIDA Relatório para o Dia Mundial de Luta contra AIDS/SIDA 2011 Principais Dados Epidemiológicos Pedro Chequer, Diretor do UNAIDS no Brasil

Leia mais

Governo treina gestores municipais para reduzir mortalidade materna 6

Governo treina gestores municipais para reduzir mortalidade materna 6 Publicação Científica do Curso de Bacharelado em Enfermagem do CEUT. Ano 2010 (4). Edição 20 Nathayana de Sousa Soares 1 Rayane Francisca Costa Coutinho 2 Rosiany Dantas Queiroz 3 Selonia Patricia Oliveira

Leia mais

Relatório Síntese 14ª REUNIÃO PLENÁRIA DA COMISSÃO NACIONAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DO PACTO PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL

Relatório Síntese 14ª REUNIÃO PLENÁRIA DA COMISSÃO NACIONAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DO PACTO PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL Relatório Síntese 14ª REUNIÃO PLENÁRIA DA COMISSÃO NACIONAL DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DO PACTO PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL Local: Hotel Nacional Salão Vermelho B Setor Hoteleiro Sul

Leia mais

Estratégias para eliminação da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis

Estratégias para eliminação da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis Estratégias para eliminação da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis 1)Contextualização da Transmissão Vertical de HIV e de Sífilis A transmissão vertical do HIV (TVHIV) acontece pela passagem do vírus

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos Agenda de Compromissos Governo Federal e Municípios 1. Erradicar a extrema pobreza e a fome 2. Educação básica de qualidade para todos 3. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres

Leia mais

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 Departamento de Gestão da Vigilância em Saúde-DAGVS Secretaria de Vigilância em Saúde dagvs@saude.gov.br 06/03/2012 IMPLEMENTAÇÃO DO DECRETO

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZATIVA

ESTRUTURA ORGANIZATIVA ESTRUTURA ORGANIZATIVA 1. COORDENAÇÃO 1.1 COMITÊ EXECUTIVO O Comitê Executivo tem entre suas funções a de encaminhar os processos aprovados na Comissão Organizadora e tomar as decisões decorrentes desses

Leia mais

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar

A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar. Agência Nacional de Saúde Suplementar A redução do parto cesáreo: o papel do SUS e da saúde suplementar Agência Nacional de Saúde Suplementar Jacqueline Alves Torres CONASEMS Belém, 2008 O Setor Suplementar de Saúde Antes da Regulamentação:

Leia mais

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS

O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O papel das Organizações do Movimento Negro no enfrentamento da epidemia. RAQUEL SOUZAS O processo de construção da informação a partir do quesito cor O Movimento( DE MULHERES) NEGRO(AS) e a Saúde DIRETOS

Leia mais

Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS. Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015

Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS. Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015 Protagonismo Juvenil 120ª Reunião da CNAIDS Diego Callisto RNAJVHA / Youth Coalition for Post-2015 E como está a juventude HOJE aos olhos da sociedade? - 22% perderam a virgindade antes dos 15 anos - 18%

Leia mais

Institui a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os

Institui a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 992, DE 13 DE MAIO DE 2009 Institui a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que

Leia mais

Fundo de População das Nações Unidas. GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015

Fundo de População das Nações Unidas. GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015 Fundo de População das Nações Unidas GIFE - Rede Temática Saúde 14 de julho de 2015 Fundo de População das Nações Unidas Cooperação Internacional para o Desenvolvimento Expansão das liberdades individuais

Leia mais

Organização Mundial da Saúde

Organização Mundial da Saúde TRADUÇÃO LIVRE, ADAPTADA AO PORTUGUÊS PELA OPAS/OMS BRASIL. Organização Mundial da Saúde Uma Resposta Sustentável do Setor Saúde ao HIV Estratégia mundial do setor da saúde contra o HIV/aids para 2011-2015

Leia mais

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015

PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA PLANO OPERATIVO PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA 2012-2015 Brasília - DF 2012 1 O presente Plano

Leia mais

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL

GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL GUIA DO PRÊMIO ODM BRASIL 4ª Edição QUANDO O BRASIL SE JUNTA, TODO MUNDO GANHA. Secretaria-Geral da Presidência da República Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Movimento Nacional

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

BH - REDE ASSISTENCIAL

BH - REDE ASSISTENCIAL BH - REDE ASSISTENCIAL 2.300.000 habitantes 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF cobertura 80% 2.420 ACS CERSAM e UPA regionais 34 hospitais 7 maternidades SUS Assistência - Regulação -

Leia mais

Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil. Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade.

Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil. Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade. Desigualdades em saúde - Mortalidade infantil Ruth Rangel * Fernanda Azevedo * Palavras-chave: mortalidade infantil; qualidade de vida; desigualdade. Resumo A redução das desigualdades sociais tem sido

Leia mais

Balanço dos resultados da 44ª. Sessão da Comissão de População e Desenvolvimento de 2011

Balanço dos resultados da 44ª. Sessão da Comissão de População e Desenvolvimento de 2011 Balanço dos resultados da 44ª. Sessão da Comissão de População e Desenvolvimento de 2011 Beatriz Galli Ipas Desde a Conferência Internacional de População e Desenvolvimento do Cairo em 1994, a comunidade

Leia mais

Política Nacional de Educação Permanente em Saúde

Política Nacional de Educação Permanente em Saúde Política Nacional de Educação Permanente em Saúde Portaria GM/MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007 substitui a Portaria GM/MS nº 198, de 13 de fevereiro de 2004 e Proposta de Alteração Pesquisa de Avaliação

Leia mais

O QUE É A REDE CEGONHA?

O QUE É A REDE CEGONHA? Desafios da Atenção Básica em Tempos de Rede Cegonha - O que temos e o que queremos? Portaria n 1.459, de 24/06/11 O QUE É A REDE CEGONHA? Estratégia inovadora do Ministério da Saúde que visa organizar

Leia mais

Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba

Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba Plano de Enfrentamento da Epidemia da Aids e das DST entre Gay, HSH e Travestis - Curitiba Coordenação de DST e Aids Municipal da Saúde janeiro de 2009 1. Implementação e levantamento de pesquisas para

Leia mais

Princípios Gerais. Política Nacional de Saúde Integral da População Negra 15/10/2012

Princípios Gerais. Política Nacional de Saúde Integral da População Negra 15/10/2012 Princípios Gerais Política Nacional de Saúde Integral da População Negra PORTARIA Nº 992, DE 13 DE MAIO DE 2009 Profª Carla Pintas A Constituição de 1988 assumiu o caráter de Constituição Cidadã, em virtude

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO

Leia mais

A Saúde da Criança em Angola

A Saúde da Criança em Angola REPÚBLICA DE ANGOLA III Jornadas Médicas de Pediatria A Saúde da Criança em Angola Local: Anfiteatro Clínica Girassol Luanda, 2 a 6 de Dezembro 2008 I. Introdução A Sociedade Angolana de Pediatria (SAP),

Leia mais

Cooperação Sul-Sul em População: Boas práticas da parceria entre o Governo do Brasil e o UNFPA 2 0 0 2-2 0 0 6 2 0 07-2 0 1 1

Cooperação Sul-Sul em População: Boas práticas da parceria entre o Governo do Brasil e o UNFPA 2 0 0 2-2 0 0 6 2 0 07-2 0 1 1 Cooperação Sul-Sul em População: Boas práticas da parceria entre o Governo do Brasil e o UNFPA Fundo de População das Nações Unidas 2 0 0 2-2 0 0 6 2 0 07-2 0 1 1 Ministério das Relações Exteriores Agência

Leia mais

Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal

Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal Plano de Qualificação das Linhas de Cuidados da Transmissão Vertical do HIV e da Sífilis nos Estados do Semiárido e Amazônia Legal O que é Transmissão Vertical HIV e Sífilis? A transmissão vertical do

Leia mais

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal Grupo temático: Direito à vida, à saúde e a condições

Leia mais

Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS

Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde COLÓQUIO Fortaleza, novembro, 2013 Marema Patrício Assessora Técnica CONASEMS PAINEL III Subtema 2: Primeira infância e gravidez na adolescência: O

Leia mais

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis.

Objetivo 2 Ampliar e qualificar o acesso integral e universal à prevenção das DST/HIV/aids para Gays, outros HSH e Travestis. Histórico 1º semestre de 2008 Elaboração do Plano Nacional de Enfrentamento da Epidemia de Aids e das DST entre gays, hsh e travestis Agos/08 Oficina Macro Sudeste para apresentação do Plano Nacional Set/08

Leia mais

TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO

TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO Ministério da Saúde TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO E ELIMINAÇÃO Brasília - DF 2014 Ministério da Saúde TRANSMISSÃO VERTICAL DO HIV E SÍFILIS: ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO

Leia mais

II. AÇÕES ESTRATÉGICAS REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL

II. AÇÕES ESTRATÉGICAS REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL O PACTO NACIONAL PELA REDUÇÃO DA MORTALIDADE MATERNA E NEONATAL * I. ESTRATÉGIAS PARA IMPLEMENTAÇÃO ARTICULAÇÃO COM A SOCIEDADE CIVIL FORTALECENDO O CONTROLE SOCIAL O envolvimento de diferentes atores

Leia mais

reduzir a mortalidade infantil

reduzir a mortalidade infantil objetivo 4. reduzir a mortalidade infantil A mortalidade infantil reflete as condições socioeconômicas e ambientais de uma região assim como a condição de acesso a um sistema de saúde de qualidade. Além

Leia mais

Gravidez na adolescência por anos de estudo Mulheres 15-19 anos

Gravidez na adolescência por anos de estudo Mulheres 15-19 anos X- CONGRESSO NORTE-NORDESTE DE REPRODUÇÃO HUMANA XXVI- JORNADA PARAIBANA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - 2007 Gravidez na Adolescência e Abortamento Dr. Ney Costa GRAVIDEZ NÃO PLANEJADA NA ADOLESCÊNCIA

Leia mais

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 Institui no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças

Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças META Até 2015, ter detido a propagação do HIV/Aids e começado a inverter a tendência atual. 6a META Alcançar, até, o acesso universal ao tratamento para

Leia mais

PREVENÇÃO DAS DOENÇAS MODERNAS NA MULHER MODERNA. Albertina Duarte Takiuti

PREVENÇÃO DAS DOENÇAS MODERNAS NA MULHER MODERNA. Albertina Duarte Takiuti PREVENÇÃO DAS DOENÇAS MODERNAS NA MULHER MODERNA Albertina Duarte Takiuti Metas para o Milênio: Erradicar a extrema pobreza e a fome Atingir o ensino básico universal Promover a igualdade entre os sexos

Leia mais

Termos de Referência Projeto BRA5U201

Termos de Referência Projeto BRA5U201 Plano Integrado de enfrentamento à epidemia Projeto: BRA5U201 Fortalecimento das capacidades nacionais para a promoção e atenção à saúde sexual e reprodutiva e redução da morbi-mortalidade materna Produto

Leia mais

Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009. Relatório Final

Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009. Relatório Final Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009 Relatório Final 1 Comitê de Organização Liliana Pittaluga PN DST-Aids/SVS/MS Nara Santos - UNODC

Leia mais

Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola

Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola Consultoria para avaliar a atividade de monitoramento e implementação do Programa Brasil Quilombola 1. Programa: Atividade do Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia.

Leia mais

Centre of Excellence for Early Childhood Development

Centre of Excellence for Early Childhood Development Centre of Excellence for Early Childhood Development www.excellence-earlychildhood.ca - cedje-ceecd@montreal.ca Centro de Excelência para o Desenvolvimento na Primeira Infância (CEDPI), Universidade de

Leia mais

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL

PAM REVISADO/ABERTO PELO PROGRAMA NACIONAL ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA GESTÃO DO SUS Órgão: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná CNPJ: 76.416.866/0001-40 Dirigente: Michele Caputo Neto Profissão: Secretario Estadual de Saúde RG: 048149-6 SSPPr CPF:

Leia mais

Doxiciclina para tratamento da Sífilis

Doxiciclina para tratamento da Sífilis Doxiciclina para tratamento da Sífilis N o 157 Outubro/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM I Código: ENF - 209 Pré-requisito:

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CONSENSO

DECLARAÇÃO DE CONSENSO Consulta Técnica sobre HIV e Alimentação Infantil realizada em nome da IATT Equipe de Trabalho Inter Agencias sobre a Prevenção de infecções pelo HIV em mulheres grávidas, mães e seus bebes Genebra, 25

Leia mais

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 14/10/2014 Jornal Em Tempo País Página B6-14/10/2014 Jornal Acrítica Cidades Página C3-14/10/2014 Portal Amazonas Em Rede Amazonas - 13 de outubro de 2014 Fonte: http://www.amazonianarede.com.br/prefeitura-ja-vacinou-mais-de-

Leia mais

Programa: Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero e Raça

Programa: Programa Interagencial para a Promoção da Igualdade de Gênero e Raça TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA ACOMPANHAR O SEMINÁRIO - REFERÊNCIAS CURRICULARES PARA A LEI 10.639/03, REGISTRAR E SISTEMATIZAR AS CONTRIBUIÇÕES E PROPOSIÇÕES LEVANTADAS DURANTE

Leia mais

CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO

CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA SOBRE MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL WORKSHOP: OS OITO OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO Belo Horizonte, outubro de 2007 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA N o 173, DE 22 DE JANEIRO DE 2007 Aprova, na forma do Anexo a esta Portaria, o Regimento Interno do Comitê Permanente de Implementação e Acompanhamento

Leia mais

Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias)

Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias) Termos de Referência Consultoria Aids Tchê Grupos focais Projeto Promotor@s de Saúde da População negra BRA5U201 (2 cópias) Data limite para apresentação de candidaturas: 26/08/2013 Endereço eletrônico

Leia mais

OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO

OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO OS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA PERSPECTIVA DE GÊNERO Conjuntura Para além de enfrentarem a discriminação social e familiar, muitas mulheres ainda lutam para ultrapassar os obstáculos ao

Leia mais

Incorporação de Tecnologias no SUS

Incorporação de Tecnologias no SUS Incorporação de Tecnologias no SUS Seminário Inovação Tecnológica em Saúde no SUS IS SES/SP Fernanda Laranjeira Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Departamento de

Leia mais

REDE DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EM SAÚDE DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA EM IST, VIH E SIDA (RIDES IST - SIDA CPLP)

REDE DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EM SAÚDE DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA EM IST, VIH E SIDA (RIDES IST - SIDA CPLP) REDE DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EM SAÚDE DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA EM IST, VIH E SIDA (RIDES IST - SIDA CPLP) 1 REDE DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EM SAÚDE DA COMUNIDADE DE

Leia mais

NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NOTA CIENTÍFICA: A EVOLUÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL E A AMPLITUDE E COMPLEXIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Ana Iva Corrêa Brum Barros 1 Rayana de Carvalho Freitas 2 Prof. Esp. Gilmar dos Santos Soares

Leia mais

EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências. Brasília, 10 a 13 dezembro 2012

EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências. Brasília, 10 a 13 dezembro 2012 EVIPNet Brasil Rede para Políticas Informadas por Evidências Brasília, 10 a 13 dezembro 2012 EVIPNet - Brasil Objetivo Geral da Rede EVIPNet Estabelecer mecanismos para facilitar a utilização de produção

Leia mais

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe

PROGRAMA. 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe 1 de julho de 2010 PORTUGUÊS ORIGINAL: ESPANHOL PROGRAMA Segunda-Feira, 12 de julho de 2010 16h às 20h Lobby Registro de participantes 18h às 19h Sala 1 Quadragésima quarta reunião da Mesa Diretiva da

Leia mais

Ações do Ministério da Saúde no âmbito da Farmácia Hospitalar

Ações do Ministério da Saúde no âmbito da Farmácia Hospitalar Ações do Ministério da Saúde no âmbito da Farmácia Hospitalar Panorama das ações do Ministério da Saúde no âmbito da Farmácia Hospitalar Portaria N 4.283 de 30 de dezembro de 2010 - Diretrizes para ações

Leia mais

SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República

SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República A G E N D A SEVERINE CARMEM MACEDO Secretária Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República 01/10/2013 ATIVIDADE Reunião com diretora Regional para América Latina e Caribe - UNFPA,

Leia mais

Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS

Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS BRICS Monitor Perspectivas de Cooperação em Saúde a partir de Sanya nos BRICS Setembro de 2011 Núcleo de Cooperação Técnica e Ciência e Tecnologia BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa BRICS

Leia mais

Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015

Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015 Desenvolvimento da Agenda da Educação Pós-2015 Histórico Educação para Todos (Dakar, Senegal, Abril de 2000) Seis objetivos de EPT: Expandir e melhorar a educação e os cuidados na primeira infância Universalizar

Leia mais

Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005

Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005 Local: Mar Hotel Recife Data: 14 a 16 de dezembro de 2005 PROGRAMA Pré - Seminário HORÁRIO LOCAL ATIVIDADES 8h30 16h00 Encontro Regional do Centro de Referência da ABORDA Nordeste Encontro das Associações

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de respostas. Nº de Inscrição Nome ASSINALE A RESPOSTA

Leia mais

ESTATÍSTICAS GLOBAIS DE 2014

ESTATÍSTICAS GLOBAIS DE 2014 EMBARGADO PARA TRANSMISSÃO E PUBLICAÇÃO ATÉ ÀS 06:30 (HORÁRIO DE BRASÍLIA), TERÇA-FEIRA, 14 DE JULHO DE 2015 FICHA INFORMATIVA ESTATÍSTICAS GLOBAIS DE 2014 15 de pessoas com acesso a terapia antirretroviral

Leia mais

AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE

AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Conceito: São arranjos organizativos de ações e serviços de saúde, de diferentes densidades tecnológicas, que integradas por meio de sistemas de apoio técnico, logístico e de

Leia mais

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale

SUS SINDUSFARMA. Clarice Petramale Seminário Incorporação de Novas Tecnologias no SUS SINDUSFARMA Clarice Petramale Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde Diretora do Departamento de Gestão e Incorporação

Leia mais

PROJETO FIGO/FEBRASGO PREVENÇÃO DO ABORTO INSEGURO NO BRASL

PROJETO FIGO/FEBRASGO PREVENÇÃO DO ABORTO INSEGURO NO BRASL Cláudia Araújo de Lima ATSM/DAPES/SASMS Cristião Rosas - FEBRASGO REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PROJETO FIGO/FEBRASGO PREVENÇÃO DO ABORTO INSEGURO NO BRASL PROJETO FIGO PREVENÇÃO DO AO ABORTO INSEGURO

Leia mais

Plano Intersetorial de Atenção Integral à Saúde da Mulher

Plano Intersetorial de Atenção Integral à Saúde da Mulher GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA MULHER ANEXO 08 Plano Intersetorial de Atenção Integral à Saúde da Mulher Cais do Apolo, 222-4 e 5 andar - Bairro do Recife- Recife/PE - CEP: 50.030-905 secmulher@secmulher.pe.qov.br

Leia mais

Financiamento da saúde

Financiamento da saúde Financiamento da saúde Sessão de debates temáticos no Senado Federal Senado Federal 19 de setembro de 2013 O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS RIO GRANDE DO SUL Criar dados sobre a população de gays, HSH e travestis. Encaminhamentos (SINAN x campos

Leia mais

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Trabalho de Conclusão de Curso 2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Instituto Terzius Faculdade Redentor Análise dos Óbitos Neonatais Ocorridos na Maternidade Municipal

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS ACRE OBJETIVOS ATIVIDADES RESPONSÁVEIS E PARCERIAS CRONOGRAMA (PRAZO) Realizar reuniões com Conselhos de Saúde,

Leia mais

Rede Cegonha: Utilização dos dados do Sistema de Informação SIM/SINASC

Rede Cegonha: Utilização dos dados do Sistema de Informação SIM/SINASC Coordenadoria de Planejamento de Saúde Rede Cegonha: Utilização dos dados do Sistema de Informação SIM/SINASC Área Técnica da Saúde da Mulher SES/SP Rossana Pulcineli Vieira Francisco - Assessora Técnica

Leia mais

Chegada dos participantes 20h00 Reunião do Comitê Executivo do Conselho Americano de Esporte (CADE)

Chegada dos participantes 20h00 Reunião do Comitê Executivo do Conselho Americano de Esporte (CADE) Programação XVII Conselho Iberoamericano de Esporte (CID) XI Assembléia do Conselho Americano de Esporte (CADE) IX Assembléia Ordinária do Conselho Sul-americano de Esporte (CONSUD) Assembléia do Conselho

Leia mais

VII CONGRESSO LATINO AMERICANO DE DIREITO FLORESTAL AMBIENTAL 11-14 AGOSTO/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL [APRESENTAÇÃO]

VII CONGRESSO LATINO AMERICANO DE DIREITO FLORESTAL AMBIENTAL 11-14 AGOSTO/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL [APRESENTAÇÃO] VII CNGRESS LATIN AMERICAN DE DIREIT FLRESTAL AMBIENTAL 11-14 AGST/2009 CURITIBA - PARANÁ - BRASIL APRESENTAÇÃ CNGRESS LATIN AMERICAN DE DIREIT FLRESTAL AMBIENTAL, será realizado na cidade de Curitiba

Leia mais

Hélio Vasconcellos Lopes

Hélio Vasconcellos Lopes HIV/AIDS no Município de Santos e dados brasileiros Hélio Vasconcellos Lopes Coordenador do Programa Municipal DST/AIDS/Hepatites da Secretaria Municipal de Saúde Professor titular da Faculdade de Medicina

Leia mais

Saúde no Haiti e os desafios da cooperação sul-sul

Saúde no Haiti e os desafios da cooperação sul-sul Saúde no Haiti e os desafios da cooperação sul-sul Novembro GM 0687/2014 Editora MS Liç õ e s ap r e n didas do Pr o j e t o B r asil -Cub a-hait i Empoderando vidas. Fortalecendo nações. Para mais informações,

Leia mais

Ministério da Saúde. Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Relatório Final

Ministério da Saúde. Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário. Relatório Final Ministério da Saúde Consulta Relatório Final Brasília DF, 31 de março, 01 e 02 de abril de 2009 C o n s u l t a N a c i o n a l s o b r e H I V / A I D S n o S i s t e m a P e n i t e n c i á r i o R e

Leia mais

Organização do Sistema Único de Saúde Organization of the Health System in Brazil

Organização do Sistema Único de Saúde Organization of the Health System in Brazil Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa inistério da Saúde Organização do Sistema Único de Saúde Organization of the Health System in Brazil Brasília, março de 2014 Saúde Direito de todos e dever

Leia mais