Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 2 SÍNTESE DAS DISCUSSÕES... 3 PROGRAMA MAIS MÉDICOS... 6 ENCONTROS ESTADUAIS DE PREFEITOS E PREFEITAS...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 2 SÍNTESE DAS DISCUSSÕES... 3 PROGRAMA MAIS MÉDICOS... 6 ENCONTROS ESTADUAIS DE PREFEITOS E PREFEITAS..."

Transcrição

1 1 AJUDA MEMÓRIA SASF Junho 2013 Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 2 SÍNTESE DAS DISCUSSÕES... 3 PROGRAMA MAIS MÉDICOS... 6 ENCONTROS ESTADUAIS DE PREFEITOS E PREFEITAS... 8

2 2 INFORMAÇÕES GERAIS PAUTA: Agenda Federativa do Mês de Junho IPEA/SAF; Evolução do Programa Mais Médicos LOCAL: Auditório do Anexo I do Palácio do Planalto PARTICIPANTES: Da Presidência da República: Olmo Xavier (Subchefe Adjunto da SAF); Irene Cunha (SAF); Ricardo Pontes (Secretaria Geral); Wilson (Assessor da SAF); Maria Claudia Cabral (SAF); Orency (Secretaria Geral); Aldino Graef (Casa Civil); Regina (SAF); Maurílio Pedrosa (Gerente SAF Nordeste); Débora (SAF); Afonso Cabral (Secretaria de Assuntos Estratégicos). Eusamar (Assessoria da SASF); Danilo Furtado (Minas e Energia); Eduardo Mattedi Furquim Werneck (Ministério do Meio Ambiente); Edilene (Desenvolvimento Agrário); Maria da Conceição (Assessoria Parlamentar Ministério das Relações Exteriores); Taissa (Assessoria Parlamentar da EMBRAPA); Penha Cristina (Assessoria Parlamentar do Ministério da Pesca); Dos Ministérios e Autarquias: Antonio Lassance (IPEA); Hélio Meireles (INPI); MDIC; Eunides (SERPRO); Marcos (SERPRO); Juliana Carneiro (Ministério da Saúde); Eunice Leia (SEPIR); Antônio Craveiro (Banco Central); Deusa (Assessoria Parlamentar e Federativa do MDS); Lúcia (Sase Ministério da Educação); João Mário (Ministério da Fazenda e Assessoria Parlamentar); Márcia (Banco do Brasil Diretoria de Governo); Eunice (DNIT); Marcos Lacerda (Ministério da Previdência); Marília (Ministério da Cultura); Cristina (Ministério do Transporte);

3 3 SÍNTESE DAS DISCUSSÕES Foram apresentados e discutidos os seguintes itens e temas da Agenda Federativa: Eventos do mês: Lançamento do Plano Safra 2013 e 2014; New Cities Summit, em São Paulo, principal evento internacional sobre a gestão das regiões metropolitanas e das grandes cidades; Terceira Conferência Global contra o trabalho infantil, a realizarse em outubro em Brasília; Seminário Nacional de Agricultura Irrigada e Desenvolvimento Sustentável, em Belo Horizonte, dias 6 e 7; Fórum Mundial de autoridades locais de periferia, uma parceria entre as prefeituras de Canoas e de Nanterre; Feirão da Caixa Econômica; Copa das Confederações a realizar-se em Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife; 33º Congresso dos Municípios do Rio Grande do Sul, a realizar-se no dia 25, em Esteio, no Rio Grande do Sul; Destaque da agenda federativa do próximo mês: Marcha anual dos prefeitos realizada pela Confederação Nacional dos Municípios, a realizar-se nos dias 8,9, e 10 de julho; Agenda Federativa do Ministério da Saúde Congresso Nacional dos Secretários de Saúde Municipais, de 7 a 10 de julho; O resultado da seleção dos projetos de construção, reforma, e ampliação das Unidades Básicas de Saúde (UBS), os editais de seleção devem sair a partir do dia 17 de junho; Encerramento do programa Mais Cultura nas escolas; Encerramento das inscrições do programa pró-equidade de gênero e raça da Secretaria de Políticas para as Mulheres; Lançamento do Plano de Safra Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária, e Abastecimento (MAPA); Lançamento do Plano de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário(MDA); Definição dos novos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados -FPE O projeto está na Câmara dos Deputados, e se for alterado, terá que retornar ao Senado. Caso o Congresso não defina os novos critérios de rateio até o próximo dia 23 de junho, o Supremo Tribunal Federal vai editar uma norma a respeito. O projeto original é da senadora Vanessa Grazziotin, relatado pelo senador Walter Pinheiro, com algumas alterações propostas. Uma forma de acelerar a apreciação no Congresso é dispensar a tramitação nas Comissões. O problema é que ninguém sabe quais serão os parâmetros utilizados pelo Judiciário para definir a nova regra do FPE. É difícil chegar a um consenso sobre o tema, ainda mais se considerarmos que alguns estados menores parecem acreditar que a judicialização da FPE lhes seria mais vantajosa; Necessidade urgente de ampliação e modernização da infraestrutura Encerrada a agenda dos estados, a atenção se voltará para as obras de infraestrutura: infraestrutura urbana de forma geral, sistema público de transportes coletivos,

4 4 prevalência do transporte individual, elevação epidêmica pelas mortes por acidentes, elevação do preço dos combustíveis, e aumento do custo relativo do sistema de transporte público. Índices preocupantes: mortes em consequência de acidentes de motos cresceram muito, morte de ciclistas, engarrafamentos, protestos recorrentes contra reajuste de tarifas, em Natal/RN e Goiânia. Os empresários defendem que a desoneração de PIS e COFINS da tarifa de transporte público seja transformada em investimentos e não em redução do valor da tarifa; Legislação e Ações voltadas para melhoria da Mobilidade Urbana - O problema da mobilidade urbana afeta todos os segmentos sociais, tanto nas cidades pequenas e médias, quanto nas metrópoles. Um estudo do IPEA de 2012 mostrava que São Paulo e Rio só não perdem para Xangai em termos do tempo de deslocamento médio. O principal resultado do programa Minha Casa, Minha Vida, especialmente no Nordeste, foi a redução do déficit habitacional, mas isso aumentou a demanda por transporte, porque moradores que estavam dispersos foram reunidos em bairros. A lei de mobilidade urbana estabelece o prazo de janeiro de 2015 para a elaboração dos planos de mobilidade urbana; Regulamentação do Código Florestal nos Estados A Lei que institui o Código Florestal atribuiu novas competências aos Estados, o prazo para regulamentação venceu no inicio da semana passada, mas nenhum Estado regulamentou. A Procuradoria entrou com três ou quatro ações de inconstitucionalidade contra o novo código florestal, tentando retomar a competência da União no regramento ambiental em dispositivos da lei que a Procuradoria julgou inconstitucionais. A decisão está com o Ministro Luiz Fux, é possível que o assunto seja analisado pelo Supremo, em agosto ou setembro; Reformulação do ICMS A Medida Provisória 599, que propunha uma reforma tributária focada na redução do ICMS, será substituída por outra proposta a ser encaminhada no próximo semestre; Regulamentação da Criação de Novos Municípios - Está na agenda da Câmara, no dia 4, a votação do projeto que regulamenta a criação de municípios. O STF (Ministro Gilmar Mendes) estabeleceu 2009 como prazo para o Congresso chegar a um consenso sobre o tema. O STF pode ter que tomar uma decisão na chamada mora do Legislativo; Ampliação do Leque de Prestadores de Serviços do PRONATEC - MP 606, de 18 de fevereiro de 2013, que perde a validade no dia 18 de junho, autoriza a contratação de faculdades particulares para ministrar cursos de capacitação no âmbito do PRONATEC. A MP 606 também trata da liberação de recursos para o BNDES investir em obras de infraestrutura; Início das operações da usina hidrelétrica Jirau no Rio Madeira empreendimento exemplar do ponto de vista ambiental, ele impactará favoravelmente a segurança

5 5 energética. O encerramento das obras liberará mão de obra, mas como há falta generalizada de mão de obra, não será difícil encontrar trabalho em outros locais. Destinação de 100% dos royalties do pré-sal para a educação - Esta proposta consta no Plano Nacional de Educação votado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) na semana passada, deve seguir para a Comissão de Constituição, Justiça, e Cidadania (CCJ) e depois para a Comissão de Educação e Cultura (CEC); Nova diretriz da Política de Desenvolvimento Urbano Foi enviado à Câmara dos Deputados o Projeto de Lei de Senado (PLS) 119, de 2011, de autoria de Acir Gurgacz do PDT, que altera as Leis nº 6.766, de 19 de dezembro de 1979 (Lei de Parcelamento do Solo Urbano), e nº , de 10 de julho de 2001 (Estatuto da Cidade) para incluir a diretriz de implantação de eventuais redes subterrâneas de serviços previamente às obras de pavimentação, bem como vedar a concessão de financiamento federal a obras municipais que não sigam esse princípio; Dispensa de contrapartida em programas habitacionais federais para municípios de até habitantes O PLS 331/2006, de autoria da então senadora Roseana Sarney, que dispensa os pequenos municípios de até habitantes do aporte de contrapartida em programas habitacionais federais, está em fase final de apreciação pelo Senado; Perdão das dívidas do crédito rural - O PLS 688/ 2011, de autoria do senador Vital do Rego, da Paraíba, concede perdão das dívidas de crédito rural cujo valor não exceda , contraída por agricultores da área da SUDENE, que estão sendo afetados dramaticamente pela maior seca dos últimos 50 anos; Mudanças na incidência de impostos sobre os serviços de publicidade - O PLS 386/2012, de autoria do senador Romero Jucá, altera a incidência sobre os serviços de publicidade, substitui o ICMS pelo ISS. Na prática, havia dupla tributação que dava margem a uma série de processos judiciais; Encerramento do prazo para votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) até dia 15 de julho; Demarcação de terras indígenas em áreas de realização de grandes obras de infraestrutura, em Belo Monte, outras hidrelétricas do Rio Madeira e no Paraná. Após os eventos trágicos ocorridos no Mato Grosso do Sul, e as manifestações ocorridas em Curitiba, no Rio Grande do Sul e em Belo Monte, a Presidência da República (Secretaria Geral) está organizando um encontro com os índios mundurukus que estão sendo trazidos de avião do Pará. O evento contará com a participação da FUNAI e de 6(seis) ministros: Gilberto Carvalho (Secretaria Geral/PR), Eduardo Cardozo (Justiça), Alexandre Padilha (Saúde), Edison Lobão (Minas e Energia), Izabella Teixeira (Meio Ambiente), e Gleisi Hoffmann (Casa Civil); e Votação da Lei de Resíduos Sólidos.

6 6 PROGRAMA MAIS MÉDICOS Motivação e estrutura do programa: Programa interministerial coordenado pelo Ministério da Saúde (MS), foi uma iniciativa da Associação Brasileira de Municípios, pois muitos municípios brasileiros sofrem as consequências da escassez de médicos. A contratação dos médicos estrangeiros será objeto de Decreto. Dados do Ministério da Saúde: 1.8 médicos e a cada habitantes (dados diferem um pouco dos dados do Conselho Federal de Medicina); na comparação com outros países que têm sistemas universais de saúde: 2.7 médicos por habitantes do Reino Unido; 3.2 médicos por habitantes na Argentina; 3.7 médicos por habitantes no Uruguai; Portugal 3.9; e Espanha 4.0. No Reino Unido, cujo sistema público de saúde é referência internacional, eles projetam um crescimento, de 2.7 médicos para 3.3 médicos, em 10 anos. Se quiséssemos atingir o índice de 2.7 do Reino Unido, e considerando-se o número atual de médicos no Brasil, seriam necessários mais médicos. Mesmo se tomarmos como parâmetro o índice de 1.8 por habitantes, a distribuição é desigual: somente cinco regiões do estado de São Paulo têm mais de 1.8 médicos para cada habitantes, e os índices dos estados do Norte e do Nordeste são muito inferiores a 1(um) médico por habitantes, o estado do Maranhão, por exemplo, tem 0.58 para habitantes. O parâmetro utilizado no programa Saúde da Família é (um) médico por habitantes, e existem municípios que não conseguem alcançá-lo. Outros 700 municípios apresentam altos índices de insegurança pela escassez de médicos, nesses municípios boa parte dos médicos só vai eventualmente prestar assistência. No que se refere ao montante de investimentos, houve um aumento de 129% no ano de 2013, são mais de 46 milhões investidos em residência médica. Dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) - Segundo dados da RAIS, gerida pelo MTE, nos últimos anos, foram gerados postos de trabalho de médico a mais do que o quantidade de médicos formados. Os dados da RAIS referem-se a empregos formais, com carteira assinada, não estão sendo contabilizados os estudantes bolsistas, ou seja, os médicos residentes. No mesmo período, houve um aumento real de salário da ordem de 60%. Mesmo com a criação de cursos de medicina, nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, a concorrência no vestibular não diminuiu, ao contrário, a relação de candidatos/vaga aumentou e a demanda no mercado de empregos formais é maior do que a oferta destes profissionais. A má distribuição espacial dos médicos coincide com o mapa da mortalidade infantil; Dados do Ministério da Educação (MEC) O Brasil forma apenas 600 anestesiologistas por ano, um número muito pequeno em comparação, por

7 7 exemplo, com a Inglaterra que forma mais de anestesiologistas por ano, sendo que a população da Inglaterra é menor do que a população brasileira. Se compararmos o número absoluto de escolas médicas no Brasil com o número absoluto de outros países, de fato, temos mais escolas, mas, se considerarmos o número de escolas médicas em relação ao contingente populacional, temos menos escolas médicas na comparação com outros países. O Brasil tem 0.8 ingressantes para cada habitantes, a Inglaterra tem 1.6, Estados Unidos 1.5, Austrália 1.4 e somente o Canadá tem o mesmo número de ingressantes por habitantes que o Brasil. E, no Brasil, a desigualdade regional é grande: o Maranhão tem 0,35 ingressos para cada habitantes. Pesquisa de Satisfação com o SUS, realizada pelo IPEA Pesquisa realizada pelo IPEA, para avaliar a satisfação da população com os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), apurou que 58,1% dos entrevistados consideram que a falta de médicos é o principal problema do SUS, e quando perguntados sobre qual seria a melhor solução para o problema, a resposta foi o aumento de número de médicos. Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB)- programa de incentivo à atuação voluntária de médicos na atenção básica de municípios com carência destes profissionais. Os médicos ingressam na residência médica e o Ministério da Saúde paga, diretamente ao médico, uma bolsa de R$8.000, valor acima da média salarial do programa Saúde da Família. Aqueles que tomaram empréstimos do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) também recebem abatimento mensal de 1% do saldo devedor, caso participem do PROVAB. Em 2013, foram atendidos municípios de todas as regiões do País, que receberam médicos Municípios se inscreveram no programa e a demanda inicial era de médicos. Apesar dos incentivos, boa parte da demanda permanece não atendida. Por isso, o Ministério da Saúde começou a analisar experiências de outros países. A Inglaterra tem 37% dos médicos graduados no exterior, os Estados Unidos 25%, o Canadá 22% e a Austrália 17%, em comparação com o Brasil que tem apenas 1,79% de profissionais formados no exterior. Para atuar no Brasil, um médico estrangeiro precisa se submeter a um exame de validação que é o Revalida desenvolvido pelo Ministério da Educação. Em outros países, o médico estrangeiro pode atuar de forma restrita dentro de um determinado programa, e só se submete à revalidação do diploma, se quiser permanecer no país depois de encerrado o programa. Este modelo é muito utilizado na Austrália, em programas que buscam atrair médicos para áreas remotas, durante períodos fixos. Foram apresentadas e discutidas várias propostas, e uma das propostas descartadas foi a atração de profissionais de países com menos médicos por 1000 habitantes que o Brasil, porque somos signatários da Organização Mundial de Saúde (OMS). Chile, Equador, Bolívia, Paraguai são exemplos de países com menos médicos por 1000 habitantes que o

8 8 Brasil. Os médicos estrangeiros que vierem ao Brasil não terão seu diploma revalidado automaticamente. Os recursos para o pagamento da bolsa vêm da parcela variável do Piso de Atenção Básica (PAB), mas, na fase de transição, a equipe de saúde da família que recebe o médico do PROVAB mantém um percentual do PAB variável, ou seja, ela continua recebendo R$2.695 do PAB variável e ainda conta com o profissional médico. Para a formação desses profissionais, a Universidade aberta do SUS está desenvolvendo módulos de ensino de pós-graduação e graduação, e um dos temas a serem incluídos é a saúde da população negra. O problema da falta de médicos e dos gastos de saúde em geral penalizam os municípios, eles gastam em média 25% 27%, 28% do seu orçamento com saúde e chegam a pagar R$ / reais para disputar médicos com os municípios vizinhos. ENCONTROS ESTADUAIS DE PREFEITOS E PREFEITAS Nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, serão realizados três encontros (em cada), devido à grande quantidade de municípios. Ao invés de 26 encontros, serão 30 encontros estaduais agendados até agosto. No mês de agosto, serão 2 encontros por semana. Os 3 encontros de Minas Gerais serão realizados no mês de julho, talvez em Montes Claros, no triângulo mineiro, e em Belo Horizonte. Na Bahia, apesar de haver muitos municípios (417), o governo do estado e a associação de municípios optaram pela realização de um único encontro. Estado de São Paulo - dia 13 em Ribeirão Preto; dia 20 em Araçatuba; e dia 21 em São Paulo capital. Rio Grande do Sul - dia 25, em Esteio, cidade próxima a Porto Alegre. Bahia - dia 18 de julho Acre e Amapá são estados com 20 municípios, Roraima tem 16/17 municípios, então, em tese, estes eventos estaduais serão mais fáceis de organizar. Relatora: Ludmila Deute Ribeiro Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental EPPGG Assessora Subchefia de Assuntos Federativos(SAF) Secretaria de Relações Institucionais(SRI)

Diagnóstico da realidade médica no país

Diagnóstico da realidade médica no país Diagnóstico da realidade médica no país Médicos por mil habitantes Peru 0,9 Chile 1,0 Paraguai 1,1* Bolívia 1,2* Colômbia 1,4* Equador 1,7 Brasil 1,8 Venezuela 1,9* México 2,0 Canadá 2,0 Estados Unidos

Leia mais

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação Pacto Nacional pela Saúde Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Conheça mais: Programa Mais Médicos Faltam médicos no Brasil De 2003 a 2011, o número de postos

Leia mais

Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Junho de 2014

Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Junho de 2014 1 Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Junho de 2014 Sumário Participantes... 1 Síntese das Discussões Agenda Federativa... 3 Agenda do Congresso... 3 Agenda do Supremo Tribunal Federal

Leia mais

Temas relevantes da agenda federativa

Temas relevantes da agenda federativa Relatório produzido nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, 2011.

Leia mais

Presidência da República Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos. IV Reunião do SASF, em 2009

Presidência da República Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos. IV Reunião do SASF, em 2009 Presidência da República Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos IV Reunião do SASF, em 2009 Data: 05.05.09 LISTA DE PARTICIPANTES PRESENTES: BANCO.CENTRAL;BB;BNDES;CGU;CONAB;EMBRAPA;INMETRO;INPI;MAPA;MC;

Leia mais

Temas relevantes da agenda federativa Agosto de 2012

Temas relevantes da agenda federativa Agosto de 2012 Relatório produzido nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, 2011.

Leia mais

opiniões do IPEA ou da SRI

opiniões do IPEA ou da SRI Antonio Lassance Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest) antonio.lassance@ipea.gov.br Colaboraram para este relatório:

Leia mais

Programa Mais Médicos Perguntas e respostas

Programa Mais Médicos Perguntas e respostas Programa Mais Médicos Perguntas e respostas 1) Faltam médicos no Brasil? Sim, nos últimos oito anos o número de postos de emprego formal criados para médicos ultrapassa em 54 mil o de graduados em Medicina

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS Nota Técnica 7/13 (7 de Maio) Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Núcleo de Assuntos Econômico-Fiscais NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS IMPACTOS DA DIVISÃO DO

Leia mais

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015 BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 20, DE 2015 QUESTÕES FEDERATIVAS EM DEBATE NO SENADO EM 2015 Marcos Mendes 1 Diversas matérias que afetam as relações fiscais federativas estão em tramitação no Congresso Nacional,

Leia mais

Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Março de 2014 SUMÁRIO

Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Março de 2014 SUMÁRIO 1 Ajuda Memória Sistema de Assessoramento Federativo - SASF Março de 2014 SUMÁRIO Participantes... 2 Síntese das Discussões Agenda Federativa... 2 Eventos do mês de MARÇO... 2 Agenda do Congresso... 4

Leia mais

AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL

AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 18 a 22 de outubro, 2010 770 AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL Tiago Valenciano Mestrando do Programa de

Leia mais

Brasil precisa de médicos. Brasil 1,8 Argentina 3,2 Uruguai 3,7 Portugal 3,9 Espanha 4 Reino Unido 2,7 Austrália 3 Itália 3,5 Alemanha 3,6

Brasil precisa de médicos. Brasil 1,8 Argentina 3,2 Uruguai 3,7 Portugal 3,9 Espanha 4 Reino Unido 2,7 Austrália 3 Itália 3,5 Alemanha 3,6 Brasil precisa de médicos Médicos/mil habitantes Brasil 1,8 Argentina 3,2 Uruguai 3,7 Portugal 3,9 Espanha 4 Reino Unido 2,7 Austrália 3 Itália 3,5 Alemanha 3,6 2 22 estados estão abaixo da média nacional

Leia mais

Brasil precisa de médicos

Brasil precisa de médicos 1 Brasil precisa de médicos Médicos/mil habitantes Brasil 1,8 Argentina Uruguai Portugal Espanha Reino Unido Austrália Itália Alemanha 3,2 3,7 3,9 4 2,7 3 3,5 3,6 2 22 estados estão abaixo da média nacional

Leia mais

As opiniões expressas neste documento não representam. opiniões do IPEA ou da SRI

As opiniões expressas neste documento não representam. opiniões do IPEA ou da SRI Agenda Federativa OUTUBRO 2013 Antonio Lassance Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest) antonio.lassance@ipea.gov.br

Leia mais

Diagnóstico da realidade médica no país

Diagnóstico da realidade médica no país Diagnóstico da realidade médica no país Médicos por mil habitantes Peru 0,9 Chile 1,0 Paraguai 1,1* Bolívia 1,2* Colômbia 1,4* Equador 1,7 Brasil 1,8 Venezuela 1,9* México 2,0 Canadá 2,0 Estados Unidos

Leia mais

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO

NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO NOTA TÉCNICA 63 2011 PROPOSTA DE AMPLIAÇÃO DO PROJETO VIDA NO TRÂNSITO Repasse financeiro do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde Estaduais, Municipais e do Distrito Federal, por meio do Piso Variável

Leia mais

Desoneração da carga tributária. (versão preliminar)

Desoneração da carga tributária. (versão preliminar) CONTAG Coletivo Nacional de Política Agrícola Desoneração da carga tributária sobre os produtos alimentícios (versão preliminar) Brasília, 24 de abril de 2009. Objetivo geral: subsidiar a proposta de discussão

Leia mais

O DILEMA DOS GESTORES O DESAFIO DA GESTÃO

O DILEMA DOS GESTORES O DESAFIO DA GESTÃO 1 O DILEMA DOS GESTORES NECESSIDADES CRESCENTES RECURSOS LIMITADOS O DESAFIO DA GESTÃO SITUAÇÃO DE SAÚDE DA POPULAÇÃO Condições crônicas MODELO DE ATENÇÃO Condições agudas 3 Um sistema formador complexo

Leia mais

As opiniões expressas neste documento não representam. opiniões do IPEA ou da SRI

As opiniões expressas neste documento não representam. opiniões do IPEA ou da SRI Antonio Lassance Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest) antonio.lassance@ipea.gov.br Colaboraram para este relatório:

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias Identificação da Matéria PROJETO DE LEI DO SENADO N º 225, DE 2011 - Complementar Autor: SENADOR - José Pimentel Ementa: Altera dispositivos da Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000, que estabelece

Leia mais

LISTA DE PARTICIPANTES

LISTA DE PARTICIPANTES Presidência da República Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos I Reunião do SASF, em 2010 DATA: 02.02.2010 LISTA DE PARTICIPANTES PRESENTES: AGU; ABDI; BB; BC; BNDES;

Leia mais

Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios

Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios Modelo de Regionalização de Saúde no Ceará População Estado do Ceará - 8.530.058 habitantes Modelo de reorganização de saúde: 4 Macrorregiões

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 5 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.823, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Brasília, 22 de janeiro de 2008 NOTAS SOBRE O BALANÇO DE UM ANO DO PAC AVALIAÇÃO GERAL Pontos positivos e destaques: 1)

Leia mais

Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013

Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013 Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013 1 2 Brasil precisa de médicos Médicos/mil habitantes Brasil 1,8 Argentina 3,2 Uruguai 3,7 Portugal 3,9 Espanha 4 Reino Unido 2,7 Austrália 3

Leia mais

FINANCIAMENTO ESTUDANTIL Helena Heller D. de Barros Consultora Legislativa da Área XV Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia ESTUDO SETEMBRO/2003 Câmara dos Deputados Praça dos 3 Poderes Consultoria

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014 Programa 0901 - Operações Especiais: Cumprimento de Sentenças Judiciais Número de Ações 227 Ação Orçamentária - Padronizada da União 0005 - Cumprimento de Sentença Judicial Transitada em Julgado (Precatórios)

Leia mais

Informe Econômico N 3

Informe Econômico N 3 Conjuntura Econômica Gerente Legislativa: Sheila Tussi da Cunha Barbosa Analista Legislativa: Cláudia Fernanda Silva Almeida Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo Ferreira Estagiário: Tharlen

Leia mais

Controle da Gestão Orçamentária e Financeira na Educação

Controle da Gestão Orçamentária e Financeira na Educação Controle da Gestão Orçamentária e Financeira na Educação PROFESSORA: Iza Angélica Carvalho da Silva CONTROLE DO GASTO PÚBLICO Controle é a fiscalização e o acompanhamento de todos os atos e fatos da execução

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 SENADO FEDERAL Gabinete do Senador JOSÉ SERRA PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 Altera a Lei nº 11.314, de 3 de julho de 2006, que dispõe sobre o prazo referente ao apoio à transferência definitiva

Leia mais

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL VI SEMINÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO RURAL I ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE SANEAMENTO RURAL INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL Ernani Ciríaco de Miranda Diretor SNSA/MCIDADES

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação 16 de Maio de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br JORNAL

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATORA: Senadora VANESSA GRAZZIOTIN

PARECER Nº, DE 2015. RELATORA: Senadora VANESSA GRAZZIOTIN PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, DEFESA DO CONSUMIDOR E FISCALIZAÇÃO E CONTROLE, sobre Aviso nº 3, de 2014 (Aviso nº 355-GP/TCU, de 29 de abril de 2014, na origem), que encaminha ao Senado

Leia mais

O Saneamento Básico em Regiões Metropolitanas Um olhar sobre o Estatuto da Metrópole

O Saneamento Básico em Regiões Metropolitanas Um olhar sobre o Estatuto da Metrópole O Saneamento Básico em Regiões Metropolitanas Um olhar sobre o Estatuto da Metrópole V I C T O R C A R V A L H O P I N T O C O N S U L T O R L E G I S L A T I V O D O S E N A D O F E D E R A L Constituição

Leia mais

NOTA TÉCNICA 36 2011

NOTA TÉCNICA 36 2011 NOTA TÉCNICA 36 2011 Especialidades médicas e áreas de atuação em atenção ao parágrafo único do art. 3º da Portaria GM/MS nº 1.377/11 que trata do Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior

Leia mais

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras.

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Ao longo do mês Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Merece destaque também a ação da Polícia Federal e Força Nacional nos Estados e Municípios onde ocorreram mortes

Leia mais

Agenda federativa. Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest). Pesquisador responsável: Antonio Lassance.

Agenda federativa. Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest). Pesquisador responsável: Antonio Lassance. Relatório produzido nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República (2011),

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 586, DE 2012

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 586, DE 2012 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 586, DE 2012 NOVEMBRO/2012 Nota Descritiva 2 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO TEXTO ORIGINAL DA MP 586/2012... 3 3. OUTRAS INFORMAÇÕES... 5 4. DESCRIÇÃO DAS EMENDAS- QUADRO

Leia mais

Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial

Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial Ministro apresenta programa Bem Mais Simples Brasil para deputados de comissão que discute novo Código Comercial O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif Domingos, apresentou

Leia mais

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América.

XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. XII Seminário Internacional de Países Latinos Europa América. La Gestión Contable, Administrativa y Tributaria en las PYMES e Integración Europa-América 23 24 de junio 2006 Santa Cruz de la Sierra (Bolívia)

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

Temas relevantes da agenda federativa Novembro de 2012

Temas relevantes da agenda federativa Novembro de 2012 Relatório produzido nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, 2011.

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador JOSÉ PIMENTEL

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador JOSÉ PIMENTEL PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 132, de 2008 Complementar (Projeto de Lei Complementar nº 182, de 2004, na origem), do Deputado José Carlos Aleluia,

Leia mais

MEMÓRIA REUNIÃO SASF 04/09/07

MEMÓRIA REUNIÃO SASF 04/09/07 MEMÓRIA REUNIÃO SASF 04/09/07 I - Abertura: Esclarecimentos sobre a pauta da reunião e apresentação dos novos representantes do SASF. II - Agenda Federativa: Apresentação da oferta do Programa Nacional

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador BENEDITO DE LIRA PARECER Nº, DE 2015 1 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 218, de 2011, do Senador EUNÍCIO OLIVEIRA, que dispõe sobre o empregador arcar com os

Leia mais

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab 1. Quais são as principais novidades desse edital? A partir de agora, os profissionais que estão no Provab poderão ingressar no Mais Médicos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 409, DE 2015 (Do Sr. Luis Carlos Heinze)

PROJETO DE LEI N.º 409, DE 2015 (Do Sr. Luis Carlos Heinze) *C0051416A* C0051416A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 409, DE 2015 (Do Sr. Luis Carlos Heinze) Institui isenção da contribuição para o PIS/PASEP, COFINS e CIDE- Combustíveis incidente sobre o óleo

Leia mais

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / www.sebrae.com.br REPRESENTATIVIDADE DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL 10 milhões de negócios formais (99%) e 9 milhões de informais 56,1% da força de trabalho que atua no setor formal urbano 26% da massa salarial 20% do

Leia mais

Ref.: Ataque à comunidade Guarani e Kaiowá Ñande Ru Marangatú e assassinato do jovem Semião Vilhalva.

Ref.: Ataque à comunidade Guarani e Kaiowá Ñande Ru Marangatú e assassinato do jovem Semião Vilhalva. Goiânia e Heidelberg, 02 de setembro de 2015 Senhora Dilma Rousseff Presidenta da República Federativa do Brasil Palácio do Planalto, Praça dos Três Poderes, Brasília DF Ref.: Ataque à comunidade Guarani

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO. PROJETO DE LEI Nº 4.992, de 2005

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO. PROJETO DE LEI Nº 4.992, de 2005 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO PROJETO DE LEI Nº 4.992, de 2005 Dispõe sobre o financiamento e desenvolvimento de programas habitacionais sociais, destinados à população de baixa renda e dá outras

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho)

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho) *C0051538A* C0051538A *C0056280A* C0056280A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 13, DE 2015 (Da Sra. Moema Gramacho) Dá ao Plenário 16 do Anexo II da Câmara dos Deputados a denominação "Zezéu

Leia mais

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO AUMENTA A CONCENTRAÇÃO DE MÉDICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO Com um médico para 410 habitantes, taxa cresceu 33% em dez anos, revela levantamento do Cremesp realizado em março de 2010 Aconcentração de médicos

Leia mais

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 368, de 2012, da Senadora Ana Amélia, que altera a Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, para dispor

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009

NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009 NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009 Brasília, 03 de dezembro de 2009. ÁREA: Jurídico TÍTULO: Proposta de alterações nas regras para pagamento de precatórios. REFERÊNCIA(S): art. 100 da Constituição Federal de 1988;

Leia mais

LISTA DE PARTICIPANTES

LISTA DE PARTICIPANTES Presidência da República Secretaria de Relações Institucionais Subchefia de Assuntos Federativos I Reunião do SASF, em 2010 DATA: 02.03.2010 LISTA DE PARTICIPANTES PRESENTES AGU; ABDI; BB; BC; BNDES; CEF;

Leia mais

XV Marcha a Brasília em defesa dos municípios

XV Marcha a Brasília em defesa dos municípios XV Marcha a Brasília em defesa dos municípios XV Marcha a Brasília em defesa dos municípios 1.Programação 2.Problemas 3.Possíveis anúncios (retirado) 4.Produtos Programação Tema: O Poder local na construção

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE LEI N o 266, DE 2007 (Apensos: PLs n os 453/2007, 701/2007, 6.519/2009 e 3.729/2012) Altera a Lei nº 9.985, de 2000, que regulamenta o

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 110, DE 2015 Institui programa de concessão de créditos da União no âmbito do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, denominado Nota Fiscal Brasileira, com o objetivo de incentivar

Leia mais

As perspectivas do mercado para os hospitais

As perspectivas do mercado para os hospitais As perspectivas do mercado para os hospitais Yussif Ali Mere Jr Presidente da Federação e do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP e SINDHOSP) 1. CONTEXTO 2.

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas.

A matrícula será realizada nos dias 8 e 9 de dezembro de 2015, no horário das 8 às 16 horas. Perguntas frequentes: 1) Quais os dias de prova do Vestibular Univale 2016? Você pode escolher qual o melhor dia para fazer as provas do Vestibular Univale 2016. 28 de novembro de 2015 (sábado), das 15

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 5, ANO III MAIO DE 2011 1 ESTADO NÃO PODE RECUSAR CRÉDITOS DE ICMS DECORRENTES DE INCENTIVOS FISCAIS Fiscos Estaduais não podem autuar

Leia mais

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato

Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato 1 Cenário financeiro dos Municípios brasileiros em final de mandato Estudos Técnicos CNM Introdução Em decorrência da surpresa dos dirigentes municipais com a atual dificuldade financeira vivida pelos

Leia mais

Agenda Federativa - Setembro 2015

Agenda Federativa - Setembro 2015 1 9 09 e 10 10 e 11 Seminário sobre Direito à Moradia Instrumentos Múltiplos e Visões Plúrimas Apresentação do resultado da pesquisa Não Tinha Teto, Não Tinha Nada Porque os Instrumentos de Regularização

Leia mais

www.fiescnet.com.br Ano 2 Nº 4 05.4.2011

www.fiescnet.com.br Ano 2 Nº 4 05.4.2011 www.fiescnet.com.br Ano 2 Número 4 05.4.2011 Assembleia Legislativa Catarinense Congresso Nacional Sistema Tributário... 2 Uniformização do prazo de validade de certidões negativas - PL 712 de 2011...

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3.

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA. PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3. COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/2012 e 3.816/2012) Dispõe sobre o desconto de 50% (cinquenta por cento) em eventos

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS EM RISCO. e GOIÂNIA, 28 DE JUNHO DE 2011

INCENTIVOS FISCAIS EM RISCO. e GOIÂNIA, 28 DE JUNHO DE 2011 Cenário Atual, Perspectivas s e Reflexões e GOIÂNIA, 28 DE JUNHO DE 2011 CONFAZ - Conselho Nacional de Política Fazendária - Constituição i Federal 1988 art. 155, 2º, XII, g - Cabe a Lei Complementar regular

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL - AUDITORIA CIDADÃ DA DÍVIDA. Objeto: Análise das Resoluções do Senado Federal autorizativas de endividamento externo.

RELATÓRIO PARCIAL - AUDITORIA CIDADÃ DA DÍVIDA. Objeto: Análise das Resoluções do Senado Federal autorizativas de endividamento externo. RELATÓRIO PARCIAL - AUDITORIA CIDADÃ DA DÍVIDA : Análise das Resoluções do Senado Federal autorizativas de endividamento externo. Data: 10/02/2003 Documentos analisados: Planilha de Resoluções do Senado

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

PROPOSTA DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM) PARA SOLUÇÃO EMERGENCIAL DE COBERTURA ASSISTENCIAL EM SAÚDE EM ÁREAS DE DIFICIL PROVIMENTO

PROPOSTA DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM) PARA SOLUÇÃO EMERGENCIAL DE COBERTURA ASSISTENCIAL EM SAÚDE EM ÁREAS DE DIFICIL PROVIMENTO PROPOSTA DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM) PARA SOLUÇÃO EMERGENCIAL DE COBERTURA ASSISTENCIAL EM SAÚDE EM ÁREAS DE DIFICIL PROVIMENTO O plano proposto pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) se compõem

Leia mais

A NOVA CONTABILIDADE DOS MUNICÍPIOS

A NOVA CONTABILIDADE DOS MUNICÍPIOS Apresentação O ano de 2009 encerrou pautado de novas mudanças nos conceitos e nas práticas a serem adotadas progressivamente na contabilidade dos entes públicos de todas as esferas do Governo brasileiro.

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador FRANCISCO DORNELLES

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador FRANCISCO DORNELLES PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em caráter terminativo, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 18, de 2011 (Projeto de Lei nº 4.605, de 2009, na origem), do Deputado

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais

Mais cinemas para mais brasileiros.

Mais cinemas para mais brasileiros. Mais cinemas para mais brasileiros. ...NUM CINEMA PERTO DE VOCÊ! O Brasil já teve uma grande e descentralizada rede de salas de cinema. Em 1975, eram quase 3.300 salas, uma para cada 30 mil habitantes,

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº512, DE 2010 NOTA DESCRITIVA

MEDIDA PROVISÓRIA Nº512, DE 2010 NOTA DESCRITIVA MEDIDA PROVISÓRIA Nº512, DE 2010 NOTA DESCRITIVA DEZEMBRO/2010 Nota Descritiva 2 SUMÁRIO I - MEDIDA PROVISÓRIA Nº 512, DE 2010...3 II EMENDAS PARLAMENTARES...4 III JUSTIFICATIVA DA MEDIDA PROVISÓRIA...6

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.424, DE 24 DE DEZEMBRO DE 1996. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização

Leia mais

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização:

O QUE É O FIES? divulgação dos resultados e entrevistas são realizadas pela Internet. Os pagamentos ocorrerão em três etapas: Fase de utilização: O QUE É O FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitos

Leia mais

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.172.280 9.772.013 Despesas Correntes 2.964.653 9.031.347 Despesas de Capital 207.627 740.666 3.172.280 12.944.292 9.772.013 PROGRAMA: 0551

Leia mais

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.185.780 9.806.513 Despesas Correntes 2.978.153 9.065.847 Despesas de Capital

Leia mais

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes

Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior. Ministro Augusto Nardes Infraestrutura Turística, Megaeventos Esportivos e Promoção da Imagem do Brasil no Exterior Ministro Augusto Nardes TEMA 2: Geração de emprego e renda na economia nacional 1. Frente Parlamentar e a micro

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Nota Técnico n.º 08/07 Relações das obras com indícios de irregularidades graves constantes nos anexos às leis orçamentárias para os exercícios de 2002

Leia mais

Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas

Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas I Fórum Internacional sobre Cobertura e Sistemas Universais em Saúde Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Planejamento

Leia mais

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO SALVADOR-BA, 17 DE JULHO DE 2004 PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO RPPS INSTITUÍDOS NO BRASIL Possibilidade

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil)

Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) Fies - (Fundo de Financiamento Estudantil) 1 - O QUE É É um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas.

Leia mais

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente,

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente, ** Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 05/06/2013. MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No dia

Leia mais

Agenda para Micro e Pequenas Empresas

Agenda para Micro e Pequenas Empresas Agenda para Micro e Pequenas Empresas As Micro e Pequenas Empresas (MPE) são de vital importância para o desenvolvimento econômico de Goiás, pois atuam em diversas atividades econômicas, tais como indústria,

Leia mais

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira- REVALIDA

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira- REVALIDA Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira- REVALIDA Secretaria de Educação Superior (SESu) Diretoria de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05

Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Histórico das ações sobre Carga Horária de psicólogos no município do Rio de Janeiro pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro - CRP/05 Dezembro/2003 - A discussão sobre carga horária para

Leia mais

Minuta PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora LÚCIA VÂNIA

Minuta PARECER Nº, DE 2011. RELATORA: Senadora LÚCIA VÂNIA Minuta PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 189, de 2010 (Projeto de Lei nº 3.077, de 2008, na origem), do Poder Executivo, que altera a Lei nº 8.742,

Leia mais

A Reforma Tributária e o Desenvolvimento

A Reforma Tributária e o Desenvolvimento A Reforma Tributária e o Desenvolvimento Por que a Reforma Tributária é Fundamental? Acelera o crescimento econômico Torna o crescimento mais sustentável É a reforma econômica mais importante Reforma Tributária

Leia mais

Tributos incidentes sobre os combustíveis

Tributos incidentes sobre os combustíveis Tributos incidentes sobre os combustíveis MARCELO SOBREIRO MACIEL Consultor Legislativo da Área III Tributação e Direito Tributário DEZEMBRO/2011 MARCELO SOBREIRO MACIEL 2 2011 Câmara dos Deputados. Todos

Leia mais

NOVAS SELEÇÕES PAC 2. Companhias Estaduais. Brasília, 06 de fevereiro de 2013

NOVAS SELEÇÕES PAC 2. Companhias Estaduais. Brasília, 06 de fevereiro de 2013 NOVAS SELEÇÕES PAC 2 Governos e Companhias Estaduais Brasília, 06 de fevereiro de 2013 GOVERNO FEDERAL E AS CIDADES RECURSOS JÁ SELECIONADOS NO PAC 2 R$ 105,8 bilhões Eixos Infraestrutura urbana Infraestrutura

Leia mais

O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN

O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN ROBERTA MARINS DE SÁ - CAISAN O que é o SISAN? É um sistema em construção, que tem por objetivos formular e implementar políticas e planos

Leia mais

A Lei de Diretrizes da Política

A Lei de Diretrizes da Política A Lei de Diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012 Ipea, 06 de janeiro de 2012 Sumário Objetivo: avaliar a nova Lei de Diretrizes da Política de Nacional

Leia mais

Monitoramento e assessoria técnica para ações de saneamento básico.

Monitoramento e assessoria técnica para ações de saneamento básico. Monitoramento e assessoria técnica para ações de saneamento básico. EIXO1: Monitoramento de possibilidades de captação de convênios para melhoria nos serviços e infraestruturas de saneamento básico. PRODUTO

Leia mais

II CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

II CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL II CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL REGIMENTO DA II CONFERÊNCIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL, APROVADO EM 30 DE SETEMBRO DE 2003 PELO CONSELHO NACIONAL DE SEGURANÇA

Leia mais