Processamento Técnico - Tel.: / Renata Marluce Marco Aurélio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processamento Técnico - Tel.: 3865-9843 / 9845. Renata renataazeredo@fiocruz.br. Marluce marluce@fiocruz.br. Marco Aurélio maum@fiocruz."

Transcrição

1 MANUAL DO USUÁRIO Biblioteca Emília Bustamante 1 1 Apresentação A Biblioteca Emília Bustamante representa um importante segmento da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, que, por sua vez, revela-se um relevante centro de produção nas atividades de ensino, pesquisa e cooperação no campo da educação profissional em saúde. No organograma da Escola, a biblioteca está vinculada à Coordenação dos Programas de Apoio à Pesquisa Estratégica e Desenvolvimento Tecnológico da Vice-Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico. A mais importante função social da biblioteca consiste em disseminar a informação. Pretende-se aqui orientar o usuário para que melhor usufrua desse espaço e que ele seja um convite à socialização, ao trabalho e à produção de novos conhecimentos. A biblioteca está situada no andar térreo da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, atende no horário de 7h as 20h, de segunda-feira a sexta-feira e tem a seguinte equipe de trabalho: Processamento Técnico - Tel.: / 9845 Renata Marluce Marco Aurélio Referência - Tel.: / 9842 Rose Marcelo Creuza Eduardo 1 Sobre Emília Bustamante: Bibliotecária, natural de Santo Antônio de Pádua no Rio de Janeiro, onde nasceu no dia 9 de junho de 1915 e faleceu no dia 19 abril de Formada pela Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, em Em 1946, ingressou na Fiocruz, sendo, no ano seguinte, nomeada chefe da Biblioteca de Manguinhos. Cargo que ocupou até Em 1971, retornou a Fiocruz ocupando a chefia da biblioteca e do serviço de documentação. Lecionou em diversos cursos de Pós-Graduação e de Especialização do Instituto Oswaldo Cruz e da UFRJ. Publicou inúmeros trabalhos como: As Bibliotecas Especializadas como Fonte de Orientação na Pesquisa Científica (1958) ; Biografia de Carlos Chagas (1959) ; Catálogo de Periódicos da Biblioteca do I.O.C. (1963) ; Bibliotecas Médicas Brasileiras (1967) entre outros. Recebeu o Diploma de Mérito em 1973, pela Biblioteca Regional de Medicina, BIREMED/OPS, pela colaboração permanente à Rede Nacional de Informação Científica e Biomédica. (FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Disponível em Biograf/ilustres/emilia.htm. Acesso em: 27/fev/2012)

2 2 Espaço Físico Ao entrar na Biblioteca Emília Bustamante, logo depois do hall, encontra-se um balcão de atendimento e armários para guardar pertences pessoais, mochilas, etc (para que todos fiquem mais confortáveis quando circularem em seu interior). No balcão há sempre um pequeno formulário a ser preenchido, pois é preciso saber quantos são atendidos e se suas questões foram atendidas. Ao sair, não deixe de respondê-los também. Ainda no primeiro andar, encontram-se as obras de referência (dicionários, etc) e as obras literárias. São 78 títulos na área de referência e 609 títulos de literatura. Para localização do título, estão disponíveis 2 terminais de consulta ao acervo. Há, também, 12 terminais de computadores destinados à pesquisa na internet e equipados com os programas básicos para a produção de textos e trabalhos acadêmicos que deverão ser gravados em pen-drives. Existe, ainda, a possibilidade de o usuário utilizar seu próprio computador utilizando conexão remota no padrão Wi-Fi. Além de mesas e baias de estudo, há uma área reservada para leitura dos jornais, revistas e das últimas aquisições. No segundo andar, encontra-se a maior parte do acervo, cerca de títulos de livros, 190 de periódicos e 310 de multimídia. Encontra-se disponível um terminal para consulta ao acervo, além de uma pessoa para auxiliar na pesquisa e localização. Assim como no primeiro andar, há espaços individuais dedicados àqueles que trazem seu próprio computador para trabalhar (baias), além de 4 salas de estudo em grupo equipadas com mesa, seis cadeiras e computador (equipados com os programas básicos para a produção de textos e trabalhos acadêmicos). Há um laboratório de pesquisa destinado às aulas que necessitem da utilização de computadores individuais para os alunos e uma sala de multimídia, com computador, TV e poltronas para um grupo de 24 pessoas.

3 3 Processamento Técnico Antes do livro, do DVD, do periódico ficar disponível para empréstimo ou consulta ele percorre o seguinte caminho: é classificado (CDD) e atribuído Cutter para autoria. A partir desse procedimento é dada a entrada no sistema PHL que dá suporte às pesquisas. Um importante passo neste processamento técnico descrito é a indexação que atribuirá palavras-chave com termos específicos que auxiliam na recuperação eficaz da informação. Após este trabalho, o material, enfim, ficará sob a guarda da biblioteca e disponível para o usuário. 4 Serviços A Biblioteca Emília Bustamante oferece os seguintes serviços: Consulta local ao acervo há livre acesso às estantes e o usuário pode pedir auxílio a um funcionário. Consulta on-line - há três terminais disponíveis para consulta ao acervo, dois no 1 o andar, em frente ao balcão de atendimento, e um no 2 o. Empréstimo domiciliar tem direito ao empréstimo domiciliar os alunos, estagiários, bolsistas e funcionários da Fiocruz, devidamente cadastrados na BEB, podendo retirar no máximo três livros por até 15 dias. Digitação de trabalhos e acesso à internet no horário de funcionamento da biblioteca, o usuário pode utilizar os computadores, lembrando-se de que terá de gravar seus dados em pendrives. Guarda-volumes a biblioteca possui armários para guarda de pertences durante o período de consulta ao acervo. Reserva das salas de estudo tem direito ao seu uso o usuário devidamente cadastrado na BEB. Levantamento bibliográfico através de , telefone ou pessoalmente o usuário pode solicitar um levantamento de material disponível e fontes de informação sobre um determinado assunto. Laboratório de pesquisa e sala de multimídia espaços reservados às aulas que necessitem da utilização de computadores individuais ou apresentações para os alunos. A utilização destes é de responsabilidade de um professor. Mesas e baias de estudo para estudo em grupo ou individual. Venda de publicações EPSJV serviço vinculado à Coordenação de Comunicação, Divulgação e Eventos (CCDE).

4 Ficha catalográfica a biblioteca, em acordo com a Coordenação de Comunicação, Divulgação e Eventos (CCDE) e Coordenação do Programa de Pós-Graduação (CPPG), cataloga na fonte as obras produzidas e editadas pela EPSJV, bem como para as dissertações do mestrado em Educação Profissional em Saúde. Normalização de trabalhos acadêmicos produzidos pelos alunos a biblioteca efetua uma revisão sob o olhar das normas ABNT, nos trabalhos já aprovados. Treinamentos para alunos a BEB, quando solicitada pelos laboratórios, efetua treinamento de Acesso às fontes de informação, com os alunos de ensino médio. E, conforme solicitação da Coordenação Geral do Ensino Técnico (COGETES) e Coordenação do Programa de Pós- Graduação (CPPG), é de responsabilidade da BEB as aulas de Normatização de TCC s para os alunos de ensino médio e mestrado. 4.1 Como usar a Biblioteca Emília Bustamante A biblioteca recebe usuários internos (alunos e profissionais da Fiocruz) e usuários externos (comunidade). Os usuários internos: Para cadastrar-se é necessário trazer um retrato e preencher uma ficha, ocasião em que ganhará identificação e senha para realização de empréstimos (alunos com menos de 18 anos é necessário que a ficha seja assinada pelo responsável). Os usuários internos e externos: Devem trancar seus pertences nos armários e devolver a chave ao sair. Não entrar com alimentos e bebidas A consulta é de livre acesso às estantes, há ainda terminais de consultas ao acervo e a ajuda pode ser solicitada. Não se pode usar aparelhos celulares e o silêncio deve ser mantido. Xerox, mediante entrega de documento no balcão. 4.2 Como localizar um livro na estante Os livros estão armazenados obedecendo a Classificação Decimal de Dewey CDD que abrange os códigos:

5 000 Generalidades 100 Filosofia e Psicologia 200 Religião 300 Ciências Sociais (Política, Economia, Direito, etc) 400 Línguas 500 Ciências Naturais e Matemática (Astronomia, Física, Química, Biologia, Ecologia, etc) 600 Ciências Aplicadas (Tecnologia, Administração, Engenharia, Medicina, etc) 700 Artes (Arquitetura, Artes plásticas, Fotografia, Música, etc) 800 Literatura 900 História e Geografia Passos: 1. O usuário, após utilizar um terminal de computados para acessar o Acervo e a anotar o número de chamada (código de recuperação do livro), por exemplo: A/614/R375c (A letra A inicial indica acervo e encontra-se no 2 o. andar e R referência encontra-se no 1 o. andar). 2. O usuário deverá se dirigir a estante sinalizada com o número da classe 614. Em seguida, seguir a ordem numérica até encontrar a obra desejada. 4.3 Como consultar periódicos A Biblioteca Emília Bustamante conta com um acervo de aproximadamente 190 periódicos. Os periódicos impressos e eletrônicos são apresentados por ordem alfabética de títulos e a pesquisa dos mesmos pode ser feita através dos terminais de consulta da biblioteca ou pela internet, através do link Catálogo de Periódicos no site da BEB. Os periódicos impressos estão organizados nas estantes do 2º piso da biblioteca em ordem alfabética de título. A organização de cada título é em ordem cronológica de publicação: ano, volume e fascículo (número). Os periódicos não são emprestados, o usuário tem a opção de realizar a consulta local ou tirar cópia parcial. Para retirada do material para cópia, o usuário deve deixar um documento de identificação na biblioteca.

6 4.4 Como utilizar as salas de estudo A biblioteca possui quatro salas de estudo em grupo. As salas só podem ser utilizadas por usuários vinculados à EPSJV, mediante a marcação prévia de horário que pode ser feita por telefone ou diretamente no balcão da biblioteca. 4.5 Como fazer empréstimo, devolução, renovação e reserva O empréstimo de publicações só pode ser feito mediante ao preenchimento de um cadastro. Lembramos que esse cadastro só pode ser feito por alunos da EPSJV, funcionários da Fiocruz, bolsistas e estagiários (mediante declaração do coordenador). Podem ser retirados três livros por vez, por um período de 15 dias (aproximadamente). No caso deste estar indisponível por motivo de empréstimo, o usuário pode solicitar sua reserva. A devolução das obras só poderá ser feita no balcão da biblioteca, bem como a renovação por igual período, desde que não haja reserva. 4.6 Como solicitar pesquisa bibliográfica Os usuários podem solicitar pesquisas bibliográficas em fontes de informação disponíveis (como Scielo, Capes, BVS, no acervo da biblioteca etc). Para isso o solicitante deverá determinar alguns critérios básicos tais como: tipo de material; a data ou intervalo de datas do material; idioma. O pedido de pesquisa bibliográfica também pode ser feito por ou diretamente no setor de referência da biblioteca. 4.7 Como doar publicações A biblioteca aceita doação de livros e material bibliográfico pertinente à temática da EPSJV. A relação do material pode ser enviada por ou entregue pessoalmente no balcão de atendimento. Após análise dos títulos e feito um contato para comunicar a aceitação parcial ou total da doação o material poderá ser retirado por um representante da BEB, caso seja um grande volume. 4.8 Como sugerir aquisições A sugestão para novas aquisições pode ser feita através de ou diretamente no balcão da biblioteca.

Ministério da Fazenda Escola de Administração Fazendária Diretoria de Educação Biblioteca. Manual do Usuário da Biblioteca da Esaf

Ministério da Fazenda Escola de Administração Fazendária Diretoria de Educação Biblioteca. Manual do Usuário da Biblioteca da Esaf Ministério da Fazenda Escola de Administração Fazendária Diretoria de Educação Biblioteca Manual do Usuário da Biblioteca da Esaf Brasília, 2011 Ministério da Fazenda Escola de Administração Fazendária

Leia mais

Aprova o Regulamento da Biblioteca do Campus Curitiba do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Aprova o Regulamento da Biblioteca do Campus Curitiba do Instituto Federal do Paraná (IFPR). RESOLUÇÃO Nº 001/2012 DA DIREÇÃO GERAL Aprova o Regulamento da Biblioteca do Campus Curitiba do Instituto Federal do Paraná (IFPR). O Diretor Geral, no uso de suas atribuições, resolve disciplinar as normas

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS E REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE HERRRERO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS E REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE HERRRERO MANUAL DE PROCEDIMENTOS E REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE HERRRERO CURITIBA 2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS E REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE HERRRERO Curitiba 2015 Rua Álvaro Andrade, 345 Bairro

Leia mais

A qualquer usuário é permitido o acesso à Biblioteca de Saúde Pública, bem como a consulta aos seus acervos, nos dias e horários de funcionamento.

A qualquer usuário é permitido o acesso à Biblioteca de Saúde Pública, bem como a consulta aos seus acervos, nos dias e horários de funcionamento. A BIBLIOTECA DE SAÚDE PÚBLICA A Biblioteca de Saúde Pública, que integra a Rede de Bibliotecas da Fiocruz, foi criada em 1954 e tem como missão contribuir para o desenvolvimento da Saúde Pública através

Leia mais

Faculdade de Ciências Humanas de Curvelo - FACIC. Regulamento Interno da biblioteca Dom Serafim Fernandes de Araújo

Faculdade de Ciências Humanas de Curvelo - FACIC. Regulamento Interno da biblioteca Dom Serafim Fernandes de Araújo Faculdade de Ciências Humanas de Curvelo - FACIC Regulamento Interno da biblioteca Dom Serafim Fernandes de Araújo Curvelo - 2011 Da natureza e finalidade Art. 01º. A Biblioteca Dom Serafim Fernandes de

Leia mais

CAPÍTULO I DO REGULAMENTO E SUA APLICAÇÃO

CAPÍTULO I DO REGULAMENTO E SUA APLICAÇÃO 1 CAPÍTULO I DO REGULAMENTO E SUA APLICAÇÃO Art.1º - Institui o regulamento da BIBLIOTECA DA FACULDADE UNISSA DE SARANDI, com o objetivo de definir normas para prestação e utilização dos serviços e garantir

Leia mais

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca.

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo Regulamento da Biblioteca Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. Usuários da Biblioteca Alunos

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS: CENTRAL E INFANTIL DA NATUREZA Art. 1º - A Biblioteca do Colégio Catarinense, apresentando características inovadoras, alicerçada no conhecimento e na qualidade na prestação

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DISPOSIÇÕES gerais CAPITULO I DA COMPETÊNCIA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DISPOSIÇÕES gerais CAPITULO I DA COMPETÊNCIA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DISPOSIÇÕES gerais CAPITULO I DA COMPETÊNCIA Art. 1º. Compete a Biblioteca da Faculdade do Vale do Ipojuca (Favip) planejar, preparar, organizar e controlar todas as atividades

Leia mais

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca.

Regulamento da Biblioteca. Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo Regulamento da Biblioteca Este Regulamento define normas para a prestação e utilização dos serviços da Biblioteca. Usuários da Biblioteca Alunos

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT

FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT FACULDADE DE CIÊNCIAS DO TOCANTINS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA FACIT TÍTULO I DAS FINALIDADES Art.1º. O presente documento tem por finalidade estabelecer normas e rotinas para o funcionamento

Leia mais

BIBLIOTECA UEZO REGULAMENTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

BIBLIOTECA UEZO REGULAMENTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este documento tem por finalidade formalizar e instituir as normas de utilização da biblioteca, no que tange aos produtos e serviços oferecidos pela

Leia mais

REGULAMENTO. DO EXPEDIENTE E/OU DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA : Art 2º

REGULAMENTO. DO EXPEDIENTE E/OU DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA : Art 2º DO OBJETIVO : Art 1º As Bibliotecas UNIABEU têm o objetivo geral de contribuir com o processo de ensino e pesquisa desta IES, sendo esta responsável, particularmente, por administrar o acervo da Instituição;

Leia mais

O Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

O Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PORTARIA CRCMG Nº 137/2009 APROVA ALTERAÇÕES NO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PROFESSOR ANTÔNIO LOPES DE SÁ. O Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Avenida Loja Maçônica Renovadora 68, no. 100 - CEP 14785-002 - Barretos/SP. Regulamento. Capítulo I. Disposições preliminares

Avenida Loja Maçônica Renovadora 68, no. 100 - CEP 14785-002 - Barretos/SP. Regulamento. Capítulo I. Disposições preliminares Regulamento Capítulo I Disposições preliminares Art. 1º. Este regulamento disciplina o funcionamento da Biblioteca Dr. Ranulpho Prata da Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr. Paulo Prata (FACISB).

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FAME

REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FAME REGIMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FAME Letícia do Carmo Miranda Bibliotecária FAME - CRB 6 / 2443 BARBACENA/MG 2014 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regimento contém as normas que disciplinarão

Leia mais

Art. 2º. A Biblioteca oferece aos seus usuários salas de estudo em grupo, cabines de estudo individuais e terminais de consulta e pesquisa.

Art. 2º. A Biblioteca oferece aos seus usuários salas de estudo em grupo, cabines de estudo individuais e terminais de consulta e pesquisa. REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES FACULDADE METROPOLITANA Este regulamento visa estabelecer padrões e normas referentes ao funcionamento da Biblioteca Cecília Meireles da Faculdade Metropolitana,

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS I. Da Finalidade Art. 1º. O Sistema de Bibliotecas da Universidade São Judas Tadeu, constituídas atualmente por duas Unidades de Bibliotecas,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG 1 REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA FACULDADE SÃO CAMILO-MG CAPÍTULO I Disposição preliminares Art 1º A Biblioteca da Faculdade São Camilo-MG tem por objetivo geral apoiar as atividades de ensino-aprendizagem

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA FACULDADE BÍBLICA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS FABAD PINDAMONHANGABA, SP, 2012 1 INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A BIBLIOTECA Função: Atender à comunidade acadêmica em suas necessidades bibliográficas

Leia mais

CAPÍTULO I. Da finalidade. Art. 1º A Biblioteca do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo terá por finalidade:

CAPÍTULO I. Da finalidade. Art. 1º A Biblioteca do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo terá por finalidade: NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA NELSON RODRIGUES, DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO CAPÍTULO I Da finalidade Art. 1º A Biblioteca do Conselho Regional de Contabilidade

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Edina Watfa Elid Duenhas

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Edina Watfa Elid Duenhas REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Edina Watfa Elid Duenhas Bibliotecária Esp. - Mara Liz Souza da Cunha 2ª revisão atualizada O Regulamento da Biblioteca foi aprovado pelo CONSUP mediante a Resolução nº 012/2013

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIBLIOTECA PROFª THEREZA VILLASCHI CHIBIB

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIBLIOTECA PROFª THEREZA VILLASCHI CHIBIB FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DO ESPÍRITO SANTO BIBLIOTECA PROFª THEREZA VILLASCHI CHIBIB A função da biblioteca é prover a infra-estrutura bibliográfica, documentária e informacional em apoio às atividades

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento estabelece normas de uso e funcionamento da biblioteca do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Regulamento da Biblioteca da Escola Superior da Magistratura da AJURIS

Regulamento da Biblioteca da Escola Superior da Magistratura da AJURIS Regulamento da Biblioteca da Escola Superior da Magistratura da AJURIS Preâmbulo Ficam sujeitos a este regulamento, sem prejuízo de outras normas vigentes, todos os usuários da Biblioteca da Escola Superior

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. CAPÍTULO I Dos usuários e das inscrições

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. CAPÍTULO I Dos usuários e das inscrições 1 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE CIDADE LUZ FACILUZ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º - Este regulamento disciplina as normas que regem o funcionamento da biblioteca e as relações funcionais

Leia mais

REGIMENTO BIBLIOTECA FANOR

REGIMENTO BIBLIOTECA FANOR REGIMENTO BIBLIOTECA FANOR FACULDADES NORDESTE Direção Geral Marcelo Adler Coordenação Geral Acadêmica Humberto Barroso da Fonseca Supervisão da Biblioteca Francisca Carla Pereira Pinto Bernardo I. DA

Leia mais

3. DAS INSTALAÇÕES E DA INFRA-ESTRUTURA

3. DAS INSTALAÇÕES E DA INFRA-ESTRUTURA Regulamento Interno da Biblioteca do Instituto J. Andrade 1. MISSÃO A biblioteca tem como missão atender às necessidades da comunidade acadêmica do Instituto J. Andrade, em suas atividades de estudo, ensino,

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Regulamento TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento objetiva normalizar os aspectos de funcionamento da estrutura e administração da Biblioteca Júlio Bordignon da. TÍTULO II DOS

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CECÍLIA MEIRELES 1) DO ACESSO E DO FUNCIONAMENTO 1.1) Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h50min. 1.2) Quem pode usar a Biblioteca: I. Alunos regularmente

Leia mais

1. Biblioteca. 2. Infra-Estrutura. 2.1 Espaço físico

1. Biblioteca. 2. Infra-Estrutura. 2.1 Espaço físico Biblioteca UPIS 1 SUMÁRIO 1. Biblioteca... 3 2. Infra-Estrutura... 3 2.1 Espaço físico... 3 Campus I... 3 Instalações para estudos individuais... 3 Instalações para estudos em grupo... 3 3. Acervo Bibliográfico...

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DO IBMEC

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DO IBMEC REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS DO IBMEC 1. Do objetivo a) Este Regulamento estabelece as normas de funcionamento e dos serviços prestados pelas Bibliotecas do Ibmec. b) As normas prescritas neste documento

Leia mais

REGIMENTO INTERNO REDE DE BIBLIOTECAS FACULDADE PADRÃO

REGIMENTO INTERNO REDE DE BIBLIOTECAS FACULDADE PADRÃO REGIMENTO INTERNO REDE DE BIBLIOTECAS FACULDADE PADRÃO 2015 REGIMENTO REDE DE BIBLIOTECAS FACULDADE PADRÃO Título I Das Disposições Preliminares Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1º - Este regulamento

Leia mais

Normas de Utilização e de Funcionamento da Biblioteca Campus Cachoeiro de Itapemirim

Normas de Utilização e de Funcionamento da Biblioteca Campus Cachoeiro de Itapemirim Normas de Utilização e de Funcionamento da Biblioteca Campus Cachoeiro de Itapemirim Título I Disposições Gerais Art. 1º - As normas tem por finalidade regular o funcionamento e a utilização da Biblioteca

Leia mais

GUIA ORIENTADOR DO NÚCLEO DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA

GUIA ORIENTADOR DO NÚCLEO DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA GUIA ORIENTADOR DO NÚCLEO DE INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA Missão do Senai Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade

Leia mais

REGIMENTO DA BIBLIOTECA. Rosmar Tobias FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃ DO NORTE

REGIMENTO DA BIBLIOTECA. Rosmar Tobias FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃ DO NORTE REGIMENTO DA BIBLIOTECA Rosmar Tobias FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃ DO NORTE SUMÁRIO 1 DOS OBJETIVOS... 3 2 DA ORGANIZAÇÃO TÉCNICA... 3 3 DA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA... 3 4 DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO...

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE E ESCOLA TÉCNICA NOVO RUMO SUMÁRIO TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 DA INSTITUIÇÃO BIBLIOTECA... 3 DA FINALIDADE DESTE REGULAMENTO... 3 PRINCÍPIOS DA BIBLIOTECA...

Leia mais

DA UEFS PARA NOVOS USUÁRIOS

DA UEFS PARA NOVOS USUÁRIOS APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UEFS PARA NOVOS USUÁRIOS Sistema Integrado de Bibliotecas da UEFS Sejam Bem-Vindos! SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS DA

Leia mais

FUNDAÇÃO HEMOCENTRO DE RIBEIRÃO PRETO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

FUNDAÇÃO HEMOCENTRO DE RIBEIRÃO PRETO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Este regulamento tem por objetivo estabelecer normas referentes ao funcionamento da Biblioteca. CAPÍTULO I MISSÃO INSTITUCIONAL DA FUNDAÇÃO HEMOCENTRO DE RIBEIRÃO PRETO (FUNDHERP)

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA Revisão 00 31/08/2009 Edição inicial Revisão 01 29/06/2011 - Nova redação para o Cap. I,

Leia mais

Horários de Funcionamento

Horários de Funcionamento Fique por dentro Seja bem-vindo à Biblioteca de São Paulo (BSP). O espaço foi construído para que você possa usufruir os diversos títulos de livros, audiolivros e DVDs, além de participar das atividades

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA Revisão 00 31/08/2009 Edição inicial Revisão 01 29/06/2011 Nova redação para o Cap. I, art.

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENSINO DE FÍSICA EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na Modalidade

Leia mais

REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC

REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC 1- Horário de Funcionamento 08:00 às 21:00 horas ininterruptas. No período de férias, o horário será reduzido. 2- Normas do

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR SANTA RITA LTDA (Código e-mec:18961 Código Mantenedora:

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR SANTA RITA LTDA (Código e-mec:18961 Código Mantenedora: FACULDADE ANGLO-AMERICANO DE CHAPECÓ-FAACH (Câmpus Faculdade Santa Rita de Chapecó Código e-mec: 1067886) Credenciada pela Portaria Ministerial nº 337, de 24 de março de 2010, com aditamento ao credenciamento

Leia mais

BIBLIOTECA JOÃO LÁZARO FERREIRA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO

BIBLIOTECA JOÃO LÁZARO FERREIRA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO BIBLIOTECA JOÃO LÁZARO FERREIRA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO 1. DA BIBLIOTECA Art. 1º. A Biblioteca João Lázaro Ferreira da Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás tem por finalidade reunir,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA DA COMPETÊNCIA Art.1º. A Biblioteca da Faculdade Canção Nova tem atribuição de desenvolver e implantar política de desenvolvimento do respectivo acervo e promover o tratamento,

Leia mais

NORMAS DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UVA

NORMAS DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UVA NORMAS DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UVA 1.º - Da inscrição Visitante e Visitante Ex-Aluno 1- Para freqüentar a Biblioteca é necessário cadastrar-se como usuário, identificando-se sempre como Visitante

Leia mais

FORMULÁRIO PARA RECADASTRAMENTO DAS BIBLIOTECAS PÚBLICAS MUNICIPAIS

FORMULÁRIO PARA RECADASTRAMENTO DAS BIBLIOTECAS PÚBLICAS MUNICIPAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA SUPERINTENDÊNCIA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS E SUPLEMENTO LITERÁRIO FORMULÁRIO PARA RECADASTRAMENTO DAS BIBLIOTECAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DO

Leia mais

REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ

REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ REGULAMENTO BIBLIOTECA DA FACULDADE FIP / MAGSUL DE PONTA PORÃ Este regulamento visa estabelecer padrões e normas referentes ao funcionamento da Biblioteca das Faculdades MAGSUL, objetivando sempre o aperfeiçoamento

Leia mais

Regulamento da Biblioteca São José

Regulamento da Biblioteca São José 1 Regulamento da Biblioteca São José Pato Branco - PR 2 SUMÁRIO DO REGULAMENTO E SUA APLICAÇÃO... 3 DA NATUREZA E FINS... 3 DO ACERVO... 4 DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO... 4 DA ORGANIZAÇÃO... 5 DO PESSOAL...

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA SUMÁRIO 1 - INTRODUÇÃO... 3 2 - DO REGULAMENTO E SUA APLICAÇÃO... 3 3 - DAS INSCRIÇÕES... 3 4 - DO ACERVO... 3 5 - DO PRAZO DE EMPRÉSTIMO E QUANTIDADES DE VOLUMES... 4 6 - DA

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA

FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2008 REGULAMENTO INTERNO BIBLIOTECA Revisão 00 31/08/2009 Edição inicial Revisão 01 29/06/2011 - Nova redação para o Cap. I,

Leia mais

BIBLIOTECA Pe CARLOS LEÔNCIO ALVES DA SILVA FACULDADE SALESIANA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

BIBLIOTECA Pe CARLOS LEÔNCIO ALVES DA SILVA FACULDADE SALESIANA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA BIBLIOTECA Pe CARLOS LEÔNCIO ALVES DA SILVA FACULDADE SALESIANA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Recife, 2010 1. Objetivo A Biblioteca Pe Carlos Leôncio Alves da Silva, tem como objetivo atuar junto à comunidade

Leia mais

REGIMENTO DA BIBLIOTECA UNIFAVIP DeVry

REGIMENTO DA BIBLIOTECA UNIFAVIP DeVry REGIMENTO DA BIBLIOTECA UNIFAVIP DeVry REGIMENTO DA BIBLIOTECA UNIFAVIP DeVry DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DA COMPETÊNCIA Art. 1º. Compete a Biblioteca do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I Das disposições gerais Art. 1º. A Biblioteca, tem por objetivo oferecer suporte informacional à toda Instituição, podendo ser aberta à comunidade para consulta bibliográfica.

Leia mais

RESOLUÇÃO GP N. 23 DE 14 DE AGOSTO DE 2014.

RESOLUÇÃO GP N. 23 DE 14 DE AGOSTO DE 2014. RESOLUÇÃO GP N. 23 DE 14 DE AGOSTO DE 2014. Dispõe sobre o funcionamento da Biblioteca Desembargador Marcílio Medeiros. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA, considerando o exposto

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA MAESTRO GUERRA-PEIXE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA MAESTRO GUERRA-PEIXE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA MAESTRO GUERRA-PEIXE PAÇO DO FREVO GERÊNCIA DE CONTEÚDO NÚCLEO DE DOCUMENTAÇÃO E PESQUISA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA MAESTRO GUERRA-PEIXE

Leia mais

REGIMENTO INTERNO BIBLIOTECA MACHADO DE ASSIS

REGIMENTO INTERNO BIBLIOTECA MACHADO DE ASSIS REGIMENTO INTERNO BIBLIOTECA MACHADO DE ASSIS Aprova o Regimento da Biblioteca do Colégio Cenecista Dr. Julio Cesar Ribeiro Neves e dá outras providências. A Diretora do Colégio Cenecista Dr. Julio Cesar

Leia mais

Fatec Pindamonhangaba

Fatec Pindamonhangaba Regulamento da Biblioteca CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO Art. 1º - A Biblioteca da FATEC Faculdade de Tecnologia de Pindamonhangaba, rege-se pelo Regimento desta Instituição e por este Regulamento. Art. 2º

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Regulamenta o funcionamento da biblioteca no âmbito da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem por

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA 1 INTRODUÇÃO A Biblioteca é referida pelos Estatutos da FAJE no Título II, Cap. II, Art. 20, 1, e no Título 111, Art. III, Artigos 61, 64 69. Este regulamento deve ser revisto

Leia mais

Informações inerentes à renovação de matrícula para o ano letivo de 2016.

Informações inerentes à renovação de matrícula para o ano letivo de 2016. Vitória/ES, 02 de outubro de 2015. Informações inerentes à renovação de matrícula para o ano letivo de 2016. Senhores Pais ou Responsáveis, Informamos que o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais

Leia mais

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes:

EXTERNATO DA LUZ. A Biblioteca encontra-se dividida em seis áreas funcionais de características diferentes: EXTERNATO DA LUZ REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1.OBJETIVOS A Biblioteca do Externato da Luz tem por finalidade facilitar o acesso à cultura, à informação, à educação e ao lazer, bem como facultar aos

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015.

PRÓ-REITORIA DE ENSINO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015. Estabelece o regulamento para Utilização da Biblioteca. A PRÓ-REITORA DE ENSINO, usando da atribuição que lhe confere o inciso IV, do artigo 41, do Estatuto

Leia mais

Biblioteca Universitária

Biblioteca Universitária FAHESA Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e de Saúde de Araguaína ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Biblioteca Universitária Araguaína Março de 011 APRESENTAÇÃO A Biblioteca

Leia mais

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA ATENÇÃO: - O da FZEA solicita um prazo de 5 (cinco) dias úteis após a entrega da documentação da matrícula para que as informações sejam cadastradas

Leia mais

EDUCAR E PESQUISAR HISTÓRICO. Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por:

EDUCAR E PESQUISAR HISTÓRICO. Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por: Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz EDUCAR E PESQUISAR HISTÓRICO Data Revisão Descrição Elaborado por: Aprovado por: 00 Emissão Inicial 10/03/2012 01 Alteração do Formato Ângela Maria Ribeiro

Leia mais

BIBLIOTECA FACULDADE LA SALLE CAXIAS DO SUL: NORMAS DE UTILIZAÇÃO

BIBLIOTECA FACULDADE LA SALLE CAXIAS DO SUL: NORMAS DE UTILIZAÇÃO BIBLIOTECA FACULDADE LA SALLE CAXIAS DO SUL: NORMAS DE UTILIZAÇÃO CAXIAS DO SUL, 2015 SUMÁRIO 1 NORMAS DE UTILIZAÇÃO DA BIBLIOTECA... 3 1.1 Horários... 3 1.2 Contatos... 3 1.3 Catálogo online... 3 1.4

Leia mais

Regulamento da Biblioteca e Gestão da Informação nos campi da Foz e Asprela

Regulamento da Biblioteca e Gestão da Informação nos campi da Foz e Asprela Regulamento da Biblioteca e Gestão da Informação nos campi da Foz e Asprela Campus Foz Rua Diogo Botelho, 1327 4169-005 Porto, Portugal t: 226196241 Campus da Asprela Rua Arquiteto Lobão Vital Apartado

Leia mais

BIBLIOTECA PAULO LACERDA DE AZEVEDO R E G I M E N T O

BIBLIOTECA PAULO LACERDA DE AZEVEDO R E G I M E N T O BIBLIOTECA PAULO LACERDA DE AZEVEDO R E G I M E N T O I N T E R N O Porto Alegre, 2013 TITULO I DA NATUREZA E SEUS FINS Art. 1 A Biblioteca Paulo Lacerda de Azevedo, criada em 1962, registrada sob o nº.

Leia mais

< < Alimentos e bebidas só podem ser. < < O espaço da BSP é para pessoas e livros. < < Caso tenha esquecido sua carteirinha, fica

< < Alimentos e bebidas só podem ser. < < O espaço da BSP é para pessoas e livros. < < Caso tenha esquecido sua carteirinha, fica Oriente-se S eja bem-vindo à Biblioteca de São Paulo (BSP). O espaço foi construído para que você possa usufruir os diversos títulos de livros, audiolivros e DVDs, além de participar das atividades oferecidas.

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários:

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários: REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 Este Regulamento normatiza o funcionamento das Bibliotecas da Universidade do Vale do Sapucaí Univás, mantida pela Fundação de Ensino Superior

Leia mais

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 2/2015 O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital contendo as normas referentes ao Processo Seletivo para o

Leia mais

UNIVERSIDADE NILTON LINS SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS BIBLIOTECA CENTRAL NORMA DAS BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS

UNIVERSIDADE NILTON LINS SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS BIBLIOTECA CENTRAL NORMA DAS BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS 1 UNIVERSIDADE NILTON LINS SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS BIBLIOTECA CENTRAL NORMA DAS BIBLIOTECAS DA UNINILTON LINS O Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Nilton Lins é

Leia mais

Recepção de Calouros. Lavras-MG 2º semestre/2014

Recepção de Calouros. Lavras-MG 2º semestre/2014 Recepção de Calouros Lavras-MG 2º semestre/2014 Contatos: (35) 3829-1174/1181 HORÁRIOS DE ATENDIMENTO De segunda a sexta-feira 07h15 às 21h45. Aos sábados 07h15 às 12h45. Qualquer alteração no horário

Leia mais

REGULAMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA GETÚLIO VARGAS

REGULAMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA GETÚLIO VARGAS REGULAMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA GETÚLIO VARGAS A Presidente da Academia de Educação Montenegro, no uso de suas atribuições regimentais e regulamentares, tendo em vista o Regimento Interno das Faculdades

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO BIBLIOTECA. Socioambiental & Sustentabilidade

GUIA DO USUÁRIO BIBLIOTECA. Socioambiental & Sustentabilidade GUIA DO USUÁRIO BIBLIOTECA Socioambiental & Sustentabilidade APRESENTAÇÃO A Biblioteca Nossa Senhora das Mercês Itpac Porto do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos ITPAC-PORTO proporciona suporte

Leia mais

REGULAMENTO DE BIBLIOTECAS

REGULAMENTO DE BIBLIOTECAS REGULAMENTO DE BIBLIOTECAS Este regulamento visa estabelecer padrões e normas para o funcionamento das Bibliotecas das Unidades de Ensino mantidas pela PITÁGORAS, objetivando sempre o aperfeiçoamento dos

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO CONSELHO FEDERAL DE CONTA- BILIDADE

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO CONSELHO FEDERAL DE CONTA- BILIDADE REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO CONSELHO FEDERAL DE CONTA- BILIDADE CAPÍTULO I Da finalidade Art. 1º A Biblioteca do Conselho Federal de Contabilidade terá por finalidade: I - proporcionar ao presidente,

Leia mais

INFORMAÇÕES DA BIBLIOTECA 2014

INFORMAÇÕES DA BIBLIOTECA 2014 INFORMAÇÕES DA BIBLIOTECA 2014 A Biblioteca Universitária Professor Raimundo Rodrigues de Sousa é um órgão suplementar das Faculdades FATEPI & FAESPI, vinculada à Direção Geral das mesmas. Tem como objetivo

Leia mais

BIBLIOTECA PROFESSOR VIDAL VANHONI

BIBLIOTECA PROFESSOR VIDAL VANHONI BIBLIOTECA PROFESSOR VIDAL VANHONI NORMAS DE FUNCIONAMENTO O acervo desta Biblioteca está à disposição: - Da comunidade em geral, para consultas; - Dos alunos, professores(as) e funcionários(as) da FESP

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012.

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012. MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO TOCANTINS PORTARIA Nº 41, DE 21 DE AGOSTO DE 2012. Aprova o Regulamento Interno da Biblioteca da PR/TO. O PROCURADOR-CHEFE DA PROCURADORIA

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER. Capítulo I Disposições Preliminares

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER. Capítulo I Disposições Preliminares UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA GEORGE ALEXANDER Capítulo I Disposições Preliminares Art. 1º Este regulamento disciplina o funcionamento da Biblioteca George Alexander

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861

MANUAL DO USUÁRIO. Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 MANUAL DO USUÁRIO Organização: Evanildo Vieira dos Santos Bibliotecário CRB7-4861 Rio de Janeiro INPI/CEDIN 2014 BIBLIOTECA DO INPI Vinculada ao Centro de Disseminação da Informação Tecnológica (CEDIN),

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UCB

REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UCB REGULAMENTO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UCB 1. INTRODUÇÃO O Sistema de Bibliotecas da UCB possui um acervo com mais de 200.000 volumes possibilitando o acesso dos usuários aos livros, sistemas de consulta,

Leia mais

FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE

FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE DIRETORIA : Direção Acadêmica: Carlos Santos da Figueira Direção administrativa: José Pacheco Coordenação acadêmica: Gilliat Falbo SUPERINTENDÊNCIA Superintendência Geral:

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DO VALE DO ITAPECURU

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DO VALE DO ITAPECURU REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DO VALE DO ITAPECURU Este regulamento visa estabelecer padrões e normas referente ao funcionamento da Biblioteca da Faculdade do Vale do Itapecuru - FAI, objetivando

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS DO IFRS

SISTEMA DE BIBLIOTECAS DO IFRS Manual do Usuário: SISTEMA DE BIBLIOTECAS DO IFRS Em 2013 foi adquirido o Sistema de Gerenciamento de Bibliotecas Pergamum para todas Bibliotecas do IFRS. A implantação está sendo feita de acordo com as

Leia mais

FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DA BIBLIOTECA BIBLIOTECA ARMANDO RISCALI

FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DA BIBLIOTECA BIBLIOTECA ARMANDO RISCALI FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DA BIBLIOTECA BIBLIOTECA ARMANDO RISCALI OLÍMPIA 2014 1 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA BIBLIOTECA ARMANDO RISCALI APRESENTAÇÃO A Biblioteca presta serviços ao público em

Leia mais

Recepção de Calouros. Lavras-MG 1º semestre/2015

Recepção de Calouros. Lavras-MG 1º semestre/2015 Recepção de Calouros Lavras-MG 1º semestre/2015 Contatos: (35) 3829-1174/1181 www.biblioteca.ufla.br biblioteca@reitoria.ufla.br informacao@biblioteca.ufla.br www.facebook.com/biblioteca.ufla.br HORÁRIOS

Leia mais

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS KROTON EDUCACIONAL SA

REGULAMENTO INTERNO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS KROTON EDUCACIONAL SA REGULAMENTO INTERNO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS KROTON EDUCACIONAL SA CONTROLE DE REVISÕES* Editadoem: Revisado em: Revisado por: Históricoda revisão: 04/07/2014 - - Primeira versão corporativa. * As atualizações

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. EDITAL Nº 034/PRPGP/UFSM, de 18 de julho de 2012

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. EDITAL Nº 034/PRPGP/UFSM, de 18 de julho de 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 034/PRPGP/UFSM, de 18 de julho de 2012 ABERTURA DE INSCRIÇÃO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO ENGENHARIA ELÉTRICA, EM NÍVEL DE DOUTORADO (CÓDIGO

Leia mais

PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 18/2008 DE 23 DE JUNHO DE 2008.

PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 18/2008 DE 23 DE JUNHO DE 2008. PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 18/2008 DE 23 DE JUNHO DE 2008. Estabelece normas para utilização da Biblioteca da Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente. O Diretor da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

ESCOLA DE ENFERMAGEM WENCESLAU BRAZ Biblioteca Madre Marie Ange Política de Formação e Desenvolvimento de Coleções

ESCOLA DE ENFERMAGEM WENCESLAU BRAZ Biblioteca Madre Marie Ange Política de Formação e Desenvolvimento de Coleções Objetivo O desenvolvimento de coleções é um processo ininterrupto, uma atividade regular e permanente que deve atender aos pilares da educação: ensino, pesquisa e extensão. Tem por objetivo formar e desenvolver

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA FACISABH

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA FACISABH REGULAMENTO DA BIBLIOTECA FACISABH Belo Horizonte 2014 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA FACISABH 1 Da Finalidade da Biblioteca A Biblioteca FacisaBH tem como finalidade proporcionar ao corpo docente, discente

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA Aprovado pela Resolução Consuni nº. 15/08, de 21/05/08. CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E DO FUNCIONAMENTO Art. 1º A Biblioteca Acadêmica, órgão de apoio às atividades do

Leia mais

Regulamento Interno da Biblioteca da Estácio FAL CAPÍTULO I DO OBJETIVO

Regulamento Interno da Biblioteca da Estácio FAL CAPÍTULO I DO OBJETIVO Regulamento Interno da Biblioteca da Estácio FAL CAPÍTULO I DO OBJETIVO Art. 1º - Este regulamento tem como objetivo definir normas para prestação e utilização dos serviços da Biblioteca da FAL - Faculdade

Leia mais

FAB Faculdade Barão do Rio Branco FAC Faculdade do Acre

FAB Faculdade Barão do Rio Branco FAC Faculdade do Acre Informativo da Biblioteca Prof. Dr. Pedro Martinello Estrutura física da Biblioteca A Biblioteca da FAB/ FAC está instalada em área de 226m2, dividida nos seguintes setores: - Recepção/Acesso; - Setor

Leia mais