TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01 /2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01 /2012"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01 /2012 Projeto: RESERVA BIOLÓGICA UNIÃO UMA ÁREA NATURAL PROTEGIDA DE MATA ATLÂNTICA ACESSÍVEL AOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS. Protocolo nº: Assunto: Item: Contratação de serviços de pessoa jurídica para obras civis destinadas à adaptação dos acessos e dependências do Centro de Vivência e no percurso da Trilha aos portadores de necessidades especiais. x Obras e Instalações Prestação de Serviços Aquisição de materiais e equipamentos INFORMAÇÕES 1. JUSTIFICATIVA A Reserva Biológica União, Unidade de Conservação (UC) federal criada em abril de 1998, está localizada na região das Baixadas Litorâneas do Estado do Rio de Janeiro, nos municípios de Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e Macaé e tem com objetivo de criação assegurar a proteção e recuperação de remanescentes da Mata Atlântica e formações associadas, da fauna típica, que dela depende, em especial o mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia). Para tanto, vem desenvolvendo programas de manejo nas áreas de administração, pesquisa e monitoramento, proteção, relações externas e de educação ambiental. Essa Unidade de Conservação, é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade ICMBio, possui uma área total de ha de Mata Atlântica. Uma importante ferramenta utilizada na interação com as comunidades é a oportunidade das pessoas poderem visitar a Unidade de Conservação, objetivando conhecê-la, valorizá-la e assim participar de sua conservação e proteção. Para tanto, na Reserva Biológica União foi desenvolvida uma trilha por entre a Mata Atlântica que permite ao visitante observar e interpretar processos ecológicos e a vasta diversidade de fauna e flora nela existente. Essa trilha, resguardando a sua história, recebeu o nome de Trilha Interpretativa do Pilão. No entanto, um dos segmentos da população, na sua maioria excluída de atividades de recreação e contemplação da natureza, principalmente em áreas naturais, é a dos portadores de necessidades especiais, pois de uma forma geral, a deficiência limita e consequentemente pode segregar o indivíduo do convívio social, afastando-o das oportunidades normais de realização (Trugillo R. s/d). O censo realizado pelo IBGE (2000), pela primeira fez apontou o número de deficientes no Brasil - 24,5 milhões de pessoas (14,5% da população nacional) sendo que deste total, 19,8 milhões estão concentrados na zona urbana e 4,8 milhões em zonas rurais. Dentre os portadores de deficiência investigados, 8,3% possuíam deficiência mental, 4,1% deficiência física, 22,9% deficiência motora, 48,1% deficiência visual e 16,7% deficiência auditiva. Considerando o percentual de 14,5% da população como portadores de necessidades especiais, estima-se que atualmente nos municípios de Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e Macaé, existam cerca de pessoas que possuem algum tipo de necessidade especial e que por falta de condições adequadas de acessibilidade, estão sendo privadas de vivenciar experiências em ambientes naturais. A fim de incluir os portadores de necessidades especiais da região nas atividades de Educação Ambiental desenvolvidas na Reserva Biológica União, deverão ser realizadas alterações nos acessos e dependências do Centro de Vivência e no percurso da trilha interpretativa a ser adaptado. Este percurso, com 900 m de extensão, foi escolhido considerando sua representação ecológica e atratividade, além da reduzida inclinação do terreno, o que facilita a acessibilidade das pessoas portadoras de necessidades especiais. Tais adaptações, no que diz respeito às modificações estruturais, terão como base a NBR 9050/2004. Esse projeto após concluído irá proporcionar ao mesmos, a possibilidade de adquirir os conhecimentos, o sentido dos valores, o interesse ativo e as atitudes necessárias para proteger e melhorar o meio ambiente. 2. IDENTIFICAÇÃO Contratação de empresa de construção civil para executar obras de acessibilidade no Centro de Vivências e na Trilha Interpretativa da Reserva Biológica União/ICMBio (Trilha do Pilão). 1

2 3. OBJETIVO DO TRABALHO Realização de obras que permitirão o acesso das pessoas portadoras de necessidades especiais ao Centro de Vivências e a Trilha Interpretativa da REBIO União, para que possam ser incluídas no programa de Educação Ambiental da unidade de conservação. 4. SERVIÇOS, ETAPAS E PRODUTOS 1. Acessibilidade ao Centro de Vivências - Novos Acessos ao Centro de Vivência Construção de calçada na lateral direita do pátio, com 35m de comprimento e 1,6m de largura, que receberá forração em bloquete intertravado em concreto na cor cerâmica e guias laterais na cor concreto. Redução da declividade da rampa de acesso principal ao do Centro de Vivência. Construção de rampas de acesso na varanda dos fundos e portas laterais. - Adaptações dos Banheiros no Centro de Vivência Os sanitários do Centro de Vivência deverão ser adequados com vasos na altura e disposição correta; colocação de barras de apoio metálicas na lateral e na parede do fundo. Essas modificações estarão em conformidade com as normas técnicas para portadores de necessidades especiais (Prancha P0). As portas dos sanitários já se encontram adequadas aos portadores de necessidades especiais 2. Obras da Trilha Calçada Forração do piso com bloquete travado em concreto na cor cerâmica e guias nas bordas laterais na cor concreto, nos 900m iniciais da trilha. A largura do piso será de 1,60 m, o que permitirá o fluxo de ir e vir de cadeirante. Todo o piso será assentado em colchão de pó de pedra e nivelado. Passarela em madeira Na passarela existente sobre a área alagada, serão construídas rampas de acesso. Toda a forração existente será substituída por pranchas em eucalipto tratado, com juntas secas, o que permitirá o fluxo de todo o público portador de necessidades especiais (Prancha P2-5). Largo Vinhático Neste trecho a trilha será ampliada lateralmente, formando um largo, cujo piso terá parte em bloquete travado e parte em pranchas de eucalipto, com juntas secas, em deck. Esse espaço permitirá a aproximação das pessoas a um exemplar de uma árvore nativa, chamada vinhático (Prancha P3-5). Largo Descanso Neste ponto será construído um largo, que receberá forração no piso em bloquete travado e quatro bancos em eucalipto tratado para descanso e contemplação dos usuários, formando uma pequena praça (Prancha P4-5). Aclive Após o Largo Descanso, inicia-se um aclive com aproximadamente 80 m de comprimento, que terá a cada 15 m intervenções de parada, por ser exigência da NBR Largo Bambu Balde/Represa Ao final dos 900 m da trilha a ser adaptada será construído um largo, cujo piso, com guias laterais na cor concreto, terá parte em bloquete travado e parte em pranchas de eucalipto tratado, com juntas secas, formando um deck. Deverão ser colocados 2 bancos em madeira de eucalipto tratado. Esse espaço permitirá a aproximação das pessoas a uma touceira de bambu conhecida por Bambu Balde e a represa (Prancha P5-5). Nos pontos da trilha, denominados de Passarela, Largo Vinhático, Largo Descanso, Aclive e Largo Bambu Balde/Represa, deverão ser construídos guarda-corpos com madeira de eucaliptos tratado, que terão a altura máxima de 0,85m para permitir aos cadeirantes a perfeita visão de tudo ao redor, oferecendo também segurança a todos os usuários. 2

3 Especificações Técnicas de Serviços e Materiais: 1. Projetos 1.1. Serão fornecidas cópias do projeto (pranchas) para execução da obra; 2. Serviços Iniciais 2.1. Instalação do canteiro de obras pela contratada. 3. Demolições e Remoções 3.1. Deverão ser arrancadas todas as peças de sustentação, forração do piso e guarda-corpo da passarela existente; 3.2. Deverá ser feita a substituição do guarda-corpo existente na passarela por peças em eucalipto tratado na altura padrão de 0,85m, exigida pela NBR 9050; 3.3. Deverá ser feita demolição manual do revestimento em azulejo na área a ser reformada, inclusive argamassa de assentamento dos sanitários do centro de vivência; 3.4. Deverá ser arrancado o piso cerâmico do sanitário para substituição de peças; 4. Revestimentos Internos e Externos 4.1. Execução de contra piso, base ou camada regularizadora, executada c/ argamassa de cimento e areia Execução de revestimento das paredes do sanitário, na área de intervenção, com azulejos brancos 15x15 qualidade extra, assentados na nata de cimento comum, tendo suas juntas corridas com 2 mm e rejuntadas com pasta de cimento branco Revestimento de piso nos sanitários c/ ladrilho de alta resistência esmaltado. 5. Pisos Internos/Externos 5.1. Execução de piso em concreto para rampas de acesso, portas laterais e varanda dos fundos; 5.2. Fornecimento e colocação de bloquete travado em concreto na cor cerâmica e na cor concreto, para as rampas de acesso ao centro de vivência, para a calçada na lateral direita do pátio do centro de vivências, com 35m de comprimento e para os 900m da trilha do pilão e largo de descanso. Estes serão colocados em colchão de areia e fixado; 5.3. Camada de bloqueio (colchão) de pó-de-pedra, espalhado e comprimido mecanicamente em toda área de recebimento do bloquete travado; 5.4. Fornecimento e colocação de meio-fio pré-moldado 15MPA, c/0,15 m de base e 0,45m de altura; 6. Instalações Hidrossanitárias 6.1 Unidade de referência para recuperação de instalações Hidrossanitárias em tubo de PVC; 6.2 Fornecimento e colocação de registro de gaveta em bronze com diâmetro de ¾ ; 3

4 7. Aparelhos sanitários 7.1 Fornecimento e instalação de cuba para lavatório em louça branca, tipo médio luxo, com ladrão, inclusive acessório de fixação, ferragem e metal cromados: sifão de 1 x 1 de ¼, torneira de pressão 1193 de ½ e válvula de esgotamento de Rabicho em PVC para os sanitários ; 7.2 Fornecimento e instalação de vaso sanitário de louça branca, tipo popular, com caixa acoplada e medidas em torno de 36x65x35 cm, inclusive assento plástico tipo popular e rabicho em PVC, para os sanitários; 7.3 Fornecimento e instalação de barras de apoio cromadas fixadas nas paredes dos boxs sanitários; 7.4 Fornecimento e instalação de torneira para lavatório 1193 de ½ x 9 cm aproximadamente em metal cromado para os sanitários ; 8. Mármores e Granitos 8.1. Fornecimento de divisórias em granito cinza; 8.2. Fornecimento de bancada para lavatório em granito cinza de 1,20x0,55x0,03 m; 9. Madeira 9.1 Fornecimento e colocação de peça em eucalipto tratado, para sustentação de retentores em área alagada com seção de diâmetro 0,20m e altura média de 1,50m. 9.2 Fornecimento e colocação de peça em eucalipto tratado, para sustentação de retentores em área alagada com seção de diâmetro 0,15 m e altura média de 2,50m. 9.3 Fornecimento e colocação de prancha em eucalipto tratado de 0,15mx0,04mx3,50m 9.4 Fornecimento e colocação de pranchas em eucalipto tratado como deck em balanço; 9.5 Fornecimento e colocação de peças em eucalipto tratado com 0,16m de diâmetro para o guarda-corpo; 9.6 Fornecimento de bancos em eucalipto com 1,20x 0,40 m; 10. Orientações Gerais Deverá ser mantido na obra um responsável, devidamente orientado pelo engenheiro ou arquiteto, bem como deverá este profissional praticar visitas periódicas ou quando solicitado pela fiscalização, de modo a dirimir referentes a correta execução do projeto. Deverão ser mantidos na obra medicamentos de emergência, bem como equipamentos de segurança dos operários. A aceitação da obra estará condicionada ao cumprimento de todas as exigências efetuadas pelo fiscal nomeado pelo ICMBio, principalmente no que diz respeito ao cumprimento das Leis Trabalhistas e Previdenciárias, ao CREA, qualidade da execução, acabamento e limpeza, que deverão estar de acordo com as especificações, normas, projetos de arquitetura e memorial descritivo. 4

5 5. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES E PRAZOS O prazo total para a realização do serviço são quatro (04) meses após a assinatura do termo de autorização de início de obra. Poderá haver prorrogação do prazo, caso exista a necessidade, desde que ocorra uma justificativa por escrito pela contratada ao ICMBio e este submeter à aprovação da contratante, além de um novo cronograma. Segue cronograma: Atividades Acessos ao Centro de Vivência X X Adaptação dos Banheiros X X Mês 1º 2º 3º 4º Obra do Percurso da Trilha X X X X 6. FORMA DE PAGAMENTO Os pagamentos serão realizados no máximo 10 (dez) dias após aprovação da medição e da fatura de serviços prestados pelo fiscal de obra, mediante a entrega do Termo de Recebimento e Aceite e nota fiscal de cada etapa ao contratante. Atividades Mês 1º 2º 3º 4º Acessos ao Centro de Vivência 5% 5% Adaptação dos Banheiros 5% 10% Obra do Percurso da Trilha 10% 10% 25% 30% 7. HABILITAÇÃO TÉCNICA A empresa construtora a ser contratada deve possuir experiência comprovada em obras com conceitos de conforto ambiental e energias renováveis e/ou já ter trabalhado com construções em unidades de conservação ou áreas similares. Deve respeitar as legislações vigentes, as características do terreno e a minimização dos impactos ambientais; deve ser apto a exercer as atividades perante o CREA e apresentar ART de todos os serviços. 8. PRAZO O prazo para conclusão das obras será de até 120 dias a partir data de inicio contida no Termo de Autorização para Início de Obra, permitindo a posse do canteiro pelo coordenador do projeto na RESERVA BIOLÓGICA UNIÃO. 9. OBRIGAÇÕES DAS PARTES 9.1 Obrigações do ICMBio: Prestar as informações e os esclarecimentos que venham a ser solicitados, bem como disponibilizar-se para reuniões; Supervisionar e acompanhar o desempenho das obras e suas etapas, assim como convocar a qualquer momento o executor para prestar esclarecimentos ou sanar dúvidas; Avaliar medições e produtos de cada etapa em até 10 dias, no máximo; Fornecer os projetos executivos completos; Fornecer o modelo e as informações necessárias para a confecção das placas de obras. 5

6 9.2 Obrigações da contratada: A execução dos serviços deverá ser fiel aos projetos fornecidos pelo ICMBio. Qualquer sugestão ou necessidade de mudança deverá ser solicitada formalmente à fiscalização para sua aprovação; Todas as informações referentes ao andamento das obras deverão constar no diário de obras; Deverá ser apresentada no início das obras a ART (anotação de responsabilidade técnica) junto ao CREA/RJ; Por se tratar de obras em unidade de conservação, deve-se atentar ao transporte e despejo de todo o tipo de resíduos, de maneira que não afetem a uma área de proteção integral Deverá ser confeccionada placa de obras, conforme modelo e informações fornecidas pelo ICMBio ; Todos os serviços, bem como informações contidas nos projetos, deverão ser executados rigorosamente em consonância com as normas da ABNT e demais legislações pertinentes A contratada e os serviços prestados devem ainda obedecer todas as indicações do processo de seleção e do contrato jurídico Realizar visita técnica para reconhecimento do terreno antes da apresentação das propostas; Apresentar cronograma-físico financeiro atualizado; Estar, através da fiscalização, em contato com o chefe da unidade e contratante para troca de informações, documentos e orientações técnicas, definição de tarefas, prazos e critérios para aprovação, adequação de estudos; Realizar o serviço objeto deste estudo dentro da boa técnica e em conformidade legal e fornecer sempre que solicitado informações e documentos necessários ao desenvolvimento do serviço; A proposta apresentada deverá conter no preço global de todos os componentes do custo, bem como quaisquer gastos oriundos de obrigações e encargos fiscais, tributários, trabalhistas e previdenciários; Cumprir todas as diretrizes, realizar todas as tarefas e entregar todos os produtos deste Termo de Referência. 6

x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES

x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES Projeto: TERMO DE REFERÊNCIA Nº 2010062316505095 Conclusão das obras de infraestrutura física do alojamento de pesquisadores, recuperação das edificações existentes (sede administrativa e centro de visitantes),

Leia mais

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO

PROJETO BÁSICO I - DISPOSIÇÕES GERAIS I.1 - INTRODUÇÃO PROJETO BÁSICO OBJETO: Obras de Engenharia para Reforma e Ampliação do CAIC THEOPHILO DE SOUZA PINTO. Localizado na Rua Praça do Terço, s/nº - Nova Brasília - Bonsucesso Rio de Janeiro. I- DISPOSIÇÕES

Leia mais

PLANILHA GERAL ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA GERAL ORÇAMENTÁRIA ANEXO I PROCESSO LICITATÓRIO N 022/2009 CONVITE N 15 PLANILHA GERAL ORÇAMENTÁRIA LOCAL: CÂMARA DE VEREADORES DE URUGUAIANA OBJETO: REFORMA DE SANITÁRIOS PRAZO DE OBRAS: 120 dias MODALIDADE: EMPREITADA

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO URBANO

TRANSPORTE COLETIVO URBANO TRANSPORTE COLETIVO URBANO ABRIGOS PARA PONTOS DE PARADA PROJETO ARQUITETÔNICO Julho 2007 PARADAS DE ÔNIBUS Memorial Justificativo A proposta é a construção de mobiliário urbano para abrigo da população

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS HC1 PISO TÉRREO ALA B - HEMODINÂMICA HOSPITAL DE CLÍNICAS DE MARÍLIA MARÍLIA SP PROJETO: ENGEST ENGENHARIA LTDA Eng. Civil Marcos Stroppa Rua Lupércio

Leia mais

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO Especificação Destinada Construção do Núcleo de Empresas Junior INTRODUÇÃO A execução dos serviços referente Construção do Núcleo de Empresas Junior, obedecerá

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011. x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011. x Obras e Instalações Prestação de Serviços INFORMAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2011 Projeto: FORTALECIMENTO DO PARQUE ESTADUAL DA PEDRA BRANCA - PEPB: OBRAS DE RECUPERAÇÃO E AQUISIÇÃO DE MOBILIÁRIO E EQUIPAMENTOS Protocolo nº: 20110302174043107 Assunto:

Leia mais

SECRETARIA GOVERNO DO DE ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO 1. INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE INEA SEA NFORMAÇÕES:

SECRETARIA GOVERNO DO DE ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO 1. INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE INEA SEA NFORMAÇÕES: SECRETARIA GOVERNO DO DE ESTADO DO DO RIO DE JANEIRO 1. INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE INEA SEA Projeto: TERMO chrysomelas) Construção DE REFERÊNCIA de capturados recintos Nº em no 2013.0812.1029.37151

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO NORMAS GERAIS:

MEMORIAL DESCRITIVO NORMAS GERAIS: MEMORIAL DESCRITIVO INFORMAÇÕES GERAIS: OBRA: REFORMA E ADAPTAÇÃO DE P.S.F. CIDADE/UF: GOIATUBA / GO DATA: ABRIL DE 2013. UNIDADE: RECREIO DOS BANDEIRANTES (307) NORMAS GERAIS: 1. Os materiais e serviços

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA Projeto:... REFORMA POSTO DE SAÚDE Proprietário:... PREFEITURA MUNICIPAL DE IRAÍ Endereço:... RUA TORRES GONÇALVES, N 537 Área a Reformar:... 257,84

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma de Prédio Delegacia CRA Proprietário: Conselho Regional de administração Endereço: Av. Presidente Getulio Vargas, N 2.923 Área: 110,00 m² 1.

Leia mais

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL PEDRO REZENDE DOS SANTOS 1 - OBJETO:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO CASTANHAL (PA) MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. ABRIL/2014 REFORMA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES PLANO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNCIO - PPCI PAVILHÃO EMEF 1º DE MAIO LINHA SANTOS FILHO MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO Plano de Prevenção e Combate a Incêndio - PPCI - Pavilhão EMEF 1º de Maio

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA E PEDRISCO E CALÇADA CASA DO MEL

ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA E PEDRISCO E CALÇADA CASA DO MEL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS ANEXO VI PROJETO BÁSICO CONSTRUÇÃO DE MURO PRÉ-MOLDADO TIPO TRAPEZOIDAL E NYLOFOR, PAVIMENTAÇÃO EM PÓ DE PEDRA

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MEMORIAL DESCRITIVO FORNECIMENTO E EXECUÇÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA

MEMORIAL DESCRITIVO PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA MEMORIAL DESCRITIVO É OBRIGATÓRIO A EXECUÇÃO DOS ENSAIOS DE CONTROLE TECNOLÓGICO DAS OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA, SENDO INDISPENSÁVEL À APRESENTAÇÃO DO LAUDO TÉCNICO DE CONTROLE TECNOLÓGICO E DOS RESULTADOS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA REVITALIZAÇÃO DA SEDE E FORTALECIMENTO DA ESTRUTURA DE APOIO A VISITAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DO DESENGANO, EM SANTA MARIA MADALENA.

TERMO DE REFERÊNCIA REVITALIZAÇÃO DA SEDE E FORTALECIMENTO DA ESTRUTURA DE APOIO A VISITAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DO DESENGANO, EM SANTA MARIA MADALENA. TERMO DE REFERÊNCIA Projeto: REVITALIZAÇÃO DA SEDE E FORTALECIMENTO DA ESTRUTURA DE APOIO A VISITAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DO DESENGANO, EM SANTA MARIA MADALENA. Protocolo nº: 20140918174308155 Assunto:

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES PLANO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNCIO - PPCI AMPLIAÇÃO EMEI GENTE MIÚDA BAIRRO MACEDO MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO Plano de Prevenção e Combate a Incêndio - PPCI Ampliação EMEI Gente Miúda

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO CÂMPUS RESTINGA

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO CÂMPUS RESTINGA MEC/SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E DE PLANEJAMENTO DPO - REITORIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO CLIENTE: OBJETIVO: OBRA: PROJETO: LOCAL: CIDADE: MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO 21º ANDAR EDIFICIO CENTRAL REFORMA 21º ANDAR EDIFÍCIO CENTRAL RUA CALDAS JUNIOR Nº 120-21º ANDAR- Centro Porto Alegre/RS

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ARQUITETURA 1.1 VEDAÇÕES 1.1.1 Alvenaria de Blocos Cerâmicos Tipo: 10x20x20 Aplicação: todas as Paredes internas e externas 1.2 ESQUADRIAS 1.2.1 Porta de madeira Compensada As

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA EM TODAS AS UNIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO LINHARES - ES

MEMORIAL DESCRITIVO SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA EM TODAS AS UNIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO LINHARES - ES MEMORIAL DESCRITIVO SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA EM TODAS AS UNIDADES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO LINHARES - ES 1 1. INTRODUÇÃO O memorial se refere aos Serviços de Manutenção

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO COTAÇÃO DE PREÇO Nº 09/2014 PROCESSO Nº 09/2014 ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MAMIRAUÁ IDSM PROJETO - ARQUITETURA, PROJETOS EXECUTIVOS COMPLEMENTARES E ORÇAMENTO

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAM ENTO DE ENGENHARIA E INFRAESTRUTURA BR 406 - Km 73 n 3500 Perímetro Rural do Município de João Câmara / RN, CEP: 59550-000

Leia mais

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker

Projeto para. Pavimentação de Calçamento. de Pedra Irregular. da Rua Cândida Correa Becker. dos Trechos Esquina Modesto Vargas. até Manoel Schumacker Projeto para Pavimentação de Calçamento de Pedra Irregular da Rua Cândida Correa Becker dos Trechos Esquina Modesto Vargas até Manoel Schumacker MONTE CARLO SC Janeiro de 2014 Proprietário: PREFEITURA

Leia mais

Protocolo nº: Item: Contratação de empresa para o fortalecimento e implantação da gestão Obras Instalações. Prestação de Serviços

Protocolo nº: Item: Contratação de empresa para o fortalecimento e implantação da gestão Obras Instalações. Prestação de Serviços 1) Projeto: TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2013 Ações prioritárias de apoio à gestão da Reserva Particular do Patrimônio Natural RPPN Bacchus: elaboração do Plano de Manejo e apoio à proteção. Assunto: Protocolo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS036 POÇOS DE VISITA TIPOS 2A e 2B Revisão: 02 Fev/09 SUMÁRIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS036 POÇOS DE VISITA TIPOS 2A e 2B Revisão: 02 Fev/09 SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...4 2. Referências...4 3. Definições...4 4. Condições para início dos serviços...5 5. Materiais e equipamentos necessários...5 6. Métodos e Procedimentos de Execução...5

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PEL / 4 CIA DO 5 BATALHÃO DO CBBMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADO DO SAMU

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PEL / 4 CIA DO 5 BATALHÃO DO CBBMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADO DO SAMU MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PEL / 4 CIA DO 5 BATALHÃO DO CBBMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADO DO SAMU CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente memorial tem por objetivo especificar serviços

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS001 CANTEIRO DE OBRAS Revisão: 03 Dez./13 SUMÁRIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS001 CANTEIRO DE OBRAS Revisão: 03 Dez./13 SUMÁRIO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NS001 CANTEIRO DE OBRAS Revisão: 03 Dez./13 SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2

Leia mais

ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH

ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH A) Para Autoprodução PORTARIA Nº, DE DE DE 2005 Autoriza a empresa... a estabelecer-se como Autoprodutor de Energia Elétrica, mediante a implantação e exploração

Leia mais

Assessoria de Arquitetura e Engenharia MEMORIAL DESCRITIVO DE PROJETO DE REFORMA

Assessoria de Arquitetura e Engenharia MEMORIAL DESCRITIVO DE PROJETO DE REFORMA Assessoria de Arquitetura e Engenharia MEMORIAL DESCRITIVO DE PROJETO DE REFORMA CENTRO DE APOIO PSICOSOCIAL CASA VERDE - CAPS E CENTRO DE ESTUDOS A ATENÇÃO AO ALCOOLISMO E OUTRAS DEPENDÊNCIAS CEAAD COMPLEXO

Leia mais

Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br

Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.com.br ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT - IBR 001/2006 PROJETO BÁSICO Primeira edição: válida a partir de 07/11/2006 Palavras Chave: Projeto Básico,

Leia mais

Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo. Sítio. Área do sítio

Rev Modificação Data Projetista Desenhista Aprovo. Sítio. Área do sítio OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA RECUPERAÇÃO DE CERCA OPERACIONAL, IMPLANTAÇÃO DA CERCA DE SERVIDÃO, COMPLEMENTAÇÃO DA CERCA PATRIMONIAL E SERVIÇOS COMPLEMENTARES

Leia mais

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC CONTATO E-MAIL: implantacao@redecidadania.ba.gob.br VERSÃO 9.0 MAIO / 2015 ESPECIFICAÇÕES DO ESPAÇO DO CDC Para a implantação do CDC é necessário encontrar

Leia mais

PROJETO QUADRA POLIESPORTIVA - SESI

PROJETO QUADRA POLIESPORTIVA - SESI PROJETO QUADRA POLIESPORTIVA - SESI Contratante: SESI - FIEB Localização: Unidade SESI Simões Filho BA. INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS, DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO E DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS Memorial Descritivo

Leia mais

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total ANEXO I-B PLANILHA DE PREÇOS, COM OS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL DESCRITIVO Item 1 Descrição dos Serviços Material Mão

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192 CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente memorial tem por objetivo especificar serviços e materiais

Leia mais

PROJETO. Banheiros e Vestiário VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR

PROJETO. Banheiros e Vestiário VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR PROJETO Vaso sanitário e lavatório Medidas das áreas de aproximação Banheiros e Vestiário VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR VISTA SUPERIOR Área para estacionamento da cadeira, para posteior transferência.

Leia mais

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS

Ministério da Fazenda SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROJETO BÁSICO GESER Nº 04/07 FISCALIZAÇÃO DA OBRA DE IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de fiscalização

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013

ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 ORIENTAÇÕES BÁSICAS Lei Complementar 06/2013 Secretaria Municipal do Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia A Prefeitura de Araguaína desenvolveu esta Cartilha para orientar a população sobre

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PELOTÃO/2 CIA DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PELOTÃO/2 CIA DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO DO 2 PELOTÃO/2 CIA DO 5º BATALHÃO DO CBMMG PARA IMPLANTAÇÃO DE BASE DESCENTRALIZADA DO SAMU - 192 CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente memorial tem por objetivo especificar

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04

MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 MEMORIAL DESCRITIVO versão 04 Arquitetônico Hidrossanitário EMPREENDIMENTO: Edifício Residencial ÁREA CONSTRUIDA: 2.323,60 m² ÁREA DO TERRENO: 1.474,00 m² LOCALIZAÇÃO: Rua Ianne Thorstemberg, n 344 Bairro

Leia mais

Lei 11.666, de 9 de dezembro de 1994

Lei 11.666, de 9 de dezembro de 1994 Lei 11.666, de 9 de dezembro de 1994 Estabelece normas para facilitar o acesso dos portadores de deficiência física aos edifícios de uso público, de acordo com o estabelecido no art. 227 da Constituição

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA FONTES DE : SINAPI REFERENCIAL 05/14, MERCADO UNITÁRIO TOTAL 1.00 ADMINISTRAÇÃO LOCAL R$ 4.086,08 1.1 Mestre de obras mês 2,00 R$ 17,22 R$ 34,44 22,53% R$ 42,19 SINAPI IS 4069 1.2 PPRA/PCMSO und 1,00 R$

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.4 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA Durante a execução, até a entrega definitiva da obra, a mesma será mantida permanentemente limpa.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.4 LIMPEZA PERMANENTE DA OBRA Durante a execução, até a entrega definitiva da obra, a mesma será mantida permanentemente limpa. Identificação da obra: RESIDENCIAL ANCHIETA GOLD Rua Anchieta nº 5034 Projeto e execução: A3 Arquitetura e Krolow Construção e Comércio. MEMORIAL DESCRITIVO 1. SERVIÇOS PRELIMINARES E GERAIS 1.1 SERVIÇOS

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Execução da Pavimentação com Blocos de Concreto intertravado

MEMORIAL DESCRITIVO Execução da Pavimentação com Blocos de Concreto intertravado MEMORIAL DESCRITIVO Execução da Pavimentação com Blocos de Concreto intertravado OBJETIVO Contratação de serviços de empresa do ramo da construção civil, em regime de empreitada global (material e mão-de-obra),

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM 1/10 MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM As obras serão realizadas obedecendo rigorosamente aos projetos, detalhes e especificações, bem como as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

4. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL

4. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1 Aquisição de redes de proteção para a quadra poliesportiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo Câmpus Presidente Epitácio. 2. JUSTIFICATIVA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1 DESCRIÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1 DESCRIÇÃO Página 1 de 9 MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Reforma na Unidade Sanitária Sede de Guarujá do Sul PROPRIETÁRIO: LOCAL: Rua Governador Jorge Lacerda, 448, Centro, Guarujá do Sul (SC) ÁREA TOTAL DA EDIFICAÇÃO:

Leia mais

ANEXO 53 R7.5 - INDICE DE DOCUMENTOS DA PASTA DA FISCALIZAÇÃO

ANEXO 53 R7.5 - INDICE DE DOCUMENTOS DA PASTA DA FISCALIZAÇÃO ANEXO 53 R7.5 - INDICE DE DOCUMENTOS DA PASTA DA FISCALIZAÇÃO OBJETIVO DO REQUISITO: Informar os documentos constantes na pasta da fiscalização, assegurando o arquivamento de todos os documentos pertinentes

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S SUBGRUPO: 180100 PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIOS FOLHA: SUMÁRIO 1. PASSEIO EM PEDRA PORTUGUESA...1 1.1 OBJETIVO E DEFINIÇÕES...1 1.2 MATERIAIS...1 1.3 EQUIPAMENTOS...1 1.4 EXECUÇÃO...1 1.5 CONTROLE...2 2. PASSEIO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROPONENTE: Prefeitura Municipal de Chapada OBRA: Cobertura de Quadra de Esportes e Equipamentos ÁREA: 640,00m² LOCAL: Tesouras Chapada RS O Memorial Descritivo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Dumont

Prefeitura Municipal de Dumont TOMADA DE PREÇOS Nº. 009/2015 MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Reparos, Implantação de Banheiro para Acessibilidade e Pintura Geral. LOCAL: Avenida 21 de março nº 2.104 - Escola Profª Wilma M Lorenzato Bredarioli

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE ENGENHARIA CIVIL LTA. 120. 05. 16

LAUDO TÉCNICO DE ENGENHARIA CIVIL LTA. 120. 05. 16 1 / 19 LAUDO TÉCNICO DE ENGENHARIA CIVIL LTA. 120. 05. 16 EUCALIPTO SERVIÇOS TÉCNICOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA Rua Marquês de Maricá, 625 - cj. 42 - Sacomã - São Paulo - SP CEP: 04252-000 Tel: (11) 2215-3064

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal PREGÃO ELETRÔNICO 153/2009 PROCESSO 336.637 Trata-se de pedidos de esclarecimentos encaminhados pelas empresas AURUS Comercial e Distribuidora Ltda., HUFFIX do Brasil Ambientes Empresariais e TELOS S/A

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA

PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA PROJETO BÁSICO DE ENGENHARIA REPOSIÇÃO DE PAVIMENTAÇÃO EM PARALELEPÍPEDO SUMÁRIO MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PLANILHA ORÇAMENTÁRIA CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO MÉMORIA DE CÁLCULOS CÁLCULO

Leia mais

Wood Frame CONCEITO. O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis

Wood Frame CONCEITO. O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis CONCEITO O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis estruturais capazes de resistir às cargas verticais (telhados e pavimentos), perpendiculares

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES REFORMA DO EDIFÍCIO BRASCAR

Leia mais

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA 1 1. Introdução O presente caderno de encargos tem como objetivo orientar e subsidiar a contratação de empresa para a execução

Leia mais

NEUBAU ENGENHARIA E ASSESSORIA LTDA

NEUBAU ENGENHARIA E ASSESSORIA LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO SISTEMA DE ESGOTO OBRA: IMPLANTAÇÃO DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL ALVORADA LOCALIZAÇÃO: Rua Norberto Raduenz Bairro Testo Central Pomerode - SC SISTEMAS A SEREM EXECUTADOS: Rede

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA 1 PROJETO Nº 013/2014 Solicitação: MEMORIAL DESCRITIVO Tipo da Obra: PINTURA MURETA, POSTES, BRINQUEDOS DO PARQUE INFANTIL E TROCA PISO SALAS DE AULA Reforma: local indicado em planta Local: EMEI CRIANÇA

Leia mais

PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA

PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA PROJETO BÁSICO PARA RECARGA DE GÁS E REMANEJAMENTO DE CONDICIONADORES DE AR TIPO SPLIT E JANELA Janeiro/2013 Página 1 de 6 1. DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa(s) especializada(s) em manutenção e instalação

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA.

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. Dados da Obra: Endereço da obra: Rua Amazonas, nº512, Centro. Parte

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA CENTRAL DE REGULAÇÃO DO SAMU NA ÁREA DE TELEATENDIMENTO DA 9ª RISP

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA CENTRAL DE REGULAÇÃO DO SAMU NA ÁREA DE TELEATENDIMENTO DA 9ª RISP MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA E ADAPTAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA CENTRAL DE REGULAÇÃO DO SAMU NA ÁREA DE TELEATENDIMENTO DA 9ª RISP CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente memorial tem por objetivo especificar os serviços

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. JUSTIFICATIVA: Considerando que os serviços de manutenção predial são imprescindíveis e de natureza contínua. Ademais, existem fatores diversos que influenciam na preservação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 20151028123025143_20151028122923143

TERMO DE REFERÊNCIA 20151028123025143_20151028122923143 TERMO DE REFERÊNCIA 20151028123025143_20151028122923143 Projeto: IMPLANTAÇÃO DAS UNIDADES DE POLÍCIA AMBIENTAL (UPAms) NAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DE PROTEÇÃO INTEGRAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO LOCALIZADAS

Leia mais

SOBERANO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO

SOBERANO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda das unidades do Prédio Residencial denominado Soberano Residence. 1- DADOS INICIAIS: 1.1

Leia mais

RESIDÊNCIA DO ENGENHEIRO

RESIDÊNCIA DO ENGENHEIRO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO PIAUÍ SERVIÇO: REFORMA GERAL DA UNIDADE LOCAL DE PIRIPIRI PLANILHA ORÇAMENTÁRIA Data: RESIDÊNCIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇADOR SECRETARIA MUNICPAL DE EDUCAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAÇADOR SECRETARIA MUNICPAL DE EDUCAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: REFORMA DA ESCOLA ALCIDES TOMBINI LOCALIZAÇÃO: Rua Augusto Driessen Bairro: Sorgatto 1. DEMOLIÇÕES Todas as paredes internas dos banheiros deverão ser demolidas. Todo o revestimento

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor.

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. acompanhado dos cartões de embarque originais utilizados; f) A FAPERJ não aceitará o pagamento

Leia mais

ORIENTAÇÕES TECNICAS PARA O PLANEJAMENTO ARQUITETONICO DE UMA CENTRAL DE REGULAÇÃO MÉDICA DE URGÊNCIA SAMU-192

ORIENTAÇÕES TECNICAS PARA O PLANEJAMENTO ARQUITETONICO DE UMA CENTRAL DE REGULAÇÃO MÉDICA DE URGÊNCIA SAMU-192 ORIENTAÇÕES TECNICAS PARA O PLANEJAMENTO ARQUITETONICO DE UMA CENTRAL DE REGULAÇÃO MÉDICA DE URGÊNCIA SAMU-192 (Portaria MS/GM nº. 2.970, 08 de dezembro de 2008) Estas orientações não eximem a obrigatoriedade

Leia mais

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES Pregão 003/2006 Alteração ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES ITEM O1 Sistema de arquivamento composto de módulos de arquivos deslizantes, com acionamento

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BOMBINHAS. Relatório Técnico. REFORMA DA SECRETARIA DE TURISMO DE BOMBINHAS ÁREA TOTAL: 291,20 m²

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE BOMBINHAS. Relatório Técnico. REFORMA DA SECRETARIA DE TURISMO DE BOMBINHAS ÁREA TOTAL: 291,20 m² Relatório Técnico REFORMA DA SECRETARIA DE TURISMO DE BOMBINHAS ÁREA TOTAL: 291,20 m² Av. Leopoldo Zarling Bairro Bombas Município de Bombinhas - SC PROJETO: AMFRI Associação dos Municípios da Região da

Leia mais

Manual Arquitetônico

Manual Arquitetônico Manual Arquitetônico APRESENTAÇÃO Esse manual pretende orientar nosso franqueado na disposição correta com descrição e planta baixa do lay out e na especificação para aquisição dos materiais e acessórios

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase Este Memorial Descritivo tem por finalidade especificar os materiais e serviços a serem executados na REFORMA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES. O Projeto de passarela para pedestres será desenvolvido em duas fases:

ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES. O Projeto de passarela para pedestres será desenvolvido em duas fases: ISF 219: PROJETO DE PASSARELA PARA PEDESTRES 1. OBJETIVO Definir e especificar os serviços constantes do Projeto de Passarela para Pedestres em Projetos de Engenharia Ferroviária. 2. FASES DO PROJETO O

Leia mais

PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS

PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS PROGRAMA DE CATIVEIRO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS Diário Oficial da União 28//03/2012 Seção 1 pág. 141 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃODA BIODIVERSIDADE INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 22, DE 27 DE MARÇO DE 2012

Leia mais

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE

FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO PROJETO DE ACESSIBILIDADE FÓRUM TRABALHISTA DE FLORIANÓPOLIS EDIFÍCIO UTRILLO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE Responsabilidade e Compromisso com o Meio Ambiente MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE ACESSIBILIDADE OBRA:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS

MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS RODRIGUES & AGUINAGA PROJETOS LTDA. Av. Francisco Talaia de Moura, 545 CEP: 91170-090 - Porto Alegre/RS. CNPJ: 09.077.763/0001-05 MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CANOAS - RS 1 1.

Leia mais

Blumenau, maio de 2010.

Blumenau, maio de 2010. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE ORÇAMENTOS E CRONOGRAMAS Blumenau, maio de 2010. 1. RESUMO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. INTRODUÇÃO... 3 4. COMPOSIÇÃO DO ORÇAMENTO... 4 4.1. SERVIÇOS PRELIMINARES/TÉCNICOS...

Leia mais

II Desenho na escala de 1:100 (uma para cem); III Cotas necessárias à perfeita compreensão do projeto; 1º - O projeto simplificado deverá apresentar:

II Desenho na escala de 1:100 (uma para cem); III Cotas necessárias à perfeita compreensão do projeto; 1º - O projeto simplificado deverá apresentar: Institui Projeto Simplificado e dispõe sobre a forma de apresentação de projetos de construção de edificações residenciais unifamiliares, e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARATINGUETÁ

Leia mais

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55.

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55. 1 Serviços Iniciais 1.1 Placa para obra m² 2,00 329,21 658,42 74209/1 263,37 1.2 Barracão de obra em chapa de mad. Compensada, telha 4 mm m² 24,00 173,43 4.162,32 74242/1 138,74 1.3 Locação da obra m²

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica

MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica PREFEITURA MUNICIPAL DE GALVÃO ESTADO DE SANTA CATARINA MEMORIAL DESCRITIVO Pavimentação Asfáltica Rua Manoel Lustosa Martins Julho 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Execução de pavimentação asfáltica sobre

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014. Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Recapagem Asfáltica contrato 1018.097-09 - 2014 Município: ESTAÇÃO/RS Responsável Técnico: Eng. Luciano Bernardon INTRODUÇÃO Tem este Memorial Descritivo por finalidade orientar

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN 1. APRESENTAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Este documento se constitui no Termo de Referência que contém as instruções necessárias para a contratação de empresa para a realização de pesquisa e diagnóstico de

Leia mais

ÁGUA (COMO OBTER A LIGAÇÃO) INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DO PADRÃO DE DIÂMETRO

ÁGUA (COMO OBTER A LIGAÇÃO) INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DO PADRÃO DE DIÂMETRO DICAS COMO REDUZIR O GASTO DESNECESSÁRIO DE ÁGUA TORNEIRAS Ao lavar as mãos, feche a torneira na hora de ensaboá-las. Ao escovar os dentes ou fazer a barba, faça o mesmo. Só volte a abrir a torneira na

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO VISUAL DOS VEÍCULOS DO SERVIÇO NOTURNO DO TRANSPORTE COLETIVO DE CAMPINAS CORUJÃO

PADRONIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO VISUAL DOS VEÍCULOS DO SERVIÇO NOTURNO DO TRANSPORTE COLETIVO DE CAMPINAS CORUJÃO GPT/M012/10/R4 PADRONIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO VISUAL DOS VEÍCULOS DO SERVIÇO NOTURNO DO TRANSPORTE COLETIVO DE CAMPINAS CORUJÃO O presente documento estabelece os padrões de comunicação visual a serem observados

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DO PREGÃO AMPLO Nº 008/2010-ER05-Anatel PROCESSO Nº 53528.001004/2010 Projeto Executivo e Estudos de Adequação da nova Sala de Servidores da rede de

Leia mais

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO

ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA SANTO ANTÔNIO EMPREENDIMENTO: Paróquia Santo Antônio do Partenon PROPRIETÁRIO: Mitra da Archidiocese de POA Paróquia St Antônio do Partenon

Leia mais

técnica à Gerência de Unidades de Conservação de Proteção Integral

técnica à Gerência de Unidades de Conservação de Proteção Integral TERMO DE REFERÊNCIA Nº. 03 / 2012 Projeto: Assunto: Serviços Técnicos especializados de Engenharia consultiva de Gerenciamento de Obras e Assessoria técnica para elaboração de projetos de implantação das

Leia mais

CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA. Memorial Descritivo dos Acabamentos

CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA. Memorial Descritivo dos Acabamentos CONDOMÍNIO RESERVA DA BARRA Memorial Descritivo dos Acabamentos 01 UNIDADES RESIDENCIAIS 01.1 Fachadas Fachada frontal: pintura acrílica, inclusive na parte interna das varandas, vidro verde laminado 8mm

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS NO LOTEAMENTO ALPHAVILLE MOSSORÓ Associação Alphaville Mossoró Janeiro- 2014 ORIENTAÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS 1. PROJETOS DE REMEMBRAMENTO E / OU DESMEBRAMENTO

Leia mais

PROJETO DE LEI N., DE 2015 (Do Sr. DOMINGOS NETO)

PROJETO DE LEI N., DE 2015 (Do Sr. DOMINGOS NETO) PROJETO DE LEI N., DE 2015 (Do Sr. DOMINGOS NETO) Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para gestão e aproveitamento dos resíduos da construção civil e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL

Leia mais

1. Canteiro de Obra Campo Grande 03

1. Canteiro de Obra Campo Grande 03 1. Canteiro de Obra Campo Grande 03 A cidade de Campo Grande, localizada no estado do Rio Grande do Norte (RN), é um dos municípios no qual dispõe de boa estrutura para implantação de um dos três canteiros

Leia mais

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO (CONSIDERAR APENAS ITEM 02) COMPOSTO POR CAPA E MAIS 08 PÁGINAS

ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO (CONSIDERAR APENAS ITEM 02) COMPOSTO POR CAPA E MAIS 08 PÁGINAS ANEXO II MEMORIAL DESCRITIVO (CONSIDERAR APENAS ITEM 02) COMPOSTO POR CAPA E MAIS 08 PÁGINAS MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Academia de Saúde Básica LOCALIZAÇÃO Av. Júlio de Castilhos, Centro, Nova Roma do

Leia mais