PERFIL BRASIL 2013 ASSISTÊNCIA DOMICILIAR HOME CARE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERFIL BRASIL 2013 ASSISTÊNCIA DOMICILIAR HOME CARE"

Transcrição

1 PERFIL BRASIL 2013 ASSISTÊNCIA DOMICILIAR HOME CARE

2 apresentação PERFIL BRASIL 2013 é um caderno de DADOS de bases secundárias com o objetivo de revelar o setor de Assistência Domiciliar das esferas público e privada. Embora conclusivo, esse levantamento não esgota o assunto, considerando outras iniciativas de coleta de dados e indicadores do segmento que estão em curso em 2013 pelo próprio Conexão Home Care e por outras entidades, como SINDHOSP e NEAD. O caderno PERFIL BRASIL 2013 reúne dados públicos e tem a finalidade de orientar a análise dos personagens com interesse no setor, demonstrando sua dimensão e especificidades. Ao publicar essa edição o Conexão Home Care contribui com os estudos e análises das iniciativas público-privadas, de profissionais de saúde, estudantes e todos aqueles interessados na Assistência Domiciliar. Boa leitura!

3 considerações iniciais Das bases secundárias: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Datasus e IBGE. A estrutura completa da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE versão 2.0), aprovada no Diário Oficial da União (DOU) de 05/09/2006, contemplou a Divisão específica para atendimento médico hospitalar no domicílio, permitindo efetivo controle das empresas habilitadas para tanto ( /00) A utilização desta divisão entretanto não incorpora somente empresas essencialmente de Home Care, mas todas aquelas que realizam algum tipo de atendimento médico hospitalar no domicílio. Esse indicador poderá ser percebido na página 07. Por esse motivo, o leitor pode eventualmente surpreender-se com o número de empresas atuantes. Para ponderar a análise são apresentados os indicadores de quantidade de empresas de Assistência Domiciliar cadastrada para esse fim no Cadastro Nacional de Empresas de Saúde CNES.

4 considerações iniciais Os números apresentados pelo CNES revelam exclusivamente as empresas cadastradas com o tipo de unidade : SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE). O tipo de unidade SERVIÇO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO foi incluído no CNES em Por esse motivo não espelha na Secretaria de Atenção à Saúde a totalidade das empresas de Home Care do país. Empresas cadastradas no CNES antes deste período são localizadas pelo tipo de unidade: CLINICA/CENTRO DE ESPECIALIDADE e CONSULTORIO ISOLADO. Este fato, dificulta a contagem das empresas nesses tipos de unidades, tendo em vista que outras tantas milhares se misturam às empresas de Home Care. As possibilidades de consultas públicas não se esgotam nesse Caderno. Com o desenvolvimento de outras iniciativas em curso, as edições seguintes serão aperfeiçoadas.

5 perfil MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DATASUS IBGE, CADASTRO NACIONAL DE EMPRESAS

6 ATIVIDADE ECONÔMICA DAS EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES QUE ATUAM COM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR. Segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0) Especificação da Atividade de Assistência Domiciliar. Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

7 PERFIL BRASIL DAS EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES QUE ATUAM COM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR. IBGE: Segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0) empresas* atuando com ASSISTÊNCIA DOMICILIAR em todo o Brasil, sendo 45% localizadas no estado de São Paulo. * Excluídas a Administração Pública e Entidades sem Fins Lucrativos - ano 2010

8 PERFIL BRASIL DAS EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES QUE ATUAM COM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR. IBGE: Segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0) Natureza jurídica: Entidades empresariais BRASIL Faixas de pessoal ocupado Número de empresas e outras organizações (Unidades) Pessoal ocupado total (Pessoas) - Celetistas, Terceirizados, etc... (1) VARIÁVEIS Pessoal ocupado assalariado (Pessoas) Salários e outras remunerações (Mil Reais) Salário médio mensal (Salários mínimos) Total ,00 1,8 0 a ,00 1,4 5 a ,00 1,4 10 a ,00 1,5 20 a ,00 1,6 30 a ,00 1,8 50 a ,00 2,2 100 a ,00 3,1 250 a ou mais 1 X X X X (1) Não inclui profissionais cooperados. 56% das empresas têm entre 0 e 4 funcionários. 1,4 salários mínimos é a média salarial predominante. Fonte: Fonte: IBGE - Cadastro Central de Empresas Ano 2010

9 ATIVIDADE ECONÔMICA DAS EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES QUE ATUAM COM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR. IBGE: Segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0) O fator percentual médio de correção de crescimento está entre 20% e 57%, considerando se tratar de dados do Cadastro Central de Empresas Ano % das empresas de ASSISTÊNCIA DOMICILIAR estão localizadas no Sudeste do Brasil Fonte: Fonte: IBGE - Cadastro Central de Empresas Ano 2010

10 EMPRESAS PRIVADAS E SERVIÇOS DE ATENÇÃO DOMICILIAR CADASTRADOS NA SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE. Ministério da Saúde 98 empresas privadas em todo o Brasil cadastradas na Secretaria de Atenção à Saúde serviços de AD cadastrados. (1) Ministério da Saúde - Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil - CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) (2) Inclusive Serviços Públicos Vinculados ao SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS)

11 perfil MINISTÉRIO DA SAÚDE CGAD DAB SAS PROGRAMA MELHOR EM CASA

12 PROGRAMA MELHOR EM CASA 236 estabelecimentos públicos em todo o País executando o Programa Melhor em Casa. 48% estabelecimentos concentrados no Sudeste do País. Fonte: Ministério da Saúde.

13 PROGRAMA MELHOR EM CASA Equipes Habilitadas EMAD EMAP Equipes Implantadas EMAD EMAP EMAD: Equipe multidisciplinar de atenção domiciliar EMAP: Equipe Multiprofissional de Apoio Fonte: Ministério da Saúde.

14 PROGRAMA MELHOR EM CASA 19,9 milhões de pessoas cobertas Internações em Janeiro/13

15 perfil CNES DATASUS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE)

16 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ ACOLHER HOME CARE SERVICOS MEDICOS PONTE NOVA ALGOL HOME CARE ASSISTENCIA EM SAUDE SAO PAULO AMAR HOME CARE GOIANIA ANGIOCARE SERVICOS MEDICOS E DIAGNOSTICOS SS GOIANIA ARACAMED EMERGENCIAS MEDICAS ARACATUBA ASSISTE SAUDE PETROPOLIS ASSISTENCIA MEDICA DOMICILIAR ASSUNCAO SAO PAULO ASSOCIACAO BENEFICENTE SAO CAMILO CACOAL ATENTOR ARACRUZ ATIVA MED SALVADOR

17 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ BEM ESTAR HOME CARE CAMPOS DOS GOYTACAZES CARMED A SERVICO DA VIDA RONDONOPOLIS CATEDRAL HOME CARE BRASILIA CEAD ITABIRA CLEAN HOME CARE AID HOME FORTALEZA CLINICA ESPEC VIP HOME CARE SAO PAULO CLINILAR ATENDIMENTO DOMICILIAR VITORIA DA CONQUISTA CONFIARE SAUDE RIO DE JANEIRO CUIDADOSOS CAMPO GRANDE CUIDARE HOME CARE ASSISTENCIA DOMICILIAR PASSO FUNDO

18 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ DIC CACERES DIELLE CAVALCANTE MOTA FISIOTERAPEUTA ME MONTE CARMELO DOCTOR CARE HEALTH LTDA ME CACADOR DOMICILE HOME CARE JUNDIAI ELONI DE MORAIS BARBOSA DE ROSSO PASSO FUNDO EPD HOMETERAPIA CUIDADOS DOMICILIARES SALVADOR ESSENCIAL CARE NITEROI FISIO CARE FISIOTERAPIA DOMICILIAR RIO DE JANEIRO FISIO UP FISIOTERAPIA LTDA NITEROI FONO HAUSE SAO PAULO

19 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ GOIANIA HOME CARE GOIANIA GRUPO DE APOIO AOS PORTADORES DE CANCER DE FARTURA FARTURA HANDS HOME CARE CURITIBA CURITIBA HELP HOME CARE BARRA DO GARCAS HELP LAR ATENDIMENTO DOMICILIAR LTDA EPP VARGEM GRANDE PAULISTA HELP VIDA HOME CARE CUIABA HOME ASSIST SALVADOR HOME CARE MARILIA HOME CARE CENE SAO JOSE DO RIO PRETO HOME CARE CENTER LTDA GOIANIA

20 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ HOME CARE E SERVICOS ESPECIALIZADOS LTDA UNAI HOME CARE HOSPITAL PORTO ALEGRE HOME CARE NUTRICAO ESTETICA TERESINA HOME CARE SAUDE HUMANIZADA DIVINOPOLIS HOME DOCTOR SAO PAULO HOME SAUDE FEIRA DE SANTANA HOMECARE MARABA MARABA HOSPITAL EM CASA CAMPO GRANDE HOSPITAL ESPECIAL DOMICILIAR RECIFE HOSPITALLAR SAUDE CAMPO GRANDE

21 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ INTENSIVE CARE RIO DE JANEIRO INTERMED HOME CARE ARACATUBA INTERMEDILAR EMERGENCIAS MEDICAS ARACATUBA J MED ASSISTENCIA DOMICILIAR VOTUPORANGA VOTUPORANGA LABORATORIO PREVENT SANANDUVA LARMED SERVICOS DE ENFERMAGEM EPP SOROCABA SOROCABA LIFECARE ASSISTENCIA MEDICA DOMICILIAR E HOSPITALAR SAO PAULO MED LAR PORTO ALEGRE MED LAR INTERNACOES DOMICILIARES SAO PAULO MEDCASA ATENDIMENTO DOMICILIAR CARAMBEI

22 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ MEDILAR HOME CARE CURITIBA MODELOS HOME CARE VARGEM GRANDE PAULISTA MVM SERVICOS DE ENFERMAGEM DOMICILIAR LTDA ME AMPARO NEOFISIO LTDA BELO HORIZONTE NEW MEDICINE FAMILY ASSISTENCIA MEDICA DOMICILIAR LTDA SAO GONCALO NICE CARE SAO BERNARDO DO CAMPO NIVEL A SANTO ANDRE NURSING CARE RIO DE JANEIRO NURSING HOME CARE PELOTAS NUTRINDO CAMPOS DOS GOYTACAZES

23 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ ONE GRUPO SAUDE NITEROI OPCAO HOME BRASILIA PERNAMBUCO HOME CARE CARUARU PREMIER HOME CARE RIO DE JANEIRO PRIME CARE NITEROI PRIME HOME CARE BRASILIA PRIMUM SAUDE ATENDIMENTO DOMICILIAR SAO PAULO PROFISIO CARE NITEROI PRONEP SAO PAULO SAO PAULO PRONTO CLINICA HOME CARE TANGARA DA SERRA

24 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ QUALIFIC HOME CARE SAO PAULO QUALITY LIFE HOME CARE NITEROI QUALIVIDA SAUDE EXTRA HOSPITALAR SALVADOR QUALY LIFE TUPA QUALYCARE SERVICOS DE ATENDIMENTO DOMICILIAR SAO PAULO REDIL VIDA HOME CARE ITUVERAVA RESIDENCE CARE HOTELARIA OCUPACIONAL ASSISTIDA PARA IDOSOS SAO BERNARDO DO CAMPO RUIVO HOME CARE SERVICO MEDICO NITEROI SAC CACERES SAID CARE VITORIA

25 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) ORD CNES ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO CNPJ SAUDE A DOMICILIO TERRA ROXA SAUDE SANTA CELINA ASSISTENCIA MEDICA SAO PAULO SELF CARE SAO PAULO SILVA SILVA ASSISTENCIA A SAUDE LTDA TAUBATE TAUBATE SOMAR SAUDE PORTO ALEGRE SURVIVE WELL SAO BERNARDO DO CAMPO SW VIDA CARUARU TCL PREMIUM RECIFE UNIMED PATROCINIO PATROCINIO US ENFERMAGEN E ABRANTES TANGARA DA SERRA VIDALAR EMERGENCIAS MEDICAS PIRACICABA PIRACICABA

26 EMPRESAS DE ASSISTÊNCIA DOMICILIAR CADASTRADAS CNES: SERVICO DE ATENCAO DOMICILIAR ISOLADO(HOME CARE) Outros dados apresentados pelo CNES: Estabelecimento de Saúde; Habilitações da empresa; Equipes cadastradas; Profissionais atuantes; Infraestrutura; Nível de Atenção; Caracterização. Outras. Atenção: Interessados podem solicitar ao Conexão Home Care o detalhamento de uma ou mais fichas dos estabelecimentos. O acesso também pode ser realizado por meio do portal

27 PERFIL BRASIL 2013 ASSISTÊNCIA DOMICILIAR HOME CARE INFORMAÇÕES:

Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS

Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS Índice de Desempenho da Saúde Suplementar - IDSS Ano Base de 2014 Divulgação: Setembro 2015 Dimensões avaliadas do IDSS Atenção à Saúde: Avalia a qualidade da atenção, com ênfase nas ações de promoção,

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013 FICHA TÉCNICA Duração: Janeiro à Dezembro 2013 Mecânica: os distribuidores serão divididos em 4 grupos levando em consideração faturamento total da distribuidora (PV + GV) 1 2 Belo Horizonte, Brasília,

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

Junho 2013 1. O custo da saúde

Junho 2013 1. O custo da saúde Junho 2013 1 O custo da saúde Os custos cada vez mais crescentes no setor de saúde, decorrentes das inovações tecnológicas, do advento de novos procedimentos, do desenvolvimento de novos medicamentos,

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada 1400008703 BELEM PA 339 1400008703 BELO HORIZONTE MG 2.034 1400008703 BRASILIA DF 1.356 1400008703 CONGONHAS MG 54 1400008703 CUIABA MT 678 1400008703 GOIANIA GO

Leia mais

Veículo: Revista Exame Digital - SP

Veículo: Revista Exame Digital - SP Hospital AC Camargo Tópico: HOSPITAL AC CAMARGO Veículo: Revista Exame Digital - SP Página: Online Data: 29/04/2013 Editoria: Mural 1 / 1 Os hospitais brasileiros de excelência, segundo a ONA Clique aqui

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

PORTARIA CONJUNTA No- 3, DE 15 DE SETEMBRO DE 2015

PORTARIA CONJUNTA No- 3, DE 15 DE SETEMBRO DE 2015 PORTARIA CONJUNTA No- 3, DE 15 DE SETEMBRO DE 2015 Homologa o resultado do processo de renovação de bolsas do Programa Nacional de Bolsas para Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde

Leia mais

GERENCIAMENTO de Casos Especiais

GERENCIAMENTO de Casos Especiais GERENCIAMENTO de Casos Especiais Gerenciamento de Casos Especiais.indd 1 19/10/2015 15:32:28 Gerenciamento de Casos Especiais Objetivo: Facilitar o atendimento aos clientes que apresentam dificuldades

Leia mais

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros > Lia Hasenclever (IE/UFRJ) 10º Encontro da ReINC 08 e 09 de novembro de 2007 Grupo

Leia mais

SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL

SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL REGULAMENTO DA CAMPANHA DE COMISSÃO ADICIONAL SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL TOKIO MARINE SEGURADORA S/A (TMS), inscrita no CNPJ sob o nº 33.164.021/0001-00 e TOKIO MARINE BRASIL SEGURADORA S/A (TMB), inscrita

Leia mais

Diário Oficial Estado de São Paulo

Diário Oficial Estado de São Paulo Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 59 DOE de 28/03/12 Seção 1 - p.79 COORDENADORIA DE

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUN/2013

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUN/2013 PRESTAÇÃO DE CONTAS JUN/2013 30/06/2013 COMPLEXO ESTADUAL DE SAÚDE V Relatório de gestão dos serviços assistenciais do Complexo Estadual de Saúde - CES, no Estado do Rio de Janeiro, pela entidade de direito

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA EM ATENDIMENTOS COM IDOSOS NO PROGRAMA MELHOR EM CASA

RELATO DE EXPERIÊNCIA EM ATENDIMENTOS COM IDOSOS NO PROGRAMA MELHOR EM CASA RELATO DE EXPERIÊNCIA EM ATENDIMENTOS COM IDOSOS NO PROGRAMA MELHOR EM CASA Aryostennes Miquéias da Silva Ferreira*; Marcíllia Poncyana Félix Bezerra** *Programa Melhor em Casa Pombal/PB aryostennes@hotmail.com;

Leia mais

Unimed Porto Alegre. e Prestadores

Unimed Porto Alegre. e Prestadores Diretoria de Provimento de Saúde - Case CMED - Unimed Porto Alegre e Prestadores Diretoria de Provimento de Saúde Diretoria de Provimento de Saúde O Sistema Unimed: 360 cooperativas 111 hospitais 179 pronto-atendimentos

Leia mais

Audiência Pública no Senado Federal

Audiência Pública no Senado Federal Audiência Pública no Senado Federal Comissão de Educação, Cultura e Esporte Brasília DF, 7 de maio de 2008 1 Audiência Pública Instruir o PLS n o 026 de 2007, que Altera a Lei n o 7.498, de 25 de junho

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE SÃO SEBASTIÃO Irmandade da Santa Casa Coração de Jesus

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE SÃO SEBASTIÃO Irmandade da Santa Casa Coração de Jesus São Sebastião SP Distante 180 km da Capital Paulista Localizada no Litoral Norte, faz divisa com Caraguatatuba e Bertioga 135 km de extensão territorial 72.000 habitantes Rica em Praias (33), Florestas,

Leia mais

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Araxá Araguaína R$ 20,00 Araxá Barcelos R$ 25,00 Araxá

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

COORDENAÇÃO DE SERVIÇOS E COMÉRCIO

COORDENAÇÃO DE SERVIÇOS E COMÉRCIO COORDENAÇÃO DE SERVIÇOS E COMÉRCIO PESQUISA DE SERVIÇOS DE HOSPEDAGEM - PSH Pesquisa realizada em parceria com o Ministério do Turismo OBJETIVO Quantificar os estabelecimentos de hospedagem localizados

Leia mais

Unidades de Negócios

Unidades de Negócios Grupo Clivale Como surgiu? História Tudo começou com a iniciativa de Raphael Serravalle ao perceber a carência de um serviço médico especializado na cidade do Salvador, calçada, induziu dois de seus filhos:

Leia mais

O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo O PACTO PELA SAÚDE E A GESTÃO REGIONAL EM SÃO PAULO: fatores intervenientes e reorientação da política da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo Departamento de Medicina Social da Faculdade de Ciências

Leia mais

Empresarial JUNDIAÍ/SOROCABA/CAMPINAS/BAIXADA SANTISTA LINHA ADVANCE PREMIUM INFINITY Setembro 2015 Taxa de Inscrição: (Por Contrato) R$ 50,00

Empresarial JUNDIAÍ/SOROCABA/CAMPINAS/BAIXADA SANTISTA LINHA ADVANCE PREMIUM INFINITY Setembro 2015 Taxa de Inscrição: (Por Contrato) R$ 50,00 INTERMEDICA JUNDIAÍ/SOROCABA/CAMPINAS/BAIXADA SANTISTA LINHA ADVANCE PREMIUM INFINITY Setembro 2015 Taxa de Inscrição: (Por Contrato) R$ 50,00 http://www.wemk.com.br (11) 3124 3799 Faixa Etária ADVANCE

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Página 1 de 6 Marcelo Franca Alves De: Para: "Editau" ; "Marcelo Franca Alves" Enviada em: segunda-feira, 10 de outubro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil. Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*)

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil. Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*) MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*) Institui o Concurso de Remoção de 2009, destinado a ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal

Leia mais

Passo-a-passo para Implantação das Equipes de Atenção Domiciliar

Passo-a-passo para Implantação das Equipes de Atenção Domiciliar COORDENAÇÃO-GERAL DE ATENÇÃO DOMICILIAR DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA/DAB Passo-a-passo para Implantação das Equipes de Atenção Domiciliar Ação: Ampliação e qualificação da atenção domiciliar. Para quem:

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso PADI Programa de Atenção Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação,

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE CARACTERÍSTICAS DO ESTABELECIMENTO

IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE CARACTERÍSTICAS DO ESTABELECIMENTO I SOLICITAÇÃO DE: INSCRIÇÃO REGISTRO CADASTRO ATUALIZAÇÃO DE DADOS: (a cargo do CRM) II 1 Razão Social IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE 2 Designação de Fantasia / Nome Usual 3 Endereço 4 Município

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

PELOTAS /RS CARTILHA DE ORIENTAÇÕES

PELOTAS /RS CARTILHA DE ORIENTAÇÕES PELOTAS /RS CARTILHA DE ORIENTAÇÕES Coordenação geral: Julieta Carriconde Fripp Coordenação técnica: Isabel Arrieira Coordenação Administrativa: Airton Oliveira 1 - ATENÇÃO DOMICILIAR A atenção domiciliar

Leia mais

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DE 50% MENSALIDADE ESCOLAR PEP/50

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DE 50% MENSALIDADE ESCOLAR PEP/50 REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DE 50% MENSALIDADE ESCOLAR PEP/50 Institui o regulamento da oferta de Parcelamento Especial de 50% da Mensalidade Escolar PEP 50 ( Regulamento ) Art. 1º - A presente

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

AVISO SESSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015

AVISO SESSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015 AVISO SSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015 Contrato nº 27/2011 - Serviços de Publicidade Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome SLA Propaganda LTDA. Atendendo ao que dispõe o 2º,

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

Cuidado. Prevenção. Autoridade. Crack, é possível vencer 2011-2014. Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários

Cuidado. Prevenção. Autoridade. Crack, é possível vencer 2011-2014. Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Prevenção Educação, Informação e Capacitação Cuidado Aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários Autoridade Enfrentamento ao tráfico de drogas e às organizações criminosas Crack, é

Leia mais

MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO

MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão editou a portaria n 292 no dia 4 de julho de 2012 que autoriza

Leia mais

Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB FGV. Debates. As tendências do Sistema Único de Saúde

Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB FGV. Debates. As tendências do Sistema Único de Saúde Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Debates FGV As tendências do Sistema Único de Saúde Hospitais sem fins lucrativos Estabelecimentos de saúde que

Leia mais

Contagem de citações. Contagem de colaboração com outras instituições. Média de citações. Contagem de artigos. Índiceh. Autocitações% Colaboração%

Contagem de citações. Contagem de colaboração com outras instituições. Média de citações. Contagem de artigos. Índiceh. Autocitações% Colaboração% Instituição Cidade Estado País Índiceh Contagem de artigos Contagem de citações Média de citações Contagem de autocitações Autocitações% Contagem de colaboração com outras instituições Colaboração% Impacto

Leia mais

Perguntas mais Frequentes - Concurso Público 2010 (versão 2)*

Perguntas mais Frequentes - Concurso Público 2010 (versão 2)* Rio de Janeiro, setembro de 2010 Perguntas mais Frequentes - Concurso Público 2010 (versão 2)* Pré-requisitos 1 Nos pré-requisitos para nomeação no cargo, serão aceitas titulações em qualquer área de conhecimento/atuação

Leia mais

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE PACIENTES: FERRAMENTA QUALIFICADORA DO ACESSO, EQUIDADE E INTEGRALIDADE NA ATENÇÃO DOMICILIAR.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE PACIENTES: FERRAMENTA QUALIFICADORA DO ACESSO, EQUIDADE E INTEGRALIDADE NA ATENÇÃO DOMICILIAR. SECRETARIA DE SAÚDE DE SÃO BERNARDO DO CAMPO COMPLEXO HOSPITALAR MUNICIPAL - CHMSBC OFICINA DE TRABALHO DO LABORATÓRIO DE INOVAÇÃO EM ATENÇÃO DOMICILIAR. MINISTÉRIO DA SAÚDE. ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DE

Leia mais

CONHECENDO O NASF: UMA FERRAMENTA DE APOIO A ESTRATEGIA SAUDE DA FAMILIA (ESF). KNOWING THE NASF : SUPPORTING TOOL The Family Health Strategy (FHS ).

CONHECENDO O NASF: UMA FERRAMENTA DE APOIO A ESTRATEGIA SAUDE DA FAMILIA (ESF). KNOWING THE NASF : SUPPORTING TOOL The Family Health Strategy (FHS ). CONHECENDO O NASF: UMA FERRAMENTA DE APOIO A ESTRATEGIA SAUDE DA FAMILIA (ESF). KNOWING THE NASF : SUPPORTING TOOL The Family Health Strategy (FHS ). Clovis Alves de Oliveira Filho Acadêmico Unisalesiano

Leia mais

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30 REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30 Institui o regulamento da oferta de Parcelamento Especial da Mensalidade Escolar PEP 30 ( Regulamento ) Art. 1º - O presente Regulamento

Leia mais

Aumenta a taxa de desemprego

Aumenta a taxa de desemprego PED JANEIRO DE 2012 PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO DIVULGAÇÃO N o 326 Aumenta a taxa de desemprego Diminui o nível de ocupação na Indústria e no Comércio Pequeno crescimento

Leia mais

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353 Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014 PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 CONJUGADO COMPLETO 17 CONJUGADO AVANÇADO SAÚDE - COMPLETO 27 VIDA 20 10 SAÚDE PME GARANTIA RESIDENCIAL

Leia mais

DELIBERAÇÃO CIB-SUS/MG Nº 593, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009.

DELIBERAÇÃO CIB-SUS/MG Nº 593, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009. DELIBERAÇÃO CIB-SUS/MG Nº 593, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009. Aprova a redefinição das normas de organização e normas de atendimento da Rede de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência Mental e Autismo do

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

PROPOSTA DE ANÁLISE DIAGNÓSTICA E GESTÃO DO HOSPITAL MATERNIDADE SÃO CAMILO

PROPOSTA DE ANÁLISE DIAGNÓSTICA E GESTÃO DO HOSPITAL MATERNIDADE SÃO CAMILO 1 PROPOSTA DE ANÁLISE DIAGNÓSTICA E GESTÃO DO HOSPITAL MATERNIDADE SÃO CAMILO Proposta: 004/2013 Interessado: Fundação Hospitalar e Maternidade São Camilo Datada Emissão: 16/09/2013 Unidade Instituto Solidário:

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DA REDE DE SERVIÇOS DE ATENÇÃO SECUNDÁRIA DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ

ORGANIZAÇÃO DA REDE DE SERVIÇOS DE ATENÇÃO SECUNDÁRIA DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ ORGANIZAÇÃO DA REDE DE SERVIÇOS DE ATENÇÃO SECUNDÁRIA DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ APRESENTAÇÃO: LÚCIA STELA P. LOPES DE SOUZA CO-AUTORAS: ELISANGELA FARIAS ELIZABETE SILVANA WEIDILENE MORAES GRADUANDAS DO CURSO

Leia mais

ROTEIRO GERAL 1º - Preencher as Fichas Cadastrais de Estabelecimento de Saúde - FCES de 01 a 08 com base nas Orientações para preenchimento da Fichas

ROTEIRO GERAL 1º - Preencher as Fichas Cadastrais de Estabelecimento de Saúde - FCES de 01 a 08 com base nas Orientações para preenchimento da Fichas SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SEMSA ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA FICHA DO CADASTRO DE ESTABELECIMENTO DE SAÚDE FCES SIMPLIFICADO ROTEIRO GERAL 1º - Preencher as Fichas Cadastrais de Estabelecimento

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE REGULAÇÃO Portaria GM 1.559 01/08/08

POLÍTICA NACIONAL DE REGULAÇÃO Portaria GM 1.559 01/08/08 Secretaria de Estado da Saúde Coordenadoria das Regiões de Saúde SIMPÓSIO FAEPA Conquistas e Desafios na Atenção à Saúde Pública em Ribeirão Preto A IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO DE FLUXO DE PACIENTES PARA

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE BOLSAS DE RESIDÊNCIA

Leia mais

Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde

Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde Coordenadoria de Gestão de Contratos de Serviços de Saúde 10/09/2014 Unidades e Serviços 40 Hospitais CEADIS 52 AMEs CRI Norte 7 Reabilitação Rede Lucy 3 CEAC 3 SEDI CROSS Total de Unidades/Serviços :

Leia mais

SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Sistema de Gestão o de Convênios nios e Contratos de Repasses Ferramenta para Captaçã

SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Sistema de Gestão o de Convênios nios e Contratos de Repasses Ferramenta para Captaçã SICONV Sistema de Gestão o de Convênios nios e Contratos de Repasses Ferramenta para Captaçã ção o de Recursos Federais pelos Municípios José Antonio de Aguiar Neto Brasília, 18 março de 2014 ENCONTRO

Leia mais

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica CARTA TÉCNICA Nome do Credenciamento: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica ENTIDADES QUE PODEM SE CREDENCIAR: - Entidades beneficentes de assistência social (certificadas como entidades

Leia mais

1.161 6.710 1.875. Posição em Março/2015

1.161 6.710 1.875. Posição em Março/2015 2014 7 1.161 249 55 9 6.710 1.875 Posição em Março/2015 791 mil Consultas 50,5 mil Internações 60 mil Proced. Cirúrgicos e Obstétricos 4,7 Milhões Diagnóstico e Tratamento 5.570.529 Total de procedimentos

Leia mais

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil:

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Unimed Brasil A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Presente em 83% território nacional; 375 cooperativas

Leia mais

ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO

ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO ANEXO II QUADRO DE ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS E REMUNERAÇÃO FUNÇÃO / REMUNERAÇÃO Médico Infectologista REQUISITO Medicina e Título de Especialista concedido pela Respectiva Sociedade de Classe ou Residência

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Linhagem de Sim 46,6 Enfermagem Fonte: Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil - 2013. FIOCRUZ/COFEN

Linhagem de Sim 46,6 Enfermagem Fonte: Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil - 2013. FIOCRUZ/COFEN 1 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM BRASIL BLOCO 1 Descrição (%) Distribuição por região Categoria profissional Sexo Faixa etária Fases de vida profissional Nacionalidade Município

Leia mais

PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA

PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROPOSTA PARA CASAS DE APOIO PARA ADULTOS QUE VIVEM COM HIV/AIDS - ESTADO DE SANTA CATARINA

Leia mais

GOVERNO DO MUNICIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE GABINETE DO PREFEITO

GOVERNO DO MUNICIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE GABINETE DO PREFEITO LEI N o 5.641, DE 23 DE JUNHO DE 2014. RECONHECE A PESSOA COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA COMO PORTADORA DE DEFICIÊNCIA PARA OS FINS DE FRUIÇÃO DOS DIREITOS ASSEGURADOS PELA LEI ORGÂNICA E PELAS DEMAIS

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 A FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo Seletivo Simplificado n 002/2012 destinado

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 A potencialidade de consumo dos brasileiros deve chegar a R$ 3,730 trilhões neste ano, ao mesmo tempo em que revela significativo aumento dos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, TECNOLOGIA E GESTÃO - SEPLAG EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.

PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, TECNOLOGIA E GESTÃO - SEPLAG EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N. PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, TECNOLOGIA E GESTÃO - SEPLAG EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2011 O SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO, TECNOLOGIA E GESTÃO DO MUNICÍPIO

Leia mais

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30

REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30 REGULAMENTO DO PARCELAMENTO ESPECIAL DA MENSALIDADE ESCOLAR PEP/30 Institui o regulamento da oferta de Parcelamento Especial da Mensalidade Escolar PEP 30 ( Regulamento ) Art. 1º - O presente Regulamento

Leia mais

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer Tudo começou a partir do sonho de desenvolver uma marca sólida e de personalidade única no cenário carioca, com o objetivo de fornecer lazer e bem estar. E foi com essa ideia na cabeça que em 2004 foi

Leia mais

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002.

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. O Secretário de Assistência à Saúde, no uso de suas atribuições legais, Considerando a Portaria GM/MS nº 866, de 09 de maio de 2002, que cria os mecanismos para organização

Leia mais

AlphaVille Urbanismo. Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos. Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo

AlphaVille Urbanismo. Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos. Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo AlphaVille Urbanismo Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo História A história de um conceito de bem viver 1974 2008 História A história de um

Leia mais

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico

Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Assistência Suplementar à Saúde no Brasil Segmento Odontológico Sindicato Nacional das Empresas de Odontologia de Grupo Sinog Março / 2011 Press Kit para Imprensa Sinog Sindicato Nacional das Empresas

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM

MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM Dispõe sobre a normatização do funcionamento dos prontos-socorros hospitalares, assim como do dimensionamento da equipe médica e do sistema de trabalho. O Conselho Federal de Medicina,

Leia mais

Resolução SS - 82, de 14-8-2015.

Resolução SS - 82, de 14-8-2015. Circular 274/2015 São Paulo, 17 de Agosto de 2015. Resolução SS - 82, de 14-8-2015. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) Diário Oficial do Estado Nº 151, segunda-feira, 17 de agosto de 2015. Prezados Senhores,

Leia mais

COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL

COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL COMUNICAÇÃO NA LINHA ASSISTENCIAL Ministério da Saúde QUALIHOSP 2011 São Paulo, abril de 2011 A Secretaria de Atenção à Saúde/MS e a Construção das Redes de Atenção à Saúde (RAS) As Redes de Atenção à

Leia mais

Melhor em Casa Curitiba-PR

Melhor em Casa Curitiba-PR Melhor em Casa Curitiba-PR ATENÇÃO DOMICILIAR Modalidade de Atenção à Saúde, substitutiva ou complementar às já existentes, caracterizada por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

Check list portal da Operadora Atualização: Validade:

Check list portal da Operadora Atualização: Validade: Capítulo 01 RN 16 Estabelece medidas normativas a serem adotadas pelas Operadoras de planos privados de assitistência à saúde, relativas aos materiais publicitários de caráter institucional. RN 16 1.1

Leia mais

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP Momento Econômico Atual Indicadores Econômicos Taxa de Desemprego (média) Medo Desemprego 11,5% 97,50

Leia mais

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo Conhecendo o Grupo 18 COLÉGIOS - PR / SC / RJ / SP/ RS 1 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO - HUSF FUNCLAR FUNDAÇÃO CLARA DE ASSIS UNIFAG UNIDADE DE PESQUISA

Leia mais

Média de Permanência Geral

Média de Permanência Geral Média de Permanência Geral V1.02 Janeiro de 2013 1. Sigla E-EFI-05 Sumário: Sigla Nome Conceituação Domínio 2. Nome Média de Permanência Geral 3. Conceituação Representa o tempo médio em dias que os pacientes

Leia mais

Projeto Hospitais de Excelência /Ministério da Saúde / Programa de Desenvolvimento e Apoio àgestão Hospital Samaritano

Projeto Hospitais de Excelência /Ministério da Saúde / Programa de Desenvolvimento e Apoio àgestão Hospital Samaritano Análise do processo de implementação de políticas na área hospitalar do Ministério da Saúde: contratualização de hospitais de ensino e filantrópicos no Brasil Projeto Hospitais de Excelência /Ministério

Leia mais

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br Agenda painel.fipezap.com.br Agenda Mapa de Preços do ZAP Índice FipeZap novos dados do mercado Mapa de Preços Índice FipeZap Novos dados Agenda 1 2 3 4 5 Introdução Índice FipeZap: novas cidades Evolução

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE DIVERSOS ITENS Diário Oficial do Estado nº 225 Seção I sábado, 1º de dezembro de 2012

HOMOLOGAÇÃO DE DIVERSOS ITENS Diário Oficial do Estado nº 225 Seção I sábado, 1º de dezembro de 2012 Circular 570/2012 São Paulo, 04 de dezembro de 2012. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) HOMOLOGAÇÃO DE DIVERSOS ITENS Diário Oficial do Estado nº 225 Seção I sábado, 1º de dezembro de 2012 Prezados Senhores,

Leia mais

Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS

Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS Recursos destinados pelo Ministério da Saúde também vão melhorar a qualidade da assistência aos usuários da rede pública na área de nefrologia.

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Gestão em Clínicas de Serviço de Saúde. José Cechin SP, 24.mai.2013

8º Congresso Brasileiro de Gestão em Clínicas de Serviço de Saúde. José Cechin SP, 24.mai.2013 8º Congresso Brasileiro de Gestão em Clínicas de Serviço de Saúde José Cechin SP, 24.mai.2013 1 Gestão da Qualidade Adote o processo, escolha depois 2 FENASAUDE 3 FenaSaúde Associadas: 17 grupos empresariais

Leia mais

INCT Observatório das Metrópoles

INCT Observatório das Metrópoles INCT Observatório das Metrópoles INDICADORES SOCIAIS PARA AS REGIÕES METROPOLITANAS BRASILEIRAS: EXPLORANDO DADOS DE 2001 A 2009 Apresentação Equipe Responsável Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Marcelo Gomes

Leia mais

Currículo - Lúcia Freitas

Currículo - Lúcia Freitas Currículo - Lúcia Freitas Bairro Continental Osasco SP Cel. (11) 951409948 email contato@luciafreitas.com.br site: www.luciafreitas.com.br Coren- 34470-E Formação UFPE - Universidade Federal de Pernambuco

Leia mais

As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria

As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria As entidades da Bancada Sindical da Saúde do Município de São Paulo vêm propor aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão na Mesa Setorial

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento 1 Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento I Congresso Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público Oficina II Informação de Custo para

Leia mais

6º Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury

6º Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury 6º Seminário SINDHOSP e Grupo Fleury Saúde Suplementar Oportunidades e Desafios para o Crescimento São Paulo 16.abril.2013 Federação Nacional de Saúde Suplementar FENASAÚDE 2 Federação Nacional de Saúde

Leia mais

PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013)

PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013) PARECER CREMEB Nº 28/13 (Aprovado em Sessão Plenária de 23/07/2013) EXPEDIENTE CONSULTA Nº 011.881/13 ASSUNTO: Relação de proporcionalidade: Número de profissionais médicos e número de atendimentos. RELATORA:

Leia mais

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para:

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para: PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013 Preparado com exclusividade para: Pesquisa Refeição Assert Preço Médio 2013 Introdução Objetivo Metodologia/Amostra Contexto Inflacionário Cenário Os preços das

Leia mais

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS Hospital de Cancer Barretos -DE 120.000 m2 construídos HOSPITAL DEdeCANCER BARRETOS HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS A Fundação Pio XII foi instituída em 27 de novembro de 1967 e tem como objetivos primordiais:

Leia mais

REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO

REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO REDES DE ATENDIMENTO NO ESTADO DE SÃO PAULO SANTA CASA SUSTENTÁVEL wpollara@saude.sp.gov.br 3% 97% Km 2 21% Estado de São Paulo 79% BRASIL 33% 67% $ São Paulo 44% da Alta Complexidade Do Brasil + 8.514.876

Leia mais

Saúde mais Perto de Você

Saúde mais Perto de Você Saúde mais Perto de Você FINANCIAMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA Ano PAB fixo PAB variável Estruturação + Construção e Ampliação Valor total 2010 R$ 3,65 Bi R$ 5,92 Bi R$ 147 Mi R$ 9,73 Bi 2012 R$ 4,42 Bi R$ 8,31

Leia mais

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos Comunicado A Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura do Recife comunica a todos os interessados a reabertura do processo de inscrição no Concurso Público para provimento de cargos

Leia mais

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011

Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviços RN nº 267/2011 Instrução Normativa sobre a divulgação da qualificação Primeira reunião do GT de Divulgação 07/02/2012 Quem divulgar? Todos

Leia mais

Metodologia. Quais são as informações disponíveis?

Metodologia. Quais são as informações disponíveis? Metodologia O que é o Mapa das OSCs? Este portal é resultado de parceria entre a Secretaria Geral da Presidência da República, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Leia mais