Sistemas de Controle de Versão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Controle de Versão"

Transcrição

1 Sistemas de Controle de Versão Juliano F. Ravasi Setembro / 2008

2 Conteúdo Parte 1: Controle de Versões Parte 2: Trabalhando com Subversion Parte 3: Trabalhando com Mercurial 2

3 Controle de Versões 3

4 Motivação O que é controle de versões? Gerenciamento de múltiplas revisões Documentos, projetos, software, etc. Histórico de alterações sofridas Permitir consultar revisões anteriores Permitir comparações entre revisões Permitir trabalho cooperativo 4

5 Motivação O que é controle de versões? Vários nomes: Revision control system (RCS) Version control system (VCS) Software Configuration Management (SCM) Source Code Management Source Control Controle de versão não é exclusivo para gerenciamento de software. 5

6 Motivação Por que controle de versões? Software é algo caro de ser produzido Consome muito tempo Exige cooperação, organização, disciplina É importante armazenar tudo que é feito 6

7 Motivação Onde é utilizado? Sistemas de arquivos Suítes de escritório Ambientes colaborativos Gerenciamento de software Importante para qualquer desenvolvedor ou empresa de desenvolvimento de software. 7

8 Motivação Onde é utilizado? 8

9 Motivação Onde é utilizado? 9

10 Recursos Registro de revisões Toda alteração realizada é registrada Rápido acesso a revisões anteriores Quem, quando, o que e por quê? Nada é perdido para sempre Descartar código ruim sem remorso Determinar introdução de defeitos Manutenção de código legado 10

11 Recursos Auditoria Comparação entre versões do projeto, mostrando diferenças linha-a-linha Apontar desenvolvedores responsáveis por cada trecho de código do projeto Automação de testes de estabilidade 11

12 Recursos Ramificações Múltiplas linhas de desenvolvimento dentro do mesmo projeto Permite divergência e reconvergência do desenvolvimento 12

13 Recursos Trabalho cooperativo Vários desenvolvedores trabalhando sobre o mesmo projeto Mescla das alterações dos diversos desenvolvedores ou ramificações 13

14 Recursos Segurança Autenticação criptográfica de histórico Controle de acesso sobre o repositório Cópias de segurança (backup) 14

15 Modelos Centralizado (cliente-servidor) Distribuído Um repositório central de revisões Desenvolvedores obtém cópias de trabalho do repositório central Cada desenvolvedor tem seu repositório Desenvolvedores copiam repositórios e alterações de outros desenvolvedores 15

16 Modelos Centralizado (cliente-servidor) Vantagens: Desvantagens: Controle de acesso Cópia de segurança Controle de qualidade Dependência do repositório central Ponto único de falha 16

17 Modelos Distribuído Vantagens: Desvantagens: Permite submissões particulares, offline Melhor suporte a ramificação e mescla Independência da rede, mais rápido Estimula o isolamento de desenvolvedores Questões de privacidade e segurança 17

18 Modelos Centralizado vs. distribuído Assunto quente nos últimos anos Há sobreposição entre os modelos Ferramentas distribuídas podem ser usadas no modelo centralizado, quando necessário Ainda não existe a ferramenta perfeita Opiniões inflamadas, guerra de egos Cada modelo de desenvolvimento exige um modelo de controle de versões 18

19 Conceitos Repositório Núcleo do controle de versões Possui uma linha do tempo embutida Coletânea de revisões do projeto 19

20 Conceitos Repositório Revisão Estado em um determinado instante Imutável após criada 20

21 Conceitos Cópia de trabalho Cópia do repositório em certa revisão Geralmente a mais recente Checkout (obtenção de uma cópia) 21

22 Conceitos Cópia de trabalho Onde ocorre o desenvolvimento O sistema reconhece as alterações feitas Algumas operações devem ser explícitas Adição, remoção, moção e cópia de arquivos 22

23 Conceitos Cópia de trabalho Submissão (commit) Alterações são registradas em uma nova revisão do repositório 23

24 Conceitos Ramificações (branches) Linhas alternativas de desenvolvimento Explícitas Implícitas 24

25 Conceitos Ramificações (branches) Explícitas Manutenção de versões legadas Implementação de novos recursos Experiências no código do projeto 25

26 Conceitos Ramificações (branches) Implícitas Cópia de trabalho Múltiplos desenvolvedores 26

27 Conceitos Mescla (merge) Reintegração de ramificações Em grande parte é automatizado Conflitos podem ocorrer O desenvolvedor pode precisar interagir 27

28 Conceitos Rótulos (tags) Nomes atribuídos a revisões 28

29 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Solitário Centralizado Distribuído Repositório local Repositório remoto Parceiro Equipe Hierárquico 29

30 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Solitário 30

31 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Centralizado, repositório local 31

32 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Centralizado, repositório remoto 32

33 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Distribuído, parceiro 33

34 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Distribuído, equipe 34

35 Gerenciamento de software Fluxos de trabalho Distribuído, hierárquico 35

36 Gerenciamento de software Sistemas de controle de versões SourceAnyware Vault Git darcs MOG ArX Surround FtpVC PlasticSCM CVS Store Stellation ClearCase Vesta AllFusion SourceSafe DCVS Aegis PureCM GNU arch Mercurial RCS Team Foundation Server FirePublish Team Coherence SourceHaven Perforce CodeVille Fossil codebeamer MKS QVCS TeamWare Code Co-op AccuRev Evolution DesignSync SVK Serena FileHamster Aldon AVS CVSNT Subversion OpenCVS LibreSource AlienBrain StarTeam BitKeeper Synergy Monotone Bazaar 36

37 Gerenciamento de software Sistemas de controle de versões Centralizado Aegis CVSNT CVS Aberto Distribuído OpenCVS CodeVille Stellation Subversion ArX arch Fossil Vesta darcs Git Bazaar DCVS LibreSource Mercurial Monotone SVK AccuRev Aldon AlienBrain AllFusion Proprietário AVS ClearCase codebeamer DesignSync Evolution FileHamster FirePublish Perforce FtpVC MKS PureCM QVCS SourceAnyware SourceSafe Code Co-op MOG Serena SourceHaven StarTeam BitKeeper TeamWare Store Surround Synergy Team Coherence Vault PlasticSCM Team Foundation Server 37

38 Gerenciamento de software Sistemas de controle de versões Visão geral dos VCSs abertos: Centralizados: Git Mercurial Bazaar Mais: Distribuídos: CVS Subversion 38

39 Sistemas de controle de versão CVS Criado para substituir o RCS (1980s) Obsoleto, desenvolvimento estagnado Modelo centralizado Possui grande base de usuários Possui defeitos e limitações de projeto Escrito em C, monolítico 39

40 Sistemas de controle de versão Subversion Sucessor do CVS Projetado para contornar os seus defeitos Desenvolvido por CollabNet Inc. Modelo centralizado Robusto e maduro Ênfase em qualidade, larga escala Sem restrições a tipos de arquivos Escrito em C, modular 40

41 Sistemas de controle de versão Subversion Projeto em camadas Repositório Acesso ao repositório Bindings: C, Python, Perl, Java, Ruby Cliente Local, WebDAV, svnserve Cópia de trabalho Biblioteca de cliente BorlandDB, fsfs svn, TortoiseSVN, Subclipse, KDESvn, Trac,... 41

42 Sistemas de controle de versão Git Criado para gerenciar o kernel do Linux Após controvérsia sobre o BitKeeper Inspirado no Monotone Inicialmente por Linus Torvalds Modelo distribuído Ênfase em desenvolvimento não-linear Autenticação criptográfica do histórico Gerencia conteúdo, ao invés de arquivos Escrito em C, monolítico 42

43 Sistemas de controle de versão Mercurial Criado simultaneamente ao Git Inspirado no Monotone Desenvolvido por Matt Mackall Modelo distribuído Autenticação criptográfica do histórico Ênfase em uso por grandes projetos Escrito em Python, modular 43

44 Sistemas de controle de versão Bazaar Desenvolvido por Canonical Inc. Modelo distribuído Ênfase em facilidade, flexibilidade Suporte a múltiplos fluxos de trabalho Desempenho ruim Escrito em Python, modular 44

45 Gerenciamento de software O que armazenar? Arquivos produzidos pelo desenvolvedor: código fonte scripts de automação documentação escrita figuras, imagens e ícones possivelmente apenas os originais, usando ferramentas automáticas para converter entre formatos e tamanhos makefiles a menos que sejam criados por um processo automático (por ex:./configure) 45

46 Gerenciamento de software O que não armazenar? Arquivos gerados automaticamente: código-objeto programas compilados documentação automática Arquivos com configurações locais: credenciais de acesso a banco-de-dados Arquivos criados acidentalmente: core dumps arquivos temporários 46

47 Trabalhando com Subversion 47

48 Trabalhando com Subversion Características gerais Repositório vs. cópia de trabalho Ramificações, rótulos Implícito, parte da árvore do repositório Criados através de cópias leves Características únicas: Armazenados em lugares distintos Propriedades Diretórios WebDAV 48

49 Trabalhando com Subversion Características gerais Recomendação Usar versão 1.5 ou superior. Informações Projeto: Manual: Clientes: Windows: Eclipse: KDE: 49

50 Trabalhando com Subversion Repositório Sistema de arquivos Baseado em ligações Revisões numéricas, seriais Revisão zero: repositório em branco Sugestões de organização: Cópias leves, copy-on-write Banco-de-dados transacional Um repositório por projeto (incluindo subprojetos) 50

51 Trabalhando com Subversion Repositório Criação do repositório svnadmin create diretório Cria um novo repositório Subversion em branco (revisão zero) em diretório. Convenções de hierarquia / trunk/ branches/ tags/ tronco ramificações rótulos 51

52 Trabalhando com Subversion Repositório Convenções de hierarquia 52

53 Trabalhando com Subversion Repositório Criação da hierarquia inicial Método 1: svn checkout file:///home/user/svn/repo cd repo svn mkdir trunk branches tags svn commit -m "Directory hierarchy." Método 2 (bash): r=file:///home/user/svn/repo svn mkdir $r/{trunk,branches,tags} -m "..." 53

54 Trabalhando com Subversion Ciclo de trabalho 1. Obtenção (checkout) svn checkout ❶ svn checkout 54

55 Trabalhando com Subversion Ciclo de trabalho 2. Desenvolvimento ❷ (edição) 55

56 Trabalhando com Subversion Ciclo de trabalho 3. Comparação, reversão svn status svn diff svn revert ❸ svn diff svn revert 56

57 Trabalhando com Subversion Ciclo de trabalho 4. Submissão svn commit ❹ svn commit 57

58 Trabalhando com Subversion Ciclo de trabalho 5. Atualização svn update ❺ svn update 58

59 Trabalhando com Subversion Comandos Ferramentas principais: svn svnadmin Manutenção do repositório. Outras ferramentas: Cliente padrão, cópia de trabalho. svndumpfilter svnlook svnserve svnsync 59

60 Trabalhando com Subversion Comandos Acesso ao repositório Local WebDAV sobre HTTP svn://svn.example.com/svn/repo/... svnserve sobre SSH https://svn.example.com/svn/repo/... svnserve file:///home/user/svn/repo/... svn+ssh://svn.example.com/svn/repo/... 60

61 Trabalhando com Subversion Comandos Acesso ao repositório Composição da URL svn://svn.example.com/svn/project/subproject/trunk/ Endereço do servidor Subversion Endereço do repositório Caminho armazenado no repositório 61

62 Trabalhando com Subversion Comandos Importação svn import [diretório] URL Obtenção svn checkout URL [diretório] Obtém uma cópia de trabalho. svn export URL [diretório] Obtém uma cópia limpa do projeto. svn update [diretório] Importa um projeto existente em um repositório. Atualiza a cópia de trabalho com o repositório. 62

63 Trabalhando com Subversion Comandos Edição svn add alvo svn delete alvo Cria uma cópia de um arquivo ou diretório. svn move orig dest Cria um diretório no controle de versão. svn copy orig dest Remove um arq./dir. do controle de versão. svn mkdir diretório Adiciona um arq./dir. ao controle de versão. Move ou renomeia um arquivo ou diretório. 63

64 Trabalhando com Subversion Comandos Consulta e comparação svn status [alvo] svn diff [alvo] Mostra alterações realizadas em arquivos. Reversão svn revert [alvo] Mostra arquivos alterados, adicionados, etc. Reverte alterações realizadas em arquivos. 64

65 Trabalhando com Subversion Comandos Submissão svn update svn commit [alvo] Atualiza a cópia de trabalho antes de submeter, opcional. Podem ocorrer conflitos ao mesclar as alterações do repositório com as suas. Submete o estado atual da cópia de trabalho para o repositório, criando uma nova revisão. Nesse processo, é necessário fornecer uma breve descrição das alterações realizadas. 65

66 Trabalhando com Subversion Comandos Resolução de conflitos svn resolve --accept arg [alvo] svn resolved alvo Informa que o conflito foi manualmente resolvido, e destrava a cópia de trabalho. svn status svn commit [alvo] Resolução simples, informa qual versão do alvo deverá ser preservada. Após resolver os conflitos, tentar submeter novamente. 66

67 Trabalhando com Subversion Comandos Informação e auditoria svn info [alvo] svn log [alvo] Mostra registro de alterações de um arquivo, diretório ou do projeto. svn blame arquivo Mostra informações diversas sobre a cópia de trabalho ou o alvo fornecido. Acusa os desenvolvedores que alteraram por último cada linha de um arquivo. 67

68 Trabalhando com Subversion Consulta de histórico (svn log) r3 juliano :41: (Fri, 18 Jul 2008) 8 lines Changed paths: M /trunk A /trunk/calculatorform.cpp A /trunk/calculatorform.h A /trunk/calculatorform.ui M /trunk/calculator.cpp M /trunk/calculator.pro User interface design. Designed the user interface of the calculator, using Qt Designer. No functions have been implemented yet. The calculator is non-functional. Added some patterns for generated files to svn:ignore. 68

69 Trabalhando com Subversion Atualização (svn update) Para visitar revisões passadas Para retornar à última revisão svn update Legenda svn update -r revisão svn update -r {data} A: D: U: C: G: E: adicionado apagado atualizado conflito mesclado já existente (Added) (Deleted) (Updated) (Conflicted) (merged) (Existed) 69

70 Trabalhando com Subversion Comparação (svn diff) Alterações na cópia de trabalho svn diff [alvo] Comparar revisões arbitrárias svn diff -r x:y [alvo] svn diff -c x [alvo] Alterações entre revisões x e y. Alterações entre revisões x -1 e x. 70

71 Trabalhando com Subversion Comparação (svn diff) 71

72 Trabalhando com Subversion Consulta de estado (svn status) Legenda adicionado (Added) em conflito (Conflicted) apagado (Deleted) ignorado (Ignored) modificado (Modified) substituído (Replaced) item externo (external) item desconhecido, não controlado item controlado, porém ausente Mais detalhes A: C: D: I: M: R: X:?:!: svn help status 72

73 Trabalhando com Subversion Ramificações Comandos svn copy repo/trunk repo/branches/branch svn switch repo/trunk svn switch repo/branch/branch Cria uma nova ramificação. Alterna entre ramificações. 73

74 Trabalhando com Subversion Mescla e reversão Mescla entre ramificações svn merge URL svn merge --reintegrate URL Reintegra alterações de uma ramificação ao tronco. svn merge -c rev URL Mescla alterações de uma ramificação diferente na ramificação atual da cópia de trabalho. Mescla apenas revisão rev. 74

75 Trabalhando com Subversion Mescla e reversão Reversão svn merge -c -rev URL Desfaz as alterações da revisão rev. Pode ser usado na própria ramificação. É uma mescla ao contrário. 75

76 Trabalhando com Subversion Rótulos Caso especial de ramificação São usados apenas como referência Devem ser somente-leitura após criados. Comando svn copy repo/trunk repo/tags/tag Cria um novo rótulo. 76

77 Trabalhando com Subversion Propriedades Comandos svn proplist [alvo] svn propget prop alvo Altera uma propriedade (no editor externo). svn propdel prop alvo Configura o conteúdo de uma propriedade. svn propedit prop alvo Recupera conteúdo de uma propriedade. svn propset prop cont alvo Lista propriedades. Apaga uma propriedade. 77

78 Trabalhando com Subversion Propriedades Propriedades padrão Diretórios e arquivos Revisões svn:eol-style svn:executable svn:externals svn:ignore svn:keywords svn:mime-type svn:needs-lock svn:author svn:date svn:log 78

79 Trabalhando com Mercurial 79

80 Trabalhando com Mercurial Características gerais Distribuído Ramificações, rótulos Cópia de trabalho contém o repositório: São armazenados juntos Explícitos, possuem tratamento especial Cada cópia de trabalho é uma ramificação 80

81 Trabalhando com Mercurial Características gerais Informações Projeto: Manual: Clientes: Windows: Eclipse: 81

82 Trabalhando com Mercurial Repositório Sistema de arquivos Armazenamento eficiente, seguro e rápido Revisões: Sugestões de organização: Numéricas, seriais Hash SHA-1 do changeset Um repositório por subprojeto Projeto: vários subprojetos agrupados 82

83 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho 1. Início do projeto (init) hg init ➊ hg init 83

84 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho 2. Desenvolvimento, submissão local hg status, diff, revert, commit ➋ hg hg hg hg status diff revert commit 84

85 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho 3. Ramificação hg clone ➌ hg clone 85

86 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho 4. Mais desenvolvimento ➍ hg hg hg hg status diff revert commit ➍ hg hg hg hg status diff revert commit 86

87 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho 5. Mescla hg pull, push ➎ hg pull hg push 87

88 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho hg pull hg pull hg pull hg pull 88

89 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho hg pull hg pull hg pull hg pull hg push 89

90 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho hg import hg import hg import hg import hg export lista de s 90

91 Trabalhando com Mercurial Ciclo de trabalho Mercurial Subversion (distribuído) (centralizado) 1 * Remoto push pull Local 1 update commit update commit 1 * 91

92 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões tip 3: 3a63 2: ecf3 0: 9117 Bob Alice 1: 273c 92

93 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões tip tip 3: 3a63 3: 3a63 2: ecf3 2: ecf3 0: : 273c hg clone Bob Alice 1: 273c 0:

94 Trabalhando com Mercurial tip tip 5: 5f24 5: : ce3b 4: 207f 3: 3a63 3: 3a63 2: ecf3 2: ecf3 1: 273c 1: 273c 0: 9117 Bob Alice Grafo de revisões 0:

95 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões tip 7: 5f24 6: ce3b tip 5: 5f24 5: : ce3b 4: 207f 2: ecf3 3: 3a63 hg pull Bob Alice 3: 3a63 2: ecf3 95

96 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões merge hg merge tip 7: 5f24 tip 6: ce3b 5: 5f24 5: : ce3b 4: 207f 2: ecf3 3: 3a63 Bob Alice 3: 3a63 2: ecf3 96

97 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões tip 8: b4d0 7: 5f24 tip 6: ce3b 5: 5f24 5: : ce3b 4: 207f 2: ecf3 3: 3a63 Bob Alice 3: 3a63 2: ecf3 97

98 Trabalhando com Mercurial Grafo de revisões tip tip 8: b4d0 8: b4d0 7: : 5f24 6: 207f 6: ce3b 5: 5f24 5: : ce3b 4: 207f 2: ecf3 3: 3a63 Bob Alice 3: 3a63 hg pull (alice) hg push (bob) 2: ecf3 98

99 Trabalhando com Mercurial Comandos Comandos comuns hg hg hg hg hg hg hg hg hg hg hg hg add annotate commit copy diff help log remove rename revert status update (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn (svn add) blame) commit) copy) diff) help) log) delete) move) revert) status) update) 99

100 Trabalhando com Mercurial Comandos Acesso a repositórios Local HTTP, Mercurial https://hg.example.com/hg/project/ SSH, Mercurial /home/user/hg/project/ file:///home/user/hg/project/ ssh://hg.example.com/hg/project/ 100

101 Trabalhando com Mercurial Criação e clonagem Criação do projeto hg init [diretório] Clonagem hg clone origem [diretório] Transforma o diretório atual (ou o diretório informado) em um repositório Mercurial Cria uma cópia do repositório de origem É, implicitamente, uma ramificação Hg lembra seu repositório de origem 101

102 Trabalhando com Mercurial Trabalho distribuído Trazer (puxar) submissões hg pull [URL] hg incoming [URL] Recupera as diferenças entre o repositório indicado e o seu, e aplica as alterações. Se URL for omitido, seu repositório de origem (fornecido ao hg clone ) é considerado. Atualiza apenas o repositório, use hg update para atualizar a cópia de trabalho. Mostra o que há no repositório indicado que não há no seu, e pode ser trazido com hg pull. 102

103 Trabalhando com Mercurial Trabalho distribuído Levar (empurrar) submissões hg push [URL] hg outgoing [URL] Determina as diferenças entre o seu repositório e o indicado, e as aplica remotamente. Se URL for omitido, seu repositório de origem (fornecido ao hg clone ) é considerado. Não cria ramificações remotas, seu repositório precisa estar compatível (via hg pull ). Mostra o que há no seu repositório que não há no indicado, e pode ser levado com hg push. 103

104 Trabalhando com Mercurial Trabalho distribuído Mescla hg heads [rev] hg merge [rev] Mostra as revisões-cabeça do grafo de revisões (todas as ramificações). Mescla as alterações de uma determinada cabeça à cópia de trabalho. Caso rev seja omitido, e só houver uma outra cabeça possível de ser mesclada (não ambígua), tal cabeça será selecionada. 104

105 Trabalhando com Mercurial Consulta de estado Comandos hg status hg identify [-i] [-n] [-b] [-t] Mostra qual a revisão atual da cópia de trabalho. hg parents [-r rev] [alvo] Mostra arquivos alterados, adicionados, etc. Mostra as revisões ascendentes da revisão atual (ou a revisão fornecida). 105

106 Trabalhando com Mercurial Consulta ao histórico Histórico hg log [-v] Visualização hg view Descrição textual do histórico. Visualiza o histórico interativamente. Grafo de revisões. 106

107 Trabalhando com Mercurial Ramificações Clonagem Locais, anônimas Criadas implicitamente Submissão sobre revisão intermediária Locais, explícitas Criadas implicitamente Basta clonar a cópia de trabalho Eficiente: utiliza hardlinks quando possível Criadas através de hg branch Armazenadas no próprio repositório 107

108 Trabalhando com Mercurial Rótulos Referenciam determinados changesets Fazem parte do controle de versões Comandos hg tag [-l] [-r rev] nome hg tag [-l] --remove nome Cria um novo rótulo nome para a revisão rev. Parâmetro -l : rótulo local. Apaga um rótulo. 108

109 Obrigado! Juliano F. Ravasi Esta apresentação: 109

Sistemas de Controle de Versão

Sistemas de Controle de Versão Sistemas de Controle de Versão Juliano F. Ravasi Setembro / 2008 http://juliano.info/ Conteúdo Parte 1: Controle de Versões Parte 2: Trabalhando com Subversion Parte 3: Trabalhando com Mercurial 2 Controle

Leia mais

Sistemas de Controle de Versão ~Subversion~ Juliano Ferraz Ravasi UNESP Rio Claro - 2005

Sistemas de Controle de Versão ~Subversion~ Juliano Ferraz Ravasi UNESP Rio Claro - 2005 Sistemas de Controle de Versão ~Subversion~ Juliano Ferraz Ravasi UNESP Rio Claro - 2005 Por que Controle de Versão? Programar...... é difícil;... toma muito tempo;... exige cooperação de várias pessoas;...

Leia mais

Controle de Versão com GIT

Controle de Versão com GIT Controle de Versão com GIT Túlio Toffolo tulio@toffolo.com.br http://www.toffolo.com.br Conteúdo Extra Algoritmos e Estruturas de Dados História do GIT Linus usa BitKeeper para gerenciar o código de suas

Leia mais

2. GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DE SOTWARE

2. GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DE SOTWARE 1. INTRODUÇÃO Constata se, atualmente, que organizações voltadas ao desenvolvimento de software, buscam alavancar seus níveis de competitividade, uma vez que o mercado de desenvolvimento de software apresenta

Leia mais

Versionamento de Código. Núcleo de Desenvolvimento de Software

Versionamento de Código. Núcleo de Desenvolvimento de Software Versionamento de Código Núcleo de Desenvolvimento de Software Por quê? Facilidades de utilizar um sistema de versionamento de código. Várias versões Quando se salva uma nova versão de um arquivo, a versão

Leia mais

J820. Integração Contínua. com CVS, CruiseControl, Cruise Control. argonavis.com.br. AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm.

J820. Integração Contínua. com CVS, CruiseControl, Cruise Control. argonavis.com.br. AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm. J820 Integração Contínua com CVS, CruiseControl, Cruise Control AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm.org) Integração contínua Um dos requisitos para implementar a integração contínua é ter um sistema

Leia mais

Git e contribuição para projetos Open Source. Bruno Orlandi

Git e contribuição para projetos Open Source. Bruno Orlandi Git e contribuição para projetos Open Source Bruno Orlandi Bruno Orlandi 4º Ano Ciências de Computação ICMC USP PET Computação HTML5 Web e Mobile Gosta de compartilhar conhecimento @BrOrlandi Instalando

Leia mais

Controle de Versão de Software. Luiz Jácome Júnior

Controle de Versão de Software. Luiz Jácome Júnior Controle de Versão de Software Luiz Jácome Júnior Motivação Alguém já sobrescreveu o código de outra pessoa por acidente e acabou perdendo as alterações? Tem dificuldades em saber quais as alterações efetuadas

Leia mais

Controle de versão e fluxo de trabalho em projetos de desenvolvimento de software

Controle de versão e fluxo de trabalho em projetos de desenvolvimento de software Controle de versão e fluxo de trabalho em projetos de desenvolvimento de software Doutorado Multi-Institucional em Ciência da Computação UFBA UNIFACS UEFS terceiro@dcc.ufba.br 8 de novembro de 2008 Termos

Leia mais

Gerência de Configuração. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br

Gerência de Configuração. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br Gerência de Configuração Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br Introdução Mudanças durante o desenvolvimento de software são inevitáveis: os interesses

Leia mais

Controle de Versão. Prof. Msc. Bruno Urbano Rodrigues. bruno@urbano.eti.br

Controle de Versão. Prof. Msc. Bruno Urbano Rodrigues. bruno@urbano.eti.br Controle de Versão Prof. Msc. Bruno Urbano Rodrigues bruno@urbano.eti.br Apresentação - Docente Mestre em Ciência da Computação na Universidade Federal de Goiás. Especialista em Gestão de Software pela

Leia mais

Introdução ao Git. Introdução ao GIT. Anderson Moreira. Baseado nos slides disponíveis em http//free electrons.com

Introdução ao Git. Introdução ao GIT. Anderson Moreira. Baseado nos slides disponíveis em http//free electrons.com Introdução ao GIT Introdução ao Git Anderson Moreira Copyright 2009, Free Electrons. Creative Commons BY SA 3.0 license Latest update: Aug 28, 2015, Document sources, updates and translations: http://free

Leia mais

Salvando modificações localmente (commit) Enviando modificações para o servidor (push) Sinalizando versão estável (tag)

Salvando modificações localmente (commit) Enviando modificações para o servidor (push) Sinalizando versão estável (tag) Salvando modificações localmente (commit) Enviando modificações para o servidor (push) Sinalizando versão estável (tag) Desfazendo modificações (reset) Verificar status de repositório 5 Não vamos fazer,

Leia mais

MAC 5856 - Software Livre. Professor: Fabio Kon REPOSITÓRIOS ÁLVARO HENRY MAMANI ALIAGA POLIANA MAGALHÃES REIS

MAC 5856 - Software Livre. Professor: Fabio Kon REPOSITÓRIOS ÁLVARO HENRY MAMANI ALIAGA POLIANA MAGALHÃES REIS MAC 5856 - Software Livre Professor: Fabio Kon REPOSITÓRIOS 1 ÁLVARO HENRY MAMANI ALIAGA POLIANA MAGALHÃES REIS RESUMO DA APRESENTAÇÃO Definições Vantagens Atividades Comuns Integração com outros Softwares

Leia mais

Agenda. Aprendendo Git/GitHub. Definições. Git. História 31/05/2012. Vantagem de usar controle de versão

Agenda. Aprendendo Git/GitHub. Definições. Git. História 31/05/2012. Vantagem de usar controle de versão Agenda Aprendendo Git/GitHub Luciana Balieiro Cosme IFNMG Montes Claros Sobre Git Instalação no Windows Comandos básicos Estrutura de um commit Branches GitHub Considerações finais Definições Git is an

Leia mais

TUTORIAL PRÁTICO SOBRE Git. Versão 1.1

TUTORIAL PRÁTICO SOBRE Git. Versão 1.1 TUTORIAL PRÁTICO SOBRE Git por Djalma Oliveira Versão 1.1 "Git é um sistema de controle de revisão distribuida, rápido e escalável" (tradução rápida do manual). Basicamente é

Leia mais

Agenda. Gerência de Configuração de Software. Atividade Sala. Quais os problemas? P1) Duplicidade de Trabalho. P2) Trabalhos Sobrepostos

Agenda. Gerência de Configuração de Software. Atividade Sala. Quais os problemas? P1) Duplicidade de Trabalho. P2) Trabalhos Sobrepostos Agenda Gerência de Configuração de Software Vamos entender o Problema? Quais os problemas? Gerência de Configuração Marcos Dósea dosea@ufs.br Entender os problemas... Quais os problemas? Problema 1) Duplicidade

Leia mais

Gestão de Desenvolvimento de Sistemas por Controle de Versão Utilizando SVN. Software para Controle de Versão SVN/Subversion

Gestão de Desenvolvimento de Sistemas por Controle de Versão Utilizando SVN. Software para Controle de Versão SVN/Subversion Gestão de Desenvolvimento de Sistemas por Controle de Versão Utilizando SVN Software para Controle de Versão SVN/Subversion Subversion é uma solução opensource Interação com o desenvolvedor Projetos que

Leia mais

Introdução à Gerência de Configuração. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Introdução à Gerência de Configuração. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Introdução à Gerência de Configuração Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Introdução A Engenharia de Software... Abordagem disciplinada para o desenvolvimento de software Grande diversidade

Leia mais

Introdução ao Controle de Versões. Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br)

Introdução ao Controle de Versões. Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br) Introdução ao Controle de Versões Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br) Introdução A Engenharia de Software... Abordagem disciplinada para o desenvolvimento de software Grande diversidade de metodologias

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas. CVS - Concurrent Version System

Universidade Estadual de Campinas. CVS - Concurrent Version System Universidade Estadual de Campinas CVS - Concurrent Version System Eduardo Robinson Paganeli Universidade Estadual de Campinas UNICAMP 1 Sumário Módulo 1 Introdução ao CVS...3 Visão geral...4 Vantagens...6

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO

SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO Ana Paula Corrêa Diego Rodrigo GRein Otavio Rodolfo Piske Centro Universitário Positivo Rua: Prof Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 RESUMO Este artigo aborda os aspectos

Leia mais

Aluno: Leandro Santiago da Silva. Artigo. Sistemas de controle de versão

Aluno: Leandro Santiago da Silva. Artigo. Sistemas de controle de versão Aluno: Leandro Santiago da Silva Artigo Sistemas de controle de versão Maringá/PR UEM 2011 1 Resumo Sistemas de controle de versão permitem um maior controle sobre documentos digitais e são amplamente

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE Agosto 2007 Sumário de Informações do Documento Tipo do Documento: Manual Título do Documento: MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO

Leia mais

Introdução à Engenharia ENG1000

Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Aula Extra - Projetos e Controle de Versões 2016.1 Prof. Augusto Baffa Armazenando seu projeto Como armazenar versões? Não se preocupar Acumular

Leia mais

Sistema de Controle de Versão - CVS

Sistema de Controle de Versão - CVS - CVS Adailton Magalhães Lima adailton@webapsee.com Não há nada permanente exceto a modificação. Heráclitos 500 a.c. Adaptado de ESTUDO E PROPOSTA DE MODELOS DE PROCESSO DE SOFTWARE PARA O LABORATÓRIO

Leia mais

Análise Comparativa entre Sistemas de Controle de Versões Daniel Tannure Menandro de Freitas

Análise Comparativa entre Sistemas de Controle de Versões Daniel Tannure Menandro de Freitas Análise Comparativa entre Sistemas de Controle de Versões Daniel Tannure Menandro de Freitas JUIZ DE FORA DEZEMBRO, 2010 i Análise Comparativa entre Sistemas de Controle de Versões Daniel Tannure Menandro

Leia mais

Controle de Versão com CVS

Controle de Versão com CVS Controle de Versão com CVS Danilo Toshiaki Sato www.dtsato.com Treinamento ALESP SPL Agenda 1. Introdução 2. Conceitos Importantes 3. Operações mais comuns - Eclipse 4. Processo de Liberação SPL 5. Conclusão

Leia mais

Introdução ao Git. Laboratório de Programação. Luísa Lima, Pedro Vasconcelos, DCC/FCUP. Março 2015

Introdução ao Git. Laboratório de Programação. Luísa Lima, Pedro Vasconcelos, DCC/FCUP. Março 2015 Introdução ao Git Laboratório de Programação Luísa Lima, Pedro Vasconcelos, DCC/FCUP Março 2015 Porquê controlo de versões? Um sistema de controlo de versões (VCS) é um ferramenta integrada que possibilita

Leia mais

Análise do projeto arquitetural do GIT

Análise do projeto arquitetural do GIT Análise do projeto arquitetural do GIT Rafael Abraão Rodrigues Lago, Tiago Carmo Santos 1 1 rafael.abraao.rodrigues@gmail.com; tiagocarmosantos@hotmail.com; Abstract Este trabalho tem como objetivo realizar

Leia mais

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Redmine Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Sobre o palestrante Eliel Gonçalves Formação técnica em processamento de dados e graduação em tecnologia em processamento de dados. Possui 15 anos

Leia mais

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Redmine Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Sobre o palestrante Eliel Gonçalves Formação técnica em processamento de dados e graduação em tecnologia em processamento de dados. Possui 15 anos

Leia mais

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas Gerenciamento de Gerenciamento de Configuração Novas versões de sistemas de software são criadas quando eles: Mudam para máquinas/os diferentes; Oferecem funcionalidade diferente; São configurados para

Leia mais

3 Estudo de Ferramentas

3 Estudo de Ferramentas 3 Estudo de Ferramentas Existem diferentes abordagens para automatizar um processo de desenvolvimento. Um conjunto de ferramentas pode ser utilizado para aperfeiçoar o trabalho, mantendo os desenvolvedores

Leia mais

Git no Controle. Com softwares de controle de

Git no Controle. Com softwares de controle de Controle de versão flexível, poderoso e fácil TUTORIAL Git no Controle Caso já tenha feito alguma mudança em um código ou texto em que estava trabalhando, e depois percebeu que a versão anterior era melhor,

Leia mais

Manual de Utilização do Tortoise SVN. Fábrica de Software. Algar Tecnologia Unidade BH

Manual de Utilização do Tortoise SVN. Fábrica de Software. Algar Tecnologia Unidade BH Manual de Utilização do Tortoise SVN Fábrica de Software Algar Tecnologia Unidade BH Revisão 1.2 Elaborado por Crhistian Souza EPG Sumário 1. Autenticando-se no SVN da Algar Tecnologia... 3 2. Trabalhando

Leia mais

Utilizando subversion como controle de versão

Utilizando subversion como controle de versão Utilizando subversion como controle de versão Heitor Rapcinski Este documento descreverá a utilização de subversion como ferramenta de controle de versão mostrando as facilidades da sua utilização para

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS

PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE UMA BASE ESTRUTURADA PARA ACOMPANHAMENTO DE PROJETO - ENGINEERING TOOLS Rafael Del Col Carlet 1 ; Vanderlei Cunha Parro 2 1 Aluno de Iniciação Científica da Escola de Engenharia

Leia mais

Gerência de Configuração de Software Funções

Gerência de Configuração de Software Funções Universidade Estadual de Maringá Departamento de Informática Ciência da Computação Processo de Engenharia de Software II Gerência de Configuração de Software Funções Rafael Leonardo Vivian {rlvivian.uem

Leia mais

Gestão de Modificações. Fabrício de Sousa

Gestão de Modificações. Fabrício de Sousa Gestão de Modificações Fabrício de Sousa Introdução Inevitáveis quando o software é construído Confusão As modificações não são analisadas antes de serem feitas Não são registradas antes de serem feitas

Leia mais

ES06 Especialização em Engenharia de Software Prof.: Misael Santos (misael@gmail.com) Ago/2010

ES06 Especialização em Engenharia de Software Prof.: Misael Santos (misael@gmail.com) Ago/2010 Gestão de Configuração de Software - Conceitos Principais - ES06 Especialização em Engenharia de Software Prof.: Misael Santos (misael@gmail.com) Ago/2010 Agenda Configuração Itens de Configuração Versionamento

Leia mais

3.1 Baseado em operações

3.1 Baseado em operações 23 3. Estado da Arte Algumas das ferramentas de controle de versão comerciais mais conhecidas atualmente são: Concurrent Version System (CVS) [CEDERQVIST, 1993], Microsoft Visual SourceSafe (MVSS) [MICROSOFT,

Leia mais

O primeiro passo é habilitar acesso externo através de web service a configuração é bem simples e não exige maiores explicações.

O primeiro passo é habilitar acesso externo através de web service a configuração é bem simples e não exige maiores explicações. Integração de Controle de versão com Redmine. A integração do controle de versão pode permitir uma interatividade bem interessante entre os tickets e projetos do redmine com o controle de versão segue

Leia mais

http://aden.psl.gov.ao/wiki/environmentdevelpt

http://aden.psl.gov.ao/wiki/environmentdevelpt Página 1 de 20 Wiki Histórico Cronograma Ver Código Visualizar Tickets Pesquisa Tags Discussion Blog Desenvolvimento ambiente Eclipse Desenvolvimento existem em muitos ambientes Linux, mas a nossa escolha

Leia mais

Gerenciamento de Configuração

Gerenciamento de Configuração Gerenciamento de Configuração Adriano J. Holanda 18/11/2015 Adriano J. Holanda Gerenciamento de Configuração 18/11/2015 1 / 18 Gerenciamento de Configuração Definição Gerenciamento de Configuração se refere

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 03 In a calm sea every man is a pilot. Engenharia de Software I Aula 3 Gerenciamento de

Leia mais

Tutorial SVN Básico Engenharia de Software. Denise Notini Nogueira denotini@dcc.ufmg.br

Tutorial SVN Básico Engenharia de Software. Denise Notini Nogueira denotini@dcc.ufmg.br Tutorial SVN Básico Engenharia de Software Denise Notini Nogueira denotini@dcc.ufmg.br As vantagens do controle de Versão As principais vantagens de se utilizar um sistema de controle de versão para rastrear

Leia mais

Git Funcionamento e Workflow. Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico

Git Funcionamento e Workflow. Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Git Funcionamento e Workflow Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico 2 Git - Funcionamento e Workflow Essa página foi deixada em branco intencionalmente. Git - Funcionamento e Workflow - Git 3 PUBLICADO

Leia mais

Padrões de configuração GIT

Padrões de configuração GIT UNIVERSIDADE CEUMA Padrões de configuração GIT Versão 1.2 12/12/2013 Este é um modelo de configuração para uso da ferramenta GIT adotada no Grupo Ceuma de Educação. Aqui encontram-se os padrões de configuração

Leia mais

Julio Cezar Fialho Freire de Carvalho 1, Aline Maria Malachini Miotto Amaral 2 1 INTRODUÇÃO

Julio Cezar Fialho Freire de Carvalho 1, Aline Maria Malachini Miotto Amaral 2 1 INTRODUÇÃO 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 ESTUDO E DEFINIÇÃO DA APLICAÇÃO PARA CONTROLE DE VERSÕES DOS ARTEFATOS GERENCIADOS PELA FERRAMENTA S.A.Do.M (SOFTWARE ARTIFACTS DOCUMENTATION AND MANAGEMENT)

Leia mais

Instalação e Configuração do CollabNet Subversion Edge

Instalação e Configuração do CollabNet Subversion Edge Instalação e Configuração do CollabNet Subversion Edge 1) Descrição O Subversion Edge é um pacote da distribuição do Subversion SCM, que foi criado e distribuido pela empresa CollabNet com o objetivo de

Leia mais

QualisTec. Plano de Gerência de Configuração. Projeto: Simul-e. Versão 1.1. Página 1 de 16. Plano de Gerência de Configuração

QualisTec. Plano de Gerência de Configuração. Projeto: Simul-e. Versão 1.1. Página 1 de 16. Plano de Gerência de Configuração 1 QualisTec Projeto: Simul-e Versão 1.1 Arquivo: Gerenciamento de Configuração QualisTec - v1.1.doc Página 1 de 16 2 Histórico de Alterações Data Versão Descrição Autor 28/04/2015 1.0 Documento de Gerenciamento

Leia mais

Gerenciamento de Configuração de Software

Gerenciamento de Configuração de Software Gerenciamento de Configuração de Software Prof. Ricardo Argenton Ramos [Baseado na apresentação do prof. Masiero ICMC-USP] Contexto para Gerência de Configuração 2 Problema dos Dados Compartilhados Desenvolvedor

Leia mais

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar

Software Livre. Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Software Livre Acesso ao código fonte Alterar o código fonte Redistribuir Utilizar como desejar Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) Linux Licença GPL (Licença Pública Geral) - A liberdade de executar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução PhoneGap PhoneGap Build GitHub INTRODUÇÃO Aplicativos nativos

Leia mais

VisTrails. Fernando Seabra Chirigati Aluno de Engenharia de Computação e Informação COPPE/UFRJ Email: fernando_seabra@cos.ufrj.br

VisTrails. Fernando Seabra Chirigati Aluno de Engenharia de Computação e Informação COPPE/UFRJ Email: fernando_seabra@cos.ufrj.br VisTrails Fernando Seabra Chirigati Aluno de Engenharia de Computação e Informação COPPE/UFRJ Email: fernando_seabra@cos.ufrj.br Características SGWf - Sistema de Gerenciamento de Workflows; Desenvolvido

Leia mais

CollabDev: Gerenciador de Repositórios para Ambientes Colaborativos de Desenvolvimento RODOLFO ADHENAWER CAMPAGNOLI MORAES

CollabDev: Gerenciador de Repositórios para Ambientes Colaborativos de Desenvolvimento RODOLFO ADHENAWER CAMPAGNOLI MORAES CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA FUNDAÇÃO DE ENSINO EURÍPIDES SOARES DA ROCHA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CollabDev: Gerenciador de Repositórios para Ambientes Colaborativos de Desenvolvimento

Leia mais

Win32 - SVN + Apache + Tortoise SVN + SVN Notify How-To. 1. Introdução. 2. Insumos necessários

Win32 - SVN + Apache + Tortoise SVN + SVN Notify How-To. 1. Introdução. 2. Insumos necessários Win32 - SVN + Apache + Tortoise SVN + SVN Notify How-To 09/05/2006 Eric Lemes (ericlemes@gmail.com) 1. Introdução O objetivo deste tutorial é descrever detalhadamente o procedimento de instalação e configuração

Leia mais

Introdução ao Linux: Parte I

Introdução ao Linux: Parte I Data: Introdução ao Linux: Parte I Marcelo Ribeiro Xavier da Silva marceloo@inf.ufsc.br Histórico 3 Origem do GNU Linux Em 1983, Richard Stallman fundou a Free Software Foundation, com o intuito de criar

Leia mais

Manual do Cervisia. Bernd Gehrmann Carlos Woelz Tradução: Marcus Gama

Manual do Cervisia. Bernd Gehrmann Carlos Woelz Tradução: Marcus Gama Bernd Gehrmann Carlos Woelz Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 7 2 Iniciando 8 2.1 Acessando O Repositório.................................. 8 2.2 Importando um Módulo Para o Repositório.......................

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução PhoneGap PhoneGap Build GitHub INTRODUÇÃO Aplicativos nativos É

Leia mais

Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código

Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código Osvaldo Santos Engenheiro de Sistemas Ilton Pereira Gerente de Engenharia de Aplicações Agenda Gestão de documentos Requisitos

Leia mais

Mandriva Pulse - Especificações e recursos

Mandriva Pulse - Especificações e recursos Mandriva Pulse - Especificações e recursos Mandriva Brasil 2 de abril de 2015 Lista de Tabelas 1 Tabela resumo dos diferenciais do Pulse....................... 9 Lista de Figuras 1 Interface web do Mandriva

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO DE GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE SUPORTADO POR UM GUIA DE PROCESSO

IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO DE GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE SUPORTADO POR UM GUIA DE PROCESSO UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CAMPUS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PROJETOS E SOFTWARE JEFFERSON ONILDO HENRIQUE IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO DE GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Feature Matrix. Última atualização: Junho 2015

Feature Matrix. Última atualização: Junho 2015 Página. 1 de 6 Feature Matrix Última atualização: Junho 2015 Atlassian ALM Av. Getúlio Vargas, 1594 salas 203, 703 e 704 Menino Deus Página. 2 de 6 1 VISÃO GERAL A plataforma Atlassian ALM é composta atualmente

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

Capítulo 25. Gerenciamento de Configuração. Engenharia de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D.

Capítulo 25. Gerenciamento de Configuração. Engenharia de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D. Capítulo 25 Gerenciamento de Configuração slide 624 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Tópicos abordados Gerenciamento de mudanças Gerenciamento de versões Construção de sistemas

Leia mais

Versionamento Ágil com Git

Versionamento Ágil com Git Versionamento Ágil com Git Como paramos de nos preocupar e aprendemos a amar versionamento ágil Brazil Scrum Gathering São Paulo, 13 de Maio de 2009 Quem? Tiago M. Jorge Agile Coach, WebCo Internet Ronaldo

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

Casa do Código Livros para o programador Rua Vergueiro, 3185-8º andar 04101-300 Vila Mariana São Paulo SP Brasil

Casa do Código Livros para o programador Rua Vergueiro, 3185-8º andar 04101-300 Vila Mariana São Paulo SP Brasil Casa do Código Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei nº9.610, de 10/02/1998. Nenhuma parte deste livro poderá ser reproduzida, nem transmitida, sem autorização prévia por escrito da editora,

Leia mais

GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivo Apresentar a GC (Gerencia de Configuração) no contexto da Engenharia de Software Mostrar a importância da GC no controle

Leia mais

Como contribuir com projetos de software livre

Como contribuir com projetos de software livre Como contribuir com projetos de software livre Luciana Fujii Pontello 1 / 29 Software livre? 2 / 29 Por que contribuir? Software livre Liberdade não preço Linux, Ubuntu? Sim, mas não só Quatro liberdades

Leia mais

Ferramentas de planejamento e acompanhamento

Ferramentas de planejamento e acompanhamento MAC5856 - Desenvolvimento de Software Livre Prof. Fabio Kon Ferramentas de planejamento e acompanhamento Comparação entre as ferramentas livres disponíveis 22 de outubro de 2009 - IME/USP Victor Williams

Leia mais

Rational Quality Manager. Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831

Rational Quality Manager. Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831 Rational Quality Manager Nome: Raphael Castellano Campus: AKXE Matrícula: 200601124831 1 Informações Gerais Informações Gerais sobre o RQM http://www-01.ibm.com/software/awdtools/rqm/ Link para o RQM https://rqmtreina.mvrec.local:9443/jazz/web/console

Leia mais

Documentação Plataforma Guigoh e Projetos Relacionados

Documentação Plataforma Guigoh e Projetos Relacionados Documentação Plataforma Guigoh e Projetos Relacionados 1 Índice Descrição...3 Arquitetura...5 Inicialização...7 Considerações Importantes...9 Perguntas Frequentes...10 2 Descrição javadoc ER Guigoh (antigo

Leia mais

Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO

Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO Integração de Ferramentas de Apoio a Processos Outubro 2010 GUSTAVO VAZ NASCIMENTO AGENDA AGENDA 1. Sobre a Shift 2. Integração de ferramentas de apoio 1. SCMBug Integração entre SCM Tools e ferramentas

Leia mais

Configuração de um servidor FTP. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Configuração de um servidor FTP. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Configuração de um servidor FTP Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática FTP: o protocolo de transferência de arquivos transferir arquivo de/para hospedeiro remoto modelo cliente/servidor cliente:

Leia mais

Entre os VCS s, podemos sitar o Mercurial, Subversion, CVS, Git dentre outros. E é do Git que vamos falar hoje.

Entre os VCS s, podemos sitar o Mercurial, Subversion, CVS, Git dentre outros. E é do Git que vamos falar hoje. Felipe Djinn Coding for Beer Introdução ao Controle de Versão com Git without comments Quando se trabalha em equipe, quando há mais de uma pessoa envolvida em um mesmo projeto, é essencial termos alguma

Leia mais

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE

ROTEIRO ILUSTRADO PARA SISTEMA COMPUTACIONAL INSANE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PROPEEs - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Estruturas INSANE - INteractive Structural ANalysis Environment ROTEIRO ILUSTRADO PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA COMPUTACIONAL

Leia mais

Desenvolvimento de Software Livre. Aspectos Culturais e Tecnológicos

Desenvolvimento de Software Livre. Aspectos Culturais e Tecnológicos Desenvolvimento de Software Livre Aspectos Culturais e Tecnológicos Prof. Dr. Fabio Kon e Nelson Lago Centro de Competência em Software Livre IME-USP 13/02/2009 - SERPRO 1 Por que Software Livre? Diversas

Leia mais

Figura 01 Kernel de um Sistema Operacional

Figura 01 Kernel de um Sistema Operacional 01 INTRODUÇÃO 1.5 ESTRUTURA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS O Sistema Operacional é formado por um Conjunto de rotinas (denominado de núcleo do sistema ou kernel) que oferece serviços aos usuários e suas aplicações

Leia mais

O USO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE VERSÕES COMO FERRAMENTA DE APOIO À PRODUÇÃO DE MATERIAIS INSTRUCIONAIS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - EaD

O USO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE VERSÕES COMO FERRAMENTA DE APOIO À PRODUÇÃO DE MATERIAIS INSTRUCIONAIS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - EaD O USO DE SOFTWARE PARA CONTROLE DE VERSÕES COMO FERRAMENTA DE APOIO À PRODUÇÃO DE MATERIAIS INSTRUCIONAIS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - EaD VITÓRIA ES 04 2010 José Mário Costa Junior Ifes - jcjunior@ifes.edu.br

Leia mais

System Handle ou Referência de Conta de Suporte: Identificação de Contrato de Serviço:

System Handle ou Referência de Conta de Suporte: Identificação de Contrato de Serviço: HP 690 East Middlefield Road Mt. View, CA 94043, EUA Resposta de Clientes N.º (650) 960-5040 System Handle ou Referência de Conta de Suporte: Identificação de Contrato de Serviço: IMPORTANTE: Todos os

Leia mais

UMA PROPOSTA DE APOIO SISTEMATIZADO À GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DO MPS.BR UTILIZANDO FERRAMENTAS DE SOFTWARE LIVRE

UMA PROPOSTA DE APOIO SISTEMATIZADO À GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO DO MPS.BR UTILIZANDO FERRAMENTAS DE SOFTWARE LIVRE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS FACULDADE DE COMPUTAÇÃO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Ewelton Yoshio Chiba Yoshidome

Leia mais

Manual de Instalação PIMSConnector em Windows

Manual de Instalação PIMSConnector em Windows Manual de Instalação PIMSConnector em Windows Julho/2015 Sumário 1. Contexto de negócio (Introdução)... 3 2. Pré-requisitos instalação/implantação/utilização... 4 3. JBOSS... 6 3.1. Instalação... 6 3.2.

Leia mais

Manual de Instalação PIMSConnector em Linux

Manual de Instalação PIMSConnector em Linux Manual de Instalação PIMSConnector em Linux Julho/2015 Sumário 1. Contexto de negócio (Introdução)... 3 2. Pré-requisitos instalação/implantação/utilização... 4 3. JBOSS... 6 3.1. Instalação... 6 3.2.

Leia mais

Customização ao Extremo

Customização ao Extremo 1 Customização ao Extremo Daniel Pimentel d4n1.org Agenda 2 Introdução Tecnologias Git Portage Metro OpenVZ Xz Referências Conclusão Introdução 3 Criado em 2008 por Daniel Robbins Fun/too, um jogo de palavras

Leia mais

Plano de gerência de configuração Mercadonline

Plano de gerência de configuração Mercadonline BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 FUNDAMENTOS DE ENGENHARIA DE SOFTWARE Plano de gerência de configuração Mercadonline Alunos: Carlos César Bezerra Fonseca Cybele Félix Amorim Veríssimo Geraldo Gomes

Leia mais

Módulo Adapter para acesso a dados de sistemas de controle de versão

Módulo Adapter para acesso a dados de sistemas de controle de versão UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PAULA BURGUÊZ Módulo Adapter para acesso a dados de sistemas de controle de versão Trabalho de Graduação.

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade do UnB Gama Engenharia de Software Laboratório LAPPIS

Universidade de Brasília Faculdade do UnB Gama Engenharia de Software Laboratório LAPPIS Universidade de Brasília Faculdade do UnB Gama Engenharia de Software Laboratório LAPPIS Projeto: Evolução do Portal do Software Público Brasileiro pesquisa e desenvolvimento para uma nova geração integrada

Leia mais

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios

Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Roteiro 3: Sistemas Linux arquivos e diretórios Objetivos Detalhar conceitos sobre o sistema operacional Linux; Operar comandos básicos de sistemas Linux em modo Texto; Realizar a manutenção de arquivos

Leia mais

Engenharia de Software. Enunciado da Quarta Parte do Projecto

Engenharia de Software. Enunciado da Quarta Parte do Projecto LEIC-A, LEIC-T, LERC, MEIC-T, MEIC-A Engenharia de Software 2 o Semestre 2012/2013 Enunciado da Quarta Parte do Projecto 1. Introdução Nesta parte final do projecto de ES e SD pretende-se: Estender a solução

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Análise Comparativa de Sistemas de Controle de Versões Baseados em Código Aberto

Análise Comparativa de Sistemas de Controle de Versões Baseados em Código Aberto Análise Comparativa de Sistemas de Controle de Versões Baseados em Código Aberto Erivan de Sena Ramos 1, Rejane Cunha Freitas 2 1 Faculdade Integrada do Ceará (FIC), Fortaleza, CE, Brasil, erivansr@gmail.com

Leia mais

Conteúdo SOFTWARE LIVRE. Terminologia. Histórico de Software Livre. Terminologia: Software livre. Terminologia: Software livre

Conteúdo SOFTWARE LIVRE. Terminologia. Histórico de Software Livre. Terminologia: Software livre. Terminologia: Software livre Conteúdo SOFTWARE LIVRE SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Histórico de Software Livre Terminologia Fases do Licença de Software Livre

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes?

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores Módulo LPI Aula 5 Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? 1 [1] NEVES, Júlio César Gerenciamento de Pacotes Por que

Leia mais

Atividades da Engenharia de Software GERENCIAMENTO DA CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE. Atividades da Engenharia de Software. Processo de Desenvolvimento de

Atividades da Engenharia de Software GERENCIAMENTO DA CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE. Atividades da Engenharia de Software. Processo de Desenvolvimento de SCE186-ENGENHARIA DE SOFTWARE Módulo 1 Atividades da Engenharia de GERENCIAMENTO DA CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE Profª Rosely Sanches rsanches@icmc.usp.br 2003 DEFINIÇÃO CONSTRUÇÃO SOFTWARE PRODUTO MANUTENÇÃO

Leia mais

Guia do Sistema. =// GNU/Linux //= para o Usuário Desktop. Baseado no sistema. Slackware 11.0 / KDE 3.5. ### 4a. Edição ###

Guia do Sistema. =// GNU/Linux //= para o Usuário Desktop. Baseado no sistema. Slackware 11.0 / KDE 3.5. ### 4a. Edição ### Guia do Sistema =// GNU/Linux //= para o Usuário Desktop Baseado no sistema Slackware 11.0 / KDE 3.5 ### 4a. Edição ### Rio, 12 de Novembro de 2006. Copyright (C) 2002-2005 Ednei Pacheco de Melo. Permission

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Testes de Software. Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB. Anne Caroline O. Rocha Tester Certified BSTQB NTI UFPB

Testes de Software. Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB. Anne Caroline O. Rocha Tester Certified BSTQB NTI UFPB Testes de Software 1 AULA 04 FERRAMENTAS DE AUTOMAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB Conteúdo Programático Aula 04 Automação de testes funcionais Ferramentas

Leia mais