CEREBRUM. Controle e monitoramento de broadcast

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CEREBRUM. Controle e monitoramento de broadcast"

Transcrição

1 CEREBRUM Controle e monitoramento de broadcast

2 CEREBRUM Visite para conhecer todos nossos outros produtos e catálogos. Se você precisar de uma cópia impressa de um dos nossos catálogos, por favor entre em contato com 2

3 sobre a Axon Axon Digital Design é uma das empresas pioneiras em tecnologia. Sediada nos Países Baixos, cresceu e se tornou um líder mundial em produtos e soluções para infraestrutura de redes de broadcast. A Axon está ativa e em crescimento em todos os continentes. Possui escritórios regionais no Brasil, China (Pequim e Xangai), Alemanha, Rússia, Emirados Árabes Unidos (Dubai), Cingapura, Reino Unido e EUA. Além disso, tem uma extensa rede de integradores de sistemas especializados que trabalham com muitos dos principais broadcasters do mundo, em todos os continentes. Por um quarto de século, a Axon tem investido em uma rede de distribuição global que apoia suas operações com serviços de valor acrescentado. Com foco constante no suporte ao cliente e uma estratégia de produtos muito consistente durante duas décadas, tem gerado uma lista de clientes muito fiéis, que seriam a inveja de qualquer fornecedor de tecnologia. O que diferencia a Axon de outros fornecedores de tecnologia? Os 25 anos de história da Axon têm testemunhado as enormes mudanças na indústria broadcast: do analógico para o digital, de 4:3 a widescreen, de definição standard para alta definição, de 2D para 3D, da passividade linear para a interatividade total, e agora, a tendência crescente para a distribuição multiplataforma, aplicações de segunda tela e TV conectada. Ao longo de todas essas mudanças, a Axon tem sido pioneira em novas tecnologias de apoio a fim de melhorar o desempenho de seus clientes. Em cada uma de suas três principais áreas de produtos: processamento AV modular Synapse (incluindo multiview, controle mestre e roteamento), sistema de controle e monitoramento Cerebrum, e gravação de conformidade TRACS, a Axon oferece novos níveis de desempenho aproveitando as últimas inovações técnicas, mantendo claro interesse em seus clientes e suas necessidades. Como resultado, a Axon continua a oferecer aos seus clientes a capacidade de se diferenciar com seus produtos e serviços. Para muitos, a Axon é a diferença porque entende o que faz destacar as empresas dos seus clientes e pode fornecer soluções que não são apenas adequadas, mas adaptadas exclusivamente para a aplicação (desde produção ao vivo até play-out e controle mestre). 3

4 CEREBRUM Assuma o controle e faça a sua vida mais fácil No broadcast moderno, a entrega multiplataforma e a reembalagem multipropósito de materiais, exigem que você domine uma diversidade de fluxos de trabalho. O software Cerebrum faz que o controle e monitoramento de infraestruturas de broadcast seja mais fácil, eficiente e rentável do que nunca. Cerebrum fornece ferramentas completas para configurar, controlar, monitorar e manter os produtos de outros fabricantes, dentro e fora da indústria broadcast. Como resultado, vários usuários podem assumir o controle total sobre rotinas múltiplas e complexas. Finalmente, você pode definir como representar o seu fluxo de trabalho. Cerebrum o Melhor design Como todos os produtos Axon, o Cerebrum é baseado no que os clientes nos dizem que precisam. Portanto, além de estar repleto de características úteis e grandes funcionalidades, o Cerebrum é altamente personalizável e de uso intuitivo. Adaptado ao seu fluxo de trabalho No broadcast de hoje, a flexibilidade é essencial. O Cerebrum fornece uma interface comum de controle e monitoramento para uma grande quantidade de dispositivos de diferentes fabricantes, tais como roteadores, switchers de produção, servidores, decodificadores receptores, multiviewers e monitores de forma de onda, usando o SNMP (Simple Network Management Protocol) ou protocolos de terceiros. Além disso, permite controlar todos os módulos de processamento da gama Synapse. Menor custo de propriedade Uma das vantagens dos sistemas da marca Axon, é o baixo custo total de propriedade. Suas opções de preços competitivos, e sua funcionalidade completa e facilidade de uso, reduzem a necessidade de intervenção manual, permitindo-lhe economizar muito. 4

5 Cerebrum em síntese Cerebrum é uma aplicação baseada em Windows, com funcionalidade avançada e uma ampla gama de características que simplificam o monitoramento e controle de múltiplos dispositivos a partir de uma interface amigável. Cerebrum é o cérebro por trás de seus múltiplos e variados fluxos de trabalho, e permite aos usuários realizar remotamente as seguintes tarefas: Configurar um fluxo de trabalho complexo em um curto prazo de tempo Gerir e Reportar eventos usando o status de sistema hierárquico Controlar dispositivos através de uma interface gráfica de usuário intuitiva e amigável Manter um fluxo de trabalho durante a sua vida útil Cerebrum utiliza comunicação IP/Ethernet para cada dispositivo no fluxo de trabalho escolhido, fornecendo a capacidade de configuração e monitoramento de dispositivos em instalações locais e remotas. Cerebrum usa uma base de dados SQL para gravar, visualizar e arquivar eventos históricos, bem como para armazenar os aspectos de configuração definidos pelo usuário para cada dispositivo. Essa base de dados também pode ser implementada para as próprias necessidades do usuário, através de ODBC ou uma interface similar. A aplicação permite definir até 64 grupos de usuários. Para cada grupo, o nível de acesso pode ter restrições quanto à funcionalidade do programa, mas também para controlar o acesso de configurações individuais em dispositivos específicos. Um número ilimitado de usuários pode ser adicionado e atribuído a um dos grupos, cada um com a sua própria senha. Isso garante que o Cerebrum pode ser usado em áreas operacionais onde é necessário controlar o acesso do usuário e ser uma ferramenta administrativa. As funções avançadas, tais como o controle integrado de roteador, as GUIs configuráveis pelo usuário, o controle e o monitoramento SNMP, e a gestão de UMD e Tally estão disponíveis como opções. 5

6 CEREBRUM Configuração rápida e fácil Dentro da sua interface clara e intuitiva, o Cerebrum fornece as ferramentas necessárias para configurar o seu fluxo de trabalho com rapidez e facilidade. Cada dispositivo está representado por uma ou mais interfaces gráficas de diálogo, que são mostradas automaticamente na Device View quando o dispositivo está selecionado. Estas interfaces fornecem uma idéia clara da função e do fluxo de sinal dentro do dispositivo, mostrando claramente qual é o efeito que tem a configuração na trajetória de sinal. Você pode salvar a configuração de um dispositivo como um arquivo template, ou no clipboard, e rapidamente copiá-la para outros dispositivos selecionados do mesmo tipo no fluxo de trabalho. Usando a função Compare do Cerebrum, é possível comparar as configurações e o status com um dispositivo do mesmo tipo, destacando qualquer diferença. Para facilitar alguns aspectos da configuração, e para realizar o monitoramento de sistema mais aplicável para cada ambiente particular do usuário, podem ser adicionados dados sobre a localização e o canal ou serviço que o dispositivo está fornecendo. Existe também um campo de formulário para anotações livres, para outras informações do usuário. 6

7 Monitorando fluxos de trabalho e eventos Cerebrum oferece várias maneiras de monitorar com precisão os eventos dentro dos seus fluxos de trabalho. Cada dispositivo no seu fluxo de trabalho é mostrado na System View, e exibe seu estado atual e histórico usando um ícone. Cerebrum monitora ativamente cada dispositivo para verificar seu estado atual. O status de cada dispositivo é enviado para um nó raiz dentro da System View, e usando um único ícone exibe o status hierárquico do seu fluxo de trabalho completo. Isso se reflete também na Status Bar opcional da aplicação, e na System Icon Tray, quando a aplicação é ocultada ou minimizada. A janela Event Log pode ser filtrada usando critérios diferentes. Os dados adicionais do usuário podem ser armazenados com cada evento, assim como a causa da advertência ou erro relacionado. Cerebrum permite estabelecer limites para o tamanho da tabela Alarm Log na base de dados SQL, permitindo ao usuário manter registros históricos da atividade do sistema. Quando este limite é atingido, os eventos não ativos (que atualmente não estão determinando o estado atual do sistema) são automaticamente excluídos ou opcionalmente arquivados fora da base de dados ativa, em um arquivo de registro XML. Cada evento que ocorre em um dispositivo que está sendo monitorado é registrado na base de dados e mostrado no Event Log. Pode-se atribuir uma prioridade de status para cada evento, para determinar se deve ser acionado um alarme ou uma ação de alerta. Cada estado de um dispositivo pode ser configurado pelo administrador do sistema para mostrar a gravidade do evento, e o método pelo qual o aviso ou erro deve ser eliminado, (manualmente ou automaticamente para retornar a um estado de evento bom), permitindo que o status mostre com precisão a condição do sistema do usuário. Cada dispositivo tem uma guia de monitoramento na Device View. Este diálogo mostra o estado atual e histórico do dispositivo, juntamente com uma grade histórica de status, que é semelhante ao Event Log mas filtrada automaticamente por eventos específicos para o dispositivo selecionado. Para a maioria de dispositivos, este diálogo usa cores para facilitar o reconhecimento visual rápido do status atual de um dispositivo. 7

8 CEREBRUM Personalizando a sua interface A Painel View do Cerebrum permite mostrar interfaces personalizadas para qualquer dispositivo controlado e monitorado pelo sistema. Você pode mostrar representações gráficas do fluxo de trabalho, trajetórias de sinal ou ambientes físicos, para criar uma interface expansível com a qual as suas equipes operacionais e de engenharia poderão rapidamente se relacionar. Os usuários podem monitorar, controlar e localizar informações sem a necessidade de compreender o funcionamento da aplicação de software subjacente ou os aspectos físicos de uma instalação. Cerebrum form Designer Cerebrum Layout Forms (CLFs) está formado por componentes e controles básicos (botões, mapas de bits, etiquetas, caixas de edição, barras deslizantes, controles rotativos), que podem ser criados e modificados usando o Cerebrum Form Designer. O Cerebrum Form Designer permite alterar o comportamento e a aparência de cada componente, assim, os usuários obtêm o controle completo sobre a aparência e o funcionamento da interface recém criada. Uma grande vantagem é a capacidade de alterar a interface do usuário do sistema, alterando ao mesmo tempo a instalação relacionada, sem custos ou produtos adicionais. Um CLF, ou até mesmo um componente de um CLF, pode controlar múltiplas funções dentro do mesmo dispositivo, ou em vários dispositivos diferentes, de modo que é possível realizar várias rotinas operativas de maneira rápida e eficiente. Vários métodos dentro do Cerebrum, tais como a capacidade de mostrar forms-on-forms, reduzem o tempo necessário para criar e manter a interface projetada. Em muitos casos, os templates de controle são criados e utilizados para todos os aspectos duplicados da interface. É possível embutir janelas do navegador dentro de um template, permitindo ao usuário exibir informações adicionais de fontes de dados externas, normalmente não acessadas dentro do Cerebrum. Por exemplo, as janelas do Cerebrum form designer 8

9 Controle fácil de fluxos de trabalho complexos Uma interface única para controlar vários dispositivos Permite alterar fluxos de sinal completos com um único botão A aparência de sua interface gráfica é totalmente personalizável Uso de templates personalizados em sistemas autônomos ou em clientes conectados a servidores redundantes Combinação de múltiplas interfaces personalizadas em um único template Janelas de navegador integradas nos seus templates para exibir informações adicionais Modos de tela cheia para controlar o seu template através de uma tela de toque Capacidade de carregar e executar múltiplos arquivos macros externos Fácil criação offline e verificação de seus templates Controle e monitoramento de roteadores com seus templates personalizados navegador podem ser usadas para exibir informações de dispositivos de terceiros com servidores web integrados ou informações do sistema de acesso, tais como diagramas de instalação do sistema, dados de contato ou informações de ajuda. A interface do Cerebrum pode ser simplificada para uma visualização única em tela cheia que exibe templates personalizados, permitindo controlar o Cerebrum desde uma interface de painel tátil, sem a necessidade de um teclado ou mouse. A opção Panel View tem um custo baseado no número de estações, e oferece aos usuários a flexibilidade necessária para controlar ou monitorar qualquer aspecto de qualquer dispositivo que o Cerebrum esteja controlando. Controle de roteador Você pode ampliar a Panel View do Cerebrum com a opção de controle de roteador para permitir que os roteadores de áudio e vídeo sejam controlados usando seus protocolos de roteamento nativos. O status de um dispositivo de roteamento é mostrado na Device View, e pode ser controlado usando mnemônicos carregados a partir do roteador, se suportado pelo protocolo de controle. Você pode rapidamente projetar templates que permitem o acesso às fontes, destinos, bloqueios e proteções de roteador, assim como a aquelas interfaces genéricas ou personalizadas, dependendo do contexto da vista ou tarefa atual. Por exemplo, quando é selecionado um destino ou fonte específica, a interface de usuário pode exibir os dispositivos controláveis, orientando o operador entre as opções disponíveis. 9

10 CEREBRUM Sistemas multiusuário O sistema Cerebrum pode ser implementado como um sistema simples no qual o cliente e o servidor de back-end são parte da mesma aplicação, ou como um sistema multiusuário no qual os Clientes Cerebrum são conectados a um Servidor Cerebrum onde é realizado o controle, monitoramento e o registro dos dispositivos no sistema. Você tem a opção de adquirir um Cerebrum Server redundante (Cerebrum-RS), juntamente com uma licença SQL para evitar qualquer ponto de falha nos sistemas principais. Esta opção permitirá também espelhar a base de dados SQL para que todos os dados de configuração e registro de eventos sejam automaticamente salvos em duas bases de dados. É possível alternar automaticamente entre os dois servidores no caso de uma falha, quando é usada uma aplicação de terceiros. O administrador também pode forçar uma transição manual do servidor ativo, para fins de manutenção ou teste. Quando o servidor ativo é alterado, os clientes são conectados automaticamente ao servidor ativo com o mínimo de interrupção para o controle do sistema. Cerebrum witness Cerebrum clients Cerebrum control panels IT network Cerebrum primary server SQL DB Cerebrum secondary server Control network ACP devices Routers SNMP devices Generic devices 10

11 11

12 CEREBRUM a plataforma para a sua infraestrutura de broadcast mais ampla Controle e monitoramento SNMP A opção Cerebrum SNMP permite conectar, controlar e monitorar milhares de dispositivos de outros fabricantes, que suportam o protocolo SNMP (servidores, mixers, geradores de caracteres, monitores de forma de onda, infraestruturas de TI), tudo dentro do Cerebrum. Você começa uma busca e adiciona dispositivos SNMP na System View. Se o arquivo MIB de um dispositivo estiver disponível, o Cerebrum pode configurar níveis de status para qualquer parâmetro desejado. Estes dados genéricos podem ser apresentados ao usuário de um modo adequado, utilizando qualquer um dos diferentes controles suportados pelo Cerebrum. Também é possível adicionar exclusões de controle para qualquer parâmetro de um dispositivo controlado por SNMP. Isso permite que você personalize o acesso que os Controle e monitoramento de todos seus dispositivos Controle e monitoramento de milhares de dispositivos compatíveis com o protocolo SNMP Se o arquivo MIB de um dispositivo estiver disponível, o Cerebrum pode configurar níveis para cada parâmetro Adiciona exclusões de controle para qualquer parâmetro de um dispositivo controlado por SNMP Uso de controles SNMP e estados nos seus templates personalizados usuários têm a determinadas características controláveis de um dispositivo. Utilizando senhas, você pode permitir diferentes níveis de acesso para diferentes usuários, e manter os controles principais perfeitamente seguros. O Cerebrum Form Designer permite atribuir facilmente Identificadores de Objetos específicos (OIDs) aos componentes, desde um navegador MIB, permitindo a criação rápida e precisa de templates definíveis pelo usuário para o dispositivo. Estes controles podem ser combinados com qualquer outro dispositivo, permitindo a criação de uma interface multi-fabricante coerente. Tal como acontece com a opção Panel View do Cerebrum, não existe limite para os produtos que podem ser controlados ou monitorados através desta interface. Tudo é projetado para que você possa facilmente adicionar dispositivos de diferentes fabricantes na interface comum de controle e monitoramento oferecida pelo Cerebrum, sem a necessidade de suporte ou permissão do fornecedor/ fabricante original. 12

13 Gestão de Tally e mnemônicos A opção Tally and Mnemonic Management oferece a possibilidade de integrar a gestão de Tally e tarefas associadas, dentro do sistema Cerebrum. Os Tally tornamse uma parte integrante do sistema e permitem a qualquer interface de usuário mostrar o Tally de qualquer ponto definido. É possível definir até 32 níveis de Tally, oferecendo capacidades mais do que suficientes para controlar os tradicionais tallies vermelhos, verdes e amarelos. Até 10 Mnemônicos alternativos podem ser atribuídos para as fontes e os destinos do sistema, possibilitando uma exibição flexível das informações de status para os diferentes formatos de dispositivos de visualização suportados, tais como painéis de hardware de roteadores ou switchers, painéis de software, UMDs ou multiviewers. Como o motor de Tally está baseado na linguagem de script do Cerebrum, qualquer evento no sistema pode ser um desencadeador da lógica Tally, e qualquer saída lógica pode controlar qualquer dispositivo ou desencadear qualquer ação dentro do sistema. É possível adicionar e configurar pontos de Tally do Sistema ou virtuais, usando expressões lógicas desde outros pontos de Tally físicos e virtuais no sistema, permitindo a configuração de expressões potencialmente muito complexas. A configuração de Tally ou interface pin-patch, não só permite a configuração da lógica de Tally, mas também funciona como um monitor de estado para o estado atual de Tally em um determinado nível. A interface pode, opcionalmente, mostrar o roteamento de dispositivo fixo/ dinâmico e a configuração do sinal, na mesma grade, para determinar como um ponto particular derivou seu estado atual. Os dispositivos ou níveis individuais dentro de um dispositivo podem ser reduzidos a uma única linha/coluna quando não estão sendo ativamente visualizados ou configurados. Um mapa de visualização geral permite navegar facilmente pela área atualmente visualizada dentro da potencialmente ampla grade de Tally. Uma das vantagens de combinar a gestão de Tally no sistema Cerebrum é que as interfaces de usuário personalizadas podem ser apresentadas aos operadores do sistema, não só para ver o estado, mas também para permitir a configuração limitada do sistema de uma forma imediatamente reconhecível, como mostrado nos exemplos abaixo. Integrando Tallies em todo o seu sistema Definição de até 32 níveis de Tally para controlar os tradicionais tallies vermelhos, verdes e amarelos Atribuição de até 10 Mnemônicos alternativos para as fontes e os destinos do sistema Qualquer evento no sistema pode ativar a lógica de Tally A interface pin-patch de Tally permite a configuração e monitoramento do status dos Tallies As interfaces de usuário personalizadas podem visualizar o status de Tally e permitem a configuração do sistema de Tally 13

14 CEREBRUM Hardware do Cerebrum Painéis de controle Remoto Uma série de painéis de hardware remotos foi projetada para trabalhar com o sistema Cerebrum, oferecendo aos clientes a opção de escolher a superfície de controle mais adequada para uma determinada aplicação. Os painéis são conectados ao servidor usando uma conexão IP, e possuem botões LCD com retroiluminação RGB, para permitir uma interface muito flexível, dinâmica e ilimitada, criada usando o Form Designer. Várias linhas de texto com fontes ou ícones latinos, cirílicos, árabes ou chineses podem ser mostradas em um único botão, sendo a resolução do LCD a única restrição sobre o que pode ser exibido para o usuário. Estão disponíveis três painéis LCD com 16, 32 ou 48 botões LCD, em um fator de forma de 1RU ou 2RU. Além disso, estes painéis têm um controle rotativo incremental que pode ser usado em combinação com os botões LCD para permitir o controle intuitivo de um ou mais valores, tais como ganhos e atrasos de áudio. Alternativamente, esse controle poderia ser utilizado para navegar através de páginas de fontes/destinos. Também estão disponíveis dois painéis de 1RU com botões padrão. Os painéis são alimentados com uma unidade externa PSU AC-DC tipo tijolo. A parte traseira dos painéis tem duas entradas de alimentação DC bloqueáveis, permitindo uma PSU redundante opcional nas aplicações mais importantes. CCP1601 CCP3201 CCP4801 CCP CCP2410

15 Unidade de E/s de propósito geral A unidade de E/S de propósito geral CGP-4848 é uma unidade montável em rack de 1RU, com 48 Entradas de Propósito Geral (GPIs) e 48 Saídas de Propósito Geral (GPOs) disponíveis em seis conectores de 37 vias tipo D, na parte traseira da unidade. Cada conector tem 16 entradas ou saídas. Todas as GPIs estão isoladas opticamente, proporcionando um alto grau de isolamento dos equipamentos conectados. Uma fonte local protegida e de baixa tensão, está disponível nos conectores de entrada para qualquer GPI alimentada desde um par de contatos de relé sem potencial. Todas as GPOs são fornecidas como um par de contatos de relé sem potencial/isolados, usando os contatos comuns e normalmente abertos. Quinze das saídas de relé também fornecem o contato normalmente fechado. A unidade possui uma interface de hardware básica para um sistema de Controle Cerebrum. As entradas e saídas de propósito geral podem ser usadas para uma variedade de tarefas, incluindo GPI/Os físicas para a opção de Tally e Mnemônicos do Cerebrum, ou apenas para interfaces muito simples com dispositivos de terceiros, para tarefas como monitoramento ou controle de alarme/status. De uma maneira semelhante aos painéis, a CGP-4848 comunica-se com o sistema Cerebrum através de uma conexão IP e é alimentada com uma unidade externa PSU AC-DC tipo tijolo. A parte traseira da CGP-4848 tem duas entradas de alimentação DC bloqueáveis, permitindo uma PSU redundante opcional nas aplicações mais importantes. 15

16 CEREBRUM Características Gerais Adiciona/remove dispositivos de diferentes tipos no sistema Trabalha como um sistema autônomo Funciona como um sistema de servidor redundante com suporte para vários clientes No modo redundante o sistema de failover funciona automaticamente ou manualmente No modo SQL redundante os dados são duplicados automaticamente O sistema restringe automaticamente o tamanho do banco de dados abaixo do tamanho configurado Opção para arquivar automaticamente os dados removidos Visualização de um pdf especificado de um dispositivo encapsulado na exibição manual Edição de grupos de usuários e capacidade para especificar o acesso desses grupos, tanto na aplicação como nos dispositivos do sistema Edita usuários com suas próprias senhas e os atribui a um grupo específico Alteração da página inicial de uma visualização com base em um usuário/grupo Login de cliente/servidor como um usuário diferente Login automático opcional no Cerebrum baseado em credenciais do Windows Registro de aplicação com níveis configuráveis Intérprete de linguagem de script com interação de eventos e/ou ações com o sistema GUI Criação de uma interface de usuário a partir de um arquivo externo que descreve como a interface do usuário é apresentada e quais ações são executadas a partir da entrada do usuário Exibição de diferentes vistas de sistema, dispositivo, controle e navegação Alteração do layout de todas as vistas para cada usuário e gravação/recuperação de estado ao iniciar/ fechar a aplicação Bloqueio de alterações no layout da GUI Redefinição de layouts da GUI para um usuário Macros Carrega e executa múltiplos arquivos macro externos Visualização dos arquivos carregados e exibição do estado Monitoramento/Motor Lógico Registro de todas as atualizações de elementos de controle e de status no banco de dados SQL Detecção de presença de todos os dispositivos configurados Atribuição de níveis de gravidade para todos os dispositivos (além dos roteadores) para vários tipos de objetos (ints, enums, strings, etc.) Atribui se os elementos de status devem remover alarmes manualmente ou automaticamente Mantém a gravidade do status atual e histórico para todos os elementos de status do sistema Permite modificar a descrição do evento para todos os eventos de status Notificação de alarmes do Cerebrum de forma visual, audível, via SNMP ou SMTP Visualização dos eventos históricos registrados e filtragem dos resultados com base em determinados critérios Exporta os eventos para um arquivo externo, a pedido do usuário Navegação através dos eventos históricos on-line Adiciona notas a qualquer evento Alteração do estado de confirmação de alarmes Criação de relatórios de alarme com base em dispositivos e dados do usuário entre períodos de tempo específicos Controle de roteador Conecta-se a um ou vários dispositivos físicos de roteamento via protocolos nativos e: lê mnemônicos status atual de crosspoint status atual de bloqueio faz takes/crosspoints de roteador bloqueia/protege destinos/origens de roteador 16

17 RouteMaster Criação de níveis lógicos Criação de associações lógicas de origem/destino Criação de origens/destinos virtuais Criação de regras de embaralhamento de níveis Substituição de mnemônicos (nível/origem/destino) para um roteador físico específico Criação de mnemônicos alternativos para um nível/ origem/destino Carrega/grava o status do roteador em um arquivo Bloqueio de destinos durante um período de tempo Classificação de origens/destinos/níveis/ subcategorias Sistema de Tally e Mnemônicos Criação/visualização de níveis de tally Criação/visualização de banco de dados por cabo Criação de regras lógicas (AND, OR, NAND, NOR) para combinar estados lógicos em várias entradas de tally para determinar o estado de uma saída de tally Visualização do estado de todas as entradas/saídas para um nível de tally determinado Configuração de dispositivos UMD e controle do texto enviado e do estado de qualquer tally Configuração de Joystick overrides Capacidade de salvar/restaurar os ajustes de configuração de e para um arquivo Dispositivos SNMP Conecta-se a um dispositivo usando SNMP V1 ou V2c Carrega mibs de SNMP Criação de templates para um determinado dispositivo SNMP com base em exclusões de controle, níveis de gravidade de status, GUI, arquivos mib e macro Atribuição de um template para um dispositivo SNMP Registro automático de sondagem OID de dispositivos com base na visualização de um ou mais clientes Sondagem opcional de OIDs SNMP no background Recepção e interpretação de traps SNMP Registro opcional de mensagens de trap Visualização de dados e mib SNMP de um dispositivo Dispositivos genéricos Conecta-se ao dispositivo usando o protocolo nativo Descreve funções suportadas no arquivo descritor (CGD) Hardware Configuração básica de hardware CCP Compatível com painéis CCP da Axon Compatível com a unidade CGP-4848 GPIO da Axon Funcionalidade Cerebrum Form designer Editor multi-documento para a UI e os arquivos macro usados pela aplicação Cerebrum Modo de teste para testar os arquivos atuais Conecta-se a Cerebrum como um cliente que permite o uso de edição de arrastar e soltar 17

18 18 Notes

19 Notes 19

20 sede nos países baixos Endereço Hercules RK Gilze, The Netherlands Telefone reino unido Endereço 1 Forest Court, Oaklands Park, Wokingham Berkshire, RG41 2FD United Kingdom Telefone Alemanha/Suíça/áustria Telefone França Telefone ásia Endereço Room 804, 2nd Department, No. 1 Building Beijing Image, No. 115, Fucheng Road Haidian District, Beijing, China Telefone ásia sudeste Endereço 9 Tagore Lane #03-23 Singapore Telefone médio oriente Endereço P.O. Box Dubai, United Arab Emirates Telefone Bélgica Telefone eua/canadá Ligação gratuita Europa oriental Endereço Stremyannyi Pereulok 38 Floor 6, Room Moscow, The Russian Federation Telefone América Latina Telefone Aviso Legal outubro 2014 Devido à constante pesquisa e desenvolvimento de produtos, todas as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Axon Digital Design B.V. não garante nem assume qualquer obrigação legal ou responsabilidade pela exatidão, integridade, disponibilidade e/ou entrega dos produtos e/ou serviços listados neste catálogo. Copyright 2014 Axon Digital Design B.V.

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio 2 Access Professional Edition: a solução de controle de acesso ideal para empresas de pequeno e médio porte

Leia mais

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio 2 Access Professional Edition: a solução de controle de acesso ideal para empresas de pequeno e médio porte

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

Software Control Center

Software Control Center Software Control Center Uma solução empresarial de segurança IP, com capacidade de gerenciamento de vídeos, áudio e alarmes sobre redes IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Gravação e Transmissão

Gravação e Transmissão O D-Guard Center é um poderoso sistema de controle e monitoramento, integrado aos mais diversos equipamentos de segurança eletrônica. Ilimitados dispositivos podem ser controlados e monitorados simultaneamente:

Leia mais

ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida

ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida Para obter uma descrição completa das funções do programa, consulte o guia do usuário do ProRAE Guardian (incluso no CD de software). SUMÁRIO 1. Principais

Leia mais

DeltaV Logbooks. Benefícios. Introdução. Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas.

DeltaV Logbooks. Benefícios. Introdução. Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas. Sistema Digital de Controle Distribuido DeltaV Especificação do produto DeltaV Logbooks Minimize riscos associados às mudanças de turnos. Documente eletrônicamente eventos, observações e notas. Melhore

Leia mais

Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02

Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02 Anúncio de Novos Produtos: Controladora para uma porta KT-1 e software EntraPass v6.02 A Tyco Security Products tem o prazer de anunciar o lançamento da controladora PoE para uma porta KT-1 da Kantech.

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Manual do equipamento Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição

Leia mais

ModusOne. ModusOne Client. Version: 5.2

ModusOne. ModusOne Client. Version: 5.2 ModusOne ModusOne Client Version: 5.2 Written by: Product Documentation, R&D Date: February 2013 2012 Perceptive Software. All rights reserved ModusOne é uma marca registrada da Lexmark International Technology

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha!

INTRODUÇÃO. A Claireconference agradece pela escolha! 1 ÍNDICE 1. IMPLEMENTAÇÃO 4 1.1 PAINEL DE CONTROLE 4 1.1.1 SENHA 4 1.1.2 CRIAÇÃO DE USUÁRIOS DO LYNC 5 1.1.3 REDEFINIR SENHA 7 1.1.4 COMPRAR COMPLEMENTOS 9 1.1.5 UPGRADE E DOWNGRADE 10 1.1.5.1 UPGRADE

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft OneNote 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Alterne entre a entrada por toque

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras MarkVision

Software de gerenciamento de impressoras MarkVision Software de gerenciamento de impressoras MarkVision O MarkVision para Windows 95/98/2000, Windows NT 4.0 e Macintosh é fornecido com a sua impressora no CD Drivers, MarkVision e Utilitários. 1 A interface

Leia mais

Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo

Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo Especificação técnica do Software de Gerenciamento de Vídeo 1. Esta Especificação destina-se a orientar as linhas gerais para o fornecimento de equipamentos. Devido às especificidades de cada central e

Leia mais

Manual Software CMS. Introdução:

Manual Software CMS. Introdução: Introdução: O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa eletrônico

Leia mais

Aranda SQL COMPARE. [Manual de Uso] Todos os direitos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1]

Aranda SQL COMPARE. [Manual de Uso] Todos os direitos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] [1] Aranda SQL COMPARE Versão 1.0 Aranda Software Corporation 2002-2007. Todos os direitos reservados. Qualquer documentação técnica fornecida pela Aranda software Corporation é um produto registrado da

Leia mais

Manual do Usuário. TVA Digital

Manual do Usuário. TVA Digital Manual do Usuário TVA Digital AF_Manual_TV_SD_8.indd 1 AF_Manual_TV_SD_8.indd 2 Parabéns por escolher a TVA Digital! Além de optar por uma excelente programação, você terá uma série de recursos e interatividade.

Leia mais

Manual do KWallet. George Staikos Lauri Watts Desenvolvedor: George Staikos Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do KWallet. George Staikos Lauri Watts Desenvolvedor: George Staikos Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga George Staikos Lauri Watts Desenvolvedor: George Staikos Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 1.1 Criar uma carteira...................................... 5

Leia mais

SMART Sync 2010 Guia prático

SMART Sync 2010 Guia prático SMART Sync 2010 Guia prático Simplificando o extraordinário Registro do produto Se você registrar o seu produto SMART, receberá notificações sobre novos recursos e atualizações de software. Registre-se

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS GERENCIAMENTO DE EVENTOS INTELIGENTES DE E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO SEJA VOCÊ GERENTE DE UNIDADE OU PROFISSIONAL DO SETOR DE COMBATE

Leia mais

Vid8 Servidor. Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR;

Vid8 Servidor. Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR; Vid8 Servidor Versão 8.13.0411 Correção da conexão com o GME, quando placa VP-1616F com 32 canais; Versão 8.12.0311 Correção da conexão com o GME, quando configurado em modo DVR; Versão 8.11.0311 Correção

Leia mais

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS GERENCIAMENTO DE EVENTOS INTELIGENTES DE E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO SEJA VOCÊ GERENTE DE UNIDADE OU PROFISSIONAL DO SETOR DE COMBATE

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

SynCross. Roteador modular compacto. Português. Um produto Synapse

SynCross. Roteador modular compacto. Português. Um produto Synapse Um produto Synapse Roteador modular compacto Português Roteador modular compacto 2 Sobre a AXON Com sede nos Países Baixos e estabelecida em 1987, a AXON é líder global no desenvolvimento, fabricação e

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida

Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida 1 Modelo: H.264 Câmera IP (1.0 Megapixels) guia de instalação rápida 1. Colocado diretamente no desktop Colocou a câmera IP na posição adequada 2 2. Montagem na parede O suporte com o parafuso de bloqueio

Leia mais

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português

Kaseya 2. Dados de exibição rápida. Version R8. Português Kaseya 2 Software Deployment and Update Dados de exibição rápida Version R8 Português Outubro 23, 2014 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP

Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP Bosch Video Management System Assegurando o futuro com IP Segurança de vídeo IP Tudo interligado O Bosch Video Management System (VMS) gere todo o áudio e vídeo digital e IP, além de todos os dados de

Leia mais

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA.

PROTEÇÃO PERIMETRAL COMPROVADA NOVO SIMPLICIDADE DE PLATAFORMA ÚNICA. SISTEMAS DE DETECÇÃO PERIMETRAL MAIS INTELIGENTES MicroPoint II Sistema de Detecção em Cercas MicroTrack II Sistema de Detecção de Cabo Enterrado MicroWave 330 Barreira de Microondas Digital PROTEÇÃO PERIMETRAL

Leia mais

DSS H.264 DVR. Guia de instalação rápida V1.0.2

DSS H.264 DVR. Guia de instalação rápida V1.0.2 DSS H.264 DVR Guia de instalação rápida V1.0.2 1. Instalação de Disco Rígido Aviso! Recomendamos para instalar com segurança utilizar HDD SATA. Certifique-se de que a energia não esteja desligada antes

Leia mais

TRBOnet MDC Console. Manual de Operação

TRBOnet MDC Console. Manual de Operação TRBOnet MDC Console Manual de Operação Versão 1.8 ÍNDICE NEOCOM Ltd 1. VISÃO GERAL DA CONSOLE...3 2. TELA DE RÁDIO...4 2.1 COMANDOS AVANÇADOS...5 2.2 BARRA DE FERRAMENTAS...5 3. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS...6

Leia mais

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0

User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Version 3.6 Manual do Usuário Versão 2.0.0.0 User Manual Manual do Usuário I EasyLock Manual do Usuário Sumário 1. Introdução... 1 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação... 3 3.1. Configurar

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft OneNote 2013 apresenta uma aparência diferente das versões anteriores; desse modo, criamos este guia para ajudá-lo a minimizar a curva de aprendizado. Alternar entre o

Leia mais

Notas e Avisos. Janeiro de 2009 N/P D560R Rev. A00

Notas e Avisos. Janeiro de 2009 N/P D560R Rev. A00 GUIA DE INÍCIO RÁPIDO Notas e Avisos NOTA: uma NOTA fornece informações importantes que o ajudam a usar melhor o computador. AVISO: um AVISO indica possíveis danos ao hardware ou a possibilidade de perda

Leia mais

Conhecendo seu telefone

Conhecendo seu telefone Conhecendo seu telefone Fone de ouvido Tecla de navegação S Lentes da câmera Tecla virtual esquerda Teclas de volume Tecla Enviar N Tecla virtual direita Tecla Menu M Tecla Finalizar O Porta da bateria

Leia mais

Guia do Usuário. PCtel E1

Guia do Usuário. PCtel E1 Guia do Usuário PCtel E1 Conteúdo Conhecendo o Produto...05 Instalação Física...08 Módulo Supervidor...10 Política de Garantia...12 Aspectos gerais Conhecendo o produto A Pctel desenvolveu uma plataforma

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento de resposta do servidor DHCP dhcp_response série 3.2 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Snap Este sistema de ajuda online (o Sistema

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol. icmp série 1.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol. icmp série 1.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Ping do Internet Control Message Protocol icmp série 1.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Câmera CFTV Digital Sem Fio

Câmera CFTV Digital Sem Fio Câmera CFTV Digital Sem Fio Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N

Leia mais

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4 Versão 4.6.4 Sexta-feira, 08 de fevereiro de 2008 ÍNDICE 3 4 EDITORIAL NOVAS FUNCIONALIDADES 4 12 13 14 15 16 Novo Cronograma 4 5 5 6 7 8 8 9 9 10 10 Edição Rápida do Cronograma Recurso de Arrastar e Soltar

Leia mais

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Índice Introdução 2 Interface administrativa 2 Status 2 Minha conta 3 Opções 3 Equipes de suporte 4 Jumpoint 5 Jump Clients 6 Bomgar Button 6 Mensagens

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Aviso sobre direitos autorais 2004 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão

Leia mais

Descritivo Técnico. SLAView - Descritivo Técnico Build 5.0 release 4 16/02/2011 Página 1

Descritivo Técnico. SLAView - Descritivo Técnico Build 5.0 release 4 16/02/2011 Página 1 Descritivo Técnico 16/02/2011 Página 1 1. OBJETIVO O SLAview é um sistema de análise de desempenho de redes IP por meio da monitoração de parâmetros de SLA (Service Level Agreement, ou Acordo de Nível

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation Mirasys VMS 7.3 Manual do usuário Workstation CONTEÚDOS Conteúdos... 2 Antes de começar... 3 Iniciando a sessão... 4 Interface de usuário... 8 Navegador... 11 Câmeras... 20 Saídas de Vídeo... 37 Saídas

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação

Leia mais

1.1. Gerenciamento de usuários e permissões. Suporta vários níveis de gerenciamento, gerenciamento de usuários e configuração de permissões.

1.1. Gerenciamento de usuários e permissões. Suporta vários níveis de gerenciamento, gerenciamento de usuários e configuração de permissões. CAMERA IP SERIE AV O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR

MANUAL DO ADMINISTRADOR WinShare Proxy admin MANUAL DO ADMINISTRADOR Instalação do WinShare Índice 1. Instalação 2. Licenciamento 3. Atribuindo uma senha de acesso ao sistema. 4. Configurações de rede 5. Configurações do SMTP

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor?

Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor? Quando se fala em ponto eletrônico, a primeira coisa que vem à sua cabeça ainda é dor? Interagir com sistemas que ainda dependem de agendamentos manuais e de coletas presenciais em vários equipamentos

Leia mais

Processo de Envio de email

Processo de Envio de email Processo de Envio de email Introdução O envio de documentos de forma eletrônica vem sendo muito utilizado, assim o envio de arquivos, relatórios, avisos, informações é realizado via e-mail. O sistema disponibiliza

Leia mais

CA Nimsoft para monitoramento de redes

CA Nimsoft para monitoramento de redes DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA CA Nimsoft para monitoramento de redes agility made possible sumário resumo executivo 3 Visão geral da solução 3 CA Nimsoft Monitor sondas especializadas 3 Sonda de conectividade de

Leia mais

Manual do usuário. isic 5 - Android

Manual do usuário. isic 5 - Android Manual do usuário isic 5 - Android isic 5 - Android Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O novo aplicativo Intelbras isic 5 possui tecnologia capaz de visualizar

Leia mais

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição -Américas Aprenda as melhores práticas para construir um completo

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC. jdbc_response série 1.1

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC. jdbc_response série 1.1 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta de JDBC jdbc_response série 1.1 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

Introdução ao Tableau Server 7.0

Introdução ao Tableau Server 7.0 Introdução ao Tableau Server 7.0 Bem-vindo ao Tableau Server; Este guia orientará você pelas etapas básicas de instalação e configuração do Tableau Server. Em seguida, usará alguns dados de exemplo para

Leia mais

GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO. Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS

GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO. Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS GUIA RÁPIDO SUPLEMENTO Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5013 Dome de câmera de rede PTZ AXIS M5014 PORTUGUÊS Guia Rápido Suplemento da câmera AXIS M5013/M5014 Página 3 AXIS M5013/M5014 Guia Rápido Suplemento

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido Microsoft PowerPoint 2013 apresenta uma aparência diferente das versões anteriores; desse modo, criamos este guia para ajudá-lo a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que

Leia mais

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001

Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Levando os benefícios do IP aberto ao controle de acesso físico. Controlador de porta em rede AXIS A1001 Abra as portas para o futuro. Com o Controlador de porta em rede AXIS A1001, estamos introduzindo

Leia mais

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40

Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 Soluções para controle industrial Sistema avançado de controle de traço térmico NGC-40 SOLUÇÕES PARA GERENCIAMENTO TÉRMICO WWW.THERMAL.PENTAIR.COM DIGITRACE NGC-40 O NGC-40 é um avançado sistema modular

Leia mais

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário Página 1 de 20 Security Shop MRS Media Relay System Manual do Usuário Página 2 de 20 Conteúdos: Conteúdos:... 2 Figuras:... 3 1. Introdução... 4 1.1 Âmbito do Documento... 4 1.2 Terminologia... 4 2. GERAL...

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Solução completa de gerenciamento online de embalagens

Solução completa de gerenciamento online de embalagens Solução completa de gerenciamento online de embalagens WebCenter O WebCenter é uma poderosa plataforma baseada na web para gerenciamento de embalagens que administra seu processo de negócios e aprova ciclos

Leia mais

Document Solutions Desktop

Document Solutions Desktop Document Solutions Desktop Guia do Usuário Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Outubro de 2003 www.lexmark.com Edição: Outubro de 2003

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

Guia de Instalatpo Rßpida

Guia de Instalatpo Rßpida Guia de Instalatpo Rßpida 1. Você precisará de: OAISYS Server Cabo Crossover (ADAPTADORES T1/PRI) Divisor de Tomada em Y (ADAPTADORES T1/PRI) Cabo Amphenol (ADAPTADORES de Estação ou Analógicos) or Monitor

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Excel 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Adicionar comandos à Barra de Ferramentas

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras

Software de gerenciamento de impressoras Software de gerenciamento de impressoras Este tópico inclui: "Usando o software CentreWare" na página 3-10 "Usando os recursos de gerenciamento da impressora" na página 3-12 Usando o software CentreWare

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais