ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Endócrino

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Endócrino"

Transcrição

1 ACERVO DIGITAL FASE II Histologia do Sistema Endócrino I Material: Hipófise Técnica: HE Observação com aumento total de 40x: Nesse campo microscópico é possível observa-se uma área mais corada (mais avermelhada) que é a Pars distalis da adenohipófise e a área menos corada que corresponde a Pars nervosa da neurohipófise. SE fig 01.

2 Observação com aumento total de 100x: Nesse campo microscópico é possível observar-se uma maior área da Pars distalis da adenohipófise e uma menor área que corresponde a Pars nervosa da neurohipófise. As células que aparecem bem avermelhadas na Pars distalis são as chamadas células alfa que são acidófilas responsáveis pela liberação do hormônio somatotrófico ou de crescimento e o hormônio prolactina ou lactogênico. As células mais azuladas são basófilas e são responsáveis pela liberação de diversos hormônios: hormônios gonadotróficos (hormônio folículo estimulante e hormônio luteinizante), hormônio tireotrófico e hormônio adenocortiotrófico. A neurohipófise que aparece mais clara no campo microscópico é responsável pela liberação dos hormônios ADH (Hormônio antidiurético) e a oxitocina. SE fig 02.

3 Observação da Pars distalis da adenohipófise com aumento total de 400x: Nesse campo microscópico podemos observar facilmente as células acidófilas (células alfa) bem avermelhadas e com o núcleo corado num tom arroxeado e as células menos coradas que são as células basófilas (células beta). É possível também observar-se os capilares sanguíneos entre os cordões de células. SE fig 03.

4 Observação da neurohipófise (Pars Nervosa) com aumento total de 400x: Nesse campo microscópico é possível observar-se fibras nervosas róseas e núcleos de células chamadas pituícitos (células neuróglicas ). SE fig 04.

5 II Material: Tireóide e Paratireóide Técnica: HE Observação com aumento total de 40x: Nesse campo é possível observar-se as duas glândulas endócrinas. A tireóide fica situada no canto superior a esquerda da foto e a paratireóide se acha numa cor mais arroxeada do lado direito da foto. SE fig 05.

6 Observação da tireóide com aumento total de 40x: Nesse campo microscópico é possível observar-se os diversos folículos tireoidianos em corte transversal. Entre os folículos tireoidianos podemos observar tecido conjuntivo onde se colocam capilares sanguíneos. SE fig 06.

7 Observação da tireóide com aumento total de 100x: Nesse campo microscópico é possível observar-se os folículos tireoidianos com seu epitélio cúbico simples e o colóide bem avermelhado no seu interior, bem como o tecido conjuntivo que fica em volta dos mesmos. Envolvendo a glândula tireóide podemos observar claramente a cápsula conjuntiva. SE fig 07.

8 Observação da tiróide em aumento total de 400x: Nesse campo microscópico é possível observar-se bem detalhadamente os folículos tireoidianos onde podemos notar os núcleos esféricos arroxeados das células epiteliais cúbicas que secretam T3 (Triiodotironina) e T4 (Tetraiodotironina ou tiroxoina). O colóide bem avermelhado que representa as secreções dos folículos tireoidianos é facilmente visível. SE fig 08.

9 III Material: Paratireóide Técnica: Hematoxilina-Eosina Observação com aumento total de 100x: Podemos observar nesse campo microscópico núcleos esféricos arroxeados das células principais da paratireóide formando verdadeiros cordões celulares. Espaços vazios entre os cordões de células nada mais são do que capilares que recebem o hormônio paratormônio que regula a taxa de cálcio no sangue. É possível observa-se uma cápsula conjuntiva bem fina que envolve a glândula.

10 SE fig 09. Observação com aumento total de 400x: Nesse campo microscópico podemos observar os cordões de células principais muito nitidamente além dos capilares sanguíneos que aparecem com sua luz facilmente visível. As células são de pequeno tamanho o que se pode perceber pela proximidade dos seus núcleos.

11 SE fig 10. IV Material: Pâncreas Técnica: Hematoxilina-Eosina

12 Com destaque para a porção endócrina representada pela ilhota de Langerhans. Observação do Pâncreas com aumento total de 400x: Nesse campo microscópico podemos observar cordões celulares onde ficam as células beta secretoras de insulina e as células alfa secretoras de glucagon. Entre os cordões de células encontramos capilares sanguíneos para onde são lançados os hormônios. As células beta aparecem menos coradas que as células alfa que são acidófilas e portanto mais avermelhada. A ilhota de Langerhans apresenta-se mais clara que os acinos pancreáticos secretores do suco pancreático e que ficam a sua volta. SE fig 11. Observação da ilhota de Langerhans corada por HE com 1000x de aumento total: Nesse campo microscópico é possível observar-se de maneira muito detalhada as células

13 mais claras dos cordões com núcleos claros que são as células beta secretoras de insulina e as células alfa com núcleos mais corados que secretam o glucagon. Os capilares sanguíneos são também facilmente percebidos pela sua luz. Os hormônios liberados pelas células dos cordões são lançados no sangue desses capilares. SE fig 12.

14 Técnica: Tricômero de Masson Observação das Ilhotas de Langerhans com aumento total de 400x: Nesse campo microscópico é possível observar-se os cordões de células e os capilares das Ilhotas de Langerhans as células mais coradas são as alfas secretoras do glucagon e as betas que são menos coradas secretam insulina. A ilhota de Langerhans aparece mais clara e envolvida por acinos pancreáticos que, por sua vez, apresentam-se mais corados. SE fig 13.

15 Observação das Ilhotas de Langerhans com aumento total de 1000x: Nesse campo microscópico é possível observar-se os cordões celulares contendo as células beta mais claras secretoras de insulina e as células alfa mais coradas secretores de glucagon alem dos capilares que aparecem na forma desses espaços mais claros. Todos esses elementos citados aparecem de forma muito bem detalhada. Ao redor da ilhota de Langerhans são vistos claramente os acinos pancreáticos com seus grânulos de zimogênio bem avermelhados. SE fig 14.

16 V-SUPRARRENAL OU ADRENAL Observação com aumento total de 40x: É possível observar-se de fora para dentro: a cápsula conjuntiva e a camada cortical com as zonas glomerulosa, fasciculada e reticulada. A camada medular fica posicionada mais centralmente. Obs: A zona glomerulosa da cortical secreta aldosterona, as zonas fasciculada e reticulada da cortical secretam hormônios sexuais, cortisol e corticosterona. A camada medular secreta adrenalina e noradrenaina. SE fig 15

17 Observação com aumento total de 100x: Neste aumento é possível observar-se de cima para baixo a cápsula conjuntiva e a zona glomerulosa e zona fasciculada da camada cortical. SE fig 16

18 Observação com aumento total de 400x: Neste aumento e neste campo é possível observar-se a cápsula conjuntiva e a zona glomerulosa da camada cortical. A zona glomerulosa apresenta cordões mais arqueados. SE fig 17

19 Observação com aumento total de 400x: Detalhes da camada medular. Observamos também um pouco da zona reticulada da camada cortical. SE fig 18

20 Observação com aumento total de 400x: Observe a zona fasciculada e reticulada da suprarrenal. A zona reticulada aparece mais avermelhada que a zona fasciculada que apresenta cordões celulares mais retlíneos com capilares regulares.a zona reticulada apresenta cordões celulares e capilares irregulares.

21 SE fig 19.

Embriologia e Histologia Animal II

Embriologia e Histologia Animal II Embriologia e Histologia Animal II HISTOFISIOLOGIA DO SISTEMA ENDÓCRINO Daniela dos Santos Brum Glândulas endócrinas Secretam seus produtos (moléculas biologicamente ativas) HORMÔNIOS Corrente sanguínea

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Introdução Boa parte do funcionamento do corpo humano depende da comunicação entre as células por meio de mensageiros químicos que viajam pelos sangue. Conjunto de células produtoras de hormônios. Hormônios

Leia mais

Tema 07: Glândulas Endócrinas

Tema 07: Glândulas Endócrinas Universidade Federal do Amazonas ICB Dep. Morfologia Disciplina: Tópicos Especiais para Biotecnologia Tema 07: Glândulas Endócrinas Função Produção de hormônios; 1 Constituição Controle da homeostase;

Leia mais

Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas)

Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas) Existem três tipos de glândulas: endócrinas (tireóide, suprarrenal), exócrinas (lacrimais, mamárias) e anfícrinas ou mistas (pâncreas) É formado pelas glândulas endócrinas Essas tem origem no tecido epitelial

Leia mais

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Reprodutor Masculino

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Reprodutor Masculino ACERVO DIGITAL FASE II Histologia do Sistema Reprodutor Masculino I-Testículo Material: Testículo Maduro Método: HE Observação com aumento total de 40x: Neste aumento são observados os túbulos seminíferos

Leia mais

ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino

ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS Sistema Endócrino O sistema nervoso e as glândulas endócrinas são os dois principais mecanismos de comunicação e coordenação do corpo humano. Eles regulam quase todos os

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL

SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO SISTEMA HORMONAL HORMÔNIOS 1. MENSAGEIROS QUÍMICOS PRODUZIDOS PELAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS. 2. REGULADORES: - (ESTIMULANTES OU INIBIDORES) - (CRESCIMENTO, METABOLISMO, REPRODUÇÃO, ETC.)

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução Os mensageiros químicos do corpo (hormônios) são produzidos pelas glândulas endócrinas ou glândulas de secreção interna,

Leia mais

Sistema endócrino + Sistema nervoso. integração e controle das funções do organismo

Sistema endócrino + Sistema nervoso. integração e controle das funções do organismo Sistema endócrino Sistema endócrino + Sistema nervoso integração e controle das funções do organismo Sistema endócrino Conjunto de glândulas endócrinas que secretam hormônio Relembrando Glândulas que liberam

Leia mais

Profª Leticia Pedroso

Profª Leticia Pedroso Profª Leticia Pedroso Sistema Endócrino O homem apresenta em seu organismo várias glândulas endócrinas (glândulas que secretam hormônios para dentro do sangue). Hormônios são mensageiros químicos responsáveis

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. TIAGO

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. TIAGO SISTEMA ENDÓCRINO Prof. TIAGO CARACTERÍSTICAS GERAIS INTEGRAÇÃO DOS SISTEMAS. CONTROLEDEATIVIDADES FISIOLOGICAS. SEMELHANTE AO SISTEMA NERVOSO. EFETUADO POR HORMÔNIOS TRANSPORTADO PELA CORRENTE SANGUINEA

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Ornólia Paracampos

SISTEMA ENDÓCRINO. Ornólia Paracampos SISTEMA ENDÓCRINO Ornólia Paracampos CARACTERÍSTICAS Sistema de regulação e integração de funções O mediador químico é um hormônio Alcança o alvo via sangue Aã Ação mais lenta e mais duradoura d São glândulas

Leia mais

1. Classificação dos tecidos conjuntivos propriamente dito. Tecido conjuntivo frouxo areolar

1. Classificação dos tecidos conjuntivos propriamente dito. Tecido conjuntivo frouxo areolar Material: esôfago Técnica: HE 1. Classificação dos tecidos conjuntivos propriamente dito Tecido conjuntivo frouxo areolar Observação com aumento total de 100x: Observe que o esôfago apresenta uma luz irregular

Leia mais

Sistema endócrino. Apostila 3 Página 22

Sistema endócrino. Apostila 3 Página 22 Sistema endócrino Apostila 3 Página 22 Sistema mensageiro Hormônios: informacionais, produzidas pelas glândulas endócrinas e distribuídas pelo sangue. Órgão-alvo: reage ao estímulo do hormônio. Sistema

Leia mais

Hipófise (ou glândula Pituitária)

Hipófise (ou glândula Pituitária) Sistema Hormonal Sistema Hormonal O sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas endócrinas, as quais são responsáveis pela secreção de substância denominadas hormonas. As glândulas endócrinas

Leia mais

ZONA DE SOBREVIVÊNCIA. Conforto Térmico. Gráfico 1: Variações da temperatura corporal de um animal homeotérmico em função da temperatura ambiente.

ZONA DE SOBREVIVÊNCIA. Conforto Térmico. Gráfico 1: Variações da temperatura corporal de um animal homeotérmico em função da temperatura ambiente. ZONA DE SOBREVIVÊNCIA Hipotermia HOMEOTERMIA Homeotermia (HOMEOSTASIA) Hipertermia ou Homeostasia Termogênese Termoneutralidade Zona de Conforto Térmico Temperatura corporal TI TCIn Zona de TCS Termoneutralidade

Leia mais

XIV O Sistema Endócrino

XIV O Sistema Endócrino 103 XIV O Sistema Endócrino a. HORMÔNIOS: São substâncias químicas produzidas por um grupo de células, numa parte do corpo e, secretadas na corrente sangüíneas, controlam ou ajudam no controle de outras

Leia mais

Tecidos Epiteliais Glandulares GLÂNDULAS EXÓCRINAS. 4. Acinos mucosos e mistos ou sero-mucosos na glândula salivar sublingual. GLÂNDULAS ENDOCRINAS

Tecidos Epiteliais Glandulares GLÂNDULAS EXÓCRINAS. 4. Acinos mucosos e mistos ou sero-mucosos na glândula salivar sublingual. GLÂNDULAS ENDOCRINAS Tecidos Epiteliais Glandulares GLÂNDULAS EXÓCRINAS 1. Glândula sudorípara na pele grossa. 2. Glândula sebácea + sudorípara na pele fina. 3. Acinos serosos + ductos na parótida 4. Acinos mucosos e mistos

Leia mais

Aula 23 Sistema endócrino

Aula 23 Sistema endócrino Aula 23 Sistema endócrino O sistema endócrino é formado por órgãos e tecidos que secretam hormônios. Os hormônios são lançados na corrente sangüínea e influenciam a atividade de células, órgãos ou sistemas.

Leia mais

CONTROLE E INTEGRAÇÂO

CONTROLE E INTEGRAÇÂO CONTROLE E INTEGRAÇÂO A homeostase é atingida através de uma série de mecanismos reguladores que envolve todos os órgãos do corpo. Dois sistemas, entretanto, são destinados exclusivamente para a regulação

Leia mais

Curso: Integração Metabólica

Curso: Integração Metabólica Curso: Integração Metabólica Aula 7: Suprarrenal e tireoide Prof. Carlos Castilho de Barros Algumas pessoas podem apresentar distúrbios que provocam a obesidade. Estórias como Eu como pouco mas continuo

Leia mais

Fisiologia I CÓRTEX ADRENAL. Prof. Élio Waichert Júnior 1

Fisiologia I CÓRTEX ADRENAL. Prof. Élio Waichert Júnior 1 CÓRTEX ADRENAL Prof. Élio Waichert Júnior 1 Córtex adrenal Colesterol Hormônios corticosteróides Mineralocorticóides Glicocorticóides Hormônios androgênicos Afetam os eletrólitos (sódio, potássio) Afetam

Leia mais

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas

29/03/2012. Biologia. Principais glândulas endócrinas humanas Biologia Tema: Módulo 01: Anatomia e fisiologia Marcos Vinícius Introdução É um sistema que juntamente com o sistema nervoso atua no controle das funções gerais do nosso organismo. É representado pelos

Leia mais

d) uma célula é alvo apenas para um dado hormônio e) uma determinada função pode ser controlada por vários hormônios

d) uma célula é alvo apenas para um dado hormônio e) uma determinada função pode ser controlada por vários hormônios Fisiologia Endócrina - Bloco 1 de exercícios 1. O mecanismo de feedback ou retroação é o principal meio regulador da secreção das glândulas endócrinas. Um exemplo de feedback negativo é: a) aumento da

Leia mais

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise):

Sistema Endócrino. Introdução. Glândulas e suas secreções. 1. Hipotálamo: 2. Hipófise anterior (adeno-hipófise): Introdução Sistema Endócrino O sistema endócrino é composto por um grupo de tecidos especializados (glândulas) cuja função é produzir e liberar na corrente sanguínea substâncias chamadas Hormônios. Os

Leia mais

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA ENDÓCRINO

ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA ENDÓCRINO ABORDAGEM MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA ENDÓCRINO Djanira Aparecida da Luz Veronez 1 Michele Patrícia Müller Mansur Vieira 2 Neysa Aparecida Tinoco Regattieri 3 INTRODUÇÃO O sistema endócrino é constituído

Leia mais

10/09/2015. Glândula pineal. Hormônio Melatonina : produzido à noite, na ausência de luz. Crescimento; Regulação do sono; CONTROLE HORMONAL

10/09/2015. Glândula pineal. Hormônio Melatonina : produzido à noite, na ausência de luz. Crescimento; Regulação do sono; CONTROLE HORMONAL Glândulas endócrinas e tecidos que secretam hormônios; Coordena funções do organismo CONTROLE HORMONAL S. Nervoso + S. endócrino = Homeostase Mensageiros químicos; Atuam em um tecido ou órgão alvo específico;

Leia mais

Fisiologia do Sistema Endócrino-I

Fisiologia do Sistema Endócrino-I Curso Preparatório para Residência em Enfermagem-2012 Fisiologia do Sistema Endócrino-I Prof. Fernando Ramos Gonçalves -Msc Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam

Leia mais

Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1

Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1 Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1 Hormônios 2 HORMÔNIOS DA HIPÓFISE E DO HIPOTÁLAMO Quanto a sua origem os hormônios da hipófise e hipotálamo podem ser classificados em : - Hormônios da hipófise

Leia mais

Sistema Endócrino. Introdução

Sistema Endócrino. Introdução Introdução A coordenação das funções do organismo é feita pelos sistemas nervoso e endócrino. Este é formado pelo conjunto das glândulas, que produzem os hormônios, substâncias lançadas no sangue que influenciam

Leia mais

Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.

Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms. Fisiologia humana 0 (parte IV) Hormônios e reprodução Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Sistema Endócrino Composto pelas glândulas endócrinas integra e regula

Leia mais

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU

Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU SISTEMA ENDRÓCRINO Sistema Endócrino É UM SISTEMA SOFISTICADO E SENSÍVEL FORMADO POR VÁRIOS ÓRGÃOS OU GLÂNDULAS DIFERENTES QUE SECRETAM HORMÔNIOS. OS HORMÔNIOS SÃO MENSAGEIROS QUÍMICOS,GERALMENTE TRANSPORTADOS

Leia mais

Universidade Castelo Branco Bases Anatomofisiológicas do Corpo Humano I Estudo Morfofuncional do Sistema Endócrino (Glândulas Endócrinas) Unidade IV

Universidade Castelo Branco Bases Anatomofisiológicas do Corpo Humano I Estudo Morfofuncional do Sistema Endócrino (Glândulas Endócrinas) Unidade IV 1 Universidade Castelo Branco Bases Anatomofisiológicas do Corpo Humano I Estudo Morfofuncional do Sistema Endócrino (Glândulas Endócrinas) Unidade IV Visão Geral do Sistema das Glândulas Endócrinas Introdução

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Me. Leandro Parussolo

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA ENDÓCRINO Prof. Me. Leandro Parussolo Sistema Endócrino Função de garantir o fluxo de informações entre diferentes cells, permitindo a integração funcional de todo o organismo; Garantir a reprodução;

Leia mais

10/06/2013 GLÂNDULAS ENDÓCRINAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS (NAV) Tireóide Paratireóide Hipófise Pineal Adrenal Ilhotas pancreáticas Timo

10/06/2013 GLÂNDULAS ENDÓCRINAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS (NAV) Tireóide Paratireóide Hipófise Pineal Adrenal Ilhotas pancreáticas Timo UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Campus Curitibanos Medicina Veterinária ANATOMIA II (NAV) Tireóide Paratireóide Pineal Adrenal Ilhotas pancreáticas Timo Profa. Rosane Silva glândulas de secreção

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Diego Ceolin

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. Diego Ceolin SISTEMA ENDÓCRINO Prof. Diego Ceolin INTRODUÇÃO Função: Atua juntamente com o sistema nervoso para o equilíbrio corporal ( Homeostase ) HOMEOSTASE Tendência permanente do organismo manter a constância

Leia mais

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas.

Excreção. Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Fisiologia Animal Excreção Manutenção do equilíbrio de sal, água e remoção de excretas nitrogenadas. Sistema urinario Reabsorção de açucar, Glicose, sais, água. Regula volume sangue ADH: produzido pela

Leia mais

TECIDO MUSCULAR. Nesse aumento observa-se fibras musculares lisas em corte longitudinal e em corte transversal.

TECIDO MUSCULAR. Nesse aumento observa-se fibras musculares lisas em corte longitudinal e em corte transversal. TECIDO MUSCULAR 1. Tecido Muscular Liso Material: Bexiga Técnica: HE Observação com aumento total de 100x: Na bexiga encontramos a mucosa com epitélio de transição ou polimorfo e tecido conjuntivo. Abaixo

Leia mais

HIPOTÁLAMO E HIPÓFISE. Introdução à Endocrinologia

HIPOTÁLAMO E HIPÓFISE. Introdução à Endocrinologia HIPOTÁLAMO E HIPÓFISE Introdução à Endocrinologia GENERALIDADES SOBRE HORMÔNIOS CONCEITO Hormônios são substâncias que funcionam como mensageiras inter-celulares CLASSIFICAÇÃO DOS HORMÔNIOS PROTÉICOS Formados

Leia mais

Biologia. Aulas 33, 34 e 35 Setor B. Prof. Rafa

Biologia. Aulas 33, 34 e 35 Setor B. Prof. Rafa Biologia Aulas 33, 34 e 35 Setor B Prof. Rafa Tipos de glândulas: Exócrinas: com ducto de saída lacrimais, mamárias, salivares, sebáceas e sudoríparas Endócrinas: sem ducto de saída, secreções (hormônios)

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO hormônios tecidos alvos receptores homeostase feedback "feedback" feedback negativo" "feedback" "feedback positivo" receptores

SISTEMA ENDÓCRINO hormônios tecidos alvos receptores homeostase feedback feedback feedback negativo feedback feedback positivo receptores 1 SISTEMA ENDÓCRINO O Sistema Endócrino é constituído por diversas glândulas e tecidos que secretam substâncias químicas responsáveis pelo controle da maioria das funções biológicas. As substâncias secretadas

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: SISTEMA ENDOCRINO Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Mensagem Química: Hormônios Os hormônios são substâncias químicas liberadas na corrente sanguínea

Leia mais

Exercícios de Coordenação Endócrina

Exercícios de Coordenação Endócrina Exercícios de Coordenação Endócrina 1. (UFABC) Leia a tirinha: Material de apoio do Extensivo Enquanto o futuro não chega, diabéticos controlam a glicemia através de injeções diárias de insulina ou mesmo

Leia mais

II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares:

II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares: Capítulo 1: Parte 3 1 II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares: O epitélio que participa principalmente da secreção está geralmente disposto em estruturas denominadas glândulas. As substâncias

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Jatin Das VISÃO GERAL GLÂNDULAS ENDÓCRINAS

SISTEMA ENDÓCRINO. Jatin Das VISÃO GERAL GLÂNDULAS ENDÓCRINAS SISTEMA ENDÓCRINO Jatin Das VISÃO GERAL GLÂNDULAS ENDÓCRINAS As glândulas endócrinas mais importantes são: 1. hipófise; 2. tireóide; 3. paratireóides; 4. supra-renais; 5. ilhotas de Langerhans do pâncreas;

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino. Profa. Valdirene Zabot Unochapecó

Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino. Profa. Valdirene Zabot Unochapecó Anatomia e Fisiologia Animal Sistema Endócrino Profa. Valdirene Zabot Unochapecó Sistema de Comunicação Corpórea: Endócrino Nervoso Produtos = Hormônios: ajudam a enviar informações para outras células

Leia mais

Estrutura adrenal. Função da medula adrenal. Função da medula adrenal. Funções do córtex adrenal. Funções do córtex adrenal. Funções do córtex adrenal

Estrutura adrenal. Função da medula adrenal. Função da medula adrenal. Funções do córtex adrenal. Funções do córtex adrenal. Funções do córtex adrenal Estrutura adrenal Função da medula adrenal O córtex compreende a zona glomerulosa, secretora dos minelocorticóides, e a zona reticulada, secretora de glicocorticóides e dos androgênios adrenais. A medula

Leia mais

As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção.

As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção. EPITÉLIO GLANDULAR As glândulas se originam das células epiteliais e possuem a função de síntese, armazenamento e secreção. Composição das secreções glandulares: Proteínas: pâncreas Carboidratos: célula

Leia mais

22.05. O tipo básico de tecido epitelial é o de revestimento sendo os demais tecidos epiteliais (glandular e neuroepitélio) derivados desse.

22.05. O tipo básico de tecido epitelial é o de revestimento sendo os demais tecidos epiteliais (glandular e neuroepitélio) derivados desse. BIO 8E aula 22 22.01. O tecido epitelial de revestimento é pobre em substância intercelular e avascular. Existe também o tecido epitelial glandular que é derivado do tecido epitelial de revestimento. O

Leia mais

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco.

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco. Função renal: excreção, controle do volume e composição dos líquidos corporais. Composto por um par de rins, um par de ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra. Os rins situam-se na parte dorsal do

Leia mais

Fundação Oswaldo Aranha PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIAS INTERNAS E EXTERNAS PARA O CURSO DE MEDICINA 2015.2 4º PERÍODO - MÓDULO IV

Fundação Oswaldo Aranha PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIAS INTERNAS E EXTERNAS PARA O CURSO DE MEDICINA 2015.2 4º PERÍODO - MÓDULO IV QUESTÃO 1 QUESTÕES DISCURSIVAS Observe o esquema abaixo: X Y Z Explique como ocorrem os mecanismos X, Y e Z. QUESTÃO 2 Ao atender uma paciente com quadro sugestivo de depressão, o médico, analisou os resultados

Leia mais

TECIDOS EPITELIAIS DE REVESTIMENTO. 2. Tecido epitelial pseudoestratificado cilíndrico ciliado. Material: Traquéia.

TECIDOS EPITELIAIS DE REVESTIMENTO. 2. Tecido epitelial pseudoestratificado cilíndrico ciliado. Material: Traquéia. TECIDOS EPITELIAIS DE REVESTIMENTO 1. Tecido epitelial cilíndrico simples a) Intestino delgado b) vesícula biliar 2. Tecido epitelial pseudoestratificado cilíndrico ciliado. Material: Traquéia. 3. Tecido

Leia mais

Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO

Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO FEPECS Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde ESCS - Escola Superior de Ciências da Saúde Seleção para Monitoria em Histologia / GABARITO Data: 14 de abril de 2015 Estudante / matrícula: 1.

Leia mais

COMO SURGEM OS TECIDOS

COMO SURGEM OS TECIDOS TECIDO EPITELIAL COMO SURGEM OS TECIDOS Nos seres de reprodução sexuada, que constituem a maioria dos organismos, todas as células surgem a partir de uma única célula, a célula-ovo. Esta sofre divisões

Leia mais

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada.

ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS. Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. ANATOMIA I Profª Ingrid Frederico Barreto ICA 1 ESTUDO DIRIGIDO: OSSOS Objetivo: Ajudar o estudante a rever os conteúdos de forma aplicada. 1. Liste todos os ossos do esqueleto axial. 2. Liste todos os

Leia mais

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

Introdução. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira Introdução O sistema urinário é constituído pelos órgãos uropoéticos, isto é, incumbidos de elaborar a urina e armazená- la temporariamente até a oportunidade de ser eliminada para o exterior. Na urina

Leia mais

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br HORMÔNIOS

Vestibular1 A melhor ajuda ao vestibulando na Internet Acesse Agora! www.vestibular1.com.br HORMÔNIOS HORMÔNIOS Hormônio, substância produzida pelos animais e vegetais para regular processos corporais, tais como o crescimento, o metabolismo, a reprodução e o funcionamento dos diversos órgãos. Nos animais,

Leia mais

Fisiologia da Adrenal

Fisiologia da Adrenal Fisiologia da Adrenal Profa. Letícia Lotufo Glândula Adrenal: Porção externa córtex 80 a 90% Tecido mesodérmico Porção interna medula 10 a 20% Tecido neurodérmico 1 Adrenal histologia: Zona glomerulosa

Leia mais

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Urinário

ACERVO DIGITAL FASE II. Histologia do Sistema Urinário ACERVO DIGITAL FASE II Histologia do Sistema Urinário I-Rim Técnica: HE Observação com aumento total de 40x: Observe a região cortical mais acima, e a camada medular, que é a mais clara, mais abaixo. SU

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas. Sistema Endócrino. Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Ciências Aeronáuticas Sistema Endócrino Prof. Raimundo Júnior M.Sc. Sistema Hormonal atua como um sistema de controle e regulação (assim como o

Leia mais

Sistema Endócrino II - Hormônios

Sistema Endócrino II - Hormônios Ciências Morfofuncionais III Sistema Endócrino II - Hormônios Natureza, química e funções Professores: Felipe, Jean-Pierre e Olivia Endocrinologia Estudo das secreções internas do organismo Hormônios São

Leia mais

Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos observar os sistemas de Havers e os sistemas intermediários com facilidade.

Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos observar os sistemas de Havers e os sistemas intermediários com facilidade. 1. Tecido Ósseo Compacto desgastado Material: Diáfise de osso em corte transversal Técnica: Desgaste com a utilização de disco de Carborundum Observação com aumento total de 100x: Neste aumento poderemos

Leia mais

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL

ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL ZOOLOGIA E HISTOLOGIA ANIMAL Sistema Endócrino Prof. Fernando Stuchi Introdução à Endocrinologia As múltiplas atividades das células, tecidos e órgãos do corpo são coordenadas pelo inter-relacionamento

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 13 SUPRARRENAL, PÂNCREAS E GÔNADAS Fixação 1) (UERJ) O esquema abaixo representa a ação de alguns hormônios a captação ou na liberação de glicose pela célula hepática. Cite:

Leia mais

ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I. Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca

ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I. Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca ATLAS DE CITOLOGIA E HISTOLOGIA VETERINÁRIA I Dra. Madalena Monteiro Doutor Pedro Faísca EPITÉLIOS DE REVESTIMENTO 1- PARTICULARIDADES DO TECIDO EPITELIAL 1.1- Membrana basal 1.2- Especializações da membrana

Leia mais

TECIDO CARTILAGINOSO. Observação com aumento total de 40x: Na mesma lâmina apareceu os dois órgãos traquéia e esôfago.

TECIDO CARTILAGINOSO. Observação com aumento total de 40x: Na mesma lâmina apareceu os dois órgãos traquéia e esôfago. TECIDO CARTILAGINOSO 1)Tecido Cartilaginoso Hialino Material: Traquéia Técnica: Hematoxilina e Eosina (HE) Observação com aumento total de 40x: Na mesma lâmina apareceu os dois órgãos traquéia e esôfago.

Leia mais

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina Citopatologia mamária Puberdade: crescimento das mamas em função do desenvolvimento glandular e da deposição aumentada de tecido adiposo. Mulheres durante o ciclo menstrual: aumento do volume mamário em

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO MORFOLOGIA MICROSCOPICA

ESTUDO DIRIGIDO MORFOLOGIA MICROSCOPICA 1 ESTUDO DIRIGIDO MORFOLOGIA MICROSCOPICA 1- As glândulas adrenais têm uma das mais altas taxas de fluxo sanguíneo por grama de tecido do organismo, sendo que o córtex abrange 80% e a medula, 20% do órgão.

Leia mais

MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS

MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS MICROSEMIÓTICA OFTALMICA, TERAPIA FLOR DE ÍRIS E DIABETES MELLITUS Aluno: Geraldo Cardozo Bandeira Orientador: Prof Dr Clodoaldo Pacheco MICROSEMEIOTICA OFTÁLMICA PROFISSIONAL TERAPIA FLOR DE ÍRIS INTEGRADA

Leia mais

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 1) (Fuvest-1998) Uma jovem que sempre foi saudável chegou a um hospital em estado

Leia mais

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha:

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 11) (Fuvest-1998) Uma jovem que sempre foi saudável chegou a um hospital em estado

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. André Maia

SISTEMA ENDÓCRINO. Prof. André Maia SISTEMA ENDÓCRINO O sistema endócrino e formado pelo conjunto de glândulas endócrinas, as quais são responsáveis pela secreção de substancias denominadas hormônios. As glândulas endócrinas (do grego endos,

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Sistema Urinário Conceito As atividades metabólicas resultam na decomposição de proteínas, lipídeos e carboidratos.

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO. Informações gerais

SISTEMA ENDÓCRINO. Informações gerais SISTEMA ENDÓCRINO Algumas das mais importantes funções do nosso corpo são reguladas e integradas pelo sistema endócrino, frequentemente interagindo com o sistema nervoso: o sistema nervoso pode fornecer

Leia mais

Sistema endócrino. Epitélio glandular. Funcionalmente:

Sistema endócrino. Epitélio glandular. Funcionalmente: Sistema endócrino Epitélio glandular Endócrina: secreção de hormônios diretamente no sangue Exócrina: secreção de seus produtos em ductos Funcionalmente: Merócrinas Apócrinas Holócrinas Unicelulares (Células

Leia mais

Roteiro para acompanhamento das aulas práticas de Histologia

Roteiro para acompanhamento das aulas práticas de Histologia Departamento de Morfologia do Instituto de Ciências Biológicas Disciplina de Histologia e Embriologia VI 1º período de Medicina Professor Lúcio Henrique de Oliveira Roteiro para acompanhamento das aulas

Leia mais

HISTOLOGIA. Folículos ovarianos

HISTOLOGIA. Folículos ovarianos HISTOLOGIA No ovário identificamos duas porções distintas: a medula do ovário, que é constituída por tecido conjuntivo frouxo, rico em vasos sangüíneos, célula hilares (intersticiais), e a córtex do ovário,

Leia mais

Profº André Montillo www.montillo.com.br

Profº André Montillo www.montillo.com.br Profº André Montillo www.montillo.com.br Introdução: A célula é uma entidade isolada em sua própria membrana, bem como as suas organelas que também se encontram envoltas em sua próprias membranas, separando-as

Leia mais

ACERVO DIGITAL FASE II

ACERVO DIGITAL FASE II ACERVO DIGITAL FASE II Histologia do Sistema Digestório I Material: Língua Técnica: Hematoxilina-Eosina Comparação da mucosa lingual na sua parte dorsal e na sua parte ventral no aumento total de 40x:

Leia mais

Mensageiros Químicos. Introdução: As Comunicações entre as células: 3 Tipos de Moléculas: Receptores:

Mensageiros Químicos. Introdução: As Comunicações entre as células: 3 Tipos de Moléculas: Receptores: Introdução: A célula é uma entidade isolada em sua própria membrana, bem como as suas organelas que também se encontram envoltas em sua próprias membranas, separando-as do restante da célula. Desta forma

Leia mais

CONTROLE FISIOLÓGICO DA FILTRAÇÃO GLOMERULAR E DO FLUXO SANGUÍNEO RENAL

CONTROLE FISIOLÓGICO DA FILTRAÇÃO GLOMERULAR E DO FLUXO SANGUÍNEO RENAL Prof. Hélder Mauad CONTROLE FISIOLÓGICO DA FILTRAÇÃO GLOMERULAR E DO FLUXO SANGUÍNEO RENAL São variáveis e sujeitas a controle fisiológico São variáveis e sujeitas a controle fisiológico 1. Sistema Nervoso

Leia mais

HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO

HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO HISTOFISIOLOGIA SISTEMA URINÁRIO Daniela Brum Anatomia do Sistema Urinário Rins Ureteres Bexiga Uretra Sistema Urinário - Funções Filtrar o sangue removem, armazenam e transportam produtos residuais meio

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição janeiro/2007 SISTEMA URINÁRIO SUMÁRIO Sobre a Bio Aulas... 03 Rins... 04 Localização... 04 Anatomia macroscópica...

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON

SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON SISTEMA ENDÓCRINO PROFESSOR CLERSON CARACTERÍSTICAS FUNCIONAMENTO DO CORPO COMUNICAÇÃO COM CÉLULAS: AÇÃO HORMONAL LIBERAÇÃO POR DETERMINADAS CÉLULAS GLÂNDULAS ENDÓCRINAS: CÉLULAS PRODUTORAS DE HORMÔNIOS

Leia mais

FISIOLOGIA DO EIXO HIPOTÁLAMO- HIPOFISÁRIO

FISIOLOGIA DO EIXO HIPOTÁLAMO- HIPOFISÁRIO FISIOLOGIA DO EIXO - HIPOFISÁRIO Letícia Lotufo Histórico: Sec. XI d.c. Galeno - primeiras evidências da associação íntima entre o hipotálamo e a hipófise 1920 Lewi & Greving Identificação do trato hipotalâmico-hipofisário

Leia mais

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL

BIOLOGIA HISTOLOGIA ANIMAL ANIMAL Módulo 12 Página 15 à 36 FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS FECUNDAÇÃO -Mórula = células iguais (células tronco) DIFERENCIAÇÃO TECIDOS TECIDOS = Conjunto

Leia mais

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi Sistemas Excretores Definição Para manutenção da vida de um organismo animal, todo alimento e substancia que são digeridas, as células absorvem os nutrientes necessários para o fornecimento de energia.

Leia mais

Bases Moleculares da Obesidade e Diabetes Síndromes que Causam Obesidade Prof. Carlos Castilho de Barros

Bases Moleculares da Obesidade e Diabetes Síndromes que Causam Obesidade Prof. Carlos Castilho de Barros Bases Moleculares da Obesidade e Diabetes Síndromes que Causam Obesidade Prof. Carlos Castilho de Barros http://wp.ufpel.edu.br/obesidadediabetes/ Fígado Estômago e Intestino delgado Localização Córtex

Leia mais

Sistema Endócrino. Hormônios. Eixo hipotalâmico-hipofisário. Formas de Ação. Msc. Ana Maria da Silva Curado Lins

Sistema Endócrino. Hormônios. Eixo hipotalâmico-hipofisário. Formas de Ação. Msc. Ana Maria da Silva Curado Lins Hormônios Sistema Endócrino Msc. Ana Maria da Silva Curado Lins Substância produzida em diminutas quantidades, em células especiais (glândulas) que circulam pela corrente sanguínea (ação endócrina) e agem

Leia mais

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA:

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: Lista de Exercícios de Revisão de Biologia 3ª etapa 1. (Ufrgs 2013) A coluna da esquerda, abaixo, lista cinco estruturas que fazem

Leia mais

SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn

SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn SISTEMA ENDÓCRINO - 1 Figuras desta aula são do livro de Silverthorn Bernardo Baldisserotto Departamento de Fisiologia e Farmacologia Universidade Federal de Santa Maria, Brasil Sistema nervoso: usualmente

Leia mais

FISIOLOGIA HUMANA III

FISIOLOGIA HUMANA III FISIOLOGIA HUMANA III UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO Profª Drª Silvia Aparecida Pieta Interação dos sistemas nervoso e endócrino Os sistemas nervoso e

Leia mais

Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch

Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch Biologia Fascículo 02 Juvenal Carlos Schalch Índice Fisiologia Animal II... 1 Sistema nervoso... 1 Sistema excretor... 5 Sistema endócrino... 8 Exercícios... 12 Gabarito... 15 Fisiologia Animal II Sistema

Leia mais

Curso: Biologia. Histologia. Disciplina: Biologia I. Professora: Ivanéa Vasques Cruz

Curso: Biologia. Histologia. Disciplina: Biologia I. Professora: Ivanéa Vasques Cruz Curso: Biologia Histologia Disciplina: Biologia I Professora: Ivanéa Vasques Cruz Página 2 de 14 Conteúdo O que é Histologia? 2 TECIDO EPITELIAL 2 TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO OU EPITÉLIO DE REVESTIMENTO

Leia mais

Adrenais e Pâncreas endócrino. Ms. Roberpaulo Anacleto

Adrenais e Pâncreas endócrino. Ms. Roberpaulo Anacleto Adrenais e Pâncreas endócrino Ms. Roberpaulo Anacleto Anatomia Adrenal Z. Glomerular Aldosterona Cortex Z.Fasciculada Cortisol Z. Reticular Andrógenos Introdução Os Incidentalomas são tumores achados incidentalmente,

Leia mais

Sistema Endócrino HORMÔNIOS!!!

Sistema Endócrino HORMÔNIOS!!! Sistema Endócrino HORMÔNIOS!!! Sistema Endócrino Introdução - Responsável pelo controle das atividades metabólicas do organismo: - Crescimento, concentração de sais, glicemia, caracteres sexuais - Reprodução,

Leia mais