AÇÃO RESCISÓRIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "--------------------------------------------------------- AÇÃO RESCISÓRIA ----------------------------------------------------------"

Transcrição

1 AÇÃO RESCISÓRIA 1. Conceito 2. Natureza Jurídica 3. Cabimento no Processo do Trabalho 4. Aplicação do Princípio da Fungibilidade 5. Requisitos 6. Competência 7. Legitimidade Ativa 8. Hipóteses de cabimento da Ação Rescisória 9. Medida Cautelar e Antecipação de Tutela 10. Requisitos da petição inicial 11. Depósito Prévio 12. Prazo 13. Procedimento 14. Recursos cabíveis. 15. Bibliografia.

2 1. CONCEITO A palavra rescindir originou-se dos vocábulos rescindo, is, scindi, scissum, scindere, que querem dizer quebrar, invalidar ou ab-rogar. Logo, observamos que a partir do próprio nome da ação nos é possível traçar as primeiras linhas de raciocínio quanto ao conceito deste instituto. A ação rescisória tem por objetivo desconstituir uma decisão que, mesmo tendo transitado em julgado, continha um dos vícios elencados taxativamente no art. 485 do CPC, que podem consistir em error in judicando (vício contido no julgamento) ou error in procedendo (vício contido no processo). Como sabemos, as nulidades prejudicam a harmonia social porque atingem a ordem jurídica quando maculando a entrega da prestação jurisdicional. Assim, podemos dizer que a função da Ação Rescisória não é a correção de injustiças cometidas, mas seu objetivo primordial é tão somente corrigir sentença ou acórdão que ofenda a ordem jurídica, assegurando certeza na prestação jurisdicional nas palavras de Sérgio Pinto Martins. 2. NATUREZA JURÍDICA A Ação Rescisória se trata de ação autônoma, e não de recurso. Não pode ser proposta em substituição a qualquer recurso e também não é condição de sua propositura o esgotamento dos meios recursais. (Súmula 514 do STF). Nos dizeres de Eduardo Gabriel Saad, nosso direito positivo não mais tolera qualquer controvérsia sobre a natureza jurídica da rescisória, se ação ou recurso. É ação. Tem a referida ação natureza declaratória e constitutiva. Sua natureza é declaratória porque declara a existência ou não da relação jurídica, a autenticidade ou falsidade de documento que serviu como fundamento da decisão que se pretende rescindir, etc. Pode ter natureza declaratória negativa, quando for julgada incabível. Sua natureza é constitutiva porque cria, extingue ou modifica a relação jurídica por meio de sentença. Quando acolhe o pedido do autor a ação 2

3 tem natureza constitutiva. Como pode sanar nulidades com a prolação de novo julgamento, tem natureza desconstitutiva com relação às referidas nulidades. Por fim, quando rejeita a pretensão autoral, possui natureza constitutivo-negativa. 3. CABIMENTO NO PROCESSO DO TRABALHO Inicialmente, cumpre afirmar que já houve dúvida quanto ao cabimento da Ação Rescisória no processo do trabalho até a edição do Decreto-Lei nº 229 de 1967, que mudou a redação do art. 836 da CLT, passando a admitir a Ação Rescisória no âmbito da Justiça do Trabalho. Atualmente vige o citado art. 836 da CLT com redação alterada pela Lei /07, admitindo o cabimento da ação rescisória no processo do trabalho e determinando, ainda, que sua regulamentação observará as disposições do Código de Processo Civil. Logo, apesar de proposta na Justiça do Trabalho, a Ação Rescisória está totalmente submetida às disposições do CPC, salvo no que diz respeito ao depósito de 5% do valor da causa, estabelecido nos arts. 488, II e 494 do CPC, como veremos detalhadamente mais adiante. Nelson Nery Junior afirma que é admissível ação rescisória das decisões de mérito transitadas em julgado proferidas pela Justiça do Trabalho (CLT 836 caput). A ação rescisória ataca a coisa julgada formal, pois já decorreu prazo para interposição de recursos. Não se cogita do acerto ou erro no mérito da decisão, apenas se verificam as condições de validade da própria decisão. Por oportuno, cumpre ressaltar que pelo exercício do juízo rescisório o magistrado ou Tribunal desconstitui a sentença eivada pelo vício demonstrado pelo autor da ação, caso a mesma seja provida. A substituição da antiga decisão pela prolação de uma nova se dá pelo exercício do juízo rescindente. 4. APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA FUNGIBILIDADE Pelo princípio da fungibilidade o magistrado pode analisar uma medida processualmente incorreta apresentada pela parte como se adequada fosse 3

4 desde que: (i) haja pluralidade de medidas contra um mesmo ato ou decisão e; (ii) exista dúvida jurisprudencial e doutrinária razoável acerca de seu cabimento. É importante frisar, primeiramente, que este princípio é próprio dos recursos. A doutrina se refere a tal princípio, inclusive, como o Princípio da Fungibilidade Recursal. As únicas ações autônomas que admitem a aplicação do princípio da fungibilidade são as ações possessórias. A rescisória, como vimos, é ação e não recurso, razão pela qual descabe a aplicação deste princípio. Ademais, não há pluralidade de meios para que se alcance a rescisão de sentença ou acórdão passados em julgado contendo vícios, tampouco dúvida jurisprudencial ou doutrinária razoável quanto à medida cabível nestas hipóteses. Sendo estes dois requisitos fundamentais para que se admita a fungibilidade, como já dito, conclui-se sem sombra de dúvida que o mesmo não pode ser aplicado pelo julgador no exame da ação rescisória. 5. REQUISITOS Art. 485 caput do CPC Embora o texto do art. 485 do CPC faça menção expressa apenas à sentença, sem dúvida alguma abrange todas as decisões de mérito, o que também inclui os acórdãos. Sobre o assunto, Nelson Nery Junior afirma que o caput do art. 485 do CPC falou menos do que queria dizer porque, além do próprio CPC, em seus arts. 162 e 163, conceituar os acórdãos e distingui-los de sentenças, a doutrina reconhece pacificamente a rescindibilidade dos acórdãos. Assim, para ser cabível a ação rescisória, é imprescindível que tenha sido proferida sentença ou acórdão. Logo, não se pode rescindir despachos de mero expediente, aqueles cuja prática não resulta em prejuízo às partes e pelos quais apenas se dá regular andamento ao processo, sem que sejam analisadas as questões meritórias envolvidas no dissídio. A decisão também deve ser de mérito. O julgamento sem exame de mérito pelas hipóteses elencadas no art. 267 do CPC também transita em julgado, mas não faz coisa julgada material, requisito fundamental para a adequação do pleito de corte rescisório. A ação que apenas faz coisa julgada formal, ou seja, aquela que foi julgada extinta sem exame de mérito, pode ser reapresentada, razão pela qual descabe o manejo da ação rescisória. 4

5 É necessário, ainda, o trânsito em julgado (Súmula 299 do TST), que se verificará com o decurso do prazo para oferecimento de recursos contra a decisão de mérito proferida pelo juiz ou Tribunal. 6. COMPETÊNCIA A ação rescisória é de competência originária dos Tribunais. Será conhecida e julgada pelos Tribunais Regionais do Trabalho quando a decisão rescindenda foi proferida pelas Varas do Trabalho ou pelo próprio TRT. Quando a decisão que se pretende rescindir tiver sido proferida pelo TST, será o próprio Tribunal Superior do Trabalho competente para processar e julgar a aça rescisória, assim como ocorre com os TRT s. Explica-se tal competência pela existência de múltiplas Turmas/órgãos tanto nos TRT s quanto no TST, que podem julgar ações rescisórias contra seus julgados reciprocamente. A exceção se verifica quando a decisão rescindenda foi proferida pelos Presidentes dos Tribunais Regionais do Trabalho. Neste caso, o TST e não o TRT é competente para processar e julgar a ação rescisória. Logo, conclui-se que o fundamento da competência da rescisória é a sua análise por outro Juízo. Para maiores informações sobre a competência e também sobre a possibilidade jurídica do pedido de rescisão, sugerimos consulta à bibliografia indicada. Órgão prolator da decisão rescindenda Vara do Trabalho TRT Competência para conhecimento e julgamento TRT TRT Presidente do TRT TST SDI 2 TST TST SDI 2 7. LEGITIMIDADE ATIVA Pode propor a ação rescisória aquele que foi parte no processo no qual foi proferida a decisão rescindenda, bem como seu sucesso a título universal ou singular, conforme disposição do art. 487, I do CPC. 5

6 O terceiro interessado também poderá propor a ação rescisória, mas deverá demonstrar interesse jurídico, e não somente econômico. O litisconsórcio em relação ao pólo ativo da ação rescisória é facultativo, e se estabelece por conveniência. Afinal, não se pode condicionar o exercício do direito constitucional de ação de um dos litigantes à anuência dos demais. Esta é a disposição da Súmula 406, I do TST. Em relação ao pólo passivo, no entanto, o litisconsórcio é necessário, pois a decisão não pode ser diferente para os vários membros de uma comunidade de direitos ou obrigações. Finalmente, a Súmula 407 do TST estabelece que a legitimidade do Ministério Público na proposição de ação rescisória não está adstrita às alíneas a e b do inciso III do art. 487 do CPC, por serem estas hipóteses meramente exemplificativas. Logo, se reconhece que, como Fiscal da Lei, o Ministério Público tem sim, legitimidade para propor ação rescisória quando a decisão for proferida, por exemplo, depois de conluio entre as partes com o intuito de fraudar a Lei. 8. HIPÓTESES DE CABIMENTO DA AÇÃO RESCISÓRIA A ação rescisória poderá ser proposta para rescindir decisão de mérito proferida por juiz ou Tribunal que contiver qualquer dos vícios elencados no art. 485 do CPC. As hipóteses são as seguintes: a) Se a sentença foi dada por prevaricação, concussão ou corrupção do juiz. A prevaricação (Art. 319 do Código Penal) se observa quando o juiz retarda ou deixa de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou o pratica em desacordo com a Lei, para satisfação de interesse ou sentimento pessoal. Concussão (Art. 316 do Código Penal) significa exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora do exercício das funções, mas em razão dela, vantagem indevida. A corrupção passiva (Art. 317 do Código Penal) importa em solicitar ou receber para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora do exercício das funções, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem. 6

7 Eduardo Gabriel Saad afirma que ocasionais presentes ou doações, sem grade expressão monetária, a servidor público, não caracterizam a corrupção. Difere o crime de corrupção passiva da concussão porque na primeira há mera solicitação de vantagem indevida, ao passo que no segundo tipo penal observa-se exigência da referida vantagem. Não é necessário reconhecimento prévio pela Justiça do ilícito penal para que seja proposta a rescisória. Tais crimes podem ser provados pelo autor da rescisória, desde que de forma inequívoca. b) Proferida por juiz impedido ou absolutamente incompetente. Da própria leitura do dispositivo se extrai que a incompetência relativa, em razão do lugar, por exemplo, não é causa para propositura de ação rescisória, pois se não argüida por qualquer das partes no momento oportuno, é superada. A decisão do juiz suspeito também não enseja a ação rescisória. Todos os casos nos quais o juiz é impedido de conhecer e analisar a lide estão elencados no art. 134 do CPC. c) Resultar de dolo da parte vencedora em detrimento da parte vencida, ou de colusão entre as partes, a fim de fraudar a lei. A colusão pode ser entendida, nas palavras de Sérgio Pinto Martins, como um acordo secreto entre as partes litigantes que praticam atos simulados, com o objetivo de fraudar a lei ou conseguir fim proibido por lei, inclusive prejudicando terceiros. Importante ressaltar que para fins de enquadramento neste inciso III do art. 485 do CPC, não caracteriza dolo processual o simples fato de a parte vencedora haver silenciado a respeito de fatos que não lhe fossem favoráveis. Esta é a disposição da Súmula 403, I do TST. Finalmente, cumpre afirmar que a decisão homologatória de acordo não pode ser objeto de ação rescisória fundada no inciso III do art. 485 do CPC, porque não há, nesta hipótese, parte vencedora ou vencida. No entanto, pode a decisão que homologa acordo ser objeto de ação rescisória se for evidenciado vício ocorrido no processo (Súmula 259 do TST). d) Ofender a coisa julgada A decisão rescindenda e a decisão exeqüenda devem ser claramente dissonantes. Logo, não cabe ação rescisória se for necessária interpretação da 7

8 decisão para que se configure a lesão à coisa julgada. Esta é a disposição da OJ nº 123 da SDI - 2 do Tribunal Superior do Trabalho. e) Violar literal disposição de lei. O inciso V do art. 485 do CPC fala da Lei em sentido amplo, ou seja, cabe ação rescisória se a sentença que se procura rescindir ofendeu a Constituição Federal, lei ordinária, lei complementar ou tratados internacionais, por exemplo. Assim, conclui-se que a ofensa à Súmula, OJ, acordo coletivo, portarias ou regulamentos internos não enseja a ação rescisória, porque não têm natureza de Lei (OJ nº 25 da SDI-2 do TST). Ademais, deve haver expressa manifestação do dispositivo legal supostamente violado na petição inicial (Sumula 408 do TST). Não pode ser aplicada, portanto, a regra iura novit curia, pela qual a norma jurídica deve ser de conhecimento prévio do magistrado. Não será admitida ação rescisória de o dispositivo legal apontado tiver interpretação controvertida nos Tribunais. Esta é a disposição da Súmula 83, I do TST. Neste sentido também se consolidou o entendimento da Suprema Corte, pela edição da Súmula nº 343. No entanto, sendo constitucional a norma ofendida, o STF admite a ação rescisória, mesmo que a interpretação desta seja controvertida. f) Estiver baseada em prova cuja falsidade for apurada em processo criminal ou na própria ação rescisória. A prova de falsidade documental deve ser apreciada pelo Judiciário, dado o caráter extraordinário da rescisória, que relativiza a coisa julgada. g) Depois da sentença, o autor obtiver documento novo, cuja existência ignorava, ou de que não pôde fazer uso, capaz, por si só, de lhe assegurar pronunciamento favorável. Não são admitidas surpresas processuais. À parte não é facultado omitir documento existente deliberadamente, apresentando o mesmo quando bem entender, em momento inoportuno. Esta é a razão pela qual deve ser cabalmente demonstrada a impossibilidade de utilização do documento no curso do processo, ou o desconhecimento de sua existência. Logo, entendemos que a redação adequada deste inciso seria prova nova, e não documento novo. Como dissemos, o documento já existia no curso do processo principal, mas não foi utilizado. Não é, portanto, um documento novo, mas uma prova nova. 8

9 h) Houver fundamento para invalidar confissão, desistência ou transação, em que se baseou a sentença. A confissão de que trata o referido inciso não pode ser aquela decorrente da revelia, porque nesta hipótese não houve qualquer vício de consentimento, quais sejam: erro, dolo ou coação. Isto é o que estabelece a Súmula 404 do TST. i) Fundada em erro de fato, resultante de atos ou de documentos da causa. A sentença deve ter admitido fato inexistente, ou desconsiderado um fato efetivamente ocorrido. É indispensável, em ambos os casos, que não tenha havido controvérsia ou pronunciamento judicial sobre o fato. Quanto à fase de execução, a ação rescisória não é cabível contra a decisão que homologa os cálculos após regular fase de liquidação, posto que sua natureza é interlocutória. Por outro lado, a sentença proferida em sede de embargos à execução pode ser rescindida, porque faz coisa julgada material. Também é rescindível o acórdão proferido em Agravo de Petição, que é o recurso cabível das decisões proferidas na fase de execução trabalhista. 9. MEDIDA CAUTELAR E ANTECIPAÇÃO DE TUTELA A Súmula 405, II do TST estabelece que o pedido de tutela antecipada formulado em ação rescisória será recebido como medida cautelar. O art. 489 do CPC, contudo, faz previsão expressa do cabimento do pedido de antecipação de tutela em ação rescisória. Objetiva-se, tanto num caso quanto no outro, a suspensão da execução da decisão rescindenda, conforme previsão do item I da já citada Súmula 405 do TST. Portanto, que são admitidos os pedidos de medida cautelar e de tutela antecipada (art. 273 do CPC) na ação rescisória. 10. REQUISITOS DA PETIÇÃO INICIAL A petição inicial da ação rescisória deverá conter todos os elementos indispensáveis estabelecidos pelo art. 282 do Código de Processo Civil. O inciso I do art. 490 do mesmo diploma legal faz previsão de que será indeferida a petição 9

10 inicial nos casos elencados no art. 295 do CPC, dispositivo este que também é aplicado na análise de inépcia nas demais petições iniciais do processo comum. Também é fundamental a juntada de cópias autenticadas da decisão rescindenda e da sua certidão de trânsito em julgado (Súmula 299, I do TST). Caso não sejam apresentadas, o relator abrirá prazo de 10 dias para que o autor junte tais cópias autenticadas as pessoas jurídicas de direito público não precisam autenticar as cópias a teor do disposto no art. 24 da Lei /2002 sob pena de indeferimento da petição inicial (Súmula 299, II do TST). Importante ressaltar que a mesma Súmula, em seu item III, estabelece que a juntada destes documentos é pressuposto processual indispensável para ajuizamento da ação rescisória. O trânsito em julgado deve ser anterior à propositura desta ação, pois não se admite a rescisória de forma preventiva. Conforme explicitado anteriormente, é possível a cumulação de pedidos na petição inicial da ação rescisória, por inteligência do art. 488, I do CPC. Assim pode ser requerida a rescisão do julgado viciado (juízo rescisório) e também a realização de um novo julgamento (juízo rescindente). 11. DEPÓSITO PRÉVIO Primeiramente devemos esclarecer que o depósito prévio não se trata de depósito recursal. Apesar da semelhança em sua nomenclatura, o depósito prévio se trata de custas processuais. No entanto, se trata de uma exceção, pois deve ser recolhido previamente, como seu próprio nome sugere, e não ao final, como é a regra do recolhimento de custas no processo do trabalho. Nelson Nery Junior afirma que a rescisória trabalhista tem o regime jurídico do CPC , salvo quanto ao depósito prévio (CPC 488, II), que é de 20% (vinte por cento) do valor da causa e não de 5% (cinco por cento). Assim, não se aplica o disposto pelo art. 488, II do CPC, mas, antes, deve ser observado o que estabelece a CLT, que faz previsão expressa da necessidade de depósito prévio de 20% sobre o valor da causa, salvo se for provada a miserabilidade jurídica do autor. O depósito prévio de 20% sobre o valor da causa foi introduzido pela Lei nº /2007, que deu a atual redação para o art. 836 da CLT. 10

11 12. PRAZO O prazo para propositura da ação rescisória é de dois anos, contados a partir do dia útil subseqüente ao trânsito em julgado da última decisão proferida no processo, seja de mérito ou não (Súmula 100, I do TST). O referido prazo é decadencial e não prescricional. A Súmula 100 do TST elenca as hipóteses de contagem do prazo decadencial para propositura da ação rescisória. 13. PROCEDIMENTO Distribuída a petição inicial da ação rescisória acompanhada de comprovante do depósito prévio de 20% sobre o valor da causa, contento qualificação das partes, causa de pedir, pedido e valor da causa, e tendo sido cumpridos todos os pressupostos de admissibilidade, o relator mandará citar a parte contrária. O réu terá prazo de 15 a 30 dias, a critério do magistrado, para contestar a ação. Esta é a disposição do art. 491 do CPC. Quanto ao rito processual, a Súmula 365 do TST estabelece que não será aplicado o rito de Alçada (quando o valor da causa não ultrapassa 2 salários mínimos) na ação rescisória. No entanto, depois da inclusão do art. 852-A na CLT, que estabeleceu o rito sumaríssimo, entendemos que o rito de Alçada foi extinto no processo do trabalho, pois as causas cujo valor seja de até 40 salários mínimos (e não de 2 a 40 salários mínimos), serão sujeitas ao rito sumaríssimo. Importante ressaltar que a revelia, neste caso, não produz confissão ficta, pois a matéria de que trata a ação rescisória é exclusivamente de direito e, por versar sobre vícios contidos em provimento jurisdicional, a questão é também de ordem pública (Súmula 398 do TST). No entanto, é necessário destacarmos que na ação rescisória pode sim, haver a necessidade de instrução processual pela oitiva de testemunhas. Como no caso de ação rescisória que tenha sido proposta para desconstituir julgado proferido por juiz corrupto. A corrupção dificilmente se prova exclusivamente com documentos, sendo importante a análise detida dos fatos ocorridos, para que então se possa verificar a procedência ou não do pedido. 11

12 Logo, entendemos que há possibilidade de que a controvérsia na ação rescisória não seja exclusivamente de direito, mas também de fato, ao contrário do que sugere a Súmula 398 do TST. Nesta hipótese, o CPC, em seu art. 492, estabelece que o relator delegue competência para o juiz de primeira instância de modo que seja colhida a prova. Os autos devem ser devolvidos no prazo de 45 a 90 dias. Isto se faz necessário, pois, como se sabe, o Tribunal não é o órgão próprio para a colheita de provas testemunhais. Poderá ser proposta a conciliação. Nas palavras de Sérgio Pinto Martins, a ausência da proposta conciliatória não acarreta nulidade, apenas mera irregularidade. Será concedido prazo sucessivo de 10 dias para que autor e réu apresentem razões finais, após o encerramento da instrução processual. Em seguida, o Ministério Público do Trabalho emitirá parecer sobre o caso. Devolvidos os autos, os mesmos serão encaminhados ao gabinete do relator para redação do voto. Após a análise dos autos pelo revisor, a ação rescisória é colocada em pauta de julgamento. Se o julgamento da ação rescisória for feito pelo TRT (nos casos de decisão rescindenda proferida por Vara do Trabalho ou pelo próprio TRT) caberá Recurso Ordinário para o TST, no prazo de 8 dias, conforme estabelece a Sumula 158 do TST. Quanto ao depósito recursal, será o mesmo exigido apenas se a ação rescisória, julgada procedente, impor condenação em pecúnia, devendo ser efetuado no limite e na forma da legislação em vigor, sob pena de deserção, ante ao que dispõe a Súmula 99 do TST. O teto para recolhimento para interposição de Recurso Ordinário em ação rescisória, no entanto, será sempre aquele estabelecido para interposição do recurso de revista. Logo, o teto é único, tanto para a rescisória de competência do TRT, quanto para as ações de competência originária do TST. É cabível a remessa de ofício (reexame necessário) quando a decisão da ação rescisória for contrária a ente público (Súmula 303, II do TST). A execução da decisão proferida em ação rescisória será processada nos autos da ação que lhe deu origem, devendo ser instruída com o acórdão proferido e a sua certidão de trânsito em julgado. 12

13 14. RECURSOS CABÍVEIS Caberão todos os recursos previstos no processo do trabalho. Se a ação rescisória foi julgada pelo TRT, caberá Recurso Ordinário para a Seção de Dissídios Individuais 2 do TST. Se a rescisória tiver sido julgada originariamente pelo TST (SDI-2) então caberá o recurso de Embargos no TST para a SDI-1 do próprio TST. Os prazos são ambos de 8 dias, conforme previsão da CLT. Sendo denegado seguimento a recurso, caberá Agravo de Instrumento. Estando omissa ou contraditória a sentença da ação rescisória, caberão embargos de declaração. Quanto ao depósito recursal, cumpre ressaltar que o mesmo é devido caso haja condenação em pecúnia, como dito anteriormente, devendo ser observado o limite da condenação, ou o teto do recurso de revista. 15. BIBLIOGRAFIA MARTINS, Sérgio Pinto. DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Editora Atlas. 28ª edição. São Paulo, MARTINS, Sergio Pinto. COMENTÁRIOS ÀS SÚMULAS DO TST. Editora Atlas. 5ª Edição. São Paulo, NERY JUNIOR, Nelson. CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL COMENTADO. Editora RT. 10ª Edição. São Paulo, PAES DE ALMEIDA, André Luiz. DIREITO DO TRABALHO. Editora Rideel, 6ª edição. São Paulo, PAES DE ALMEIDA, André Luiz. VADE MECUM TRABALHISTA. Editora Rideel, 1ª edição. São Paulo, SAAD, Eduardo Gabriel. CLT COMENTADA. Editora LTR. 41ª Edição. São Paulo,

Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho. Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br

Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho. Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br Consignação em Pagamento: A ação de consignação, na Justiça do Trabalho, é substitutiva ao pagamento, para

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO: O artigo 895 parece ser taxativo, em suas alíneas a) e b) ao afirmarem que é cabível o recurso de revista quando:

RECURSO ORDINÁRIO: O artigo 895 parece ser taxativo, em suas alíneas a) e b) ao afirmarem que é cabível o recurso de revista quando: RECURSO ORDINÁRIO: Está previsto no artigo 893 da Consolidação das Leis do trabalho e é disciplinado no artigo 895 da mesma lei. Pode ser interposto, no prazo de 8 dias, tanto das sentenças terminativas,

Leia mais

EMBARGOS DECLARATÓRIOS - EDCL.

EMBARGOS DECLARATÓRIOS - EDCL. 1. Conceito EMBARGOS DECLARATÓRIOS - EDCL. Os embargos de declaração ou embargos declaratórios, doravante denominados EDcl., visam aperfeiçoar as decisões judiciais, propiciando uma tutela jurisdicional

Leia mais

II CONGRESSO JURÍDICO ONLINE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 2º Fórum Temático Tema: A ação rescisória no Novo CPC Mauricio Cunha

II CONGRESSO JURÍDICO ONLINE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 2º Fórum Temático Tema: A ação rescisória no Novo CPC Mauricio Cunha Facebook.com/cunhaprocivil Instagram: @cunhaprocivil cunhaprocivil@gmail.com Bibliografia básica BUENO VIDIGAL, Luís Eulálio. Da ação rescisória dos julgados. São Paulo, Saraiva, 1948. CALMON DE PASSOS,

Leia mais

ATUALIDADES EM DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

ATUALIDADES EM DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO ATUALIDADES EM DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO (*) Eraldo Teixeira Ribeiro INTRODUÇÃO Com o advento das Leis nº 11.495 e 11.496, publicadas no DOU em 25-06-07, houve considerável modificação no Direito

Leia mais

AÇÃO RESCISÓRIA POR VIOLAÇÃO À LITERAL DISPOSIÇÃO DE LEI E A EXIGÊNCIA DO PREQUESTIONAMENTO

AÇÃO RESCISÓRIA POR VIOLAÇÃO À LITERAL DISPOSIÇÃO DE LEI E A EXIGÊNCIA DO PREQUESTIONAMENTO AÇÃO RESCISÓRIA POR VIOLAÇÃO À LITERAL DISPOSIÇÃO DE LEI E A EXIGÊNCIA DO PREQUESTIONAMENTO Ronnie Freitas Mendes SUMÁRIO: Introdução - 1. Conceito e natureza jurídica - 2. Hipótese de cabimento: 2.1.

Leia mais

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS 1) Entende-se por fundamento referido no art. 10 do CPC/2015 o substrato fático que orienta o pedido, e não o enquadramento jurídico atribuído pelas partes. 2) Não ofende a regra do contraditório do art.

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS Aula 6: Direito Processual do Trabalho Procedimentos especiais e Dissídio Coletivo Maria Inês Gerardo PROCEDIMENTOS ESPECIAIS CONSIGNA- ÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO RESCISÓRIA AÇÕES ESPECIAIS PROCESSO TRABALHO

Leia mais

PROCESSO DO TRABALHO PONTO 13. Ponto 13:

PROCESSO DO TRABALHO PONTO 13. Ponto 13: Ponto 13: Recurso de revista. Pressupostos intrínsecos de admissibilidade. Prequestionamento. Matéria de fato. Efeitos. Juízo de admissibilidade. Recurso nos dissídios coletivos. Efeito suspensivo. SUMÁRIO

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil

Curso Resultado. Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil Curso Resultado Jurisprudência ordenada por matérias e assuntos Processo Civil Atualizado em 18 de dezembro de 2015 Sumário Ação coletiva / civil pública Ação contra seguradora Ação de adjudicação compulsória

Leia mais

GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL:

GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL: GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL: Nos termos do art. 20 do Regulamento do Concurso para Ingresso na Carreira do Ministério Público, na correção da prova escrita levar-se-á em conta o saber

Leia mais

A apreciação das provas no processo do trabalho

A apreciação das provas no processo do trabalho A apreciação das provas no processo do trabalho Ricardo Damião Areosa* I. Introdução Segundo Aroldo Plínio Gonçalves, processualista mineiro e juiz do trabalho, Nulidade é a conseqüência jurídica prevista

Leia mais

Sentença e Coisa Julgada

Sentença e Coisa Julgada Sentença e Coisa Julgada 2011 Provas em Espécie O presente roteiro destina-se a apontar sucintamente o conteúdo da Sentença e da Coisa Julgada no Processo Civil Brasileiro. Utilizado como material de apoio

Leia mais

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA.

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. PALESTRA TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. Professor: Dr. Francisco Ferreira Jorge Neto Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Professor Universitário

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Ação Rescisória

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Ação Rescisória Ação Rescisória Vara da Justiça do Trabalho julgou procedente reclamação trabalhista ajuizada por empregado menor de 18 anos, assistido por seu responsável legal, tendo a sentença sido publicada em 12

Leia mais

COISA JULGADA E AÇÃO RESCISÓRIA I INTRODUÇÃO.

COISA JULGADA E AÇÃO RESCISÓRIA I INTRODUÇÃO. COISA JULGADA E AÇÃO RESCISÓRIA Autor: Fowler R. P. Cunha I INTRODUÇÃO. Iremos discutir no presente estudo, da melhor forma possível, o que faz coisa e se há coisa julgada na Sentença transitada em Julgado

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DAS PROVAS

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO Direito Processual do Trabalho Profª. Ms. Tatiana Riemann DAS PROVAS DAS PROVAS Comprovação das alegações - art. 848, CLT Princípios: a) Princípio do contraditório e ampla defesa direito fundamental de se manifestar reciprocamente sobre as provas apresentadas, bem como,

Leia mais

II - AÇÃO RESCISÓRIA 2002.02.01.045087-0

II - AÇÃO RESCISÓRIA 2002.02.01.045087-0 RELATOR AUTOR PROCURADOR REU ADVOGADO ORIGEM : JUIZ FEDERAL CONVOCADO FRANCA NETO : INSTITUTO NACIONAL DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL - INPI : EDSON DA COSTA LOBO E OUTRO : F. HOFFMANN-LAROCHE AG : ROBERTO

Leia mais

Registro: 2012.0000011337 ACÓRDÃO

Registro: 2012.0000011337 ACÓRDÃO Registro: 2012.0000011337 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0287090-82.2011.8.26.0000, da Comarca de Santos, em que é agravante FIRPAVI CONSTRUTORA E PAVIMENTADORA

Leia mais

PRÁTICA TRABALHISTA Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi

PRÁTICA TRABALHISTA Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi Prof. Leone Pereira e Profa. Renata Orsi RECLAMAÇÃO TRABALHISTA Gustavo Mendes foi contratado, em 12/07/2006, pelo Hospital Saúde Perfeita LTDA. para exercer a função de auxiliar de enfermagem, com salário

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso.

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. Por que se diz instrumento: a razão pela qual o recurso se chama agravo de

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 152 - Data 17 de junho de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA.

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA.

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA. FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA. PROJETO DE PESQUISA JOACIR FRANCISCO GEROLIN Projeto de pesquisa

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A Sentença Trabalhista E Seus Efeitos Suelene Cock Corrêa Carraro* Art. 162 CPC os atos do juiz são: sentença, decisões interlocutórias e despachos. No Processo do trabalho, para

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000251389 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0128060-36.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante AGÊNCIA ESTADO LTDA, é apelado IGB ELETRÔNICA

Leia mais

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS:

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: Mudança no modo de contagem dos prazos: A partir do novo CPC, os prazos processuais

Leia mais

sem necessidade de transcrição. quando for de sua preferência pessoal

sem necessidade de transcrição. quando for de sua preferência pessoal Solicito informações a respeito do posicionamento jurisprudencial atualizado a respeito da necessidade de degravação dos depoimentos prestados nas audiências gravadas por meio audiovisual. Explico: a Defesa

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO E AÇÃO DE DEPÓSITO 1 Parte I AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação

Leia mais

PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL.

PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL. PROCESSO PENAL COMNENTÁRIOS RECURSOS PREZADOS, SEGUEM OS COMENTÁRIOS E RAZÕES PARA RECURSOS DAS QUESTÕES DE PROCESSO PENAL. A PROVA FOI MUITO BEM ELABORADA EXIGINDO DO CANDIDATO UM CONHECIMENTO APURADO

Leia mais

PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015.

PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015. PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015. Define os procedimentos para apuração da responsabilidade administrativa e para celebração do acordo de leniência de que trata a Lei nº 12.846, de 1º de agosto de

Leia mais

MATERIAL DE AULA LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996.

MATERIAL DE AULA LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996. MATERIAL DE AULA I) Ementa da aula Interceptação Telefônica. II) Legislação correlata LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado

DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ. Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado DEFESAS E RECURSOS PERANTE O TRIBUNAL DE CONTAS DO PARANÁ Autor: Sidnei Di Bacco/Advogado CONTRADITÓRIO E DEFESA PROCESSO VOLUNTÁRIO Ausência de partes: existem somente o interessado (responsável pela

Leia mais

Direito Constitucional Peças e Práticas

Direito Constitucional Peças e Práticas PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL ASPECTOS JURÍDICOS E PROCESSUAIS DA RECLAMAÇÃO Trata-se de verdadeira AÇÃO CONSTITUCIONAL, a despeito da jurisprudência do STF a classificar como direito de petição

Leia mais

O Processo Trabalhista

O Processo Trabalhista Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Profa. Barbara Mourão O Processo Trabalhista Princípios gerais do processo Constituição Federal de 1988; Código de Processo Civil (CPC). Princípios

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AÇÃO RESCISÓRIA - APLICAÇÃO NO PROCESSO DO TRABALHO AUTOR BRUNA SOUZA GRANEIRO LOPES ORIENTADOR PROF. CARLOS AFONSO LEITE

Leia mais

Em relação à natureza jurídica do recurso existem duas correntes.

Em relação à natureza jurídica do recurso existem duas correntes. RECURSOS TRABALHISTAS CONCEITO E NATUREZA JURÍDICA Recurso é a provação do reexame de determinada decisão pela autoridade hierarquicamente, em regra, ou pela própria autoridade prolatora da decisão, objetivando

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO 301 1 Opoente: Opostos: SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE FOZ DO IGUAÇU SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE FOZ DO IGUAÇU E REGIÃO, FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE

Leia mais

PROVIMENTO Nº 04/2008

PROVIMENTO Nº 04/2008 PROVIMENTO Nº 04/2008 Disciplina os procedimentos relativos aos débitos das Fazendas Públicas Federal, Estadual e Municipal, em virtude de sentença judicial transitada em julgado, sujeitos ao regime de

Leia mais

Poder Judiciário. Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. Manoel Soares Monteiro

Poder Judiciário. Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. Manoel Soares Monteiro Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. Manoel Soares Monteiro DECISÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 200.2009.043121-0/ 001 RELATOR: AGRAVANTE: ADVOGADOS: AGRAVADO: ADVOGADO: Des. Manoel

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinado partido político, que possui dois deputados federais e dois senadores em seus quadros, preocupado com a efetiva regulamentação das normas constitucionais,

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO Dá nova redação ao artigo 86 e revoga o 1º do artigo 247 e o inciso XII do artigo 187, todos do Regimento Interno do TCE/RO, relativos à vista, carga e devolução de processos

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Tutela antecipada e suspensão da exigibildade do crédito tributário Eduardo Munhoz da Cunha* Sumário:1. Introdução. 2. A possibilidade de concessão de tutela antecipada contra a

Leia mais

2 A COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO

2 A COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO 121 EXECUÇÃO FISCAL. QUESTÕES RELEVANTES SOBRE AS AÇÕES RELATIVAS ÀS PENALIDADES ADMINISTRATIVAS IMPOSTAS AOS EMPREGADORES PELOS ÓRGÃOS DE FISCALIZAÇÃO DO MINISTÉRIO DO TRABALHO SUMÁRIO Lucilde D Ajuda

Leia mais

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Decreto-lei nº 7.661, de 21 de junho de 1945 Lei de Falências revogado. Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de

Leia mais

Processo nº 0003719-78.2011.5.12.0055. Termo de Audiência. Rito Ordinário

Processo nº 0003719-78.2011.5.12.0055. Termo de Audiência. Rito Ordinário Processo nº 0003719-78.2011.5.12.0055 Termo de Audiência Rito Ordinário Aos 24 (vinte e quatro) dias do mês de maio de dois mil e doze, às 17h, na sala de audiência da, por ordem do Exmo. Juiz Erno Blume,

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-4919-70.2012.5.12.0028. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/apm/lf

PROCESSO Nº TST-RR-4919-70.2012.5.12.0028. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/apm/lf A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMMEA/apm/lf I - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. PROCESSO ELETRÔNICO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA. CONTRATAÇÃO DE OUTRO EMPREGADO NAS MESMAS CONDIÇÕES. AUSÊNCIA DE PROVA

Leia mais

O VALOR DO QUINHÃO HEREDITÁRIO:

O VALOR DO QUINHÃO HEREDITÁRIO: 50 O VALOR DO QUINHÃO HEREDITÁRIO: COMENTÁRIO AO ACÓRDÃO Nº 70015232226 PROFERIDO EM SEDE DE AGRAVO DE INSTRUMENTO JULGADO PELO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO RIO GRANDE DO SUL André Leandro Polycarpo 1

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40. Acórdão: 19.708/12/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000172336-99 Impugnação: 40.010131187-81 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Transportadora R C Ltda IE: 625788240.00-50 Gustavo de Freitas DF/Barbacena

Leia mais

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT.

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Execução Trabalhista 1. EXECUÇÃO TRABALHISTA: ART. 876 ART. 892 da CLT Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista

Leia mais

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida 1 Controle da Constitucionalidade 1. Sobre o sistema brasileiro de controle de constitucionalidade, é correto afirmar que: a) compete a qualquer juiz ou tribunal, no primeiro caso desde que inexista pronunciamento

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo REGULAMENTO DO CENTRO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO NO BRASIL SÃO PAULO Artigo 1º O Centro de Arbitragem 1.1. O Centro de Mediação e Arbitragem da Câmara Portuguesa de Comércio

Leia mais

AULA 07. Herança Jacente = herança sem herdeiros notoriamente conhecidos (arts. 1819 e ss. do CC).

AULA 07. Herança Jacente = herança sem herdeiros notoriamente conhecidos (arts. 1819 e ss. do CC). 01 Profª Helisia Góes Disciplina: DIREITO CIVIL VI SUCESSÕES Turmas: 8ºDIV, 8ºDIN-1 e 8º DIN-2 Data: 21/08/12 AULA 07 II - SUCESSÃO EM GERAL (Cont...) 11. Herança Jacente e Vacante (arts. 1.819 a 1.823,

Leia mais

1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO ENTRE SEQUESTRO E ARRESTO:... 2. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS EM ESPÉCIE

1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO ENTRE SEQUESTRO E ARRESTO:... 2. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS EM ESPÉCIE 1 PROCESSO PENAL PONTO 1: Medidas Assecuratórias PONTO 2: Medidas Assecuratórias em Espécie PONTO 3: Sequestro PONTO 4: Arresto 1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000091762 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0020463-94.2008.8.26.0482, da Comarca de Presidente Prudente, em que é apelante REFRIGERANTES MARAJA S

Leia mais

Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA

Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA PROCESSO TRT/SP RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE RECORRIDO ORIGEM Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA : SINTHORESP SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLAT, RESTAURANTES, BARES,

Leia mais

Súmulas em matéria penal e processual penal.

Súmulas em matéria penal e processual penal. Vinculantes (penal e processual penal): Súmula Vinculante 5 A falta de defesa técnica por advogado no processo administrativo disciplinar não ofende a Constituição. Súmula Vinculante 9 O disposto no artigo

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Petição inicial: Queixa-crime. Endereçamento: Vara Criminal da Comarca de São Paulo SP. Vara criminal comum, visto que as penas máximas abstratas, somadas, ultrapassam dois anos. Como

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8 Peça Treino 8 Refrigeração Nacional, empresa de pequeno porte, contrata os serviços de um advogado em virtude de uma reclamação trabalhista movida pelo exempregado Sérgio Feres, ajuizada em 12.04.2013

Leia mais

Ação Ordinária nº 200.81.00.006

Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Nos autos da Ação Ordinária n 2000.81.00.006046-9, ajuizada por servidores da Justiça Federal no Ceará contra a União Federal, e que tramita na 2ª Vara da Justiça Federal,

Leia mais

Complementação do Material do TRT Processo do Trabalho

Complementação do Material do TRT Processo do Trabalho Complementação do Material do TRT Processo do Trabalho MANDADO DE SEGURANÇA O Mandado de Segurança é uma ação constitucional prevista no artigo 5º, LXIX e LXX da CRFB e organizada pela Lei 12.016/2009.

Leia mais

Sistema Bacen-Jud posição do CNJ.

Sistema Bacen-Jud posição do CNJ. Sistema Bacen-Jud posição do CNJ. O texto que segue abaixo não é um artigo com opiniões do autor, mas apenas um breve relatório sobre duas decisões do Conselho Nacional de Justiça em relação ao tema envolvendo

Leia mais

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 (Publicada no D.O.U. de 25/11/2014) Disciplina o Processo Administrativo Previdenciário - PAP para análise e julgamento das irregularidades em Regime Próprio

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em execução fiscal promovida pelo município para a cobrança de crédito tributário de ISSQN, realizou depósito integral e

Leia mais

Visão panorâmica do processo falimentar. O processo de falência tem 3 fases:

Visão panorâmica do processo falimentar. O processo de falência tem 3 fases: FALÊNCIA (LEI 11.101/05) Visão panorâmica do processo falimentar O processo de falência tem 3 fases: 1. Fase pré falencial Vai da petição inicial até a sentença, já que até antes da sentença ainda não

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. PROCEDIMENTO PADRÃO PERÍCIA AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO BRASIL: Perícia Ambiental É um procedimento utilizado como meio de prova; Fornecimento de subsídios

Leia mais

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC)

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) 2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) Cabe de acórdão não unânime por 2x1 3 modalidades: a) Julgamento da apelação b) Julgamento

Leia mais

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO,

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01497003320065020075

Leia mais

DO DOCUMENTO NOVO NA AÇÃO RESCISÓRIA

DO DOCUMENTO NOVO NA AÇÃO RESCISÓRIA UNIFMU Curso de Direito DO DOCUMENTO NOVO NA AÇÃO RESCISÓRIA PAULA HUSEK RA: 430187-1 Turma 329C Fone: 3871 2361 Orientador: Prof. Marcelo de Almeida Teixeira São Paulo 2003 UNIFMU Curso de Direito DO

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ TRADIÇÃO, EXPERIÊNCIA E OUSADIA DE QUEM É PIONEIRO Data: 23/03/2010 Estudo dirigido Curso: DIREITO Disciplina: DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II Professora: ILZA MARIA

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.384-B DE 2015 Disciplina o processo e o julgamento do recurso extraordinário e do recurso especial; altera a Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil;

Leia mais

NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO. Ailza Santos Silva Estagiária em Direito

NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO. Ailza Santos Silva Estagiária em Direito NOÇÕES GERAIS SOBRE O RECURSO DE AGRAVO Ailza Santos Silva Estagiária em Direito O agravo, como bem conceitua o Prof. Humberto Theodoro Júnior, é o recurso cabível contra as decisões interlocutórias (art.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECLAMAÇÃO 22.105 GOIÁS RELATORA RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ESTADO DE GOIÁS :PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DE GOIÁS :JUIZ DO TRABALHO DA 1ª

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.804, DE 2011

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.804, DE 2011 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.804, DE 2011 (Apenso: Projeto de Lei nº 3.768, de 2012) Altera o art. 103 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.507.239 - SP (2014/0340784-3) RELATÓRIO O SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO BELLIZZE: Trata-se de recurso especial interposto por Santander Leasing S.A. Arrendamento Mercantil, com fundamento

Leia mais

2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA. Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002

2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA. Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002 2ª VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA - DF TERMO DE AUDIÊNCIA Processo nº 0000307-61.2011.5.10.0002 Aos seis dias do mês de maio do ano de 2.011, às 17h10min, na sala de audiências desta Vara, por ordem da MMª.

Leia mais

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação.

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação. 1. Execução Resumo A Lei 11.232/05 colocou fim à autonomia do Processo de Execução dos Títulos Judiciais, adotando o processo sincrético (a fusão dos processos de conhecimento e executivo a fim de trazer

Leia mais

Comissão de Conciliação Prévia (art. 625-A, e seguintes, CLT)

Comissão de Conciliação Prévia (art. 625-A, e seguintes, CLT) Aula 2: Direito Processual do Trabalho Comissão de Conciliação Prévia; Procedimentos, atos, termo e prazo processual. Trâmite processual até conciliação Maria Inês Gerardo Comissão de Conciliação Prévia

Leia mais

CONTATO. carlos@mdmadv.com.br. Facebook Carlos Augusto Monteiro. Twitter - @MonteiroCarlosA

CONTATO. carlos@mdmadv.com.br. Facebook Carlos Augusto Monteiro. Twitter - @MonteiroCarlosA CONTATO carlos@mdmadv.com.br Facebook Carlos Augusto Monteiro Twitter - @MonteiroCarlosA AÇÃO RESCISÓRIA PREVISÃO LEGAL Previsão legal: art. 836 da CLT e 485 e seguintes do CPC. Ação Rescisório tem o corpo

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.187.146 - MT (2010/0053786-4) RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : ELÓI BRUNETTA : EUCLIDES RIBEIRO S JUNIOR E OUTRO(S) : BUNGE ALIMENTOS S/A : FÁBIO SCHNEIDER E OUTRO(S) RELATÓRIO

Leia mais

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT.

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT. Olá pessoal! Na aula de hoje comentarei a prova de Processo do Trabalho de Técnico Judiciário do TRT/Campinas que foi aplicada este ano, cuja banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). Direito

Leia mais

CÓPIA. Coordenação-Geral de Tributação. Relatório. Solução de Consulta Interna nº 16 - Cosit Data 30 de julho de 2014 Origem.

CÓPIA. Coordenação-Geral de Tributação. Relatório. Solução de Consulta Interna nº 16 - Cosit Data 30 de julho de 2014 Origem. Fl. 27 Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 16 - Data 30 de julho de 2014 Origem DRF/Goiânia ASSUNTO: Processo Administrativo Fiscal EMENTA: IMPUGNAÇÃO INTEMPESTIVA. CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma PODER JUDICIÁRIO FEDERAL RECURSO ORDINÁRIO. CERCEAMENTO DE DEFESA. NULIDADE. Quando o juiz determina a produção de determinada prova, imperativo é que as partes, em seu dever de contribuir

Leia mais

Garantias Constitucionais do Processo e Eficácia da Sentença Arbitral

Garantias Constitucionais do Processo e Eficácia da Sentença Arbitral Garantias Constitucionais do Processo e Eficácia da Sentença Arbitral José Rogério Cruz e Tucci - Professor Titular da Faculdade de Direito da USP. Ex- Presidente da Comissão de Pós-Graduação da Faculdade

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO I) AÇÃO RESCISÓRIA ESTRUTURA DA AÇÃO RESCISÓRIA 1. Endereçamento

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070630010993/PR RELATORA : Juíza Andréia Castro Dias RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL RECORRIDA : MARIA APARECIDA FERNANDES DE OLIVEIRA V O T

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.0000318446 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0001766-40.2013.8.26.0291, da Comarca de Jaboticabal, em que é

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO ORIGEM: PRT 12ª Região ORGÃO OFICIANTE: Cristiane Kraemer Gehlen Caravieri INTERESSADO 1: 1ª Vara do Trabalho de Florianópolis INTERESSADO 2: ACS S/A Eletrônica e Comunicações e outros ASSUNTO: 3.2.3.

Leia mais

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA

A C Ó R D Ã O Nº 70067495689 (Nº CNJ: 0434946-98.2015.8.21.7000) COMARCA DE PORTO ALEGRE AGRAVANTE LUIS FERNANDO MARTINS OLIVEIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. MANDADO DE SEGURANÇA. SERVIDOR PÚBLICO. DELEGADO DE POLÍCIA. AFASTAMENTO PREVENTIVO DO CARGO. REQUISITOS PARA A MEDIDA LIMINAR. 1. A concessão de medida liminar em mandado de segurança

Leia mais

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1 Direito - Técnico do TRF 4ª Região É possível estudar buscando materiais e aulas para cada uma das matérias do programa do concurso de Técnico do TRF 4ª Região. Basta disciplina e organização. Sugestão

Leia mais

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19.0000 PACIENTE: FABIO FERREIRA CHAVES DA SILVA AUTORIDADE COATORA: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA

Leia mais

Direito Processual Penal - Inquérito Policial

Direito Processual Penal - Inquérito Policial Direito Processual Penal - Inquérito Policial O inquérito policial é um procedimento administrativo préprocessual, de caráter facultativo, destinado a apurar infrações penais e sua respectiva autoria.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Partido Político "Z", que possui apenas três representantes na Câmara dos Deputados, por entender presente a violação de regras da CRFB, o procura para que, na

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal HABEAS CORPUS 115.126 SÃO PAULO RELATORA IMPTE.(S) : MIN. ROSA WEBER :ZHEN HAIFANG :WU LIZHEN :ZHOU XINYOU :LIU PEIHUA :WANDERLEY RODRIGUES BALDI :DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL QUE ATUA JUNTO AO AEROPORTO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 809.962 - RS (2006/0007992-0) RELATOR : MINISTRO LUIZ FUX RECORRENTE : COMPANHIA RIOGRANDENSE DE SANEAMENTO - CORSAN ADVOGADO : OSVALDO ANSELMO REGINATO E OUTROS RECORRIDO : JARBAS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO TRT/SP Nº 0001785-11.2011.5.02.0008 RECURSO ORDINÁRIO DA 8ª VT DE SÃO PAULO RECORRENTE : SINTHORESP SIND. EMPREG. HOT. APART. HOTÉIS RECORRIDO : PARKGRILL RESTAURANTE LTDA. - EPP Da r. sentença

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível M Poder Judiciário Apelação Cível nº. 0312090-42.2012.8.19.0001 Apelante: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS CEDAE Advogado: Dr. Luiz Carlos Zveiter Apelado: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS

Leia mais

Faço uma síntese da legislação previdenciária e das ações que dela decorreram. 1. A LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Faço uma síntese da legislação previdenciária e das ações que dela decorreram. 1. A LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA DECISÃO: O INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL-INSS ajuíza suspensão de segurança em face de decisão da 1ª Turma Recursal do Juizado Especial Federal Cível de São Paulo que antecipou 21.416 (vinte e um

Leia mais

DECISÃO. Relatório. 2. A decisão impugnada tem o teor seguinte:

DECISÃO. Relatório. 2. A decisão impugnada tem o teor seguinte: DECISÃO RECLAMAÇÃO. CONSTITUCIONAL. ALEGADO DESCUMPRIMENTO DA SÚMULA VINCULANTE N. 10 DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. RECLAMAÇÃO PROCEDENTE. Relatório 1. Reclamação, com pedido de antecipação de tutela, ajuizada

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg na CARTA ROGATÓRIA Nº 3.198 - US (2008/0069036-9) RELATÓRIO MINISTRO HUMBERTO GOMES DE BARROS: Agravo interno contra exequatur concedido pelo eminente Ministro Marco Aurélio do STF. Em suma, a decisão

Leia mais