Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN"

Transcrição

1 Campus Virtuais Arquitectura de Roaming Nacional Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Versão de Julho de 2009

2 Requisitos de uma solução nacional de roaming A implementação de uma solução de nacional de roaming para a rede e-u apresenta alguns desafios. Devido ao perfil académico das instituições envolvidas, esta solução deve ser suficientemente flexível de forma a permitir a constante evolução e inovação das características na academia. No entanto, para que o e-u funcione como um todo, devem ser asseguradas funcionalidades horizontais a todas as instituições. Desta forma, uma solução nacional de roaming deverá ter as seguintes características: Utilização de standards O desenho de hotspot e a solução Nacional de roaming devem ser independentes de fabricante e baseada em standards. Escalabilidade A solução Nacional de roaming deve escalar a um número alargado de instituições até cerca de 100; Simplicidade de gestão O(s) mecanismo(s) de autenticação dos utilizadores em roaming deve(m) ser transparente(s) para a instituição visitada. Esta não deve precisar das credenciais dos utilizadores das outras instituições. O controlo de abuso deve ser feito pela instituição de origem; Flexibilidade de integração A solução encontrada deve ser permitir a interoperação com outras soluções implementadas em redes académicas Europeias.

3 Requisitos de um hotspot As diferenças entre infra-estruturas wired e wireless são mínimas mas importantes. A principal é o controlo do acesso à infra-estrutura e o controlo da integridade da mesma. Existe um conjunto de vulnerabilidades conhecidas quer no desenho da norma , nomeadamente a fraqueza da cifra WEP, quer no controlo do espectro de frequências utilizadas, dada a facilidade da criação de redes ad-hoc à margem da infra-estrutura. O desenho e implementação de uma infra-estrutura wireless e-u deve cumprir os seguintes requisitos: Privacidade A comunicação sobre o meio rádio deve ser cifrada; Autenticação dos utilizadores Só utilizadores devidamente autenticados são autorizados a usar a infra-estrutura; Acesso à Internet Utilizadores autorizados têm, no mínimo, acesso à Internet; Usabilidade A simplicidade de utilização por parte dos utilizadores e para os sistemas operativos comuns (Windows, MacOS e Linux). O equipamento e a solução a implementar devem ter em conta a integração ou a fácil migração para estes novos standards de segurança em ambiente WI-FI. Solução 802.1x Esta solução 1 baseia-se no standard IEEE 802.1x - Port Based Network Access Control Protocol, uma plataforma de autenticação ao nível 2 da pilha OSI aplicável quer ao meio wired, quer ao meio wireless. Este standard usa o protocolo Extensible Authentication Protocol (EAP, RFC 2284) para transporte das credenciais de um utilizador entre o seu dispositivo WLAN e um servidor de autenticação (eg. servidor RADIUS). A autenticação bem sucedida habilita o utilizador a comunicar (ainda em nível 2) para além do Access Point ou switch ethernet ou seja, ter acesso à infra-estrutura de rede. Existem diversas variantes de EAP, sendo que o único standard existente até ao momento é o EAP-TLS que define um modelo autenticação simétrica entre o suplicante (utilizador) e o RADIUS (servidor de autenticação) baseado em certificados. Existem variantes deste standard, ainda em aprovação mas disponibilizados em larga escala, que reduzem a desvantagem do primeiro em necessitar de uma infra-estrutura de PKI. As variantes mais usadas são o PEAP da Microsoft, Cisco e RSA, e o EAP-TTLS da Funk software e que permitem a autenticação via um par username/password. A troca das credenciais é feita sobre um túnel cifrado TLS. Num ambiente wireless 802.1x um utilizador que pretende acesso à infra-estrutura, tem que possuir um cliente de software (suplicante) com suporte para a variante EAP definida pela sua instituição de ensino. Após a associação ao Access Point, é pedido ao utilizador que introduza as suas credenciais. Estas são transportadas até ao servidor de autenticação 1

4 e verificadas. O Access Point recebe a autorização ou negação de acesso e habilita ou não o utilizador a manter-se associado e usar a infra-estrutura. Proxy Nacional Para assegurar o roaming entre instituições, introduzimos a figura do RADIUS-proxy. A identificação dos utilizadores deve ser composta de duas partes (identificação de utilizador e domínio). O RADIUS local verifica se o utilizador pertence ao seu domínio e em caso afirmativo, valida as credenciais com a sua tabela de utilizadores Se não for o caso, redirecciona o pedido para um RADIUS Nacional que não possui informação de utilizadores, mas sim uma tabela que faz corresponder domínio a servidor de autenticação. Desta forma o pedido de autenticação de um utilizador em roaming é sempre enviado à instituição de origem. As vantagens desta solução são a facilidade de implementação pois requer apenas a manutenção dos serviços de RADIUS e DHCP, já bastante usados para outros fins dentro da maioria das instituições; a fácil escalabilidade a nível nacional e internacional e a independência de método de autenticação dado que cada instituição pode escolher o seu tipo de EAP, ie. o grau de segurança e usabilidade do serviço (eg. par username/password, certificados ou mesmo OTP-one time password). Como desvantagem esta solução apresenta a dependência de hardware dado que os Access Points têm que suportar 802.1x. A desvantagem da inexistência de software

5 cliente gratuito para todos os sistemas operativos (Windows, MacOS e Linux) encontrase cada vez menos evidente. Para sistemas operativos Windows existe um cliente PEAP integrado no Service Pack 1 do sistema operativo XP, e um cliente TTLS da Alfa & Aris (http://www.alfa-ariss.com). Para Linux e MAC existe um cliente que implementa simultaneamente PEAP e TTLS (http://www.open1x.org/) Requisitos para implementação da arquitectura Para implementação de uma solução nacional 802.1x é necessário criar uma hierarquia de servidores de RADIUS que transporte os pedidos de autenticação entre a instituição onde o utilizador se encontra e a instituição de origem. Na infra-estrutura de cada instituição e-u é necessário colocar Access Points com suporte 802.1x, Switchs layer 2 com suporte 802.1Q e um servidor de autenticação RADIUS com suporte EAP, EAP-TLS, PEAP ou EAP-TTLS (conforme a sua preferência). Em locais considerados chave (ou toda a infra-estrutura se possível), poderá estar disponível o acesso aberto wireless a um servidor WEB que contém informação útil para utilizadores sem experiência neste tipo de tecnologia. Este servidor deverá conter receitas para instalação do software necessário para o utilizador poder usar a infra-estrutura 802.1x com método de acesso WPA utilizando cifra TKIP. Os utilizadores têm que possuir um software cliente 802.1x para os dispositivos WLAN (portátil, PDA, etc.) que utiliza e para a variante de EAP da sua instituição de origem. Note-se que o utilizador só precisa de ser compatível (suplicante, variante de EAP) com a instituição de origem. Caso esteja em roaming, o RADIUS local é capaz de, de forma transparente, redireccionar um pedido de uma variante EAP que não a sua. Centralmente é necessário configurar um servidor de RADIUS e estabelecer túneis cifrados com cada RADIUS local. Complexidade de gestão Os utilizadores precisam de possuir um software cliente 802.1x para os seus dispositivos wireless. Os sistemas operativos Wiindows já possuem este software incluído no sistema operativo e existem clientes gratuitos no mercado para MacOS e Linux. O servidor de autenticação local deve estar ligado a uma base de dados que possua as credenciais dos utilizadores (eg. serviços de informática ou serviços administrativos). Segurança O 802.1x/EAP assegura a troca cifrada de credências entre o suplicante (software cliente) e o servidor de autenticação (RADIUS). Tanto o TTLS como o PEAP estabelecem um túnel TLS entre o cliente e o servidor garantindo assim a confidencialidade da

6 informação trocada durante a autenticação. Após a autenticação, a comunicação é cifrada com recurso a chaves dinâmicas (a alteração de chaves de 128 bits de 3 em 3 minutos é suficiente). Escalabilidade Para garantir o roaming Nacional é necessário criar uma infra-estrutura hierárquica de servidores de autenticação. O username do utilizador deve reflectir esta hierarquia (eg. Um RADIUS local só precisa de conhecer o RADIUS proxy Nacional. Sempre que for instalado um novo servidor local de RADIUS, este só precisa de ser configurado no RADIUS proxy Nacional.

7 Partilha da infra-estrutura A criação de uma infra-estrutura hierárquica de RADIUS permite a autenticação de utilizadores externos ao hotspot ou domínio onde estes se encontram, desde que os servidores de autenticação estejam ligados a esta infra-estrutura RADIUS. A utilização do 802.1x no mercado de telecomunicações começa a fazer-se sentir nomeadamente nos operadores móveis com o GSM consortium a elaborar um documento 2 que apresenta o 802.1x como solução de roaming dos seus clientes e o WLAN smart card consortium a descrever um modelo 3 de utilização dos vulgares SIMcard em hotspots wireless

Segurança em Redes de Computadores IEEE 802.1x

Segurança em Redes de Computadores IEEE 802.1x Segurança em Redes de Computadores IEEE 802.1x Redes de Comunicação Departamento de Engenharia da Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Protocolos

Leia mais

EAP (Extensible Authentication Protocol) RFC 3748

EAP (Extensible Authentication Protocol) RFC 3748 EAP (Extensible Authentication Protocol) RFC 3748 Redes de Comunicação Departamento de Engenharia da Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Instituto Superior de Engenharia de Lisboa EAP (Extensible

Leia mais

Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0

Campus Virtuais. Boas Práticas e-u/eduroam. Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN. Versão 2.0 Campus Virtuais Boas Práticas e-u/eduroam Nuno Gonçalves Pedro Simões FCCN Versão 2.0 Boas Práticas e-u Controlo de Versões Versão Data Status Alterações 1.0 2004-04-12 Draft Primeira Versão 2.0 2009-07-03

Leia mais

A solução objetiva conjugar a operação dos mecanismos internos do Padrão IEEE 802.11b com uma autenticação externa, utilizando o Padrão IEEE 802.1x.

A solução objetiva conjugar a operação dos mecanismos internos do Padrão IEEE 802.11b com uma autenticação externa, utilizando o Padrão IEEE 802.1x. 1 Introdução A comunicação de dados por redes sem fio (Wireless Local Area Network - WLAN - Padrão IEEE 802.11b) experimenta uma rápida expansão tecnológica, proporcionando novas soluções para serem implementadas

Leia mais

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br I Workshop do POP-MG Rede sem fio Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br Sumário Introdução Principais aplicações O padrão IEEE 802.11 Segurança e suas diferentes necessidades Conclusão 2/36

Leia mais

Aula 1 Gérson Porciúncula. 3COM - AirPort

Aula 1 Gérson Porciúncula. 3COM - AirPort Aula 1 Gérson Porciúncula 3COM - AirPort Atualmente existe três modelos de acces point AirPort, o Airport Express, Airport Extreme e AirPort Time Capsule O Express é um dispositivo para uso doméstico,

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar SEC03 Airhacks: : Como Criar Redes Wireless Seguras em Ambientes Microsoft Nuno Carvalho Director TécnicoT PVA TI Patrocinadores Agenda Introdução

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR Projeto de Redes de Computadores 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Henrique Machado Heitor Gouveia Gabriel Braz GOIÂNIA 2014-1 RADIUS

Leia mais

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Equipamento: O equipamento utilizado nesta demonstração é um roteador wireless D-Link modelo DI-524, apresentado na figura abaixo. A porta LAN desse

Leia mais

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson Vulnerabilidades em Redes Wifi Palestrante: Jeann Wilson Sumário Introdução Principais Utilizações Padrões de rede sem fio Vulnerabilidades Tipos de autenticação Problemas de configuração Tipos de ataques

Leia mais

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1 Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Redes Sem Fio (Wireless) 1 INTRODUÇÃO Redes Sem Fio (Wireless) 2 INTRODUÇÃO Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Base da segurança: Confidencialidade Controle

Leia mais

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO WISLIY LOPES JULIANO PIROZZELLI TULIO TSURUDA LUIZ GUILHERME MENDES PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS GOIÂNIA JUNHO DE 2014 Sumário 1.

Leia mais

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador

Leia mais

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores AYLSON SANTOS EDFRANCIS MARQUES HEVERTHON LUIZ THIAGO SHITINOE AYLSON SANTOS EDFRANCIS

Leia mais

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA Nome: Micaella Coelho Valente de Paula Matrícula: 201207115071 2 o Período Contents 1 Introdução 2 2 802.11 3 3 Seu Funcionamento 3 4 História 4

Leia mais

Wireless LAN (IEEE 802.11x)

Wireless LAN (IEEE 802.11x) Wireless LAN (IEEE 802.11x) WLAN: Wireless LAN Padrão proposto pela IEEE: IEEE 802.11x Define duas formas de organizar redes WLAN: Ad-hoc: Sem estrutura pré-definida. Cada computador é capaz de se comunicar

Leia mais

Domín í io d e C onhecimento t 2 : Se S gurança e m C omunicações Carlos Sampaio

Domín í io d e C onhecimento t 2 : Se S gurança e m C omunicações Carlos Sampaio Domínio de Conhecimento 2: Segurança em Comunicações Carlos Sampaio Agenda Segurança de acesso remoto 802.1x (Wireless) VPN RADIUS e TACACS+ PPTP e L2TP SSH IPSec Segurança de E-Mail MIME e S/MIME PGP

Leia mais

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii.

Índice. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Manual Rede Eduroam Índice 1- Rede Wireless a. Eduroam. 2- Como utilizar a Rede Wireless Eduroam a. Configuração da Eduroam nos portáteis. i. Windows XP. ii. Windows Vista iii. Windows 7 (Seven) 3- Outras

Leia mais

ThinkVantage Access Connections 4.1. Guia do Usuário

ThinkVantage Access Connections 4.1. Guia do Usuário ThinkVantage Access Connections 4.1 Guia do Usuário ThinkVantage Access Connections 4.1 Guia do Usuário Nota: Antes de utilizar estas informações e o produto para o qual oferecem suporte, leia as informações

Leia mais

Esta dúvida foi esclarecida através da simulação em laboratório dos diversos mecanismos de segurança propiciados pelos Padrões IEEE 802.

Esta dúvida foi esclarecida através da simulação em laboratório dos diversos mecanismos de segurança propiciados pelos Padrões IEEE 802. 6 Conclusão As inúmeras vantagens proporcionadas pela WLAN contribuem para a expansão das redes sem fio IEEE 802.11 nos ambientes empresariais, governamentais e residenciais. Porém, estas redes possuem

Leia mais

4 Metodologia e Implementação

4 Metodologia e Implementação 4 Metodologia e Implementação Como estudado no capítulo 3, as redes IEEE 802.11b possuem diversas vulnerabilidades decorrentes da fragilidade dos mecanismos de autenticação, confidencialidade e integridade

Leia mais

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Recomendação relativa a vulnerabilidade no modo WPA na rede e-u/eduroam

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DE CLIENTES 802.1X

CONFIGURAÇÃO DE CLIENTES 802.1X 7/1/2009 CONFIGURAÇÃO DE CLIENTES 802.1X Manual de Referência Versão 2.2 1 INDICE Introdução... 3 Configuração de Clientes Windows 802.1X... 4 Configuração no Windows Vista... 4 Configuração da interface

Leia mais

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde 1 Configurações de acesso à Internet na Escola EB 2,3 de S. Lourenço Manual do Utilizador 2 Configuração para Windows Antes de iniciar os passos de configuração

Leia mais

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 Segurança em WLANs (802.11) Parte 03 Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Protocolos de Segurança para Redes sem Fio WPA (Wi-Fi Protected Access)

Leia mais

BREVE MANUAL WIRELESS

BREVE MANUAL WIRELESS BREVE MANUAL WIRELESS Introdução O Projecto Municipal Seixal Digital pretende dotar o município do Seixal de equipamentos e infraestruturas que permitam o acesso às tecnologias de informação e comunicação.

Leia mais

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP USB(LAN) WIRELESS WIRELESS USB LAN L/MONO R L/MONO R SELECT 3D REFORM AUTO ADJUST SOURCE AUDIO IN COMPUTER / COMPONENT 2 IN PC CONTROL Security HDMI IN AUDIO IN AC IN USB LAMP STATUS Projector Portátil

Leia mais

Fechando o círculo: Levando a segurança de LAN sem fios às impressoras móveis. RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO

Fechando o círculo: Levando a segurança de LAN sem fios às impressoras móveis. RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO Fechando o círculo: Levando a segurança de LAN sem fios às impressoras móveis. RELATÓRIO INFORMATIVO SOBRE APLICAÇÃO Direitos autorais 2005 ZIH Corp. ZebraNet e todos os números e nomes de produtos, inclusive

Leia mais

Autenticação IEEE 802.1x em Redes de Computadores Utilizando TLS e EAP

Autenticação IEEE 802.1x em Redes de Computadores Utilizando TLS e EAP Autenticação IEEE 802.1x em Redes de Computadores Utilizando TLS e EAP Luiz Gustavo Barros (UEPG) luizgb@uepg.br Dierone César Foltran Junior (UEPG) foltran@uepg.br Resumo: As tecnologias de redes de computadores

Leia mais

Manual de procedimentos para ligação à rede sem fios minedu

Manual de procedimentos para ligação à rede sem fios minedu 1 - Configuração no Windows Vista Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para o Windows Vista. Antes de iniciar os passos de configuração, verifique se tem a placa Wireless ligada,

Leia mais

Segurança das redes sem fios para as escolas

Segurança das redes sem fios para as escolas Segurança das redes sem fios para as escolas 7-Novembro-2006 João Pagaime (Revisão Denise Fernandes, Lino Santos) 2006, FCCN SUMÁRIO Redes sem fios... 1 Riscos... 2 Vulnerabilidades... 2 Rede aberta...

Leia mais

NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005

NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005 NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005 Porquê o Wireless? Quais os motivos para rápida vulgarização das REDES WIRELESS? Não necessita de infra-estrutura de cabos Baixo custo Rápida

Leia mais

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas Enunciado do Projecto Conjunto

Leia mais

Manual de Configuração de Rede sem Fio.

Manual de Configuração de Rede sem Fio. IFBA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA Manual de Configuração de Rede sem Fio. 2010 T U R M A : 93631. IFBA - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Prof.: Rafael Reale Disciplina:

Leia mais

Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Roteador Sem Fio Prof. Marciano dos Santos Dionizio Roteador Sem Fio Um roteador wireless é um dispositivo de redes que executa a função de um roteador mas também inclui as funções de um access point.

Leia mais

Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista

Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria Equipa PTE 2015/2016 CONFIGURAÇÕES DE ACESSO À REDE MINEDU Internet sem fios minedu (primeira vez) Windows Vista 1. Verificar se o computador está atualizado com o

Leia mais

Segurança em redes 802.11

Segurança em redes 802.11 Segurança em redes 802.11 Fernando Boavida Departamento de Engenharia Informática FCTUC http://www.dei.uc.pt/~boavida 1 Objectivos Explicar as motivações para a segurança em redes wireless Identificar

Leia mais

Redes AirPort da Apple

Redes AirPort da Apple Redes AirPort da Apple 3 Índice Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um dispositivo sem fio da Apple para acesso à Internet utilizando o Utilitário AirPort 7 Aumento do raio de alcance da sua rede

Leia mais

Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort. Mac OS X v10.5 + Windows

Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort. Mac OS X v10.5 + Windows Criação de redes AirPort com o Utilitário AirPort Mac OS X v10.5 + Windows 1 Conteúdo Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um periférico sem fios Apple para aceder à Internet através do utilitário

Leia mais

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva Segurança em Redes IEEE 802.11 Ienne Lira Flavio Silva REDES PADRÃO IEEE 802.11 O padrão IEEE 802.11 define as regras relativas à subcamada de Controle de Acesso ao Meio (MAC) e camada física (PHY). Da

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO SANTARÉM MINEDU Manual de configuração da rede sem fios 1 - Configuração do cliente para Windows Exemplo de configuração de 802.1x com Certificados de Servidor para

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos SEC07 SEC07. Sérgio Martins Security Consultant Unisys. Security Consultant Unisys.

Patrocinadores. Agenda. Objectivos SEC07 SEC07. Sérgio Martins Security Consultant Unisys. Security Consultant Unisys. Microsoft TechDays 2005 SEC07 Aprender, Partilhar, Experimentar Autenticação de Rede com Certificados Digitais Sérgio Martins Security Consultant Unisys Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar

Leia mais

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos Redes Wireless 26/1/07 Rui Santos Índice Introdução Classificação das redes sem fios Padrões Wi-Fi Equipamento necessário Segurança Links 05-02-2007 2 Introdução http://pt.wikipedia.org/wiki/rede_sem_fios

Leia mais

Segurança em Redes Wi-Fi

Segurança em Redes Wi-Fi Segurança em Redes Wi-Fi (um Estudo de Caso) Ewerton L. Madruga (PUC-Rio( PUC-Rio) Seminário de Capacitação e Inovação Rede Nacional de Pesquisa - RNP Recife PE, Dezembro 2004 1 Tópicos Redes Wi-Fi (IEEE

Leia mais

LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP

LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP LIGAÇÃO à rede sem fios minedu Instruções para Window XP (Para Windows Vista os Passos são semelhantes) Para usar a nova rede é necessário configurar uma nova ligação de rede no computador. Credenciais

Leia mais

Segurança em redes sem fios Wi-Fi

Segurança em redes sem fios Wi-Fi Segurança em redes sem fios Wi-Fi Jaime Dias FEUP > DEEC > MRSC > Segurança em Sistemas e Redes v3 802.11 Wireless Local Area Network Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) 802.11 (2

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROFESSORA: Marissol Martins AUTENTICAÇÃO DE MAQUINAS USANDO SERVIDOR FREERADIUS ALEXANDRE WILLIE EDER VERISSIMO HANANNY GIANINNY Goiânia GO Dezembro/2014

Leia mais

Tecnologia Wireless MAXg

Tecnologia Wireless MAXg Tecnologia Wireless MAXg MAXimizando o alcance, desempenho, segurança e simplicidade das redes 802.11g Nota Tecnológica Não restam dúvidas de que a tecnologia sem fios se tornou presença permanente no

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais UNIVERSIDADE DOS AÇORES Configuração Wi- Fi Eduroam Manuais Serviço de Tecnologias de Informação e Comunicação 2015 Índice ALUNOS... 2 Android... 2 IOS... 5 Mac OS... 8 Windows 7... 12 Windows 8... 17

Leia mais

Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2. Grupo: Espedito Anderson Américo Jean

Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2. Grupo: Espedito Anderson Américo Jean Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2 Grupo: Espedito Anderson Américo Jean 1 Agenda Introdução Wireless Wi-Fi WiMax Segurança WEP WPA WPA2 Conclusão 2 Introdução Comunicação

Leia mais

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos 2013 Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos Protocolos de Segurança de Redes WI-FI Este documento destina-se a ser uma resenha crítica tendo como base o texto Entenda WEP e WPA, protocolos de

Leia mais

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Giovan Carlo Germoglio Mestrado em Informática Departamento de Informática Universidade do Minho 1 Contextualização Padrão IEEE 802.11 Wireless LAN: Estabelecido em

Leia mais

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice Wireless Network Global Solutions WiNGS Wireless Gateway Manual Índice Pagina Características Técnicas 3 Descrição do Aparelho 4 Quick Start 5 Utilizando a interface de administração WEB 7 Login 7 Usuários

Leia mais

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour WLAN: Parte II Controle de Acesso ao Meio e Segurança Padrões WLAN: WiFi Define duas formas de organizar redes WLAN: Ad-hoc: Apenas computadores computadores

Leia mais

Tecnologia 802.1X. Eng. Alessandro C. Bianchini alessanc@gmail.com

Tecnologia 802.1X. Eng. Alessandro C. Bianchini alessanc@gmail.com Tecnologia 802.1 Eng. Alessandro C. Bianchini alessanc@gmail.com Apresentação Alessandro Coneglian Bianchini exerce a função de engenheiro na NEC Brasil, atuando na elaboração de projetos e implantação

Leia mais

Rede de Computadores II

Rede de Computadores II Rede de Computadores II Slide 1 WPA2 / IEEE 802.11i - Wi-Fi Protected Access 2 Devido a algumas falhas de implementação o WPA foi substituído, em 2004, pelo padrão IEEE 802.11i ou WPA2. Slide 2 WPA 2 /

Leia mais

Router Wireless Xavi X7868r/X7868r+

Router Wireless Xavi X7868r/X7868r+ Router Wireless Xavi X7868r/X7868r+ Guia de Instalação Rápida Modem Router Wireless Xavi X7868r/X7868r+ (Windows XP) Funcionalidades Transmissão de dados em alta velocidade assimétrica sobre pares de cobre

Leia mais

VPN PPTP (Point to Point Tunneling Protocol)

VPN PPTP (Point to Point Tunneling Protocol) VPN PPTP (Point to Point Tunneling Protocol) Redes de Comunicação Departamento de Engenharia da Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Baseado em: VPNs

Leia mais

Wireless Red e e d s e s s e s m e m fi f o

Wireless Red e e d s e s s e s m e m fi f o Wireless Redes sem fio A tecnologia Wireless (sem fio) permite a conexão entre diferentes pontos sem a necessidade do uso de cabos (nem de telefonia, nem de TV a cabo, nem de fibra óptica), através da

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos.

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos. Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Camada Física: Redes Sem Fio Equipamentos de Rede O que já conhecemos. Cabos; Atenas; Tipos de transmissão; 1 O que vamos conhecer. Equipamentos

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

1.1 CONCEITOS BÁSICOS

1.1 CONCEITOS BÁSICOS 1.1 CONCEITOS BÁSICOS PADRÕES 802.11a 802.11b 802.11g 802.11n TRANSMISSÃO VIA RÁDIO E INTERFERÊNCIA - ALCANCE DA REDE SEM FIO SEGURANÇA WEP (WIRED EQUIVALENT PRIVACY) - - - - - - WPA E WPA2 (WI-FI PROTECTED

Leia mais

Implementação do Protocolo 802.1x. Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira. Thyago Ferreira Almeida

Implementação do Protocolo 802.1x. Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira. Thyago Ferreira Almeida Implementação do Protocolo 802.1x Utilizando Servidor de Autenticação FreeRadius. Discentes: Luiz Guilherme Ferreira Thyago Ferreira Almeida Vilmar de Sousa Junior Projeto de Redes de Computadores Professor

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt Redes sem fio modo de infraestrutura estação-base conecta hospedeiros móveis à rede com fio infraestrutura de

Leia mais

Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um periférico sem fios Apple para aceder à Internet através do utilitário

Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um periférico sem fios Apple para aceder à Internet através do utilitário Redes Apple AirPort 1 Conteúdo Capítulo 1 4 Introdução 6 Como configurar um periférico sem fios Apple para aceder à Internet através do utilitário AirPort 7 Como alargar o alcance da sua rede AirPort 7

Leia mais

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Instituto Superior Miguel Torga Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Estrutura das Aulas 5 Aulas Aula 10 (20 de Abril) Classificação Componentes Aula 11 (27 de Abril)

Leia mais

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA

MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA MANUAL WIRELESS DOS PONTOS MUNICIPAIS DE BANDA LARGA Introdução O Projecto Municipal dos Pontos Municipais de Banda Larga (PMBL) pretende dotar o Município de Almeida de equipamentos e infra-estruturas

Leia mais

Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA

Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA Logotipo Viana do Castelo Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA Luís Barreto Instituto Politécnico de Viana do Castelo Susana Sargento Universidade de Aveiro 8ª Conferência sobre

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 2 Redes Sem Fio Tecnologias Atuais de Redes - Redes Sem Fio 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Alcance Interferência Padrões Segurança Tecnologias Atuais de Redes - Redes

Leia mais

IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria

IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria Projeto Informático 2011 IPv6 em Redes Wireless IPv6@IPLeiria Bruno Silvestre, Carlos Silva Orientador : Nuno Veiga 26 de Julho 2011 Sumário Objetivos e Motivação Vantagens do IPv6 Tipos de Endereços Autenticação

Leia mais

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS Especificação do Projecto Grupo nº: 9 Turno (e campus): Taguspark Nome Número Luís Silva 68672 Ivo Marcelino 70684 José Lucas 70685 Nome do Projecto Enterprise Digital Content

Leia mais

SEGURANÇA DE DADOS 1/1. Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0

SEGURANÇA DE DADOS 1/1. Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0 SEGURANÇA DE DADOS 1/1 Copyright Nokia Corporation 2002. All rights reserved. Ver. 1.0 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ARQUITECTURAS DE ACESSO REMOTO... 3 2.1 ACESSO POR MODEM DE ACESSO TELEFÓNICO... 3 2.2

Leia mais

Configuração para Windows XP

Configuração para Windows XP Configuração para Windows XP O exemplo de configuração representa os passos necessários para a configuração do método de autenticação 802.1x/EAP-PEAP para o sistema operativo Windows XP (versão Português/Inglês),

Leia mais

Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius

Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius Tutorial de configuração de rede wireless ISPGayaRadius 1 Índice Como configurar a rede wireless do ISPGayaRadius no Windows XP?...3 Como configurar a rede wireless do ISPGayaRadius no Windows Vista ou

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA TERESA Pregão Presencial Nº 000131/2014 Abertura 24/10/2014 09:00 Processo 012339/2014 Lote 00001 - LOTE 01 - IMPRESSORA Descrição Ítem Código Especificação Unidade Quantidade Marca Unitário Valor Total 00001

Leia mais

Rede EDUROAM baseada em FreeRadius

Rede EDUROAM baseada em FreeRadius Rede EDUROAM baseada em FreeRadius com EAP-TTLS José Alexandre Carvalho Amorim Relatório de Estágio, supervisionado pelo Professor Doutor Pedro Brandão e submetido à Faculdade de Ciências da Universidade

Leia mais

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA Routerboard RB 433 Routerboard RB 750 Routerboard RB 1100 AH Redes Wireless Wireless, provém do inglês: wire (fio, cabo); less (sem); ou seja: sem fios. Utiliza

Leia mais

Especificação Técnica Para Aquisição. Descrição / Especificação Técnica

Especificação Técnica Para Aquisição. Descrição / Especificação Técnica 1 PLACA MÃE E MICROPROCESSADOR Descrição / Especificação Técnica Microprocessador com dissipador e cooler apropriados, tecnologia Mobile (portátil) de 32 e 64 bits. 1.01 Para microprocessadores INTEL,

Leia mais

Guia das Cidades Digitais

Guia das Cidades Digitais Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais Módulo 4: Tecnologia Wi-Fi INATEL Competence Center treinamento@inatel.br Tel: (35) 3471-9330 Este módulo trata da tecnologia de acesso sem fio mais amplamente

Leia mais

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57 Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio Objetivos Descrever como funciona o controle de acesso baseado em filtros de endereços; Definir o que é criptografia e qual a sua importância;

Leia mais

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP

Autenticação 802.1x. Configuração SSID eduroam, em Windows XP Autenticação 802.1x ISCAC Configuração SSID eduroam, em Windows XP Requisitos Hardware Placa de rede wireless que preencha as normas Wi-Fi 802.11b e/ou 802.11g. Software - Apresentamos a configuração para

Leia mais

Descrição da UnB Wireless

Descrição da UnB Wireless Descrição da UnB Wireless Descrição A rede UNB Wireless é um serviço da UnB que disponibiliza rede sem fio corporativa utilizando as melhores técnicas de segurança e privacidade aos usuários de Matricula

Leia mais

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET Tiago Rodrigues Chaves Orientador: Ricardo Augusto Rabelo de Oliveira 16 de

Leia mais

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03 X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/0 SEGURANÇA EM REDES WIRELESS Bruno Marques Amaral Engenharia de Telecomunicações, UERJ o Período Orientador: Márcio Portes de Albuquerque Co-orientadora:

Leia mais

Sem fios (somente em alguns modelos)

Sem fios (somente em alguns modelos) Sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registadas da Microsoft Corporation nos EUA. Bluetooth

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Nome Número Docente: JA VA Curso: LERCM MEIC MEET MERCM Exame (responda a todas as perguntas pares) / Repetição do 1º teste Nas questões de resposta múltipla (V/F) assinale com uma cruz a resposta correta.

Leia mais

Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador

Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Comunicação sem fios (somente em alguns modelos) Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. Bluetooth

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares

Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares Pergunta Resposta 1 A B C D E F 2 A B C D E F 3 A B C D E F 4 A B C D E F 5 A B C D E F 6 A B C D E F

Leia mais

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015)

Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes de Computadores (RCOMP 2014/2015) Redes Privadas Virtuais (VPN) Protocolo PPP 1 Virtual Private Network (VPN) Uma VPN é uma infra-estrutura de comunicação de nível 2 (camada de ligação lógica) que

Leia mais

Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP)

Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP) Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviços de Comunicações Configuração eduroam Windows XP (Autenticação PEAP) Para aceder à Rede Wi-Fi da Universidade do Minho utilizando o standard 802.1x deverá atualizar

Leia mais

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless)

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Apucarana, 01 de fevereiro de 2011. Objetivos A política de utilização da rede wireless tem como objetivo estabelecer regras e normas de utilização e ao

Leia mais

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network Fundamentos de Tecnologias Wireless Parte 1 Assunto Tecnologias Wireless Introdução à Wireless LAN Algumas questões e desafios Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area

Leia mais

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos)

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Guia do Usuário Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas da Microsoft Corporation nos

Leia mais

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens:

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: Redes Sem Fio Instalação Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: O Projetista é o responsável: Cálculo dos link e perdas Site survey (levantamento em campo das informações)

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Segurança em Comunicações Protocolos de Segurança VPN 2 1 Comunicações Origem Destino Meio Protocolo 3 Ataques Interceptação Modificação Interrupção Fabricação 4 2 Interceptação

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012

ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012 ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012 No Anexo I, item 23.2.2 (Qualificação da equipe técnica) Data: 06/02/2012 Estes profissionais deverão apresentar seu currículo (conforme modelo FORM

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 01 Prof. André Lucio Competências do modulo Introdução ao sistema operacional Windows Instalação e configuração do sistema

Leia mais

IEEE 802.11a. IEEE 802.11b. IEEE 802.11a/b/g. IEEE 802.11g. IEEE 802.11n 23/09/2015. Histórico Funcionamento Padrões Equipamentos Wimax PLC

IEEE 802.11a. IEEE 802.11b. IEEE 802.11a/b/g. IEEE 802.11g. IEEE 802.11n 23/09/2015. Histórico Funcionamento Padrões Equipamentos Wimax PLC Redes de Computadores Fabricio Alessi Steinmacher Histórico Funcionamento Padrões Wimax PLC H I S T Ó R I C O Wire (cabo, fio) + Less (sem) IEEE 802.11a IEEE 802.11b IEEE 802.11g IEEE 802.11n Faixa 5GHZ

Leia mais

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO:

ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: ÓRGÃO: UASG: ENDEREÇO DE ENTREGA: RESPONSÁVEL TÉCNICO: GRUPO 1 Item Quant. Descrição item R$ unitário R$ total 01 123 SWITCH TIPO 01: Equipamento tipo Switch Gigabit Ethernet com capacidade de operação

Leia mais