Investimentos na indústria naval crescem no Brasil e migram para o Nordeste

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Investimentos na indústria naval crescem no Brasil e migram para o Nordeste"

Transcrição

1 Nº15 Ano IV abr - jul/11 Investimentos na indústria naval crescem no Brasil e migram para o Nordeste DCDN presente no Hospital do Cariri, no Ceará p.2 Parceria DCDN com Moura Dubeux é ampliada esse ano p.6 DCDN consolida parceria com Grupo Queiroz Galvão p.8

2 NOTAS INFORMATIVO DCDN Treinamento STAR da Cummins Power Generation DCDN no Hospital do Cariri, no Ceará Grupo de clientes do Nordeste visita a Komatsu do Brasil 2 Foto acima da esquerda para direita: Rafael Delia, José Maria e Luiz Rubino. A DCDN sempre investindo em capacitação técnica de sua equipe participou em agosto das duas primeiras turmas do treinamento STAR aplicadas no Brasil, que tem como objetivo agregar mais valor ao suporte prestado ao cliente. O programa visa envolver toda a equipe de vendas dos distribuidores, fornecendo ferramentas que suportem o processo de vendas, como prospecção de novas oportunidades, respostas à perguntas sobre produto e suporte para vendas de projetos. O treinamento contou com a presença dos novos coordenadores técnico/comercial José Maria e Alexandre Lira, respectivamente responsáveis pelas filiais de Fortaleza-CE e Jaboatão dos Guararapes-PE, além da presença do Engenheiro de Vendas Glaydson Ferreira. Com tecnologia de ponta, o Hospital Regional do Cariri começou a funcionar no Ceará no último mês de maio. O Hospital atende a casos graves, nas áreas de urgência e emergência, e custou aos cofres públicos R$ 105,6 milhões, incluindo verbas do Estado e do Ministério da Saúde. A DCDN, Distribuidor Cummins Power Generation para região nordeste, por meio de sua equipe do Ceará, já forneceu os grupos geradores para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e agora fornece para o Hospital Geral do Cariri (HGC) geradores que garantem a energia para todo o empreendimento. Nos dias 07 e 08 de junho, cerca de 70 clientes do nordeste brasileiro visitaram a empresa Komatsu do Brasil, em Suzano (SP). No dia 07/06, foi realizado um jantar, que contou com um show humorístico do artista Ari Toledo. Já no dia 08/06, os clientes tiveram a oportunidade de conhecer a história, estrutura física, modos de produção e produtos da empresa. Além disso, assistiram a uma animação da operação das máquinas da Komatsu do Brasil. Fundada em 1975, numa área de m², na cidade de Suzano (SP), a Komatsu do Brasil foi a primeira fábrica instalada fora do Japão. Desde então, atua no mercado brasileiro, participando de obras em rodovias, ferrovias, aeroportos, hidroelétricas, pólos petroquímicos, agricultura e mineração. A empresa produz escavadeiras hidráulicas, carregadeiras de rodas e motoniveladoras, além de ser a base de fabricação e distribuição mundial de tratores de esteiras de médio porte exportados para todos os continentes. Se o senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam (Salmos 127:01) Informativo DCDN é uma publicação trimestral da DCDN - Distribuidora Cummins Diesel do Nordeste Matriz em Fortaleza - CE - BR 116, Km 10, N.º CEP Telefone: Fax: Filial Recife PE Rua Barreto de Menezes, Nº1280/ 1312 Prazeres Jaboatão dos Guararapes Telefone: Fax: Website: Produção editorial: Gadioli Comunicação Design de fechamento: Samuel Harami Rua Sabino Pires, 42A, Aldeota - Fortaleza - Ceará Telefone: Jornalista Responsável: Juliana de Fátima (MT1748CE) Tiragem: Impressão: Expressão Gráfica

3 INFORMATIVO DCDN ACONTECE NA DCDN Treinamento DCDN na filial de Pernambuco No dia 05 de abril, colaboradores DCDN da filial de Pernambuco participaram de treinamento, composto de dois módulos Conhecendo a DCDN e Motor Diesel Básico. As aulas foram ministradas pelo Gerente do Departamento de Geradores da DCDN, Leonardy Giordany, que, no primeiro módulo, falou sobre a história da DCDN e das empresas representadas, a situação atual do grupo e os planos para o futuro. Já no módulo Motor Diesel Básico foi apresentado o funcionamento básico de motores diesel, que contou com aula prática e teórica. Venda de Tratores Komatsu para Grupo Sóconstroi Capacitação DCDN sobre motores Cummins ECOFOR Capacitar, diagnosticar e solucionar problemas de gerenciamento eletrônico de motores Cummins foi o objetivo do curso realizado na sede da DCDN, em Fortaleza, no dia 02 de junho. Voltado para os colaboradores da empresa Ecofor Ambiental, cliente da DCDN, o treinamento foi ministrado pelo mecânico, Deusimar Lopes. Na ocasião, o instrutor falou sobre a ferramenta eletrônica de diagnóstico de motores INSITE. Esse curso, certamente, contribuirá para que a Ecofor tenha mão de obra especializada em motores Cummins, afirmou Deusimar Lopes. 3 No mês de setembro, a DCDN entregará à Sómaquinas, uma das empresas do Grupo Sóconstroi, 14 tratores Komatsu, de grande porte. É a maior venda deste tipo de produto já registrada pela DCDN. O valor do negócio ficou em aproximadamente R$ 10 milhões. Os modelos adquiridos foram: seis tratores Komatsu D-51 EX-22, seis tratores Komatsu D-61-EX-15EO e dois tratores Komatsu D-155AX-6. A Sómaquinas é uma das empresas do Grupo Sóconstroi e tem como atividade terraplanagens pesadas, demolições e aluguéis de máquinas industriais e caminhões. A parceria com a DCDN traz para o grupo o melhor custo-benefício quando se considera o suporte técnico e os custos de manutenção, sem falar na eficiência e tecnologia dos produtos Komatsu afirma Karla Paz, da DCDN, responsável pela venda.

4 CAPA INFORMATIVO DCDN Investimentos na indústria naval crescem no Brasil e migram para o Nordeste 4 A estabilidade política e econômica, o plano estratégico da Petrobrás para o pré-sal e a decisão do governo de impulsionar o transporte marítimo e fluvial têm impulsionado o crescimento do setor da indústria naval no Brasil. O Nordeste é uma das regiões que mais cresce na distribuição e produção de equipamentos para o setor naval. A DCDN, que atende a indústria naval cearense há mais de 20 anos, já está preparada para o aumento da demanda e assina o fornecimento de motores, geradores, peças e suporte técnico de seis dos nove barcos de apoio a plataformas em construção no estado. A empresa também entregará, neste semestre, motores e grupos geradores Cummins para a construção de dois barcos CrewBoats da Marimar, que irão operar em Macaé (RJ), nas plataformas do pré-sal. Impulso na Indústria Naval Brasileira O setor da indústria naval do Brasil está retomando a fase de crescimento. O país, que já foi o terceiro maior construtor de navios na década de 1970, viu o setor praticamente falir nas duas décadas seguintes. Mas, atualmente, os estaleiros comemoram a retomada do crescimento. Só para se ter uma ideia, nos últimos dez anos, os empregos diretos gerados na área pularam de em 2000 para 46,5 mil em A expectativa do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval (Sinaval) é que até 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, os postos de trabalho diretos cheguem a 60 mil e os indiretos a 240 mil. Além disso, ainda de acordo com dados do Sinaval, a carteira de pedidos nos estaleiros nacionais até 2014 vai passar de 300 embarcações. O Brasil já ocupa o sexto lugar no ranking internacional da indústria naval. O país já conta com 26 estaleiros, sendo que o Atlântico Sul, no município de Ipojuca - complexo portuário de Suape (PE) - é o maior do hemisfério sul. Quatro estaleiros brasileiros estão investindo na ampliação: Alliança e MacLaren Oil (RJ), Wilson Sons (SP) e Rio Grande (RS). Três novos estão em processo de implantação: Jurong (ES), STX Brasil Offshore (ex-aker Yards) (RJ) e o Estaleiro da Bahia (BA). Além disso, há rumores de um estaleiro no Maranhão, outro no Ceará e ainda um investimento do empresário Eike Batista em estaleiro no Norte Fluminense. O sucesso do setor é puxado principalmente pela estabilidade política e econômica alcançadas no Brasil, pela abertura do mercado, pelo plano estratégico da Petrobrás para o pré-sal e pela decisão do governo de impulsionar o transporte marítimo e fluvial, que há muito estava esquecido. Com a demanda crescente nos estaleiros, a indústria de equipamentos para navios, ou navipeças, também se movimenta para acompanhar o mercado. Boa parte das peças utilizadas no Brasil ainda é importada, mas existe uma mudança em curso neste quadro. No último mês de junho, a presidente Dilma Rousseff anunciou que o governo federal vai estimular o desenvolvimento da indústria de navipeças (fabricantes de peças para indústria naval) no país. Assim como tem a indústria de autopeças para os automóveis, queremos que no Brasil se construa cada peça desta plataforma. Temos que querer estabelecer no Brasil uma indústria de navipeças, disse Dilma Roussef. Hoje, o setor de navipeças brasileiro é composto por 200 indústrias de máquinas, componentes, equipamentos e acessórios. Para acompanhar o crescimento constante da indústria naval, o setor precisa investir ainda mais na produção de maquinários e equipamentos e em mão de obra qualificada. Um exemplo desse tipo de iniciativa é a decisão da Petrobrás, que, por meio do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), encomendou 49 navios, com entrega prevista até 2015.

5 INFORMATIVO DCDN CAPA Investimentos da indústria naval migram para o nordeste Nesse contexto, o Nordeste já desponta como novo caminho para os investimentos da indústria naval. De acordo com o Sinaval, 80% dos investimentos planejados para o setor até 2013 serão feitos nessa região. Dos R$ 7,6 bilhões de recursos destinados ao setor naval no período, R$ 6,1 bilhões terão como destino o nordeste. Ao todo serão pelo menos 17 novos estaleiros, nove dos quais serão implantados na região. A demanda por empresas de ponta e fornecedoras para essas cadeias produtivas é relativamente nova na região Nordeste, merecendo destaque, sobretudo, para Bahia e Pernambuco. Já o Ceará, precisa ainda de implantação de indústrias de base, como refinarias e siderúrgicas, para ganhar mais destaque. Nesse estado, os empreendimentos estão prometidos apenas para o final da década. Cummins e DCDN nos portos brasileiros A DCDN já está pronta para receber a crescente demanda do mercado naval. A prova é que a Cummins, maior fabricante independente de motores Diesel, Geradores, Componentes e motores Gás, por meio de seu Distribuidor DCDN, de Fortaleza (CE), fechou, em março, a venda de oito motores e quatro grupos geradores para o Estaleiro Indústria Naval do Ceará (Inace) para a construção de dois barcos da Marimar, operadora de embarcações para suporte offshore. As duas embarcações da Marimar receberão, no início deste semestre, quatro motores Cummins KTA50-M2 cada uma. Os propulsores, de 50 litros, contam com potência de cavalos e são fabricados na fábrica inglesa da Cummins, em Daventry. De fácil manuseio e já bastante utilizado no mercado marítimo, o KTA50-M2 traz um sistema mecânico de injeção de combustível, com gerenciamento eletrônico. As quatro unidades do grupo gerador da Cummins, 6B-CP, de 99 kw, serão entregues juntamente aos propulsores. De acordo com o gerente executivo de negócios da Cummins Marine para América Latina, Waldemar Marchetti, os barcos que receberão os motores e os grupos geradores da Cummins são conhecidos como Crewboats e prestam suporte às plataformas de petróleo. Serão barcos de 90 metros de comprimento que podem levar até 100 tripulantes. Além disso, são extremamente rápidos, podendo alcançar velocidade máxima de 30 nós, bastante elevada para esse tipo de embarcação, afirma Marchetti. Ainda segundo Marchetti, a Cummins detém 70% do mercado global para esse tipo de embarcação e está preparada para acompanhar a ascensão deste mercado. A tendência é de crescimento em função da distância das plataformas do pré-sal e a Cummins está em todos os portos, pronta para prestar suporte especializado para todas as embarcações. É pela confiabilidade de nossos produtos e suporte dado aos mesmos que seguimos crescendo, finaliza Marchetti. 5

6 NOVAS INFORMATIVO DCDN Cummins recebe Selo por desenvolver ações de Formação Profissional A Cummins Brasil, maior fabricante independente de motores Diesel, recebeu no último dia 28 de abril, no auditório do Paço Municipal, em Guarulhos (SP), o Selo Empresa Parceira da Formação Profissional por dois de seus projetos desenvolvidos na área de Responsabilidade Corporativa Programa Jovem Cidadão e Oficina de Costura. A entrega do Selo é uma iniciativa da Prefeitura de Guarulhos e tem por objetivo reconhecer empresas e instituições da região que se destacaram na organização de programas de formação e qualificação profissional. Implantado em 2005, o Programa Jovem Cidadão tem o intuito de oferecer oportunidade de trabalho para jovens de 16 a 21 anos que estudam em escolas da rede pública estadual da região de Cumbica (SP). Até 2009, 85 jovens passaram pelo programa, sendo que 40% já estão empregados e 25 participantes realizam estágios na Cummins do Brasil. Cinco desses já foram contratados por empresas que são prestadoras de serviço da Cummins. Já a Oficina de Costura oferece cursos de corte, costura e empreendedorismo. As aulas acontecem no Centro Comunitário J. Irwin Miller, em prédio de 220 m², construído pela Cummins Brasil. No local, são desenvolvidos projetos de geração de renda, treinamentos e capacitação dos moradores do bairro do Jardim Cumbica, em Guarulhos. 6 Parceria entre DCDN e Moura Dubeux Engenharia é ampliada este ano Moura Dubeux Engenharia A grife de empreendimentos em toda região Nordeste confirma sua parceria com o que existe de melhor em Grupo Gerador no Brasil e no Mundo. Depois de realizar o fornecimento de grupos geradores para cartões postais de Recife, as torres do Pier Duarte Coelho e do Pier Maurício de Nassau, a DCDN realizou no começo deste ano a venda de cinco grupos geradores que vão equipar outros grandes empreendimentos da Moura Dubeux. Os equipamentos fornecidos foram: C65 D6 para o edifício Aldemar da Costa; C100 D6 para o edifício Vanda Mota; C110 D6 para o edifício Jardim Capibaribe e Enseada do Mar; e C170 D6 para o edifício Beach Class. Essa venda consolida a parceria entre a DCDN e a Moura Dubeux, que se iniciou em 2009, mostrando, mais uma vez, como a confiança nas soluções Cummins Power Generation é um grande diferencial, comemora o gerente comercial da DCDN, Leonardy Giordany. Moura Dubeux A Moura Dubeux é uma das maiores incorporadoras do nordeste brasileiro, região onde atua há quase 30 anos, destacando-se no mercado imobiliário. A empresa tem sede localizada em Recife, com filiais em Maceió, Salvador, Fortaleza e Natal.

7 INFORMATIVO DCDN NOVAS Cummins Power Generation é destaque no Top Five da revista NEI Pela 6ª vez consecutiva, a Cummins Power Generation se destaca no Top Five da NEI, a revista de maior credibilidade junto ao setor industrial. Dentre as categorias conquistadas estão Equipamentos para Grupos Geradores, Geradores de Energia (locação), Grupos Geradores de Energia Elétrica e Motores Diesel. Agradecemos a todos os clientes pela confiança e sabemos que essa posição não seria possível sem o seu apoio. Continuamos nos esforçando para alcançar resultados ainda melhores e disponibilizar total excelência para você. Fonte: com/pt/2011/07/29/cummins-power- -generation-e-destaque-no-top-five- -da-revista-nei/ Cummins Brasil recebe prêmio de reconhecimento 7 Pela segunda vez consecutiva, a Cummins Brasil recebeu, no dia 29 de abril, o prêmio Comprometimento com as Metas, durante a 10ª Conferência Anual de Fornecedores realizada pela Komatsu Brasil, fabricante de máquinas de construção, na sede da empresa, localizada em Suzano (SP). No total quatro prêmios foram entregues: Desempenho de Entrega, Desempenho da Qualidade, Melhor Desenvolvedor de Novos Negócios e Comprometimento com as Metas. Atualmente, a maior fabricante independente de motores Diesel fornece os equipamentos para toda a linha de máquinas de construção da Komatsu.

8 CASO DE SUCESSO INFORMATIVO DCDN DCDN consolida parceria com o Grupo Queiroz Galvão No mês de maio, a DCDN, Distribuidora Cummins Diesel do Nordeste, confirmou ainda mais sua parceria com o Grupo Queiroz Galvão para fornecer grupos geradores para o mais novo Centro Empresarial da Queiroz Galvão Empreendimento, localizado em Recife. O empreendimento é um Centro Empresarial de serviços e entretenimento composto por três torres. Cada torre terá dois grupos geradores Cummins Power Generation, sendo um do modelo C250 D6-4, e outro do modelo C350 D6-4. Ao total, serão instalados seis grupos geradores no Centro Empresarial. De acordo com o vendedor da DCDN, responsável pela negociação, Ricardo Cantini, essa parceria fortalece ainda mais a aproximação entre a DCDN e o Grupo Queiroz Galvão. A DCDN já tinha uma parceria consolidada com a Queiroz Galvão Construção, com o fornecimento de mais de 50 grupos geradores para obras no Brasil e em Angola (África). Agora, iniciamos uma nova parceria com a divisão de empreendimentos do Grupo Queiroz Galvão, aliando a marca e qualidade da Queiroz Galvão Empreendimentos com o que existe de melhor e mais moderno em grupos geradores no Brasil. Grupo Queiroz Galvão O Grupo congrega 50 empresas no setor de construção, desenvolvimento imobiliário, alimentos, participações e concessões, óleo e gás, siderurgia e engenharia ambiental. Atua em todos os estados brasileiros e em outros países da América Latina e da África. Além disso, exporta seus produtos para Estados Unidos, Canadá e Europa, empregando cerca de 30 mil pessoas. 8 A DCDN já tinha uma parceria consolidada com a Queiroz Galvão Construção, com o fornecimento de mais de 50 grupos geradores para obras no Brasil e em Angola (África). Agora, iniciamos uma nova parceria com a divisão de empreendimentos do Grupo Queiroz Galvão, aliando a marca e qualidade da Queiroz Galvão Empreendimentos com o que existe de melhor e mais moderno em grupos geradores no Brasil. Ricardo Cantini DCDN

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013

Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Encontro para fomento da Micro e Pequena Empresa no entorno do EEP SICM Salvador - 04/06/2013 Gerente de Relações Institucionais Marcio Mendonça Cruz Revitalização Revitalização da da indústria indústria

Leia mais

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional

A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ. CAMPUS 2014 Brésil Internacional A INDÚSTRIA DE PETRÓLEO & GÁS NO ESTADO DO RJ CAMPUS 2014 Brésil Internacional Agenda PetróleoeGásNaturalnoBrasileRiodeJaneiro Situação da Indústria Naval Sistema FIRJAN: Soluções para Indústria de P&G

Leia mais

INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL

INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL INDÚSTRIA NAVAL NO BRASIL DÉCADA DE 70 E 80 O BRASIL CHEGOU A SER O 2º PRODUTOR MUNDIAL DE EMBARCAÇÕES EMPREGAVA 40 MIL TRABALHADORES DIRETOS E CERCA DE 160 MIL INDIRETOS DÉCADA DE 90 Abertura indiscriminada

Leia mais

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro

A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro A Indústria naval e offshore no Estado do Rio De Janeiro Rio de Janeiro Localização Sudeste do Brasil (56% do PIB nacional) Área 43.90 km 2 (0,5% do território brasileiro) População 5,4 Mi (8,4% do total)

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES

1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES 1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas de Perfuração Marítima Vitoria/ES FEV - 2013 Mercado de atuação do EEP descobertas do pré-sal: o Brasil se transformou no grande mercado para diversos equipamentos

Leia mais

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade,

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade, Logística que supera desafios. Mais que movimentar materiais com agilidade, segurança e eficiência, a Transpes oferece um pacote de soluções completas para vários tipos de operações logísticas. Conte com

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br www.excelenciaguindastes.com.br A Guindastes e uma empresa de Goiânia Goiás QUEM SOMOS que presta serviço em todo território nacional no segmento de Locação de Guindastes, Locação de Munck, Grupo Geradores,

Leia mais

2 Descrição da Empresa Focal

2 Descrição da Empresa Focal 2 Descrição da Empresa Focal 2.1 Origem e história da DNV A Det Norske Veritas 2 (DNV) é uma fundação global e independente, com o objetivo de salvaguardar a vida, a propriedade e o meio ambiente. Fundada

Leia mais

Indústria Naval e Offshore no Brasil

Indústria Naval e Offshore no Brasil Indústria Naval e Offshore no Brasil Agenda 1. A Política de Conteúdo Local e a Retomada da Indústria Naval no Brasil. 2. Cadeia Produtiva do Setor Naval (Navipeças). 3. Produtividade da Indústria Naval

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR SP CEP: 12236-660 www.unianhanguera.edu.br ADMINISTRAÇÃO Colaborativa Disciplina: DPP Prof º. Tutor Presencial Trabalho, emprego e empregabilidade Área de atuação pesquisada 1. Engenheiro Petroquímico

Leia mais

Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo. www.kl-offshore.no

Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo. www.kl-offshore.no Confiança e segurança em locação e serviços para indústria do petróleo www.kl-offshore.no A K.Lund Offshore é um fornecedor forte e confiável de compressores e equipamentos de elevação de carga para a

Leia mais

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia brasileira continuarácrescendo firmemente nos

Leia mais

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA

INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA UM NOVO MOMENTO DA INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA ENSEADA. A QUALIDADE, A PRODUTIVIDADE E A TECNOLOGIA DOS MELHORES ESTALEIROS DO MUNDO AGORA NO BRASIL Resultado da associação entre Odebrecht, OAS, UTC e Kawasaki,

Leia mais

Painel 13. Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária.

Painel 13. Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária. Senado Federal AUDIÊNCIA PÚBLICA P DA COMISSÃO DE INFRAESTRUTURA Painel 13 Desafios, Necessidades e Perspectivas na Formação e Capacitação de Recursos Humanos na Área Aeronáutica e Aquaviária Luiz Felipe

Leia mais

Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria

Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria Conselho de Administração do EEP e acionistas em dois momentos. No alto, em encontro com o Sr. Norberto Odebrecht durante a oficialização de parceria tecnológica com a Kawasaki na sede da Odebrecht S.A.

Leia mais

Programa Acreditar Case Odebrecht. Antonio Cardilli

Programa Acreditar Case Odebrecht. Antonio Cardilli Programa Acreditar Case Odebrecht Antonio Cardilli Agenda Organização Odebrecht Programa Acreditar Programa Acreditar Jr A Organização Pessoas Integrantes de mais de 60 nacionalidades 180.278 Integrantes

Leia mais

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010.

Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário. Porto Alegre, agosto de 2010. Projetos Atuais e Futuros da CAIXA RS junto ao mercado Naval e Portuário Porto Alegre, agosto de 2010. APOIO AO Polo Naval - Rio Grande Atuação integrada do Governo, por meio da SEINFRA e SEDAI, voltada

Leia mais

Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012

Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012 Impacto na formação de RH nos estaleiros e a curva de aprendizado Apresentação Navalshore 02 de agosto de 2012 SINAVAL julho 2012 1 Impacto na formação de Recursos Humanos nos estaleiros e a curva de aprendizado

Leia mais

People. Passion. Performance.

People. Passion. Performance. People. Passion. Performance. Apresentando Chicago Pneumatic É simples assim. Você tem trabalho a fazer e clientes a atender. A CP está aqui para ajudá-lo a realizar seu trabalho, sem compromisso. Nosso

Leia mais

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore

Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Produtos e Serviços para a Construção Naval e a Indústria Offshore Condições de Financiamento Luiz Marcelo Martins (luizmarcelo@bndes.gov.br) Março 2011 Crescimento Brasileiro e Investimentos Crescimento

Leia mais

Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011

Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011 Qualidade dos Serviços Situação Atual e Perspectivas COELCE 30/06/2011 Agenda O grupo Endesa 1 Características da COELCE e do estado do Ceará 2 Qualidade dos Serviços Técnicos e Comerciais 3 Investimentos

Leia mais

Brasil. 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa

Brasil. 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa Brasil 1º Congresso de Engenheiros da Língua Portuguesa Maurício Muniz Secretário do Programa de Aceleração do Crescimento SEPAC Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO

Leia mais

CONSTRUINDO RELAÇÕES DURADOURAS 25 ANOS. Engesique Engenharia Construções e Montagens Ltda.

CONSTRUINDO RELAÇÕES DURADOURAS 25 ANOS. Engesique Engenharia Construções e Montagens Ltda. CONSTRUINDO RELAÇÕES DURADOURAS 25 ANOS Engesique Engenharia Construções e Montagens Ltda. O VALOR DAS RELAÇÕES Investir em um empreendimento vai muito além do valor monetário que é empregado em um projeto.

Leia mais

Construção: equipamentos, investimentos e materiais Mercado brasileiro 2012-2017

Construção: equipamentos, investimentos e materiais Mercado brasileiro 2012-2017 Construção: equipamentos, investimentos e materiais Mercado brasileiro 2012-2017 Apresentação em Recife, 19 de março de 2013 Brian Nicholson, Consultor, Sobratema Associação Brasileira de Tecnologia para

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br

Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br O que é o Projeto O Projeto pretende contribuir para promover a imagem de Santa Catarina como destino de investimentos

Leia mais

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson.

EXPLORE SEUS POTENCIAIS. Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros da FG Wilson. Expanda seu portfólio de produtos e aumente o seu negócio com a marca líder GLOBAL na indústria. EXPLORE SEUS NEGÓCIOS POTENCIAIS Junte-se aos 128 concessionários mundiais que escolheram ser parceiros

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T10

Apresentação de Resultados 4T10 Apresentação de Resultados 4T10 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que apresentem expectativas da Administração da Companhia sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações

Leia mais

Seminários. Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos.

Seminários. Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. Seminários 2013 Cursos especiais com metodologia e aplicações que visam otimizar a manutenção e operação dos equipamentos. A SotreqCAT está presente na maior parte do Brasil. SEMINÁRIOS DE OPERAÇÃO PÚBLICO-ALVO

Leia mais

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES

O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social O desenvolvimento da indústria fornecedora de bens e serviços para petróleo e gás no Brasil e o BNDES 20.10.2009 Luciano Coutinho Mensagem Inicial Pré-sal:

Leia mais

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade.

VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários de qualidade. MISSÃO Oferecer serviços imobiliários de qualidade, gerando valor para os clientes, colaboradores, sociedade e acionistas. VISÃO Crescer sustentavelmente e ser referência nacional em serviços imobiliários

Leia mais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais

Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Região fornece para o setor naval 5º Seminário de Petróleo e Gás aponta oportunidades para empresários locais Wôlmer Ezequiel Jéferson Bachour falou sobre as demandas do mercado de construção naval Atualmente,

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente O papeldo BNDES napromoçãodo desenvolvimento econômico e social do Brasil IV Fórum Internacional de comunicação e sustentabilidade Brasília, 26 de maio de 2011 Luciano Coutinho Presidente O Brasil ingressa

Leia mais

Projetistas Interiores Débora Aguiar Arquitetura idea! Arquitetura + Design A Idea! atua no Ceará na área de projetos de arquitetura desde 2007. Sob a direção dos arquitetos Fabián Salles e Geraldo Duarte,

Leia mais

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades Metrô de Salvador Linha 1 Trecho Lapa - Acesso Norte Salvador BA apresentação O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) completa

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Lançamento amento do 6º 6 Ciclo de Qualificação do Prominp Coletiva de Imprensa Presidente Maria das Graças as Silva Foster Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Política de Conteúdo Local da Petrobras Aprovada

Leia mais

Polo Produtivo 2 de Julho

Polo Produtivo 2 de Julho Polo Produtivo 2 de Julho Cadeia de Óleo & Gás offshore, onshore e Indústria Naval Recôncavo - Bahia Apoio: OBJETIVO Implantação de um complexo Industrial para atender a crescente demanda da Indústria

Leia mais

Confiança e Credibilidade. Inteligência Jurídica na Geração de Resultados

Confiança e Credibilidade. Inteligência Jurídica na Geração de Resultados Confiança e Credibilidade Inteligência Jurídica na Geração de Resultados Pedro Aurélio de Mattos Gonçalves Sócio-fundador Advogado com 38 anos de atuação na advocacia Cível, Empresarial e Societária, pós-graduado

Leia mais

Desde sua fundação em 1940, a Heimer tem se dedicado com sucesso à fabricação de Grupos Geradores de Energia, Grupos de Solda, Quadros de Comando,

Desde sua fundação em 1940, a Heimer tem se dedicado com sucesso à fabricação de Grupos Geradores de Energia, Grupos de Solda, Quadros de Comando, Desde sua fundação em 1940, a Heimer tem se dedicado com sucesso à fabricação de Grupos Geradores de Energia, Grupos de Solda, Quadros de Comando, Motobombas, Motores e Alternadores. Instalada num parque

Leia mais

midiakit2012 A cadeia da construção merece uma revista de grande visibilidade

midiakit2012 A cadeia da construção merece uma revista de grande visibilidade construção, infraestrutura e sustentabilidade midiakit2012 A cadeia da construção merece uma revista de grande visibilidade www.grandesconstruções.com.br conjunto de mídias que funcionam Revista proposta

Leia mais

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO 01. O QUE É? O Curso de Desenvolvimento de Websites é um curso de graduação tecnológica de nível superior com duração de dois anos e meio. Este curso permite a continuidade dos estudos em nível de bacharelado

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Usina Hidrelétrica de Belo Monte Usina Hidrelétrica de Belo Monte PA Ao dar continuidade ao maior programa de infraestrutura do Brasil desde a redemocratização, o Governo Federal assumiu o compromisso de implantar um novo modelo de desenvolvimento

Leia mais

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis

Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Açotubo anuncia fusão com Incotep e Artex Aços Inoxidáveis Ter, 02 de Agosto de 2011 07:13 Com base nos movimentos de mercado e da companhia alinhados ao aquecimento da indústria e economia brasileiras,

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

A LOCAMERICA SEMINOVOS

A LOCAMERICA SEMINOVOS A LOCAMERICA A Locamerica é uma companhia especializada em locação de frotas customizadas para empresas. Desde 13 no mercado, a locadora ocupa o segundo lugar no ranking das maiores do setor em número

Leia mais

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014.

Parecer de Autorização de Funcionamento: CEED nº 650/2014. CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA O Curso Técnico de Nível Médio em Eletrotécnica, Eixo Tecnológico Controle e Processos Industriais são organizados em 3 módulos de 400 horas. Ao final do curso, 400 horas

Leia mais

Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6

Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6 Indústria Oceânica (offshore) do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Agosto de 2011 Rev. 6 Panorama Ciclo econômico do Pré-Sal Prioridade de Governo Sustentabilidade socioeconômica e ambiental Indústria offshore

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014

Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho / 2014 Os Desafios do Pré-Sal: Riscos e Oportunidades para o País As Políticas Industrial e de Inovação no setor de Petróleo e Gás Rodrigo Matos Huet de Bacellar Superintendente Área de Insumos Básicos Junho

Leia mais

PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1

PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1 EXECUÇÃO GLOBAL DO PAC 2 ATÉ OUTUBRO DE 2014 R$ 1,009 trilhão 91,3% do previsto até 2014 ATÉ DEZEMBRO DE 2014 R$ 1,066 trilhão 96,5% do previsto até 2014 PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1

Leia mais

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online

Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Clipping, Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010 Jornal do Commercio PE (28/12/09) - online Porto Gente (04/01/10) online Pernambuco Na indústria, mais demanda por trabalho Texto publicado em 28 de Dezembro

Leia mais

Estrutura Organizacional

Estrutura Organizacional Marketing DCML - Agosto, 2015 Estrutura Organizacional FILIAIS DCML Inauguração 1977 Matriz Belo Horizonte/MG (116) Cummins MG/PA/MA/AP Bobcat / Sandvik / GINAF / Manitou / CDE Uberlândia MG (12) Belém

Leia mais

www.nsclogistica.com.br

www.nsclogistica.com.br www.nsclogistica.com.br A Missão, Visão Valores Infra-Estrutura Nossa Frota Soluções Gris A A NSC logística atua no segmento de logística de telecomunicações desde 1988, estrategicamente situada as margens

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL A Engenharia Consultiva Nacional e a Construção da Infraestrutura Um breve diagnóstico O setor de infraestrutura apresenta aspectos distintos

Leia mais

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo;

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo; Fleury Pissaia * Entre 2011 e 2015, investimento previsto no setor industrial é de R$ 600 bilhões. Desse montante, indústria do petróleo representa 62%. No mesmo período, R$ 750 bilhões serão alocados

Leia mais

Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações

Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações KARLA COLOCAR COMO PANO DE FUNDO, PLANTA DE ENGENHARIA, COMO NO SITE DA PROJETAR Projetos de Engenharia Laudos Técnicos Consultorias Treinamentos Representações Projetar - Projetos e Consultoria Ltda.

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA 1 Petróleo, Gás Natural e Petroquímica Estratégias: liderança mundial

Leia mais

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore

A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore A estrutura da Indústria do Rio Grande do Sul para o segmento de Petróleo, Gás, Naval e Offshore Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore CCPGE 28 de maio de 2014 Atuação FIERGS CCPGE

Leia mais

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES

FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES FECOMÉRCIO FALTOU NO CLIPPING VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: CIDADES VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA: LISTZ MADRUGA VEÍCULO: GAZETA DO OESTE DATA: 08.02.15 EDITORIA:

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

Conheça a MRV Engenharia

Conheça a MRV Engenharia Conheça a MRV Engenharia MRV em Números Ficha técnica MRV Engenharia Número de empregados nas obras (média 2014)...23.704 Vendas Contratadas (R$ milhões) (2014)...R$ 6.005 Receita liquida (R$ milhões)

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como Sonho Brasileiro.(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2009 Fórum Especial INAE Luciano

Leia mais

Resumo do Projeto Implementação do Centro de Treinamento Eólico (CTEO)

Resumo do Projeto Implementação do Centro de Treinamento Eólico (CTEO) Dados do Projeto Título do Projeto: Departamento Regional do Ceará CFP Waldyr Diogo de Siqueira Fortaleza/ CEARÁ Resumo do Projeto Implementação do Centro de Treinamento Eólico (CTEO) Descrição (Resumo

Leia mais

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior

PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC PAÍSES BAIXOS Comércio Exterior Outubro de 2014 Índice. Dados Básicos.

Leia mais

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA 1- FORTALECER O SETOR DE SOFTWARE E SERVIÇOS DE TI, NA CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS; 2- CRIAR EMPREGOS QUALIFICADOS NO PAÍS; 3- CRIAR E FORTALECER EMPRESAS

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Novembro 2009 DEPARTAMENTO REGIONAL NORDESTE - DENOR O que apoiamos Projetos de investimento em indústria, comércio e serviços aumento da capacidade

Leia mais

Encadeamento Produtivo entre Grandes e Pequenas Empresas. Recife, 19 de outubro de 2012

Encadeamento Produtivo entre Grandes e Pequenas Empresas. Recife, 19 de outubro de 2012 Encadeamento Produtivo entre Grandes e Pequenas Empresas Recife, 19 de outubro de 2012 Programa Vínculos Pernambuco (PVPE) Objetivo Geral Contribuir para geração de vínculos de negócios sustentáveis entre

Leia mais

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL.

O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 O AUMENTO DA RENDA DA POPULAÇÃO TEM EFEITO DIRETO SOBRE O AUDIOVISUAL. A CLASSE C IDENTIFICA CINEMA, INTERNET E TV POR ASSINATURA COMO

Leia mais

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Nº 08/2012 Av. Teotônio Segurado, Quadra 401 Sul, ACSU-SO 40, conjunto 1, Lote 17, 1º andar (prédio do antigo Sine) Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Diante da crescente procura por

Leia mais

A gente cuida de tudo que tem valor para você.

A gente cuida de tudo que tem valor para você. A gente cuida de tudo que tem valor para você. PRAZER, SOMOS A MAPMA. Somos uma empresa reconhecida pela vasta experiência profissional nas áreas de consultoria, corretagem de seguros e administração de

Leia mais

O mercado em Odontologia no Brasil continua em crescimento, um indicativo disso é sua comparação com toda a indústria médicohospitalar

O mercado em Odontologia no Brasil continua em crescimento, um indicativo disso é sua comparação com toda a indústria médicohospitalar A minha relação com a Rede OrtoEstética tem sido muitíssimo produtiva, pois, desde os estudos iniciais de viabilidade do negócio até as diversas situações da rotina do dia a dia, conto com a experiência

Leia mais

Ações IFPE Área Naval

Ações IFPE Área Naval Ações IFPE Área Naval PROF. ENIO CAMILO DE LIMA DIRETOR GERAL DO CAMPUS IPOJUCA CURSO TÉCNICO EM CONSTRUÇÃO VISITA AO ARSENAL DA MARINHA, ESCOLA TÉCNICA NAVAL DA MARINHA E FEMAR NO RIO DE JANEIRO MARCO

Leia mais

ATENDIMENTO AO SETOR AUTOMOTIVO DE SANTA CATARINA

ATENDIMENTO AO SETOR AUTOMOTIVO DE SANTA CATARINA ATENDIMENTO AO SETOR AUTOMOTIVO DE SANTA CATARINA BALNEÁRIO CAMBORIÚ,14 DE NOVEMBRO DE 2008 Rede SENAI/SC 33 Unidades 316 laboratórios educacionais 14 laboratórios de prestação de serviço 1.360.000 alunos

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013 PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo Pesquisa 2013 APRESENTAÇÃO Em ação conjunta para o melhor conhecimento das capacidades do mercado brasileiro da construção em aço, o CBCA Centro

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA

PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ABLA Programa Nacional de Capacitação e Qualificação ABLA Convênio nº 635/2007. Objeto: Aumentar a qualidade na prestação de serviços e competitividade dos

Leia mais

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual Logística Empresarial Evolução da Disciplina Aula 1 Aula 1 O papel da Logística empresarial Aula 2 A flexibilidade e a Resposta Rápida (RR) Operadores logísticos: conceitos e funções Aula 3 Prof. Me. John

Leia mais

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO

OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO OPORTUNIDADES NO ESPÍRITO SANTO Seminário A competitividade do comércio exterior capixaba: infraestrutura logística e controle aduaneiro Cristina Vellozo Santos Subsecretária de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS

TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRATORES E MÁQUINAS AGRÍCOLAS OUTUBRO DE 2015 1 PRODUTOS 2 Os tratores e máquinas agrícolas são movidos a diesel. São fabricados os seguintes tipos

Leia mais

São José dos Campos, Brasil, 19 de novembro de 2015 Fernando Nunes Frota

São José dos Campos, Brasil, 19 de novembro de 2015 Fernando Nunes Frota INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA DIVISÃO DE ENGENHARIA CIVIL CURSO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO São José dos Campos, Brasil, 19 de novembro de 2015 Fernando Nunes Frota FOLHA

Leia mais

EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação

EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação COMUNICADO À IMPRENSA De Sylke Becker Telefone +49 69 756081-33 Fax +49 69 756081-11 E-mail s.becker@vdw.de EMO Hannover 2013 Eventos de acompanhamento tratam de tendências da tecnologia de fabricação

Leia mais

O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE DO POLO INDUSTRIAL DE CUBATÃO. Marco Paulo Penna Cabral Effectio, associada a Fundação Dom Cabral na Baixada Santista

O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE DO POLO INDUSTRIAL DE CUBATÃO. Marco Paulo Penna Cabral Effectio, associada a Fundação Dom Cabral na Baixada Santista O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE DO POLO INDUSTRIAL DE CUBATÃO Marco Paulo Penna Cabral Effectio, associada a Fundação Dom Cabral na Baixada Santista NA BAIXADA SANTISTA E ALTO TIETÊ Conheça a Fundação Dom

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados

Leia mais

SINAVAL SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE. Apresentação SINAVAL

SINAVAL SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E REPARAÇÃO NAVAL E OFFSHORE. Apresentação SINAVAL Apresentação SINAVAL Conteúdo Demandas a atender pela Indústria Naval nacional Recursos humanos Conteúdo local Ações institucionais SINAVAL Norte e Nordeste Visão geral dos estaleiros do Brasil Conteúdo

Leia mais

Cenários Macroeconômicos para 2014. Wellington Santos Damasceno ETENE

Cenários Macroeconômicos para 2014. Wellington Santos Damasceno ETENE Cenários Macroeconômicos para 2014 Wellington Santos Damasceno ETENE Fortaleza CE 28/11/2013 Cenário Internacional Regiões e Países Selecionados Variação do PIB real (%) Fonte: World Economic Outlook Database,

Leia mais

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há uma década, o Prêmio MASTERINSTAL vem contribuindo para ampliar a visibilidade e o posicionamento da atividade no mercado nacional. O conjunto das melhores

Leia mais

Soluções em. Cloud Computing. para Calçados Pegada

Soluções em. Cloud Computing. para Calçados Pegada Soluções em Cloud Computing para Calçados Pegada Principais Tópicos: Resumo executivo A Calçados Pegada procurou a Under no início de 2010 para uma solução de email corporativo em cloud. Em pouco tempo,

Leia mais

PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL MILHÕES

PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL MILHÕES A CONSTRUÇÃO CIVIL PODE SER CLASSIFICADA EM TRÊS GRANDES SEGMENTOS CONSTRUÇÃO PESADA MONTAGENS INDUSTRIAIS E EXTRAÇÃO MINERAL EDIFICAÇÕES INDUSTRIAIS, COMERCIAIS E RESIDENCIAIS CONSTRUÇÃO CIVIL É UM DOS

Leia mais

Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos. Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes. www.plmaquinas.com.

Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos. Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes. www.plmaquinas.com. Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes www.plmaquinas.com.br Andaime Tubular Equipamento leve e econômico que destina-se

Leia mais

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Agenda Central de Atendimento - Índices NII e Nextel Brasil Qualidade Técnica Conclusão Central de Atendimento Própria Serviço não

Leia mais

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios

São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios São Paulo: múltiplas oportunidades que impulsionam seus negócios A importância da economia paulista transcende as fronteiras brasileiras. O Estado é uma das regiões mais desenvolvidas de toda a América

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Cliente: LAM-UOL Versão do Documento: 1.2 Data de Emissão: 02/03/ Responsável pela Elaboração: Nestor Junior Função do Responsável: Relator E-mail do Responsável: nestor@viciolivre.com.br

Leia mais