INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº de julho de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 143 31 de julho de 2015"

Transcrição

1 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº de julho de 2015

2 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 143 Ano 09 Brasília, 31 de julho de 2015 Sumário 1. MDIC... 3 Ministério denuncia empresa que ofertava serviços ilícitos de comércio exterior CRÉDITO E FINANCIAMENTO... 4 Estoque de crédito cresce 0,6% em junho ante maio, para R$ 3,102 trilhões, diz BC COMÉRCIO... 6 Movimento no comércio cai 0,7% em junho ante maio, diz Boa Vista COMÉRCIO - VAREJO... 7 Lucro da Lojas Renner sobe mais de 30% no 2º trimestre SERVIÇOS... 9 Crise econômica e a nova geração de prestadores de serviços SERVIÇOS SOFTWARE E TI OKI Brasil implementa sistema unificado de etiquetas digitais para varejo COMÉRCIO ELETRÔNICO Amazon lança programa para vender produtos exclusivos de startups % das lojas virtuais pretendem implementar solução de precificação em até 12 meses EMPREENDEDORISMO Startup oferece serviço de direito autoral por R$ CURTAS FEIRAS... 16

3 1. MDIC Ministério denuncia empresa que ofertava serviços ilícitos de comércio exterior Fonte: EBC O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior denunciou à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal a circulação de e- mail de uma empresa oferecendo, mediante pagamento, informações sigilosas de comércio exterior e serviços como o licenciamento de importações, que é atribuição exclusiva do Poder Público. O ministério foi informado do fato por associações, empresas e sindicatos que receberam o . Como a empresa fornecia endereço da sede no Rio de Janeiro, o ministério enviou também uma notícia-crime à Superintendência da Polícia Federal e à Procuradoria da República naquele estado. O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do ministério, Herlon Brandão, relata que a informação foi repassada às autoridades há cerca de dois meses. O ministério comunicou o fato ainda a outros órgãos públicos, que participam de trâmites ligados ao comércio exterior e eram mencionados no Receita Federal, Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Segundo Herlon Brandão, a empresa dizia ser capaz de oferecer facilidades em outros órgãos ligados ao comércio exterior, como autorizações e licenças. Com relação aos dados sigilosos, Brandão explica que a mensagem eletrônica ofertava informações sobre operações comerciais de outras empresas. É um dado que não é disponível ao público, diz. Hoje (30), o ministério divulgou comunicado em que alerta empresas sobre a ilegalidade desse tipo de oferta. A pasta pede, ainda, que quem tiver informações adicionais sobre oferta de serviços ilícitos entre em contato pelo e- mail para apuração e providências legais. 3

4 2. Crédito e Financiamento Estoque de crédito cresce 0,6% em junho ante maio, para R$ 3,102 trilhões, diz BC Fonte: Agência Estado O estoque de operações de crédito do sistema financeiro subiu 0,6% em junho ante maio e chegou a R$ 3,102 trilhões, como informou nesta quintafeira, o Banco Central. No primeiro semestre do ano, houve alta de 2,8% e, em 12 meses até junho, de 9,8%. Houve aumento de 0,6% para pessoas jurídicas e alta de 0,7% para o consumidor no mês. De janeiro a junho, a alta está em 2,0% para as empresas e em 3,7% para a pessoa física. No caso do período de 12 meses encerrados no mês passado, as taxas são de crescimento de, respectivamente, 8,9% e 9,8%. De acordo com a autoridade monetária, o crédito livre cresceu 0,9% no mês, 1,4% no primeiro semestre de 2015 e 4,9% em 12 meses até junho. Já no caso do direcionado, aumentou 0,4% em junho ante maio, 4,4% no primeiro semestre do ano e 15,6% em 12 meses até junho. No crédito livre, houve crescimento 0,5% para pessoas físicas no mês, de 1,3% no primeiro semestre do ano e de 4,8% em 12 meses até junho. Para as empresas, no crédito livre, houve aumento de 1,3% em junho e altas de 1,4% no primeiro semestre do ano e de 5,0% em 12 meses encerrados em junho. O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) passou de 54,4% em maio para 54,5% no mês passado. Média diária - A média diária de concessões de crédito livre caiu 0,3% em junho em relação a maio, para R$ 13,4 bilhões, de acordo com o BC. No primeiro semestre do ano, no entanto, houve uma alta de 1,1% e, em 12 meses até junho, de 1,8%. No crédito direcionado, a média saltou 17,6% na comparação mensal, mas, no ano, tem uma queda de 16,2%, e recua 6,4% em 12 meses. Esse montante do crédito direcionado somou R$ 2 bilhões no mês passado. Quando se junta o crédito livre mais o direcionado, a alta é de 1,7% em junho, com queda de 1,2% no primeiro semestre e expansão de 0,6% em 12 meses até junho. O total das concessões diárias ficou em R$ 15,4 bilhões no mês passado. Habitação - As operações de crédito direcionado para habitação no segmento pessoa física cresceram 1,1% em junho ante maio, totalizando R$ 470,953 bilhões, de acordo com o BC. No primeiro semestre deste ano, a expansão foi de 9,1% e, em 12 meses até junho, de 23,3%. 4

5 Segundo o BC, R$ 62,599 bilhões se referem a empréstimos a taxas de mercado e R$ 408,354 bilhões a taxas reguladas. O BC deixou de incorporar nestes dados as operações com crédito livre, por serem residuais. As operações a taxas de mercado apresentaram crescimento de 0,7% no mês, de 6,0% no acumulado do ano até o mês passado e de 18,6% em 12 meses até junho. Já os financiamentos a taxas reguladas avançaram 1,2% ante o mês anterior, 9,6% no ano e 24,1% em 12 meses até junho. Veículos - O estoque de operações de crédito livre para compra de veículos por pessoa física recuou 1,4% de maio para junho, segundo o BC. Com isso, o total de recursos para aquisição de automóveis por esse grupo de clientes ficou em R$ 172,968 bilhões no mês passado - em maio o volume foi de R$ 175,460 bilhões. No primeiro semestre do ano, a queda nesse tipo de crédito é de 6,1% e, em 12 meses até junho, de 7,3%. As concessões acumuladas em junho para financiamento de veículos para pessoa física somaram R$ 6,703 bilhões, o que representa uma alta de 4,7% em relação ao mês anterior (R$ 6,402 bilhões). No primeiro semestre de 2015, porém, o recuo desse segmento foi de 8,3% e, em 12 meses, de 3,0%. Serviços e indústria - O estoque de crédito aumentou em junho nos três setores de atividade: agropecuária, indústria e serviços. O crédito para o setor de serviços ficou em R$ 826,390 bilhões em junho e teve uma alta de 0,9% na comparação com maio. Dentro desse setor, o comércio registrou alta de 2,00% no período e ficou com R$ 302,288 bilhões no mês passado. Em transporte, caiu 0,3%, com R$ 159,913 bilhões. Na administração pública, houve alta de 0,5% para R$ 107,914 bilhões. A categoria "outros" subiu 0,6% para R$ 256,276 bilhões. Para a indústria, o crédito avançou 0,3% em junho, na margem, para R$ 750,595 bilhões. O segmento que mais foi prejudicado foi o da construção, com queda de 0,2%, com um total de R$ 111,843 bilhões. A indústria de transformação ficou estável, com volume de R$ 451,252 bilhões. Já os serviços industriais de utilidade pública (Siup) registraram aumento do crédito de 1,6% no mês passado, para R$ 149,402 bilhões. No caso da extrativa, houve uma queda de 0,1% em junho, para R$ 38,098 bilhões. Para o setor agropecuário, o crédito subiu 1,6% em junho ante maio e ficou em R$ 24,220 bilhões. Além dos três setores, o Banco Central registrou queda de 0,5% em maio no estoque de crédito para pessoa jurídica com sede no exterior e créditos não classificados para R$ 35,913 bilhões. 669/estoque-de-credito-cresce-0-6-em-junho-ante-maio-para-r trilh.shtml 5

6 3. Comércio Movimento no comércio cai 0,7% em junho ante maio, diz Boa Vista Fonte: Estadão Dentre os principais setores, o de Móveis e Eletrodomésticos apresentou queda de 3,4% em junho, na variação mensal, descontados os efeitos sazonais O movimento no comércio varejista no Brasil caiu 0,7% em junho ante maio e recuou 1,8% na comparação com junho do ano passado, segundo pesquisa divulgada pela Boa Vista SCPC nesta quinta-feira, 30. No acumulado do primeiro semestre, o movimento baixou 1,6% ante igual intervalo de Já em 12 meses, o indicador apresenta elevação de 0,4% em junho, mas desacelerou 0,3 ponto porcentual ante o registrado em maio. Segundo os economistas da Boa Vista, o indicador continua apresentando desaceleração em sua tendência de longo prazo, fato observado desde meados do segundo semestre de "Para 2015, fatores macroeconômicos como elevação dos juros, piora do mercado de trabalho e aumento de tributos e inflação em patamar elevado continuarão afetando de forma intensa a confiança e o poder de compra do consumidor", diz a equipe em relatório. Dentre os principais setores, o de Móveis e Eletrodomésticos apresentou queda de 3,4% em junho, na variação mensal, descontados os efeitos sazonais. A categoria de Tecidos, Vestuários e Calçados caiu 1,1%. A atividade de Supermercados, Alimentos e Bebidas foi a única que apresentou aumento, de 1,1%. Já o segmento de Combustíveis e Lubrificantes ficou estável. O indicador é elaborado a partir da quantidade de consultas à base de dados da Boa Vista, por empresas do setor varejista. As séries têm como ano base a média de 2011=100. A Boa Vista também divulgou que a inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo subiu 1,1% em junho ante maio, mas caiu 4,3% na comparação com junho do ano passado. No acumulado do primeiro semestre, há queda de 6,7%. Já o indicador de recuperação de crédito do consumidor no Brasil - obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplência - subiu 2,4% no mês e avançou 0,7% no ano, mas mesmo assim acumula retração de 0,8% no primeiro semestre. 6

7 4. Comércio - Varejo Lucro da Lojas Renner sobe mais de 30% no 2º trimestre Fonte: Reuters A varejista de moda Lojas Renner viu seu lucro líquido subir mais de 30 por cento no segundo trimestre sobre um ano antes, apoiada em uma boa aceitação por clientes da coleção de inverno e expansão de dois dígitos na receita. Segundo o diretor financeiro e de relações com investidores da companhia, Laurence Gomes, com melhorias nas lojas e produtos, iniciadas em 2011, a companhia atraiu um novo cliente que frequenta boutiques e lojas especializadas mas que também busca preços mais baixos por conta da retração da economia. Outro ponto que beneficiou a companhia, segundo Gomes, foi alta do dólar contra o real, que diminui viagens internacionais de consumidores e compras nos exterior. A Lojas Renner teve lucro líquido de 158,2 milhões de reais no segundo trimestre, alta de 33,5 por cento na comparação anual, informou a companhia nesta quinta-feira. A receita líquida subiu 21,9 por cento, para 1,35 bilhão de reais e a alta de mais de dois dígitos permanece no acumulado do ano, com avanço de 22,8 por cento, a 2,36 bilhão de reais, apesar do cenário de desaceleração das vendas do varejo brasileiro. As vendas mesmas lojas (abertas há mais de 12 meses) subiram 14,5 por cento ante 10 por cento um ano antes. No acumulado do ano, o avanço soma 15,4 por cento. A empresa mantém metas de abertura em 2015 de 25 Lojas Renner, 10 Camicado e 10 Youcom, bem como a projeção de investimentos de 550 milhões de reais. Gomes disse ainda que há oportunidades de custos menores nas negociações em pontos de shoppings centers e lojas de rua. "Há uma boa receptividade e flexibilidade nas negociações", afirmou. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado total subiu 31,5 por cento na mesma base de comparação, a 326,2 milhões de reais. A margem Ebitda cresceu 1,8 ponto percentual ano a ano e encerrou o trimestre em 24,1 por cento. O resultado de produtos financeiros totalizou 54 milhões de reais no segundo trimestre, 3 por cento maior que o obtido um ano antes. Na véspera, a companhia informou que vai pedir autorização ao Banco Central para criar uma instituição financeira própria, chamada de Realize Crédito, Financiamento e Investimento. De acordo com o executivo da Renner, a ideia é ter um veículo financeiro próprio que dará mais agilidade e flexibildade, além de simplificar as operações da empresa na área. 7

8 "A estratégia não muda, vamos continuar conservadores com o crédito, com muita disciplina, com portfólio de produtos financeiros alinhados à proposta de valor da Renner. A estratégia é ser complementar ao varejo", disse Gomes. 30-no-2o-trimestre 8

9 5. Serviços Crise econômica e a nova geração de prestadores de serviços Fonte: Corporate Em tempos de vacas magras, os empresários desenvolvem uma aversão aos riscos. Certo? Errado. Os fatos mostram que é justamente nesse período de dificuldades que surge uma geração de novos empreendedores, que recorrem à criatividade e à inovação para dar início a um novo ciclo de crescimento. É verdade que, após se blindar dos efeitos da crise financeira dos EUA, que eclodiu em 2008 e espalhou seus efeitos sobre a economia mundial em 2009, o Brasil vem amargando um longo período de estagnação e recessão, iniciado em 2014, e sem data marcada para terminar. A onda de pessimismo e desconfiança no mercado, ampliada com o anúncio do ajuste fiscal pelo governo federal no início deste ano, é acompanhada por um duplo movimento recessivo: de um lado, o alto empresariado freia seus investimentos; do outro, a demanda retrai seu consumo em um ambiente de insegurança no mercado de trabalho, preços em alta e crédito restrito. No entanto, mesmo considerado esse panorama de incertezas que rondam a economia brasileira, o empreendedorismo no país avança a passos firmes. Os números falam por si só: por conta também da queda no ritmo de geração de emprego no mercado tradicional e pela busca de novas oportunidades, mais de 800 mil empresas foram abertas no país entre janeiro e maio deste ano, segundo dados do Serasa Experian. O número é 69% superior ao verificado em 2010, ano de maior crescimento econômico do país desde o início da crise, quando foram criadas aproximadamente 575 mil empresas no mesmo período. Em 2010, o PIB brasileiro atingiu o pico de 7,5%, puxado principalmente pelo aquecimento do consumo e do crédito. Agora, mesmo com o recuo do PIB em 0,2% no primeiro trimestre, após um ano de economia com crescimento próximo do zero, e considerado o cenário adverso de consumo retraído e juros apertados, o país assiste ao surgimento de mais empresas do que nos tempos de bonança. Isso quer dizer que, na prática, a oscilação do PIB pouco tem a ver com o nascimento de novos negócios no Brasil e que, mesmo em cenários de crise, o brasileiro tende a investir no seu próprio negócio. Ainda segundo o estudo da Serasa, de janeiro a maio deste ano o número de empresas abertas no Brasil foi 3,4% a mais que no ano passado em relação ao mesmo período, e, somente nesses cinco primeiros meses, já foram criadas 44% das empresas que nasceram durante todo o ano de Novamente, as perspectivas negativas sobre a economia não parecem assustar os novos empreendedores. Serviços - Os dados acima expostos reforçam a genética empreendedora do brasileiro, com atenção especial para o setor de serviços, 9

10 que cresceu 19% nos últimos anos. A chamada economia de serviços tem assumido o protagonismo do mercado com inovação tecnológica, potencial de crescimento rápido, alta flexibilidade e geração de emprego. Hoje, o setor é responsável por 75% dos empregos formais no país e representa mais de 60% do PIB nacional (em 2010, representava 53,10%), acompanhando uma tendência mundial onde o setor terciário é fundamental para movimentar a engrenagem econômica como um todo. A ascensão do setor é reforçada pelos dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP). Segundo levantamento recente, o setor de serviços é um dos que mais crescem no país. Só no Estado de São Paulo, cerca de 900 mil negócios atuam nessa área. Até 2020, o segmento deve ter quase 1,3 milhão de empresas. Estudos internos da Contabilizei apontam para um rápido desenvolvimento do setor de Tecnologia da Informação (TI), representando 48% das empresas prestadoras de serviços abertas em um ano. Num mundo cada vez mais digitalizado e automatizado, o serviço de TI é considerado imprescindível nas estratégias de negócios das empresas. O setor de serviços mais aquecido após o de TI, segundo a Contabilizei, é o de serviços administrativos, como gestão e consultoria. Em um ano, representaram 13% das novas empresas abertas pelo escritório de contabilidade online. Uma área cujo crescimento interno coincide com a média de crescimento nacional é a publicidade, representando 8% dos novos negócios. Serviços de engenharia, design e arquitetura somam 4% das firmas abertas pela empresa. Como se vê, a economia apresenta uma dinâmica interna muito mais complexa e contraditória do que quando observada na sua totalidade, de um ponto de vista macroeconômico. São as iniciativas empresariais de diversos setores não menos importantes para mover a locomotiva econômica de um país que apontam para uma recuperação do ambiente de negócios como um todo. 10

11 6. Serviços Software e TI OKI Brasil implementa sistema unificado de etiquetas digitais para varejo Fonte: Bitmag Comentários A brasileira Hortifruti, grande rede varejista de hortifrutigranjeiros, investiu na tecnologia da OKI Brasil para interligar seus sistemas de PDV com um novo sistema de etiquetas eletrônicas, que ficam nas gôndolas, exibindo preços e informações dos produtos. A novidade permite que o preço seja atualizado em tempo real, tanto no sistema quanto na gôndola com os produtos, reduzindo custos, pois dispensa a necessidade de deslocamento de um funcionário e conferência posterior. Toda a gestão do conteúdo exibido pelas etiquetas é centralizada, e as etiquetas podem apresentar gráficos, abrindo um enorme leque de possibilidades de ações de marketing direto nas lojas. Segundo afirmou em comunicado Geraldo Barreto, Gerente de Projetos da Hortifruti, Com um grande empenho de áreas distintas da rede, implantamos um projeto piloto em nossa unidade de Vitória (ES) e foi um sucesso. Um ponto importante e que foi essencial para o sucesso deste projeto foi a proximidade com a área de negócios, que acreditou no potencial desta tecnologia como um diferencial comercial para a nossa empresa. Agora, nossa meta é instalar as etiquetas em mais nove lojas esse ano e em todas as outras no ano de Dessa forma, nossos clientes têm acesso à atualização imediata de preços e às promoções de nossos produtos. Aquele velho problema de ter desconforto no caixa ao ser cobrado incorretamente é extinto com essa solução, afirma o executivo. Ao apostar em nossas soluções de etiquetas eletrônicas, a Hortifruti adquire uma solução arrojada, moderna, de gestão centralizada de fácil instalação. Como utilizam baterias de alta duração e comunicação sem fio, podem ser implantadas em qualquer área da loja, inclusive em estabelecimentos que já estão em funcionamento, com grande agilidade. Além disto, a nossa Área de Serviços, que atua em todo o Brasil, está pronta a suportar a expansão da rede Hortifruti, disse em comunicado Flavio Montezuma, diretor de vendas da OKI Brasil. Os sistemas das etiquetas e dos PDV, ambos da OKI Brasil, são integrados. Dessa forma, a rede centraliza as informações de preços e tem suporte rápido para a resolução de possíveis problemas. O projeto, que começou em Vitória, com a adoção de unidades das etiquetas eletrônicas, ganha expansão para mais duas cidades nos próximos meses, em julho, a unidade de Niterói (RJ) cuja loja foi reinaugurada no último dia 9 e em agosto São Paulo (SP) contará com as soluções. 11

12 7. Comércio Eletrônico Amazon lança programa para vender produtos exclusivos de startups Fonte: IDG Now No Launchpad, startups contam com página para seus produtos e com a expertise de marketing e distribuição da varejista online Com foco em jovens empresas inovadoras, a Amazon dedicou área em seu e-commerce voltada exclusivamente a comercialização de produtos de startups. Chamado de Launchpad, o marketplace possui aproximadamente 200 items, com enfâse em gadgets. Há também startups vendendo produtos alimentícios e outros de saúde, incluindo vitaminas. Cada startup terá uma página exclusiva para vender seus produtos e também receberá ajuda da Amazon para ações de marketing e distribuição. Segundo a varejista, o programa é gratuito. Startups devem ter seus produtos disponíveis para pronta entrega ou em um prazo máximo de 90 dias. Por enquanto, a Amazon está focando em oferecer produtos de companhias que receberam apoio de empresas de capital de risco, startups que passaram por programas de aceleração ou ainda plataformas de financiamento colaborativo. Até então, são 25 empresas que estão no programa. A companhia ainda não indicou com que meios trabalhará, mas presumivelmente, preferências serão dadas a startups fundadas por empresas parceiras da Amazon, que incluem a plataforma Indiegogo, e as companhias de venture capital Andreessen Horowitz e Highland Capital Partners. Até então, o popular Kickstarter não está no programa. A Amazon não excluirá startups que não são apoiadas por seus parceiros, mas deve considerá-las caso a caso para o Launchpad. Não é a primeira vez que a gigante do e-commerce se dedica a lançar marketplaces. Em março, deu início ao Amazon Exclusives, onde vende apostas de empresas, incluindo brinquedos e itens esportivos. Mercadorias vendidas no site podem ser compradas apenas na Amazon ou diretamente de seus fabricantes. 12

13 65% das lojas virtuais pretendem implementar solução de precificação em até 12 meses Fonte: E-Commerce Para Ricardo Ramos, CEO da Precifica, empresa especializada em precificação inteligente, o e-commerce brasileiro vive um processo de amadurecimento. Estamos no momento de evoluir em aspectos como competitividade dos varejistas, agilidade na precificação dos produtos, gestão de preços e mix de produtos associados à geração de resultados financeiros positivos, explica. Os preços praticados no comércio eletrônico nacional registraram uma queda de 0,48% em 2014, segundo o Índice FIPE/Buscape, divulgado pelo relatório Webshoppers, do e-bit. O indicador mostra que, dos dez grupos de produtos analisados, sete tiveram os preços reajustados para baixo. Esse movimento de competitividade nas estratégias das lojas virtuais no que diz respeito a precificação pode ser visto na pesquisa Como você lida com seu preço?, realizada pela Precifica, que entrevistou mais de 200 varejistas online e identificou que apenas 12% investem em soluções do tipo. A preocupação dos lojistas com esta tecnologia vem crescendo e 65% pretendem implementá-la em até 12 meses, afirma Ramos. O estudo ainda trouxe que 72% dos respondentes acreditam que trabalhar com software de pricing intelligence é relevante para o negócio, e 50% têm por entendimento que são soluções importantes criar estratégias de preço, tanto para baixar quanto para aumentar, baseadas nas ações da concorrência. O levantamento Como você lida com seu preço? é uma realização da Precifica, em parceria com o E-commerce Brasil e Brazil Panels, e ainda abordou a formação e oscilação dos preços dentro das lojas virtuais. Para ver a pesquisa completa, acesse o link: 13

14 8. Empreendedorismo Startup oferece serviço de direito autoral por R$ de julho de 2015 Fonte: Revista PEGN Avctoris pretende acabar com os problemas de uso indevido de textos, fotos, ilustrações e até tatuagens A startup brasileira Avctoris criou uma ferramenta para ajudar artistas gráficos, publicitários, compositores, arquitetos e até tatuadores a registrar formalmente suas criações e impedir o uso indevido. Com o preenchimento de um pequeno formulário, em poucos minutos o profissional pode obter o registro de direito autoral de sua obra pelo preço de R$ 14,90. O sistema utiliza nove elementos comprobatórios como carimbos do tempo e assinatura digital, que tornam o registro válido em 168 países. Segundo Rudinei Modezejewski, idealizador e CEO da Avctoris, a intenção da ferramenta é evitar os processos judiciais por uso indevido de textos, fotos, ilustrações e logotipos que costumam se estender por anos, além de custar aos autores muito mais do que eles poderiam pagar. Só para dar início a um processo judicial desse tipo o autor terá que desembolsar de R$ 2 mil a R$ 5 mil, o que o torna distante da realidade da maioria dos profissionais dessa área. Nós queremos equilibrar a balança, diz Modezejewski. O empreendedor conta que a ideia do negócio surgiu depois que ele mesmo foi vítima deste problema. Em 1996, eu e meu sócio trabalhamos durante meses em um projeto. Uma empresa a quem havíamos apresentado a ideia a implementou e vendeu por R$ 56 milhões. Caso tivéssemos feito o registro desse projeto, cerca de 20% desse valor seria meu, afirma. De acordo com uma pesquisa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, 810 mil profissionais estão envolvidos com a indústria criativa no país. A meta de Modezejewski é alcançar 100 mil clientes até o final de 2016, contando que cada um registre em média 6 obras por mês. Atualmente, a empresa conta com 2 mil clientes, sendo 40% autores de livros independentes. De olho nesse mercado e na expansão dos negócios, a Avctoris fará o lançamento oficial da ferramenta fora do país na Feira do Livro de Frankfurt, o maior encontro do setor editorial no mundo. 14

15 9. Curtas Fonte: GS&MD Casino reestrutura operações e cria gigante varejista na América Latina O Conselho de Administração do Casino aprovou nova organização de suas atividades na América Latina, com venda de ativos que terá como consequência o compartilhamento do controle direto do Grupo Pão de Açúcar entre Casino e a varejista colombiana Éxito. O GPA informou nesta quinta-feira que o Casino aprovou a venda, em dinheiro, para a Éxito de 50 por cento da empresa francesa Segisor e a venda de 100 por cento da subsidiária do Casino na Argentina, Libertad, por 1,8 bilhão de dólares. A Segisor deterá, indiretamente, as ações ordinárias do GPA detidas pelo Casino. Cresce uso de cartão como pagamento na hotelaria Fonte: Panrotas No setor de Meios de Pagamento, o uso de cartões de crédito (plástico e virtual) tem crescido na hotelaria. Isso é muito positivo para nós, salientou o diretor executivo da Abracorp, Gervásio Tanabe, durante a apresentação dos números deste semestre e do comparativo com o mesmo período de 2014, hoje, em São Paulo. Registramos um grande salto na participação dos pagamentos por meio de cartões nos hotéis: passou de 29%, na pesquisa comparativa de semestres anterior, para 41% nesta, celebrou Tanabe. O sistema de faturamento é extremamente burocrático e manual, já o feito via cartão o risco é bem menor, além de ser mais transparente, comparou ele. 15

16 10. Feiras 28/07/2015 até 31/07/ MECSHOW 2015 Setor: Metalurgia e Siderurgia Local: Carapina Centro de Eventos Cidade: Serra ES 28/07/2015 até 31/07/ FENAFASHION 2015 Setor: Têxtil, Confecção e Vestuário Local: Pavilhão de Exposições José Ijair Conti Cidade: Criciúma SC 29/07/2015 até 01/08/ AUTOTOOLS Setor: Veículos Automotores, Autopeças, Retíficas e Acessórios Local: Centro Sul Centro de Convencões de Florianópolis Cidade: Florianópolis - SC 03/08/2015 até 06/08/ ABAD 2015 FORTALEZA Setor: Alimentos e Bebidas Local: CEC Centro de Eventos do Ceará Cidade: Fortaleza - CE 31/07/2015 até 02/08/ FEIRA PONTA DE ESTOQUE Setor: Têxtil, Confecção e Vestuário Local: EXAPICOR Cidade: Resende RJ 03/08/2015 até 06/08/ ABAD 2015 FORTALEZA Setor: Alimentos e Bebidas Local: CEC Centro de Eventos do Ceará Cidade: Fortaleza CE 04/08/2015 até 05/08/ BIJOIAS Setor: Joias, Bijuterias, Pedras e Metais Preciosos Local: Centro de Convenções Frei Caneca Cidade: São Paulo - SP 04/08/2015 até 09/08/ FEIRA DO BEBÊ E GESTANTE Setor: Comércio Varejista, Atacadista e Franquias Local: Minascentro Cidade: Belo Horizonte MG 04/08/2015 até 06/08/2015 HIGIEXPO Setor: Conservação, Higiene e Limpeza Local: Expo Center Norte - Pavilhão Amarelo Cidade: São Paulo SP 16

17 04/08/2015 até 06/08/ BRAZIL PROMOTION 2015 Setor: Comunicação, Divulgação e Publicidade Local: Transamérica Expo Center Cidade: São Paulo - SP 04/08/2015 até 06/08/ BRINQ-PA/AP Setor: Brindes, Presentes e Brinquedos Local: Estação das Docas Cidade: Belém PA 05/08/2015 até 07/08/ AGRORGÂNICA 2015 Setor: Agronegócio Local: Parque de Exposições JK Cidade: Sete Lagoas - MG 05/08/2015 até 07/08/ EXPO PROTEÇÃO Setor: Saúde Local: Expo Center Norte Cidade: São Paulo RS 05/08/2015 até 08/08/ CONSTRUSUL Setor: Engenharia e Arquitetura Local: Centro de Eventos Fnac Cidade: Novo Hamburgo - RS 06/08/2015 até 08/08/ SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL Setor: Multisetores Local: Expo Center Norte Pavilhão Azul Cidade: São Paulo SP 06/08/2015 até 08/08/ FLIC Setor: Artes Gráficas, Papelarias, Embalagem de Papel, Livro, Material Didático e Educativo Local: Expo Center Norte Pavilhão Azul Cidade: São Paulo SP 11/08/2015 até 13/08/ BITS 2015 Setor: Informática, Tecnologia da Informação e Telecomunicações Local: Centro de Eventos FIERGS Cidade: Porto Alegre - RS O Calendário Brasileiro de Exposições e Feiras está disponível no site 17

18 Secretaria de Comércio e Serviços Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line Boletim 853/2015 Ano VII 15/10/2015 Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line O impacto das novas plataformas deve ser maior no médio e longo prazo, principalmente com a

Leia mais

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 140 28 de julho de 2015

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 140 28 de julho de 2015 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº 140 28 de julho de 2015 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 140 Ano 09 Brasília, 28 de julho de 2015 Sumário 1. COMÉRCIO... 3 Setor de materiais de construção

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Agosto 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015.

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015. Abril - 2015 Divulgado em 14 de maio de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com abril de 2014; no índice

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

Introdução. PIB varia 0,4% em relação ao 1º trimestre e chega a R$ 1,10 trilhão

Introdução. PIB varia 0,4% em relação ao 1º trimestre e chega a R$ 1,10 trilhão 16 a 31 de agosto de 2012 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 142 30 de julho de 2015

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 142 30 de julho de 2015 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº 142 30 de julho de 2015 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 142 Ano 09 Brasília, 30 de julho de 2015 Sumário 1. COMÉRCIO... 3 Confiança de consumidores tem

Leia mais

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 São Paulo, 07 de Novembro de 2005 - O Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam exclusivamente no varejo eletrônico

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

Quem sou eu? Marcelo Salomão Guimarães Casado a 8 anos 1 filha de 7 anos

Quem sou eu? Marcelo Salomão Guimarães Casado a 8 anos 1 filha de 7 anos Quem sou eu? Marcelo Salomão Guimarães Casado a 8 anos 1 filha de 7 anos Diretor de negócios Gigatron Franchising Diretor CTRA Centro Tecnológico da Região de Araçatuba Diretor ABRADI-isp Associação Brasileira

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junho 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

1º a 15 de agosto de 2011

1º a 15 de agosto de 2011 1º a 15 de agosto de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 35 15 a 30 de setembro de 2009 EMPREGO De acordo com a Pesquisa

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2014 PONTA GROSSA Este relatório, referente ao mês de Janeiro de 2014, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas Comentários gerais Pesquisa Anual de Comércio - PAC investiga a estrutura produtiva do A segmento empresarial do comércio brasileiro, sendo os resultados referentes a 2012 divulgados neste volume. A pesquisa

Leia mais

Panorama da Economia Brasileira. Carta de Conjuntura do IPEA

Panorama da Economia Brasileira. Carta de Conjuntura do IPEA : Carta de Conjuntura do IPEA Apresentadoras: PET - Economia - UnB 25 de maio de 2012 1 Nível de atividade 2 Mercado de trabalho 3 4 5 Crédito e mercado financeiro 6 Finanças públicas Balanço de Riscos

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO REGIÃO OESTE

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO REGIÃO OESTE FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2013 REGIÃO OESTE Este relatório, referente ao mês de NOVEMBRO de 2013, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

E-COMMERCE / LOJA VIRTUAL

E-COMMERCE / LOJA VIRTUAL 1 ÍNDICE 1. WIX SISTEMAS E O /LOJA VIRTUAL 03 1.1.1 GRANDE VARIEDADE DE LAYOUTS E PERSONALIZAÇÃO 03 1.1.2 SERVIDOR E SSL (CADEADO DE SEGURANÇA) COMPARTILHADOS 04 2. RECURSOS 05 3. NOSSOS PLANOS DE /LOJA

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 Nota de Crédito PJ Janeiro 2015 Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 mai/11 mai/11 Carteira de Crédito PJ não sustenta recuperação Após a aceleração verificada em outubro, a carteira de crédito pessoa jurídica

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - MAIO/2015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem

Leia mais

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados 101/15 30/06/2015 Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Junho de 2015 Sumário 1. Perspectivas do CenárioEconômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos.

2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos. 2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos. 2.1. Fusões e aquisições globais Com a globalização e a necessidade de escalas cada vez maiores de operação, as grandes empresas ultrapassaram fronteiras

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014 Associação Brasileira de Supermercados Nº43 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014 Com crescimento em julho, setor acumula 1,48% no ano Em julho, as vendas

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Junho de 2015

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Junho de 2015 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Junho de 2015 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Julho de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS O COMÉRCIO RESPONDE POR 12,7% DO PIB BRASILEIRO O COMÉRCIO VAREJISTA É RESPONSÁVEL POR 42% DO COMÉRCIO

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Crise Mundo Os EUA e a Europa passam por um forte processo de desaceleração economica com indicios de recessão e deflação um claro sinal de que a crise chegou

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov.

7.000 6.500 6.000 5.500 5.000 4.500 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 500 - -500-1.000 fev./2010. ago./2011. fev./2012. nov. 4 SETOR EXTERNO As contas externas tiveram mais um ano de relativa tranquilidade em 2012. O déficit em conta corrente ficou em 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), mostrando pequeno aumento em relação

Leia mais

Vendas recuam, mas acumulam alta de 1,46% no ano

Vendas recuam, mas acumulam alta de 1,46% no ano Associação Brasileira de Supermercados Nº51 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Abril de 2015 Vendas recuam, mas acumulam alta de 1,46% no ano Crescimento moderado

Leia mais

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco

Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco O que é o NTCPE? O Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco/NTCPE é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos.

Leia mais

Relatório Analítico 27 de março de 2012

Relatório Analítico 27 de março de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa TGM A3 Segmento de Atuação Principal Logística Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 29,51 Valor Econômico por Ação (R$) 32,85 Potencial

Leia mais

Venda de tecidos tem destaque em setembro

Venda de tecidos tem destaque em setembro Venda de tecidos tem destaque em setembro setembro / 2009 Temos avaliado, mês a mês, um ritmo favorável nas vendas e no faturamento do comércio que, em alguns segmentos, assume patamares pré-crise. Neste

Leia mais

ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS As recentes divulgações dos principais indicadores de desempenho da economia brasileira mostram

Leia mais

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA OBSERVATÓRIO POLÍTICO DOS ESTADOS UNIDOS INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA ESTUDOS SOBRE OS ESTADOS UNIDOS INCT-INEU ISSN 2317-7977 VOL.

Leia mais

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2015.

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2015. PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 SETEMBRO 2015. Cotação (30/09/15) PLAS3 - R$ 5,50 (*) Valor de mercado em 30/09/15 (MARKET CAP BOVESPA) R$ 27 milhões Quantidade Ações (*) Ordinárias: 4.970 M Relação com

Leia mais

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro Monitor do Déficit Tecnológico Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro de 2012 Monitor do Déficit Tecnológico de 2012 1. Apresentação

Leia mais

SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS OUTUBRO/2013 FECOMERCIO/TO Hugo de Carvalho Presidente Anselmo da Silva Moraes Vice Presidente Silmara Lustosa Ribeiro Superintendente INSTITUTO FECOMÉRCIO/TO Hugo de

Leia mais

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM)

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Boletim n.º 05 1º trimestre de O AMBIENTE ECONÔMICO Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Atividade econômica A economia brasileira, medida pelo desempenho do Produto Interno

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 026 09 de fevereiro de 2015

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 026 09 de fevereiro de 2015 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº 026 09 de fevereiro de 2015 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 026 Ano 09 Brasília, 09 de fevereiro de 2015 Sumário 1. COMÉRCIO... 3 Liquidações não impedem

Leia mais

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 1 ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 Operadora: Bom dia senhoras e senhores, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Arteris, para discussão dos resultados

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 008 PIB avança e cresce 6% Avanço do PIB no segundo trimestre foi o maior desde 00 A economia brasileira cresceu mais que o esperado no segundo trimestre, impulsionada

Leia mais

Reestruturação operacional reduz os custos e as despesas operacionais, proporcionando Ebitda de R$ 2,4 milhões.

Reestruturação operacional reduz os custos e as despesas operacionais, proporcionando Ebitda de R$ 2,4 milhões. Última Cotação em 30/09/2013 FBMC4 - R$ 43,90 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2013): R$ 31.893,9 milhões US$ 14.431,7 milhões São Bernardo do Campo,

Leia mais

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana #100 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Dólar sem freios Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana Festa no exterior Brasileiros continuam gastando cada vez mais fora

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Informe Econômico N 3

Informe Econômico N 3 Conjuntura Econômica Gerente Legislativa: Sheila Tussi da Cunha Barbosa Analista Legislativa: Cláudia Fernanda Silva Almeida Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo Ferreira Estagiário: Tharlen

Leia mais

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 A potencialidade de consumo dos brasileiros deve chegar a R$ 3,730 trilhões neste ano, ao mesmo tempo em que revela significativo aumento dos

Leia mais

Análise CEPLAN Clique para editar o estilo do título mestre. Recife, 17 de agosto de 2011.

Análise CEPLAN Clique para editar o estilo do título mestre. Recife, 17 de agosto de 2011. Análise CEPLAN Recife, 17 de agosto de 2011. Temas que serão discutidos na VI Análise Ceplan A economia em 2011: Mundo; Brasil; Nordeste, com destaque para Pernambuco; Informe sobre mão de obra qualificada.

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Apresentação Nesta 17ª Carta de Conjuntura da Saúde Suplementar, constam os principais indicadores econômicos de 2011 e uma a n á l i s e d o i m p a c t o d o crescimento da renda e do emprego sobre o

Leia mais

DESEMPENHO RECENTE DO COMÉRCIO VAREJISTA

DESEMPENHO RECENTE DO COMÉRCIO VAREJISTA ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DE COMÉRCIO E SERVIÇOS Data: Dezembro/98 N o 20 DESEMPENHO RECENTE DO COMÉRCIO VAREJISTA O comércio é a ponta da cadeia produtiva e é o primeiro

Leia mais

ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO

ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO Número refere-se ao aumento da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em relação a junho de 2013; com os ajustes dos efeitos de calendário,

Leia mais

SINOPSE DE CLIPPING SEMANAL SINDISIDER

SINOPSE DE CLIPPING SEMANAL SINDISIDER SINOPSE DE CLIPPING SEMANAL SINDISIDER 4ª SEMANA DE MARÇO A entrevista do presidente Carlos Loureiro para a Reuters sobre a reunião no MDIC continua recebendo destaque da mídia. Reproduções da reportagem

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 POPULAÇÃO... 3 4 COLETA DE DADOS... 3 5 RESULTADOS... 4 Ilustração 1 -

Leia mais

ANO 1 NÚMERO 03 NOVEMBRO 2011 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 1 NÚMERO 03 NOVEMBRO 2011 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 1 NÚMERO 03 NOVEMBRO 2011 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO CONSIDERAÇÕES INICIAIS Aos poucos as turbulências no mercado financeiro europeu e seus impactos nas atividades econômicas

Leia mais

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista ampliado

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista ampliado COMENTÁRIOS Em maio, o Comércio Varejista do País apresentou variações em relação ao mês anterior ajustadas sazonalmente, de 0,5% para o volume de vendas e de 1,0% para a receita nominal. Quanto à média

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas para o Dia dos Pais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas para o Dia dos Pais Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Expectativas para o Dia dos Pais 2013 Apresentação O Dia dos Pais marca a abertura do calendário de datas comemorativas do comércio varejista no segundo semestre.

Leia mais

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 131 15 de julho de 2015

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 131 15 de julho de 2015 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº 131 15 de julho de 2015 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 131 Ano 09 Brasília, 15 de julho de 2015 Sumário 1. COMÉRCIO... 3 Dia das Mães não conseguiu estancar

Leia mais

7 Política de investimento direto no Brasil: a internacionalização da economia brasileira

7 Política de investimento direto no Brasil: a internacionalização da economia brasileira 7 Política de investimento direto no Brasil: a internacionalização da economia brasileira Alexandre Petry * A Apex foi criada em 2003, mas funcionava desde 1997 dentro da estrutura do Sebrae. Implementa

Leia mais

INDX avança 4,71% em Fevereiro

INDX avança 4,71% em Fevereiro INDX avança 4,71% em Fevereiro Dados de Fevereiro/15 Número 95 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de fevereiro com elevação

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa de juros Selic em 0,5 p.p., a 14,25% ao ano, conforme esperado pelo mercado. A decisão ocorreu após elevação de 0,5 p.p no último encontro.

Leia mais

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350

O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 23,4 18,7 R$ 328 R$ 335 R$ 373 R$ 350 R$ 342 R$ 350 ARTESANATO BOLETIM COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio eletrônico (e-commerce) é um setor em crescimento Em 2012, o faturamento foi de R$ 22,5 bilhões no Brasil, e de aproximadamente R$ 28 bilhões em 2013.

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

O MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EM 2011 E

O MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EM 2011 E O MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EM 2011 E 2012 Camila Cristina Farinhaki Henrique Alves dos Santos Lucas Fruet Fialla Patricia Uille Gomes Introdução Este artigo tem como objetivo

Leia mais

* Dados referentes ao PIB estimado para o ano de 2014

* Dados referentes ao PIB estimado para o ano de 2014 A Cielo é uma credenciadora de pagamentos eletrônicos. Talvez você a conheça pelas suas máquinas de cartão, presentes no comércio de Norte a Sul do Brasil. Essa é mesmo a função primordial da companhia:

Leia mais

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas 1 O conturbado cenário nacional Economia em recessão: queda quase generalizada do PIB no 2º trimestre de 2015, com expectativa de

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Tópicos Economia Americana: Confiança em baixa Pág.3 EUA X Japão Pág. 4 Mercados Emergentes: China segue apertando as condições monetárias Pág.5 Economia Brasileira:

Leia mais

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 141 29 de julho de 2015

INFORMATIVO SCS. Ano 9, nº 141 29 de julho de 2015 INFORMATIVO SCS Ano 9, nº 141 29 de julho de 2015 Informativo da Secretaria de Comércio e Serviços SCS Nº 141 Ano 09 Brasília, 29 de julho de 2015 Sumário 1. COMÉRCIO... 3 Dia dos Pais deve injetar R$

Leia mais

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Anatel aperta regras para conexões de banda larga. Telecom Italia tem prejuízo de 2 bi de euros no semestre

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Anatel aperta regras para conexões de banda larga. Telecom Italia tem prejuízo de 2 bi de euros no semestre Folha de S. Paulo Anatel aperta regras para conexões de banda larga O conselho diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou nesta quinta-feira proposta com padrões mínimos de qualidade

Leia mais

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes O Evento A PHOTOIMAGE BRASIL, maior feira de imagem da América Latina, reuniu mais de 35 mil participantes ligados ao segmento e provou nesta sua 22ª edição que soube se adaptar às rápidas mudanças do

Leia mais

FRANCHISING JAIR PASQUALI

FRANCHISING JAIR PASQUALI FRANCHISING JAIR PASQUALI jair.pasquali@marisolsa.com PARTICIPAÇÃO DOS SEGMENTOS DE VAREJO RECEITA TOTAL DO COMÉRCIO VAREJISTA E DE VEÍCULOS Produtos farmacêuticos 5,7% Tecidos e artigos do vestuário 7,5%

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014 Associação Brasileira de Supermercados Nº48 tou ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014 Vendas dos supermercados crescem 2,24% em 2014 Em dezembro, as

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010.

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010. O volume total de crédito do sistema financeiro, computadas as operações com recursos livres e direcionados, atingiu R$2.030 bilhões em dezembro, após crescimento mensal de 2,3%. Ao longo de 2011, o crédito

Leia mais

5.500 postos de serviço

5.500 postos de serviço 5.500 postos de serviço Em 2009, a Ipiranga manteve sua trajetória de expansão acelerada da escala, com a aquisição das operações da rede de distribuição de combustíveis da Texaco no Brasil e investimentos

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 46 - Julho/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em abril de 2015, queda de 3,9% em relação ao mesmo

Leia mais

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Abril de 2015 Sumário 1. Perspectivas do Cenário Econômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março de 2015... 5 3.

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL OUTUBRO DE 2014 Outubro de 2014 www.fiergs.org.br Indústria cresce pelo quarto mês seguido O IDI/RS, Índice de Desempenho Industrial do Rio Grande do Sul, apontou

Leia mais

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

PERSPECTIVAS DO MERCADO SEGURADOR DE AUTOMÓVEL Belo Horizonte/MG Setembro 2014

PERSPECTIVAS DO MERCADO SEGURADOR DE AUTOMÓVEL Belo Horizonte/MG Setembro 2014 PERSPECTIVAS DO MERCADO SEGURADOR DE AUTOMÓVEL Belo Horizonte/MG Setembro 2014 Perspectivas A Transformação dos Consumidores Serviços ao Cliente Tendências PERSPECTIVAS CENÁRIO BRASILEIRO O Real se desvalorizou

Leia mais