MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 2015 ATENÇÃO! LEIA ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES SOBRE A PRÁTICA JURÍDICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 2015 ATENÇÃO! LEIA ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES SOBRE A PRÁTICA JURÍDICA"

Transcrição

1 MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 2015 ATENÇÃO! LEIA ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES SOBRE A PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA (FADIVA)

2 Presidente da Fundação Educacional de Varginha Prof. Morvan Aloysio Acayaba de Rezende Diretor da Faculdade de Direito de Varginha Prof. Álvaro Vani Bemfica Prédio da Administração Fundação Educacional de Varginha (FUNEVA), Diretoria, Secretaria, Núcleo de Prática Jurídica e Serviços Auxiliares: Rua José Gonçalves Pereira, Vila Pinto - CEP Prédio do SERAJ Avenida Brasil, 4 Vila Pinto CEP Telefones: Código DDD Fundação Educacional de Varginha: Tesouraria: Secretaria: Fax: SERAJ: home - page: NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 2

3 INTRODUÇÃO O Presente Manual visa esclarecer ao aluno o funcionamento do Núcleo de Prática Jurídica e o modo de desenvolvimento e exercício do Estágio Curricular Supervisionado. O Estágio Curricular Supervisionado é componente curricular obrigatório, desenvolvido por intermédio do programa de aprendizagem em Prática Jurídica, que integraliza a estrutura curricular do Curso, cabendo aos professores supervisores, com carga horária docente destinada para esse fim, a orientação e o acompanhamento do aluno estagiário. Como componente da formação acadêmica, o Estágio Curricular Supervisionado deve atender às exigências do projeto pedagógico do Curso de Direito - PPC, e ser desenvolvido em campos selecionados e supervisionados, de acordo com a legislação pertinente em vigor. Cumpre ao N.P.J. da FADIVA promover as experiências práticas demonstrativas da realização do Direito, com o objetivo de obter o aperfeiçoamento de sua formação profissional sem se falar na questão social ao prestar atendimento jurídico à população carente de Varginha O Estágio Curricular Supervisionado é dividido em Estágio Supervisionado e Prática Jurídica, ambas disciplinas obrigatórias. O Estágio Supervisionado é dividido em cível (200h/a) e penal (200h/a), distribuídos nos últimos dois anos do curso ou quatro últimos períodos. A Prática Jurídica (160h) deve ser cumprida nos últimos dois anos ou quatro períodos do curso e poderá ser cumprida no Escritório Modelo de Advocacia, no Serviço de Assistência Judiciária SERAJ ou através do Estágio Supervisionado Extracurricular (Convênios). No Escritório Modelo de Advocacia há atividades simuladas e reais sobre as disciplinas já cursadas, ou em desenvolvimento, e constarão na redação de peças profissionais, visitas programadas a órgãos de funções essenciais à Justiça, além de outras atividades práticas a critério do Coordenador do Núcleo de Prática Jurídica. O Estágio Supervisionado Extracurricular (Convênios) consiste em estágio jurídico através de convênios com o Poder Judiciário, Ministério NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 3

4 Público, Defensoria Pública Estadual, Procuradoria da Fazenda Nacional, Procuradoria da Fazenda Estadual e outros setores públicos ou privados relacionados com o Direito. O Serviço de Assistência Judiciária SERAJ inclui todo e qualquer tipo de atividade de estágio procurando, ao longo de suas atividades, propiciar aos estagiários uma visão prática e eficiente da atuação do advogado, preparando-o tecnicamente e fomentar a formação de uma consciência profissional, visando o sucesso de cada um e a melhoria da qualidade da prestação jurisdicional sem, contudo, se divorciar das questões éticas no trato com os jurisdicionados (pessoas necessitadas de Varginha ou Região). O SERAJ se subdivide em Prática Cível, Prática Criminal, Juizado de Conciliação e Mediação e Negociação. No ano de 2015 serão ofertadas para o 5º ano as seguintes modalidades de Prática Jurídica: Escritório Modelo de Advocacia Semanal, turno matutino e noturno; Escritório Modelo de Advocacia Especial, turno noturno; Estágio Supervisionado Extracurricular; e, Serviço de Assistência Judiciária, nas áreas cível, criminal e Juizado de Conciliação, no turno vespertino. Para o 7º e 8º períodos serão ofertadas as seguintes modalidades de Prática Jurídica: Escritório Modelo de Advocacia Semanal, turno matutino; Escritório Modelo de Advocacia Especial, turno noturno; Estágio Supervisionado Extracurricular; e, Serviço de Assistência Judiciária, nas áreas Cível, Criminal e Mediação e Negociação, no turno vespertino. 1. Inscrições: O aluno deverá optar e inscrever-se na modalidade de Prática Jurídica desejada, no ato da rematrícula. A escolha da modalidade de Prática Jurídica no ato de rematrícula é obrigatória. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 4

5 O aluno que optar por fazer a Prática Jurídica na modalidade de Estágio Supervisionado Extracurricular (Convênios), deverá juntar ao requerimento de inscrição uma via do termo de estágio. 2. Obrigatoriedade da Prática Jurídica: A Prática Jurídica é obrigatória para os alunos de 4 e 5 anos ou 7º a 10º períodos. A não inscrição em alguma das modalidades de Prática Jurídica permitidas pela FADIVA implicará em reprovação. O aluno deverá cumprir rigorosamente os prazos do calendário de Prática Jurídica quanto à inscrição e demais requisitos obrigatórios. 3. Modalidades de Prática Jurídica: 3.1. Serviço de Assistência Judiciária SERAJ: O Serviço de Assistência Judiciária SERAJ na FADIVA, a fim de propiciar ao seu aluno a necessária formação prática de um profissional das carreiras jurídicas. É modalidade de prática jurídica real, funcionado em prédio próprio, mantido pela Fundação Educacional de Varginha, entidade que mantém a Faculdade de Direito de Varginha, localizado na Avenida Brasil, nº 4, Vila Pinto, das 13:00 às 17:00 horas. A avaliação do desempenho das atividades do Serviço de Assistência Judiciária, tanto em seus aspectos acadêmicos, quanto administrativos, será realizada de forma sistematizada e por área, sob a orientação, supervisão e acompanhamento da Coordenação do Núcleo de Prática Jurídica. Atividades obrigatórias do SERAJ (entregues aos professores - advogados do SERAJ): Relatório de Atividade; NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 5

6 Atividades elaboradas durante o ano (cópias das peças e outras atividades elaboradas durante o período letivo); Relatório de Audiências Cível e Criminal; Relatório de Visita Orientada; Os relatórios e pastas do SERAJ devem ser entregues e arquivados no Serviço de Assistência Judiciária SERAJ, sob responsabilidade da secretaria do SERAJ. As vagas no SERAJ serão distribuídas da seguinte maneira: a) Cível 7º/8º Períodos 15 vagas b) Criminal 7º/8º Períodos 15 vagas; c) Mediação e Negociação 7 /8 Períodos 10 vagas; d) Cível 5 ano 15 vagas; e) Criminal 5 ano 15 vagas; f) Juizado de Conciliação 5 ano 10 vagas; É obrigatória a frequência de 75 % (setenta e cinco por cento) dos dias e horas destinados a esta modalidade no período letivo para a validação da totalidade das horas para a Prática Jurídica. 3.2 Escritório Modelo de Advocacia: O Escritório Modelo de Advocacia da Faculdade de Direito de Varginha, que integra o Núcleo de Prática Jurídica, funcionará com professores da Faculdade, com carga-horária de no mínimo oitenta horas-aulas de atividades anuais, direcionado aos alunos do 4 e 5 anos ou 7º a 10 períodos. A verificação do rendimento escolar do estagiário se fará semestralmente, em função da assiduidade e eficiência dos estudos. O aluno, para conseguir a aprovação, deverá frequentar o mínimo de 75 % (setenta e cinco por cento) das atividades propostas e desenvolvidas sob a orientação do professor. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 6

7 A eficiência do aluno se verifica pelo seu grau de aplicação nos trabalhos específicos realizados durante o ano de estágio, cujo número e natureza ficam a critério dos professores, ouvido o coordenador do Núcleo de Prática Jurídica. A eficiência do aluno também se verifica através de seu Relatório Final a ser entregue com todas as atividades propostas completas, em tempo hábil. Atividades obrigatórias do Escritório Modelo de Advocacia: Relatório Final contendo (encadernado em espiral) a ser entregue na última aula do período letivo. a) Relatório de Atividade de cada disciplina/matéria; b) Principais Peças; c) Relatório de Estudo de Caso; d) Relatório de Autos Findos e/ou Estudo de Caso; e) 01 audiência de instrução e julgamento real da área relacionada à disciplina de prática jurídica cursada (no caso da área criminal o professor poderá optar por ser 01 Júri Real); Quanto ás audiências, somente será aceito audiências reais de Instrução e Julgamento ou Júri Real. Audiências de Instrução e Julgamento são aquelas onde ocorre o ultimo ato da fase de instrução, com a colheita de provas orais, tais como o esclarecimento do perito e assistente técnico, o depoimento pessoal das partes e a inquirição de testemunhas. 3.3 Estágio Supervisionado Extracurricular (Convênios) Com o consentimento da Faculdade, o estagiário poderá cumprir a Prática Jurídica em órgãos conveniados. O discente deverá cumprir toda a carga-horária constante no Termo de Convênio firmado, respeitado o mínimo de 80 horas e seis meses válidos de termo de estágio entre fevereiro a novembro de 2015 para o curso anual e o mínimo de 40 horas e três meses válidos de termo de estágio entre fevereiro a junho ou agosto a novembro de 2015 para o curso semestral. Ainda, deverá entregar mensalmente relatório de atividade de estágio e relatório de freqüência conforme calendário a seguir. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 7

8 Também deverá entregar, a cada 6 (seis) meses, relatório de Avaliação de Estágio. (Convênios): Atividades obrigatórias do Estágio Supervisionado Extracurricular Relatório de Avaliação de Estágio Supervisionado Extracurricular (este relatório deverá ser entregue semestralmente) Relatórios de Atividade e Frequência mensais; 5 ANO MARÇO 10 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Fevereiro) ABRIL 10 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Março) MAIO 12 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Abril) JUNHO 10- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Maio) 10 Entrega do Relatório de Avaliação do Estágio Extracurricular Supervisionado (Convênios) (ref. 1 Semestre de 2015) AGOSTO 10- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Junho e Julho) SETEMBRO 10- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Agosto) OUTUBRO 19 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Setembro) NOVEMBRO 06 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Outubro) 19- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Novembro) 19 - Entrega da Avaliação do Estágio Extracurricular - Convênios) (ref. 2 semestre de 2015) NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 8

9 7 PERÍODO MARÇO 10 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Fevereiro) ABRIL 10 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Março) MAIO 12 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Abril) JUNHO 10- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Maio) 17- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Junho) 17 Entrega do Relatório de Avaliação do Estágio Extracurricular Supervisionado (Convênios) (ref. 1 Semestre de 2015) 8 PERÍODO SETEMBRO 10- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Agosto) OUTUBRO 19 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Setembro) NOVEMBRO 06 - Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Outubro) 19- Entrega de Relatório de Atividade e Frequência - Estágio Extracurricular (ref. Novembro) 19 - Entrega da Avaliação do Estágio Extracurricular - Convênios) (ref. 2 semestre de 2015) 4. Estágio Supervisionado: O Estágio Supervisionado, fomentando a aceleração da qualidade e da produção do conhecimento teórico, visa, no atendimento dos projetos de ensino, pesquisa e extensão, à transformação material, técnica e eminentemente prática do aprendizado teórico a fim de formar eficientes operadores do direito. Ainda, é mecanismo de atuação da interdisciplinaridade. O Estágio Supervisionado é obrigatório para a conclusão do curso e deverá ser cumprido no 4 e 5 ano ou 7 a 10 períodos. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 9

10 A metodologia utilizada é o estudo de casos, análise de autos findos, redação de peças forenses ou não forenses, audiências e Júri simulados, audiências cíveis, criminais e Júri real e visitas orientadas. A frequência mínima obrigatória, por disciplina, para que o aluno não seja, só por isso, reprovado, é de setenta e cinco por cento das aulas dadas (menos dessa porcentagem o aluno ficará automaticamente reprovado). A verificação do rendimento escolar será feita por disciplina através de exames escritos e da entrega dos relatórios e atividades obrigatórias da disciplina. Será considerado aprovado na disciplina de Estágio Supervisionado o aluno que obtiver média final sete. Atribui-se nota zero ao aluno que deixar de submeter-se à verificação prevista, na data fixada, bem como ao que nela utilizar meio fraudulento, ou que deixar de entregar os relatórios e atividades obrigatórias. Atividades e relatórios obrigatórios: 1) Pasta de Peças: Para o 5 ano: Pasta (encadernada com capa dura na cor vermelha com letras douradas) contendo peças processuais do Estágio Supervisionado Cível II e Penal II; Para o 7 período: Pasta (encadernada com espiral com a capa frontal transparente e a capa traseira vermelha) contendo peças processuais do Estágio Supervisionado Cível I; Pasta (encadernada com espiral com a capa frontal transparente e a capa traseira vermelha) contendo peças processuais do Estágio Supervisionado Penal I; Observação: cada disciplina deverá ter a sua própria pasta. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 10

11 Para o 8 período: Pastas (encadernadas com capas duras na cor vermelha com letras douradas) contendo peças processuais do Estágio Supervisionado Cível II e Penal II; Observação: poderá ser encadernado as peças das duas disciplinas em apenas uma pasta de capa dura vermelha. Datas de entrega da Pasta de Peças (diretamente ao Núcleo de Prática Jurídica): a) 7 período A 16/06/2015 das 19:00 às 20:30 horas; b) 7 período B 16/06/2015 das 21:00 às 22:30 horas; c) 7 período Diurno 17/06/2015 das 08:00 às 9:30 horas; d) 8 período A 10/11/2015 das 19:00 às 20:30 horas; e) 8 período B 10/11/2015 das 21:00 às 22:30 horas; f) 8 período Diurno 11/11/2015 das 08:00 às 9:30 horas; g) 5 ano Diurno 11/11/2015 das 10:00 às 11:30 horas; h) 5 ano A 12/11/2015 das 19:00 às 20:30 horas; i) 5 ano B 12/11/2015 das 21:00 às 22:30 horas; 2) Relatórios Finais com as atividades requeridas e desenvolvidas pelos professores de cada disciplina, separados por disciplinas e encadernados em espiral (capa frontal transparente e capa traseira vermelha). Atividades Obrigatórias Sugeridas pelo Núcleo de Prática Jurídica (a escolha final caberá ao docente de cada disciplina/turma): Estágio Supervisionado Civil I e II: NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 11

12 - Relatório final contendo (encadernado em espiral): a) Comprovação de audiências de instrução e julgamento assistidas e devidamente assinadas (na quantidade de 04 por ano para o curso anual e 02 por semestre para o curso semestral). Observação: As audiências devem ter sido realizadas dentro do período letivo a qual corresponde a disciplina. b)relatório de Atividades da disciplina; c)relatório de Estudo de Caso; d) Relatório de Análise de Autos Findos; e) Relatório de visita orientada. Estágio Supervisionado Penal I e II: - Processo (separado do Relatório Final, caso o professor da disciplina tenha trabalhado com esta metodologia); - Relatório final contendo (encadernado em espiral): a) Relatório de Atividade do Estágio Supervisionado Curricular; b) Relatório de Atividades de cada disciplina; c) Comprovação de audiências de instrução e julgamento e Júri Real assistidos, devidamente assinadas, acompanhadas de relatório de cada uma delas, com visto dos professores das disciplinas (na quantidade de 03 audiências de instrução e julgamento e 01 Júri por ano para o curso anual. Para o 7 período 01 audiência de instrução e julgamento e 01 Júri. Para o 8 período 02 audiências de instrução e julgamento); d) Relatório de Estudo de Caso e/ou Relatório de Análise de Autos Findos; f) Relatório de visita orientada. Os Relatórios Finais deverão ser obrigatoriamente encadernados em espiral (capa frontal transparente e capa traseira vermelha) e seu conteúdo é de responsabilidade dos Professores responsáveis pelas disciplinas de Estágio Supervisionado Cível e Estágio Supervisionado Penal. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 12

13 5. Modelos de Relatório, Formulários, Capa da Pasta de Estágio, Folha de Rosto da Pasta de Estágio e Capa do Relatório Final Os modelos dos relatórios e formulários podem ser encontrados no site da FADIVA (área do N. Prática Jurídica). Os modelos de capas das Pastas de Estágio e do Relatório Final podem ser encontrados nos anexos deste manual. 6. Regras de Formatação das Peças e demais itens obrigatórios: As peças, capas e demais itens obrigatórios deverão seguir, quando possível, as regras da ABNT. Regras básicas: Folha A4; Texto alinhamento justificado; Digitado na cor preta (com exceção das ilustrações que podem ser coloridas); Fonte Arial ou Times New Roman tamanho 12 (usar tamanho 10 para: legenda de figuras e/ou tabelas e gráficos, notas de rodapé, citações direta com mais de 3 linhas); Espaço entrelinhas deve ser de 1,5. O espaço simples deve ser usado em: citações diretas de mais de três linhas, etc. Recuo de 1,25 cm na 1 linha de cada parágrafo (exceto citações diretas com mais de 3 linhas, que devem ter recuo de 4 cm no parágrafo todo); Margens: superior 3 cm; inferior - 2 cm; esquerda 3 cm; direita 2 cm. Identificação no final de cada peça com o nome do aluno, matrícula e turma (caso seja peças processuais reais, basta o nome do aluno). NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 13

14 7. Modificação na modalidade de Prática Jurídica: Qualquer modificação na modalidade de Prática Jurídica deverá ser requerida no Cartório da FADIVA. O requerimento deverá vir acompanhado dos documentos comprobatórios da justificativa. O Coordenador do Núcleo de Prática Jurídica, ou quem o faça representar, poderá ou não deferir a modificação. As modificações só poderão ocorrer até a data de 25 de fevereiro de Após esta data não poderão ocorrer mudanças entre modalidades que já tenham iniciado suas atividades. 8. Contato com o NPJ: Caso o aluno deseje maiores informações ou agendar uma reunião com os representantes do NPJ, poderá agendar um horário no Cartório da FADIVA ou enviar um para 9.Voluntários e Ouvintes: Caso o aluno deseje, poderá o mesmo frequentar modalidades de Prática Jurídica diversas na condição de voluntário ou ouvinte. O aluno que assim o desejar deverá requerer ao NPJ a matrícula como ouvinte ou voluntário entre os dias 10 a 19 de março de O NPJ estudará o requerimento e irá deferir caso haja disponibilidade de vagas. 10. Calendários: A seguir os Calendários das modalidades de Prática Jurídica para o período letivo de NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 14

15 I) Curso Semestral: a) PRÁTICA JURÍDICA I - EMA SEMANAL TURNO DIURNO Público Alvo: alunos matriculados no 7 período noturno Área: Criminal AULAS: 05/03; 12/03; 19/03; 26/03; 09/04; 16/04; 23/04; 30/04; 07/05; 14/05; 21/05; 28/05; 11/06; 18/06. HORÁRIO: quinta-feira, das 08:50 às 11:40 horas (intervalo de 20 minutos). Número de aulas por dia: 3h/a TOTAL DE HORAS: 40 horas-aula b) PRÁTICA JURÍDICA I - EMA ESPECIAL TURNO NOTURNO Público Alvo: alunos matriculados no 7 período noturno e diurno Área: A ser definida. AULAS: 06/07/2015 a 17/07/2015 HORÁRIO: segunda a sexta feira, das 19:00 às 22:40 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a c) PRÁTICA JURÍDICA I - SERAJ - CÍVEL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 7 período noturno e diurno AULAS: 02/03; 09/03; 16/03; 23/03; 06/04; 13/04; 27/04; 11/05; 18/05; 25/05. HORÁRIO: segunda - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 15

16 d) PRÁTICA JURÍDICA I - SERAJ MEDIAÇÃO E NEGOCIAÇÃO TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 7 período noturno e diurno AULAS: 02/03; 09/03; 16/03; 23/03; 06/04; 13/04; 27/04; 04/05; 18/05; 25/05. HORÁRIO: segunda - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a e) PRÁTICA JURÍDICA I - SERAJ - CRIMINAL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 7 período noturno e diurno AULAS: 03/03; 10/03; 17/03; 24/03; 07/04; 14/04; 27804; 12/05; 19/05; 26/05. HORÁRIO: terça - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a f) PRÁTICA JURÍDICA II - EMA SEMANAL TURNO DIURNO Público Alvo: alunos matriculados no 8 período noturno Área: Criminal AULAS: 05/08; 12/08; 19/08; 26/08; 02/09; 09/09; 16/09; 23/09; 30/09; 21/10; 28/10; 04/11; 11/11; 18/11. HORÁRIO: quarta-feira, das 08:50 às 11:40 horas (intervalo de 20 minutos). Número de aulas por dia: 3h/a TOTAL DE HORAS: 40 horas-aula g) PRÁTICA JURÍDICA II - EMA ESPECIAL TURNO NOTURNO Público Alvo: alunos matriculados no 8 período noturno e diurno NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 16

17 Área: A ser definida. AULAS: 07/12/2015 a 18/12/2015 HORÁRIO: segunda a sexta-feira, das 19:00 às 22:40 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a h) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ - CÍVEL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 8 período noturno e diurno AULAS: 10/08; 17/08; 24/08; 31/08; 01/09; 14/09; 21/09; 28/09; 19/10; 26/10; 09/11. HORÁRIO: segunda - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a i) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ MEDIAÇÃO E NEGOCIAÇÃO TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 8 período noturno e diurno AULAS: 10/08; 17/08; 24/08; 31/08; 01/09; 14/09; 21/09; 28/09; 19/10; 26/10; 09/11. HORÁRIO: segunda - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a j) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ - CRIMINAL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 8 período noturno e diurno AULAS: 11/08; 18/08; 25/08; 01/09; 01/09; 15/09; 22/09; 29/09; 20/10; 27/10; 10/11. HORÁRIO: terça - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 40 h/a NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 17

18 II) Curso Anual: a) PRÁTICA JURÍDICA II EMA SEMANAL TURNO NOTURNO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano diurno Área: Cível AULAS: 03/03; 10/03; 17/03; 24/03; 31/03; 07/04; 14/04; 28/04; 05/05; 12/05; 19/05; 26/05; 02/06; 09/06; 16/06; 04/08; 11/08; 18/08; 25/08; 01/09; 01/09; 08/09; 15/09; 22/09; 29/09; 20/10; 27/10; 10/11. HORÁRIO: terça-feira, das 19:00 às 21:50 horas (intervalo de 20 minutos). Número de aulas por dia: 3 h/a TOTAL DE HORAS: 81 horas-aula b) PRÁTICA JURÍDICA II EMA SEMANAL TURNO DIURNO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano noturno Área: Cível AULAS: 03/03; 10/03; 17/03; 24/03; 31/03; 07/04; 14/04; 28/04; 05/05; 12/05; 19/05; 26/05; 02/06; 09/06; 16/06; 04/08; 11/08; 18/08; 25/08; 01/09; 08/09; 15/09; 22/09; 29/09; 20/10; 27/10; 10/11. HORÁRIO: terça-feira, das 08:00 às 10:50 horas (intervalo de 20 minutos). Número de aulas por dia: 3 h/a TOTAL DE HORAS: 81 horas-aula c) PRÁTICA JURÍDICA II EMA ESPECIAL TURNO NOTURNO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano diurno e noturno Área: Trabalhista AULAS: 29/06/15 a 24/07/15 HORÁRIO: segunda a sexta-feira, das 19:00 às 22:40 horas (intervalo de 20 minutos). NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 18

19 Número de aulas por dia: 4 h/a TOTAL DE HORAS: 80 horas-aula d) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ - CÍVEL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano noturno e diurno AULAS: 04/03; 11/03; 18/03; 25/03; 08/04; 15/04; 29/04; 13/05; 20/05; 27/05; 12/08; 19/08; 26/08; 02/09; 16/09; 23/09; 30/09; 21/10; 28/10; 11/11. HORÁRIO: quarta - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 80 h/a i) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ JUIZADO DE CONCILIAÇÃO TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano noturno e diurno AULAS: 04/03; 11/03; 18/03; 25/03; 08/04; 15/04; 29/04; 13/05; 20/05; 27/05; 12/08; 19/08; 26/08; 02/09; 16/09; 23/09; 30/09; 21/10; 28/10; 11/11. HORÁRIO: quarta - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 80 h/a j) PRÁTICA JURÍDICA II - SERAJ - CRIMINAL TURNO VESPERTINO Público Alvo: alunos matriculados no 5 ano noturno e diurno AULAS: 05/03; 12/03; 19/03; 26/03; 09/04; 16/04; 30/04; 14/05; 21/05; 28/05; 13/08; 20/08; 27/08; 03/09; 17/09; 24/09; 01/10; 22/10; 29/10; 12/11. HORÁRIO: quinta - feira, das 13:20 às 17:00 (20 minutos de intervalo) TOTAL DE HORAS: 80 h/a NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 19

20 ANEXO I CAPA PASTA DE PEÇAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOME DO ALUNO PERÍODO LETIVO/TURMA FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOME PERÍODO LETIVO E TURMA NÚMERO DE MATRÍCULA 2015 FOLHA DE ROSTO DA PASTA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO CÍVEL: DOCENTE: ESTÁGIO SUPERVISIONADO PENAL: DOCENTE: NOME PERÍODO LETIVO E TURMA NÚMERO DE MATRÍCULA 2015 NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 20

21 ANEXO II CAPAS DOS RELATÓRIOS FINAIS FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOME PERÍODO LETIVO E TURMA NÚMERO DE MATRÍCULA 2015 FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA RELATÓRIO FINAL DO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA NOME PERÍODO LETIVO E TURMA NÚMERO DE MATRÍCULA 2015 NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FADIVA Página 21

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2015.1 NPJ, 30 DE JANEIRO DE 2015.

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2015.1 NPJ, 30 DE JANEIRO DE 2015. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE CATHEDRAL ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICO FORENSE SUPERVISIONADO I E II EDITAL N 2015.1 NPJ, 30 DE JANEIRO DE 2015. A Coordenação do Curso de Direito e a Coordenação do

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA - NPJ A Direção Geral da Faculdade ESUP, torna público o presente Regulamento, que tem como finalidade, normatizar a estrutura e funcionamento do Núcleo de Prática

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA - FACISA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA - FACISA REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA - FACISA I - DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º Este Regulamento estabelece

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art.1º. O presente Regulamento rege as Atividades de Estágio Supervisionado,

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES FAR

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES FAR ` REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES FAR Rio Verde, Goiás 2010/2 Regimento do Núcleo de Prática Jurídica da FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES - FAR A Administração Geral da

Leia mais

REGULAMENTO DA PRÁTICA JURÍDICA. Estabelece normas gerais atinentes à Prática Jurídica.

REGULAMENTO DA PRÁTICA JURÍDICA. Estabelece normas gerais atinentes à Prática Jurídica. REGULAMENTO DA PRÁTICA JURÍDICA Estabelece normas gerais atinentes à Prática Jurídica. A Coordenação de Prática Jurídica, no exercício de suas atribuições, regulamenta as Disciplinas de Prática Jurídica.

Leia mais

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso. Das Disposições Preliminares

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso. Das Disposições Preliminares Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso Das Disposições Preliminares Art. 1. Respaldado pelo disposto nos termos do parágrafo terceiro do Artigo 65 do Regimento Unificado da Associação Educativa Evangélica

Leia mais

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 1. APRESENTAÇÃO O manual contém informações a respeito da estrutura e do funcionamento do Núcleo de Prática Jurídica, do Curso de Direito da FAPE - Faculdade de Presidente

Leia mais

Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas

Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade São Lucas 1 Art. 1º O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade São Lucas será regido pelos princípios da: I Ética profissional;

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO

MANUAL DO ESTAGIÁRIO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO 1 MANUAL DO ESTAGIÁRIO, BACHARELADO 2 APRESENTAÇÃO O aprendizado do Direito não se restringe à compreensão dos textos legais e doutrinários: a prática efetiva da advocacia é uma dimensão fundamental do

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CASTANHAL TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CASTANHAL TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE CASTANHAL TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre o Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE DIREITO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE DIREITO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REDAÇÃO DO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO DA UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO RERRATIFICADO EM REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO DE ENSINO DIDÁTICO, REALIZADA AOS 16 DE MARÇO DE 2012: ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO - ACE FACULDADE DE DIREITO DE JOINVILLE. Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica - NPJ

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO - ACE FACULDADE DE DIREITO DE JOINVILLE. Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica - NPJ ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ENSINO - ACE FACULDADE DE DIREITO DE JOINVILLE Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica - NPJ Resolução n. º02/2007. Dispõe sobre as atividades relacionadas ao Estágio Supervisionado,

Leia mais

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ

MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ 1 MANUAL DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA MNPJ INTRODUÇÃO Destina-se o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) a organizar, coordenar e supervisionar o estágio obrigatório para os quatro últimos semestres do curso,

Leia mais

REGIMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA FACULDADE DAS AMÉRICAS

REGIMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA FACULDADE DAS AMÉRICAS REGIMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA FACULDADE DAS AMÉRICAS 1. DA DEFINIÇÃO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA E SUAS FINALIDADES Artigo 1º - O Estágio Profissional de Advocacia, previsto nos

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA I DOS PRINCÍPIOS GERAIS E DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA I DOS PRINCÍPIOS GERAIS E DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) UNIVERSIDADE IGUAÇU CURSO DE DIREITO CAMPUS NOVA IGUAÇU REGULAMENTO DO ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA I DOS PRINCÍPIOS GERAIS E DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) Art. 1º. O NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA do

Leia mais

01. APRESENTAÇÃO 02. FUNCIONAMENTO. MANHÃ de 9 às 12h. NOITE de 18 às 20h

01. APRESENTAÇÃO 02. FUNCIONAMENTO. MANHÃ de 9 às 12h. NOITE de 18 às 20h NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Manual do Estagiário ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA GRATUITA 01. APRESENTAÇÃO O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) é constituído pelo Escritório Modelo de Advocacia Gratuita EMAG

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS - DEX UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Em consonância

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO EM SUPERVISÃO ESCOLAR

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO EM SUPERVISÃO ESCOLAR REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO EM SUPERVISÃO ESCOLAR E CURSO DE PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO EM PEDAGOGIA EMPRESARIAL CONTEMPORÂNEA CURITIBA

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Jundiaí/SP REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. O estágio de prática jurídica supervisionado

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA DO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E JUDICIÁRIA Art. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica e Judiciária do Curso de Direito

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO Dispõe sobre o funcionamento do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade de Direito de Varginha FADIVA TÍTULO I DA FINALIDADE E DO OBJETO Art.

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ)

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) REGIMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004 (do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior) e ao Projeto

Leia mais

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado

Manual de. Estágio Curricular Supervisionado. Bacharelado 1 Manual de Estágio Curricular Supervisionado Bacharelado 2 APRESENTAÇÃO O Manual de Estágio Curricular Supervisionado está organizado de forma objetiva e prática, buscando definir informações e conceitos

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA

NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS /IBMEC REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EVANDRO LINS E SILVA TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo

Leia mais

RESOLVE: Profª. MARIA CERES RODRIGUES MURAD Diretora Acadêmica

RESOLVE: Profª. MARIA CERES RODRIGUES MURAD Diretora Acadêmica RESOLUÇÃO Nº 5, DE 16 DE JULHO DE 2014 REGIMENTO DE PRÁTICA JURÍDICA Dispõe sobre a Prática Jurídica no âmbito da UNDB. O CONSELHO TÉCNICO- ADMINISTRATIVO, no uso das competências que lhe confere o art.

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do

Leia mais

PORTARIA 2/2015 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPITULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS

PORTARIA 2/2015 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPITULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS PORTARIA 2/2015 O Prof. Ms. Márcio Franklin Nogueira, Coordenador do Curso de Direito, tendo em conta mudança na sistemática de agendamento e cômputo de horas das atividades de prática jurídica, agora

Leia mais

UNICERP CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA PRÁTICA REAL 2014_2 9º PERÍODO. Acadêmico(a):

UNICERP CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA PRÁTICA REAL 2014_2 9º PERÍODO. Acadêmico(a): 2014 UNICERP CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA REAL 2014_2 9º PERÍODO Acadêmico(a): Número de matrícula: Turno: Carteira de Identidade: CPF: Endereço: Telefone:

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE PRÁTICA JURÍDICA Em cumprimento ao disposto no art. 10 da Portaria de nº 1886 de 30 de dezembro de 1994, do Ministério da Educação, combinado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 200 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 200 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 200 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre, tem por finalidade promover e coordenar

Leia mais

FACULDADE INTERNACIONAL DA PARAÍBA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO

FACULDADE INTERNACIONAL DA PARAÍBA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO FACULDADE INTERNACIONAL DA PARAÍBA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO Faculdade Internacional da Paraíba Rua Monsenhor Walfredo Leal nº 512, Tambiá

Leia mais

Título I. Dos Princípios Gerais

Título I. Dos Princípios Gerais CORDENADORIA DO NPJ Criado pela Resolução 01/99 Colegiado Superior REGULAMENTO Dispõe sobre o funcionamento da Coordenadoria do Núcleo de Prática Jurídica e seus órgãos no Curso de Graduação em Direito.

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DO IFPE NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) GARÇA 2011 INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso é um componente curricular obrigatório para os cursos de Graduação, assim sendo a Direção da Faculdade

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LETRAS (PORTUGUÊS/INGLÊS E SUAS LITERATURAS) REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LETRAS LAVRAS, 2014 CAPÍTULO I Da natureza Art. 1º - O Estágio Supervisionado do

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relativas ao Trabalho de Curso do currículo

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) CAPÍTULO I DO OBJETO, ENGENHARIA E FINALIDADE Art. 1º. O presente regulamento tem como objeto o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do Curso de Direito da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA RIO DE JANEIRO 2012 I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º - Este Regulamento rege as atividades de Estágio Supervisionado do Curso de Graduação em Direito. Art. 2º -

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade do Norte Pioneiro CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º O Núcleo de Prática

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA INTEGRADO AO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA INTEGRADO AO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA INTEGRADO AO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 1 Artigo 1º. O Estágio Profissional de Advocacia, previsto no artigo 9º da Lei nº 8.906/94,

Leia mais

ALUNOS ESPECIAIS (voltar)

ALUNOS ESPECIAIS (voltar) ÍNDICE Alunos Especiais Resolução n o 07/2002 Atestados Resolução n o 03/2002 Comissão de Planejamento Resolução n o 04/2002 Editoração de teses e dissertações Resolução n o 01/2002 Monitores Voluntários

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO INTRODUÇÃO Considerando o objetivo de formação de docentes em que a atividade prática de prestação de serviços especializados é relevante à sociedade, torna-se necessário

Leia mais

IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010

IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010 IERGS PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL 2010 APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O presente Manual de Estágio apresenta as orientações básicas para o desenvolvimento das atividades

Leia mais

O regime adotado pela Faculdade Metodista Granbery é o seriado semestral. A matrícula é feita por períodos e renovada semestralmente.

O regime adotado pela Faculdade Metodista Granbery é o seriado semestral. A matrícula é feita por períodos e renovada semestralmente. INFORMAÇÕES ACADÊMICAS BÁSICAS 1. CURRÍCULO Para cada curso de graduação é organizado um currículo. O currículo abrange uma sequência de disciplinas/módulos hierarquizados(as) por períodos letivos, cuja

Leia mais

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTO PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS DE GUANAMBI Distrito de Ceraíma, s/n - Zona Rural - Cx Postal

Leia mais

Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Recursos Humanos. Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos

Faculdade Marista Regulamento do Estágio TCE Recursos Humanos. Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos Regulamento Estágio Supervisionado Recursos Humanos 2012 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Sra. Rafaella Nóbrega Coordenadora do Curso de Administração

Leia mais

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º Estágio Supervisionado em Administração (ESA), é a disciplina

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÃO PRELIMINAR Aprovado pela Resolução Consuni nº 28/06 de 12/07/06. Art. 1º O presente regulamento disciplina as atividades do Núcleo de Prática

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO Dispõe sobre a Orientação do Trabalho de Conclusão de Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio da Faculdade

Leia mais

DIRETIVA ADMINISTRADORA DE PARTICIPAÇÕES LTDA FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA

DIRETIVA ADMINISTRADORA DE PARTICIPAÇÕES LTDA FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO (ESA) E DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Atualizado em Agosto de 2013 1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM

Leia mais

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal E-Mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet.br

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal E-Mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet.br UNESC Faculdades Integradas de Cacoal E-Mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet.br REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) Cacoal RO. CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O Núcleo de Prática

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO SÃO LOURENÇO/2014 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar a monitoria,

Leia mais

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado

Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado INTRODUÇÃO O Manual de Estágio Supervisionado tem como objetivo orientar o aluno do Curso de Direito da Universidade de Santo Amaro sobre a Prática do Estágio

Leia mais

REGULAMENTO DO EIXO TEMÁTICO Regulamentação do programa de eixo temático no curso de direito da Faculdade das Américas.

REGULAMENTO DO EIXO TEMÁTICO Regulamentação do programa de eixo temático no curso de direito da Faculdade das Américas. REGULAMENTO DO EIXO TEMÁTICO Regulamentação do programa de eixo temático no curso de direito da Faculdade das Américas. DA FIXAÇÃO DOS TEMAS Será estabelecido semestralmente, em reunião a ser convocada

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Institui o Regulamento de Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) do Curso de Direito da Celer Faculdades

Leia mais

PERÍODO DE RECUPERAÇÃO: 04 a 10/03/16 3. NOTAS E FREQUÊNCIA: 1º semestre/2015: Lançamento do Registro de Frequência ref. aos meses de março a maio

PERÍODO DE RECUPERAÇÃO: 04 a 10/03/16 3. NOTAS E FREQUÊNCIA: 1º semestre/2015: Lançamento do Registro de Frequência ref. aos meses de março a maio 1. HORÁRIO PARA 2015 Prazo final para divulgação de normas curriculares para o ano de 2015 27/03/15 Prazo final para divulgação de horários curriculares para o ano de 2015 27/03/15 2. PERÍODOS LETIVOS:

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA

MANUAL DE ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA MANUAL DE ESTÁGIO DE PRÁTICA JURÍDICA O Curso de Graduação em Direito da Faculdade do Sudeste Goiano (FASUG) é oferecido em conformidade com as Diretrizes do Ministério da Educação (MEC), com observância

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1 A Faculdade Unida da Paraíba, mantida pela Sociedade Paraibana de Educação e Cultura ASPEC com sede em João Pessoa, PB, torna públicas as regras de funcionamento do sistema de Monitoria no Curso de Graduação,

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO MATRIZ CURRICULAR 2011 PALMAS TO 2011 APRESENTAÇÃO Este Regulamento de Estágio do Curso de Administração visa servir de referência

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO Justificativa Conforme consta nas leis de 2004 e 2005, parecer CNE/CES Nºs: 210/2004, e 023/2005, um curso de graduação em Administração desenvolve-se

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE GRADUADOS PELO UniCEUB NO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 13º EDITAL 1º/2015

PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE GRADUADOS PELO UniCEUB NO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 13º EDITAL 1º/2015 PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE GRADUADOS PELO UniCEUB NO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA 13º EDITAL 1º/2015 A pró-reitora do UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO NO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CAPÍTULO I DIRETRIZES GERAIS

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE DIREITO NO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CAPÍTULO I DIRETRIZES GERAIS Uniiv i ve er rs iid i ad a de p ar a ra o De es sen nvov l vi v iimen nt to do Al ll t o Va al le do d It I taj a jj aí a í PARECER Nº 72/2007 APROVADO EM 04/10/2007 REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA UNICRUZ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA UNICRUZ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE DIREITO UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA UNICRUZ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE DIREITO Capítulo I Dos objetivos Art. 1º. Este Regulamento tem

Leia mais

Paulo Dinarte Tavares Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão RESOLUÇÃO Nº 12/2008

Paulo Dinarte Tavares Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão RESOLUÇÃO Nº 12/2008 RESOLUÇÃO Nº 12/2008 Regulamenta o Trabalho de Curso para conclusão do Curso de Direito. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade Campo Real, no uso de suas atribuições e, CONSIDERANDO a

Leia mais

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA Sumário Estrutura da Monitoria... 1 Edital de Convocação 2007... 5 Anexo

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso / TCC é uma atividade curricular acadêmica e regulamentada

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08

MANUAL DE ESTÁGIOS. Lei de estágio 11.788/08 MANUAL DE ESTÁGIOS Lei de estágio 11.788/08 O QUE É ESTÁGIO O estágio tem por finalidade proporcionar a complementação da formação acadêmica e permite que o estudante tenha acesso ao campo de sua futura

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO MANUAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7º e 8º Períodos de Administração - Responsável: Prof. Edileuza Pereira Silva UBERABA - MG 2014 2 SUMÁRIO 1. Apresentação...

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - PEDAGOGIA Câmpus de Itatiba e Bragança Paulista

REGULAMENTO DA DISCIPLINA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - PEDAGOGIA Câmpus de Itatiba e Bragança Paulista REGULAMENTO DA DISCIPLINA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - PEDAGOGIA Câmpus de Itatiba e Bragança Paulista DAS CARACTERÍSTICAS Artigo 1º - O presente regulamento baseia-se na obrigatoriedade de o aluno

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 29/08-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 29/08-CEPE RESOLUÇÃO Nº 29/08-CEPE Aprova as normas básicas da atividade acadêmica dos Cursos de Graduação na modalidade de Educação a Distância da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E

Leia mais

EDITAL 019/2015/PROEAC/UNIFAP, 09 de Dezembro de 2015.

EDITAL 019/2015/PROEAC/UNIFAP, 09 de Dezembro de 2015. EDITAL 019/2015/PROEAC/UNIFAP, 09 de Dezembro de 2015. A Pró-Reitoria de Extensão e Ações Comunitárias - PROEAC torna público e convocam os discentes dos cursos de graduação da Universidade Federal do

Leia mais

ANEXO II. Regulamentação da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado. Capítulo I Da admissão

ANEXO II. Regulamentação da Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado. Capítulo I Da admissão ANEXO II ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNANBUCANO Resolução nº 031/2010 De 30 de setembro de 2010 Regulamentação da Educação Profissional Técnica de

Leia mais

Universidade de Caxias do Sul Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado

Universidade de Caxias do Sul Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM DIREITO Sumário CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA... 1 CAPÍTULO II DA ADMINISTRAÇÃO DO PROGRAMA...2 CAPÍTULO III DO CORPO DOCENTE,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 059/2012-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 059/2012-UAB-UEM EDITAL Nº 059/2012-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. Do Trabalho de Conclusão de Curso De acordo com a resolução CNE/CES N o 3 de 19 de fevereiro de 2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância

Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância As disciplinas Estágio Supervisionado I e II, devendo perfazer o total de 200 (duzentas) horas

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica:

Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá. Estágio Curricular Obrigatório. 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: Estágio Curricular Obrigatório 1. Considera-se Estágio Curricular a atividade de complementação acadêmica: 1.1 O estágio Curricular é a atividade acadêmica obrigatória para obtenção do Certificado de Conclusão

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 44/15, de 09/12/2015. CAPÍTULO I AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

LEI Nº 1.060, DE5 DE FEVEREIRO DE 1950

LEI Nº 1.060, DE5 DE FEVEREIRO DE 1950 LEI Nº 1.060, DE5 DE FEVEREIRO DE 1950 Estabelece Normas para a Concessão da Assistência Judiciária aos Necessitados. Art. 5º O juiz, se não tiver fundadas razões para indeferir o pedido, deverá julgálo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABA-MG RESOLUÇÃO N. 4, DE 16 DE ABRIL DE 2013, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFTM.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABA-MG RESOLUÇÃO N. 4, DE 16 DE ABRIL DE 2013, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFTM. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABA-MG RESOLUÇÃO N. 4, DE 16 DE ABRIL DE 2013, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFTM. Aprova as regras de transição do Sistema de Matrícula

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015 RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015 Aprovar ad referendum do Conselho Universitário- CONSUN, o Regulamento para a Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade do Contestado - UnC. A Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS

RESOLUÇÃO 001/2014 DA CONCEPÇÃO E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO 001/2014 Dispõe sobre o Estágio Curricular Supervisionado do curso em atendimento ao que prevê o Projeto Pedagógico do Curso de Administração. A Coordenação do Curso de Administração, no uso

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso. Capítulo I Das disposições preliminares

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso. Capítulo I Das disposições preliminares Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso Capítulo I Das disposições preliminares Art. 1º Este Regulamento tem por finalidade regulamentar as atividades de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Graduação

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL PROJETO INTEGRADOR CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

REGULAMENTO INSTITUCIONAL PROJETO INTEGRADOR CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL PROJETO INTEGRADOR CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA São Paulo 2012 Art. 1º O presente regulamento origina-se da obrigatoriedade

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB. Edital Nº 54, de 22 de julho de 2010

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB. Edital Nº 54, de 22 de julho de 2010 Edital Nº 54, de 22 de julho de 2010 A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO A abertura de inscrições para o processo seletivo de TUTORIA (Tutor

Leia mais

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI COLEGIADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACELI REGULAMENTO N 01, 26 DE MARÇO DE 2014

FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI COLEGIADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACELI REGULAMENTO N 01, 26 DE MARÇO DE 2014 1 FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES - FACELI COLEGIADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACELI REGULAMENTO N 01, 26 DE MARÇO DE 2014 Estabelece procedimentos de elaboração e apresentação de Trabalhos

Leia mais

Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Manual do Trabalho de Conclusão de Curso UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DE TECNOLOGIA Departamento de Informática Curso de Engenharia de Computação/Bacharelado em Informática Coordenadoria do Trabalho de Conclusão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ FACULDADE DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA REGULAMENTO N 001, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece os procedimentos necessários à sistematização do Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação e formação de

Leia mais

ANEXO I REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA. Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS

ANEXO I REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA. Capítulo I DISPOSIÇÕES GERAIS ANEXO I REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Este regulamento é próprio do Núcleo de Prática Jurídica do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas - UDC, para os estagiários e será regido por essas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 118/2004-CEPE/UNICENTRO Aprova o Regulamento de Estágio Supervisionado de Graduação do Curso de Administração da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço

Leia mais

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas

Lucia Maria Sá Barreto de Freitas RESOLUÇÃO DO CONSEPE Nº 12/2010 Aprova o Regulamento das Atividades de Estágio do Curso de Engenharia de Produção da FSSS e dá outras Providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO-

Leia mais

Manual de Instruções do Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade das Américas NPJ/FAM

Manual de Instruções do Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade das Américas NPJ/FAM Manual de Instruções do Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade das Américas NPJ/FAM 1. O Estágio Profissional O Estágio Profissional de Advocacia é semelhante ao estágio em um escritório de Advocacia

Leia mais

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE Associação Recifense de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Humanas ESUDA Centro de Treinamento Especializado - CETE I N F O R M A T I V O ARQUITETURA E URBANISMO 2015.2 Prezado(a) aluno(a), Bem-vindo

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 007/2008

RESOLUÇÃO N. 007/2008 RESOLUÇÃO N. 007/2008 O Colegiado de Cursos da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade FUMEC, no uso de suas atribuições e considerando a necessidade de normatizar as atividades relacionadas ao Estágio

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO...4 SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS...4 SEÇÃO III DA COMPOSIÇÃO...4 SEÇÃO IV DA ESTRUTURA...4 CAPÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS...5 SEÇÃO I DA

Leia mais

Manual do Núcleo de Prática Jurídica:

Manual do Núcleo de Prática Jurídica: UNIVALI UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E JURÍDICAS CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA/BIGUAÇU Manual do Núcleo de Prática Jurídica: de Prática Jurídica Complementares

Leia mais